Desenvolvendo uma aplicação CORBA utilizando Java

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvendo uma aplicação CORBA utilizando Java"

Transcrição

1 Desenvolvendo uma aplicação CORBA utilizando Java Tecgraf PUC-Rio fevereiro de 2011

2 Exemplo passo-a-passo Veremos um exemplo, passo-a-passo, de desenvolvimento de aplicações CORBA usando Java Para desenvolver a aplicação, usaremos o Jacorb como ORB tanto para o cliente quanto para o servidor, já que ambos serão desenvolvidos em Java

3 Passo 1: Jacorb e SDK A última versão do Jacorb pode ser obtida de: Precisaremos também do JDK 1.5 ou superior Para fazer build do exemplo, usaremos o Ant:

4 Libs do Jacorb antlr jar avalon-framework jar backport-util-concurrent.jar idl.jar jacorb jar logkit-1.2.jar picocontainer-1.2.jar wrapper jar

5 Passo 2: Escrevendo a IDL // StockMarket.idl // O módulo StockMarket consiste das definições // úteis para desenvolvimento de aplicações // que lidam com mercado de ações. module StockMarket { // O tipo StockSymbol é usado para representar os // identificadores das ações typedef string StockSymbol; // Um StockSymbolList é uma sequência de StockSymbols. typedef sequence<stocksymbol> StockSymbolList; // A interface StockServer é a interface que fornece // as informações sobre as ações do mercado. interface StockServer { // getstockvalue() retorna o valor de uma // determinada ação do marcado identificada por um // StockSymbol fornecido como parâmetro de entrada. // Se o StockSymbol dado for desconhecido, o resultado // é indefinido. Depois veremos como usar uma exceção // para sinalizar essa condição. float getstockvalue(in StockSymbol symbol); ; ; // getstocksymbols() retorna uma sequência com todos os // StockSymbols conhecidos pelo servidor do mercado de // ações. StockSymbolList getstocksymbols();

6 Passo 3: Compilando a IDL Para compilar a IDL, usaremos o Ant e o compilador IDL do Jacorb: <!-- =================================================== --> <!-- Inicializacao --> <!-- ==================================================== --> <target name="init" description="inicia as propriedades"> <property name="lib" value="lib"/> <property name="idl" value="idl"/> <property name="generated" value="generated"/> <property name="jacorb" value="jacorb"/> </target> <!-- ==================================================== --> <!-- IDL compiler --> <!-- ==================================================== --> <target name="idl" depends="clean" description="compila as idls"> <delete dir="${generated"/> <java classname="org.jacorb.idl.parser" fork="yes"> <classpath> <pathelement location="${lib/${jacorb/idl.jar"/> <pathelement location="${lib/${jacorb/logkit-1.2.jar"/> </classpath> <arg line="-d ${generated ${idl/stockmarket.idl"/> </java> </target>

7 Arquivos gerados na compilação da IDL Todas as classes estão dentro do pacote StockMarket StockServer.java StockServerOperations.java StockServerHelper.java StockSymbolHelper.java StockSymbolListHelper.java StockServerHolder.java StockSymbolListHolder.java Interface Files Helper Files Holder Files StockServerPOA.java StockServerPOATie.java _StockServerStub.java Stubs e Skeleton Files

8 Interface Files A interface IDL StockServer é mapeada para: uma interface java de assinatura StockServer.java uma interface java de operações StockServerOperations.java A interface de assinatura possui o mesmo nome da interface IDL, estende outras interfaces CORBA e é usada como o tipo referenciado em outras interfaces. A interface de operações possui o nome da interface IDL junto com o sufixo Operations e é uma interface java pura, ou seja, possui apenas as declarações das operações e atributos definidos na interface IDL

9 StockServerOperations.java package StockMarket; /** * Generated from IDL interface "StockServer". * JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006 generated at Oct 19, :47:22 PM */ public interface StockServerOperations { /* constants */ /* operations */ float getstockvalue(java.lang.string symbol); java.lang.string[] getstocksymbols();

10 StockServer.java package StockMarket; /** * Generated from IDL interface "StockServer". * JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006 generated at Oct 19, :47:22 PM */ public interface StockServer extends StockServerOperations, org.omg.corba.object, org.omg.corba.portable.idlentity { org.omg.corba.object: é a interface raiz para todas as referências a objetos CORBA na linguagem Java, análogo a interface java.rmi.remote para os objetos remotos RMI. org.omg.corba.portable.idlentity: interface de marcação cuja finalidade é apenas indicar que a classe que implementa essa interface é um tipo IDL que possui uma classe de Helper correspondente.

11 Stub e Skeleton Files A compilação da IDL StockServer produz a classe _StockServerStub.java que atua como stub do cliente e as classes StockServerPOA.java e StockServerPOATie.java que servem de skeleton do servidor. Veremos depois que o uso das classes de skeleton POA ou POATie depende da estratégia adotada para implementação do servidor: por herança ou por delegação

12 _StockServerStub.java package StockMarket;! /**! * Generated from IDL interface "StockServer".! *! JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006! generated at Oct 25, :50:57 PM! */! public class _StockServerStub! extends org.omg.corba.portable.objectimpl! implements StockMarket.StockServer {!...! public float getstockvalue(java.lang.string symbol) {!...! public java.lang.string[] getstocksymbols() {!...!

13 StockServerPOA.java package StockMarket;! /**! * Generated from IDL interface "StockServer".! *! JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006! generated at Oct 25, :50:57 PM! */! public abstract class StockServerPOA! extends org.omg.portableserver.servant! implements org.omg.corba.portable.invokehandler,! StockMarket.StockServerOperations! {!...!

14 StockServerPOATie.java package StockMarket;! import org.omg.portableserver.poa;! /**! * Generated from IDL interface "StockServer".! *! JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006! generated at Oct 25, :50:57 PM! */! public class StockServerPOATie! extends StockServerPOA! {!...! private StockServerOperations _delegate;! public StockServerPOATie(StockServerOperations delegate)! {! _delegate = delegate;! public float getstockvalue(java.lang.string symbol)! {! return _delegate.getstockvalue(symbol);! public java.lang.string[] getstocksymbols()! {! return _delegate.getstocksymbols();!

15 Helper Files A compilação da IDL StockServer produz as classes de Helper StockServerHelper.java, StockSymbolHelper.java e StockSymbolListHelper.java As classes de Helper oferecem diversos métodos estáticos úteis na manipulação do tipo correspondente: inserir e extrair um objeto do tipo em Any obter o repository id ler de um stream e escrever para um stream

16 Helper Files A classe de Helper gerada a partir de uma interface IDL, também inclui operações de narrow para converter o tipo genérico org.omg.corba.object para o tipo específico. A exceção IDL CORBA::BAD_PARAM é lançada se a conversão do narrow falhar devido a inconsitência do tipo da referência do objeto.

17 StockSymbolHelper.java package StockMarket;! /*! * Generated from IDL alias "StockSymbol".! *! JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006! generated at Oct 19, :47:22 PM! */! public final class StockSymbolHelper {!...! public static void insert (org.omg.corba.any any, java.lang.string s) {!...! public static java.lang.string extract (final org.omg.corba.any any) {!...! public static String id() {! return "IDL:StockMarket/StockSymbol:1.0";! public static java.lang.string read (! final org.omg.corba.portable.inputstream _in) {!...! public static void write (! final org.omg.corba.portable.outputstream _out, java.lang.string _s) {!...!

18 StockServerHelper.java package StockMarket;! /**! * Generated from IDL interface "StockServer".! *! JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006! generated at Oct 19, :47:22 PM! */! public final class StockServerHelper {! // Todos os métodos estáticos insert, extract, type, id, read e write! // e mais os métodos de conversão narrow!...! public static StockMarket.StockServer narrow(final org.omg.corba.object obj)! {!...! public static StockMarket.StockServer unchecked_narrow(! final org.omg.corba.object obj)! {!...!

19 Holder Files Os métodos definidos nas interfaces IDL que tem passagem de parâmetros nos modos out a inout, requerem o uso de classes de Holder. Todos os tipos primitivos da IDL possuem as classes de Holder disponíveis no pacote org.omg.corba package O compilador IDL gera as classes de Holder para todos os tipos definidos pelo desenvolvedor (exceto aqueles definidos por typedef) A compilação da IDL StockServer produz as classes de Holder StockServerHolder.java e StockSymbolListHolder.java

20 StockSymbolListHolder.java package StockMarket; /** * Generated from IDL alias "StockSymbolList". * JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006 generated at Oct 19, :47:22 PM */ public final class StockSymbolListHolder implements org.omg.corba.portable.streamable { public java.lang.string[] value; public StockSymbolListHolder () { public StockSymbolListHolder (final java.lang.string[] initial) { value = initial; public org.omg.corba.typecode _type () { return StockSymbolListHelper.type (); public void _read (final org.omg.corba.portable.inputstream in) { value = StockSymbolListHelper.read (in); public void _write (final org.omg.corba.portable.outputstream out) { StockSymbolListHelper.write (out,value);

21 StockServerHolder.java package StockMarket; /** * Generated from IDL interface "StockServer". * JacORB IDL compiler V 2.3-beta-2, 14-Oct-2006 generated at Oct 19, :47:22 PM */ public final class StockServerHolder implements org.omg.corba.portable.streamable{ public StockServer value; public StockServerHolder() { public StockServerHolder (final StockServer initial) { value = initial; public org.omg.corba.typecode _type() { return StockServerHelper.type(); public void _read (final org.omg.corba.portable.inputstream in) { value = StockServerHelper.read (in); public void _write (final org.omg.corba.portable.outputstream _out) { StockServerHelper.write (_out,value);

22 Passo 4: Compilando o código java Para compilar o código Java gerado pela IDL, usaremos o Ant e o compilador javac <!-- ==================================================== -->! <!-- Java Compiler -->! <!-- ==================================================== -->! <target name="javac" depends="idl" description="compila o codigo java">! <!-- Cria o diretorio para compilacao -->! <mkdir dir="${build" />! <!-- Compila os fontes do src e do gerenerated -->! <javac destdir="${build"! debug="on"! encoding="iso ">! <src path="${generated"/>! <src path="${src"/>! </javac>! </target>!

23 Passo 5: Implementando o Servant O Servant que implementa a interface definida na IDL StockServer pode ser uma classe que estende a classe abstrata StockServerPOA ou pode ser uma classe simples cuja instância é passada para a classe de delegação StockServerPOATie. Para compilar o Servant, o compilador java deve ter no classpath as classes de skeleton, as classes de interface e as classes Helper e Holder geradas pelo compilador IDL.

24 Estratégias de implementação CORBA suporta dois mecanismos para implementação da IDL por uma classe Servant por herança por delegação A diferença principal entre os dois mecanismos é que, pelo mecanismo de delegação, a classe de implementação da IDL não precisa derivar de uma classe em particular

25 Usando herança package StockMarket; /* * StockServerImpl implementa a interface IDL StockServer */ public class StockServerImpl extends StockServerPOA { // As ações com seus respectivos valores private Map<String, Float> mystock; public StockServerImpl() { mystock = new HashMap<String,Float>(); // Inicializa as ações com nomes e valores // atribuídos randomicamente... public float getstockvalue(string symbol) { if (mystock.containskey(symbol)) { // Simbolo encontrado; retorna seu valor return mystock.get(symbol); else { // Simbolo não foi encontrado return 0f; public String[] getstocksymbols() { return mystock.keyset().toarray(new String[0]);

26 Usando delegação package StockMarket; /** * StockServerImpl implementa a interface IDL StockServer usando * o mecanismo de delegação */ public class StockServerTieImpl implements StockServerOperations { // As ações com seus respectivos valores private Map<String, Float> mystock; public StockServerImpl() { mystock = new HashMap<String,Float>(); // Inicializa as ações com nomes e valores // atribuídos randomicamente... public float getstockvalue(string symbol) { if (mystock.containskey(symbol)) { // Simbolo encontrado; retorna seu valor return mystock.get(symbol); else { // Simbolo não foi encontrado return 0f; public String[] getstocksymbols() { return mystock.keyset().toarray(new String[0]);

27 Passo 6: Implementando o servidor O programa servidor se encarrega de: inicializar o ORB criar o objeto Servant StockServerImpl exportar o Servant para o POA aguardar que o cliente envie requisições Para compilar o servidor, o compilador java deve ter no classpath as classes de interface, a classe do skeleton, as classes Helper e Holder geradas pelo compilador IDL e, a classe do Servant.

28 Inicializa o ORB Properties orbprops = new Properties();! orbprops.setproperty("org.omg.corba.orbclass", "org.jacorb.orb.orb");! orbprops.setproperty("org.omg.corba.orbsingletonclass",! "org.jacorb.orb.orbsingleton");! ORB orb = ORB.init(args, orbprops);! init public static ORB init(string[] args, Properties props) Creates a new ORB instance for a standalone application. This method may be called from applications only and returns a new fully functional ORB object each time it is called. Parameters: args - command-line arguments for the application's main method; may be null props - application-specific properties; may be null Returns: the newly-created ORB instance

29 Cria o Servant que implementa a IDL Se o Servant tiver adotado a estratégia de implementação por herança: Servant stockserver = new StockServerImpl();! Se o Servant tiver adotado a estratégia de implementação por delegação: Servant stockserver = new StockServerPOATie(new StockServerImpl());!

30 Cria o Servant que implementa a IDL Note que, até aqui, temos apenas um objeto Java instanciado. Precisamos agora tornar esse objeto um objeto CORBA, capaz de receber as requisições dos clientes. Usaremos, para isso, o POA.

31 Exporta o Servant para o POA POA poa = POAHelper.narrow(orb.resolve_initial_references("RootPOA"));! poa.the_poamanager().activate();! org.omg.corba.object o = poa.servant_to_reference(stockserver);! Obtém uma referência para uma instância do POA Após fazer narrow da referência, é necessário ativar o POA (seu estado inicial é on-holding) Registra o Servant no POA

32 Bloqueia a thread corrente para o ORB orb.run();! Bloqueia a thread corrente até o ORB terminar

33 Exemplo do servidor do StockServer package StockMarket;! import java.io.*;! import org.omg.corba.orb;! import org.omg.portableserver.*;! public class StockServerMain {! public static void main(string args[]) {! try {! // Inicializa o ORB.! Properties orbprops = new Properties();! orbprops.setproperty("org.omg.corba.orbclass", "org.jacorb.orb.orb");! orbprops.setproperty("org.omg.corba.orbsingletonclass",! "org.jacorb.orb.orbsingleton");! ORB orb = ORB.init(args, orbprops);! // Cria o Servant StockServerImpl que implementa a IDL! Servant stockserver = new StockServerImpl();! // Obtém uma referência para o POA e registra o Servant nesse POA! POA poa = POAHelper.narrow(orb.resolve_initial_references("RootPOA"));! poa.the_poamanager().activate();! org.omg.corba.object o = poa.servant_to_reference(stockserver);! // Escreve no arquivo a referência para o objeto CORBA! PrintWriter ps = new PrintWriter( new FileOutputStream(! new File( args[0] )));! ps.println(orb.object_to_string( o ));! ps.close();! // Bloqueia a thread corrente até o ORB finalizar! orb.run();! catch (Exception ex) {! ex.printstacktrace();!

34 Passo 7: Implementando o cliente O programa cliente se encarrega de: inicializar o ORB obter a referência para o objeto CORBA StockServer fazer chamadas aos métodos definidos pela IDL do StockServer O módulo cliente deve ter no classpath a classe de stub _StockServerStub, a classe de assinatura StockServer e as classes Helper e Holder geradas pelo compilador IDL

35 Exemplo do cliente do StockServer package StockMarket;! import java.io.*! import org.omg.corba.orb;! public class StockServerClient {! public static void main(string args[]) {! try {! // As propriedades que informam o uso do JacORB como ORB.! Properties orbprops = new Properties();! orbprops.setproperty("org.omg.corba.orbclass", "org.jacorb.orb.orb");! orbprops.setproperty("org.omg.corba.orbsingletonclass",! "org.jacorb.orb.orbsingleton");! // Inicializa o ORB.! ORB orb = ORB.init(args, orbprops);! // Lê o IOR do arquivo cujo nome é passado como parâmetro! BufferedReader reader =! new BufferedReader(new InputStreamReader(new FileInputStream(args[0])));! String ior = reader.readline();! // Obtém a referência para objeto CORBA! org.omg.corba.object obj = orb.string_to_object(ior);! StockServer mystock = StockServerHelper.narrow(obj);! // Executa as chamadas ao objeto CORBA! StockServerClient stockclient = new StockServerClient(myStock);! stockclient.run();! catch (Exception e) {! e.printstacktrace();!

36 Exemplo do cliente do StockServer package StockMarket;! import java.io.*! import org.omg.corba.orb;! public class StockServerClient {! private StockServer mystock;! public StockServerClient(StockServer mystock) {! this.mystock = mystock;! public void run() {! try {! System.out.println( Ações de mercado obtidas do StockServer:");! // Obtém os símbolos de todos as ações! String[] stocksymbols = mystock.getstocksymbols();! // Mostra as ações com seus respectivos valores! for (int i = 0; i < stocksymbols.length; i++) {! System.out.println(stockSymbols[i] + " "! + mystock.getstockvalue(stocksymbols[i]));! catch (org.omg.corba.systemexception e) {! e.printstacktrace();! public static void main(string args[]) {!...!

37 Passo 8: Executando o servidor java -cp./build: lib/jacorb/antlr jar: lib/jacorb/avalon-framework jar: lib/jacorb/backport-util-concurrent.jar: lib/jacorb/idl.jar:lib/jacorb/jacorb jar: lib/jacorb/logkit-1.2.jar: lib/jacorb/picocontainer-1.2.jar: lib/jacorb/wrapper jar StockMarket.StockServerMain ior

38 Saída da execução do servidor mjulia$./runserver Ações do mercado criadas: UION: LGBA: ZZSP: KLVV: ZDZR: UFTH: DNKS: AQVS: AZHM: PEMR:

39 Passo 9: Executando o cliente java -cp./build: lib/jacorb/antlr jar: lib/jacorb/avalon-framework jar: lib/jacorb/backport-util-concurrent.jar: lib/jacorb/idl.jar:lib/jacorb/jacorb jar: lib/jacorb/logkit-1.2.jar: lib/jacorb/picocontainer-1.2.jar: lib/jacorb/wrapper jar StockMarket.StockServerClient ior

40 Saída da execução do cliente mjulia$./runclient Ações de mercado obtidas do StockServer: UION LGBA ZZSP KLVV ZDZR UFTH DNKS AQVS AZHM PEMR

Desenvolvimento de Aplicações Java/CORBA

Desenvolvimento de Aplicações Java/CORBA Tutorial Desenvolvimento de Aplicações Java/CORBA Emerson Ribeiro de Mello, Fábio Favarim e Joni da Silva Fraga {emerson, fabio, fraga@das.ufsc.br Este tutorial ensina como criar uma aplicação distribuída

Leia mais

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB)

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB) Uma Introdução à Arquitetura Francisco C. R. Reverbel 1 Copyright 1998-2006 Francisco Reverbel O Object Request Broker (ORB) Via de comunicação entre objetos (object bus), na arquitetura do OMG Definido

Leia mais

Sistemas de Objetos DistribuídosPrimeira Aplicação Java ORB p.1/21

Sistemas de Objetos DistribuídosPrimeira Aplicação Java ORB p.1/21 Sistemas de Objetos Distribuídos Primeira Aplicação Java ORB Francisco José da Silva e Silva Departamento de Informática da Universidade Federal do Maranhão Sistemas de Objetos DistribuídosPrimeira Aplicação

Leia mais

Objetos distribuídos. Roteiro. Java IDL

Objetos distribuídos. Roteiro. Java IDL Objetos distribuídos Java IDL Roteiro Java IDL Definindo a interface IDL Compilando a interface IDL Criando o servidor Criando o cliente Rodando a aplicação Rodando a aplicação em duas máquinas Java IDL

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Marcelo Lobosco DCC/UFJF Comunicação em Sistemas Distribuídos Aula 06 Agenda Modelo Cliente-Servidor (cont.) Invocação Remota de Método (Remote Method Invocation RMI) Visão Geral

Leia mais

APÊNDICE A EXEMPLO DE APLICAÇÃO

APÊNDICE A EXEMPLO DE APLICAÇÃO APÊNDICE A EXEMPLO DE APLICAÇÃO Para ilustrar os três métodos de distribuição de objetos apresentados nesta dissertação iremos, a seguir, mostrar um exemplo de implementação de uma aplicação. São apresentadas

Leia mais

Laboratório de Computação VI JAVA IDL. Fabricio Aparecido Breve - 981648-9

Laboratório de Computação VI JAVA IDL. Fabricio Aparecido Breve - 981648-9 Laboratório de Computação VI JAVA IDL Fabricio Aparecido Breve - 981648-9 O que é Java IDL? Java IDL é uma tecnologia para objetos distribuídos, ou seja, objetos em diferentes plataformas interagindo através

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS CUP Disk Memoey CUP Memoey Disk Network CUP Memoey Disk Remote Method Invocation (RMI) Introdução Solução JAVA para Objetos Distribuídos Um objeto existe em uma máquina É possível

Leia mais

Invocação de Métodos Remotos

Invocação de Métodos Remotos Invocação de Métodos Remotos Java RMI (Remote Method Invocation) Tópicos Tecnologia RMI Introdução Modelo de camadas do RMI Arquitetura Fluxo de operação do RMI Passos para implementação Estudo de caso

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

! "# $ $ % & % ' & ( )

! # $ $ % & % ' & ( ) %&!"# $$ % &( ) ! "#$# %! &&&##&# (! %! &&&#)#!##! &&&## *! &&&## +)! &&&##,)! &&&##. /."0 1$.2.3,,0 *445,0 6.1,70 +.-# 71,$.#0 6 8 9# - . ; 67?,0 javac. : * +, $8 A,BC! 230 D0 @

Leia mais

Java 2 Standard Edition. Fundamentos de. Objetos Remotos. Helder da Rocha www.argonavis.com.br

Java 2 Standard Edition. Fundamentos de. Objetos Remotos. Helder da Rocha www.argonavis.com.br Java 2 Standard Edition Fundamentos de Objetos Remotos Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Sobre este módulo Este módulo tem como objetivo dar uma visão geral, porém prática, da criação e uso de objetos

Leia mais

Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) O Conceito de Procedimentos. RPC: Programa Distribuído. RPC: Modelo de Execução

Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) O Conceito de Procedimentos. RPC: Programa Distribuído. RPC: Modelo de Execução Chamadas Remotas de Chamada Remota de Procedimento (RPC) ou Chamada de Função ou Chamada de Subrotina Método de transferência de controle de parte de um processo para outra parte Procedimentos => permite

Leia mais

Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation)

Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation) Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation) Programação com Objetos Distribuídos Um sistema de objetos distribuídos permite a operação com objetos remotos A partir de uma aplicação cliente

Leia mais

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Este tutorial explica basicamente como se implementa a API chamada RMI (Remote Method Invocation). O RMI nada mais é que a Invocação de Métodos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Relembrando... Mecanismos de Comunicação Middleware Cenário em uma rede Local

Leia mais

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Descrição Implemente nesta atividade de laboratório um programa em Java utilizando threads

Leia mais

Java RMI. Alcides Calsavara

Java RMI. Alcides Calsavara Java RMI Alcides Calsavara Objetivos Permitir que um método de uma classe Java em execução em uma máquina virtual JVM chame um método de um objeto (instância de uma classe Java) situado em outra máquina

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Aula 19-20: Arquitetura CORBA (continuação) Exemplo de cliente e servidor em CORBA Interfaces IDL Shape e ShapeList Exemplo de cliente e servidor

Leia mais

Mapeamento de IDL para Java

Mapeamento de IDL para Java Mapeamento de IDL para Java Tecgraf PUC-Rio fevereiro de 2011 Mapeamento de interface Uma interface IDL é mapeada para: uma interface java de assinatura uma interface java de operações A interface de assinatura

Leia mais

MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Camadas Protocolo Requesição-Respostal Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais

MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Camadas Protocolo Requesição-Respostal Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais RMI JAVA MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Protocolo Requesição-Respostal Camadas Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais RMI REMOTE METHOD INVOCATION Invocação remota

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Sistemas Paralelos e Distribuídos - 2003/2004 Curso: Matemática /Informática Sistemas Distribuídos - 2003/2004 Curso: Ensino da Informática

Sistemas Paralelos e Distribuídos - 2003/2004 Curso: Matemática /Informática Sistemas Distribuídos - 2003/2004 Curso: Ensino da Informática Java RMI - Remote Method Invocation Folha 5-1 No modelo de programação orientada a objectos, vimos que um programa consiste numa colecção de objectos que comunicam entre si através da invocação dos seus

Leia mais

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos)

Prova de Java. 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) Prova de Java 1) Copie o programa abaixo no eclipse e complete-o, utilizando os conceitos aprendidos durante o curso. (4 pontos) O programa consiste em uma aplicação que simula o comportamento de dois

Leia mais

Num sistema de objectos distribuídos, dois conceitos são fundamentais.

Num sistema de objectos distribuídos, dois conceitos são fundamentais. Folha 10-1 Java RMI - Remote Method Invocation No modelo de programação orientada a objectos, vimos que um programa consiste numa colecção de objectos que comunicam entre si através da invocação dos seus

Leia mais

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente Java RMI - Remote Method Invocation Callbacks Folha 9-1 Vimos, na folha prática anterior, um exemplo muito simples de uma aplicação cliente/ servidor em que o cliente acede à referência remota de um objecto

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services (continuação) WSDL - Web Service Definition Language WSDL permite descrever o serviço que será oferecido

Leia mais

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos Threads em Java Programas e Processos Um programa é um conceito estático, isto é, um programa é um arquivo em disco que contém um código executável por uma CPU. Quando este programa é executado dizemos

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Assuntos abordados Este módulo explora detalhes da construção de classes e objetos Construtores Implicações da

Leia mais

Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos. Luiz Affonso Guedes

Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos. Luiz Affonso Guedes Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos Luiz Affonso Guedes Introdução Conceitos básicos programação distribuída + programação orientada a objetos = Objetos distribuídos Motivação

Leia mais

Invocação de Métodos em Objectos Remotos

Invocação de Métodos em Objectos Remotos Invocação de Métodos em Objectos Remotos Invocações de métodos remotas e locais A remote invocation B local C invocation local E invocation local invocation D remote invocation F Page 1 1 Invocação de

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

O sistema SCS 34. getreceptaclesbyname(in NameList names): Obtém uma lista de descritores

O sistema SCS 34. getreceptaclesbyname(in NameList names): Obtém uma lista de descritores 3 O sistema SCS Todos os mecanismos de adaptação propostos neste trabalho dependem de uma modularização adequada das aplicações para que possam ser aplicados. Além disso, a natureza tipicamente distribuída

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 3 Invocação de Objetos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br

Programação Orientada a Objetos com Java. Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br Programação Orientada a Objetos com Java Prof. Júlio Machado julio.machado@pucrs.br TRATAMENTO DE EXCEÇÕES Tratamento de Exceções O tratamento de exceções de Java envolve vários conceitos importantes:

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC. Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla

COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC. Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla 1 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI)

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java Threads Threads Threads Threads Professor: César Melo Slides baseados

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

1 a. Sumário. 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI) b. Semântica de invocação remota c. Invocação remota de métodos (RMI)

1 a. Sumário. 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI) b. Semântica de invocação remota c. Invocação remota de métodos (RMI) PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI)

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

INE5380 - Sistemas Distribuídos

INE5380 - Sistemas Distribuídos INE5380 - Sistemas Distribuídos Object Request Broker e CORBA Por: Léo Willian Kölln - 0513227-4 Novembro de 2006 ORB Object Request Broker ORB aqui será tratado como um Middleware que permite a construção

Leia mais

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 7 RTTI e Interfaces Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

Sistemas distribuídos e Middleware

Sistemas distribuídos e Middleware Sistemas distribuídos e Middleware Introdução aos sistemas distribuídos e middleware Arquitectura CORBA Arquitectura DCOM Arquitectura Java RMI Arquitectura JINI 1 Introdução aos Sistemas Distribuídos

Leia mais

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Recife - Pernambuco

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Recife - Pernambuco Introdução a Middleware: Visão do Programador de Aplicações Distribuídas Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Recife - Pernambuco Relembrando... Aplicação Middleware Aplicação Middleware

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Java Spaces Exemplos

Java Spaces Exemplos Java Spaces Exemplos Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java Spaces - Exemplos V0 1 Autoria! Autores! Local " Cláudio Geyer " Instituto de Informática " UFRGS " disciplina: Programação com

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu. Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.br Conceitos Arquivos permitem armazenar dados de maneira

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira neto Aula 17-18: Middleware: Implementação de RMI (cont.), RPC, Modelo de Eventos, Exemplo com Java RMI Chamadas dinâmicas

Leia mais

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar Projeto Integrador Sistemas Operacionais Prof.ª Lucilia Ribeiro GTI 3 Noturno Grupo: Anderson Alves da Mota. André Luiz Silva. Misael bezerra dos santos. Sandro de almeida silva. Analisar os sistemas operacionais

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares

Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas. Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Especialização em desenvolvimento para web com interfaces ricas Tratamento de exceções em Java Prof. Fabrízzio A. A. M. N. Soares Objetivos Conceito de exceções Tratar exceções pelo uso de try, catch e

Leia mais

Middleware de Aplicações Paralelas/Distribuídas

Middleware de Aplicações Paralelas/Distribuídas Computação Paralela Middleware de Aplicações Paralelas/Distribuídas João Luís Ferreira Sobral Departamento do Informática Universidade do Minho Outubro 2005 Principais aspectos a gerir pelo Middleware

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Invocação Remota MC704

Invocação Remota MC704 Invocação Remota MC704 Aplicações distribuídas Aplicação distribuída: conjunto de processos que cooperam entre si para prover um serviço ou realizar uma computação normalmente processos precisam invocar

Leia mais

Reuso com Herança a e Composiçã

Reuso com Herança a e Composiçã Java 2 Standard Edition Reuso com Herança a e Composiçã ção Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Como aumentar as chances de reuso Separar as partes que podem mudar das partes que não mudam. Exemplo:

Leia mais

Desenvolvimento Web com Framework Demoiselle versão 1.0

Desenvolvimento Web com Framework Demoiselle versão 1.0 Desenvolvimento Web com Framework Demoiselle versão 1.0 Módulo 07: Outros Componentes Autor: Rodrigo Hjort Serpro / Coordenação Estratégica de Tecnologia / Curitiba www.frameworkdemoiselle.org.br Modificado

Leia mais

Java RMI. RMI Remote Method Invocation. Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) RPC - Implementação

Java RMI. RMI Remote Method Invocation. Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) RPC - Implementação Java Remote Method Invocation Java Remote Method Invocation () é um protocolo Java para comunicação entre processos Permite objetos Java invocar transparentemente métodos de outros objetos (que podem estar

Leia mais

Aplicações e Arquitetura CORBA. Edvar Oliveira edvar@ufpa.br

Aplicações e Arquitetura CORBA. Edvar Oliveira edvar@ufpa.br Aplicações e Arquitetura CORBA Edvar Oliveira edvar@ufpa.br setembro/ 2004 Tópicos Modelo Cliente/Servidor; Comunicação no modelo cliente/servidor; A arquitetura CORBA; Componentes da arquitetura CORBA;

Leia mais

Aula 30 - Sockets em Java

Aula 30 - Sockets em Java Aula 30 - Sockets em Java Sockets Sockets são estruturas que permitem que funções de software se interconectem. O conceito é o mesmo de um soquete (elétrico, telefônico, etc...), que serve para interconectar

Leia mais

2 Ferramentas Utilizadas

2 Ferramentas Utilizadas 2 Ferramentas Utilizadas Esta dissertação utiliza vários outros trabalhos para implementar os mecanismos de adaptação abordados. Essas ferramentas são descritas nas seções seguintes. 2.1 Lua Lua [7, 8]

Leia mais

Construção de novas Classes em Java. Classes Atributos Métodos Herança...

Construção de novas Classes em Java. Classes Atributos Métodos Herança... Construção de novas Classes em Java Classes Atributos Métodos Herança... 1 Exemplo Representação em UML Java (Unified Modeling Language) Stack items : Vector Stack( ) push( ) pop( ) isempty( ) finalize(

Leia mais

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ...

Programação Na Web. Linguagem Java Parte II. break com o nome do bloco. Sintaxe. Nome do bloco. Termina o bloco. António Gonçalves ... Programação Na Web Linguagem Java Parte II Sintaxe António Gonçalves break com o nome do bloco Nome do bloco Termina o bloco class class Matrix Matrix { private private int[][] int[][] mat; mat; public

Leia mais

Linguagem de Programação III

Linguagem de Programação III Linguagem de Programação III Aula-3 Criando Classes em Java Prof. Esbel Tomás Valero Orellana Da Aula Anterior Classes em Java, sintaxe básica Tipos básicos de dados em Java, como escolher o tipo apropriado

Leia mais

Java Básico. Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp

Java Básico. Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp Java Básico Classes Abstratas, Exceções e Interfaces Prof. Fernando Vanini Ic-Unicamp Classes Abstratas construção de uma classe abstrata construção de classes derivadas Classes e Herança Uma classe define

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java

Programação Orientada a Objetos em Java Programação Orientada a Objetos em Java Rone Ilídio da Silva Universidade Federal de São João del-rei Campus Alto Paraopeba 1:14 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos de Programção Orientada a

Leia mais

Acesso a Banco. Conexão em Java. Conexão em Java. Programação Orientada a Objetos Profa. Cristiane e Prof. Daniel

Acesso a Banco. Conexão em Java. Conexão em Java. Programação Orientada a Objetos Profa. Cristiane e Prof. Daniel Acesso a Banco Programação Orientada a Objetos Profa. Cristiane e Prof. Daniel As conexões em Java são feitas através de uma ponte que implementa todas as funcionalidades que um banco de dados padrão deve

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS Modificador static e Pacotes Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Modificador static Pacotes 2 Modificador static Instanciando a classe Funcionário matricula nome cpf salario salario-min getmatricula()

Leia mais

Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread.

Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread. 5 THREADS Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread. 5.1 VISÃO GERAL Uma definição mais abrangente para threads é considerá-lo

Leia mais

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral THREADS EM JAVA George Gomes Cabral THREADS Fluxo seqüencial de controle dentro de um processo. Suporte a múltiplas linhas de execução permite que múltiplos processamentos ocorram em "paralelo" (em computadores

Leia mais

Capítulo 4. Packages e interfaces

Capítulo 4. Packages e interfaces Capítulo 4. Packages e interfaces 1/17 Índice Indice 4.1 - Package 4.2 - Interface 2/17 Índice 4.1 Package 4.1 - Package 4.2 -- Interface 3/17 4.1 Package Package ou pacote está para o Java como as directorias

Leia mais

Multithreading. Programação Orientada por Objectos com Java. Ademar Aguiar. MRSC - Programação em Comunicações

Multithreading. Programação Orientada por Objectos com Java. Ademar Aguiar. MRSC - Programação em Comunicações Programação Orientada por Objectos com Java www.fe.up.pt/~aaguiar ademar.aguiar@fe.up.pt 1 Multithreading 154 Objectivos Ser capaz de: Explicar os conceitos básicos de multithreading Criar threads múltiplos

Leia mais

Computação Paralela. Uma framework para aplicações concorrentes João Luís Ferreira Sobral Departamento do Informática Universidade do Minho

Computação Paralela. Uma framework para aplicações concorrentes João Luís Ferreira Sobral Departamento do Informática Universidade do Minho Computação Paralela Uma framework para aplicações concorrentes João Luís Ferreira Sobral Departamento do Informática Universidade do Minho Dezembro 2005 Fases de desenvolvimento de aplicações paralelas

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 2: Classes e objectos LEEC@IST Java 1/24 Classes (1) Sintaxe Qualif* class Ident [ extends IdentC] [ implements IdentI [,IdentI]* ] { [ Atributos Métodos ]* Qualif:

Leia mais

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 8 Classes Internas Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

RMI/JNDI - Fundamentos

RMI/JNDI - Fundamentos c o l u n a Professor J RMI/JNDI - Fundamentos Um exemplo prático do que são e de como funcionam RMI e JNDI Roberto Vezzoni (roberto.vezzoni@gmail.com): SCJP, faz Ciência da Computação na Faesa e atua

Leia mais

Programação Concorrente em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DLSC/CT/UFSM

Programação Concorrente em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DLSC/CT/UFSM Programação Concorrente em Java Profa Andréa Schwertner Charão DLSC/CT/UFSM O que é programação concorrente? Um programa, múltiplos fluxos de execução Quando usar programação concorrente? Desempenho Ex.:

Leia mais

Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos

Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos Programação Orientada a Objetos C ++ 4 Conceitos de OO em Java Classes e Objetos Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Classes O conjunto de requisições que um objeto pode cumprir é determinado

Leia mais

Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota II. Prof. MSc. Hugo Souza

Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota II. Prof. MSc. Hugo Souza Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota II Prof. MSc. Hugo Souza Nesta aula, complementando os conceitos que vimos nas aulas anteriores [aula 15], vamos praticar a programação de laboratório

Leia mais

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33

Paradigmas da Programação PPROG. Linguagem JAVA. Interfaces. (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Paradigmas da Programação Linguagem JAVA Interfaces (Livro Big Java, Late Objects Capítulo 9) Nelson Freire (ISEP DEI-PPROG 2013/14) 1/33 PPROG Motivação para usar Interfaces Definição de Interface

Leia mais

Como construir um compilador utilizando ferramentas Java

Como construir um compilador utilizando ferramentas Java Como construir um compilador utilizando ferramentas Java p. 1/3 Como construir um compilador utilizando ferramentas Java Aula 5 Análise Léxica com JavaCC Prof. Márcio Delamaro delamaro@icmc.usp.br Como

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 06 Orientação a Objetos e Classes Edirlei Soares de Lima Orientação a Objetos O ser humano se relaciona com o mundo através do conceito de objetos.

Leia mais

JPA: Persistência padronizada em Java

JPA: Persistência padronizada em Java JPA: Persistência padronizada em Java FLÁVIO HENRIQUE CURTE Bacharel em Engenharia de Computação flaviocurte.java@gmail.com Programação Orientada a Objetos X Banco de Dados Relacionais = Paradigmas diferentes

Leia mais

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008.

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. Common Object Request Broker Architecture [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. From: Fintan Bolton Pure CORBA SAMS, 2001 From: Coulouris, Dollimore and

Leia mais

Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET

Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET 1. OBJECTIVOS - Entender o contexto da plataforma.net - Desenvolver programas simples em C#.NET - Saber efectuar entradas de dados em modo Consola e Windows Forms

Leia mais

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010 Módulo 02 Programação Orientada a Objetos Última atualização: 07/06/2010 1 Objetivos Definir conceitos de orientação a objetos: o abstração, encapsulamento, pacotes. Discutir reutilização de código em

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 6: Herança e Polimorfismo LEEC@IST Java 1/52 Herança revisão A herança é um mecanismo em que a subclasse constitui uma especialização da superclasse. A superclasse pode

Leia mais

Sistemas Distribuídos RPC Remote Procedure Call

Sistemas Distribuídos RPC Remote Procedure Call Sistemas Distribuídos RPC Remote Procedure Call Universidade Federal do ABC Turma: Ciência da Computação Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto Cliente/Servidor Quais os problemas? Baseado em E/S Erro propagado

Leia mais

Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para a entrada e saída padrão. Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para arquivos

Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para a entrada e saída padrão. Ler e escrever bytes, caracteres e Strings de/para arquivos O pacote java.io Material baseado na apostila FJ-11: Java e Orientação a Objetos do curso Caelum, Ensino e Inovação, disponível para download em http://www.caelum.com.br/apostilas/ 1 Objetivos Ler e escrever

Leia mais

Object Brokers. Tecnologias de Middleware 2004/2005 André Santos

Object Brokers. Tecnologias de Middleware 2004/2005 André Santos Object Brokers Tecnologias de Middleware 2004/2005 André Santos Resumo O que são Object Brokers? Como surgiu o conceito? CORBA Exemplos de utilização Comparação com Java RMI Actualidade (J2EE,.NET) O que

Leia mais

Java Threads. Introdução

Java Threads. Introdução Java Threads mleal@inf.puc-rio.br 1 Introdução O único mecanismo de concorrência suportado explicitamente pela linguagem Java é multi-threading. threading. Os mecanismos de gerenciamento e sicronização

Leia mais

Programação Concorrente/Paralela em Java

Programação Concorrente/Paralela em Java em Java Resolução do Exercício 1 public class Cont extends Thread { protected int ct; public Cont() { ct=0; public synchronized void inc() { ct++; public void run() { for (int i=0; i

Leia mais

Classes de Entidades Persistentes JDB

Classes de Entidades Persistentes JDB Classes de Entidades Persistentes JDB Brasil, Natal-RN, 07 de setembro de 2011 Welbson Siqueira Costa www.jdbframework.com Nota de Retificação: em 11/12/2011 a Listagem 3 desse tutorial sofreu uma pequena

Leia mais