Universidade Federal de Brasília (UNB) Programa de Pós graduação em Ciência da Informação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Federal de Brasília (UNB) Programa de Pós graduação em Ciência da Informação"

Transcrição

1 Universidade Federal de Brasília (UNB) Programa de Pós graduação em Ciência da Informação Faculdade de Ciências da informação (FCI) Disciplina: Tópicos Especiais em Organização da Informação: Gestão da Informação, Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva Docente: Lillian Alvares Grupo 05 Jennifer Rowley, 1998 Programa Habitacional GDF

2 Sumário 1. Apresentação do Modelo de Jennifer Rowley; 2. Apresentação do Estudo de Caso: Programa Habitacional (GDF); 2.1 Recuperação da Informação, sistemas de informação, contextos e ambientes informacionais; 2.2 Agentes de Processamento da Informação; 3. Análise do Modelo e Argumentações gerais; 4. Considerações Finais; Referências Bibliográficas

3 1. Modelo de Rowley: Processamento x Gestão da Informação Como o Modelo parte do pressuposto de que as diferentes perspectivas sobre a natureza da informação devem ser incorporadas em qualquer quadro referencial robusto que busque compreender a natureza da gestão da informação, não fica restrito à apenas um tipo de negócio ou atividade. Desta forma, o Caso sobre o Programa Habitacional, foi analisadocom embasamento neste modelo. dl

4 Os argumentos seguem em direção a associação do Processamento da informação ao conceito de Gestão da Informação.

5 PROCESSAMENTO GERA CONHECIMENTO GESTÃO DA INFORMAÇÃO RESPOSTA OU BUSCA POR NOVOS E MELHORES MEIOS PARA TOMADA DE DECISÃO

6 O Gerenciamento das Informações nos Níveis

7 2. Estudo de Caso: Programa Habitacional CODHAB GDF Originado do FSS, SHIS, COHABs Regionais, BNH, SEDUH,SEHAB, CODHAB (hoje); Vendas(casa construída), Doação(Lote), MMV Dificuldades 62favelas no DF, anos80 Programa Habitacional pagamento do terreno Até hoje CODHAB mais de 400 mil lotes/residências, i totalizandot 1 milhão de moradias Programa Morar Bem Minha casaminha vida Ci Caixa Econômica Federal Lei Distrital onde: 50% lista, 40% cooperativas e 10% df deficientes.

8 2.1. Recuperação da Informação INDIVIDUAL DEMANDA LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES CADASTRAMENTO DE PESSOA FÍSICA EDITAIS DE CHAMAMENTO Diário Oficial, Mídia: Jornal, Radio, TV

9 2.1. Sistema de Informação SISTEMA Sistemas: SICAD SICOP Cadastro único Mutirão Entrada cadastramento(papel), Armazenamento BD, digitação, web Processamento solicitação CLDF/LEI, Realização de cálculos fórmula LEI, Recuperação de informações no Sistema, sob demanda. d Originários de novos sistemas Originários de novos sistemas, integrados, compartilhados e migrados

10 Consulta Dados do Canditado Encontrado Nome :ALTAMIRO PEREIRO FALEIRO JUNIOR CPF : CLASSIFICAÇÃO :SITUAÇÃO :CPF não consta no Novo Cadastro da Habitação em razão de: CONSTOU IMÓVEL NO DF Visualizar Dados do Cadastro

11 Informações dos Inscritos Dados Pessoais do Candidato CPF Nome ALTAMIRO PEREIRO FALEIRO JUNIOR Identidade SSP/DF Data Nasc. 17/10/1970 Estado Civil Desquitado Sexo Masculino Condição especial Não Chegada no DF 17/10/1970DF Data da inscrição Data Recadastramento Cônjuge/Companheiro(a) Nome Cônjuge/Companheiro(a)CPF do Cônjuge Nascimento Renda do Cônjuge R$ 0,00 Endereço Residencial Endereço Complemento RUA 03 ST ENGENHEIROS CASA 31 CEP Cidade UF Tel. Residencial Núcleo Bandeirante DF Dados Profissionais Categoria Renda do Titular Tel. Trabalho Tel. Celular Cidade UF SETOR COMERCIAL Brasília DF Situação Atual/Pretensão de Moradia Situação Moradia Atual Situação Pretensão de Moradia Composição Não Informado Não informado Não informado Relação dos dependentes para fins de pontuação Nenhum dependente cadastrado!

