MODO DE EMPREGO. CABO DE ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MODO DE EMPREGO. CABO DE ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set"

Transcrição

1 Conforme Directiva N.º 93/42 CEE Data de imposição da marcação CE: 14 de Junho de 1998 as per EEC directive No. 93/42 Date of Imposition of EMI marking: June 14 th, 1998 INTEGRAL PROCESS é certificada ISO 9001: 2008 e ISO 13485: 2003 (+AC:2007) pela TÜV Rheinland Product Safety GmbH I IDENTIFICAÇÃO / ÂMBITO DE APLICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO: O cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set é a interface ideal que facilita a conexão das bandas de eléctrodos IP-Set para doente único e aparelho electromédico. O cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set é um elemento indispensável do sistema de vigilância ou de diagnóstico do sinal eléctrico cardíaco (ECG). É composto por: Uma base equipada com dois conectores específicos: o um que permite a conexão ao aparelho electromédico o outro, do lado do doente, que recebe o conector IPC da(s) banda(s) de eléctrodos IP-Set utilizada(s). Segundo as regras de classificação (anexo IX) da Directiva Europeia 93/42 e o seu destino, o cabo ECG é da classe I. ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Os cabos ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set associados a bandas de eléctrodos IP-Set podem ser utilizados tanto para o controlo por ECG de média ou longa duração, como na prova de esforço, em ambulatório, no bloco operatório, nas urgências, ou em qualquer outra situação em que é exigido um ECG. A INTEGRAL PROCESS propõe uma gama completa de cabos de ECG, utilizáveis segundo o tipo de bandas de eléctrodos, escolhido no seu catálogo (COMM/DOCU 700/037) e que pode ser consultado ou descarregado através do site na Internet: Para os seus pedidos posteriores, utilize o número de código que se encontra no cabo ECG para bandas de eléctrodos IP-Set ou na respectiva embalagem. Para mais informações sobre este produto, contacte a INTEGRAL PROCESS ou consulte o site da Internet: II ARMAZENAGEM / ACONDICIONAMENTO / SÍMBOLOS ARMAZENAGEM : As condições de armazenagem dos cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos Strip Set Temperatura ambiente: -40 a +70 C Humidade relativa: 10 a 95% (sem condensação) Pressão atmosférica: 500 a 1060 hpa são as seguintes: ACONDICIONAMENTO: Os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set são acondicionados unitariamente, num blister rígido, transparente. Um cabo que aguarda a respectiva utilização deve ser guardado na respectiva embalagem original, a fim de evitar qualquer deterioração intempestiva da sua bainha de protecção e manter o seu tempo de vida útil, o seu desempenho, e/ou a segurança do doente e do utilizador, ou de terceiros, a um nível satisfatório. SÍMBOLOS: Respeitar a legislação em vigor no país em causa para eliminação dos DEEE (Detritos de Equipamento Electrónico e Eléctrico) Maração CE Em conformidade com a Directiva 93/42/CEE de 14 de Junho de 1998 Colocação em funcionamento do cabo e do acessório de E.C.G. - Consultar o modo de emprego do cabo de ECG e o manual do utilizador do monitor Data de fabrico do cabo e dos acessórios de E.C.G. LATEX Os cabos de E..C.G. da INTEGRAL PROCESS não possuem nenhuma parte em Látex. INTEGRAL PROCESS Z.A. des Boutries, 12, rue des Cayennes CONFLANS SAINTE HONORINE - France Tél: 33-(0) Fax: 33-(0) FRANCE : INTERNATIONAL :

2 III DESEMPENHO / FIABILIDADE / SEGURANÇA / COMPATIBILIDADE / INTEGRIDADE MECÂNICA / SÍMBOLOS / ALERGENICIDADE DESEMPENHO / FIABILIDADE: Os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set são controlados durante e no final do seu ciclo de fabrico, ao abrigo dos protocolos técnicos estabelecidos em conformidade com as normas e directivas actualmente em vigor e a eles respeitantes. O resultado final dos ensaios efectuados com um grupo de cabos de ECG representativos foi confirmado por um Laboratório devidamente aprovado. (Relatório técnico do Gmed n J021341) Foram igualmente objecto de ensaios e de uma avaliação clínica. SEGURANÇA: Os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set são concebidos e fabricados em conformidade com as especificações gerais e especiais das normas nacionais, europeias, e/ou internacionais actualmente em vigor e a eles respeitantes: (Normas Europeias IEC & / ) (Norma americana AAMI EC 53) Os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS pertencem à «parte aplicada» ao doente, conforme definido pela norma europeia de segurança IEC A classe de segurança, o tipo de protecção (BF, CF, ), e o grau de protecção contra os choques eléctricos do cabo de ECG estão intimamente ligados aos do aparelho electromédico a que está ligado. - Consultar o manual de instruções do aparelho electromédico antes de utilizar o cabo de ECG. - Afastar o cabo ECG das fontes de radiação electromagnética. - No bloco operatório, certifique-se de que o cabo de ECG (na totalidade ou em parte) se encontra fora do campo operatório, a fim de diminuir o risco de queimadura para o doente durante o funcionamento do bisturi eléctrico. Os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS são concebidos para suportar choques de desfibrilhação repetidos. Não possuem nenhuma parte metálica acessível. ATENÇÃO: A INTEGRAL PROCESS não poderá ser responsabilizada por quaisquer incidentes ocorridos ao doente, ao utilizador e a outras pessoas, provocados pela presença de correntes eléctricas prejudiciais provenientes do aparelho electromédico. COMPATIBILIDADE: Para que a compatibilidade entre dispositivos seja assegurada: - Utilizar os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set especificamente concebidos para serem utilizados com uma gama alargada de aparelhos electromédicos. - Conectar apenas os acessórios e/ou dispositivos necessários à instalação do cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set mencionados na documentação comercial (COMM/DOCU 700/037). A INTEGRAL PROCESS coloca à disposição dos seus clientes, através do seu site na Internet (www.integral-process.com ), um documento descarregável, que inclui informações sobre a compatibilidade do dispositivo, assim como informações técnicas sobre o mesmo. INTEGRIDADE MECÂNICA e ELÉCTRICA: De modo a assegurar uma boa resistência mecânica dos cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set (condutores, conectores, cabo,... ) à tracção e à flexão e a diminuir o risco de deterioração durante a utilização, a INTEGRAL PROCESS utiliza materiais de elevada qualidade e fiabilidade. Os conectores moldados sobre uma peça base estão equipados de mangas flexíveis, que minimizam o risco de ruptura do cabo neste ponto. Os cabos de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set são concebidos para suportar choques de desfibrilhação repetidos. O tempo de vida útil do cabo de ECG depende de uma série de parâmetros importantes. Por exemplo: Número de utilizações Respeito pela manutenção preventiva Manutenção de um bom estado de limpeza Um controlo regular, visual e eléctrico, do cabo de ECG determinará a sua substituição. (Ver manutenção preventiva). SÍMBOLOS : Explicação dos símbolos utilizados com o dispositivo: Indica que os cabos e acessórios de E.C.G. estão equipados com uma protecção especial contra os choques eléctricos (designadamente no que se refere às correntes de fuga admissíveis) e os choques de desfibrilhação. ALERGENICIDADE: Os materiais utilizados no fabrico dos cabos de ECG INTEGRAL PROCESS foram submetidos a ensaios de alergenicidade. Estes ensaios não evidenciaram a presença de produtos potencialmente desencadeadores de uma reacção alérgica intolerável.

