PRÁTICA TRABALHISTA Prof. Leone Pereira e Profa. Renata Orsi

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRÁTICA TRABALHISTA Prof. Leone Pereira e Profa. Renata Orsi"

Transcrição

1 Prof. Leone Pereira e Profa. Renata Orsi

2 RECLAMAÇÃO TRABALHISTA Gustavo Mendes foi contratado, em 12/07/2006, pelo Hospital Saúde Perfeita LTDA. para exercer a função de auxiliar de enfermagem, com salário fixo mensal de R$ 1.600,00. Gustavo sempre trabalhou na cidade de Vitória/ES, local onde também residia. Trabalhava de segunda a sábado, sempre das 6 às 14 horas, com uma hora de intervalo para refeição e descanso. Durante todo o contrato de trabalho, Gustavo nunca recebeu qualquer Equipamento de Proteção Individual (EPI), nem tampouco o respectivo adicional de insalubridade.

3 Em 04/03/2012, Gustavo foi dispensado sem justa causa, sem receber a comunicação antecipada do término do contrato de trabalho e as verbas rescisórias. Em face da situação hipotética acima apresentada, como advogado(a) do empregado Gustavo Mendes, ingresse com a medida judicial cabível para defesa dos interesses de seu cliente.

4 SISTEMA DE PASSOS: - 1º PASSO: Identificação dos dados principais do problema. Gustavo Mendes foi contratado, em 12/07/2006, pelo Hospital Saúde Perfeita LTDA. para exercer a função de auxiliar de enfermagem, com salário fixo mensal de R$ 1.600,00. Gustavo sempre trabalhou na cidade de Vitória/ES, local onde também residia. Trabalhava de segunda a sábado, sempre das 6 às 14 horas, com uma hora de intervalo para refeição e descanso.

5 Durante todo o contrato de trabalho, Gustavo nunca recebeu qualquer Equipamento de Proteção Individual (EPI), nem tampouco o respectivo adicional de insalubridade. Em 04/03/2012, Gustavo foi dispensado sem justa causa, sem receber a comunicação antecipada do término do contrato de trabalho e as verbas rescisórias. Em face da situação hipotética acima apresentada, como advogado(a) do empregado Gustavo Mendes, ingresse com a medida judicial cabível para defesa dos interesses de seu cliente.

6 - 2º PASSO: Identificação da peça profissional, da previsão legal da peça, menção do endereçamento e menção do procedimento (rito). RÉGUA PROCESSUAL: identificação dos atos processuais trazidos pelo problema neste caso, não há menção de nenhum ato processual. Peça RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Previsão Legal da Peça artigo 840, 1º, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) c/c artigo 282 do Código de Processo Civil (CPC), aplicado subsidiariamente ao Processo do Trabalho por força do artigo 769 da CLT.

7 Endereçamento EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE VITÓRIA/ES Procedimento (Rito) ORDINÁRIO. - 3º PASSO: Teses e Fundamentos Jurídicos, Legais e Doutrinários. Em cada tese, o ideal é fazer silogismo: premissa maior, premissa menor e conclusão. A) DO DIREITO AO RECEBIMENTO DE ADICIONAL DE INSALUBRIDADE

8 I) Fatos: O empregado trabalhava em um hospital como auxiliar de enfermagem, mas nunca recebeu qualquer Equipamento de Proteção Individual (EPI), nem tampouco o respectivo adicional. II) Fundamentos: -Constituição Federal: artigo 7º, XXIII adicional de remuneração para as atividades insalubres; -Consolidação das Leis do Trabalho: a) Artigo 189;

9 b) Artigo 192 assegura ao empregado a percepção de adicional de insalubridade; c) Artigo 195, 2º - necessidade de realização de perícia. - Jurisprudência Consolidada: Súmula 139 do TST reflexos do adicional de insalubridade. III) Conclusão: Portanto, o reclamante faz jus ao pagamento de adicional de insalubridade no percentual apurado em regular perícia, bem como dos respectivos reflexos.

10 B) DAS VERBAS RESCISÓRIAS I) Fatos: o empregado foi dispensado sem justa causa, sem receber a comunicação antecipada do término do contrato de trabalho e as verbas rescisórias. - Pedido de Verbas Rescisórias: saldo de salário, aviso prévio, 13º salário proporcional, férias integrais acrescidas do terço constitucional, férias proporcionais acrescidas do terço constitucional, depósitos do FGTS, multa/indenização compensatória de 40% do FGTS, liberação do Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho e das guias do seguro desemprego.

11 II) Fundamentos: ATENÇÃO A Lei , de 11 de outubro de 2011 (DOU 13/10/2011) veio regulamentar a proporcionalidade da concessão do aviso prévio, estabelecendo que o aviso prévio deverá ser concedido pelo prazo mínimo de 30 dias, para os empregados que tenham até um ano na empresa; com acréscimo de mais três dias a cada ano completo de trabalho, com limitação de 20 anos, que correspondem a um limite máximo de 60 dias de aviso prévio. Portanto, conclui-se que o aviso prévio poderá ser concedido até o prazo máximo de 90 dias.

12 CÁLCULO DO AVISO PRÉVIO (Em conformidade com a Nota Técnica 184/2012/CGRT/SRT/MTE Item II -2) Tempo de Serviço Aviso Prévio Proporcional 0 (ATÉ 1 ano) 30 1 ano COMPLETO 33 2 anos COMPLETOS 36 3 anos COMPLETOS 39 4 anos COMPLETOS 42 5 anos COMPLETOS 45

13 III) Conclusão: Assim, o reclamante faz jus ao recebimento das verbas rescisórias saldo de salário; aviso prévio proporcional de 45 dias; 13º salário proporcional; férias integrais acrescidas do terço constitucional, férias proporcionais acrescidas do terço constitucional; depósitos do FGTS, multa/indenização compensatória de 40% do FGTS; liberação do Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho e das guias do seguro desemprego.

