Experiência. Montagem Kit Didático. 2. Turma: Nota: 5. MICRO-I Prof. Mauricio. Identificação dos Alunos:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Experiência. Montagem Kit Didático. 2. Turma: Nota: 5. MICRO-I Prof. Mauricio. Identificação dos Alunos:"

Transcrição

1 Montagem Kit Didático MICRO-I Prof. Mauricio Curso: Eletrônica Industrial Experiência 01 Departamento de Sistemas Eletrônicos Identificação dos Alunos: 1. Data: 2. Turma: Nota: 5. I. OBJETIVOS - Montagem do hardware do Kit Didático. - Desenvolvimento de habilidades para gravação de microcontroladores PIC através do gravador PICKit3 e do Gravador Universal Minipa MPT Gravação e teste de programas no Kit Didático. II. PROCEDIMENTO DE MONTAGEM 1) Monte o hardware do kit didático conforme sugestão abaixo: Cuidados: Trabalhe as ligações dos fios com comprimentos não muito grandes além do necessário. Utilize fios rígidos para as ligações. Corte os terminais dos componentes para adequar a altura (não deixá-los muito alto). Cuidado com as alimentações positivas (pinos 11 e 32) e negativas (pinos 12 e 31) do CI. Utilize resistores de pull-up para os botões (pinos RB0 e RB1). Ligue os LEDs (pinos RD0 e RD1) na configuração catodo comum. Ao retirar o CI utilize um extrator de CIs para evitar a quebra de terminais. Ao retirar o CI para a gravação marque a posição com uma fita adesiva para colocá-lo sempre nos mesmos pinos (tenha como orientação o pino 01). 1

2 a) Encaixe o Microcontrolador. b) Ligue as alimentações: Positivas (pinos 11 e 32) e Negativas (pinos 12 e 31). c) Monte o circuito do Master Clear (MCLR) conforme o circuito elétrico abaixo: Para este circuito, você possui duas opções: - Com Power-up Timer desabilitado; - Com Power-up Timer habilitado (Utilize esta ligação pois sempre habilitaremos este bit de configuração na criação de um novo projeto). Com Power-up Timer desabilitado Com Power-up Timer habilitado 2

3 d) Monte o circuito OSCILADOR conforme o circuito elétrico abaixo: e) Monte os circuitos de CONTROLES de I/O conforme o circuito elétrico abaixo: 3

4 Circuito Elétrico do Kit Didático Pinagem do PIC 16F877A 4

5 Gravador Universal Minipa MPT-1020: 5

6 CONFIGURAÇÃO DO GRAVADOR UNIVERSAL Verificar as seguintes configurações antes de executar a gravação: Configuração do Verify Bits de Configuração Escolha do Código HEX Configuração do Modelo do PIC Gravação Concluída sem Falhas 6

7 2) Teste de funcionamento do kit didático. Utilizando o código.hex gerado nos programas abaixo, utilize o gravador MPT-1020 seguindo o procedimento de gravação para gravar e testar o funcionamento dos programas. Programa 01 - Código Fonte //Pisca-Pisca LEDs L0 e L1 a cada 1 segundo void main() //Função Principal { ADCON1 = 0x07; //Configura pinos I/O digital TRISD = 0; //Configura portd como saída PORTD = 0; //Inicializa portd com nível lógico 0 while(1) //Loop Infinito { PORTD = 0b ; //Pinos rd0 e rd1 com nível lógico 1 } Delay_ms(1000); //Aguarda 1 segundo PORTD = 0b ; //Pinos rd0 e rd1 com nível lógico 0 Delay_1sec(); //Aguarda 1 segundo } Programa 02 - Código Fonte //Teste dos Botões B0 e B1 void main() //Função Principal { adcon1 = 0x07; //Configura pinos I/O digital trisd = 0; //Configura portd como saída portd = 0; //Inicializa portd com nível lógico 0 trisb = 0b ; //Pinos rb0 e rb1 configurados como entrada. portb = 0b ; //Pinos rb0 e rb1 com nível 1 para pull-up. while(1) //Loop Infinito { if (portb.rb0 == 0) //Se rb0=0 -> Chave B0 acionada então... portd.rd0 = 1; //Liga LED no pino rd0 portd.rd0 = 0; //Apaga LED no pino rd0 if (portb.rb1 == 0) //Se rb1=0 -> Chave B1 acionada então... portd.rd1 = 1; //Liga LED no pino rd1 portd.rd1 = 0; //Apaga LED no pino rd1 }//Loop Infinito }//Função Principal 7

8 ANEXO I Ligações Futuras 8

9 ANEXO II Lista de Materiais: PIC 16F877A Cristal Quartzo = 8,0 MHz 1 x Soquete torneado para CI 40 pinos 2 x Capacitor disco cerâmico = 22 pf 1 x Capacitor eletrolítico = 10 µf 1 x Resistor = 40 KΩ - 1/8W 3 x Resistores = 1 KΩ - 1/8W 20 x Resistores = 330 Ω - 1/8W 5 x Resistores = 10 KΩ - 1/8W 2 x Transistor BC546 2 x Display 7 segmentos (Catodo comum) 8 x LEDs 3mm vermelhos 2 x LEDs 3mm amarelos 2 x LEDs 3mm verdes 4 x Chave Táctil (6x6mm) e/ou (8x8mm) 1 x Trimpot de 10KΩ 1 x LDR 5mm 1 x LM35 (Sensor de Temperatura) 1 x Buzzer Proto board Fios para ligação na proto board. Fonte 5 VDC Extrator de CI s Cabos Jumper para ligações: Macho Fêmea / Macho -Macho Gravador PICKit 3 9

10 Como ligar o Gravador PICKit3 Interface de Programação do Gravador KITPic3 Download: 10

Módulo de Desenvolvimento PIC16F877A

Módulo de Desenvolvimento PIC16F877A Objetivos: Módulo de Desenvolvimento PIC16F877A Realizar programação e projetos com microcontroladores e seus periféricos, integrando sistemas analógicos e digitais com a utilização de compilador (Mikro

Leia mais

Programação em BASIC para o PIC Vitor Amadeu Souza

Programação em BASIC para o PIC Vitor Amadeu Souza Programação em BASIC para o PIC Vitor Amadeu Souza Introdução Continuando com a série do último artigo, hoje veremos os passos para o desenvolvimento de uma minuteria com o microcontrolador PIC18F1220

Leia mais

Acendendo as luzes. Projeto 1 LED piscante. Componentes necessários. capítulo 2. Protoboard. LED de 5 mm. Resistor de 100 ohms * Fios jumper

Acendendo as luzes. Projeto 1 LED piscante. Componentes necessários. capítulo 2. Protoboard. LED de 5 mm. Resistor de 100 ohms * Fios jumper capítulo 2 Acendendo as luzes Projeto 1 LED piscante Protoboard LED de 5 mm Resistor de 100 ohms * Fios jumper * Esse valor pode ser diferente, dependendo do LED que você utilizar. O texto explicará como

Leia mais

Leitor MaxProx-PC. O leitor de cartões de proximidade MaxProx-PC é destinado aos Integradores de Controle de Acesso.

Leitor MaxProx-PC. O leitor de cartões de proximidade MaxProx-PC é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Leitor MaxProx-PC O leitor de cartões de proximidade MaxProx-PC é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Ele foi especialmente projetado para controle de acesso, para ser usado no modo de operação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Pregão Eletrônico Nº 00017/2015(SRP) RESULTADO POR FORNECEDOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Pregão Eletrônico Nº 00017/2015(SRP) RESULTADO POR FORNECEDOR PREGÃO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Pregão Eletrônico Nº 00017/2015(SRP) RESULTADO POR FORNECEDOR 00.488.292/0001 53 COMERCIAL CAMARGO IMPORTACAO

Leia mais

DK105 GROVE. Temperatura e Umidade. Radiuino

DK105 GROVE. Temperatura e Umidade. Radiuino DK105 GROVE Temperatura e Umidade Radiuino O presente projeto visa mostrar uma básica aplicação com o Kit DK 105 Grove. Utilizamos um sensor de umidade e temperatura Grove juntamente ao nó sensor para

Leia mais

SUPERTEC2007 SINCRONISMO DETETOR DE MODOS MICRO

SUPERTEC2007 SINCRONISMO DETETOR DE MODOS MICRO XXVIII. SINCRONISMO DETETOR DE MODOS MICRO Os monitores analógicos usam um CI chamado Detetor de modos e configurador (às vezes é mais de um CI). Este CI recebe os sinais de sincronismo H e V vindos do

Leia mais

Placa McLab1 Upgrade PIC16F84A p/ PIC16F62x

Placa McLab1 Upgrade PIC16F84A p/ PIC16F62x Placa Upgrade PIC16F84A p/ PIC16F62x Sumário 1. UTILIZANDO OS PICS 16F62X...3 1.1. INTRODUÇÃO...3 2. ATUALIZAÇÃO DO HARDWARE...4 2.1. UPGRADE DA PLACA MCLAB1 PARA TRABALHAR COM PIC16F627 / PIC16F628...4

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA DIVISÃO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA APLICADA TIMER 555

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA DIVISÃO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA APLICADA TIMER 555 ELE-59 Circuitos de Chaveamento Prof.: Alexis Fabrício Tinoco S. INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA DIVISÃO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA APLICADA TIMER 555 1. OBJETIVOS: Os objetivos

Leia mais

Computador de Bordo. Jeep Willys CJ3B - 1954. ELE 0622 Instrumentação Eletrônica Docente: Luciano Fontes Cavalcanti

Computador de Bordo. Jeep Willys CJ3B - 1954. ELE 0622 Instrumentação Eletrônica Docente: Luciano Fontes Cavalcanti Computador de Bordo Jeep Willys CJ3B - 1954 ELE 0622 Instrumentação Eletrônica Docente: Luciano Fontes Cavalcanti Discente: Walter Viana do Nascimento Gadelha wgadelha.ufrn@gmail.com Objetivos Iniciais

Leia mais

Professor Marcelo Josué Telles Porta LPT, programação, componentes eletrônicos, sistema binário...

Professor Marcelo Josué Telles Porta LPT, programação, componentes eletrônicos, sistema binário... Objetivos: - Conhecer a porta paralela LPT (explore as referências!) - Explorar uma linguagem de programação - Montagem de um circuito de comunicação via LPT - Revisão do sistema numérico binário INTRODUÇÃO

Leia mais

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO PICKIT2... 4. 2.1. Ligação da porta USB... 4. 2.2. LEDs de estado... 4. 2.3. Botão... 5

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO PICKIT2... 4. 2.1. Ligação da porta USB... 4. 2.2. LEDs de estado... 4. 2.3. Botão... 5 MANUAL PICKIT2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO PICKIT2... 4 2.1. Ligação da porta USB... 4 2.2. LEDs de estado... 4 2.3. Botão... 5 2.4. Conector de programação... 5 2.5. Slot para chaveiro...

Leia mais

Controle Remoto Ventilador

Controle Remoto Ventilador Controle Remoto Ventilador A ideia é controlar um ventilador comum de 3 velocidades (+ o estado de desligado) através do desenvolvimento de um controle remoto por infra vermelho. A cada clique no botão

Leia mais

Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50. Kit Didático de Eletrônica

Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50. Kit Didático de Eletrônica Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50 Kit Didático de Eletrônica MANUAL Jul / 2011 Sumário 1.Descrição Geral...2 2.Composição

Leia mais

Na figura abaixo é mostra os pinos do microcontrolador utilizado no montagem da placa, o PIC16F628A.

Na figura abaixo é mostra os pinos do microcontrolador utilizado no montagem da placa, o PIC16F628A. Escrito por Wandery Ap Ramos CLP PIC Wantronics Hoje em dia nas industrias em geral se utilizam muitos inversores de frequência, CLPs, controladores de velocidade, temporizadores, controladores de temperatura,

Leia mais

WWW.cerne-tec.com.br. Comunicação USB com o PIC Vitor Amadeu Souza Parte II vitor@cerne-tec.com.br

WWW.cerne-tec.com.br. Comunicação USB com o PIC Vitor Amadeu Souza Parte II vitor@cerne-tec.com.br 1 Comunicação USB com o PIC Vitor Amadeu Souza Parte II vitor@cerne-tec.com.br Continuando com o artigo apresentado na edição passada de comunicação USB com o PIC, continuaremos nesta edição o estudo do

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MILIOHMÍMETRO MODELO MO-1200

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MILIOHMÍMETRO MODELO MO-1200 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MILIOHMÍMETRO MODELO MO-1200 julho 2009 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do medidor ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Programação em BASIC para o PIC Projetos com Display Gráfico Vitor Amadeu Souza

Programação em BASIC para o PIC Projetos com Display Gráfico Vitor Amadeu Souza Programação em BASIC para o PIC Projetos com Display Gráfico Vitor Amadeu Souza Introdução No artigo desta edição, veremos os passos para controlar um dispaly gráfico de 128 x 64 pixels. A idéia será apresentar

Leia mais

Módulo 8 Entradas Digitais 24 Vdc Monitorado. Os seguintes produtos devem ser adquiridos separadamente para possibilitar a utilização do produto:

Módulo 8 Entradas Digitais 24 Vdc Monitorado. Os seguintes produtos devem ser adquiridos separadamente para possibilitar a utilização do produto: Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, possui 8 pontos de entrada digital +24 Vdc isolada e monitorada, é indicado para aplicações onde a situação de linha rompida necessita ser detectada

Leia mais

Manual do Usuário PK2Lab USB. Placa de desenvolvimento para microcontroladores PIC16F877 e PIC18F4550 Microchip

Manual do Usuário PK2Lab USB. Placa de desenvolvimento para microcontroladores PIC16F877 e PIC18F4550 Microchip Manual do Usuário PK2Lab USB Placa de desenvolvimento para microcontroladores PIC16F877 e PIC18F4550 Microchip Conteúdo Gravador On-Board... 3 Gravação do arquivo gerado... 3 Dispositivos suportados...

Leia mais

Manual Placa DMX 10 pixels RGB

Manual Placa DMX 10 pixels RGB Manual Placa DMX 10 pixels RGB 2011 Lumikit Sistemas para Iluminação rev.0 26/08/2011 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONEXÕES DA PLACA... 4 3. DIMENSÕES

Leia mais

MANUALDEGUSTAÇÃO ARDUINO KIT INICIANTE V4.0

MANUALDEGUSTAÇÃO ARDUINO KIT INICIANTE V4.0 MANUALDEGUSTAÇÃO ARDUINO KIT INICIANTE V4.0 PARA TER ACESSO A TODOS OS 10 EXPERIMENTOS, COMPRE O ARDUINO KIT INICIANTE DA ROBOCORE EM WWW.ROBOCORE.NET Projeto Termômetro Componentes: 2 Leds Verdes + 2

Leia mais

ANÁLISE DE CIRCUITOS I ( AULA 03)

ANÁLISE DE CIRCUITOS I ( AULA 03) ANÁLISE DE CIRCUITOS I ( AULA 03) 1.0 O CAPACÍMETRO É o instrumento usado para medir o valor dos capacitores comuns e eletrolíticos. Há dois tipos de capacímetro: o analógico (de ponteiro) e o digital

Leia mais

VNT. Manual de Instruções. VISOR DE NÍVEL Tipo Transparente TECNOFLUID

VNT. Manual de Instruções. VISOR DE NÍVEL Tipo Transparente TECNOFLUID Português VNT VISOR DE NÍVEL Tipo Transparente Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas. Anote o modelo e número de

Leia mais

Open Hardware & Arduino

Open Hardware & Arduino Open Hardware & Arduino Jeronimo Avelar Filho jeronimo@blogdoje.com.br www.blogdoje.com.br 1 Open Hardware 2 Open Hardware Eletronica SABER Nova Eletrônica Circuit Cellar Magazine Mecatronica Facil Elektor

Leia mais

Curso de Linguagem C. Rinaldo Câmara Gonçalves Labtools Mosaico Didactic Division Revisão 2

Curso de Linguagem C. Rinaldo Câmara Gonçalves Labtools Mosaico Didactic Division Revisão 2 Curso de Linguagem C Rinaldo Câmara Gonçalves Labtools Mosaico Didactic Division Revisão 2 Sumário SUMÁRIO...3 RECURSOS BÁSICOS: EXEMPLO 1 BOTÃO E LED...5 RECURSOS DO LIVRO...5 LÓGICA DO EXEMPLO...5 ESQUEMA

Leia mais

Projetos de Eletrônica Básica II

Projetos de Eletrônica Básica II Projetos de Eletrônica Básica II MUITO CUIDADO NA MONTAGEM DOS CIRCUITOS, JÁ QUE SE ESTÁ TRABALHANDO COM A REDE ELÉTRICA. Projete um sistema para uma casa inteligente, com as seguintes características:

Leia mais

Cod Descrição Fisico Preço R$ Fabric Grupo

Cod Descrição Fisico Preço R$ Fabric Grupo 1 ANTENA CELULAR MOTOROLA SMD 1.500 0,10000 MOTOROLA Antenas 2 CMC 470PF J 100V NP0 05 FA GR 300 0,18735 CEC Cap Mult Convencional 3 CMC SMD 0603 10NF K 50V X7R 60.000 0,00900 Liket Cap Multi Camada SMD

Leia mais

ListaAN600AL_v134f2. C-Vcc -- -- capacitor, 2.2µF, poliéster metalizado, 250V;

ListaAN600AL_v134f2. C-Vcc -- -- capacitor, 2.2µF, poliéster metalizado, 250V; Sequência da numeração de componentes do AN600AL 1)INICIA no Amplificador; 2)Continua no Monitor de Temperatura; 3)Continua no Acionamento do Ventilador (FAN_DRIVE); 4)Continua no Circuito de Temporização

Leia mais

www.vwsolucoes.com Copyright 2013 VW Soluções

www.vwsolucoes.com Copyright 2013 VW Soluções Apresentação O ClpPic40-v4 foi desenvolvido com base no microcontrolador PIC16F877A, mas pode ser utilizado qualquer outro PIC de 40 pinos da família 16F ou 18F (observar a pinagem). Ele possui várias

Leia mais

Suporta os microcontroladores: R. Leonardo da Vinci, 883 - Campinas/SP CEP 13.077-009 F.: (19) 4141.3351 / 3304.1605

Suporta os microcontroladores: R. Leonardo da Vinci, 883 - Campinas/SP CEP 13.077-009 F.: (19) 4141.3351 / 3304.1605 Suporta os microcontroladores: PIC16F877A, PIC18F452, PIC18F4520, PIC18F4550, PIC 18F876A, PIC18F252, PIC18F2550 e outros com 28 e 40 pinos O Kit de desenvolvimento ACEPIC PRO V2.0 foi projetado tendo

Leia mais

Conhecendo o PIC16F877 Microcontrolador de 8 bits da Microchip Co.

Conhecendo o PIC16F877 Microcontrolador de 8 bits da Microchip Co. Programação Daniel Corteletti Aula 2 Página 1/6 Conhecendo o PIC16F877 Microcontrolador de 8 bits da Microchip Co. O microcontrolador PIC16F877 pode ser encontrado em diversos encapsulamentos: PDIP, QFP,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO 0 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROJETO INTEGRADO: COBERTURA AUTOMATIZADA COM DETECTOR DE CHUVA CURITIBA 2010 1 TAISA DAIANA DA COSTA PROJETO

Leia mais

Manual de Montagem e Operação KIT-001N.

Manual de Montagem e Operação KIT-001N. Manual de Montagem e Operação KIT-001N. Por favor, visite a página Garantia. 1 Verificação dos componentes na embalagem. Os seguintes componentes e quantidades deverão ser encontrados (total 34): 1 X Placa

Leia mais

TEM VÁRIOS ESTADOS: 0V,0.1V,3V,3.3V,4V,5V,10V, ETC.

TEM VÁRIOS ESTADOS: 0V,0.1V,3V,3.3V,4V,5V,10V, ETC. CONVERSOR ANALÓGICO / DIGITAL SINAL DIGITAL ASSUME APENAS 2 ESTADOS: 0V E 5V SINAL ANALÓGICO TEM VÁRIOS ESTADOS: 0V,0.1V,3V,3.3V,4V,5V,10V, ETC. 1 FONTE DESTES SINAIS ANALÓGICOS UM DOS NOSSOS OBJETIVOS

Leia mais

Número PE030/2014. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número PE030/2014. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 1 SOLDA, de estanho, liga 60/40. Embalagem: rolo com 100 metros, com peso 500 g, com dados de identificacao do produto e marca do Rl 2,00 fabricante. Ref. SAEB => 34.39.00.00038889-0 2 FERRO, de

Leia mais

A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos e sistemas de automação para leigos!

A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos e sistemas de automação para leigos! Prof. Cláudio Oliveira Prof. Humberto Zanetti Prof. Júlio Vansan A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos e sistemas de automação para leigos! 1 O que é Arduino? Uma plataforma

Leia mais

Manual montagem VXO40

Manual montagem VXO40 Manual montagem VXO40 PY2MG 1/1 2/2 Após cada operação, coloque um X nos parêntesis. A placas foi projetada para colocação de conectores Molex, mas se não tiver ou não quiser, pode-se ligar os fios diretamente

Leia mais

MICROCONTROLADORES O QUE É O PIC?

MICROCONTROLADORES O QUE É O PIC? MICROCONTROLADORES Os microcontroladores são chips inteligentes, que tem um processador, pinos de entradas/saídas e memória. Através da programação dos microcontroladores podemos controlar suas saídas,

Leia mais

Prof. Cláudio Oliveira. Prof. Humberto Zanetti. Coordenador - Fatec Jundiaí. Professor - Fatec Jundiaí Coordenador - Etec de Itatiba

Prof. Cláudio Oliveira. Prof. Humberto Zanetti. Coordenador - Fatec Jundiaí. Professor - Fatec Jundiaí Coordenador - Etec de Itatiba Prof. Cláudio Oliveira Coordenador - Fatec Jundiaí Prof. Humberto Zanetti Professor - Fatec Jundiaí Coordenador - Etec de Itatiba A ideia! Criar uma plataforma de prototipagem de componentes eletrônicos

Leia mais

Conteúdo deste Kit: E-6 uno

Conteúdo deste Kit: E-6 uno Conteúdo deste Kit: E-6 uno 1- Dispositivo Nano Proto 2.7 1- Microcontrolador 20 portas baseado no Uno 2- Metros Fio Premium para Jumper 4- Transistor BC337 1- Sensor magnético 1- Sensor de temperatura

Leia mais

QSPIC40 Manual do usuário Ver 1.0

QSPIC40 Manual do usuário Ver 1.0 QSPIC40 Manual do usuário Ver 1.0 Introdução: É um excelente kit de microcontrolador da família PIC18F e PIC16F da Microchip. O kit QSPIC40 é um kit de desenvolvimento e aprendizagem utilizando microcontroladores

Leia mais

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO:

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: RGM: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADOR SÍNCRONO O objetivo desse projeto extra é aplicar os conceitos vistos em aula teórica

Leia mais

FORMULÁRIO DE IDENTIFICAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Uso do Arduíno como ferramenta de apoio ao processo de ensinoaprendizagem

FORMULÁRIO DE IDENTIFICAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Uso do Arduíno como ferramenta de apoio ao processo de ensinoaprendizagem FORMULÁRIO DE IDENTIFICAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Uso do Arduíno como ferramenta de apoio ao processo de ensinoaprendizagem 1.2 Coordenador: Renira Carla Soares 1.3 Câmpus envolvido(s):

Leia mais

Lista de Exercícios 1

Lista de Exercícios 1 Conceitos envolvidos: a) Memória de Dados (interna e externa) b) Memória de Programa (interna e externa) c) Operações aritméticas e lógicas d) Portas e) Endereçamento a Bit f) Contadores e Temporizadores

Leia mais

PROJETO. Ponte Digital. http://www.pontedigital.hpg.ig.com.br/ Luciano Daniel Amarante - carabina@pop.com.br Ricardo Watzko - rw@netuno.com.

PROJETO. Ponte Digital. http://www.pontedigital.hpg.ig.com.br/ Luciano Daniel Amarante - carabina@pop.com.br Ricardo Watzko - rw@netuno.com. Ponte levadiça digital... Projeto semestral primeira fase de 2003 Engenharia de Computação 4 período Em breve aqui novos projetos... Página inicial Pré-projeto Projeto FOTOS e Vídeos Funcionamento Esboços

Leia mais

Guia do Usuário Placa de Desenvolvimento McLab1

Guia do Usuário Placa de Desenvolvimento McLab1 Placa de Desenvolvimento McLab1 Sumário 1. APRESENTAÇÃO...3 2. HARDWARE...4 2.1. MICROCONTROLADOR PIC16F628A...4 2.2. DISPLAYS DE 7 SEGMENTOS...5 2.3. TECLAS...5 2.4. LEDS...6 2.5. LÂMPADA...6 2.6. BOTÃO

Leia mais

dametric HPM RM1 VAL0122850 / SKC9068256 MONITOR DE PRESSÃO HIDRÁULICA PARA O SISTEMA RMS MANUAL DO USUÁRIO

dametric HPM RM1 VAL0122850 / SKC9068256 MONITOR DE PRESSÃO HIDRÁULICA PARA O SISTEMA RMS MANUAL DO USUÁRIO dametric HPM RM1 VAL0122850 / SKC9068256 MONITOR DE PRESSÃO HIDRÁULICA PARA O SISTEMA RMS MANUAL DO USUÁRIO BR.docx 5 de agosto, 1995 / BL 1(5) ÍNDICE 1. LOCALIZAÇÃO DOS COMPONENTES... 2 2. DESCRIÇÃO DAS

Leia mais

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: RGM: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS O objetivo desse projeto extra é aplicar os conceitos vistos em aula

Leia mais

Práticas de laboratório de Eletrônica Digital

Práticas de laboratório de Eletrônica Digital Universidade Federal de Uberlândia Práticas de laboratório de Eletrônica Digital Prof. Dr. Alan Petrônio Pinheiro Faculdade de Engenharia Elétrica Curso de Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações (campus

Leia mais

Kit de desenvolvimento de PIC16F ou PIC18F QSPIC28 Manual do usuário Versão 1.1 (2010)

Kit de desenvolvimento de PIC16F ou PIC18F QSPIC28 Manual do usuário Versão 1.1 (2010) Kit de desenvolvimento de PIC16F ou PIC18F QSPIC28 Manual do usuário Versão 1.1 (2010) QSP Tecnologia www.qsptec.com Av. Nova Cantareira 4798 Sala 01/02 Tel: 0xx11 2924-3323 Email: vendas@qsptec.com Copyright

Leia mais

www.chavesgold.com.br ES0033 Carga 018 PROCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO

www.chavesgold.com.br ES0033 Carga 018 PROCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO FRANCESES 2 MANUAL DE INSTRUÇÕES www.chavesgold.com.br ES0033 Carga 018 PROCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO PARA VERIFICAÇÃO POR FABRICANTE LINHA NISSAN PROCEDIMENTO PARA VERIFICAÇÃO 02 Procedimento válido

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

VEÍCULO BV 1. Figura 01 BV 1 construído com material de baixo custo

VEÍCULO BV 1. Figura 01 BV 1 construído com material de baixo custo VEÍCULO BV 1 Resumo Este trabalho apresenta um tutorial ("How To") para a construção de um robô simples controlado por um PC através da porta paralela. A construção deste robô tem como objetivo introduzir

Leia mais

Kit de desenvolvimento ACEPIC 40N

Kit de desenvolvimento ACEPIC 40N Kit de desenvolvimento ACEPIC 40N O Kit de desenvolvimento ACEPIC 40N foi desenvolvido tendo em vista a integração de vários periféricos numa só placa, além de permitir a inserção de módulos externos para

Leia mais

HEXKIT F877 Manual do usuário Versão 1.0

HEXKIT F877 Manual do usuário Versão 1.0 KITS DE APLICAÇÃO E APRENDIZADO AVANÇADO HEXKIT F877 Manual do usuário Versão 1.0 Os HEXKITS são soluções para desenvolvimento, aprendizado e prototipação rápida de projetos/produtos. Em atividades voltadas

Leia mais

Sistemas Digitais e Microcontrolados

Sistemas Digitais e Microcontrolados UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Sistemas Digitais e Microcontrolados Conversor

Leia mais

FORMAÇÃO INFRAESTRUTURA

FORMAÇÃO INFRAESTRUTURA FORMAÇÃO INFRAESTRUTURA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Manutenção Computadores História moderna geral (Computadores Digitais) Plataformas Macintosh; IBM PC Iniciação sobre sua arquitetura. Componentes primários

Leia mais

SEQUENCIADOR COM 10 LEDs

SEQUENCIADOR COM 10 LEDs SEQUENCIADOR COM 10 LEDs Este projeto cria um sequenciador de 10 linhas a partir de um oscilador formado por um CI 555. O oscilador 555 envia um pulso para a entrada de um contador de década (CI 7490),

Leia mais

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA TEORIA Princípios básicos de transmissão a. Sinais de radiofreqüência (RF) Possuem freqüências acima de 100 KHz e são usados pelas emissoras para transportar

Leia mais

Processador. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy

Processador. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy Processador 1 Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes Processador ou CPU É o cérebro do computador, responsável principalmente por executar os comandos (processamento) e carregar (manipular)

Leia mais

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DA PLACA DE SOM SINTEVOX

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DA PLACA DE SOM SINTEVOX PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DA PLACA DE SOM SINTEVOX DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE: Princípio de funcionamento da placa de som Sintevox é uma obra do Engenheiro Newton Pessoa de Almeida Junior de propriedade

Leia mais

ELETRÔNICA DIGITAL. Parte 6 Display, Decodificadores e Codificadores. Prof.: Michael. 1 Prof. Michael

ELETRÔNICA DIGITAL. Parte 6 Display, Decodificadores e Codificadores. Prof.: Michael. 1 Prof. Michael ELETRÔNICA DIGITAL Parte 6 Display, Decodificadores e Codificadores Prof.: Michael LED Diodo emissor de luz (LED) Para nós será utilizado para dar uma indicação luminosa do nível lógico de sinal; Ligado

Leia mais

MAX MAX PLUS CRYSTAL SMART INVERTER NEOFORTE VIVACE

MAX MAX PLUS CRYSTAL SMART INVERTER NEOFORTE VIVACE Manual de Treinamento Condicionadores de Ar (SPLIT) MAX MAX PLUS CRYSTAL SMART INVERTER NEOFORTE VIVACE Ricardo Nunes Fevereiro/2012 1 Modos de Teste Unidade Interna Início Pressione tecla Liga /desliga

Leia mais

Robótica com Arduino. Resistores. Professor: Paulo Trentin

Robótica com Arduino. Resistores. Professor: Paulo Trentin Robótica com Arduino Resistores Professor: Paulo Trentin O que é? Componente que resiste a passagem de certa corrente no circuito. "o valor da resistência elétrica é obtido mediante a formação de um sulco

Leia mais

21/07/2010 LED ELETRÔNICA DIGITAL. LED Tipos. LED Princípio de funcionamento. Display de 7 segmentos. LED Circuito de polarização

21/07/2010 LED ELETRÔNICA DIGITAL. LED Tipos. LED Princípio de funcionamento. Display de 7 segmentos. LED Circuito de polarização 2/7/2 LED ELETRÔNICA DIGITAL Parte 6 Display, Decodificadores e Codificadores Diodo emissor de luz (LED) Para nós será utilizado para dar uma indicação luminosa do nível lógico de sinal; Ligado nível lógico

Leia mais

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PROJETO PROTECTED

PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PROJETO PROTECTED PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PROJETO PROTECTED CURITIBA 2009 EDUARDO REBELO LOPES ELTON FOGGIATTO PROJETO PROTECTED Este

Leia mais

Manual Placa DMX 4 pixels RGB

Manual Placa DMX 4 pixels RGB Manual Placa DMX 4 pixels RGB 2012 Lumikit Sistemas para Iluminação rev.2 16/10/2015 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONEXÕES DA PLACA... 4 3. DIMENSÕES

Leia mais

Manutenção de Placas-Mãe. Christian César de Azevedo

Manutenção de Placas-Mãe. Christian César de Azevedo Manutenção de Placas-Mãe Christian César de Azevedo Primeiros Passos Verificar alguma mensagem de erro na tela ou algum sinal aural (beeps emitidos pelo speaker). Faça uma inspeção visual na placa-mãe

Leia mais

Velocímetro Digital para Bicicletas

Velocímetro Digital para Bicicletas Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia Elétrica Velocímetro Digital para Bicicletas Gildenir Soares Batista da Silva Instrumentação Eletrônica, 2009.2 Luciano Fontes Cavalcanti

Leia mais

Leitor MaxProx-Lista

Leitor MaxProx-Lista Leitor MaxProx-Lista O leitor de cartões de proximidade MaxProx-Lista é destinado aos Integradores de Controle de Acesso. Ele foi especialmente projetado para controle de acesso, para ser usado Stand Alone

Leia mais

1/ 11 PY2MG. Manual Montagem Maritaca. Parte 1 Recepção

1/ 11 PY2MG. Manual Montagem Maritaca. Parte 1 Recepção 1/ 11 PY2MG Manual Montagem Maritaca Parte 1 Recepção 2/ 11 PY2MG Siga as instruções passo a passo para ter sucesso na montagem. Não tenha pressa e ao colocar os componentes, seja cuidadoso. Faça uma montagem

Leia mais

Manual do Leitor ATG-Basic

Manual do Leitor ATG-Basic Manual do Leitor ATG-Basic O leitor ATG-Basic foi desenvolvido para uso em controle de acesso veicular. Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack,

Leia mais

Programação em BASIC para o PIC Mostrando Mensagens no Display LCD Vitor Amadeu Souza

Programação em BASIC para o PIC Mostrando Mensagens no Display LCD Vitor Amadeu Souza Programação em BASIC para o PIC Mostrando Mensagens no Display LCD Vitor Amadeu Souza Introdução Nesta terceira série de artigos que aborda a programação na linguagem BASIC para o microcontrolador PIC,

Leia mais

RECEPTOR Módulo 5 Zonas

RECEPTOR Módulo 5 Zonas MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO RECEPTOR Módulo 5 Zonas www.compatec.com.br 1. Apresentação... 3 2. Características Técnicas... 3 3. Cadastro do Controle Remoto (HT)... 4 4. Cadastro do Controle Remoto

Leia mais

Experiência 01: CONECTORIZAÇÃO DO CABEAMENTO METÁLICO

Experiência 01: CONECTORIZAÇÃO DO CABEAMENTO METÁLICO ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto)

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack, RS232 ou RS485. Ao colocar-se o tag ativo dentro do seu limite de leitura,

Leia mais

Manual MicroICD. Soluções Eletrônicas

Manual MicroICD. Soluções Eletrônicas Manual MicroICD Gravador de microcontroldores PIC via USB 2.0. (gravação In-Circuit) Compatível com todas as portas USB's. Pode ser utilizado em computadores desktop e Notebook's. O Gravador e depurador

Leia mais

Data Sheet FBEE Kit V05

Data Sheet FBEE Kit V05 Data Sheet FBEE Kit V05 IEEE 802.15.4 SUPORTA PROTOCOLOS ZIGBEE E MIWI REV 01 1 Rev01 1. INTRODUÇÃO Este capítulo faz uma introdução às características do kit de demonstração FBee Kit. Este capítulo discute:

Leia mais

LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 267 - TELEFONE: 6823-8800 Revisado em 24/10/2006 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 www.linear-hcs.com.

LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 267 - TELEFONE: 6823-8800 Revisado em 24/10/2006 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 www.linear-hcs.com. LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 267 - TELEFONE: 6823-8800 Revisado em 24/10/2006 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 www.linear-hcs.com.br CENTRAL ELETRÔNICA MONOFÁSICA DE CONTROLE DE PORTÃO rev8 CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Capítulo 12. Projeto 5 Controle de Motores de Passo. 12.1 Circuito e Funcionamento

Capítulo 12. Projeto 5 Controle de Motores de Passo. 12.1 Circuito e Funcionamento Capítulo 12 Projeto 5 Controle de Motores de Passo A crescente popularidade dos motores de passo deve-se a sua adaptação à lógica digital. Estes dispositivos são usados em inúmeras aplicações, tais como:

Leia mais

Application Note FBEE Aplicação de redes Mesh REV01_2009. - 1 - Rev01

Application Note FBEE Aplicação de redes Mesh REV01_2009. - 1 - Rev01 Application Note FBEE Aplicação de redes Mesh REV01_2009-1 - Rev01 1. Introdução Este documento de aplicação foca no protocolo ZigBee 2006 Residencial Protocol da Microchip e tem como objetivo mostrar

Leia mais

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE UMA PISTA/PISO DE LEDS

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE UMA PISTA/PISO DE LEDS MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE UMA PISTA/PISO DE LEDS CONDIÇÕES GERAIS Utilize o texto e vídeo abaixo como referencia se você deseja montar uma pista de LEDs, LEMBRANDO QUE É APENAS UMA SUGESTÃO, VOCÊ PODE

Leia mais

1Manual do Program-ME... 6

1Manual do Program-ME... 6 1Manual do Program-ME... 6 1.1Componentes para Program-ME / Arduino... 6 1.2Aplicações práticas... 7 1.3O que é Arduino... 8 1.3.1Características técnicas do Arduino/Program-ME... 8 1.3.2Program-ME v1.0

Leia mais

Circuito integrado 555 e suas aplicações

Circuito integrado 555 e suas aplicações Circuito integrado 555 e suas aplicações Introdução Um circuito integrado popular é o versátil 555. Introduzido pela em 1973 pela Signetcs, este circuito integrado tem aplicações que variam de equipamentos

Leia mais

SENSOR DE LUMINOSIDADE Com indicador de intervalo

SENSOR DE LUMINOSIDADE Com indicador de intervalo SENSOR DE LUMINOSIDADE Com indicador de intervalo Este projeto refere-se à construção de um sensor de luminosidade com o uso de um LDR (Light Dependent Resistor), com as seguintes características: 1. Luminosidade

Leia mais

Manual do usuário - IPD Cabine v2.0. Frente. Verso. IPD de Cabine v2.0 Manual do usuário. www.vwsolucoes.com Copyright 2016 - VW Soluções

Manual do usuário - IPD Cabine v2.0. Frente. Verso. IPD de Cabine v2.0 Manual do usuário. www.vwsolucoes.com Copyright 2016 - VW Soluções Frente Verso IPD de Cabine v2.0 Manual do usuário Apresentação O Kit IPD Cabine v2.0 possui oito entradas para ligar os botões de chamadas e oito saídas para ligar os leds que irão iluminar os seus botões

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 30/08/2009 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Eletrônica Em um circuito ressonante LC paralelo (bobina em paralelo com capacitor fixo), quando se introduz na bobina um núcleo de ferrita, o que ocorre com a freqüência

Leia mais

EXPERIMENTS MANUAL Manual de Experimentos Manual de Experimentos

EXPERIMENTS MANUAL Manual de Experimentos Manual de Experimentos 555 M-1108A *Only illustrative image./imagen meramente ilustrativa./ Imagem meramente ilustrativa. EXPERIMENTS MANUAL Manual de Experimentos Manual de Experimentos Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Experiência

Leia mais

Fonte de alimentação com duas saídas e proteção

Fonte de alimentação com duas saídas e proteção Fonte de alimentação com duas saídas e proteção Elias Bernabé Turchiello Técnico responsável Este manual se destina unicamente a orientar o montador interessado neste projeto, portanto não se encontram

Leia mais

Um Módulo de Desenvolvimento para o ARDUINO

Um Módulo de Desenvolvimento para o ARDUINO 1 Um Módulo de Desenvolvimento para o ARDUINO by João Alexandre da Silveira Introdução Em 1978 foi publicado o primeiro livro sobre linguagem C, The C programming Language, onde seus autores, Kernighan

Leia mais

www.rogercom.com - Manual da placa R-CONTROL 30

www.rogercom.com - Manual da placa R-CONTROL 30 5 6 LEDs piloto: acende quando um dos Relês: RL1, RL2, RL3 ou RL4 for ativado. 4 3 7 18 8 15 16 17 14 9 2 10 1 11 LEDs indicadores de transmissão/recepção USB entre a placa e o PC. 13 12 LED indicador

Leia mais

Tutorial de Eletrônica Aplicações com 555 v2010.05

Tutorial de Eletrônica Aplicações com 555 v2010.05 Tutorial de Eletrônica Aplicações com 555 v2010.05 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

Robô ADR-3. Sim, é isso mesmo! O Robô ADR-3 permite que o usuário programe seus movimentos, que são:

Robô ADR-3. Sim, é isso mesmo! O Robô ADR-3 permite que o usuário programe seus movimentos, que são: Robô ADR-3 Na edição nº 19 da Revista, foi publicado o Robô Explorador que utilizava como cérebro um microcontrolador PIC. Um sucesso! O nível de aprovação entre nossos leitores foi muito grande. Aliado

Leia mais

Circuitos Lógicos. Aulas Práticas

Circuitos Lógicos. Aulas Práticas Circuitos Lógicos Aulas Práticas A Protoboard A Protoboard A Protoboard é um equipamento que permite interconectar dispositivos eletrônicos tais como resistores, diodos, transistores, circuitos integrados

Leia mais

Vejamos alguns dados técnicos É imprescindível a necessidade de adaptação com alguns termos e abreviaturas normalmente usadas.

Vejamos alguns dados técnicos É imprescindível a necessidade de adaptação com alguns termos e abreviaturas normalmente usadas. D IODO LED E D ISPLAY DE SETE SEGMENTOS O Diodo LED, é um diodo com uma finalidade especifica, emitir Luz. Os LEDs assim como os diodos retificadores possuem dois terminais, que são ânodo (A) e cátodo

Leia mais

CIRCUITO HORIZONTAL OSCILADOR

CIRCUITO HORIZONTAL OSCILADOR CIRCUITO HORIZONTAL VERIFICAR SE TRANSISTOR SAÍDA HORIZONTAL. COLETOR? COLETOR DO TRANSISTOR DRIVE? TRABALHAR NA FONTE HORIZONTAL? VERIFICAR RESISTOR E REGULADOR DE ALIMENTAÇÃO MEDIR RESISTOR DE ALIMENTAÇÃO,

Leia mais

C Joice Barbosa Magalhães Revisão da placa e dados do 19/04/2010 manual D Cássio Almeida da Gama Adequação à nova codificação 05/01/2012

C Joice Barbosa Magalhães Revisão da placa e dados do 19/04/2010 manual D Cássio Almeida da Gama Adequação à nova codificação 05/01/2012 .. Kit de desenvolvimento XM111 Revisão Principais Autores Descrição da Versão Término A José Domingos Adriano Versão inicial 08/02/2006 Amin Yossef Helou B Marcelo M. Maia do Couto Atualização dos descritivos;

Leia mais

1 Manual de montagem receptor ZETA SDR BR PY2MG

1 Manual de montagem receptor ZETA SDR BR PY2MG 1 Manual de montagem receptor ZETA SDR BR PY2MG 2 Instruções gerais para a montagem Alguns componentes possuem posição correta para montagem, por isso dizemos que eles tem polarizações, ou seja, possuem

Leia mais