3 IV INSTALAÇÃO / UTILIZAÇÃO / MANUTENÇÃO / HIGIENE / ESTERILIZAÇÃO INSTALAÇÃO : Para uma instalação e utilização adequada do cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set, seguir as instruções abaixo: (Ver igualmente o modo de emprego do aparelho electromédico e dos acessórios respectivos) Do lado do doente: Depois de ter procedido de acordo com as recomendações descritas no a que se referem, à colocação em funcionamento da(s) banda(s) de eléctrodos IP-Set escolhida(s). ( ref. COMM/DOCU 100/007-1) 1. Conectar o cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set à banda de eléctrodos IP-Set adequada. Atenção: A cor do conector da banda de eléctrodos deve corresponder à do receptáculo do cabo de ECG. CONECTOR BRANCO ANEL BRANCO CONECTOR AZUL ANEL AZUL SENTIDO DE CONEXÃO 2. Fixar o cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set perto do doente, com a ajuda de um sistema de fixação adequado. Do lado do aparelho: 3. Conectar a ficha do cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set ao aparelho médico adequado. 4. Colocar o aparelho electromédico em funcionamento e certificar-se do respectivo funcionamento (Consultar o do aparelho). UTILIZAÇÃO : CONDIÇÕES GERAIS: As condições de utilização do cabo de E.C.G. INTEGRAL PROCESS são as seguintes: Temperatura ambiente: +10 a +40 C Humidade relativa: 30 a 75% sem condensação Pressão atmosférica: 700 a 1060 hpa CONDIÇÕES ESPECÍFICAS: Não utilizar um cabo que apresente qualquer risco para o doente (isolante deteriorado). MANUTENÇÃO PREVENTIVA: Se for retirado um cabo, fora de serviço, para manutenção ou peritagem, cabe ao serviço utilizador do aparelho a limpeza e desinfecção do produto antes de voltar a enviá-lo para o serviço. Antes de cada utilização: Certificar-se de que os isolantes (cinta de protecção do cabo de ligação) não sofreram qualquer tipo de dano mecânico. Certificar-se (pelo menos uma vez por mês) da continuidade da condução eléctrica dos condutores, com a ajuda de um simulador de sinais fisiológicos INTEGRAL PROCESS. (Contactar a INTEGRAL PROGRESS para conhecer o kit de ensaio mais adequado às suas necessidades)

4 MANUTENÇÃO CORRECTIVA: Este produto não necessita de manutenção correctiva. HIGIENE: Para a utilização do cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set em serviços onde tem de ser respeitado um determinado nível de esterilidade, é necessário proceder aos métodos de limpeza e/ou de desinfecção descritos abaixo: - Limpeza do cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set (conector incluído) com um pano embebido em água e sabão. Atenção: Não permitir que o líquido penetre no interior dos diferentes conectores do cabo de ECG. - Desinfecção do cabo de ECG INTEGRAL PROCESS para bandas de eléctrodos IP-Set : 1. Método A (Extraído do estudo do Laboratório ANIOS, n /0387) - Encher um recipiente de lavagem com uma solução de HEXANIOS G+R a 0,5% em água - Mergulhar parcialmente o cabo, protegendo as extremidades, a fim de evitar qualquer problema eléctrico nos conectores - Respeitar um tempo de contacto de 15 minutos - Enxaguar o cabo - Secar o cabo com papel absorvente - Durante a imersão, esfregar as extremidades do cabo com o auxílio de um LINGET ANIOS. (Substituir a solução a cada 48 horas) 2. Método B (novo método a frio) (Extraído do estudo do Laboratório ANIOS, n /052) - Encher um recipiente de lavagem com uma preparação activada ANIOXYDE Respeitar um tempo de espera de 30 minutos - Mergulhar parcialmente o cabo, protegendo as extremidades, a fim de evitar qualquer problema eléctrico nos conectores - Respeitar um tempo de contacto de 10 a 30 minutos, consoante o nível de desinfecção pretendido - Verificar regularmente a percentagem de ácido peracético com a ajuda da fita de controlo - Lavagem em água da rede ANIOS (ph = 7,3; TH = 48 f) - Secar o cabo com papel absorvente ESTERILIZAÇÃO : A utilização dos cabos num ambiente estéril pode implicar um processo de esterilização. A INTEGRAL PROCESS, após a desinfecção dos cabos conforme o processo acima indicado, preconiza uma esterilização dos cabos conforme um dos processos seguintes: - Tempo de esterilização: 22 horas das quais 20 de exposição ao gás. - Agente de esterilização: Dióxido de carbono + óxido de etileno (80/20%) - Vazio inicial: - 70 kpa - Humidade relativa: > 60 % - Temperatura: 50 C - Concentração em óxido de etileno: 530 g/m 3 - Pressão: 120 kpa - Vazio final: - 70 kpa - Enxaguamento (Relatório de ensaio 001: ensaio de esterilização / cabos ECG RE/IP/BPF Revisão 0 de 26/02/98) ATENÇÃO: Nunca esterilizar os «cabos e acessórios em autoclave», a vapor, ou com água a ferver.