14 justificação para seu chefe. PRÁTICA TRABALHISTA CONTESTAÇÃO Vinícius trabalha para o Banco Trevo da Sorte há 5 anos na função de bancário, recebendo como salário a quantia de R$ 1.800,00. Vinícius trabalhava de segunda a sexta feira, das 10h00 às 16h00. Nos últimos 2 anos, passou a exercer cargo com denominação de gerente nível 1. No entanto, apesar da alteração na denominação do cargo de Vinícius, suas funções não sofreram qualquer mudança o empregado continuou a cumprir a mesma jornada de trabalho inicialmente pactuada, tendo como atribuições o acompanhamento de abertura e encerramento das contas dos clientes do banco, envio de relatórios nas datas aprazadas. Ademais, não possuía qualquer subordinado, nem tampouco poderia chegar atrasado ou se ausentar sem a devida

15 No entanto, após sua dispensa imotivada, Vinícius propôs reclamação trabalhista, a qual foi distribuída para 17ª Vara do Trabalho de São Paulo e processada pelo rito ordinário, alegando que laborava na função de gerente bancário e que, por isso, fazia jus ao pagamento de gratificação de função. Em seu entender, constitui prova pré-constituída de suas alegações seu holerite de pagamento, no qual consta a denominação do cargo gerente nível 1. Desta forma, Vinícius pleiteia em sua reclamação gratificação pelo exercício do cargo de gerente. Como advogado (a) do Banco Trevo da Sorte S/A, maneje a medida judicial cabível para defesa de seus interesses.

16 RASCUNHO SISTEMA DE PASSOS: - 1º PASSO: Identificação dos dados principais do problema. Vinícius trabalha para o Banco Trevo da Sorte há 5 anos na função de bancário, recebendo como salário a quantia de R$ 1.800,00 mensais. Vinícius trabalhava de segunda a sexta feira, das 10h00 às 16h00. Nos últimos 2 anos, passou a exercer cargo com denominação de gerente nível 1. No entanto, apesar da alteração na denominação do cargo de Vinícius, suas funções não sofreram qualquer mudança o empregado continuou a cumprir a mesma jornada de trabalho inicialmente pactuada tendo como atribuições o acompanhamento de abertura e

17 encerramento das contas dos clientes do banco, envio de relatórios nas datas aprazadas. Ademais, não possuía qualquer subordinado, nem tampouco poderia chegar atrasado ou se ausentar sem a devida justificação para seu chefe. No entanto, após sua dispensa imotivada, Vinícius propôs reclamação trabalhista, a qual foi distribuída para 17ª Vara do Trabalho de São Paulo e processada pelo rito ordinário, alegando que laborava na função de gerente bancário, e que, por isso, fazia jus ao pagamento de gratificação de função.

18 Em seu entender, constitui prova pré-constituída de suas alegações seu holerite de pagamento, no qual consta a denominação do cargo gerente nível 1. Desta forma, Vinícius pleiteia em sua reclamação gratificação pelo exercício do cargo de gerente. Como advogado (a) do Banco Trevo da Sorte S/A, maneje a medida judicial cabível para defesa de seus interesses.

19 -2º PASSO: Identificação da peça profissional, da previsão legal da peça, menção do endereçamento e menção do procedimento (rito). -RÉGUA PROCESSUAL: identificação dos atos processuais trazidos pelo problema Reclamação Trabalhista. Peça CONTESTAÇÃO. Previsão Legal da Peça artigo 847 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) c/c artigos 300 e seguintes do Código de Processo Civil (CPC), aplicados subsidiariamente ao Processo do Trabalho por força do artigo 769 da CLT.

20 Endereçamento EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA 17ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO Procedimento (Rito) ORDINÁRIO. -3º PASSO: Teses e Fundamentos Jurídicos, Legais e Doutrinários. -Em cada tese, o ideal é fazer silogismo: premissa maior, premissa menor e conclusão. A) DO NÃO CABIMENTO DA GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO

21 I) Fatos: o reclamante alegou ter trabalhado na função de gerente nos 2 últimos anos do seu contrato de trabalho, considerando para tanto a denominação de seu cargo ( gerente nível 1 ). Pleiteia o pagamento da gratificação pelo exercício do cargo de gerente bancário, bem como horas extras e seus reflexos. II) Fundamentos: Consolidação das Leis do Trabalho: - Art. 224, 2º da CLT somente recebem gratificação de função não inferior a 1/3 os empregados bancários que exercem a funções de direção, gerência, fiscalização, chefia e equivalentes.

22 - Outros Códigos: não há dispositivo. -Jurisprudência Consolidada: Súmula 102, item I do TST a configuração ou não do exercício da função de confiança a que se refere o art. 224, 2º da CLT depende da prova das reais atribuições do empregado. Construção da tese: Considerando que o reclamante não desempenha qualquer função de confiança, gerência e supervisão, conforme previsão do art. 224, 2º da CLT, não há o que se falar em pagamento de adicional de gratificação pelo exercício da função de gerente, uma vez que as reais atribuições do reclamante não se enquadram nos requisitos mencionados pelo referido dispositivo.

23 Ademais, o item I da Súmula 102 do TST dispõe que a configuração do exercício de confiança bancário depende da prova das reais atribuições neste sentido. Apenas a denominação do cargo de gerente nível 1 constante do holerite do reclamante não enseja a percepção do adicional de gratificação de função. III) Conclusão: Deste modo, a reclamada requer a improcedência do pedido.

24 RECURSO ORDINÁRIO Fátima de Souza ajuizou reclamação trabalhista, pelo procedimento ordinário, em face da empresa Atlantis Turismo, alegando que trabalhava como agente de viagens, de segunda a sábado, das 9 às 17 horas, prestando seus serviços em seu lar, por meio de s e telefonemas, bem como realizava tarefas e cumpria prazos pessoalmente. Alegou, ainda, que passagens áreas eram compradas pela empresa para que Fátima acompanhasse os clientes. Por fim, ressaltou que, embora tenha sido firmado contrato de trabalho com exclusividade pelo período de 3 anos entre Fátima e a agência de turismo, seu vínculo empregatício jamais foi reconhecido. Assim, pleiteou o reconhecimento do vínculo empregatício e seus respectivos reflexos.

25 A empresa apresentou defesa, juntando documentos e requerendo oitiva de testemunhas. Após regular instrução processual, o magistrado julgou improcedente o pedido da reclamante, sob o fundamento de que se tratava de trabalho eventual. Como advogado(a) procurado(a) pela reclamante Fátima de Souza, proponha a medida judicial cabível, com o objetivo de reverter a situação que lhe é desfavorável.

