Atuadores Pneumáticos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atuadores Pneumáticos"

Transcrição

1 / / D Atuadores Pneumáticos Os atuadores pneumáticos HiTork são dispositivos utilizados para o acionamento de válvulas de controle e outros elementos semelhantes. Possuem construção robusta, grandes torques de saída e são oferecidos nas versões simples ação (retorno por mola), dupla ação e dosador. Entre suas principais características, destacamse: Pressão máxima de trabalho de 1 bar ( psi). Temperatura ambiente de 3 a +1 C. Acoplamentos padrão ISO e NAMUR para conexão de válvulas solenóides e acessórios para automação padronizados. Facilidade de ajuste do curso de abertura do atuador. Mancais de deslizamento em PTFE ou Delrin que aumentam a vida útil do atuador graças a seus baixíssimos coeficientes de atrito. Lubrificação permanente com graxa especialmente desenvolvida para este tipo de aplicação. Corpo em alumínio com anodização dura. Tampas em alumínio com pintura epóxi. Pinhão em aço carbono zincado. Pinhão com octavado inferior conforme DIN 37. O indicador de posição pode ser utilizado para acionamento mecânico de chaves fim de curso e sensores de proximidade. Opcionalmente podem ser fornecidos atuadores com regulagem de curso em ambos os sentidos. Atuador pneumático de dupla ação () Atuador pneumático retorno mola () Conforme a aplicação, os atuadores pneumáticos Hi Tork são fornecidos com diferentes configurações de giro: a 9 para acionamento de válvulas tipos borboleta, esfera, macho, dampers, venezianas e dispositivos de 1/4 de volta em geral. a 18 para acionamento de válvulas de 3 vias tipo T, com intervalo de 9 entre cada posição. a 135 para uso com válvulas de desvio tipo Y para uso com válvulas de 3 vias com intervalo de 12 entre cada posição. Atuador pneumático dosador (D)

2 CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO PARA PRESÃO DE ALIMENTAÇÃOCOM 5 bar Tamanho Modelo Tempo de abertura (S) Tempo de fechamento (S) Peso (Kg) Consumo de ar (l/ciclo) = Atuador Pneumático de Dupla Ação A = Atuador Pneumático de Simples Ação (Retorno Mola) Atuador Pneumático de Dupla Ação () Princípio de operação: O ar comprimido entra no atuador rotativo através da conexão A e pressiona a superfície interna dos êmbolos movimentandoos simultaneamente em sentidos contrários, causando o giro do eixo central C em um ângulo determinado pela construção do atuador. Para o retorno, o ar comprimido é injetado nas câmaras externas do atuador através da conexão B, com o escape do ar se dando através do canal aberto da conexão A. Os torques admissíveis são determinados tanto pela superfície dos êmbolos e do diâmetro primitivo do eixo central, bem como pela pressão de ar de comando disponível. O parafuso D com sua contraporca E permite o ajuste do curso na abertura em +/ 5. Pressão de alimentação entre 4 e 6 bar, máxima de 1 bar. Importante ressaltar que para a seleção correta do atuador devese obter o torque da válvula a ser operada e a pressão de ar de alimentação. Atuador Pneumático de Simples Ação () Princípio de operação: Nos casos em que se deseja que a válvula assuma automaticamente as posições de segurança de abertura (NA) ou fechamento (NF) por falta de energia na bobina do solenóide e/ou falta de ar, somente é utilizada a conexão A. Neste caso, o movimento de retorno dos êmbolos é produzido pelas molas alojadas nas tampas do atuador Os torques admissíveis são determinados pela quantidade e força das molas bem como da pressão de ar de comando disponível. O parafuso D com sua contraporca E permite o ajuste do curso na abertura em +/ 5. Pressão de alimentação entre 4 e 6 bar, máxima de 1 bar. Importante ressaltar que para a seleção correta do atuador devese obter o torque da válvula a ser operada e a pressão de ar de alimentação. Para o correto funcionamento do conjunto válvula e atuador, é necessário que seja informada a posição de pane da válvula na falha de ar, normal aberta (NA) ou normal fechada (NF).

3 Atuador Dosador (D) Para os caso onde se deseja obter uma dosagem de produto onde no início da operação a válvula deverá estar totalmente aberta e, próximo ao final da operação, a válvula deverá operar com pequena abertura até o término do ciclo, podese utilizar o atuador dosador D. Os atuadores pneumáticos D são de funcionamento simples, bastando apenas dois contatos elétricos provenientes de uma balança ou CLP, por exemplo, para se obter os resultados finais com precisão. O seu funcionamento é sempre preciso e constante. Devido a sua regulagem mecânica, ele consegue um controle fino do produto. Princípio de funcionamento: No início do enchimento, energizase a solenóide (2) liberando a passagem do ar pela conexão (A) para a câmara central do atuador, movimentando as cremalheiras no sentido da abertura, comprimindo as molas de retorno e simultaneamente movimentando os dois êmbolos dos cilindros auxiliares. A válvula abre 1% (9 ). A válvula permanecerá 1% aberta até atingir o peso determinado (ex. contato n 1 da balança), passando então para a dosagem fina. A dosagem fina entra em ação quando se energiza o solenóide (1) liberando a passagem do ar, também pela conexão(b), para as câmaras dos cilindros auxiliares, movimentando estas no sentido do fechamento. A posição de parada é determinada através do curso ajustável, conforme porcentagem de abertura desejada para a dosagem fina. Os dois solenóides estão energizados. A válvula permanece X% aberta até o peso ser alcançado (ex. contato n 2 da balança), desenergizando simultaneamente os dois solenóides. A válvula fecha imediatamente via molas de retorno do atuador.

4 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO / 2 / 4 / 8 / 13 I TEM QTD. DESCRIÇÃ O MATERIA L 1 1 Corpo 2 2 Cremalheir a 3 2 Tamp a 4 1 Pinhão 5 1 Came 6 4 Mancal antifricção Alumínio com anodização dura Alumíni o Alumínio pintado em epóxi Poliamida PTFE grafitado 7 1 Parafuso M6x2 Aço inoxidável AISI Parafuso Allen com cabeça Aço inoxidável AISI Parafuso Allen sem cabeça Aço inoxidável AISI Porca hexagona l Aço inoxidável AISI 34 1 Anel trava eixo 12 1 Arruela 13 1 Arruela Nylo n 2 " O" ring da porca de ajuste 2 " O" ring da cremalheir a 16 2 " O" ring da tampa 1 " O" ring superior do pinhão 18 1 " O" ring inferior do pinhão 19 2 Mola grande para 2 2 Mola pequena para Aço carbono Classe C Aço carbono Classe C

5 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO / 75 AO 44 I TEM QTD. DESCRIÇÃ O MATERIA L 1 1 Corpo 2 2 Cremalheir a 3 2 Tamp a 4 1 Pinhão 5 1 Came Mancal antifricção Alumínio com anodização dura Alumíni o Alumínio pintado em epóxi Poliamida PTFE grafitado 7 1 Parafuso M6x2 Aço inoxidável AISI Parafuso Allen com cabeça Aço inoxidável AISI Parafuso Allen sem cabeça Aço inoxidável AISI Porca hexagona l Aço inoxidável AISI 34 1 Anel trava eixo 12 1 Anel antifricção 13 1 Arruela 2 Arruela Delrin / Poliacetal Nylo n 2 " O" ring da porca de ajuste 16 2 " O" ring da cremalheir a 1 " O" ring da tampa 18 1 " O" ring externo da bucha superior 19 1 " O" ring interno da bucha superior 2 1 " O" ring externo da bucha inferior 21 1 " O" ring interno da bucha inferior 22 1 Bucha superior 23 1 Bucha inferior Mola para Delrin / Poliacetal Delrin / Poliacetal Aço carbono Classe C

6 TABELAS DE TORQUE DUPLA AÇÃO () E RETORNO MOLA () TABELA DE TORQUE DO ATUADOR DE DUPLA AÇÃO [Nm] Modelo do atuador Pressão de Alimentação [bar] TABELAS DE TORQUE RETORNO MOLA () TABELA DE TORQUE DO ATUADOR RETORNO MOLA [Nm] M olas Pressão de Alimentação [bar] Modelo do Atuador Qtd. Molas Torque

7 TABELAS DE TORQUE RETORNO MOLA () TABELA DE TORQUE DO ACTUADOR RETORNO MOLA [Nm] M olas Pressão de Alimentação [bar] Modelo do Atuador Qtd Molas Torque RDM RDM RDM KIT DE MOLAS RETORNO MOLA 2 / 4 11 = 1 MOLA GRANDE Y 1 MOLA PEQUENA 22 = 1 MOLA GRANDE Y 2 MOLAS PEQUENAS 2 = 2 MOLAS GRANDES 21 = 2 MOLAS GRANDES Y 1 MOLA PEQUENA 22 = 2 MOLAS GRANDES Y 2 MOLAS PEQUENAS DEMAI MODELOS = 3 MOLAS EM CA LADO = 4 MOLAS EM CA LADO = 5 MOLAS EM CA LADO = 6 MOLAS EM CA LADO

8 DIMENSÕES TABELA DIMENSIONAL [mm] A TUADOR A () A () B C D E Ø F G P Q ISO Ø CF M x Prof. / F5 5 M6 x 8 / F5 5 M6 x F7 7 M8 x F7 7 M8 x 12

9 DIMENSÕES TABELA DIMENSIONAL [mm] ATUADOR A B C Ø D E F G H Ø I J Ø CF R x Prof. Q O P Ø R ISO K L M N / F5/F7 M6x8 M8x12 / F7 M8x12 / F7/F1 M8x12 M1x / F1 M1x / F12 M12x2 / F M16x25 / F16 M2x4 / F25 M16x25 / M16x25 Especificações sujeitas a alterações sem aviso prévio. As informações contidas neste documento são de natureza orientativa e não constituem garantias expressas ou implícitas de qualquer espécie. HiTork Automação Ltda. Rua Endres, Guarulhos SP Brasil Fone: Fax: website:

www.microkits.com.br

www.microkits.com.br Rua Conceição de Monte Alegre, 33 Brooklin - São Paulo - SP - CEP 053-00 FONE/FAX: (55 11) 5.90 / 57.29 E-mail: microkits@microkits.com.br MICROKITS IND. E COM. LTDA. www.microkits.com.br LA MA AZ BC VM

Leia mais

Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo

Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo Válvulas Automáticas de Controle e Fluxo As válvulas automáticas são utilizadas em processos de automação ou acionamento remoto para controle de fluxo de líquidos e gases, e também nos processos de dosagem

Leia mais

kymanual ou automática a escolha é sua

kymanual ou automática a escolha é sua . kymanual ou automática a escolha é sua Válvula borboleta LKB automática ou manual Aplicação ALKBéumaválvulaborboletasanitáriaacionadamanualou automaticamente para uso em sistemas com tubulações em aço

Leia mais

Cilindros Aplicação Específica

Cilindros Aplicação Específica Conteúdo.1.1..1.3.1..1..1.6.1.7.1.8.1.9.1 Cilindro Fixador Mesa 1" Cilindro Fixador Mesa " Cilindro Extra Grande Compacto GC Cilindro Impacto Garra Pneumática Angular Cilindro Hidrocheck Cilindro Hidrocheck

Leia mais

REPRESENTANTE EM MINAS GERAIS TAG VÁLVULAS TEL: (31) 3227-7799 E-MAIL: VENDAS@TAGAUT.COM.BR

REPRESENTANTE EM MINAS GERAIS TAG VÁLVULAS TEL: (31) 3227-7799 E-MAIL: VENDAS@TAGAUT.COM.BR APV-2011/R4 PROJETO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1.Projeto dos pistões Montagem duplo pistão cremalheira e pinhão para um design compacto, posição de montagem simétrica, grande vida útil e operação rápida.

Leia mais

ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO

ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO ATUADORES PARA CADA AMBIENTE A ACTREG,SA fabrica uma ampla gama de atuadores pneumáticos oferecendo um desempenho seguro nas principais aplicações da válvula.

Leia mais

Keystone F89 Atuador quarto de volta pneumático Uso geral/área classificada

Keystone F89 Atuador quarto de volta pneumático Uso geral/área classificada Compacidade, confiabilidade e baixo custo operacional são as palavras-chave da linha Keystone F89 de atuadores pneumáticos para todos os tipos de válvulas quarto de volta Características Materiais Corpo:

Leia mais

Válvulas de Guilhotina - Série M. Válvulas para líquidos pastosos, massas, água industrial e semelhantes.

Válvulas de Guilhotina - Série M. Válvulas para líquidos pastosos, massas, água industrial e semelhantes. Série M Série P Válvulas de Guilhotina - Série M Válvulas para líquidos pastosos, massas, água industrial e semelhantes. Manual Pneumática Dados de Operação BITOLA 50 2 65 21/2 80 3 100 4 125 5 150 6 200

Leia mais

CATÁLOGO 800035-A Observações sobre as fichas técnicas

CATÁLOGO 800035-A Observações sobre as fichas técnicas CATÁLOGO 800035-A sobre as fichas técnicas Os dados constantes nas fichas técnicas a seguir podem sofrer alterações sem prévio aviso. Alguns modelos possuem pequenas alterações em seus projetos construtivos,

Leia mais

Válvulas solenoides servo-operadas de 2/2-vias Tipo EV220A 6-50

Válvulas solenoides servo-operadas de 2/2-vias Tipo EV220A 6-50 MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Ficha técnica Válvulas solenoides servo-operadas de 2/2-vias Tipo 6-50 é uma linha de válvulas solenoides servo-operadas de 2/2 vias, projetadas especialmente para uso em

Leia mais

Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50

Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50 Catálogo técnico Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50 EV220B 15 50 é um programa universal de válvula solenoide de 2/2 vias indiretamente servo-operada. O corpo da válvula em

Leia mais

Válvula direcional 3/2, Série CD07 Qn= 1400 l/min conexão de tubo conexão de ar comprimido saída: G 1/4 apropriado para ATEX

Válvula direcional 3/2, Série CD07 Qn= 1400 l/min conexão de tubo conexão de ar comprimido saída: G 1/4 apropriado para ATEX Válvulas direcionais Acionamento mecânico Válvula direcional /, Série CD07 Qn= 400 l/min conexão de tubo conexão de ar comprimido saída: G /4 apropriado para ATEX Modelo válvula corrediça, sem sobreposição

Leia mais

Série: FBME MANUAL TÉCNICO BOMBA CENTRÍFUGA MULTIESTÁGIO FBME. Aplicação

Série: FBME MANUAL TÉCNICO BOMBA CENTRÍFUGA MULTIESTÁGIO FBME. Aplicação MANUAL TÉCNICO Série: FBME Aplicação Desenvolvida para trabalhar com líquidos limpos ou turvos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração,

Leia mais

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1 AUC1 Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos Parte III 14/02/2015 1 Atuadores 14/02/2015 2 Atuador Pneumático Os atuadores pneumáticos, assim como os atuadores hidráulicos, são componentes que

Leia mais

Cilindros de parada seguros - silenciosos - confiáveis

Cilindros de parada seguros - silenciosos - confiáveis Cilindros de parada seguros - silenciosos - confiáveis 13017381 Info 166 Cilindros de parada o equipamento compacto e simples para automatizar linhas de transporte Utilização Equipamento rápido e simples

Leia mais

Válvulas - Série PVL. Válvulas pneumáticas Série PVL. Características técnicas. Materiais. Descrição. Catálogo 1001-8 BR Informações técnicas

Válvulas - Série PVL. Válvulas pneumáticas Série PVL. Características técnicas. Materiais. Descrição. Catálogo 1001-8 BR Informações técnicas Informações técnicas Válvulas - Características técnicas Vias/posições 5/2 Conexão G1/8 e G1/4 Tipo construtivo Acionamentos Vazão a 7 bar Faixa de temperatura Faixa de pressão Cv Fluido Spool Elétrico

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS Índice 1.0 Conexões Pneumática Instantâneas...... 4 1.1 - Redutores... 7 1.2 Válvulas Manuais... 8 2.0 Acessórios Pneumáticos... 8 3.0 Válvulas Mecânicas... 10 3.1 Piloto... 10 3.2

Leia mais

Opere sua válvula diafragma da forma que mais lhe convier

Opere sua válvula diafragma da forma que mais lhe convier Opere sua válvula diafragma da forma que mais lhe convier Válvula diafragma asséptica - Todos os nossos atuadores padrão possuem uma peça de ligação/distanciamento em aço inoxidável, que permite a operação

Leia mais

ABV21i e ABV40i Válvulas de Descarga de Fundo Pneumáticas para Caldeira

ABV21i e ABV40i Válvulas de Descarga de Fundo Pneumáticas para Caldeira Página 1 de ABV21i e ABV40i s de Descarga de Fundo Pneumáticas para Caldeira BR Rev.00 Descrição As válvulas monobloco ABV21i e ABV40i Spirax Sarco de passagem reduzida são equipadas com atuador pneumático

Leia mais

Válvula com comando por botão. Válvula com comando tipo «cogumelo»

Válvula com comando por botão. Válvula com comando tipo «cogumelo» Válvulas 3/ para painel Série MT - M Tipo... Montagem... Temperatura ambiente.. Temperatura do fluido Fluido... Pressão de trabalho... Vazão nominal... s... Materiais... Válvula 3/ para painel, atuação

Leia mais

6. CILINDROS PNEUMÁTICOS

6. CILINDROS PNEUMÁTICOS 6. CILINDROS PNEUMÁTICOS Os cilindros, também conhecidos como atuadores lineares, são elementos pneumáticos de trabalho os quais transformam a energia proveniente do ar comprimido em energia mecânica,

Leia mais

das válvulas de vazão de líquidos e gases

das válvulas de vazão de líquidos e gases Válvulas de Vazão de Líquidos e Gases Wagner Britto Vaz de Oliveira 00/16144 Pedro Kouri Paim 00/16063 9 de Junho de 2005 1 Introdução No contexto de automação industrial, válvulas de comando são elementos

Leia mais

Série 240 Válvula de Controlo Pneumático Tipo 3241-1 DWA, -7 DWA, -9 DWA Válvula de Globo Tipo 3241 DWA

Série 240 Válvula de Controlo Pneumático Tipo 3241-1 DWA, -7 DWA, -9 DWA Válvula de Globo Tipo 3241 DWA Série 240 Válvula de Controlo Pneumático Tipo 3241-1 DWA, -7 DWA, -9 DWA Válvula de Globo Tipo 3241 DWA Versão ANSI Aplicação Válvula de controlo para instalações PSA (Adsorção por Variação de Pressão)

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES Válvula de agulha Conexão roscada segundo. Asme b1 20.1 (NPT) Din 2.999 & Bs 21 Iso 228/1 & Iso 7/1 6000 Psi Padrão Fire-Safe.

ESPECIFICAÇÕES Válvula de agulha Conexão roscada segundo. Asme b1 20.1 (NPT) Din 2.999 & Bs 21 Iso 228/1 & Iso 7/1 6000 Psi Padrão Fire-Safe. 01/66 FIG.Nº.:AG-01 Bitola 1/8 á 1. Válvula de agulha Conexão roscada segundo. Asme b1 20.1 (NPT) Din 2.999 & Bs 21 Iso 228/1 & Iso 7/1 6000 Psi Padrão Fire-Safe. Nº NOMES DAS PARTES CONSTRUÇÃO 01 TRAVA

Leia mais

Acionamento de palhetas giratórias, Série RAK Ângulo de rotação: 30-270 Acionamento de palhetas giratórias, com efeito duplo Tipo de eixo: unilateral

Acionamento de palhetas giratórias, Série RAK Ângulo de rotação: 30-270 Acionamento de palhetas giratórias, com efeito duplo Tipo de eixo: unilateral Acionamentos giratórios Acionamento de palhetas giratórias 1 Pressão de operação mín/máx Veja a tabela abaixo Temperatura ambiente min./máx. Veja a tabela abaixo Temperatura de produto mín/máx. - C / +60

Leia mais

Válvulas Criogênicas. Guia de Produtos - 2011. www.qualitecinstrumentos.com.br

Válvulas Criogênicas. Guia de Produtos - 2011. www.qualitecinstrumentos.com.br Válvulas Criogênicas Guia de Produtos - 2011 Linha de Produtos Válvulas de Segurança Industriais Fluído: Gases, vapores, fluidos e refrigerantes Diâmetro: 1/4 até 2 Temperatura: -50 C (-58 F)... +225 C

Leia mais

Válvula Plástica de Diafragma RAF - P. Irrigação. Válvula Plástica. www.idealtrading.com.br / Tel: 71-35032799

Válvula Plástica de Diafragma RAF - P. Irrigação. Válvula Plástica. www.idealtrading.com.br / Tel: 71-35032799 Válvula Plástica de Diafragma RAF - P Irrigação Válvula Plástica www.idealtrading.com.br / Tel: 71-502799 Ideal Trading - Válvula Hidráulica de Controle RAF - P Válvula de Controle de Diafragma - Alta

Leia mais

Válvulas de Segurança 3/2 vias DM² C

Válvulas de Segurança 3/2 vias DM² C Válvulas de Segurança 3/2 vias DM² C Isolamento da Energia Pneumática Categoria 4 Líder na Tecnologia de Válvulas de Segurança Desde 1950 2005 Tecnologia e experiência 1995 2000 1980 1976 1967 1962 1954

Leia mais

Explicação dos Tipos de Válvula Solenóide

Explicação dos Tipos de Válvula Solenóide Explicação dos Tipos Válvula Solenói Todas as válvulas da Danfoss possuem agora uma signação que talha sua estrutura e operação.vários números e letras finem se a válvula é operada diretamente ou servocontrolada,

Leia mais

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos Manual do Usuário Produto Versão: Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. TERMOS E CONVENÇÕES 4 2. INFORMAÇÕES GERAIS 5 2.1. Dados do

Leia mais

Apostila de Treinamento: Geradores de Espuma

Apostila de Treinamento: Geradores de Espuma Apostila de Treinamento: Geradores de Espuma Nacional Tecnologia Instrumentos Equipamentos de Dosagem Ltda. EPP Rua José Carlos Geiss, 261 Rec. Camp. Jóia CEP13347-020 Indaiatuba SP Fone: (19) 3935-6107

Leia mais

Monitor de Posição Axiom - AX

Monitor de Posição Axiom - AX Monitor de Posição Axiom - AX com sensores de chaveamento FOUNDATION Fieldbus (Com Rede Energizada Saídas) Instruções de instalação, manutenção e operação (AX93 ) 2 Sumário Sumário...Página 2 Guia de modelos

Leia mais

Válvula Globo De Passagem Reta (Tipo Y) DN 8 (1/4 ) a 80 (3 )

Válvula Globo De Passagem Reta (Tipo Y) DN 8 (1/4 ) a 80 (3 ) Válvula Globo De Passagem Reta (Tipo Y) DN 8 (/ ) a 8 ( ) A Válvula Globo Oblíqua metálica SED (também chamada de "passagem reta" ou tipo Y ), consiste de um corpo metálico de / vias tipo globo inclinado

Leia mais

O produto esta disponível em 4 modelos com tamanho nominal de 10 à 40, todos com aprovação do BG (Associação Alemã de segurança no Trabalho).

O produto esta disponível em 4 modelos com tamanho nominal de 10 à 40, todos com aprovação do BG (Associação Alemã de segurança no Trabalho). As Válvulas de segurança da GPA são a forma mais efetiva de proteger sua prensa freio embreagem contra mau funcionamento ou operação acidental derivada por falha da válvula. MEP-A é uma série de válvulas

Leia mais

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Catálogo impresso 2 ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Acionamento elétrico Sistema de válvulas, Série 581, tamanho 3 Qn = 4100 l/min Largura da válvula piloto: 22 mm conexão

Leia mais

Instruções de instalação e ajuste

Instruções de instalação e ajuste Módulo de leitura e comunicação Namur (AMI ) Instruções de instalação e ajuste mm, mm 00, mm Orifícios de admissão de ar / NPT Alojamentos M0 marcados com M E E M S Orifícios de admissão de ar / NPT Entradas

Leia mais

Linha de Saneamento. Engineering GREAT Solutions. Soluções de Alta Perfomance

Linha de Saneamento. Engineering GREAT Solutions. Soluções de Alta Perfomance Linha de Saneamento Engineering GREAT Solutions Soluções de Alta Perfomance IMI Interativa / Válvulas para Saneamento Válvula Borboleta Série WR A válvula borboleta de alta performance Série WR foi projetada

Leia mais

Linha Õnibus e Caminhões

Linha Õnibus e Caminhões Linha Õnibus e Caminhões ! ADVERTÊNCIA SELEÇÃO IMPRÓPRIA, FALHA OU USO IMPRÓPRIO DOS PRODUTOS E/OU SISTEMAS DESCRITOS NESTE CATÁLOGO OU NOS ÍTENS RELACIONADOS PODEM CAUSAR A MORTE, DANOS PESSOAIS E/OU

Leia mais

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 Conheça o funcionamento, diagnóstico e reparo do ajustador de freio automático, um componente primordial para segurança, aplicado em veículos pesados. Que a

Leia mais

V Á L V U L A S SÉRIE 1800

V Á L V U L A S SÉRIE 1800 V Á L V U L A S SÉRIE 1800 As válvulas de agulha miniatura da Série 1800 foram desenvolvidas para regulagem e bloqueio de fluidos para os mais diversos tipos de aplicação em laboratórios,amostragem de

Leia mais

Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição

Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 3. DESENHO DIMENSIONAL... 4 4. INSTALAÇÃO... 5 4.1 MONTAGEM EM ATUADOR ROTATIVO...

Leia mais

Válvulas de Esfera para Uso Geral

Válvulas de Esfera para Uso Geral www.swagelok.com Válvulas de Esfera para Uso Geral Série SK Pressões de trabalho de até 6000 psig (413 bar) Temperaturas de -40 a 150 C Alta capacidade de vazão com desenho compacto Tamanhos de 1/4" a

Leia mais

Características AT UADORES PNEUMÁT ICOS. Atuadores pneumáticos em aço inox Microfundido simples efeito SR. Dados Técnicos. Condições de Operação

Características AT UADORES PNEUMÁT ICOS. Atuadores pneumáticos em aço inox Microfundido simples efeito SR. Dados Técnicos. Condições de Operação OMAL S.p.a. Via Ponte Nuovo, 11-25050 Rodengo Saiano (BS) ITALY Tel. +39 0308900145 - Fax +39 0308900423 Inscrição no registro das empresas de: Brescia numero 1661640175 Capital inicial investido: 500.000,00

Leia mais

POSICIONADOR INTELIGENTE PARA VÁLVULAS 4 a 20 ma + Comunicação Digital HART. smar

POSICIONADOR INTELIGENTE PARA VÁLVULAS 4 a 20 ma + Comunicação Digital HART. smar POSICIONADOR INTELIGENTE PARA VÁLVULAS a ma + Comunicação Digital HART DESCRIÇÃO O posicionador microprocessado FY proporciona o posicionamento rápido e seguro dos atuadores tipo diafragma ou cilindro.

Leia mais

Sistemas Pneumáticos

Sistemas Pneumáticos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Sistemas Pneumáticos Gilson PORCIÚNCULA wp.ufpel.edu.br/porciuncula Estrutura de um circuito Pneumático

Leia mais

VÁLVULA ISO 5599/1 SÉRIE IPV-ISV

VÁLVULA ISO 5599/1 SÉRIE IPV-ISV VÁLVULA ISO 5599/1 SÉRIE IPV-ISV As válvulas ISO 1 e ISO têm dimensões da superfície de montagem conforme a ISO 5599/1. Disponíveis nas versões 5 vias de e 3 posições e com acionamentos do tipo pneumático

Leia mais

Características AT UADORES PNEUMÁT ICOS. Atuadores pneumáticos em aço inox Microfundido duplo efeito DA. Dados Técnicos. Condições de Operação

Características AT UADORES PNEUMÁT ICOS. Atuadores pneumáticos em aço inox Microfundido duplo efeito DA. Dados Técnicos. Condições de Operação OMAL S.p.a. Via Ponte Nuovo, 11-25050 Rodengo Saiano (BS) ITALY Tel. +39 0308900145 - Fax +39 0308900423 Inscrição no registro das empresas de: Brescia numero 1661640175 Capital inicial investido: 500.000,00

Leia mais

Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica. Roteiro de Laboratório: Pneumática

Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica. Roteiro de Laboratório: Pneumática Instituto Federal de São Paulo Departamento de Mecânica Roteiro de Laboratório: Pneumática Prof. Engº Felipe Amélio de Lucena Catanduva, 25 de julho de 2012. Sumário 1 Objetivo... 3 2 Estrutura para elaboração

Leia mais

7ª Aula Válvulas Direcionais

7ª Aula Válvulas Direcionais 7ª Aula Válvulas Direcionais Os comandos pneumáticos consistem de seis camadas de elementos que são: a. Elementos de trabalho; b. Elementos de influência; c. Elementos de comando; d. Elementos de processamento

Leia mais

Fundamentos de Automação. Atuadores e Elementos Finais de Controle

Fundamentos de Automação. Atuadores e Elementos Finais de Controle Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Atuadores

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais

Operações Unitárias. Válvulas. Prof. Dr. Gabriel Leonardo Tacchi Nascimento

Operações Unitárias. Válvulas. Prof. Dr. Gabriel Leonardo Tacchi Nascimento Operações Unitárias Válvulas Prof. Dr. Gabriel Leonardo Tacchi Nascimento Válvulas São dispositivos destinados a estabelecer, controlar e interromper o fluxo de fluidos nas tubulações. Há diversas formas

Leia mais

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE MANUAL TÉCNICO Série: FBE Aplicação Desenvolvida para trabalhar com fluidos viscosos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração, alimentícia,

Leia mais

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 Os atuadores WL Série AT1D, do tipo pistão de dupla ação e retorno por mola são projetados tanto para serviços de controle como on-off. As séries AT1D e AT1M

Leia mais

VÁLVULA ISO 5599/1 SÉRIE IPV-ISV

VÁLVULA ISO 5599/1 SÉRIE IPV-ISV VÁLVULA ISO 99/1 SÉRIE IPV-ISV As válvulas ISO 1 e ISO 2 têm dimensões da superfície de montagem conforme a ISO 99/1. Disponíveis nas versões vias a 2 e 3 posições e com acionamentos do tipo pneumático

Leia mais

M40Fi3 ISO. Válvula Esfera Passagem Reduzida DN 1 a 6 ANSI 150 e 300

M40Fi3 ISO. Válvula Esfera Passagem Reduzida DN 1 a 6 ANSI 150 e 300 Página 1 a 6 TI-D221-02 M40Fi ISO Válvula Esfera Passagem Reduzida DN 1 a 6 ANSI 150 e 300 Descrição A válvula M40Fi ISO é uma válvula esfera de passagem reduzida, com construção monobloco, e tem montagem

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

Válvulas Direcionais Série Tigre

Válvulas Direcionais Série Tigre Válvulas Direcionais Série Tigre 14662120 Info 100 Visão geral da linha MFH, MOFH, JMFH, VL/O,VL,JH,JDH -M- Vazão : 500 l/min : 800 l/min : 3700 l/min -P- Tensão 12... 48 V cc 24... 240 V ca/ 50... 60

Leia mais

1.1 SISTEMA DE PORTAS 1.1.1 INTRODUÇÃO - SISTEMA DE PORTAS IRIZAR I6

1.1 SISTEMA DE PORTAS 1.1.1 INTRODUÇÃO - SISTEMA DE PORTAS IRIZAR I6 Regulagem de portas 1.1 SISTEMA DE PORTAS 1.1.1 INTRODUÇÃO - SISTEMA DE PORTAS IRIZAR I6 O sistema de portas dos veículos Irizar é projetado para realizar as operações de abertura e fechamento de porta

Leia mais

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

HGE / HEG / HHEV / HSph e DGE

HGE / HEG / HHEV / HSph e DGE HGE / HEG / HHEV / HSph e DGE VERSÃO 0 ÍNDICE.0 - FINALIDADE 0.0 - APLICAÇÃO 0.0 - DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 0.0 - TERMINOLOGIA 0.0 - CARACTERÍSTICAS GERAIS 0.0 - CHAVES FIM DE CURSO ROTATIVA HGE e HGES

Leia mais

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line - PPL - é um novo sistema de tubulação de encaixe rápido projetado para todo tipo de planta de ar comprimido, bem como para outros fluidos, gases

Leia mais

Bornes - Linha BTW. Tipo parafuso BTWP de 2,5mm² a 240mm² Tipo mola BTWM de 2,5mm² a 10mm² Ampla linha de acessórios

Bornes - Linha BTW. Tipo parafuso BTWP de 2,5mm² a 240mm² Tipo mola BTWM de 2,5mm² a 10mm² Ampla linha de acessórios Bornes - Linha BTW Tipo parafuso BTWP de 2,5mm² a 240mm² Tipo mola BTWM de 2,5mm² a 10mm² Ampla linha de acessórios ÍNDICE - Linha BTWP Bornes terminais com conexão tipo parafuso BTWP 2,5 BTWP 4 BTWP 6

Leia mais

Lubrificação III. Após a visita de um vendedor de lubrificante. Outros dispositivos de lubrificação

Lubrificação III. Após a visita de um vendedor de lubrificante. Outros dispositivos de lubrificação A U A UL LA Lubrificação III Introdução Após a visita de um vendedor de lubrificante ao setor de manutenção de uma indústria, o pessoal da empresa constatou que ainda não conhecia todos os dispositivos

Leia mais

VÁLVULAS SISTEMAS DA QUALIDADE E AMBIENTAL CERTIFICADOS CONFORME ISO 9001:2000, ISO/TS 16949:2002 E ISO 14001:2004

VÁLVULAS SISTEMAS DA QUALIDADE E AMBIENTAL CERTIFICADOS CONFORME ISO 9001:2000, ISO/TS 16949:2002 E ISO 14001:2004 VÁLVULAS VÁLVULAS DE ESFERA Válvulas de esfera compactas de duas e três vias, de fechamento rápido e de fácil acionamento, para uso geral na indústria, controle de fluídos e instrumentação. As válvulas

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Buchas Guias Mancais de Deslizamento e Rolamento Buchas Redução de Atrito Anel metálico entre eixos e rodas Eixo desliza dentro da bucha, deve-se utilizar lubrificação.

Leia mais

VÁLVULAS MULTIFUNÇÃO TIPO SPOOL Operadas por ar ou solenóide-ar ISO 5599/01 - Tamanho 1

VÁLVULAS MULTIFUNÇÃO TIPO SPOOL Operadas por ar ou solenóide-ar ISO 5599/01 - Tamanho 1 Série Modelo PH VÁLVULAS MULTIFUNÇÃO TIPO SPOOL Operadas por ar ou solenóidear ISO 99/0 Tamanho /2/ vias / posições VANTAGENS: A série no novo modelo PH oferece além das vantagens da linha : Excepcional

Leia mais

Válvula Globo. Apresentação. Construção. Vantagens. Aplicações. + Adequada para aplicações em regimes severos de operação

Válvula Globo. Apresentação. Construção. Vantagens. Aplicações. + Adequada para aplicações em regimes severos de operação 517 Válvula Globo 2/2 Vias - Acionamento Manual Apresentação Válvula Globo metálica flangeada (tipo aerodinâmica), acionada manualmente por volante. Ideal para o controle ou bloqueio de fluidos como: vapor,

Leia mais

- Castelo selado a pressão: "Pressure Seal" - Castelo soldado c/ anel de assento. - Anel lanterna - somente classes 300-600 - 900-1500.

- Castelo selado a pressão: Pressure Seal - Castelo soldado c/ anel de assento. - Anel lanterna - somente classes 300-600 - 900-1500. NICSA Válvulas de Fundido Gaveta - Globo - Retenção Classes ANSI 150-300 - 600-900 - 1500 FVAF-0206 Gaveta NICSA Globo Retenção Pressões de conforme API - 598 Classe 150 psi Classe 300 psi Classe 600 psi

Leia mais

DR/SC. Atuador Rotativo, acionamento pneumático

DR/SC. Atuador Rotativo, acionamento pneumático Atuador Rotativo, acionamento pneumático Construção Os atuadores pneumáticos rotativos operam pelo princípio de pistão duplo e podem ser fornecidos nas versões duplo acionamento ou simples ação (retorno

Leia mais

5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores

5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores 5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores 1 1) Elementos de trabalho são os executores das tarefas automatizadas. Cabe aos elementos de trabalho executar as tarefas que o circuito lógico determinar.

Leia mais

Linha Ônibus e Caminhões Série OW

Linha Ônibus e Caminhões Série OW Cilindros Cilindro Ø 63 mm x (curso necessário) - 3 tirantes - Substitui o Cilindro Ø 2 1/2" Opções de fornecimento: Podem ser fornecidos com olhais ou com olhal e ponteira, ou olhal e ponteira rotular.

Leia mais

Chaves posicionadoras eletromecânicas múltiplas e simples

Chaves posicionadoras eletromecânicas múltiplas e simples e Conteúdo. 00 conf. DIN 43697.4 6.6 6.8 7.0 46. 40 eletromecânicas.4 F 60 conf. DIN 43693.6 99 00 s s múltiplas 00 6 6 7 46 40 s s F 60 99 00 Acessórios Peças de reposição. múltiplas conf. DIN 43697 para

Leia mais

FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA. VÁLVULAS GUILHOTINA VGU-08

FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA. VÁLVULAS GUILHOTINA VGU-08 Descrição Geral As Válvulas Guilhotinas FKB modelo VGU-08 tem a função de controle e/ou bloqueio na vazão de fluídos, do qual foram desenvolvidos conforme norma MSS-SP81 e com design Robusto, tem como

Leia mais

Automação Pneumática. DIDACTIC Automação Pneumática 1

Automação Pneumática. DIDACTIC Automação Pneumática 1 Automação Pneumática DIDACTIC Automação Pneumática 1 Comparação qualitativa: força, velocidade e precisão Mecânica Boa força Ótimas velocidades Ótima precisão Hidráulica Ótima força Baixas velocidades

Leia mais

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Considerações Iniciais "PNEUMÁTICA

Leia mais

Válvulas de esfera Série 7C

Válvulas de esfera Série 7C Estimado para 6000 psi Válvulas de esfera Série 7C Múltiplos tamanhos de conexão Baixo torque de operação Segurança. Integridade. Confiabilidade. HOKE Válvula de esfera Série 7C A Válvula de esfera da

Leia mais

Válvulas de Pressão Constante

Válvulas de Pressão Constante Válvulas de Pressão Constante Catálogo 201VPC-1 - Agosto 2009 Válvulas de Expansão de Pressão Constante Séries AS e A7 Características Técnicas Construção Conexão para Soldagem Faixa de Ajuste do Ponto

Leia mais

Válvulas Pneumáticas. Schrader Bellows. Catálogo 1217 BR Junho 2002. Automation

Válvulas Pneumáticas. Schrader Bellows. Catálogo 1217 BR Junho 2002. Automation Válvulas Pneumáticas Schrader Bellows Catálogo 1217 BR Junho 2002 ISO 1 BR ISO 3 BR Serviço Pesado Série K Série M Série Rotativa Série M0 Speed King In Line Tabela de Seleção Série Vias/Posições Conexão

Leia mais

VALVES & CONTROLS SÉRIE 87B

VALVES & CONTROLS SÉRIE 87B VALVES & CONTROLS SÉRIE 87B ISSUED JANUARY, 20 Válvula Borboleta biexcêntrica de alto desempenho para diversas aplicações em indústrias em geral Características A válvula de controle tipo borboleta, de

Leia mais

CM 60. Manual de Instruções. CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 TECNOFLUID

CM 60. Manual de Instruções. CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 TECNOFLUID Português CM 60 CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas.

Leia mais

dmtech Booster Amplificador de Volume Descrição Características

dmtech Booster Amplificador de Volume Descrição Características Booster Amplificador de Volume Descrição O Booster - Amplificador de volume - tem como função reproduzir sinais pneumáticos com aumento da capacidade de vazão. É utilizado quando a tubulação entre o instrumento

Leia mais

Worldval Válvulas e Acessórios Industriais Ltda.

Worldval Válvulas e Acessórios Industriais Ltda. Informações gerais: Worldval Válvulas e Acessórios Industriais Ltda. Fábrica: Fone/Fax: Site : E-mail : Data da Fundação: Rua: Amélio Koga, / - Vila Invernada São Paulo - SP. (0) - worldval@worldval.com.br

Leia mais

SÉRIE RT. F) Projeto ::Construção: API 609 Categoria B. Característica dos componentes:

SÉRIE RT. F) Projeto ::Construção: API 609 Categoria B. Característica dos componentes: O Grupo InterAtiva SÉRIE RT A InterAtiva desenvolveu a sua linha de válvulas borboleta série RT buscando atender a uma crescente demanda e carência, no exigente mercado por produtos de alta qualidade e

Leia mais

Motobomba Centrífuga Vertical In Line

Motobomba Centrífuga Vertical In Line Motobomba Centrífuga Vertical In Line M O T O B O M B A S Atuação: As motobombas centrífugas In Line, aliam a praticidade da montagem vertical a um excelente desempenho. Permitem assim ocupar um espaço

Leia mais

Reguladores Automotores de Pressão da Série 44 Tipo 44-0 B Válvula Redutora de Pressão de Vapor

Reguladores Automotores de Pressão da Série 44 Tipo 44-0 B Válvula Redutora de Pressão de Vapor Reguladores Automotores de Pressão da Série 44 Tipo 44-0 B Válvula Redutora de Pressão de Vapor Aplicação Set points de 0,2 a 20 bar com válvulas de tamanho G ½, G ¾ e G1, bem como DN15, 25, 40 e 50 Pressão

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

Válvula Globo de Assento Inclinado 2/2-vias para produtos até +180 C

Válvula Globo de Assento Inclinado 2/2-vias para produtos até +180 C Válvula Globo de Assento Inclinado /-vias para produtos até +1 C O Tipo pode ser combinado com... Altos níveis de vazão Amplo ciclo de vida útil Programa de opção modular universal até os cabeçotes de

Leia mais

Série VEB Válvula Esfera Bipartida Flangeada Classe 150

Série VEB Válvula Esfera Bipartida Flangeada Classe 150 Série VEB Válvula Esfera Bipartida Flangeada Classe 150 ITEM 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 DESCRIÇÃO TAMPA API 6D CORPO ASME B16.34 ESFERA ASME B16.5 SEDE ASME B16.10 MANCAL ANTIESTÁTICO GAXETA SUPERIOR

Leia mais

BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002. Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior. Goulds Pumps

BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002. Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior. Goulds Pumps BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002 Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior Goulds Pumps Goulds Modelos 5150/VJC Bombas cantiléver verticais Projetadas para lidar com lamas corrosivas

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO

ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO ATUADORES PARA CADA AMBIENTE Os Atuadores pneumáticos, conceito pinhão x Cremalheira de Simples e Dupla Ação oferecem torques até 6.421 Nm, para um serviço confiável

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

Certificado de Registro e Classificação Cadastral - CRCC

Certificado de Registro e Classificação Cadastral - CRCC Não substitui comprovação da qualificação técnico - profissional. CERTIFICAMOS que a empresa acima identificada encontra-se regularmente inscrita no Cadastro de es de Materiais e/ou Serviços da PETROBRAS

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Bornes Linha BTW

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Bornes Linha BTW Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Bornes Linha BTW Índice - Linha BTWP Bornes Terminais com Conexão Tipo Parafuso BTWP 2,5 pág. 11 BTWP 4 pág. 11 BTWP 6 pág. 11 BTWP 10 pág. 12

Leia mais

VÁLVULA GLOBO DE CONTROLE SÉRIE 10

VÁLVULA GLOBO DE CONTROLE SÉRIE 10 VÁLVULA GLOBO DE CONTROLE SÉRIE 10 EXCELÊNCIA EM CONTROLE DE FLUXO 1 Válvula Globo de Controle Série 10 Características gerais As válvulas globo de controle de sede simples da série 10, produzidas pela

Leia mais

420 - Série 400. Flangeadas: ISO 7005-2 (PN10 &16) Ranhuradas: ANSI C606 Rosqueadas: NPT Rosqueadas: Rp ISO 7/1 (BSP.P) Padrão das Conexões

420 - Série 400. Flangeadas: ISO 7005-2 (PN10 &16) Ranhuradas: ANSI C606 Rosqueadas: NPT Rosqueadas: Rp ISO 7/1 (BSP.P) Padrão das Conexões Bermad Brasil Válvulas e Soluções Hidráulicas Matriz: Rua Jesuíno Arruda, n 797 - Conj. 22 Itaim Bibi - São Paulo - SP - Brasil CEP: 04532-082 Fone: +55 11 3074.1199 Fax: +55 11 3074.1190 Website: www.bermad.com.br

Leia mais

Catálogo para reposição de peças. Compressores Sabroe SAB - 163 MK3

Catálogo para reposição de peças. Compressores Sabroe SAB - 163 MK3 Catálogo para reposição de peças Compressores Sabroe SAB - 163 MK3 YORK Refrigeration A YORK Refrigeration tem seu foco de atenção permanentemente voltado para o cliente. Por isso, montamos um portifólio

Leia mais

Monitor de Posição Axiom - AX

Monitor de Posição Axiom - AX Monitor de Posição Axiom - AX com sensores de chaveamento AS-Interface (endereçamento estendido) Instruções de instalação, manutenção e operação (AX9 ) Número da publicação 105revA Sumário Número da publicação

Leia mais

SISTEMA DE INJEÇÃO ANTI-ESPUMANTE CTA 500

SISTEMA DE INJEÇÃO ANTI-ESPUMANTE CTA 500 SISTEMA DE INJEÇÃO ANTI-ESPUMANTE CTA 500 Manual do usuário Série: G Sistema de Injeção Anti-Espumante MAN-DE-CTA 500 Rev.: 2.00_08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CTA 500. Para garantir o

Leia mais