5 V GARANTIA / RESPONSABILIDADE Qualquer cabo INTEGRAL PROCESS não utilizado e conservado na respectiva embalagem original, que não tenha suportado qualquer dano aparente tem uma garantia de um ano da INTEGRAL PROCESS. A INTEGRAL PROCESS garante a conformidade do dispositivo com as especificações das normas de segurança e desempenho que lhe são aplicáveis e que estão actualmente em vigor. A classe e o tipo de protecção (BF, CF) contra choques eléctricos são definidos pela classe e o tipo de aparelho electromédico a que o cabo de ECG INTEGRAL PROCESS se encontra ligado. ATENÇÃO : Consultar o modo de emprego do aparelho em causa e o dos acessórios anexos, antes de colocar o dispositivo em funcionamento. A INTEGRAL PROCESS não poderá ser responsabilizada por quaisquer incidentes ocorridos em caso de desrespeito das regras de instalação e utilização mencionadas nos respectivos modos de emprego. COMM/DOCU 700/038-1 (07/2008)

CABOS DOENTE ECG I IDENTIFICAÇÃO / ÂMBITO DE APLICAÇÃO

CABOS DOENTE ECG I IDENTIFICAÇÃO / ÂMBITO DE APLICAÇÃO Conforme Directiva N.º 93/42 CEE Data de imposição da marcação CE: 14 de Junho de 1998 as per EEC directive No. 93/42 Date of Imposition of EMI marking: June 14 th, 1998 INTEGRAL PROCESS é certificada

Leia mais

MANIPULAÇÃO DOS INSTRUMENTOS PERSONALIZADOS PROPHECY DESCARTÁVEIS DA MICROPORT 150807-0

MANIPULAÇÃO DOS INSTRUMENTOS PERSONALIZADOS PROPHECY DESCARTÁVEIS DA MICROPORT 150807-0 PT MANIPULAÇÃO DOS INSTRUMENTOS PERSONALIZADOS PROPHECY DESCARTÁVEIS DA MICROPORT 150807-0 Estão incluídos na presente embalagem os idiomas seguintes: English (en) Deutsch (de) Nederlands (nl) Français

Leia mais

Procedimentos de montagem e instalação

Procedimentos de montagem e instalação Procedimentos de montagem e instalação das cápsulas filtrantes Pall Supracap 100 1. Introdução Os procedimentos abaixo devem ser seguidos para a instalação das cápsulas Pall Supracap 100. As instruções

Leia mais

XDS-100. Manual de segurança R9898490

XDS-100. Manual de segurança R9898490 XDS-100 Manual de segurança R9898490 R59770579PT/00 25/08/2010 Barco nv Simulation Division Noordlaan 5, B-8520 Kuurne Telefone: +32 56.36.82.11 Fax: +32 56.36.84.86 E-mail: info@barco.com Visite-nos na

Leia mais

Manual de instruções

Manual de instruções P Manual de instruções Salamandra eléctrica 100 A151.5001 V3/0211 Mantenha este manual de instruções pronto a ser utilizado com o produto! - 1 - 1. Informações gerais 3 1.1 Informações sobre o manual de

Leia mais

Seminário Mobilidade Eléctrica : o Veículo

Seminário Mobilidade Eléctrica : o Veículo Seminário Mobilidade Eléctrica : o Veículo 8 de Março de 2010 Regulamentação técnica para a aprovação de veículos eléctricos 1 ÍNDICE 1 2 3 4 5 6 7 HOMOLOGAÇÃO DE VEÍCULOS ELÉCTRICOS - ENQUADRAMENTO LEGAL

Leia mais

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal Painel de comando e sinalização N.º art. MBT 2424 Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados.

Leia mais

Instruções de montagem e de utilização VistaCam Digital

Instruções de montagem e de utilização VistaCam Digital Instruções de montagem e de utilização VistaCam Digital 9000-618- 63/ 30 2005/12 2 Índice Informações importantes 1. Informações gerais... 4 1.1 Avaliação de conformidade... 4 1.2 Observações gerais...

Leia mais

surgison 2/2D QUICK REFERENCE Tradução do original em italiano 97050217 rev. 007 05/2015

surgison 2/2D QUICK REFERENCE Tradução do original em italiano 97050217 rev. 007 05/2015 97050217 rev. 007 05/2015 surgison 2/2D QUICK REFERENCE Tradução do original em italiano 2 Classificação Dispositivo Médico de classe IIa conforme a diretiva 93/42/CEE e sucessivas alterações e aditamentos.

Leia mais

Para que possam oferecer a protecção adequada os produtos deverão ser:

Para que possam oferecer a protecção adequada os produtos deverão ser: proteção facial Proteção Facial Porquê o uso de viseiras? As viseiras são concebidas para proteger os olhos e o rosto. A protecção pode ser conferida através de uma rede metálica de malha fina ou em material

Leia mais

EN 13795. Contributo. A elaboração da Norma A situação actual Estrutura e Objectivos EN 13795 e as suas partes constituintes EN13795 FAPOMED SA 2

EN 13795. Contributo. A elaboração da Norma A situação actual Estrutura e Objectivos EN 13795 e as suas partes constituintes EN13795 FAPOMED SA 2 EN 13795 Campos cirúrgicos, batas cirúrgicas e fatos de ambiente controlado, classificados como dispositivos médicos para doentes profissionais de saúde e equipamentos EN 13795 Contributo A elaboração

Leia mais

Instruções de Uso ESTOJOS AUTOCLA- VÁVEIS

Instruções de Uso ESTOJOS AUTOCLA- VÁVEIS Instruções de Uso ESTOJOS AUTOCLA- VÁVEIS Os estojos autoclaváveis são usados para acondicionamento, guarda e garantir a esterilização segura na autoclavagem. Foram desenvolvidos em materiais que suportam

Leia mais

JBY 52. Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de

JBY 52. Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de P JBY 52 P Aquecedor para biberões e comida de bebé Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de Português Conteúdo 1 Conhecer o equipamento... 2 2 Explicação

Leia mais

Ficha Dados de Segurança (FDS)

Ficha Dados de Segurança (FDS) Páginas: 1/6 Etiqueta 2.2: Gás não Inflamável e não tóxico 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial: N Ficha de Segurança: Fórmula Química: Identificação

Leia mais

Sistema de Câmera 560 HD. Acopladores, Separadores de Feixe e Adaptadores de Vídeo

Sistema de Câmera 560 HD. Acopladores, Separadores de Feixe e Adaptadores de Vídeo Página 1 INSTRUÇÃO DE USO Sistema de Câmera 560 HD Acopladores, Separadores de Feixe e Adaptadores de Vídeo INTRODUÇÃO Antes de utilizar os Acopladores, Separadores de Feixe e Adaptadores de Vídeo do Sistema

Leia mais

Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição

Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE Nós, NOKIA CORPORATION, declaramos, sob a nossa única e inteira responsabilidade, que o produto CK-1W

Leia mais

MODELO DE INSTRUÇÕES DE USO INSTRUMENTAL NÃO ARTICULADO NÃO CORTANTE NÃO ESTÉRIL DESCARTÁVEL

MODELO DE INSTRUÇÕES DE USO INSTRUMENTAL NÃO ARTICULADO NÃO CORTANTE NÃO ESTÉRIL DESCARTÁVEL MODELO DE INSTRUÇÕES DE USO INSTRUMENTAL NÃO ARTICULADO NÃO CORTANTE NÃO ESTÉRIL DESCARTÁVEL (As informações aqui apresentadas são de caráter declaratório, podendo o texto final, ter formatação diferente)

Leia mais

Manual de instruções

Manual de instruções Manual de instruções Doppelkochplatte Dubbele Kookplaat Double réchaud Fogón doble Placa de aquecimento dupla Piastra termica doppia Double Hot Plate Podwójna płyta grzewcza Dupla főzőlap Двокамфорна кухонна

Leia mais

Manual de instruções Fan Filter Units com accionamento directo Edição 4 FFU RHA / RHP

Manual de instruções Fan Filter Units com accionamento directo Edição 4 FFU RHA / RHP Manual de instruções PT Fan Filter Units com accionamento directo Edição 4 FFU RHA / RHP Índice 1. Informações importantes 2. Instruções de segurança 3. Descrição técnica 4. Transporte 5. Montagem / instalação

Leia mais

Dispositivos Médicos: Requisitos para a esterilização por óxido de etileno

Dispositivos Médicos: Requisitos para a esterilização por óxido de etileno Dispositivos Médicos: Requisitos para a esterilização por óxido de etileno A eficácia do processo de esterilização de um dispositivo médico é avaliada com base numa série de experiências e protocolos que

Leia mais

O importante: o ser humano Consultadoria e Engenharia de Segurança

O importante: o ser humano Consultadoria e Engenharia de Segurança O importante: o ser humano Consultadoria e Engenharia de Segurança Soluções seguras para a sua indústria Soluções seguras para a indústria. Referências Legais e Standards Técnicos. Assumimos responsabilidades

Leia mais

Contêineres rígidos para esterilização

Contêineres rígidos para esterilização Por Silvia Baffi 1. Introdução Contêineres rígidos para esterilização Contêineres são recipientes rígidos e reutilizáveis para a esterilização. São compostos por diferentes dispositivos que podem ser denominados

Leia mais

COMISSÃO EUROPEIA DIRECÇÃO GERAL DAS EMPRESAS E DA ÍNDUSTRIA. EudraLex Normas que regulam os Medicamentos na União Europeia.

COMISSÃO EUROPEIA DIRECÇÃO GERAL DAS EMPRESAS E DA ÍNDUSTRIA. EudraLex Normas que regulam os Medicamentos na União Europeia. COMISSÃO EUROPEIA DIRECÇÃO GERAL DAS EMPRESAS E DA ÍNDUSTRIA Bens de consumo Produtos farmacêuticos Bruxelas, 03 de Fevereiro de 2010 ENTR/F/2/AM/an D(2010) 3374 EudraLex Normas que regulam os Medicamentos

Leia mais

Manual de instruções. Misturador de bar duplo V1/1013

Manual de instruções. Misturador de bar duplo V1/1013 P Manual de instruções Misturador de bar duplo 135101 V1/1013 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo

Leia mais

Norma aplicada ao Vestuário para Bloco Operatório EN 13795

Norma aplicada ao Vestuário para Bloco Operatório EN 13795 3as Jornadas APHH 1 Norma aplicada ao Vestuário para Bloco Operatório EN 13795 Alexandra Coelho 2 Fabrico de Dispositivos Médicos PME Líder ISO 9001 ISO 13485 Marcação CE, Dispositivos Médicos classe I

Leia mais

BS06 MANUAL DE INSTRUÇÕES MEDIDOR DE NÍVEL SONORO DIGITAL TRT-BA-BS06-TC-001-PT

BS06 MANUAL DE INSTRUÇÕES MEDIDOR DE NÍVEL SONORO DIGITAL TRT-BA-BS06-TC-001-PT BS06 PT MANUAL DE INSTRUÇÕES MEDIDOR DE NÍVEL SONORO DIGITAL TRT-BA-BS06-TC-001-PT Índice Informações sobre as instruções de comando... 1 Informações sobre o aparelho... 1 Dados técnicos... 2 Segurança...

