ÍNDICE - 29/11/2004 Folha de S.Paulo...2 Folha de S.Paulo...2 Dinheiro/ LENTIDÃO...2 Folha de S.Paulo...4 São Paulo/ OUTRO LADO...

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE - 29/11/2004 Folha de S.Paulo...2 Folha de S.Paulo...2 Dinheiro/ LENTIDÃO...2 Folha de S.Paulo...4 São Paulo/ OUTRO LADO..."

Transcrição

1 ÍNDICE - Folha de S.Paulo...2 Folha de S.Paulo...2 Dinheiro/ LENTIDÃO...2 Propriedade intelectual enfrenta gargalo...2 Folha de S.Paulo...4 São Paulo/ OUTRO LADO...4 Barato é "falso", diz representante da indústria...4 Para consultora da OMS, país paga caro por remédios...4 Gazeta Mercantil...5 Gazeta Mercantil...5 Opiniões...5 Nomes & Notas...5 Comemorando as ações...5

2 Folha de S.Paulo Dinheiro/ LENTIDÃO Propriedade intelectual enfrenta gargalo Falta de estrutura atravanca registro de marcas e patentes e ameaça investimentos; 360 mil pedidos aguardam avaliação MAELI PRADO A época é de recuperação da economia, e se torna cada vez mais evidente um gargalo de natureza diversa das freqüentemente discutidas. O nome do problema é propriedade intelectual -mais especificamente a demora para obter registro de marcas e patentes- e se concentra em um prédio de 18 andares, no Rio de Janeiro, que abriga a sede do Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), e onde funcionou a extinta Rádio Nacional. Não existe nada artístico, no entanto, nas pilhas e pilhas de papéis com pedidos de registro. O tempo médio para que o órgão se pronuncie sobre essas solicitações -na fila aguardam 300 mil pedidos de marcas e 60 mil de patentes- é de, respectivamente, quatro e sete anos. A média internacional considerada razoável para patentes varia de dois a três anos. Após um ano e nove meses dirigido por um presidente interino, o Inpi é comandado, desde setembro, pelo também secretário de Tecnologia Industrial do Ministério do Desenvolvimento, Roberto Jaguaribe, que promete dinamizar o órgão. A questão vem ganhando importância no governo, mesmo porque, segundo a indústria farmacêutica -um dos segmentos mais afetados-, é um dos fatores que restringem os investimentos no Brasil. O prazo para obtenção de um registro de patente não é o que determina se uma empresa vai ou não investir -o mais importante é a política de preços-, mas o fator tem o seu peso. "A Polônia, o México, a Rússia e a Argentina são países em que a aprovação é mais ágil do que no Brasil e que também oferecem preços mais interessantes", alerta Gabriel Tannus, presidente da Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa). "A estrutura do Inpi foi sucateada. Há um consenso na indústria de que, como as solicitações levam muito tempo, acabam se tornando obsoletas", diz Arthur Vasconcelos, diretor-executivo da Amcham (Câmara Americana de Comércio). "Mais realista que o rei" Outro fator potencializa a longa espera: no caso da indústria farmacêutica, novos produtos têm de ter o aval da Anvisa (Associação Nacional de Vigilância Sanitária) para serem lançados. "Há países em que o exame dos pedidos é puramente formal, cabendo aos tribunais analisar a validade das patentes concedidas caso haja disputas judiciais. Nesses países, uma patente é concedida no máximo em seis meses", afirma Nuno Pires de Carvalho, diretor-adjunto da seção de legislação de propriedade intelectual da Ompi (Organização Mundial da Propriedade Intelectual). "Mas em outros países, nos quais se procede ao exame técnico dos pedidos, a concessão demora bem mais. Para os países que aderiram ao PCT [Tratado de Cooperação de Patentes, do qual o Brasil faz parte], a demora aumenta ainda mais nos pedidos internacionais", diz Carvalho, que emitiu à Folha opiniões pessoais. Não é o procedimento em si, entretanto, que é criticado pelos principais especialistas na área, apesar de existirem os que acreditam que, ao implementar

3 certas regras, como por exemplo a necessidade de aprovação da Anvisa, o Brasil caiu na armadilha de ser "mais realista que o rei". O problema apontado é a falta de estrutura do Inpi para enfrentar essa rigidez. "A lei brasileira permite aos requerentes de patentes tomar medidas em defesa de suas expectativas de direitos, bem como permite calcular a indenização por violação de patente desde a data da publicação do pedido, ou mesmo antes, em circunstâncias especiais", diz Carvalho. "Essa medida, que infelizmente não é muito comum em outros países, permite atenuar os efeitos econômicos e jurídicos do atraso na concessão de patentes." Ele lembra que "o corpo técnico do Inpi é de excelente qualidade, e o rigor e o nível técnico dos exames feitos não são postos em dúvida". Mas, ao lado da falta de informatização, o pequeno número de examinadores de marcas e patentes é visto como um grande entrave. A complicada tarefa fica a cargo de 110 examinadores de patentes e 42 de marcas, número menor do que há dez anos, apesar da alta no número de pedidos. Em 1994, ano em que foram feitos 13,3 mil pedidos de patentes e 57,5 mil de marcas, a quantidade de examinadores era de, respectivamente, 130 e 80. No ano passado, a quantidade de novos pedidos foi quase o dobro: 24,8 mil e 97,2 mil, respectivamente.

