Inteligência Artificial (SI 214) Aula 2 Agentes Inteligentes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inteligência Artificial (SI 214) Aula 2 Agentes Inteligentes"

Transcrição

1 Inteligência Artificial (SI 214) Aula 2 Agentes Inteligentes Prof. Josenildo Silva

2 Josenildo Silva Este material é derivado dos slides de Hwee Tou Ng, disponível no site do livro AIMA (Russel & Norvig) para professores e instrutores.

3 Leitura recomendada Leia o Capítulo 2 do livro AIMA Leia o artigo Is it an agent, or just a program? S. Franklin and A. Graesser (1997)

4 Na aula anterior discutimos o que é inteligência. A questão agora é o que, ou quem pode exibir inteligencia?

5 Um agente é qualquer entidade capaz de perceber seu ambiente através de sensores e agir neste ambiente através de atuadores

6 Exemplos Humano: olhos, ouvidos, e outros orgão sensoriais; mãos, pernas, boca e outras partes do corpo são atuadores Robô: cameras e sensores infravermelho; varios motores como actuatores

7 Agentes e Ambientes

8 Agentes e Ambientes A função agente mapeia históricos de percepções para uma ação: f: P A O programa agente roda em uma arquitetura física para produzir f agente = arquitetura + programa

9 O mundo do aspirador de pó Percepções: localização e conteúdo, e.x., [A,Dirty] Ações: Left, Right, Suck, NoOp

10 Um agente aspirador de pó Percepção Ação [A, Clean] Right [A, Dirty] Suck [B,Clean] Left [B,Dirty] Suck [A, Clean], [A, Clean] Right [A, Clean], [A, Clean] Suck

11 Roomba 880 (irobot)

12

13 Agentes Racionais Um agente deve procurar sempre fazer a coisa certa, baseado nas suas percepções e ações que pode executar A ação certa é aquela que aumenta as chances de sucesso do agente.

14 Agentes Racionais Medida de Performance é um critério objetivo para o sucesso do comportamento de um agente Ex: como medida de performance um aspirador de pó poderia utilizar quantidade de pó removido, quantidade de tempo gasto, etc.

15 Agentes Racionais Agente Racional: Para cada sequencia de percepção possível, um agente racional deve selecionar uma ação que maximize a sua medida de performance, a partir da evidencia fornecida pelas percepções e conhecimento embutido no agente.

16 Agentes Racionais Racionalidade não é omnisciencia (conhecimento infinito) Agentes podem realizar ações para modificar percepções futuras para conseguir informações (coleta de informações, exploração)

17 Agentes Racionais Um agente é autonomo se seu comportamento determinado por sua própria experiência (com hablidade de aprender e adaptar-se)

18 Análise baseada em agentes PAAS: Performance, Ambiente, Atuadores, Sensores Especifica a configuração para um projeto de agente inteligente

19 PAAS Agente: Motorista de Taxi Automático Performance : Viagem segura, rápida, comfortável, maximiza lucros Ambiente: Estradas, outros veículos, pedestres, clientes Atuatores: Direção, acelerador, freios, pisca alerta, buzina Sensores: Cameras, sonar, velocímetro, GPS, odometro, sensores do motor, etc.

20 PAAS Agente: Sistema de diagnóstico médico Performance: pacientes saudáveis, minimiza custos e processos por erro médicos Ambiente: Pacientes, hospital, pessoal de apoio Atuadores: Tela (questões, testes, diagnósticos, tratamentos, etc) Sensores: Teclado (por onde se informa os simtomas, exames, respostas dos pacientes)

21 PAAS Agente: Robô separador de peças Performance: Porcentagem de peças corretamente separadas Ambiente: esteira transportadora com peças Atuadores: braço articulado Sensores: Camera, sensores de angulo de articulações

22 PAAS Agente: Tutor Interactive de Lingua Performance: Maximiza nota dos estudantes em um teste Ambiente: Estudantes Atuadores: Tela (exercicios, sugestões, correções) Sensores: teclado

23 Tipos de Ambientes Completamente observavel (vs. parcialmente observavel): Os sensores de um agente acessa o estado completo do ambiente em um dado ponto do tempo. Deterministico (vs. estocastico): O próximo estado é completamente determinado pelo estado atual e ação executada Se o ambiente é deterministico, exceto pelas ações dos outros agentes, então o ambiente é estratégico) Episodico (vs. sequential): a experiência do agente é dividida em episódios (cada episódio consiste de uma percepção seguida de uma ação), e a escoha da ação depende apenas do próprio episódio.

24 Tipos de Ambientes Estático (vs. dinâmico): o ambiente não é modificado enquanto o agente está deliberando. ( O ambiente é semidinamico se o próprio ambiente não muda, mas a medida de performance muda) Discreto (vs. continuo): um número limitado de percepções e ações distintas e claramente definidas. Agent único (vs. multiagente): Um agente operando solitariamente em um ambiente.

25 Tipos de Ambiente Xadrez com Xadrez sem Taxi relógio relógio Fully observable Yes Yes No Deterministic Strategic Strategic No Episodic No No No Static Semi Yes No Discrete Yes Yes No Single agent No No No

26 Tipos de Ambiente O ambiente determina em grande parte o projeto do agente O mundo real é parcialmente observável, estocástico, sequencial, dinâmico, continuou, e multi-agente.

27 Funções e programas de agentes Um agente é completamente especificado por uma função de agente, mapeando percepções em ações. Um programa, rodando em plataforma especifica, implementa a função de agente.

28 Agente Tabela de Busca function Agente-Tabular(percept) adicionar percept ao fim da fila de percepts action lookup(table, percepts) return action

29 Agente Tabela de Busca Desvantagens: Tamanho da tabela pode ser muito grande Leva-se muito tempo para construir a tabela Sem autonomia Mesmo com aprendizagem, necessita um longo tempo para aprender as entradas da tabela.

30 Tipos de Agentes Quatro tipos básicos de agentes em ordem crescente de generalidade: Agentes reflexivos simples Agentes reflexivos baseados em modelo Agentes baseados em objetivos Agentes baseados em utilidade Agentes Aprendizes

31 Agentes reflexivos simples

32 Agentes reflexivos baseados em modelo

33 Agentes baseados em Objetivo

34 Agentes baseados em Utilidade

35 Agentes Aprendizes

TCC04040 Inteligência Artificial. Inteligência Artificial

TCC04040 Inteligência Artificial. Inteligência Artificial Inteligência Artificial Aula 2 Profª Bianca Zadrozny TCC04040 Inteligência Artificial Página web: http://www.ic.uff.br/~bianca/ia Material: Livro texto: Inteligência Artificial, Russell & Norvig, Editora

Leia mais

AGENTES INTELIGENTES. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

AGENTES INTELIGENTES. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com AGENTES INTELIGENTES Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Agentes Inteligentes Um agente é tudo o que pode ser considerado capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de agir sobre

Leia mais

INF 1771 Inteligência Artificial

INF 1771 Inteligência Artificial Edirlei Soares de Lima INF 1771 Inteligência Artificial Aula 02 Agentes Inteligentes Agentes Inteligentes Um agente é algo capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de

Leia mais

INF 1771 Inteligência Artificial

INF 1771 Inteligência Artificial INF 1771 Inteligência Artificial Aula 02 Agentes Inteligentes Edirlei Soares de Lima Agentes Inteligentes Um agente é algo capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de

Leia mais

Ementa. Inteligência Artificial. Agentes. Agentes Inteligentes. Exemplos 8/18/2010. Mapeando percepções em ações. Aula 2 Profª Bianca Zadrozny

Ementa. Inteligência Artificial. Agentes. Agentes Inteligentes. Exemplos 8/18/2010. Mapeando percepções em ações. Aula 2 Profª Bianca Zadrozny Ementa Inteligência Artificial Aula 2 Profª Bianca Zadrozny Agentes inteligentes (Cap. 1 e 2) Resolução de problemas por meio de busca (Cap. 3, 4 e 6) Representação de conhecimento e raciocínio através

Leia mais

Inteligência Artificial. Agentes Inteligentes

Inteligência Artificial. Agentes Inteligentes Inteligência Artificial Agentes Inteligentes Agentes Um agente é algo capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de agir sobre esse ambiente por meio de atuadores. em busca de um objetivo Exemplos

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial Licenciatura em Computação Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Agentes Inteligentes Um agente é algo capaz de perceber seu ambiente por

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial Prof. Rafael Stubs Parpinelli DCC / UDESC-Joinville parpinelli@joinville.udesc.br www.joinville.udesc.br/portal/professores/parpinelli www2.joinville.udesc.br/~coca/ Agentes Inteligentes:

Leia mais

Agentes - Definição. Inteligência Artificial. Agentes Inteligentes

Agentes - Definição. Inteligência Artificial. Agentes Inteligentes Inteligência Artificial s Inteligentes s - Definição : entidade capaz de perceber e agir em um ambiente, comunicar-se com outros agentes, motivada por um conjunto de inclinações, que pode dispor de representação

Leia mais

Inteligência Artificial Escola de Verão 2008. Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada LAC

Inteligência Artificial Escola de Verão 2008. Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada LAC Inteligência Artificial Escola de Verão 2008 Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada LAC www.lac.inpe.br/~demisio/ia_lac.html Agentes Inteligentes Agente: Qualquer coisa que pode: Agente

Leia mais

AGENTES E AMBIENTES. BREVE INTRODUÇÃO A AGENTES Prof. Tacla UTFPR/Curitiba

AGENTES E AMBIENTES. BREVE INTRODUÇÃO A AGENTES Prof. Tacla UTFPR/Curitiba AGENTES E AMBIENTES BREVE INTRODUÇÃO A AGENTES Prof. Tacla UTFPR/Curitiba AGENTE SITUADO Ênfase na visão de IA como agente situado e racional em um ambiente que consegue perceber por meio de sensores e

Leia mais

Agentes Inteligentes. Inteligência Artificial. Exemplos. Agentes Inteligentes. Prof. Ms. Luiz Alberto Contato: lasf.bel@gmail.com

Agentes Inteligentes. Inteligência Artificial. Exemplos. Agentes Inteligentes. Prof. Ms. Luiz Alberto Contato: lasf.bel@gmail.com Agentes Inteligentes Inteligência Artificial Um agente é algo capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de agir sobre esse ambiente por meio de atuadores. Agente Prof. Ms. Luiz Alberto Contato:

Leia mais

Agentes inteligentes. Capítulo 2 Inteligência Artificial Sistemas de Informação

Agentes inteligentes. Capítulo 2 Inteligência Artificial Sistemas de Informação Agentes inteligentes Capítulo 2 Inteligência Artificial Sistemas de Informação Resumo Agentes e ambientes Racionalidade Desempenho, ambiente, atuadores e sensores Tipos de ambientes Tipos de agentes Agentes

Leia mais

Agentes Inteligentes

Agentes Inteligentes Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação Agentes Inteligentes Inteligência Artificial Site: http://jeiks.net E-mail: jacsonrcsilva@gmail.com

Leia mais

Inteligência Artificial: 2. Agentes Inteligentes. Capítulo 2 Russell e Norvig

Inteligência Artificial: 2. Agentes Inteligentes. Capítulo 2 Russell e Norvig Inteligência Artificial: 2. Agentes Inteligentes Capítulo 2 Russell e Norvig Agentes Um agente é algo capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de agir sobre esse ambiente por meio de atuadores.

Leia mais

Sistemas Inteligentes. Aula: Agentes Inteligentes Flávia Barros & Patricia Tedesco

Sistemas Inteligentes. Aula: Agentes Inteligentes Flávia Barros & Patricia Tedesco Sistemas Inteligentes Aula: Agentes Inteligentes Flávia Barros & Patricia Tedesco 1 Ao final desta aula a gente deve... Entender o que é um Agente Racional (inteligente)? Distinguir entre os vários tipos

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial Agentes Inteligentes Agenda O que é um Agente Como Definir Agentes Arquitectura dos Agentes 1 O que é um agente Em geral um agente é qualquer entidade que: Percebe seu ambiente

Leia mais

Agentes Inteligentes Sistemas Inteligentes Especialização em Automação Industrial SISTEMAS INTELIGENTES PROFESSOR FLÁVIO MURILO

Agentes Inteligentes Sistemas Inteligentes Especialização em Automação Industrial SISTEMAS INTELIGENTES PROFESSOR FLÁVIO MURILO Agentes Inteligentes Sistemas Inteligentes Especialização em Automação Industrial 1 Agentes inteligentes Russel e Norvig definem Agentes Inteligentes como algo capaz de perceber o ambiente por meio de

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Faculdade Ieducare 7º Semestre Sistemas de Informação Professor: Rhyan Ximenes 1 Objetivos de hoje: Agentes Inteligentes 2 Revisão: Barr & Feigenbaum (1981) IA é a parte da ciência da computação que se

Leia mais

Aula 02a Agentes Inteligentes

Aula 02a Agentes Inteligentes Tópicos Aula 02a Agentes Inteligentes Prof. Dr. Alexandre da Silva Simões 1. Agentes: Conceitos básicos: função, programa, percepção, ações,... Relação entre comportamento e desempenho Racionalidade Autonomia

Leia mais

Agentes Inteligentes. Módulo 02 27/02/2013. Inteligência Artificial. Profª Hemilis Joyse

Agentes Inteligentes. Módulo 02 27/02/2013. Inteligência Artificial. Profª Hemilis Joyse Agentes Inteligentes Módulo 02 1 Agente É tudo que pode ser considerado capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de agir sobre esse ambiente por intermédio de atuadores. 2 Agente Tabela parcial

Leia mais

Agentes Inteligentes. Inteligência Artificial

Agentes Inteligentes. Inteligência Artificial Agentes Inteligentes (Capítulo 2 - Russell) Inteligência Artificial Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Estrutura 1. Definições 2. Ambiente de Tarefas 3. Exemplos de ambiente de Tarefas 4. Propriedades

Leia mais

Agentes Inteligentes: Uma Abordagem Prática com o Java Agent Development Framework

Agentes Inteligentes: Uma Abordagem Prática com o Java Agent Development Framework Agentes Inteligentes: Uma Abordagem Prática com o Java Agent Development Framework Daniel Abella Cavalcante Mendonça de Souza daniel@abella.com.br Capítulo 1. Introdução Segundo Russel e Norvig [1], um

Leia mais

Inteligência Artificial Agentes Inteligentes

Inteligência Artificial Agentes Inteligentes Inteligência Artificial Agentes Inteligentes Prof. Kléber de Oliveira Andrade pdjkleber@gmail.com Agentes Inteligentes Definição Um agente é tudo que pode ser considerado como capaz de perceber seu ambiente

Leia mais

Inteligência Artificial - IA. Agentes Inteligentes Cont.

Inteligência Artificial - IA. Agentes Inteligentes Cont. Agentes Inteligentes Cont. 1 Caracterização de agente - M. A. A. S. (P.E.A.S) Medida desempenho Ambiente Atuadores Sensores Agente filtro de e-mail Minimizar carga de leitura usuário mensagens do usuário

Leia mais

Francisca Raquel de Vasconcelos Silveira Gustavo Augusto Lima de Campos Mariela Inés Cortés

Francisca Raquel de Vasconcelos Silveira Gustavo Augusto Lima de Campos Mariela Inés Cortés Francisca Raquel de Vasconcelos Silveira Gustavo Augusto Lima de Campos Mariela Inés Cortés Introdução Trabalhos Relacionados Abordagem Proposta Considerações Finais Conclusão Trabalhos Futuros 2 Agentes

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial CTC15 Aula 1 CTC15 Aula 1 1 Motivação e orientações gerais Sumário O que é e para que serve IA Breve história e estado da arte Divisões em IA Bibliografia e organização do curso

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Fonte: José Francisco Salm Junior (Diretor de Engenharia de Sistemas Instituto Stela) Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Curso de Pós-Graduação em Ciência da Computação

Leia mais

Sistema Tutor Inteligente baseado em Agentes. Pedagógicas da Universidade Aberta do Piauí. Prof. Dr. Vinicius Ponte Machado

Sistema Tutor Inteligente baseado em Agentes. Pedagógicas da Universidade Aberta do Piauí. Prof. Dr. Vinicius Ponte Machado Sistema Tutor Inteligente baseado em Agentes na Plataforma MOODLE para Apoio às Atividades Pedagógicas da Universidade Aberta do Piauí Prof. Dr. Vinicius Ponte Machado Parnaíba, 14 de Novembro de 2012

Leia mais

Revista Eletrônica da FANESE ISSN 2317-3769

Revista Eletrônica da FANESE ISSN 2317-3769 FRAMEWORK PARA TREINAMENTOS NA WEB BASEADO EM VÍDEO SOBRE DEMANDA Ícaro Carlos Andrade Costa 1 Igor Antônio Andrade Costa 2 Ricardo Ariel Correa Rabelo 3 Renata Azevedo Santos Carvalho 4 RESUMO A educação

Leia mais

Resolução de problemas por meio de busca. Capítulo 3 Russell & Norvig Seções 3.1, 3.2 e 3.3

Resolução de problemas por meio de busca. Capítulo 3 Russell & Norvig Seções 3.1, 3.2 e 3.3 Resolução de problemas por meio de busca Capítulo 3 Russell & Norvig Seções 3.1, 3.2 e 3.3 Agentes de resolução de problemas Agentes reagvos não funcionam em ambientes para quais o número de regras condição-

Leia mais

INF 1771 Inteligência Artificial

INF 1771 Inteligência Artificial Edirlei Soares de Lima INF 1771 Inteligência Artificial Aula 12 Aprendizado de Máquina Agentes Vistos Anteriormente Agentes baseados em busca: Busca cega Busca heurística Busca local

Leia mais

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 4 Tipos de Agentes Inteligentes Racionais e Ambientes

Inteligência Artificial. Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 4 Tipos de Agentes Inteligentes Racionais e Ambientes Inteligência Artificial Prof. Tiago A. E. Ferreira Aula 4 Tipos de Agentes Inteligentes Racionais e Ambientes 1 Um programa de IA pode ser visto como um Agente Racional Plano da aula Ambientes e arquiteturas

Leia mais

Uma Aplicação de Ensino Orientada a Agentes na Internet

Uma Aplicação de Ensino Orientada a Agentes na Internet 1 de 5 22/7/2008 17:14 Uma Aplicação de Ensino Orientada a Agentes na Internet Adriana Soares Pereira Cláudio Fernando Resin Geyer adriana@inf.ufrgs.br Resumo Este trabalho apresenta uma proposta de desenvolvimento

Leia mais

Agentes Inteligentes. Qualquer coisa que pode: 1. Perceber seu ambiente através de sensores e

Agentes Inteligentes. Qualquer coisa que pode: 1. Perceber seu ambiente através de sensores e Agentes Inteligentes Agente: Qualquer coisa que pode: Agente 1. Perceber seu ambiente através de sensores e 2. Agir sobre ambiente através de atuadores. Características de um agente humano: Sensores: Olhos

Leia mais

Resolução de Problemas Com Procura. Capítulo 3

Resolução de Problemas Com Procura. Capítulo 3 Resolução de Problemas Com Procura Capítulo 3 Sumário Agentes que resolvem problemas Tipos de problemas Formulação de problemas Exemplos de problemas Algoritmos de procura básicos Eliminação de estados

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Evolução dos SI s CRM OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO OPERACIONAL TÁTICO ESTRATÉGICO SIT SIG SAE SAD ES EIS

Leia mais

Inteligência Artificial Prof. Marcos Quinet Pólo Universitário de Rio das Ostras PURO Universidade Federal Fluminense UFF

Inteligência Artificial Prof. Marcos Quinet Pólo Universitário de Rio das Ostras PURO Universidade Federal Fluminense UFF Inteligência Artificial Prof. Marcos Quinet Pólo Universitário de Rio das Ostras PURO Universidade Federal Fluminense UFF No capítulo anterior... O teste de Turing; Abordagem Simbolista para a resolução

Leia mais

O que é um Agente. Agente é qualquer entidade que:

O que é um Agente. Agente é qualquer entidade que: O que é um Agente Agente é qualquer entidade que: percebeseu ambiente através de sensores (ex. câmeras, microfone, teclado, mensagens de outros agentes,...) agesobre ele através de efetuadores (ex. vídeo,

Leia mais

Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3

Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3 Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3 A LEGO Education tem o prazer de trazer até você a edição para tablet do Software LEGO MINDSTORMS Education EV3 - um jeito divertido

Leia mais

Agentes Inteligentes. Capítulo 2

Agentes Inteligentes. Capítulo 2 Agentes Inteligentes Capítulo 2 Sumário Agentes e ambientes Racionalidade PEAS: caracterização de um agente Tipos de ambientes Tipos de agentes Agentes Um agente é tudo o que é capaz de captar/perceber

Leia mais

Agentes Inteligentes Características de um agente humano:

Agentes Inteligentes Características de um agente humano: s Inteligentes Características de um agente humano: : Sensores:??? #$%& 306@ ga%#0 Q&% Qualquer coisa que pode: 1. Perceber seu ambiente através de sensores e 2. Agir sobre ambiente através de atuadores.

Leia mais

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013.

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013. Curso de atualização Educação Integral e Integrada Tutorial Moodle Belo Horizonte, 2013. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACESSANDO O AMBIENTE... 4 3. CONHECENDO O AMBIENTE... 5 3.1. CAIXAS DE UTILIDADES... 5 4.

Leia mais

Curso: Inteligência Artificial. Inteligência Artificial. Curso: Inteligência Artificial. Curso: Inteligência Artificial. Introdução 8/16/2010

Curso: Inteligência Artificial. Inteligência Artificial. Curso: Inteligência Artificial. Curso: Inteligência Artificial. Introdução 8/16/2010 Curso: Inteligência Artificial Inteligência Artificial Aula 1 Profª Bianca Zadrozny Página web: http://www.ic.uff.br/~bianca/ia-pos Material: Livro texto: Inteligência Artificial, Russell & Norvig, Editora

Leia mais

Aprendizagem de Máquina. Ivan Medeiros Monteiro

Aprendizagem de Máquina. Ivan Medeiros Monteiro Aprendizagem de Máquina Ivan Medeiros Monteiro Definindo aprendizagem Dizemos que um sistema aprende se o mesmo é capaz de melhorar o seu desempenho a partir de suas experiências anteriores. O aprendizado

Leia mais

SUPERVISION : Smart Condition Monitoring. Brand of ACOEM

SUPERVISION : Smart Condition Monitoring. Brand of ACOEM SUPERVISION : Smart Condition Monitoring Brand of ACOEM 30 ANOS DE EXPERIÊNCIA A OneProd apresenta o SUPERVISION, nova geração de aplicações web dedicadas à manutenção condicional inteligente. Fruto de

Leia mais

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário http://controlweb.controlloc.com.br Control Loc 2007 Data: 19/06/2007 O QUE É O ControlWeb é uma aplicação de rastreamento e comunicação veicular que utiliza os mais

Leia mais

Busca em Espaço de Estados

Busca em Espaço de Estados Busca em Espaço de Estados Jomi Fred Hübner jomi@inf.furb.br FURB / BCC Introdução 2 Agente orientado a meta O projetista não determina um mapeamento entre percepções e ações, mas determina que objetivo

Leia mais

03.05.11 SIMULAÇÃO. Arq. Giovanna Ronzani Borille, M.Sc. (ronzani@ita.br)

03.05.11 SIMULAÇÃO. Arq. Giovanna Ronzani Borille, M.Sc. (ronzani@ita.br) 03.05.11 SIMULAÇÃO Arq. Giovanna Ronzani Borille, M.Sc. (ronzani@ita.br) roteiro da aula TEORIA PRÁTICA LAB conceitos Algumas definições SIMULAÇÃO: técnica de solução de um problema análise de um modelo

Leia mais

Robótica Autônoma Sensores e Atuadores

Robótica Autônoma Sensores e Atuadores * Sensores: Percepção do Ambiente Robótica Autônoma Sensores e Atuadores * Atuadores: Ações e Movimentação do Robô MIT -OCW * Sensores: Robótica Autônoma Sensores e Atuadores Distância: Luz, Som, Força

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Satélite Manual de instalação e configuração CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Índice Índice 1.Informações gerais 1.1.Sobre este manual 1.2.Visão geral do sistema 1.3.História

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

5 Sistema Experimental

5 Sistema Experimental 5 Sistema Experimental Este capitulo apresenta o sistema experimental utilizado e é composto das seguintes seções: - 5.1 Robô ER1: Descreve o robô utilizado. É dividida nas seguintes subseções: - 5.1.1

Leia mais

Avaliação de Desempenho de Sistemas. Conceitos Básicos de Sistemas e Modelos

Avaliação de Desempenho de Sistemas. Conceitos Básicos de Sistemas e Modelos Avaliação de Desempenho de Sistemas Conceitos Básicos de Sistemas e Modelos O que é Desempenho? Webster s? The manner in which a mechanism performs. Aurélio: Conjunto de características ou de possibilidades

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

Testes de Usabilidade

Testes de Usabilidade Testes de Usabilidade Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Setembro de 2012 Prof. Edwar Saliba Júnior 1 Reflexão Ao fazer referência à questão da qualidade da relação

Leia mais

Extração de Requisitos

Extração de Requisitos Extração de Requisitos Extração de requisitos é o processo de transformação das idéias que estão na mente dos usuários (a entrada) em um documento formal (saída). Pode se entender também como o processo

Leia mais

Manual do Usuário 2013

Manual do Usuário 2013 Manual do Usuário 2013 MANUAL DO USUÁRIO 2013 Introdução Um ambiente virtual de aprendizagem é um programa para computador que permite que a sala de aula migre para a Internet. Simula muitos dos recursos

Leia mais

Sua Escola, Nossa Escola

Sua Escola, Nossa Escola Sua Escola, Nossa Escola Episódio: Andréa Natália e o Ensino na Fronteira Ponta Porã Resumo Esse vídeo integra a série Sua Escola, Nossa Escola, composta por dezessete programas, os quais mostram experiências

Leia mais

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS Características Design inovador Controle de acesso Permite criar usuários com senhas podendo-se definir no sistema quais as funcionalidades cada

Leia mais

Inteligência Artificial - IA. Agentes Inteligentes

Inteligência Artificial - IA. Agentes Inteligentes Agentes Inteligentes 1 O que é pensar racionalmente? Segundo Aristóteles: pensar racionalmente é um processo de raciocínio irrefutável. Argumentos que resultam em conclusões corretas ao receberem premissas

Leia mais

A Turma da Tabuada 3

A Turma da Tabuada 3 A Turma da Tabuada 3 Resumo Aprender brincando e brincando para aprender melhor. É dessa forma que a turma da tabuada nos levará a mais uma grande aventura pelo mundo do espaço e das formas. Na primeira

Leia mais

3 Multi-Agent System for Stock Exchange Simulation

3 Multi-Agent System for Stock Exchange Simulation Multi-Agent System for Stock Exchange Simulation 29 3 Multi-Agent System for Stock Exchange Simulation A participação na competição Agent Reputation Trust (ART) Testbed [10] motivou o estudo do domínio

Leia mais

PESQUISA-AÇÃO DICIONÁRIO

PESQUISA-AÇÃO DICIONÁRIO PESQUISA-AÇÃO Forma de pesquisa interativa que visa compreender as causas de uma situação e produzir mudanças. O foco está em resolver algum problema encontrado por indivíduos ou por grupos, sejam eles

Leia mais

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 FOLHA DO PRODUTO CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 Simplifique e otimize seu DB2 para tarefas de gerenciamento de carga de trabalho

Leia mais

Temas Principais: Manipuladores, Robôs Móveis Terrestres, Aquáticos, Aéreos,...

Temas Principais: Manipuladores, Robôs Móveis Terrestres, Aquáticos, Aéreos,... 3 Robótica Inteligente e Veículos Autônomos Temas Principais: Introdução Parte I Tipos de Robôs Parte II Manipuladores, Robôs Móveis Terrestres, Aquáticos, Aéreos,... Parte III Inteligência & Robôs Modelos

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

INF1771 - INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL TRABALHO 2 LÓGICA

INF1771 - INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL TRABALHO 2 LÓGICA INF1771 - INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL TRABALHO 2 LÓGICA Descrição: Para tornar-se um Mestre Pokémon é necessário aventurar-se por locais desconhecidos e capturar todos os 150 pokémons que habitam o Continente

Leia mais

Agentes Inteligentes

Agentes Inteligentes Agentes Inteligentes O que é um Agente? Agente é qualquer entidade que: percebe seu ambiente através de sensores (ex. câmeras, microfone, teclado,mensagens de outros agentes,...) age sobre ele através

Leia mais

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Instituições de Ensino Vol. VIV Manual de Segurança U Apresentação m dos maiores desafios durante a elaboração de um sistema de segurança para uma instituição

Leia mais

ACTION LEARNING. O que é Action Learning? FUN D A MEN T OS D O

ACTION LEARNING. O que é Action Learning? FUN D A MEN T OS D O C L E O W O L F F O que é Action Learning? Um processo que envolve um pequeno grupo/equipe refletindo e trabalhando em problemas reais, agindo e aprendendo enquanto atuam. FUN D A MEN T OS D O ACTION LEARNING

Leia mais

Ano letivo 2014/2015. Planificação da disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação 8º ano. Domínio: Comunicação e Colaboração CC8

Ano letivo 2014/2015. Planificação da disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação 8º ano. Domínio: Comunicação e Colaboração CC8 Ano letivo 2014/2015 Planificação da disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação 8º ano Domínio: Comunicação e Colaboração CC8 Aulas Previstas Semestre 32 Subdomínio: Conhecimento e utilização

Leia mais

Baidu Spark Browser. Documento de Especificação de Requisitos de Software

Baidu Spark Browser. Documento de Especificação de Requisitos de Software Baidu Spark Browser Documento de Especificação de Requisitos de Software Campus Party Brasil 2014 Desafio Baidu Quero um estágio na China Autor: Thiago Pinheiro Silva E-mail: eu@thiageek.com.br Índice

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS "Felizaquelequetransfereo quesabee aprendeo queensina." Cora Coralina Se não sabes, aprende; se já sabes, ensina. Confúcio Tipo de Programa Objetivos Programas de Aperfeiçoamento Melhorar o nível de desempenho

Leia mais

Reuso com Herança a e Composiçã

Reuso com Herança a e Composiçã Java 2 Standard Edition Reuso com Herança a e Composiçã ção Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Como aumentar as chances de reuso Separar as partes que podem mudar das partes que não mudam. Exemplo:

Leia mais

Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover

Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover SATIS 2011 Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5

Leia mais

Simulação Transiente

Simulação Transiente Tópicos Avançados em Avaliação de Desempenho de Sistemas Professores: Paulo Maciel Ricardo Massa Alunos: Jackson Nunes Marco Eugênio Araújo Dezembro de 2014 1 Sumário O que é Simulação? Áreas de Aplicação

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial.

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Elevadores de Passageiros Schindler Tempo O menor tempo entre você e o seu andar O Miconic

Leia mais

Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto

Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto BALANCED SCORECARD Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto Por que a Implementação da Estratégia torna-se cada vez mais importante? Você conhece a Estratégia de sua Empresa? Muitos líderes

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 01

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 01 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 01 Introduzindo Dados Com o Microsoft Excel é fácil introduzir informações numa planilha e mudar, excluir ou acrescentar dados. Você vai aprender a: - Abrir e salvar um arquivo

Leia mais

Access Control Lists - ACL. Treinamento OTRS Help Desk

Access Control Lists - ACL. Treinamento OTRS Help Desk Access Control Lists - ACL Treinamento OTRS Help Desk Sumário Introdução... 3 Seções compõe as ACLs...4 Properties... 4 PropertiesDatabase...4 Possible... 4 PossibleNot... 4 Propriedades... 6 Action...

Leia mais

Descobrindo como Aprender e Ensinar

Descobrindo como Aprender e Ensinar Descobrindo como Aprender e Ensinar Garantindo o aprendizado e o ensino continuados! Orientação detalhada para o participante: Saiba como aprender por si mesmo ou como os outros aprendem Na formação de

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11

PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 15 PROVA DE NOÇÕES DE INFORMÁTICA CÓD. 11 QUESTÃO 41 Para se imprimir no ambiente do Microsoft Windows, é necessário que a impressora esteja cadastrada no sistema. Na configuração padrão do sistema, o

Leia mais

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 01 TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 02 Plataforma O TOPLAB foi projetado para funcionar na web, nasceu 'respirando

Leia mais

Curso básico de LibreOffice/Impress

Curso básico de LibreOffice/Impress Curso básico de LibreOffice/Impress O Impress é o aplicativo de criação e edição de apresentações da família BrOffice.org que possibilita realizar as seguintes tarefas: Criação de gráficos vetoriais (imagens);

Leia mais

02. O software ainda permite instalar a barra de ferramentas do Google como recurso extra. Faça a escolha desejada e continue a instalação.

02. O software ainda permite instalar a barra de ferramentas do Google como recurso extra. Faça a escolha desejada e continue a instalação. Contra-ataque os spywares com o Spyware Doctor! Antigamente, a única preocupação dos usuários em termos de segurança era os vírus. Hoje existem tantas palavras relacionadas a softwares maliciosos que qualquer

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE UM ROBÔ TERRESTRE CONTROLADO REMOTAMENTE UTILIZANDO A PLATAFORMA ARDUINO

CONSTRUÇÃO DE UM ROBÔ TERRESTRE CONTROLADO REMOTAMENTE UTILIZANDO A PLATAFORMA ARDUINO CONSTRUÇÃO DE UM ROBÔ TERRESTRE CONTROLADO REMOTAMENTE UTILIZANDO A PLATAFORMA ARDUINO Leopoldo Jacobsen¹, Wyllian Fressatti¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil leopoldojacobsen@gmail.com,

Leia mais

Síntese das discussões do fórum Livro-APF: Julho/2010

Síntese das discussões do fórum Livro-APF: Julho/2010 Síntese das discussões do fórum Livro-APF: Julho/2010 Assunto: Estimativa de Aumento de Produtividade Data: 01/07/2010 Link: http://br.groups.yahoo.com/group/livro-apf/message/2577 Dúvida: Existe alguma

Leia mais

Modelo de Plano de Ação

Modelo de Plano de Ação Modelo de Plano de Ação Para a implementação da Estratégia Multimodal da OMS para a Melhoria da Higiene das Mãos Introdução O Modelo de Plano de Ação é proposto para ajudar os representantes de estabelecimentos

Leia mais

Planeamento de uma prova no concurso Robô Bombeiro

Planeamento de uma prova no concurso Robô Bombeiro Introdução à Engenharia de Computadores e Telemática 2012-13 Planeamento de uma prova no concurso Robô Bombeiro Data de entrega: 11/Jan/2013 V 1.0 1 Introdução Com este trabalho pretende-se fazer um estudo

Leia mais

2 Auto-sintonia de Bancos de Dados e Agentes de Software

2 Auto-sintonia de Bancos de Dados e Agentes de Software 2 Auto-sintonia de Bancos de Dados e Agentes de Software A uso da abordagem de agentes de software 1 pode trazer benefícios a áreas de aplicação em que é necessário construir sistemas autônomos, ou seja,

Leia mais

Comprehensive Video Analytics Solutions. Vi-Search. A ferramenta de análise e busca de vídeo completa

Comprehensive Video Analytics Solutions. Vi-Search. A ferramenta de análise e busca de vídeo completa Comprehensive Video Analytics Solutions Vi-Search A ferramenta de análise e busca de vídeo completa O Vi-Search permite colher os benefícios reais do seu sistema de monitoramento, permitindo a recuperação

Leia mais