12 2.1. Contexto Informacional CONTEXTO Existia uma base de dados na CODEPLAN/SHIS, cobra, Migramos para o BD PROGRESS (Exército Brasileiro) i base na sede da empresa até hoje em Microsoft SQL Server, Ambientes informacionais, i i Rd Redes de relacionamento familiar, democrático, cooperativas, mutirão, deficientes... Locais públicos, postos de atendimentos e visitas ii sociais ii nas residências

13 2.1. Ambientes Informacionais AMBIENTE Preço: custo além da capacidade d do mutuário (100% social) Propriedade d intelectual: l própria dos funcionários i Transferência internacional de dados: reconhecimento ONU Inclusão e exclusão social: primeiro passo para o cidadão dã Segurança e proteção de dados: backups Arquivamento: backups Controle bibliográfico: somente backups

14 MICROINFORMÁTICA MACROINFORMÁTICA MICROINFORMÁTICA: Sistema de Informação habitacional: Consultas, relatórios para tomada de decisão. MACROINFORMÁTICA: Não existia ou era quase zero o relacionamento entre a informação e a sociedade

15 2.2 Agentes de Processamento da Informação Nível Processador Gestores de Definição de Informação informação Recuperação Individuo Banco de Dados CODEPLAN informação como da informação vários analistas e desenvolvedores, nenhum conhecedor de informação conhecimento subjetivo Sistemas de Sistema Após sua criação, visão ampliada informação como informação criando novos sistemas/outras coisas dados/informação utilizáveis como coisa Contextos informacionais Ambientes informacionais Organização Sociedade Muitos dados, geram informações e demandas novas, criaram novas organizações Descobrimento de novos atores, gerando ambientes e direcionando atender a sociedade como um todo informação como recurso informação como mercadoria/informação como umaforca constitutiva da sociedade

16 PRÊMIO GERAÇÃO UTILIZAÇÃO RECONHECIMENTO TRANSFORMAÇÃO

17 3. Análise do Modelo e Argumentações Gerais O Modelo de Rowley remete a análise entre processamento e gestão da informação e reconhece que é possível analisá la. la Assim, remete o uso e aplicação da tecnologia da informação que influi sobre as rotinas e a gestão, e, implica na maneira como as informações são tratadas, armazenadas e geridas para tomada de decisão.

18 Infere se do trabalho de Rowley que a tecnologia (i (sistemas) tem exercido uma influência i fundamental em congruência com o indivíduo, o contexto e o ambiente. E, o advento das novas tecnologias, resultou em recuperação da informação buscando atender as necessidades de informação; a padronização; aumento da eficiência iê i emelhores serviços. D t f f i í l id tifi ti li õ Desta forma, foi possível identificar tais aplicações no Programa Habitacional em questão.

19 O trabalho de Rowley traz fortes contribuições a saber: Os sistemas possibilitam a redução do número de tarefas repetitivas e trazem o aumento da eficiência; iê i Podem propiciar ii a introdução deserviços inexistentesi t ou ineficientes; Preocupa se com a interface das necessidades do indivíduo, o contexto t eoambiente; Auxiliano processo decisório i maiseficaz. T bé it li i td d t Também permiteavaliar o serviço prestado, apesar de, este modelo não abordar tal questão explicitamente.

20 3. 1. Extensão do Modelo PPH Políticas Públicas de Habitação Grande Volume de informações má gestão Problema não é a inabilidade dos gestores, mas sim a quantidadedeinformação CEF, IBGE,Ministério das Cidades,... Inexistência de uma forma padronizada qualquer modelo precisa de um critério similar para cruzamento de dados Comparação de dados Com base nisso órgãos tendem a confiar unicamente nos especialistas para monitorar as PPHs. Problemas na semântica e uso de expressões terminologias e conceitos

21 O advento das novas tecnologias, resultou em recuperação da informação buscando atender as necessidades de informação; a padronização; aumento da eficiência e melhores serviços. Monitorar consiste no acompanhamento contínuo, cotidiano, por parte de gestores e responsáveis pelo desenvolvimento de programas e PPHs, em relação aos seus objetivos e metas (NIs). É função inerente à gestão dos programas, ter a capacidade de prover informações sobre o programa para seus gestores, permitindo assim medidas preventivas e corretivas para melhorar sua operacionalização.

