Quais parcelas? padrão de vencimento adicional de tempo de serviço sexta-parte adicional de Insalubridade adicional de Risco auxílio Alimentação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Quais parcelas? padrão de vencimento adicional de tempo de serviço sexta-parte adicional de Insalubridade adicional de Risco auxílio Alimentação"

Transcrição

1 Douglas Figueiredo Ago/2017

2

3 É a soma de determinadas parcelas integrantes da remuneração do servidor, que servirá de base para o cálculo da contribuição previdenciária. Quais parcelas? padrão de vencimento adicional de tempo de serviço sexta-parte adicional de Insalubridade adicional de Risco auxílio Alimentação auxílio Saúde hora-escala DSR carga Suplem. horas-extras prêmio motorista

4 É a lei local que deverá definir as parcelas sujeitas à contribuição previdenciária. O que normalmente entra: Padrão de vencimento; Vantagens permanentes, pessoais ou incorporadas; Vantagens pagas continuamente por retribuição ao serviço. (situação local)

5 O que normalmente NÃO entra: Verbas indenizatórias; Não retributivas pelo exercício do cargo (diárias, ajuda de custo, etc.); Abonos; E o cargo em comissão, função gratificada, hora-extra, hora atividade, e outras verbas ou situações transitórias?

6 Art. 4º - A contribuição social do servidor público ativo de qualquer dos Poderes da União, incluídas suas autarquias e fundações, para a manutenção do respectivo regime próprio de previdência social, será de 11% (onze por cento), incidentes sobre: 1º - Entende-se como base de contribuição o vencimento do cargo efetivo, acrescido das vantagens pecuniárias permanentes estabelecidas em lei, os adicionais de caráter individual ou quaisquer outras vantagens, excluídas:

7 2º - O servidor ocupante de cargo efetivo poderá optar pela inclusão, na base de cálculo da contribuição, de parcelas remuneratórias percebidas em decorrência de local de trabalho e do exercício de cargo em comissão ou de função comissionada ou gratificada, (...) e daquelas recebidas a título de adicional noturno ou de adicional por serviço extraordinário, para efeito de cálculo do benefício a ser concedido com fundamento no art. 40 da Constituição Federal e no art. 2º da Emenda Constitucional nº 41, de 19 de dezembro de 2003, respeitada, em qualquer hipótese, a limitação estabelecida no 2º do art. 40 da Constituição Federal. (Lei nº , de 2016)

8 Art. 4º - A contribuição social do servidor público ativo de qualquer dos Poderes da União, incluídas suas autarquias e fundações, para a manutenção do respectivo regime próprio de previdência social, será de 11% (onze por cento), incidentes sobre:

9 Tipos e forma de cálculo BENEFÍCIOS NO RPPS Aposentadorias do art. 40, CF (tempo, idade, compulsória, invalidez) Aposentadorias por tempo (ATC) (regras art. 3º, EC47 e art. 6º EC41) Aposentadoria por invalidez (Art. 6º-A, EC 41) Pensão por morte Auxílio-doença FORMA DE CÁLCULO Média da base de contribuição Última remuneração Última remuneração Última remuneração Última base de contribuição?

10 Média x Última Remuneração MÉDIA DE REMUNERAÇÃO quando o cálculo dos proventos de aposentadoria leva em conta as bases de contribuição do servidor, desde julho de 1994 (art. 1º,LF10.887/04 Nacional), desde que respeitada a última remuneração. ÚLTIMA REMUNERAÇÃO quando o cálculo dos proventos de aposentadoria são equivalentes à última remuneração do servidor...

11 Vencimento, Vencimentos e Remuneração Vencimento é o valor básico do padrão/referência do cargo. Vencimentos/Remuneração é o valor básico é o valor do básico padrão/referência do padrão/referência do cargo, do cargo, acrescido acrescido das das vantagens vantagens permanentes permanentes percebidas pelo servidor. e as parcelas transitórias. Remuneração é o total percebido pelo servidor, somando-se os vencimentos e as parcelas transitórias.

12 Vencimento, Vencimentos e Remuneração Art. 1º. (...) - (LF 8.852/94) II - como vencimentos, a soma do vencimento básico com as vantagens permanentes relativas ao cargo, emprego, posto ou graduação; III - como remuneração, a soma dos vencimentos com os adicionais de caráter individual e demais vantagens, nestas compreendidas as relativas à natureza ou ao local de trabalho e a prevista no art. 62 da Lei nº 8.112, de 1990, ou outra paga sob o mesmo fundamento... (diferente do art. 41 da LF n.º 8.112/90)

13 Vencimento, Vencimentos e Remuneração Art. 1º. Para os efeitos desta Lei, a retribuição pecuniária devida na administração pública direta, indireta e fundacional de qualquer dos Poderes da União compreende: (LF 8.852/94) não possui abrangência nacional definição de remuneração por lei local

14 Vencimento, Vencimentos e Remuneração Hely Lopes Meirelles Vencimentos (no plural) é espécie e corresponde à soma do vencimento e das vantagens pecuniárias, constituindo a retribuição pecuniária devida ao servidor pelo exercício do cargo público. Assim, o vencimento (no singular) corresponde ao padrão do cargo público fixado em lei, e os vencimentos são representados pelo padrão (vencimento) acrescidos dos demais componentes do sistema remuneratório do servidor público da Administração direta, autárquica e fundacional. (Direito Administrativo Brasileiro, 38º, ed., pág. 538).

15 auxílio-alimentação O que se exige para pagamento da auxílio-saúde parcela transitória? adicional de risco (?) ( ) Trabalho Extra, formação p/ o hora-extra cargo, exercício de determinado cargo hora-atividade (guarda_civil) carga-suplementar ( ) Nada abono (prêmio, indenização)

16 As vantagens pecuniárias de natureza transitória, a exemplo da gratificação por serviço extraordinário, são passíveis de incorporação aos proventos de aposentadoria se a lei expressamente o determinar. Precedente do STF.

17 No caso do Município de Porto Alegre, o que se vê é que, de um lado, a legislação municipal considerou o critério da remuneração total, ou seja, toda e qualquer quantia recebida pelo servidor ativo, excluindo tão somente, aquelas expressamente indicadas. E, por outro lado, no que diz respeito particularmente às horas extraordinárias prestadas pelo servidor, a mesma legislação estabeleceu a possibilidade de sua incorporação aos proventos.

18 Não se afigura, pois, ofensa aos arts. 40, 3º, e , da Constituição da República, na medida em que tais dispositivos visam, justamente, ao equilíbrio entre contribuição e benefício (RE ; RE )

19 A lei local poderá definir o que integra a base de contribuição previdenciária e o que deve ser considerado como última remuneração, observando-se os princípios constitucionais.

20 Art. 40. Aos servidores titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, é assegurado regime de previdência de caráter contributivo e solidário, mediante contribuição do respectivo ente público, dos servidores ativos e inativos e dos pensionistas, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial e o disposto neste artigo.

21 Art. 40 (...) 3º - Para o cálculo dos proventos de aposentadoria, por ocasião da sua concessão, serão consideradas as remunerações utilizadas como base para as contribuições do servidor aos regimes de previdência de que tratam este artigo e o art. 201, na forma da lei.

22 Equilíbrio financeiro e atuarial o sistema tem que ser sustentável Contribuição ao Sistema (contribuiu leva?) só é segurado do RPPS, aquele contribuir Solidariedade todos possuem direitos e deveres, de forma isonômica Equilíbrio entre contribuição e cálculo razoabilidade entre contribuição e cálculo do benefício

23 1) Uma opção é adotar a Lei Federal n.º /04, definindo que não há contribuição sobre parcelas transitórias e não leva (problema do cálculo da média, limitada à última remuneração) 2) Quando a verba transitória é retributiva (hora-extra, carga suplementar), integrar a base de contribuição e definir que considera-se última remuneração a média destas parcelas (120 meses) com ou sem opção?

24 3) Remuneração (equilíbrio?) Média quando houver alterações de jornada de trabalho, plantões, hora-aula... 4) CUIDADOS: Incorporação para fins de aposentadoria Parcelas incorporadas, sem contribuição Requisito de 5 anos na referência ( promoção ) A ON MPS 2/2009, orienta no art. 4º, L

25 5) AUXÍLIO-DOENÇA (ON MPS 2/2009) Art. 52. (...) 1º Cabe ao ente federativo disciplinar: I - a forma de cálculo do auxílio-doença; Última base de contribuição Média dos últimos 12 (doze) meses da base de contribuição Padrão, Vantagens Permanentes e média das verbas transitórias Nosso desafio é interpretar e criar leis que preservem o direito, a justiça e os princípios constitucionais

26 Douglas Tanus Amari Farias de Figueiredo

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 72 71 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 32 - Data 18 de novembro de 2013 Processo Interessado CNPJ/CPF Assunto: Contribuições Sociais Previdenciárias Ementa: A parcela paga a

Leia mais

Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências.

Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências. 40862 Sexta-feira 12 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Dezembro de 2003 O SR. PRESIDENTE (José Sarney) Encerrada a votação: Votaram SIM 27 Srs. Senadores; e NÃO, 48. Não houve abstenção. Total: 75 votos. As emendas

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 Altera a Lei Municipal n. 1.554, de 04 de julho de 2005 que Reestrutura o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Barra do Bugres/MT e, dá

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. Art. 1º. A Lei nº 12.066, de 13 de janeiro de 1993, passa a vigorar com as seguintes alterações:

PROJETO DE LEI Nº. Art. 1º. A Lei nº 12.066, de 13 de janeiro de 1993, passa a vigorar com as seguintes alterações: PROJETO DE LEI Nº Altera, revoga e acrescenta dispositivos das Leis nº 12.066, de 13 de janeiro de 1993, que dispõe sobre a estrutura do Grupo Ocupacional do Magistério da Educação Básica MAG e instituiu

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº. 119 DE 03 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece e regulamenta a atribuição de adicionais e a concessão de gratificações gerais aos servidores públicos da Administração Direta, Autárquica

Leia mais

LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei: LEI Nº 8.460, DE 17 DE SETEMBRO DE 1992. Mensagem de veto Texto compilado Concede antecipação de reajuste de vencimentos e de soldos dos servidores civis e militares do Poder Executivo e dá outras providências.

Leia mais

ATO DO 1º SECRETÁRIO Nº 61, de 2009

ATO DO 1º SECRETÁRIO Nº 61, de 2009 ATO DO 1º SECRETÁRIO Nº 61, de 2009 Dispõe sobre a regulamentação do processamento das consignações em folha de pagamento no Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos e Elaboração de Folha de Pagamento

Leia mais

Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais. Alda Maria Santarosa 1

Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais. Alda Maria Santarosa 1 Aposentadoria por tempo de contribuição e Aposentadoria com proventos integrais Alda Maria Santarosa 1 Resumo Nos últimos 25 anos, desde a promulgação da Constituição Federal do Brasil, em 1988, nota-se

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 003/2013 (alterada com a publicação da Portaria MPS 307/2013)

NOTA TÉCNICA Nº 003/2013 (alterada com a publicação da Portaria MPS 307/2013) NOTA TÉCNICA Nº 003/2013 (alterada com a publicação da Portaria MPS 307/2013) Brasília, 29 de agosto de 2013. (segunda redação) ÁREA: Jurídico TÍTULO: Parcelamento de débitos previdenciários dos Municípios

Leia mais

Regimes Próprios de Previdência Social

Regimes Próprios de Previdência Social Ministério da Previdência Social Secretaria de Políticas de Previdência Social Regimes Próprios de Previdência Social Consolidação da Legislação Federal Atualizada até 2 de maio de 2012 SUMÁRIO Capítulo

Leia mais

PORTARIA N - nº 028, de 10 de agosto de 2011.

PORTARIA N - nº 028, de 10 de agosto de 2011. 1 PORTARIA N - nº 028, de 10 de agosto de 2011. Publicação: D.O.E. de 11.8.2011 Altera a Tabela 03 (Fonte de Recursos), a Tabela 10 (Subfunções conforme Portaria SOF 42/99) e a Tabela 11 (Plano de Contas)

Leia mais

RPPS X RGPS. Atuário Sergio Aureliano

RPPS X RGPS. Atuário Sergio Aureliano RPPS X RGPS Atuário Sergio Aureliano RPPS PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO E O SISTEMA PREVIDENCIÁRIO BRASILEIRO ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RGPS e REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL JUNTO À PREVIC PALESTRA: Allan Luiz Oliveira Barros.

PROCURADORIA-GERAL FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL JUNTO À PREVIC PALESTRA: Allan Luiz Oliveira Barros. PROCURADORIA-GERAL FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL JUNTO À PREVIC Encontro Nacional dos Advogados Públicos da Previdência PALESTRA: A proteção patrimonial dos planos de benefícios da previdência complementar

Leia mais

Inclusão Manual de dados via Formulário SAGRES Captura Pessoal 2012

Inclusão Manual de dados via Formulário SAGRES Captura Pessoal 2012 Inclusão Manual de dados via Formulário SAGRES Captura Pessoal 2012 Para os jurisdicionados que não geram arquivo layout para serem importados no SAGRES, as informações devem ser incluídas de forma manual

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br A isenção da contribuição previdenciária dos servidores públicos (abono de permanência) Luís Carlos Lomba Júnior* O presente estudo tem como objetivo traçar breves considerações

Leia mais

Ciências atuariais aplicadas à previdência

Ciências atuariais aplicadas à previdência Ciências atuariais aplicadas à previdência Máris Caroline Gosmann Prof. Coordenadora do Curso de Ciências Atuariais da UFRGS Atuária, Economista e Nutricionista Mestre em Atuária PESQUISAS CEGOV: Centro

Leia mais

CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA TEXTO X

CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA TEXTO X CICLOS DE DEBATES DIREITO E GESTÃO PÚBLICA CICLO 2012 TEXTO X A Previdência Social do Servidor Público Valéria Porto Ciclos de Debates - Direito e Gestão Pública A Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE A VEDAÇÃO DE INCLUSÃO DE PARCELAS TEMPORÁRIAS NOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELOS RPPS

CONSIDERAÇÕES SOBRE A VEDAÇÃO DE INCLUSÃO DE PARCELAS TEMPORÁRIAS NOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELOS RPPS NOTA Nº 77/2014 CGNAL/DRPSP/SPPS/MPS Brasília, 07 de outubro de 2014. CONSIDERAÇÕES SOBRE A VEDAÇÃO DE INCLUSÃO DE PARCELAS TEMPORÁRIAS NOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELOS RPPS Diversas dúvidas têm sido apresentadas

Leia mais

ACUMULAÇÃO DE REMUNERAÇÃO DE CARGOS, EMPREGOS OU FUNÇÕES COM PROVENTOS DE APOSENTADORIA E PENSÕES

ACUMULAÇÃO DE REMUNERAÇÃO DE CARGOS, EMPREGOS OU FUNÇÕES COM PROVENTOS DE APOSENTADORIA E PENSÕES ACUMULAÇÃO DE REMUNERAÇÃO DE CARGOS, EMPREGOS OU FUNÇÕES COM PROVENTOS DE APOSENTADORIA E PENSÕES Alex Sandro Lial Sertão Assessor Jurídico TCE/PI Introdução A Reforma da Previdência no Serviço Público

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 CAPÍTULO VII DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

TEXTO DOCUMENTO PROJETO DE LEI TÍTULO I. Das Disposições Preliminares

TEXTO DOCUMENTO PROJETO DE LEI TÍTULO I. Das Disposições Preliminares Plano de Carreira TEXTO DOCUMENTO PROJETO DE LEI Consolida o Plano de Carreira e Cargo de Professor Federal e dispõe sobre a reestruturação e unificação das carreiras e cargos do magistério da União, incluídas

Leia mais

Plano de auxílio aos estados e ao Distrito Federal

Plano de auxílio aos estados e ao Distrito Federal Plano de auxílio aos estados e ao Distrito Federal Plano de auxílio aos estados e ao Distrito Federal: Contexto 2 Em 1999, o problema era de sustentabilidade. Atualmente, é fundamentalmente de fluxo Plano

Leia mais

Seminario Plano Carreira Educadores

Seminario Plano Carreira Educadores Seminario Plano Carreira Educadores 1_ PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DEPOIS DA REFORMA PREVIDENCIÁRIA DE 2013 Por Ludimar Rafanhim 2_ PALESTRA SOBRE A TABELA SALARIAL ATUAL E PROPOSTA DA PMC

Leia mais

RECURSO ADVOGADO QUESTÃO 09 Instituto de Previdência

RECURSO ADVOGADO QUESTÃO 09 Instituto de Previdência Candidato: Paul Benedict Estanislau Cargo: 1001 - Advogado Número de Inscrição: 127672 À Comissão Avaliadora dos Recursos da UNIVALI Departamento de Processo Seletivo da UNIVALI RECURSO ADVOGADO QUESTÃO

Leia mais

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015

PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA 17 DE ABRIL DE 2015 POLÍTICA REMUNERATÓRIA 1. PISO DO MAGISTÉRIO 1.1. Reajuste de 31,78% no vencimento

Leia mais

Senado Federal Subsecretaria de Informações

Senado Federal Subsecretaria de Informações Senado Federal Subsecretaria de Informações Data 19/12/2003 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41 Modifica os arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do 3º do art. 142 da

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

Prefeitura Municipal de Votorantim

Prefeitura Municipal de Votorantim PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N.º 013/2016 PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N.º 006/2016 Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2017 e dá outras providências. ERINALDO ALVES DA SILVA, PREFEITO

Leia mais

Servidores ativos efetivos do quadro de pessoal da UFPB.

Servidores ativos efetivos do quadro de pessoal da UFPB. Página 1 de 5 AUXÍLIO TRANSPORTE DEFINIÇÃO Benefício concedido em pecúnia, destinado ao custeio parcial das despesas realizadas pelo servidor com transporte coletivo nos deslocamentos residência-trabalho

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO 2010 ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PREVIDENCIÁRIA

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO 2010 ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PREVIDENCIÁRIA EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO 2010 ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PREVIDENCIÁRIA O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, através da Escola de Contas Otacílio Silveira - ECOSIL, torna público que estarão abertas

Leia mais

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 Direito Previdenciário 67. (Auditor de Controle Externo/TCE-CE/FCC/2015): O princípio constitucional estipulando que a Seguridade Social deve contemplar

Leia mais

DECRETO Nº 30.867, DE 09 DE OUTUBRO DE 2007. VALE REFEIÇÃO

DECRETO Nº 30.867, DE 09 DE OUTUBRO DE 2007. VALE REFEIÇÃO DECRETO Nº 30.867, DE 09 DE OUTUBRO DE 2007. VALE REFEIÇÃO NOTA: Ver Decretos nº 29.181, de 10 de maio de 2006. nº 29.788, de 25 de outubro de 2006. EMENTA: Define, no âmbito do Poder Executivo Estadual,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral.

RESOLUÇÃO Nº 23.380. Dispõe sobre o Adicional de Qualificação no âmbito da Justiça Eleitoral. Publicada no DJE/TSE nº 142, de 27/7/2012, p. 9/11 RESOLUÇÃO Nº 23.380 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 19.823 (29839-23.2007.6.00.0000) CLASSE 19 BRASÍLIA DF Relatora: Ministra Cármen Lúcia Interessado: Tribunal

Leia mais

Tunísia Atualizado em: 12-11-2015

Tunísia Atualizado em: 12-11-2015 Tunísia Atualizado em: 12-11-2015 Esta informação destina-se a que cidadãos SEGURANÇA SOCIAL Trabalhadores que sejam nacionais de Portugal ou da Tunísia, que estejam ou tenham estado sujeitos à legislação

Leia mais

PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO

PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS Processo TCM nº 07970-14 Exercício Financeiro de 2013 Prefeitura Municipal de POÇÕES Gestor: Otto Wagner de Magalhães Relator Cons. Paolo Marconi PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO O Parecer

Leia mais

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO

BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO BENEFÍCIOS DO SERVIDOR PÚBLICO Simulador de aposentadoria do Servidor Público? A Controladoria-Geral da União (CGU) disponibiliza, em seu site (http://www.cgu.gov.br/simulador/index.asp), um simulador

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 LEI COMPLEMENTAR Nº 611, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Procedência: Governamental Natureza: PLC/0046.0/2013 DO: 19.729, de 31/12/2013 Fonte: ALESC/Coord. Documentação Fixa o subsídio mensal dos integrantes

Leia mais

1 Dados do Servidor MATRÍCULA SIAPE CPF DATA DE NASCIMENTO TELEFONE RESIDÊNCIAL TELEFONE DO TRABALHO CIDADE ESTADO CEP

1 Dados do Servidor MATRÍCULA SIAPE CPF DATA DE NASCIMENTO TELEFONE RESIDÊNCIAL TELEFONE DO TRABALHO CIDADE ESTADO CEP MINISTÉRIO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE ÓRGÃOS EXTINTOS SAN Quadra 03 Lote A Ed. Núcleo dos Transportes Sala nº 2237 CEP: 70.040-902 BRASÍLIA DF ESPAÇO RESERVADO

Leia mais

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta.

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta. DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR Analista em Gestão Especializado Administração Disciplina: Conhecimentos

Leia mais

SEMINÁRIO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO. Superior Tribunal de Justiça Junho de 2007

SEMINÁRIO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO. Superior Tribunal de Justiça Junho de 2007 SEMINÁRIO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO Superior Tribunal de Justiça Junho de 2007 Premissas na estruturação do regime complementar Criar um regime previdenciário orientado principalmente

Leia mais

MANUAL DE APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA

MANUAL DE APOSENTADORIA VOLUNTÁRIA ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS DIRETORIA DE PREVIDÊNCIA GERÊNCIA DE

Leia mais

EM QUE CONSISTE? QUAL A LEGISLAÇÃO APLICÁVEL?

EM QUE CONSISTE? QUAL A LEGISLAÇÃO APLICÁVEL? EM QUE CONSISTE? As entidades devedoras de pensões, com exceção das de alimentos, são obrigadas a reter o Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) no momento do seu pagamento ou colocação

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Gestão Pública Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais de Pessoal Coordenação-Geral de Elaboração, Orientação e Consolidação das Normas

Leia mais

Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998

Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998 Senado Federal Subsecretaria de Informações DECRETO Nº 2.794, DE 1º DE OUTUBRO DE 1998 Institui a Política Nacional de Capacitação dos Servidores para a Administração Pública Federal direta, autárquica

Leia mais

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão.

37º FONAI Maceió-AL. Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 37º FONAI Maceió-AL Atualização Técnica Princípio para assessorar a gestão. 26 a 30/11/2012 Oficina Técnica Regras de Aposentadoria no Setor Público Pessoal Civil Cleison Faé Aposentadoria no Setor Público

Leia mais

FICHA CADASTRAL DO SERVIDOR

FICHA CADASTRAL DO SERVIDOR SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E ADMINISTRAÇÃO COLAR FOTO FICHA CADASTRAL DO SERVIDOR NOME DO SERVIDOR RG DO PARANÁ ( ) M ( ) F DATA NASCIMENTO / / ESTADO CPF PIS/PASEP NATURALIDADE NACIONALIDADE

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL E(M) CRISE: uma análise jurídica das inter-relações entre a crise econômica e os regimes de previdência social

PREVIDÊNCIA SOCIAL E(M) CRISE: uma análise jurídica das inter-relações entre a crise econômica e os regimes de previdência social PREVIDÊNCIA SOCIAL E(M) CRISE: uma análise jurídica das inter-relações entre a crise econômica e os regimes de previdência social LUCIANO MARTINEZ martinezluciano@uol.com.br Fanpage: facebook.com/professorlucianomartinez

Leia mais

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba

Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Renato Silva de Assis Supervisor Técnico da Paraíba Análise do Projeto de Lei que dispõe sobre os planos de custeio e de benefícios do regime próprio de previdência social do Estado da Paraíba No dia 20

Leia mais

Circular GEPE / 003 / 2003 Belo Horizonte, 30 de abril de 2003. GEVEB, GERPE, GERPA, GECOSO, GECANT, GEPPE, GENPE, Regionais e Secretarias

Circular GEPE / 003 / 2003 Belo Horizonte, 30 de abril de 2003. GEVEB, GERPE, GERPA, GECOSO, GECANT, GEPPE, GENPE, Regionais e Secretarias Circular GEPE / 003 / 2003 Belo Horizonte, 30 de abril de 2003. De: Para: Anexo: Assuntos: Gerência de Administração de Pessoal GEVEB, GERPE, GERPA, GECOSO, GECANT, GEPPE, GENPE, Regionais e Secretarias

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO E INCLUSÃO DE APOSENTADORIA 2005 FIXAÇÃO DOS PROVENTOS PELA MÉDIA DAS MAIORES REMUNERAÇÕES A Emenda Constitucional nº 41, de 19.12.2003, introduziu a regra de fixação

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS Palestra Tema: Formalização de Processo Administrativo na Gestão de Pessoas Aposentadoria é a contraprestação assistencial por serviços prestados, nos termos da

Leia mais

A primeira receita tributária repartida é a prevista no art. 157, que prevê:

A primeira receita tributária repartida é a prevista no art. 157, que prevê: REPARTIÇÃO DAS RECEITAS TRIBUTÁRIAS 1. INTRODUÇÃO Como visto nas competências tributárias, o texto constitucional delimita quais serão os tributos a serem instituídos por cada ente político. Dois merecem

Leia mais

Gestão de Pessoas I AULA 4 30_31-03-2016. Prof.Procópio

Gestão de Pessoas I AULA 4 30_31-03-2016. Prof.Procópio Gestão de Pessoas I AULA 4 30_31-03-2016 Prof.Procópio Adicional de Periculosidade Exemplos Para mensalista, diarista e horista : a) Mensalista com Salário Básico de R$ 1.180,00, por mês: 30% (trinta por

Leia mais

São contribuintes da Contribuição para o PIS/Pasep, incidente sobre Receitas Governamentais, a

São contribuintes da Contribuição para o PIS/Pasep, incidente sobre Receitas Governamentais, a Contempla atualizações até 22/01/2007: 001 Quais são os contribuintes da Contribuição para o PIS/Pasep, incidente sobre Receitas Governamentais? São contribuintes da Contribuição para o PIS/Pasep, incidente

Leia mais

ABONO DE PERMANÊNCIA

ABONO DE PERMANÊNCIA ABONO DE PERMANÊNCIA O abono de permanência foi instituído pela Emenda Constitucional nº 41/03 e consiste no pagamento do valor equivalente ao da contribuição do servidor para a previdência social, a fim

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011

Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011 Instrução Normativa RFB nº 1.127, de 7 de fevereiro de 2011 DOU de 8.2.2011 Dispõe sobre a apuração e tributação de rendimentos recebidos acumuladamente de que trata o art. 12-A da Lei nº 7.713, de 22

Leia mais

LEI Nº 6.111, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2005..

LEI Nº 6.111, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2005.. LEI Nº 6.111, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2005.. Autoria: Prefeito Municipal. ALTERA O ANEXO DE METAS FISCAIS DA LEI Nº 6.081, DE 4 DE JULHO DE 2005, QUE DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO /2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO /2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO /2015 Convenção Coletiva de Trabalho, que entre si ajustam a FEDERAÇÃO NACIONAL DOS EMPREGADOS EM POSTOS DE SERVIÇOS DE COMBUSTÍVEIS E DERIVADOS DE PETRÓLEO - FENEPOSPETRO,

Leia mais

MANUAL DE PESSOAL. Regulamentar a concessão, fixar critérios e estabelecer procedimentos a serem observados no fornecimento de Vale-Transporte.

MANUAL DE PESSOAL. Regulamentar a concessão, fixar critérios e estabelecer procedimentos a serem observados no fornecimento de Vale-Transporte. MÓD : 25 CAP : 1 EMI: 07.03.91 10 ª ROD VIG: 27.03.91 1 MÓDULO 25: VALE-TRANSPORTE CAPÍTULO 1: APRESENTAÇÃO 1. FINALIDADE Regulamentar a concessão, fixar critérios e estabelecer procedimentos a serem observados

Leia mais

APOSENTADORIA INTEGRAL X INTEGRALIDADE

APOSENTADORIA INTEGRAL X INTEGRALIDADE APOSENTADORIA INTEGRAL X INTEGRALIDADE Alex Sandro Lial Sertão Assessor Jurídico TCE/PI alex.sertao@tce.pi.gov.br Até o advento da EC nº 41/03, era direito do servidor público aposentar-se com base na

Leia mais

ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014. Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT

ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014. Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT ALTERAÇÕES NO LAYOUT DE PESSOAL PARA 2014 Samuel Guimarães Leal Superintendência de Gestão Técnica SGT Agenda Dados Cadastrais (ADP/CAD) Quadro de Cargos (QDR) Folha de Pagamento (REM/DES) Identificação

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 4050

PROJETO DE LEI Nº. 4050 PROJETO DE LEI Nº. 4050 Institui o Centro de Especialidades Odontológicas CEO Tipo 2, dispõe sobre a contratação temporária de pessoal, nos termos da Lei Municipal nº. 2.854/2011 e do art. 37, IX, da Constituição

Leia mais

MENSAGEM Nº 072 /2013. Senhor Presidente, Senhores Vereadores,

MENSAGEM Nº 072 /2013. Senhor Presidente, Senhores Vereadores, MENSAGEM Nº 072 /2013 Senhor Presidente, Senhores Vereadores, Submeto à análise de Vossas Excelências e à superior deliberação desse Poder Legislativo o anexo Projeto de Lei que FIXA os níveis salariais

Leia mais

Boletim Técnico esocial

Boletim Técnico esocial esocial Datasul Materiais (Tomadores de Serviço) Produto : Datasul 11.5.10 - MRE -Recebimento Projeto : DMAT001/IRM2047 Data da criação : 05/03/2014 Data da revisão : 07/03/14 País(es) : Brasil Banco(s)

Leia mais

Adotada Total / Parcial. Fundamento da não adoção. Recomendação. Não adotada. 1. Princípios Gerais

Adotada Total / Parcial. Fundamento da não adoção. Recomendação. Não adotada. 1. Princípios Gerais / 1. Princípios Gerais As instituições devem adotar uma política de remuneração consistente com uma gestão e controlo de riscos eficaz que evite uma excessiva exposição ao risco, que evite potenciais conflitos

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 Santa Maria Belo

Leia mais

REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS

REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS João Dado Deputado Federal Solidariedade/SP Julho - 2014 Até Junho/98 EC-19/98 Jun EC-20/98 - Dez EC-41/03 EC-47/05 Lei 12.618/12 Estabilidade no Emprego Irredutibilidade Salarial

Leia mais

A Previdência dos Servidores. Previdência Complementar. Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES

A Previdência dos Servidores. Previdência Complementar. Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES A Previdência dos Servidores após 2004 Previdência Complementar Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Vice-Presidente do PROIFES Recife, PE 15 e 16/09/2011 Formas de aposentadoria Invalidez Com proventos proporcionais

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Institui o Estatuto da Metrópole, altera a Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001, e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Esta Lei, denominada

Leia mais

LEI 8.849, DE 28 DE JANEIRO DE 1994

LEI 8.849, DE 28 DE JANEIRO DE 1994 LEI 8.849, DE 28 DE JANEIRO DE 1994 Altera a legislação do Imposto sobre a Renda e proventos de qualquer natureza, e dá outras providências. Faço saber que o presidente da República adotou a Medida Provisória

Leia mais

Legislação dos regimes Próprios de Previdência Social (RPPS)

Legislação dos regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) MPS Ministério da Previdência Social Secretaria de Políticas de Previdência Social Legislação dos regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) Recife/PE, 12 de Novembro de 2009. MPS Ministério da Previdência

Leia mais

REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS A REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES VINCULADOS A REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Secretaria de Políticas de Previdência Social Departamento dos Regimes de Previdência no Serviço Público Coordenação-Geral de Normatização e Acompanhamento Legal REGRAS PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 41/03 1. NOVAS REGRAS PARA OS SERVIDORES QUE INGRESSAREM NO SERVIÇO PÚBLICO APÓS A PROMULGAÇÃO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA EC Nº 41/03. a) Principais Características. - fim da paridade

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE Nº 4.397

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE Nº 4.397 Nº 3789 - PGR - RG AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE Nº 4.397 REQUERENTE REQUERIDO REQUERIDO RELATOR : CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO CNC : PRESIDENTE DA REPÚBLICA : CONGRESSO

Leia mais

Demonstrativo por Natureza da Despesa Detalhada. Data: 03/01/2014. Despesas Liquidadas

Demonstrativo por Natureza da Despesa Detalhada. Data: 03/01/2014. Despesas Liquidadas 31900101 31900101 PROVENTOS - PESSOAL CIVIL 33.313.932,25 31900106 31900106 13 SALARIO - PESSOAL CIVIL 8.910.293,47 31900109 31900109 ADICIONAL POR TEMPO DE SERVICO PESSOAL CIVIL 4.863.910,09 31900116

Leia mais

Lei Municipal Nº 143/2010 De 07 de Junho de 2010

Lei Municipal Nº 143/2010 De 07 de Junho de 2010 Lei Municipal Nº 143/2010 De 07 de Junho de 2010 Autoriza a criação da Junta Médica Oficial do Município de São Francisco do Conde e regulamenta a Concessão de Licença para tratamento de saúde e dá outras

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão Business Travel Bradesco

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão Business Travel Bradesco Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão Business Travel Bradesco SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão Business Travel Bradesco. IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO

Leia mais

PARECER Nº 008/2013 - MPC

PARECER Nº 008/2013 - MPC PARECER Nº 008/2013 - MPC PROCESSO Nº ASSUNTO ÓRGÃO CNS28.000-02/2010 (0576/2010 - TCERR) Consulta Prefeitura Municipal de Uiramutã RESPONSÁVEL Eliésio Cavalcante de Lima Prefeito Municipal RELATOR Consa.

Leia mais

O regime complementar do servidor público

O regime complementar do servidor público O regime complementar do servidor público Leandro Madureira* RESUMO: O servidor que ingressou ou venha a ingressar no serviço publico a partir de 4 de fevereiro de 2013 tem a aposentadoria limitada ao

Leia mais

EC 70/12 E MUDANÇAS NA LEI 9.717/98

EC 70/12 E MUDANÇAS NA LEI 9.717/98 SPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social Departamento dos Regimes de Previdência no Serviço Público-DRPSP EC 70/12 E MUDANÇAS NA LEI 9.717/98 BENTO GONÇALVES, 25 de Maio de 2012 1 EMENDA CONSTITUCIONAL

Leia mais

Gabinete do Conselheiro Antônio Carlos Andrada

Gabinete do Conselheiro Antônio Carlos Andrada PROCESSO: 716944 NATUREZA: CONSULTA CONSULENTE: Ronaldo Márcio Gonçalves PROCEDÊNCIA: Prefeitura Municipal de Pains ASSUNTO: Pagamento pelo Município, com recursos do FUNDEF, de curso superior para os

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO CONTRATO DE CRÉDITO PESSOAL PRÉ-APROVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, a COOPERATIVA, doravante designada simplesmente COOPERATIVA, neste ato devidamente representada na forma de seu

Leia mais

RECOMENDAÇÃO nº 03/2014

RECOMENDAÇÃO nº 03/2014 Autos nº 1.14.009.000349/2014-24 Espécie: Procedimento Preparatório PP Assunto: Recomenda ao Município de Guanambi a instalação de instrumentos que permitam o controle social do horário de atendimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E DO COMÉRCIO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS. CIRCULAR N 016, de 4 de junho de 1973

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E DO COMÉRCIO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS. CIRCULAR N 016, de 4 de junho de 1973 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E DO COMÉRCIO SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR N 016, de 4 de junho de 1973 Altera dispositivos das Normas de Seguros Aeronáuticos Circular n 19/71, da SUSEP. O SUPERINTENDENTE

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO

MAGNO ANTÔNIO CORREIA DE MELLO ALTERAÇÕES NORMATIVAS DECORRENTES DE REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS IMPLEMENTADAS OU PROPOSTAS, CLASSIFICADAS POR ASSUNTO, A PARTIR DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 20/98 - QUADRO COMPARATIVO - MAGNO ANTÔNIO CORREIA

Leia mais

REDENOMINA A CARREIRA GUARDA PENITENCIÁRIA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

REDENOMINA A CARREIRA GUARDA PENITENCIÁRIA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 14.582, 21 de dezembro de 2009. REDENOMINA A CARREIRA GUARDA PENITENCIÁRIA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ. Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono

Leia mais

CONTRATO Nº 189/2012

CONTRATO Nº 189/2012 CONTRATO Nº 189/2012 Pelo presente instrumento particular, o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA, Pessoa Jurídica de Direito Público, com sede na Av. Pereira Rego, 1665, representada neste ato por seu, Sr. LAURO MAINARDI,

Leia mais

Sistema CECAM (Página: 1 / 6) Empenho Processo CPF/CNPJ Fornecedor Descrição Mod. Lic. Licitação Valor Empenhado Valor Liquidado Valor Pago

Sistema CECAM (Página: 1 / 6) Empenho Processo CPF/CNPJ Fornecedor Descrição Mod. Lic. Licitação Valor Empenhado Valor Liquidado Valor Pago SETOR DE CONTABILIDADE Data: 30/07/2012 17:14:18 (Página: 1 / 6) Movimentação do dia 27 de Julho de 2012 00.00.00.00.0.0000.0000 - DESPESA EXTRAORÇAMENTÁRIA 00.00.00.00.0.0000.0000.5.3.12.00 - CAIXA DE

Leia mais

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009 As Reformas da Previdência Social IV encontro do FUNSEMA Seminário de Previdência da Região Metropolitana Emenda Constitucional 47/05 Outubro/2009 Daisson Portanova ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

PORTARIA Nº 72, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2012

PORTARIA Nº 72, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2012 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 15 de Novembro de 1889 PORTARIA Nº 72, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2012 Estabelece normas gerais de consolidação das contas dos consórcios públicos a serem observadas na gestão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE DO PREFEITO LEI COMPLEMENTAR Nº 118, DE 17 DE ABRIL 2006. Altera a Lei Complementar nº 008, de 16 de novembro de 1999, que dispõe sobre o estatuto dos servidores públicos da Administração Direta e Indireta dos Poderes

Leia mais

PARECER: Fel_004/2010 Data: 30/06/2010

PARECER: Fel_004/2010 Data: 30/06/2010 PARECER: Fel_004/2010 Data: 30/06/2010 ASSUNTO: Manutenção e perda da qualidade de segurado. CONSULENTE: MUNICÍPIO DE FELIXLÂNDIA MG INTERESSADO(A): IPREMFEL RELATÓRIO O Instituto de Previdência Municipal

Leia mais

Abono de Permanência. Modalidades de Aposentadoria. Contribuição Previdenciária do Servidor Inativo

Abono de Permanência. Modalidades de Aposentadoria. Contribuição Previdenciária do Servidor Inativo 1 Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Diretoria Geral de Gestão de Pessoas Departamento de Administração de Pessoal Divisão de Análise de Processos e Administração de Benefícios SUMÁRIO ABONO

Leia mais

Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza

Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza jurídica, objetivos, área de competência e instrumentos

Leia mais