Interface DICOM para Captura e Transmissão de Imagens Médicas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Interface DICOM para Captura e Transmissão de Imagens Médicas"

Transcrição

1 Interface DICOM para Captura e Transmissão de Imagens Médicas Diego Ferreira dos Santos 1, Eduardo Tavares Costa 2, Marco Antônio Gutierrez 3 1,2 Departamento de Engenharia Biomédica (DEB),Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação (FEEC), Centro de Egenharia Biomédica (CEB) - Unicamp, Brasil 3 Instituto do Coração (INCOR) Universidade de São Paulo (USP), Brasil Resumo - A qualidade nos serviços de saúde aumentou signicativamente com a evolução da tecnologia de computadores e redes. Através da integração de informações médicas é possível realizar diagnósticos com maior rapidez e eficácia. Um dos problemas que surgiram nas instituições médicas foi o de integração dos equipamentos antigos de diagnóstico médico por imagem aos sistemas de informação da instituição visto que as informações geradas por esses equipamentos ou não são armazenadas digitalmente ou são geradas e transmitidas em um formato proprietário. Para solucionar esse problema foi desenvolvido um software denominado IDicom que atua como uma interface entre o equipamento de diagnóstico médico antigo e um servidor remoto de imagens Palavras-chave: DICOM, Imagens Médicas Abstract - The quality of health services has increased significantly with the evolution of computers and networks. Through the integration of medical information it is possible to accomplish medical diagnostics in a faster way and with great effectiveness. One of the problems that appeared in the medical institutions was the integration of old medical imaging equipment to the information system of these institutions since the information generated by these equipment is not stored digitally or is generated and transmitted in a proprietary format. To solve this problem, we have developed a program called IDicom that acts as an interface between the old medical imaging equipment and a remote imaging DICOM server. Key-words: DICOM, Medical Imaging Introdução As instituições médicas estão cada vez mais reféns da tecnologia. Novos trabalhos surgem e novos meios de diagnóstico médico por imagem são criados. Com a evolução da tecnologia dos computadores e de redes de comunicação de dados foram introduzidos sistemas PACS (Picture Archiving and Communication Systems) que abriram a possibilidade de armazenamento e transmissão de imagens geradas pelos equipamentos médicos permitindo, dessa forma, um acesso rápido e eficaz a essas informações. Os sistemas PACS, atualmente, são compostos por equipamentos de diferentes fabricantes, sendo necessário, portanto, adotar um padrão para transferência das informações geradas por esses equipamentos. O padrão adotado mundialmente é conhecido como Digital Imaging and Communications in Medicine (DICOM). Os equipamentos modernos de diagnóstico médico por imagem já possuem uma interface DICOM para a transferência das informações, possibilitando o armazenamento digital das informações geradas por eles no PACS da instituição. Para aquelas instituições que estão migrando estas informações geradas nos exames para o armazenamento digital, surge um grande problema. Existem hoje nas instituições de saúde muitos equipamentos de diagnóstico médico por imagem antigos e ainda funcionais, que não geram informação digitalmente ou geram a informação de forma proprietária, o que impossibilita a troca das informações geradas por eles com outros componentes do PACS da instituição. Uma solução encontrada para esse problema é utilizar um equipamento intermediário que atue como uma interface entre o equipamento de diagnóstico médico por imagem antigo e um servidor de armazenamento de imagens no PACS da instituição. O equipamento deve ser responsável pela captura das imagens, conversão dessas imagens para o padrão DICOM e transmissão das imagens através da rede, permitindo seu armazenamento no formato digital [1][2]. O objetivo desse trabalho foi o de implementar um software em ambiente Linux capaz de realizar a aquisição, visualização e transmissão de imagens médicas no padrão DICOM que, em conjunto com o hardware, atua como interface entre o equipamento de diagnóstico médico por imagem e um servidor remoto padrão DICOM,

2 fazendo com que esse equipamento consiga se integrar ao PACS da instituição de saúde. Metodologia Para o desenvolvimento do software foi adquirido um computador Intel Pentium IV com as seguintes características: 1.7GHz 512Mb de memória RAM HD de 70Gb Placa de Vídeo ATI Rage 128 Pro 32Mb Placa Pinnacle DC10Plus Moniror 17 Como um dos principais objetivos para o desenvolvimento da interface era o de ter um equipamento DICOM com baixo custo, resolveuse adotar o Sistema Operacional Linux (distribuição Debian) como base para o desenvolvimento do software. Foram utilizados no projeto três bibliotecas para o desenvolvimento do software: DCMTK: coleção de rotinas e aplicações que implementam grande parte do padrão QT: ferramenta de programação escolhida para desenvolver o software responsável pela captura e transmissão de imagens no formato V4L: API (Application Programming Interface) de captura de vídeo do kernel do linux. O software foi desenvolvido através de uma abordagem orientada a objetos (OO) por possuir várias vantagens, entre elas: Facilidade na Manutenção Reutilização Confiabilidade Aumento da Qualidade Denominou-se o software de IDicom (Interface DICOM). O IDicom pretende atender primeiramente as necessidades do Instituto do Coração (Incor) em São Paulo permitindo que os equipamentos antigos de diagnóstico médico por imagem de ultra-som (que possuam saída de vídeo padrão e que não possuam DICOM como padrão para troca de informações), consigam se integrar ao sistema de informação do hospital, aproveitando ao máximo os recursos que o DICOM proporciona. A Figura 1 ilustra o modelo de funcionamento da interface. A interface DICOM captura imagens de um equipamento de diagnóstico médico por imagem, no caso um equipamento de ultra-som. Essas imagens capturadas são então convertidas para o formato DICOM e transmitidas para um sistema de armazenamento compatível com Figura 1 Diagrama de Uso da Interface DICOM Foram identificadas, para o sistema, três funções básicas principais: Visualizar Imagens Capturar Imagens Transmitir Imagens O IDicom permite a visualização das imagens DICOM em miniatura ou em tamanho original permitindo o uso de operações básicas de processamento como: zoom, rotação, aplicar janela. O arquivo DICOM é carregado na memória do computador limitando a capacidade de visualização das imagens. Além disso, podese, em caso de imagens multi-quadros, visualizar uma seqüência em animação desses quadros em miniatura ou no tamanho original da imagem. O arquivo DICOM é composto de um Conjunto de Dados que contém todas as informações referentes ao exame realizado, como: dados relativos ao paciente, informações do tipo de exame feito, informações sobre a imagem (caso seja um arquivo DICOM composto de imagens), etc. Foi desenvolvido, então, um módulo de visualização e edição do Conjunto de Dados do arquivo DICOM para que essas informações possam ser manipuladas corretamente. Para a função de captura das imagens, utilizou-se a v4l. Durante o processo de captura, os quadros são adquiridos da placa de captura (utilizando a técnica de double-buffering) e aptos a serem processados. Esses quadros poderão ter dois destinos, conforme ilustrado na Figura 3: um buffer e/ou uma função de Preview de Imagem que mostrará o quadro na tela. Enquanto o Gerador de Quadros coloca os quadros no buffer, outro módulo começa a sua retirada na ordem em