22 O que pode ser complementado: MonitoramentoM i hbi habitacional i conjunto mínimo de indicadores (Seleção, Classificação, Sumarização e Estatística) tí ti Ambientes Informacionais Cada gestor municipal, estadual td ou fd federal se vale de seupróprio conhecimento e vocabulário mas podem usar os mesmos conceitos Sistemasde t d informação Ontologia??WS? XML? Conceitos: Aderência a demanda referência à sua adequação ao perfil do déficitit hbit habitacional; i lstif Satisfação dos beneficiários com os resultados alcançados. Eficiência Cutos e Tempo. Como ter a informação? RI? Surveys de monitoramento? Dapopulação NIs. *Mori, Alexandre.Modelagem de conhecimento baseado em ontologias aplicadas às PPHs.UNB. 2009

23 4. Considerações Finais A principal p contribuição do trabalho de Rowley foi reconhecer ser possível e necessário gerenciar as informações nos níveis (individual, sistemas, contexto e ambiente), descrevê los e, além disso, estabelecer ligações de cada um deles com as diferentes perspectivas de definição de informação e de processamento da informação. Comparando o Programa Habitacional ao modelo da autora, foi possível identificar que existe aplicação quanto ao gerenciamento das informações nos níveis citados, e que, o processamento das informações transforma se em conhecimento disponível para a organização.

24 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALVARES, Lillian. A Abordagem Proposta por Jennifer Rowley. Disponível em: <http://alvarestech.com/lillian/gigcic/modulo2/aula24r1998.pdf>. com/lillian/gigcic/modulo2/aula24r1998 pdf> Acesso em: 30/04/2012 AROUCK, Osmar. AVALIAÇÃO DESISTEMAS DEINFORMAÇÃO: REVISÃODA LITERATURA. Artigo publicado na REVISTA TRANSINFORMAÇÃO, do Programa de Pósgraduação em Biblioteconomia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Transinformação, v. 13, n. 1, janeiro/junho, p Disponível em: 0de%20informacao.pdf <Acesso em: 02/05/2012, 17:15 horas> Disponível em: <Acesso em: 04/05/2012>

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) 4º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2014

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) 4º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2014 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) 4º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2014 O INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência,

Leia mais

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida:

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida: O que é o TDMax Web Commerce? O TDMax Web Commerce é uma ferramenta complementar no sistemas de Bilhetagem Eletrônica, tem como principal objetivo proporcionar maior conforto as empresas compradoras de

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 03, DE 03 DE JULHO DE 2015.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 03, DE 03 DE JULHO DE 2015. O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Imperatriz-MA, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 01/07/2015 a 22/07/2015

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) 5º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2014

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) 5º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2014 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) 5º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2014 O INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência,

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL NOVO CADASTRO DA HABITAÇÃO MARÇO/2012 Origem: Essa ação corporativa teve origem na necessidade de adequação da gestão dos processos habitacionais da CODHAB aos

Leia mais

MÓDULO DE CONTROLE ACADÊMICO - MCA Documento de Requisitos

MÓDULO DE CONTROLE ACADÊMICO - MCA Documento de Requisitos 1 MÓDULO DE CONTROLE ACADÊMICO - MCA Documento de Requisitos GUILHERME MANOEL CELESTE DE FREITAS GILBERTO TIMOTHEO JUNIOR RICARDO CUNHA VALE JUIZ DE FORA 2009 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 2 1.1 Propósito 2 1.2

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

FICHA DE INSCRIÇÃO Nº. (a ser preenchido pela Coordenação do MARENA) RG: Órgão Expedidor: Data de expedição: Número do CPF: Endereço Completo:

FICHA DE INSCRIÇÃO Nº. (a ser preenchido pela Coordenação do MARENA) RG: Órgão Expedidor: Data de expedição: Número do CPF: Endereço Completo: ANEXO 1 Foto FICHA DE INSCRIÇÃO Nº. (a ser preenchido pela Coordenação do MARENA) DADOS PESSOAIS Nome Completo: Nome da Mãe: Nome do Pai: Naturalidade: UF: Nacionalidade: Data de Nascimento: Estado Civil:

Leia mais

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Sumário Visão geral Bilhetagem Eletrônica... 3 1 TDMax Web Commerce... 4 1.1 Requisitos e orientações gerais... 4 2 Acesso... 5 2.1 Como realizar um cadastro usuário

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO WEB POR FORMULÁRIO

MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO WEB POR FORMULÁRIO Este manual tem o objetivo de orientar o preenchimento do formulário de Movimentação Web disponibilizado na área de Movimentação de beneficiários por formulário que fica na área restrita da empresa no

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015. 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015. 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL (PCI) Edital nº002/2015 2º Processo Seletivo do PCI/IBICT de 2015 O INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT), Unidade de Pesquisa do Ministério

Leia mais

INSTITUTO PAULO MARTINS REGULAMENTO DO CONCURSO 400 ANOS DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM COM ENFOQUE NA CULINÁRIA E HÁBITOS CULTURAIS RELACIONADOS

INSTITUTO PAULO MARTINS REGULAMENTO DO CONCURSO 400 ANOS DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM COM ENFOQUE NA CULINÁRIA E HÁBITOS CULTURAIS RELACIONADOS INSTITUTO PAULO MARTINS REGULAMENTO DO CONCURSO 400 ANOS DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM COM ENFOQUE NA CULINÁRIA E HÁBITOS CULTURAIS RELACIONADOS EDITAL Nº 002 /2015 O Festival Ver-o-Peso da Cozinha Paraense

Leia mais

SERVIÇOS REQUERIMENTO

SERVIÇOS REQUERIMENTO 1 / 15 todos os direitos reservados. ÍNDICE Introdução... 3 Acesso Restrito... 4 Cadastro... 4 Serviços Requerimento... 6 Certidão Web... 7 Certidão Simplificada... 8 Certidão Específica... 10 Certidão

Leia mais

Guia Básico de Utilização do Sistema de Peticionamento Eletrônico

Guia Básico de Utilização do Sistema de Peticionamento Eletrônico 2014 Guia Básico de Utilização do Sistema de Peticionamento Eletrônico Vs 01 Núcleo de Práticas Jurídicas 27/02/2014 Conteúdo PÁGINA INICIAL... 3 TELA DE LOGIN... 4 TELA DE CADASTRO... 5 TELA PETIÇÃO INICIAL

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Disponibilização de Programas. Manual do Usuário Versão 2

Portal dos Convênios - Siconv. Disponibilização de Programas. Manual do Usuário Versão 2 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Disponibilização de Programas

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS 1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS São Carlos SP Abril 2011 Euro Marques Júnior USP eurojr@uol.com.br Educação Universitária Serviços

Leia mais

Prof a Lillian Alvares. Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília. Gestão da Informação

Prof a Lillian Alvares. Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília. Gestão da Informação Prof a Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília Gestão da Informação Conceito Apesar de numerosas discussões acerca do significado, conteúdo e uso da Gestão da Informação......

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA GUIA DE NAVEGAÇÃO MÓDULO DE TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS APLICATIVO UPLOAD /DOWNLOAD VERSÃO 1.1 BRASÍLIA DF Agosto/2015 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 50, DE 27 DE AGOSTO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 50, DE 27 DE AGOSTO DE O Diretor Geral Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios Histórico da Revisão Data Versão

Leia mais

ELETRICISTA INSTALADOR PREDIAL DE BAIXA TENSÃO

ELETRICISTA INSTALADOR PREDIAL DE BAIXA TENSÃO O Diretor Geral Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Pinheiro, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas nos dias 15, 16, 17, 23, 24

Leia mais

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia.

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia. XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação - Região Sul - Florianópolis - 28 de abril a 01 de maio de 2012 RESUMO OBSERVATÓRIO DE

Leia mais

SISTEMA CR CAMPEIRO 7

SISTEMA CR CAMPEIRO 7 SISTEMA CR CAMPEIRO 7 Tópico 2 Estrutura de Gestão Conceitos e Procedimentos 1. Introdução: A Estrutura de gestão empregada no Sistema CR Campeiro 7, obedece a uma hierarquia, que consiste no registro

Leia mais

Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA

Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA Conteúdo 1-Introdução... 3 2-Funcionalidades... 4 2.1-Acesso... 4 2.2-Recuperação de senha... 5 2.3-Cadastrar Responsável pela IES...

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR A DIRETORA ACADÊMICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI Edital Nº 04, de 29 de setembro de 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL NOVO CADASTRO DA HABITAÇÃO MAIO/2012 Necessidade de adequação da gestão de processos da CODHAB para: Atingir meta de eliminar o deficit habitacional do DF ofertando

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COORDENAÇÃO DO PACTO NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA/UFPI EDITAL Nº 15 /2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COORDENAÇÃO DO PACTO NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA/UFPI EDITAL Nº 15 /2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ COORDENAÇÃO DO PACTO NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA/UFPI EDITAL Nº 15 /2014 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE FORMADORES DO PACTO NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

Leia mais

SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários

SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários Para realizar um cadastro de usuário, clique na aba USUÁRIOS e em seguida no botão. Aba Dados Nome: cadastro do nome do novo usuário. Código: É possível

Leia mais

UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PESQUISA

UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PESQUISA EDITAL 59-1/2012 ABRE PERÍODO DE INSCRIÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - MESTRADO PROFISSIONAL ADOLESCENTE EM CONFLITO COM A LEI DA UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR A DIRETORA ACADÊMICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO

Leia mais

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação Prof a.

