ANATOMIA CARDIOVASCULAR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANATOMIA CARDIOVASCULAR"

Transcrição

1 ANATOMIA CARDIOVASCULAR Acadêmico: Vitor Montanholi Medicina - Universidade Federal Mato Grosso do Sul Liga de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular.

2 Coração: Localização Tórax é dividido em 3 compartimentos, que são os 2 pulmões + medistino central.

3 Coração: Localização Coração está situado obliquamente cerca de 2 terços à esquerda e um terço a direita do plano mediano. O pericárdio se relaciona anteriormente com o esterno, as cartilagens costais e as extremidades anteriores das 3ª e 5ª costelas no lado esquerdo. O coração se localiza no mediastino central, um compartimento entre os pulmões que contém praticamente todas as outras estruturas torácicas. O mediastino central estende-se da abertura superior do tórax até o diafragma e ântero-posteriormente do esterno aos corpos vertebrais torácicos. O mediastino central é coberto de cada lado pela pleura mediastinal, sendo uma região muito móvel pois são estruturas viscerais ocas unidas por tecido conjuntivo frouxo e gordura.

4 Coração: Localização O mediastino é dividido em parte superior e inferior pelo plano transverso do tórax, que vai do ângulo esternal anteriormente até a junção (disco IV) das vértebras T4-T5 posteriormente.

5 Coração: Localização O mediastino inferior situado entre este plano e o diafragma é subdividido pelo pericárdio em parte anterior, média e posterior. O coração e as raízes dos grandes vasos constituem o mediastino médio.

6 Coração e Pericárdio O coração e o início de seus vasos (aprox. 2cm) são revestidos pelo pericárdio. Pericárdio é um saco de membrana fibrosserosa formado por 2 camadas: Pericárdio fibroso camada externa resistente Pericárdio seroso reveste o pericárdio fibroso e o exterior do coração.

7 Coração e Pericárdio PERICÁRDIO

8 Coração e Pericárdio Seio transverso do pericárdio: importante espaço para clampeamento.

9 Coração: Introdução Ligeiramente maior que uma mão fechada. Em geral tem 12 cm de comprimento, 8-9 cm de largura e 6 cm da frente para trás. Pesa entre 230g-280g-340g. Bomba dupla, auto-ajustável, de sucção e pressão.

10 Coração: Introdução O átrio direito do coração recebe sangue venoso através da Veia Cava Superior e da Veia Cava Inferior, bombeia através do tronco pulmonar até os pulmões. O átrio esquerdo recebe sangue oxigenado (arterial) dos pulmões através das veias pulmonares, manda para o ventrículo esquerdo e de lá segue para a aorta.

11 Coração: Introdução O coração é formado por 4 câmaras: átrio direito e esquerdo e ventrículo direito e esquerdo. Os átrios são câmaras de recepção e os ventrículos de ejeção. Muito importante também são as válvulas cardíacas.

12 Coração: Parede das câmaras A parede de cada câmara é formada por 3 camadas: Endocárdio, uma fina camada interna (endotélio e tecido conjuntivo subendotelial). Miocárdio, uma camada intermediária espessa formada por tecido muscular. Epicárdio, uma camada externa fina formada pela lâmina visceral do pericárdio seroso.

13 Coração: Esqueleto fibroso As fibras musculares estão fixadas ao esqueleto fibroso do coração. Estrutura de colágeno denso que forma quatro anéis fibrosos que circundam os óstios das válvulas, um trígono fibroso direito e outro esquerdo e as partes membranáceas dos septos interatrial e intervertebral. Os anéis fibrosos que protegem os orifícios se unem ao septo membranáceo e formam o esqueleto do coração. Entre a margem direita do anel Atrioventricular esquerdo, anel aórtico E atrioventricular direito o tecido fibroso forma o triângulo fibroso direito Do triângulo direito e anel av D parte um feixe fibroso para a parte posterior do cone e face anterior do anel aórtico é chamado tendão do cone. Um triangulo menor, o triangulo fibroso esquerdo, situa-se entre os anéis Aórtico e AV esquerdo. Os aneis AV e os triangulos separam as paredes musculares dos átrios Das paredes dos ventrículos. Mantém os orifícios permeáveis, fixa as válvulas e o miocárdio e forma um isolante elétrico.

14 Coração: Exterior Os átrios são demarcados dos ventrículos pelo sulco coronário ou atrioventricular. Os ventrículos D e E são separados pelos sulcos interventriculares anterior e posterior. O coração se assemelha a uma pirâmide invertida contendo uma base, um ápice e quatro lados.

15 Coração: Exterior Ápice do coração: Formado pela parte ínfero-lateral do VE. Posterior ao 5º EIC esquerdo, a aproximadamente 9 cm do plano mediano. Imóvel durante o ciclo cardíaco Ausculta válvula mitral

16 Coração: Exterior Base do coração: É a face posterior do coração. Formada principalmente pelo átrio esquerdo, e pouco do átrio direito. Voltado posterior aos corpos das vértebras T6-T9. Estende-se da bifurcação do tronco pulmonar até o sulco coronário. Recebe as veias pulmonares e as veias cavas sup. e inf.

17 Coração: Exterior As quatro faces do coração: Face esternocostal: anterior, formada principalmente pelo ventrículo direito. Face diafragmática: inferior, formada principalmente pelo ventrículo esquerdo e parte do ventrículo direito, relacionada principalmente ao tendão central do diafragma.

18 Coração: Exterior Face pulmonar direita: formada principalmente pelo átrio direito. Face pulmonar esquerda: formada principalmente pelo ventrículo esquerdo, forma a impressão cardíaca do pulmão esquerdo.

19 Coração: Exterior As 4 margens do coração: Margem direita: AD Margem inferior: VD e ve Margem esquerda: VE ae Margem superior: AD e VD AE e VE

20 Coração: Câmaras Átrio direito: Consiste de 2 partes: o seio da venoso e uma aurícula. Margem direita do coração. Recebe sangue venoso da VCS, VCI e seio coronário. Aurícula direita: bolsa muscular cônica, superpõe à aorta ascendente.

21 Coração: Interior do Átrio direito Átrio direito, interior: Parte posterior lisa, com paredes finas (seio das veias cavas), na qual se abrem as veias cavas e o seio coronário. Parede anterior muscular, rugosa, formada pelos músculos pectíneos. Um óstio AV direito, por onde sangue passa do átrio direito para o ventrículo direito.

22 Coração: Interior do Átrio direito

23 Coração: Interior do Átrio direito Átrio direito, interior: Sulco terminal (Ext.) e crista terminal (Int.) separam a parte lisa da áspera. A VCS se abre na parte superior no nível da 3ª cartilagem costal direita. A VCI se abre na parte inferior, no nível da 5ª cartilagem costal. O óstio do seio coronário, que recebe as veias cardíacas, situa-se entre o óstio AV direito e o óstio da VCI. O septo interatrial que separa os átrios possui a fossa oval, que é um remanescente do forame oval.

24 Coração: Valva atrioventricular direita ou tricúspide Localiza-se no óstio atrioventricular direito, uma abertura de 4cm e sendo as bases das válvulas fixadas ao anel fibroso do óstio. Possui três válvulas ou cúspides. As cúspides possuem diferentes tamanhos, sendo a anterior a maior e a posterior a menor. As cúspides são compostas de tecido fibroso resistente, mais espesso na parte central e mais delgado na margem.

25 Coração: Valva atrioventricular direita

26 Coração: Valva atrioventricular direita A cúspide ventral ou infundibular (cúspide anterior) é presa à parede ventral na região do cone arterial. A cúspide dorsal ou marginal (cúspide posterior) prendese à parte do ventrículo que se encurva da superfície esternocostal até a diafragmática. A cúspide medial ou septal é presa à parede septal do ventrículo.

27 Coração: Valva atrioventricular direita

28 Coração: Valva atrioventricular direita Para suportar a pressão ventricular e evitar o refluxo para o átrio, as cúspides são mantidas em seu lugar pelas cordas tendíneas e músculos papilares. As cordas tendíneas são fibrosas, delicadas, mas fortes. Originam-se dos ápices dos músculos papilares e inserem-se nas margens livres e superfícies ventriculares das válvulas. No total são 20 e possuem tamanho e espessura diferentes.

29 Coração: Valva atrioventricular direita

30 Coração: Valva atrioventricular direita Os músculos papilares são projeções cônicas em cujos ápices se inserem as cordas tendíneas, são 3: Músculo papilar anterior: o maior e mais proeminente, originase da parede anterior do ventrículo direito; suas cordas tendíneas se fixam às válvulas anterior e posterior. Músculo papilar posterior: menor que o músculo anterior, origina-se da parede inferior do ventrículo direito e suas cordas tendíneas se fixam às válvulas posterior e septal. Músculo papilar septal: origina-se do septo interventricular. Suas cordas tendíneas se fixam às válvulas anterior e septal.

31 Coração: Valva atrioventricular direita

32 Coração: Valva atrioventricular direita

33 Coração: Ventrículo Direito Forma a maior parte da face esternocostal do coração, uma pequena parte da face diafragmática e quase toda a margem inferior do coração. Seu limite direito é o sulco coronário O esquerdo é o sulco longitudinal Superiormente seu cone arterial alcança o tronco pulmonar; Inferiormente forma a margem aguda e se estende por certa distância no diafragma.

34 Coração: Ventrículo Direito Sua parede tem cerca de um terço da espessura da parede do ventrículo esquerdo. Sua capacidade é a mesma que a do ventrículo esquerdo, cerca de 85 ml.

35 Coração: Ventrículo Direito A crista supraventricular separa a parede muscular rugosa (parte de influxo) da parede lisa do cone arterial (parte de saída). A crista supraventricular é muito importante no direcionamento dos fluxos internos, fazendo com que o sangue siga em U mudando de direção em 140º. Infundíbulo = cone arterial que conduz ao tronco pulmonar. Interior do ventrículo direito possui elevações musculares irregulares denominadas trabéculas cárneas, algumas delas são origem aos músculos papilares.

36 Coração: Ventrículo Direito

37 Coração: Ventrículo Direito A região de influxo do VD recebe sangue do AD através do óstio AV direito (localizado posteriormente ao esterno no nível do 4º e do 5º espaços intercostais. Ao ser ejetado do ventrículo direito o sangue passa através do óstio do tronco pulmonar, localizado na região superior do ventrículo direito.

38 Coração: Septos O septo interatrial forma a parede dorsal do átrio direito e possui em sua parede a fossa oval. A fossa oval corresponde no feto ao forame oval. A permanência da abertura deste forame pode chegar a 25% na população adulta. O septo interventricular formado por uma parte muscular e outra membranácea, separa os ventrículos. A parte muscular do septo interventricular no lado do ventrículo esquerdo é muito mais espesso que no lado direito. A valva triscúspide se fixa no meio da parte membranácea do septo, dividindo-o superiormente em septo interatrial e inferiormente em septo interventricular. Septo interventricular membranáceo é a parte final do septo a se fechar durante o desenvolvimento, sendo o lugar de maior ocorrência de comunicações interventriculares.

39 Coração: Valva Pulmonar No óstio do tronco pulmonar localiza-se a valva pulmonar. Esta valva consiste de três válvulas semilunares formadas pelo desdobramento do revestimento endocárdico e reforçadas por tecido fibroso.

40 Coração: Valva Pulmonar São menores do que as válvulas atrioventriculares e a força exercida sobre elas também é menor. A margem de contato entre as válvulas é espessa, formando a lúnula. O ápice da margem livre angulada é ainda mais espesso formando o nódulo.

41 Coração: Valva Pulmonar Atrás de cada válvula forma-se uma bolsa chamada seio que impede à aderência das válvulas à parede do vaso.

42 Tronco Pulmonar O tronco pulmonar transporte sangue venoso aos pulmões. É um vaso curto, largo, com cerca de 5cm de comprimento e 3cm de diâmetro. Sobe obliquamente, curva-se dorsalmente, passando a princípio ventralmente e depois à esquerda da aorta ascendente. Entre a 5ª e 6ª vértebra torácica divide-se nos ramos direito e esquerdo.

43 Tronco Pulmonar

44 Artéria pulmonar direita A artéria pulmonar direita é mais longa e ligeiramente maior que a esquerda. Quando ela deixa a bifurcação, curva-se em torno da aorta ascendente, encaminha-se horizontalmente para a direita, dorsal à aorta e à veia cava superior e ventral ao brônquio direito. Na raiz do pulmão divide-se em um tronco anterior e em um tronco interlobar, um pouco maior.

45 Artéria pulmonar esquerda A artéria pulmonar esquerda é mais curta e um pouco menor que a direita. No feto é mais importante pois fornece o ducto arterial. No adulto este ducto se transforma no ligamento arterial. Apresenta ramos mais individualizados que a direita e não possui um tronco superior e inferior distintos.

46 Veias Pulmonares As veias pulmonares, 2 de cada pulmão, trazem de volta o sangue oxigenado dos pulmões.

47 Átrio Esquerdo O átrio esquerdo é menor que o direito, porém de parede mais espessa. Constitui grande parte da superfície, na base e parte dorsal do coração. Na superfície ventral a aorta e o tronco pulmonar tornam visíveis a separação entre os átrios. Consiste de 2 partes: A cavidade principal e a aurícula.

48 Átrio Esquerdo: A aurícula esquerda Mais longa, mais estreita e mais curva que a direita. Situa-se sobre o começo da artéria coronária esquerda. O interior possui músculos pectíneos.

49 Átrio Esquerdo: A cavidade principal Contém posteriormente a abertura das quatro veias pulmonares que são avalvulares. Possui paredes lisas e mais espessas que do átrio direito. Existe também um septo interatrial que se inclina posteriormente e para a direita. Através do óstio atrioventricular esquerdo, guarnecido pela valva mitral, manda sangue para o ventrículo esquerdo.

50 Coração: Valva atrioventricular esquerda Também conhecida como válvula mitral ou bicúspide. É pouco menor que a direita, também possui anel fibroso. Possui duas cúspides valvares de tamanhos diferentes. A maior está ventralmente e a direita, adjacente ao orifício aórtico, denomina cúspide ventral, anterior ou aórtica. A menor é a cúspide dorsal ou posterior. Está localizada posteriormente ao esterno no nível do 4º cartilagem costal.

51 Coração: Valva atrioventricular esquerda As cordas tendíneas são mais espessas, mais fortes e menos numerosas que no ventrículo direito.

52 Coração: Ventrículo Esquerdo Ocupa pequena parte da superfície esternocostal, cerca de metade da superfície diafragmática do coração e quase toda a face pulmonar esquerda e margem esquerda. Sua ponta forma o ápice do coração.

53 Coração: Ventrículo Esquerdo O ventrículo esquerdo é maior e mais cônico. Suas paredes são 3x maiores que do ventrículo direito. Sua cavidade tem um contorno oval. Possui trabéculas cárneas, que são mais numerosas e mais densas que no ventrículo direito, especialmente no ápice e parede dorsal. Possui 2 músculos papilares, inseridos um na parede ventral e outro na parede dorsal. As cordas tendíneas de ambos os músculos dirigem-se para as 2 cúspides.

54 Coração: Ventrículo Esquerdo

55 Coração: Ventrículo Esquerdo Enquanto atravessa o ventrículo esquerdo, o sangue sofre uma mudança de direção de 180º, em direção à valva da aorta.

56 A Valva Aórtica. Constituída por 3 válvulas semilunares. Semelhantes as pulmonares, mas maiores, mais espessas e mais fortes. Pode ser bicúspide, levando a patologias. As lúnulas e os nódulos são mais distintos. Entre as válvulas e a parede da aorta formam-se bolsas dilatadas chamadas seios aórticos ou de Valsalva. As artérias coronárias tem origem em 2 destes seios. A abertura da artéria coronária direita é no seio da aorta direito, a abertura da artéria coronária esquerda é no seio da aorta esquerdo, e nenhuma artéria origina-se do seio da aorta posterior.

57 A Valva Aórtica

58 A Valva Aórtica

59 Coração: Estrutura Muscular Feixes de fibras excessivamente entrelaçados. Feixes musculares dos átrios *Rafe septal e nódulo sinu-atrial Feixes musculares dos ventrículos Feixe bulboespiral superficial Feixe bulboespiral profundo Feixe sinuespiral profundo Feixes interventriculares

60 Aorta e Grandes Vasos A aorta é o principal tronco das artérias sistêmicas. É dividida em: aorta ascendente, arco da aorta e porções torácica e abdominal da aorta ascendente. Tem cerca de 3cm de diâmetro na sua saída. Inicialmente sobe por uma curta distância. Depois inclina-se para a esquerda e desce no interior do tórax no lado esquerdo da coluna vertebral, passando através do hiato aórtico do diafragma para o abdome. Anterior à borda caudal da quarta vértebra lombar bifurca-se nas duas artérias ilíacas comuns.

61 Aorta e Grandes Vasos

62 Aorta Ascendente Tem cerca de 5 cm e está coberta pelo pericárdio visceral. Começa na valva aórtica, ao nível da borda caudal da terceira cartilagem costal, por trás da metade esquerda do esterno. Curva-se para a direita em direção à segunda cartilagem costal direita, estando a cerca de 6cm atrás da superfície dorsal do esterno. Apresenta como ramos a artéria coronária direita e a artéria coronária esquerda.

63 Aorta e Grandes Vasos

64 Arco da Aorta O arco da aorta começa ao nível da segunda articulação esternocostal do lado direito, e corre no início cranialmente e para a esquerda, ventralmente à traquéia. Em seguida move-se dorsalmente, passando pelo lado esquerdo da traquéia e finalmente dirigi-se inferiormente no lado esquerdo do corpo da quarta vértebra torácica. São 3 os ramos do arco da aorta: o braquiocefálico, o carótido comum esquerdo e o subclávio esquerdo. O tronco braquiocefálico da origem à artéria carótida comum direita e a subclávia direita.

65 Aorta Torácica Está contida no mediastino posterior. Começa na borda caudal da 4ª vértebra torácica, onde se continua com o arco aórtico. Termina na 12ª vértebra torácica no hiato aórtico do diafragma, onde origina a aorta abdominal. No seu início está situada à esquerda da coluna vertebral, aproxima-se da linha mediana conforme desce, terminando ventralmente a coluna. Ramos da aorta torácica: pericárdicos, bronquiais, esofágicos, mediastinais, intercostais posteriores, subcostais, frênicos superiores.

66 Aorta Abdominal Início no hiato aórtico do diafragma, ventral ao corpo da 12ª vértebra torácica, descendo na frente da coluna vertebral. Termina na 4ª vértebra lombar, um pouco à esquerda da linha média, dividindo-se em 2 artérias ilíacas comuns. Diminui rapidamente de tamanho pois emite diversos ramos grandes. Ramos: Celíaco, mesentérico superior e inferior, suprarenais médios, renais, testiculares, ováricos, frênicos inferiores, lombares, sacral mediano e ilíacos comuns.

67 Aorta Abdominal

68 Aorta Abdominal

69 Coração: Vascularização. Formado pelas artérias coronárias e veias cardíacas. Endocárdio e tecido subendocárdico = irrigado por difusão. Miocárdio e epicárdio = artérias coronárias. Vasos sanguíneos do coração atravessam a superfície logo abaixo do epicárdio.

70 Coração: Vascularização. As artérias coronárias direita e esquerda originam-se dos seios da aorta.

71 Coração: Vascularização.

72 Coração: Vascularização. Seio da aorta direito Sulco coronário Ramo do nó sinoatrial. Ramo marginal direito.

73 Coração: Vascularização. Ramo do nó atrioventricular. Ramo interventricular posterior ou descendente post. Domínio do sistema arterial.

74 Coração: Vascularização. Artéria coronária direita irriga: Átrio direito. Ventrículo direito. Face diafragmática do ventrículo esquerdo Terço posterior do septo interventricular Nó SA e nó AV.

75 Coração: Vascularização. Cineangiocorona- riografia de artéria coronária direita.

76 Coração: Vascularização. A artéria coronária esquerda origina-se no seio da aorta esquerdo. Sulco interventricular anterior. Ramo interventricular anterior. Ramo circunflexo. Ramo lateral (diagonal).

77 Coração: Vascularização. Ramo circunflexo. Artéria marginal esquerda. 1/3 continua no suco IV posterior.

78 Coração: Vascularização. A artéria coronária esquerda irriga: O átrio esquerdo. Ventrículo esquerdo. Parte do ventrículo direito. 2/3 anteriores do septo IV. Nó SA.

79 Coração: Drenagem venosa do coração. Seio coronário. Veia cardíaca magna esquerda.

80 Coração: Drenagem venosa do coração. Veia interventricular posterior e veias cardíacas parvas direita

81 Coração: Seio coronário Abre-se no átrio direito entre a veia cava inferior e o óstio atrioventricular. Válvula do seio coronário ou valva de Tebésio. Veias de Tebésio drenam diretamente para a cavidade cardíaca.

82 Coração: Complexo estimulante Células musculares cardíacas e fibras condutoras especializadas. Nó sinoatrial. Nó atrioventricular. Fascículo atrioventricular. Ramo direito e esquerdo. Fibras de Purkinje (ramos subendocárdicos).

83 Bibliografia. GRAY, F. R. S. H. & GOSS, C. M. Anatomia. 29ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, MOORE, K.L. & DALEY II, A. F. Anatomia orientada para a clínica. 4.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007.

Sistema circulatório. Coração e generalidades

Sistema circulatório. Coração e generalidades Sistema circulatório Coração e generalidades Sistema Circulatório Coração propulsão do sangue Vasos centrípetos veias e linfáticos: condução Vasos centífugos artérias: condução Capilares: trocas Função:

Leia mais

Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária

Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Sistema Circulatório I Coração e Circulação Prof. Adj. Dr. Yuri Karaccas de Carvalho Anatomia Descritiva Animal I Objetivos da Aula Definição

Leia mais

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral Funções: Transportar Nutrientes e oxigênio as células; Retirar resíduos do metabolismo; Defender o organismo contra substâncias estranhas e microorganismos. Características Sistema fechado; Constituído

Leia mais

Anatomia Cardíaca. Sistema Vascular do Feto. O Sistema Cardiovascular em Conjunto

Anatomia Cardíaca. Sistema Vascular do Feto. O Sistema Cardiovascular em Conjunto 1 Anatomia Cardíaca O Sistema Cardiovascular em Conjunto O coração, artérias, veias e capilares são um sistema de vasos que conduz sangue através de todas as partes do corpo. O coração impulsiona o sangue

Leia mais

Anatomia II. Coração e Vasos

Anatomia II. Coração e Vasos Anatomia II Coração e Vasos Mediastino O Mediastino é uma região central larga que separa as duas cavidades pleurais lateralmente colocadas. Estende-se: Do esterno aos corpos das vértebras; Da abertura

Leia mais

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO 08/10/2008 ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO PLASMA: CELULAR:

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO 08/10/2008 ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO PLASMA: CELULAR: FISIOLOGIA DO SANGUE Sistema Circulatório PLASMA: semelhante ao líquido intersticial PROTEÍNAS PLASMÁTICAS Albumina pressão coloidosmótica Globulinas transporte e substrato imunidade, anticorpos Fibrinogênio

Leia mais

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO MEDIASTINO MEDIASTINO Conceito Mediastino Pleura direita Limites Divisão Mediastino superior Mediastino anterior Mediastino médio Pleura direita Mediastino posterior

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema Circulatório

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema Circulatório ANATOMIA HUMANA II Sistema Circulatório Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Circulatório Conceito Função Divisão Sistemacardiovascular Sistemalinfático 1 CONCEITO O sistema cardiovascular é responsável

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Sistema Circulatório A função básica do sistema circulatório é a de levar material nutritivo e

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. Dr. José Gomes Pereira

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. Dr. José Gomes Pereira SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof. Dr. José Gomes Pereira SISTEMA CIRCULATÓRIO 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS Sistema cardiovascular transporte sangue - Circuitos pulmonar pulmões sistêmico tecidos do corpo constituídos

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Abdome

ROTEIRO DE ESTUDO Abdome ROTEIRO DE ESTUDO Abdome ARTÉRIAS O suprimento arterial do abdome é todo proveniente da aorta, que torna-se aorta abdominal após passar pelo hiato aórtico do diafragma ao nível de T12, e termina dividindose

Leia mais

Sistema Circulatório

Sistema Circulatório Sistema Circulatório O coração Localização: O coração está situado na cavidade torácica, entre a 2ª e 5ª costelas, entre os pulmões, com 2/3 para a esquerda, ápice para baixo e para esquerda e base para

Leia mais

AORTA ABDOMINAL IRRIGAÇÃO E DRENAGEM DA REGIÃO ABDOMINAL. Tronco celíaco (ímpar e visceral) (2) Artérias frênicas inferiores (1)

AORTA ABDOMINAL IRRIGAÇÃO E DRENAGEM DA REGIÃO ABDOMINAL. Tronco celíaco (ímpar e visceral) (2) Artérias frênicas inferiores (1) AORTA ABDOMINAL IRRIGAÇÃO E DRENAGEM DA REGIÃO ABDOMINAL Prof. Erivan Façanha Tem início no hiato aórtico do diafragma (T12). Trajeto descendente, anterior aos corpos vertebrais e à esquerda da veia cava

Leia mais

ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Djanira Aparecida da Luz Veronez 1 INTRODUÇÃO O sistema cardiovascular apresenta-se como uma rede de transporte de sangue contendo nutrientes, oxigênio

Leia mais

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia Sistema Circulatório Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular Angiologia Sistema Circulatório Funções Meio de transporte Ligação metabólica entre diferentes

Leia mais

É um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos (os vasos), no interior dos quais circulam humores (o sangue e a linfa).

É um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos (os vasos), no interior dos quais circulam humores (o sangue e a linfa). 1 SISTEMA CARDIOVASCULAR É um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos (os vasos), no interior dos quais circulam humores (o sangue e a linfa). Para que estes humores possam

Leia mais

ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM. Prof. Dante L. Escuissato

ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM. Prof. Dante L. Escuissato ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM Prof. Dante L. Escuissato Figura 1. O tórax é composto por um conjunto de estruturas que pode ser dividido em parede torácica, espaços pleurais, pulmões, hilos pulmonares e

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Anatomia Prof.a Dra. Karina A. Neves Vasos sangüíneos Artérias: conceito, características, situação, ramos, circulação colateral Veias: conceito, características, situação Capilares:

Leia mais

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO 07/10/2008 PLASMA: CELULAR:

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO 07/10/2008 PLASMA: CELULAR: FISIOLOGIA DO SANGUE Sistema Circulatório PLASMA: semelhante ao líquido intersticial (2%) PROTEÍNAS PLASMÁTICAS (7%) Albumina pressão coloidosmótica Globulinas α e β transporte e substrato δ imunidade,

Leia mais

TÓRAX. Prof.: Gustavo Martins Pires

TÓRAX. Prof.: Gustavo Martins Pires TÓRAX Prof.: Gustavo Martins Pires INTRODUÇÃO O tórax é a porção mais superior do tronco e abriga órgãos fundamentais para a respiração, os pulmões, e para a circulação, o coração. Além disto, é atravessado

Leia mais

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira Introdução A função do sistema respiratório é facilitar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico, assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue, necessária para as reações metabólicas,

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Sistema circulatório O que é: também conhecido como sistema cardiovascular é formado pelo coração e vasos sanguíneos. Tal sistema é responsável pelo transporte de nutrientes, gases, hormônios, excreções

Leia mais

ARTÉRIAS E VEIAS. Liga Acadêmica de Anatomia Clínica. Hugo Bastos. Aula III

ARTÉRIAS E VEIAS. Liga Acadêmica de Anatomia Clínica. Hugo Bastos. Aula III ARTÉRIAS E VEIAS Aula III Liga Acadêmica de Anatomia Clínica Hugo Bastos Salvador BA 23 de Agosto de 2011 Sistema circulatório Responsável pelo transporte de líquidos (sangue ou linfa) por todo o corpo.

Leia mais

17/02/2012. Diafragma

17/02/2012. Diafragma Diafragma Topografia Repouso - linha retilínea da 7º costela à 13º costela. Inspiração - linha ligeiramente convexa da 7º costela à 3º vértebra lombar. Expiração - linha convexidade cranial da 7º costela

Leia mais

Roteiro de Estruturas

Roteiro de Estruturas Roteiro de Estruturas 1.1.-Configuração Externa 1.1.1-Sulcos: coronário interatrial anterior interatrial posterior terminal interventricular anterior interventricular posterior 1.1.2.Átrio Direito: veia

Leia mais

Como funciona o coração?

Como funciona o coração? Como funciona o coração? O coração é constituído por: um músculo: miocárdio um septo duas aurículas dois ventrículos duas artérias: aorta pulmonar veias cavas: inferior superior veias pulmonares válvulas

Leia mais

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima Sistema Cardiovascular ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima INTRODUÇÃO: CONCEITO: O sistema cardiovascular ou circulatório é formado por uma vasta rede de tubos, que põe em comunicação todas as partes

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais)

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) 1ª edição janeiro/2007 SISTEMA URINÁRIO SUMÁRIO Sobre a Bio Aulas... 03 Rins... 04 Localização... 04 Anatomia macroscópica...

Leia mais

Hemodinâmica. Cardiovascular. Fisiologia. Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg

Hemodinâmica. Cardiovascular. Fisiologia. Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg Fisiologia Cardiovascular Hemodinâmica Introdução O sistema circulatório apresenta várias funções integrativas e de coordenação: Função

Leia mais

Aparelho Circulatório

Aparelho Circulatório Visão geral das funções dos Vasos Sanguíneos Os vasos sanguíneos formam um sistema tubular fechado que transporta o sangue do coração (artérias), aos tecidos do corpo (arteríolas, capilares e vénulas),

Leia mais

O Nosso Corpo Volume XXVI Sistema circulatório Parte 2

O Nosso Corpo Volume XXVI Sistema circulatório Parte 2 O Nosso Corpo Volume XXVI Sistema circulatório Parte 2 um Guia de O Portal Saúde Dezembro 2010 / Janeiro 2011 O Portal Saúde Rua Braancamp, 52-4º 1250-051 Lisboa Tel. 212476500 geral@oportalsaude.com Copyright

Leia mais

Sistema Circulatório

Sistema Circulatório Universidade Federal do Pampa Campus Uruguaiana Daniela Brum Sistema Circulatório Sistema Cardiovascular e Sistema linfático Coração e vasos 3 túnicas Constituição Coração Artérias Capilares Veias Capilares

Leia mais

V e t e r i n a r i a n D o c s www.veterinariandocs.com.br. Anatomia

V e t e r i n a r i a n D o c s www.veterinariandocs.com.br. Anatomia V e t e r i n a r i a n D o c s Anatomia Anatomia do Sistema Cardíaco Coração e artérias Artérias: saem do coração (aorta e tronco pulmonar) Veias: chegam ao coração -Terminologias: -Corpo Cavernoso: espaços

Leia mais

Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro. Sistema Circulatório

Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro. Sistema Circulatório Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro Sistema Circulatório Coração Conceito: É um órgão muscular central do aparelho circulatório, que funciona como uma bomba dupla de sucção e

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório Sistema Respiratório A função do sistema respiratório é facultar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico, assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue, necessária para as reações

Leia mais

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CARDIOVASCULAR. 3) ANATOMIA DO CORAÇÃO HUMANO - O coração é um órgão oco localizado no meio do peito, na cavidade torácica;

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CARDIOVASCULAR. 3) ANATOMIA DO CORAÇÃO HUMANO - O coração é um órgão oco localizado no meio do peito, na cavidade torácica; - CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CARDIOVASCULAR 1) FUNÇÕES DO SISTEMA CARDIOVASCULAR - Propulsão do sangue por todo o organismo; - Transporte de substâncias como o oxigênio (O 2 ), dióxido de carbono ou gás carbônico

Leia mais

Sistema cardiovascular

Sistema cardiovascular Roteiro: Sistema cardiovascular Organizacao do sistema circulatorio coracao, arterias, veias fluxo sanguineo: coracao, tecidos, pulmao, coracao Bomba cardiaca musculo cardiaco e contracao funcionamento

Leia mais

Morfologia, Topografia e Irrigação do Coração do Tamandua tetradactyla.

Morfologia, Topografia e Irrigação do Coração do Tamandua tetradactyla. Morfologia, Topografia e Irrigação do Coração do Tamandua tetradactyla. Gabriela Serrão PINHEIRO 1 ; Luiza Corrêa PEREIRA 2 ; Érika BRANCO 3 ; Ana Rita de LIMA 4. Resumo Este trabalho teve como objetivo

Leia mais

Prof: Clayton de Souza da Silva

Prof: Clayton de Souza da Silva Prof: Clayton de Souza da Silva Sangue O sangue é a massa líquida contida num compartimento fechado, o aparelho circulatório, que a mantém em movimento regular e unidirecional, devido essencialmente às

Leia mais

SISTEMA OSTEOARTICULAR II ESQUELETO AXIAL: COLUNA VERTEBRAL E CAIXA TORÁCICA SUMÁRIO

SISTEMA OSTEOARTICULAR II ESQUELETO AXIAL: COLUNA VERTEBRAL E CAIXA TORÁCICA SUMÁRIO SISTEMA OSTEOARTICULAR II ESQUELETO AXIAL: COLUNA VERTEBRAL E CAIXA TORÁCICA SUMÁRIO I COLUNA VERTEBRAL 1 Os constituintes da coluna vertebral: 7 vértebras cervicais, 12 vértebras torácicas, 5 vértebras

Leia mais

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração Fisiologia Humana Sistema circulatório Componentes: - Sangue (elementos figurados e plasma) - Vasos sanguíneos - Coração Vasos sanguíneos Artérias Vasos com paredes espessas e elásticas por onde circula

Leia mais

Anatomia- Prof: Renato de Oliveira. Capitulo 3. (Sistema Nervoso E, Sistema Cardiovascular)

Anatomia- Prof: Renato de Oliveira. Capitulo 3. (Sistema Nervoso E, Sistema Cardiovascular) Anatomia- Prof: Renato de Oliveira Capitulo 3 (Sistema Nervoso E, Sistema Cardiovascular) Sistema Nervoso: OBS: Neurônio: principal componente do sistema nervoso O sistema nervoso humano, além de ser o

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA HUMANA I SISTEMA RESPIRATÓRIO Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Respiratório Conceito Função Divisão Estruturas Nariz Faringe Laringe Traquéia e Brônquios Pulmão Bronquíolos e Alvéolos 1

Leia mais

Eventos mecânicos do ciclo cardíaco

Eventos mecânicos do ciclo cardíaco O músculo cardíaco Introdução As variedades de músculos cardíacos O músculo cardíaco como um sincício O longo potencial de ação e o seu platô no músculo cardíaco Introdução O coração pode ser considerado

Leia mais

Vascularização cardíaca

Vascularização cardíaca Universidade de Rio Verde UniRV Faculdade de Medicina de Rio Verde Famerv Liga de Acadêmica de Anatomia Humana - LiAAna Vascularização cardíaca Alunos: João Pedro Soares Nunes Janayna Matumoto Mota Orientador:

Leia mais

Dissecação do Coração e do Pulmão de um Mamífero

Dissecação do Coração e do Pulmão de um Mamífero Escola Secundária de Oliveira do Bairro Biologia Prof. Virgílio Ferreira Relatório de Actividade Experimental Dissecação do Coração e do Pulmão de um Mamífero Relatório Realizado por: * Mariana Figueiredo

Leia mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais PROFESSORA NAIANE A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais de alguns poucos minutos. Você sabe

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO DEFINIÇÃO:

SISTEMA DIGESTÓRIO DEFINIÇÃO: SISTEMA DIGESTÓRIO DEFINIÇÃO: CONJUNTO DE ÓRGÃOS FORMANDO UM CANAL ALIMENTAR COM A FINALIDADE DE NUTRIÇÃO DO ORGANISMO. FUNÇÕES: Sistema Digestório INSERÇÃO MASTIGAÇÃO DEGLUTIÇÃO DIGESTÃO ABSORÇÃO EXCREÇÃO

Leia mais

ESTUDO DO MOVIMENTO OSTEOLOGIA COLUNA VERTEBRAL E TÓRAX 1 TERMOS DIRECCIONAIS ORIENTAÇÃO DO TIPOS DE OSSOS MOVIMENTOS ARTICULARES

ESTUDO DO MOVIMENTO OSTEOLOGIA COLUNA VERTEBRAL E TÓRAX 1 TERMOS DIRECCIONAIS ORIENTAÇÃO DO TIPOS DE OSSOS MOVIMENTOS ARTICULARES TERMOS DIRECCIONAIS EB 23S DE CAMINHA CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO GESTÃO DESPORTIVA ESTUDO DO MOVIMENTO TÓRAX POSIÇÃO DESCRITIVA ANATÓMICA PLANOS DESCRITIVOS PLANO SAGITAL PLANO HORIZONTAL INFERIOR ANTERIOR

Leia mais

Transporte nos animais

Transporte nos animais Transporte nos animais Tal como nas plantas, nem todos os animais possuem sistema de transporte, apesar de todos necessitarem de estabelecer trocas com o meio externo. As hidras têm somente duas camadas

Leia mais

Bulhas e Sopros Cardíacos

Bulhas e Sopros Cardíacos O conceito de pressão máxima e pressão mínima Quando se registra uma pressão de 120 mmhg por 80 mmhg, indica-se que a pressão sistólica é de 120 mmhg e a pressão diastólica é de 80 mmhg, ou seja, que estas

Leia mais

SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO. O Organismo Humano em Equilíbrio

SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO. O Organismo Humano em Equilíbrio SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO O Organismo Humano em Equilíbrio SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO As nossas células necessitam de: Oxigénio; Nutrientes; Eliminar Dióxido de Carbono; Entre outros. O nosso organismo

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana Natália Guimarães Barbosa Natal - RN 2016 Levar material nutritivo e oxigênio às células; Transportar produtos residuais do metabolismo celular;

Leia mais

Sistema Cardiovascular Vasos e Sangue

Sistema Cardiovascular Vasos e Sangue Sistema Cardiovascular Vasos e Sangue Objetivo da Aula Compreender os tipos e funções dos vasos sanguíneos. Adquirir a capacidade de aplicar este conhecimento na prática acadêmica e profissional da Educação

Leia mais

Biologia. Sistema circulatório

Biologia. Sistema circulatório Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 10B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório.

Leia mais

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório. Ciências Naturais 9º ano

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório. Ciências Naturais 9º ano Sistema Circulatório Índice Sangue Coração Ciclo cardíaco Vasos sanguíneos Pequena e grande circulação Sistema linfático Sangue Promove a reparação de tecidos lesionados. Colabora na resposta imunológica

Leia mais

Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio.

Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio. Função : Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio. Dimensão, forma e localização: Tamanho de um punho fechado; Forma de um

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. André Maia

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. André Maia SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof. André Maia Nosso sistema circulatório, como o dos outros vertebrados, e fechado, isto e, o sangue circula sempre dentro dos vasos sanguíneos, bombeado por contrações rítmicas

Leia mais

Aparelho Respiratório

Aparelho Respiratório Aparelho Respiratório Organização Geral Pulmões: órgãos de troca gasosa. Órgão auxiliares: apenas passagem de ar. o Nariz: nariz externo, cavidade nasal e seios paranasais. o Faringe (nasofaringe) o Laringe

Leia mais

Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo:

Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo: SISTEMA RESPIRATÓRIO Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo: Respiração é definida como a absorção do oxigênio pelo organismo, com liberação subseqüente de energia para o trabalho, calor e a

Leia mais

DICIONÁRIO DE TERMOS DA HEMODINÂMICA

DICIONÁRIO DE TERMOS DA HEMODINÂMICA DICIONÁRIO DE TERMOS DA HEMODINÂMICA Aneurisma: dilatação e protusão localizada da parede de um vaso (principalmente artéria) ou do coração, decorrente de uma fragilidade estrutural local. Angina: também

Leia mais

Embriogênese do Aparelho. as Adaptações. Profa. Dra. Maria Angélica Spadella Disciplina Embriologia Humana FAMEMA

Embriogênese do Aparelho. as Adaptações. Profa. Dra. Maria Angélica Spadella Disciplina Embriologia Humana FAMEMA Embriogênese do Aparelho Respiratório rio e sua relação com as Adaptações à Vida Pós-NatalP Profa. Dra. Maria Angélica Spadella Disciplina Embriologia Humana FAMEMA PERÍODOS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO 1)

Leia mais

SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR

SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR Yáskara Benevides Guenka Acadêmica do 4º ano de Medicina UFMS Liga de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Campo Grande MS 27/06/2012 SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR ALTERAÇÕES DAS

Leia mais

FISIOLOGIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS AULA 2 ANOTAÇÕES DE AULA FISIOLOGIA DA RESPIRAÇÃO

FISIOLOGIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS AULA 2 ANOTAÇÕES DE AULA FISIOLOGIA DA RESPIRAÇÃO FISIOLOGIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS AULA 2 ANOTAÇÕES DE AULA 1 FISIOLOGIA DA RESPIRAÇÃO INTRODUÇÃO Compreende a absorção de O 2 e a eliminação de CO 2 pelos pulmões (respiração externa), o transporte de

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. MORFOLOGIA

1. INTRODUÇÃO 2. MORFOLOGIA 1. INTRODUÇÃO O diafragma é o principal músculo da respiração. Muito já foi estudado sobre sua forma e ação na mecânica respiratória. O objetivo deste trabalho é realizar uma breve revisão destes aspectos,

Leia mais

Biologia. Sistema circulatório

Biologia. Sistema circulatório Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 10R Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório.

Leia mais

Corpo Humano. A Menor Unidade Viva do Corpo Humano: Célula

Corpo Humano. A Menor Unidade Viva do Corpo Humano: Célula : Estuda a Estrutura Estática do Corpo Humano É Utilizada para Classificar e Descrever as Lesões de acordo com Sua Localização Prever Lesões de Órgãos Internos, baseando-se na Localização Externa da Lesão

Leia mais

Comparação entre dois métodos de retirada do suporte ventilatório em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca 1

Comparação entre dois métodos de retirada do suporte ventilatório em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca 1 Sistema cardiovascular Sistema condutor do sangue e seus nutrientes por todo o corpo ANATOMIA E FISIOLOGIA CARDÍACA Formação: Coração: órgão propulsor da corrente sangüínea Sistema vascular: composto por

Leia mais

Fisiologia Geral. Biofísica da Circulação: artérias

Fisiologia Geral. Biofísica da Circulação: artérias Fisiologia Geral Biofísica da Circulação: O ciclo cardíaco; Interconversão de energias nas artérias SISTEMA CARDIOVASCULAR Sistema de ductos fechados com uma bomba hidráulica: O coração. Artérias: vasos

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Professora: Edilene biologolena@yahoo.com.br Sistema Cardiovascular Sistema Cardiovascular Composto pelo coração, pelos vasos sanguíneos e pelo sangue; Tem por função fazer o sangue

Leia mais

TRATO RESPIRATÓRIO. Prof a Dr a Naida Cristina Borges

TRATO RESPIRATÓRIO. Prof a Dr a Naida Cristina Borges TRATO RESPIRATÓRIO Prof a Dr a Naida Cristina Borges Trato respiratório Trato respiratório ANTERIOR TÓRAX Sinais clínicos!!! Diagnóstico Trato Respiratório Anterior Trato Respiratório Anterior Caracterização

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisiologia Humana I

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisiologia Humana I SISTEMA CARDIOVASCULAR Fisiologia Humana I Fornecer e manter suficiente, contínuo e variável o fluxo sanguíneo aos diversos tecidos do organismo, segundo suas necessidades metabólicas para desempenho das

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÒRIO

SISTEMA CIRCULATÒRIO Universidade Federal de Viçosa campus Florestal SISTEMA CIRCULATÒRIO ANATOMIA HUMANA Laboratório de Morfofisiologia Funções: Transporte de gases respiratórios, nutrientes, hormônios e excretas; Distribuição

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Componentes Vias Respiratórias A) Cavidades ou Fossas Nasais; B) Boca; C) Faringe; D) Laringe; E) Traqueia; F) Brônquios; G) Bronquíolos; H) Pulmões Cavidades ou Fossas Nasais; São duas cavidades paralelas

Leia mais

Semiologia Cardiovascular. B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico. Por Gustavo Amarante

Semiologia Cardiovascular. B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico. Por Gustavo Amarante Semiologia Cardiovascular B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico Por Gustavo Amarante 1 Bulhas Acessórias (B3 e B4) A) Revisão do Ciclo Cardíaco e Posição das Bulhas Para entender as bulhas acessórias,

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Texto de apoio ao professor T3 Nesta aula irá estudar-de o ciclo cardíaco (diástole, sístole, pressão sanguínea e arterial) e os meios utilizados para o diagnóstico e prevenção de anomalias que possam

Leia mais

DESENVOLVIMENTO CARDIOVASCULAR PROFª ME. TATIANE DA SLVA POLÓ

DESENVOLVIMENTO CARDIOVASCULAR PROFª ME. TATIANE DA SLVA POLÓ DESENVOLVIMENTO CARDIOVASCULAR PROFª ME. TATIANE DA SLVA POLÓ Primeiro sistema a funcionar o embrião Início = difusão Complexidade = SISTEMA CIRCULATÓRIO Distribuir oxigênio e nutrientes Remover dióxido

Leia mais

Coração Vasos sanguíneos: artérias veias capilares Sangue: plasma elementos figurados: Hemácias Leucócitos plaquetas

Coração Vasos sanguíneos: artérias veias capilares Sangue: plasma elementos figurados: Hemácias Leucócitos plaquetas Coração Vasos sanguíneos: artérias veias capilares Sangue: plasma elementos figurados: Hemácias Leucócitos plaquetas Localização Localizado no tórax na região do mediastino limitado pelos pulmões nas laterais

Leia mais

Parede Torácica, Diafragma, Mamas e Mediastino. Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges

Parede Torácica, Diafragma, Mamas e Mediastino. Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Parede Torácica, Diafragma, Mamas e Mediastino Anatomia Aplicada à Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Aberturas da Parede Torácica Movimentos da Parede Torácica Movimentos: Alça de Balde Cabo de Bomba

Leia mais

FÍGADO. Veia cava inferior. Lobo direito. Lobo esquerdo. Ligamento (separa o lobo direito do esquerdo) Vesícula biliar

FÍGADO. Veia cava inferior. Lobo direito. Lobo esquerdo. Ligamento (separa o lobo direito do esquerdo) Vesícula biliar FÍGADO É o maior órgão interno È a maior glândula É a mais volumosa de todas as vísceras, pesa cerca de 1,5 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg Possui a coloração arroxeada, superfície

Leia mais

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO Profª Fernanda Toledo RECORDAR Qual a função do alimento em nosso corpo? Por quê comer????? Quando nascemos, uma das primeiras atitudes do nosso organismo

Leia mais

SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO. Enf. Thais Domingues

SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO. Enf. Thais Domingues SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Enf. Thais Domingues SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Composto de ossos, músculos, cartilagem, ligamentos e fáscia, proporcionando ao corpo, com sua armação estrutural uma caixa

Leia mais

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções O SANGUE Constituintes do Sangue e suas funções AS HEMÁCIAS OU GLÓBULOS VERMELHOS Células sanguíneas sem núcleo que contém hemoglobina, que é a substância responsável pela cor vermelha. São as células

Leia mais

10 Imagem e posicionamento do paciente 10 Transdutor e plano de corte 12 Posicionamentos do exame 14 Quatro abordagens do coração

10 Imagem e posicionamento do paciente 10 Transdutor e plano de corte 12 Posicionamentos do exame 14 Quatro abordagens do coração 1 Exame 10 Imagem e posicionamento do paciente 10 Transdutor e plano de corte 12 Posicionamentos do exame 14 Quatro abordagens do coração 16 Janela paraesternal longa 16 Posição do transdutor e plano de

Leia mais

Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Esqueleto axial. Sistema Esquelético Humano.

Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Esqueleto axial. Sistema Esquelético Humano. Anatomia Humana Sistema Esquelético Ed. Física Prof. Cláudio Costa Osteologia: É o estudo dos ossos. Composição do Sistema Ósseo: 206 peças duras, resistentes e flexíveis chamadas ossos, pelas cartilagens

Leia mais

Prof. Me. Leandro Parussolo

Prof. Me. Leandro Parussolo HISTOFISIOLOGIA ANIMAL AULA - SISTEMA CARDIOVASCULAR Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA CARDIOVASCULAR INTRODUÇÃO A função da circulação é realizada pelo sistema cardiovascular sistema vascular sanguíneo

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO

SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO FUNÇÕES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO: Transporte de substâncias : * Nutrientes para as células. * Resíduos vindos das células. *Gases respiratórios. * Hormônios. OBS: O sangue também pode

Leia mais

Sistema Respiratório I - INTRODUÇÃO. O que é respiração? Respiração celular. Respiração pulmonar III - ESTRUTURA II - FUNÇÃO. Ventilação Pulmonar

Sistema Respiratório I - INTRODUÇÃO. O que é respiração? Respiração celular. Respiração pulmonar III - ESTRUTURA II - FUNÇÃO. Ventilação Pulmonar I - INTRODUÇÃO O que é respiração? Respiração celular Ocorre no interior das mitocôndrias subs orgânicas + O2 energia + CO2 + H2O Respiração pulmonar Trocas gasosas entre o ar atmosférico e o sangue Hemerson

Leia mais

Descrição Anátomo-Angiográfica das Coronárias. Dr. Renato Sanchez Antonio

Descrição Anátomo-Angiográfica das Coronárias. Dr. Renato Sanchez Antonio Descrição Anátomo-Angiográfica das Coronárias Dr. Renato Sanchez Antonio Histórico Galeno, 1551 - De Venarum et Arteterium Dissectione Liber > nome as artérias coronárias Disposição particular, envolvendo

Leia mais

Aparelho Respiratório

Aparelho Respiratório Função Permite que o oxigénio do ar entre para o sangue nos pulmões; Permite a passagem do dióxido de carbono do sangue para o ar. Associação Trabalha em conjunto com o Sistema Cardiovascular Fornecer

Leia mais

03/10/2013. Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Defeito do septo atrial

03/10/2013. Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Defeito do septo atrial Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Brasil: 188.298.099 pessoas ( censo 1996) = 1.506.384 casos Grande São Paulo: 19 223 897 = 153.791 casos Defeito do septo atrial Defeito do Septo

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO SISTEMA DIGESTÓRIO SISTEMA DIGESTÓRIO FUNÇÕES SISTEMA DIGESTÓRIO DIVISÃO

SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO SISTEMA DIGESTÓRIO SISTEMA DIGESTÓRIO FUNÇÕES SISTEMA DIGESTÓRIO DIVISÃO SISTEMA DIGESTÓRIO Universidade Federal do Ceará Departamento de Morfologia Prof. Erivan Façanha SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO Órgãos que no conjunto cumprem a função de tornar os alimentos solúveis, sofrendo

Leia mais

ANATOMIA TOPOGRÁFICA DA CABEÇA E PESCOÇO (FCB00089)

ANATOMIA TOPOGRÁFICA DA CABEÇA E PESCOÇO (FCB00089) ANATOMIA TOPOGRÁFICA DA CABEÇA E PESCOÇO (FCB00089) Músculos e Trígonos do Pescoço Platisma Lâmina de músculo fina e larga, situada no tecido subcutâneo do pescoço. Recobre a face anterolateral do pescoço.

Leia mais

Radiologia torácica (Thoracic radiology)

Radiologia torácica (Thoracic radiology) Radiologia torácica (Thoracic radiology) Resumo Do Vale Barroso, Rogério Magno(1); de Paula, Thaís Melo(2); Ávila Jr., Raul (3). 1) Professor de Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais Universidade de Brasília

Leia mais

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br Anatomia da pele Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira marcos.oliveira@fadergs.edu.br SISTEMA TEGUMENTAR: PELE E FÁSCIA Funções: proteção regulação térmica sensibilidade Sua espessura varia de 0.5mm nas

Leia mais

Roteiro de aulas teórico-práticas

Roteiro de aulas teórico-práticas Roteiro de aulas teórico-práticas Sistema digestório O sistema digestório humano é formado por um longo tubo musculoso, ao qual estão associados órgãos e glândulas que participam da digestão. Apresenta

Leia mais