DIRETORIA discute sobre temas de interesse da Rede

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIRETORIA discute sobre temas de interesse da Rede"

Transcrição

1 Deputado BETO MANSUR apresenta projeto para regulamentar atividade de Correspondente Bancário LEGISLATIVO Conheça as ações propostas pelo Sindicato em favor do Lotérico Crescimento da arrecadação das loterias e contratação do IPEA pela Caixa. Qual a influência destes temas para o Lotérico? Leia em, editorial Editorial - PÁG PÁG Associado SINCOESP tem desconto para Graduação ou Pós em Universidade. Veja nesta edição como funciona o novo convênio. Pág. 2 Convênio Pág. 7 Site Sincoesp w w w.sincoesp.org.br DIRETORIA discute sobre temas de interesse da Rede Diretores discute pela autonomia do Sindicato nas negociações com a Caixa. Leia sobre reunião da diretoria na página 05. As câmeras internas da sua loja têm sistema de gravação? Atenção, pois isto é um item importante do seguro de valores. Saiba mais na página 8 SEGURANÇA - PÁG Conheça outras propostas de transporte de valores para a Rede Carro-forte, um problema do empresário ou da parceira? Leia sobre o assunto em artigo do presidente da Associação dos Empresários Lotéricos de Taubaté e Região (AELTAR)

2 2 Jornal do Sincoesp De 01 a 31 de julho de 2008 EDITORIAL CRESCIMENTO DA ARRECADAÇÃO DAS LOTERIAS FEDERAIS E IPEA Luiz Carlos Peralta PRESIDENTE DO SINCOESP e empresário lotérico desde 1968 No último dia 4 de agosto a Caixa Econômica Federal divulgou o Fax Prêmio nº. 362 destacando o crescimento da arrecadação das Loterias administradas pela Caixa, em 52,6% sobre o valor arrecadado em julho de Esse fato, para nós não é surpresa, pois, há anos os Sindicatos vêm reivindicando o aumento do preço das apostas de todas as Loterias de Prognósticos, pois, só assim e também com a reformulação dos jogos é que a arrecadação pode crescer. Há anos temos cobrado insistentemente da Caixa essas providências que foram discutidas e aprovadas em 2007, onde infelizmente os bancários da Caixa que administravam as Loterias no período, não levaram à frente aquele projeto, perdendo assim a oportunidade de que tivéssemos esse crescimento de arrecadação a mais tempo, caso o projeto tivesse sido colocado em prática. Com esse atraso não conseguimos aumentar o preço de todas as Loterias de Prognósticos, por conta do aumento da inflação, portanto esse crescimento poderia ter sido muito maior. Justificar que o tempo perdido foi por culpa do Ministério da Fazenda não nos parece correto, pois em 2003, em aproximadamente dois meses o Ministério da Fazenda aprovou o aumento da Quina e da Mega, e agora recentemente a ECT Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos conseguiu reajustar o preço de suas tarifas num prazo em torno de 15 dias, baseando-se no aumento salarial obtido pela categoria. E, o Lotérico que todo ano vem reajustando o salário de seus funcionários, concedendo novos benefícios sociais, diga-se de passagem, merecidos, não conseguem repassar seus custos, e ficamos à mercê da boa vontade de nossa parceira. Portanto, os bancários da Caixa que estavam á frente das Loterias neste período, deveriam ser responsabilizados pelos prejuízos dos Lotéricos, da Caixa e do Governo Federal, advindos desse atraso e pelo período em que deixamos de crescer, por conta da demora na implantação desses projetos. Outro assunto que tem sido divulgado de uma forma positiva é a contratação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA, para levantamento econômico da Rede Loterica de todo o Brasil. A princípio, essa notícia foi muito bem recebida por todos, mas logo após a assinatura do convênio da Caixa com o IPEA algumas noticias, foram divulgadas pela imprensa, e levantaram dúvidas quanto à imparcialidade do Instituto. Isso nos trouxe preocupação, mas acreditamos que os números falarão por si, é importante que todos os problemas pontuais sejam analisados, e que seja levado em conta a peculiaridade de cada região, principalmente no estado de São Paulo que tem um custo fixo mais elevado. Para tanto estaremos enviando para o IPEA todos os estudos que já foram feitos pelo SINCOESP, afim de que eles analisem as informações, com o intuito de contribuir com o IPEA, para que o estudo realizado reflita exatamente a situação em que vive o Lotérico. A enquente que está sendo realizada pelo site do SINCOESP, em que o Lotérico opina sobre o resultado do estudo, indica que a grande maioria tem votado na opção em que a Caixa manipulará os resultados, e não nos dará nenhum tipo de aumento, demonstrando assim a falta de confiança da Rede, nos executivos da Caixa. Mais uma vez reafirmamos a nossa esperança de que a partir do estudo do IPEA, a Caixa reabra todos os seus canais de negociação e juntos, os sindicatos e a Caixa, consigam montar um projeto que seja bom para todos, mas que principalmente resgate a rentabilidade mínima que o Lotérico precisa para sobreviver. Órgão oficial do SINCOESP - Sindicato dos Comissários e Consignatários do Estado de São Paulo - SP Av. Ipiranga, o andar - Centro - CEP São Paulo/ SP - Tel. (11) Fax:(11) site: EXPEDIENTE Edição e produção: Ponto X Comunicação Jornalista responsável: Eduardo Barazal (MTb SP) Redatora: Ana Gabriela Ferreira Impressão: Diário do Litoral - Santos-SP Tiragem: 15 mil exemplares - Distribuição gratuita DIRETORIA EXECUTIVA Titulares: Presidente - Luiz Carlos Peralta; Primeiro Vice-presidente - Jodismar Amaro; Segundo Vice - Shiro Tanabe; Diretor Administrativo - José Carlos Pereira de Paiva; Diretor Administrativo Adjunto - Custódio Guimarães Junior; Diretor Financeiro - Luiz Carlos Brentigani; Diretor Financeiro Adjunto - Mário Rui da Câmara Nóbrega. Suplentes : Celso Mitsuo Otsuka; Cleber Guimarães; Ilson Roberto Matoso; José Batista de Souza; Manoel Carlos Roberto da Silva. Conselho Fiscal Titulares: Oswaldo Stefanelli Filho; Ricardo Matsushita; Rodney de Lima Bertti. Suplentes: José Galvão Fenley; José Job; Lídio Perez. Delegados Federação Titulares: Jodismar Amaro; Luiz Carlos Peralta Suplentes: José Carlos Pereira de Paiva; Luiz Carlos Brentigani. DELEGADOS E SUB-DELEGADOS INTERIOR Araçatuba: Adélia Mori Hideo Kimura Campinas e Região: Ilson Roberto Mattoso Jundiaí: Alefe Messias F. de Oliveira, José Antonio Binhardi e Luiz Afonso P. Offa. Marília - Bauru: Sueli Falcão Piracicaba: Lázaro Benedito de Oliveira Presidente Prudente: Edson Golo Kishibe Ribeirão Preto e Região: Rodney de Lima Bertti e Robinson Ferdinando Santos e Região: Erivaldo Alves dos Santos e Manoel Carlos Roberto da Silva São José dos Campos: Marcos Antônio Gaspar e Ricardo Matsushita São José do Rio Preto: Antônio Mamede Jordão e João Luiz Fioramonti São Carlos: José Roberto Luchesi Sorocaba: Leandro Kosima Taubaté: Marco Antônio de Oliveira CAPITAL Paulista: Eugênio Hugo Bassi Penha: Celso Mitsuo Otsuka e Marcos Tomazini Santana: Carlos Eduardo Lima Santo Amaro: Charles Susskind, Custódio Guimarães Junior, José Batista de Souza Zona Norte: Claudinei Carlos GRANDE SÃO PAULO Diadema: Cláudio Garcia Júnior Guarulhos: Osvaldo Caldas de Oliveira Mauá: Antônio Roberto Batista Fontinelli Osasco - Pinheiros: Carla Regina de Azevedo Santo André: Vanderlei Crippa São Bernardo do Campo: Creide Conceição Lima Gerlim Revendedor de bilhetes, Pç. da Sé: José Hilton Macedo Praga Conselho Editorial: Luiz Carlos Peralta, Jodismar Amaro, Shiro Tanabe, José Carlos Pereira de Paiva, Mário Rui Câmara Nóbrega, Lídio Perez, Luiz Carlos Brentigani, José Antonio Binhardi.