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação Prof a. Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação Prof a. Lillian Alvares Tecnologia e Gestão O principal papel da Tecnologia

Leia mais

Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares

Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Tecnologia e Gestão O principal papel da Tecnologia da Informação na Gestão do Conhecimento consiste em: Ampliar o alcance

Leia mais

Universidade Federal do Piauí Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGEO) Mestrado em Geografia

Universidade Federal do Piauí Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGEO) Mestrado em Geografia Universidade Federal do Piauí Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGEO) Mestrado em Geografia EDITAL N. º 01/2014 PPGGEO PROCESSO DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS À BOLSA DE PÓS- DOUTORADO (PNPD/CAPES) A

Leia mais

SEC Sistema de Padronização

SEC Sistema de Padronização SEC Sistema de Padronização PROCESSO Código: Responsável: Emissão: Revisão: Validade: PRO 17.3.01.00 SUDEPE /SUDEB 00 02/06/2015 1. Objetivo Orientar as Unidades Escolares no processo de cadastro de Servidores

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 24/07/2014

Leia mais

A tecnologia na gestão de projetos sociais em habitação: estudo de caso Cohab Minas - Joully Mayrink Magalhães

A tecnologia na gestão de projetos sociais em habitação: estudo de caso Cohab Minas - Joully Mayrink Magalhães A tecnologia na gestão de projetos sociais em habitação: estudo de caso Cohab Minas - Joully Mayrink Magalhães Joully Mayrink Magalhães Assistente Social da Cohab Minas. Especialista em Gestão de Negócios

Leia mais

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Prof a Lillian Alvares

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Prof a Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Fóruns Comunidades de Prática Mapeamento do Conhecimento Portal Intranet Extranet Banco de Competências Memória Organizacional

Leia mais

05) Um mesmo assinante poderá ter em casa o acesso normal do STFC e o AICE? - O assinante poderá ter somente um AICE e poderá ter outro plano.

05) Um mesmo assinante poderá ter em casa o acesso normal do STFC e o AICE? - O assinante poderá ter somente um AICE e poderá ter outro plano. 01) O que é AICE? Significa Acesso Individual Classe Especial. É um Plano básico e com regulamentação própria (Regulamentado pela Resolução Nº 586, da ANATEL, de 05 de abril de 2012). Modalidade de telefonia

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5)

REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5) REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5) 1. PARTICIPAÇÃO 1.1 Os trabalhos acadêmicos inscritos deverão ter sido implementados nos últimos 02 anos e os autores deverão ser portadores de diplomas de

Leia mais

SERVIÇOS REQUERIMENTO

SERVIÇOS REQUERIMENTO Certidão e Reimpressão de Documentos 1 / 17 todos os direitos reservados. ÍNDICE Introdução... 3 Acesso Restrito... 4 Cadastro... 4 Serviços Requerimento... 6 Certidão Web... 7 Certidão Simplificada...

Leia mais

Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares

Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares Tecnologia e Gestão O principal papel da Tecnologia da Informação na Gestão do Conhecimento consiste em: Ampliar o alcance

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CAMPUS SÃO LUÍS CENTRO HISTÓRICO SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - O Diretor

Leia mais

Vaga a que concorre: Nº. CPF nº:

Vaga a que concorre: Nº. CPF nº: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - Processo Seletivo para Núcleo Técnico Cientifico Distrito Federal, em Telessaúde Dirigi à Atenção Primaria à Saúde Seleção 2014/1 Nº da Inscrição: Vaga a que concorre: Nº Preenchimento

Leia mais

MaxPrêmios O Sistema que automatiza todas as etapas de um processo de premiação

MaxPrêmios O Sistema que automatiza todas as etapas de um processo de premiação MaxPrêmios O Sistema que automatiza todas as etapas de um processo de premiação Um processo tradicional de premiação esbarra nas seguintes dificuldades: Logística difícil e custosa de transporte, envio

Leia mais

Portal SERvirtual Concessão de Acesso

Portal SERvirtual Concessão de Acesso Portal SERvirtual Concessão de Acesso Paraíba abril de 2015. Estamos apresentando uma nova face da Secretaria de Estado da Receita, o Portal SERvirtual. Com um ambiente seguro e de fácil operação na rede

Leia mais

PROJETO: PRODUTO 3 RELATÓRIO PARCIAL DO DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES

PROJETO: PRODUTO 3 RELATÓRIO PARCIAL DO DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES Nome da Empresa: DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SÓCIO-ECONÔMICOS (DIEESE) PROJETO: PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BRA/IICA/03/005 PARTICIPAÇÃO SOCIAL NÚMERO DO CONTRATO: 205037 TEMA:

Leia mais

SGB Sistema de Gestão de Bolsas Manual do Usuário

SGB Sistema de Gestão de Bolsas Manual do Usuário Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro da Educação Fernando Haddad Secretário-Executivo José Henrique Paim Fernandes Subsecretário de Assuntos Administrativos Jose Eduardo Bueno de

Leia mais

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS. Prof. Msc. Hélio Esperidião

INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS. Prof. Msc. Hélio Esperidião INTRODUÇÃO BANCO DE DADOS Prof. Msc. Hélio Esperidião BANCO DE DADOS Podemos entender por banco de dados qualquer sistema que reúna e mantenha organizada uma série de informações relacionadas a um determinado

Leia mais

FAM - Fundo de Apoio à Moradia

FAM - Fundo de Apoio à Moradia FAM - Fundo de Apoio à Moradia SEGURO DE VIDA EM GRUPO - PROPOSTA DE ADESÃO Estipulante: Fundação Habitacional do Exército (FHE) Seguradora Líder: MAPFRE Vida S/A Participação: 37% Endereço: Avenida das

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO EDITAL 6/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) 2014 A coordenação

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR, MODALIDADE A DISTÂNCIA (Aprovado pela Resolução Nº. 595 CONSEPE, de 24 de março de 2008)

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR, MODALIDADE A DISTÂNCIA (Aprovado pela Resolução Nº. 595 CONSEPE, de 24 de março de 2008) UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL PROGRAMANDO O FUTURO - POLO REGIONAL CENTRO-OESTE DA REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013.

EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. EDITAL INSTITUCIONAL N 10, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM COMO PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 05, DE 08 DE MARÇO DE 2012.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO Nº 05, DE 08 DE MARÇO DE 2012. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS DO IFMA PARA ATUAREM COMO PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC O Diretor Pró-Tempore do Instituto

Leia mais

ANEXO III CURRÍCULO PADRÃO NIVEL SUPERIOR

ANEXO III CURRÍCULO PADRÃO NIVEL SUPERIOR ANEXO III CURRÍCULO PADRÃO NIVEL SUPERIOR 1 - IDENTIFICAÇÃO NOME CARGO CPF C. IDENTIDADE 2 - FORMAÇÃO ESCOLAR OU ACADÊMICA CURSO INSTITUIÇÃO TÉRMINO 2.1 - TÍTULOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DOUTORADO OU MESTRADO

Leia mais

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Profa. Lillian Alvares

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares Fóruns / Listas de discussão Espaços para discutir, homogeneizar e compartilhar informações, idéias e experiências que

Leia mais

Número total de vagas 40

Número total de vagas 40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL 07/ 28/10/2015 O Instituto Federal de Educação,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPIRI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL DE PIRPIRI EDITAL Nº 002/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPIRI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL DE PIRPIRI EDITAL Nº 002/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPIRI EDITAL Nº 002/2014 A Prefeitura Municipal de Piripiri, por meio da Secretaria de Educação Municipal, faz saber aos interessados que fará realizar as inscrições para o processo

Leia mais

Módulo de Usuário 04 Orientações para o Uso 05 Acessando as Salas 06 Dentro do Ambiente das Salas 08 (1) Outros Usuários 09 (2) Seus Dados 09 (3)

Módulo de Usuário 04 Orientações para o Uso 05 Acessando as Salas 06 Dentro do Ambiente das Salas 08 (1) Outros Usuários 09 (2) Seus Dados 09 (3) O recurso das Salas Virtuais é parte da estratégia adotada pelo Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental para estimular e fortalecer a participação de grupos, coletivos e colegiados no processo

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO (A) Dia Mês Ano Residência Celular DOCUMENTAÇÃO CARTEIRA DE IDENTIDADE /NÚMERO/ÓRGÃO EXPEDIDOR FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO (A) Dia Mês Ano Residência Celular DOCUMENTAÇÃO CARTEIRA DE IDENTIDADE /NÚMERO/ÓRGÃO EXPEDIDOR FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA CARIMBO E ASSINATURA DO RESPONÁVEL PELA MATRÍCULA GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ FICHA DE INSCRIÇÃO Nº: CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 06/2014 - CURSO DE DOUTORADO EM GEOGRAFIA/2015 IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO

Leia mais

Pós-Graduação em Marketing e Design Digital

Pós-Graduação em Marketing e Design Digital Marketing e Design Digital Pós-Graduação em Marketing e Design Digital Aula Inaugural - 28 de abril de 2015 Aulas aos sábados, das 8h às 15h Valor do curso: R$ 16.482,00 À vista com desconto: R$ 15.657,00

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart.

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. 16/08/2013 BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. Versão 1.0 19/12/2014 Visão Resumida Data Criação 19/12/2014 Versão Documento 1.0 Projeto

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 ANEXO I FUNÇÕES, CURSO, POLO, NÚMERO DE VAGAS, REQUISITOS E TURNO

EDITAL Nº 01/2015 ANEXO I FUNÇÕES, CURSO, POLO, NÚMERO DE VAGAS, REQUISITOS E TURNO ANEXO I FUNÇÕES, CURSO, POLO, NÚMERO DE VAGAS, REQUISITOS E TURNO 1. Para as funções de Professor CURSO POLO VAGAS REQUISITOS MÍNIMOS TURNO Graduação em Odontologia e Pósgraduação em Patologia Oral com

Leia mais

Termos de Uso 1 PROPÓSITOS DESTE DOCUMENTO

Termos de Uso 1 PROPÓSITOS DESTE DOCUMENTO Termos de Uso e Política de Privacidade Ao utilizar os produtos e serviços do Indiana Studios, você automaticamente concorda com nossos Termos de Uso e com a nossa Política de Privacidade descritos abaixo.

Leia mais

EDITAL Nº 02/14/CEAD/PRE/UFCG SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO EM EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO PROJETO PROSIG

EDITAL Nº 02/14/CEAD/PRE/UFCG SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO EM EXTENSÃO TECNOLÓGICA DO PROJETO PROSIG UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD SECRETARIA DE ESTADO DE RECURSOS HÍDRICOS, MEIO AMBIENTE E CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SERHMACT FUNDAÇÃO DE APOIO A PESQUISA DO

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA

Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA Manual do Usuário do sistema PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CIÊNCIA Conteúdo 1-Introdução... 3 2-Funcionalidades... 4 2.1-Acesso... 4 2.2-Recuperação de senha... 5 2.3-Cadastrar Responsável pela IES...

Leia mais

Programa de Pós-Graduação Mestrado em Arquitetura e Urbanismo Universidade Federal de Viçosa Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Programa de Pós-Graduação Mestrado em Arquitetura e Urbanismo Universidade Federal de Viçosa Departamento de Arquitetura e Urbanismo Programa de Pós-Graduação Mestrado em Arquitetura e Urbanismo Universidade Federal de Viçosa Departamento de Arquitetura e Urbanismo Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31)3899-3530 -

Leia mais

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Centro de Tecnologia - CTC Departamento de Informática - DIN Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação PCC ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II Disciplina: Engenharia

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Em se tratando de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Caso necessário, utilize outra ficha para completar os dados. Dados da Conta na CAIXA Grau de sigilo Cód. agência Nome da agência

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL PROGRAMANDO O FUTURO - POLO REGIONAL CENTRO-OESTE DA REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO

Leia mais

2.2 ATIVIDADES Atividade 4.2.3 - Formular as sistemáticas de planejamento e avaliação das escolas para uso na implantação do PDE.

2.2 ATIVIDADES Atividade 4.2.3 - Formular as sistemáticas de planejamento e avaliação das escolas para uso na implantação do PDE. Impresso por: ANGELO LUIS MEDEIROS MORAIS Data da impressão: 07/10/2013-10:07:01 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2703 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO

CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO CHAMADA PÚBLICA Nº 1 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO A Coordenação Geral do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, no

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS EDITAL N 03, DE 07 DE MARÇO DE 2012. SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE SERVIDORES PARA ATUAREM NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TECNICO E EMPREGO - PRONATEC A Diretora Pró-Tempore do Instituto Federal de

Leia mais

Número total de vagas 20

Número total de vagas 20 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL 12/2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteiras CSF

Programa Ciência sem Fronteiras CSF CSF Graduação Sanduíche Página 1 Sumário 1. Apresentação...3 2. Requisitos para Candidatura...3 3. Requisitos para acesso ao formulário Ciência sem Fronteiras...4 4. Formulário de Inscrição...4 4.1 Iniciando

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE CASOS DE USO

ESPECIFICAÇÕES DE CASOS DE USO ESPECIFICAÇÕES DE CASOS DE USO CASO DE USO: INCLUIR CLIENTE Sumário: este caso de uso se inicia quando o usuário precisa incluir um cliente no sistema. Atores: Atendente Pré-condições: Documentação do