3 que foram inseridos (FIFO). O quadro retirado é então comprimido no formato JPEG sem perdas e armazenado seqüencialmente no elemento Dados do Pixel do Conjunto de Dados DICOM que está na memória. Todas as informações do Conjunto de Dados na memória são armazenadas em um arquivo DICOM para posterior processamento. Foram realizados dois processos de captura para cada valor de tamanho de imagem e tempo de captura, sendo um processo de captura com a Janela Preview ativada e outro com a Janela Preview desativada. Foi registrado o tempo total de captura dos quadros para cada teste realizado. Para os testes do sistema de transmissão foi instalado e executado o software StoreSCP da biblioteca DCMTK em um computador da rede local ethernet (10Mb/s) do Centro de Engenharia Biomédica da Unicamp. O computador que atuou como servidor DICOM de armazenamento de imagens possui as seguintes características: Intel Pentium IV 128Mb de memória RAM HD de 2,5Gb Figura 3: Modelo de Captura Para o módulo de Transmissão de Imagens DICOM, foi implementando um StoreSCU, ou seja, um cliente que é capaz de se comunicar com um servidor DICOM (StoreSCP) que suporte o serviço de Armazenamento de Imagens. Foi utilizada a função DIMSE_storeUser da biblioteca DCMTK para a transferência das informações. Com a implementação das funções concluídas, foram realizados testes no sistema IDicom para verificar a sua correta funcionalidade. Os testes foram divididos em três grupos: Testes da parte de Visualização do Sistema Testes do Sistema de Captura Testes do Sistema de Transmissão Os testes foram realizados no mesmo computador utilizado para desenvolver o software, descrito anteriormente. Para os testes no sistema de visualização de imagens, foram feitos downloads na internet de arquivos DICOM com imagens ue continham diferentes características. Utilizou-se também arquivos adquiridos no próprio software através do sistema de captura, resultando num total de 37 arquivos utilizados no teste. Para cada arquivo foi registrado o tempo de abertura e de visualização das imagens (calculado através do relógio interno do computador). Os testes no sistema de captura foram realizados com imagens de ultra-som adquiridas de um videocassete. Foi conectado um videocassete na entrada de vídeo composta da placa de captura de vídeo do computador. Os testes foram realizados com diferentes tamanhos de imagens e diferentes tempos de captura. Para o teste, o servidor foi configurado na porta Os testes foram feitos na tentativa de enviar os arquivos DICOM adquiridos da internet e do próprio software. Foi registrado o tempo total de transmissão do arquivo e indicado se ocorreu algum tipo de erro. Resultados O sistema desenvolvido permite a captura das imagens analógicas de equipamentos de diagnóstico médico por imagem, conversão dessas imagens para o formato DICOM e a possibilidade de transmissão dessas imagens para um servidor remoto A Figura 4 ilustra a tela inicial do sistema aberta com arquivo DICOM que contém imagens multi-quadros. O usuário poderá visualizar cada quadro individualmente ou então visualizar uma animação de uma seqüência de quadros selecionados. Figura 4: Tela Inicial do Sistema com Imagens Multi-Quadros A Figura 5 ilustra a janela de visualização da animação dos quadros no tamanho original da

4 imagem. É ainda possível a visualização da animação das imagens em miniatura.. Figura 5: Janela de Visualização de Filme Figura 7 Janela de Visualização e Processamento das Imagens A Figura 6 ilustra a janela de visualização e edição dos elementos do Conjunto de Dados. Por questão de segurança, o usuário não poderá salvar o arquivo modificado com o mesmo nome do arquivo original. Figura 8: Visualização de 4 Imagens em Sequência Figura 6: Visualização e Edição do Conjunto de Dados A Figura 9 ilustra o módulo de captura do sistema IDicom. As resoluções possíveis para captura das imagens são: 160x120; 320x240; 640x480 As Figuras 7 e 8 ilustram os módulos de visualização e processamento das imagens Figura 9: Janela de Captura