26 turismo, seu vínculo empregatício jamais foi reconhecido. PRÁTICA TRABALHISTA RASCUNHO SISTEMA DE PASSOS: - 1º PASSO: Identificação dos dados principais do problema. Fátima de Souza ajuizou reclamação trabalhista, pelo procedimento ordinário, em face da empresa Atlantis Turismo, alegando que trabalhava como agente de viagens, de segunda a sábado, das 9 às 17 horas, prestando seu serviços em seu lar, por meio de s e telefonemas, bem como realizava tarefas e cumpria prazos pessoalmente. Alegou, ainda, que passagens áreas eram compradas pela empresa para que Fátima acompanhasse os clientes. Por fim, ressaltou que, embora tenha sido firmado contrato de trabalho com exclusividade pelo período de 3 anos entre Fátima e a agência de

27 Assim, pleiteou o reconhecimento do vínculo empregatício e seus respectivos reflexos. A empresa apresentou defesa, juntando documentos e requerendo oitiva de testemunhas. Após regular instrução processual, o magistrado julgou improcedente o pedido da reclamante, sob o fundamento de que se tratava de trabalho eventual. Como advogado(a) procurado(a) pela reclamante Fátima de Souza, proponha a medida judicial cabível, com o objetivo de reverter a situação que lhe é desfavorável.

28 - 2º PASSO: Identificação da peça profissional, da previsão legal da peça, menção do endereçamento e menção do procedimento (rito). RÉGUA PROCESSUAL: identificação dos atos processuais trazidos pelo problema Reclamação Trabalhista Defesa (Contestação) - Sentença. Peça RECURSO ORDINÁRIO. Previsão Legal da Peça artigo 895, I, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Endereçamento EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE... Procedimento (Rito) ORDINÁRIO

29 - 3º PASSO: Teses e Fundamentos Jurídicos, Legais e Doutrinários. Em cada tese, o ideal é fazer silogismo: premissa maior, premissa menor e conclusão. A)DO TELETRABALHO I) Fatos: Fátima Souza ajuizou reclamação trabalhista alegando que prestava serviços em domicílio para a Reclamada, inclusive cumprido tarefas e metas, com pessoalidade durante três anos, pleiteando o reconhecimento do vinculo empregatício e seus reflexos.

30 A empresa apresentou defesa e, após regular instrução processual, foi julgado improcedente o pedido do reclamante, sob o fundamento de que não restou comprovado o vínculo de emprego. II) Fundamentos: - Constituição Federal: a) artigo 1º, III e IV dignidade da pessoa humana + valores sociais do trabalho e da livre iniciativa. b) artigo 7º, XXVII proteção em face da automação, nesse sentido, a atual alteração no artigo 6º, parágrafo único, da CLT, busca regular o trabalho prestado à distância.

31 - Consolidação das Leis do Trabalho: a) Artigos 2º, caput e 3º, caput Cinco requisitos que configuram a relação de emprego Pessoa física, pessoalidade, não eventualidade, onerosidade e subordinação. b) Artigo 6º, parágrafo único (introduzido pela Lei /2011) Os meios telemáticos e informatizados de comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de comando, controle e supervisão do trabalho alheio." Portanto, a jurisprudência e a doutrina estão atentas ao aumento da duração do trabalho, em virtude do avanço tecnológico, bem como com existência do vínculo empregatício nessas situações.

32 -Outros Códigos: não há dispositivo. III) Conclusão: Diante do exposto, a recorrente espera que a sentença de primeiro grau seja reformada, sendo reconhecido o vínculo empregatício e seus devidos reflexos no contrato de trabalho.

33 QUESTÕES 1) Pedro e Henrique, respectivamente empregado e empregador, firmaram contrato de trabalho por prazo determinado, sem cláusula prevendo direito recíproco de rescisão antecipada. Antes do termo final estipulado, Henrique, o empregador, dispensa Pedro sem justo motivo. Diante de tal fato, responda de forma fundamentada, se Pedro tem direito a algum tipo de indenização.

34 termo final do contrato, conforme preceitua o art. 479 da CLT. PRÁTICA TRABALHISTA Sugestão de resposta: Inicialmente vale destacar que a cláusula assecuratória do direito recíproco de rescisão antecipada, prevista no art. 481 da CLT confere às partes que assinaram o contrato a termo a faculdade de se arrependerem antecipadamente ao termo do contrato firmado. Caso prevista de forma expressa no contrato referida cláusula e, se exercida por qualquer das partes, aplicar-se-ia no caso os princípios que regem a rescisão dos contratos a prazo indeterminado. No entanto, o caso acima apresentado informa sobre a inexistência de referida cláusula. Desta forma, de acordo com o disposto no art. 479 da CLT, Pedro terá direito de receber indenização equivalente à metade da remuneração que teria direito entre a data da dispensa e a data do

35 2) Um empregado foi contratado para trabalhar em um condomínio residencial, para cumprir jornada diária de 8 horas e carga semanal de 44 horas. Estes limites sempre foram respeitados. Ocorre que em determinado momento de seu contrato de trabalho, seu horário de trabalho foi alterado, passando a iniciar suas atividades às 07h00 em uma semana, às 15h00 na semana seguinte e às 23h00 na semana subsequente, e assim sucessivamente. Referido empregado lhe consulta, a fim de saber se existe direito ao recebimento de horas extras na referida jornada alterada. Como advogado, responda de forma fundamentada à consulta do empregado.

36 Sugestão de resposta: A jornada mencionada no caso em tela demonstra ser turno ininterrupto de revezamento, onde o trabalho do empregado se alterna semanalmente em turnos variados de horário. Vale ressaltar que referida jornada em turnos é prejudicial à saúde do trabalhador, uma vez que o impede de firmar convívio frequente com a família, acompanhar os estudos de seus filhos na escola e até mesmo de poder frequentar cursos, considerando os horários variados de sua escala de trabalho. Considerando que referido empregado trabalha em turnos ininterruptos de revezamento, de acordo com o disposto no art. 7º, XVI da Constituição Federal, o empregado possui jornada especial de 6 (seis) horas e, nesta condição, tem direito de receber, como horas extras, as excedentes a 6ª hora diária.

37 3) Considerando uma relação de subcontratação, em que a empresa locadora de mão de obra oferece trabalhadores para desenvolverem atividade fim da empresa tomadora da mão de obra, em caráter permanente, responda de forma fundamentada como se dá a relação de emprego do trabalhador.

38 Sugestão de resposta:: De acordo com a Súmula 331, item III, do TST, é possível mencionar que existe fraude na locação permanente de mão de obra de trabalhadores para atuarem na atividade fim da empresa tomadora dos serviços, razão pela qual se pode dizer que existirá vínculo de emprego direto entre esses trabalhadores e a empresa tomadora dos serviços.