Leia mais

Índice. Simbologia utilizada:

Índice. Simbologia utilizada: Índice Cool Control Descrição dos símbolos... 47 Informações importantes 49 Utilização conforme a finalidade...49 Para a sua segurança...49 1 Preparação e colocação em funcionamento 50 Caixa original...50

Leia mais

Manual de inserção do acessório de rotação de endoscópio Arthrex Starfish

Manual de inserção do acessório de rotação de endoscópio Arthrex Starfish 950-0036-00, Rev. D Português Manual de inserção do acessório de rotação de endoscópio Arthrex Starfish Acessórios para endoscópio Arthrex, Inc. 1370 Creekside Blvd. Naples, FL 34108, EUA (800)-934-4404

Leia mais

Segurança Elétrica em. Prof. Ernesto F. F. Ramírez

Segurança Elétrica em. Prof. Ernesto F. F. Ramírez Segurança Elétrica em Ambiente Hospitalar Prof. Ernesto F. F. Ramírez Choque Elétrico Intensidade da corrente circulação de corrente elétrica através do organismo humano Percurso da corrente Duração do

Leia mais

Manual de instruções Balança digital electrónica

Manual de instruções Balança digital electrónica P Manual de instruções Balança digital electrónica А300068 / A300151 V1/0414 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente

Leia mais

Airpower QUICK REFERENCE. Tradução do original em italiano. 97050829 rev. 001

Airpower QUICK REFERENCE. Tradução do original em italiano. 97050829 rev. 001 97050829 rev. 001 0 5 / 2 0 1 5 Airpower QUICK REFERENCE Tradução do original em italiano 2 Classificação Dispositivo Médico de classe IIa conforme a diretiva 93/42/CEE e sucessivas alterações e aditamentos.

Leia mais

Segurança e Higiene do Trabalho

Segurança e Higiene do Trabalho Guia Técnico Segurança e Higiene do Trabalho Volume XVI Armazenamento de Produtos Químicos Perigosos um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções Kit de Instrumental para Cirurgia do Túnel do Carpo VOLMED Nome Técnico: KIT CIRÚRGICO Fabricante: VOLMED BRASIL EQUIPAMENTOS LTDA -ME AV. SÃO GABRIEL, 291 JD. PAULISTA CEP: 13574-540

Leia mais

97050862 Rev. 00 15.04. Airpower PORTUGUÊS...2

97050862 Rev. 00 15.04. Airpower PORTUGUÊS...2 97050862 Rev. 00 15.04 Airpower PORTUGUÊS...2 PT PORTUGUÊS 1. UTILIZAÇÃO... 3 2. ADVERTÊNCIA IMPORTANTES... 3 3. SIMBOLOGIA... 4 4. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS... 4 5. LIGAÇÃO AO FIO DE ALIMENTAÇÃO... 4 6.

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade / empresa Identificação da substância / preparação Nome comercial: LUSO EXTRUDER Código do produto: TPVE 301 Utilização da substância / da preparação:

Leia mais

Centronic MemoControl MC441-II

Centronic MemoControl MC441-II Centronic MemoControl MC441-II pt Instruções de montagem e utilização do emissor portátil com função de memória Informações importantes para: o instalador / o electricista especializado / o utilizador

Leia mais

POLAR CS SPEED SENSOR W.I.N.D. Manual do utilizador

POLAR CS SPEED SENSOR W.I.N.D. Manual do utilizador POLAR CS SPEED SENSOR W.I.N.D. Manual do utilizador PORTUGUÊS O Sensor de Velocidade W.I.N.D. Polar CS foi concebido para medir a velocidade e a distância durante o ciclismo. Não se destina nem está implícito

Leia mais

Food Blender Operation Manual (2) Mélangeur pour aliments Manuel d utilisation (4) Licuadora para Alimentos Manual de operación (6)

Food Blender Operation Manual (2) Mélangeur pour aliments Manuel d utilisation (4) Licuadora para Alimentos Manual de operación (6) GB FR ES PT IT DE NL DK SE NO GR RU TU CN JP KR SA Food Blender Operation Manual (2) Mélangeur pour aliments Manuel d utilisation (4) Licuadora para Alimentos Manual de operación (6) Liquidificador Manual

Leia mais

Filtro de partículas diesel

Filtro de partículas diesel Filtro de partículas diesel 12.07 - anual de instruções P 51145778 DFG 316-320 08.10 DFG 316s-320s DFG 425-435 DFG 425s-435s Prefácio Para obter o melhor e mais seguro rendimento do veículo industrial,

Leia mais

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida 0102 Designação para encomenda Características Para montagem na caixa Montagem directa em accionamentos normais Directivas europeias para máquinas cumpridas Certificado de verificação de modelos TÜV99

Leia mais

Atenção: Consulte o manual antes de trabalhar com o medidor.

Atenção: Consulte o manual antes de trabalhar com o medidor. MEDIDOR DIGITAL DE RESISTÊNCIA DE TERRA MODELO: ST-5300 / ST-5300A O comprovador digital de resistência de terra vem mudar o gerador de mão convencional usado actualmente para fazer estas verificações.

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA

INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA O fabricante aconselha um uso correcto dos aparelhos de iluminação!

Leia mais

JBY 92. Babyphone Instruções de utilização. Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.

JBY 92. Babyphone Instruções de utilização. Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer. JBY 92 P Babyphone Instruções de utilização Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de Conteúdo 1 Conhecer o equipamento... 3 2 Explicação dos símbolos...

