O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal,

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal,"

Transcrição

1 DECRETO N.º 060 /2013. REGULAMENTA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NO MUNICÍPIO DE ARACATI E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal, CONSIDERANDO as disposições contidas na Lei Complementar nº 002/2013 de 13 de agosto de 2013, que instituiu a NFS-e; CONSIDERANDO que o Governo Municipal deve dispor e instituir sistemas tecnológicos para melhor controlar e fiscalizar a arrecadação dos tributos municipais; CONSIDERANDO que a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e propiciará maior comodidade, facilidade e agilidade aos contribuintes, substitutos ou responsáveis, para geração das informações fiscais no âmbito da Administração Municipal; D E C R E T A: CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS Art. 1º. Fica regulamentada a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e no Município de Aracati por meio deste Decreto, a que deverá ser emitida por ocasião da prestação de serviço. Parágrafo único. Considera-se Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e, o documento fiscal emitido e armazenado eletronicamente por sistema eletrônico de gestão do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN, disponibilizado pelo Governo Municipal em seu endereço eletrônico com o objetivo de registrar as operações relativas à prestação de serviços, com autorização de uso fornecida pela Secretaria de Finanças. Art. 2º. As Pessoas Jurídicas de direito público e privado, inclusive da Administração indireta da União, dos Estados e do Município, bem como as Fundações instituídas pelo poder público, estabelecidas ou sediadas no município de Aracati, ficam obrigadas a adotar a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e para processamento eletrônico de suas declarações, apresentando mensalmente, via Internet, a DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇOS - DMS, dos serviços contratados e/ou prestados.

2 1º. Os contribuintes não obrigados podem optar espontaneamente em adotar a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e até o dia 31 de dezembro de 2013, ficando sujeitos aos dispositivos deste Decreto em caráter definitivo e irretratável. 2º. Após o prazo estabelecido no parágrafo anterior, somente vigorará no município de Aracati a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e instituída pela Lei Complementar nº002/2013, de 13 de agosto de º. Ficam obrigadas ao cadastramento no sistema eletrônico de gestão do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza ISSQN todas as empresas que prestem e/ou tomem serviço no Município de Aracati, conforme dispuser o regulamento. Art. 3º. Os contribuintes, responsáveis ou substitutos tributários, tomadores ou prestadores de serviços obrigados a adotarem a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e e/ou a DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇOS a partir de 01 de outubro de 2013 serão determinados por Portaria emitida pelo Secretário de Finanças. Parágrafo único. A Secretaria de Finanças poderá enquadrar novos contribuintes para emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e e/ou a DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇOS, emitida pelo sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, devendo para tanto informá-los por meio de Termo de Notificação/Intimação. Art. 4º. Os estabelecimentos prestadores de serviço são obrigados a gerar a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e para todos os serviços prestados, salvo disposição expressa em contrário. Art. 5º. O contribuinte, uma vez incluído no sistema de emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e não poderá mais utilizar as Notas Fiscais de Serviços impressas tipograficamente, devendo apresentá-las a administração fazendária para cancelamento. CAPÍTULO II DO ACESSO AO SISTEMA DE GESTÃO DO ISSQN - ISS DIGITAL SEÇÃO I DO ACESSO PELO CONTRIBUINTE, SUBSTITUTOS OU RESPONSÁVEIS Art. 6º. O acesso ao sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN será efetuado obrigatoriamente através de SENHA DE ACESSO que será fornecida pela Secretaria de Finanças, Coordenadoria de Tributação e Arrecadação, de forma coletiva ou individual, de ofício ou a pedido dos interessados. Art. 7º. Para obter acesso ao sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, os interessados deverão efetuar requerimento junto a Coordenadoria de Tributação e Arrecadação, anexando cópia dos seguintes documentos:

3 I - Contrato social, estatuto, requerimento de empresário ou documento equivalente, conforme o caso e, alterações se houver; II - Cartão atualizado do CNPJ; III - RG, CPF e comprovante de residência atualizado do responsável pela empresa; IV - Procuração específica quando solicitado por representante; V - Notas Fiscais de Serviço em uso e/ou as ainda não utilizadas. Parágrafo único. A Secretaria de Finanças poderá exigir a apresentação de outros documentos se assim achar necessário. Art. 8º. A senha de acesso representa a assinatura eletrônica da pessoa física ou jurídica cadastrada, sendo pessoal e intransferível, podendo ser alterada a qualquer tempo pelo seu detentor. Art. 9º. Será cadastrada apenas uma senha para cada estabelecimento prestador ou tomador, levando-se em consideração o número de inscrição no CNPJ, desde que estejam em situação regular e ativa perante as receitas federal, estadual e municipal. Art. 10. A Senha de Acesso ao sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN será de total e inteira responsabilidade de seus possuidores e usuários, ficando o Governo Municipal isento de quaisquer responsabilidades pelos atos praticados no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN como no caso de seu mau uso, de seu fornecimento a terceiros e de outras situações. Art. 11. Todos os escritórios de contabilidade, contadores e técnicos em contabilidade que prestam ou executam serviços para contribuintes do município de Aracati deverão, obrigatoriamente, estarem cadastrado no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN para receberem suas senhas de acesso. SEÇÃO II DO ACESSO PELA ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA Art. 12. O acesso ao sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN que conterá dados fiscais de interesse da Administração Fazendária Municipal será realizado mediante a utilização de senha de acesso. Art. 13. A senha de acesso prevista no artigo anterior será outorgada ao Secretário de Finanças e ao Coordenador de Tributação e Arrecadação, ou a quem estes delegar, a qual conterá as seguintes funções: I - Habilitar e desabilitar usuários; II - Criar ou modificar perfis de utilização do sistema; III - Incluir e excluir informações de interesse do contribuinte e da administração fazendária no portal da NFS-e.

4 Art. 14. Aos funcionários da Administração Fazendária será permitido acesso ao sistema da NFS-e conforme o perfil habilitado levando-se em consideração a função exercida. CAPÍTULO III DA EMISSÃO DA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e SEÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 15. A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e e/ou a DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇOS, devem ser emitidas on line, por meio da internet, no endereço eletrônico pelo sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN mediante a liberação de acesso. Art. 16. A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e e/ou a DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇOS emitida poderão ser consultadas e impressas nos meios eletrônicos do Governo Municipal. Art. 17. A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e e/ou a DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇOS poderão ser impressas em tantas vias quantas forem necessárias, podendo inclusive ser enviadas aos tomadores de serviço por meio de correio eletrônico. Art. 18. O modelo da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e e da Declaração Mensal de Serviços são os constantes nos Anexos I e II deste Decreto. Art. 19. Os contribuintes que não prestarem serviços sujeitos ao ISSQN e os tomadores que não adquirirem serviços, tributados ou não tributados, dentro do mês em vigor, deverão informar obrigatoriamente, através do sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, a ausência de movimentação econômica, através do ENCERRAMENTO DE ESCRITURAÇÃO SEM MOVIMENTO". Art A solicitação de Autorização de Impressão de Documentos Fiscais - AIDF, a partir de 01 de outubro de 2013, deverá ser, obrigatoriamente, solicitada no endereço eletrônico pelo sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN e os procedimentos legais adotados para sua concessão são os definidos na legislação tributária municipal. SEÇÃO II DA EMISSÃO DA NFS-e POR PESSOA FÍSICA Art. 21. É facultado às pessoas físicas já inscritas no cadastro econômico municipal solicitar a geração e a impressão da NFS-e na sede da Secretaria de Finanças, Coordenadoria de Tributação e Arrecadação.

