Transmissores de Pesagem 2710

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Transmissores de Pesagem 2710"

Transcrição

1 Transmissores de Pesagem Firmware Versão 2.0 -D DeviceNet -P Profibus DP -M Modbus RTU -E Ethernet/IP Tecnologia de ponta, na ponta do processo O Transmissor de Pesagem é um produto inovador, que transfere para as pontas do processo muitos dos aspectos críticos da operação e proporciona flexibilidade, desempenho, precisão e confiabilidade. Conheça um novo patamar de tecnologia para sistemas de pesagem.

2 Mais inteligência na ponta do processo de pesagem Flexibilidade: DeviceNet, Profibus DP, Modbus RTU, Ethernet/IP 10 milhões de horas em campo Robustez para o ambiente industrial Inovação A família de Transmissores de Pesagem, desenvolvida para uso em pesagem automática, conecta-se diretamente a s e sistemas supervisórios, garantindo confiabilidade, robustez e precisão na integração de processos de pesagem de todos os portes a redes fieldbus nos mais diversos padrões (DeviceNet, Profibus DP, Modbus RTU e Ethernet/IP). A confiabilidade dos Transmissores de Pesagem é atestada por mais de 10 milhões de horas* de operação em campo. E a facilidade de integração com s ou sistemas de supervisão de fábrica é parte do conceito e um destaque do produto. O hardware dos Transmissores de Pesagem inclui inovações de condicionamento de sinais que permitem a operação interna com mais de 2 milhões de divisões de pesagem. O perfil de ruído eletrônico é um dos mais baixos do segmento e circuitos de proteção robustos permitem ao produto operar nos mais adversos ambientes industriais. A versão 2.0 do firmware dos Transmissores de Pesagem traz diversas inovações e aproveita ainda mais a capacidade do hardware de alto desempenho. O novo conjunto de recursos oferece suporte completo ao núcleo de pesagem, incluindo ferramentas de sistema, análise e comunicação. Alguns dos destaques da versão 2.0 incluem: EZ-Swap. Possibilita a troca de equipamentos sem necessidade de recalibração. Os dados de configuração são salvos em arquivo, para posterior restauração. O EZ-Swap reduz ao mínimo o tempo das paradas e também o custo da recalibração. Comunicação e redes. O suporte a comunicações e redes foi ampliado. Além da porta principal (DeviceNet, Profibus DP, Ethernet/IP ou Modbus RTU), há uma porta auxiliar Modbus RTU para conexão com um local, supervisório, IHM ou subrede para manutenção. O canal de serviço, uma conexão serial a um terminal de configuração e manutenção, facilita o acesso a todos os parâmetros de configuração do sistema. DataRelay. Arquitetura inovadora, o DataRelay permite que s (e também supervisórios ou IHMs), conectados às duas portas fieldbus troquem dados através de uma memória interna compartilhada (shared memory area). Isso facilita a implementação de aplicações distribuídas, como máquinas e processos de dosagem e pesagem dinâmica. A memória compartilhada também facilita a conexão a sistemas supervisórios, permitindo a configuração de frames com leitura de múltiplas variáveis internas sem necessidade de envio de comandos complexos de leitura. Ferramentas de análise. Facilitam o desenvolvimento de aplicações e a detecção de problemas. Os logs de sistema e de processo mantêm registro das operações de calibração e alteração de configuração do transmissor, facilitando a verificação das seqüências de controle e detecção de falhas na lógica do. O IN/OUT Debug Console auxilia na visualização dos frames de IN/OUT, detalhando os comandos recebidos do. * Soma das horas de operação das unidades dos Transmissores de Pesagem instaladas no mercado industrial. ProcesScope. Poderosa ferramenta de geração, em tempo real, de gráficos do processo de pesagem. Os sinais de peso dos 2 canais, juntamente com até 8 sinais internos e até 16 sinais enviados pelo para a memória compartilhada, são exportados no formato CSV em tempo real e podem ser plotados por softwares de planilha de cálculo para visualização em forma de gráficos. Os gráficos do processo correlacionam, de forma precisa, eventos de controle do com dados de pesagem, constituindo uma ferramenta essencial para otimização de processos e de controle de máquinas. Sobre a Alfa Instrumentos Criada em 1978, a Alfa Instrumentos é uma empresa 100% nacional e fornecedora de classe mundial de soluções para pesagem industrial. Seu portfólio beneficia-se do conhecimento acumulado em mais de 30 anos na criação de soluções para pesagem industrial e destaca células de carga, balanças, SAMEL, SADEL, Tetracell, indicadores, transmissores e sistemas completos de pesagem. As soluções da Alfa Instrumentos são de desempenho e confiabilidade no segmento industrial.