5 A Figura 10 ilustra a janela de transmissão das imagens DICOM do sistema IDicom. Figura 10: Janela de Transmissão Discussão e Conlusões O Software se mostrou eficiente para realizar as funções previstas de captura, visualização e transmissão de imagens. De acordo com os testes realizados, pode-se constatar que: Dos 37 arquivos utilizados para visualização, o IDicom acusou erro em 27% deles, mas estes erros não eram relacionados à execução do programa mas sim à capacidade de memória do computador (512Mb). 100% dos arquivos utilizados para abertura sem imagens, ou seja, somente para visualização e edição do Conjunto de Dados DICOM, foram carregados corretamente. Nos testes de captura, 100% dos arquivos foram capturados com sucesso, convertidos para DICOM e armazenados em disco corretamente. Do total dos arquivos utilizados para o teste de transmissão de imagens, o software acusou erro em 13% deles. Isso também ocorreu pela falta de memória do computador que atuou como servidor. A principal vantagem do IDicom é o seu baixo custo em relação aos outros softwares disponíveis no mercado, visto que o sistema foi todo desenvolvido com bibliotecas de software livre. O objetivo principal do desenvolvimento de uma ferramenta capaz de realizar a aquisição de imagens dos equipamentos antigos de diagnóstico médico que tenham saída em vídeo, conversão para o formato DICOM e transmissão para um servidor remoto de armazenamento de imagens foi atingido. O sistema permite a integração dos equipamentos de diagnóstico médico antigos por imagem ao PACS da instituição. O sistema desenvolvido oferece algumas vantagens em relação aos sistemas propostos já existentes: O custo para desenvolver o sistema proposto é pequeno. As ferramentas utilizadas no desenvolvimento foram todas de domínio público. Os sistemas propostos anteriormente realizavam apenas a aquisição e transmissão das imagens. Não existia processamento das imagens para visualização. O IDicom possui um sistema de visualização de imagens satisfatório, incluindo visualização em miniatura das imagens e animação (caso arquivos multi-quadros). Embora testado somente com imagens de equipamento de ecocardiografia, o IDicom pode ser utilizado para adquirir outras modalidades de imagens médicas geradas em vídeo. Referências Kobayashi L. O. M, Furuie S. S., Gutierrez M. A.(2002), Integração de modalidades utilizando um sistema de aquisição, armazenamento e transmissão de imagens médicas, In: XVIII Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, São José dos Campos/SP, v.5, p Madachi R. J., Park K. S., Mankovich N. J. (1988), Automatic digital ultrasound image acquisition and networking, Proceedings of the Annual International Conference of the IEEE, [S.L], v.3, p Contato Nome: Diego Ferreira dos Santos Telefone: (19) End.: Rua. Dr. Guilherme da Silva, 172 Apt.81 Cambuí Campinas - SP

Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas

Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas Recuperação de imagens médicas em bases de dados distribuídas Vágner Nepumuceno Guimarães Orient.: Paulo Eduardo Ambrósio Introdução O avanço tecnológico vem influenciando cada vez mais na área médica.

Leia mais

Projeto FlexiGrid IWA. Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens

Projeto FlexiGrid IWA. Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens Projeto FlexiGrid IWA Sistema de Armazenamento e Comunicação de Imagens Aristófanes C. Silva Danilo Launde Lúcio Dias Roteiro PACS Definição Infra-Estrutura Camadas Problemas Soluções DICOM IWA Histórico

Leia mais

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

TERMINAIS LEVES COM LTSP (LINUX TERMINAL SERVER PROJECT) Lucas Queiroz Braga ¹, Hermes Nunes Pereira Júnior ²

TERMINAIS LEVES COM LTSP (LINUX TERMINAL SERVER PROJECT) Lucas Queiroz Braga ¹, Hermes Nunes Pereira Júnior ² 295 TERMINAIS LEVES COM LTSP (LINUX TERMINAL SERVER PROJECT) Lucas Queiroz Braga ¹, Hermes Nunes Pereira Júnior ² Resumo: O Linux Terminal Server Project (LTSP) é um conjunto de serviços que proporcionam

Leia mais

SDN-WISE: Design, prototyping and experimentation of a stateful SDN solution for WIreless SEnsor networks

SDN-WISE: Design, prototyping and experimentation of a stateful SDN solution for WIreless SEnsor networks SDN-WISE: Design, prototyping and experimentation of a stateful SDN solution for WIreless SEnsor networks Universidade Federal Fluminense - UFF Instituto de Computação - IC Disciplina: Engenharia de Redes

Leia mais

Módulo de captura de imagens do sistema Scisoccer

Módulo de captura de imagens do sistema Scisoccer 1 Módulo de captura de imagens do sistema Scisoccer Rafael Antonio Barro [1] Jailton Farias de Carvalho [2] Resumo: Este artigo descreve como funciona o módulo de captura de imagens do software Sci-soccer,

Leia mais

Relatório do Trabalho Final da Disciplina de Engenharia de Software de Componentes

Relatório do Trabalho Final da Disciplina de Engenharia de Software de Componentes Relatório do Trabalho Final da Disciplina de Engenharia de Software de Componentes 1. Proposta de trabalho final: Thiago Coelho Prado Configuração em tempo de compilação de um servidor de imagens médicas

Leia mais

Soluções de Acessibilidade. VLibras - Desktop. Manual de Instalação da Ferramenta. Microsoft Windows R. Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD

Soluções de Acessibilidade. VLibras - Desktop. Manual de Instalação da Ferramenta. Microsoft Windows R. Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD Soluções de Acessibilidade VLibras - Desktop Manual de Instalação da Ferramenta Microsoft Windows R Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD 2016 INTRODUÇÃO Objetivo Este manual contém introdução e informações

Leia mais

Curso de Informática Básica

Curso de Informática Básica Curso de Informática Básica A Web Descomplique 1 Curso de Informática Básica Índice Introdução...3 Organizando os favoritos...3 Localizando Informações na página...5 Histórico de Navegação...7 Capturando

Leia mais

Manual do Aluno para o Curso do SEER à Distância

Manual do Aluno para o Curso do SEER à Distância Manual do Aluno para o Curso do SEER à Distância Elaborado por: Alexandre Faria de Oliveira Consultor TI / Monitor Colaborador: Dr.Miguel Ángel Márdero Arellano Coordenador SEER - IBICT Brasília, 2011