39 4) Determina empresa localizada na zona norte de São Paulo altera sua sede para a zona sul de São Paulo. Caio, empregado desta emprega, residente na zona norte, lhe questiona se há a possibilidade de exigir da empresa adicional de transferência, considerando que a alteração da sede da empresa lhe acarreta prejuízos, considerando a distância entre a sua casa e o novo local de trabalho. Como advogado, responda de forma fundamentada a indagação de Caio.

40 Sugestão de resposta: De acordo com o art. 469 da CLT, somente ensejam direito à percepção de adicional de transferência quando o empregado tiver que mudar de domicílio. Ainda, a OJ 113 da SDI 1 do TST informa que o pressuposto apto a legitimar o recebimento do adicional é a ocorrência de transferência provisória. No caso relatado, verifica-se que não houve alteração de domicílio de Caio. O que ocorreu foi mero exercício do poder diretivo patronal, que decidiu por alterar o endereço de sua sede, não caracterizando assim transferência de domicílio de Caio sendo, portanto, indevido qualquer adicional de transferência.

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS 1º LABORATÓRIO DE PEÇAS PRÁTICA TRABALHISTA Peça 01 Márcio trabalhava para a empresa Boi Fresco LTDA., exercendo a função de coordenador de frigorífico. Laborava sempre das 8h00 às 17h00, com intervalo

Leia mais

1º LABORATÓRIO. Professor Hermes Cramacon

1º LABORATÓRIO. Professor Hermes Cramacon 1º LABORATÓRIO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO Aníbal, pastor de uma igreja, procura seu escritório de advocacia e relata que foi admitido em 01 de novembro de 2002 na função de administrador de igreja, sem

Leia mais

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO I) AÇÃO RESCISÓRIA ESTRUTURA DA AÇÃO RESCISÓRIA 1. Endereçamento

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8 Peça Treino 8 Refrigeração Nacional, empresa de pequeno porte, contrata os serviços de um advogado em virtude de uma reclamação trabalhista movida pelo exempregado Sérgio Feres, ajuizada em 12.04.2013

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO DE EXAME DE ORDEM

NÚCLEO PREPARATÓRIO DE EXAME DE ORDEM ENDEREÇAMENTO E QUALIFICAÇÃO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA... VARA DO TRABALHO DE... A, estado civil..., profissão..., portador do RG nº..., inscrito no CPF nº..., portador da CTPS..., série...,

Leia mais

O MM. Juiz passou a decidir o litígio nos termos seguintes:

O MM. Juiz passou a decidir o litígio nos termos seguintes: ATA DE AUDIÊNCIA PROCESSO: 801-15.2014.5.10.0003 RECLAMANTE: MIRACI BARBOSA DOS SANTOS RECLAMADO: ELIAS HANNA MOKDISSI Aos 24 dias do mês de fevereiro do ano de 2015, às 17h10, a 3ª Vara do Trabalho de

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR Tomi Lee Gando, brasileiro, casado, técnico eletricista, portador de CTPS n. 01010, série 010, inscrito no PIS sob o n. 010.010.010-10

Leia mais

LABORATÓRIO 3. VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO LABORATÓRIO 3 PROFA. Maria Eugênia Conde @mageconde.

LABORATÓRIO 3. VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO LABORATÓRIO 3 PROFA. Maria Eugênia Conde @mageconde. Caso Prático Emerson Lima propôs reclamação trabalhista, pelo rito ordinário, em face de Rancho dos Quitutes, alegando que trabalhava como atendente em uma loja de conveniência localizada em um posto de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO 1.ª Vara do Trabalho de Joinville/SC.

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO 1.ª Vara do Trabalho de Joinville/SC. Reclamante: Thiago Ivo Pereira Reclamado: 1) Probank S.A (Em recuperação judicial). 2) Caixa Econômica Federal Aos 19 dias do mês setembro de 2011, na sala de audiências da 1.ª Vara do Trabalho de Joinville,

Leia mais

PROCESSO: 0001148-91.2010.5.01.0018 RO

PROCESSO: 0001148-91.2010.5.01.0018 RO Acórdão 4ª Turma REDUÇÃO DE AULAS FALTA DE COMPROVAÇÃO DE DIMINUIÇÃO DE ALUNOS A alegação de redução de alunos que justifique a diminuição de aulas, in casu, não foi comprovada. Como pode ser observado

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Nos autos da reclamação trabalhista 1234, movida por Gilson Reis em face da sociedade empresária Transporte Rápido Ltda., em trâmite perante a 15ª Vara do Trabalho

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de EMENTA RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da CURITIBA - PR, sendo Recorrentes ADVOGADO ASSOCIADO - VÍNCULO DE EMPREGO - NÃO CONFIGURADO - Comprovado que a parte autora firmou "contrato de associação com advogado"

Leia mais

Acórdão 8a Turma. V O T O CONHECIMENTO Conheço do recurso, eis que atendidos os requisitos de admissibilidade.

Acórdão 8a Turma. V O T O CONHECIMENTO Conheço do recurso, eis que atendidos os requisitos de admissibilidade. Acórdão 8a Turma PROCESSO: 0112000-70.2006.5.01.0521 RTOrd PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Edith Maria Correa Tourinho Av. Presidente Antonio

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB PADRÃO DE RESPOSTAS PEÇA PROFISSIONAL Síntese da entrevista feita com Bruno Silva, brasileiro, solteiro, CTPS 0010, Identidade 0011, CPF 0012 e PIS 0013, filho de Valmor Silva e Helena Silva, nascido em

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

EXMO. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE

EXMO. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE EXMO. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE José, nacionalidade, estado civil, profissão, RG, CPF, CTPS, PIS, residente e domiciliado na, vem, respeitosamente, perante V. Exa., por meio de seu advogado,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO 301 1 Opoente: Opostos: SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE FOZ DO IGUAÇU SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE FOZ DO IGUAÇU E REGIÃO, FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE

Leia mais

http://www.profmarcelomoura.blogspot.com EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2

http://www.profmarcelomoura.blogspot.com EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2 EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2 OBSERVAÇÃO O gabarito pretende abranger diversos aspectos do tema abordado. Assim, o fato do candidato não ter abordado todos os temas referidos neste comentário não

Leia mais

2ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA - DF TERMO DE AUDIÊNCIA. Processo nº 0000307-61.2011.5.10.0002

2ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA - DF TERMO DE AUDIÊNCIA. Processo nº 0000307-61.2011.5.10.0002 2ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA - DF TERMO DE AUDIÊNCIA Processo nº 0000307-61.2011.5.10.0002 Aos seis dias do mês de maio do ano de 2.011, às 17h10min, na sala de audiências desta Vara, por ordem da MMª.

