Nomes: Questão 1 Vulnerabilidade: SQL Injection (Injeção de SQL):

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nomes: Questão 1 Vulnerabilidade: SQL Injection (Injeção de SQL):"

Transcrição

1 Nomes: Questão 1 Vulnerabilidade: SQL Injection (Injeção de SQL): Nos últimos anos uma das vulnerabilidades mais exploradas por usuários mal-intencionados é a injeção de SQL, onde o atacante realiza uma inserção de código SQL em campos desprotegidos e obtém acesso a áreas não autorizadas, dados sigilosos e diversos outras funções. Neste desafio seu objetivo será acessar a área administrativa do sistema desenvolvido através da injeção de código SQL, como dica para a resolução deste desafio pense em um código SQL e como burlar seu resultado. Caso obtenha sucesso no acesso à área administrativa, tente utilizar alguma ferramenta de SQL Injection, como por exemplo o SQL Map e realize um select em alguma tabela do banco de dados.

2 Questão 2 Vulnerabilidade: OS Command Injection (Injeção de comandos do sistema operacional): Esta vulnerabilidade quando não tratada corretamente expõe o sistema a um grave risco, na qual algum atacante pode realizar a injeção de comando diretamente no host. Geralmente a criação de diretórios em sistemas web é realizada através de comandos do sistema operacional como exec, system, etc., tente realizar a execução de algum comando do sistema operacional através da aplicação Web em PHP, como exemplo o ipconfig ou dir.

3 Questão 3 Vulnerabilidade: Cross-site Scripting (XSS) O XSS é uma vulnerabilidade que tem sido muito explorada nos últimos anos, seu principal problema é a execução de código no browser do usuário sem a intervenção do mesmo. Com base nesta afirmação verifique em qual parte do sistema é possível explorar essa vulnerabilidade e tente realizar um javascript, por exemplo, no sistema web.

4 Questão 4 Vulnerabilidade: Missing Authentication for Critical Function (Falta de autenticação para funções críticas) Algumas funções em sistemas WEB são críticas por diversas razões, geralmente em sistema que realizam cadastro de clientes, os dados armazenados como CPF, endereço, telefone, etc., necessitam de um cuidado especial, pois se algum usuário mal intencionado obter acesso pode realizar diversos crimes e prejudicar a empresa que teve o sistema explorado. Devido a essa razão verifique o acesso a alguma função crítica que tem fundamental importância no sistema e que necessitaria de um cuidado especial na autenticação, outro ponto interessante a ressaltar é que em alguns sistemas programadores descuidados deixam links para páginas muito importantes e que não estão protegidas no código HTML. Tente descobrir qual seria a(s) função (ões) crítica(s) desprotegida(s) e o link para esta função.

5 Questão 5 Vulnerabilidade: Missing Authorization (Falta de autenticação) Um grave problema encontrado em muitos sistemas Web atualmente é a falta de autenticação para páginas ou funções restritas, o que acaba expondo em muitos casos dados sigilosos, informações ou funções que podem permitir a atacantes realizar acessos ou ações não autorizadas no sistema. Tente realizar o acesso a alguma função da área administrativa sem realizar o login no sistema.

6 Questão 6 Vulnerabilidade: Use of Hard-coded Credentials (Uso de credencias no código) Em diversos sistemas é possível localizar credencias de acesso salvas na codificação das páginas o que permite para algum atacante analisar o código fonte do site e realizar acessos não autorizados facilmente. Nesta vulnerabilidade descubra qual usuário e senha estão embutidos no código fonte do sistema e avalie sua utilização.

7 Questão 7 Vulnerabilidade: Missing Encryption of Sensitive Data (Falta de encriptação de dados sensíveis) Atualmente é possível verificar que diversas aplicações não realizam a encriptação de informações sensíveis e que caso sejam divulgadas podem prejudicar a imagem de empresas ou causar transtornos aos donos das informações. Com base nesta informação verifique se as informações sigilosas neste sistema são armazenadas no banco de dados criptografadas.

8 Questão 8 Vulnerabilidade: Unrestricted Upload of File with Dangerous Type (Upload irrestrito de arquivos de tipos perigosos) Em diversos sistemas Web é possível encontrar upload de arquivos como fotos, músicas, filmes, etc., em algumas aplicações não é realizado checagem na extensão o que acaba permitindo muitas vezes a usuários mal-intencionados disponibilizar arquivos perigosos nos sites e enviar o link para diversos usuários que podem, sem o devido conhecimento, instalar backdoors ou outras ameaças. Tendo em vista a afirmação acima verifique na aplicação em qual (is) parte(s) está vulnerabilidade pode ser explorada.