3 De 01 a 31 de julho de 2008 LOTERIAS Jornal do Sincoesp 3 Deputado apresenta projeto para regulamentar atividade de Correspondente Bancário O Deputado Federal Beto Mansur, (à direita na foto) abraçou a causa dos Lotéricos do País, ao acompanhar a categoria na audiência com o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, em março passado. O Projeto de Lei Complementar (PLP) n 385/2008 (o projeto na íntegra está no final do release) foi apresentado no início do mês de julho para ampliar, aprimorar e tornar mais transparente e democrática a prestação de serviços bancários e financeiros por parte dos setores do comércio e de serviços, os chamados correspondentes bancários. O PLP altera a Lei 4.595, de 31 de dezembro de 1964, que dispõe sobre a política e as instituições monetárias, bancárias e creditícias e cria o Conselho Monetário Nacional dando maior segurança jurídica às relações entre os bancos e seus correspondentes bancários, já que tratará em lei o que hoje é regido por norma do Conselho Monetário Nacional (CMN). A proposta permitirá qualquer instituição devidamente autorizada pelo Banco Central a funcionar, contratar terceiros, integrantes ou não do Sistema Financeiro Nacional, para o desempenho das funções de correspondentes no país, e, para tanto, concede percentual maior de remuneração (em relação ao que é atualmente pago), além de seguro, em condições especiais, para proteção Luiz Peralta, presidente do SINCOESP, Arlindo Chinaglia, pres. da Câmara, Beto Mansur, deputado federal. Durante audiência dos Lotéricos, em Brasília, no mês de março às instituições que forem executar os novos serviços. Atualmente, os correspondentes bancários não possuem infraestrutura e pessoal para garantir segurança na execução das funções de banco. A proposta vai ampliar os serviços de correspondentes ao permitir a população a realização de saques de pequeno valor e pagamento de contas, eliminando filas em bancos e facilitando o acesso do cliente a recursos de urgência, perto de sua casa, bem como o recebimento de benefícios dos programas sociais de governo, como o Bolsa-Família. Enquête SINCOESP IPEA vai avaliar a Rede Mais uma vez a Caixa Econômica Federal vai contratar os serviços de um instituto para fazer uma análise da situação da Rede Lotérica. Esta ano, a Caixa contratou o IPEA Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, para obter um levantamento que, provavelmente, não será muito diferente dos resultados obtidos anteriormente pelo SINCOESP com a FGV em 2001 e, atualizado em Há três anos, a Caixa havia contratado o Grupo Voxpopoli para fazer o mesmo levantamento. Para a maior parte dos Lotéricos que participaram da enquête do site do SINCOESP, 77,96% dos votos recebidos, a Caixa irá manipular os números da pesquisa, dizendo que nossas reclamações são infundadas e deixará tudo como está. O que significa que, a parceira pode fazer vistas grossas para o resultado do trabalho. Confira abaixo, o resultado parcial da enquête: Finalmente a CEF assinou convênio com IPEA, para avaliar a situação financeira da Rede Lotérica. Em sua opinião os resultados mostrarão que: a) A rentabilidade da Rede é satisfatória, por isso, não há necessidade de qualquer alteração; 4 votos - 1,61% b) A rentabilidade é baixa e a partir de então, a CEF reajustará nossas tarifas e comissões; 3 votos - 5,241% c) A CEF manipulará os números, dizendo que nossas reclamações são infundadas e deixará tudo como está; 194 votos 78,23% d) O resultado do IPEA não será muito diferente daquele fornecido pelo estudo encomendado pelo SINCOESP 37 votos 14,92% Total votos: 248

4 4 Jornal do Sincoesp De 01 a 31 de julho de 2008 Mudanças da Mega Sena começam em agosto Em 2008 não terá mais declaração de isento As novas regras de distribuição da arrecadação da Mega-Sena entraram em vigor no domingo, 3 de agosto. Como divulgado pela Caixa Econômica Federal, 5% do valor destinado a prêmios em cada sorteio ficarão reservados para o último As apostas realizadas para o concurso 993 e para os concursos posteriores, por intermédio da modalidade teimosinha, realizadas em datas anteriores à vigência das alterações, seguirão as novas regras ora divulgadas. Para efeito de concurso de final 0 ou 5 do ano. A medida visa oferecer um prêmio atrativo para os apostadores e garantir uma arrecadação expressiva para os lotéricos na época do Natal e Ano Novo. Veja abaixo como ficará a distribuição do valor destinado à premiação: realização de apostas, poderão ser utilizados os volantes em circulação, mediante a aplicação das novas regras. As alterações para os demais jogos, serão divulgadas gradativamente pela Caixa. informações Fax prêmio nº361 A Declaração de Isento não será mais uma preocupação anual para o brasileiro. Isto porque a Receita Federal determinou o fim da obrigatoriedade da declaração, que tinha como intuito excluir inscrições de contribuintes mortos, duplos e falsos. De acordo com a Receita Federal a declaração de isento tornou-se desnecessária para descobrir quem sonega, pois, dados da Previdência Social passaram a ser compartilhados com a Receita Federal. Além disso, agora, os cartórios de registros civis passarão a emitir junto com a certidão de nascimento, um número de CPF, que será único para a vida toda, sendo ativado, apenas quando a pessoa passar a ter renda. Esta alteração chegou como uma bomba para a Rede Lotérica. Para atender fazer a declaração em uma lotérica, o cliente precisava pagar R$1.00, sendo que R$ 0,30 eram a comissão do Lotérico. Nas lotéricas de bairros afastados do centro, o atendimento vai diminuir muito. Este era um dos serviços melhores remunerados para o Lotérico, por ser simples, levava pouco tempo para ser concluído, e ainda, não deixava grandes volumes no caixa da loja, lembra Luiz Peralta, presidente do SINCOESP. Venda de empresa não modifica contrato trabalhista Ao realizar a compra de uma empresa o interessado no negócio tem a responsabilidade de levantar junto ao antigo proprietário todas as informações necessárias para concretizar o negócio. Fazer o levantamento do ativo, do passivo, do patrimônio, etc. Incluindo, os contratos trabalhistas. Mas neste caso, o comprador fica responsável por todos os contratos trabalhistas, os direitos e/os encargos tributários. Esta é uma determinação da Consolidação das Leis do Trabalho CLT: Art. 10 Qualquer alteração na estrutura jurídica da empresa não afetará os direitos adquiridos por seus empregados. Art. 448 A mudança na propriedade ou na estrutura jurídica da empresa não afetará os contratos de trabalho dos respectivos empregados. O novo proprietário passa a ser responsável em honrar todas as obrigações trabalhistas. Sejam elas as dívidas anteriores, atuais e futuras, o que significa ser o responsável pelas dívidas vencidas à época da transferência, como também pelos contratos já rescindidos. No entanto, ao realizar a transferência da empresa ficar comprovado que houve um interesse fraudatório, do antigo proprietário, será de sua responsabilidade arcar com débitos trabalhistas, se houverem.

5 De 01 a 31 de julho de 2008 ACORDO Jornal do Sincoesp 5 DIRETORES reúnem-se e debatem sobre interesse da REDE A Diretoria do SINCOESP e o Conselho Fiscal reuniram na última semana de julho, para discutir sobre alguns temas de interesse da Rede Lotérica. Participaram da reunião, o presidente do SINCOESP, Luiz Peralta; e o segundo vice-presidente, Shiro Tanabe; o suplente do Conselho Fiscal, Lídio Perez; o diretor financeiro adjunto, Mário Rui da Câmara Nobrega, a presidente do Conselho de Representantes, Sueli Falcão, e o diretor administrativo adjunto, Custódio Guimarães Júnior; o delegado sindical de Santos, Manoel Carlos Roberto da Silva; de São José dos Campos, Ricardo Matsushita; e também o lotérico da Baixada Santista, Antônio Carlos Bolzan Neto. Nesta reunião o balanço de 2007 foi apresentado para análise e votação da diretoria, e, aprovado por unanimidade. O relatório será apresentado para os delegados sindicais na próxima reunião, que deverá ocorrer na penúltima quinta-feira do mês de agosto. Além de avaliar o balanço anual, a Diretoria também discutiu sobre a concessão de auxílio educacional para os funcionários do SINDICATO. E, também, alterações para a Federal de Natal e Ano Novo. O projeto do Deputado Beto Mansur também estava na pauta, e, o SINCOESP pretende encontrar outras ferramentas para apoiar a aprovação do projeto na Câmara dos Deputados (veja mais sobre o PL nesta edição do Jornal). O serviço de carro-forte não ficou de fora da reunião, pela sua importância. O SINCOESP vai continuar divulgando as condições comerciais que receber das empresas de transporte de valores, para que o Lotérico posse definir a melhor alternativa para sua região. E, ainda, o SINDICATO vai tentar negociar com a Caixa para que sejam modificadas algumas regras do carro-forte, como taxas, limites de valores recebidos, etc. Acima, o contador do SINCOESP faz a apresentação do balanço anul para a diretoria. Ao lado, os lotéricos Manoel Carlos Roberto da Silva, e Lídio Perez, ambos de Santos, e o presidente Luiz Peralta, ao lado de Ricardo Matsushita, de São José dos Campos Tele Sena de Independência têm humoristas na nova campanha A Liderança Capitalização apresenta como protagonistas da campanha de mídia da Tele Sena de Independência os atores Marcius Melhem e Leandro Hassum, que integram o time de humoristas do programa Zorra Total, exibido pela TV Globo. Com um clima de descontração, a nova campanha traz como destaque as características de todas as premiações oferecidas pelo título de capitalização. No filme de 60 segundos, Marcius Melhem e Leandro Hassum interagem em um cenário repleto de dinheiro. Os atores explicam com bom-humor como funciona cada prêmio para pessoas interessadas em saber mais sobre as chances de ganhar com a Tele Sena. Com o slogan Tele Sena de Independência: diversão do início ao fim, esta edição do título valoriza a premiação instantânea do Ganhe Já em Dose Dupla, em que os consumidores têm a chance de ganhar dois prêmios de uma só vez. Para ganhar, é preciso raspar e achar três combinações iguais de premiações. Tem Celta com mais R$ 7 mil em dinheiro, S10 e mais uma Moto Yamaha, ou ainda, uma casa com um ano de supermercado grátis. Além dessa variedade de Os atores Marcius Melhem e Leandro Hassum, sucesso do Programa Zorra Total da Rede Globo, protagonizam a nova campanha da Tele Sena de Independência prêmios, a Tele Sena de Independência continua distribuindo R$ 500 mil para aqueles que acertam mais pontos, R$ 500 mil para aqueles que acertam menos pontos e mais um prêmio extra de R$ 200 mil para quem completar o quadro da Tele Sena Completa. Lembrando que os valores serão divididos em partes iguais entre os acertadores. Lançado em 1991, pela Liderança Capitalização S/A, a Tele Sena é um título de capitalização com pagamento único. Compõe a cesta de produtos comercializados pelas Casas Lotéricas de todo o país.

6 6 Jornal do Sincoesp De 01 a 31 de julho de 2008 CARRO-FORTE NOVAS PROPOSTAS DE CARRO- FORTE PARA SÃO PAULO Mais duas empresas de transporte de valores apresentaram propostas para atender os Empresários Lotéricos de São Paulo, a Brinks e a Protege, veja as condições de atendimento abaixo. Além destas empresas, a Transbank e a Transnacional também possuem condições de atender os lotéricos (confira qual região fica a sua lotérica). No site do SINCOESP estão disponíveis as condições de cada empresa. Por não BRINKS FREQÜÊNCIA e PREÇOS: Opção Freqüência Mensal Preço 1 13 R$ 780, R$ 1.080, R$ 1.320, R$ 1.560, R$ 1.800,00 PROTEGE se tratar de um convênio, a contratação deve ser feita diretamente pelo Empresário e a Empresa. Buscar condições melhores com as empresas de transporte de valores foi uma alternativa encontrada pelo SINCOESP para não deixar o Lotérico sem opção. Pois, o SINCOESP não aceitou a maneira apresentada pela Caixa Econômica Federal em conceder o adicional de segurança. Horário: A definir; Material: Malote plástico descartável - Já incluso nos valores acima. Adicional de permanência - R$9,50 (nove reais e cinqüenta centavos) por minuto excedente a 15 da parada para coleta e/ou entrega; Custódia: (Se houver pernoite do dinheiro na Base BRINK S no cenário proposto não haverá); a)0,012% aplicada sobre o numerário por dia custodiado; b)0,024% aplicada sobre moedas por dia custodiado Taxa ad-valorem: 0,04% aplicada sobre o valor transportado; Tributos: Serão repassados todos os impostos integralmente ao cliente; Seguro: Repasse de 100% da franquia de seguro em caso de sinistro; Aviso-prévio: 30 (Trinta) dias, após a comunicação por escrito. Contato Brinks - Rene Gondim, Gerente Comercial, tel. (011) (011) site: FREQUENCIA DE COLETAS (**) R$ MENSAL ** Exceto feriados 2ª a sábado 1.612,00 2ª a 6ª feira 1.364,00 4 vezes por semana a definir 1.066,40 3 vezes por semana a definir 830,00 2 vezes por semana a definir 554,00 1 vez por semana a definir 266,60 AD-Valorem: 0,04% sobre o valor transportado a cada embarque Minuto parado: R$ 4,65. Franquia de 10 min. Inclusos: impostos, malotes de sangria, malotes de coleta e reembolso de sinistro em até 10 dias isento de franquia Data-Base: Jun/2008. Reajuste em JUNHO/09 Aviso-prévio: 30 (Trinta) dias, após a comunicação por escrito PROPOSTA PARA GRUPOS GRANDES: a) Pacote fechado de segunda a sexta = R$ 1250,00 mensais b) Aos sábados recolhe avulso R$62,00 com aviso prévio de 48 horas c) AD-Valorem: 0,04% sobre o valor transportado a cada embarque d) Impostos incluídos nesse valor e) Os casos que não se aplicarem a esta negociação deverão ser tratados entre as partes interessadas Contato Protege Transporte de Valores - José Edgard Trindade, Gerente Geral Corportativo Comercial Grupo Protege - Fone (11) Fax (11) O Carro-Forte é um problema da Caixa e não da Rede Vou aproveitar essa oportunidade para esclarecer de uma vez por todas um problema que nos afeta diretamente e é preciso uma tomada de decisão definitiva a respeito. Da Contratação do carro-forte diretamente pelos empresários lotéricos. Em 1º Lugar, o presidente da AELTAR é totalmente contra essa contratação nos moldes em que ela foi apresentada. A Caixa paga para o Lotérico R$ 850,00 a título de subsídio sem qualquer comprometimento contratual, podendo a seu critério e a qualquer tempo retira-lo. O Lotérico tem que pagar a contratada (Transportadora de valores) um adicional de aproximadamente R$ 1.200,00 (mil e duzentos reais) garantido por 24 meses em contrato (R$ 60,00/recolhe + ad valorem + impostos, etc.) = total aproximado de R$2.400,00. E o mais grave, para transportar um dinheiro que não é seu, e sim da Caixa. Em 2ºlugar, essa é uma obrigação da Caixa, que, se bem lembrado, no passado foi uma forma encontrada para solucionar o grave problema de segurança da Rede, que por sinal, está voltando com força total (veja matéria veiculada pelo Jornal do SINCOESP, ed. 121). É preciso que fique muito claro para todos os Lotéricos que não temos que nos meter nos assuntos institucionais da nossa Gestora. O problema de segurança e do transporte do dinheiro de toda a Rede é da Caixa. E por ela tem que ser solucionado, afinal, a Rede é da Caixa e, nós nada podemos fazer. Todos os produtos que vendemos são da caixa, a comissão e as tarifas são negociadas e definidas por ela. Então, por que devemos nos meter no assunto carro-forte se até hoje, tudo foi definido pela Caixa? Se a nossa gestora acha por bem não fornecer o carro-forte, é um problema dela, e não nosso. O que poderemos fazer é, nos adequarmos ao novo modelo e trabalhar sob as novas condições que são oferecidas pela nova situação/ modelo. Portanto senhores, a AELTAR, através de seu presidente, não fará qualquer esforço no sentido de resolver um problema que é da Caixa e por ela deve ser solucionado. A Associação não realizará reuniões com transportadoras e tão pouco com a nossa gestora Caixa, mas sim, acatará qualquer manifestação da categoria associada, que terá a liberdade de assumir compromissos e assinar contratos conforme prerrogativas de cada empresa, isoladamente, ou em grupos. A AELTAR espera definitivamente, ter esclarecido seus filiados e associados, de maneira clara, a sua posição sobre o assunto Carro-forte. José Carlos P. de Paiva, presidente AELTAR - ASSOCIAÇÃO DOS EMPRESÁRIOS LOTÉRICOS DE TAUBATÉ E REGIÃO * José Carlos P. Paiva

7 De 01 a 31 de julho de 2008 SINDICAL Jornal do Sincoesp 7 COMUNICADO DIRETORIA AOS EMPRESÁRIOS LOTÉRICOS DE SP Reafirmamos alerta encaminhado aos (as) colegas sobre a tentativa de algumas agências da Caixa Econômica Federal para convencer o (a) empresário(a) a aderir ao serviço de correspondente bancário negocial. Orientamos o (a) Lotérico (a) para que não aceite a proposta e não assine o contrato, pois conforme já havíamos dito a tarifa paga pelo serviço não cobre sequer o custo operacional. È importante lembrar que após assinar o contrato, o (a) empresário (a) não poderá reclamar da tarifa que é paga, portanto, pensem bem antes de aceitar a proposta de prestação desse serviço. Continuamos fazendo gestão junto à Caixa, para que a tarifa seja revista e, aí sim poderemos prestar mais este serviço aos nossos clientes, mas com uma remuneração justa. Luiz Carlos Peralta Presidente Ações na Justiça Federal pretendem defender interesse do Lotérico Em busca de defender o interesse do empresário lotérico, o SINCOESP recorreu à Justiça Federal para lutar por benefícios para a categoria. Foi desta maneira que, conseguiu, por exemplo, enquadrar as casas lotéricas no sistema SIMPLES de tributação. Conheça abaixo, quais foram os temas defendidos pelo Sindicato na Justiça, e veja, em que situação o processo encontrase até o momento. Processo nº º Vara Federal de São Paulo Ação visa garantir o equilíbrio econômico financeiro Situação: Aguardando julgamento desde 10 de março de 2006 Processo nº º Vara Federal de Brasília Ação visa cessar o desconto nas comissões adicional do INDESP Situação: Aguardando sentença Processo nº º Vara Federal de São Paulo Ação visa a proibição de venda casada de seguros Situação: Aguardando sentença (foi concedida tutela antecipada para proibir a CEF de tal prática) Processo nº º Vara Federal de São Paulo Ação visa a livre concorrência na venda de produtos Situação: Julgada improcedente, aguardando julgamento do recurso. Até o momento, encontrase no gabinete da Desembargadora Consuelo Yoshida ( ) Processo nº e º Vara Federal de São Paulo Ação do SIMPLES TRF3 O departamento jurídico do Sindicato está à disposição para informar mais detalhes sobre o assunto, ou esclarecer dúvidas. Que podem ser respondidas pelo Associado SINCOESP tem desconto para Graduação ou Pós em Universidade O SINCOESP estabeleceu um convênio com a Universidade de Guarulhos, que vai permitir que empresários, ou filhos, matriculemse em cursos de graduação ou pósgraduação latu senso com descontos. Para ter direito ao desconto, é necessário estar afiliado ao SINCOESP há mais de seis meses e retirar no sindicato uma declaração que comprove a filiação, para ser entregue à Universidade. Os descontos são válidos para todos os cursos de graduação (não tecnológicos), neste caso, terão 20% de desconto. E, para os cursos de pós-graduação latu senso. Os descontos são válidos para as parcelas mensais, no caso de parcelas de matrícula ou rematrícula não haverá descontos. Mais detalhes, entre em contato com o atendimento Comunitário da Universidade de Guarulhos, pelo telefone: Para saber como obter a Declaração fornecida pelo SINCOESP, entre em contato com a Secretaria ligando para: / ou PROGRAMAS PARA LOTERIAS GERADOR DE BOLÕES QUINA - MEGA SENA - LOTOMANIA DUPLA SENA - LOTOFÁCIL BOLÕES COMBINADOS Agrupamento - Vários tipos de jogos em um único Bolão Conferência Automática Cadastro de Clientes Fornecemos bobinas personalisadas para bolões Instale já!! Avaliação sem custos Ligue (011) /

8 8 Jornal do Sincoesp De 01 a 31 de julho de 2008 Gravação interna é exigência do Seguro e da CEF Cuidado com boletos suspeitos O Unibanco, banco responsável pela apólice de seguro de valores utilizada pela Rede Loteria, tem solicitado um circuito interno com gravação, como item importante de segurança. E, quando não está instalado conforme determinação do Manual do Segurado pode afetar a liberação de valores em caso de sinistro. Esta solicitação do banco, ao contrário do que pensam alguns empresários não é uma exigência extraordinária, pois, a instituição está se baseando em uma determinação da cláusula da circular 342 da Caixa Econômica Federal. Por desconhecer as condições para instalar o serviço na Loja, acreditando que sejam muito além do que o rendimento do Lotérico comporta. Alguns estabelecimentos têm a vigilância por câmeras, mas sem o sistema de gravação. Para ter o serviço de gravação na loja, os custos de instalação variam entre R$1.200, a R$ 3.500, conforme o tamanho da loja, os tipos de equipamentos e quantidades de câmeras a serem instaladas. Os custos também são diferentes se o Lotérico optar por comprar ou consignar os equipamentos. São exigências necessárias para evitar que, futuramente, um sinistro seja negado por falta de adequação às condições do contrato do seguro de valores. Entidades não reconhecidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego continuam encaminhando boletos suspeitos para os Empresários. Fiquem atentos aos boletos bancários expedidos pela ASSESSORIA A AUTÔNOMOS, COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO (AACIESP), no valor de R$ 330,00 (trezentos de trinta reais), para empresas que não possuem nenhuma obrigação fiscal com os cedentes. A entidade AACIESP não pode cobrar contribuições, pois, não possui registro junto ao Ministério do Trabalho e Emprego e não celebra convenção coletiva em nome da categoria econômica do comércio e serviços. Portanto, não é entidade sindical legalmente reconhecida pelo MTE. Esta entidade está, na verdade, cometendo um verdadeiro crime de estelionato contra o patrimônio e induzindo os empresários a erro. É no início do ano, e no meio do ano, quando são encaminhadas inúmeras cobranças às empresas, no caso de dúvida, em relação às cobranças recebidas, consulte a procedência junto ao contador ou à entidade sindical patronal, antes de efetuar o pagamento. A partir desta edição do JORNAL DO SINCOESP o Grupo Silvio Santos não mais será anunciante deste veículo, deixando de divulgar os produtos Tele Sena e Baú da Felicidade. Mesmo assim, o JORNAL DO SINCOESP continuará divulgando todas as notícias e fatos que envolvam esses produtos, pois, entendemos que os mesmos são fundamentais para o empresário lotérico, não só por contribuir para sua arrecadação final, como também, pela divulgação que faz das casas lotéricas. O SINCOESP agradece pelo período em que o Grupo Silvio Santos foi nosso anunciante, também pela relação profissional que sempre pautou a relação da Empresa com o Sindicato. Jornal do Sindicato dos Comissários e Consignatários, Casas Lotéricas e Revendedores Lotéricos, Casas de Bingos e Cooperativas Agrícolas, Centrais e Singulares, Assemelhados e Afins no Estado de São Paulo - SP Av. Ipiranga, º and. - CEP: Impresso Especial DR/SPM SINCOESP CORREIOS

CAIXA ANUNCIA MUDANÇA NO ADICIONAL DE SEGURANÇA mais uma conquista do SINCOESP

CAIXA ANUNCIA MUDANÇA NO ADICIONAL DE SEGURANÇA mais uma conquista do SINCOESP CAIXA ANUNCIA MUDANÇA NO ADICIONAL DE SEGURANÇA mais uma conquista do SINCOESP Novos valores iniciam em 1º de outubro Repasse vai cobrir 1/2 do custo de ad valorem Desde o início do adicional o SINCOESP

Leia mais

ATENÇÃO PROGRAME-SE SINCOESP QUER PARTICIPAR DA DISCUSSÃO DO NOVO MODELO DE CARRO-FORTE COM A CAIXA. SUALO conta com novo superintendente

ATENÇÃO PROGRAME-SE SINCOESP QUER PARTICIPAR DA DISCUSSÃO DO NOVO MODELO DE CARRO-FORTE COM A CAIXA. SUALO conta com novo superintendente SINCOESP QUER PARTICIPAR DA DISCUSSÃO DO NOVO MODELO DE CARRO-FORTE COM A CAIXA Sincoesp reitera seu interesse de participar dos debates sobre o novo modelo de carro-forte para a Rede. é preciso ouvir

Leia mais

Caixa criou adicional de segurança para substituir o carro-forte na Rede

Caixa criou adicional de segurança para substituir o carro-forte na Rede Caixa criou adicional de segurança para substituir o carro-forte na Rede - pag. 04 - Reunião com gerente da GEARP comprova a visão distorcida da Caixa sobre situação da Rede - pag. 05 - Luiz Peralta,SINCOESP,

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

Timemania: o gol da virada

Timemania: o gol da virada Mega Sena MILIONÁRIA saiu em São Paulo O prêmio da Mega Sena concurso 804 saiu para um apostador da Capital, São Paulo. A aposta foi realizada na Lotérica Millenium, no Carrefour Villa Lobos, no bairro

Leia mais

Começaram as negociações da Convenção Coletiva 2013/2014

Começaram as negociações da Convenção Coletiva 2013/2014 Começaram as negociações da Convenção Coletiva 2013/2014 - ver página 03 - Aprovado na Câmara dos Deputados PL 4280/08 segue para o Senado Federal Diretores e Delegados Sindicais durante reunião na sede

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes Índice 01. Incorporação Imobiliária...3 02. Contrato...4 03. Pagamento e Boletos...5 04. Financiamento...6 05. Distrato e Transferência...8 06. Documentações...9 07. Instalação

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MUDANÇA DA BASE DE CÁLCULO. Doravante as empresas deverão estar atentas à questão envolvendo o pagamento do adicional de

Leia mais

Reajuste das tarifas dos serviços é uma conquista da Rede

Reajuste das tarifas dos serviços é uma conquista da Rede Jornal do www.sincoesp.org.br imprensa@sincoesp.com.br facebook.com/sincoesplotericossp ANO XX EDIÇÃO Nº 196 Setembro/Outubro 2014 Órgão oficial do SINCOESP - Sindicato dos Comissários e Consignatários,

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

VALE ALIMENTAÇÃO PARA FUNCIONÁRIOS

VALE ALIMENTAÇÃO PARA FUNCIONÁRIOS Prezados Senhores, Ref. VALE ALIMENTAÇÃO PARA FUNCIONÁRIOS A Associação Comercial de Ilhabela está disponibilizando para as empresas da cidade, que fornecem para seus funcionários cestas básicas (ou vale-alimentação),

Leia mais

APOSTAS PELA INTERNET, SUA LOTÉRICA ESTÁ PREPARADA?