4 Folha de S.Paulo São Paulo/ OUTRO LADO Barato é "falso", diz representante da indústria O governo tem uma "perspectiva falsa do mais barato", afirma Gabriel Tannus, presidente-executivo da Interfarma, que reúne laboratórios farmacêuticos de pesquisa - entre eles, os que fabricam os medicamentos contra a Aids. Para Tannus, as réplicas de produtos feitas na Índia, por exemplo, são de má qualidade. Ao comentar os preços praticados, o presidente-executivo afirmou que o país se equivoca ao fazer comparações com países africanos. "O Brasil não se compara aos africanos. Se estão esperando preço subsidiado, não dá para comprar. Oferecemos preços competitivos", explica. De acordo com o presidente-executivo, o país paga menos do que os EUA e outros países desenvolvidos. "Não existe orçamento infinito, todo mundo tem suas limitações", afirmou. Pedro Chequer, coordenador do programa nacional de DSTs/Aids, nega que a questão seja falta de recursos. A Saúde pretende gastar R$ 100 milhões a mais no ano que vem com as drogas, além dos custos para iniciar a produção nacional. "Não há nenhuma patente quebrada e o Brasil tem acordos internacionais a seguir", comentou Tannus sobre o fim das patentes. "O que é produzir aqui? Não fazem nem genéricos." (FL) Para consultora da OMS, país paga caro por remédios O Brasil paga caro por remédios para tratar a Aids, na opinião da brasileira Eloan Pinheiro, contratada pela Organização Mundial da Saúde para realizar um estudo sobre o custo dos medicamentos contra a doença no mundo. "Existe um abuso de empresas detentoras de patentes", argumenta Pinheiro, de Genebra, onde está localizada a sede da organização. Ex-diretora do laboratório público Farmanguinhos (RJ), Pinheiro falou, na semana passada, sobre o alto custo das drogas ao jornal "Valor Econômico", em uma reportagem a respeito do setor farmacêutico. A indústria reagiu. "A visão dela do assunto é parcial, abusa de comparações com China e Índia, o que não é correto", explica Gabriel Tannus, presidente-executivo da Interfarma, entidade que reúne laboratórios multinacionais de pesquisa -inclusive os que fazem drogas contra a Aids. Segundo Pinheiro, mesmo as drogas fabricadas no país que não são protegidas por patentes saem por um custo que está na faixa dos mais altos do fundo global contra a doença. O problema é que o país também é dependente de multinacionais para a compra das substâncias básicas das drogas -o que é feito aqui é, basicamente, a produção final.(fl)

5 Gazeta Mercantil Opiniões Nomes & Notas Comemorando as ações A Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (Abipla), reuniu na última sexta-feira, para comemorar as ações realizadas durante o ano de 2004, entidades governamentais, associações de classe e representantes de vários segmentos da indústria relacionados ao setor. Estiveram presentes no jantar de confraternização, os presidentes da Fiesp, Paulo Skaf, e do Ciesp, Claudio Vaz, representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e diversas associações e sindicatos importantes da economia nacional, e executivos das grandes empresas brasileiras e multinacionais de produtos de limpeza.

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 1.922, DE 1999 Inclui a invenção de medicamentos para prevenção e tratamento da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida SIDA/AIDS e de seu processo

Leia mais

CLIPPING SINFARMIG RETORNO DE MÍDIA PESQUISA GENÉRICOS

CLIPPING SINFARMIG RETORNO DE MÍDIA PESQUISA GENÉRICOS CLIPPING SINFARMIG RETORNO DE MÍDIA PESQUISA GENÉRICOS Fonte: Jornal Estado de Minas - Caderno Opinião Fonte: Agência Brasil Fonte: Jornal Hoje em Dia - Carderno Economia Fonte: Jornal O Tempo VERSÕES

Leia mais

As Patentes e o Futuro da Indústria Nacional de Fármacos

As Patentes e o Futuro da Indústria Nacional de Fármacos Seminário As Patentes e o Futuro da Indústria Nacional de Fármacos Dando sequência a quatro seminários em 2011 sobre patentes e inovação, o Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica da Câmara dos

Leia mais

A Questão da Propriedade Intelectual como Barreira a Disseminação Tecnológica. >Profa. Lia Hasenclever (IE/UFRJ)

A Questão da Propriedade Intelectual como Barreira a Disseminação Tecnológica. >Profa. Lia Hasenclever (IE/UFRJ) A Questão da Propriedade Intelectual como Barreira a Disseminação Tecnológica >Profa. Lia Hasenclever (IE/UFRJ) Seminário Estado, Desenvolvimento e Inovação, ABIFINA, Rio de Janeiro, 25 de novembro de

Leia mais

REQUERIMENTO N DE 2013 (dos Srs. Fernando Francischini e Willian Dib)

REQUERIMENTO N DE 2013 (dos Srs. Fernando Francischini e Willian Dib) REQUERIMENTO N DE 2013 (dos Srs. Fernando Francischini e Willian Dib) Requer a realização de Audiência Pública com os convidados que indica para discutir a negativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Leia mais

LIFE SCIENCES NO BRASIL

LIFE SCIENCES NO BRASIL LIFE SCIENCES NO BRASIL L IFE S CIENCES NO B R A presença da iniciativa privada no setor da saúde é cada vez mais relevante para a indústria de medicamentos e para as áreas de assistência à saúde, serviços

Leia mais

A LEGISLAÇÃO PATENTÁRIA E O FUTURO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO BRASIL

A LEGISLAÇÃO PATENTÁRIA E O FUTURO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO BRASIL A LEGISLAÇÃO PATENTÁRIA E O FUTURO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO BRASIL Principais Preocupações: João F. Gomes de Oliveira (e colaboradores) o INPI INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL, ainda não

Leia mais

ÍNDICE - 19/08/2004 Correio Braziliense...2 Brasil...2 O Globo...3 Economia...3 Gazeta Mercantil...4 Gazeta Mercantil...4 Nacional...

ÍNDICE - 19/08/2004 Correio Braziliense...2 Brasil...2 O Globo...3 Economia...3 Gazeta Mercantil...4 Gazeta Mercantil...4 Nacional... ÍNDICE - Correio Braziliense...2 Brasil...2 Notas...2 saúde...2 Remédio sem propaganda...2 O Globo...3 Economia...3 Farmácias não vão poder anunciar remédios...3 Glaxo abre mão de patente na China...3

Leia mais

São Paulo, 26 de abril de 2009. Senhores Juízes do Superior Tribunal Federal

São Paulo, 26 de abril de 2009. Senhores Juízes do Superior Tribunal Federal São Paulo, 26 de abril de 2009 Senhores Juízes do Superior Tribunal Federal Escrevo a V. Exas. para exprimir minha opinião de leigo no tema da audiência pública. Fui beneficiado pelo acesso à terapia tríplice

Leia mais

Educação para o Desenvolvimento

Educação para o Desenvolvimento Educação para o Desenvolvimento FIESC Jornada pela Inovação e Competitividade Florianópolis, 19 de julho de 2012 gustavo.ioschpe@g7investimentos.com.br gioschpe A Educação no Brasil 74% da população brasileira

Leia mais

Inovação da Ideia ao Mercado

Inovação da Ideia ao Mercado Inovação da Ideia ao Mercado Como proteger minha Inovação 26.05.2015 AHK-SP Henrique Steuer I. de Mello henrique@dannemann.com.br dannemann.com.br 2013 2013 Dannemann Dannemann Siemsen. Siemsen. Todos

Leia mais

ÍNDICE - 02/09/2004 O Globo... 2 Cartas...2 Folha de S.Paulo... 3 Folha de S.Paulo... 3 São Paulo/ SAÚDE...3

ÍNDICE - 02/09/2004 O Globo... 2 Cartas...2 Folha de S.Paulo... 3 Folha de S.Paulo... 3 São Paulo/ SAÚDE...3 ÍNDICE - O Globo...2 Cartas...2 Cartas dos leitores...2 Excesso de farmácias...2 Folha de S.Paulo...3 Folha de S.Paulo...3 São Paulo/ SAÚDE...3 Anvisa retira cinco inseticidas da relação de produtos que

Leia mais

Flexibilidades do Acordo Trips e o Instituto da Anuência Prévia.

Flexibilidades do Acordo Trips e o Instituto da Anuência Prévia. Flexibilidades do Acordo Trips e o Instituto da Anuência Prévia. Luis Carlos Wanderley Lima Coordenação de Propriedade Intelectual-COOPI Agência Nacional de Vigilância Sanitária-Anvisa Ministério da Saúde-MS

Leia mais

COMO PROCEDER PARA COMERCIALIZAR MEDICAMENTOS CONTROLADOS

COMO PROCEDER PARA COMERCIALIZAR MEDICAMENTOS CONTROLADOS COMO PROCEDER PARA COMERCIALIZAR MEDICAMENTOS CONTROLADOS SNGPC Controle informatizado da Portaria 344/1998 Com o objetivo de facilitar o controle dos medicamentos pertencentes à Portaria 344/MS 1998,

Leia mais

PROPRIEDADE INTELECTUAL DESENHO INDUSTRIAL. Profa. Dra. Suzana Leitão Russo

PROPRIEDADE INTELECTUAL DESENHO INDUSTRIAL. Profa. Dra. Suzana Leitão Russo PROPRIEDADE INTELECTUAL DESENHO INDUSTRIAL Profa. Dra. Suzana Leitão Russo DESENHO OU MODELO INDUSTRIAL Concepção funcional-estética de um produto, possível de reprodução em série, industrialmente. Vigência:10

Leia mais

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior parte dos nossos clientes são da área de serviços.

Leia mais

MACRO AMBIENTE DA INOVAÇÃO

MACRO AMBIENTE DA INOVAÇÃO MACRO AMBIENTE DA INOVAÇÃO Ambiente de Inovação em Saúde EVENTO BRITCHAM LUIZ ARNALDO SZUTAN Diretor do Curso de Medicina Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo SOCIEDADES CONHECIMENTO

Leia mais

ÍNDICE - 10/05/2005 O Estado de S.Paulo... 2 Vida&...2 hemoderivados Tribuna da Imprensa (RJ)... 4 Ciência / Ambiente...4

ÍNDICE - 10/05/2005 O Estado de S.Paulo... 2 Vida&...2 hemoderivados Tribuna da Imprensa (RJ)... 4 Ciência / Ambiente...4 ÍNDICE - O Estado de S.Paulo...2 Vida&...2 UFRJ tem receita para País economizar com hemoderivados...2 Tribuna da Imprensa (RJ)...4 Ciência / Ambiente...4 Brasil pode produzir e economizar com hemoderivados...4

Leia mais

Propriedade Intelectual e Patentes

Propriedade Intelectual e Patentes Propriedade Intelectual e Patentes Ernani Souza Jr. Redator de Patentes NUPITEC - CDT/UnB Patentes http://www.forbes.com/sites/timworstall/2013/02/10/apples-winning-the-samsung-patent-battles-and-losing-the-war/

Leia mais

ÍNDICE - 12/06/2005 O Estado de S.Paulo... 2 O Estado de S.Paulo... 2 Vida&...2 Revista IstoÉ...4 MEDICINA & BEM-ESTAR/Epidemia...

ÍNDICE - 12/06/2005 O Estado de S.Paulo... 2 O Estado de S.Paulo... 2 Vida&...2 Revista IstoÉ...4 MEDICINA & BEM-ESTAR/Epidemia... ÍNDICE - 12/06/2005 O Estado de S.Paulo...2 O Estado de S.Paulo...2 Vida&...2 Rede de bancos poderá facilitar transplantes...2 Revista IstoÉ...4 MEDICINA & BEM-ESTAR/Epidemia...4 Nem tão exemplar...4 O

Leia mais

Experiência: Oposições a pedidos de patente de medicamentos. Responsável: Wanise Borges Gouvea Barroso, Coordenadora do Núcleo de Inovação Tecnológica

Experiência: Oposições a pedidos de patente de medicamentos. Responsável: Wanise Borges Gouvea Barroso, Coordenadora do Núcleo de Inovação Tecnológica Experiência: Oposições a pedidos de patente de medicamentos Fiocruz Instituto de Tecnologia de Fármacos Farmanguinhos Responsável: Wanise Borges Gouvea Barroso, Coordenadora do Núcleo de Inovação Tecnológica

Leia mais

directamente o estabelecimento e o funcionamento do mercado interno; Considerando que é pois necessário criar um certificado complementar de

directamente o estabelecimento e o funcionamento do mercado interno; Considerando que é pois necessário criar um certificado complementar de Regulamento (CEE) nº 1768/92 do Conselho, de 18 de Junho de 1992, relativo à criação de um certificado complementar de protecção para os medicamentos Jornal Oficial nº L 182 de 02/07/1992 p. 0001-0005

Leia mais

UK Intellectual Property Office:

UK Intellectual Property Office: UK Intellectual Property Office: Agenda no Brasil Propriedade Intelectual no Reino Unido O Reino Unido é um dos países que mais se baseiam na economia do conhecimento em todo mundo. Estima-se que metade

Leia mais

Perguntas e respostas sobre Rastreabilidade

Perguntas e respostas sobre Rastreabilidade Perguntas e respostas sobre Rastreabilidade Qual o benefício que a etiqueta trará para o cidadão? A etiqueta de segurança lançada pela Anvisa trará duas grandes novidades: garantir que o medicamento é

Leia mais

AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Gestão Estratégica e Qualidade DISCIPLINA: Estratégia Empresarial

AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Gestão Estratégica e Qualidade DISCIPLINA: Estratégia Empresarial AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Gestão Estratégica e Qualidade DISCIPLINA: Estratégia Empresarial ALUNO(A): MATRÍCULA: NÚCLEO REGIONAL: DATA: / / QUESTÃO 1: Que escola de pensamento reúne aspectos

Leia mais

ões Instituto Nacional da Propriedade Industrial Departamento de Patentes e Modelos de Utilidade

ões Instituto Nacional da Propriedade Industrial Departamento de Patentes e Modelos de Utilidade A A protecção das invenções ões Instituto Nacional da Propriedade Industrial Departamento de Patentes e Modelos de Utilidade 1 A protecção das invenções Sumário rio: 1. Modalidades de protecção 2. O que

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

ÍNDICE - 06/10/2006 Jornal do Commercio (RJ)...2 Economia...2 Tribuna da Imprensa (RJ)...3 Economia...3

ÍNDICE - 06/10/2006 Jornal do Commercio (RJ)...2 Economia...2 Tribuna da Imprensa (RJ)...3 Economia...3 ÍNDICE - 06/10/2006 Jornal do Commercio (RJ)...2 Economia...2 UE põe Brasil e mais 5 países em lista negra da pirataria...2 Tribuna da Imprensa (RJ)...3 Economia...3 UE põe Brasil em lista negra da pirataria...3

Leia mais

AMBIENTE DE INOVAÇÃO EM SAÚDE NO BRASIL PARTE II BRITCHAM BRASIL

AMBIENTE DE INOVAÇÃO EM SAÚDE NO BRASIL PARTE II BRITCHAM BRASIL EM SAÚDE NO BRASIL PARTE II BRITCHAM BRASIL CONCEITO REGULAÇÃO Diferentes instrumentos através dos quais os Governos estabelecem demandas sobre o mercado e os cidadãos. Regulação Econômica Regulação Social

Leia mais

Inserção Internacional dos NITs Brasileiros

Inserção Internacional dos NITs Brasileiros Inserção Internacional dos NITs Brasileiros Denise Gregory Diretora de Cooperação para o Desenvolvimento INPI Seminário ETT/PUC-RS: Um decênio da história na gestão de PI e Transferência de Tecnologia

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

Formulário para envio de contribuições em Consulta Pública. Apresentação e orientações

Formulário para envio de contribuições em Consulta Pública. Apresentação e orientações Formulário para envio de contribuições em Consulta Pública FORMULÁRIO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES EM CONSULTA PÚBLICA Apresentação e orientações Este Formulário possui a finalidade de enviar contribuições

Leia mais

Desafios para a Comunicação Efetiva em Farmacovigilância no Brasil

Desafios para a Comunicação Efetiva em Farmacovigilância no Brasil IX Encontro Internacional de Farmacovigilância das Américas Painel: Comunicação do Risco em Farmacovigilância: o que fazer para a informação chegar a quem interessa? Desafios para a Comunicação Efetiva

Leia mais

SEQÜESTRO INTERNACIONAL DE CRIANÇAS E SUA APLICAÇÃO NO BRASIL. Autoridade Central Administrativa Federal/SDH

SEQÜESTRO INTERNACIONAL DE CRIANÇAS E SUA APLICAÇÃO NO BRASIL. Autoridade Central Administrativa Federal/SDH A CONVENÇÃO SOBRE OS ASPECTOS CIVIS DO SEQÜESTRO INTERNACIONAL DE CRIANÇAS E SUA APLICAÇÃO NO BRASIL Autoridade Central Administrativa Federal/SDH Considerações Gerais A Convenção foi concluída em Haia,

Leia mais

Perspectivas para a indústria farmacêutica brasileira, seus investimentos e suas pesquisas. Ministério da Saúde Brasília, 12 de agosto de 2015

Perspectivas para a indústria farmacêutica brasileira, seus investimentos e suas pesquisas. Ministério da Saúde Brasília, 12 de agosto de 2015 Perspectivas para a indústria farmacêutica brasileira, seus investimentos e suas pesquisas Ministério da Saúde Brasília, 12 de agosto de 2015 POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA Define a assistência

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2012 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2012 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N DE 2012 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) Requer ao Ministro da Educação, Senhor Aloizio Mercadante Oliva, cópia do inteiro teor do processo de autorização de funcionamento

Leia mais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Mundo está fragmentado em centenas de países, mas ao mesmo tempo, os países se agrupam a partir de interesses em comum. Esses agrupamentos, embora não deixem de refletir

Leia mais

Gestão para Resultados

Gestão para Resultados Gestão para Resultados A CONSTRUÇÃO E EXECUÇÃO DA AGENDA PRIORITÁRIA DO INPI EM 2014 PEDRO BURLANDY COORDENADOR-GERAL DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO 27 DE MARÇO DE 2015 FUNDAÇÃO ESCOLA DE GOVERNO ENA TÓPICOS

Leia mais

9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed)

9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed) 9º Encontro Nacional de Inovação em Fármacos e Medicamentos (ENIFarMed) 18 de agosto de 2015 PALESTRA: Internacionalização dos laboratórios farmacêuticos nacionais: acesso a novos mercados O Projeto A

Leia mais

PERSPECTIVAS DE VENDAS DE FLORES PARA O DIA DOS NAMORADOS DE 2015

PERSPECTIVAS DE VENDAS DE FLORES PARA O DIA DOS NAMORADOS DE 2015 PERSPECTIVAS DE VENDAS DE FLORES PARA O DIA DOS NAMORADOS DE 2015 SINDIFLORES Sindicato do Comércio Varejista de Flores e Plantas Ornamentais do Estado de São Paulo Hórtica Consultoria- Inteligência de

Leia mais

RASTREABILIDADE. * Lei nº. 11.903 14 / 01 / 2009. *Instrução Normativa nº11, 29/ 10 / 2010. * NF-e versão 2.0, a partir de 31 / 03 / 2011

RASTREABILIDADE. * Lei nº. 11.903 14 / 01 / 2009. *Instrução Normativa nº11, 29/ 10 / 2010. * NF-e versão 2.0, a partir de 31 / 03 / 2011 RASTREABILIDADE. * Lei nº. 11.903 14 / 01 / 2009 *Instrução Normativa nº11, 29/ 10 / 2010 * NF-e versão 2.0, a partir de 31 / 03 / 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, 29 DE OUTUBRO DE 2010 Dispõe sobre a tecnologia,

Leia mais

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Deputado Edson Ezequiel PMDB/RJ 19/05/2014 Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Venho a esta tribuna para falar de um assunto altamente preocupante para o nosso país. Trata-se do CUSTO BRASIL,

Leia mais

(REPRESENTANTE DA CONECTAS DIREITOS HUMANOS) Excelentíssimo Senhor Ministro Presidente; ilustríssimos

(REPRESENTANTE DA CONECTAS DIREITOS HUMANOS) Excelentíssimo Senhor Ministro Presidente; ilustríssimos A SRA. HELOÍSA MACHADO DE ALMEIDA (REPRESENTANTE DA CONECTAS DIREITOS HUMANOS) Excelentíssimo Senhor Ministro Presidente; ilustríssimos representantes dos Estados, senhoras e senhores. Em primeiro lugar,

Leia mais

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s):

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s): Agência Nacional de Vigilância Sanitária Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 14.11.05 EMPRESA: ANCHIETA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

MAIORES EMPRESAS AS CAMPEÃS DE 25 SETORES OS DESTAQUES DE CADA REGIÃO ESPECIAL ANÁLISE DOS BALANÇOS AS 250 MAIORES HOLDINGS OS 100 MAIORES BANCOS

MAIORES EMPRESAS AS CAMPEÃS DE 25 SETORES OS DESTAQUES DE CADA REGIÃO ESPECIAL ANÁLISE DOS BALANÇOS AS 250 MAIORES HOLDINGS OS 100 MAIORES BANCOS www.valoronline.com.br Agosto 2011 Ano 11 Número 11 R$ 20,00 VALOR ECONÔMICO AS 250 MAIORES HOLDINGS OS 100 MAIORES BANCOS edição 2011 MAIORES EMPRESAS AS CAMPEÃS DE 25 SETORES OS DESTAQUES DE CADA REGIÃO

Leia mais

REGULAÇÃO SANITÁRIA DE MEDICAMENTOS

REGULAÇÃO SANITÁRIA DE MEDICAMENTOS REGULAÇÃO SANITÁRIA DE MEDICAMENTOS Fabrício Carneiro de Oliveira Especialista em regulação e Vigilância Sanitária Gerência Geral de Medicamentos Curso de Regulação e Defesa do Consumidor Brasília, 23

Leia mais

POLÍTICA DE DESCARTE DE MEDICAMENTOS NA FARMÁCIA ENSINO DO SAS

POLÍTICA DE DESCARTE DE MEDICAMENTOS NA FARMÁCIA ENSINO DO SAS POLÍTICA DE DESCARTE DE MEDICAMENTOS NA FARMÁCIA ENSINO DO SAS CABRAL, Mayara da Nóbrega CHAVES, Antônio Marcos Maia CHAVES, Maria Emília Tiburtino JALES, Silvana Teresa Lacerda MEDEIROS, Leanio Eudes

Leia mais

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam.

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam. Conjuntura Econômica Brasileira Palestrante: José Márcio Camargo Professor e Doutor em Economia Presidente de Mesa: José Antonio Teixeira presidente da FENEP Tentarei dividir minha palestra em duas partes:

Leia mais

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL Pernambuco, 2012 PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL DOCUMENTO DE TRABALHO Sobre um Plano de Ação relativo à Proteção e ao Bem-Estar dos Animais 2012-2015 Base estratégica das ações propostas

Leia mais

TRATADO BRASIL - ESTADOS UNIDOS PARA EVITAR A BITRIBUTAÇÃO CÂMARA DOS DEPUTADOS

TRATADO BRASIL - ESTADOS UNIDOS PARA EVITAR A BITRIBUTAÇÃO CÂMARA DOS DEPUTADOS CÂMARA DOS DEPUTADOS Comissão de Finanças e Tributação Comissão de Relações Exteriores Grupo Parlamentar Brasil-EUA AmCham Brasil Câmara Americana de Comércio Roberto Pasqualin Conselheiro Legal AmCham

Leia mais

POLÍTICA BRASILEIRA DE AIDS PRINCIPAIS RESULTADOS E AVANÇOS 1994 2002

POLÍTICA BRASILEIRA DE AIDS PRINCIPAIS RESULTADOS E AVANÇOS 1994 2002 POLÍTICA BRASILEIRA DE AIDS PRINCIPAIS RESULTADOS E AVANÇOS 1994 2002 PREVENÇÃO ASSISTÊNCIA E TRATAMENTO DIREITOS HUMANOS COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DESAFIOS PREVENÇÃO Mais de 30 campanhas de massa para

Leia mais

Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental

Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental Documento Interno Texto base: Leoni Fuerst Preocupações referentes às questões relativas ao meio ambiente e a ecologia vêm se tornando crescentes

Leia mais

DA EAD NOVAS DIRETRIZES. Lato Sensu. Internacionalização. Mediação ARLINDO VIANNA, DA VEIGA DE ALMEIDA: EXPANSÃO ALÉM DAS FRONTEIRAS NACIONAIS

DA EAD NOVAS DIRETRIZES. Lato Sensu. Internacionalização. Mediação ARLINDO VIANNA, DA VEIGA DE ALMEIDA: EXPANSÃO ALÉM DAS FRONTEIRAS NACIONAIS Lato Sensu Cursos de especialização estão mais versáteis Internacionalização Escolas de negócios respondem à globalização Mediação Busca pelo consenso é nova perspectiva no direito ANO 18 N O 208 Abril

Leia mais

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já A Sombra do Imposto Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já Expediente A Sombra do Imposto Cartilha produzida pelo Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861

MANUAL DO USUÁRIO. Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861 MANUAL DO USUÁRIO Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861 Rio de Janeiro INPI/CEDIN 2014 BIBLIOTECA DO INPI Vinculada ao Centro de Disseminação da Informação Tecnológica (CEDIN),

Leia mais

Patentes e saúde: o impacto no acesso a medicamentos no Brasil

Patentes e saúde: o impacto no acesso a medicamentos no Brasil Seminário As patentes e o futuro da indústria nacional de fármacos Mesa II: Anuência prévia da ANVISA e proteção de dados de teste Patentes e saúde: o impacto no acesso a medicamentos no Brasil Marcela

Leia mais

1.1. Consulta à lista de mercadorias sujeitas à vigilância sanitária. 1.2.3. Como saber o código de assunto. 1.2.4. Como saber a lista de documentos

1.1. Consulta à lista de mercadorias sujeitas à vigilância sanitária. 1.2.3. Como saber o código de assunto. 1.2.4. Como saber a lista de documentos Atualizado: 15 / 0 7 / 2013 FAQ AI 1. Importação informações Gerais 1.1. Consulta à lista de mercadorias sujeitas à vigilância sanitária 1.2. AFE para prestação de serviço em PAF 1.2.1. Quem precisa 1.2.2.

Leia mais

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres

Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Aliança do Setor Privado para a Redução do Risco de Desastres no Brasil Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres Iniciativas Globais Aliança do Setor Privado para a Redução do

Leia mais

CLIPPING EVENTO DO DIA 25/06 SOBRE VAZAMENTO DE ÓLEO

CLIPPING EVENTO DO DIA 25/06 SOBRE VAZAMENTO DE ÓLEO CLIPPING EVENTO DO DIA 25/06 SOBRE VAZAMENTO DE ÓLEO 23 de junho de 2012 CÂMARA DE COMÉRCIO AMERICANA VAI DEBATER ASPECTOS TÉCNICOS E LEGAIS DE ACIDENTES COM VAZAMENTO DE ÓLEO A Câmara de Comércio Americana

Leia mais

MEDICAMENTOS GENÉRICOS

MEDICAMENTOS GENÉRICOS MEDICAMENTO GENÉRICO Uma importante conquista para a saúde pública no Brasil 15 anos 15 anos , 15 ANOS DE BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA. Ao completar 15 anos de existência no país, os medicamentos

Leia mais

Formação do Engenheiro de Produção: Competências Acadêmicas e Profissionais

Formação do Engenheiro de Produção: Competências Acadêmicas e Profissionais Formação do Engenheiro de Produção: Competências Acadêmicas e Profissionais Propriedade Intelectual e seu impacto nos programas de pós-graduação XVI ENCEP Encontro Nacional de Coordenadores de Cursos de

Leia mais

MEDIDAS PARA MAIOR EFICIÊNCIA DO SISTEMA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL

MEDIDAS PARA MAIOR EFICIÊNCIA DO SISTEMA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL MEDIDAS PARA MAIOR EFICIÊNCIA DO SISTEMA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL Transferência de tecnologia, serviços técnicos especializados, revisão do estatuto do capital estrangeiro, patentes e marcas Por Luiz

Leia mais

Terceirização no Tribunal de Justiça de Minas Gerais SS JUSTIÇA MG

Terceirização no Tribunal de Justiça de Minas Gerais SS JUSTIÇA MG Terceirização no Tribunal de Justiça de Minas Gerais SS JUSTIÇA MG SS Justiça MG Setembro de 2013 1 Introdução A terceirização é um problema enfrentado em todos os setores produtivos do país e está em

Leia mais

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco. Prova Escrita de Política Internacional

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco. Prova Escrita de Política Internacional Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata Questão 1 Um dos traços marcantes da política internacional após a Segunda Guerra Mundial foi a expansão

Leia mais

www.fgvsp.br/cia/ned 5 ª EDIÇÃO MARÇO DE 2003 RESUMO *

www.fgvsp.br/cia/ned 5 ª EDIÇÃO MARÇO DE 2003 RESUMO * CENTRO DE INFORMÁTICA APLICADA PROGRAMA DE EXCELÊNCIA DE NEGÓCIOS NA ERA DIGITAL PESQUISA FGV COMÉRCIO ELETRÔNICO NO MERCADO BRASILEIRO www.fgvsp.br/cia/ned 5 ª EDIÇÃO MARÇO DE 2003 RESUMO * COORDENADOR:

Leia mais

BIBLIOTECA ARTIGO Nº 48

BIBLIOTECA ARTIGO Nº 48 BIBLIOTECA ARTIGO Nº 48 MUITO BARULHO POR NADA - COMO COMPLICAR A EXPLICAÇÃO Autores - Marcos Lobo De Freitas Levy e Silvia V. Fridman A ANVISA prevê a elaboração de uma nova resolução para permitir a

Leia mais

O FINANCIAMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL

O FINANCIAMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL O FINANCIAMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL Abril/2014 2014 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação,

Leia mais

ÍNDICE - 06/08/2004 O Estado de S.Paulo... 2 Geral...2 Folha de S.Paulo... 3 Opinião...3 O Dia (RJ)... 4 Ciência & Saúde...4

ÍNDICE - 06/08/2004 O Estado de S.Paulo... 2 Geral...2 Folha de S.Paulo... 3 Opinião...3 O Dia (RJ)... 4 Ciência & Saúde...4 ÍNDICE - O Estado de S.Paulo...2 Geral...2 EUA vão investigar remédio regulador do colesterol...2 Folha de S.Paulo...3 Opinião...3 PAINEL DO LEITOR...3 Genéricos...3 O Dia (RJ)...4 Ciência & Saúde...4

Leia mais

ESTADUAL ÓRGÃO AMBIENTAL. Lic. Previa. Lic. Istalação. Lic. Operação

ESTADUAL ÓRGÃO AMBIENTAL. Lic. Previa. Lic. Istalação. Lic. Operação O Processo Burocrático (RJ) Instituições: i Instituições: i DNPM; Prefeitura Municipal; DRM; INEA : Ambiental (ex-feema); Recursos Hídricos (ex-serla): Flora e Fauna (ex-ief) IBAMA; Corpo de Bombeiros;

Leia mais

Ações Judiciais Perícia Médica Previdenciária. O INSS é o maior litigante da Justiça Brasileira

Ações Judiciais Perícia Médica Previdenciária. O INSS é o maior litigante da Justiça Brasileira Ações Judiciais O INSS é o maior litigante da Justiça Brasileira INSS - RGPS Segundo Maior Orçamento da LDO Peso na Previdência Em 1995, de cada 22 benefícios pagos pelo RGPS, apenas UM era por incapacidade.

Leia mais

http://www.consultorpublico.com.br falecom@consultorpublico.com.br

http://www.consultorpublico.com.br falecom@consultorpublico.com.br LEI COMPLEMENTAR Nº 123, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2006. (ESTATUTO NACIONAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE) O ESTATUTO NACIONAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE E O ESTADO E MUNICÍPIOS

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

COMPREENDENDO MELHOR O APOIO DA FAPEMIG À PROTEÇÃO INTELECTUAL DE INVENTORES INDEPENDENTES

COMPREENDENDO MELHOR O APOIO DA FAPEMIG À PROTEÇÃO INTELECTUAL DE INVENTORES INDEPENDENTES COMPREENDENDO MELHOR O APOIO DA FAPEMIG À PROTEÇÃO INTELECTUAL DE INVENTORES INDEPENDENTES 1- A FAPEMIG apoia, tecnicamente e financeiramente, os inventores independentes na proteção e manutenção de invenções,

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 05, de 28 de janeiro de 2015 D.O.U de 29/01/2015

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 05, de 28 de janeiro de 2015 D.O.U de 29/01/2015 Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 05, de 28 de janeiro de 2015 D.O.U de 29/01/2015 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso

Leia mais

Instruções para os pagamentos e comprovação das retribuições LEIA COM ATENÇÃO

Instruções para os pagamentos e comprovação das retribuições LEIA COM ATENÇÃO MARCAS - RPI 2345 de 15/12/2015 5 Comunicados Instruções para os pagamentos e comprovação das retribuições LEIA COM ATENÇÃO 1. Será desconsiderado qualquer procedimento cujo pagamento em cheque não tenha

Leia mais

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Muito se discute hoje acerca das contribuições compulsórias destinadas aos Sindicatos, em especial das contribuições assistencial e confederativa.

Leia mais

NOVA AGENDA PARA PROGRAMAS DE DESENVOLVIMENTO EM APLs

NOVA AGENDA PARA PROGRAMAS DE DESENVOLVIMENTO EM APLs NOVA AGENDA PARA PROGRAMAS DE DESENVOLVIMENTO EM APLs 3ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APLs) Mansueto Almeida -IPEA 1. Principais desafios Vários APLs estão localizados em cidades

Leia mais

Índice. Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2

Índice. Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2 1 Índice Farmácia de Manipulação Conhecendo uma farmácia de manipulação, suas vantagens e procedimentos... 2 A Empresa Informações sobre a empresa, farmacêuticas responsáveis, instalações, diferenciais

Leia mais

Veículo: Jornal de Brasília Data: 19/10/2014 Seção: Capa Pág.: 01 Assunto: Reajuste

Veículo: Jornal de Brasília Data: 19/10/2014 Seção: Capa Pág.: 01 Assunto: Reajuste Veículo: Jornal de Brasília Data: 19/10/2014 Seção: Capa Pág.: 01 Assunto: Reajuste Veículo: Jornal de Brasília Data: 19/10/2014 Seção: Cidades Pág.: 04 e 05 Assunto: Reajuste Atenção, pais, o reajuste

Leia mais

CONVENÇÃO 158 da OIT

CONVENÇÃO 158 da OIT CONVENÇÃO 158 da OIT Tema importante para as empresas e para o país Conheça o que é, os problemas que causa e porque não deve ser aprovada 1. O que está em jogo? A Convenção 158 da OIT, de 1982, estabelece

Leia mais

Folha de Londrina (PR) 02/02/2006 Saúde Vigilância Sanitária Vigilância Sanitária Anvisa Saúde Saúde Anvisa Anvisa Saúde Anvisa Saúde

Folha de Londrina (PR) 02/02/2006 Saúde Vigilância Sanitária Vigilância Sanitária Anvisa Saúde Saúde Anvisa Anvisa Saúde Anvisa Saúde Folha de Londrina (PR) Geral Saúde investiga mortes de bebês no Paraná Sete crianças teriam morrido em circunstâncias parecidas em hospitais de Curitiba e Apucarana Curitiba- A Vigilância Sanitária Estadual,

Leia mais

Especialista questiona "ascensão" de bancos brasileiros em ranking

Especialista questiona ascensão de bancos brasileiros em ranking Veículo: Valor Online Data: 13/04/09 Especialista questiona "ascensão" de bancos brasileiros em ranking A crise global colocou os bancos brasileiros em destaque nos rankings internacionais de lucro, rentabilidade

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 10/06/2015. Semsa e CMS promovem 10ª Semana de Controle Social

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 10/06/2015. Semsa e CMS promovem 10ª Semana de Controle Social Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 10/06/2015 Portal do Holanda 10 de Junho de 2015. Fonte: http://www.portaldoholanda.com.br/amazonas/semsa-e-cmspromovem-10-semana-de-controle-social Semsa e CMS promovem

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE PATENTES DO JAPÃO

ADMINISTRAÇÃO DE PATENTES DO JAPÃO ADMINISTRAÇÃO DE PATENTES DO JAPÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE FORMADORES WIPO/SMES/LIS/14/INF/1 PROV ORIGINAL: INGLÊS DATA: 28 DE JANEIRO DE 2014 Programa de Formação de Formadores sobre a Gestão Eficaz de

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1286

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1286 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1286 Disciplina o afastamento de docentes da UFG para a realização de cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu e Estágios de Pós-Doutorado,

Leia mais

OMC: estrutura institucional

OMC: estrutura institucional OMC: estrutura institucional Especial Perfil Wesley Robert Pereira 06 de outubro de 2005 OMC: estrutura institucional Especial Perfil Wesley Robert Pereira 06 de outubro de 2005 Enquanto o GATT foi apenas

Leia mais

A Propriedade Intelectual e as ICTs. Jorge de P. C. Avila São José dos Campos, 06 de julho de 2006

A Propriedade Intelectual e as ICTs. Jorge de P. C. Avila São José dos Campos, 06 de julho de 2006 A Propriedade Intelectual e as ICTs Jorge de P. C. Avila São José dos Campos, 06 de julho de 2006 1.Contexto: a economia do conhecimento Comportamentos típicos Global outsourcing Obter insumos de maior

Leia mais

CAPÍTULO XIII RELAÇÕES INTERNACIONAIS

CAPÍTULO XIII RELAÇÕES INTERNACIONAIS CAPÍTULO XIII RELAÇÕES INTERNACIONAIS A. RELACIONAMENTO ENTRE LIONS CLUBS INTERNATIONAL E A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (CONSELHO ECONÔMICO E SOCIAL/ECOSOC) O artigo 71 da Carta das Nações Unidas declara

Leia mais

Brasil joga na terceira divisão do comércio mundial

Brasil joga na terceira divisão do comércio mundial Entrevista Arturo Porzecanski Brasil joga na terceira divisão do comércio mundial Para especialista em américa latina, próximo presidente terá trabalho para recuperar a imagem do país lá fora RAUL JUSTE

Leia mais

RESUMO SEMANAL DO SETOR Farmoquímico e Farmacêutico EDIÇÃO 30/14

RESUMO SEMANAL DO SETOR Farmoquímico e Farmacêutico EDIÇÃO 30/14 Caso não deseje receber este periódico, basta responder o presente e-mail colocando no Assunto "SUSPENDER ENVIO". RESUMO SEMANAL DO SETOR Farmoquímico e Farmacêutico EDIÇÃO 30/14 1 LEGISLAÇÃO 1.1 Aresto

Leia mais

MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS

MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS ELIEZER J. BARREIRO NATALIA MEDEIROS DE LIMA MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS ISBN 978-85-910137-1-5 INCT INOFAR/ Portal dos Fármacos 2009 DOS MEDICAMENTOS INCT INOFAR/ Portal dos Fármacos 2009

Leia mais

Instituto Assaf: nota de R$ 100 perde 80% do valor em 21 anos do Plano Real

Instituto Assaf: nota de R$ 100 perde 80% do valor em 21 anos do Plano Real Veículo: Acionista Data: 12/08/15 Instituto Assaf: nota de R$ 100 perde 80% do valor em 21 anos do Plano Real O Instituto Assaf realizou estudo sobre a perda de poder de compra do consumidor que deixa

Leia mais

SGT Nº 11 SAÚDE / CPS / GAH COSMÉTICOS / Ata Nº 02/10. UNIDO V Fé de errata Res. GMC Nº 35/05

SGT Nº 11 SAÚDE / CPS / GAH COSMÉTICOS / Ata Nº 02/10. UNIDO V Fé de errata Res. GMC Nº 35/05 SGT Nº 11 SAÚDE / CPS / GAH COSMÉTICOS / Ata Nº 02/10 UNIDO V Fé de errata Res. GMC Nº 35/05 Porto Alegre, 20 a 22 de setembro de 2010 1 FÉ DE ERRATAS RESOLUÇÃO MERCOSUL/GMC/RES.Nº 35/05 AUTO INSPEÇÕES

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

Os determinantes do custo Brasil

Os determinantes do custo Brasil Os determinantes do custo Brasil PET-Economia: Reunião de Conjuntura 14 de Outubro de 2011 Entendendo o O é um termo genérico, usado para descrever o conjunto de dificuldades estruturais, burocráticas

Leia mais

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GUIA PARA A ESCOLHA DO PERFIL DE INVESTIMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Caro Participante: Preparamos para você um guia contendo conceitos básicos sobre investimentos, feito para ajudá-lo a escolher

Leia mais

152 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO

152 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 152 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO Washington, D.C., EUA, 17 a 21 de junho de 2013 Tema 7.3 da Agenda Provisória CE152/INF/3 (Port.) 26 de

Leia mais