9 Questão 9 Vulnerabilidade: Reliance on Untrusted Inputs in a Security Decision (Confiança em entradas não-confiáveis em uma decisão segura) Uma grave falha no controle de acesso em aplicações Web é a confiança em entradas de dados ou variáveis que podem ser alteradas facilmente por algum atacante. Nos sistemas desenvolvidos com áreas restritas muitas vezes as autenticações se baseiam em cookies e sessões para verificar se determinado usuário possui permissão de acesso à função ou página. Com base neste problema enfrentado em diversos sistemas verifique na aplicação qual seria à área restrita que possui uma validação da autenticação que apresenta esta falha.

10 Questão 10 Vulnerabilidade: Cross-Site Request Forgery (CSRF) Esta vulnerabilidade está presente atualmente em muitas aplicações disponíveis na Internet, esse problema ocorre geralmente quando usuários já autenticados em algum sistema podem executar ações automaticamente utilizando apenas a URL ou endereço da aplicação. Por exemplo, se algum usuário autenticado pode excluir ou incluir algum dado no sistema apenas utilizando uma URL é possível para algum atacante enviar a URL para vítima e esta executar alguma ação sem conhecimento. Tente executar no sistema alguma ação apenas utilizando a URL de acesso quando estiver autenticado na área administrativa.

11 Questão 11 Vulnerabilidade: Path Traversal (Limitação incorreta do caminho de um diretório restrito) A criação de diretórios ou arquivos é uma área muito sensível em qualquer aplicação voltada para a Web, pois se ocorrer algum descuido tanto na aplicação como na configuração do ambiente é possível criar pastas ou arquivos que podem ser utilizados como backdoors para acesso não autorizado. Teste a aplicação verificando se é possível criar algum diretório ou arquivo fora dos caminhos pré-definidos no sistema.

12 Questão 12 Vulnerabilidade: Use of a Broken or Risky Cryptographic Algorithm (Uso de um algoritmo criptográfico quebrado ou com riscos) Com o passar dos anos muitos algoritmos criptográficos foram sendo quebrados ou expostos através de vulnerabilidades descobertas, entre eles 3DES, DES, entre outros. Com base nesta informação verifique no sistema a utilização de um algoritmo criptográfico quebrado e realize testes de exploração dos dados criptografados.

13 Questão 13 Vulnerabilidade: Improper Restriction of Excessive Authentication Attempts (Restrição incorreta de excessivas tentativas de autenticação) A parte de autenticação dos sistemas atualmente é uma das áreas mais exploradas e com maior tentativa de acesso não autorizado, visto que na maior parte das aplicações permitem acesso a informações criticas ou funções primordiais nos sistemas. Tendo em vista esta vulnerabilidade realize testes no sistema para verificar se está exposto a este problema de segurança.

14 Questão 14 Vulnerabilidade: Open Redirect (Redirecionamento de URL para sites não confiáveis) O redirecionamento aberto (open redirect) é quando alguns sites permitem o redirecionamento para outras páginas através de variáveis recebidas de forma insegura, o que permite a usuários mal-intencionados utilizar em alguns casos sites confiáveis como forma de camuflar o acesso a urls maliciosas ou que contenham scripts prontos para corromper ou atacar o computador dos usuários que acessarem o link redirecionado. Teste o sistema para verificar se o mesmo possui está vulnerabilidade e se é possível redirecionar para algum site malicioso com parâmetros inseguros.

15 Questão 15 Vulnerabilidade: Use of a One-Way Hash without a Salt (Uso de Hash de mão única sem salto) A utilização de algoritmos de Hash está em crescimento nos últimos anos principalmente na parte de armazenamento de informações criticas em bancos de dados como usuários e senhas, porém ao realizar a criação do hash sem a execução de um salto extra é possível que algum usuário mal intencionado tenha maior facilidade na tentativa de descobrir a informação que foi gerada através do algoritmo. Verifique no sistema se é realizado o salto extra durante a criação do hash na área de criação dos usuários.

16 Após o término das questões, se possível responder o seguinte questionário para analisar o resultado do estudo: https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dgiwtlfhc0r0sjh0b3p4rzfytedde nc6mq

Top Ten OWASP. Fausto Levandoski 1. Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000 São Leopoldo RS Brasil. farole@gmail.

Top Ten OWASP. Fausto Levandoski 1. Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000 São Leopoldo RS Brasil. farole@gmail. Top Ten OWASP Fausto Levandoski 1 1 Universidade do Vale do Rios dos Sinos (UNISINOS) Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000 São Leopoldo RS Brasil farole@gmail.com Abstract.

Leia mais

Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet

Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet Por Matheus Orion OWASP A Open Web Application Security Project (OWASP) é uma entidade sem fins lucrativos e de reconhecimento internacional,

Leia mais

VULNERABILIDADES WEB v.2.2

VULNERABILIDADES WEB v.2.2 VULNERABILIDADES WEB v.2.2 $ whoami Sgt NILSON Sangy Computer Hacking Forensic Investigator Analista de Segurança da Informação Guerreiro Cibernético $ ls -l /etc 1. Contextualização 2. OWASP 2.1. Injeção

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 9: Segurança em Aplicações Web Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Quando se fala em segurança na WEB é preciso pensar inicialmente em duas frentes:

Leia mais

Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu

Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu Prof. Hederson Velasco Ramos Uma boa maneira de analisar ameaças no nível dos aplicativo é organiza las por categoria de

Leia mais

Segurança em aplicações web: pequenas ideias, grandes resultados Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com

Segurança em aplicações web: pequenas ideias, grandes resultados Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Segurança em aplicações web: pequenas ideias, grandes resultados alexcamargoweb@gmail.com Sobre o professor Formação acadêmica: Bacharel

Leia mais

Recomendações de Segurança para Desenvolvimento de Aplicações Web

Recomendações de Segurança para Desenvolvimento de Aplicações Web Recomendações de Segurança para Desenvolvimento de Aplicações Web Índice 1. INTRODUÇÃO...3 1.1 CONTROLE DE VERSÃO...3 1.2 OBJETIVO...3 1.3 PÚBLICO - ALVO...4 2 VULNERABILIDADES COMUNS...4 2.1 INJEÇÃO DE

Leia mais

Cartilha de Desenvolvimento Seguro

Cartilha de Desenvolvimento Seguro Cartilha de Desenvolvimento Seguro Alexandre Vargas Amador e Fausto Levandoski¹ 1 Universidade do Vale do Rios dos Sinos (UNISINOS) Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000

Leia mais

XSS - CROSS-SITE SCRIPTING

XSS - CROSS-SITE SCRIPTING Segurança XSS - CROSS-SITE SCRIPTING XSS - CROSS-SITE SCRIPTING Vamos supor a seguinte situação: O site ingenuo.com tem um fórum As pessoas escrevem comentários nesse fórum e eles são salvos diretamente

Leia mais

Ameaças, riscos e vulnerabilidades Cont. Objetivos

Ameaças, riscos e vulnerabilidades Cont. Objetivos Ameaças, riscos e vulnerabilidades Cont. Prof. Esp. Anderson Maia E-mail: tecnologo.maia@gmail.com Objetivos entender a definição dos termos hacker, cracker e engenharia social; compreender a anatomia

Leia mais

Análise de Vulnerabilidades em Aplicações WEB

Análise de Vulnerabilidades em Aplicações WEB Análise de Vulnerabilidades em Aplicações WEB Apresentação Luiz Vieira Construtor 4Linux Analista e Consultor de Segurança 15 anos de experiência em TI Pen-Tester Articulista sobre Segurança de vários

Leia mais

O atacante pode roubar a sessão de um usuário legítimo do sistema, que esteja previamente autenticado e realizar operações que o mesmo poderia.

O atacante pode roubar a sessão de um usuário legítimo do sistema, que esteja previamente autenticado e realizar operações que o mesmo poderia. Explorando e tratando a falha de Cross-site-scripting (XSS) 1 D E D E Z E M B R O D E 2 0 1 5 Muito pouco falada e com alto nível crítico dentro das vulnerabilidades relatadas, o Cross-site-scripting (XSS)

Leia mais

Tecnologias WEB Web 2.0

Tecnologias WEB Web 2.0 Tecnologias WEB Web 2.0 Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2 Conceitos A Web 2.0 marca uma tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração entre seres humanos, sites e serviços

Leia mais

Campus Party 2016 São Paulo, SP 27 de janeiro de 2016

Campus Party 2016 São Paulo, SP 27 de janeiro de 2016 Campus Party 2016 São Paulo, SP 27 de janeiro de 2016 WORKSHOP: Programação segura para WEB Dionathan Nakamura nakamura@cert.br Agenda 14:15 16:00 10-20 min: configuração inicial 30-45 min: parte teórica

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br. Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br. Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009 PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Auditoria i e Análise de Segurança da Informação Segurança e Confiabilidade Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009 Dados e Informação Dado é a unidade básica

Leia mais

1 SQL Injection A consulta normal SQL seria:

1 SQL Injection A consulta normal SQL seria: HTTP Testando aplicação Web. Pegaremos dois tipos de ataques dentre os top 10 do OWASP 1 SQL Injection A consulta normal SQL seria: SELECT * FROM Users WHERE Username='$username' AND Password='$password'

Leia mais

Segurança na WEB Ambiente WEB estático

Segurança na WEB Ambiente WEB estático Segurança de Redes Segurança na WEB Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Servidor IIS Apache Cliente Browser IE FireFox Ambiente WEB estático 1 Ambiente Web Dinâmico Servidor Web Cliente Navegadores

Leia mais

Construindo uma aplicação PHP à Prova de Balas

Construindo uma aplicação PHP à Prova de Balas Construindo uma aplicação PHP à Prova de Balas Rafael Jaques FISL 11 - Porto Alegre - 24/07/10 Buscai primeiro o reino do Senhor e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas (Mateus

Leia mais

Proposta de pentest. O pentest realizado vai desde ataques aos servidores até testes na programação das aplicações com tentativas reais de invasão;

Proposta de pentest. O pentest realizado vai desde ataques aos servidores até testes na programação das aplicações com tentativas reais de invasão; initsec Proposta de pentest 1. O que é? Pentest (Penetration Test) é uma avaliação de maneira realista da segurança empregada em aplicações web e infraestruturas de TI no geral. O Pentest constitui da

Leia mais

Segurança e Insegurança em Aplicações Internet Java EE. Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br

Segurança e Insegurança em Aplicações Internet Java EE. Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br Segurança e Insegurança em Aplicações Internet Java EE Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br 2/33 3/33 Sua Rede Está Segura? Seus servidores e desktops estão seguros: Firewall, anti-vírus,

Leia mais

Segurança em Sistemas Web. Addson A. Costa

Segurança em Sistemas Web. Addson A. Costa Segurança em Sistemas Web Addson A. Costa Spoofing de formulários Spoofing consiste em falsificação, por exemplo, na área de redes um computador pode roubar o IP de outro e assim fazer-se passar por ele.

Leia mais

(In)Segurança em Aplicações Web. Marcelo Mendes Marinho mmarinho@br.ibm.com Thiago Canozzo Lahr tclahr@br.ibm.com

(In)Segurança em Aplicações Web. Marcelo Mendes Marinho mmarinho@br.ibm.com Thiago Canozzo Lahr tclahr@br.ibm.com (In)Segurança em Aplicações Web Marcelo Mendes Marinho mmarinho@br.ibm.com Thiago Canozzo Lahr tclahr@br.ibm.com Agenda Introdução Porque segurança em aplicações é prioridade? Principais causas de vulnerabilidades

Leia mais

Segurança da Internet. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Segurança da Internet Outubro, 2013 2012 1

Segurança da Internet. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Segurança da Internet Outubro, 2013 2012 1 Segurança da Internet Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com Outubro, 2013 2012 1 CV Nome: Ricardo Terra Email: rterrabh [at] gmail.com www: ricardoterra.com.br Twitter: rterrabh Lattes: lattes.cnpq.br/

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Segurança e Vulnerabilidades em Aplicações Web jobona@terra.com.br Definição: Segurança Segundo o dicionário da Wikipédia, o termo segurança significa: 1. Condição ou estado de

Leia mais

Segurança no Desenvolvimento de Aplicações Web. Security in Web Applications Development

Segurança no Desenvolvimento de Aplicações Web. Security in Web Applications Development Segurança no Desenvolvimento de Aplicações Web Security in Web Applications Development Jonas Alves de Oliveira 1 Leonardo Luiz Teodoro Campos 2 Cristiano Antônio Rocha Silveira Diniz 3 Resumo: Este artigo

Leia mais

Ataques a Aplicações Web

Ataques a Aplicações Web Ataques a Aplicações Web - Uma visão prática - Carlos Nilton A. Corrêa http://www.carlosnilton.com.br/ ccorrea@unimedrj.com.br @cnacorrea Agenda 1. Panorama da (in)segurança web 2. Google hacking 3. SQL

Leia mais

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Julho / 2.012 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 29/07/2012 1.0 Versão inicial Ricardo Kiyoshi Página 2 de 11 Conteúdo 1. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais PRERELEASE 03/07/2011 Avisos legais Avisos legais Para consultar avisos legais, acesse o site http://help.adobe.com/pt_br/legalnotices/index.html.

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Quanto mais informações você disponibiliza na Internet, mais difícil se torna preservar a sua privacidade Nada impede que você abra mão de sua privacidade e, de livre e espontânea

Leia mais

Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Enginner

Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Enginner Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Enginner Objetivo Disseminar boas práticas para o desenvolvimento de código seguro em php. Exemplificar como são feitos os ataques e suas respectivas

Leia mais

Verificação em duas etapas.

Verificação em duas etapas. <Nome> <Instituição> <e-mail> Verificação em duas etapas Agenda Senhas Verificação em duas etapas Principais tipos e cuidados a serem tomados Outros cuidados Créditos Senhas (1/4) Servem para autenticar

Leia mais

Conviso Security Training Ementa dos Treinamentos

Conviso Security Training Ementa dos Treinamentos Escritório Central Rua Marechal Hermes 678 CJ 32 CEP 80530-230, Curitiba, PR T (41) 3095.3986 www.conviso.com.br Conviso Security Training Ementa dos Treinamentos Apresentação Sobre este Documento Este

Leia mais

Biblioteca de segurança para tratar as principais vulnerabilidades web

Biblioteca de segurança para tratar as principais vulnerabilidades web Biblioteca de segurança para tratar as principais vulnerabilidades web Tarcizio Vieira Neto DIOPE/COGSI/SISEC/SIDES Líder em soluções de TI para governo Apresentação pessoal Tarcizio Vieira Neto 4 anos

Leia mais

Construindo uma aplicação PHP à Prova de Balas

Construindo uma aplicação PHP à Prova de Balas Construindo uma aplicação PHP à Prova de Balas Rafael Jaques TcheLinux - Porto Alegre - 14/11/09 Buscai primeiro o reino do Senhor e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas (Mateus

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Abril/ Certificado Digital A1 Geração Página 1 de 32 Abril/ Pré requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário obedecer aos

Leia mais

Segurança em aplicações Web. Exemplos e Casos Práticos em

Segurança em aplicações Web. Exemplos e Casos Práticos em Segurança em aplicações Web Exemplos e Casos Práticos em Nuno Lopes, NEIIST 7º Ciclo de Apresentações. 28/Março/2007 Agenda: Register Globals Paths Cross-Site Scripting (XSS) Response Splitting / Header

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA Os serviços IP's citados abaixo são suscetíveis de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade de

Leia mais

Guia rápido do usuário

Guia rápido do usuário Guia rápido do usuário Cliente de Sincronização ios Sumário O que é o cnccloud?... 3 Habilitando suas credencias... 3 Instalando o Cliente ios... 4 Comprando pela AppleStore... 4 Acessando sua conta no

Leia mais

Aplicação web protegida

Aplicação web protegida Sua aplicação web é segura? SEGURANÇA Aplicação web protegida Aplicações web oferecem grandes riscos à segurança. Aprenda a proteger todos os elementos dessa complexa equação. por Celio de Jesus Santos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza

Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões. Prof. MSc. Hugo Souza Programação Orientada a Objetos com PHP & MySQL Cookies e Sessões Prof. MSc. Hugo Souza Se você precisar manter informações sobre seus usuários enquanto eles navegam pelo seu site, ou até quando eles saem

Leia mais

Segurança no Desenvolvimento, Implantação e Operação de Sistemas de Informação Baseado na ISO 15408

Segurança no Desenvolvimento, Implantação e Operação de Sistemas de Informação Baseado na ISO 15408 Segurança no Desenvolvimento, Implantação e Operação de Sistemas de Informação Baseado na ISO 15408 Palestrante: Alexandre Sieira, CISSP Autores: Alexandre Correia Pinto, CISSP Alexandre Sieira, CISSP

Leia mais

Segurança em Computadores. GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br

Segurança em Computadores. GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br Segurança em Computadores GTI SEDU atendimento@sedu.es.gov.br Agenda Computadores Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Computadores (1/4) Computador pessoal grande quantidade de dados armazenados

Leia mais

Aplicação Prática de Lua para Web

Aplicação Prática de Lua para Web Aplicação Prática de Lua para Web Aluno: Diego Malone Orientador: Sérgio Lifschitz Introdução A linguagem Lua vem sendo desenvolvida desde 1993 por pesquisadores do Departamento de Informática da PUC-Rio

Leia mais

Nomes: João Lucas Baltazar, Lucas Correa, Wellintom Borges e Willian Roque. CAPITULO 4- Segurança de Aplicações.

Nomes: João Lucas Baltazar, Lucas Correa, Wellintom Borges e Willian Roque. CAPITULO 4- Segurança de Aplicações. Nomes: João Lucas Baltazar, Lucas Correa, Wellintom Borges e Willian Roque CAPITULO 4- Segurança de Aplicações. Fragilidades na camada de aplicação Hoje em dia existe um número de aplicativos imenso, então

Leia mais

Exercício em ASP.NET (Agenda)

Exercício em ASP.NET (Agenda) Exercício em ASP.NET (Agenda) 1 Introdução O exercício será composto basicamente por 3 módulos: - Autenticação/Autorização de Usuários - Menu - Cadastro / Exclusão de contatos Todos os módulos da aplicação

Leia mais

10 maiores riscos em aplicações Web

10 maiores riscos em aplicações Web 10 maiores riscos em aplicações Web Leandro Silva dos Santos Thiago Stuckert leandrosantos@inbrax.com thiago.melo.stuckert@gmail.com.br Novembro - 2010 1 Open Web Application Security Project (OWASP) Organização

Leia mais

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos

FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos FCT Faculdade de Ciências e Tecnologia Serviço Técnico de Informática STI SGCD Sistema Gerenciador de Conteúdos Dinâmicos Manual do Usuário Presidente Prudente, outubro de 2010 Índice 1. Introdução e Instruções

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ JULIANO JOSÉ DA SILVA SEGURANÇA EM APLICAÇÕES WEB: PRINCIPAIS VULNERABILIDADES E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ JULIANO JOSÉ DA SILVA SEGURANÇA EM APLICAÇÕES WEB: PRINCIPAIS VULNERABILIDADES E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ JULIANO JOSÉ DA SILVA SEGURANÇA EM APLICAÇÕES WEB: PRINCIPAIS VULNERABILIDADES E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO CURITIBA 2011 JULIANO JOSÉ DA SILVA SEGURANÇA EM APLICAÇÕES WEB:

Leia mais

13-10-2013. Falha segurança Baco Cross-site scripting (XSS) e Logins por canal não seguro (http) perenboom@hmamail.com

13-10-2013. Falha segurança Baco Cross-site scripting (XSS) e Logins por canal não seguro (http) perenboom@hmamail.com 13-10-2013 Falha segurança Baco Cross-site scripting (XSS) e Logins por canal não seguro (http) perenboom@hmamail.com Falha segurança Baco PerenBoom Cross-site scripting (XSS) e Logins por canal não seguro

Leia mais

Segurança em Redes Sociais.

Segurança em Redes Sociais. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Redes Sociais Agenda Redes sociais Características principais Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Redes sociais (1/2) Redes de relacionamento

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DO SITE DA ESCOLA: 1. O site da escola está composto de 3 espaços. Conteúdo, Notícias e Destaques...

ADMINISTRAÇÃO DO SITE DA ESCOLA: 1. O site da escola está composto de 3 espaços. Conteúdo, Notícias e Destaques... Este tutorial foi criado com o intuito de orientar quanto a inserção de informações na página eletrônica (site) da escola publicada no Portal Educação e irá possibilitar a divulgação permanente de informações

Leia mais

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Desenvolvido por Fábrica de Software Coordenação de Tecnologia da Informação Pág 1/22 Módulo: 1 Responsável: Desenvolvimento Ti Data: 01/11/2012 Versão: 1.0 Empresa:

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

Troubleshooting Versão 1.0

Troubleshooting Versão 1.0 Troubleshooting Versão 1.0 As informações contidas neste documento estão sujeitas a alteração sem notificação prévia. Os dados utilizados nos exemplos contidos neste manual são fictícios. Nenhuma parte

Leia mais

Segurança em Web Aula 1

Segurança em Web Aula 1 Open Web Application Security Project Segurança em Web Aula 1 Maycon Maia Vitali ( 0ut0fBound ) maycon@hacknroll.com Hack n Roll Centro Universitário Vila Velha Agenda Sobre o Instrutor Objetivos do Curso

Leia mais

GERADOR DE SENHAS PARA ECF

GERADOR DE SENHAS PARA ECF MANUAL DO SOFTWARE GERADOR DE SENHAS PARA ECF MODO TÉCNICO REVISÃO 1.00 1 1. Introdução 3 2. Acesso ao software 3 2.1. Login 3 2.2. Tela principal 4 3. Descrição das funções 4 3.1. Gerar senha ECF 4 3.2.

Leia mais

PHP Seguro Ernani Azevedo (PROCERGS DRE/ARS Unix)

PHP Seguro Ernani Azevedo (PROCERGS DRE/ARS Unix) PHP Seguro Ernani Azevedo (PROCERGS DRE/ARS Unix) 1 Introdução A linguagem PHP, por ser muito flexível, normalmente é utilizada de forma insegura, tanto pelo desenvolvedor quanto pelos administradores

Leia mais

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec Josh Pauli Revisão técnica Scott White Novatec Copyright 2013 Elsevier Inc. All rights reserved. No part of this publication may be reproduced or transmitted in any form or by any means, electronic or

Leia mais

Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS

Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS 1 2 Manual de Atualização MATERIAL DE APOIO - KB IMÓVEIS Login é a área de autenticação do sistema. Por questões de segurança, é necessário que o usuário se identifique, impedindo a entrada de pessoas

Leia mais

Informática Aplicada a Gastronomia

Informática Aplicada a Gastronomia Informática Aplicada a Gastronomia Aula 3.1 Prof. Carlos Henrique M. Ferreira chmferreira@hotmail.com Introdução Quando você sai de casa, certamente toma alguns cuidados para se proteger de assaltos e

Leia mais

Segurança de Sistemas

Segurança de Sistemas Segurança de Sistemas SISINFO Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Spoofing Tampering Repudiation Information Disclosure Denial of Service Elevation of Privilege

Leia mais

BLOG ESCOLAS. Após acessar o seu respectivo blog, você será direcionado a tela a seguir. Vamos conhecê-la um pouco melhor.

BLOG ESCOLAS. Após acessar o seu respectivo blog, você será direcionado a tela a seguir. Vamos conhecê-la um pouco melhor. 1 CONHECENDO A PÁGINA PRINCIPAL Após acessar o seu respectivo blog, você será direcionado a tela a seguir. Vamos conhecê-la um pouco melhor. PAGINAS- Mostras as paginas do blog LOCALIZADOR área de busca

Leia mais

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Manual do Suporte LZT LZT Soluções em Informática Sumário VPN...3 O que é VPN...3 Configurando a VPN...3 Conectando a VPN... 14 Possíveis erros...16 Desconectando

Leia mais

Segurança em PHP. Exemplos e Casos Práticos

Segurança em PHP. Exemplos e Casos Práticos Segurança em PHP Exemplos e Casos Práticos Nuno Lopes, NEIIST 3º Ciclo de Apresentações. 17/Março/2005 Agenda: Register Globals Paths Cross-Site Scripting (XSS) Cross-Site Request Forgeries (CSRF) SQL

Leia mais

Pen-test de Aplicações Web: Técnicas e Ferramentas

Pen-test de Aplicações Web: Técnicas e Ferramentas Divisão de Informática - DINF MJ Departamento de Polícia Federal Pen-test de Aplicações Web: Técnicas e Ferramentas Ivo de Carvalho Peixinho Perito Criminal Federal Agenda 1. Introdução 2. Ferramentas

Leia mais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais Segurança na Internet Disciplina: Informática Prof. Higor Morais 1 Agenda Segurança de Computadores Senhas Engenharia Social Vulnerabilidade Códigos Maliciosos Negação de Serviço 2 Segurança de Computadores

Leia mais

Segurança de Sistemas

Segurança de Sistemas Segurança de Sistemas SISINFO Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira quintino@umc.br Spoofing Tampering Repudiation Information Disclosure Denial of Service Elevation of Privilege

Leia mais

Segurança na internet

Segurança na internet Segurança na internet Perigos da internet Cyberbullying Uso da internet para praticar ofensas e humilhações a alguém de forma constante Discriminação Quando há publicação de mensagem ou imagem preconceituosas

Leia mais

Instituto de Inovação com TIC. [Junho/ 2009]

Instituto de Inovação com TIC. [Junho/ 2009] Instituto de Inovação com TIC [Junho/ 2009] Segurança em aplicações WEB: A nova fronteira rodrigo.assad@cesar.org.br Redes de Computadores (Histórico) Segurança de Redes (Histórico) Robert Tappan

Leia mais

Privacidade.

Privacidade. <Nome> <Instituição> <e-mail> Privacidade Agenda Privacidade Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Privacidade (1/3) Sua privacidade pode ser exposta na Internet: independentemente da sua

Leia mais

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Universidade Federal de Goiás Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Jánison Calixto CERCOMP UFG Cronograma Introdução Conceitos Senhas Leitores de E-Mail Navegadores Anti-Vírus Firewall Backup

Leia mais

DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO POLÍTICA DE UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO 1 OBJETIVO: 1.1 A presente

Leia mais

Aula 4 WEB 2.0. 1. Conceito

Aula 4 WEB 2.0. 1. Conceito Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 4 WEB 2.0 Web 2.0 é um

Leia mais

Versão: 08/04/2013 Atualizado em: 10/07/2013

Versão: 08/04/2013 Atualizado em: 10/07/2013 Versão: 08/04/2013 Atualizado em: 10/07/2013 NoMe - Novo Mercado CETIP Conteúdo Introdução ao NoMe... 1 Conhecendo o Produto... 2 Acesso ao NoMe... 3 Como acessar o NoMe... 4 Atualização de Senha e Código

Leia mais

Gerência de Segurança

Gerência de Segurança Gerência de segurança envolve a proteção de dados sensíveis dos dispositivos de rede através do controle de acesso aos pontos onde tais informações se localizam Benefícios do processo de gerência de segurança

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. Sessions e Cookies. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza Sessions e Cookies progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Cookies e Sessions Geralmente, um bom projeto

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ O acesso às redes sociais já está incorporado ao cotidiano de grande parte dos usuários da Internet e, muito provavelmente, do seu. As redes sociais possuem características que

Leia mais

Segurança em Dispositivos Móveis.

Segurança em Dispositivos Móveis. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Dispositivos Móveis Agenda Dispositivos móveis Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Dispositivos móveis (1/2) Tablets, smartphones, celulares,

Leia mais

Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Engineer douglas.pasqua@gmail.com

Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Engineer douglas.pasqua@gmail.com Segurança Web com PHP 5 Douglas V. Pasqua Zend Certified Engineer douglas.pasqua@gmail.com Objetivo Disseminar boas práticas para o desenvolvimento de código seguro em php. Exemplificar como são feitos

Leia mais

Segurança em Aplicações Web Metodologia OWASP

Segurança em Aplicações Web Metodologia OWASP Segurança em Aplicações Web Metodologia OWASP Weekly Seminar Lucas Vinícius da Rosa Laboratório de Segurança em Computação () Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lvrosa@inf.ufsc.br 2012 Sumário

Leia mais

Escrito por Sáb, 15 de Outubro de 2011 01:19 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:32

Escrito por Sáb, 15 de Outubro de 2011 01:19 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:32 Preço R$ 129.00 Compre aqui Curso de PHP O.O usando Adodb, aprenda a criar uma loja virtual (carrinho de compras) até a geração do boleto bancário. Usei: Mysql e Dreamweaver cs4. São 163 videoaulas, 2

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO IAU GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU)

GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO IAU GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU) GUIA DE AUXÍLIO PARA UTILIZAÇÃO DA REDE DE DADOS DO INSTITUTO DE ARQUITETURA E URBANISMO (IAU) O presente guia tem como objetivo auxiliar os usuários da rede de dados do Instituto de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

Segurança em Internet Banking.

Segurança em Internet Banking. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Internet Banking Agenda Internet Banking Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Internet Banking (1/4) Permite: realizar ações disponíveis nas agências

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ANDRE MENDES DUARTE DEIWYS LUCIANO GRUMOVSKI GUSTAVO HEIDRICH GRUNWALD

Leia mais

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Manual do Usuário

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Manual do Usuário Certificação Digital CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Manual do Usuário Guia CD-17 Público Índice 1. Pré-requisitos para a geração do certificado digital A1... 3 2. Glossário... 4 3. Configurando

Leia mais

CARTILHA DE SEGURANÇA

CARTILHA DE SEGURANÇA ESTADO DE SERGIPE TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO CARTILHA DE SEGURANÇA COORDENADORIA DE INFORMÁTICA Sumário O que é informação... 3 Cuidado com a Engenharia Social... 3 Dicas de Senhas... 4 Recomendações

Leia mais

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet O B J E CT I V O Estabelecer critérios para acesso à Internet utilizando recursos do Projecto Portal do Governo de Angola. Orientar os Utilizadores sobre as competências, o uso e responsabilidades associadas

Leia mais

O curso aborda como criar sistemas com php e mysql utilizando a integração do Dreamweaver, sem a necessidade de programação.

O curso aborda como criar sistemas com php e mysql utilizando a integração do Dreamweaver, sem a necessidade de programação. Descrição do curso O curso aborda como criar sistemas com php e mysql utilizando a integração do Dreamweaver, sem a necessidade de programação. O aluno aprenderá a criar sistemas de cadastro, alteração,

Leia mais

INSTRUMENTO NORMATIVO 004 IN004

INSTRUMENTO NORMATIVO 004 IN004 1. Objetivo Definir um conjunto de critérios e procedimentos para o uso do Portal Eletrônico de Turismo da Região disponibilizado pela Mauatur na Internet. Aplica-se a todos os associados, empregados,

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Guia rápido do usuário. Cliente de Web

Guia rápido do usuário. Cliente de Web Guia rápido do usuário Cliente de Web Sumário O que é o cnccloud?... 3 Como obter acesso ao cnccloud?... 3 Acessando sua conta do cnccloud via Web... 4 Funcionalidades do cnccloud... 4 Configurações de

Leia mais

G UIA DE I NSTALAÇÃO. Módulo ipagare para Magento - versão 3.3

G UIA DE I NSTALAÇÃO. Módulo ipagare para Magento - versão 3.3 G UIA DE I NSTALAÇÃO Módulo ipagare para Magento - versão 3.3 De 27/10/2011 ÍNDICE 1. PREFÁCIO... 3 Este documento... 3 Confidencialidade... 3 Histórico de atualizações... 3 2. APRESENTAÇÃO... 4 Novidades...

Leia mais

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BLOG DO CONHECIMENTO APRESENTAÇÃO O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma ferramenta de COLABORAÇÃO que tem como objetivo facilitar

Leia mais