APOSTAS PELA INTERNET, SUA LOTÉRICA ESTÁ PREPARADA? Jornal do www.sincoesp.org.br imprensa@sincoesp.com.br facebook.com/sincoesplotericossp ANO XXI EDIÇÃO Nº 204 Junho 2015 Órgão oficial do SINCOESP - Sindicato dos Comissários e Consignatários, Casas Lotéricas;

Leia mais

CRESCE A INSATISFAÇÃO DO EMPRESÁRIO COM A ADMINISTRAÇÃO DA REDE

CRESCE A INSATISFAÇÃO DO EMPRESÁRIO COM A ADMINISTRAÇÃO DA REDE CRESCE A INSATISFAÇÃO DO EMPRESÁRIO COM A ADMINISTRAÇÃO DA REDE confira nas páginas 02 e página 04 Atendimento técnico não está de acordo com o contrato da CEF - pag. 03 - Casas Lotéricas garantem o atendimento

Leia mais

Reeleitos para 2014 a 2018

Reeleitos para 2014 a 2018 Reeleitos para 2014 a 2018 Em busca do reajuste das apostas, representantes retornam ao Ministério da Fazenda - PÁGINA 06 - Em pé: Luiz Carlos Brentigani, Cleber Guimarães, Custódio Guimarães, Sueli Falcão,

Leia mais

III SIMPÓSIO de Loterias e Jogos do Estado de São Paulo

III SIMPÓSIO de Loterias e Jogos do Estado de São Paulo ESPECIAL III SIMPÓSIO de Loterias e Jogos do Estado de São Paulo Roberto Derziê, Superintendente Nacional de Loterias e Jogos, SUALO; Moreira Franco, vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias; Luiz

Leia mais

Abrangência da terceirização

Abrangência da terceirização Reportagem especial explica os pontos polêmicos do projeto da terceirização A proposta que regulamenta a terceirização no Brasil e derrubou a reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

Leia mais

Zurich: um parceiro de nível mundial

Zurich: um parceiro de nível mundial Zurich: um parceiro de nível mundial Países com escritório ZURICH Países que temos potencialidades Fundado em 1872 Presente em mais de 60 países Um dos líderes globais da indústria de seguros Entre os

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM.

TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. TARIFAS BANCÁRIAS VOCÊ VALORIZA CADA CENTAVO DO SEU DINHEIRO. E A CAIXA TAMBÉM. Por norma do Conselho Monetário Nacional (CMN), foram padronizados os Serviços Prioritários e os serviços isentos para Pessoa

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 3.485, DE 2012 (Do Sr. Marco Tebaldi)

PROJETO DE LEI N.º 3.485, DE 2012 (Do Sr. Marco Tebaldi) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 3.485, DE 2012 (Do Sr. Marco Tebaldi) Dispõe sobre a instalação do sistema de segurança de portas giratórias com detector de metais nas casas lotéricas e agências

Leia mais

Segurança da Rede Lotérica

Segurança da Rede Lotérica Segurança da Rede Lotérica Evento realizado em São Paulo e Ribeirão Preto contou com dicas da Polícia Militar, apresentação do novo modelo de cofre eletrônico e também um debate sobre a rentabilidade da

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

CAIXA recebe SINCOESP para falar do futuro da REDE

CAIXA recebe SINCOESP para falar do futuro da REDE CAIXA recebe SINCOESP para falar do futuro da REDE Diretoria do nosso sindicato foi recebida pelos executivos do banco, além de propostas lembrou, mais uma vez, a dura realidade que o Lotérico vive. Pág.

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029334/2013 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46261.003131/2012-11

Leia mais

Empréstimo e cartão consignado

Empréstimo e cartão consignado outubro/2014 Empréstimo e cartão consignado direcionados a aposentados e pensionistas Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social pode obter crédito

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS 1 CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES O(a)Sr(a)., RG n.º, CPF, telefone(s),e-mail, endereço, Bairro,Cidade, Cep, de ora em diante denominado(a) simplesmente

Leia mais

BOLÃO TRARÁ 35% PARA A REDE!

BOLÃO TRARÁ 35% PARA A REDE! BOLÃO TRARÁ 35% PARA A REDE! O Bolão volta para as Casas Lotéricas com um novo formato. Depois de quase três anos de luta dos SINDICATOS, a Rede vai poder registrar as apostas para grupos nas Loterias

Leia mais

Aumenta atuação para melhorar plano de sorteio da Loteria Federal

Aumenta atuação para melhorar plano de sorteio da Loteria Federal Aumenta atuação para melhorar plano de sorteio da Loteria Federal Veja resultado final da enquete sobre mudança de cota de bilhetes Se implantado, novo plano da Loteria Federal pode aumentar na Receita

Leia mais

1 Informações diversas Projeto de Terceirização A Câmara dos Deputados concluiu dia 22/04 a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: LC CAP - A SORTE QUE VOCÊ PRECISA PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/09/2013 à 31/12/2013 1ª PRORROGAÇÃO: 01/01/2014 à 30/04/2014 A PROMOÇÃO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL PLANO PU 15/15 A - MODALIDADE:

Leia mais

SINDICATO Cada vez mais. próximo dos Lotéricos JUNDIAÍ 35 ANOS DE ATUAÇÃO SINDICAL SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SINDICATO Cada vez mais. próximo dos Lotéricos JUNDIAÍ 35 ANOS DE ATUAÇÃO SINDICAL SÃO JOSÉ DO RIO PRETO SINDICATO Cada vez mais JUNDIAÍ SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Solidariedade da Rede, reabre Lotérica em São Luis do Paraitinga/SP - leia página 07 - próximo dos Lotéricos O formato que deu certo No evento é o

Leia mais

Como contratar seu empregado

Como contratar seu empregado MEI - Microempreendedor Individual: Como contratar seu empregado O que você precisa para contratar o seu empregado? Para você que já se tornou MEI Microempreendedor Individual e precisa contratar um empregado,

Leia mais

PARECER Nº, DE 2012. RELATOR: Senador FLEXA RIBEIRO

PARECER Nº, DE 2012. RELATOR: Senador FLEXA RIBEIRO PARECER Nº, DE 2012 Da COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 677, de 2007, que dispõe sobre o compartilhamento da infraestrutura

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

Regulamento da MultiConta Prestige

Regulamento da MultiConta Prestige Regulamento da MultiConta Prestige Mais serviços e mais benefícios feitos para quem recebe seu crédito de salário ou aposentadoria no Itaú Personnalité. A MultiConta Prestige oferece um maior número de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS Pelo presente termo de Acordo Coletivo de Trabalho, e de acordo com a convenção Coletiva de Trabalho conforme cláusulas específicas celebraram

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA VICE-DIRETORIA ADMINISTRATIVA

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA VICE-DIRETORIA ADMINISTRATIVA POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA VICE-DIRETORIA ADMINISTRATIVA ABRIL 2011 1 1. APRESENTAÇÃO A expansão das atividades de ensino e melhoramento da infraestrutura física ofertada tem exigido da Faculdade

Leia mais

Contrato (on-line) de Loja Virtual. Última modificação: 07/05/2015. Bem vindo a Propaganda Certa!

Contrato (on-line) de Loja Virtual. Última modificação: 07/05/2015. Bem vindo a Propaganda Certa! Contrato (on-line) de Loja Virtual Última modificação: 07/05/2015 Bem vindo a Propaganda Certa! Este contrato (on-line) de Loja Virtual (o "Contrato") é celebrado entre Propaganda Certa, emprsa de razão

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: 03.558.096/0001-04 (PU 15 MESES) - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

TUTORIAL/RENOV.MATRÍCULA/GRAD.EAD RJ. Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014. Estimados Estudantes,

TUTORIAL/RENOV.MATRÍCULA/GRAD.EAD RJ. Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014. Estimados Estudantes, TUTORIAL/RENOV.MATRÍCULA/GRAD.EAD RJ Estimados Estudantes, Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014. Gostaríamos de manifestar nossa alegria e gratidão pela confiança em nossa Instituição durante o período

Leia mais

Ref. Contribuição Cooperativista e Autogestão 2013

Ref. Contribuição Cooperativista e Autogestão 2013 CIR- OCE 001/2013 Curitiba, 04 de janeiro de 2013 Senhor Presidente: Ref. Contribuição Cooperativista e Autogestão 2013 Cumprindo as disposições do artigo 108 da Lei Federal Nº 5.764, de 16.12.1971, estamos

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: ANUNCIE E CONCORRA A PRÊMIOS PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/07/2014 à 24/02/2015 1ª PRORROGAÇÃO: 25/02/2015 à 25/05/2015 A PROMOÇÃO ANUNCIE

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS REUNIÕES REGIONAIS

A IMPORTÂNCIA DAS REUNIÕES REGIONAIS A IMPORTÂNCIA DAS REUNIÕES REGIONAIS Documentos da ALOBAR, Associação da Baixada Santista, indicam que a idéia da criação do Jogo Especial, batizado de Mega Sena, surgiu em São Paulo - Leia na página 05

Leia mais

Marcos Puglisi de Assumpção 10. PLANOS DE PREVIDÊNCIA

Marcos Puglisi de Assumpção 10. PLANOS DE PREVIDÊNCIA Marcos Puglisi de Assumpção 10. 2010 Uma das maiores preocupações de um indivíduo é como ele vai passar o final de sua vida quando a fase de acumulação de capital cessar. É preciso fazer, o quanto antes,

Leia mais

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada.

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada. CONDIÇÕES GERAIS DO (PU 12 MESES versão 178) I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ Nº 03.558.096/0001-04 (PU 12 MESES versão 178) - MODALIDADE:

Leia mais

Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental

Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental NATAL-RIO GRANDE DO NORTE - ANO 03 - EDIÇÃO 19 Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental O Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo continua investindo alto no t r

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO FINANCEIRA Diretoria Acadêmica e de Administração fev-2010 Anexo I - PORTARIA Nº 08/2010-DIR Considerando que o melhoramento constante da infra-estrutura física ofertada e a busca

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: Nº 03.558.096/0001-04 PU 12 MESES - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

Vem aí o 4º Mega Encontro dos Lotéricos

Vem aí o 4º Mega Encontro dos Lotéricos Vem aí o 4º Mega Encontro dos Lotéricos CHEGOU A HORA, É 30 DE SETEMBRO O DIA DO MAIOR EVENTO DA REDE. PARTICIPE!!! Cerca de 2000 pessoas participaram do evento, na última edição realizada em 2005. que

Leia mais

IPEA apresenta estudo sobre a Rede

IPEA apresenta estudo sobre a Rede IPEA apresenta estudo sobre a Rede Gerente Nacional da REDE afirma que Caixa não tem dinheiro para reajustar as tarifas e diz: quem não estiver satisfeito que saia do negócio Economista José Mauro de Morais,

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas

E m p r é s t i m o E cartão consignado direcionados a aposentados E pensionistas Empréstimo e ca rt ã o c o n s i g n a d o d irec io na do s a apos e nta do s e pe ns io nis ta s Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social,

Leia mais

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1 CAPITALIZAÇÃO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Porto Seguro Capitalização S.A. CNPJ Nº 16.551.758/0001-58 MODALIDADE I: Tradicional PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003346/2012-17 II GLOSSÁRIO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 60/60 A - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS - TC MEGA DATA

CONDIÇÕES GERAIS - TC MEGA DATA Página 1 de 6 CONDIÇÕES GERAIS - TC MEGA DATA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: HSBC Empresa de Capitalização (Brasil) S.A. TC MEGA DATA MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº 15414.000814/2006-53

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO Cooperativismo Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO GESTÃO: Samuel José dos Santos Diretor Presidente Marco Antonio da C.Guimarães - Diretor Operacional João Gonçalves dos Santos Diretor

Leia mais

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MARCOS ARAÚJO Presidente do SINDSIME ÍNDICE 1 3 5 7 9 INTRODUÇÃO LEI 2 VANTAGENS COMO ME ESCREVO OBTENÇÃO DE ALVARÁ 4 OBTENÇÃO DE ALVARÁ DOCUMENTAÇÃO FISCAL 6 AMBULANTES

Leia mais

Bolões CAIXA com Dezenas Combinadas APRESENTAÇÃO SOFTWARES

Bolões CAIXA com Dezenas Combinadas APRESENTAÇÃO SOFTWARES Bolões CAIXA com Dezenas Combinadas APRESENTAÇÃO SOFTWARES CRV Sistemas e Consultoria Comercializamos s, entregamos soluções, geramos otimização de lucros, somos pioneiros, inovadores e o mais importante:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC CONDIÇÕES GERAIS DO PIC I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CIA ITAÚ DE CAPITALIZAÇÃO CNPJ: 23.025.711/0001-16 PIC - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005217/2012-63 WEB-SITE:

Leia mais

Informativo sobre Feirão de imóveis

Informativo sobre Feirão de imóveis Informativo sobre Feirão de imóveis 2013 Realização: PROCON Campinas - DICAS DE AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS: 1- Pesquise o preço do imóvel Se for o caso, procure outros imóveis à venda no mesmo prédio, condomínio

Leia mais

Condições Gerais. I Informações Iniciais

Condições Gerais. I Informações Iniciais Condições Gerais I Informações Iniciais Sociedade de Capitalização: MAPFRE Capitalização S.A. CNPJ: 09.382.998/0001-00 Nome Fantasia do Produto: Mc-T-04- Pu 12 Meses Modalidade: Tradicional Processo Susep

Leia mais

POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO OUTUBRO D E

POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO OUTUBRO D E POLÍÍTIICA DE CRÉDIITO E DE EMPRÉSTIIMO OUTUBRO D E 2 0 0 9 COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS FUNCIONÁRIOS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - COOPERFEB POLÍTICA DE CRÉDITO E DE EMPRÉSTIMO

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: SORTE EXTRA PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/06/2013 à 31/05/2014 1ª PRORROGAÇÃO: 01/06/2014 à 31/05/2015 A PROMOÇÃO SORTE EXTRA sofreu algumas

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PU 12/12 T MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP

Leia mais

Agência de Propaganda

Agência de Propaganda Agência de Propaganda Um assinante do Consultor Municipal fez a seguinte consulta: As empresas de propaganda e marketing são consideradas agências? E qual seria a base de cálculo do ISS? Por ser um assunto

Leia mais

SINCOESP AVALIA FUTURO DA REDE

SINCOESP AVALIA FUTURO DA REDE SINCOESP AVALIA FUTURO DA REDE A diretoria do SINCOESP e delegados sindicais se reuniram para avaliar os rumos da Rede Lotérica, após a manifestação realizada em frente ao prédio da Caixa Econômica Federal.

Leia mais

BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL

BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL Ele foi criado para lhe oferecer um conjunto de benefícios e facilitar seu dia-a-dia, especialmente nos momentos em que você mais precisa de um Cartão. Para o Bradesco,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO 100 II PLANO PU 36/001 B1 - MODALIDADE:

Leia mais

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Muito se discute hoje acerca das contribuições compulsórias destinadas aos Sindicatos, em especial das contribuições assistencial e confederativa.

Leia mais

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney BANCO RENDIMENTO S/A, com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.092, 19ºandar, São Paulo, Capital, inscrito no C.N.P.J. sob no. 68.900.810/0001-38,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP006206/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/07/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR030901/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.002831/2012-98 DATA DO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000096/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/01/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR064426/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.042751/2011-40 DATA DO

Leia mais

O REAJUSTE ESPERADO E NECESSÁRIO

O REAJUSTE ESPERADO E NECESSÁRIO Jornal do www.sincoesp.org.br imprensa@sincoesp.com.br facebook.com/sincoesplotericossp ANO XXI EDIÇÃO Nº 203 Maio 2015 Órgão oficial do SINCOESP - Sindicato dos Comissários e Consignatários, Casas Lotéricas;

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

Guia do. Contemplado. Pessoa física

Guia do. Contemplado. Pessoa física Guia do Contemplado Pessoa física 1 Prezado Consorciado, Você foi contemplado! Agora, o próximo passo para a conquista do seu veículo novo é a aprovação do seu crédito. Para ajudá-lo com essa etapa, preparamos

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP

CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS DO CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP Versão: 05/2013 Proc. SUSEP 15414.004330/2012-21 CONDIÇÕES GERAIS DO CONFIANÇA CAP SUMÁRIO I - INFORMAÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO. NOME DA PROMOÇÃO: SÁBADO DA SORTE 2014 PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/08/2014 à 31/07/2015.

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO. NOME DA PROMOÇÃO: SÁBADO DA SORTE 2014 PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/08/2014 à 31/07/2015. REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: SÁBADO DA SORTE 2014 PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/08/2014 à 31/07/2015. O objetivo desta Promoção Comercial é fomentar a adesão e incentivar

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO. NOME DA PROMOÇÃO: PROTECT PREMIADO PERÍODO DA PROMOÇÃO: 24/02/2014 até 25/03/2014

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO. NOME DA PROMOÇÃO: PROTECT PREMIADO PERÍODO DA PROMOÇÃO: 24/02/2014 até 25/03/2014 REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: PROTECT PREMIADO PERÍODO DA PROMOÇÃO: 24/02/2014 até 25/03/2014 DADOS DA EMPRESA PROMOTORA DA PROMOÇÃO FS VAS PARTICIPAÇÕES E SERVIÇOS

Leia mais

Produtos e Subprodutos

Produtos e Subprodutos Produtos e Sub-Produtos Alguns itens comercializados na Loja têm uma característica marcante: eles possuem uma validade bem definida, enquanto que outros não têm validade, porém apresentam séries distintas

Leia mais

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO

ENVIAR APÓLICE POR E-MAIL CORREIO INFORMAÇÕES DE PAGAMENTO PROPOSTA DE SEGURO EMPRESARIAL ORIGEM: 39 Nº PROPOSTA: RAZÃO SOCIAL ESTIPULANTE: CNPJ: ¹Pessoa Politicamente Exposta: Sim Não Relacionamento Próximo Nacionalidade: Reside no Brasil: Sim Não ¹Pessoa Politicamente

Leia mais

Portal Comissões Online Perguntas Frequentes

Portal Comissões Online Perguntas Frequentes Portal Comissões Online Perguntas Frequentes 1. Esse processo foi criado para que a Receita Federal tenha acesso às comissões dos corretores de imóveis? A Receita Federal pode, a qualquer momento, solicitar

Leia mais

Procon, Fiscalizadores, Reguladores e a transparência na relação consumo.

Procon, Fiscalizadores, Reguladores e a transparência na relação consumo. Classificação das Sociedades - Existem 2 categorias : Conglomerados financeiros Concentram se em público-alvo, que são os clientes do próprio conglomerado, pertence a uma sociedade participativa liderada

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026

CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026 CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLICAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 13.122.801/0001-71 APLICAP 026 MODALIDADE: PU POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900500/2014-62

Leia mais

opções de crédito para sua empresa

opções de crédito para sua empresa para sua empresa sumário introdução... 3 cartão bndes... 6 Introdução... 7 Custos operacionais... 8 Recebimentos... 9 Distribuidores... 9 Exemplos de operação...10 Revendedor compra com o Cartão BNDES

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901295/2014-52 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI Cliente: Fharos Data: 10/09/08 Veículo: Executivos Financeiros 2 3 Cliente: Fharos Data: 12/09/08 Veículo: Canal Executivo 4

Leia mais

1 Informações diversas Câmara aprova ampliação de parcelamento do Refis da crise O plenário da Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (21) a medida provisória que amplia o parcelamento de débitos tributários,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONDIÇÃO, FORMA E TERMOS 1 DAS PARTES 1.1. CONTRATADA O EXCLUSIVO COMERCIAL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO 2.1 A PROMOÇÃO VOCÊ EM DIA COM A SORTE NACIONAL FUNERÁRIA

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO 2.1 A PROMOÇÃO VOCÊ EM DIA COM A SORTE NACIONAL FUNERÁRIA REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME PROMOÇÃO: VOCÊ EM DIA COM A SORTE NACIONAL FUNERÁRIA PERÍODO DE VIGÊNCIA: 01/08/2013 à 29/11/2013 O objetivo desta Promoção Comercial é fomentar

Leia mais

CARTILHA PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL. Esta cartilha visa orientar e contribuir

CARTILHA PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL. Esta cartilha visa orientar e contribuir CARTILHA PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Esta cartilha visa orientar e contribuir objetivamente as pessoas de um modo geral e aos nossos clientes candidatos a LOCATÁRIOS, informando o passo a passo,nahoradeselocarumimóvel.

Leia mais

Loterias terão mudanças ainda este ano

Loterias terão mudanças ainda este ano Empresários da Região do Vale do Paraíba foram os primeiros a saber sobre as estratégias do SINCOESP para 2011. Em Taubaté aconteceu a 1º Reunião Itinerante do SINCOESP, de 2011 Sincoesp estuda novos convênios

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP EMPRESA FLEX - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS CDTI/UNITINS SELEÇÃO DE EMPRESAS EDITAL Nº 007, 13/08/2009.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS CDTI/UNITINS SELEÇÃO DE EMPRESAS EDITAL Nº 007, 13/08/2009. 1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS INOVADORAS CDTI/UNITINS SELEÇÃO DE EMPRESAS EDITAL Nº 007, 13/08/2009. A Fundação Universidade do Tocantins UNITINS torna público

Leia mais