RESOLUÇÃO nº 07/2014. Regulamenta o Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESOLUÇÃO nº 07/2014. Regulamenta o Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi)"

Transcrição

1 Regulamenta o Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi) O Presidente do CONSUP, no uso de suas atribuições regimentais, artigo 8 inciso IV; em cumprimento à deliberação do Colegiado Superior em 29 de maio de 2014, constante do Parecer CONSUP 07/2014 Processo 07/2014, baixa a seguinte. RESOLUÇÃO Artigo 1º Fica aprovado nos termos desta Resolução, o Regulamento do Programa Institucional De Descontos Financeiros - PIDF da Faculdade Fucapi (Instituto de Ensino Superior Fucapi) conforme anexo a esta Resolução. Artigo 2º Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogadas as disposições contrárias. Manaus, 29 de maio de Niomar Lins Pimenta Presidente do CONSUP

2 ANEXO À RESOLUÇÃO CONSUP 07/2014 REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DESCONTOS FINANCEIROS PIDF Art.1º. O presente regulamento tem por objetivo estabelecer normas, critérios e procedimentos do Programa de Desconto aos Discentes da Faculdade Fucapi. 1º. O PIDF caracteriza-se pela oferta de incentivos financeiros que estimulam a permanência de alunos e de ex-alunos nos diversos cursos de graduação da Faculdade. Art.2º. O Programa prevê as seguintes modalidades de incentivos financeiros: - Mérito Acadêmico - Pontualidade - Semestre Antecipado - Família - Egresso - Empresa - Indicação de Amigos - Funcionários e Dependentes - Transferência Externa Art.3º. A modalidade Mérito Acadêmico constitui um desconto de excelência acadêmica destinado aos melhores alunos de cada curso, caracterizado pela concessão de: a) Desconto de 100% (cem por cento) ao aluno que tenha obtido o maior coeficiente acadêmico (CA) no semestre letivo anterior; b) Desconto de 75% (setenta e cinco por cento) ao 2º colocado e; c) Desconto de 50% (cinquenta por cento) ao 3º colocado. 1º. O aluno para se beneficiar desta modalidade deverá, no semestre anterior, obter100% (cem por cento) de aproveitamento escolar em todas as disciplinas cursadas, devendo ter cursado no mínimo 5 (cinco) disciplinas no semestre base para o cálculo do CA. No entanto, não podendo, no semestre de usufruto, efetuar nenhum trancamento (parcial ou integral).

3 2º. A apuração do coeficiente de rendimento será feita até a terceira casa decimal e, em caso de empate, terá prioridade o candidato matriculado no semestre curricular mais próximo da conclusão do curso e, persistindo o empate, o candidato de maior idade. 3º. O desconto só será concedido ao aluno que obtiver o coeficiente = ou > 8. 4º. Um mesmo aluno poderá ser beneficiado por mais de uma vez. 5º. Poderão concorrer ao benefício somente os alunos matriculados até o penúltimo semestre curricular. Art.4º. A modalidade Pontualidade constitui um desconto financeiro em função da pontualidade no pagamento das mensalidades até o 7º dia de cada mês, respeitando os valores anunciados nas campanhas do processo seletivo, conforme tabela praticada pela instituição. 1º.A renovação deste desconto será automática, não sendo necessário que o aluno faça requerimento do mesmo ao Setor de Bolsas, Descontos e Financiamentos. 2º.Em caso de trancamento do curso, o aluno perde o direito ao desconto de pontualidade referente ao processo seletivo de ingresso, e ao retornar à instituição, fará jus ao desconto referente ao anunciado na campanha do último processo seletivo. Art.5º.A modalidade Semestre Antecipado constitui acréscimo de desconto financeiro de 5% (cinco por cento) oferecido ao aluno, optar pela quitação antecipada da semestralidade, somado ao incentivo de pontualidade conforme artigo 4º. deste regulamento. 1º.O acréscimo de 5% desconto não incidirá sobre a 1ª parcela do semestre. Art.6º. A modalidade Família constitui um desconto financeiro, concedido ao aluno, que tenha parente regularmente matriculado na Faculdade Fucapi. a) Será concedido desconto de 5% (cinco por cento), somado ao desconto de pontualidade, para 1 (um) membro indicado. b) Será concedido desconto de 10% (dez por cento), somado ao desconto de pontualidade, para 2 (dois) membros indicados.

4 c) Será concedido desconto de 15% (quinze por cento), somado ao desconto de pontualidade, para 3 (três) ou mais membros indicados. 1º. Para usufruto do benefício, são considerados parentes: pai, mãe, filho, irmão e cônjuge, condição a ser comprovada por documento hábil e aceito pela Faculdade. 2º. O desconto será concedido apenas a um membro da família do aluno, neste caso, o que tenha a maior mensalidade. Art.7º.A modalidade Egresso constitui um desconto financeiro concedido ao aluno do turno noturno de: a) 30%, (trinta por cento), já incluso o incentivo de pontualidade, para o aluno que tenha concluído um curso de graduação, ou pós-graduação na Fucapi; b) 20% (vinte por cento), já incluso o incentivo de pontualidade, para o aluno que tenha concluído um curso de ensino médio ou ensino técnico na Fucapi. 1º. O benefício constante do caput é valido somente para os ingressantes iniciais a cada processo seletivo a partir da publicação deste regulamento. Art.8º. A modalidade Empresa constitui uma contribuição para o desenvolvimento regional e para a qualificação profissional de trabalhadores de empresas locais, na concessão de descontos acordados mediante convênio celebrado entre a Faculdade Fucapi e a organização interessada, mantido o incentivo da pontualidade. 1º. Para requerimento de descontos desta modalidade deverão ser respeitados os termos e prazos estabelecidos nos Convênios para Concessão de Descontos de cada empresa. 2º. Os alunos deverão solicitar a renovação do beneficio a cada semestre, condicionada às exigências de concessão constantes deste regulamento. Art.9º. A modalidade Indicação de Amigos constitui um desconto financeiro, concedido ao aluno da Faculdade, que tenha um amigo regularmente matriculado na Faculdade Fucapi. 1º. Será concedido desconto de 5% (cinco por cento), somado ao desconto de pontualidade, para cada indicação de amigo, valendo o mesmo percentual de desconto para os amigos indicados.

5 2º. Os descontos constantes do parágrafo anterior são válidos somente para o semestre de ingresso dos indicados, podendo os alunos indicadores e indicados participar semestralmente com novas indicações. 3º. Cada aluno terá o limite de 2 (duas) indicações de amigos por semestre, sendo que cada indicado somente poderá ter um indicador. 4º. O benefício constante do caput é valido, na condição de indicador (indicante), para todos os alunos já matriculados na FUCAPI e, na condição de indicado, somente para os ingressantes iniciais a cada processo seletivo a partir da publicação deste regulamento. Art.10º. A modalidade Funcionários e Dependentes constitui um desconto financeiro de 50% (cinquenta), concedido ao aluno da Faculdade, que seja colaborador da Fucapi e se estende aos seus dependentes matriculados na Faculdade Fucapi. 1º. Para usufruto do benefício, são considerados dependentes apenas os filhos e cônjuge, condição a ser comprovada por documento hábil e aceito pela Faculdade. 2º. Os colaboradores da Fucapi serão beneficiados pelo desconto após o cumprimento do período de experiência mínimo exigido, sendo dispensados deste cumprimento, os colaboradores que foram contratados após o término de estágio realizado na Fucapi. 3º. Para usufruto do desconto, o funcionário deverá fazer requerimento junto ao Setor de Bolsas, Descontos e Financiamentos, no período de 02 de junho à 07 agosto, a fim de que possa ser verificado se o mesmo atende à todos os requisitos necessários para a concessão do mesmo. 4º. Os funcionários da Fucapi e seus dependentes deverão ser aprovados no Processo Seletivo da Faculdade Fucapi, conforme condições estabelecidas em edital. 5º. O desconto da mensalidade será efetuado em folha de pagamento do colaborador titular do benefício. 6º. O dependente do colaborador terá direito ao desconto mediante apresentação de documentação comprobatória da relação de dependência junto ao Setor de Bolsas, Descontos e Financiamentos e à área de gestão de pessoas, através de cadastro específico. 7º.Para que seja mantido o desconto, a cada semestre, deverão ser observadas as seguintes situações válidas tanto para colaboradores quanto para dependentes: 1. Ter sido aprovado em 75% das disciplinas cursadas no semestre anterior; 2. Ter cumprido a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) em cada disciplina matriculada no semestre anterior; 3. Ter cumprido na íntegra o regimento disciplinar da Faculdade Fucapi; 8º. A concessão do incentivo a educação ao acadêmico poderá ser Suspensa, a qualquer momento

6 em caso de trancamento integral por motivo de doença ou trabalho, ou de trancamento parcial durante o período de ajuste de disciplinas, desde que devidamente justificado e autorizado pelo setor de Bolsas, Descontos e Financiamentos, que tenha impossibilitado o (a) aluno (a) de frequentar as aulas, devendo voltar a fazer jus ao benefício no semestre seguinte. 9º. A concessão do incentivo a educação ao acadêmico poderá ser Cancelada, a qualquer momento, nos seguintes casos: a) Reprovação por nota acima de 25% nas disciplinas cursadas, perdendo o direito ao benefício pelo próximo semestre. b) Reprovação por falta, detectado a qualquer momento, conforme os relatórios da coordenação de cursos; 10º. Em caso de cancelamento do referido desconto pelos motivos apresentados no 9º, para recuperar o benefício o aluno/dependente deverá cursar um semestre e ser aprovado, obedecendo aos seguintes critérios: a) Ter cursado no mínimo 4 (quatro) disciplinas. b) Obter 100% (cem por cento) de aproveitamento escolar em todas as disciplinas cursadas 11º. Em caso de desligamento do colaborador, havendo ruptura contratual o benefício será automaticamente cancelado para o funcionário e consequentemente seus dependentes. Art.11º. A modalidade Transferência Externa constitui um desconto financeiro concedido ao aluno de: a) 30%, (trinta por cento), já incluso o incentivo de pontualidade, para o aluno que tenha ingressado na instituição por meio de Transferência Externa. 1º.O referido desconto será válido apenas para o semestre de ingresso, após esse período, será a aplicado o desconto referente ao anunciado no último processo seletivo. 2º. Para usufruto do desconto, o futuro aluno deverá dirigir-se ao Setor de Bolsas, Descontos e Financiamentos, antes de efetuar sua matrícula no semestre 2014/2,para fazer requerimento do mesmo, a fim de que possa ser verificado se o mesmo atende à todos os requisitos necessários para a concessão do mesmo. Art.12º. Para todas as modalidades de desconto estabelecidas neste regulamento, os requerentes deverão ter um mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) de aproveitamento escolar em disciplinas no semestre anterior à concessão do desconto e não poderão efetuar nenhum tipo de trancamento no semestre de usufruto.

7 Parágrafo Único A regra constante do caput não é válida aos beneficiários da modalidade Mérito Acadêmico, cuja regra de habilitação está regulada no artigo 3º. Art.13º. O aluno beneficiário do Programa, com exceção do vinculado à modalidade Mérito Acadêmico 100% (cem por cento), deverá efetuar o pagamento de suas mensalidades até a data do vencimento, caso contrário perderá o respectivo desconto referente a parcela paga com atraso. Art.14º. Os descontos somente serão concedidos, com exceção à Modalidade Pontualidade, após expresso requerimento do interessado perante o Setor de Bolsas, Descontos e Financiamentos no período de 21 à 30 de julho de 2014 (Ingressantes) e 18 à 22 de agosto (Veteranos), condicionado a apresentação de documentação de comprovação. Parágrafo Único A regra constante do caput não é válida aos beneficiários das Modalidades Funcionários e Dependentes e Transferência Externa, cuja regra de habilitação está regulada nos artigo 10º e 11º respectivamente. Art.15º. Não serão concedidos descontos retroativos. Art.16º. Os descontos somente serão concedidos, com exceção das modalidades: Pontualidade e Funcionário e Dependentes, a partir da 2ª mensalidade do semestre cursado, mediante o pagamento da 1ª mensalidade até a data do vencimento. Art.17º. Para os beneficiários do Fundo de Financiamento Estudantil FIES e do Programa Educar, só terão direito aos descontos constantes neste regulamento se não tiverem feito aditamento. Art.18º.Os beneficiários do Programa Universidade para Todos - PROUNI só terão direito aos descontos da Modalidade Pontualidade. Art.19º. Os beneficiários da Bolsa Universidade, não participarão dos programas oferecidos neste Regulamento, com exceção da modalidade Mérito Acadêmico.

8 Art.20º. A Faculdade Fucapi não concederá os Descontos constantes deste Regulamento aos alunos que não efetivarem suas renovações de matrícula (rematrículas) no prazo previsto no calendário escolar. Art.21º. Os descontos são mera liberalidade da FUCAPI, podendo ser suprimido a qualquer tempo, sem aviso prévio, mantidas até o final do semestre, os descontos já concedidos. Art.22º. O benefício dos Descontos aplica-se somente aos valores das mensalidades, não sendo extensivo às taxas e emolumentos acadêmicos. Art.23º. Todos os descontos objeto das modalidades deste Regulamento tem validade exclusivamente para o semestre de concessão, cabendo ao beneficiário se habilitar a cada novo semestre, não havendo vedação neste Regulamento. Art.24º. Os descontos constantes neste regulamento não são cumulativos, exceto quando previsto. Art.25º. Todos os descontos objeto deste Regulamento devem estar previstos em orçamento da Faculdade Fucapi, ficando limitada a concessão de descontos ao valor previsto no orçamento. Art.26º. Os descontos previstos neste regulamento são vigente e aplicáveis ao primeiro semestre de 2014, devendo haver nova resolução regulando ou não a continuidade das políticas de descontos para cada semestre letivo. Art.27º. Os casos não previstos serão resolvidos pelo Diretor Acadêmico. Art.28º Este regulamento entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se.

REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS PARA O ANO DE 2015

REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS PARA O ANO DE 2015 REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS PARA O ANO DE 2015 Bacabal 2015 REGULAMENTO DE BOLSAS E BENEFÍCIOS DO OBJETIVO Art. 1º Este Regulamento estabelece as regras gerais do Programa de Bolsas e Benefícios

Leia mais

ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012.

ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012. ATO ESPECIAL Nº. 017/2012 Santarém, 29 de março de 2012. O Diretor Geral das Faculdades Integradas do Tapajós FIT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e, CONSIDERANDO que as Faculdades Integradas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE SÃO VICENTE CAPITULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE SÃO VICENTE CAPITULO I DO PROGRAMA FACULDADE SÃO VICENTE Mantenedora: Sociedade Educacional e Assistencial da Paróquia de Pão de Açúcar-Al TEL; FAX 82-3624-1862 E - mail: fasvipa@hotmail.com Portaria Nº 1.766/ 01 /11/2006 REGULAMENTO DO

Leia mais

ASSITÊNCIA ESTUDANTIL

ASSITÊNCIA ESTUDANTIL ASSITÊNCIA ESTUDANTIL Apoio ao Acadêmico A Assistência Estudantil da FAMEC tem a missão de apoiar o acadêmico na busca de soluções e oportunidades que contribuam para sua permanência na faculdade e conclusão

Leia mais

POLÍTICA DE BENEFÍCIOS E CONVÊNIOS PARA A UNIDADE UNESC SERRA ES VIGÊNCIA A PARTIR DE 2015/1

POLÍTICA DE BENEFÍCIOS E CONVÊNIOS PARA A UNIDADE UNESC SERRA ES VIGÊNCIA A PARTIR DE 2015/1 POLÍTICA DE BENEFÍCIOS E CONVÊNIOS PARA A UNIDADE UNESC SERRA ES VIGÊNCIA A PARTIR DE 2015/1 1. FIES O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar

Leia mais

REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO

REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO 1 REGULAMENTO DO SETOR FINANCEIRO O Professor Dr. Marcus Vinícius Crepaldi, Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia do Ipê FAIPE no uso das atribuições que lhe confere o Regimento Interno e, considerando

Leia mais

1. DESCONTOS COMERCIAIS

1. DESCONTOS COMERCIAIS Resolução nº. 04/2015 Normatiza a Concessão de Descontos Institucionais nas Mensalidades de Graduação e, conforme determinado pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade - CNEC. A Diretora da Faculdade

Leia mais

PORTARIA-DG-010/2015 REGULAMENTA O CLUBE DO EGRESSO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) Capítulo I

PORTARIA-DG-010/2015 REGULAMENTA O CLUBE DO EGRESSO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) Capítulo I PORTARIA-DG-010/2015 REGULAMENTA O CLUBE DO EGRESSO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) O Diretor Geral, no uso das atribuições que lhe confere o inciso XIII do artigo 12

Leia mais

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da Faculdade de Tecnologia Bandeirantes

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da Faculdade de Tecnologia Bandeirantes Art.1º. O presente regulamento disciplina o processo de inscrição e seleção de candidatos para o Programa de Bolsa de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO INGRESSO 2014/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO INGRESSO 2014/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO INGRESSO 2014/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. O presente Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

Portaria Interna Nº. 153/15 São Paulo, 29 de abril de 2.015

Portaria Interna Nº. 153/15 São Paulo, 29 de abril de 2.015 Portaria Interna Nº. 153/15 São Paulo, 29 de abril de 2.015 Dispõe sobre os valores dos encargos educacionais para o 2º semestre de 2.015 da Faculdade de Vargem Grande Paulista FVGP. A Diretora da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DO OBJETIVO Cláusula Primeira Estabelecer as regras gerais para a concessão de bolsas nas mensalidades de alunos regularmente matriculados na Universidade Guarulhos. DAS

Leia mais

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1. O presente Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento dos

Leia mais

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte 1. FINANCIAMENTOS 1.1. PRAVALER O Crédito Universitário PRAVALER é um programa privado de financiamento de graduação presencial implantado em parceria com instituições

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa integral das mensalidades para cursar 1 (um) semestre, por meio de intercâmbio em uma das instituições de Ensino Superior

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa de estudo para os candidatos participantes da Campanha Mérito ENEM 2016.1 dos cursos de Graduação Presencial (Graduação

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSAD Nº 045/2014

DELIBERAÇÃO CONSAD Nº 045/2014 DELIBERAÇÃO CONSAD Nº 045/2014 Autoriza a concessão de Bolsas de Estudo aos alunos de Pós-graduação, modalidade presencial, da Universidade de Taubaté matriculados no ano de 2015. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO,

Leia mais

RELAÇÃO DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS

RELAÇÃO DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS RELAÇÃO DOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS 1. BOLSA FAMÍLIA 2. BOLSA EX-ALUNO 3. BOLSA FUNDAÇÃO 4. BOLSA P.B.H. 5. BOLSA SAAE 6. BOLSA SINPRO 7. BOLSA MEDALHA 8. BOLSA CONVENIO 9. DESCONTO ALUNOS MESMA EMPRESA

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS INSTITUCIONAIS Cria o Programa Institucional de Bolsas de Graduação e Pós Graduação no âmbito da Faculdade de Castanhal, estabelece normas para concessão e dá outras providências.

Leia mais

Resolução nº 019/2007

Resolução nº 019/2007 Resolução nº 019/2007 Promove alterações no Programa de Política Institucional que estabelece critérios para concessão de bolsas de estudo especiais para estudantes devidamente matriculados nos cursos

Leia mais

Candidatos aprovados no Vestibular In Company EAD 2015.2 Provas 17/07/2015 e 18/07/2015 nas seguintes condições:

Candidatos aprovados no Vestibular In Company EAD 2015.2 Provas 17/07/2015 e 18/07/2015 nas seguintes condições: 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa de estudo aos candidatos aprovados com os melhores desempenhos dos cursos de Graduação EAD (exceto cursos Semipresenciais)

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO CAPÍTULO I... 1 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 1 CAPÍTULO II... 1 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 1 CAPÍTULO III...

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA EVANGÉLICA

ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA EVANGÉLICA PORTARIA nº. 004 Presidência AEE Biênio 2012-2014, de 27 de abril de 2012. Normatiza concessão da bolsa filantropia e descontos no âmbito da Associação educativa Evangélica. O Presidente da Associação

Leia mais

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 Dispõe sobre as formas de ingresso e sobre o Processo Seletivo para admissão de alunos nos cursos de graduação, na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira. RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 O

Leia mais

Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data:

Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data: Nome: Depto.: Cargo: Assinatura: Data: Assinatura: Data: Vestibular In Company 2015.2 Prova 11/09/2015, 12/09/2015 e Código do Documento UMK Nome do Documento Política de Concessão de Bolsa de Estudo para os alunos ingressantes através do Vestibular In Company

Leia mais

ATO DE DECISÃO ADMINISTRATIVA nº 001/14 DE 07/01/2014

ATO DE DECISÃO ADMINISTRATIVA nº 001/14 DE 07/01/2014 ATO DE DECISÃO ADMINISTRATIVA nº 001/14 DE 07/01/2014 Regulamenta a política de concessão de Bolsas de Estudo e descontos no âmbito do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro da Universidade

Leia mais

Regulamento. Campanha Indique Um Amigo

Regulamento. Campanha Indique Um Amigo Regulamento Campanha Indique Um Amigo 1. DA PROMOÇÃO: 1.1. "Campanha Indique um Amigo" é um programa de ingresso de alunos via indicação na forma estipulada no presente Regulamento, promovido pelo Centro

Leia mais

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD AGENDADO

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD AGENDADO REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD AGENDADO 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de estudo aos candidatos aprovados com os 8 (oito) melhores desempenhos

Leia mais

Candidatos aprovados do Vestibular 2015.1.1 (realizado em Dezembro/2014), nas seguintes condições:

Candidatos aprovados do Vestibular 2015.1.1 (realizado em Dezembro/2014), nas seguintes condições: 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de estudo aos candidatos aprovados dos cursos Graduação (exceto os cursos do Polo de Fortaleza) no Vestibular

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDIQUE AMIGOS ALUNOS VETERANOS FACULDADES OPET

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDIQUE AMIGOS ALUNOS VETERANOS FACULDADES OPET REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDIQUE AMIGOS ALUNOS VETERANOS FACULDADES OPET OPET - ORGANIZAÇÃO PARANAENSE DE ENSINO TÉCNICO LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 78.231.024/0001-72, com sede na Av. Presidente

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA Cachoeira, março de 2011 REGULAMENTO DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º

Leia mais

FACULDADE METODISTA GRANBERY GABINETE DA DIREÇÃO PORTARIA Nº 01/2015

FACULDADE METODISTA GRANBERY GABINETE DA DIREÇÃO PORTARIA Nº 01/2015 FACULDADE METODISTA GRANBERY GABINETE DA DIREÇÃO PORTARIA Nº 01/2015 Ementa: Altera e estabelece o Regulamento Financeiro para os cursos de graduação da Faculdade Metodista Granbery. O TESOUREIRO DO INSTITUTO

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA

REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA BARRETOS 2010 REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA Art. 1 - O Programa de Monitoria da Faculdade Barretos, destinado a alunos regularmente matriculados, obedecerá às normas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014.1

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014.1 FACULDADES IBMEC PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014.1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA ALUNOS ORIUNDOS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO (PRO-RIO). CAPÍTULO

Leia mais

Regulamento EduCarioca 2014.2. Turno Manhã

Regulamento EduCarioca 2014.2. Turno Manhã Regulamento EduCarioca 2014.2 Turno Manhã 1. DA CAMPANHA O Centro Universitário Carioca - UniCarioca, através da Campanha EduCarioca, tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo de 50% (cinquenta

Leia mais

Edital DIRGER Nº 03/2015

Edital DIRGER Nº 03/2015 1 Edital DIRGER Nº 03/2015 Dispõe sobre o Programa de Incentivo à Mobilidade Acadêmica para os acadêmicos dos cursos de graduação da Faculdade La Salle para o primeiro semestre de 2016. O Diretor Geral

Leia mais

PORTARIA Nº. 14/REITORIA/10, de 5 de julho de 2010 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

PORTARIA Nº. 14/REITORIA/10, de 5 de julho de 2010 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PORTARIA Nº. 14/REITORIA/10, de 5 de julho de 2010 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Institui e estabelece critérios para o Aproveitamento de Estudos e Verificação de Proficiência para fins de certificação

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro Faculdade de Letras Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas

Universidade Federal do Rio de Janeiro Faculdade de Letras Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas Universidade Federal do Rio de Janeiro Faculdade de Letras Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas RESOLUÇÃO N 01/2008 Dispõe sobre a concessão e manutenção de bolsas de estudos do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegíveis

1. Objetivo. 2. Elegíveis 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa integral de estudo aos candidatos aprovados com os melhores desempenhos dos cursos presenciais de Graduação Bacharelado

Leia mais

a) Ensino Fundamental I e II manhã e tarde

a) Ensino Fundamental I e II manhã e tarde Regulamento do Concurso Bolsa Talento ENIAC 1- Do Concurso O ENIAC oferecerá bolsas de estudo aos interessados que desejam estudar no Colégio ENIAC a partir da 1º Ano do Ensino Fundamental ao 2º ano do

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DESCONTOS FPE UNIPINHAL - 2016 OBJETIVO

PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DESCONTOS FPE UNIPINHAL - 2016 OBJETIVO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DESCONTOS FPE UNIPINHAL - 2016 OBJETIVO O objetivo principal do programa de concessão de bolsas e descontos é proporcionar aos alunos a assistência necessária para a manutenção

Leia mais

SUA EMPRESA CONVÊNIADA COM A UNICAMPO

SUA EMPRESA CONVÊNIADA COM A UNICAMPO SUA EMPRESA CONVÊNIADA COM A UNICAMPO Objetivo: Incentivar a busca do ensino superior através de descontos ofertados pelo convênio estudantil UNICAMPO, que objetiva conveniar empresas, independente de

Leia mais

PORTARIA R E S O L V E:

PORTARIA R E S O L V E: 1/6 O Presidente da Faculdade Cathedral de nsino Superior no uso de suas atribuições legais e considerando a necessidade de normatizar as concessões de bolsa/desconto, no âmbito da Instituição, bem como

Leia mais

II Que o aluno novo indicado não tenha recebido outra indicação deferida a outro postulante.

II Que o aluno novo indicado não tenha recebido outra indicação deferida a outro postulante. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO A MATRÍCULAS MAIS QUE AMIGO 7ª EDIÇÃO PARA ALUNOS REGULARMENTE MATRICULADOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CENECISTA

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 31 DE MARÇO DE 2008

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 31 DE MARÇO DE 2008 PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 31 DE MARÇO DE 2008 Dispõe sobre o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior - FIES. DA POLÍTICA DE OFERTA DE FINANCIAMENTO Art. 4º A concessão de financiamento

Leia mais

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior

FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior FIES Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior Perguntas frequentes 1 O que é o FIES? O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um programa do Ministério da Educação

Leia mais

Regulamento da Campanha Indique um Amigo

Regulamento da Campanha Indique um Amigo Regulamento da Campanha Indique um Amigo 1. DA CAMPANHA: 1.1. Indique um amigo é uma Campanha de incentivo à indicação de candidatos para os cursos de Graduação, MBA e/ou Especialização da Faculdade FIPECAFI,

Leia mais

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização:

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização: O QUE É O FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM DO SÃO FRANCISCO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM DO SÃO FRANCISCO GABINETE DO PREFEITO ANEXO II DECRETO MUNICIPAL N. 011, DE 15 DE MARÇO DE 2012 Regulamenta a Lei Municipal Nº. 436/2009, que dispõe sobre a concessão de Bolsas de Estudo pelo Poder Executivo Municipal e dá outras providencias.

Leia mais

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD 2ª EDIÇÃO

REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD 2ª EDIÇÃO REGULAMENTO VESTIBULAR TOP EAD 2ª EDIÇÃO 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de estudo aos candidatos aprovados com os 30 melhores desempenhos para

Leia mais

Política de Bolsas e Financiamentos

Política de Bolsas e Financiamentos Política de Bolsas e Financiamentos Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que

Leia mais

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado.

Parágrafo único. Os servidores docentes podem candidatar-se somente em caso de formação de mestrado ou doutorado. RESOLUÇÃO N o 014, de 23 de dezembro de 2009. Regulamenta o Programa de Incentivo à Formação dos Servidores (PROSER) da UFSJ. O PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, em anexo, o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação Lato Sensu da FAE Centro Universitário.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, em anexo, o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação Lato Sensu da FAE Centro Universitário. RESOLUÇÃO CONSEPE 09/2009 APROVA O REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE, no uso das

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO INGRESSO 2015/2 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento

Leia mais

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS

MANUAL BOLSISTA. Núcleo de Atenção Solidária NAS MANUAL DO BOLSISTA Núcleo de Atenção Solidária NAS Sumário 1 - Bolsa de Estudo... 2 2 - Tipos de Bolsas de Estudo... 2 - ProUni... 2 Eventuais Programas de Bolsas de Estudo:... 2 - Vestibular Social....

Leia mais

UNIFACS. As melhores NOTAS NO VESTIBULAR Ganham BOLSA NA UNIFACS. unifacs.br

UNIFACS. As melhores NOTAS NO VESTIBULAR Ganham BOLSA NA UNIFACS. unifacs.br seletiva UNIFACS As melhores NOTAS NO VESTIBULAR Ganham BOLSA NA UNIFACS unifacs.br 1. Objetivo Estabelecer diretrizes, critérios e condições para a concessão de bolsa parcial de aos candidatos aprovados

Leia mais

NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE! SABEMOS QUE ERA ISSO QUE FALTAVA PARA QUE FÔSSEMOS A UNIVERSIDADE ESCOLHIDA POR VOCÊS! FIES - (Financiamento Estudantil)

NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE! SABEMOS QUE ERA ISSO QUE FALTAVA PARA QUE FÔSSEMOS A UNIVERSIDADE ESCOLHIDA POR VOCÊS! FIES - (Financiamento Estudantil) NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE! SABEMOS QUE ERA ISSO QUE FALTAVA PARA QUE FÔSSEMOS A UNIVERSIDADE ESCOLHIDA POR VOCÊS! FIES - (Financiamento Estudantil) A USJT é conveniada com o Programa de Financiamento

Leia mais

PROJETO EVEREST DAS DECISÕES

PROJETO EVEREST DAS DECISÕES PROJETO EVEREST I- HISTÓRICOS E OBJETIVOS DO PROJETO O Projeto Everest, da FACULDADE DOUTOR LEOCÁDIO JOSÉ CORREIA - FALEC, através de sua mantenedora, LAR ESCOLA LEOCÁDIO JOSÉ CORREIA, tem como meta, oportunizar

Leia mais

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Unesp, Unicamp e PUC/SP.

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Unesp, Unicamp e PUC/SP. Resolução UNESP nº 46 de 26/03/2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Unesp, Unicamp e PUC/SP. TÍTULO I Do Programa

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 23, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 23, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 23, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o aditamento de renovação semestral dos contratos de financiamento do Fundo de Financiamento Estudantil - Fies. O MINISTRO

Leia mais

RESOLVE, TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

RESOLVE, TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO COP Nº 003/2015 REGULAMENTA AS CONDIÇÕES PARA CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DAS MODALIDAES DE BOLSAS DE ESTUDO E DESCONTOS EDUCACIONAIS DA FACULDADE METROPOLITANA DE ANÁPOLIS O Presidente do Conselho

Leia mais

PORTARIA-DG-002/2016

PORTARIA-DG-002/2016 PORTARIA-DG-002/2016 REGULAMENTA O PROGRAMA SOU ALUNO E INDICO AS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA O Diretor Geral das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC, no uso das atribuições

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE RESOLUÇÃO CONSUP Nº 010/2005 PAULO AFONSO-BA Setembro de 2015 1 APRESENTAÇÃO A

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FDV CURSO DE GRADUAÇÃO DE DIREITO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FDV CURSO DE GRADUAÇÃO DE DIREITO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FDV CURSO DE GRADUAÇÃO DE DIREITO [Em vigor para os ingressos a partir de 2009/02] Aprovado pelo Conselho Acadêmico em 06 de agosto de 2009 APRESENTAÇÃO

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS. Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS. Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS Faculdade de Direito de Alta Floresta FADAF 2011 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DO PROGRAMA DE BOLSAS... 3 CAPÍTULO II... 3 DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 3 CAPÍTULO III... 3 DAS

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA ESSA BOLSA É MINHA! 2ª EDIÇÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA ESSA BOLSA É MINHA! 2ª EDIÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA ESSA BOLSA É MINHA! 2ª EDIÇÃO I - DA PROMOÇÃO a. FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA, pessoa jurídica de direito privado, devidamente inscrita no CNPJ nº 07.939.776/0001-10, com sede

Leia mais

ESAMC. MBA Executivo. Unidades: Sorocaba. Itapetininga

ESAMC. MBA Executivo. Unidades: Sorocaba. Itapetininga ESAMC MBA Executivo Unidades: Sorocaba Itu Itapetininga REGULAMENTO INTERNO DA INSTITUIÇÃO ÚLTIMA REVISÃO: NOVEMBRO/2009 SUMÁRIO ii 1) DO REGIME ESCOLAR... 1 1.1) CRITÉRIO DE CONTAGEM DE CRÉDITOS... 1

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC. TÍTULO I Dos Objetivos

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC. TÍTULO I Dos Objetivos Regimento REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC TÍTULO I Dos Objetivos Art. 1º - As atividades dos Cursos de Pós-Graduação abrangem estudos e trabalhos de formação

Leia mais

Considerando que a excepcionalidade do regime de oferta gera processos de gestão acadêmica e administrativa distintos da rotina institucional;

Considerando que a excepcionalidade do regime de oferta gera processos de gestão acadêmica e administrativa distintos da rotina institucional; RESOLUÇÃO CONSEPE 22/2014 APROVA O REGULAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS, MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF, PARA TURMAS COM INÍCIO EM

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA N.º 005/2008 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO - FADISA, Professor Ms. ANTÔNIO

Leia mais

REITORIA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE - UNIBH CENTRO DE EXTENSÃO E PESQUISA - CENEP EDITAL Nº 03/2012

REITORIA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE - UNIBH CENTRO DE EXTENSÃO E PESQUISA - CENEP EDITAL Nº 03/2012 REITORIA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE - UNIBH CENTRO DE EXTENSÃO E PESQUISA - CENEP EDITAL Nº 03/2012 Seleção de bolsistas e voluntários para Projetos de Extensão Universitária O Reitor do

Leia mais

Regulamento de Bolsas de Estudo. Centro Universitário FECAP. Av. da Liberdade 532 Liberdade São Paulo, SP 01502001 www.fecap.br

Regulamento de Bolsas de Estudo. Centro Universitário FECAP. Av. da Liberdade 532 Liberdade São Paulo, SP 01502001 www.fecap.br Regulamento de Bolsas de Estudo Centro Universitário FECAP Av. da Liberdade 532 Liberdade São Paulo, SP 01502001 www.fecap.br 1 1 DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 O Centro Universitário FECAP (doravante denominado

Leia mais

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS REGULAMENTO 1.1 - O presente regulamento objetiva a concessão de Crédito Educativo para estudantes devidamente Matriculados nos cursos

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 37/2009

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 37/2009 DISPÕE SOBRE CRITÉRIOS PARA O EXAME DE IDENTIDADE OU EQUIVALÊNCIA DE DISCIPLINAS PARA EFEITO DE APROVEITAMENTO DE ESTUDOS O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE, no uso

Leia mais

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil)

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) 1 - O QUE É É um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas.

Leia mais

REGULAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO

REGULAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO REGULAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1. Admissão aos Cursos 2. Matrícula Inicial 3. Matrícula em Disciplinas 4. Alteração de Matrícula em Disciplinas 5. Progressão nas Séries 6. Coeficiente de Rendimento

Leia mais

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 O Diretor da Faculdade Energia de Administração e Negócios (FEAN), instituição

Leia mais

Matrículas 1º semestre letivo de 2014

Matrículas 1º semestre letivo de 2014 EDITAL 17/2013 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Matrículas 1º semestre letivo de 2014 O UDF - Centro Universitário torna público o Edital de Matrícula dos Cursos de Graduação para o 1º semestre letivo de 2014, a

Leia mais

PROGRAMA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO - FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VARGINHA REGULAMENTO

PROGRAMA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO - FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VARGINHA REGULAMENTO PROGRAMA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO - FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE VARGINHA REGULAMENTO 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS: 1.1 O presente regulamento, baseado na Resolução nº 1/2006, disciplina o

Leia mais

Política de Bolsas e Financiamentos

Política de Bolsas e Financiamentos Política de Bolsas e Financiamentos Queremos receber bons estudantes e torná-los excelentes alunos. Olhando para o futuro, também queremos que eles sejam os melhores profissionais do mercado. Sabemos que

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Resolução nº 01/2010

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Resolução nº 01/2010 CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Resolução nº 01/2010 Regulamenta a pós-graduação lato sensu nas modalidades semipresencial e à distância O Diretor do Centro de Educação

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FGV DIREITO RIO RIO DE JANEIRO 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS...

Leia mais

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 da Faculdade Arthur Thomas

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudo Pós-Graduação Lato Sensu Ingresso 2015/1 da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INGRESSO 2015/1 DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. Este Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão,

Leia mais

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016

EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 EDITAL Nº 5/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO 01/2016 A Direção Geral da Faculdade Iguaçu, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com a legislação vigente e Regimento Geral, torna

Leia mais

1. DO OBJETO 2. DAS INSCRIÇÕES

1. DO OBJETO 2. DAS INSCRIÇÕES EDITAL N 01 /2012-1 - VESTIBULAR, CONCURSO PRINCIPAL E PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CONTINUADO DO CENTRO UNIVERSITARIO DE MINEIROS UNIFIMES MANTIDO PELA FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

Regulamento dos Cursos da Diretoria de Educação Continuada

Regulamento dos Cursos da Diretoria de Educação Continuada Regulamento dos Cursos da Diretoria de Educação Continuada Art. 1º Os Cursos ofertados pela Diretoria de Educação Continuada da Universidade Nove de Julho UNINOVE regem-se pela legislação vigente, pelo

Leia mais

FACULDADE DIREÇÃO GERAL NORMA 029 1/5

FACULDADE DIREÇÃO GERAL NORMA 029 1/5 1. Dos Requisitos e Documentos para o Ingresso Para ingressar nos cursos de ensino superior o candidato deve ter concluído o Ensino Médio, prestar processo seletivo da IES ou ingressar por uma das formas

Leia mais

NORMAS REGULAMENTARES SOBRE A MONITORIA

NORMAS REGULAMENTARES SOBRE A MONITORIA NORMAS REGULAMENTARES SOBRE A MONITORIA Art. 1º A FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST admitirá, sem vínculo empregatício, alunos dos seus Cursos de Graduação nas funções de Monitor, tendo como finalidade

Leia mais

FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2

FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2 FACULDADE CAPIXABA DA SERRA - SERRAVIX EDITAL Nº 0011/2013 - PROCESSO SELETIVO 2013/2 A Faculdade Capixaba da Serra Serravix, credenciada pela Portaria MEC nº 248, publicada no D.O.U em 07 de julho de

Leia mais

DO OBJETIVO... 3 DOS DESCONTOS... 3 DA CONCESSÃO... 5 DOS PERCENTUAIS UTILIZADOS NA CONCESSÃO DAS BOLSAS... 5 DO REQUERIMENTO... 6

DO OBJETIVO... 3 DOS DESCONTOS... 3 DA CONCESSÃO... 5 DOS PERCENTUAIS UTILIZADOS NA CONCESSÃO DAS BOLSAS... 5 DO REQUERIMENTO... 6 REGULAMENTO PROGRAMA DE BOLSAS Instituto Cimas 1 SUMÁRIO DO OBJETIVO... 3 DOS DESCONTOS... 3 DA CONCESSÃO... 5 DOS PERCENTUAIS UTILIZADOS NA CONCESSÃO DAS BOLSAS... 5 DO REQUERIMENTO... 6 DOS DOCUMENTOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF CONSELHO UNIVERSITÁRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 06/2008 Estabelece critérios para o Processo Seletivo de Ingresso Extravestibular 2008 para os cursos de Graduação da UNIVASF O DA UNIVASF no uso de suas atribuições, e cumprindo o disposto

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2012 Artigo 1º

RESOLUÇÃO Nº 01/2012 Artigo 1º UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA - MESTRADO Fone: (53) 3284-5523 e-mail: ppgeoufpel@gmail.com RESOLUÇÃO Nº 01/2012 Define os critérios

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE BACABAL FEBAC Credenciamento MEC/Portaria: 472/07 Resolução 80/07

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE BACABAL FEBAC Credenciamento MEC/Portaria: 472/07 Resolução 80/07 BACABAL-MA 2012 FINANCIAMENTOS INSTITUCIONAIS 1.Financiamentos Externos 1.1 Financiamento Estudantil FIES Financiamento do Governo Federal, para os alunos que desejam cursar a Faculdade, mas não têm condições

Leia mais

PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015.

PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015. PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015. O Diretor Geral da Faculdade Unida de Vitória, no uso das atribuições conferidas pelo Regimento Interno resolve regulamentar os procedimentos gerais

Leia mais

PORTARIA Nº. 002/2015

PORTARIA Nº. 002/2015 PORTARIA Nº. 002/2015 A Diretoria do INSTITUTO EDUCACIONAL JAGUARY IEJ entidade mantenedora da FACULDADE DE JAGUARIÚNA FAJ, no uso de suas atribuições estabelece regras para a liberação do parcelamento

Leia mais

FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES SEGUNDO SEMESTRE 2014

FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES SEGUNDO SEMESTRE 2014 REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DO FAAES - PARA INGRESSANTES SEGUNDO SEMESTRE 2014 A AJES, mantenedora da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis do Vale do Juruena, Instituto Superior de Educação do

Leia mais

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015.

PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. PORTARIA CNMP-PRESI Nº 78, DE 9 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre o Plano de Incentivo ao Estudo de Idioma Estrangeiro - PLI, do Conselho Nacional do Ministério Público. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Processos Seletivos 2016 Educação a Distância VESTIBULAR ESPECIAL NOVEMBRO 2015 EaD SEMIPRESENCIAIS

Processos Seletivos 2016 Educação a Distância VESTIBULAR ESPECIAL NOVEMBRO 2015 EaD SEMIPRESENCIAIS Processos Seletivos 2016 Educação a Distância VESTIBULAR ESPECIAL NOVEMBRO 2015 EaD SEMIPRESENCIAIS Aditivo nº 4 ao Edital de Vestibular de 2016 Educação a Distância, que rege o Vestibular Especial Novembro

Leia mais