FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS"

Transcrição

1 FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS CURSOS: GRADUAÇÃO EM MEDICINA GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA Catalogo Institucional (Portaria nº 971 de 22/08/1997) 2007/2008

2 A Fundação Benedito Pereira Nunes e a Faculdade de Medicina de Campos apresentam o seu Catálogo Institucional com o objetivo de oferecer uma visão concreta do seu Curso de Medicina e Farmácia, com suas finalidades, ações, recursos humanos, instalações, infra estrutura e experiências inovadoras, para todos os que desejem melhor nos conhecer ou fazer parte desta Instituição Comunitária. A FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES Entidade filantrópica, sem fins lucrativos, de Domínio Público e Direito Privado, criada em 1934, tem por finalidades: manter Instituições que prestem Serviços Médicos, especialmente a pessoas carentes; criar, instalar e manter Estabelecimentos de Ensino Médico e Paramédicos e Institutos Científicos; criar e manter serviços educacionais e assistenciais correlatos aos seus fins; manter intercâmbio ou estabelecer contratos ou convênios com hospitais locais ou regionais, públicos ou privados, para atender às suas finalidades, aos seus planos de Trabalho e aos objetivos dos cursos Médicos e Paramédicos. Instituição criada pela Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia, com o apoio da Comunidade Campista, seu controle é feito na forma da lei pela Curadoria das Fundações do Interior e na forma de seus Estatutos, pelo Conselho Supremo, constituído por Dirigentes Titulares de 32 (trinta e duas) Entidades de Campos dos Goytacazes, entre elas figurando: a Sociedade de Medicina e Cirurgia, a Prefeitura Municipal, a Câmara Municipal, o Judiciário da Comarca, a Santa Casa de Misericórdia, a Sociedade Portuguesa de Beneficência, a Associação Fluminense dos Plantadores de Cana, Faculdade de Medicina, o Diretório Acadêmico Luiz Sobral da Faculdade de Medicina, o Sindicato dos Médicos, a Associação de Imprensa Campista, a Associação Comercial e Industrial, as Fundações Cultural, Rural e de Desenvolvimento do Norte Fluminense, 04 (quatro) Instituições de Ensino Superior de Campos, 10 (dez) Clubes de Serviço, Clube dos Médicos, Associação de Ex alunos, Associação de Docentes da Faculdade de Medicina e Conselho Comunitário Municipal de Saúde. Fundação Filantrópica, mantenedora do Hospital Escola Álvaro Alvim, da Faculdade Medicina de Campos, do Centro Social Universitário de Custodópolis e de vários programas assistenciais e de educação para a comunidade carente. Em 04/08/2003 foi implantado o Curso de Farmácia/Análises Clínicas e Toxicologia, atualmente chamado apenas Farmácia. A FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS A Faculdade de Medicina de Campos (F.M.C.), Instituição de Ensino Superior, isolada e privada, sem fins lucrativos, criada e mantida a partir de 1967, pela Fundação Benedito Pereira Nunes (F.B.P.N.), por proposta da Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia e necessidade comunitária, teve como motivação inicial principal a formação de Médicos, para a inserção na realidade Geo Educacional do Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro, com extensão para o restante do País. Alcançou em seus primeiros 25 anos de existência um

3 conceito de Instituição sério e capaz de ministrar um Curso Médico de qualidade, de acordo com os paradigmas vigentes no Ensino Médico de nosso País e a determinação de seus Fundadores. Em 1993, um grupo de Docentes, formado por Ex alunos e Professores que formaram sua experiência profissional na Faculdade de Medicina de Campos, assumiu a responsabilidade pela sua Gestão e com isso os compromisso; de transformar seu Modelo Pedagógico, promover uma maior Integração com a comunidade interna e externa e adequar a Infra Estrutura às necessidades contemporâneas. Todos os avanços alcançados nas três áreas, têm como fundamento filosófico dos Gestores, compartilhado pelos Docentes, Discentes e Funcionários, uma constante busca da Humanização na prática de todas as horas, na formulação de todos os Projetos e na execução de todos os Programas. Esta é a marca mais atual de nossa Escola. RELAÇÃO DOS DIRIGENTES DA INSTITUIÇÃO E COORDENADORES COM RESPECTIVA TITULAÇÃO E REGIME DE TRABALHO NOME CARGO TITULAÇÃO REGIME DE TRABALHO Nélio Artiles Freitas Diretor Integral Maria das Graças Sepúlveda Campos e Campos Vice Diretora Doutorado Integral Paulo Gustavo Araujo Coordenador de Graduação Integral Maria das Graças Sepúlveda Campos e Campos Coordenadora Pedagógica e de Cultura Doutorado Integral Regina Célia de Souza Campos Fernandes Coordenadora de Pesquisa Doutorado Integral Abdalla Dib Chacur Coordenador de Pós Graduação e Extensão Integral Márcio Sidney Pessanha de Sousa Coordenador de Internato Integral Annelise Maria de Coordenadora do Curso de Graduação em Doutorado Integral

4 Oliveira Wilken de Abreu Farmácia RELAÇÃO NOMINAL DO CORPO DOCENTE, SUA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E REGIME DE TRABALHO PROF. ABDALLA DIB CHACUR Área / Disciplina Ginecologia Regime de Trabalho Integral PROF. ALDO FRANKLIN FERREIRA REIS Área / Disciplina Obstetrícia e Tocoginecologia Doutorado PROFª. ANA MARIA NUNES MENDONÇA Área / Disciplina Patologia Geral Doutorado PROFª. ANA MARIA SARTORI Área / Disciplina Obstetrícia Especialização PROFª ANDRÉYA MOREIRA DE SOUZA SOARES MACHADO Área / Disciplina Semiologia PROFª. ANNELISE MARIA DE O. W. DE ABREU Área / Disciplina Integração, Biologia e Histologia Doutorado Regime de Trabalho Integral PROF. ANTONIO CARLOS PERES DA SILVA Área / Disciplina Microbiologia Geral e Médica PROF. ANTONIO JOSÉ M. DA SILVA MOREIRA Área / Disciplina Bioquímica PROF. AUGUSTO CÉSAR M. PEREIRA BASTOS Área / Disciplina Parasitologia Médica Regime de Trabalho Horista PROF. BENEDICTO WALDYR POHL Área / Disciplina Clínica Médica PROF. CARLOS HAMILTON O. DA CONCEIÇÃO Área / Disciplina Pediatria PROF. CARLOS HENRIQUE DA SILVA PAES Área / Disciplina Ginecologia PROF. CARLOS ROBERTO PEREIRA DUTRA Área / Disciplina Cl.Ortopédica e Traumatológica PROFª. CARMEN CÉLIA DE O. A. MORETTO Área / Disciplina Pediatria PROFª. CAROLINA DE CASSIA R. DE ABREU Área /Disciplina Saúde Coletiva II PROFª. CELINA MÁRCIA F. R. B. A. RANGEL Área / Disciplina Obstetrícia PROF. CHARBELL MIGUEL HADD KURY Área / Disciplina Bioquímica PROF. CÉSAR RONALD PEREIRA GOMES Área / Disciplina Saúde Coletiva I PROF. CLÁUDIO LUIZ DOS S. TEIXEIRA

5 Área / Disciplina Metodologia Científica I I I, Métodos Quantitativos e Semiologia PROFª. CLÍCIA MÁRCIA CRESPO ARAÚJO Área / Disciplina Ginecologia PROF. CONSTANTINO CAMPOS FERNANDES Área / Disciplina Cirurgia Geral PROFª. CONSUELO CHICRALLA MARTINS Área / Disciplina Obstetrícia Mestre PROF. DIB ABDALLA CHACUR Área / Disciplina Ginecologia PROF. EDILBERT PELEGRINI NAHN JUNIOR Área / Disciplina Dermatologia PROF. EDILBERTO PARAVIDINI Área / Disciplina Semiologia PROF. EDINO JURADO DA SILVA Área / Disciplina Semiologia Livre Docência/Dout. PROFª. EDNA DA CRUZ V. P. DE MORAES Área / Disciplina Saúde Coletiva I PROF. EDSON BATISTA Área / Disciplina Cirurgia PROFª. ELIANE CRISTINA C. ALVES DIAS Área / Disciplina Pediatria PROFª. ELIANE GOMES DE ALMEIDA Área / Disciplina Bioquímica Doutorado PROFª. ELIZABETH PASSEBON SOARES Área / Disciplina Pediatria PROF. ENRIQUE ANTONIO C. LOAYZA Área / Disciplina Fisiologia I e II PROF. ERIK SCHUNK VASCONCELOS Área / Disciplina Saúde Coletiva II PROF. ERNESTO CARLOS PESSANHA Área / Disciplina Clínica Médica PROF. EVALDO LUIZ OTAL BAPTISTA Área / Disciplina Saúde Coletiva PROFª. FÁTIMA DIAS BARBOSA Área / Disciplina Obstetrícia PROF. FERNANDO ANTONIO M. JUNCÁ Área / Disciplina Clínica Médica PROF. FERNANDO DE C. VASCONCELLOS Área / Disciplina Medicina Legal PROF. FERNANDO LUIZ R. DE AZEVEDO Área / Disciplina Obstetrícia PROF. FERNANDO MANOEL PAES LEME Área / Disciplina Cirurgia Geral Livre Docência

6 PROF. FREDERICO PAES BARBOSA Área / Disciplina Clínica Médica PROF. GERALDO AUGUSTO P. VENANCIO Área / Disciplina Clínica Médica PROF. GILSON GOMES DA SILVA LINO Área / Disciplina Integração, Biologia, Histologia e Pediatria Regime de Trabalho Integral PROF. HENRIQUE AMORIM FERNANDES Área / Disciplina Oftalmologia PROFª. IONILDA G. DO R. V. DE CARVALHO Área / Disciplina Semiologia PROF. ISRAEL DE BARROS RIBAS Área / Disciplina Clínica Médica PROF. JAIR ARAÚJO JUNIOR Área / Disciplina Anatomia I, II, III, Cirurgia, Integração Livre Docência PROF. JAYME TINOCO NETTO Área / Disciplina Cirurgia Geral PROF. JOÃO BOSCO DE QUEIROGA LOPES Área / Disciplina Imagenologia I e II PROF. JOÃO LUIZ MATOS DE ALMEIDA Área / Disciplina Dermatologia PROF. JOMIR CARLOS PEREIRA Área / Disciplina Saúde Coletiva PROF. JORGE LUIZ ALMEIDA MIRANDA Área / Disciplina Cirurgia PROF. JORGE SABANEEFF Área / Disciplina Urologia Doutorado PROF. JOSÉ OTILIO LEITE MACHADO Área / Disciplina Parasitologia Livre Docência PROFª. JUÇARA SOARES GUIMARÃES Área / Disciplina Microbiologia Geral e Médica PROFª. LAYLA AYD DE OLIVEIRA Área / Disciplina Pediatria PROFª. LEILA WERNECK BARRETO Área / Disciplina Obstetrícia PROF. LEONARDO SANTOS MONTEIRO Área / Disciplina Anatomia I e II, Cirurgia Geral PROFª. LÍDIA MÁRCIA SILVA SANTOS Área / Disciplina Biologia PROFª. LIGIA MARIA MENEZES MUYLAERT Área / Disciplina Semiologia, Saúde Coletiva I PROFª. LILIAN RANGEL GOMES DA SILVA Área / Disciplina Pediatria PROF. LUCIANO NEVES REIS Área / Disciplina Fisiologia I e II PROF. LUIZ CLÓVIS B. GUIMARÃES Área / Disciplina Clínica Médica

7 PROF. LUIZ CLÓVIS PARENTE SOARES Área / Disciplina Clínica Médica PROF. LUIZ EDUARDO CASTRO DE OLIVEIRA Área / Disciplina Clínica Médica PROF. LUIZ ELPÍDIO MARTINS MANHÃES Área / Disciplina Clínica Médica PROF. LUIZ FELIPE RABELLO E SILVA Área / Disciplina Obstetricia PROF. LUIZ FERNANDO M. ALVES MOREIRA Área / Disciplina Anatomia I e II PROF. LUTERO MENDES MACHADO Área / Disciplina Cirurgia PROFª. MARIA ANGÉLICA ALVES G. DA SILVA Área / Disciplina Obstetrícia PROFª. MARIA AUXILIADORA P. PEÇANHA Área / Disciplina Patologia Geral PROFª. MARIA DAS GRAÇAS B. DE ABREU Área / Disciplina Dermatologia, Cirurgia e Pediatria Regime de Trabalho Parcial PROFª. MARIA DAS GRAÇAS M. FREIRE Área / Disciplina Imunologia Médica Doutorado PROFª. MARIA DAS GRAÇAS S. C. E CAMPOS Área / Disciplina Dermatologia e Pediatria Doutorado Regime de Trabalho Integral PROFª. MARIA DE FÁTIMA MONTEIRO DA SILVA Área / Disciplina Microbiologia Geral e Médica PROF. MAGID ABUD Área / Disciplina Regime de Trabalho Otorrinolaringologia Horista PROF. MARIANTO FREITAS CUNHA FILHO Área / Disciplina Pediatria PROF. MAKHOUL MOUSSALLEM Área / Disciplina Anatomia PROF. MÁRCIO SIDNEY P. DE SOUSA Área / Disciplina Clínica Médica PROF. MARCO ANTONIO G. V. DE CARVALHO Área / Disciplina Cirurgia PROF. MARCO AURÉLIO F. DE ALVARENGA Área / Disciplina Otorrinolaringologia PROFª. MARÍLIA FERREIRA CHICHARO CHÁCAR Área / Disciplina Obstetrícia PROFª. MARINA RIBEIRO LEMOS BARROS Área / Disciplina Ginecologia PROFª. MARLANA RIBEIRO MONTEIRO Área / Disciplina Anatomia I e II PROF. MARON EL KIK Área / Disciplina Clínica Médica PROF. MAURÍCIO LOBO ESCOCARD

8 Área / Disciplina I e II Regime de Trabalho Psiquiatria, Saúde Mental Parcial PROF. MIGUEL DE LEMOS NETO Área / Disciplina Farmacologia aplicada à Cl. Médica, Fisiologia I e II e Farmacologia I e II Doutorado PROF. MOACYR SERÓDIO GARCIA PAES Área / Disciplina Ginecologia PROFª. NÁBIA MARIA MOREIRA SALOMÃO SIMÃO Área / Disciplina Patologia Geral PROF. NÉLIO ARTILES FREITAS Área / Disciplina Doenças Infecciosas e Parasitárias Regime de Trabalho Integral PROF. NÉRTON PINTO FERNANDES TÁVORA Área / Disciplina Microbiologia Geral e Médica PROFª. NORMA TOGNON PEDRA FERREIRA Área / Disciplina Otorrinolaringologia PROFª. ODILA MARIA F. DE CARVALHO MANSUR Área / Disciplina Pediatria PROF. OSCAR LARA ROCHA JUNIOR Área / Disciplina Doenças Infecciosas e Parasitárias e Saúde Coletiva PROF. OSVALDO DA COSTA CARDOSO DE MELO Área / Disciplina Oftalmologia PROF. OSVALDO LUIZ CARDOSO DE MELO NETO Área / Disciplina Educação Física PROF. OTILIO MACHADO PEREIRA BASTOS Área / Disciplina Parasitologia Doutorado PROF. PAULO CESAR BASTOS FREIRE Área / Disciplina Urologia PROF. PAULO CÉSAR LEITÃO PARAVIDINI Área / Disciplina Clínica Médica PROF. PAULO DE ASSIS MELO Área / Disciplina Fisiol. II e Farmacologia I e II Doutorado PROF. PAULO GUSTAVO ARAUJO Área / Disciplina Clínica Médica e Saúde Coletiva I Regime de Trabalho Integral PROFª. REGINA CÉLIA DE S. C. FERNANDES Área / Disciplina Obstetrícia Doutorado Regime de Trabalho Integral PROF. RENATO ALVES MORETTO Área / Disciplina Pediatria PROF. RICARDO GUERRA PEIXE Área / Disciplina Oftalmologia PROF. RODRIGO SÉRGIO C. QUITETE DE MORAES Área / Disciplina Pediatria PROF. RUBEM DE ANDRADE ARRUDA Área / Disciplina Urologia Livre Docência PROFª. SONIA DE OLIVEIRA A. GUIMARÃES

9 Área / Disciplina Dermatologia, Clínica Área / Disciplina Imunologia Médica Médica e Saúde Coletiva Doutorado PROFª. VANDA TEREZINHA VASCONCELOS PROFª. SYLVIA REGINA DE SOUZA MORAES Área / Disciplina Saúde Coletiva I Área / Disciplina Pediatria PROFª. VANICE MARIA ROCHA DA SILVA SANTOS PROFª. TÂNIA TANO Área / Disciplina Biologia Área / Disciplina Fisiol. II, Farmacologia I e II Doutorado PROFª. VERA LUCIA MARQUES DA SILVA Área / Disciplina Saúde Coletiva PROF. TELMO GARCIA TEIXEIRA JUNIOR Área / Disciplina Doenças Infecciosas e Parasitárias PROF. WILSON PAES Área / Disciplina Ginecologia PROF. VALDEBRANDO MENDONÇA LEMOS Área / Disciplina Semiologia e Clínica Médica PROF. WILSON RODRIGUES CABRAL FILHO Livre Docência Área / Disciplina Pediatria PROF. VALMIR LAURENTINO SILVA LISTAGEM DE DOCENTES TEMPORÁRIOS CONTRATADOS NOME Dr. Adalberto Cruz Fonseca Drª Adriana de Menezes Martins Fioravanti Dr. Alcino Sahid Faco Hauaji Dr. Alexandre Pontes Aguiar Dr.ª Ana Patrícia Cabral de Lima Dr.ª Andrea Guedes Amaral Dr.ª Anelisa Maciel Martins Dr. Antônio Andrade Simão Dr. Antônio Carlos Ribeiro Neto Dr. Antonio Salim Khouri Dr. Berilo Ferreira Marinho Dr. Carlos Augusto Peixoto Zulchner Dr. Carlos Eduardo Anomal Monteiro Dr. Cássio Pires Rocha Dr. Charbell Miguel Haddad Kury Dr. Claúdio Arantes da Silva Botelho Dr. Denisley Henrique de Jesus Dr.ª Elizamar Alves da Mata Escocard Dr. Eniltom Monteiro Machado Dr.ª Fabiane Simões Rodrigues Dr. Fabiano Córdova Guimarães Dr. Fernando Cesar Rodrigues de Almeida Dr. Gilmar Peixoto Lessa TITULAÇÃO Mestrado Mestrado

10 Dr. Hebert Rocha Pires Júnior Dr.ª Helandra Márcia Siqueira Riscado Dr. Iran Cadete de Rezende Drª Isabelle Pacova Pereira Mata Dr. Israel Nunes Alecrim Dr.ª Janaina de Castro Cardoso Tavares Viana Dr. Jóber Velasco Hernandes Brito Dr. José Claúdio da Silva Manhães Dr. José Teles de Andrade Dr. Leonardo de Sá Viana Dr. Leonardo França Motta Dr. Lewry Gulin Crivellaro Dr. Luiz Fabiano Cabral Rios Dr. Luiz Guilherme Campos Alberto Dr. Luiz José de Souza Drª Lydia Beatriz Lima Nascimento Drª Márcia Azevedo Caldas Dr. Marcio Flor Manhães Drª Maria Stela Bogado Fassbender Dr. Messias Moreira de Souza Drª Patrícia Azevedo da Silva Palmeira Drª Patrícia Rangel Rodrigues Drª Renata Martins Loureiro Drª Renata Restay Dr. Ricardo Gomes de Vasconcelos Dr. Ricardo Venâncio Juliboni Dr. Robson de Jesus Pinheiro Gomes Dr. Rogério Mansur Bustamente Sá Drª Rosimeri de Sá Barreto Drª Sandra Santos Nassar Dr. Valério Chierici Pereira Drª Vera Cardoso de Melo Dr. Vitor Motta Carneiro Doutor Graduação Doutor Mestrado DESCRIÇÃO DA BIBLIOTECA a) Acervo de livros e periódicos, por área do conhecimento: Base Utilizada: PERGAMUM Sistema Integrado de Bibliotecas: LIVROS (impressos) PERIÓDICOS (impressos) LIVROS (eletrônicos) Assinaturas PERIÓDICOS (eletrônicos) Assinatura Títulos Exemplares Correntes Parados 51 títulos 80 títulos MONO GRAFIAS 64 (Sistema Caribe) TESES E DISERTAÇÕES 333 (Sistema Caribe) N E N E FOLHETOS Exemplares Exemplares 6368

11 Títulos = 364 Exemplares Biblioteca Central FMC Período de Aquisição por Áreas do Conhecimento Livros Periódicos Vídeos CD Room Títulos Exemplares Nacionais Estrageiros Títulos Exemplares Títulos Exemplares Bases de Dados Existentes até Ciências Exatas e da Terra Ciências Biológicas Engenharias Ciências da Saúde Ciências Agrárias

12 Período de Aquisição por Áreas do Conhecimento Livros Periódicos Vídeos CD Room Títulos Exemplares Nacionais Estrageiros Títulos Exemplares Títulos Exemplares Bases de Dados 6 Ciências Sociais e Aplicadas Ciências Humanas Lingüística, Letras e Artes Total Adquirido no 1º semestre de Ciências Exatas e da Terra Ciências Biológicas Engenharias Ciências da Saúde Ciências Agrárias Ciências Sociais e Aplicadas Ciências Humanas Lingüística, Letras e Artes Total Adquirido no 2º semestre de Ciências Exatas e da Terra Ciências Biológicas Engenharias Ciências da Saúde Ciências Sociais e Aplicadas Ciências Humanas Total Total Biblioteca Central FMC

13 Áreas do Conhecimento PERIÓDICOS CORRENTES TOTAL Estrangeiros Nacionais Total 1. Ciências Exatas e da Terra Ciências Biológicas Engenharias Ciências da Saúde Ciências Sociais e Aplicadas Ciências Humanas TOTAL ) Política de atualização do acervo: A atualização do acervo é feita através de aquisições, permutas ou doações de documentos que atendam aos programas dos cursos oferecidos pela Instituição em consonância com o seu Projeto Pedagógico, considerando ainda os padrões e relações números/alunos para cada disciplina estabelecidos pelos critérios do Instituto Nacional de Pesquisa (INEP) órgão responsável pela avaliação de condições de funcionamento dos cursos. Por indicação do corpo docente nos Planos de Ensino ou através da Internet no link Sugestões Gerais no site da biblioteca; pela manutenção de assinaturas de periódicos impressos e/ou bases de dados eletrônicas; pelo serviço de reserva do usuário (mensalmente); pela disponibilização de bases de dados especializados on line (acesso de domínio público) no site da biblioteca; por pesquisa em catálogos de editoras ou buscas em sites especializados em vendas e divulgação de materiais bibliográficos; por doações e permutas; 2) Expansão do acervo: A política de aquisição e expansão do acervo foi elaborada considerando a autonomia didática da Faculdade de Medicina de Campos e o planejamento anual de proposta orçamentária feito pelos setores administrativos para apresentação à Comissão de Planejamento e Orçamento

14 da Faculdade de Medicina de Campos (Diretor da FMC, Conselho Diretor, ADOMEC, DALS e AFAMEC para aprovação dos Conselhos Departamentais e Superior e posteriormente pela diretoria da Fundação Benedito Pereira Nunes. Esta verba estipulada e autorizada anualmente é dividida em aquisições mensais acrescida dos valores adquiridos por alguns serviços prestados pela biblioteca e pela sala multimídia aos usuários. As aquisições deverão atender aos programas dos cursos oferecidos pela Instituição em consonância com o seu Projeto Pedagógico, considerando ainda os padrões e relações números/alunos para cada disciplina estabelecidos pelos critérios do Instituto Nacional de Pesquisa (INEP), órgão responsável pela avaliação de condições de funcionamento dos cursos. Cabe a bibliotecária responsável pela aquisição: a) Receber anualmente as listagens bibliográficas encaminhadas pelo coordenador do curso ou titulares das diversas disciplinas; b) Verificar a existência dos títulos e número de exemplares de acordo com o número de alunos matriculados na disciplina; c) Elaborar a listagem dos livros, mensalmente, de acordo com a verba prevista, considerando a ordem de prioridades abaixo discriminada; d) Realizar a cotação de preços dos itens, consultando duas ou três firmas do comércio livreiro; e) Encaminhar esta listagem de livros, através de empenho de solicitação de compra, acompanhada das respectivas cotações de preços para avaliação e autorização do setor de compras e direção da FMC; f) Receber o empenho autorizado, solicitar e adquirir os itens bibliográficos no livreiro selecionado no processo de cotação de preços; g) Receber a compra, conferir os itens e encaminhar as notas fiscais para o responsável do almoxarifado e tesoureiro da FMC; h) Encaminhar ao coordenador do curso, a relação das falhas no envio de itens nas listagens bibliográficas, por motivo de edição esgotada, para participação ao responsável pela disciplina; i) Divulgar as novas aquisições de títulos e exemplares para o acervo da biblioteca, através de carta ao responsável da disciplina e produção do Boletim Informativo da Biblioteca prof. Luiz Augusto Nunes Teixeira em forma impressa (bimestralmente) e no site da biblioteca em Novas Aquisições. Ordem de prioridades no processo de seleção: 1º Bibliografia básica indicada pelos professores das diversas disciplinas. 2º Bibliografia complementar indicada pelos professores das diversas disciplinas. 3º Assinatura dos principais títulos de periódicos indicados pelos professores das diversas disciplinas em forma impressa e/ou bases de dados de periódicos eletrônicos. 4º Compra dos títulos de livros mais procurados no serviço de reserva de livros. 5º Consulta aos catálogos das editoras para atualização do acervo, através da compra das edições novas dos títulos indicados pelas bibliografias das diversas disciplinas e envio dos catálogos de novos lançamentos aos coordenadores de curso para divulgação perante os seus professores. 6º Atendimento das sugestões individuais de títulos de livros dos professores e acadêmicos feitas, por solicitação escrita, no balcão de empréstimos ou através do link Sugestões gerais dentro da Consulta ao Catálogo, no site da biblioteca na WEB.

15 3) Informatização da biblioteca: Sistema informatizado de gerenciamento da biblioteca do acervo e dos serviços prestados: a) Base de automação do acervo: Software: PERGAMUM Sistema Integrado de Bibliotecas Empresa: Sociedade Paranaense de Cultura Campos e códigos de catalogação AACR2, (Código de catalogação anglo americano) e DDC22 Dewey Decimal Classification b) Processamento técnico de alimentação do software (6 computadores para os serviços automatizados prestados por este setor): Entrada de dados on line; Formato MARC 21 dos registros bibliográficos para exportação e importação; Formato MARC 21 dos registros internos; Importação de dados de centros de catalogação cooperativa on line e CD ROM via via formato/so 2709; Exportação de dados no formato/ SO 2709, para intercâmbio de registros bibliográficos; Geração de etiquetas de código de barras para empréstimo e etiqueta de lombada dos documentos; Inclusão de novos exemplares de um mesmo título; Manutenção e controle de autoridade (Nomes, Assuntos, Títulos); Cópia de registros facilitando o cadastro de materiais com edições diferentes; Construção automática de lista de autoridades a partir dos registros incluídos; Incorporação de textos digitalizados; Sistema de gerenciamento do texto, imagem e som; Correção dos registros associados a um autor ou assunto mediante alteração na lista de autoridades; Consulta ao cadastro de autoridades, lista de editoras e lista de siglas durante o cadastramento de um registro; Controle de periódicos com Kardex e indexação de artigos; Controle de aquisição interligado com o processo de catalogação. c) Disponibilização do acervo para consulta: Consulta local ao catálogo do acervo na rede interna da biblioteca (entrada da biblioteca 2 microcomputadores). Consulta on line ao catálogo do acervo, reserva, renovação, sugestões e comentários, solicitação de aquisição de materiais, consulta de material pendente, histórico de empréstimos, débitos, aquisições. d) Pontos de acesso e utilização das informações (bases de dados e portais de periódicos, via WEB: Rede on line (Internet): Sala multimída (Biblioteca) com 09 computadores e 20 assentos Laboratório de Informática 17 computadores = 34 assentos para busca bibliográfica nas

16 bases de dados on line e na rede Internet Rede local da Biblioteca: 2 microcomputadores de consulta ao acervo (na entrada da biblioteca) e 6 computadores para os serviços automatizados prestados por este setor. Acesso a portais eletrônicos, via on line: MD Consult Core Collection (assinatura anual) com a firma Dot.Lib Professional. Site da biblioteca da FMC Seleção e disponibilização de títulos e periódicos eletrônicos full text, nacionais e estrangeiros na área de Saúde: Medicina e Farmácia, com acesso livre e gratuito, via WEB. Seleção feita pelas bibliotecárias da FMC. Portais eletrônicos de acesso livre (domínio público): BIREME, PUBMED Central, FreeMedical Journals, Scirus, ect... e) Equipamentos da Rede Local: Consulta 01: Sala de recepção: Consulta ao acervo da biblioteca pelos usuários: Sistema Operacinal Microsoft Windows 2000 Professional Processador AMD Athlon 800 MHz HD de 20 GB Memória RAM de 256 MB Consulta 02: Sala de recepção: Consulta ao acervo da biblioteca pelos usuários Sistema Operacional Microsoft Windows 2000 Professional Processador AMD Athlon 700 MHz HD de 15 MB Memória RAM de 128 MB Micro 1: Sala da administração ( processamento técnico): Sistema Operacional Microsoft Windows 2000 Professional e Conectiva Linux 10 Microsoft Office XP e BR Office.org. 2.0 Processador Pentium IV 3.0 GHz HD de 40 GB Memória RAM de 512 MB Impressora jato de tinta colorida HP Deskjet 695C Micro 2: Sala da administração: Sistema Operacional Microsoft Windows 2000 Professional e Conectiva Linux 10 Microsoft Office XP Standard e BR Office.org. 2.0 Processador Pentium IV 3.0 GHz HD de 40 GB Memória RAM de 512 MB Kit multimídia Impressora jato de tinta colorida HP Deskjet 695C (em rede) Micro 03: Sala da recepção. Sistema Operacional Microsoft Windows XP

17 BR Office.org. 2.0 Processador Intel Celeron 2.6 GHz HD de 80 GB Memória RAM de 256 MB Impressora jato de tinta colorida HP deskjet 695C (em rede) Micro 04: Sala de referência Sistema Operacional Microsoft Windows 2000 Professional e Conectiva Linux 10 BR Office.org. 2.0 Processador Pentium IV 3.0 GHz HD de 40 GB Memória RAM de 512 MB Impressora jato de tinta colorida HP deskjet 695C (em rede) Micro 05: Balcão de empréstimos: Sistema Operacional Microsoft Windows 2000 Professional e Conectiva Linux 10 Microsoft Office XP Standart e BR Office.org. 2.0 Processador Pentium IV 3.0 GHz HD de 40 GB Memória RAM de 256 MB Impressora jato de tinta colorida HP Deskjet 695C (em rede) Impressora térmica BETAMECH Leitora óptica PIN teclado Gertec linha PIN Pad 12 teclas acoplado ao teclado, linha magnética. Micro 06: Balcão de empréstimo Sistema Operacional Microsoft Windows 2000 Professional e Conectiva Linux 10 Microsoft Office XP Standart e BR Office.org. 2.0 Processador Athlon XP 2.4 GHz HD de 40 GB Memória RAM de 256 MB Kit multimídia Impressora jato de tinta colorida HP DESKJET 695C (em rede) Impressora térmica BETAMECH Leitora óptica PIN teclado Gertec linha PIN Pad 12 teclas acoplado ao teclado, linha magnética. Participação em redes: BIREME (Rede de Informação em Ciências da Saúde) Biblioteca participante e cooperante. COMUT (Rede de Comutação bibliográfica) Programa COMUT Biblioteca Solicitante. GRUPO DE COMPARTILHAMENTO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DO RJ Biblioteca participante e cooperante REDE COMPARTILHADA PERGAMUM (PUCPR) Biblioteca participante e cooperante. Horário de Funcionamento:

18 Segunda a sexta feira 8 às 21 horas. Sábado 8 às 12 horas. II DESCRIÇÃO DA ESTRUTURA: 1. Ambiente: Climatizado Espaço físico sinalizado Extintores de incêndio Esterilizadores de ar e sistema antimofo Iluminação (lâmpadas fluorescentes) 2. Espaço físico total: 318,83 m 2 Sala de recepção: 45,38 m 2 Sala da administração da biblioteca: 9,45 m 2 Sala do processamento técnico: 14,58 m 2 Sala de estudo individual: 27,93 m 2 Salas de estudo em grupo: Sala 1: 5,78 m 2 Sala 2: 5,78 m 2 Sala de estudos: 67,10 m 2 Sala multimídia: 19,25 m 2 Sala de referência e videoteca: 6, 56 m 2 Sala de acervo de livros e periódicos: 73,43 m 2 Sala de exposição de periódicos: 5,05 m 2 Sala de periódicos: 30,70 m 2 Banheiros: Banheiro dos usuários: 1,90 m 2 Banheiro dos funcionários: 2,70 m 2 3. Mobiliário: Cabines de estudo individual 13 cabines. Sala de estudos em grupo: 2 mesas com 10 assentos. Sala de estudos: Mesas individuais de estudo 9 mesas. Mesas de estudo: 12 mesas com 5 lugares. Número de assentos na sala de estudos: 69 assentos. Total de mesas: 23 mesas. Total de assentos: 101 assentos. DESCRIÇÃO DOS LABORATÓRIOS, POR ÁREA DE CONHECIMENTO, EQUIPAMENTOS DISPONÍVEIS E ÁREA FÍSICA: A) LABORATÓRIO DE ANATOMIA -06 salas destinadas a apresentações práticas para os Cursos de Graduação e Pós Graduação; -Planejamento didático pedagógico; -Preparo de cadáveres e peças anatômicas; -Armazenamento de cadáveres.

19 -O acervo da Disciplina compõe se de peças anatômicas e modelos sintéticos segmentares e completos; -O Anatômico possui 12 bancadas para estudo prático; -Lavabo na ante sala do Anatômico e banheiros anexos às instalações de prática. LABORATÓRIO DE HISTOLOGIA E BIOLOGIA (Embriologia, Citologia e Genética) e PATOLOGIA (Para preparação de lâminas e pesquisas): -Sala com 32 microscópios ópticos Olympus monoculares e Projetos de lâminas em Sistema de Vídeo -Microscópios Óptico Olympus Trinocular para Microfotografia e Microfilmagem com câmera filmadora Toshiba e Monitor Olympus associado. -Sistema de Microfilmagem, Microfotografia e Printer polaróide Óptica. -Sistema de Televisão Vídeo acoplado a câmera de microfilmagem. -Sistema de captura e processamento digital de imagem microscópica. -O acervo compõe se de coleção de Moldes de embriões em vários estágios de desenvolvimento, coleção de vídeos de Histologia, coleção de "slides". -Laboratório de Preparo de lâminas histológicas para observação em Microscopia Óptica. -Linhas de Pesquisa atuais do Laboratório de Preparo de lâminas histológicas:. em Genética "Cariotipagem de peixes". em Histologia "Estudo histoquímico de Cordão Umbilical" "Observação de grânulos citoplasmático em células musculares de Miocárdio". em Histopatologia " Estudo da ação do formol na mucosa nasal" "Ação de antibióticos sobre a mucosa gástrica" -Biotério para pequenos animais. LABORATÓRIO DE MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA E PARASITOLOGIA: -03 salas destinadas à Microscopia; -Aulas práticas; -Realização de Trabalhos e pesquisas; -Suporte e montagem de material; -Lavagem e esterilização; -01 câmara asséptica; -Aulas práticas para turmas alternadas de 32 alunos que utilizam 08 bancadas com 04 microscópios; -04 bicos de Bunsen por bancada; -02 estantes de coloração. LABORATÓRIO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA, TERAPÊUTICA EXPERIMENTAL: -Anfiteatro; -Sala de apresentação de seminários; -Biotério para animais de médio porte; -Aparelhagem (quimógrafos Bird, respiradores Palmer, respiradores Harvard, respirador Bird. Estimuladores Palmer, manômetros de mercúrio, tambores esfumaçados, aquário termostato Range e mesa cirúrgica).

20 LABORATÓRIO DE BIOQUÍMICA / BIOFÍSICA: -02 salas interligadas, equipadas com todo o material necessário às práticas específicas das Disciplinas; -Aparelhagem (espectofotômetro digital Analyrer, balança digital de precisão, cendiga, banhomaria, destilador, chapa de aquecimento). LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA: B) -Todos os serviços básicos da Faculdade de Medicina de Campos estão informatizados (15 microcomputadores a serviço das atividades acadêmicas; Laboratório de Ensino de Informática Médica em funcionamento); -Computadores: acesso à Internet com Home Page com mais de 300 Links comentados (www.fm.br) e Correio Eletrônico -Laboratório de Informática com 15 (quinze) microcomputadores Pentium ligados em rede com acesso à Internet, além de Kit Multimídia, Impressoras, Scaner de mesa, etc. -Acesso às redes de informação e acervo da Biblioteca. -Área Física: 22,36m² Infra estrutura Específica e Complementar: Área de Atenção Básica à Saúde Centro de Saúde Escola de Custodópolis Integrado ao Programa de Saúde da Família da Secretaria Municipal de Saúde SUS. Área de Atenção Hospitalar Hospital Escola Álvaro Alvim 110 leitos, 05 Salas de Cirurgia, Unidade de Terapia Intensiva com 06 leitos, Serviços de Clínicas Médica, Cirúrgica, Pediátrica e Ginecológica, Setores de Radiologia, Análises Clínicas, Anatomia Patológica, Hemodinâmica e Cirurgia Cardíaca, Neurocirurgia e Oftalmologia. Hospital dos Plantadores de Cana 225 leitos, 02 Centros Cirúrgicos, Serviços de Obstetrícia de Alto Risco, Pediatria, Cirurgia, Ginecologia e Clínica Médica e Especialidades. Sociedade Portuguesa de Beneficência de Campos 230 leitos, 06 Salas de Cirurgia, Unidade de Terapia Intensiva, Serviços de Clínicas Médica, Cirúrgica, Ginecológica, Obstétrica de baixo risco, Pediátrica e de Especialidades. Hospital Ferreira Machado 170 leitos, 06 Salas de Cirurgia, 02 Unidades de Terapia Intensiva, Hemocentro Regional, Referência nível 03 do Ministério da Saúde para urgência e emergência, Clínica Cirúrgica, Pediatria, Doenças Infecciosas e Parasitárias, Traumatoortopedia e outras especialidades. Área de Pedagogia, Cultura e Humanismo

21 C) Coordenação Pedagógica e de Cultura Coordenadora, Secretária, Gerente do Centro de Apoio Pedagógico, 03 Auxiliares administrativos, 01 Desenhista e 04 Auxiliares de Reprografia, são responsáveis pela Capacitação e Educação Permanente de nossos Docentes, pela Pós Graduação Lato Sensu, pela Educação Continuada, pelos Eventos Culturais, pelo Centro de Estudos, pelo Serviço de Apoio ao Estudante (com Psicóloga, Clínico, Assistente Social e Pedagoga) e pelo Programa Permanente de Avaliação Institucional. Principais Atividades Inovadoras: Gestão Participativa com Perspectivas Estratégicas O Orçamento e as linhas de condução filosóficas, estruturais e estratégicas da Gestão Institucional, são exercidos por colegiados com representação dos Gestores, Docentes, Discentes e Funcionários Técnico Administrativos. Profissionalização Docente Plano de Cargos, Carreira e Salários, com eixos estruturais voltados para a valorização da Capacitação (Específica e Pedagógica) e para o Desempenho (Trabalho e Produção). O currículo da Faculdade de Medicina de Campos, reestruturado a partir de 2002, baseia se nos 10 princípios abaixo, que expressão o marco conceitual e o pacto a serem seguidos. 1. Médicos humanistas, que exerçam a medicina com visão e compromisso social, formação bio psico social, e aptos à busca da educação continuada. 2. Pacto ético de todos visando ao compromisso assumido com as Bases da Atualização Curricular. 3. Atualizações de Estruturação (grade) Curricular devem ser coerentes com as Bases da Atualização Curricular, dinâmica e gradativas, integrando pessoas e conteúdos. 4. Definimos que disciplinas são locais em que grupos de pessoas adquirem e aprofundam conhecimentos de uma ou mais áreas específicas do conhecimento e habilidades. Local ou espaço curricular é onde acontece o processo de ensino e aprendizagem na Estrutura (grade) Curricular. 5. Participação de todos alunos, professores e funcionários como sujeitos na construção, execução e avaliação curricular e cuidado com a comunidade. 6. Promoção da incorporação crítica, por todos, de habilidades, atitudes e principalmente ético profissionais. 7. Interdisciplinaridade, integrando efetivamente conteúdos, habilidades, atitudes e principalmente pessoas. 8. Preparo de todos os sujeitos visando à inserção precoce dos alunos em práticas comunitárias promotoras de saúde. 9. Avaliação interna e externa como processo mediador de transformações que visem à melhoria da qualidade. 10. Valorização dos processo de formação discente atual e futuro e de gestão participativa assim como das carreiras docente e técnico administrativo. FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS AVISO DE GRADE CURRICULAR

22 A Faculdade de Medicina de Campos, nos termos da PORTARIA Nº A, de 30 de novembro de 1994, do Exmº Sr. Ministro de Estado da Educação e do Desporto, torna público o Currículo Pleno de seu curso de Graduação em Medicina a partir de 2007, aprovado pelo Conselho Departamental em reunião do dia 18 de dezembro de PRIMEIRA SÉRIE: Anatomia I 204 h/a Biologia 120 h/a Histologia 216 h/a Bioquímica 272 h/a Fisiologia I 144 h/a Imunologia Básica 72 h/a Saúde Coletiva I 120 h/a Saúde Coletiva II 72 h/a Metodologia Científica I 34 h/a Integração / Morfofisiologia 68 h/a Saúde Mental I 34 h/a Total h/a SEGUNDA SÉRIE: Semiologia 558 h/a Fisiologia II 144 h/a Farmacologia I 144 h/a Saúde Mental II 18 h/a Metodologia Científica II 18 h/a Microbiologia Geral e Médica 144 h/a Parasitologia Geral e Médica 144 h/a Patologia Geral 108 h/a Anatomia II 108 h/a Saúde Coletiva II 36 h/a Métodos Quantitativos / Informática 72 h/a Imagenologia I 54 h/a Total h/a TERCEIRA SÉRIE: Clínica Médica 624 h/a Farmacologia II 144 h/a Dermatologia 108 h/a Doenças Infecciosas e Parasitárias 168 h/a Imagenologia II 36 h/a Imunologia Médica 36 h/a Anatomia Patológica 144 h/a Anatomia III 72 h/a Farmacologia aplicada à Clínica Médica 36 h/a Metodologia Científica III 36 h/a Psicologia Médica 36 h/a Total h/a QUARTA SÉRIE: Ginecologia 154 h/a Obstetrícia 154 h/a Pediatria 266 h/a Cirurgia Geral 290 h/a Urologia 88 h/a Oftalmologia 74 h/a Otorrinolaringologia 74 h/a

23 Traumato Ortopedia 88 h/a Psiquiatria 96 h/a Medicina Legal/Ética/Bioética 96 h/a Total h/a QUINTA SÉRIE / SEXTA SÉRIE: Saúde Coletiva horas de Clínica Médica Estágio Curricular Tocoginecologia de Internato em Pediatria sistema de rodízio. Cirurgia o o Campos dos Goytacazes, 28 de fevereiro de PROF. NÉLIO ARTILES FREITAS DIRETOR As atividades de avaliação curricular constam no calendário escolar, com data predeterminada, de forma a permitir a participação de maior número de pessoas. A seguir estão expostas, de forma resumida, as etapas relativas a este processo desenvolvidas no corrente ano. No primeiro semestre de 2005 foram realizados encontros por segmentos, visando a identificar os pontos, que no consenso de determinado segmento, deveriam e de que maneira seriam reestruturados. No mês de agosto de 2005 (dias 12 e 13) realizou se a I Oficina sobre Educação Médica, com a participação do corpo docente, discente e funcionários técnico administrativos, que resultou na aprovação das diretrizes que orientariam todo o processo de adequação curricular, a saber: TORNAR AS NECESSIDADES DE SAÚDE O FATOR DE EXPOSIÇÃO RACIONALIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS RACIONALIZAÇÃO DA CARGA HORÁRIA PRÁTICA E TEÓRICA INTEGRAÇÃO DAS CIÊNCIAS BÁSICAS E PROFISSIONALIZANTES POSSIBILIDADE DE MÓDULOS OPTATIVOS ESTIMULAR A PESQUISA RACIONALIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES AUMENTAR AS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE Nos dias 17 e 18 de outubro de 2005 ocorreu o I Seminário sobre Transformação do Ensino da Faculdade de Medicina de Campos, com a participação de dois consultores externos, os professores Roberto Xavier Piccini e Luiz Augusto Facchini, onde foi apresentado, discutido e aprovado o modelo pedagógico e os reajustes do currículo atual, com base nas propostas formuladas pela direção e os segmentos acadêmicos. AVALIAÇÃO Considerando a avaliação permanente um dos pontos fundamentais para o aperfeiçoamento do processo pedagógico, a Faculdade de Medicina de Campos, mais do que a mera aplicação de instrumentos que permitam a avaliação interna e externa da instituição, tem procurado criar uma cultura da avaliação, envolvendo docentes, discentes e funcionários na consciência de que a reflexão conjunta é o melhor caminho para o crescimento da Escola e a

24 solução dos problemas. 1. A avaliação cognitiva discente envolve aspectos inerentes ao conhecimento, habilidades e atitudes compatíveis com o perfil do médico que se deseja formar. É abrangente e inclui aspectos somativos e formativos. 2. A avaliação institucional se faz em duas frentes: interna e externa. A avaliação interna, caracterizada como Sistema de Avaliação Institucional da Faculdade de Medicina de Campos SAIFMC 2004, é realizada anualmente através de um processo de consulta dos índices de satisfação de docentes, discentes e funcionários, com relação aos aspectos de infra estrutura, organização didático pedagógica e gestão. Recolhidos e tabulados os questionários, sucede se uma ampla discussão dos resultados com propostas de solução construídas coletivamente, contamos também, com 02 (dois) avaliadores externos (docente e discente). A avaliação externa é feita em obediência ao Sistema de Avaliação MEC (SINAES) que compreende o ENADE, a Auto Avaliação e a Avaliação Externa das Condições de Ensino, tendo sido constituída uma Comissão Própria de Auto Avaliação. ESTRUTURA INFORMATIZADA POR SETOR Cadastro dos Computadores e Equipamentos de Informática da FMC 4 Computadores Coordenação e Gerência de Informática 2 Computadores Coordenação de Pesquisa 10 Computadores Sala Central da Rede 15 Computadores Laboratório de Informática 9 Computadores Sala Multimídia

25 C.A.P. 1 Computador Produção Visual 1 Computador C.A.P. (projetores Multimidia) 12 Computadores Secretaria de Farmácia 2 Computadores Tesouraria 5 Computadores Departamento Pessoal 6 Computadores Secretaria de Medicina 3 Computadores Direção 3 Computadores Contabilidade 2 Computadores Gestão de Pessoas 2 Computadores

26 Almoxarifado 1 Computador Sala das Coordenações 3 Computadores Biblioteca 8 Computadores Histologia 1 Computador Patrimônio 2 Computadores Sala da Anatomia (Dr. Jair) 1 Computador Administração e Setor de Compras 1 Computador Gabinete da Fundação 1 Computador Sala dos Professores 1 Computador Secretaria da Fundação 1 Computador

27 Coordenação de Pós graduação 3 Computadores Serviço Social 1 Computador Secretaria do Curso Técnico de Enfermagem 1 Computador Coordenação e Secretaria do Internato 1 Computador Total de Computadores 103 Total de Computadores com acesso à Internet 91 Número de alunos: O Curso de Graduação em Medicina da Faculdade de Medicina de Campos, foi autorizado e reconhecido respectivamente pelos Decretos Presidenciais nº de 18 de setembro de 1967 e de 07 de fevereiro de 1973, sendo de 96 (noventa e seis) o número de vagas por turma autorizada pelo Conselho Federal de Educação. De 1996 a 2006, a Faculdade de Medicina praticou 80 vagas e 90 vagas a partir de Ato legal de reconhecimento do Curso: A Faculdade de Medicina de Campos é um estabelecimento particular isolado de Ensino Superior, autorizada e reconhecida, respectivamente, pelos Decretos Presidenciais n.ºs de 18 de setembro de 1967 e de 07 de fevereiro de Conceitos obtidos nas últimas Avaliações realizadas pelo M.E.C.: Na Avaliação das Condições de Oferta de cursos de Medicina promovida pela SESu/DEPES/MEC a Faculdade de Medicina de Campos obteve os seguintes conceitos: Regular em Corpo Docente; Bom em Organização Didático Pedagógica e Bom em Instalações. O Exame Nacional de Cursos (Provão) promovido pelo INEP/MEC em 1999, atribuiu conceito E correspondente à média 43,7% obtida pelos alunos concluintes do curso de Este conceito está situado na faixa abrangida entre 63,2 (A) e 33,3 (E) que engloba os81 curso de medicina avaliados. No ano de 2000 a Faculdade de Medicina de Campos obteve o conceito B correspondente à média 53,5 situada entre 55,6 (A) e 19,7 (E). Observação: A metodologia adotada pelo INEP obriga a seguinte classificação: 12% da maiores no conceito A; 18% no conceito B; 40% no conceito C; 18% no conceito D e 12% no

28 conceito E. No ano de 2001, a Faculdade de Medicina de Campos obteve o conceito C correspondente à média de 50,3, não sendo mais divulgados pelo MEC às médias extremas. No ano de 2002, a Faculdade de Medicina de Campos obteve o conceito C, não sendo mais divulgados pelo MEC às médias extremas. Esclarecemos, por fim, que o MEC, levando em conta os conceitos obtidos nas Condições de Oferta e no Exame Nacional de Cursos, indicou ao Conselho Nacional de Educação que o reconhecimento do Curso de Medicina da Faculdade de Medicina de Campos fosse renovado por três anos no mínimo o que foi referendado pela Portaria nº de 31 de outubro de 2000 do MEC. Valor das Mensalidades para o ano 2007: 1ª a 6ª séries R$ 2.137,55 (dois mil, cento e trinta e sete reais e cinqüenta e cinco centavos). Valor corrente das taxas de matrículas e outros encargos financeiros: O pagamento de 1/3 da mensalidade é considerado como matrícula e não há outro encargo financeiro assumido pelo aluno, além da matrícula. Forma de reajuste vigente: Anual, baseado em planilha de custos prevista na legislação e conseqüente à formulação participativa envolvendo gestores, docentes, discentes e funcionários. FUNDAÇÃO BENEDITO PEREIRA NUNES CNPJ nº / FACULDADE DE MEDICINA DE CAMPOS (Reconhecida pelo Decreto Federal nº de 07/02/73) CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA (Reconhecido pela Portaria nº 509, de 05/06/2007 SESu/ MEC) Av. Dr. Alberto Torres, 217 Centro Campos dos Goytacazes RJ CEP Telefone/Fax: (22) home page: http: //www.fmc.br e mail: GRADE CURRICULAR A grade curricular compreende as disciplinas necessárias para a formação do Farmacêutico proposto pelo Projeto Pedagógico de Curso. A grade abaixo relacionada refere se as disciplinas obrigatórias. As disciplinas optativas ainda em implantação serão oferecidas de acordo com a demanda e serão contabilizadas como Atividades Acadêmicas Suplementares (ATACS). 1º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Química Geral Complementos da Matemática Morfologia I (Anatomia Geral) Morfologia II (Histologia)

29 Morfologia III (Citologia, Embriologia, Genética) Introdução à Ciências Farmacêuticas Programa de Iniciação Científica I (PIC I) (Português, Inglês, Metodologia e Iniciação Científica) Programa de Inserção Acadêmica na Comunidade I (PIAC I) SUS Total de Horas 578h º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Química Orgânica I Microbiologia e Imunologia Parasitologia Física Biofísica Bioestatística Morfologia IV Programa de Iniciação Científica II (PICII) (Inglês, Informática, Metodologia e Iniciação Científica) Programa de Inserção Acadêmica na Comunidade (PIAC II) Saúde / doença Total de Horas 578h º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Química Orgânica Il Fisiologia I Química Analítica Qualitativa Físico Química Farmacobotânica Patologia Geral Programa de Inserção Acadêmica na Comunidade III (PIAC III) Canteiro de plantas medicinais/ Medicamentos caseiros Total de Horas 578h º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Química Orgânica Ill Bioquímica I Química Analítica Quantitativa Fisiologia Il Deontologia e Legislação Farmacêutica Gestão e Administração Farmacêutica Programa de Inserção Acadêmica na Comunidade IV (PIAC IV) Farmácia Hospitalar/ Farmácia de Fitoterápico e Laboratório de Análises Clínicas Estágio Curricular Obrigatório I Farmácia Hospitalar/ Farmácia de Fitoterápico e Laboratório de Análises Clínicas; Total de Horas 578h º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária

30 Semestral Semanal Teórica Prática Análise Orgânica Bioquímica Il Farmacodinâmica I Atenção Farmacêutica Farmácia Hospitalar Programa de Inserção Acadêmica na Comunidade V (PIAC V) Primeiros Socorros/ Cuidados de Enfermagem/ Psicologia Estágio curricular Obrigatório II Farmácia comercial / Farmácia Municipal: Programas Especiais e Almoxarifado; Total de Horas 578h º Período Disciplinas Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Farmacotécnica I Farmacognosia I Química Farmacêutica Análise Instrumental Farmacodinâmica Il Farmacoepidemiologia Programa de Inserção Acadêmica na Comunidade VI (PIAC VI) Vigilância Sanitária/ Semiologia Farmacêutica e Sociologia Estágio Curricular Obrigatório III Farmácia Hospitalar; Atenção Farmacêutica; Farmácia de Manipulação Geral e de Quimioterápico; Total de Horas 578h º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Farmacotécnica Il Bromatologia Farmacognosia Il Controle de Qualidade em Farmácia Cosmetologia Programa de Iniciação Científica III (PICIII) (Orientação de Trabalho de Conclusão de Curso) Estágio Curricular Obrigatório IV Farmácia de Manipulação, Homeopatia, Controle de Qualidade; Indústria, Alimentos; Total de Horas 578h º Período DISCIPLINAS Carga Horária Carga Horária Semestral Semanal Teórica Prática Bioquímica Farmacêutica Hematologia e Imunologia Clínica Parasitologia e Microbiologia Clínica Programa de Iniciação Científica IV (PIC IV) (Orientação de Trabalho de Conclusão de Curso) Estágio Curricular Obrigatório V ; Laboratório de Análises Clínicas; Banco de Sangue; Citopatologia Clínica; Indústria;Farmácia de Manipulação; Total de Horas 578h

CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA COMPONENTES CURRICULARES E CORPO DOCENTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA SUJEITO A ALTERAÇÕES CARGA HORÁRIA TEMPO DE COMP CURRICULARES TEÓRICA PRÁTICA SESSÃO TUTORIAL TOTAL DOCENTES TITULAÇÃO EXERCÍCIO

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS. Duração do Curso: semestral mínimo de 09 e máximo de 18 em horas-aula: 4.320. Vagas oferecidas: 50 semestrais - matutino)

INFORMAÇÕES GERAIS. Duração do Curso: semestral mínimo de 09 e máximo de 18 em horas-aula: 4.320. Vagas oferecidas: 50 semestrais - matutino) INFORMAÇÕES GERAIS Habilitação: Farmacêutico, podendo exercer todas as competências inerentes ao profissional farmacêutico, incluindo atuação em Farmácia Comunitária, manipulação de fórmulas magistrais,

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA-FORMAÇÃO FARMACÊUTICO GENERALISTA

CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA-FORMAÇÃO FARMACÊUTICO GENERALISTA CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA-FORMAÇÃO FARMACÊUTICO GENERALISTA Coordenaçăo: Profª. MS. Érika Guimarães Costa E-mail: farmacia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 217 O Curso forma o profissional

Leia mais

Matriz Curricular Bacharelado em Farmácia

Matriz Curricular Bacharelado em Farmácia Matriz Curricular Bacharelado em Farmácia Semestre 1 01 Introdução às Ciências Farmacêuticas 30 30-2 - 02 Anatomia 75 30 45 5-03 Biologia Celular e Molecular 60 30 30 4-04 Química Geral e Inorgânica 75

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DE DIAMANTINA - FAMED CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1 MED001 MED002 MED003

Leia mais

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA 1 FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA O PROFISSIONAL FARMACÊUTICO O Farmacêutico é um profissional da

Leia mais

A FMC conta com ampla infraestrutura. Destacamos aqui os espaços físicos que serão utilizados para o Curso de Psicologia.

A FMC conta com ampla infraestrutura. Destacamos aqui os espaços físicos que serão utilizados para o Curso de Psicologia. INFRAESTRUTURA A FMC conta com ampla infraestrutura. Destacamos aqui os espaços físicos que serão utilizados para o Curso de Psicologia. 1. Centro de Saúde Escola de Custodópolis (CSEC) O Centro de Saúde

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV

RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV Fixa o currículo do Curso de Graduação em Medicina, na modalidade Bacharelado, da Universidade do Estado do Amazonas. A REITORA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 30 30 60 04-2. Bioestatística Geral 30-30 02-3. Bioética 30-30 02-4. Biofísica 60-60 04-5. Citologia, Histologia e Embriologia

Leia mais

Missão. - Estimular a capacidade de análise dos problemas que se apresentam no campo da Saúde Pública e Privada;

Missão. - Estimular a capacidade de análise dos problemas que se apresentam no campo da Saúde Pública e Privada; CURSO: Farmácia Missão O curso tem como missão formar profissionais farmacêuticos capazes de exercer atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas, ao controle,

Leia mais

FFARM Faculdade de Farmácia

FFARM Faculdade de Farmácia FFARM Faculdade de Farmácia Secretaria: Prédio12 - Bloco A Fone: 3320-3512 E-mail: farmácia@pucrs.br www.pucrs.br/farmacia Departamentos: Análises Clínicas e Toxicológicas n.º 351 Desenvolvimento e Produção

Leia mais

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/1 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/1 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO Administração da Enfermagem na Atenção Primária a Saúde Enfermagem Administração de Produção Administração Administração de Produção II Administração Administração de Sistemas de Informação Administração/

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE PERGAMUM NA ESCOLA BÁSICA DR. PAULO FONTES Florianópolis

Leia mais

Apresentação!!!!!! A Biblioteca Central da Universidade Paranaense é responsável pela Biblioteca do Campus Tiradentes, Biblioteca do Hospital

Apresentação!!!!!! A Biblioteca Central da Universidade Paranaense é responsável pela Biblioteca do Campus Tiradentes, Biblioteca do Hospital Apresentação!!!!!! A Biblioteca Central da Universidade Paranaense é responsável pela Biblioteca do Campus Tiradentes, Biblioteca do Hospital Veterinário e também dos multicampi nas cidades de Guaíra,

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 Eixos longitudinais, conteúdos e objetivos cognitivos psicomotores Eixos transversais, objetivos Per. 1º Ano eixo integrador: O CORPO HUMANO CH INT. COMUM. HAB.

Leia mais

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Condições de Oferta dos Cursos. Reitora: Profa. Márcia Nogueira Amorim. Campus Praça da Liberdade

Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Condições de Oferta dos Cursos. Reitora: Profa. Márcia Nogueira Amorim. Campus Praça da Liberdade Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix Condições de Oferta dos Cursos Reitora: Profa. Márcia Nogueira Amorim Campus Praça da Liberdade Professores Titulação Disciplinas Regime Adriana Rodrigues

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENFERMAGEM

FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENFERMAGEM UBERABA MG 2010 INSTITUTO EDUCACIONAL GUILHERME DORÇA PRESIDENTE: LUIZ HUMBERTO DORÇA FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS DIRETOR ACADÊMICO

Leia mais

FACULDADE DE INTEGRAÇÃO DO SERTÃO FIS

FACULDADE DE INTEGRAÇÃO DO SERTÃO FIS FACULDADE DE INTEGRAÇÃO DO SERTÃO FIS Portaria MEC nº 1.931, de dezembro de 2006, publicada no DOU de 08 de Dezembro de 2006. Rua João Luiz de Melo, 2110. Bairro Tancredo Neves. CEP. 56909-205. Serra Talhada/PE/Brasil.

Leia mais

Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Anexo I Cargos e Vagas

Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Anexo I Cargos e Vagas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital n 37/2011 Concurso Público para Provimento de Cargos de Professor

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Administração de Produção I Administração de Produção II Administração de Recursos Humanos I Administração de Recursos Materiais Administração Financeira e Orçamentária I Administração

Leia mais

VERIFICAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE OFERTA PARA FINS DE RECONHECIMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA

VERIFICAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE OFERTA PARA FINS DE RECONHECIMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR - SESu COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS EM ENSINO EM MEDICINA VETERINÁRIA VERIFICAÇÃO

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012 Altera o Currículo do Curso de Medicina, para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MED- 035/2012, aprovou e eu promulgo

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2013 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNAMBUCANO DIREÇÃO DE ENSINO DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR 1. Perfil do Curso CURSO DE LICENCIATURA

Leia mais

INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1. Gabinetes de Trabalho para Professores Tempo Integral - TI

INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1. Gabinetes de Trabalho para Professores Tempo Integral - TI INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO Atualmente a FIBRA encontra-se em novas instalações contando com 33 salas de aula climatizadas, com instalações de equipamentos de multimídia, auditório climatizado com

Leia mais

FARMÁCIA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC

FARMÁCIA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC FARMÁCIA Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: FARMÁCIA Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo Calvo Galindo Base legal da Mantenedora

Leia mais

FACULDADE ATENAS MARANHENSE

FACULDADE ATENAS MARANHENSE EDITAL 01/15 RESULTADO SELETIVO DE MONITORIA A Coordenação de Estágio e Monografia, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo com o que consta no Regulamento do Programa de Monitoria desta Faculdade,

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Habilitação: Bacharel em Medicina Carga Horária: 8220 horas Regime: Semestral Turno de Aplicação: Integral

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Habilitação: Bacharel em Medicina Carga Horária: 8220 horas Regime: Semestral Turno de Aplicação: Integral FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína. ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 Fone:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROJETO PRÓ-SAÚDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROJETO PRÓ-SAÚDE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROJETO PRÓ-SAÚDE Florianópolis, 09 de novembro de 2007. Da: Coordenadoria do Curso de Graduação em

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS DO CURSO DE FARMÁCIA EM 2014.2 TURMA: 1º SEMESTRE

HORÁRIO DE AULAS DO CURSO DE FARMÁCIA EM 2014.2 TURMA: 1º SEMESTRE 1º SEMESTRE 18:50 às 19:50 Matemática Química Geral Biofísica Metodologia Anatomia 19:50 às 20:50 Matemática Química Geral Biofísica Metodologia Anatomia 21:00 às 22:00 Leit. Prod. Texto Química Geral

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2003

RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2003 RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2003 A justificação da proposta de orçamento da Faculdade de Ciências Médicas para 2003 começava com uma nota introdutória na qual se reforçava de novo,

Leia mais

CURSO DE ZOOTECNIA CARACTERIZAÇÃO DOS DOCENTES 1º.

CURSO DE ZOOTECNIA CARACTERIZAÇÃO DOS DOCENTES 1º. 1º. Período Introdução ao Cálculo 60 Luciana Alvarenga Santos Graduação em Engenharia Civil, Mestrado em Estruturas de Concreto. Química Geral 60 Nayara Penoni Graduação em Química e Mestrado em Agroquímica.

Leia mais

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 Crédito no dia 30/07/15 Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 NOME Nº DE PROCESSO ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0012546-17.2012.8.19.0211 ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0007033-68.2012.8.19.0211

Leia mais

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica.

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica. Campus Governador Valadares Concurso 106: Departamento de Economia Proc. nº 23071.009825/2013-25 Vaga(s): 01(uma) Classe A: Professor Assistente A a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: Econometria. DAS PROVAS:

Leia mais

Hospital Sofia Feldman

Hospital Sofia Feldman Hospital Sofia ldman Relatório de Remuneração de Médicos Referente a Mês/Ano: 07/2015 NOME DO TRABALHADOR ROBERTO SALES MARTINS VERCOSA PAULO MAX GARCIA LEITE LUCAS BARBOSA DA SILVA JOAO BATISTA MARINHO

Leia mais

Curso. Administração. Arquitetura. Ciências Biológicas

Curso. Administração. Arquitetura. Ciências Biológicas FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 1 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20 MINISTERIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI EDITAL Nº. 01/2010UFPI, de 03 de fevereiro de 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR ANEXO DEPARTAMENTO MATERNO INFANTIL 1. Pediatria

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Pós-Graduações e Mestrados Serviços de Gestão Académica Receção /

Leia mais

4 Quando o número de vagas proposto corresponde adequadamente à dimensão do corpo

4 Quando o número de vagas proposto corresponde adequadamente à dimensão do corpo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Regulação e Supervisão da Educação Superior - Desup Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

FACIDER FACULDADE DE COLIDER. FACIDER atualizado 2014/1 FARMACIA, BACHARELADO ESTUDOS FORMATIVOS Página 1

FACIDER FACULDADE DE COLIDER. FACIDER atualizado 2014/1 FARMACIA, BACHARELADO ESTUDOS FORMATIVOS Página 1 Portaria Credenciamento IES: Portaria 1658 D.O.U. 25/07/01. Portaria Autorização Administração : Portaria 1658 D.O.U. 25/07/01 Portaria Reconhecimento Administração : Portaria 3.519 D.O.U.14/10/05. Portaria

Leia mais

A Função da Comissão Própria de Avaliação (CPA) em uma Instituição de Ensino Superior. Prof. Marcílio A. F. Feitosa

A Função da Comissão Própria de Avaliação (CPA) em uma Instituição de Ensino Superior. Prof. Marcílio A. F. Feitosa A Função da Comissão Própria de Avaliação (CPA) em uma Instituição de Ensino Superior Prof. Marcílio A. F. Feitosa Avaliação das Instituições de Educação Superior A Avaliação Institucional é um dos componentes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I RELAÇÃO DAS VAGAS DO PROCESSO SELETIVO POR ÁREA DE CONHECIMENTO, REQUISITOS ESPECÍFICOS

Leia mais

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL Adriana da Conceição Palhares Lopes Alexandra Rodrigues Barbosa Ana Salomé Lopes Queirós Andreia Dias da Costa Bianca Patricia Gonçalves Ramos Carina Filipa Monteiro Rodrigues

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES 1 1. PERFIL DO FORMANDO EGRESSO/PROFISSIONAL 1.1. Perfil Comum: Farmacêutico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva.

Leia mais

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM SINOP / MATO GROSSO MATRIZ CURRICULAR ENFERMAGEM 1º SEMESTRE Anatomia Humana I

Leia mais

CPA AÇÕES PLANEJADAS E REALIZADAS:

CPA AÇÕES PLANEJADAS E REALIZADAS: CPA AÇÕES PLANEJADAS E REALIZADAS: Das reuniões realizadas com os diversos setores, serviços, coordenação de cursos e comunidade acadêmica a Comissão pode apresentar o seguinte quatro/cenário institucional,

Leia mais

BIBLIOTECA CENTRAL. Estrutura física

BIBLIOTECA CENTRAL. Estrutura física BIBLIOTECA CENTRAL A missão da Biblioteca Central Prof. Eurico Back - UNESC é promover com qualidade a recuperação de informações bibliográficas, com enfoque no desenvolvimento das atividades de ensino,

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 93/2006-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 15/08/2006 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 93/2006-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 15/08/2006 I RELATÓRIO: INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PERNAMBUCO - FOP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO DO CURSO DE ODONTOLOGIA RELATORA: CONSELHEIRA NELLY MEDEIROS DE CARVALHO PROCESSO

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE NUTRIÇÃO INSTITUIÇÃO: ANHANGUERA EDUCACIONAL

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE NUTRIÇÃO INSTITUIÇÃO: ANHANGUERA EDUCACIONAL PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE NUTRIÇÃO INSTITUIÇÃO: ANHANGUERA EDUCACIONAL 1. INFRAESTRUTURA FÍSICA E SUA UTILIZAÇÃO As instalações destinadas ao curso atendem ao propósito de promover a formação em nível

Leia mais

UNIDADE ACADÊMICO-ADMINISTRATIVA DE ARTES E ARQUITETURA RESULTADO DA PROVA PRÁTICA. Próxima Etapa: ANÁLISE DO CURRÍCULO LATTES

UNIDADE ACADÊMICO-ADMINISTRATIVA DE ARTES E ARQUITETURA RESULTADO DA PROVA PRÁTICA. Próxima Etapa: ANÁLISE DO CURRÍCULO LATTES Av. Universitária, 069 l Setor Universitário Caixa Postal 86 l CEP 74605-00 Fone: (62) 3946.308 ou 3089 l Fax: (62) 3946.3080 EDITAL N 62/ 203 PROGRAD UNIDADE ACADÊMICO-ADMINISTRATIVA DE ARTES E ARQUITETURA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ASSESSORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MONITORIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ASSESSORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL DO CFP Nº 020/2011 COM FULCRO AO EDITAL PRE Nº 034/2011 PROCESSO SELETIVO DE MONITORES A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), por meio da Assessoria de Graduação do Centro de Formação

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Cálculo I 40 Cálculo II 40 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos I 80 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos II 80 Matemática 40 Lógica Matemática 40 Probabilidade

Leia mais

BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA

BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA CIDES EXT. TELEFONE Direção - Doutor Rui Nunes 26845 220426845 Lic. Filipa Santos (Secretariado) 26840 220426840 Doutora Guilhermina Rego 26844 220426844 Mestre Ivone Duarte 26841

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA

CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA Coordenaçăo: Profª. MS. Mara Rosana dos Santos E-mail: nutricao@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 211 Ser Nutricionista É atuar em todas

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

INTERNATO EM CIRURGIA 630 FUNDAMENTOS DA CLINICA III 95 INTRODUCAO A CLINICA I 76 INTRODUCAO A CLINICA IV 82 PRATICA DE INTEGRACAO: ENSINO, SERVICO E

INTERNATO EM CIRURGIA 630 FUNDAMENTOS DA CLINICA III 95 INTRODUCAO A CLINICA I 76 INTRODUCAO A CLINICA IV 82 PRATICA DE INTEGRACAO: ENSINO, SERVICO E DOCENTE ANO SEMESTRE DISCIPLINA CH DA DISCIPLINA TITULAÇÃO TEMPO DE CASA DESDE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL: VER CURRÍCULO NA ABA "CORPO DOCENTE" AISHA AGUIAR MORAIS ESPECIALIZAÇÃO 24/01/14 ALEXANDRE ERNESTO

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-reitoria Acadêmica

Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-reitoria Acadêmica Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-reitoria Acadêmica PROGRAMA DE MONITORIA 2015.2 EDITAL Nº 06/2015 DE 20 DE JULHO DE 2015 A Pró-reitoria Acadêmica torna público que, no período

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº /2010 Altera a estrutura curricular do Curso de Graduação em Medicina, do Centro

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 3. Educação em Saúde 30 20 10 02 4. Introdução a Enfermagem

Leia mais

1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA

1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA 1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA 1 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA Para melhor entendimento desta proposta de reestruturação curricular apresentamos

Leia mais

PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE PERGAMUM NA ESCOLA BÁSICA Dr. PAULO FONTES

PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE PERGAMUM NA ESCOLA BÁSICA Dr. PAULO FONTES Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Curso de Biblioteconomia CIN5018 Informatização em Unidades de Informação Professora: Ursula Blattmann PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - Conaes Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA GERAL/FCSES EDITAL Nº009/2010 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2010 A Secretária Geral da Faculdade

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Administração de Produção I Administração de Recursos Humanos I Administração de Recursos Materiais Administração de Sistemas de Informação Administração Financeira e Orçamentária

Leia mais

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006.

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES O MINISTRO

Leia mais

AUTORIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DE CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO

AUTORIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DE CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICA DO ENSINO SUPERIOR - DEPES COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

1º SEMESTRE 30 30-02 2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA TOTAL TEORIA PRÁTICA

1º SEMESTRE 30 30-02 2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA TOTAL TEORIA PRÁTICA 1º SEMESTRE Introdução a 90 60 30 06 Anatomia Humana 90 60 30 06 Biologia Celular e Molecular Embriologia e Histologia Humana Antropologia da Saúde Educação em Saúde Relações Étnico-Raciais Metodologia

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância - Dresead Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Leia mais

Centro Universitário do Leste de Minas Gerais Unileste-MG Horario de Aula 1 Semestre/2005. Curso: ENFERMAGEM MATUTINO Periodo: 1º

Centro Universitário do Leste de Minas Gerais Unileste-MG Horario de Aula 1 Semestre/2005. Curso: ENFERMAGEM MATUTINO Periodo: 1º Curso: ENFERMAGEM Periodo: 1º Curriculo:02 CEN02011A Anatomia Humana 36 02 - Anísia / Robertt CEN02011A1 Anatomia Humana 1 72 04 - Anísia / Robertt CEN02011A2 Anatomia Humana 2 72 04 - Anísia / Robertt

Leia mais

Ensino. Principais realizações

Ensino. Principais realizações Principais realizações Reestruturação dos Programas de ; Início do Projeto de Educação à Distância/EAD do INCA, por meio da parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ; Três novos Programas

Leia mais

Disciplina. Matemática - 1

Disciplina. Matemática - 1 FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº00/204 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O º SEMESTRE DE 204 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2004

RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2004 RELATÓRIO DE GESTÃO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS 2004 1. Apreciação Global A existência de um Contrato de Desenvolvimento para a Medicina, celebrado entre a UNL e o Governo, em Dezembro de 2001, permitiu

Leia mais

RESULTADO DA PROVA DIDÁTICA Data de Realização: 12/03/2014

RESULTADO DA PROVA DIDÁTICA Data de Realização: 12/03/2014 Departamento ou Unidade: DEPA Área(s)/Matéria(s): Fitopatologia/Fitobacteriologia RESULTADO DA PROVA DIDÁTICA Data de Realização: 12/03/2014 REGISTRO CANDIDATO NOME RESULTADO 2013010000437-4 Aldenir de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Nutrição, na modalidade bacharelado,

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Enfermagem, modalidade bacharelado,

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 12/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 1) Área de Conhecimento:

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto

Leia mais

MEDICINA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1

MEDICINA. Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 MEDICINA Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: MEDICINA Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo Calvo Galindo Base legal da Mantenedora

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO AO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA

EDITAL DE SELEÇÃO AO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA Edital Monitoria Voluntária N 002/15 Cacoal, 21 de Agosto de 2015 EDITAL DE SELEÇÃO AO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA A Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal FACIMED, no uso de suas atribuições

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Administração de Produção Administração Financeira Administração Mercadológica II Análise das Demonstrações Financeiras Auditoria Comércio Exterior e Economia Internacional

Leia mais

CENTRO FED. DE EDUC. TECNOLOGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA RJ. 11.02.04.99.18 Solicitação de Matrícula( por curso )

CENTRO FED. DE EDUC. TECNOLOGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA RJ. 11.02.04.99.18 Solicitação de Matrícula( por curso ) .0.0.99.8 Solicitação de Matrícula( por curso ) Curso: GFISPET - PET - CURSO SUPERIOR DE LICENCIATURA EM FÍSICA Período: º Semestre de 0 Data: 8/0/0 Hora: :08 Dt. Dt. Solicit. Disciplina Período Ideal

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 35/2008-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 08/04/2008 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 35/2008-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 08/04/2008 I RELATÓRIO: INTERESSADO: SENAC CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO RECIFE JOÃO RODRIGUES MAIA ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DO CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM ADMINISTRAÇÃO E SUPORTE DE REDES E DE SISTEMAS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 24/03/2006. Portaria MEC nº 772, publicada no Diário Oficial da União de 24/03/2006. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/2 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/2 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO Administração de Adm. em Serviços de Enfermagem Hospitalar Enfermagem Administração Mercadológica I / Marketing / Administração Mercadológica II Algoritmos e Técnicas de Programação Análise Ambiental Biomedicina

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012 14472273 ANA CARLA MELO VALADÃO Colocada em 0911 14595437 ANA ISABEL TERRA SILVA Colocada em 3101 9084 14541457 ANA MARIA DE SOUSA MARTINS Colocada em 7220 8149 14314779 ANDRÉ ALVES HOMEM Colocado em 0130

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim 7ª edição março 2015 Avaliação Institucional: um ato de consolidação para as universidades! Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais