ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE PESQUISA (2013.1)/Execução 02/2013 PROFA. MS. LAYDE LANA BORGES DA SILVA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE PESQUISA (2013.1)/Execução 02/2013 PROFA. MS. LAYDE LANA BORGES DA SILVA E-mail: laydelana@hotmail.com"

Transcrição

1 Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Rondônia Núcleo de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Ciências Jurídicas DCJ-UNIR - Campus de Porto Velho-RO. ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE PESQUISA (2013.1)/Execução 02/2013 PROFA. MS. LAYDE LANA BORGES DA SILVA 1 PROPOSTA, DESCRIÇÃO E PLANO DE PESQUISA Em conformidade com o pleito dos alunos acerca da necessidade de oferecimento de Atividades de Pesquisa no âmbito do DJC/UNIR, na reunião de Departamento de , se estabeleceu a seguinte atividade de pesquisa: TEMA: PROCESSO INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS. Seguem as diretrizes para a elaboração do Artigo Científico. 2 TEMA: PROCESSO INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS Problema: O Sistema Internacional Regional de proteção aos Direitos Humanos nas Américas ainda é pouco conhecido da comunidade acadêmica, bem como os seus instrumentos de atuação. O mesmo se dá em relação aos casos tramitados na Corte Interamericana de Direitos Humanos. Uma série de procedimentos são necessários para que um caso seja remetido ao órgão judicial do Sistema Interamericano de Direitos Humanos (SIDH). É premente a demanda de estudo aprofundado e consubstanciado com referencial teórico adequado a respeito do mecanismo de proteção aos direitos humanos oferecidos no âmbito da Comissão Interamericana de Direitos Humanos e da Corte Interamericana de Direitos Humanos. Justificativa: Possibilidade de habilitação de profissionais que possam conhecer o Sistema Interamericano de Direitos Humanos; atuar na defesa dos Direitos Humanos e na sua promoção compreendidos os direitos: das crianças

2 e adolescentes; idosos; comunidades ribeirinhas, quilombolas; indígenas; pessoas com necessidades especiais; perseguidos políticos; combate ao trabalho escravo e infantil; todas as formas de tortura; violência sexual; discriminação em razão de gênero; raça, preferência sexual; intolerância religiosa. Necessário após a atividade, a identificação de políticas públicas positivas para fortificar e implementar ações estatais de reforço aos Direitos Humanos no âmbito das Américas. Aceitação progressiva do jus standi na postulação da proteção aos direitos humanos. Necessidade de estudo sobre o desenvolvimento procedimental e processual no âmbito do SIDH. Investigação sobre a eficácia das decisões emanadas pelos órgãos do sistema regional de proteção, que perpassa pelo nível de compreensão dos Estados sobre a importância e urgência da incorporação no plano interno das normas e metodologias protetivas internacionais (flexibilização de conceito de soberania, cessão de parcela de soberania, mudança de legislação, costumes etc) Metodologia: Descrição de casos processados no Sistema Interamericano de Direitos Humanos. Análise das etapas de desenvolvimento procedimental e processual dos casos nos órgãos do Sistema Interamericano de Direitos Humanos (SIDH). Estudo das políticas públicas decorrentes dos casos resolvidos pelo Sistema Interamericano de Direitos Humanos (SIDH). Análise por temas/áreas de interesse em grupos de no máximo quatro membros, sendo cada um responsável por desenvolver seu texto adequando-o ao texto final, que deverá ser entregue na forma de artigo científico com no mínimo 15 laudas e correta referência às obras consultadas. A Professora proponente da Atividade de Pesquisa se disponibiliza a proceder à revisão dos textos quando requerido e a orientar quanto à normalização da apresentação do Artigo Científico etapa final da Atividade de Pesquisa. Objetivos Gerais: Dar aos alunos uma visão humanística da profissão jurídica. Oferecer uma visão inicial do Sistema Interamericano de proteção aos Direitos Humanos, em consonância com o momento histórico e com os anseios da população no que tange aos Direitos Humanos. Informar o pesquisador sobre o melhor meio de proteção material e processual internacional dos vulneráveis

3 que tem seus direitos violados. Discutir a função social do acadêmico, do advogado e dos demais profissionais do direito, bem como seu papel na defesa dos Direitos Humanos. Objetivos Específicos: I- Introduzir o aluno no Estudo da Proteção aos Direitos Humanos no âmbito regional e do Processo Internacional de Defesa dos Direitos Humanos; II- Fomentar a defesa dos Direitos Humanos e a promoção dos Direitos Humanos de crianças e adolescentes; idosos; comunidades ribeirinhas, quilombolas; indígenas; pessoas com deficiência; perseguidos políticos; combate ao trabalho escravo e infantil; todas as formas de tortura; violência sexual; discriminação em razão de gênero; preferência sexual; intolerância religiosa; III- Auxiliar na identificação de políticas públicas positivas para fortificar e implementar ações estatais de reforço aos Direitos Humanos no âmbito das Américas; III- Transmitir ao aluno o conhecimento dos meios de defesa do Sistema Regional de Proteção aos Direitos Humanos; IV- Internalizar no pesquisador o empoderamento decorrente do conhecimento dos trâmites do processo internacional. Via de consequência, não se terão mais pessoas alheias às atrocidades cometidas por quem quer que seja, que pretenda se constituir uma ameaça aos direitos tão arduamente conquistados ao longo dos tempos. 3 CERTIFICAÇÃO PELO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS Finalização: Produção de Artigo Científico A produção e entrega do Artigo Científico no Departamento de Ciências Jurídicas até a data limite de acarretará no direito ao CERTIFICADO DE ATIVIDADES DE PESQUISA - 40h, a ser expedido pelo Departamento de Ciências Jurídicas DCJ/UNIR e poderá ser retirado em A professora não se responsabiliza pelos Certificados não retirados na data aprazada. OBS: Não haverá possibilidade de entrega do artigo após a data limite de salvo as hipóteses de um dos componentes do grupo apresente

4 doença de caráter infecto-contagiosa, impeditiva do comparecimento, comprovada por atestado médico reconhecido na forma da lei constando o Código Internacional de Doenças (CID); manobras ou exercícios militares comprovados por documento da respectiva unidade militar ou motivo de caso fortuito ou força maior, ocasionados pela Universidade Federal de Rondônia. 4 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E ABODAGEM O Artigo Científico poderá a título de sugestão de abordagem contemplar: Abordagem inicial a respeito do mecanismo de proteção aos direitos humanos oferecidos no âmbito da Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Um tema entre os eixos de proteção aos Direitos Humanos: crianças e adolescentes; idosos; comunidades ribeirinhas, quilombolas; indígenas; pessoas com deficiência; perseguidos políticos; combate ao trabalho escravo e infantil; todas as formas de tortura; violência sexual; discriminação em razão de gênero; preferência sexual; intolerância religiosa. Descrição processual da demanda escolhida até sua finalização. Eventuais casos em que se identificaram entraves processuais entre os órgãos do Sistema Interamericano de Direitos Humanos. Eventuais casos em que se identificaram harmonia procedimental (parceria, colaboração) entre os órgãos do Sistema Interamericano de Direitos Humanos. Eventuais consequências da tramitação do caso no sistema jurídico interno dos Estados que foram demandados nos órgãos do SIDH (Eficácia das decisões) De que forma a pesquisa pôde contribuir na identificação e promoção de políticas públicas positivas para fortificar e implementar ações estatais de reforço aos Direitos Humanos no âmbito das Américas. Tudo o que for veiculado no desenvolvimento do trabalho deverá constar nas considerações finais de forma a se ter uma ideia geral do caso estudado.

5 REFERÊNCIAS E SUGESTÃO DE FONTES DE PESQUISA ALVES, Ariel de Castro. A Febem é uma réplica autêntica e piorada do sistema prisional. Children and Organized Armed Violence (Coav), Rio de Janeiro, 10 abr Entrevista. Disponível em: <http://www.coav.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=1865&user ActiveTemplate=_pt&sid=11>. Acesso em: CASO Corumbiara 1995 massacre. Centro de Mídia Independente, 7 nov Disponível em: <http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2005/11/ shtml>. Acesso em: CIDH. Estatuto da Comissão Interamericana de direitos Humanos. Aprovado pela Resolução AG/RES. 447 (IX-O/79), adotada pela Assembléia Geral da OEA, em seu nono período ordinário de sessões, realizado em La Paz, Bolívia, em outubro de Disponível em: <http://www.cidh.org/basicos/portugues/t.estatuto.cidh.htm>. Acesso em:. Estudo sobre o acesso das pessoas à Corte Interamericana de Direitos Humanos: exposição da CIDH sobre o tema da Resolução AG/RES (XXXII-0/02). Conselho Permanente da OEA, 7 de outubro de 2002c. Disponível em: <http://www.oas.org/consejo/pr/ cajp/documentos/cp10289p08.doc.>. Acesso em:. Informe annual. 2002b. Disponível em: <http://www.cidh.org/annualrep/2002sp/cap.3e.htm>. Acesso em:. Regulamento da Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Aprovado pela Comissão em seu 109. o período extraordinário de sessões, realizado de 4 a 8 de dezembro de 2000, e modificado em seu 116. período ordinário de sessões, realizado de 7 a 25 de outubro de 2002, em seu 118.º período ordinário de sessões, realizado de 6 a 24 de outubro de 2003 e em seu 126.º período ordinário de sessões, celebrado de 16 a 27 de outubro de Em vigor em 1.º de maio de Atualizado em janeiro de a. Disponível em: <http://www.cidh.org/basicos/portugues/u.regulamento.cidh.htm>. Acesso em:. Relatório anual Disponível em: <http://www.cidh.org/annualrep/96port/96portca2.1.htm>. Acesso em:

6 . Relatório anual 2001: medidas cautelares emitidas ou estendidas pela Comissão. Costa Rica, 2001b. Disponível em: Acesso em:. Relatório de admissibilidade n.º 39/02. Adolescentes custodiados pela Febem. Petição n.º , 9 de outubro de a. Disponível em: <http://www.cidh.oas.org/ annualrep/2002port/brasil12328.htm>. Acesso em:. Relatório de admissibilidade n.º 77/98. Caso Corumbiara n.º , 25 de setembro de Disponível em: <http://www.cidh.org/annualrep/98port/brasil11556.htm>. Acesso em: CORTE da OEA determina que Brasil cesse tortura na Febem de Tatuapé. Cidadania na Internet, Disponível em: <http://www.cidadania.org.br/ conteudo.asp?conteudo_id=5435&secao_id=95>. Acesso em: CORTEIDH. Caso Almonacid Arellano e outros vs. Chile: excepciones preliminares, fondo, reparaciones e costas. Sentencia de 26 de septiembre de Serie C, n.º d. Disponível em: <www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_154_esp.pdf>. Acesso em:. Caso Barrios Altos: Chumbipuma Aguirre e outros vs. Peru. Sentença de Fundo de 14 de março de Série C, n. 83, ponto resolutivo n.º b. Disponível em: <http:// /search?q=cache:yiddxybbznuj:www.corteidh.or.cr/docs/ casos/articulos/seriec_83_esp.pdf+sentencia+barrios+altos+e+cort E&hl=pt-BR&ct =clnk&cd=3&gl=br>. Acesso em:. Caso Cayara vs. Perú. Excepciones Preliminares. Sentencia de 3 de febrero de Serie C, nº b. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_14_esp[1].doc>. Acesso em:. Caso Damião Ximenes: voto do juiz Cançado Trindade. Sentença de 4 de julho de 2006f. Disponível em <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_149_esp.pdf>. Acesso em:. Caso de la Panel Blanca : Paniagua Morales y otros vs. Guatemala. Sentencia de 8 de marzo de Serie C N Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_37_esp[1].doc>. Acesso em. Caso El Amparo vs. Venezuela. Sentencia de 18 de enero de Serie C, n.º a. Disponível em:

7 <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_19_esp.pdf>. Acesso em:. Caso Fairén Garbi y Solís Corrales vs. Honduras. Sentencia de 15 de marzo de 1989: fondo. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_04_esp.pdf>. Acesso em:. Caso Febem Tatuapé: voto concordante juiz cançado trindade: decisão sobre medidas provisionais. 2005a. Disponível em: <http://corteidh.or.cr/docs/medidas/votos/febem_vse_01_cancado.doc>. Acesso em: /b. Caso Gangaram Panday vs. Suriname: excepciones preliminares. Sentencia del 4 de diciembre de Serie C: resoluciones y sentencias, n.º 12. San José: Secretaría de la Corte, Caso Godínez Cr/..vs. Honduras. Sentencia de 26 de junio de 1987: excepciones preliminares. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos articulos/seriec_03_esp.pdf>. Acesso em:. Caso Herrera Ulloa vs. Costa Rica. Sentencia de 2 de julio de Serie C nº Ponto b. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_107_esp.doc>. Acesso em:. Caso La Cantuta vs. Perú: fondo, reparaciones y costas. Sentencia de 29 de noviembre de Serie C n.º e. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/casos.cfm?idcaso=259>. Acesso em:. Caso Neira Alegría y otros vs. Perú. Sentencia de 19 de enero de Serie C, n.º b. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/ seriec_20_esp[1]pdf>. Acesso em:. Caso Ricardo Canese vs. Paraguay. Sentencia de 31 de agosto de Serie C, n.º a. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_ 111_esp.pdf>.. Caso a Última Tentação de Cristo: Olmedo Bustos y Otros v. Chile: reparaciones y costas. Sentencia de 5 de febrero de Serie C, n.º a. Disponível em: <http: Acesso em:

8 . Caso Velásquez Rodríguez contra Honduras. Sentencia de 29 de julio de 1988: fondo Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_04_esp.pdf>. Acesso em:. Caso Viviana Gallardo y otras, n.º 101/81. Serie A. Resolución del 15 de julio, decisión del 13 de noviembre de San José, Costa Rica, Disponível em: < Acesso em:.. Caso Ximenes Lopes versus Brasil: voto separado do juiz Cançado Trindade. 2006c. Disponível em: <http://www.mj.gov.br/sedh/documentos/votocancado.pdf>. Acesso em:. Casos contenciosos : jurisprudência. 2006a. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/casos.cfm>. Acesso em:. Opinião consultiva n.º 5/85, de 13 de novembro de Série A n.º Opinião consultiva n.º 13/93, de 16 de julho de Série A. Certas atribuições da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (arts. 41, 42, 44, 46, 47, 50 e 51 da Convenção Americana sobre Direitos Humanos) solicitadas pelos governos da República Argentina e da República Oriental do Uruguai. 1993a. Disponível em: <http://www.pge.sp. gov.br/centrodeestudos/bibliotecavirtual/interamericano/2127opiniao.htm>. Acesso em:. Regulamento da Corte Interamericana de Direitos Humanos. Aprovado pela Corte no seu 49.º período ordinário de sessões celebrado do dia 16 a 25 de novembro de 2000 e reformado parcialmente pela Corte em seu 61.º período ordinário de sessões do dia 20 de novembro a 4 de dezembro de Disponível em: < >. Acesso em. Relatório anual à Assembléia Geral da OEA, em 6 de março de Disponível em: < Acesso em:. Resolução da Corte Interamericana de Direitos Humanos, de 17 de novembro de Solicitação de medidas provisórias apresentada pela

9 Comissão Interamericana de Direitos Humanos com respeito à República Federativa do Brasil, caso das crianças e adolescentes privados de liberdade no Complexo do Tatuapé da Febem. 2005b. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/medidas/febem_se_01_portugues.pdf>. Acesso em:. Resolução da Corte Interamericana de Direitos Humanos, de 4 de julho de Medidas provisórias e solicitação de ampliação de medidas provisórias com respeito à República Federativa do Brasil. Caso das crianças e adolescentes privados de liberdade no Complexo do Tatuapé da Febem. 2006b. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/medidas/febem_se_03_portugues.pdf>. Acesso em: DESAFIOS do Sistema Interamericano na atualidade. Gazeta do Cejil, n. 19, p. 2, Disponível em: <http://www.cejil.org/gacetas/19retos%20portuguez.pdf>. Acesso em: DULITZKY, Ariel E.; KRSTICEVIC, Viviana; VALENCIA VILLA, Alejandro. Reforma do Sistema Interamericano: uma visão não governamental do processo de reforma do Sistema Interamericano. Tradução Adriana Carneiro Monteiro. [ca. 2003]. Disponível em: <http://www.dhnet.org.br/dados/cursos/dh/br/pb/dhparaiba/3/reforma.html>. Acesso em: FERREIRA, Patrícia Galvão. Relatório o Brasil e o Sistema Interamericano de Direitos Humanos. Rede Social de Justiça e Direitos Humanos, Disponível em: <http://www.social.org.br/relatorio2002/relatorio033.htm>. Acesso em: FIX-ZAMUDIO, Hector. El derecho internacional de los derechos humanos en las Constituciones latinoamericanas y en la Corte Interamericana de Derechos Humanos. Revista Latinoamericana de Derecho, México, ano 1, n. 1, enero/jun Disponível em: <http://www.juridicas.unam.mx/publica/librev/rev/revlad/cont/1/art/art5.pdf>. Acesso em:. Prologo. In: CorteIDH. Medidas provisionales n.º 1, 1987/1996. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/seriee1/prologo.html>. Acesso em:

10 GARCÍA RAMÍREZ, Sérgio. Reflexões sobre a Corte Interamericana de Direitos Humanos com base no relatório de atividades apresentado à Comissão de Assuntos Jurídicos e Políticos. Washington, D. C., 11 de março de Disponível em: <http://scm.oas.org/doc_public/portuguese/hist_04/cp12393p08.doc>. Acesso em: INSTITUTO UNIEMP. Febem São Paulo: internos: pesquisa realizada de 14 de março a 13 de abril de Disponível em: <http://www.febem.sp.gov.br/files/pdf/pesquisafebem/pesquisainternos.pdf>. Acesso em: INTER-AMERICAN COURT OF HUMAN RIGHTS. Case Villagrán Morales et al vs. Guatemala: the Street Children Case. Judgement of November 19, Ser. C, n.º 63, Disponível em: <http://www.juvenilejusticepanel.org/resource/items/i/n/interamericancourthrg uatemalajudgement1999.pdf.>. Acesso em: 28 fev INTERNOS do Presídio Urso Branco: Ofício JG-RJ 091/02 referente à petição das vítimas e seus representantes, Centro de Justiça Global e Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de Porto Velho à Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Rio de Janeiro, 12 de março de Justiça Global, Disponível em: <http://www.global.org.br/portuguese/arquivos/internosdopresidio.html>. Acesso em: KLINGL, Érika et al. Selvageria explícita. Correio Braziliense, Brasília, 20 abr. 2004, p. A-18. Disponível em: <http://clipping.planejamento.gov.br/noticias.asp?notcod=118312>. Acesso em: KOERNER, Andrei. Ordem política e sujeito de direito no debate sobre direitos humanos. Lua Nova, São Paulo, n. 57, Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s &lng=pt&nrm=iso&tlng=pt#tx02>. Acesso em: MAIA, Luciano Mariz. O Brasil antes e depois do Pacto de São José. Boletim Científico da Escola Superior do Ministério Público da União, São Paulo, v. 4, Disponível em: <http://www3.esmpu.gov.br/linha-editorial/boletimcientifico/boletim4.pdf>. Acesso em:

11 MASSACRE na Casa de Detenção José Mário Alves da Silva: Ofício JG/RJ 008/02 do Centro de Justiça Global e Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de Porto Velho sobre o massacre de presos na Casa de Detenção José Mário Alves da Silva (Presídio Urso Branco) no Estado de Rondônia, Brasil, à Relatora Especial sobre Execuções Sumárias da ONU. Rio de Janeiro, 10 de janeiro de Justiça Global, Disponível em: <http://www.global.org.br/portuguese/arquivos/massacrenacasa.html >. Acesso em: 28 fev NASSER, Salem Hikmat. Desenvolvimento, costume internacional e soft law. [ca. 2002]. Disponível em: <http://www.direitogv.com.br/appdata/publication/desenvolvimentocostumeint ernacionaloftlawalemnasser.pdf>. Acesso em: NUNOMURA, Eduardo. A máquina de arquivar processos na Febem. O Estado de São Paulo, São Paulo, 23 maio Disponível em: <http://clipping.planejamento.gov.br/noticias.asp?notcod=125921>. Acesso em: ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Carta das Nações Unidas. Assinada em São Francisco, em 26 de junho de 1945, concluindo a Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional. Entrada em vigor em 24 de outubro de O Estatuto do Tribunal Internacional de Justiça faz parte integrante da Carta. Disponível em: <http://www.fd.uc.pt/hrc/enciclopedia/onu/textos_onu/cnu.pdf>. Acesso em:. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Adotada e proclamada pela Resolução n.º 217 A da 3.ª Sessão Ordinária da Assembléia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de Disponível em: <http://www.mj.gov.br/sedh/ct/legis_intern/ddh_bib_ inter_universal.htm >. Acesso em: ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS. Carta da Organização dos Estados Americanos. Reformada pelo Protocolo de Reforma da Carta da Organização dos Estados A/mericanos "Protocolo de Buenos Aires", assinado em 27 de fevereiro de 1967, na Terceira Conferência Interamericana Extraordinária. Disponível em: < Acesso em:. Convenção Americana sobre Direitos Humanos (1969): Pacto de San José da Costa Rica. Assinada na Conferência Especializada Interamericana sobre Direitos Humanos em San José da Costa Rica, em de 22 de novembro de 1969, ratificada pelo Brasil em 25 de setembro de Disponível em: <

12 Acesso em:. Declaração Americana dos Direitos e Deveres do Homem, Aprovada na Nona Conferência Internacional Americana, Bogotá, em abril de Disponível em: < Acesso em: 10 out Protocolo de San Salvador: protocolo adicional à Convenção Americana sobre Direitos Humanos em matéria de direitos econômicos, sociais e culturais. Adotado em San Salvador, El Salvador, em 17 de novembro de 1988, no décimo oitavo período de sessões da Assembléia Geral Disponível em: >. Acesso em: 18 out PENTEADO, Gilmar. Tortura na FEBEM recebe pena recorde. Folha de S. Paulo, São Paulo, 4 out Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u shtml >. Acesso em: 30 mar PIOVESAN, Flávia. Direitos humanos e o direito constitucional internacional. São Paulo: Saraiva, 2006a. PIOVESAN, Flávia. Direitos humanos e justiça internacional: um estudo comparativo dos sistemas regionais europeu, interamericano e africano. São Paulo: Saraiva, 2006b.. Proteção internacional dos direitos humanos. In: SEMINÁRIO POLÍTICA EXTERNA DO BRASIL PARA O SÉCULO XXI, 2002, Brasília. Trabalhos apresentados. Brasília: Câmara dos Deputados, Proteção internacional dos direitos humanos: desafios e perspectivas. Revista do Curso de Direito das Faculdades Jorge Amado. Salvador, v. 2, n.1, PORFÍRIO, Fernando. Débito estatal: Estado terá de indenizar família de menor morto na Febem. Revista Consultor Jurídico, 26 set Disponível em: <http://conjur.estadao.com.br/static/text/48661,1>. Acesso em: 30 mar POR QUÉ Madre Mía y no Cayara? Jornal de Arequipa: La Redacción, maio Disponível em: <http://www.jornaldearequipa.com/humala_cayara.htm>. Acesso em: 28 mar

13 PRONER, Carol. Os direitos humanos e seus paradoxos: análise do sistema americano de proteção. Porto Alegre: Sérgio Antônio Fabris, QUEIROZ, Sheyla Barreto Braga. A Corte Interamericana e a proteção dos direitos humanos Disponível em: <http://www.ccj.ufpb.br/primafacie/prima/ artigos/n7/corte.pdf>. Acesso em: 12 maio RAMIRES, Rosana Laura de Castro Farias. Jurisdição constitucional internacional: o acesso à Corte Interamericana como garantia constitucional. Dissertação (Mestrado) Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp pdf>. Acesso em: 13 mar RAMOS, André de Carvalho. Processo internacional dos direitos humanos. Rio de Janeiro: Renovar, RAWLS, John. Comentários sobre o processo do direito dos povos. In:. O direito dos povos. São Paulo: Martins Fontes, Por que povos e não Estados? In:. O direito dos povos. São Paulo: Martins Fontes, REIS, Rossana Rocha. Soberania, direitos humanos e migrações. Revista Brasileira de Ciência e Sociologia, São Paulo, v. 19, n. 55, REZEK, José Francisco. Direito internacional público: curso elementar. São Paulo: Saraiva, SALDANHA, Sansão. Neoliberalismo e globalização: o desafio da democracia. Revista da Escola da Magistratura do Estado de Rondônia, Porto Velho, n. 12, 2004 SUSSEKIND, Arnaldo. Efetividade dos direitos humanos do trabalhador. Revista Jurídica Consulex, ano 11, n. 240, 15 jan Edição especial 10 anos. TRINDADE, Antônio Augusto Cançado. O acesso direto à justiça internacional. [ca. 2002] DHNET: Direitos Humanos na Internet. Disponível em: <http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/cancadotrindade/cancado_acesso.h tml>. Acesso em:

14 . Direitos humanos: personalidade e capacidade jurídica internacional do indivíduo. In: BRANT, L. N. C. (Org.). O Brasil e os novos desafios do Direito Internacional. Rio de Janeiro: Forense, Obra adquirida via biblioteca jurídica virtual da editora, sem paginação. Disponível em: <http://www.bibliotecaforense.com/cgi-bin/cgi.exe/home>. Acesso em: URSO Branco: maioria dos presos foi morta pelas costas. Panorama Brasil, São Paulo, 3 jan Disponível em: <http://www.panoramabrasil.com.br/noticia_completa.asp?s=polotica&st =Pol%C3%ADtica&ssT=Judici%C3%A1rio&ss=judiciario&fT=Criminal&f=c riminal&p=conteudo/txt/2002/01/03/ htm>. Acesso em: VIEIRA, Gustavo Oliveira. Inovações em Direito Internacional: um estudo de caso a partir do Tratado de Ottawa. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2006 YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução Daniel Grassi. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº 55.754, de 12 de fevereiro de 1965

FACULDADE DE DIREITO DE CAMPOS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº 55.754, de 12 de fevereiro de 1965 DISCIPLINA: Direito Internacional dos Direitos Humanos PROFESSOR: Dr. Antonio Celso Alves Pereira EMENTA: Formação, autonomia e consolidação do Direito Internacional dos Direitos Humanos. A Carta Internacional

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014 Disciplina: Direito Internacional Departamento IV Direito do Estado Docente Responsável: Fernando Fernandes da Silva Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual

Leia mais

Direitos das Pessoas Idosas e a Implementação da Convenção

Direitos das Pessoas Idosas e a Implementação da Convenção Direitos das Pessoas Idosas e a Implementação da Convenção Perly Cipriano Subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos - Brasil Dados atuais sobre envelhecimento no mundo No ano de 2007, 10.7%

Leia mais

A efetividade das sentenças da Corte Interamericana de Direitos Humanos no Brasil

A efetividade das sentenças da Corte Interamericana de Direitos Humanos no Brasil IX Salão de Iniciação Científica PUCRS A efetividade das sentenças da Corte Interamericana de Direitos Humanos no Brasil Gabriela Bratkowski Pereira, Elias Grossmann (orientador) Faculdade de Direito,

Leia mais

EDITAL ONU MULHERES 2011

EDITAL ONU MULHERES 2011 EDITAL ONU MULHERES 2011 O Escritório Sub-Regional da ONU Mulheres para Brasil e países do Cone Sul (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai) convida organizações da sociedade civil a apresentarem projetos

Leia mais

PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL

PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL MEDIDAS CONCRETAS PARA O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO ÂMBITO DOMÉSTICO/FAMILIAR A presente Matriz insere-se no

Leia mais

Os sistemas global e americano de proteção dos direitos humanos parte I. A Declaração Universal dos Direitos Humanos

Os sistemas global e americano de proteção dos direitos humanos parte I. A Declaração Universal dos Direitos Humanos Os sistemas global e americano de proteção dos direitos humanos parte I Camila Bressanelli* A Declaração Universal dos Direitos Humanos Antes mesmo da análise dos sistemas global e americano de proteção

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 13 de Setembro de 2011 13:23 - Última atualização Ter, 13 de Setembro de 2011 16:22

Escrito por Administrator Ter, 13 de Setembro de 2011 13:23 - Última atualização Ter, 13 de Setembro de 2011 16:22 Proteção Internacional de Direitos Humanos Coordenação: Profa. Dra. Cristina Figueiredo Terezo Resumo O pioneiro projeto de extensão visa capacitar os discentes para acionar a jurisdição do Sistema Interamericano

Leia mais

Estatuto da Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Estatuto da Comissão Interamericana de Direitos Humanos Estatuto da Comissão Interamericana de Direitos Humanos Aprovado pela resolução AG/RES. 447 (IX-O/79), adotada pela Assembléia Geral da OEA, em seu Nono Período Ordinário de Sessões, realizado em La Paz,

Leia mais

QUESTIONÁRIO Formas de discriminação que limitam o exercício pleno dos direitos econômicos, sociais e culturais das mulheres

QUESTIONÁRIO Formas de discriminação que limitam o exercício pleno dos direitos econômicos, sociais e culturais das mulheres QUESTIONÁRIO Formas de discriminação que limitam o exercício pleno dos direitos econômicos, sociais e culturais das mulheres Este questionário foi preparado como parte do plano de trabalho da Relatoria

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL NO DIREITO POSITIVO Cíntia Cecília Pellegrini

A INFLUÊNCIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL NO DIREITO POSITIVO Cíntia Cecília Pellegrini A INFLUÊNCIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL NO DIREITO POSITIVO Cíntia Cecília Pellegrini RESUMO: Após a Segunda Guerra Mundial, a sociedade internacional passou a ter como principal objetivo a criação de acordos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO Número e Título do Projeto Função no Projeto: Resultado: Atividades: Antecedentes: (breve histórico justificando a contratação)

Leia mais

A MULHER E OS TRATADOS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMANOS

A MULHER E OS TRATADOS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMANOS A MULHER E OS TRATADOS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMANOS Os Direitos Humanos surgiram na Revolução Francesa? Olympe de Gouges (1748-1793) foi uma revolucionária e escritora francesa. Abraçou com destemor

Leia mais

ANEXO III CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO A ESTUDOS, PESQUISAS E PROJETOS INOVADORES

ANEXO III CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO A ESTUDOS, PESQUISAS E PROJETOS INOVADORES ANEXO III CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO A ESTUDOS, PESQUISAS E PROJETOS INOVADORES I ÁREAS DE INTERESSE Criança e Adolescente Apoio a Estudos e Pesquisas e Projetos Inovadores para promoção,

Leia mais

PRIMEIRA CONFERÊNCIA DOS ESTADOS PARTES DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO. Buenos Aires, Argentina 2, 3 e 4 de maio de 2001

PRIMEIRA CONFERÊNCIA DOS ESTADOS PARTES DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO. Buenos Aires, Argentina 2, 3 e 4 de maio de 2001 PRIMEIRA CONFERÊNCIA DOS ESTADOS PARTES DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO Buenos Aires, Argentina 2, 3 e 4 de maio de 2001 DOCUMENTO DE BUENOS AIRES SOBRE O MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO DA

Leia mais

I instituições e empresas 1.000 empregados; II estabelecimentos de ensino 400 alunos; VI serviços de reabilitação física 60 usuários;

I instituições e empresas 1.000 empregados; II estabelecimentos de ensino 400 alunos; VI serviços de reabilitação física 60 usuários; COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 3.145, DE 2008 Dispõe sobre a contratação de assistentes sociais. Autora: Deputada ALICE PORTUGAL Relator: Deputado JOSÉ LINHARES I RELATÓRIO

Leia mais

O direito humano ao envelhecimento e o impacto nas políticas públicas

O direito humano ao envelhecimento e o impacto nas políticas públicas Seminário Nacional Envelhecimento e Subjetividade: Desafios para uma cultura de compromisso social O direito humano ao envelhecimento e o impacto nas políticas públicas Comunicação: instrumento de formação

Leia mais

INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE DIREITO

INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE DIREITO INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE DIREITO EDITAL Nº 01/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA O PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE DIREITO DA UNESULBAHIA 1. DO PREÂMBULO: O Coordenador do Curso

Leia mais

AG/RES. 2577 (XL-O/10) PROMOÇÃO DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL 1/2/ (Aprovada na quarta sessão plenária, realizada em 8 de junho de 2010)

AG/RES. 2577 (XL-O/10) PROMOÇÃO DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL 1/2/ (Aprovada na quarta sessão plenária, realizada em 8 de junho de 2010) AG/RES. 2577 (XL-O/10) PROMOÇÃO DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL 1/2/ (Aprovada na quarta sessão plenária, realizada em 8 de junho de 2010) A ASSEMBLÉIA GERAL, RECORDANDO as resoluções AG/RES. 1619 (XXIX-O/99),

Leia mais

FÓRUM REGIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO ALTO VALE DO ITAJAÍ RIO DO SUL SC 2015 CARTA DE PRINCÍPIOS

FÓRUM REGIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO ALTO VALE DO ITAJAÍ RIO DO SUL SC 2015 CARTA DE PRINCÍPIOS FÓRUM REGIONAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO ALTO VALE DO ITAJAÍ RIO DO SUL SC 2015 CARTA DE PRINCÍPIOS 1. Natureza e Finalidade O Fórum Regional de Educação Infantil do Alto Vale do Itajaí - FREIAVI é um espaço

Leia mais

Módulo Europeu sobre Direitos Fundamentais

Módulo Europeu sobre Direitos Fundamentais Módulo Europeu sobre Direitos Fundamentais Coordenadores: Professores Doutores Fausto de Quadros, Luís Pereira Coutinho e Lourenço Vilhena de Freitas Duração: Início no dia 17 de Maio Dias de leccionação:

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

UNESCO Brasilia Office Representação no Brasil Declaração sobre as Responsabilidades das Gerações Presentes em Relação às Gerações Futuras

UNESCO Brasilia Office Representação no Brasil Declaração sobre as Responsabilidades das Gerações Presentes em Relação às Gerações Futuras UNESCO Brasilia Office Representação no Brasil Declaração sobre as Responsabilidades das Gerações Presentes em Relação às Gerações Futuras adotada em 12 de novembro de 1997 pela Conferência Geral da UNESCO

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 172/CONSUN-CaEn/07

RESOLUÇÃO N.º 172/CONSUN-CaEn/07 RESOLUÇÃO N.º 172/CONSUNCaEn/07 Aprova a alteração da matriz curricular (novo currículo) do Curso de Direito Cejurps, no âmbito da UNIVALI. O Presidente do Conselho Universitário CONSUN, da Universidade

Leia mais

VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR CONTRA A MULHER E AS REDES DE ATENDIMENTO

VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR CONTRA A MULHER E AS REDES DE ATENDIMENTO CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR CONTRA A MULHER E AS REDES DE ATENDIMENTO

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL,

FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL, Especialização: Direito Penal Ênfase: Segurança Pública PÓS-GRADUAÇÃO 2012 A FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL, Instituição de Ensino Superior, aprovada pelo Decreto Estadual n. 73.815,

Leia mais

Sumário. Nota à 2ª edição... 13 Agradecimentos... 17 Apresentação da coleção... 19 Prefácio... 21 Lista de siglas... 25

Sumário. Nota à 2ª edição... 13 Agradecimentos... 17 Apresentação da coleção... 19 Prefácio... 21 Lista de siglas... 25 Sumário Nota à 2ª edição... 13 Agradecimentos... 17 Apresentação da coleção... 19 Prefácio... 21 Lista de siglas... 25 Capítulo I TERMINOLOGIA E ASPECTOS CONCEITUAIS... 27 1. Diversidade terminológica...

Leia mais

Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher

Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher A Defensoria Pública do Estado de São Paulo, através de seu Núcleo Especializado de Promoção e Defesa, vem por meio deste, apresentar os projetos apresentados por conta da assinatura do Termo de Cooperação

Leia mais

DECLARAÇÃO IBERO-AMERICANA DE JUSTIÇA JUVENIL RESTAURATIVA

DECLARAÇÃO IBERO-AMERICANA DE JUSTIÇA JUVENIL RESTAURATIVA DECLARAÇÃO IBERO-AMERICANA DE JUSTIÇA JUVENIL RESTAURATIVA Introdução Em abril e novembro de 2014, Terre des hommes (Tdh), aliada à Agência Espanhola de Cooperação Internacional (AECID) e à Conferência

Leia mais

O Conselho Estadual de Educação do Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições e considerando:

O Conselho Estadual de Educação do Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições e considerando: GOVERNO DA PARAÍBA Secretaria de Estado da Educação e Cultura Conselho Estadual de Educação RESOLUÇÃO Nº 198/2010 REGULAMENTA AS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E O

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO N. 162/2015 Institui o Regimento Interno da Escola Judicial Militar do Estado

Leia mais

Red Derechos Humanos y Educación Superior Taller 1 Metodología de la enseñanza de los DDHH en la Educación Superior (Lima, 16-17 de julio de 2012)

Red Derechos Humanos y Educación Superior Taller 1 Metodología de la enseñanza de los DDHH en la Educación Superior (Lima, 16-17 de julio de 2012) Red Derechos Humanos y Educación Superior Taller 1 Metodología de la enseñanza de los DDHH en la Educación Superior (Lima, 16-17 de julio de 2012) O Ensino de Direitos Humanos da Universidade Federal do

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60 e Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60 Nome da Disciplina DIREITOS HUMANOS Curso DIREITO D- 30 DIREITO CONSTITUCIONAL III (MATRIZ 2008/01) D- 32 DIREITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

PORTARIA Nº 321, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008

PORTARIA Nº 321, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008 PORTARIA Nº 321, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008 Regulamenta a gestão das condicionalidades do Programa Bolsa Família, revoga a Portaria/MDS nº 551, de 9 de novembro de 2005, e dá outras providências. O MINISTRO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO NÚCLEO DE PESQUISA JURÍDICA

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO NÚCLEO DE PESQUISA JURÍDICA CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO NÚCLEO DE PESQUISA JURÍDICA EDITAL DE SELEÇÃO 01/2010 PARA PROVIMENTO DE VAGAS AOS DISCENTES NOS GRUPOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Coordenação do Curso de Direito e a

Leia mais

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 CONSUC Parecer 12/2008 Aprovado em 02/12/2008 RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno O DIRETOR GERAL DA FACULDADE DAS AMÉRICAS,

Leia mais

ESTATUTO DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DE DIREITO TITULO I DO DIRETÓRIO

ESTATUTO DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DE DIREITO TITULO I DO DIRETÓRIO ESTATUTO DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DE DIREITO TITULO I DO DIRETÓRIO ART. 1º. O Diretório Acadêmico de Direito Moises Vianna é a associação representativa dos acadêmicos do curso de direito da Universidade

Leia mais

CURSO: MBA EM GESTÃO PÚBLICA E AUDITORIA DISCIPLINA: ÉTICA NA GESTÃO PÚBLICA PRIMEIRO MÓDULO INTRODUÇÃO

CURSO: MBA EM GESTÃO PÚBLICA E AUDITORIA DISCIPLINA: ÉTICA NA GESTÃO PÚBLICA PRIMEIRO MÓDULO INTRODUÇÃO CURSO: MBA EM GESTÃO PÚBLICA E AUDITORIA DISCIPLINA: ÉTICA NA GESTÃO PÚBLICA PRIMEIRO MÓDULO INTRODUÇÃO OBJETIVO DO CURSO MBA EM GESTÃO PÚBLICA E AUDITORIA Oferecer condições ferramentais para o profissional

Leia mais

EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais Para futuras contratações

Leia mais

Análise de conflitos entre Direitos Humanos de primeira dimensão: A dignidade da pessoa humana e multiculturalismo

Análise de conflitos entre Direitos Humanos de primeira dimensão: A dignidade da pessoa humana e multiculturalismo 1 Análise de conflitos entre Direitos Humanos de primeira dimensão: A dignidade da pessoa humana e multiculturalismo Aluno: RAFAEL ATANAZIO Orientadora: DANIELA BUCCI UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO

Leia mais

DECLARAÇÃO DA CIDADE DE SALVADOR, BAHIA, 2007 PRIMEIRO ENCONTRO IBERO-AMERICANO DE MUSEUS

DECLARAÇÃO DA CIDADE DE SALVADOR, BAHIA, 2007 PRIMEIRO ENCONTRO IBERO-AMERICANO DE MUSEUS DECLARAÇÃO DA CIDADE DE SALVADOR, BAHIA, 2007 PRIMEIRO ENCONTRO IBERO-AMERICANO DE MUSEUS PREÂMBULO Durante os dias 26, 27 e 28 de junho de 2007 realizou-se o I Encontro Ibero-Americano de Museus, na Cidade

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS MARCOS LÓGICOS E LEGAIS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

LEVANTAMENTO DOS MARCOS LÓGICOS E LEGAIS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA LEVANTAMENTO DOS MARCOS LÓGICOS E LEGAIS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA 1. Marcos Lógicos Publicação/Origem NORMATIVAS INTERNACIONAIS Convenção Relativa à Luta contra a Discriminação no Campo do Ensino Convenção

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 2008

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 2008 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 2008 NOTA DESCRITIVA FEVEREIRO/2008 Nota Descritiva 2 2008 Câmara dos Deputados. Todos os direitos reservados. Este trabalho poderá ser reproduzido ou transmitido na íntegra,

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 VOTO EM SEPARADO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 VOTO EM SEPARADO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 Altera o art. 33 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino religioso nas redes públicas de ensino

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina: Direito e Cidadania. Carga horária: 60 horas Período letivo: 2012-2 Fase: 3ª

PLANO DE ENSINO. Disciplina: Direito e Cidadania. Carga horária: 60 horas Período letivo: 2012-2 Fase: 3ª PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO Curso: Pedagogia Departamento: Departamento de Ciências Humanas Disciplina: Direito e Cidadania Código: 3DEC1 Carga horária: 60 horas Período letivo: 2012-2 Fase: 3ª Professora:

Leia mais

IHRLG na América Latina

IHRLG na América Latina IHRLG na América Latina Defesa dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos O IHRLG, nos seus 24 anos de história, há estado envolvido em numerosos casos, tanto na defesa, como pleiteando perante

Leia mais

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 DECLARAÇÃO DE PUNTA DEL ESTE (10 de outubro de 2012) Os Ministros da Defesa e

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Reitoria. Regimento da

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Reitoria. Regimento da Regimento da Comissão de Segurança da Informação e Comunicações do IFRS - CSIC/IFRS - Aprovado pela Resolução do Consup nº 114, de 18/12/2012 Reitora Cláudia Schiedeck Soares de Souza Pró-Reitor de Administração

Leia mais

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ (Conjur, 10/12/2014) Alexandre de Moraes Na luta pela concretização da plena eficácia universal dos direitos humanos o Brasil, mais

Leia mais

MENSAGEM N.º 164, DE 2015 (Do Poder Executivo)

MENSAGEM N.º 164, DE 2015 (Do Poder Executivo) CÂMARA DOS DEPUTADOS MENSAGEM N.º 164, DE 2015 (Do Poder Executivo) Aviso nº 209/2015 - C. Civil Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

DECRETO Nº 1.973, DE 1º DE AGOSTO DE 1996. (Publicado no D.O.U. de 02.08.1996)

DECRETO Nº 1.973, DE 1º DE AGOSTO DE 1996. (Publicado no D.O.U. de 02.08.1996) DECRETO Nº 1.973, DE 1º DE AGOSTO DE 1996. (Publicado no D.O.U. de 02.08.1996) Promulga a Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher, concluída em Belém do Pará,

Leia mais

IGUALDADE RACIAL. 146 políticas sociais acompanhamento e análise 7 ago. 2003 ipea

IGUALDADE RACIAL. 146 políticas sociais acompanhamento e análise 7 ago. 2003 ipea IGUALDADE RACIAL Constituição da República Federativa do Brasil (CRFB) 1988 Artigo 5 o Caput Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros

Leia mais

CONCURSO DE DESENHO DE CARTAZ COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS

CONCURSO DE DESENHO DE CARTAZ COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS CONCURSO DE DESENHO DE CARTAZ COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS REGRAS DO CONCURSO COM AS MODIFICAÇÕES REALIZADAS EM MAIO DE 2009 1. Objeto do Concurso Em abril

Leia mais

Articulação da Participação Social e Processos Formativos Voltados ao Desenvolvimento Rural

Articulação da Participação Social e Processos Formativos Voltados ao Desenvolvimento Rural Universidade Federal da Paraíba - UFPB / Centro de Ciências Agrárias - CCA / Campus II Areia, Paraíba - 27 a 30 de outubro de 2014. Articulação da Participação Social e Processos Formativos Voltados ao

Leia mais

Remédio constitucional ou remédio jurídico, são meios postos à disposição dos indivíduos e cidadão para provocar a intervenção das autoridades

Remédio constitucional ou remédio jurídico, são meios postos à disposição dos indivíduos e cidadão para provocar a intervenção das autoridades Remédio constitucional ou remédio jurídico, são meios postos à disposição dos indivíduos e cidadão para provocar a intervenção das autoridades competentes, visando sanar ilegalidades ou abuso de poder

Leia mais

Resolução nº 264/CONSEA, de 29 de agosto de 2011.

Resolução nº 264/CONSEA, de 29 de agosto de 2011. Resolução nº 264/CONSEA, de 29 de agosto de 2011. Estabelece critérios e normas para credenciamento de professores para prestação de serviço voluntário nos cursos da UNIR. O Presidente do Conselho Superior

Leia mais

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 128/2012

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 128/2012 PROJETO DE LEI Nº 128/2012 Altera a Lei nº 14.485, de 19 de julho de 2007, com a finalidade de incluir no Calendário Oficial de Eventos da Cidade de São Paulo o Dia Municipal de Combate a Homofobia, a

Leia mais

DEMOCRÁTICA CARTA INTERAMERICANA

DEMOCRÁTICA CARTA INTERAMERICANA DEMOCRÁTICA CARTA INTERAMERICANA A ASSEMBLÉIA GERAL, CONSIDERANDO que a Carta da Organização dos Estados Americanos reconhece que a democracia representativa é indispensável para a estabilidade, a paz

Leia mais

Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes

Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes IDP Veduca 40h Sobre o curso O curso visa o estudo do novo perfil da Jurisdição Constitucional no Brasil. Dois novos institutos foram inseridos

Leia mais

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de 2006 - D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DEPARTAMENTO DE DIREITO DO ESTADO 2015 DE DIREITO DO ESTADO 2015 EMENTA O Direito Constitucional é a referência axiológica para a aplicação de todos os ramos do Direito. Nesse sentido, este curso de Prática Jurídica Constitucional possibilita

Leia mais

Preocupados com a discriminação de que são objeto as pessoas em razão de suas deficiências;

Preocupados com a discriminação de que são objeto as pessoas em razão de suas deficiências; CONVENÇÃO INTERAMERICANA PARA A ELIMINAÇÃO DE TODAS AS FORMAS DE DISCRIMINAÇÃO CONTRA AS PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA (CONVENÇÃO DA GUATEMALA), de 28 de maio de 1999 Os Estados Partes nesta Convenção,

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília Nome do Evento: Fórum Mundial de Direitos Humanos Tema central: Diálogo e Respeito às Diferenças Objetivo: Promover um

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO ÍNDICE Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Trancoso... 1 Preâmbulo... 1 CAPÍTULO I... 2 Parte Geral... 2 Artigo 1º... 2 Lei Habilitante

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB) CAPÍTULO I - DO NEPEC E SEUS OBJETIVOS Artigo 1º - O presente Regulamento disciplina as atribuições,

Leia mais

REGULAMENTO DO PREÂMBULO

REGULAMENTO DO PREÂMBULO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DA PÓVOA DE VARZIM PREÂMBULO Considerando que, no âmbito do desenvolvimento económico, social e cultural, as políticas a adotar devem ser adequadas às necessidades

Leia mais

RESOLUÇÃO CSA N.º 03, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2015

RESOLUÇÃO CSA N.º 03, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2015 RESOLUÇÃO CSA N.º 03, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o regulamento do Núcleo de Direitos Humanos das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho Superior de Administração das Faculdades Ponta

Leia mais

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO LEI Nº 2.998/2007 REGULAMENTA O CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO URBANO - COPLAN, CRIADO NO ARTIGO 2º, DA LEI COMPLEMENTAR N.º 037/2006, DE 15 DE DEZEMBRO, QUE DISPOE SOBRE NORMAS DE

Leia mais

XX Congresso Panamericano da Criança e do Adolescente

XX Congresso Panamericano da Criança e do Adolescente CD/doc. 18/08 Resolução CD/RES.07 (83-R/08) 5 de dezembro, 2008. PROJETO DE TEMÁRIO XX Congresso Panamericano da Criança e do Adolescente A realizar-se em Lima, Peru, setembro de 2009. Indice I. Introdução

Leia mais

PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO

PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA EM SÃO PAULO UNHCR ACNUR QUEM SOMOS ACNUR O ACNUR foi criado para proteger e assistir às vítimas de perseguição, da violência e da intolerância. Desde então, já ajudou mais de 50

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS DIREITOS CULTURAIS PARA FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE E CIDADANIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

A IMPORTÂNCIA DOS DIREITOS CULTURAIS PARA FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE E CIDADANIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES 1 A IMPORTÂNCIA DOS DIREITOS CULTURAIS PARA FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE E CIDADANIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Gina Vidal Marcílio Pompeu Nardejane Martins Cardoso ** O ordenamento jurídico brasileiro, especificamente

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAIS - CEUA REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA

COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAIS - CEUA REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE ÉTICA NO USO DE ANIMAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1 - A Comissão de Ética no Uso de Animal da Universidade Federal do Pampa (Unipampa/CEUA),

Leia mais

Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes

Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Diretriz 01 - Promoção da cultura do respeito e da garantia dos direitos humanos de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Prefeitura Municipal de Porto Alegre DECRETO Nº 17.301, DE 14 DE SETEMBRO DE 2011. Aprova o Regimento Interno do Fórum Municipal dos Conselhos da Cidade (FMCC). O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no

Leia mais

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 27 de setembro a 1º de outubro de 2010 Tema 4.17 da agenda CD50/26

Leia mais

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA SÃO PAULO RIO DE JANEIRO BRASÍLIA CURITIBA PORTO ALEGRE RECIFE BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI BEIJING MIAMI BUENOS AIRES O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA DURVAL

Leia mais

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 CONSELHO ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MINAS GERAIS DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 A Diretoria Executiva do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO 140 Viagens do Secretário-Geral Conferência sobre o Sistema Interamericano São Domingos, República Dominicana, 2 e 3 de junho de 2005 Trigésimo

Leia mais

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA No âmbito de protocolo celebrado com a Fundação de Ciência e

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento dos Projetos de Extensão Universitária da Universidade São Francisco USF.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento dos Projetos de Extensão Universitária da Universidade São Francisco USF. RESOLUÇÃO CONSUN 8/2014 APROVA O REGULAMENTO DOS PROJETOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NEXT DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho Universitário CONSUN, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA 1. Criar o Fórum Metropolitano de Segurança Pública Reunir periodicamente os prefeitos dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo para discutir, propor,

Leia mais

Reunião Plenária Final da

Reunião Plenária Final da Reunião Plenária Final da Conferência Regional das Américas sobre Avanços e Desafios no Plano de Ação contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e as Intolerância Correlatas Resumo da Presidenta

Leia mais

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA COORDENADOR/A DE CAPACITAÇÃO 1. Antecedentes Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional O Projeto Cooperação Humanitária Internacional tem por objetivo o desenvolvimento

Leia mais

COMUNICACAO NA ABORDAGEM DOS APATRIDAS: DA PERSPECTIVA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA COMUNIDADE, CEDEAO.

COMUNICACAO NA ABORDAGEM DOS APATRIDAS: DA PERSPECTIVA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA COMUNIDADE, CEDEAO. COMUNICACAO NA ABORDAGEM DOS APATRIDAS: DA PERSPECTIVA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA COMUNIDADE, CEDEAO. APRESENTADO POR Veneranda Juíza Presidente Maria do Céu Monteiro Silva DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA COMUNIDADE,CEDEAO

Leia mais

Levantamento dos marcos lógicos e legais de Mobilidade Urbana, Transporte e Trânsito.

Levantamento dos marcos lógicos e legais de Mobilidade Urbana, Transporte e Trânsito. 1. Marcos Lógicos Levantamento dos marcos lógicos e legais de Mobilidade Urbana, Transporte e Trânsito. Publicação/Origem MARCOS LÓGICOS INTERNACIONAIS Declaração Universal dos Direitos Humanos 1948 Art.

Leia mais

ESCOLA DE FORMAÇÃO 2007 ESTUDO DIRIGIDO. Liberdade de profissão

ESCOLA DE FORMAÇÃO 2007 ESTUDO DIRIGIDO. Liberdade de profissão ESCOLA DE FORMAÇÃO 2007 ESTUDO DIRIGIDO Liberdade de profissão Preparado por Carolina Cutrupi Ferreira (Escola de Formação, 2007) MATERIAL DE LEITURA PRÉVIA: 1) Opinião Consultiva n. 5/85 da Corte Interamericana

Leia mais

PROTOCOLO DE INTEGRAÇÃO EDUCATIVA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS, CERTIFICADOS, TÍTULOS E RECONHECIMENTO DE ESTUDOS DE NÍVEL MÉDIO TÉCNICO.

PROTOCOLO DE INTEGRAÇÃO EDUCATIVA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS, CERTIFICADOS, TÍTULOS E RECONHECIMENTO DE ESTUDOS DE NÍVEL MÉDIO TÉCNICO. MERCOSUL/CMC/DEC. N 7/95 PROTOCOLO DE INTEGRAÇÃO EDUCATIVA E REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS, CERTIFICADOS, TÍTULOS E RECONHECIMENTO DE ESTUDOS DE NÍVEL MÉDIO TÉCNICO. TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção e seus

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE. Município de Soure

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE. Município de Soure REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE Município de Soure 2014 1 Nota justificativa É hoje inquestionável a transversalidade das políticas públicas dirigidas à juventude. São inegáveis as vantagens

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO Pires do Rio Fevereiro, 2010. A justiça tem numa das mãos a balança em que pesa o direito, e na outra a espada de que se serve para

Leia mais

O Dever de Consulta Prévia do Estado Brasileiro aos Povos Indígenas.

O Dever de Consulta Prévia do Estado Brasileiro aos Povos Indígenas. O Dever de Consulta Prévia do Estado Brasileiro aos Povos Indígenas. O que é o dever de Consulta Prévia? O dever de consulta prévia é a obrigação do Estado (tanto do Poder Executivo, como do Poder Legislativo)

Leia mais

Regimento Interno COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA - HUMANOS CEP - UNIFEB. Composição. Membros

Regimento Interno COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA - HUMANOS CEP - UNIFEB. Composição. Membros Regimento Interno COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA - HUMANOS CEP - UNIFEB Composição Coordenador Prof. Gilmárcio Martins Zimmermann Ciências da Saúde [Farmácia] Vice-Coordenador Fábio Luiz Ferreira Scannavino

Leia mais

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade. de maio de 2007, publicada em DOU de 22 de maio de 2007, considerando:

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade. de maio de 2007, publicada em DOU de 22 de maio de 2007, considerando: Resolução Nº. 024/2010/CONSEPE/ Regulamento de Estágio Supervisionado O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, credenciada pela Portaria MEC

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF COMERCIAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Quadro Efetivo de Orientadores e Linhas de Pesquisa 2007 2º Semestre CURSO DE DIREITO

Quadro Efetivo de Orientadores e Linhas de Pesquisa 2007 2º Semestre CURSO DE DIREITO Quadro Efetivo de Orientadores e Linhas de Pesquisa 2007 2º Semestre CURSO DE DIREITO PROFESSOR ORIENTADOR TITULO DISCIPLINAS LINHAS DE PESQUISA 1. Adriana da Costa Ricardo Schier Mestre 1. Direito Administrativo

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

Carta Unir para Cuidar Apresentação

Carta Unir para Cuidar Apresentação Carta Unir para Cuidar Apresentação Durante o 17º Encontro Nacional de Apoio à Adoção (ENAPA), na capital federal, de 07 a 09 de junho de 2012, as entidades participantes assumem, com esta carta de compromisso,

Leia mais