3 Transmissor de Pesagem : Simples e completo A versatilidade da família permite seu uso em em diversos ambientes industriais, com versões para DeviceNet, Profibus DP, Modbus RTU e Ethernet/IP, em aplicações que vão do pequeno porte à automação integrada de fábricas, com centenas de pontos de pesagem. Leitura contínua de peso Para obter uma leitura contínua e simultânea do peso, basta configurar o scanner do com o mapeamento padrão de 8 words IN/OUT e ler diretamente o peso dos 2 canais em ponto flutuante, sem a necessidade de enviar comandos complexos. Leitura de peso e alarmes O frame programável do Transmissor de Pesagem permite a leitura de peso e acesso aos alarmes de alerta operacional. É possível implementar painéis sinópticos de alarmes e estratégias de falha segura, com a mínima implementação de lógica no. Conexão a sistemas supervisórios Com o DataRelay, pode-se utilizar o canal de fieldbus com um frame fixo mapeado na memória compartilhada (shared memory), configurado para leitura de múltiplas variáveis internas, sem a necessidade de envio de comandos pelo sistema supervisório. Leitura de peso, sensores, alarmes e setpoints podem ser configurados de acordo com a necessidade do sistema. Este modo de interface simplifica a conexão com sistemas supervisórios e reduz a carga de programação no para extração de dados. Uso de IHM local + /supervisório Com a operação em duas portas proporcionada pelo DataRelay, é simples utilizar uma porta configurada com frame fixo, para conexão a s/s, e uma porta com frame programável, para uma IHM local. A IHM local tem acesso a todos os comandos de monitoramento e configuração do Transmissor de Pesagem, incluindo calibração de cada canal. Com este arranjo, pode-se também utilizar uma IHM para vários transmissores, criando uma subrede para manutenção/operação local, ao mesmo tempo em que os dados de processo são transferidos para o / de processo através da porta fieldbus principal. Local IHM Máquinas com dedicado + sistema supervisório A topologia de duas portas dos Transmissores de Pesagem permite o uso de um dedicado com frame programável para controle de toda a lógica de operação do processo e, simultaneamente, uma conexão via porta fieldbus principal com um sistema supervisório/ de controle da fábrica, utilizando frame fixo. O local dedicado pode realizar dosagens de alta velocidade e lógica de controle complexa e, além disso, enviar dados de processo para o supervisório/ geral através do frame fixo, via shared memory do. Este arranjo facilita a implementação de aplicações com inteligência distribuída, com economia de recursos no de controle da fábrica. Local

4 Transmissores Shared memory Área de memória interna de 128 words que pode ser mapeada e compartilhada pelos 2 fieldbuses via DataRelay para troca de dados, assim como para informação direta de variáveis internas do. Múltiplos formatos de dados s de diferentes capacidades numéricas podem ler os dados de pesagem em 4 formatos: 32 bits floating point, 32 bits signed integer, 32 bits unsigned integer, 32 bits BCD. DeviceNet, Profibus DP, Modbus RTU, Ethernet/IP Comunicação nativa nos principais padrões de indústria, com alta taxa de atualização de pacotes. Acesso a dados de pesagem com latência mínima, permitindo automação de sistemas com precisão e confiabilidade. ProcesScope Exportação de sinais de pesagem e de bits de controle do processo em formato CSV, para análise gráfica em softwares de planilha. 2 portas de comunicação Porta fieldbus principal (DeviceNet, Profibus DP, Modbus RTU ou Ethernet/IP) e porta fieldbus auxiliar (Modbus RTU). Ambas podem ser usadas simultânea e independentemente, para conexão a s, IHMs, sistemas supervisórios e computadores industriais. Logs Logs de sistema e de processo registram todos os eventos que alteram a configuração do instrumento, incluindo login de usuários, transferência de software, mudança de número de série, formatação de EEPROM, calibração e comandos de. DataRelay Viabiliza aplicações distribuídas com mínima latência e programação, integrando dois sistemas de controle conectados nas portas fieldbus, que podem mapear áreas comuns da Shared Memory (área para troca de dados). Dados internos do também podem ser mapeados na memória compartilhada para leitura direta pelos fieldbuses. Ideal para automação de máquinas e processos, realizados por um local, com comunicação a um sistema supervisório ou de controle de fábrica. Suporte a IHM com visualização local O Transmissor de Pesagem permite conexão de IHMs locais às suas portas fieldbus. Pode-se utilizar a IHM modelo 3109CS, da Alfa Instrumentos, desenvolvida especificamente para visualização local de pesagem para os 2 canais do transmissor. Pode-se também utilizar uma IHM genérica controlando uma subrede com vários, para acesso local a monitoramento e manutenção. Filtragem de sinal Filtros selecionáveis e pré-configurados para vasta gama de aplicações, desde filtros rápidos para pesagem dinâmica, até filtros mais pesados para aplicações com muita vibração mecânica, bloqueando o ruído de alta frequência introduzido. Auto zero Corrige o valor da linha de base para balança vazia no caso de variação da medida do peso menor que uma divisão, eliminando variações lentas de offset mecânico (devida a chuva, poeira ou resíduos externos). Comunicações e Redes Fieldbus Núcleo de Pesagem Ferramentas de Análise Ferramentas de Sistema Análise de comunicação Ferramentas de análise dos canais de comunicação, como contadores de pacotes recebidos e enviados, contadores de erros de framing, console de debug das áreas de IN e OUT do, e temporização detalhada das mensagens de escrita/leitura. Canal de serviço Monitore e controle todos os recursos do via terminal em um computador, utilizando uma interface amigável que dispensa instalação de software e roda na maioria dos sistemas operacionais. Sensores Verifique a saúde do seu sistema através do monitoramento dos sensores de temperatura, tensão de alimentação do e tensão e corrente nas células de carga via fieldbus ou Canal de serviço. Calibração com chave Controla o acesso aos comandos de calibração (alteração de casas decimais, peso de calibração, Sem Peso, Com Peso, etc), aumentando a segurança do sistema. O uso inadvertido de comandos de calibração via não causa risco de interrupção em processos críticos de pesagem. Terminal de fácil navegação para total controle Análise de ruído Obtida a partir do desvio padrão resultante de processamento RMS de sinal em tempo real. PMOV Similar ao MOV, mas usado como medida auxiliar de estabilidade para processos de controle que utilizam o transmissor. MOV Sinal acionado quando da variação de peso maior que um limiar configurável (pode ser usado como medida da estabilidade do sinal). Comandos de zero e tara não são executados se o sinal MOV estiver acionado. Normalização Padronização da resposta da sensibilidade do sistema através de um Golden Standard. A normalização permite a troca de transmissores via EZ-SWAP, sem recalibração. Backups de calibração Restore points para as últimas 5 calibrações permitem recuperação em caso de operação equivocada. EZ-Swap Troque de equipamento instantaneamente sem recalibrar ou reconfigurar, reduzindo down-time e custos. Gere arquivo de backup, para recuperar seu sistema de pesagem em qualquer outra unidade. Alarmes Implemente estratégias de falha segura, via fieldbus, utilizando alarmes programáveis para operação fora de faixa de tensão, corrente e temperatura. SetPoints 32 SetPoints configuráveis para ganho ou perda, desacionamento por valor absoluto ou relativo e contando com recurso de travas. Suporta a Ilha de Válvulas e dosagens complexas.