Leia mais

SISTEMA CIRÚRGICO ELETRO-TÉRMICO VULCAN EAS

SISTEMA CIRÚRGICO ELETRO-TÉRMICO VULCAN EAS SISTEMA CIRÚRGICO ELETRO-TÉRMICO VULCAN EAS Bisturi Elétrico Explicação de Símbolos Internacionais e Símbolos Utilizados Eletrodo Neutro (aterramento) Pedal Isolamento de Paciente / parte aplicada tipo

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6

FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6 FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Descrição do artigo: Limpa Churrasqueiras HUJE 1.2 Utilizações previstas: Limpeza de Gorduras

Leia mais

IH 30. Instruções de utilização. Inalador

IH 30. Instruções de utilização. Inalador IH 30 Inalador Instruções de utilização BEURER GmbH + Co. KG Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) Tel.: 0731 / 39 89-144 Fax: 0731 / 39 89-255 www.beurer.de Mail: kd@beurer.de Indicações Este inalador

Leia mais

ANTES DE UTILIZAR A PLACA EM VIDRO CERÂMICO

ANTES DE UTILIZAR A PLACA EM VIDRO CERÂMICO MANUAL DE UTILIZAÇÃO ANTES DE UTILIZAR A PLACA EM VIDRO CERÂMICO INSTALAÇÃO LIGAÇÃO ELÉCTRICA SUGESTÕES PARA POUPANÇA DE ENERGIA SUGESTÕES PARA A PROTECÇÃO DO AMBIENTE PRECAUÇÕES E RECOMENDAÇÕES GERAIS

Leia mais

Manual de instruções Forno para pizza Mini

Manual de instruções Forno para pizza Mini P Manual de instruções Forno para pizza Mini 203510 203500 V1/0813 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Página 1 de 5 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1. Identificador do produto 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas

Leia mais

Instruções de operação Bomba para barris DULCO Trans 40/1000 PP

Instruções de operação Bomba para barris DULCO Trans 40/1000 PP Instruções de operação Bomba para barris DULCO Trans 40/1000 PP A1637 Ler primeiro o manual de instruções na sua totalidade! Não o deitar fora! Por de danos devido a erros de instalação e comando, a empresa

Leia mais

Versão à prova de explosão do telefone resistente às intempéries FernTel IP. FernTel IP Z2. Manual de instruções FHF BA 9620-25 07/11

Versão à prova de explosão do telefone resistente às intempéries FernTel IP. FernTel IP Z2. Manual de instruções FHF BA 9620-25 07/11 Versão à prova de explosão do telefone resistente às intempéries FernTel IP FernTel IP Z2 Manual de instruções FHF BA 9620-25 07/11 O telefone FernTel IP Z2 é uma versão à prova de explosão do telefone

Leia mais

Goldspeed EVO S1 / S1-L / M5-L / D1 / D1-L / R20-L / E16

Goldspeed EVO S1 / S1-L / M5-L / D1 / D1-L / R20-L / E16 97050831 rev. 001 0 5 / 2 0 1 5 QUICK REFERENCE Tradução do original em italiano Goldspeed EVO S1 / S1-L / M5-L / D1 / D1-L / R20-L / E16 2 Classificação Dispositivo Médico de classe IIa conforme a diretiva

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ Data da emissão: 01.03.2005 Edição substituta de 01.02.2002 1. Identificação do produto e da empresa Identificação da substância/preparação

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1 Página : 1 T : Tóxico F+ : Extremamente Etiqueta 2.1 : Gás inflamável inflamável. 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial : N Ficha de Segurança : Uso : Esterilização

Leia mais

Instruções Operacionais e de Manutenção

Instruções Operacionais e de Manutenção Instruções Operacionais e de Manutenção AVISOS Antes de utilizar este equipamento leia a norma EN 529 : 2005 e familiarize-se com os requisitos dos dispositivos de protecção respiratória e os respectivos

Leia mais

INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA E INSTALAÇÃO

INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA E INSTALAÇÃO l INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA E INSTALAÇÃO DOCUMENTO TRADUZIDO A PARTIR DO ORIGINAL IMPORTANTE: Deverá ler atentamente todos os documentos antes do armazenamento, da instalação ou da utilização do material

Leia mais

UNIDADE DE TRANSMISSÃO DE DADOS DE CONTAGEM

UNIDADE DE TRANSMISSÃO DE DADOS DE CONTAGEM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 441 27 de abril de 2012 Página 2 de 13 ÍNDICE Registo das revisões... 4 1. Objectivo... 5 2. Âmbito... 5 3. Referências... 5 3.1. Externas... 5 3.2. Internas... 5 4. Definições

Leia mais

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO LipoFilter Mini INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO REFERÊNCIAS DAS PEÇAS APLICÁVEIS: Número REF h ASP-CAN-3S h ASP-CAN-3R h ASP-ADP-2 h ASP-ADP-3 Descrição LipoFilter Mini Seringa de aspiração

Leia mais

Recomendação ERSAR n.º 03/2010

Recomendação ERSAR n.º 03/2010 Recomendação ERSAR n.º 03/2010 PROCEDIMENTO PARA A COLHEITA DE AMOSTRAS DE ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO (Substitui a Recomendação IRAR n.º 08/2005) Considerando que: O procedimento

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1 Página : 1 Etiqueta 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial : N Ficha de Segurança : Uso : Gas Refrigerante. Identificação

Leia mais

Narvik-Yarway Modelo 20 Actuador pneumático de membrana Instruções de Instalação, Funcionamento e Manutenção

Narvik-Yarway Modelo 20 Actuador pneumático de membrana Instruções de Instalação, Funcionamento e Manutenção Antes da instalação, estas instruções devem ser objecto de leitura e de compreensão na totalidade Atenção: o olhal de elevação destina-se apenas ao actuador e NÃO ao conjunto actuador / dessobreaquecedor!

Leia mais

ClickShare. Manual de segurança

ClickShare. Manual de segurança ClickShare Manual de segurança R5900015PT/02 01/04/2014 Barco nv President Kennedypark 35, 8500 Kortrijk, Belgium Telefone: +32 56.23.32.11 Fax: +32 56.26.22.62 Suporte: www.barco.com/esupport Visite-nos

Leia mais

LIMPEZA E MANUSEAMENTO DE INSTRUMENTOS WRIGHT 130561-8. Estão incluídos na presente embalagem os idiomas seguintes:

LIMPEZA E MANUSEAMENTO DE INSTRUMENTOS WRIGHT 130561-8. Estão incluídos na presente embalagem os idiomas seguintes: PT LIMPEZA E MANUSEAMENTO DE INSTRUMENTOS WRIGHT 130561-8 Português (pt) Estão incluídos na presente embalagem os idiomas seguintes: Para obter idiomas adicionais, visite o nosso sítio da Web www.wmt.com

Leia mais

Código: CHCB.PI..EST.01 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas:1 de 12. 1. Objectivo. 2. Aplicação