Leia mais

ACÓRDÃO NU.: 0040400-74.2014.5.13.0003 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA

ACÓRDÃO NU.: 0040400-74.2014.5.13.0003 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA ACÓRDÃO RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RECORRIDO: RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA E M E N T A TERCEIRIZAÇÃO. ALEGAÇÃO DE IRREGULARIDADES. PARCERIA COMERCIAL

Leia mais

Reclamação trabalhista I: petição inicial

Reclamação trabalhista I: petição inicial Reclamação trabalhista I: petição inicial Denominação Daniele Sehli* A petição inicial ordinária na Justiça do Trabalho, consoante artigo 840 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), recebe a denominação

Leia mais

Atualizações Jurisprudenciais 2012 Professoras Ana Paula Alvares e Simone Belfort

Atualizações Jurisprudenciais 2012 Professoras Ana Paula Alvares e Simone Belfort Na 2ª Semana do TST realizada no início do mês de setembro de 2012, algumas súmulas e orientações jurisprudências sofreram alterações e cancelamentos. Abaixo as alterações separadas por assunto em direito

Leia mais

ATO PGJ N.º 122/2013. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições legais, e

ATO PGJ N.º 122/2013. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições legais, e ATO PGJ N.º 122/2013 REGULAMENTA O ARTIGO 10, DA LEI Nº 2.708/2001, ALTERADO PELA LEI PROMULGADA Nº 89, DE 21 DE OUTUBRO DE 2010. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente.

Art. 2º O horário de funcionamento da AGU, de segunda a sexta feira, é de 07:00 horas às 20:00 horas, ininterruptamente. PORTARIA Nº 1.519, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 Dispõe sobre o horário de funcionamento da Advocacia Geral da União, a jornada de trabalho e o controle de freqüência dos servidores técnico administrativos

Leia mais

CONSIDERAÇÕES ACERCA DO TRABALHO A TERMO.

CONSIDERAÇÕES ACERCA DO TRABALHO A TERMO. CONSIDERAÇÕES ACERCA DO TRABALHO A TERMO. Francisco José Monteiro Júnior 1. Resumo: No trabalho a seguir foram delineadas linhas gerais a respeito do contrato a termo, abordando-se prazo, forma de contratação,

Leia mais

PRÁTICA DE TRABALHO MODELOS DE ITENS PARA PETIÇÃO INICIAL

PRÁTICA DE TRABALHO MODELOS DE ITENS PARA PETIÇÃO INICIAL PRÁTICA DE TRABALHO MODELOS DE ITENS PARA PETIÇÃO INICIAL Caros alunos, os modelos a seguir são apenas sugestões de redação. O ideal é que cada um tenha sua forma de escrever. O que realmente importa é

Leia mais

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO,

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO, ATENÇÃO - Texto meramente informativo, sem caráter intimatório, citatório ou notificatório para fins legais. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região Número Único: 01497003320065020075

Leia mais

FUNDAMENTOS. 07/10/2010 15:23:26 Sistema de Acompanhamento de Processos em 1ª Instância pág. 1 / 5

FUNDAMENTOS. 07/10/2010 15:23:26 Sistema de Acompanhamento de Processos em 1ª Instância pág. 1 / 5 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO VARA DO TRABALHO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS (AL) SENTENÇA DE CONHECIMENTO - PROCESSO N. 0001520-04.2010.5.19.0062. RELATÓRIO. MANOEL BENEDITO FERREIRA DA SILVA,

Leia mais

Ricardo Resende Direito do Trabalho Aula 22

Ricardo Resende Direito do Trabalho Aula 22 Ricardo Resende Direito do Trabalho Aula 22 Exercícios estilo Cespe 2ª parte gabarito comentado Tema 6 26 É correto dizer que o contrato de trabalho é um contrato sinalagmático, consensual, intuitu personae,

Leia mais

PARECER Nº 003/2009/JURÍDICO/CNM INTERESSADOS:

PARECER Nº 003/2009/JURÍDICO/CNM INTERESSADOS: PARECER Nº 003/2009/JURÍDICO/CNM INTERESSADOS: PREFEITOS DE DIVERSOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS ASSUNTOS: O FGTS E A CONVERSÃO DO REGIME CELETISTA PARA O ESTATUTÁRIO. DA CONSULTA: Trata-se de consulta formulada

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 C O N V E N Ç Ã O C O L E T I V A D E T R A B A L H O 2014/2015 SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO DE RIO DO SUL E REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ SINTIAVI SINDICATO DAS INDÚSTRIAS

Leia mais

Conceito: Jornada de trabalho é a quantidade de labor (trabalho) diário do empregado.

Conceito: Jornada de trabalho é a quantidade de labor (trabalho) diário do empregado. 1 JORNADA DE TRABALHO Conceito: Jornada de trabalho é a quantidade de labor (trabalho) diário do empregado. Art. 58 - A duração normal do trabalho, para os empregados em qualquer atividade privada, não

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO C006 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL C006042 Responsabilidade Tributária. Exceção de pré-executividade. Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS.

Leia mais

MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS:

MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS: MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS: Mudança no modo de contagem dos prazos: A partir do novo CPC, os prazos processuais

Leia mais

SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO ATO DECLARATÓRIO N.º 10, DE 3 DE AGOSTO DE 2009

SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO ATO DECLARATÓRIO N.º 10, DE 3 DE AGOSTO DE 2009 SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO ATO DECLARATÓRIO N.º 10, DE 3 DE AGOSTO DE 2009 Aprova os precedentes administrativos de nº 71 a nº 100 e cancela os precedentes administrativos n 5, 16, 20, 26, 32,

Leia mais

D E C I S Ã O (proferida em regime de plantão judiciário) I RELATÓRIO

D E C I S Ã O (proferida em regime de plantão judiciário) I RELATÓRIO 18 Ação Cautelar Inominada Requerente: GUSTAVO BASSINI SCHWARTZ Requerida: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL ESPÍRITO SANTO (OAB/ES) D E C I S Ã O (proferida em regime de plantão judiciário) I RELATÓRIO

Leia mais

RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 Regulamenta o expediente e a jornada de trabalho do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, institui o controle eletrônico

Leia mais

PROCESSO: 0000461-54.2010.5.01.0038 RTORD

PROCESSO: 0000461-54.2010.5.01.0038 RTORD ACÓRDÃO 7ª TURMA TERCEIRIZAÇÃO. ENQUADRAMENTO. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Não demonstrada a ilicitude na terceirização dos serviços, as vantagens salariais previstas em norma coletiva inerente à categoria

Leia mais

1. No que consiste a coisa julgada formal? Explique. Diz respeito a imputabilidade da decisão dentro do mesmo processo.

1. No que consiste a coisa julgada formal? Explique. Diz respeito a imputabilidade da decisão dentro do mesmo processo. Questões do tema 27 a 30 27. Coisa julgada. Conceito. Natureza jurídica. 28. Coisa julgada formal e material. (arts. 467 a 469) 29. Limites subjetivos e objetivos da coisa julgada. (arts. 470 a 472) 30.

Leia mais

2ª fase- Direito Administrativo. 02/2007 - CESPE

2ª fase- Direito Administrativo. 02/2007 - CESPE 2ª fase- Direito Administrativo. 02/2007 - CESPE Foi noticiado em jornal de grande circulação que O secretário de transportes de determinado estado, e certa empresa de transportes coletivos, pessoa jurídica

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000566/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/12/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070788/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.014471/2010-70 DATA DO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC001249/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/06/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR030888/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46304.001732/2014-15 DATA DO

Leia mais

executivo e sua remuneração era de R$ 3.000,00 acrescida de gratificação de um terço de seu salário.

executivo e sua remuneração era de R$ 3.000,00 acrescida de gratificação de um terço de seu salário. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE FLORIANÓPOLIS/SC ANA KARENINA, estado civil..., profissão..., residente e domiciliada na Rua..., nº..., cidade... estado..., CEP..., representada

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A sociedade empresária XYZ Ltda., citada em execução fiscal promovida pelo município para a cobrança de crédito tributário de ISSQN, realizou depósito integral e

Leia mais

Petições Trabalhistas 3.0

Petições Trabalhistas 3.0 Petições iniciais 1. Reclamação-trabalhista-relação-de-emprego-representação-comercialcomissão-pedido-pelo-espólio-inicial 2. Declaratória - incidental - data da admissão 3. Declaratória - incidental trabalhista

Leia mais

PORTARIA Nº 1 DE 25 DE MAIO DE 2006.

PORTARIA Nº 1 DE 25 DE MAIO DE 2006. PORTARIA Nº 1 DE 25 DE MAIO DE 2006. (Publicada no DOU, 26 de maio de 2006, Seção 1, pág. 101) Aprova Ementas Normativas da Secretaria de Relações do Trabalho. O SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO DO MINISTÉRIO

Leia mais

CANCELAMENTO DE SÚMULAS E ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS

CANCELAMENTO DE SÚMULAS E ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS CANCELAMENTO DE SÚMULAS E ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS COMO ERA OJ 156 SDI 1 COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA. DIFERENÇAS. PRESCRIÇÃO (inserida em 26.03.1999) Ocorre a prescrição total quanto a diferenças

Leia mais

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS 1) Entende-se por fundamento referido no art. 10 do CPC/2015 o substrato fático que orienta o pedido, e não o enquadramento jurídico atribuído pelas partes. 2) Não ofende a regra do contraditório do art.

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 203, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina e estabelece outras

Leia mais

PEÇAS PROFISSIONAIS EXERCÍCIO Nº 01. Peça 01

PEÇAS PROFISSIONAIS EXERCÍCIO Nº 01. Peça 01 PEÇAS PROFISSIONAIS EXERCÍCIO Nº 01 Peça 01 2ª FASE 2011.1 DIREITO DO TRABALHO Programação dos Exercícios Data do pedido pelo Professor em aula 25/07/2011 Entrega pelo aluno 27/07/2011 Correção pelos professores

Leia mais

Doc.: 3163 Pag.: 1. 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte- MG. Ata de audiência Autos nº: 858-2012-017-03-00-1

Doc.: 3163 Pag.: 1. 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte- MG. Ata de audiência Autos nº: 858-2012-017-03-00-1 Pag.: 1 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte- MG Ata de audiência Autos nº: 858-2012-017-03-00-1 Aos três dias do mês de agosto de 2011, às 17h31min, na 17ªVara do Trabalho de Belo Horizonte-MG, a Meritíssima

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB EXAME DE ORDEM

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB EXAME DE ORDEM DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO CÓDIGO: C007 QUESTÃO PRÁTICO-PROFISSIONAL QUESTÃO C007036 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Petição Inicial Reclamação Trabalhista Síntese da entrevista realizada com Heitor Samuel

Leia mais

ANO I Nº 04/2011 Abril /11 FECHAMENTO: 31.03.2011. Destaques

ANO I Nº 04/2011 Abril /11 FECHAMENTO: 31.03.2011. Destaques Boletim Cipe Consultores Independentes. ANO I Nº 04/2011 Abril /11 FECHAMENTO: 31.03.2011 Destaques ABANDONO DE EMPREGO: veja nesta edição matéria focalizando as providências a serem observadas pelo empregador

Leia mais

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT.

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT. 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Execução Trabalhista 1. EXECUÇÃO TRABALHISTA: ART. 876 ART. 892 da CLT Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL 3ª Vara da 5ª Subseção Judiciária Campinas/SP Autos n.º 0014813-89.2004.403.6105 Vistos. Trata-se de Execução Fiscal para cobrança de débito inscrito em dívida ativa referente à IRPJ. Após o oferecimento

Leia mais

PREPOSTO A IMPORTÂNCIA NA JUSTIÇA DO TRABALHO

PREPOSTO A IMPORTÂNCIA NA JUSTIÇA DO TRABALHO PREPOSTO A IMPORTÂNCIA NA JUSTIÇA DO TRABALHO OBJETIVO Proporcionar aos participantes conhecimentos sobre o preparo do preposto frente à justiça do trabalho, e representar a empresa com conhecimento e

Leia mais

2ª VARA DO TRABALHO DE JACAREÍ-SP PROC. 0000751-65.2013.5.15.0138

2ª VARA DO TRABALHO DE JACAREÍ-SP PROC. 0000751-65.2013.5.15.0138 2ª VARA DO TRABALHO DE JACAREÍ-SP PROC. 0000751-65.2013.5.15.0138 Os autos vieram conclusos, nesta data. Submetido o processo a julgamento, foi proferida a seguinte S E N T E N Ç A I - RELATÓRIO PAULO

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Síntese da entrevista realizada com Heitor Samuel Santos, brasileiro, solteiro, desempregado, filho de Isaura Santos, portador da identidade 559, CPF 202, residente

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIOS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIOS MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIOS Lei de estágio 11.788/08 O estágio tem por finalidade proporcionar a complementação da formação acadêmica e permite que o estudante tenha acesso ao campo de sua futura

Leia mais

A reclamante recorrente alega, em síntese, que deve ser reformada a decisão quanto ao intervalo do digitador.

