APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01 O kit CPLD_EE01 foi desenvolvido para alunos de cursos técnicos, engenharia e desenvolvedores na área de circuitos digitais, o mesmo conta com alguns módulos que podem ser interligados por meio de jumpers de modo a unir os módulos para desenvolver sistemas digitais completos. O kit utiliza um dispositivo lógico programável complexo (CPLD) modelo EPM7064SLC44-10N do fabricante altera que é detentora da marca, e qualquer nome ou símbolo com referência à altera é de propriedade da mesma. A seguir serão apresentados os módulos que compõem o KIT CPLD_EE01 Módulo de entradas digitais de pulso: Este módulo é composto por 4 chaves tácteis sem retenção, e podem fornecer sinais de borda de subida e descida. Os níveis de tensão fornecidos nas saídas são: Nível lógico zero=0v e Nível lógico 1=5V. Todas as chaves são compostas por filtros RC individualmente para evitar os ruídos provenientes dos contatos mecânicos, dessa forma podem ser utilizadas como fornecedoras de clock manual para circuitos sequenciais tais como os contadores. A figura 1 apresenta a localização do módulo na placa e os bornes de saídas dos sinais. Figura 1 De acordo com a tabela 1, temos a função de cada entrada do módulo de chaves de pulso. Tabela 1 CHAVE BORDA DE SUBIDA BORDA DE DESCIDA SW1 SIM NÃO SW2 SIM NÃO SW3 SIM SIM SW4 SIM SIM

2 MÓDULO OSCILADOR O Kit CPLD_EE01 conta com um circuito gerador de pulsos de clock com 6 frequências diferentes que poder ser utilizadas como fontes de clock para sistemas de contadores, multiplexadores e temporizadores. As frequências disponíveis nos bornes de saídas do módulo oscilador são apresentadas na tabela 2, (as frequências apresentadas podem ter variações de ±10%): Os Trimpots R56, R57, R58, R59, R60 e R61, são utilizados para ajuste das frequências de acordo com a tabela 2. Tabela 2 FREQ 1 1HZ R56 FREQ 2 10HZ R57 FREQ 3 100HZ R58 FREQ 4 1KHZ R59 FREQ 5 10KHZ R60 FREQ 6 100KZ R61 A figura 2 apresenta a localização dos sinais disponíveis no módulo oscilador. Figura 2 MÓDULO DE ENTRADAS DIGITAIS COM RETENÇÃO O Módulo de chaves com retenção é composto por 12 chaves (SW5 à SW16), possuindo também filtros RC em cada uma para que não promova ruído no circuito devido ao contato mecânico. As chaves com retenção são utilizadas para simular entradas de níveis lógicos para operações digitais, como também entradas de preset e set de circuitos sequenciais. A figura 3 apresenta a localização do módulo de entradas com retenção e a localização dos bornes de sinais. Figura 3

3 MÓDULO DE DISPLAYS DE SETE SEGMENTOS MULTIPLEXADO O módulo de display de sete segmentos é formado por 8 displays multiplexados, ou seja, todos os segmentos de a à dp de todos os displays são interligados, formando um barramento só, para que seja escolhido o display que irá apresentar a informação desejada deverá ser acionado o respectivo sinal do catodo do mesmo. Para informações de mais de um dígito deverá ser acionado um catodo por vez, o esquema elétrico do módulo é apresentado na figura 4. Figura 4 A localização do módulo de display e dos conectores dos segmentos e catôdos são apresentados na figura 5. Figura 5

4 MÓDULOS DE LEDS DE SINALIZAÇÃO Para facilitar a visualização dos resultados dos circuitos digitais, foi implementado um módulo composto por 8 leds, estes leds já está interligados aos pinos do CPLD, dispensando então a ligação por meio de bornes. Os pinos e seus respectivos leds são apresentados na tabela 3. Os resitores dos leds estão dimensionados para acionamento com 5V, que é a tensão de alimentação do kit, e presente nas saídas do CPLD. Tabela 3 LED PINO DO CPLD LED1 PINO 4 LED2 PINO 5 LED3 PINO 6 LED4 PINO 8 LED5 PINO 9 LED6 PINO 11 LED7 PINO 12 LED8 PINO 14 A localização do módulo de leds é apresentada na figura 6. Figura 6 MÓDULO CONVERSOR ANALÓGICO DIGITAL O módulo conversor A/D é composto por um circuito integrado conversor A/D de 8 bits, mas o mesmo também necessita de um clock externo para fazer a conversão analógica de tempos em tempos. O circuito integrado utilizado é o ADC0804LCN que com o auxílio de um potenciômetro e um buffer de tensão executado pelo ci LM358 faz a conversão do valor de tensão analógico ajustado no potenciômetro R77 para um valor digital de 8bits. A localização do módulo conversor A/D e seus conectores são apresentados na figura 7. Figura 7

5 MÓDULO SINALIZADOR DE AUDIO O módulo de áudio é formado por um buzzer, este dispositivo tem a capacidade de se dilatar e comprimir de acordo com a aplicação de tensão em seus terminais, dessa forma é muito utilizado para gerar áudio em sistemas de telefonia, alarmes entre outros. O buzzer já é interligado ao pino 41 do cpld, dessa forma esse pino foi reservado especificamente para essa função. Dever-se evitar mantê-lo ligado, utilizar para gerar áudio com aplicação de qualquer frequência entre 20Hz e 20khz que é a faixa audível para os humanos. Na figura 8 é apresentado sua localização na placa. Figura 8 MÓDULO CONVERSOR DIGITAL ANALÓGICO O módulo conversor D/A foi concebido pela configuração de rede R-2R, o mesmo possui uma resolução de 4bits, dessa forma com a combinação de níveis lógicos nas quatro entradas ( bit_0, bit_1, bit_2 e bit_3) pode-se conseguir 16 valores diferentes para o range de tensão de 0 à 5V, valor este disponível no borne JP1, mostrado na figura 9. Figura 9 CONECTOR DE GRAVAÇÃO Depois de desenvolvido o circuito e implementado no software de sistemas digitais tal como QUARTUS II, MAXPLUS ou qualquer outro da altera, deve-se transferir o programa por meio do cabo de gravação, o sistema de gravação é de forma paralela, logo pode se optar por dois sistemas.