Código: CHCB.PI..EST.01 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas:1 de 12. 1. Objectivo. 2. Aplicação Código: CHCB.PI..EST.01 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas:1 de 12 1. Objectivo o Estabelecer normas para o processamento dos dispositivos médicos, baseadas em padrões de qualidade. o Estabelecer condições de

Leia mais

Lista de Verificação de Cantinas Escolares

Lista de Verificação de Cantinas Escolares Lista de Verificação de Cantinas Escolares Nome do estabelecimento: Identificação das entidades responsáveis pelo estabelecimento e NIF Morada do estabelecimento: Identificação das entidades responsáveis

Leia mais

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30 ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30 Suporte redes do tipo: Monofásico; Bifásico, com neutro comum; Trifásico com ligação estrela com e sem neutro Trifásico

Leia mais

150320 150310 V1/0815

150320 150310 V1/0815 150320 150310 V1/0815 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Índice 1. Segurança... 72 1.1 Indicações de segurança... 72 1.2 Explicação dos símbolos... 74 1.3 Fontes de riscos... 74 1.4

Leia mais

G82-27000 INITIAL CORDED MULTIMEDIA KEYBOARD. Instruções de utilização. 6440528-03 PT Aug 2009 (G82-27000 = Mod. G270)

G82-27000 INITIAL CORDED MULTIMEDIA KEYBOARD. Instruções de utilização. 6440528-03 PT Aug 2009 (G82-27000 = Mod. G270) G82-27000 INITIAL CORDED MULTIMEDIA KEYBOARD Instruções de utilização 6440528-03 PT Aug 2009 (G82-27000 = Mod. G270) Ocupação das teclas Reproduzir/Pausa Som mais baixo Som ligado/desligado Calculadora

Leia mais

Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS. Motor de correr. Página 1

Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS. Motor de correr. Página 1 Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS Motor de correr Página 1 Na instalação e utilização deve ter muita Atenção 1) Cuidado! Para sua segurança, é importante seguir todas as indicações

Leia mais

instalação de sistemas de terras

instalação de sistemas de terras 94 José Ribeiro joseribeiro@casafelix.pt instalação de sistemas de terras 1. Capturar o raio. Capturar o raio para um ponto conhecido de ligação preferida utilizando um sistema de ponta captora aérea específica

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 5. 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico.

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 5. 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. Página : 1 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. Atenção 1 Identificação da substância/ preparação e da sociedade/ empresa Identificador do produto Designação Comercial : AR Reconstituido K/AR Comprimido/

Leia mais

MT-1 / MT-2. Mantas eléctricas Cobertores eléctricos. Instrucciones de uso Instruções de utilização

MT-1 / MT-2. Mantas eléctricas Cobertores eléctricos. Instrucciones de uso Instruções de utilização MT-1 / MT-2 Mantas eléctricas Cobertores eléctricos Instrucciones de uso Instruções de utilização P INSTRUÇÕES IMPORTANTES CONSERVAR PARA UMA UTILIZAÇÃO POSTERIOR 1.- Aplicações e recomendações Este aparelho

Leia mais

Terminador de barramento de campo

Terminador de barramento de campo Terminador de barramento de campo Manual de instruções Additional languages www.stahl-ex.com Índice 1 Informações Gerais...3 1.1 Fabricante...3 1.2 Informações relativas ao manual de instruções...3 1.3

Leia mais

Nunca utilizar objectos afiados, ácidos ou solventes orgânicos para a limpeza. Dispositivo

Nunca utilizar objectos afiados, ácidos ou solventes orgânicos para a limpeza. Dispositivo Smart Control N.º art. SC 1000 KNX Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados. Risco de

Leia mais

DIRECTIVA 2003/94/CE DA COMISSÃO

DIRECTIVA 2003/94/CE DA COMISSÃO L 262/22 DIRECTIVA 2003/94/CE DA COMISSÃO de 8 de Outubro de 2003 que estabelece princípios e directrizes das boas práticas de fabrico de medicamentos para uso humano e de medicamentos experimentais para

Leia mais

INDÚSTRIA FITOFARMACÊUTICA LIDERA CERTIFICAÇÃO DE FATOS DE PROTECÇÃO PARA A APLICAÇÃO DOS SEUS PRODUTOS

INDÚSTRIA FITOFARMACÊUTICA LIDERA CERTIFICAÇÃO DE FATOS DE PROTECÇÃO PARA A APLICAÇÃO DOS SEUS PRODUTOS INDÚSTRIA FITOFARMACÊUTICA LIDERA CERTIFICAÇÃO DE FATOS DE PROTECÇÃO PARA A APLICAÇÃO DOS SEUS PRODUTOS A protecção do aplicador na utilização de produtos fitofarmacêuticos está agora assegurada por um

Leia mais

ULTRA BLUE. Manual do Usuário

ULTRA BLUE. Manual do Usuário ULTRA BLUE Manual do Usuário A fabricação do D-2000 e do D-2000X é realizada conforme os requisitos estabelecidos na RDC 59 Boas Práticas de Fabricação de Produtos Médicos. Este produto deve ser utilizado

Leia mais

Keeler Spectra Plus. Instruções. Seguinte

Keeler Spectra Plus. Instruções. Seguinte Keeler Spectra Plus Instruções Introdução Agradecemos a sua compra do Oftalmoscópio Indirecto Keeler Spectra Plus. Concebemos, desenvolvemos e fabricámos este produto com o maior cuidado, para garantir

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

TECHCONNECT TC2-HDMIAUD MANUAL DO UTILIZADOR. www.visionaudiovisual.com/pt/techconnect/tc2-hdmiaud. TC2-HDMIAUD_manual_pt

TECHCONNECT TC2-HDMIAUD MANUAL DO UTILIZADOR. www.visionaudiovisual.com/pt/techconnect/tc2-hdmiaud. TC2-HDMIAUD_manual_pt TECHCONNECT TC2-HDMIAUD MANUAL DO UTILIZADOR www.visionaudiovisual.com/pt/techconnect/tc2-hdmiaud 1 DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE Quando aplicável, os produtos Vision são certificados e cumprem todos os regulamentos

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI GERAÇÃO 3.1 Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 8 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE índice...2 1. Introdução...3 2. Documentos normativos aplicados...3

Leia mais

Ficha Dados de Segurança do Produto Nos termos do regulamento REACH 1907/2006/CE

Ficha Dados de Segurança do Produto Nos termos do regulamento REACH 1907/2006/CE Páginas: 1/6 Versão: 3 Data: 05.05.2010 Substitui versão de: 19.11.2009 Etiqueta 2.2: Gás não Inflamável e não tóxico 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO E DA EMPRESA Designação Comercial: Nº da

Leia mais

Instruções de operação

Instruções de operação Instruções de Ventiladores radiais Modelo com motor standard Printed in Germany Reserva-se o direito a alterações, devido ao desenvolvimento técnico, respeitantes às indicações e ilustrações das presentes

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA INSTRUNET ASPIRAÇÃO

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA INSTRUNET ASPIRAÇÃO Pág. 1 de 5 1.- IDENTIFICAÇÃO DO PREPARADO E DA SOCIEDADE OU EMPRESA Identificação da substância ou preparado: Utilização da substância ou preparado: Desinfetante concentrado para todo o tipo de sistemas

Leia mais

Li-Ion Batteries BU Measuring

Li-Ion Batteries BU Measuring Data de emissão: Data da redacção: 10/08/2015 Substitui a ficha: 12/03/2015 Versão: 2.7 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa Identificador do produto Nome comercial Li-Ion

Leia mais

C90 Manual de instruções

C90 Manual de instruções C90 Manual de instruções Leia este Manual do Utilizador e as instruções de segurança antes de utilizar este aparelho! PRECAUÇÕES IMPORTANTES Ao usar electrodomésticos, precauções de segurança básicas devem

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA DESENTUPIDOR DE TUBAGEM LINHA PROFISSIONAL

FICHA DE SEGURANÇA DESENTUPIDOR DE TUBAGEM LINHA PROFISSIONAL Ficha de Segurança de acordo com Regulamento (CE) nº 1907/2006 (REACH). Classificação e Rotulagem de acordo com Regulamento para a Classificação, Embalagem e Rotulagem de Preparações perigosas. 1. Identificação

Leia mais

DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II

DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II Modos de programação de registo; Intervalos de registo programáveis; Capacidade de memória para 240.000 medidas; Alimentação por pilhas alcalinas; Ligação a computador

Leia mais

Breve introdução testo 51043

Breve introdução testo 51043 Breve introdução testo 51043 Breve introdução testo 510 de Tampa de protecção: posição de encaixe Conexão do sensor de pressão diferencial Visor Botões de comando Compartimento para as pilhas, ímans de

Leia mais

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Manual de instruções para carregadores de acumuladores CCC 405 e CCC 410 24V/5A 24V/10A utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Certified to EN60601-1 3 rd ed. Em conformidade

Leia mais

MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO

MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento Nossos produtos se instalado por pessoal qualificado,

Leia mais

Avis juridique important 31991L0412

Avis juridique important 31991L0412 Avis juridique important 31991L0412 Directiva 91/412/CEE da Comissão, de 23 de Julho de 1991, que estabelece os princípios e directrizes das boas práticas de fabrico de medicamentos veterinários Jornal

Leia mais

HOFFRICHTER. ALARMBOX Instruções de Operação Caixa de Alarme Remoto para o Ventilador de Pulmão CARAT

HOFFRICHTER. ALARMBOX Instruções de Operação Caixa de Alarme Remoto para o Ventilador de Pulmão CARAT HOFFRICHTER ALARM ALARMBOX Instruções de Operação Caixa de Alarme Remoto para o Ventilador de Pulmão CARAT Número de Série HOFFRICHTER GmbH fornece todos os sistemas com um número de série a fim de garantir

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA INSTRUNET GAM

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA INSTRUNET GAM Pág. 1 de 5 1.- IDENTIFICAÇÃO DA PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE OU EMPRESA Identificação da substância ou da preparação: Utilização da substância ou da preparação: Gel de acção rápida para a desinfecção higiénica

Leia mais

Laboratório de Sistemas de Energia. Ensaio de Colectores Solares Térmicos e Módulos Fotovoltaicos

Laboratório de Sistemas de Energia. Ensaio de Colectores Solares Térmicos e Módulos Fotovoltaicos Laboratório de Sistemas de Energia Ensaio de Colectores Solares Térmicos e Módulos Fotovoltaicos LSE 05-2013 1 Laboratório de Sistemas de Energia Ensaio de Colectores Solares Térmicos segundo as Normas:

Leia mais

Mini 1,5L A100266 V2/1014

Mini 1,5L A100266 V2/1014 Mini 1,5L A100266 V2/1014 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível! 1.

Leia mais

Incubadora MANUAL DE OPERAÇÕES

Incubadora MANUAL DE OPERAÇÕES Incubadora MANUAL DE OPERAÇÕES Introdução A incubadora Valisafe é designada para uso a 37 C (gás) ou 57 C (vapor) com a finalidade de incubação de indicadores biológicos. Os indicadores biológicos para

Leia mais

IV-65 300317 V4/0914

IV-65 300317 V4/0914 IV-65 300317 V4/0914 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo num lugar facilmente acessível! 1. Informações

Leia mais

Conjunto de Garrafa de Água, Tampa e Tubagem c/ CO 2 : Reutilizável SCT-469. Conjunto de Garrafa de Água, Tampa e Tubagem: Reutilizável SCT-468

Conjunto de Garrafa de Água, Tampa e Tubagem c/ CO 2 : Reutilizável SCT-469. Conjunto de Garrafa de Água, Tampa e Tubagem: Reutilizável SCT-468 Manual do Utilizador Conjunto de Garrafa de Água, Tampa e Tubagem: Reutilizável SCT-468 Conjunto de Garrafa de Água, Tampa e Tubagem c/ CO 2 : Reutilizável SCT-469 AUTOCLAVÁVEL Referência FSE-058-PT-1.0

Leia mais