5 Art. 22. A emissão da NFS-e por contribuinte avulso ou não inscrito no cadastro econômico municipal será solicitada no balcão de atendimento da Coordenadoria de Tributação e Arrecadação, mediante detalhamento de todos os dados que deverão constar na respectiva NFSe. 1º. Quando da emissão da NFS-e será efetuado o cálculo do ISSQN e emitido o documento de arrecadação municipal DAM para pagamento pelo contribuinte. 2º. A NFS-e deverá ser gerada por intermédio de senha especifica de servidor da Administração Fazendária Municipal que só deverá imprimi-la mediante a comprovação visual da autenticação do recolhimento do ISSQN.. SEÇÃO III DA EMISSÃO DA NFS-e POR INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS Art. 23. Os estabelecimentos bancários, de crédito, financiamento e de investimento estão dispensados da emissão da NFS-e, ficando, porém, obrigados ao preenchimento da planilha de taxas e serviços disponível no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, onde constará a receita bruta detalhada por conta analítica baseada no COSIF (Plano Contábil das instituições do Sistema Financeiro Nacional), classificada de acordo com a lista de serviços definida na legislação tributária municipal. 1º. Os estabelecimentos mencionados no "caput" deverão manter arquivados na agência local, para exibição ao Fisco Municipal os mapas analíticos das receitas tributáveis e os balancetes analíticos padronizados pelo Banco Central; 2º. Os mapas analíticos deverão conter o nome do estabelecimento, o número de ordem, o mês e o ano de competência, o número de inscrição municipal, a codificação contábil, a discriminação dos serviços e os valores mensais de receitas correspondentes. 3º. A partir do prazo estabelecido no artigo 3º deste Decreto, as instituições financeiras em geral, não poderão realizar nenhuma informação de receita para fins fiscais através de relatórios, quaisquer que sejam, devendo utilizar o sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN para todo o movimento de faturamento e consequente geração de documento de arrecadação municipal para pagamentos, realizados consoante as disposições deste Decreto. SEÇÃO III DA EMISSÃO DA NFS-e NA ATIVIDADE DE CONSTRUÇÃO CIVIL Art. 24. Para o lançamento do valor do ISSQN no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN na atividade de Construção Civil os prestadores e/ou tomadores deverão observar as regras estabelecidas na Lei 051/98 CTM, especialmente quanto à apuração da base de cálculo, sem prejuízo do lançamento de oficio do ISSQN pela Administração Fazendária.

6 SEÇÃO IV DO CANCELAMENTO DA NFS-e Art. 25. A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e poderá ser cancelada pelo emitente, por meio do sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, via internet, no endereço eletrônico antes do encerramento da competência e do pagamento do Imposto, seja ele por retenção ou não. Parágrafo único. Após o encerramento da competência e do pagamento do Imposto, a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e somente poderá ser cancelada por meio de processo administrativo fiscal, no qual deverão ser apresentadas as razões que motivaram o pedido, não podendo este ser instaurado após processo de fiscalização. Art. 26. Não se admite cancelamento da NFS-e em razão do não recebimento do preço do serviço, sendo o imposto devido em razão da prestação do serviço, nos termos da Lei. SEÇÃO V DA DISPENSA DE EMISSÃO DA NFS-e E DA DECLARAÇÃO MENSAL DE MOVIMENTO - DMS Art. 27. Os estabelecimentos prestadores ou tomadores dispensados da emissão de NFSe, definidos por ato do Secretario de Finanças, estão obrigados a apresentarem a sua DECLARAÇÃO MENSAL DE MOVIMENTO - DMS de acordo com os padrões constantes no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN. 1º. Os prestadores ou tomadores dispensados deverão manter arquivados em seus estabelecimentos, para exibição ao Fisco Municipal, os documentos referentes à sua movimentação fiscal, obrigatoriamente o Livro Caixa, Livro de Registros de Movimento, Livro de Conta Corrente, Extratos Bancários, Balancetes e Balanço Anual e cópia do Imposto de Renda Pessoa Jurídica. 2º - Deverão ser mantidos no estabelecimento para apresentação ao Fisco Municipal os Livros descritos nos incisos I e II do Artigo 39. 3º - Os Contribuintes definidos no caput deverão proceder da mesma forma que o previsto no 3º do Artigo 23 deste Decreto. Art. 28. Findo o exercício fiscal, todos os contribuintes deverão emitir as DECLARAÇÕES MENSAIS DE MOVIMENTO em papel e promover a sua encadernação dentro do prazo de 30 dias e conservá-los em seus estabelecimentos pelo prazo regulamentar para exibição ao Fisco Municipal quando solicitado.

7 CAPÍTULO IV DO RECIBO PROVISÓRIO DE SERVIÇO - RPS Art. 29. No caso de eventual impedimento da emissão da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e, a pessoa jurídica deverá emitir Recibo Provisório de Serviço - RPS, e substituí-lo pela Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e, no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas corridas, contadas da sua emissão, na forma deste Decreto. Parágrafo único. Entende-se por Recibo Provisório de Serviço RPS, o documento fiscal impresso, gerado eletronicamente, de cunho temporário, tendente a acobertar operações desprovidas da geração regular da NFS-e. Art. 30. O Recibo Provisório de Serviço RPS, emitido, para todos os fins de direito, perderá sua validade, depois de transcorrido o prazo previsto no "caput" do artigo anterior, equiparando-se a não-emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e. Parágrafo único. A não substituição do Recibo Provisório de Serviço - RPS pela Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e, ou sua substituição fora do prazo, sujeitará o prestador de serviços às penalidades previstas na legislação em vigor. Art. 31. O Recibo Provisório de Serviço - RPS deverá ser impresso pelo contribuinte, após o seu enquadramento no sistema de emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e, devendo ser emitido em 2 (duas) vias, sendo a 1ª (primeira) entregue ao tomador do serviço e a 2ª (segunda) para o emitente, com a data efetiva da prestação de serviço. Art. 32. O Recibo Provisório de Serviço - RPS poderá ser utilizado nas seguintes hipóteses: I - Adoção pelo contribuinte de regimes especiais; II - Prestações de serviço efetuadas fora do estabelecimento prestador; III - Impossibilidade de acesso à página eletrônica da NFS-e; IV - Para operacionalizar a atividade em caso de excesso de emissão de NFS-e; V - Não disposição de acesso à rede mundial de computadores pelo estabelecimento prestador. Art. 33. A necessidade ou dispensa de previa Autorização de Impressão de Documentos Fiscais AIDF será definida por Instrução Normativa da Secretaria de Finanças. CAPÍTULO V DA APURAÇÃO E DO RECOLHIMENTO DO ISSQN Art. 34. A apuração do ISSQN será realizada, salvo disposição em contrário, até o 10º dia do mês subsequente ao da emissão da NFS-e, sob a responsabilidade individual do

8 contribuinte ou responsável pelo imposto, mediante lançamentos contábeis de suas operações tributáveis, os quais estarão sujeitas a posterior homologação pela Autoridade Fiscal. 1º. Todas as Notas Fiscais ou Faturas relativas aos serviços prestados, tributáveis ou não, deverão ser lançadas e, encerrada sua escrituração mensalmente por meio eletrônico disponibilizado no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN. 2º. Os impostos devidos oriundos das transações descritas no caput e no parágrafo primeiro acima deverão ser pagos ao Município de Aracati, até o 10º dia do mês subseqüente, através de documento de arrecadação municipal gerado pelo sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN. Art. 35. Por este Decreto ficam substituídos os documentos de arrecadação municipal utilizados para recolhimento mensal do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN no regime de estimativa, pelos documentos de arrecadação municipal do ISSQN, emitidos através do sistema ISS DIGITAL. Parágrafo único: Os documentos de arrecadação municipal do ISSQN poderão ser emitidos no Balcão de Atendimento da Coordenadoria de Tributação e Arrecadação, sempre através do sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN. Art. 36. O recolhimento do ISSQN retido na fonte, previsto na legislação vigente, far-seá em nome do responsável pela retenção, observando-se o prazo regulamentar para recolhimento e as demais condições. 1º. O tomador de serviços deverá efetuar a sua declaração mensal de serviços tomados no sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN e efetuar a emissão do respectivo documento de arrecadação municipal para recolhimento do ISSQN retido na fonte. 2º. O não recolhimento do valor do ISSQN retido na fonte caracterizará apropriação indébita e sujeitará o responsável pela retenção às penalidades previstas na legislação tributária em vigor. Art. 37. Não ocorrerá responsabilidade da retenção e recolhimento do ISSQN por parte do tomador quando o mesmo for profissional autônomo domiciliado no Município e inscrito no cadastro econômico municipal. Art. 38. A geração da NFS-e constitui declaração de confissão de divida do ISSQN incidente na operação, ficando a falta ou insuficiência de seu recolhimento sujeita à cobrança administrativa e/ou judicial.

9 CAPÍTULO VI DOS LIVROS OBRIGATÓRIOS Art. 39. Em substituição aos livros fiscais previstos na legislação vigente, o tomador de Serviço e o prestador de serviço emitente de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e, tributável ou não, ficam obrigados a manter os seguintes Livros Fiscais, escriturados eletronicamente através do sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN: I - Livro de Registro de Prestação de Serviços; II - Livro de Registro de Serviços Tomados de Pessoas Jurídicas, Pessoas Físicas ou de Empresas sem inscrição no Cadastro Municipal. 1º. O Livro de Registro de Prestação de Serviços deverá ser escriturado pelos prestadores de Serviços. 2º. O Livro de Registro de Serviços Tomados de Pessoas Jurídicas, Pessoas Físicas ou de Empresas sem inscrição no Cadastro Municipal, deverá ser escriturado eletronicamente através do sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN por todos os tomadores estabelecidos no Município; 3º. Findo o exercício fiscal, o Contribuinte deverá emitir os livros fiscais em papel; promover a encadernação das folhas, dentro do prazo de 60 (sessenta) dias e conservá-los pelo prazo regulamentar para exibição ao Fisco Municipal quando solicitados; 4º. O Contribuinte deverá manter para apresentação ao Fisco Municipal, quando solicitado, os seguintes livros auxiliares e documentos: Livro Caixa, Extratos Bancários, Balancetes e Balanço Anual e Cópia da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Jurídica. CAPÍTULO VII DAS PENALIDADES Art. 40. O não atendimento às disposições contidas neste Decreto acarretará aos seus infratores, sem prejuízo das penalidades e sanções cabíveis previstas na legislação municipal, as penalidades previstas no art. 67 da Lei nº051/98 - Código Tributário do Município, aplicadas isolada ou conjuntamente, em especial quanto a:. I - Deixar de remeter à Secretaria de Finanças via sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, a Declaração de Movimento Mensal no prazo determinado, independentemente do pagamento do ISSQN devido; II - Apresentar a Declaração de Movimento Mensal com omissão de dados ou dados inverídicos.

10 CAPÍTULO VIII DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 41. Fica instituído o Controle de Autenticidade de Documentos fiscais através de consulta via internet no endereço eletrônico 1º - A indicação para a consulta de autenticidade deverá ser impressa no corpo da NFSe de forma a incentivar esta consulta, de acordo com texto disponível no endereço 2º - A chave para a consulta de autenticidade será o número sequencial e randômico impresso ou a assinatura eletrônica quando se tratar de NFS-e. 3º - A Prefeitura, a qualquer momento, poderá criar campanhas de incentivo à solicitação de Notas Fiscais de Serviço, bem como promover campanhas de premiação para os consulentes da autenticidade de documentos fiscais, tal procedimento será implantado via portaria da Secretaria de Finanças com a mais ampla divulgação pública. Art. 42. Permanece válida toda a legislação municipal que não conflitar com o presente Decreto e os casos omissos serão dirimidos e regulados por ato do Secretário de Finanças. Art. 43. Fica estabelecido um período de transição de 60(sessenta) dias, a contar da data de obrigatoriedade do uso da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e, para os contribuintes utilizarem o sistema eletrônico de gestão do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza ISSQN, sem que as operações irregulares impliquem nas penalidades previstas no art. 40 deste Decreto. Art. 44. Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogando todas as disposições em contrário. PAÇO DO GOVERNO MUNICIPAL DE ARACATI, aos vinte e dois dias do mês de agosto do ano de dois mil e treze. FRANCISCO IVAN SILVÉRIO DA COSTA PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI

11 ANEXO I

12 ANEXO II

DECRETO Nº. 2187, DE 23 DE JULHO DE 2015. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RESERVA, ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº. 2187, DE 23 DE JULHO DE 2015. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RESERVA, ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº. 2187, DE 23 DE JULHO DE 2015 SÚMULA: Institui o Gerenciamento Eletrônico do ISSQN, a Escrituração Econômico-Fiscal e a Emissão de GUIA de recolhimento por meios eletrônicos; estabelece obrigações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURO BRANCO ESTADO DE MINAS GERAIS Procuradoria Geral DECRETO Nº 6.487, DE 27 DE OUTUBRO DE 2011.

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURO BRANCO ESTADO DE MINAS GERAIS Procuradoria Geral DECRETO Nº 6.487, DE 27 DE OUTUBRO DE 2011. DECRETO Nº 6.487, DE 27 DE OUTUBRO DE 2011. REGULAMENTA A UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFSE E DECLARAÇÃO FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NO MUNICÍPIO DE OURO BRANCO, E DÁ OUTRAS PRIVIDÊNCIAS.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº672013 DATA: 31/07/2013

PROJETO DE LEI Nº672013 DATA: 31/07/2013 PROJETO DE LEI Nº672013 DATA: 31/07/2013 SÚMULA: INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS E ESTABELECE OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DO MUNICÍPIO DE SANTA IZABEL DO OESTE,

Leia mais

DECRETO Nº 297, DE 28 DE AGOSTO DE 2014.

DECRETO Nº 297, DE 28 DE AGOSTO DE 2014. DECRETO Nº 297, DE 28 DE AGOSTO DE 2014. "Dispõe sobre a instituição do Regime Especial de Escrituração Fiscal e Recolhimento relativos ao ISSQN e, Recadastramentos Fiscais Mobiliários e Imobiliários,

Leia mais

DECRETO Nº 072/2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE OLINDA, no uso de suas atribuições legais, DECRETA:

DECRETO Nº 072/2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE OLINDA, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: DECRETO Nº 072/2012. EMENTA: REGULAMENTA a Lei Complementar nº 39, de 29 de dezembro de 2011, que institui o Sistema Eletrônico de Escrituração Fiscal SEEF, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e,

Leia mais

DECRETO Nº26/2015, DE 13 DE OUTUBRO 2015.

DECRETO Nº26/2015, DE 13 DE OUTUBRO 2015. DECRETO Nº26/2015, DE 13 DE OUTUBRO 2015. Dispõe sobre a instituição do Sistema Eletrônico de Gestão para o cumprimento das obrigações fiscais do IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - ISSQN no

Leia mais

Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e e a Declaração Eletrônica de Serviços no Município de Seberi - RS, e dá outras providências.

Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e e a Declaração Eletrônica de Serviços no Município de Seberi - RS, e dá outras providências. LEI MUNICIPAL N.º 3.835 /2014. Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e e a Declaração Eletrônica de Serviços no Município de Seberi - RS, e dá outras providências. RENATO GEMELLI BONADIMAN,

Leia mais

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628 LEI N 812 de 12 de maio de 2014. Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e, a Ferramenta de Declaração Eletrônica de Serviços - DES, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPIMIRIM,,

Leia mais

DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011

DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 Regulamenta a Lei Complementar nº. 92/07 de 13 de Dezembro de 2007, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) - que altera o sistema

Leia mais

DECRETO Nº 092, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2009.

DECRETO Nº 092, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2009. DECRETO Nº 092, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2009. Dispõe sobre a Instituição do Regime Especial de Es-crituração Fiscal Eletrônica - REFE, aos prestadores e tomadores de serviços, sujeitos à tributação do Im-posto

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012.

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. DECRETO N 1427/2012 Regulamenta a Lei municipal nº 8748/2010, que institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPÁ ESTADO DA BAHIA C.N.P.J. 13.694.658/0001-92

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPÁ ESTADO DA BAHIA C.N.P.J. 13.694.658/0001-92 Decreto n 015/2015 Piripá, 19 de maio de 2015. Regulamenta o gerenciamento da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços - NFS-e Sped, sua escrituração, a emissão de guia de recolhimento do Imposto sobre Serviços

Leia mais

DECRETO Nº. 104 DE 06 DE OUTUBRO DE 2011

DECRETO Nº. 104 DE 06 DE OUTUBRO DE 2011 DECRETO Nº. 104 DE 06 DE OUTUBRO DE 2011 REGULAMENTA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e, SISTEMA DE GERENCIAMENTO DAS NOTAS FISCAIS E A SUA UTILIZAÇÃO, DISCIPLINA OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS PELA INTERNET

Leia mais

DECRETO Nº 47.350, DE 6 DE JUNHO DE 2006

DECRETO Nº 47.350, DE 6 DE JUNHO DE 2006 DECRETO Nº 47.350, DE 6 DE JUNHO DE 2006 Regulamenta a Lei nº 14.097, de 8 de dezembro de 2005, que institui a Nota Fiscal Eletrônica de Serviços e dispõe sobre a geração e utilização de créditos tributários

Leia mais

DECRETO Nº 5627, de 10 de janeiro de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº 5627, de 10 de janeiro de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 5627, de 10 de janeiro de 2013. Introduz as alterações que menciona no Decreto Municipal nº 1751/2004, de 29 de junho de 2004 e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPOÁ CHEFIA DE GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPOÁ CHEFIA DE GABINETE DO PREFEITO DECRETO MUNICIPAL Nº 1388/2011 Data: 27 de outubro de 2011 INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - NF-E NO MUNICÍPIO DE ITAPOÁ. ERVINO SPERANDIO, Prefeito Municipal de Itapoá (SC),

Leia mais

DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE TUPANDI, no uso de suas atribuições legais, D E C R E T A

DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE TUPANDI, no uso de suas atribuições legais, D E C R E T A DECRETO Nº 659 DE 26 DE MAIO DE 2014. REGULAMENTA A LEI MUNICIPAL N.º 1.209, DE 02 DE MAIO DE 2014, QUE INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS, A DECLARAÇÃO ELETRÔNICA DE SERVIÇOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

DECRETO Nº 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010. (Com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 39.340 de 20/10/2014)

DECRETO Nº 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010. (Com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 39.340 de 20/10/2014) DECRETO Nº 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010 (Com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 39.340 de 20/10/2014) Dispõe sobre a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica-NFS-e NOTA CARIOCA e dá outras providências.

Leia mais

DECRETO Nº 11.551 ----------------------------

DECRETO Nº 11.551 ---------------------------- Volta Redonda Sede do Governo do antigo Povoado de Santo Antônio, inicialmente Distrito de Paz, emancipada aos 17 dias do mês de Julho de 1954, berço da Siderurgia no Brasil. Dispõe sobre a instituição

Leia mais

DECRETO Nº 2225, DE 15 DE JUNHO DE 2011.

DECRETO Nº 2225, DE 15 DE JUNHO DE 2011. DECRETO Nº 2225, DE 15 DE JUNHO DE 2011. Regulamenta a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e no Município de Lucas do Rio Verde, seu sistema de gerenciamento e a sua utilização, disciplina obrigações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA CNPJ/MF Nº 14.105.704/0001-33 Praça Cel. Zeca Leite, nº 415 Centro CEP: 46100-000 Brumado-BA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA CNPJ/MF Nº 14.105.704/0001-33 Praça Cel. Zeca Leite, nº 415 Centro CEP: 46100-000 Brumado-BA DECRETO Nº 4.496, DE 22 DE JULHO DE 2011 Regulamenta os procedimentos para Escrituração Fiscal e Recolhimento de Tributos Municipais de forma Eletrônica no Município de Brumado, e dá outras providências.

Leia mais

DECRETO Nº 12.069, DE 13 DE JANEIRO DE 2010.

DECRETO Nº 12.069, DE 13 DE JANEIRO DE 2010. 1 DECRETO Nº 12.069, DE 13 DE JANEIRO DE 2010. INSTITUI E REGULAMENTA A DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS - DMS-IF E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito do Município de Uberlândia,

Leia mais

CAPÍTULO I DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA

CAPÍTULO I DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA LEI Nº 2.182, DE 24 DE MAIO DE 2011. Institui a Nota Fiscal Eletrônica de Serviços no Município de Louveira, define forma, prazo e declarações de recolhimento do ISSQN pelo Sistema Eletrônico e dá outras

Leia mais

DECRETO Nº. 4.562/ 2008

DECRETO Nº. 4.562/ 2008 DECRETO Nº. 4.562/ 2008 REGULAMENTA A LEI COMPLEMENTAR N 012, DE 06 DE DEZEMBRO DE 2006, DISPÕE SOBRE A NOTA FISCAL DIGITAL, O COMPONENTE DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL DIGITAL, O RECIBO TEMPORÁRIO E DÁ OUTRAS

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS PUBLICADO NO DOMP Nº 1.040 DE: 02/07/2014 PÁG: 07 PREFEITURA DE PALMAS DECRETO Nº 797, DE 1º DE JULHO DE 2014. Regulamenta a nova Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e, a sua utilização e disciplina

Leia mais

D E C R E T O Nº 9460 de 30 de novembro de 2011

D E C R E T O Nº 9460 de 30 de novembro de 2011 Publicado em 09/12/2011 no Diário Oficial nº 362. D E C R E T O Nº 9460 de 30 de novembro de 2011 (Altera e acrescenta dispositivos ao Decreto n 8063, de 15 de outubro de 2007, ampliando funcionalidades

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI Atos do Prefeito DECRETO Nº 10767/2010. Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI Atos do Prefeito DECRETO Nº 10767/2010. Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI Atos do Prefeito DECRETO Nº 10767/2010. Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma e prazo de recolhimento do Imposto sobre Serviços de

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica do Município, e

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica do Município, e DECRETO Nº 063/2013-GP. Regulamenta e implementa a Lei Complementar Federal n 123 de 14 de Dezembro de 2006 e a Lei Geral Municipal da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte n 216, de 18 de dezembro

Leia mais

Prefeitura Municipal de Cruzeiro

Prefeitura Municipal de Cruzeiro DECRETO Nº. 345, DE 28 DE JUNHO DE 2012. Dispõe sobre a instituição do regime especial de emissão de nota fiscal de Serviço Eletrônica nfs-e, aos contribuintes prestadores de serviços sujeitos à tributação

Leia mais

República Federativa do Brasil Estado do Ceará Município de Juazeiro do Norte Poder Executivo

República Federativa do Brasil Estado do Ceará Município de Juazeiro do Norte Poder Executivo DECRETO N.º 501, DE 27 DE SETEMBRO DE 2011. Regulamenta a instituição do gerenciamento eletrônico do ISSQN- Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, a escrituração econômico-fiscal e a emissão de documento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais Decreto nº 250, de 10 de junho de 2013. Regulamenta a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e no Município, sistema de gerenciamento das notas fiscais e a sua utilização, disciplina obrigações acessórias

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 459, DE 12 DE JUNHO DE 2014.

LEI COMPLEMENTAR Nº 459, DE 12 DE JUNHO DE 2014. LEI COMPLEMENTAR Nº 459, DE 12 DE JUNHO DE 2014. Altera e acresce dispositivos na Lei Complementar nº 12, de 28 de dezembro de 1994 (Código Tributário Municipal). O PREFEITO MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL

Leia mais

DECRETO N 3.135 DE 28 DE JUNHO DE 2012 Dispõe sobre a implantação do sistema eletrônico do ISSQN Digital no Município de Ouro Preto e dá outras

DECRETO N 3.135 DE 28 DE JUNHO DE 2012 Dispõe sobre a implantação do sistema eletrônico do ISSQN Digital no Município de Ouro Preto e dá outras DECRETO N 3.135 DE 28 DE JUNHO DE 2012 Dispõe sobre a implantação do sistema eletrônico do ISSQN Digital no Município de Ouro Preto e dá outras providências. Considerando que o Poder Público deve adotar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO 1 LEI Nº. 949/2010 INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS E DISPÕE SOBRE A DECLARAÇÃO MENSAL DO IMPOSTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - ISSQN. O Prefeito Municipal de São Mateus,

Leia mais

DECRETO Nº 1286/2015 Art. 1º Art. 2º

DECRETO Nº 1286/2015 Art. 1º Art. 2º DECRETO Nº 1286/2015 Regulamenta a Lei Complementar nº 048/2015, de 25 de março de 2015, que alterou o inciso I do 3º do artigo 13 da Lei Complementar nº 050 de 1988 Código Tributário Municipal. O PREFEITO

Leia mais

DECRETO Nº 057, de16 denovembro de 2011.

DECRETO Nº 057, de16 denovembro de 2011. DECRETO Nº 057, de16 denovembro de 2011. Regulamenta a Lei Municipal nº 1.874, de 11 de novembro de 2011, que instituiu a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) O Prefeito do Município de Campina Verde,

Leia mais

REST LAYOUT TÉCNICO ARQUIVO REMESSA

REST LAYOUT TÉCNICO ARQUIVO REMESSA REST LAYOUT TÉCNICO ARQUIVO REMESSA Versão: 2.9.6 ABRIL/2010 CARACTERÍSTICAS DOS ARQUIVOS NOTAS PRELIMINARES Tamanho de cada registro - 245 bytes Campos Numéricos - Alinhar a direita, zeros à esquerda

Leia mais

Acesso ao Credenciamento

Acesso ao Credenciamento 2 1 Credenciamento Para todas as pessoas jurídicas que acessarem o sistema da NFS-e, será necessário inicialmente efetuar o credenciamento. O credenciamento é obrigatório para todas as empresas estabelecidas

Leia mais

Decreto Nº1601 de 19 de Agosto de 2009 DECRETA:

Decreto Nº1601 de 19 de Agosto de 2009 DECRETA: Decreto Nº1601 de 19 de Agosto de 2009 Av. Presidente Vargas, 3.215 Vila Maria INSTITUI O GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DO ISSQN, A ESCRITURAÇÃO ECONÔMICO- FISCAL E A EMISSÃO DE GUIA DE RECOLHIMENTO POR MEIOS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAMBUÍ Praça Mozart Torres, 68 Bairro Centro Cep.: 38.900-000 BAMBUÍ - MG CNPJ: 20.920.567/0001-93

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAMBUÍ Praça Mozart Torres, 68 Bairro Centro Cep.: 38.900-000 BAMBUÍ - MG CNPJ: 20.920.567/0001-93 . DECRETO Nº 1.763 DE 18 DE MARÇO DE 2014. PREFEITO MUNICIPAL DE BAMBUÍ, em vigor, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DO SISTEMA ELETRÔNICO DE GESTÃO DO ISSQN

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2009 GABS/SEFIN Disciplina a emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências. O Secretário de Finanças do Município de Belém, no uso das atribuições

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS Prefeitura Municipal de Pirenópolis DECRETO N 2.492714. Gabinete DE 31 DE 01 DE 2014.

ESTADO DE GOIÁS Prefeitura Municipal de Pirenópolis DECRETO N 2.492714. Gabinete DE 31 DE 01 DE 2014. DECRETO N 2.492714. DE 31 DE 01 DE 2014. "INSTITUI O GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DO ISSQN, A ESCRITURAÇÃO ECONÔMICO- FISCAL E A EMISSÃO DE GUIA DE RECOLHI MENTO POR MEIOS ELETRÔNICOS, RELATI VÁS AO ISSQN

Leia mais

LEI MUNICIPAL N 4.884 de 13 de dezembro de 2013

LEI MUNICIPAL N 4.884 de 13 de dezembro de 2013 LEI MUNICIPAL N 4.884 de 13 de dezembro de 2013 Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e no Município de Três Passos. JOSÉ CARLOS ANZILIERO AMARAL, Prefeito em exercício de Três Passos, Estado

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia DECRETO Nº 3857, de 29 de setembro de 2015. "Institui e Regulamenta a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS e) no Município de Ibirataia e dá outras providências." O Prefeito do Município de Ibirataia,,

Leia mais

DECRETO Nº. 531 DE 01 DE JULHO DE 2012.

DECRETO Nº. 531 DE 01 DE JULHO DE 2012. DECRETO Nº. 531 DE 01 DE JULHO DE 2012. Regulamenta o uso da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica no ISSQN, a forma e o prazo de recolhimento dos tributos municipais e respectivos acréscimos perante o Código

Leia mais

DECRETO Nº 2.232 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013

DECRETO Nº 2.232 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 DECRETO Nº 2.232 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 Regulamenta o regime de substituição tributária do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza ISSQN, instituído pela Lei Complementar n 03, de 17 de setembro

Leia mais

I quando o prestador de serviços estabelecido no Município do Rio de Janeiro executar serviço;

I quando o prestador de serviços estabelecido no Município do Rio de Janeiro executar serviço; DECRETO N.º 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010. [Publicado no D.O. Rio de 12.05.2010.] [Alterado pelo Decreto nº 32.549, de 20.07.2010, publicado no D.O. Rio de 21.07.2010.] [Alterado pelo Decreto nº 32.601,

Leia mais

Art. 1º - Fica instituída a Declaração de Serviços DS, de periodicidade trimestral, a partir de janeiro de 2000.

Art. 1º - Fica instituída a Declaração de Serviços DS, de periodicidade trimestral, a partir de janeiro de 2000. DECRETO DE Nº 18.409/99 DE 05 DE NOVEMBRO DE 1999. EMENTA: Institui a Declaração de Serviços - DS. O PREFEITO DA CIDADE DO RECIFE, no uso das atribuições que lhe confere o inciso IV do artigo 54 da Lei

Leia mais

DECRETO Nº. 6.290 DE 26 DE NOVEMBRO DE 2012.

DECRETO Nº. 6.290 DE 26 DE NOVEMBRO DE 2012. DECRETO Nº. 6.290 DE 26 DE NOVEMBRO DE 2012. Regulamenta a Lei Municipal nº 4330/2001, dispondo sobre o Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Dados do Imposto Sobre Serviços de qualquer Natureza ISSQN

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270 DECRETO Nº 13.270 Regulamenta o parcelamento e pagamento de créditos do município de Vitória e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do, no uso de suas atribuições legais, e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO LEI COMPLEMENTAR Nº 008/2009 SÚMULA: "DÁ NOVA REDAÇÃO À LEI 1687/2007, QUE CRIA A DECLARAÇÃO ELETRÔNICA DE SERVIÇOS DES, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Rio Negro, Estado do Paraná, aprovou

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e)

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) Diretoria Geral de Tributos Biguaçu, Janeiro de 2012 INTRODUÇÃO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SMFA Nº 01/2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA SMFA Nº 01/2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA SMFA Nº 01/2010 Define as regras e os prestadores de serviços e substitutos tributários do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza obrigados a efetuar a Declaração Eletrônica Mensal

Leia mais

DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 D E C R E T A:

DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 D E C R E T A: DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 INSTITUI A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE UBAPORANGA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto

Leia mais

DECRETO N.º 3.937, DE 27 DE MARÇO DE 2012.* (JOM DE 30/03 E 04/04/2012)

DECRETO N.º 3.937, DE 27 DE MARÇO DE 2012.* (JOM DE 30/03 E 04/04/2012) DECRETO N.º 3.937, DE 27 DE MARÇO DE 2012.* (JOM DE 30/03 E 04/04/2012) Institui a Nota Fiscal Eletrônica de Serviços, NFS e e o Recibo Provisório de Serviço RPS e dá outras providências. A PREFEITA MUNICIPAL

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE Versão 1.0.5 Março/2014 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 6 2.

Leia mais

CIRCULAR Nº 027/2005 ISS PRESTADORES ESTABELECIDOS FORA DE SÃO PAULO CADASTRAMENTO NA CAPITAL - OBRIGATORIEDADE

CIRCULAR Nº 027/2005 ISS PRESTADORES ESTABELECIDOS FORA DE SÃO PAULO CADASTRAMENTO NA CAPITAL - OBRIGATORIEDADE São Paulo, 21 de Novembro de 2.005 DE: ASSESSORIA JURÍDICA PARA: ASSOCIADOS CIRCULAR Nº 027/2005 ISS PRESTADORES ESTABELECIDOS FORA DE SÃO PAULO CADASTRAMENTO NA CAPITAL - OBRIGATORIEDADE Para conhecimento,

Leia mais

DECRETO Nº. 024, de 11 de Maio de 2010.

DECRETO Nº. 024, de 11 de Maio de 2010. DECRETO Nº. 024, de 11 de Maio de 2010. REGULAMENTA O PARÁGRAFO ÚNICO DO ARTIGO 2º DA LEI Nº 891, DE 11 DE MAIO DE 2010, QUE INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS E DISPÕE SOBRE A GERAÇÃO E UTILIZAÇÃO

Leia mais

ATUALIZADO EM 01.07.14 DECRETO Nº 35.123/14, DE 27.06.14 PUBLICADO NO DOE DE 28.06.14

ATUALIZADO EM 01.07.14 DECRETO Nº 35.123/14, DE 27.06.14 PUBLICADO NO DOE DE 28.06.14 ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA 28576_ ATUALIZADO EM 01.07.14 DECRETO Nº 35.123/14, DE 27.06.14 PUBLICADO NO DOE DE 28.06.14 DECRETO Nº 28.576, DE 14 DE SETEMBRO DE 2007. PUBLICADO NO

Leia mais

ISS. www.aparecida.go.gov.br MAIS FÁCIL MAIS SIMPLES MAIS RÁPIDO NOVO PROGRAMA DE ARRECADAÇÃO DO

ISS. www.aparecida.go.gov.br MAIS FÁCIL MAIS SIMPLES MAIS RÁPIDO NOVO PROGRAMA DE ARRECADAÇÃO DO O SAC é um canal de comunicação com todos os contribuintes, um lugar onde você poderá esclarecer suas dúvidas, negociar pendências e regularizar sua situação. NOVO PROGRAMA DE ARRECADAÇÃO DO ISS MAIS FÁCIL

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

DECRETO Nº 134/2013 DE 22 DE ABRIL DE 2.013.

DECRETO Nº 134/2013 DE 22 DE ABRIL DE 2.013. DECRETO Nº 134/2013 DE 22 DE ABRIL DE 2.013. Dispõe sobre a instituição da Nota Fiscal Eletrônica e dá outras providências. O PREFEITO DE CACHOEIRA ALTA, Estado de Goiás, no uso de atribuições legais e

Leia mais

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8 Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 O QUE É GISSONLINE?... 6 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 6 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Brumado publica:

Prefeitura Municipal de Brumado publica: Prefeitura Municipal de Brumado 1 Quinta-feira Ano III Nº 865 Prefeitura Municipal de Brumado publica: Decreto Nº 4.781/2015 - Regulamenta a nova Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e no Município de

Leia mais

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a criação de Acervos Técnicos de Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas registradas

Leia mais

ISS/SP: NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS ROTEIRO DE PROCEDIMENTOS FONTE: www.fiscosoft.com.br 13/07/2006. Líris Silvia Zoega Tognoli do Amaral

ISS/SP: NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS ROTEIRO DE PROCEDIMENTOS FONTE: www.fiscosoft.com.br 13/07/2006. Líris Silvia Zoega Tognoli do Amaral ISS/SP: NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS ROTEIRO DE PROCEDIMENTOS FONTE: www.fiscosoft.com.br 13/07/2006. Líris Silvia Zoega Tognoli do Amaral I - Introdução A Prefeitura Municipal de São Paulo instituiu

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

COORDENADORIA DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E TAXAS SUBSECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

COORDENADORIA DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E TAXAS SUBSECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO COORDENADORIA DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E TAXAS SUBSECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO PORTARIA F/SUBTF/CIS N.º 178 DE 25 DE OUTUBRO DE 2010 Dispõe sobre cancelamento de guia de

Leia mais

DECRETO Nº 4.131, DE 26 DE OUTUBRO DE 2005.

DECRETO Nº 4.131, DE 26 DE OUTUBRO DE 2005. DECRETO Nº 4.131, DE 26 DE OUTUBRO DE 2005. Regulamenta o art. 70, da lei 1800/90, estabelece normas para implantação e operacionalização da Declaração Mensal de Serviços DMS e dá outras providências.

Leia mais

MANUAL DO CONTADOR 1ª

MANUAL DO CONTADOR 1ª ISSQN Escrituração e Nota Fiscal Eletrônica MANUAL DO CONTADOR 1ª edição 2011 Conteúdo Introdução...3 1. Enquadramento das empresas no item da lista de serviços municipal...4 1.1 Lista de serviços municipal...4

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DA PREFEITA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DA PREFEITA LEI MUNICIPAL Nº. 2.238/2009 Revoga a Lei nº. 2002/2007, e dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais para o desenvolvimento de atividades econômicas no Município de Viana e dá outras providências.

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ

ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE POÁ DECRETO Nº DE DE DE 2015 Dispõe sobre regulamentação da Lei Complementar nº. 3.766, de 4 de dezembro de 2014, que criou o Passe Livre Estudantil, gratuidade no sistema de transporte coletivo aos estudantes

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE TABOÃO DA SERRA - Estado de São Paulo -

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE TABOÃO DA SERRA - Estado de São Paulo - CONSIDERANDO o disposto nos artigos 66 e 67 da Lei Complementar nº 193/2009, que impõem ao prestador de serviços a obrigatoriedade de apresentar documentos fiscais na forma do que dispuser o regulamento;

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de

Leia mais

DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010

DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010 DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010 Altera o Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Gilmar Mendes Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para as eleições de 2016. O Tribunal

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE UTILIZAÇÃO. DE NFe (Nota Fiscal Eletrônica) Protocolo ICMS 42/2009 Alterado pelo Protocolo ICMS 193/2010

ORIENTAÇÃO SOBRE UTILIZAÇÃO. DE NFe (Nota Fiscal Eletrônica) Protocolo ICMS 42/2009 Alterado pelo Protocolo ICMS 193/2010 ORIENTAÇÃO SOBRE UTILIZAÇÃO DE NFe (Nota Fiscal Eletrônica) Protocolo ICMS 42/2009 Alterado pelo Protocolo ICMS 193/2010 É um novo modelo de documento fiscal: modelo 55; de existência apenas digital cuja

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PINHEIRO PRETO DECRETO Nº 4.042, DE 22 DE JULHO DE 2014.

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PINHEIRO PRETO DECRETO Nº 4.042, DE 22 DE JULHO DE 2014. DECRETO Nº 4.042, DE 22 DE JULHO DE 2014. Regulamenta a Lei nº 1.775, de 10 de junho de 2014, dispondo sobre o modelo, requisitos, emissão e cancelamento da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e, institui

Leia mais

ANEXO VI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA.

ANEXO VI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA. PREGÃO Nº 011/2007 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA. Processo nº 041.000.045/2007. VALIDADE: 12

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e. Prefeitura Municipal de Tupãssi

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e. Prefeitura Municipal de Tupãssi NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e Prefeitura Municipal de Tupãssi PERGUNTAS E RESPOSTAS O QUE É A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-e? R NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) é um documento

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e - NOTA CARIOCA

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e - NOTA CARIOCA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e - NOTA CARIOCA Acesso ao Sistema - Pessoa Jurídica Página 2 de 125 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 6 1.1. DEFINIÇÃO... 6 2. REGRAS PARA CADASTRAMENTO...

Leia mais

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES CAPÍTULO I DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NF-e DANFE Art. 1º A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e, modelo 55, poderá ser

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO - PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO - PR PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO - PR SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS DEPARTAMENTO DE ARRECADAÇÃO E CONTROLE FINANCEIRO DECLARAÇÃO DE MICROEMPRESA MUNICIPAL - DMM (vide instruções no verso/anexo

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: 08.096.570/0001-39 Av. Cel. Martiniano, 993 Centro DECRETO Nº. 353 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2013.

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: 08.096.570/0001-39 Av. Cel. Martiniano, 993 Centro DECRETO Nº. 353 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2013. MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: 08.096.570/0001-39 Av. Cel. Martiniano, 993 Centro DECRETO Nº. 353 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2013. Regulamenta modelos de documentos e livros fiscais a serem utilizados pelos

Leia mais

CARTILHA DE DOAÇÃO PARA O FUMCAD

CARTILHA DE DOAÇÃO PARA O FUMCAD CARTILHA DE DOAÇÃO PARA O FUMCAD ÍNDICE O que é o FUMCAD 2 Conceito e Natureza Jurídica 2 Doações 3 Dedução das Doações Realizadas no Próprio Exercício Financeiro 4 Passo a Passo para a Doação 5 Principais

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Matéria publicada originalmente no Diário do Comércio Data: 01/08/2006 01 - CONCEITOS? 1.01.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIETÊ

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIETÊ PREFEITURA MUNICIPAL DE TIETÊ Nota Fiscal Digital de Serviços A Nota Fiscal Digital é um documento cujo valor é de um arquivo eletrônico assinado digitalmente, que apresenta algumas características como

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº 539-35.2015.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº 539-35.2015.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº 539-35.2015.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Gilmar Mendes Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para o pleito

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Page 1 of 5 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.084, DE 26 DE AGOSTO DE 2013 A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput,

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DA CONTRIBUIÇÃO (EFD CONTRIBUIÇÕES) Diário Oficial da União Nº 43, Seção 1, sexta-feira, 2 de Março de 2012

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DA CONTRIBUIÇÃO (EFD CONTRIBUIÇÕES) Diário Oficial da União Nº 43, Seção 1, sexta-feira, 2 de Março de 2012 Circular 112/2012 São Paulo, 06 de Março de 2012. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DA CONTRIBUIÇÃO (EFD CONTRIBUIÇÕES) Diário Oficial da União Nº 43, Seção 1, sexta-feira, 2 de

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE RAPOSA, no uso de suas atribuições legais, de acordo com a Lei Orgânica do Município, e;

O PREFEITO MUNICIPAL DE RAPOSA, no uso de suas atribuições legais, de acordo com a Lei Orgânica do Município, e; DECRETO N.º 01/2015. Dispõe sobre o recadastramento de empresas e profissionais liberais, estabelecidos no município de Raposa - Maranhão. O PREFEITO MUNICIPAL DE RAPOSA, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

DECRETO Nº 160/12, DE 15 DE AGOSTO DE 2012

DECRETO Nº 160/12, DE 15 DE AGOSTO DE 2012 DECRETO Nº 160/12, DE 15 DE AGOSTO DE 2012 INSTITUI a nota fiscal de serviços eletrônica - NFS-E, e dá outras providências O PREFEITO MUNICIPAL DE NÃO-ME-TOQUE - RS, Sr. Antônio Vicente Piva, no uso das

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI, CELEBRAM O MUNICÍPIO DE RIO VERDE, ATRAVÉS DO FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - FME E A SRª HELENA DA SILVA GUIMARÃES DE SOUZA,

Leia mais

Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca. www.notacarioca.rio.gov.br

Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca. www.notacarioca.rio.gov.br Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca www.notacarioca.rio.gov.br Objetivo Apresentar na prática os procedimentos para acesso e manuseio do sistema da Nota

Leia mais

CONSIDERANDO o disposto no 2º do artigo 10, do Código Tributário do Município de Caucaia,

CONSIDERANDO o disposto no 2º do artigo 10, do Código Tributário do Município de Caucaia, DECRETO Nº 319, DE 04 DE OUTUBRO DE 2011 Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica, dispõe sobre a escrituração eletrônica de serviços, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAUCAIA, no

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IGARAPÉ ESTADO DE MINAS GERAIS CNPJ: 18.715.474/0001 85

PREFEITURA MUNICIPAL DE IGARAPÉ ESTADO DE MINAS GERAIS CNPJ: 18.715.474/0001 85 DECRETO N 1.552 DE 09 DE JANEIRO DE 2012. DISPÕE SOBRE O SISTEMA ELETRÔNICO DE GERENCIAMENTO DE DADOS DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ISSQN e NOTA FISCAL ELETRÔNICA. O Prefeito Municipal,

Leia mais

DECRETO Nº. 14.726/11 DE 16 DE SETEMBRO DE 2011

DECRETO Nº. 14.726/11 DE 16 DE SETEMBRO DE 2011 DECRETO Nº. 14.726/11 DE 16 DE SETEMBRO DE 2011 Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e no Município de São José dos Campos e dá outras providências. O Prefeito Municipal de São José dos

Leia mais

Município de Taquari Estado do Rio Grande do Sul

Município de Taquari Estado do Rio Grande do Sul Lei nº. 3.823, de 28 de abril de 2015. Institui a Nota Fiscal de Serviço, a escrituração e a emissão da Guia de arrecadação de ISS, por meio eletrônico. EMANUEL HASSEN DE JESUS, Prefeito Municipal de Taquari,

Leia mais