6 O primeiro método é pela porta paralela do computador utilizando o cabo byteblaster, mas este método encontra dificuldades já que os computadores atuais não vem mais com portas paralelas. A segunda forma de gravação, que é a utilizada no KIT CPLD_EE01 é utilizando um cabo com conversor USB-serial, este cabo é fabricado pela ALTERA e também por outros fabricantes que os fazem compatíveis. A figura 10 apresenta o cabo utilizado nos kits da EMERSON ELETRÔNICOS. Figura 10 O gravador deverá estar instalado no computador com o drive devidamente reconhecido e ser conectado ao KIT CPLD_EE01 de acordo com a figura 11. Figura 11 Depois de instalado o software QUARTUS II, o drive do cabo de gravação estará na pasta altera, nos arquivos de programas, e assim que o cabo for conectado e pedir o drive, o instalador deverá direcionar para a pasta altera que o mesmo será instalado automaticamente. no material fornecido com o nome de TUTORIA PARA CRIAR UM PROJETO NO QUARTUS II é ensinado como criar, simular e gravar um programa com o software QUARTUS II. Qualquer dúvida sobre o kit CPLD_EE01 pode ser consultada em nosso site por meio da aba contato.

INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON MARTINS

INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON MARTINS INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON MARTINS www.professoremersonmartins.com.br KIT DIDÁTICO CPLD EE01 Manual didático para utilização da plataforma CPLD-EE01 Conteúdo APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01... 3 Módulo

Leia mais

MANUAL DO KIT FPGA EE01

MANUAL DO KIT FPGA EE01 EMERSON ELETRÔNICOS MANUAL DO KIT FPGA EE01 www.professoremersonmartins.com.br 2014 REV-01 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO KIT FPGA-EE01 Primeiramente a Emerson Eletrônicos, em nome do professor Emerson Martins

Leia mais

EMERSON ELETRÔNICOS MANUAL DO KIT CPLD-02-SOQ REV-01

EMERSON ELETRÔNICOS MANUAL DO KIT CPLD-02-SOQ REV-01 EMERSON ELETRÔNICOS MANUAL DO KIT CPLD-02-SOQ www.professoremersonmartins.com.br 2015 REV-01 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO KIT CPLD-02_SOQ Primeiramente a Emerson Eletrônicos, em nome do professor Emerson Martins

Leia mais

ITEM Instituto de Tecnologia Emerson Martins MANUAL DO KIT FPGA-EE REV-01

ITEM Instituto de Tecnologia Emerson Martins MANUAL DO KIT FPGA-EE REV-01 ITEM Instituto de Tecnologia Emerson Martins MANUAL DO KIT FPGA-EE03 www.professoremersonmartins.com.br 2016 REV-01 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO KIT FPGA EE03 Primeiramente o ITEM INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON

Leia mais

Suporta os microcontroladores: R. Leonardo da Vinci, Campinas/SP CEP F.: (19) Kit de Desenvolvimento ACEPIC 28

Suporta os microcontroladores: R. Leonardo da Vinci, Campinas/SP CEP F.: (19) Kit de Desenvolvimento ACEPIC 28 Suporta os microcontroladores: PIC16F870, PIC16F872, PIC16F873A, PIC16F876A, PIC16F886, PIC18F2420, PIC18F2520, PIC18F2525, PIC18F2620, PIC18F2455, PIC 18F2550 e outros com 28 pinos O Kit de desenvolvimento

Leia mais

MANUAL DO KIT FPGA EE02-SOQ

MANUAL DO KIT FPGA EE02-SOQ EMERSON ELETRÔNICOS MANUAL DO KIT FPGA EE02-SOQ www.professoremersonmartins.com.br 2014 REV-01 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO KIT FPGA EE02_SOQ Primeiramente a Emerson Eletrônicos, em nome do professor Emerson

Leia mais

INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON MARTINS

INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON MARTINS INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON MARTINS www.professoremersonmartins.com.br KIT DIDÁTICO ED EE01 Manual didático para utilização da plataforma ED-EE01 (REV02) Conteúdo APRESENTAÇÃO DO KIT ED_EE01... 3 MÓDULO

Leia mais

MANUAL GRAVADOR ISD-EE01

MANUAL GRAVADOR ISD-EE01 2015 MANUAL GRAVADOR ISD-EE01 REV 01 APRESENTAÇÃO DO KIT GRAVADOR ISD-EE01 Primeiramente a Emerson Eletrônicos agradece e parabeniza-o pela aquisição de um de nossos produtos, o que nos da satisfação e

Leia mais

HARDWARE Montagem e Manutenção de Computadores. Instrutor: Dejair Priebe Ferreira da Silva

HARDWARE Montagem e Manutenção de Computadores. Instrutor: Dejair Priebe Ferreira da Silva HARDWARE Montagem e Manutenção de Computadores Instrutor: Dejair Priebe Ferreira da Silva DEJAIR PRIEBE CONTATO CELULAR: (51) 98509-1952 E-MAIL: dejairpriebe.senac@gmail.com SITE: www.portalwebrs.com.br

Leia mais

PLATAFORMA PARA ESTUDO EM PROGRAMAÇÃO DE MICROCONTROLADORES FAMÍLIA 8051

PLATAFORMA PARA ESTUDO EM PROGRAMAÇÃO DE MICROCONTROLADORES FAMÍLIA 8051 PLATAFORMA PARA ESTUDO EM PROGRAMAÇÃO DE MICROCONTROLADORES FAMÍLIA 8051 MODELO: EE0216 DESCRIÇÃO Plataforma de treinamento em microcontroladores família 8051 base em aço carbono e pés de borracha, pintura

Leia mais

PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II CYCLONE IV

PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II CYCLONE IV PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II CYCLONE IV 1) Após abrir o quartus II, clique em CREATE A NEW PROJECT (tela a seguir). 2) CLIQUE EM NEXT (tela a seguir) EMERSON

Leia mais

Manual Técnico Driver Chopper 5A Para Motor de Passo

Manual Técnico Driver Chopper 5A Para Motor de Passo Manual Técnico Driver Chopper 5A Para Motor de Passo Introdução Compatível com motores de passo de até 5 amperes por fase, com tensão de alimentação até 48V, bipolares e unipolares. Este driver possui

Leia mais

OHMÍMETRO DIGITAL. 1 O Projeto. 1.1 Sensor. 1.2 Conversor A/D

OHMÍMETRO DIGITAL. 1 O Projeto. 1.1 Sensor. 1.2 Conversor A/D Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Instrumentação Eletrônica Professor: Luciano Fontes Cavalcanti Aluno: Raphael Dantas Ciríaco OHMÍMETRO DIGITAL

Leia mais

Kit de desenvolvimento ACEPIC PRO V3.0

Kit de desenvolvimento ACEPIC PRO V3.0 Kit de desenvolvimento ACEPIC PRO V3.0 O Kit de desenvolvimento ACEPIC PRO V3.0 foi desenvolvido tendo em vista a integração de vários periféricos numa só placa, evitando o uso de protoboards e facilitando

Leia mais

Kit de desenvolvimento ACEPIC Light

Kit de desenvolvimento ACEPIC Light Kit de desenvolvimento ACEPIC Light O Kit de desenvolvimento ACEPIC Light foi desenvolvido tendo em vista a utilização de vários periféricos numa só placa, evitando o uso de proat-boards e facilitando

Leia mais

Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO

Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO Comércio e Manutenção de Produtos Eletrônicos Manual CP-WS1 Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO PROXSYS Versão 1.3 Abril -2015 Controlador Industrial CP-WS1 1- Configurações

Leia mais

EMERSON ELETRÔNICOS 15/03/2015

EMERSON ELETRÔNICOS 15/03/2015 2015 Manual gravador PIC-USB-2 EMERSON ELETRÔNICOS 15/03/2015 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GRAVADOR PIC-USB-2 Primeiramente a EMERSON ELETRÔNICOS agradece imensamente pela aquisição de um de nossos produtos,

Leia mais

Microcontroladores PIC16 - XM 116 -

Microcontroladores PIC16 - XM 116 - T e c n o l o g i a Microcontroladores PIC16 - XM 116 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. Microcontroladores PIC16 - XM 116 - INTRODUÇÃO O mundo da

Leia mais

Módulo Didático de Eletrônica Digital

Módulo Didático de Eletrônica Digital Módulo Didático de Eletrônica Digital Datasheet MPL-AD18EX2 Módulo Prático Laboratorial Digital MPL-AD18EX2 Apresentando MPL-AD18EX2 Índice 1.0 Introdução... 4 1.1 Partes que compõe o Módulo de Eletrônica

Leia mais

Módulo 32 ED 24 Vdc Opto

Módulo 32 ED 24 Vdc Opto Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, possui 32 pontos de entrada digital para tensão de 24 Vdc. O módulo é do tipo lógica positiva ( tipo `sink`) e destina-se ao uso com sensores com

Leia mais

LUIZ HENRIQUE CONTATO

LUIZ HENRIQUE CONTATO HARDWARE Montagem e Manutenção de Computadores Instrutor: Luiz Henrique Goulart LUIZ HENRIQUE CONTATO CELULAR: (031) 9805-7125 E-MAIL: luizhgr@bol.com.br MSN: luizsenacbh@hotmail.com ORKUT: HARDWARE 2007

Leia mais

MÓDULO ANALÓGICO DIGITAL MPLAD18EX2

MÓDULO ANALÓGICO DIGITAL MPLAD18EX2 ZILOCCHI ELETRÔNICA MÓDULO ANALÓGICO DIGITAL MPLAD18EX2 MANUAL DE OPERAÇÃO ZILOCCHI ELETRÔNICA Rua Francisco Pedro Pimenta - N 24 CEP: 37.505-102 Bairro: Boa Vista Itajubá MG TEL/FAX: (35) 3623-4828 HomePage:

Leia mais

Módulo de Expansão Entradas Analógicas

Módulo de Expansão Entradas Analógicas Descrição do Produto O módulo de entrada analógico destina-se a conversão analógico para digital de sinais sob a forma de corrente ou tensão fornecidos por equipamentos como sensores analógicos e equipamentos

Leia mais

CONTROLE DE UM SERVO MOTOR

CONTROLE DE UM SERVO MOTOR CONTROLE DE UM SERVO MOTOR Versão 2015 RESUMO Esta experiência tem como objetivo a familiarização e o projeto de um circuito de controle simples de um servo motor. A parte experimental inclui atividades

Leia mais

Departamento de Engenharia Elétrica SEL 384 Laboratório de Sistemas Digitais I PRÁTICA Nº5B

Departamento de Engenharia Elétrica SEL 384 Laboratório de Sistemas Digitais I PRÁTICA Nº5B Departamento de Engenharia Elétrica SEL 384 Laboratório de Sistemas Digitais I PRÁTICA Nº5B CIRCUITOS SEQUENCIAIS Contadores síncronos e gerador de PWM 1. Introdução Nesta prática iremos compreender o

Leia mais

HARDWARE DOS RELÉS NUMÉRICOS

HARDWARE DOS RELÉS NUMÉRICOS HARDWARE DOS RELÉS NUMÉRICOS 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Objetivos idênticos ao hardware dos relés convencionais, ou seja, recebem sinais analógicos de tensão, corrente e outros, sinais digitais de contatos

Leia mais

INTRODUÇÃO TEÓRICA. Sua forma de onda é geralmente quadrada, porém, o importante é que gera dois níveis lógicos: 0 e 1.

INTRODUÇÃO TEÓRICA. Sua forma de onda é geralmente quadrada, porém, o importante é que gera dois níveis lógicos: 0 e 1. OBJETIVOS: a) Conhecer as aplicações dos pulsos de clock em circuitos lógicos; b) Entender o funcionamento de um gerador de clock básico, na geração de níveis lógicos 0 e 1, segundo uma determinada frequência;

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento.

Cerne Tecnologia e Treinamento. Cerne Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes no kit Cerne Inversor de Frequência E-mail: suporte@cerne-tec.com.br Sumário 1. Reconhecendo Kit 03 2. Reconhecendo o kit 04 3. Conectando a Placa 05

Leia mais

INTRODUÇÃO: MICROCONTROLADORES

INTRODUÇÃO: MICROCONTROLADORES INTRODUÇÃO: MICROCONTROLADORES MICROCONTROLADOR X MICROPROCESSADOR Baixa capacidade de processamento Freq. Operação em MHz Custo de R$ 7,00 a 30,00 Aplicações mais restrita Alta capacidade de processamento

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento Manual do Usuário Gravador GP PIC USB (21) 4063-9798 (11) 4063-1877 E-mail: cerne@cerne-tec.com.br MSN: cerne-tec@hotmail.com Skipe: cerne-tec www.cerne-tec.com.br Manual

Leia mais

Guia da Placa de desenvolvimento PD Mega16 N1

Guia da Placa de desenvolvimento PD Mega16 N1 Guia da Placa de desenvolvimento PD Mega16 N1 Este tutorial consiste mostrar detalhes de hardware da placa de desenvolvimento PD Mega16 N1, necessário para iniciar a programação e testes. Boa aprendizagem...

Leia mais

SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS

SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS DLB MAQCA 1893 SISTEMA PARA ESTUDO E TREINAMENTO NO ACIONAMENTO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS COM INVERSOR DE FREQUÊNCIA E AQUISIÇÃO DE DADOS Este conjunto didático de equipamentos foi idealizado para possibilitar

Leia mais

CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO EM CLP (IEC )

CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO EM CLP (IEC ) CONJUNTO DIDÁTICO PARA ESTUDO EM CLP (IEC 61131-3) FINAME: 3117197 MODELO: EE0005/EE00357 APRESENTAÇÃO A linha de Bancadas Didáticas, foi desenvolvida com alta tecnologia, visando às necessidades das Escolas

Leia mais

Documento: Descritivo Simplificado do Projeto SPDMAI

Documento: Descritivo Simplificado do Projeto SPDMAI 1/5 Descritivo Simplificado do Projeto SPDMAI O Sistema de Processamento Digital para Medição e Automação Industrial (SPDMAI) é baseado no kit de desenvolvimento DSP TMS320C6711 DSK da Texas Instruments,

Leia mais

Sistemas Digitais EDUARDO ELIAS ALVES PEREIRA

Sistemas Digitais EDUARDO ELIAS ALVES PEREIRA Sistemas Digitais EDUARDO ELIAS ALVES PEREIRA Sistemas Digitais Agenda Arduino Tipos, detalhes; Esquema elétrico. IDEs Eagle; ATMel Studio; Arduino Studio; Circuits IO (Simulador). Arduino Arduino MEGA2560

Leia mais

Fonte Full Range Vac/Vdc 24 Vdc/ 3A

Fonte Full Range Vac/Vdc 24 Vdc/ 3A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem duas saídas

Leia mais

ou

ou Suporte Técnico: + 55 51 3589-9500 ou 0800 510 9500 Internet: http://www.altus.com.br E-mail: suporte@altus.com.br No site da Altus você encontra vários tutoriais que auxiliam na implementação de aplicações

Leia mais

Microcontroladores PIC18 - XM 118 -

Microcontroladores PIC18 - XM 118 - T e c n o l o g i a Microcontroladores PIC18 - XM 118 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. Microcontroladores PIC18 - XM 118 - INTRODUÇÃO O mundo da

Leia mais

Training Box Duo Mini Curso.

Training Box Duo Mini Curso. Training Box Duo Mini Curso www.altus.com.br 1 Suporte Técnico: + 55 51 3589-9500 ou 0800 510 9500 Internet: http://www.altus.com.br E-mail: suporte@altus.com.br No site da Altus você encontra vários tutoriais

Leia mais

GERADOR DE CLOCK INTRODUÇÃO TEÓRICA. Sua forma de onda é geralmente quadrada, porém, o importante é que gera dois níveis lógicos: 0 e 1.

GERADOR DE CLOCK INTRODUÇÃO TEÓRICA. Sua forma de onda é geralmente quadrada, porém, o importante é que gera dois níveis lógicos: 0 e 1. GERADOR DE CLOCK GERADOR DE CLOCK OBJETIVOS: a) Conhecer as aplicações dos pulsos de clock em circuitos lógicos; b) Entender o funcionamento de um gerador de clock básico, na geração de níveis lógicos

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa de Aquisição de Dados (21)4063-9798 (11)4063-1877 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br Kits Didáticos e Gravadores da

Leia mais

Desenvolvimento com a placa Altera DE2 Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues

Desenvolvimento com a placa Altera DE2 Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues UNIFEI Universidade Federal de Itajubá IESTI - Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologia da Informação ELT029/ELT041 Laboratório de Eletrônica Digital I / Digital II A placa DE2 Desenvolvimento

Leia mais

Desenvolvimento com a placa Altera DE1 Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues

Desenvolvimento com a placa Altera DE1 Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues UNIFEI Universidade Federal de Itajubá IESTI - Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologia da Informação ELT029/ELT041/ELT512 Laboratórios de Eletrônica Digital I e Eletrônica Digital II Desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA. Trena Ultrassônica

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA. Trena Ultrassônica UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA Trena Ultrassônica Desenvolvido por Thiago Ferreira Pontes Relatório Final da

Leia mais

ELETRÔNICA XD201 - BANCO DE ENSAIOS PARA ELETRÔNICA DIGITAL COM CARTÕES DE EXPERIÊNCIA. Soluções EXSTO em Educação Tecnológica

ELETRÔNICA XD201 - BANCO DE ENSAIOS PARA ELETRÔNICA DIGITAL COM CARTÕES DE EXPERIÊNCIA. Soluções EXSTO em Educação Tecnológica ELETRÔNICA XD201 - BANCO DE ENSAIOS PARA ELETRÔNICA DIGITAL COM CARTÕES DE EXPERIÊNCIA Soluções EXSTO em Educação Tecnológica ÍNDICE EXSTO TECNOLOGIA 3 CARACTERÍSTICAS 4 MATERIAL DIDÁTICO 5 ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

Sistema de Aquisição de Dados

Sistema de Aquisição de Dados Sistema de Aquisição de Dados E.T.M./2012 (versão inicial) RESUMO Nesta experiência será desenvolvido o projeto de um sistema de aquisição e armazenamento de dados analógicos em formato digital. O sinal

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento suporte@cerne-tec.com.br www.cerne-tec.com.br Sumário 1. Reconhecendo o Kit 05 2. Reconhecendo a Placa de Aquisição de Dados 06 3. Entradas Digitais 07 4. Saídas Digitais 5. Conector

Leia mais

Manual Placa DMX 36 pixels RGB

Manual Placa DMX 36 pixels RGB Manual Placa DMX 36 pixels RGB 2012 Lumikit Sistemas para Iluminação rev.0 26/12/2011 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONEXÕES DA PLACA... 4 3. DIMENSÕES

Leia mais

Projeto de Sistemas Eletrônicos

Projeto de Sistemas Eletrônicos Curso de Formação Profissional Técnico em Eletroeletrônica Módulo II Senai Arcos-MG Projeto de Sistemas Eletrônicos Raphael Roberto Ribeiro Silva Técnico em eletroeletrônica pelo INPA Arcos Estudante de

Leia mais

PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO

PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. DESCRIÇÃO DO PAINEL 3. CONEXÃO 4. OPERAÇÃO 5. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 5.1. Instalando o software de configuração 5.2. Iniciando

Leia mais

Manual DETECTOR NH (11) (62) (11) (62)

Manual DETECTOR NH (11) (62) (11) (62) Manual DETECTOR NH3 1 APRESENTAÇÃO PHANTOM 2000 Sistema Detector Digital de NH3 foi desenvolvido para atender a NR 36 promovendo assim a avaliação, controle e monitoramento dos riscos existentes nas atividades

Leia mais

Painel para análise de circuitos resistivos CC. (Revisão 00)

Painel para análise de circuitos resistivos CC. (Revisão 00) 1 Painel para análise de circuitos resistivos CC (Revisão 00) 2 Objetivo O painel para análise de circuitos resistivos CC tem por objetivo auxiliar os estudantes do Ensino Médio e do Ensino Superior que

Leia mais

POWERTRANS ELETR RÔNICA INDUSTRIAL Manual Técnico de Instalação e Operação RETIFICADOR TRIFÁSICO NÃO REALIMENTADO

POWERTRANS ELETR RÔNICA INDUSTRIAL Manual Técnico de Instalação e Operação RETIFICADOR TRIFÁSICO NÃO REALIMENTADO POWERTRANS Eletrônica Industrial Ltda. Rua Ribeiro do Amaral, 83 Ipiranga SP - Fone/Fax: (11) 2063-9001 E-mail: powertrans@powertrans.com.br Site: www.powertrans.com.br Manual Técnico de Instalação e Operação

Leia mais

POWERTRANS ELETR RÔNICA INDUSTRIAL Manual Técnico de Instalação e Operação POWERBLOCK JUNIOR MONOFÁSICO

POWERTRANS ELETR RÔNICA INDUSTRIAL Manual Técnico de Instalação e Operação POWERBLOCK JUNIOR MONOFÁSICO POWERTRANS Eletrônica Industrial Ltda. Rua Ribeiro do Amaral, 83 Ipiranga SP - Fone/Fax: (11) 2063-9001 E-mail: powertrans@powertrans.com.br Site: www.powertrans.com.br Manual Técnico de Instalação e Operação

Leia mais

EPUSP PCS 2011/2305/2355 Laboratório Digital. Frequencímetro

EPUSP PCS 2011/2305/2355 Laboratório Digital. Frequencímetro Frequencímetro Versão 2012 RESUMO Esta experiência tem como objetivo a familiarização com duas classes de componentes: os contadores e os registradores. Para isto, serão apresentados alguns exemplos de

Leia mais

EPUSP PCS 2011 Laboratório Digital GERADOR DE SINAIS

EPUSP PCS 2011 Laboratório Digital GERADOR DE SINAIS GERADOR DE SINAIS Versão 2015 RESUMO Esta experiência tem como objetivo a familiarização com o problema da conversão de sinais digitalizados em sinais analógicos, o conversor digital-analógico de 8 bits

Leia mais

Circuitos de Comunicação. Prática 4: Multiplexação por divisão no tempo

Circuitos de Comunicação. Prática 4: Multiplexação por divisão no tempo Circuitos de Comunicação Prática 4: Multiplexação por divisão no tempo Professor: Hélio Magalhães Grupo: Geraldo Gomes, Paulo José Nunes Recife, 25 de Agosto de 2014 O EXPERIMENTO Nesta prática foi montado

Leia mais

DGA21 SISTEMA FIXO COM SUPERVISÓRIO PARA DETECÇÃO DE GASES NOCIVOS E AMÔNIA IP 65. Manual

DGA21 SISTEMA FIXO COM SUPERVISÓRIO PARA DETECÇÃO DE GASES NOCIVOS E AMÔNIA IP 65. Manual DGA21 SISTEMA FIXO COM SUPERVISÓRIO PARA DETECÇÃO DE GASES NOCIVOS E AMÔNIA IP 65 Manual Apresentação DGA21 Sistema Fixo com Supervisório para Detecção de Gases Nocivos e Amônia foi desenvolvido para atender

Leia mais

T&S EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Manual do Usuário

T&S EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Manual do Usuário T&S EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Manual do Usuário UTP128-84 Placa de Desenvolvimento de Sistemas Digitais T&S Equipamentos Eletrônicos R. Raul La Sierra Pereira, 140 Jd. Bandeirante CEP: 13562-170 São Carlos

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa de Aquisição de Dados IV Sumário 1. Reconhecendo o Kit 03 2. Reconhecendo a Placa de Aquisição de Dados 04 3. Entradas Digitais do tipo contato seco

Leia mais

Experiência. Montagem Kit Didático. 2. Turma: Nota: 5. MICRO-I Prof. Mauricio. Identificação dos Alunos:

Experiência. Montagem Kit Didático. 2. Turma: Nota: 5. MICRO-I Prof. Mauricio. Identificação dos Alunos: Montagem Kit Didático MICRO-I Prof. Mauricio Curso: Eletrônica Industrial Experiência 01 Departamento de Sistemas Eletrônicos Identificação dos Alunos: 1. Data: 2. Turma: 3. 4. Nota: 5. I. OBJETIVOS -

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA. Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim 1 Atividades de Recuperação Final Sistemas Digitais II

Leia mais

Cabeça de rede de campo PROFIBUS-DP

Cabeça de rede de campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

SMC-B-STD GUIA DE UTILIZAÇÃO GUIA DE UTILIZAÇÃO DO DRIVER PARA MOTOR DE PASSO BIPOLAR SMC-B-STD VER 1.00 PÁGINA 1

SMC-B-STD GUIA DE UTILIZAÇÃO GUIA DE UTILIZAÇÃO DO DRIVER PARA MOTOR DE PASSO BIPOLAR SMC-B-STD VER 1.00 PÁGINA 1 GUIA DE UTILIZAÇÃO DO DRIVER PARA MOTOR DE PASSO BIPOLAR SMC-B-STD VER 1.00 PÁGINA 1 DRIVER PARA MOTOR DE PASSO BIPOLAR SMC-B-STD DESCRIÇÃO A interface SMC-B-STD é um driver micropasso para motores de

Leia mais

Técnico em Eletrônica

Técnico em Eletrônica Técnico em Eletrônica Caderno de Questões Prova Objetiva 2015 01 Observe o circuito abaixo: Vo O valor do ganho de tensão do circuito,, corresponde a: Vi a) -25 b) -10 c) 15 d) 20 02 No circuito abaixo,

Leia mais

Introdução à Plataforma ARDUINO

Introdução à Plataforma ARDUINO MINICURSO Introdução à Plataforma ARDUINO PET Mecatrônica/BSI Geruza M. Bressan O que é um microcontrolador (MCU)? É um computador em um chip Processador Memória Entrada/Saída Controla ações e funções

Leia mais

JP3 JP2 JP1 Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer FUSÍVEL JP1 JP2

JP3 JP2 JP1 Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer Dimmer FUSÍVEL JP1 JP2 Dimmer I 2 C O módulo de Dimmer I 2 C possui quatro saídas, e permite comandar cargas de até 26W (em 22Vac) por saída, variando a potência sobre a mesma de a %, com resolução de %. Cada Dimmer I 2 C ocupa

Leia mais

SEL 0412 Tecnologia Digital Teoria

SEL 0412 Tecnologia Digital Teoria SEL 0412 Tecnologia Digital Teoria Aquisição de Dados Profa. Tania Regina Tronco Conceito É a coleta de informações para fins de análise dos dados e consequente controle e monitoramento de um processo;

Leia mais

KIT DIDÁTICO PIC-2377

KIT DIDÁTICO PIC-2377 KIT DIDÁTICO PIC-77... Módulo PIC-77 Recursos internos da MCU Encapsulamento DIP40. 5 instruções (RISC). pinos de I/O configuráveis. 56 bytes de EEPROM para dados de 8 bits. 8k de memória flash para o

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento (21) (11) MSN: Skipe: cerne-tec

Cerne Tecnologia e Treinamento (21) (11) MSN: Skipe: cerne-tec Cerne Tecnologia e Treinamento Manual do Usuário Gravador GP 8051 USB (21) 4063-9798 (11) 4063-1877 E-mail: cerne@cerne-tec.com.br MSN: cerne-tec@hotmail.com Skipe: cerne-tec www.cerne-tec.com.br Kits

Leia mais

MPS-Modular Production System. MANUAL DE OPERAÇÃO Estação de Teste. MPS Documentação Técnica. Estação de teste. Vista superior da estação

MPS-Modular Production System. MANUAL DE OPERAÇÃO Estação de Teste. MPS Documentação Técnica. Estação de teste. Vista superior da estação MANUAL DE OPERAÇÃO Estação de Teste MPS Documentação Técnica Estação de teste Vista superior da estação Detalhe do terminal de válvulas CPV e módulo de entradas 2 Descrição da Estação Essa estação tem

Leia mais

Application Note FBEE Controle de Placas com entradas Analógicas REV01. 1 Rev01

Application Note FBEE Controle de Placas com entradas Analógicas REV01. 1 Rev01 Application Note FBEE Controle de Placas com entradas Analógicas REV01 1 Rev01 1. INTRODUÇÃO Este capítulo faz uma introdução às características do kit de demonstração FBee Kit. Este capítulo discute:

Leia mais

INVERSOR DE FREQUÊNCIA CDF-1CV. Guia simplificado

INVERSOR DE FREQUÊNCIA CDF-1CV. Guia simplificado Guia simplificado Inversor de Freqüência CDF-1CV DESCRIÇÃO: O Inversor CDF-1CV foi projetado para o controle de motores de indução trifásicos. Os comandos de controle são compatíveis com diferentes formas

Leia mais

LC4200. Manual do Usuário

LC4200. Manual do Usuário LC4200 Manual do Usuário Índice 1. Descrição Geral... 3 2. Aplicações (exemplo)... 3 3. Características Técnicas... 3 4. Dimensões... 4 5. Instalação... 5 6. Esquema de Ligação... 5 7. Calibração... 6

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa Cerne Z80 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com (21)4063-9798 (11)4063-1877 www.cerne-tec.com.br Kits Didáticos e Gravadores da Cerne Tecnologia

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. XD102 Eletrônica Digital e CPLD

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. XD102 Eletrônica Digital e CPLD 255 MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO O manual de operação e manutenção descreve os circuitos do kit didático, detalhando seu funcionamento. São também apresentados os esquemas elétricos desses circuitos

Leia mais

KIT DIDÁTICO PARA MICROCONTROLADORES ARM7 - FAMÍLIA LPC 214X

KIT DIDÁTICO PARA MICROCONTROLADORES ARM7 - FAMÍLIA LPC 214X KIT DIDÁTICO PARA MICROCONTROLADORES ARM7 - FAMÍLIA LPC 214X Bruno Roussenq Bichels; Ghybson Gregh Martins Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - IF-SC Av. Mauro Ramos,

Leia mais

Sistemas Embarcados:

Sistemas Embarcados: Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Sistemas Embarcados: Microcontroladores DCA0119 Sistemas Digitais Heitor Medeiros Florencio Sistemas Embarcados

Leia mais

3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3.2 CARACTERÍSTICAS DE SOFTWARE 1. CARACTERÍSTICAS O CLG535R é um controlador programável que integra os principais recursos empregados em uma automação industrial. Dispõe integrado

Leia mais

10.0 Conversores DA. Conceitos básicos:

10.0 Conversores DA. Conceitos básicos: 100 Conversores DA Monitorar grandezas físicas, coletar dados e armazena-los para possíveis tomadas de decisão é grande interesse da indústria A precisão dos sinais coletados é de extrema importância,

Leia mais

Indicador de Posições TD100

Indicador de Posições TD100 1. Introdução Indicador de Posições TD100 http://www.licht-labs.com info@licht-labs.com A indicação da posição de comutadores de derivações em carga de transformadores de força pode ser realizada com instrumentos

Leia mais

3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3.2 CARACTERÍSTICAS DE SOFTWARE 1. CARACTERÍSTICAS O CLG535R é um controlador programável que integra os principais recursos empregados em uma automação industrial. Dispõe integrado