5 Alimentação Tensão de entrada Consumo Condições de operação 9 Vcc a 28 Vcc 5 W Temperatura 0 C a +60 C Umidade De 10% a 95% de umidade relativa, não-condensante IP Code IP-20 Núcleo de pesagem Canais de pesagem 2 Faixa dinâmica -7 mv/v a +7 mv/v Resolução total 24 bits (19,5 ENOBs) Precisão > divisões de precisão absoluta em 2 mv/v, normalizada em fábrica com um Golden Standard de 50 nv/v de precisão básica Taxa de amostragem Default: 60 sps. Ajustável a 15, 30, 60, 120, 240, 480, 960, 1920, 3840 sps Filtros Bessel de 3ª ordem, com 10 filtros selecionáveis Corrente de células 500 ma total (32 células de carga de 350 ohms) Sensores Resolução 10 bits Temperatura -30 C a +100 C, resolução de 0,3 C Corrente de células 0 ma a 600 ma, resolução de 1 ma Tensão de entrada até 33 V, resolução de 32 mv Tensão de células 0 a 6 V, resolução de 5,8 mv Porta Monitor Canal de serviço Canal de comunicação ASCII, baud, 8, N, 1, terminal types TTY, VT100, ANSI Porta Main Fieldbus protocols DeviceNet (-D), Profibus DP (-P), Ethernet/IP (-E), Modbus RTU (-M) Porta Aux Fieldbus protocol Modbus RTU sobre RS485 Baudrates 4,8 k / 9,6 k / 19,2 k / 38,4 k / 57,6 k / 115,2 k / 125 k / 156,25 k / 208,333 k / 230,4 k / 312,5 k / 460,8 k / 625 k / 921,6 k Stop bits 1 ou 2 Paridade None, Odd, Even, One, Zero DataRelay PGM standard frame CCMD/ACMD, 8 words IN/OUT, compatível com firmware versão 1.xx PGM extended frame Até 48 words IN/OUT, mapeados na Shared Memory FIXED frame Até 48 words IN/OUT, mapeados na Shared Memory Shared Memory Tamanho 128 words para troca de dados entre frame PGM extended e frame FIXED Lista de CCMD Até 8 comandos CCMD podem ser mapeados na Shared Memory Logs System log Registro das últimas 1000 alterações de configuração Process log Registro dos últimos 500 comandos de processo (Zero, Tara, Destara, filtros) ProcesScope Formato de arquivo CSV (ASCII), com seleção de caracter separador Sinais analógicos ADC1 e ADC2, em formato floating point System bits Sinais internos de pesagem (MOV, PMOV, ZERO, TARA) User data Até 3 words mapeados pelo na Shared Memory, em formato signed integer User bits Até 16 bits mapeados pelo como uma word na Shared Memory Alfa Instrumentos Nov/2010. Todos os direitos reservados. São Paulo - Sede (11) Bahia (71) Bauru (14) Goiás (62) Minas Gerais (31) Paraná (41) Ribeirão Preto (16) Rio de Janeiro (21) Rio Grande do Sul (51) Santa Catarina (49) SAC

Manual de Configuração e Operação

Manual de Configuração e Operação ALFA INSTRUMENTOS ELETRÔNICOS LTDA Manual de Configuração e Operação Última alteração Número do documento 21/02/2013 10:56 0054.MN.01.A Este documento contém os procedimentos de configuração e operação

Leia mais

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados Solução Completa em Automação FieldLogger Registro e Aquisição de Dados Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um

Leia mais

Manual de Configuração e Operação

Manual de Configuração e Operação ALFA INSTRUMENTOS ELETRÔNICOS LTDA Manual de Configuração e Operação Última alteração Número do documento 21/02/2013 10:38 Este documento contém os procedimentos de configuração e operação do sistema de

Leia mais

Soluções de alto desempenho em pesagem industrial

Soluções de alto desempenho em pesagem industrial Soluções de alto desempenho em pesagem industrial Transmissor de pesagem 2710 4 Indicadores de pesagem linha 3100C 5 Indicadores de pesagem linha 3100C.S 5 Balança integradora de esteira Tetracell 6 Balanças

Leia mais

Transmissores RHT-WM-485-LCD, RHT-DM-485-LCD e RHT-P10-485-LCD

Transmissores RHT-WM-485-LCD, RHT-DM-485-LCD e RHT-P10-485-LCD Transmissores RHT-WM-485-LCD, RHT-DM-485-LCD e RHT-P10-485-LCD TRANSMISSOR DE TEMPERATURA E UMIDADE MANUAL DE INSTRUÇÕES V1.0x B 1 INTRODUÇÃO Os transmissores RHT-WM-485-LCD, RHT-DM-485-LCD e RHT-P10-485-

Leia mais

Transmissor de Pesagem 2710

Transmissor de Pesagem 2710 Transmissor de Pesagem 2710 Manual de Programação Comandos fi eldbus Cód. do documento: Versão do manual: rev. 0001 Versão do fi rmware: 2.0 Conteúdo Introdução. página 4 Modelo do Programador. página

Leia mais

Wireless Solutions BROCHURE

Wireless Solutions BROCHURE Wireless Solutions BROCHURE JUNHO 203 info@novus.com.br www.novus.com.br REV0803 Produto beneficiado pela Legislação de Informática. Transmissor de Temperatura e Umidade RHT-Air ISO 900 EMPRESA CERTIFICADA

Leia mais

Sistemas de controle para processos de bateladas

Sistemas de controle para processos de bateladas Sistemas de controle para processos de bateladas Por Alan Liberalesso* Há algum tempo os processos de batelada deixaram de ser um mistério nas indústrias e no ambiente de automação. O cenário atual nos

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

Transmissor RHT-WM-485-LCD e Transmissor RHT-DM-485-LCD

Transmissor RHT-WM-485-LCD e Transmissor RHT-DM-485-LCD Transmissor RHT-WM-485-LCD e Transmissor RHT-DM-485-LCD TRANSMISSOR DE TEMPERATURA E UMIDADE - MANUAL DE INSTRUÇÕES V1.0x A 1 INTRODUÇÃO Os transmissores RHT-WM-485-LCD e RHT-DM-485-LCD incorporam sensores

Leia mais

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05 Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração Revisão 1 Mai2005 O é um sistema inteligente de Monitoramento, Aquisição de Dados e Supervisão Local para utilização com os softwares da linha Dynamic.

Leia mais

Modelos de Redes em Camadas

Modelos de Redes em Camadas Modelos de Redes em Camadas Prof. Gil Pinheiro 1 1. Arquitetura de Sistemas de Automação Sistemas Centralizados Sistemas Distribuídos Sistemas Baseados em Redes Arquitetura Cliente-Servidor 2 Sistemas

Leia mais

Relé de proteção do diferencial 865

Relé de proteção do diferencial 865 Relé de proteção do diferencial 865 Para a proteção do diferencial de motores, transformadores e geradores Boletim 865, Série A Guia de especificações Sumário Página de descrição da seção 1.0 Características

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

O que são sistemas supervisórios?

O que são sistemas supervisórios? O que são sistemas supervisórios? Ana Paula Gonçalves da Silva, Marcelo Salvador ana-paula@elipse.com.br, marcelo@elipse.com.br RT 025.04 Criado: 10/09/2004 Atualizado: 20/12/2005 Palavras-chave: sistemas

Leia mais

Micro Controladores Programáveis

Micro Controladores Programáveis Micro Controladores Programáveis Transformando energia em soluções Compacto, fácil de programar e com excelente custo benefício, o ganha mais recursos de software e hardware, podendo assim atender a uma

Leia mais

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação 857 Sistema de proteção Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação Sumário Seção Descrição Página 1.0 Funções de proteção... 1 Proteção Synchrocheck (25)... 1 Proteção

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS SYSTEM SLIO Sistema de I/Os Remotos Simples e inteligente, o System Slio é um sistema de I/O s descentralizado, eficaz e moderno. Foi especialmente projetado

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Redes Industriais Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Capítulo 2 Meio Físicos A automação no meio produtivo Objetivos: Facilitar os processos produtivos

Leia mais

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento Romeu Reginato Julho de 2007 Rede. Estrutura de comunicação digital que permite a troca de informações entre diferentes componentes/equipamentos

Leia mais

Especificações Técnicas e Funcionais

Especificações Técnicas e Funcionais Introdução Especificações Técnicas e Funcionais A presente Especificação, elaborada pela São Paulo Transporte S.A. SPTrans, tem como objetivo estabelecer os requisitos técnicos, operacionais e funcionais

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Sistemas Supervisórios

Sistemas Supervisórios Sistemas Supervisórios Prof a. Michelle Mendes Santos michelle@cpdee.ufmg.br Sistemas Supervisórios Objetivos: Apresentação e posicionamento da utilização de sistemas supervisórios em plantas industriais;

Leia mais

CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420

CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420 CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420 Catálogo do Transmissor Gravimétrico de Densidade DG-420 Pág. 1 TRANSMISSOR UNIPRO IV ESPECIFICAÇÕES Alimentação: Alimentação universal

Leia mais

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis As melhores soluções para sua Automação Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis Disponíveis em nosso site www.weg.com.br Softwares WEG Automação Alguns dos softwares

Leia mais

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView Sistema de Gerenciamento DmView O DmView é o Sistema de Gerência desenvolvido para supervisionar e configurar os equipamentos DATACOM, disponibilizando funções para gerência de supervisão, falhas, configuração,

Leia mais

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem WT1000-LED Manual Técnico Versão A12-03 Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você

Leia mais

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação (do latim Automatus, que significa mover-se por si) ; Uso de máquinas para controlar e executar suas tarefas quase sem interferência humana, empregando

Leia mais

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104 UMG 104 UMG 104-Mais do que um ples Multímetro O UMG 104 equipado com um DSP de 500 MHz (processador de sinal digital) é um analisador de tensão muito rápido e potente. A varredura contínua dos 8 canais

Leia mais

Protocolo de Comunicação TA3840C

Protocolo de Comunicação TA3840C Protocolo de Comunicação TA3840C INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem a autorização prévia da HONEYWELL MARINE Protocolo

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 15 até 15.2.1 Moraes Engenharia de Automação Industrial 2ª. Edição LTC Cap.: 6.3 até 6.3.1 1. Primeira prova 32 pt 2.

Leia mais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais BI AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL Sistema Integrado de Teste em Umbilicais Objetivos da Apresentação Demonstrar a Arquitetura de hardware e software da National Instruments utilizada na solução; Discutir

Leia mais

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição Uma solução completa para a medição e monitoramento de um vasto conjunto de grandezas elétricas, com indicações de valores individuais para

Leia mais

Interfaces Homem-Máquina

Interfaces Homem-Máquina Interfaces Homem-Máquina www.altus.com.br Muito mais que IHMs Insuperável: gráficos vetoriais em hardware de alto desempenho Interativa: comunicação com diversos dispositivos de automação Intuitiva: biblioteca

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador P7C - HI Tecnologia 7C O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta na versão

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE Aquisição de Solução de Criptografia para Backbone da Rede da Dataprev ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE 1.1 Cada appliance deverá ser instalado em rack de 19 (dezenove) polegadas

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

SIMATIC Sistemas de visão Produtividade e qualidade asseguradas. integrador certificado: SOLUCOES INTELIGENTES

SIMATIC Sistemas de visão Produtividade e qualidade asseguradas. integrador certificado: SOLUCOES INTELIGENTES SIMATIC Sistemas de visão Produtividade e qualidade asseguradas integrador certificado: SOLUCOES INTELIGENTES Sistemas de visão Visão geral da linha de produtos Série SIMATIC VS720A - As câmeras inteligentes

Leia mais

FieldLogger. Apresentação

FieldLogger. Apresentação Solução Completa Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um módulo de leitura e registro de variáveis analógicas,

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M MORAES, C. C. Engenharia de Automação Industrial, Cap. 6 Tanenbaum, Redes de Computadores, Cap. 1.2 AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 15.3 Escravo é um

Leia mais

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX

Estes módulos estão disponível para: DST4602, GCXXX DST4601PX DITHERM, DIGRIN, DIVIT são módulos eletrônicos microprocessados que permitem expandir as entradas analógicas de vários controladores SICES para grupos geradores. Mais concretamente: O módulo DITHERM permite

Leia mais

Para o futuro, padronizado e com plataforma cruzada

Para o futuro, padronizado e com plataforma cruzada Para o futuro, padronizado e com plataforma cruzada Rede é a resposta! O que muitos acreditavam ser uma tendência atual foi padronizado na HEUFT há muito tempo: nós introduzimos uma família de equipamentos

Leia mais

DeviceNet Drive Profile CFW-09

DeviceNet Drive Profile CFW-09 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas DeviceNet Drive Profile CFW09 Manual da Comunicação Manual da Comunicação DeviceNet Drive Profile Série: CFW09 Idioma: Português Versão de Software:

Leia mais

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Redes Industriais Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Capítulo 3 Rede AS-I Actuador - Sensor - Interface Capítulo 3 Histórico A rede AS-Interface

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 16 MORAES, C. C. Engenharia de Automação Industrial, Cap. 6 Microeletrônica equipamentos microprocessados necessidade

Leia mais

PanelView 800. Soluções de vizualização para máquinas de pequeno porte da Allen-Bradley

PanelView 800. Soluções de vizualização para máquinas de pequeno porte da Allen-Bradley PanelView 800 Soluções de vizualização para máquinas de pequeno porte da Allen-Bradley PanelView 800 Terminais gráficos PanelView 800 Quando você busca agregar valor e reduzir o custo da sua interface

Leia mais

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Flexibilidade, confiabilidade e segurança na detecção de incêndios. Sistemas Endereçáveis Analógicos Módulos e Cartões de Comunicação Dispositivo de Análise de Laço

Leia mais

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S UMG 96S UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida Os instrumentos de medição universal com montagem embutida da família de produto UMG 96S foram principalmente concebidos para utilização

Leia mais

CLP Controlador Lógico Programável

CLP Controlador Lógico Programável CLP Controlador Lógico Programável O primeiro controlador Lógico Programável nasceu na General Motors Americana em 1968, em função da dificuldade de se alterar a lógica dos circuitos em painéis de relés

Leia mais

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência 2 Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência A Família PS 6000 é o mais recente sistema de solda por resistência

Leia mais

Características e Configuração da Série Ponto

Características e Configuração da Série Ponto Série Ponto A Série Ponto oferece a melhor solução para sistemas de controle distribuído com E/S remotas. Possui uma arquitetura flexível que permite o acesso a módulos remotos via diferentes padrões de

Leia mais

Micro Controladores Programáveis

Micro Controladores Programáveis Micro Controladores Programáveis Transformando energia em soluções Os Micro Controladores Programáveis linha Clic WEG, caracterizam-se pelo seu tamanho compacto, fácil programação e excelente custo-benefício.

Leia mais

1. MEDIDORES E ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA JANITZA

1. MEDIDORES E ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA JANITZA Conteúdo 1. MEDIDORES E ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA JANITZA... 2 1.1. UMG 103... 2 1.2. UMG 104... 2 1.3. UMG 96L e UMG 96... 3 1.4. UMG 96S... 3 1.5. UMG 96RM... 4 1.6. UMG 503... 4 1.7. UMG

Leia mais

Simplifique a complexidade do sistema

Simplifique a complexidade do sistema 1 2 Simplifique a complexidade do sistema Com o novo controlador de alto desempenho CompactRIO Rodrigo Schneiater Engenheiro de Vendas National Instruments Leonardo Lemes Engenheiro de Sistemas National

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

Registrador Field Logger

Registrador Field Logger Registrador Field Logger REGISTRADOR ELETRÔNICO MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0X INTRODUÇÃO Este é um equipamento de aquisição e registro de variáveis analógicas. Opera como um Registrador Eletrônico de dados,

Leia mais

O Modelo OSI Open Systems Interconection Redes Industriais Semestre 02/2015

O Modelo OSI Open Systems Interconection Redes Industriais Semestre 02/2015 O Modelo OSI Open Systems Interconection Redes Industriais Semestre 02/2015 Engenharia de Controle e Automação Introdução Dentro de uma rede, a comunicação entre controladores e estações é possível pela

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

SCADA Software - Superview BROCHURE

SCADA Software - Superview BROCHURE SCADA Software - Superview BROCHURE JUNHO 2013 Solução Completa em Automação SCADA SuperView Registro e Aquisição de Dados Flexibilidade Interface amigável Vantagem competitiva Requisitos ANVISA e FDA

Leia mais

Gateway Ethernet ModBus/RTU LME-200

Gateway Ethernet ModBus/RTU LME-200 Gateway Ethernet ModBus/RTU LME-200 Manual do usuário Gateway Ethernet Modbus/RTU MAN-DE-LME200 Rev.: 3.00-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Gateway Ethernet Modbus/RTU LME-200. Para garantir

Leia mais

Gerenciamento de software como ativo de automação industrial

Gerenciamento de software como ativo de automação industrial Gerenciamento de software como ativo de automação industrial INTRODUÇÃO Quando falamos em gerenciamento de ativos na área de automação industrial, fica evidente a intenção de cuidar e manter bens materiais

Leia mais

Automação Industrial Parte 2

Automação Industrial Parte 2 Automação Industrial Parte 2 Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html Perspectiva Histórica Os primeiros sistemas de controle foram desenvolvidos durante a Revolução

Leia mais

Manual da Comunicação Modbus-RTU

Manual da Comunicação Modbus-RTU Manual da Comunicação Modbus-RTU Relé Inteligente Série: SRW 01 Idioma: Português Documento: 10000013033 / 00 12/2007 Sobre o manual Sumário SOBRE O MANUAL...5 ABREVIAÇÕES E DEFINIÇÕES... 5 REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Relé Inteligente SRW 01 V1.3X

Relé Inteligente SRW 01 V1.3X Motores Energia Automação Tintas Relé Inteligente SRW 01 V1.3X Manual da Comunicação Modbus-RTU Manual da Comunicação Modbus-RTU Série: SRW 01 Versão do Firmware: V1.3X Idioma: Português Nº do Documento:

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Um Único Dispositivo para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Introdução aos Sistemas Operacionais

Arquitetura de Computadores. Introdução aos Sistemas Operacionais Arquitetura de Computadores Introdução aos Sistemas Operacionais O que é um Sistema Operacional? Programa que atua como um intermediário entre um usuário do computador ou um programa e o hardware. Os 4

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

Redes Industriais ModBus RTU

Redes Industriais ModBus RTU Padrão EIA RS-232 O padrão RS (Recommended Standart) é uma padronização de interface para comunicação de dados criada nos anos 60 por um comitê da Electronic Industries Association (EIA). O equipamento

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Sistemas de Entrada/Saída Princípios de Hardware Sistema de Entrada/Saída Visão Geral Princípios de Hardware Dispositivos de E/S Estrutura Típica do Barramento de um PC Interrupções

Leia mais

Treinamentos 2014. GE Intelligent Platforms

Treinamentos 2014. GE Intelligent Platforms Treinamentos 2014 GE Intelligent Platforms Curso de Configuração e Operação Painel de Operação IHM Quick Panel Permitir ao aluno conhecer o Painel de Operação Quick Panel View IHM, suas características

Leia mais

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada.

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada. Editor de Ladder para VS7 Versão Teste O editor de ladder é um software de programação que permite que o VS7 e o µsmart sejam programados em linguagem de contatos. Esse editor está contido na pasta Público

Leia mais

T500 Elite - Hotbus TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia

T500 Elite - Hotbus TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia TM Sistema de Amplo Monitoramento de Planta para Elevadores de Caçamba e Transportadores de Correia APLICAÇÃO Monitor para alinhamento de correia, velocidade da correia, temperatura de rolamento contínua,

Leia mais

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas IW10 Rev.: 02 Especificações Técnicas Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 2. COMPOSIÇÃO DO IW10... 2 2.1 Placa Principal... 2 2.2 Módulos de Sensores... 5 3. APLICAÇÕES... 6 3.1 Monitoramento Local... 7 3.2 Monitoramento

Leia mais

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local SUBESTAÇÕES Comando de controle e Scada local COMANDO DE CONTROLE E SCADA LOCAL A solução fornecida pela Sécheron para o controle local e para o monitoramento das subestações de tração é um passo importante

Leia mais

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev P27070 - Rev. 0 1. RESTRIÇÕES DE FUNCIONAMENTO RECEPTOR IP ÍNDICE 1. Restrições de Funcionamento... 03 2. Receptor IP... 03 3. Inicialização do Software... 03 4. Aba Eventos... 04 4.1. Botão Contas...

Leia mais

Registrador FieldLogger

Registrador FieldLogger Registrador FieldLogger REGISTRADOR ELETRÔNICO - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.2x INTRODUÇÃO Este é um equipamento de aquisição e registro de variáveis analógicas. Opera como um Registrador Eletrônico de dados,

Leia mais

Notas de Aplicação. Utilizando o servidor de comunicação SCP Server. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Utilizando o servidor de comunicação SCP Server. HI Tecnologia. Documento de acesso público Notas de Aplicação Utilizando o servidor de comunicação SCP Server HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.00024 Versão 1.02 dezembro-2006 HI Tecnologia Utilizando o servidor de comunicação SCP Server

Leia mais

ADS2002IP. Sistema de Aquisição de Dados Integrado, compacto e modular

ADS2002IP. Sistema de Aquisição de Dados Integrado, compacto e modular ADS2002IP Sistema de Aquisição de Dados Integrado, compacto e modular Imagem ilustrativa do ADS2002IP-B-3 (SF2034) Versatilidade ³ O ADS2002IP é um sistema de aquisição de dados modular e compacto da série

Leia mais

IO-Link T15 - Soluções em sensores inteligentes IO Link

IO-Link T15 - Soluções em sensores inteligentes IO Link 5058-CO900F IO-Link T15 - Soluções em sensores inteligentes IO Link Programação Quem/O que é IO-Link? A importância do IO-Link Exemplos de aplicações (situações de uso) Arquitetura do Sistema IO-Link Configuração/Demonstração

Leia mais

METTLER TOLEDO Tecnologia de Sensores Analíticos Digitais

METTLER TOLEDO Tecnologia de Sensores Analíticos Digitais METTLER TOLEDO Tecnologia de Sensores Analíticos Digitais ISA Distrito 4 Seção Vale do Paraíba Jacareí SP Setembro de 2009 Ciro Medeiros Bruno Especialista em Desenvolvimento de Mercado Mettler Toledo

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

Aula III Redes Industriais

Aula III Redes Industriais Aula III Redes Industriais Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Disciplina: Instrumentação e Automação Industrial I(ENGF99) Professor: Eduardo Simas(eduardo.simas@ufba.br) 1 Introdução Muitas

Leia mais

GMT6-C. Monitor de Temperatura Digital. Manual de Instalação e Operação Revisão 03 de 29-10-2009 MGBR08231

GMT6-C. Monitor de Temperatura Digital. Manual de Instalação e Operação Revisão 03 de 29-10-2009 MGBR08231 GRAMEYER Equipamentos Eletrônicos Ltda / GRAMEYER Indústria Eletroeletrônica Ltda. R. Mal. Castelo Branco, 2477 Schroeder SC Brasil 89275-000 e-mail: seriados@grameyer.com.br - www.grameyer.com.br Fones:

Leia mais

Interfaces Homem-Máquina Universais (IHM) Aplicações e Características Principais

Interfaces Homem-Máquina Universais (IHM) Aplicações e Características Principais Interfaces Homem-Máquina Universais (IHM) Aplicações e Características Principais A grande versatilidade da nossa família deinterfaces Homem-Máquina (IHM)permite que a mesma seja utilizada nas mais diversas

Leia mais

mod.2222 Comandos de Pesagem para Profibus-DP

mod.2222 Comandos de Pesagem para Profibus-DP mod.2222 Comandos de Pesagem para Profibus-DP REVISÃO 1.0 20/01/2003 Índice CAPÍTULO 1: Apresentação CAPÍTULO 2: Rede Profibus-DP CAPÍTULO 3: Gateway MOD2222 CAPÍTULO 4: Comandos de Pesagem CAPÍTULO 5:

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

Projetos tecnológicos especiais

Projetos tecnológicos especiais Apresentação Projetos tecnológicos especiais comunicação, controle e informação A Real Fábrica é uma empresa especializada no desenvolvimento e implantação de projetos personalizados de automação comunicação

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Série Nexto

Descrição do Produto. Dados para Compra. Série Nexto Descrição do Produto A é uma poderosa e completa série de Controladores Programáveis (CP) com características exclusivas e inovadoras. Devido a sua flexibilidade, design inteligente, recursos de diagnósticos

Leia mais

Família CJ2. Novos CLPs com alta qualidade comprovada. Controladores Programáveis

Família CJ2. Novos CLPs com alta qualidade comprovada. Controladores Programáveis Controladores Programáveis Família CJ2 Novos CLPs com alta qualidade comprovada. >> Flexibilidade em comunicação >> Desenvolvimento mais rápido de máquinas >> Inovação através da evolução Inovação sem

Leia mais

Sistemas de Automação

Sistemas de Automação Sistemas de Automação Introdução Walter Fetter Lages w.fetter@ieee.org Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Programa de Pós-Graduação em Engenharia

Leia mais

Manual dos comandos em Modbus-RTU

Manual dos comandos em Modbus-RTU ALFA INSTRUMENTOS ELETRÔNICOS LTDA Manual dos comandos em Modbus-RTU Última alteração Número do documento 20/06/2013 09:12 Este documento contém os comandos disponíveis no protocolo de comunicação Modbus-RTU

Leia mais

RUA ÁLVARO CHAVES, 155 PORTO ALEGRE RS BRASIL 90220-040

RUA ÁLVARO CHAVES, 155 PORTO ALEGRE RS BRASIL 90220-040 RUA ÁLVARO CHAVES, 155 PORTO ALEGRE RS BRASIL 90220-040 TEL: (51) 3323 3600 FAX: (51) 3323 3644 info@novus.com.br mypclab MANUAL DE INSTRUÇÕES INTRODUÇÃO O mypclab é um módulo de aquisição de variáveis

Leia mais

Analisador de Linhas TN-10E

Analisador de Linhas TN-10E Analisador de Linhas TN-10E O Analisador de Linhas TN-10E é um instrumento compacto com capacidade de realizar medições digitais e analógicas para testes e ensaios em linhas de transmissão de dados que

Leia mais