A reclamante recorrente alega, em síntese, que deve ser reformada a decisão quanto ao intervalo do digitador. Acórdão 8a Turma INTERVALO DE DIGITADOR. Cabe ao trabalhador demonstrar que realizava atividades exclusivas de digitação ou permanente de mecanografia (datilografia, escrituração ou cálculo), conforme

Leia mais

MINUTA DA RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DAS 30 HORAS SEMANAIS DO CEFET-MG

MINUTA DA RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DAS 30 HORAS SEMANAIS DO CEFET-MG MINUTA DA RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DAS 30 HORAS SEMANAIS DO CEFET-MG Regulamenta o processo de implementação e avaliação da flexibilização da jornada de trabalho dos servidores técnico-administrativos

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO - Principais tipos de relação de trabalho

DIREITO DO TRABALHO - Principais tipos de relação de trabalho ROTEIRO DE AULAS - PARTE 4 DIREITO DO TRABALHO - Principais tipos de relação de trabalho Relação de Trabalho Autônomo: - Trabalhador autônomo é pessoa física que exerce por conta própria uma atividade

Leia mais

Doc.: 2305. Pag.: 1 1ª VARA DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE MG PROCESSO Nº 0001153-71.2014.503.0001

Doc.: 2305. Pag.: 1 1ª VARA DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE MG PROCESSO Nº 0001153-71.2014.503.0001 1ª VARA DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE MG PROCESSO Nº 0001153-71.2014.503.0001 Pag.: 1 Aos 02 dias do mês de outubro de 2015, às 17h44 na sala de audiência desta Vara, por determinação da MMª Juíza do Trabalho

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0010478-77.2014.8.19.0000 Agravante: Othelo Fernando Schaefer Agravado: Levinda Fernandes de Souza Pinto

Leia mais

PROCESSO TRT 15ª REGIÃO N.º 0139500-95.2009.5.15

PROCESSO TRT 15ª REGIÃO N.º 0139500-95.2009.5.15 Processo TRT 15 SDC nº. 0139500-95.2009.5.15.0043 1 PROCESSO TRT 15ª REGIÃO N.º 0139500-95.2009.5.15.0043 RECURSO ORDINÁRIO 1º RECORRENTE: SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Leia mais

O Processo Trabalhista

O Processo Trabalhista Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Profa. Barbara Mourão O Processo Trabalhista Princípios gerais do processo Constituição Federal de 1988; Código de Processo Civil (CPC). Princípios

Leia mais

Réplica à fl. 45, em Audiência.

Réplica à fl. 45, em Audiência. ATA DE AUDIÊNCIA PROCESSO: 0001569-23.2010.5.10.0021 RECLAMANTE: KELMA JAQUELINE SOARES RECLAMADA: COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA - TERRACAP Em 02 de fevereiro de 2011, na sala das sessões da MM. 21ª

Leia mais

VI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 20ª REGIÃO

VI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 20ª REGIÃO PROVA PRÁTICA - 3ª FASE (SENTENÇA) INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A ELABORAÇÃO DA SENTENÇA: 1. A partir do relatório apresentado, que se constitui no próprio enunciado da prova, o candidato deverá elaborar

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Zenga Modas Ltda., CNPJ 1.1.0001/00, com sede na Rua Lopes Quintas, 10 Maceió AL, encontra-se na seguinte situação: Joana Firmino, brasileira, casada, costureira,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 6ª REGIÃO RECIFE

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 6ª REGIÃO RECIFE PROC. Nº TRT 0002288-94.2012.5.06.0231 Órgão Julgador : 2ª Turma Relator : Desembargador Ivanildo da Cunha Andrade Recorrente : KLABIN S. A. Recorrido : CLÁUDIO GOMES DA SILVA Advogados : Tarcízio Chaves

Leia mais

PONTO CERTO OAB por ISADORA ATHAYDE E THIAGO ATHAYDE

PONTO CERTO OAB por ISADORA ATHAYDE E THIAGO ATHAYDE PONTO CERTO OAB por ISADORA ATHAYDE E THIAGO ATHAYDE O nosso item do edital de hoje será: EMPREGADO DOMÉSTICO Algo que devemos atentar de início é ao fato de não aplicarmos a CLT ao empregado doméstico,

Leia mais

RECLAMATÓRIA TRABALHISTA

RECLAMATÓRIA TRABALHISTA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR Dani JUIZ DA VARA DO TRABALHO DA COMARCA DE PONTA GROSSA ESTADO DO PARANÁ CÓDIGO DA ATIVIDADE: 52.15-9 JANAINA DOS SANTOS CZERWONKA, brasileira, casada, estudante, inscrita

Leia mais

SENTENÇA 1. RELATÓRIO

SENTENÇA 1. RELATÓRIO SENTENÇA 1. RELATÓRIO SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DA BAHIA ajuizou reclamação trabalhista em face de HOSPITAL EMEC (EMEC EMPREENDIMENTOS MÉDICO CIRÚRGICOS LTDA.), pelos fatos deduzidos na inicial

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO Por este instrumento, de um lado, representando os empregados, o SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE CUIABÁ e VARZEA GRANDE, e do outro lado, representando os empregadores

Leia mais

O empregado doméstico deverá apresentar, por ocasião da sua admissão, os seguintes documentos:

O empregado doméstico deverá apresentar, por ocasião da sua admissão, os seguintes documentos: Empregado Doméstico- Aspectos Gerais 1. Introdução A Lei nº 5.859/72, no seu art. 1o, define empregado doméstico como aquele que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

CIRCULAR DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONCESSIONÁRIAS E DISTRIBUIDORAS DE VEÍCULOS

CIRCULAR DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONCESSIONÁRIAS E DISTRIBUIDORAS DE VEÍCULOS CIRCULAR DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011-2012 CONCESSIONÁRIAS E DISTRIBUIDORAS DE VEÍCULOS A Federação dos Empregados no Comércio do Estado de São Paulo (FECOMERCIÁRIOS-SP) e o SINDICATO DOS CONCESSIONÁRIOS

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 201, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito do Instituto Geral de Perícias (IGP) e estabelece outras providências.