Leia mais

Tecnologia da Informação Aplicada a Gerenciamento de Acervo Documental Histórico

Tecnologia da Informação Aplicada a Gerenciamento de Acervo Documental Histórico Tecnologia da Informação Aplicada a Gerenciamento de Acervo Documental Histórico Kayo Delgado Medeiros de Almeida¹, Elon Gomes Vieira 2, Carlos Vitor de Alencar Carvalho 3, Magno Fonseca Borges 4, José

Leia mais

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública 14 Capítulo IX Sistemas de gestão da iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* Conforme apresentado no capítulo anterior, uma das oportunidades de melhoria na iluminação pública justamente refere-se

Leia mais

A PRODUÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES NA PERSPECTIVA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

A PRODUÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES NA PERSPECTIVA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 22 a 24 de julho de 205 A PRODUÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES NA PERSPECTIVA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO INTRODUÇÃO Eva Dayane Jesus dos Santos Bibliotecária da Universidade do Estado da Bahia eva@uneb.br Marivaldina

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 12 DE AGOSTO DE 2013.

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 12 DE AGOSTO DE 2013. EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 25, DE 12 DE AGOSTO DE 13. O Diretor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São João dos Patos, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Centro de Documentação e Informação da FAPESP São Paulo 2015 Sumário Introdução... 2 Objetivos...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE PERGAMUM NA ESCOLA BÁSICA DR. PAULO FONTES Florianópolis

Leia mais

FAQ CADASTRO DE PESSOAS

FAQ CADASTRO DE PESSOAS Sumário 1. O que é o cadastro de Clientes ou de Pessoas?... 4 2. Quando devo escolher entre o Cadastro Simplificado? E quando devo escolher o Completo?... 4 3. Devo cadastrar antes a Pessoa Física ou a

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania. CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania. CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto Nº do Termo de Referência no Plano de Aquisições: 2 B 4 Acordo

Leia mais

Edital de Convocação nº 01/2015. Convocação para Inscrição de Entidades e Organizações Não-Governamentais

Edital de Convocação nº 01/2015. Convocação para Inscrição de Entidades e Organizações Não-Governamentais Edital de Convocação nº 01/2015 Convocação para Inscrição de Entidades e Organizações Não-Governamentais A Presidente do CMAS Conselho Municipal de Assistência Social de Cáceres, no uso de suas atribuições

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Fevereiro de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD EDITAL Nº 01/14/CEAD/PRE/UFCG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD EDITAL Nº 01/14/CEAD/PRE/UFCG UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD EDITAL Nº 01/14/CEAD/PRE/UFCG SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA TUTOR A DISTÂNCIA DO PROJETO ALUNO INTEGRADO

Leia mais

SISTEMA VIRTUAL PARA GERENCIAMENTO DE OBJETOS DIDÁTICOS

SISTEMA VIRTUAL PARA GERENCIAMENTO DE OBJETOS DIDÁTICOS 769 SISTEMA VIRTUAL PARA GERENCIAMENTO DE OBJETOS DIDÁTICOS Mateus Neves de Matos 1 ; João Carlos Nunes Bittencourt 2 ; DelmarBroglio Carvalho 3 1. Bolsista PIBIC FAPESB-UEFS, Graduando em Engenharia de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013

PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013 PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013 O Instituto Euvaldo Lodi IEL/AM realiza o processo seletivo para o Programa de Estágio da Petrobras Serviços Compartilhados Amazonas. O objetivo desse

Leia mais

A. O Sindepark. 1. História

A. O Sindepark. 1. História Reestruturação de todo o site utilizando outras tecnologias, nova identidade visual, que seja adaptável à realidade dos smartphones e inserir novas ferramentas. Web Site - Versão Desktop O site seguirá

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DE RECURSOS HÍDRICOS E AMBIENTE URBANO Chamamento para a Elaboração de Acordo Setorial para a Implantação de Sistema de Logística Reversa de Produtos Eletroeletrônicos

Leia mais

MANUAL PARA CADASTRO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

MANUAL PARA CADASTRO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO MANUAL PARA CADASTRO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Índice 1. Cadastro de Pessoa Jurídica 2. Cadastro de Pessoa Física 3. Cadastro/Alteração de Unidade de Conservação 4. Unidade de Conservação Pendente de

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. SisFies FIES Pós-graduação. Página1. Manual de Adesão

MANUAL DE SISTEMA. SisFies FIES Pós-graduação. Página1. Manual de Adesão SisFies FIES Pós-graduação Manual de Adesão Página1 Sumário 1 Configurações recomendadas... 3 2 Objetivos... 3 3 Acesso ao sistema... 4 3.1. Acessar com certificado digital 5 3.2. Acessar com CPF/CNPJ

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais