Regulamento do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 da Faculdade Arthur Thomas

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Regulamento do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 da Faculdade Arthur Thomas"

Transcrição

1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento dos participantes envolvidos no Programa de Bolsas de Estudo Pós- Graduação. Parágrafo Único. Incluem-se no Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 da Faculdade Arthur Thomas, as seguintes modalidades de cursos/programas: I. Cursos de Especialização; II. Programas de MBA (Master of Business Administration); III. Programas de MBA Executivo; IV. Programas de LL.M. (Master of Laws). Art. 2º. Os beneficiários das bolsas de estudo não terão, sob nenhuma hipótese, condições acadêmicas privilegiadas. CAPÍTULO II DO BENEFÍCIO Art. 3º. Observada a existência de vagas, o candidato deverá optar por um dos cursos/programas ofertados pela Faculdade Arthur Thomas, com previsão de início no primeiro semestre de Art. 4º. Os beneficiados pelo Programa terão direito ao percentual de desconto de 20% (vinte por cento), calculados sobre o valor contratual das parcelas mensais do curso/programa escolhido pelo candidato. Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

2 1º. O benefício concedido pelo Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 incidirá exclusivamente sobre o valor contratual das parcelas mensais do curso/programa escolhido pelo candidato. 2º. O benefício do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 somente será aplicado quando o participante efetuar o pagamento da parcela mensal do curso/programa até o dia 10 (dez) de cada mês. 3º. Caso o participante beneficiado pelo Programa de Bolsas de Estudo Pós- Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 não efetue o pagamento das parcelas mensais do curso/programa até a data mensal estabelecida no parágrafo anterior, perderá integralmente o benefício na parcela mensal do mês do não pagamento pontual, vigorando, nesse caso, o valor contratual da parcela mensal do curso/programa sem desconto. Art. 5º. Caso o candidato seja contemplado com o benefício em um curso/programa que teve a oferta cancelada pela Faculdade Arthur Thomas, independente do motivo, este poderá requerer a transferência do benefício para outro curso/programa de sua escolha para ingresso no primeiro semestre de A transferência deverá ser solicitada para um curso/programa que tenha sua oferta confirmada para o primeiro semestre de 2015 e ficará sujeita a avaliação da Instituição e a disponibilidade de vaga. Parágrafo Único. Caso o candidato contemplado não solicite a transferência para outro curso/programa ou o curso/programa inicialmente escolhido não tenha início em virtude de não formação de turma, o benefício será cancelado. Art. 6º. Após a efetivação da Matrícula Inicial no curso/programa escolhido, o benefício não se aplicará para matrículas posteriores em Núcleos Temáticos/Ênfases adicionais não escolhidas na Matrícula Inicial, mesmo que o período de solicitação para a participação no Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 esteja em vigência. Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

3 CAPÍTULO III DAS DESPESAS E SERVIÇOS NÃO INCLUSOS Art. 7º. Não estão compreendidos no Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 os serviços opcionais e de uso facultativo para o aluno, ainda que prestados coletivamente. Parágrafo Único. Estão, também, expressamente excluídas do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1, quaisquer outras despesas e/ou serviços facultativos, em especial, mas não se limitando, aos seguintes: I. Avaliações substitutivas; II. Avaliações em atraso; III. Regimes especiais de aprendizagem; IV. Revisão dos resultados das avaliações de desempenho; V. Expedição de quaisquer documentos acadêmicos que sejam facultativos e não obrigatórios, nos termos da legislação vigente; VI. Atividades extracurriculares; VII. Solicitação de transferência interna; VIII. Solicitação de aproveitamento de estudos; IX. Disciplinas optativas; X. Disciplinas de outros cursos/programas da Instituição; XI. Recuperação de disciplinas isoladas, módulos/núcleos, monografia e/ou trabalho de conclusão de curso; XII. Eventos acadêmicos em geral e seus certificados (simpósios, ciclos de estudos, semanas científicas, viagens técnicas, entre outros); XIII. Autenticação de documentos; XIV. Segunda via de documentos; XV. Serviços de impressões e fotocópias; XVI. Despesas com monografia e/ou trabalho de conclusão de curso (digitação, encadernação, gravação de cd, entre outros); XVII. Prorrogação do prazo para a entrega da monografia e/ou do trabalho de conclusão de curso; Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

4 XVIII. XIX. XX. Regulamento do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Assistência médica, terapêutica, odontológica ou jurídica; Seguros de quaisquer espécies; Taxas e/ou multas de biblioteca; XXI. Despesas com alimentação, coffee break, estadas, transporte e XXII. XXIII. XXIV. XXV. estacionamento; Despesas com intercâmbio; Serviços de guarda-volumes; Fornecimento de equipamentos de proteção individual e assemelhado, quando necessários às atividades acadêmicas (uniformes, luvas, sapatos, roupas especiais, jalecos, batas, entre outros); Outros serviços facultativos previstos na Tabela de Taxas de Serviços da Instituição. CAPÍTULO IV DOS CANDIDATOS Art. 8º. Somente poderão participar do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 os candidatos que se matricularem, dentro do período de solicitação estabelecido neste Regulamento e que estejam enquadrados em uma das seguintes situações: I. Egressos que concluíram Curso de Graduação na Faculdade Arthur Thomas; II. Egressos que concluíram Curso de Pós-Graduação Lato Sensu na Faculdade Arthur Thomas; III. Agentes Públicos. 1º. O Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 não se aplica para ex-alunos da Faculdade Arthur Thomas contemplados anteriormente por programa similar de Bolsas de Estudo Ingresso. 2º. A concessão de bolsa de estudo a determinado candidato não obriga a Faculdade Arthur Thomas a conceder a outro em igual situação ou similar. Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

5 CAPÍTULO V DO PERÍODO DE SOLICITAÇÃO Art. 9º. A solicitação para a participação no Programa de Bolsas de Estudo Pós- Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 deverá ser realizada, impreterivelmente, no período de 01/12/2014 até 30 (trinta) dias após o início das aulas do curso/programa escolhido, observada a existência de vagas. CAPÍTULO VI DA DOCUMENTAÇÃO Art. 10. Os candidatos deverão apresentar, na Assessoria de Relacionamento da Faculdade Arthur Thomas, a documentação completa exigida para cada caso, de uma única vez. 1º. No caso de egressos que concluíram Curso de Graduação na Faculdade Arthur Thomas, os interessados deverão apresentar a seguinte documentação exigida: I. Candidatos portadores de diploma: deverão apresentar, no ato da Matrícula Inicial, o Diploma de Curso Superior da Faculdade Arthur Thomas, devidamente registrado; II. Candidatos que ainda não possuem o diploma: deverão apresentar, no ato da Matrícula Inicial, o Certificado de Conclusão de Curso Superior e, posteriormente, dentro do prazo de 90 (noventa) dias após o início das aulas do curso/programa escolhido, o respectivo Diploma de Curso Superior da Faculdade Arthur Thomas, devidamente registrado. 2º. No caso de egressos que concluíram Curso de Pós-Graduação Lato Sensu na Faculdade Arthur Thomas, os interessados deverão apresentar a seguinte documentação exigida: I. Candidatos portadores de certificado: deverão apresentar, no ato da Matrícula Inicial, o Certificado de Conclusão de Curso de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade Arthur Thomas, devidamente registrado; Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

6 II. Candidatos que ainda não possuem o certificado: deverão apresentar, no ato da Matrícula Inicial, a Declaração de Conclusão de Curso de Pós-Graduação Lato Sensu e, posteriormente, dentro do prazo de 90 (noventa) dias após o início das aulas do curso/programa escolhido, o respectivo Certificado de Conclusão de Curso de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade Arthur Thomas, devidamente registrado. 3º No caso de Agentes Públicos: os interessados deverão apresentar, no ato da Matrícula Inicial, um dos seguintes documentos: I. Contracheque do mês corrente ou anterior; II. Documento atualizado, devidamente carimbado e assinado, que comprove o vínculo de trabalho ou prestação de serviços com a Instituição Pública. Art. 11. Além da documentação exigida para a participação no Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1, o candidato beneficiado deverá apresentar a documentação exigida para a Matrícula Inicial no curso/programa escolhido. Art. 12. Os candidatos deverão entregar as fotocópias de ambos os lados dos documentos que contenham frente e verso. Art. 13. As fotocópias não autenticadas deverão estar acompanhadas dos documentos originais, para conferência e autenticação da Assessoria de Relacionamento da Faculdade Arthur Thomas. Art. 14. Após a conferência e autenticação das fotocópias pela Assessoria de Relacionamento da Faculdade Arthur Thomas, os documentos originais serão devolvidos ao candidato. Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

7 CAPÍTULO VII DO PERÍODO DE CONCESSÃO Art. 15. Caso não ocorra nenhuma das situações previstas para o cancelamento do benefício (artigo 19 deste Regulamento), a bolsa de estudo durará, no máximo, o tempo regular de integralização do curso/programa escolhido, contado a partir do início das aulas do respectivo curso/programa. Art. 16. Não haverá descontos retroativos, em nenhuma hipótese. CAPÍTULO VIII DA INALIENABILIDADE DO BENEFÍCIO Art. 17. O Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 tem caráter pessoal, intransferível, inalienável e em nenhuma hipótese será substituído por valores em dinheiro. CAPÍTULO IX DA CUMULATIVIDADE Art. 18. O Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 será cumulativo somente com o Programa de Bolsas de Estudo Pontualidade. Parágrafo Único. A apuração do valor da parcela mensal com o benefício cumulado com o Programa de Bolsas de Estudo Pontualidade será obtido por meio da fórmula abaixo: PMBC = (VCPM - %PBPG) - %PBP, onde: PMBC = Parcela Mensal com Benefício Cumulado VCPM = Valor Contratual da Parcela Mensal %PBPG = Percentual de Bolsa de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 %PBP = Percentual da Bolsa de Estudo Pontualidade Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

8 CAPÍTULO X DO CANCELAMENTO DO BENEFÍCIO Art. 19. O Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 será automaticamente cancelado, a qualquer tempo, na ocorrência de qualquer das seguintes situações: I. Não formação de turma do curso/programa escolhido pelo candidato; II. Atraso no pagamento de 2 (duas) ou mais parcelas mensais do curso/programa, consecutivas ou não; III. Atraso no pagamento de 2 (duas) ou mais parcelas de renegociação de dívida, consecutivas ou não; IV. Abandono do curso/programa; V. Cancelamento da matrícula; VI. Caso o beneficiário sofra penalidade, decorrente de procedimento administrativo disciplinar, por transgressão ao Regimento Geral ou ao Código de Ética da Faculdade Arthur Thomas; VII. Caso o beneficiário apresente documentos ou informações falsas; VIII. Caso o beneficiário não faça a solicitação da renovação do benefício, nos prazos e condições definidas nos Editais de Matrícula na Monografia ou no Trabalho de Conclusão de Curso. 1º. O fato da Faculdade Arthur Thomas, independentemente do motivo, manter os benefícios do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 para aluno que não teria mais direito, em virtude de descumprimento de quaisquer das condições estabelecidas para a manutenção do benefício, não irá gerar para o aluno beneficiado direito adquirido, bem como o benefício poderá ser retirado a qualquer momento. 2º. No caso de rescisão contratual antecipada, independentemente do motivo, de aluno beneficiado pelo Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1, os benefícios do Programa serão desconsiderados para o cálculo da rescisão. Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

9 3º. O retorno de aluno com bolsa de estudo cancelada, a qualquer Programa de Bolsas de Estudo da Faculdade Arthur Thomas, somente será permitido em situações extraordinárias, a critério exclusivo da Instituição. CAPÍTULO XI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 20. Os casos não contemplados neste Regulamento seguirão o disposto no Regulamento do Programa de Bolsas de Estudo da Faculdade Arthur Thomas e os casos extraordinários serão resolvidos pela Diretoria da Faculdade. Art. 21. Este Regulamento entrará em vigor na data de sua publicação. Londrina, 29 de novembro de Rua Prefeito Faria Lima, 400, Jardim Maringá, Londrina PR Fone: (43) CEP:

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2016/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2016/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2016/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO INGRESSO 2014/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO INGRESSO 2014/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO INGRESSO 2014/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. O presente Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE SÃO VICENTE CAPITULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE SÃO VICENTE CAPITULO I DO PROGRAMA FACULDADE SÃO VICENTE Mantenedora: Sociedade Educacional e Assistencial da Paróquia de Pão de Açúcar-Al TEL; FAX 82-3624-1862 E - mail: fasvipa@hotmail.com Portaria Nº 1.766/ 01 /11/2006 REGULAMENTO DO

Leia mais

CAPÍTULO I DOS MATERIAIS DIDÁTICOS

CAPÍTULO I DOS MATERIAIS DIDÁTICOS REGULAMENTO DOS MATERIAIS DIDÁTICOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS PERÍODO LETIVO 2015/2 CAPÍTULO I DOS MATERIAIS DIDÁTICOS Art. 1. Entende-se por materiais didáticos livros impressos ou virtuais (ebooks),

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INGRESSO 2017/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INGRESSO 2017/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INGRESSO 2017/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão,

Leia mais

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1. O presente Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento dos

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS S DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA FACULDADE DA CIDADE DO SALVADOR

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS S DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA FACULDADE DA CIDADE DO SALVADOR REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS S DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA FACULDADE DA CIDADE DO SALVADOR Art. 1º. O presente Regulamento disciplina o processo seletivo para concessão de dez (10) bolsas de estudos

Leia mais

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da FERLAGOS orientam-se pelas normas

Leia mais

Candidatos aprovados do Vestibular 2015.1.1 (realizado em Dezembro/2014), nas seguintes condições:

Candidatos aprovados do Vestibular 2015.1.1 (realizado em Dezembro/2014), nas seguintes condições: 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de estudo aos candidatos aprovados dos cursos Graduação (exceto os cursos do Polo de Fortaleza) no Vestibular

Leia mais

Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data:

Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data: Vestibular In Company 2015.2 Prova 11/09/2015, 12/09/2015 e Código do Documento UMK Nome do Documento Política de Concessão de Bolsa de Estudo para os alunos ingressantes através do Vestibular In Company

Leia mais

LATO SENSU DA REDE FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS

LATO SENSU DA REDE FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA REDE FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS Art. 1º. O presente Regulamento disciplina o processo seletivo para concessão de bolsas de estudos

Leia mais

Candidatos aprovados no Vestibular In Company EAD 2015.2 Provas 17/07/2015 e 18/07/2015 nas seguintes condições:

Candidatos aprovados no Vestibular In Company EAD 2015.2 Provas 17/07/2015 e 18/07/2015 nas seguintes condições: 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa de estudo aos candidatos aprovados com os melhores desempenhos dos cursos de Graduação EAD (exceto cursos Semipresenciais)

Leia mais

1. DESCONTOS COMERCIAIS

1. DESCONTOS COMERCIAIS Resolução nº. 04/2015 Normatiza a Concessão de Descontos Institucionais nas Mensalidades de Graduação e, conforme determinado pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade - CNEC. A Diretora da Faculdade

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 07/2014. Regulamenta o Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi)

RESOLUÇÃO nº 07/2014. Regulamenta o Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi) Regulamenta o Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi) O Presidente do CONSUP, no uso de suas atribuições regimentais, artigo 8 inciso

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DO OBJETIVO Cláusula Primeira Estabelecer as regras gerais para a concessão de bolsas nas mensalidades de alunos regularmente matriculados na Universidade Guarulhos. DAS

Leia mais

CAPÍTULO I DOS MATERIAIS DIDÁTICOS

CAPÍTULO I DOS MATERIAIS DIDÁTICOS REGULAMENTO DOS MATERIAIS DIDÁTICOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS PERÍODO LETIVO 2016/1 CAPÍTULO I DOS MATERIAIS DIDÁTICOS Art. 1. Entende-se por materiais didáticos livros impressos ou virtuais (e-books),

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS O Conselho Acadêmico Superior (CAS), no uso de suas atribuições conferidas pelo Estatuto da Universidade Positivo (UP), dispõe sobre as normas acadêmicas dos cursos

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS PARA O ANO DE 2015

REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS PARA O ANO DE 2015 REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS PARA O ANO DE 2015 Bacabal 2015 REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS DO OBJETIVO Art. 1º Este Regulamento estabelece as regras gerais do Programa de Bolsas e Benefícios

Leia mais

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD AGENDADO

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD AGENDADO REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD AGENDADO 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de estudo aos candidatos aprovados com os 8 (oito) melhores desempenhos

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa de estudo para os candidatos participantes da Campanha Mérito ENEM 2016.1 dos cursos de Graduação Presencial (Graduação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 13 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 13 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 13 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

EDITAL NPL 2/2015 E D I T A L

EDITAL NPL 2/2015 E D I T A L EDITAL NPL 2/2015 PRORROGA INSCRIÇÕES AO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM MEDICINA DO TRABALHO E MBA INTERNACIONAL PARA EXECUTIVOS DOS CAMPI BRAGANÇA PAULISTA E CAMPINAS UNIDADE CAMBUÍ,

Leia mais

ENSINO PROFISSIONALIZANTE, IDIOMAS E PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS REGULAMENTO

ENSINO PROFISSIONALIZANTE, IDIOMAS E PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS REGULAMENTO ENSINO PROFISSIONALIZANTE, IDIOMAS E PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS REGULAMENTO 2014 Regulamento do Programa EDUCA MAIS BRASIL I DO PROGRAMA Art. 1.º - O Programa EDUCA MAIS BRASIL é um programa de INCLUSÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012.

ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012. ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012. O Diretor Geral das Faculdades Integradas do Tapajós FIT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e, CONSIDERANDO que as Faculdades Integradas

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

Regulamento. Campanha Indique Um Amigo

Regulamento. Campanha Indique Um Amigo Regulamento Campanha Indique Um Amigo 1. DA PROMOÇÃO: 1.1. "Campanha Indique um Amigo" é um programa de ingresso de alunos via indicação na forma estipulada no presente Regulamento, promovido pelo Centro

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS Cria o Programa Institucional de Bolsas de Graduação e Pós Graduação no âmbito da Faculdade de Castanhal, estabelece normas para concessão e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

PORTARIA-DG-010/2015 REGULAMENTA O CLUBE DO EGRESSO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) Capítulo I

PORTARIA-DG-010/2015 REGULAMENTA O CLUBE DO EGRESSO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) Capítulo I PORTARIA-DG-010/2015 REGULAMENTA O CLUBE DO EGRESSO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) O Diretor Geral, no uso das atribuições que lhe confere o inciso XIII do artigo 12

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014.1

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014.1 FACULDADES IBMEC PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014.1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA ALUNOS ORIUNDOS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO (PRO-RIO). CAPÍTULO

Leia mais

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS REGULAMENTO 1.1 - O presente regulamento objetiva a concessão de Crédito Educativo para estudantes devidamente Matriculados nos cursos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da UNINOVA destinam-se a portadores de diploma de nível superior,

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA EVANGÉLICA

ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA EVANGÉLICA PORTARIA nº. 004 Presidência AEE Biênio 2012-2014, de 27 de abril de 2012. Normatiza concessão da bolsa filantropia e descontos no âmbito da Associação educativa Evangélica. O Presidente da Associação

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa integral das mensalidades para cursar 1 (um) semestre, por meio de intercâmbio em uma das instituições de Ensino Superior

Leia mais

FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 0 ÍNDICE NATUREZA E FINALIDADE 2 COORDENAÇÃO DOS CURSOS 2 COORDENAÇÃO DIDÁTICA 2 COORDENADOR DE CURSO 2 ADMISSÃO AOS CURSOS 3 NÚMERO

Leia mais

10/04/2015 regeral_133_146

10/04/2015 regeral_133_146 Seção VI Da Transferência Art. 96. A UNIR aceita transferência de discentes oriundos de outras instituições de educação superior, de cursos devidamente autorizados, para cursos afins, na hipótese de existência

Leia mais

ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL NPL 2/2014 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM MEDICINA DO TRABALHO, NOS CAMPI BRAGANÇA PAULISTA, ITATIBA E CAMPINAS UNIDADE CAMBUÍ, DA UNIVERSIDADE SÃO

Leia mais

EDITAL 01/2015 CONVOCAÇÃO PARA MATRÍCULA NA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE ASCES CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS APLICADAS E ENGENHARIA

EDITAL 01/2015 CONVOCAÇÃO PARA MATRÍCULA NA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE ASCES CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS APLICADAS E ENGENHARIA EDITAL 01/2015 CONVOCAÇÃO PARA MATRÍCULA NA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE ASCES CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS APLICADAS E ENGENHARIA O Diretor da Faculdade Asces, no uso de suas atribuições e de acordo

Leia mais

REGULAMENTO. Art. 1º - O Programa de inclusão educacional BOLSAS EDUCAR tem os seguintes objetivos:

REGULAMENTO. Art. 1º - O Programa de inclusão educacional BOLSAS EDUCAR tem os seguintes objetivos: REGULAMENTO I DO PROGRAMA Art. 1º - O Programa de inclusão educacional BOLSAS EDUCAR tem os seguintes objetivos: I incentivar a aderência ao Programa de indivíduos que atendam aos requisitos exigidos neste

Leia mais

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em EDITAL NPL 4/2015 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM SAÚDE MENTAL, NO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF NO 2º SEMESTRE DE 2015.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA CADASTRAMENTO DE CONVÊNIO

ORIENTAÇÕES PARA CADASTRAMENTO DE CONVÊNIO ORIENTAÇÕES PARA CADASTRAMENTO DE CONVÊNIO Prezado parceiro, Agradecemos o seu interesse em se tornar uma empresa conveniada à Universidade Castelo Branco. Para prosseguirmos com o cadastramento, serão

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE RESOLUÇÃO CONSUP Nº 010/2005 PAULO AFONSO-BA Setembro de 2015 1 APRESENTAÇÃO A

Leia mais

Técnico em Administração

Técnico em Administração CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL UNIFAMMATEC EDITAL 04/2014 A Diretora Geral da UNIFAMMATEC Centro de Educação Profissional, Instituição de Ensino mantida pela UNIFAMMA União da Faculdades Metropolitanas

Leia mais

MASTER EM LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN 2015.1

MASTER EM LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN 2015.1 MASTER EM LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN 2015.1 PROCESSO SELETIVO: MASTER EM LOGÍSTICA E SUPPLY CHAIN O processo seletivo compreende análise curricular e entrevista. E o processo somente terá início mediante

Leia mais

E D I T A L. 1º O curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia - Clínica e Institucional é destinado a graduados em Diploma de Curso Superior.

E D I T A L. 1º O curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia - Clínica e Institucional é destinado a graduados em Diploma de Curso Superior. EDITAL NPL 10/2016 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL, NO CAMPUS CAMPINAS - UNIDADE CAMBUÍ DA UNIVERSIDADE SÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) Este Regulamento faz parte integrante do Contrato de Cartão de Crédito ( Contrato ) e regula as condições aplicáveis ao Programa

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003/2007 CONEPE

RESOLUÇÃO Nº 003/2007 CONEPE RESOLUÇÃO Nº 003/2007 CONEPE Aprova o Regimento dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu da Universidade do Estado de Mato Grosso. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão CONEPE, da Universidade

Leia mais

Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos

Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos CapítuloI Dos Objetivos Art.1º - Os cursos de pós-graduação lato sensu da Universidade Federal de São

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Rio de Janeiro, 2003 CAPÍTULO I DOS CURSOS: MODALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º. Em conformidade com o Regimento Geral de nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da

Leia mais

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014

Grupo Educacional IPEC-FAPPES. CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006. Manual do Candidato. Vestibular FAPPES 2014 Grupo Educacional IPEC-FAPPES CREDENCIADO PELO MEC. DECRETO N 485 de 09/02/2006 Manual do Candidato Vestibular FAPPES 2014 r www.fappes.edu.b 1. Disposições Gerais 1.1. O Processo Seletivo consiste na

Leia mais

Resolução nº 019/2007

Resolução nº 019/2007 Resolução nº 019/2007 Promove alterações no Programa de Política Institucional que estabelece critérios para concessão de bolsas de estudo especiais para estudantes devidamente matriculados nos cursos

Leia mais

Ao Colendo Plenário. A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução:

Ao Colendo Plenário. A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução: Ao Colendo Plenário A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Canoas apresenta o seguinte projeto de resolução: Dispõe sobre a instituição e regulamentação de Programa de Capacitação aos servidores da Câmara

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2013

RESOLUÇÃO Nº 01/2013 RESOLUÇÃO Nº 01/2013 O Prof. Dr. Osvaldo Resende, Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ciências Agrárias-Agronomia - PPGCA-AGRO (Mestrado e Doutorado), no uso de suas atribuições legais

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO, COMPLEMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO. CAPITULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO, COMPLEMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO. CAPITULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA Rua Pinheiro Machado, n 189 Centro Ponta Grossa - PR CEP 84.010-310 Fone (0**42) 224-0301 Endereço Eletrônico: www.iessa.edu.br REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 263. Pôr em vigência, a partir da presente data, o REGIMENTO. DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU, que

RESOLUÇÃO Nº 263. Pôr em vigência, a partir da presente data, o REGIMENTO. DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU, que RESOLUÇÃO Nº 263 PÕE EM VIGÊNCIA O REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU O Reitor da Universidade Católica de Pelotas, no uso de suas atribuições, considerando os termos da proposta encaminhada

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE DE ARACRUZ - FAACZ ARACRUZ 2010 CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO DO NAE - NÚCLEO DE ACOMPANHAMENTO AO EGRESSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º. O presente Regulamento dispõe sobre a estrutura e modo

Leia mais

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD 2ª EDIÇÃO

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD 2ª EDIÇÃO REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD 2ª EDIÇÃO 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de estudo aos candidatos aprovados com os 30 melhores desempenhos para

Leia mais

Regulamento Geral. Programas Executivos IBMEC MG. REGULAMENTO GERAL PROGRAMAS EXECUTIVOS IBMEC BELO HORIZONTE Reprodução Proibida

Regulamento Geral. Programas Executivos IBMEC MG. REGULAMENTO GERAL PROGRAMAS EXECUTIVOS IBMEC BELO HORIZONTE Reprodução Proibida Regulamento Geral Programas Executivos IBMEC MG 0 TÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - Os Programas CBA, MBA e LL.M. são atividades docentes do Ibmec MG, dirigidos à formação e aperfeiçoamento dos participantes,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2016/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2016/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2016/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Secretaria de Gestão com Pessoas SEGESPE

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Secretaria de Gestão com Pessoas SEGESPE PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA AUXILIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu e Stricto Sensu), EM CONFORMIDADE COM A LEI 11.091 DE 12 DE JANEIRO DE 2005 E DECRETO 5.707 DE 23 DE FEVEREIRO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E METAS Art. 1º. O Programa de Capacitação Institucional PCI tem por objetivo promover a melhoria da qualidade das funções

Leia mais

PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015.

PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015. PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015. O Diretor Geral da Faculdade Unida de Vitória, no uso das atribuições conferidas pelo Regimento Interno resolve regulamentar os procedimentos gerais

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº.03/2008

RESOLUÇÃO Nº.03/2008 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001 RESOLUÇÃO Nº.03/2008 Dispõe sobre o Regulamento do Programa de Iniciação Científica. O Conselho

Leia mais

EDITAL Nº 02/2014, PROGEP/CDP/NUGCAP.

EDITAL Nº 02/2014, PROGEP/CDP/NUGCAP. EDITAL Nº 02/2014, PROGEP/CDP/NUGCAP. PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO.

Leia mais

EDITAL Nº 068/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

EDITAL Nº 068/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 068/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU A Diretoria de Pós-graduação e Extensão do Centro Universitário Senac, no uso de suas atribuições, torna pública

Leia mais

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional EDITAL Nº01/2014 Dispõe sobre o Processo de Matrícula para os Cursos Técnicos concomitantes e subsequentes ao Ensino Médio: Administração Contabilidade Eletrônica Mecânica Mecatrônica Qualidade Segurança

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA Capítulo I Da Finalidade Artigo 1 - O presente Regulamento de Empréstimo Pessoal, doravante denominado Regulamento, tem por finalidade definir normas

Leia mais

À vista R$ 26.200,00 R$ 26.990,00 R$ 28.200,00. 5 parcelas R$ 5.345,00 R$ 5.506,00 R$ 5.753,00. 10 parcelas R$ 2.739,00 R$ 2.821,00 R$ 2.

À vista R$ 26.200,00 R$ 26.990,00 R$ 28.200,00. 5 parcelas R$ 5.345,00 R$ 5.506,00 R$ 5.753,00. 10 parcelas R$ 2.739,00 R$ 2.821,00 R$ 2. VALOR DO INVESTIMENTO Formas de pagamento 432h/a Valor com desconto para matrículas até 30/12/2015 Valor com desconto para matrículas de 04/01/2016 a 31/03/2016 Valor a partir de 01/04/2016 À vista R$

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Pós- Graduação Lato Sensu - Especialização

Regulamento do Núcleo de Pós- Graduação Lato Sensu - Especialização Regulamento do Núcleo de Pós- Graduação Lato Sensu - Especialização Juiz de Fora-MG Regulamento do Núcleo de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Os Cursos

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 52/2011, DE 13 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 52/2011, DE 13 DE SETEMBRO DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS UNIVESP BOLSAS DE APOIO ACADÊMICO E TECNOLÓGICO

PROGRAMA DE BOLSAS UNIVESP BOLSAS DE APOIO ACADÊMICO E TECNOLÓGICO BOLSAS DE APOIO ACADÊMICO E TECNOLÓGICO Normas e Procedimentos 1. DISPOSIÇÕES GERAIS A UNIVESP instituiu, por deliberação de seu Conselho de Curadores, o PROGRAMA DE BOLSAS UNIVESP, com as características

Leia mais

Regulamento dos Cursos da Diretoria de Educação Continuada

Regulamento dos Cursos da Diretoria de Educação Continuada Regulamento dos Cursos da Diretoria de Educação Continuada Art. 1º Os Cursos ofertados pela Diretoria de Educação Continuada da Universidade Nove de Julho UNINOVE regem-se pela legislação vigente, pelo

Leia mais

Mestrado em Ciências Contábeis Centro Universitário Álvares Penteado

Mestrado em Ciências Contábeis Centro Universitário Álvares Penteado Processo Seletivo 1º Semestre de 2016 Programa de Mestrado em Ciências Contábeis A FECAP Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado de maneira especial foca suas atividades no Programa de Mestrado em

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA PLANO PU

Leia mais

FACULDADES FUTURÃO DIRETORIA DE PÓS GRADUAÇÃO EDITAL DPG Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO TURMAS 2014/2

FACULDADES FUTURÃO DIRETORIA DE PÓS GRADUAÇÃO EDITAL DPG Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO TURMAS 2014/2 FACULDADES FUTURÃO DIRETORIA DE PÓS GRADUAÇÃO EDITAL DPG Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO TURMAS 2014/2 A Faculdades Futurão, em conformidade com o seu Plano de Desenvolvimento Institucional e o Regimento

Leia mais

Art. 18º. Cabe ao Aluno Beneficiado:

Art. 18º. Cabe ao Aluno Beneficiado: SISTEMA DE INCLUSÃO EDUCACIONAL ESTUDE JÁ BRASIL REGULAMENTO I DO SISTEMA Art. 1. - O ESTUDE JÁ BRASIL é um sistema de INCLUSÃO EDUCACIONAL e tem por objetivos: I incentivar o cadastramento de cidadãos

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015 REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015 I DO CONCEITO Art. 1º. Entende-se como Bolsa de Estudo Social, a concessão de descontos, em virtude da situação financeira momentânea do aluno, de até 40% (quarenta

Leia mais

Lato Sensu - Especialização

Lato Sensu - Especialização Regulamento Geral do Núcleo de Pós- Graduação Lato Sensu - Especialização CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu - Especialização da Fundação Educacional de Além

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURAS E IDENTIDADES BRASILEIRAS DO IEB: I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURAS E IDENTIDADES BRASILEIRAS DO IEB: I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURAS E IDENTIDADES BRASILEIRAS DO IEB: I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) A CCP do Programa Culturas e Identidades Brasileiras é a própria

Leia mais

Matrículas 1º semestre letivo de 2014

Matrículas 1º semestre letivo de 2014 EDITAL 17/2013 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Matrículas 1º semestre letivo de 2014 O UDF - Centro Universitário torna público o Edital de Matrícula dos Cursos de Graduação para o 1º semestre letivo de 2014, a

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO GOTARDO ltda. Avenida Francisco Resende Filho, 35 - São Gotardo/MG CEP 38800-000

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO GOTARDO ltda. Avenida Francisco Resende Filho, 35 - São Gotardo/MG CEP 38800-000 PORTARIA Nº 21, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a regulamentação dos Programas de Pósgraduação Lato Sensu no âmbito do Centro de Ensino Superior de São Gotardo CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PÓS-GRADUAÇÃO E D I T A L DE MATRÍCULAS

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PÓS-GRADUAÇÃO E D I T A L DE MATRÍCULAS PÓS-GRADUAÇÃO E D I T A L DE MATRÍCULAS De ordem do Senhor Diretor, Prof. Dr. Décio Antônio Piola, faço público aos interessados que estarão abertas na Secretaria da Faculdade de Direito de Franca, situada

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDIQUE AMIGOS ALUNOS VETERANOS FACULDADES OPET

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDIQUE AMIGOS ALUNOS VETERANOS FACULDADES OPET REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDIQUE AMIGOS ALUNOS VETERANOS FACULDADES OPET OPET - ORGANIZAÇÃO PARANAENSE DE ENSINO TÉCNICO LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 78.231.024/0001-72, com sede na Av. Presidente

Leia mais

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da Faculdade de Tecnologia Bandeirantes

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Art.1º. O presente regulamento disciplina o processo de inscrição e seleção de candidatos para o Programa de Bolsa de

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO PARA BOLSA-AUXÍLIO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu e Stricto Sensu), EM CONFORMIDADE COM A LEI 11.091 DE 12 DE JANEIRO DE 2005 E DECRETO 5.707 DE 23 DE FEVEREIRO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Mês de Vigência Taxa de Juros 1º 0,65% a.m. 2º ao 12º 0,45% a.m.

CONDIÇÕES GERAIS. Mês de Vigência Taxa de Juros 1º 0,65% a.m. 2º ao 12º 0,45% a.m. PLIN FIDELIDADE MODALIDADE TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003764/2008-28 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: Nº 03.558.096/0001-04 PU 12 MESES - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE MARKETING 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO.1 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.30/0001-94 APLUBCAP ECO.1 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: 15414.0055/011-47

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO (ênfase em Finanças)

PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO (ênfase em Finanças) PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO (ênfase em Finanças) - PERÍODO LETIVO 1º SEMESTRE DE 2016 - E D I T A L O, mantido pela Fundação Escola

Leia mais