Leia mais

CMS Cyclops Medical Station. Manual de Instalação

CMS Cyclops Medical Station. Manual de Instalação CMS Cyclops Medical Station Manual de Instalação CMS Cyclops Medical Station Manual de Instalação http://www.telemedicina.ufsc.br/cms/ mailto: cms@telemedicina.ufsc.br INE (telefone) +55 048 3331 9498

Leia mais

Introdução a Banco de Dados Aula 03. Prof. Silvestri www.eduardosilvestri.com.br

Introdução a Banco de Dados Aula 03. Prof. Silvestri www.eduardosilvestri.com.br Introdução a Banco de Dados Aula 03 Prof. Silvestri www.eduardosilvestri.com.br Arquiteturas de Banco de Dados Arquiteturas de BD - Introdução Atualmente, devem-se considerar alguns aspectos relevantes

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO DA WEBCAM HD DA HP

GUIA DO USUÁRIO DA WEBCAM HD DA HP GUIA DO USUÁRIO DA WEBCAM HD DA HP Copyright 2012 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft, Windows e Windows Vista são marcas comerciais da Microsoft Corporation registradas nos Estados Unidos.

Leia mais

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo.

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Desafios da vigilância por vídeo hoje O mercado de vigilância por vídeo está crescendo, impulsionado por preocupações de segurança

Leia mais

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP.

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. VANTAGENS DAS SOLUÇÕES DE VIGILÂNCIA DIGITAL IP É verdade que o custo de aquisição das câmeras digitais IP, é maior que o custo de aquisição das câmeras

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SCRIPT PARA CONVERSÃO DE ARQUIVOS DICOM PARA.TXT

DESENVOLVIMENTO DE UM SCRIPT PARA CONVERSÃO DE ARQUIVOS DICOM PARA.TXT DESENVOLVIMENTO DE UM SCRIPT PARA CONVERSÃO DE ARQUIVOS DICOM PARA.TXT M.E.S. Abrantes 1,2 ; A. H. de Oliveira 1 ; R. C. e Abrantes 3 e M. J. Magalhães 4 1 Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Departamento

Leia mais

Comunicação Fim-a-Fim a Alta Vede em Redes Gigabit

Comunicação Fim-a-Fim a Alta Vede em Redes Gigabit Outros trabalhos em: www.projetoderedes.com.br Comunicação Fim-a-Fim a Alta Vede em Redes Gigabit DaniloM.Taveira, Igor M. Moraes, Daniel de O.Cunha RafaelP.Laufer, Marco D. D. Bicudo, Miguel E. M. Campista,

Leia mais

Guilherme Pina Cardim. Pesquisa de Sistemas Operacionais I

Guilherme Pina Cardim. Pesquisa de Sistemas Operacionais I Guilherme Pina Cardim Pesquisa de Sistemas Operacionais I Presidente Prudente - SP, Brasil 30 de junho de 2010 Guilherme Pina Cardim Pesquisa de Sistemas Operacionais I Pesquisa realizada para identicar

Leia mais

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO)

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) Há vários tipos de sistemas de gravações digitais. Os mais baratos consistem de uma placa para captura de vídeo, que

Leia mais

3.1. Produtos para a Saúde e a Separação da Regularização A RDC 185/01 define produto médico como Produto para a saúde, tal como equipamento,

3.1. Produtos para a Saúde e a Separação da Regularização A RDC 185/01 define produto médico como Produto para a saúde, tal como equipamento, Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA Gerência-Geral de Tecnologia de Produtos para a Saúde - GGTPS Gerência de Tecnologia em Equipamentos - GQUIP NOTA TÉCNICA N 04/2012/GQUIP/GGTPS/ANVISA 1.

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO DA WEBCAM HP

GUIA DO USUÁRIO DA WEBCAM HP GUIA DO USUÁRIO DA WEBCAM HP Copyright 2012 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft, Windows e Windows Vista são marcas comerciais da Microsoft Corporation registradas nos Estados Unidos. AMD

Leia mais

Medidor Powersave V2 USB

Medidor Powersave V2 USB Medidor Powersave V2 USB O medidor é formado por uma caixa plástica contendo uma placa eletrônica, uma tomada macho, uma tomada fêmea, um conector H, um barramento lateral, um conector USB e leds indicativos.

Leia mais

INSTALANDO UM SERVIDOR WINDOWS SERVER 2012 R2 SERVER CORE

INSTALANDO UM SERVIDOR WINDOWS SERVER 2012 R2 SERVER CORE INSTALANDO UM SERVIDOR WINDOWS SERVER 2012 R2 SERVER CORE A Microsoft disponibilizou em seu site, o link para download da versão Preview do Windows Server 2012 R2. A licença do produto irá expirar somente

Leia mais

Sumário GERAL... 3 INSTALAÇÃO... 3 UTILIZANDO O MINI DVR USB ST-400...10. Opções de Segurança... 12. Gravando as Imagens...13 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Sumário GERAL... 3 INSTALAÇÃO... 3 UTILIZANDO O MINI DVR USB ST-400...10. Opções de Segurança... 12. Gravando as Imagens...13 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Nos campos channel description, podemos nomear os canais. O nome será exibido junto ao vídeo. No campo Channel control, selecionando o modo automatic, podemos definir os canais ativos, o tempo de exibição

Leia mais

Introdução. Software (Parte I)

Introdução. Software (Parte I) Universidade Federal de Campina Grande Centro de Engenharia Elétrica e Informática Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Introdução à Computação Software (Parte I) Prof. a Joseana Macêdo Fechine Régis

Leia mais

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux 4 Capítulo 1 Sistema Operacional É uma coleção de programas que inicializa hardwares, fornece rotinas básicas para controle de dispositivos, mantém a integridade de um sistema. Um sistema operacional de

Leia mais

HP PRO WEBCAM GUIA DO USUÁRIO

HP PRO WEBCAM GUIA DO USUÁRIO HP PRO WEBCAM GUIA DO USUÁRIO v1.0.br Part number: 575739-001 Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 16.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 16.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 16.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE NOTE, também conhecido como NEXNOTE, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas pelas Nexcode Systems

Leia mais

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraujo

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraujo ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraujo INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Salvador Alves de Melo Júnior Mestre na área de Automação e Robótica UnB. Especialista em

Leia mais

LEVANTAMENTO DE HARDWARES PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Graphics

LEVANTAMENTO DE HARDWARES PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Graphics LEVANTAMENTO DE HARDWARES PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Sabe-se que para o desenvolvimento de software as empresas adotam computadores com um grande poder de processamento. Facilitando assim todo

Leia mais

Sistemas Operacionais Aula 2

Sistemas Operacionais Aula 2 Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Sistemas Operacionais Aula 2 Igor Augusto de Carvalho Alves Igor.alves@ifrn.edu.br Apodi, Maio de 2012 Sistemas Operacionais Memória virtual O S.O. Aloca

Leia mais

Virtual Box. Guia. Instalação E Utilização. Criado por Wancleber Vieira wancleber.vieira@ibest.com.br

Virtual Box. Guia. Instalação E Utilização. Criado por Wancleber Vieira wancleber.vieira@ibest.com.br Virtual Box Guia De Instalação E Utilização 1 Sumário Instalação do Linux Ubuntu através de um gerenciador de Máquinas Virtuais 1.1 Introdução, 3 1.2 Instalação do Virtual Box, 3 1.3 Configuração do Virtual

Leia mais

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas.

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. www.orangeexperience.com.br FILMADORA SPORT ÍNDICE Acessórios Encaixe dos Suportes Requisitos do Sistema O

Leia mais

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Formação: Graduando em Analises e Desenvolvimento de Sistemas (8º Período) Pregoeiro / Bolsa de Valores

Leia mais

INFORMAÇÕES SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO

INFORMAÇÕES SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO INFORMAÇÕES SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO MODALIDADES : US, ECO, ENDO E COLO. CAPTURA DE IMAGENS. Criamos uma linha de produtos denominado PROCapVG para a utilização em serviços de captura de imagens analógicas

Leia mais

Simulador de Redes Neurais Multiplataforma

Simulador de Redes Neurais Multiplataforma Simulador de Redes Neurais Multiplataforma Lucas Hermann Negri 1, Claudio Cesar de Sá 2, Ademir Nied 1 1 Departamento de Engenharia Elétrica Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) Joinville SC

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS DE REDE

ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS DE REDE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS DE REDE Introdução O administrador de redes geovanegriesang@ifsul.edu.br www.geovanegriesang.com Gerenciamento de redes Gerenciamento de rede é o ato de iniciar, monitorar e modificar

Leia mais

1.1. Sistema Sumus Tarifador for Windows BI (Business Intelligence)

1.1. Sistema Sumus Tarifador for Windows BI (Business Intelligence) 1. Descrição dos produtos e serviços da solução 1.1. Sistema Sumus Tarifador for Windows BI (Business Intelligence) É um sistema Sumus de tarifação indicado para médias empresas. Ele realiza desde a coleta

Leia mais

Guia de Início Rápido SystemTweaker

Guia de Início Rápido SystemTweaker Guia de Início Rápido SystemTweaker O SystemTweaker é uma ferramenta segura e fácil de usar para personalizar o Windows de acordo com as suas preferências. Este guia de início rápido irá ajudar você a

Leia mais

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº UNIDADE 1I: SISTEMA COMPITACIONAL Elementos hardware e periféricos Um sistema computacional consiste num conjunto de dispositivos eletrônicos (hardware) capazes de processar informações de acordo com um

Leia mais

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO UTILIZANDO O HIBERNATE Rafael Laurino GUERRA, Dra. Luciana Aparecida Martinez ZAINA Faculdade de Tecnologia de Indaiatuba FATEC-ID 1 RESUMO Este artigo apresenta

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104

MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104 MANUAL DE INSTALAÇÃO DVR-USB ST-104 Obrigado por escolher o DVR USB ST-104 DIMY S. Por favor, certifique-se que a operação do produto esta de acordo com este manual para garantir a estabilidade do sistema

Leia mais

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS

LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS LINGUAGEM DE ESPECIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO (SDL) APLICADA AO PROCESSO DE VERIFICAÇÃO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS REATIVOS Fabiana Fraga Ferreira Bacharelanda em Sistemas de Informação Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

INTERFACE INTERNET PARA ACESSAR BASE DE DADOS METEOROLÓGICOS NO GENERAL METEOROLOGICAL PACKAGE (GEMPAK)

INTERFACE INTERNET PARA ACESSAR BASE DE DADOS METEOROLÓGICOS NO GENERAL METEOROLOGICAL PACKAGE (GEMPAK) INTERFACE INTERNET PARA ACESSAR BASE DE DADOS METEOROLÓGICOS NO GENERAL METEOROLOGICAL PACKAGE (GEMPAK) Marcus Vinícius Salgado Mendes 1, Waldênio Gambi de Almeida¹, Sérgio Henrique Soares Ferreira¹ RESUMO:

Leia mais

Informática. Tipos de Computadores CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS

Informática. Tipos de Computadores CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS A Informática não é um bicho de sete cabeças. Ou é até que conheçamos e desvendemos este bicho. Tudo o que é desconhecido para nós sempre nos parece algo difícil

Leia mais

Introdução. à Informática. Wilson A. Cangussu Junior. Escola Técnica Centro Paula Souza Professor:

Introdução. à Informática. Wilson A. Cangussu Junior. Escola Técnica Centro Paula Souza Professor: Introdução à Informática Escola Técnica Centro Paula Souza Professor: Wilson A. Cangussu Junior Vantagens do computador Facilidade de armazenamento e recuperação da informação; Racionalização da rotina,

Leia mais

Manual do Usuário Sistema Podológico 2007 AFA Assessoria e Informática Ltda. www.afa.inf.br

Manual do Usuário Sistema Podológico 2007 AFA Assessoria e Informática Ltda. www.afa.inf.br AFA Assessoria e Informática Ltda. www.afa.inf.br Índice INTRODUCAO SISTEMA PODOLOGICO 2007... 4 REQUISITOS DE HARDWARE E SOFTWARE... 5 MSDE vs. SQL SERVER... 5 PADRÕES E CARACTERISTICAS NAS TELAS DO SISTEMA...

Leia mais

Captura de Processos Programa Captura. Programa Captura Orientações

Captura de Processos Programa Captura. Programa Captura Orientações Programa Captura Orientações Elaborado por: Julio Cesar Cavalheiro PÁG. 1/10 Índice 1. Objetivo... 3 2. Parametrização... 3 3. Andamentos Capturados... 6 4. Tela de Leitura e Status da Captura... 8 5.

Leia mais

Certificação Digital CETIP. Cartilha de Segurança Digital

Certificação Digital CETIP. Cartilha de Segurança Digital CETIP Cartilha de Segurança Digital Versão: 18/12/2009 Conteúdo Certificação Digital... 1 Introdução...2 Certificação CETIP...3 iii 1 Introdução Atualmente os computadores e a Internet são imprescindíveis

Leia mais

Software SMART Sync 2011

Software SMART Sync 2011 Comparação Software SMART Sync 2011 O SMART Sync classroom management software permite que professores observem e guiem alunos em seus computadores. Uma sala de aula com vários contém usuários do e do

Leia mais

1. Introdução a Microsoft Excel

1. Introdução a Microsoft Excel Introdução a Microsoft Excel 1. Introdução a Microsoft Excel 1.1. O que é Microsoft Excel Microsoft Excel é um software de planilha eletrônica produzido pela Microsoft Corporation, para o sistema operacional

Leia mais

PACS e Compressão de Imagens Médicas

PACS e Compressão de Imagens Médicas PACS e Compressão de Imagens Médicas Conceitos Importantes 1 Resolução Espacial Define riqueza de detalhes da imagem Resolução de Profundidade Define riqueza de meios-tons Define cores Tamanho da Imagem

Leia mais

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Português Europeu

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Português Europeu Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Português Europeu Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalar Ladibug... 3 4. Ligação ao Hardware...

Leia mais

Guia de instalação UEG Linux 14.04 LTS

Guia de instalação UEG Linux 14.04 LTS 1. Apresentação O UEG Linux 14.04 LTS é um sistema operacional baseado em Linux e derivado do Ubuntu, customizado pela Gerência de Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Goiás para

Leia mais

Linux. Visão geral do servidor de impressão e de arquivo para Linux on Power Systems Servers

Linux. Visão geral do servidor de impressão e de arquivo para Linux on Power Systems Servers Linux Visão geral do servidor de impressão e de arquivo para Linux on Power Systems Servers Linux Visão geral do servidor de impressão e de arquivo para Linux on Power Systems Servers Note Antes de utilizar

Leia mais

Simulado Informática Concurso Correios - IDEAL INFO

Simulado Informática Concurso Correios - IDEAL INFO Simulado Informática Concurso Correios - IDEAL INFO Esta prova de informática é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha seguindo o molde adotado pela UnB/CESPE. O tempo para a realização deste

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 6 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 6-21/09/2007 1 Ementa Conceitos Básicos de Computação (Hardware, Software e Internet) Softwares Aplicativos Tutorial: Word Tutorial:

Leia mais

TRUESAFE 2010 SISTEMA INTEGRADO DE CONTROLE DE ACESSO MAXTEL

TRUESAFE 2010 SISTEMA INTEGRADO DE CONTROLE DE ACESSO MAXTEL TRUESAFE 2010 SISTEMA INTEGRADO DE CONTROLE DE ACESSO MAXTEL A Maxtel Tecnologia, traz para você o que há de mais moderno em Sistema de Controle de Acesso para empresas, edifícios, escolas, clubes e condomínios.

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE ALGORITMOS DE APRENDIZADO MULTI- AGENTE EM UM TIME DE FUTEBOL DE ROBÔS

IMPLEMENTAÇÃO DE ALGORITMOS DE APRENDIZADO MULTI- AGENTE EM UM TIME DE FUTEBOL DE ROBÔS IMPLEMENTAÇÃO DE ALGORITMOS DE APRENDIZADO MULTI- AGENTE EM UM TIME DE FUTEBOL DE ROBÔS Aluno: Maurício Pedro Silva Gonçalves Vieira Orientador: Karla Figueiredo Introdução Uma partida de futebol robótico

Leia mais

Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari. amanda@fcav.unesp.br

Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari. amanda@fcav.unesp.br Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari amanda@fcav.unesp.br Documentário http://www.youtube.com/watch?v=sx1z_mgwds8 Introdução Computadores de primeira geração (1946 1959): A primeira geração

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Software Avigilon Control Center com Tecnologia HDSM

Software Avigilon Control Center com Tecnologia HDSM O Avigilon Control Center (ACC) é o software de gerenciamento de vídeo mais fácil de usar da indústria e tem revolucionado como os profissionais de segurança gerenciam e interagem com vídeo de alta definição.

Leia mais

Cluster de Alta Disponibilidade em um Sistema Administrativo Hospitalar

Cluster de Alta Disponibilidade em um Sistema Administrativo Hospitalar Cluster de Alta Disponibilidade em um Sistema Administrativo Hospitalar Julio Cezar Gross Junior 1, Msc. Eduardo Maronãs Monks 1 1 Faculdade de Tecnologia Senac (FATEC) Curso Superior de Tecnologia em

Leia mais

Requisitos de Hardware - Humanus

Requisitos de Hardware - Humanus 1 Requisitos Mínimos Hardware: 1.1 Client Servidor Processador Intel Xeon X3430 2.4GHz ou superior Disco Rígido de 500 GB ou superior Intel Pentium G6950 2.80GHz ou superior Memória de 2GB ou superior

Leia mais

Podium View TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Portugués

Podium View TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Portugués Podium View TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Portugués Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalar Podium View... 3 4. Ligação ao Hardware...

Leia mais

Projeto 1 - Bootloader

Projeto 1 - Bootloader Projeto 1 - Bootloader IF677 - Infra-Estrutura de Software Centro de Informática - UFPE Autor: Thyago Porpino (tnp) Objetivos Desmistificar o processo de inicialização de um computador. Entender como um

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 GTM.YY 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO XIII GRUPO DE ESTUDO DE TRANSFORMADORES, REATORES, MATERIAIS E TECNOLOGIAS

Leia mais

filmadora sport FS201

filmadora sport FS201 MANUAL DO USUÁRIO filmadora sport FS201 Acessórios Encaixe dos Suportes Aviso Requisitos do Sistema Aparência e Botões Iniciando o Uso Uso do cartão de memória Ligando e Desligando Conversão entre modos

Leia mais

ESTRATÉGIAS /ACTIVIDADES. Fazer uma abordagem teórica e simples

ESTRATÉGIAS /ACTIVIDADES. Fazer uma abordagem teórica e simples Conhecer os conceitos básicos relacionados com as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Conhecer a terminologia relacionada com as TIC Caracterizar informação Identificar e caracterizar as áreas

Leia mais

IBM Unica Histórico da Interação Attribution Modeler Versão 1 Release 0 15 de maio de 2012. Tabelas de Sistema do

IBM Unica Histórico da Interação Attribution Modeler Versão 1 Release 0 15 de maio de 2012. Tabelas de Sistema do IBM Unica Histórico da Interação Attribution Modeler Versão 1 Release 0 15 de maio de 2012 Tabelas de Sistema do Observação Antes de usar estas informações e o produto por elas suportado, leia as informações

Leia mais

Manual do Usuário. Nucleo Media Console

Manual do Usuário. Nucleo Media Console Manual do Usuário Nucleo Media Console Versão 1.0.6.26 Copyright 2013 BroadNeeds Rev. 2013-04-25 Página 1 de 24 1 - INTRODUÇÃO... 3 1.1 TOPOLOGIA... 4 1.2 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS... 4 1.3 CONFIGURANDO

Leia mais

FERRAMENTA DIDÁTICA PARA DISCIPLINA DE ELETRÔNICA DIGITAL

FERRAMENTA DIDÁTICA PARA DISCIPLINA DE ELETRÔNICA DIGITAL FERRAMENTA DIDÁTICA PARA DISCIPLINA DE ELETRÔNICA DIGITAL Diego S. Mageski diego.mageski@hotmail.com Bene R. Figueiredo bfigueiredo@ifes.edu.br Wagner T. da Costa wagnercosta@ifes.edu.br Instituto Federal

Leia mais

APERFEIÇOAMENTO DE PROCEDIMENTOS ESTATÍSTICOS PARA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ONLINE: IMPLANTAÇÃO DE RELATÓRIOS ARMAZENÁVEIS

APERFEIÇOAMENTO DE PROCEDIMENTOS ESTATÍSTICOS PARA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ONLINE: IMPLANTAÇÃO DE RELATÓRIOS ARMAZENÁVEIS APERFEIÇOAMENTO DE PROCEDIMENTOS ESTATÍSTICOS PARA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ONLINE: IMPLANTAÇÃO DE RELATÓRIOS ARMAZENÁVEIS Marina Pasquali Marconato Mancini CER, DEs, UFSCar 1 2 Anderson Luiz Ara-Souza

Leia mais

Objetivos Específico

Objetivos Específico Banco de Dados Ementa (DBA) Conceitos Gerais sobre Banco de Dados Instalação e configuração da Ferramenta de Banco de Dados. Elaboração de projeto de Banco de Dados. Implementação do projeto de Banco de

Leia mais

É a parte física de um computador, formada por peças e circuitos eletrônicos que ficam dentro do Gabinete (Torre). Existem diversos tipos de

É a parte física de um computador, formada por peças e circuitos eletrônicos que ficam dentro do Gabinete (Torre). Existem diversos tipos de É a parte física de um computador, formada por peças e circuitos eletrônicos que ficam dentro do Gabinete (Torre). Existem diversos tipos de HARDWARE, segue abaixo, alguns dos HARDWARES INTERNOS do computador:

Leia mais

Manual de Instalação SNEP 1.3.12 Asterisk 1.4.44

Manual de Instalação SNEP 1.3.12 Asterisk 1.4.44 Manual de Instalação SNEP 1.3.12 Asterisk 1.4.44 2015 Autoria: Flávio Henrique Somensi Colaboradores: Jean Carlos Coelho, Kauê Santos, Urik Barbosa da Silva, Eduardo Sotero por OpenS Tecnologia LTDA. Rua

Leia mais

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android Guia do Usuário Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android 2011-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. AVIGILON é marca comercial registrada e/ou não registrada da Avigilon

Leia mais

Simulador Virtual para Treinamento em Visão de Máquina com LabVIEW

Simulador Virtual para Treinamento em Visão de Máquina com LabVIEW Simulador Virtual para Treinamento em Visão de Máquina com LabVIEW "Esse ambiente pode ser usado para simular e explorar as possibilidades e alcances de uma solução empregando visão de máquina, testar

Leia mais

INFORMAÇÕES SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO

INFORMAÇÕES SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO INFORMAÇÕES SISTEMAS DE CAPTURAS DE VÍDEO MODALIDADES : US, ECO, ENDO E COLO. CAPTURA DE IMAGENS. Criamos uma linha de produtos denominado PROCapVG para a utilização em serviços de captura de imagens analógicas

Leia mais

Noções Básicas sobre o FrontPage 2000. Criar uma simples home-page utilizando o FrontPage

Noções Básicas sobre o FrontPage 2000. Criar uma simples home-page utilizando o FrontPage 1 Noções Básicas sobre o FrontPage 2000 Rosana Giaretta Sguerra Miskulin 1 Jean Píton Gonçalves Criar uma simples home-page utilizando o FrontPage 1-) Acessar o aplicativo FrontPage Você encontrará a imagem

Leia mais

Resumo. Abstract. Keyword:. Telemedicine, Teleradiologia, DICOM, Cyclops Personal, Medical Images.

Resumo. Abstract. Keyword:. Telemedicine, Teleradiologia, DICOM, Cyclops Personal, Medical Images. Telemedicina Uma proposta de Gerenciamento e Visualização de Imagens Médicas DICOM para Teleradiologia John Anderson Freitas Mendes, Daniel Duarte Abdala e Aldo von Wangenheim Pós Graduação em Ciência

Leia mais

PCTV HD PRO Stick - Guia de Instalação Rápida:

PCTV HD PRO Stick - Guia de Instalação Rápida: 1 PCTV HD PRO Stick - Guia de Instalação Rápida: I Conteúdo do Pacote: Sintonizador PCTV USB Antena Telescópica CD Instalação PCTV Cabo extensor USB CD Studio 10 Quickstart Adaptador de Entrada A/V Controle

Leia mais

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados.

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. Manual de Operação Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. SUMÁRIO 1. Informações Gerais...7 1.1 EasyPass... 7 1.2 Observações... 8 2. Conceitos Básicos...10 2.1 Captura de Imagem...10 2.2 Crop...10

Leia mais

Computer Aided Design (CAD)

Computer Aided Design (CAD) S07 Projeto auxiliado por computador Computer Aided Design (CAD) Desenho técnico Desenho auxiliado por computador Desenho artístico Tecnologias de manufatura Projeto Controle Manuseio Gerenciamento Projeto

Leia mais

Guia prático para configuração, coleta e utilização de oscilografias em relés digitais

Guia prático para configuração, coleta e utilização de oscilografias em relés digitais Guia prático para configuração, coleta e utilização de oscilografias em relés digitais Rafael Cardoso 1. OBJETIVO: Este guia de aplicação tem o objetivo de apresentar uma importante ferramenta disponível

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA CENTRAL TÉCNICA DE RECEPÇÃO DE SINAIS DA TV GLOBO DO RIO DE JANEIRO

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA CENTRAL TÉCNICA DE RECEPÇÃO DE SINAIS DA TV GLOBO DO RIO DE JANEIRO APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA CENTRAL TÉCNICA DE RECEPÇÃO DE SINAIS DA TV GLOBO DO RIO DE JANEIRO Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para otimizar a operação de recepção de sinais

Leia mais

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Maio de 2012 Conteúdo Capítulo 1: Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Introdução ao Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Instalando

Leia mais

LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 O QUE MUDOU... 3 5 COMO COMEÇAR... 4 6 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 5 7 CADASTRO DE

Leia mais

Visando atender as diferentes realidades de seus jurisdicionados, o sistema LicitaCon contará com dois módulos para o recebimento das informações.

Visando atender as diferentes realidades de seus jurisdicionados, o sistema LicitaCon contará com dois módulos para o recebimento das informações. Manual e Validador De TCERS WIKI Conteúdo 1 Apresentação 1.1 Informações Gerais 1.2 Requisitos mínimos de hardware e software 1.3 Leiaute dos Arquivos 2 Instalação do Aplicativo 2.1 Instalação do Java

Leia mais

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para a Câmara de Documento Manual do Utilizador

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para a Câmara de Documento Manual do Utilizador Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para a Câmara de Documento Manual do Utilizador Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalação de Ladibug... 3 4. Ligação ao hardware... 8 5. Iniciar

Leia mais

AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO

AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO Marcella Scoczynski Ribeiro (UTFPR/UEPG) marcella_engcomp@yahoo.com.br Matheus Safraid (UEPG) msafraid@hotmail.com Resumo Este trabalho apresenta os benefícios

Leia mais

DISPOSITIVOS DE BLOCO. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves

DISPOSITIVOS DE BLOCO. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves DISPOSITIVOS DE BLOCO Professor: João Paulo de Brito Gonçalves INTRODUÇÃO Periférico Dispositivo conectado a um computador de forma a possibilitar sua interação com o mundo externo. Conectados ao computador

Leia mais

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO Profa. Drª. Ana Maria Maranhão 1 Resumo: A tecnologia da Informação e de modo específico o computador, oferece as diferentes

Leia mais

Manual Software CMS. Introdução:

Manual Software CMS. Introdução: Introdução: O CMS é uma central de gerenciamento de DVRs, é responsável por integrar imagens de DVRs distintos, com ele é possível realizar comunicação bidirecional, vídeo conferência, função mapa eletrônico

Leia mais

4 Desenvolvimento da ferramenta

4 Desenvolvimento da ferramenta direcionados por comportamento 38 4 Desenvolvimento da ferramenta Visando facilitar a tarefa de documentar requisitos funcionais e de gerar testes automáticos em uma única ferramenta para proporcionar

Leia mais

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server André Luiz Silva de Moraes chameandre@gmail.com Faculdade Senac http://www.senacrs.com.br Feira das Oportunidades 04 de Maio de 2011 1 / 11 1 Conceitos Básicos Definições

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT Ellen Regina Moraes Bispo, Edinéia Guimarães Nunes e

Leia mais