Leia mais

GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO LINUX OUT OF THE BOX KIT MERCURIOIV

GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO LINUX OUT OF THE BOX KIT MERCURIOIV GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO LINUX OUT OF THE BOX KIT MERCURIOIV Revisão 02 Outubro/2014 Versão do Firmware: 1.1.0 1. Sumário 1.Introdução...3 2.Gravando e apagando a imagem do Linux no kit

Leia mais

Descubra as SOLUÇÕES EXSTO em Educação Tecnológica

Descubra as SOLUÇÕES EXSTO em Educação Tecnológica www. exsto.com.br voltar ao índice 3 Instalada em Santa Rita do Sapucaí, o Vale da Eletrônica, região reconhecida pela constante evolução tecnológica e de grande sucesso empreendedor, a EXSTO TECNOLOGIA,

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-06 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002133182 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

MULTITIMER. 1 previamente desligado e após certo tempo ligado. 2 previamente ligado e após certo tempo desligado

MULTITIMER. 1 previamente desligado e após certo tempo ligado. 2 previamente ligado e após certo tempo desligado MULTITIMER O multitimer é um aparelho controlador de tempo programável, para qualquer tipo de aparelho que funcione em 110 ou 220V CA e consuma até 6 ampères. A faixa de operação básica é de 5 minutos

Leia mais

Circuito sensor de som

Circuito sensor de som Circuito sensor de som Introdução Para a prática proposta, buscando sempre auxílio no conhecimento de trabalhos anteriores e integrando um pouco com as necessidades e tecnologias atuais, devemos projetar

Leia mais

GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO LINUX OUT OF THE BOX KIT MERCURIOIV

GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO LINUX OUT OF THE BOX KIT MERCURIOIV GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO LINUX OUT OF THE BOX KIT MERCURIOIV Revisão 01 Setembro/2014 Versão do Firmware: 1.0.0 1. Sumário 1.Introdução...3 2.Gravando a imagem do Linux no kit MercurioIV...4

Leia mais

EPUSP PCS 3635 Laboratório Digital I. Trena Digital

EPUSP PCS 3635 Laboratório Digital I. Trena Digital Trena Digital Versão 2016 RESUMO Esta experiência tem por objetivo desenvolver uma Trena Digital, ou seja, um circuito digital que realiza a medida de distância para um objeto, usando um sensor ultrassônico

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento (21) (11) MSN: Skipe: cerne-tec

Cerne Tecnologia e Treinamento (21) (11) MSN: Skipe: cerne-tec Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa Cerne Bluetooth (21) 4063-9798 (11) 4063-1877 E-mail: MSN: cerne-tec@hotmail.com Skipe: cerne-tec Kits Didáticos e Gravadores da Cerne Tecnologia

Leia mais

Multiplexadores e Demultiplexadores Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara

Multiplexadores e Demultiplexadores Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Multiplexadores e Demultiplexadores Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 2h/60h Multiplexadores 2 Multiplexadores 3 Multiplexadores 4 Multiplexadores 4 entradas de dados I0, I1, I2, I3 2

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA DISCIPLINA DE INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA MONITOR DE MOVIMENTOS COM ACELERÔMETRO Desenvolvido por Maurício Fiss Rodrigues

Leia mais

CONVERSOR ANALÓGICO DIGITAL POR APROXIMAÇÕES SUCESSIVAS

CONVERSOR ANALÓGICO DIGITAL POR APROXIMAÇÕES SUCESSIVAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN CENTRO DE TECNOLOGIA CT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE ELE0622 INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA CONVERSOR ANALÓGICO DIGITAL POR APROXIMAÇÕES SUCESSIVAS

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa Cerne Arduino (21)4063-9798 (11)4063-1877 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br Kits Didáticos e Gravadores da Cerne Tecnologia

Leia mais

Microcontroladores: Programação em C

Microcontroladores: Programação em C Aula 10 Microcontroladores: Programação em C Prof. Tecgº Flávio Murilo 11/04/2013 1 Conversor A/D Conceitos Conversores analógico digitais (conversores A/D ou ADC) convertem um sinal analógico em um equivalente

Leia mais

EPUSP PCS 3335 Laboratório Digital A. Trena Digital

EPUSP PCS 3335 Laboratório Digital A. Trena Digital Trena Digital Versão 2016 RESUMO Esta experiência tem por objetivo desenvolver uma Trena Digital, ou seja, um circuito digital que realiza a medida de distância para um objeto, usando um sensor ultrassônico

Leia mais

Terminador com Diagnóstico de Fonte

Terminador com Diagnóstico de Fonte Descrição do Produto O módulo é uma terminação ativa para redes PROFIBUS, com diagnóstico de fontes redundantes. É aplicado nas extremidades de segmentos de redes PROFIBUS-DP para assegurar o perfeito

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO KIT MERCURIOIV OSCILOSCÓPIO E GERADOR DE SINAIS

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO KIT MERCURIOIV OSCILOSCÓPIO E GERADOR DE SINAIS GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO KIT MERCURIOIV OSCILOSCÓPIO E GERADOR DE SINAIS Revisão 02 agosto/2013 Versão do Firmware: 1.4.6 Versão do software Osciloscópio para Windows: 1.4.1 1. Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

CPM800S. Manual do Usuário

CPM800S. Manual do Usuário CPM800S Manual do Usuário R Descrição Geral O CPM800S é um contador e totalizador microprocessado especialmente desenvolvido para máquinas de corte e solda. Possui algumas funções especiais como trabalho,

Leia mais