Ciclo de Colóquios Despertar para a Ciência conferência pelo Prof. António Damásio.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ciclo de Colóquios Despertar para a Ciência conferência pelo Prof. António Damásio."

Transcrição

1 Ciência? 105

2 Ciclo de Colóquios Despertar para a Ciência conferência pelo Prof. António Damásio.

3 Serviço de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal Despesas de funcionamento Iniciativas directas Subsídios Total Proveitos De acordo com os seus fins estatutários e no quadro da orientação que a Fundação imprime às acções no domínio da ciência, foram três os vectores estruturantes da actividade do Serviço durante o ano de 2004: estimular a criatividade e o rigor na prática científica; favorecer as ligações entre ciência e cultura; fortalecer a interacção entre ciência e sociedade. Estimular a Criatividade e o Rigor na Prática Científica Prémio Gulbenkian de Ciência Em 2004 o prémio foi dedicado ao domínio das ciências básicas. Apresentaram-se a concurso, que terminou em 28 de Fevereiro de 2004, 63 trabalhos. O valor monetário do prémio foi de A Fundação, baseando-se na recomendação do Júri, atribuiu o prémio, ex-aequo, aos trabalhos: Evolution of Networks. From Biological Nets to the Internet and www, de Sergey Dorogovtsev e José Fernando Ferreira Mendes; On Hyperbolic Variational Inequalities of First Order and Some Applications, de José Francisco Rodrigues;

4 Prémio Gulbenkian de Ciência Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação Time-dependent Orbifolds and String cosmology, de Lorenzo Cornalba e Miguel Sousa Costa. O Júri foi constituído pelos Professores Doutores José Moreira de Araújo (Universidade do Porto), António Ribeiro Gomes (Universidade de Coimbra) e Artur Águas (Universidade do Porto) indicados, respectivamente, pelos organismos da Administração Pública, pela Academia das Ciências de Lisboa e pela Fundação Gulbenkian. A cerimónia de atribuição decorreu em 20 de Julho, na sede da Fundação, tendo sido proferida a conferência A Ciência Cem Anos Depois, pelo Professor José Dias Urbano da Universidade de Coimbra. Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação No âmbito deste programa prosseguiram as actividades destinadas a apoiar e estimular entre os mais novos a criatividade e a qualidade na actividade de investigação. O programa distingue, anualmente, duas propostas de grande qualidade em diferentes áreas científicas de elevado potencial e, simultaneamente, apoia as condições da sua execução durante o ano subsequente em centros de investigação portugueses. Em 2004, foram submetidas 61 candidaturas a concurso, inseridas nas cinco áreas científicas. Em função da análise efectuada, recomendou o Júri que fossem distinguidos 12 candidatos distribuídos pelas seguintes áreas: Geometria diferencial e geometria algébrica Halfcanonical Rings on Algebraic Curves, do Doutor Jorge Manuel Sentieiro Neves, a realizar no Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra. Microssuporte dos Complexos de Soluções Temperadas de algumas Classes de Sistemas Diferenciais sobre uma Variedade Analítica Complexa, da Doutora Ana Rita Dias Martins Madeiras Correia, a realizar no Centro de Álgebra da Universidade de Lisboa. Astrofísica e astronomia Matrix Isolation Spectroscopy Studies of Reactive Molecular Species with Astrophysical Interest, da Doutora Ermelinda Maria Sengo Maçôas, a realizar no Departamento de Química da Universidade de Coimbra. Modelos de Inflação Baseados em Teoria de Cordas, do Doutor Carlos Alberto Ruivo Herdeiro, a realizar no Centro de Física da Universidade do Porto. Estudo da Rotação dos Planetas Telúricos, do Doutor Alexandre Carlos Morgado Correia, a realizar no Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa.

5 Stress oxidativo em sistemas biológicos Dual Role of Oxidative Stress Mediated through Nitric Oxide and Inflammation on Neurogenesis and Neurodegeneration in Temporal Lobe Epilepsy, da Doutora Inês Maria Pombinho de Araújo, a realizar no Centro de NeuroCiências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra. Regulation of Nitric Oxide Concentration Dynamics in the Hippocampus by Oxygen Free Radicals, da Doutora Ana Margarida da Cruz Ledo, a realizar no Centro de NeuroCiências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra. The Role of a Leishmania Infantum Peroxiredoxin in Parasite Protection from Host-Derived Oxidative and Nitrosative Stresses, da Doutora Helena Maria de Sousa Castro, a realizar no Instituto de Biologia Molecular e Celular. Epigenoma e doenças The Role of Pi3k-Mediated Signaling in the Biology of T-Cell Acute Lymphoblastic Leukemia, da Doutora Ana Patrícia Bento Pereira da Silva, a realizar no Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Epigenómica e Variabilidade Fenotípica: da Doença de Machado-Joseph a outras Ataxias Hereditárias, da Doutora Isabel da Conceição Moreira Pereira Alonso, do Instituto de Biologia Molecular e Celular. A construção política da União Europeia A União Europeia como Actor Global do Sistema Político Internacional: Análise e Avaliação dos Novos Instrumentos e Perspectivas da Pesc/Pesd, da Doutora Ana Isabel Marques Xavier, a realizar no CEUNEUROP Centro de Estudos da União Europeia da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. A Construção Política da União Europeia Uma Leitura dos Manuais de História. Espanha, França, Inglaterra, Itália e Portugal: Um Estudo Comparado, da Doutora Clara Isabel Calheiros da Silva de Melo Serrano, a realizar no Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra. Aos candidatos seleccionados pelo programa foi atribuído um incentivo financeiro total de , repartido em duas parcelas: uma, de para o investigador; e outra de , destinada a suportar os encargos com a execução da investigação, atribuída à instituição onde decorrerão os trabalhos. Programas de Reforço do Potencial de Investigação O apoio a projectos de investigação fundamental foi concretizado através da concessão de subsídios às seguintes instituições de investigação: Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto 7.º Programa Graduado em Áreas da Biologia Básica e Aplicada; Centro Internacional de Matemática Trimestre Temático Matemática e Meio Ambiente. Programa Gulbenkian Novos Talentos em Matemática O programa distingue, anualmente, estudantes universitários de Matemática que evidenciem um elevado mérito académico e incentiva o desenvolvimento da sua cultura e aptidões matemáticas, apoiando o seu trabalho junto de reconhecidos especialistas que exercerão o papel de tutores. A Fundação, no âmbito do Programa e após concurso público, atribuiu 20 bolsas de mérito a estudantes a frequentarem os 1.º, 2.º e 3.º anos de uma licenciatura em Matemática no ano lectivo de A primeira Escola de Verão do Programa Gulbenkian Novos Talentos em Matemática realizou-se de 6 a 10 de Setembro na Fundação Calouste Gulbenkian com a participação de 40 estudantes. Entre os professores convidados destaca-se

6 Faculdade de Ciências e Tecnologia e Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Fundação da Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa, Instituto de Engenharia Biomédica, Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica, Universidade dos Açores, Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra, Universidade de Évora, Universidade do Minho, Sociedades Portuguesas de Bioquímica, de Estatística, de Filosofia, de Geotecnia, de Geografia, de Imunologia, de Materiais e de Neurociências. Escola de Verão do Programa Novos Talentos em Matemática, Prof. John Horton Conway. John Horton Conway, da Universidade de Princeton, EUA, pela primeira vez em Portugal e que proferiu cinco lições sobre The Symmetries of Things. Tal como em anos anteriores, decorreu na Curia o 4.º Encontro Nacional do Programa Novos Talentos em Matemática, que teve como objectivos fundamentais: dar oportunidade aos bolseiros de todo o país de se conhecerem e trocarem experiências sobre os respectivos ambientes académicos; fazer um balanço do trabalho desenvolvido no âmbito do programa; realizar sessões de discussão científica envolvendo todos os participantes (bolseiros e tutores). O encontro incluiu uma série de conferências proferidas por professores convidados e por alguns dos bolseiros. Favorecer as Ligações entre Ciência e Cultura Difusão da cultura científica Concederam-se subsídios a diversas instituições e iniciativas, sendo de destacar as seguintes: Associação ExtraMuros, Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, Associação Portuguesa de Geógrafos, Associação Portuguesa para a Promoção e Desenvolvimento da Engenharia Electrotécnica, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, No quadro dos apoios concedidos com o objectivo de contribuir para uma melhor e mais ampla divulgação científica é de salientar o projecto televisivo Mega Ciência. Tratou-se de uma iniciativa da Fábrica de Imagens, Lda que produziu e realizou uma série de 13 programas de divulgação da ciência, que foram transmitidos pela SIC. O apoio da Fundação permitiu o pagamento do comité científico responsável por garantir os conteúdos científicos dos programas. Seminários Gulbenkian De 25 a 27 de Fevereiro teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian a conferência internacional Early Stage Researcher Mobility in Europe: Meeting the Chalenges and Promoting Best Practices, iniciativa conjunta da Euroscience e da Marie Curie Fellowship Association. Realizou-se em 8 de Outubro, na sede da Fundação, um seminário sobre inovação empresarial organizado pelo Conselho Superior de Ciência, Tecnologia e Inovação que contou com o apoio do Serviço. Ciclo de colóquios Despertar para a Ciência Ensinar os mais jovens a compreender, interpretar e cultivar o gosto por disciplinas como a Biologia, a Química, a Física e a Matemática, são alguns dos objectivos do 2.º Ciclo de Colóquios Despertar para a Ciência, iniciativa conjunta da Fundação

7 Calouste Gulbenkian e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, que contribuiu com Constituindo já uma referência na área da comunicação da ciência, realizaram-se 11 conferências mensais, proferidas por cientistas e professores portugueses. Cada conferência é um exercício exemplar de divulgação e debate que visa concorrer para o alargamento da cultura científica em Portugal. O programa do 2.º Ciclo foi o seguinte: 21 de Janeiro Como se Adapta o Cérebro ao Conhecimento da Ortografia, por Alexandre Castro Caldas, da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; 18 de Fevereiro Tempo: do Big-Bang às Descobertas, do Fuso Horário à Internet, por Rui Agostinho, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; 24 de Março Da Reparação à Regeneração de Tecidos o Lagarto e a Engenharia, por Mário Barbosa, do Instituto de Engenharia Biomédica da Universidade do Porto; 28 de Abril Cartografar, Imaginar: O Papel dos Mapas na Construção de uma Nova Geografia para a Europa, por João Ferrão, do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa; 26 de Maio Vénus em Trânsito, por Nuno Crato, do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa; 16 de Junho Porque é que as Ciências Moles são Moles, por António Hespanha, da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa; 12 de Julho A Biologia das Emoções, por António Damásio, da Universidade de Iowa; 22 de Setembro Uma Viagem ao Mundo dos Robots, por Isabel Ribeiro, do Instituto de Sistemas e Robótica da Universidade Técnica de Lisboa; 20 de Outubro Ah! Ah? Ah!!, por Paulo Almeida, do Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa; 17 de Novembro O Mundo à Escala do Átomo, por Augusto Barroso, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; 15 de Dezembro A Ciência e o Futuro, por Filipe Duarte Santos, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Em adição e complemento à conferência sobre cartografar, imaginar e o papel dos mapas, do geógrafo João Ferrão, realizou-se em Abril uma exposição de dez mapas, da colecção particular do Professor Doutor Carlos Alberto Nabais Conde, intitulada Uma Viagem pelos Mapas e exibida na zona de apoio aos congressos. O Prémio Despertar para a Ciência foi criado com o objectivo de distinguir os melhores trabalhos produzidos sobre as conferências proferidas no âmbito do Ciclo de Colóquios Despertar para a Ciência. Os trabalhos concorrentes são elaborados, colectivamente, pelos alunos de cada turma que assista a uma das conferências do ciclo. Os trabalhos, baseados numa conferência, deverão reflectir a importância que a ciência tem para a interpretação da realidade. Os vencedores recebem um relógio Despertar para a Ciência, um convite para uma visita de estudo de um dia ao Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), os CD-ROMs editados pela Fundação Calouste Gulbenkian Rios de Portugal e Costa Portuguesa e 20 Obras Interactivas, cinco livros da colecção Mundo das Letras Clássicos da Literatura Portuguesa da Porto Editora, bem como três conjuntos de CD-ROM da mesma editora: Atlas de Portugal, História da Literatura Portuguesa e Diciopédia Ciclo de Colóquios Despertar para a Ciência. Conferência pelo Prof. António Damásio

8 A visita de estudo ao IGC realizou-se no dia 22 de Setembro e deu oportunidade aos premiados de contactarem pela primeira vez com os cientistas, os equipamentos e o ambiente que caracterizam uma actividade de investigação de excelência. Participaram na visita alunos dos seguintes estabelecimentos de ensino: Escolas Secundárias Maria Amália Vaz de Carvalho e José Gomes Ferreira, Lisboa, com 3.º ciclo do ensino básico Henriques Nogueira (Torres Vedras), Fernão Mendes Pinto (Almada) e Ibn Mucana (Alcabideche). As escolas foram divididas em cinco grupos que visitaram, com a ajuda de investigadores, diferentes laboratórios: Biotério, Grupo Malária, Grupo Plantas, Grupo Biologia do Desenvolvimento e Grupo Infecção e Imunidade. Programa Gulbenkian Professorships O Programa Gulbenkian Professorships tem como objectivo estimular a troca de experiências e fomentar a mobilidade científica na actividade de investigação. São concedidas bolsas, intituladas Gulbenkian Professorships, a cientistas e investigadores de renome internacional que venham trabalhar durante um período continuado (no mínimo um semestre, no máximo um ano), em Portugal, dirigindo seminários, conduzindo investigação e estimulando o treino avançado de pessoal académico a nível da pós-graduação. Foram apoiados, no âmbito deste programa, os seguintes professores e instituições: Professor Anthony O Hear, para uma estada de seis meses no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa; Professor Alexander Andreevich Osipov, permanência de seis meses na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra; Professor Vitalii Dugaev, estada de um ano no Instituto Superior Técnico, Lisboa; Professor Alexander B. Shvartsburg, estada de um ano na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; Professor Laurens de Haan, estada de um ano na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; Professor Salvatore Valitutti, estada de seis meses na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Fortalecer a Interacção entre Ciência e Sociedade Programa Ciência e Sociedade Foi concedido um subsídio à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa para permitir a aquisição de um telescópio e respectivos acessórios, a ser instalado no Observatório Astronómico de Lisboa. Programa Ciência para Todos Destacam-se alguns dos subsídios que foram atribuídos: Prémio Professor Jaime Campos Ferreira, instituído pelo Instituto Superior Técnico para distinguir os melhores alunos da licenciatura em Matemática; Universidade da Beira Interior conferência internacional Globalization as Evolutionary Process: Modeling, Simulating and Forecasting Global Change ; Centro de Análise Matemática, Geometria e Sistemas Dinâmicos do Instituto Superior Técnico Programa de Pós-Doutoramento I&D em Matemática; bolsa para pesquisa e catalogação dos mapas antigos, da colecção do Professor Doutor Carlos Alberto Nabais Conde, que irão integrar uma exposição a realizar em Publicações Publicou-se a obra Science Meets Society que reúne as conferências proferidas no âmbito da iniciativa A Ciência ao Encontro da Sociedade que decorreu em Abril de 2003 e teve a participação de reputados

9 Exposições de cultura científica Decorreram os trabalhos de preparação da exposição À Luz de Einstein, , que terá lugar na sede da Fundação, entre 3 de Outubro de 2005 e 15 de Janeiro de 2006, dedicada a comemorar o Ano Internacional da Física. O principal objectivo destas celebrações é o de despertar a consciência do público para a importância da física, das ciências físicas em geral e o de salientar o seu contributo fundamental para o desenvolvimento da nossa sociedade. Foi concebido o guião com os conteúdos dos diversos módulos que compõem a exposição, bem como uma primeira versão do lay-out. cientistas e investigadores portugueses e estrangeiros. A conferência teve como objectivos debater as conclusões do livro Públicos da Ciência em Portugal, na perspectiva da interacção entre ciência e sociedade, assim como analisar os resultados de avaliações da literacia e da cultura científica europeias. O livro Science Meets Society foi lançado numa cerimónia pública em 17 de Novembro. Para co-financiamento desta iniciativa, submeteu a Fundação, através do Serviço de Ciência, uma candidatura ao Programa Operacional Ciência e Inovação (POCI), medida 3.1 Promover a Cultura Científica e Tecnológica, tendo sido aprovada e homologada pelo Ministério da Ciência, Inovação e Ensino Superior, no final de Com esta actividade pretende-se sensibilizar os visitantes para a física e a ciência em geral, contribuindo para o esclarecimento do público, sobretudo os jovens, quanto ao papel determinante da física para a compreensão do mundo em que vivemos e para o desenvolvimento sustentável das sociedades modernas

10 Instituto Gulbenkian de Ciência.

11 Instituto Gulbenkian de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal Despesas de funcionamento Iniciativas directas Subsídios e bolsas Investimento Total * Proveitos A missão do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) é a de realizar investigação científica e formação pós-graduada em biomedicina, contribuindo para a formação de novas lideranças na comunidade científica nacional. O IGC funciona como host- -institution, oferecendo um excepcional ambiente intelectual, bem como excelentes instalações e serviços a jovens investigadores portugueses e estrangeiros, que aqui criam autonomamente os seus grupos de investigação e desenvolvem os seus projectos por períodos de tempo limitados. Os interesses científicos do Instituto estão orientados para áreas biomédicas definidas, nomeadamente, as bases genéticas e moleculares do desenvolvimento e evolução de sistemas complexos. Temas prioritários são a genética de doenças complexas e de resistência a infecções, a auto-imunidade, o stress e a inflamação, a biologia do desenvolvimento em animais e plantas. São igualmente características marcantes do IGC o forte apoio à biologia teórica e computacional (Estudos Avançados de Oeiras) e a sua internacionalização, através do intercâmbio de pessoas com várias instituições estrangeiras, bem como de * Os valores afectados referem-se a verbas geridas pela Fundação Calouste Gulbenkian, excluindo outros financiamentos atribuídos directamente aos investigadores, estudantes e técnicos ou geridos por outras entidades

12 Investigadora a pipetar. cursos de pós-graduação, workshops e simpósios. O IGC dispõe ainda de uma biblioteca, de um serviço de bio-informática, de um biotério (com produção de ratinhos Specific Pathogen Free e uma unidade de Germ-Free), de um serviço de produção de animais transgénicos, bem como uma plataforma tecnológica de grande qualidade em equipamentos e competências humanas: separação de células a alta velocidade, microscopia electrónica, microscopia confocal e multifotónica, sequenciação de DNA e genotipagem, Genechip TM, preparação de anticorpos monoclonais e de um laboratório com grau de biossegurança de nível 3. A investigação no IGC é, actualmente, realizada por 31 grupos de investigação autónomos e quatro grupos de investigação associados no exterior. Todos estes grupos têm apoio financeiro de terceiros na condução dos seus projectos em temáticas que foram progressivamente consolidadas: ciclo celular, respostas celulares e moleculares ao stress, biologia do desenvolvimento em animais e plantas, tolerância imunológica, doenças auto- -imunes e inflamação, interacção vírus/hospedeiro, desenvolvimento de vacinas contra infecções crónicas, genética de resistência à malária, genética da diabetes tipo I, do lupus e do autismo, evolução e biologia teórica. O ensino ao nível pós-graduado foi sempre uma forte aposta do IGC. Esta tradição manteve-se no ano de 2004 através do Programa Gulbenkian de Doutoramento em Biomedicina, o Programa de Doutoramento do Instituto Gulbenkian de Ciência, do Programa Gulbenkian de Treino em Bio-informática e da Pós-Graduação em Bio-informática organizada com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. O IGC organizou também vários outros cursos internacionais, nomeadamente, o curso sobre biologia do desenvolvimento em plantas, patrocinado pela European Molecular Biology Organization (EMBO), bem como vários workshops, onde sobressai o encontro sobre aplicações da microscopia de força atómica em biologia organizado com a EMBO e a Federation of European Bioquemical

13 Separador de células de alta velocidade. Material de laboratório. com o objectivo de fomentar o entusiasmo e o conhecimento das questões fundamentais da biomedicina actual, bem como de encontrar formas de melhorar os canais de comunicação entre os cientistas, os meios de comunicação social, os professores de Biologia do ensino secundário e o público em geral. Microscópio multifotão. Societies (FEBS) bem como a Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Imunologia. Outra das iniciativas do IGC em 2004 foi a de promover o diálogo entre cientistas e a sociedade. Para esse efeito o IGC organizou ciclos de conferências e sessões informais entre investigadores e o público em geral, À semelhança de anos anteriores o IGC foi visitado por cerca de 500 alunos de escolas do ensino secundário de norte a sul do País e participou no Programa Ocupação Científica de Jovens nas Férias do Ministério da Ciência e do Ensino Superior, proporcionando aos alunos do ensino secundário uma oportunidade de aproximação à realidade da investigação científica, através da participação dos jovens em estágios em laboratórios do IGC

14

Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2006. Entrega das distinções, Fundação Calouste Gulbenkian, 19.03.2007.

Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2006. Entrega das distinções, Fundação Calouste Gulbenkian, 19.03.2007. Ciência Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2006. Entrega das distinções, Fundação Calouste Gulbenkian, 19.03.2007. Serviço de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal 403 352 Despesas

Leia mais

Conferência do ciclo Despertar para a Ciência.

Conferência do ciclo Despertar para a Ciência. Ciência? 113 Conferência do ciclo Despertar para a Ciência. Serviço de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal 343 659 Despesas de funcionamento 62 540 Iniciativas directas 171 923 Subsídios 1 061

Leia mais

Sílvia Castro. Um laboratório do Instituto Gulbenkian de Ciência.

Sílvia Castro. Um laboratório do Instituto Gulbenkian de Ciência. Sílvia Castro Um laboratório do Instituto Gulbenkian de Ciência. Instituto Gulbenkian de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal 1 520 055 Despesas de funcionamento 1 986 170 Subsídios e bolsas 2

Leia mais

Professor Jacob Palis, proferindo a conferência por ocasião da entrega do Prémio Gulbenkian de Ciência 2001.

Professor Jacob Palis, proferindo a conferência por ocasião da entrega do Prémio Gulbenkian de Ciência 2001. Professor Jacob Palis, proferindo a conferência por ocasião da entrega do Prémio Gulbenkian de Ciência 2001. Serviço de Ciência Valores em euros Encargos com pessoal 259 580 Despesas de funcionamento 78

Leia mais

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010 26 A 29 de abril. GUIMARãES 2010 geotecnia e desenvolvimento sustentável Convite A Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho (DEC-UM) têm a honra

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

Produção Multimédia Interactiva

Produção Multimédia Interactiva Produção Multimédia Interactiva Candidaturas 2012/13 secretaria@ipa.univ.pt http://pmi.ipa.univ.pt www.ipa.univ.pt IPA Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos No IPA prosseguimos os seguintes

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE INVESTIGADOR/A DOUTORADO/A EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

CONTRATAÇÃO DE INVESTIGADOR/A DOUTORADO/A EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS CONTRATAÇÃO DE INVESTIGADOR/A DOUTORADO/A EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS a. Descrição do Concurso: O Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, Laboratório Associado (LA) por contrato assinado

Leia mais

«CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO. 9ª Edição 2010/11

«CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO. 9ª Edição 2010/11 «CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO 9ª Edição 2010/11 REGULAMENTO PRÉMIO FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO "CIÊNCIA NA ESCOLA CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1. A e o Ministério da Educação celebraram

Leia mais

Relatório de Actividades de 2004

Relatório de Actividades de 2004 Relatório de Actividades de 2004 1. Direcção A direcção da ABIC, como é da sua competência, durante o ano de 2004 coordenou e desenvolveu as seguintes actividades no sentido de cumprir o plano de actividades

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE DOIS/DUAS INVESTIGADORES/AS DOUTORADOS/AS EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANIDADES

CONTRATAÇÃO DE DOIS/DUAS INVESTIGADORES/AS DOUTORADOS/AS EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANIDADES CONTRATAÇÃO DE DOIS/DUAS INVESTIGADORES/AS DOUTORADOS/AS EM CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANIDADES a. Descrição do Concurso: O Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, Laboratório Associado

Leia mais

AS FONTES DE INFORMAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA. MÓDULO III Bolsas e Estágios

AS FONTES DE INFORMAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA. MÓDULO III Bolsas e Estágios AS FONTES DE INFORMAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA MÓDULO III Bolsas e Estágios Bolsas e Estágios Bolsas Acção Social do Ensino Superior Fundação para a Ciência e a Tecnologia Fundação Calouste Gulbenkian Instituto

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015)

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Guia Informativo 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Objectivo do Prémio: O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa tem como objectivo central o

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES

PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2006 [aprovado em reunião do CC em 11 de Novembro 2005] Introdução O IPRI-UNL definiu como objectivo fundamental para a sua actividade constituir-se como uma estrutura institucional

Leia mais

Análise da Estrutura de Redes na Investigação Científica do CAML

Análise da Estrutura de Redes na Investigação Científica do CAML Apresentação de Resultados da 2.ª fase do Estudo Análise da Estrutura de Redes na Investigação Científica do CAML > Nuno Rodrigues APA > Sónia Barroso GAPIC Âmbito Dar continuidade ao estudo piloto sobre

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Prémio Banco de Portugal CLAD

Prémio Banco de Portugal CLAD Prémio Banco de Portugal CLAD Regulamento Artigo 1º (Objetivo) 1. O prémio Banco de Portugal CLAD (designado genericamente como Prémio) é promovido por uma parceria entre o Banco de Portugal e a CLAD Associação

Leia mais

(1) DADOS PESSOAIS (2) HABILITAÇÕES ACADÉMICAS (3) CARREIRA PROFISSIONAL

(1) DADOS PESSOAIS (2) HABILITAÇÕES ACADÉMICAS (3) CARREIRA PROFISSIONAL _CURRICULUM VITAE (1) DADOS PESSOAIS NOME: Dina Alexandra Marques Miragaia DATA DE NASCIMENTO: 25 de Março de 1977 - Guarda NACIONALIDADE: Portuguesa BILHETE DE IDENTIDADE: N.º 11125123 MORADA: Avenida

Leia mais

II EDIÇÃO DO CONCURSO GESTÃO DE IDEIAS PARA ECONOMIZAR

II EDIÇÃO DO CONCURSO GESTÃO DE IDEIAS PARA ECONOMIZAR II EDIÇÃO DO CONCURSO GESTÃO DE IDEIAS PARA ECONOMIZAR APRESENTAÇÃO DO CONCURSO: O concurso Gestão de Ideias para Economizar representa uma oportunidade para os estudantes se prepararem, em pequenos grupos,

Leia mais

ANEXO. Regulamento do Prémio Jerónimo Martins/GPA Investigação e Desenvolvimento Sustentável

ANEXO. Regulamento do Prémio Jerónimo Martins/GPA Investigação e Desenvolvimento Sustentável ANEXO Regulamento do Prémio Jerónimo Martins/GPA Investigação e Desenvolvimento Sustentável Preâmbulo A GCI, Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Quercus (Associação Nacional de Conservação da Natureza),

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Centro Ciência Viva de Constância torna pública a abertura de concurso para a atribuição de uma Bolsa de Gestão de Ciência

Leia mais

Programa para o Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro Mário Guerreiro Silva Ferreira

Programa para o Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro Mário Guerreiro Silva Ferreira Programa para o Departamento de Engenharia Cerâmica e do Vidro Mário Guerreiro Silva Ferreira. 2011-2014 1 Programa de acção Um programa de acção para qualquer unidade orgânica deve atender aos objectivos

Leia mais

Em seguida, prestam-se breves esclarecimentos sobre algumas questões frequentes sobre o acordo mencionado acima:

Em seguida, prestam-se breves esclarecimentos sobre algumas questões frequentes sobre o acordo mencionado acima: Acordo Ibérico entre Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) e Universidade Alfonso X El Sabio de Madrid permite o ingresso de alunos licenciados em Ciências Biomédicas pela

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

CONVITE PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SAESCTN / 2013

CONVITE PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SAESCTN / 2013 CONVITE PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 01 / SAESCTN / 2013 SISTEMA DE APOIO A ENTIDADES DO SISTEMA CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO NACIONAL (SAESCTN) FINANCIAMENTO DE PROJETOS DE IC&DT ESTRATÉGICOS

Leia mais

CETAC.MEDIA. Centro de Estudos. das Tecnologias e Ciências da Comunicação. Regulamento

CETAC.MEDIA. Centro de Estudos. das Tecnologias e Ciências da Comunicação. Regulamento Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação Regulamento Julho de 2008 CAPÍTULO I Natureza, Missão, Atribuições e Constituição Artigo 1º Natureza O Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências

Leia mais

EMPREENDEDORISMO JOVEM METODOLOGIA DESCRITIVA E ORIENTADORA DE ACÇÕES PARA ENQUADRAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREGO LOCAL PARA JOVENS DESEMPREGADOS/AS

EMPREENDEDORISMO JOVEM METODOLOGIA DESCRITIVA E ORIENTADORA DE ACÇÕES PARA ENQUADRAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREGO LOCAL PARA JOVENS DESEMPREGADOS/AS 1 2 EMPREENDEDORISMO JOVEM METODOLOGIA DESCRITIVA E ORIENTADORA DE ACÇÕES PARA ENQUADRAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREGO LOCAL PARA JOVENS DESEMPREGADOS/AS 3 4 TÍTULO: Empreendedorismo jovem - metodologia

Leia mais

LABORATÓRIO ABERTO DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: INVESTIGAÇÃO-FORMAÇÃO-INOVAÇÃO NO ENSINO DAS CIÊNCIAS

LABORATÓRIO ABERTO DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: INVESTIGAÇÃO-FORMAÇÃO-INOVAÇÃO NO ENSINO DAS CIÊNCIAS LABORATÓRIO ABERTO DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: INVESTIGAÇÃO-FORMAÇÃO-INOVAÇÃO NO ENSINO DAS CIÊNCIAS MARTINS 1, ISABEL P.; COUCEIRO 2, FERNANDA; RODRIGUES 3, ANA; TORRES 4, ANA CRISTINA; PEREIRA 5, SARA;

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 13897152 ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA Colocado em 0701 9011 11279428 ANA CATARINA MELO DE ALMEIDA Colocada em 0902 14423301 ANA CATARINA VITORINO DA SILVA Colocada em 0604 9229 14306028 ANA JOÃO REMÍGIO

Leia mais

CONCURSO. O Astro Cosmos na Escola. Regulamento

CONCURSO. O Astro Cosmos na Escola. Regulamento CONCURSO O Astro Cosmos na Escola Regulamento I. Objectivos O Observatório Astronómico de Lisboa (/FCUL), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), vai organizar uma vez mais o concurso

Leia mais

NCE/12/01121 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/12/01121 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/12/01121 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Algarve A.1.a.

Leia mais

CPLP VII REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Luanda, 30 de Março de 2012 DECLARAÇÃO FINAL

CPLP VII REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Luanda, 30 de Março de 2012 DECLARAÇÃO FINAL CPLP VII REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Luanda, 30 de Março de 2012 DECLARAÇÃO FINAL Os Ministros da Educação, ou os seus representantes, de Angola, Brasil,

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

Conferência do Fórum Gulbenkian de Saúde, Auditório 2, Fundação Calouste Gulbenkian.

Conferência do Fórum Gulbenkian de Saúde, Auditório 2, Fundação Calouste Gulbenkian. Conferência do Fórum Gulbenkian de Saúde, Auditório 2, Fundação Calouste Gulbenkian. Serviço de Saúde e Desenvolvimento Humano Valores em euros Encargos com pessoal 323 430 Despesas de funcionamento 74

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS ASSOCIAÇÃO DOS BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS 2003 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2003 A Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, doravante denominada

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE IDEIAS CIDADES CRIATIVAS, REFLEXÃO SOBRE O FUTURO DAS CIDADES PORTUGUESAS

REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE IDEIAS CIDADES CRIATIVAS, REFLEXÃO SOBRE O FUTURO DAS CIDADES PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO NACIONAL DE IDEIAS CIDADES CRIATIVAS, REFLEXÃO SOBRE O FUTURO DAS CIDADES PORTUGUESAS Dirigido aos alunos do 12.º ano da área curricular não disciplinar de Área de Projecto - 1.ª

Leia mais

2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA

2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA 2 O CICLO MESTRADO PSICOBIOLOGIA DIRECÇÃO DO CURSO Rui OLIVEIRA Vitor ALMADA DURAÇÃO E ESTRUTURA DO CURSO A parte curricular do curso funciona em horário pós-laboral, excepto no caso dos Seminários Temáticos

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015 CURRICULUM VITAE DE José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá Lisboa, Fevereiro de 2015 I - DADOS PESSOAIS NOME - José Carlos Salgueiro de Vasconcelos e Sá MORADA - Rua Prof. Henrique Vilhena 11, 1 - D 1600

Leia mais

TESTEMUNHOS SUMÁRIO. de Voluntários destacam importância da ajuda ao Próximo. Boletim Informativo n.º 24. Setembro 2011

TESTEMUNHOS SUMÁRIO. de Voluntários destacam importância da ajuda ao Próximo. Boletim Informativo n.º 24. Setembro 2011 Boletim Informativo n.º 24 Setembro 2011 SUMÁRIO TESTEMUNHOS de Voluntários destacam importância da ajuda ao Próximo Pequenas histórias de pessoas comuns que fazem coisas extraordinárias em prol dos outros,

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

evidenciam excelência do concurso

evidenciam excelência do concurso 12 Balanço da inovação São inúmeros projectos e promotores que, ano após ano, na última década, se mobilizaram para o Concurso Nacional de Inovação BES. Muitos já voam além-fronteiras e constituem autênticos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais. Edição 2009/2010. Cidade da Praia, Cabo Verde

Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais. Edição 2009/2010. Cidade da Praia, Cabo Verde Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais Edição 2009/2010 Cidade da Praia, Cabo Verde A ponte para o futuro Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais Edição 2009/2010

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01 / SAESCTN / 2012

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01 / SAESCTN / 2012 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01 / SAESCTN / 2012 SISTEMA DE APOIO A ENTIDADES DO SISTEMA CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO NACIONAL (SAESCTN) PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

I Prémio. II Concurso A. ÂMBITO E CONCORRENTES

I Prémio. II Concurso A. ÂMBITO E CONCORRENTES I Prémio 1. O Prémio Secil Universidades 2014, atribuído através do «Concurso Arquitectura», tem como objectivo incentivar a qualidade do trabalho de jovens oriundos das Escolas de Arquitectura Portuguesas

Leia mais

NCE/14/00981 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/14/00981 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/14/00981 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Porto A.1.a.

Leia mais

Objectivos Proporcionar experiências musicais ricas e diversificadas e simultaneamente alargar possibilidades de comunicação entre Pais e bebés.

Objectivos Proporcionar experiências musicais ricas e diversificadas e simultaneamente alargar possibilidades de comunicação entre Pais e bebés. O estudo do desenvolvimento musical da criança é um campo de trabalho privilegiado pela CMT, tendo em conta o perfil curricular de alguns dos seus elementos, com ligações ao meio universitário. Um pouco

Leia mais

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014 ALBERTINO CLÁUDIO DE BESSA VIEIRA Colocado em 3138 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras ALBERTO RAFAEL SILVA PEIXOTO Colocado em 3064 Instituto Politécnico

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

Novos Produtos /Serviços para doentes com Demências/Alzheimer/Envelhecimento Cerebral

Novos Produtos /Serviços para doentes com Demências/Alzheimer/Envelhecimento Cerebral Novos Produtos /Serviços para doentes com Demências/Alzheimer/Envelhecimento Cerebral Objectivos Objectivos Objectivos O Angelini University Award 2010/2011 tem por finalidade atribuir um prémio ao melhor

Leia mais

Plano de Atividades 2014

Plano de Atividades 2014 Plano de Atividades 2014 Escola de Ciências Universidade do Minho 1. Missão A Escola de Ciências tem como missão gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Exatas e da Natureza e domínios

Leia mais

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Curriculum Vitae Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Dados pessoais Morada: Rua Dona Estefânia nº 3, 4º. 1150-129 Lisboa Contactos: 91 4359997 jmgfoliveira@hotmail.com Local e data de nascimento:

Leia mais

GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL

GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Curso Novo Ficha Académica de Curso GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Pós-Graduação Curso Pós-Graduação em GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Unidade Orgânica ULP / FCNET Grau ECTS 65 ECTS Horas de Contacto

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Através do Decreto -Lei n.º 212/2006, de 27 de Outubro (Lei Orgânica do Ministério da Saúde), e do Decreto -Lei n.º 221/2007, de 29 de Maio,

Leia mais

CAPÍTULO VII (Disposições Finais e Transitórias)

CAPÍTULO VII (Disposições Finais e Transitórias) Artigo 18º (Comissão Eleitoral) 1. O procedimento eleitoral será conduzido por uma comissão eleitoral constituída por dois vogais, designados pelo Conselho Científico de entre os seus membros, e presidida

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO

CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO Enquadramento geral Um dos principais desafios que se colocam à sociedade portuguesa é o do desenvolvimento de uma Sociedade de Informação, voltada para o uso

Leia mais

António Lobo Antunes e Eduardo Lourenço. Colóquio "Viver Mais, Viver Melhor", Fórum Gulbenkian de Saúde, Abril de 2009.

António Lobo Antunes e Eduardo Lourenço. Colóquio Viver Mais, Viver Melhor, Fórum Gulbenkian de Saúde, Abril de 2009. Caridade Graça Franco, Laborinho Lúcio, Manuel Braga da Cruz, António Leuschner e António Lobo Antunes. Colóquio "Viver Mais, Viver Melhor", Fórum Gulbenkian de Saúde, Abril de 2009. António Lobo Antunes

Leia mais

ESCOLA EB 2.3/S Dr. Isidoro de Sousa PLANO DE ACTIVIDADES BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS ANO LECTIVO 2006 / 2007

ESCOLA EB 2.3/S Dr. Isidoro de Sousa PLANO DE ACTIVIDADES BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS ANO LECTIVO 2006 / 2007 ESCOLA EB 2.3/S Dr. Isidoro de Sousa BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS PLANO DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO 2006 / 2007 Escola EB 2,3/S Dr. Isidoro de Sousa BE/CRE Pl de Actividades Ano Lectivo

Leia mais

Regulamento de Bolsas do CCMar

Regulamento de Bolsas do CCMar Regulamento de Bolsas do CCMar CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento, aprovado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia ao abrigo do Decreto-Lei nº 123/99, de 20 de Abril,

Leia mais

Reitoria. No plano orçamental para 2009 foi definida uma provisão no valor de 300.000 euros para o Programa - Qualidade.

Reitoria. No plano orçamental para 2009 foi definida uma provisão no valor de 300.000 euros para o Programa - Qualidade. Reitoria Circular RT-05/2009 Programa Qualidade 2009 Apesar dos constrangimentos financeiros impostos pelo orçamento atribuído para 2009, é importante garantir que são apoiadas as experiências e os projectos

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

Aviso de Abertura do Concurso para Atribuição de Bolsas Individuais de Doutoramento, de Doutoramento em Empresas e de Pós- Doutoramento 2015

Aviso de Abertura do Concurso para Atribuição de Bolsas Individuais de Doutoramento, de Doutoramento em Empresas e de Pós- Doutoramento 2015 Aviso de Abertura do Concurso para Atribuição de Bolsas Individuais de Doutoramento, de Doutoramento em Empresas e de Pós- Doutoramento 2015 Nos termos do Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES Missão : Dinamizar a investigação científica e promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação para consolidar a Sociedade do Conhecimento na

Leia mais

SEMANA DA CIÊNCIA 2014

SEMANA DA CIÊNCIA 2014 SEMANA DA CIÊNCIA 2014 ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMARES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES 24-28 novembro PROGRAMA DETALHADO 2ª feira, 24 novembro Dia Nacional da Cultura Científica 15 H ABERTURA DA SEMANA PALESTRA

Leia mais

ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e a Década da Biodiversidade 2011-2020.

ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e a Década da Biodiversidade 2011-2020. CONCURSO 1 ESCOLAR REGULAMENTO 2011/2012 Como melhorar a qualidade ambiental da minha escola? TEMA Como Melhorar a Qualidade Ambiental da Minha Escola? ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

Curriculum Vitae. João António de Sampaio Rodrigues Queiroz

Curriculum Vitae. João António de Sampaio Rodrigues Queiroz Curriculum Vitae João António de Sampaio Rodrigues Queiroz 1. Dados Biográficos Data de nascimento: 29 de setembro de 1964; Cartão de Cidadão nº 6500257; Nacionalidade: Portuguesa; Filiação: Francisco

Leia mais

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park.

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park. NEWSLETTER 0 JULHO 2009 O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou a comemoração do seu 33º Aniversário com a inauguração das novas instalações da Sede do Serviço no Tagus Park. As novas instalações

Leia mais

a favor do contributo profissional e cívico dos arquitectos Os anos do mandato que terminámos foram anos difíceis para a profissão.

a favor do contributo profissional e cívico dos arquitectos Os anos do mandato que terminámos foram anos difíceis para a profissão. Projecto Os anos do mandato que terminámos foram anos difíceis para a profissão. Tempo de escassa encomenda e recursos económicos e consequentemente de alteração de paradigmas sociais e profissionais.

Leia mais

Orientação de Gestão nº 06/POFC/2008

Orientação de Gestão nº 06/POFC/2008 Orientação de Gestão nº 06/POFC/2008 Enquadramento no Sistema de Apoio às Entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SAESCTN) de Projectos de IC&DT em todos os domínios científicos Projectos

Leia mais

Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses. Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003

Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses. Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003 Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003 Na prossecução das suas atribuições cabe ao Instituto Português

Leia mais

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO A Direcção da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, reunida em sessão de 18 de Julho de 2012, deliberou instituir uma Bolsa, destinada a apoiar projectos de investigação e projectos profissionais

Leia mais

CANDIDATURAS AO ENSINO SUPERIOR. Divisão do Ensino Secundário e Profissional - Gabinete de Acesso ao Ensino Superior

CANDIDATURAS AO ENSINO SUPERIOR. Divisão do Ensino Secundário e Profissional - Gabinete de Acesso ao Ensino Superior CANDIDATURAS AO ENSINO SUPERIOR 2011 Nota Introdutória Com a elaboração do presente documento pretende-se reunir um conjunto de informação estatística relativamente ao processo de candidatura às 3 fases

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra torna pública a abertura de concurso para a atribuição

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013

Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013 Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013 1 - Introdução A Sociedade Portuguesa de Fisiologia Vegetal irá organizar o Congresso Ibérico de Fisiologia Vegetal em Julho

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA UNIVERSIDADE DO PORTO PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA LITERACIA FINANCEIRA DA U.PORTO Outubro de 2012 Enquadramento do programa na Estratégia Nacional de Formação Financeira Plano Nacional de Formação Financeira

Leia mais

Projectos Transversais e Inovadores

Projectos Transversais e Inovadores Ic Projectos Transversais e Inovadores Projecto Arquivo Digital de Arte Portuguesa Iniciativas directas 293 785 Total 293 785 Proveitos 117 514 A Fundação Calouste Gulbenkian, através da Biblioteca de

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P.

INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P. INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P. REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento, aplica-se às bolsas atribuídas pelo Instituto Português do Mar

Leia mais

MESTRADO EM FISIOLOGIA MOLECULAR DE PLANTAS 4ª EDIÇÃO

MESTRADO EM FISIOLOGIA MOLECULAR DE PLANTAS 4ª EDIÇÃO Escola de Ciências MESTRADO EM FISIOLOGIA MOLECULAR DE PLANTAS 4ª EDIÇÃO UNIVERSIDADE DO PORTO UNIVERSIDADE DO MINHO FACULDADE DE CIÊNCIAS ESCOLA DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA DE BIOLOGIA

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência

Ministério da Educação e Ciência 14827117ANA CATARINA DA SILVA LOUREIRO 14848155ANA MARGARIDA MIRANDA FERREIRA DA Colocada em 110Universidade do SILVA 920Línguas, Literaturas e Culturas 14853122ANA MARISA DE SOUSA NETO Colocada em 111Universidade

Leia mais

PROGRAMA DE SENSIBILIZAÇÃO DE CASCAIS

PROGRAMA DE SENSIBILIZAÇÃO DE CASCAIS PROGRAMA DE SENSIBILIZAÇÃO DE CASCAIS Ano letivo 2012/2013 TEMA VAMOS ADOTAR UMA RIBEIRA. ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e a Década da Biodiversidade

Leia mais

Decreto-Lei n.º 56/2006, de 15 de Março

Decreto-Lei n.º 56/2006, de 15 de Março Decreto-Lei n.º 56/2006, de 15 de Março EXPLORAÇÃO DE JOGOS SOCIAIS (DISTRIBUIÇÃO DOS RESULTADOS LÍQUIDOS) (LOTARIAS - TOTOBOLA TOTOLOTO TOTOGOLO LOTO 2 JOKER - EUROMILHÕES) A afectação das receitas dos

Leia mais

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação 4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação Maria José Madeira Silva 1, Jorge Simões 2, Gastão Sousa

Leia mais

Doutoramento em História e Filosofia das Ciências 2014-2015

Doutoramento em História e Filosofia das Ciências 2014-2015 Doutoramento em História e Filosofia das Ciências 2014-2015 Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências Contactos: Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências Faculdade de Ciências da

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P.

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. PRESS RELEASE Lançamento do MAPA DE BOAS PRÁTICAS DE ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES EM PORTUGAL,

Leia mais

ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX)

ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX) ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX) C O O R D E N A Ç ÃO Maria Fernanda Rollo Maria de Fátima Nunes Madalena Esperança Pina Maria Inês Queiroz SUMÁRIO INTRODUÇÃO 7 ESPAÇOS E ACTORES: LUGARES

Leia mais

Regulamento do Centro de Ciências Matemáticas

Regulamento do Centro de Ciências Matemáticas Centro de Ciências Matemáticas Campus Universitário da Penteada P 9000-390 Funchal Tel + 351 291 705181 /Fax+ 351 291 705189 ccm@uma.pt Regulamento do Centro de Ciências Matemáticas I Disposições gerais

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra torna pública a abertura de concurso para a atribuição de uma Bolsa de

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS I A Comissão Directiva do POPH informa que decorre entre os dias 30 de Janeiro e 3 de Março de 2008 o período para apresentação de candidaturas ao Programa Operacional

Leia mais

MBA em Gestão de Unidades de Saúde. 2ª Edição

MBA em Gestão de Unidades de Saúde. 2ª Edição MBA em Gestão de Unidades de Saúde 2ª Edição Funchal Junho de 2011 CURSO DE GESTÃO DE UNIDADES DE SAÚDE Justificação Num contexto de especial complexidade socio-económica, encontram fundamento as preocupações

Leia mais

EUemPT EUROPEUS EM PORTUGAL Regulamento do Concurso

EUemPT EUROPEUS EM PORTUGAL Regulamento do Concurso EUemPT EUROPEUS EM PORTUGAL Regulamento do Concurso 1. Apresentação O concurso EUemPT, uma atividade educativa sobre a UE, é uma iniciativa da Comissão Europeia, promovida pelo Centro de Informação Europeia

Leia mais

Deliberação n.º 762/2003

Deliberação n.º 762/2003 Deliberação n.º 762/2003 de 27 de Maio Deliberação n.º 763/2003. - Por deliberação da Secção Permanente do Senado, em reunião de 5 de Fevereiro de 2003, foi aprovada a criação do curso de Mestrado em Ciências

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Administração Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de

Leia mais