Leia mais

Trata-se de Reclamação Trabalhista onde postula o Autor o pagamento dos consectários legais alinhados às fls. 03/04 dos autos.

Trata-se de Reclamação Trabalhista onde postula o Autor o pagamento dos consectários legais alinhados às fls. 03/04 dos autos. PROCESSO Nº 0000779-86.2011.5.19.0010 (RECLAMAÇÃO TRABALHISTA) SENTENÇA VISTOS, ETC. I - RELATÓRIO: Trata-se de Reclamação Trabalhista onde postula o Autor o pagamento dos consectários legais alinhados

Leia mais

http://www.lgncontabil.com.br/

http://www.lgncontabil.com.br/ ADICIONAL NOTURNO - PROCEDIMENTOS 1. INTRODUÇÃO O adicional noturno é devido ao empregado que trabalha a noite no período biológico em que a pessoa deve dormir. É no período noturno que o organismo humano

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Gabinete do Desembargador Federal do Trabalho Davi Furtado Meirelles

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Gabinete do Desembargador Federal do Trabalho Davi Furtado Meirelles RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 38ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO HOTELEIRO E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO RECORRIDA: PIZZARIA FAMIGLIA LUCCO LTDA. Fornecimento

Leia mais

VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Empresarial

VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Empresarial VI Exame OAB 2ª FASE Padrão de correção Direito Empresarial Peça O examinando deverá demonstrar conhecimento acerca do direito societário, notadamente da disciplina da responsabilidade civil dos administradores

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA ENTRE O SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CONGONHAS E A FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NO COMÉRCIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CONFORME AS SEGUINTES CLÁUSULAS E CONDIÇÕES:

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Você foi procurado pelo Banco Dinheiro Bom S/A, em razão de ação trabalhista nº XX, distribuída para a 99ª VT de Belém/PA, ajuizada pela ex-funcionária Paula, que

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 9 RESPOSTAS. 1. Princípios que Regem a Execução Trabalhista. 2. Ação Rescisória na Justiça do Trabalho.

ESTUDO DIRIGIDO 9 RESPOSTAS. 1. Princípios que Regem a Execução Trabalhista. 2. Ação Rescisória na Justiça do Trabalho. ESTUDO DIRIGIDO 9 RESPOSTAS 1. Princípios que Regem a Execução Trabalhista. 2. Ação Rescisória na Justiça do Trabalho. 1. Princípios que Regem a Execução Trabalhista: 1.1. Quais os princípios que regem

Leia mais

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região AGRAVANTE(S): AGRAVADO(S): AGROPECUARIA NOVA TRES PONTAS LTDA. UNIAO FEDERAL (FAZENDA NACIONAL) EMENTA: AUTOS DE INFRAÇÃO LAVRADOS POR AUDITOR FISCAL DO TRABALHO. PRESUNÇÃO DE VERACIDADE. Os autos de infração,

Leia mais

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO DO TRABALHO CADERNO DE RASCUNHO

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO DO TRABALHO CADERNO DE RASCUNHO SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO DO TRABALHO CADERNO DE RASCUNHO Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno de rascunho contendo o enunciado

Leia mais

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL.

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL. SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN E AREAL. SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE TRÊS RIOS, PARAÍBA DO SUL, COMENDADOR LEVY GASPARIAN, AREAL E SAPUCAIA.

Leia mais

c Publicada no DOU de 16-12-2004.

c Publicada no DOU de 16-12-2004. LEI N o 10.999, de 15 DE DEZEMBRO DE 2004 Autoriza a revisão dos benefícios previdenciários concedidos com data de início posterior a fevereiro de 1994 e o pagamento dos valores atrasados nas condições

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Determinado partido político, que possui dois deputados federais e dois senadores em seus quadros, preocupado com a efetiva regulamentação das normas constitucionais,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DA COMARCA DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DA COMARCA DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DA COMARCA DE... KASSIUS CLAY, brasileiro, casado, RG..., CPF:... e sua cônjuge TALITA CLAY, brasileira, casada, RG..., CPF..., residentes

Leia mais

Instrumento Coletivo ainda não transmitido, passível de alteração. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014

Instrumento Coletivo ainda não transmitido, passível de alteração. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 Instrumento Coletivo ainda não transmitido, passível de alteração. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR069914/2013 SINDICATO DOS TECNICOS INDUSTRIAIS DE MINAS GERAIS, CNPJ n.

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002492/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR013014/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46504.002032/2014-83 DATA DO

Leia mais

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO

CAPÍTULO I - VIGÊNCIA E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO II - REMUNERAÇÃO E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO O SINDICATO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM TRANSPORTES DE CARGAS EM GERAL E PASSAGEIROS NO MUNICÍPIO DO RIO DE

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Ação Rescisória

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Ação Rescisória Ação Rescisória Vara da Justiça do Trabalho julgou procedente reclamação trabalhista ajuizada por empregado menor de 18 anos, assistido por seu responsável legal, tendo a sentença sido publicada em 12

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete da Desembargadora Elizabeth Maria da Silva

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete da Desembargadora Elizabeth Maria da Silva APELAÇÃO CÍVEL Nº 481605-21.2009.8.09.0143 (200994816057) COMARCA DE SÃO MIGUEL DO ARAGUAIA 4ª CÂMARA CÍVEL APELANTES : ADEMIR CARDOSO DOS SANTOS E OUTRA APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR : Juiz SÉRGIO

Leia mais

5. JORNADA DE TRABALHO

5. JORNADA DE TRABALHO 5. JORNADA DE TRABALHO 5.1 DURAÇÃO DA JORNADA A duração normal do trabalho não pode ser superior a oito horas diárias e 44 semanais, sendo facultada a compensação de horários e a redução da jornada, mediante

Leia mais

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES]

[Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição da sociedade na OAB/ES] ... ª ALTERAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS...(nome da Sociedade)... [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem conter o número de registro da sociedade no CNPJ

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP005258/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR022823/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46219.010185/2011-77

Leia mais