Morfologia, Topografia e Irrigação do Coração do Tamandua tetradactyla.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Morfologia, Topografia e Irrigação do Coração do Tamandua tetradactyla."

Transcrição

1 Morfologia, Topografia e Irrigação do Coração do Tamandua tetradactyla. Gabriela Serrão PINHEIRO 1 ; Luiza Corrêa PEREIRA 2 ; Érika BRANCO 3 ; Ana Rita de LIMA 4. Resumo Este trabalho teve como objetivo descrever a morfologia, topografia e irrigação sanguínea do coração do Tamandua tetradactyla, produzindo estudos aprofundados da espécie do sistema cardiovascular necessários para a realização de pesquisas, cirurgias e diagnósticos. Para o desenvolvimento desta pesquisa foram utilizados quatro espécimes jovens. Os espécimes foram fixados por meio de infusão intramuscular de solução aquosa de formaldeído a 10%, com posterior submersão dos animais nesta mesma solução, por um período mínimo de sete dias. A dissecação ocorreu a partir de incisão na linha média com a abertura da cavidade torácica. Em seguida foi avaliada a topografia do coração, com posterior mensuração e descrição da morfologia e irrigação sanguínea deste órgão por meio da dissecação das artérias coronárias. A base do coração foi observada na altura da terceira costela e o ápice na altura da sexta costela. Apresenta duas artérias coronárias, direita e esquerda, que se originam na aorta descendente. Seu tipo de irrigação varia entre a do tipo equilibrada e a direita. Na face auricular apresenta o ramo interventricular paraconal e o circunflexo e, na face atrial o ramo interventricular subsinuoso. Segundo a morfologia cardíaca observam-se os átrios e ventrículos, as valvas tricúspide e bicúspide, cordas tendíneas e trabéculas. Palavras-chave: Dissecação. Vascularização. Xenarthra. Introdução A família Myrmecophagidae abrange todas as espécies de tamanduás. O Tamandua tetradactyla é uma espécie da ordem Xenarthra, mamífero, encontrado geograficamente ao leste dos Andes por toda a Venezuela até o norte da Argentina e Uruguai, vive em florestas tropicais, savanas e regiões espinheiras (REIS, 2006). Apresentam hábito noturno, são animais solitários e de índole pacífica. Sua alimentação é constituída basicamente de térmitas, abelhas e formigas, sendo consumidas aproximadamente 9000 ao todo por dia. Mede de 47 a 77 cm, a cauda apresenta de 40 a 67 cm, onde se sustentam na posição de ataque juntamente com os membros posteriores em uma posição de tripé, pesa entre 5 e 8,5kg e como todos os demais membros da ordem têm uma baixa taxa metabólica (CUBAS, 2007).Sua coloração é amarelada na cabeça, membros e parte anterior do dorso apresentando o restante do corpo negro, formando uma espécie de colete, por isso também é chamado de tamanduá-de-colete ; possui garras nas patas anteriores, focinho longo com uma língua extensa, olhos pequenos e negros e orelhas diminutas (Disponível em: EPTV.GLOBO.COM/TERRADAGENTE). O coração possui duas artérias para a sua nutrição, as artérias coronárias que se iniciam na base da aorta e se distribuem pelo coração. Depois de bombeado todo o sangue do ventrículo esquerdo para a aorta, ocorre à ejeção do maior volume de sangue, fechamento das válvulas aórticas e, o refluxo de sangue presente, migra para as artérias coronárias (HURST et al., 1981). De acordo com a literatura consultada, observamos que não existem muitas pesquisas realizadas em tamanduá-mirim, o que justifica a grande dificuldade de acesso a esses animais e falta de especialização dos profissionais. Desta forma, este trabalho visa fornecer material de apoio e complemento ao estudo e pesquisa da espécie para diversos estudantes, em diversos setores de atividade, que buscam trabalhos a respeito da família Myrmecophagidae. Metodologia Foram utilizados quatro espécimes de Tamandua tetradactyla sendo dois machos adultos e duas fêmeas jovens, provenientes da área de Mina Bauxita Paragominas PA, doados ao Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), após morte por causas naturais. Os espécimes foram fixados por meio de infusão intramuscular de solução aquosa de formaldeído a 10%, bem como em todas as cavidades com posterior submersão dos animais em mesma solução, por um período mínimo de sete dias. Foi feita infusão de látex nas artérias e vasos do coração. A dissecação ocorreu com auxílio de instrumental cirúrgico a partir de incisão na linha média com a abertura da cavidade torácica. Em seguida foi avaliada a topografia do coração, com posterior mensuração e descrição da morfologia e 1 Estudante do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal Rural da Amazônia; gaby Bolsista do PIBIC_CNPQ 2 Médica Veterinária da mina bauxita Paragominas Pará. 3 Professora da Universidade Federal Rural da Amazônia; 4 Professora da Universidade Federal Rural da Amazônia;

2 irrigação sanguínea devidamente analisada pela dissecação das artérias coronárias. Toda nomenclatura adotada foi baseada na Nomenclatura Atômica Veterinária (INTERNATIONAL COMMITTEE ON VETERINARY GROSS ANATOMICAL NOMENCLATURE, 2005). Resultados e Discussão Topografia Cardíaca O coração com o pericárdio situa-se no mediastino médio, posicionado com a sua maior parte à esquerda do plano mediano. Os corações estudados encontravam-se envolvidos pelo pericárdio, perfeitamente adaptado ao seu redor. O coração desta espécie apresentou-se com formato cônico, porém com o ápice arredondado, sendo dirigido no eixo látero-lateral, com sua base em contato com as faces mediais dos pulmões e o ápice em contato com o esterno. A base do coração foi observada na altura da terceira costela e o ápice na altura da sexta costela (Figura 1). Figura 1- Fotomacrografias evidenciando a localização do coração entre a terceira e sexta costelas em um exemplar de Tamandua tetradactyla. A- podemos observar o coração envolto pelo pericárdio (1), pulmão direito (2), diafragma (3), fígado (4) e estômago (5). B- coração sem pericárdio (1), pulmão direito (2), terceira costela (3), sexta costela (4) e o diafragma (5). Morfologia Cardíaca O coração do Tamandua tetradactyla é constituído por dois ventrículos (esquerdo e direito) e dois átrios (esquerdo e direito) com suas respectivas aurículas. Seu tamanho é de aproximadamente 6 cm de comprimento e 3cm de largura. Apresentou pericárdio espesso com coloração esbranquiçada e bastante aderido e de difícil remoção. A parede do coração apresenta três camadas: endocárdio, miocárdio e epicárdio. No corte longitudinal do coração do tamanduá (Figura 2) observamos os átrios com as suas respectivas aurículas, em sua extensão interna os músculos pectiniformes e sustentando as valvas cardíacas encontramos as cordas tendíneas fixas a seus respectivos músculos papilares. A valva tricúspide localizada no ventrículo direito e a valva bicúspide no esquerdo desempenham papel importante no fluxo sanguíneo através das câmaras, a valva da aorta localizada na abertura desta dentro do ventrículo esquerdo. No ventrículo direito observamos a presença da trabécula septo marginal tendo sua origem na parede septal inter-ventricular em direção a superfície interna do ventrículo direito. Em ambos os ventrículos observamos a presença das trabéculas cárneas localizadas próximo ao ápice do coração.

3 Figura 2- Fotomacrografias de corações de Tamanduá mirim (Tamandua tetradactyla) onde é possível observar em A e B: Átrio direito (1), Ventrículo direito (2), Átrio esquerdo (3), Ventrículo esquerdo (4), Septo interventricular (5), Ápice cardíaco (6), Valva tricúspide (7), Valva bicúspide (8), Cordas tendíneas (9), Músculo papilar (10), Trabécula septomarginal (11), Músculo pectiniforme (12) e Trabéculas cárneas (13). Barra de escala: 1cm. Vascularização Cardíaca Na face atrial do coração observamos os ramos marginais no ventrículo direito e o ramo interventricular subsinuoso irrigando a parede caudal do ventrículo esquerdo e uma parte do ventrículo direito, o ramo interventricular subsinuoso origina-se da terminação da artéria circunflexa. A artéria coronária direita possui sua origem a partir da aorta ascendente e percorre o sulco coronário e o ramo da margem ventricular direita logo abaixo do átrio direito. No ventrículo esquerdo observamos o sulco coronário com o ramo coronário esquerdo que se divide em ramo circunflexo da artéria coronária esquerda e ramo interventricular paraconal da artéria coronária esquerda, na base do coração podemos observar a localização da veia cava caudal e das veias pulmonares e cranialmente encontram-se a aorta, o tronco braquiocefálico e o tronco pulmonar (Figura 3). Discussão Recentes pesquisas têm sido realizadas em tamanduás, quanto à anatomia cardiovascular. Nos estudos com tamanduá-bandeira conseguimos observar semelhanças em relação à topografia cardíaca, morfologia e irrigação. O coração localiza-se no mediastino médio da cavidade torácica em intima relação com os pulmões e apresenta uma base constituída pelos seguintes vasos: tronco pulmonar, veia cava cranial e caudal, veias pulmonares e aorta. Possui dois átrios (direito e esquerdo) com suas respectivas aurículas e ventrículos. Na face auricular apresenta o sulco interventricular paraconal e na face atrial o sulco interventricular subsinuoso (CRUVINEL et al., 2008). Igualmente como acontece no Saguinus niger (PINTO et al., 2011), no macaco prego (RADE et al., 2006), e nos animais domésticos (DYCE et al,. 2004), a artéria coronária direita possui sua origem acima da cúspide cranial da valva aórtica e atinge o sulco coronário após passagem entre a aurícula direita e o tronco pulmonar. Constatou-se que a mesma se origina na aorta, na face atrial, e segue em direção ao ventrículo direito, percorre o sulco interventricular subsinuoso como ramo interventricular subsinuoso, semelhante ao descrito para a paca (ÁVILA et al., 2009), e diferente do que acontece com os caprinos onde o sulco interventricular subsinuoso é ocupado por ramos da artéria coronária esquerda. O ramo interventricular subsinuoso pode ser originado pela terminação da artéria circunflexa, ou pelo ramo interventricular paraconal (PINTO NETO et al., 2009). Neste animal o ramo originou-se da terminação da artéria circunflexa. Considerando o tipo de irrigação, podemos classificá-la como sendo equilibrada em três corações e predominantemente direita em um coração, segundo Banchi (1904).

4 Figura 3- Fotomacrografias de corações de Tamanduá mirim (Tamandua tetradactyla). A- face auricular onde se observam o pericárdio (1), sulco coronário (2), aurícula (3), ramo interventricular paraconal da artéria coronária esquerda (4), ramo colateral esquerdo proximal (5) e ramo colateral esquerdo distal (6). B- na margem direita do coração observa-se os ramos marginais (1) e ramo interventricular subsinuoso (2). C- aorta (1), tronco braquiocefálico (2), tronco pulmonar (3), veias pulmonares (4), veia cava caudal (5), ramo circunflexo da artéria coronária esquerda (6), ramo marginal caudal do ramo circunflexo esquerdo (7), ramo interventricular paraconal da artéria coronária esquerda (8), ramo da margem ventricular direita (9), ventrículo esquerdo (10) e ventrículo direito (11). D- face atrial onde se observam a tronco braquiocefálico (1), aorta (2), tronco pulmonar (3), sulco coronário com ramo coronário esquerdo (4), átrio direito (5) e ramo interventricular subsinuoso (6). Barra de escala: 1cm. Conclusões Devido ao reduzido número de pesquisas feitas sobre o assunto descrito neste trabalho, a revisão bibliográfica dos principais casos relatados sobre morfologia e irrigação sanguínea cardíaca de várias espécies, contudo, o coração da espécie Tamandua tetradactyla é considerada semelhante com a maioria dos mamíferos. Possui duas artérias coronárias, direita e esquerda, que se originam na aorta descendente. Seu tipo de irrigação varia entre a do tipo equilibrada e a direita. Na face auricular apresenta o sulco interventricular paraconal e o circunflexo e na face atrial o sulco interventricular subsinuoso.

5 Agradecimentos A orientadora e professora Ana Rita pela paciência e dedicação ao meu trabalho e ao apoio financeiro do CNPQ. Referências ÁVILA, Bruna Helena Pinheiro ; MACHADO, Márcia Rita Fernandes; GERBASI, Silvia Helena Brendolan ; OLIVEIRA, Fabrício Singaretti de. As artérias coronárias da paca (Agouti paca Linnaeus 1766). In: Biotemas, v. 22, n. 4, 2009, Santa Catarina- SC. BANCHI, A. Morfologia della arteriae coronariae cordis. Archivio italiano di Anatomia e embriologia, v.3, p , CRUVINEL, Ciro Alexandre Texeira; FRANCO, Fábio; MELO, Alan Peres Ferraz de; Aspectos anatômicos do coração e artérias coronárias do tamanduá bandeira (Myrmecophaga tridactyla, Linaeus, 1758), na área do conhecimento Ciências Biológicas e Saúde, no 8º Congresso Nacional de Iniciação Cientifica e 6º Congresso Internacional de Iniciação Cientifica, realizados nos dias 16 e 17 de novembro de 2008, na UNIFAC Faculdades Integradas de Botucatu, em Botucatu SP. DYCE, Keith. M.; SACK, W.O.; WENSING, C.J.G. Tratado de Anatomia Veterinária 3ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 813 p, HURST, J. W. ; LOGUE, R. B.; SCHLANT, R. C.; WENGER, N. K. O coração artérias e veias, volumes 1/2, 3ª ed., Ed. Guanabara Koogan, 920 p, 1981 INTERNATIONAL COMMITTEE ON VETERINARY GROSS ANATOMICAL NOMENCLATURE. Nomina Anatomica Veterinaria, 5ª ed. Columbia, USA: Editorial Committee Hannover, 166 p, PINTO, Marina Pratagy Estrela; LIMA, Ana Rita de; BRANCO, Érika. Morfologia, topografia e irrigação do coração do Saguinus niger. In: Anais do 9º Anual de Iniciação Científica, 19 a 21 de outubro de PINTO NETO, João Leão; SILVA LEÃO, Carlos Eduardo; MARÇAL VIEIRA, Tiago Henrique; SILVA LOPES, Adalgizza Kelly Melo; CONCEIÇÃO VIEIRA, Saulo Rodrigues; CAVALCANTE DA SILVA, Nailton; WAFAE, Gabriela Cavallini; RUIZ, Cristiane Regina; WAFAE, Nader. Indicadores anatômicos de dominância entre as artérias coronárias em caprinos. Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci., São Paulo, v. 46, n. 1, fev RADE, Walter; PEREIRA, Wilson Felipe; CARNEIRO E SILVA, Frederico Ozanan. Origem, trajeto, distribuição e ramificações ventriculares da artéria coronária direita do macaco prego Cebus apella. In: Bioscience Journal, v. 22, n. 2, 2006, Uberlândia-MG. Tamanduá-mirim Terra da gente, edição 64, em agosto de Disponível em: < Acesso em: 05 jun

Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária

Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Sistema Circulatório I Coração e Circulação Prof. Adj. Dr. Yuri Karaccas de Carvalho Anatomia Descritiva Animal I Objetivos da Aula Definição

Leia mais

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral Funções: Transportar Nutrientes e oxigênio as células; Retirar resíduos do metabolismo; Defender o organismo contra substâncias estranhas e microorganismos. Características Sistema fechado; Constituído

Leia mais

Sistema circulatório. Coração e generalidades

Sistema circulatório. Coração e generalidades Sistema circulatório Coração e generalidades Sistema Circulatório Coração propulsão do sangue Vasos centrípetos veias e linfáticos: condução Vasos centífugos artérias: condução Capilares: trocas Função:

Leia mais

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO 08/10/2008 ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO PLASMA: CELULAR:

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO 08/10/2008 ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO PLASMA: CELULAR: FISIOLOGIA DO SANGUE Sistema Circulatório PLASMA: semelhante ao líquido intersticial PROTEÍNAS PLASMÁTICAS Albumina pressão coloidosmótica Globulinas transporte e substrato imunidade, anticorpos Fibrinogênio

Leia mais

ANATOMIA CARDIOVASCULAR

ANATOMIA CARDIOVASCULAR ANATOMIA CARDIOVASCULAR Acadêmico: Vitor Montanholi Medicina - Universidade Federal Mato Grosso do Sul Liga de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular. Coração: Localização Tórax é dividido em 3 compartimentos,

Leia mais

Princípios Gerais de Anatomia Veterinária

Princípios Gerais de Anatomia Veterinária Princípios Gerais de Anatomia Veterinária Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional I juliana.pinheiro@kroton.com.br DEFINIÇÃO A anatomia é a ciência que estuda o corpo animal no que se refere á sua

Leia mais

Sistema Circulatório

Sistema Circulatório Sistema Circulatório O coração Localização: O coração está situado na cavidade torácica, entre a 2ª e 5ª costelas, entre os pulmões, com 2/3 para a esquerda, ápice para baixo e para esquerda e base para

Leia mais

RAMOS DO ARCO AÓRTICO NO VEADO-CATINGUEIRO BRANCHES OF THE AORTIC ARCH IN THE SOUTH AMERICAN DEER

RAMOS DO ARCO AÓRTICO NO VEADO-CATINGUEIRO BRANCHES OF THE AORTIC ARCH IN THE SOUTH AMERICAN DEER RAMOS DO ARCO AÓRTICO NO VEADO-CATINGUEIRO BRANCHES OF THE AORTIC ARCH IN THE SOUTH AMERICAN DEER Bruno Cesar SCHIMMING* Departamento de Anatomia UNESP Botucatu * Correspondência: Departamento de Anatomia

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Sistema circulatório O que é: também conhecido como sistema cardiovascular é formado pelo coração e vasos sanguíneos. Tal sistema é responsável pelo transporte de nutrientes, gases, hormônios, excreções

Leia mais

I Simpósio Regional de Enfermagem de Jundiaí Assistência de Enfermagem Segura: Experiências e Desafios FUNDAMENTOS

I Simpósio Regional de Enfermagem de Jundiaí Assistência de Enfermagem Segura: Experiências e Desafios FUNDAMENTOS FUNDAMENTOS ID: 172 ANATOMIA DAS VALVAS CARDÍACAS: ESTUDO ANATÔMICO EM 3D Marcia Regina da Silva César Alexandre Fabrega Carvalho Elaine Fernanda R. da Silva Natalia Rafaela da Rosa Tereza Janaína dos

Leia mais

Morfologia, topografia e irrigação do coração do Tamandua tetradactyla

Morfologia, topografia e irrigação do coração do Tamandua tetradactyla Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v.66, n.4, p.1105-1111, 2014 Morfologia, topografia e irrigação do coração do Tamandua tetradactyla [Morphology, topography and irrigation of the heart of Tamandua tetradactyla]

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema Circulatório

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema Circulatório ANATOMIA HUMANA II Sistema Circulatório Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Circulatório Conceito Função Divisão Sistemacardiovascular Sistemalinfático 1 CONCEITO O sistema cardiovascular é responsável

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Sistema Circulatório A função básica do sistema circulatório é a de levar material nutritivo e

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Arco aórtico do Saruê (Didelphis marsupialis - Linnaeus, 1758)

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Arco aórtico do Saruê (Didelphis marsupialis - Linnaeus, 1758) PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Arco aórtico do Saruê (Didelphis marsupialis - Linnaeus, 1758) Marcia Rita Fernandes Machado 1, Ana Carolina Gonçalves dos Reis 2, Leandro Luis

Leia mais

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CARDIOVASCULAR. 3) ANATOMIA DO CORAÇÃO HUMANO - O coração é um órgão oco localizado no meio do peito, na cavidade torácica;

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CARDIOVASCULAR. 3) ANATOMIA DO CORAÇÃO HUMANO - O coração é um órgão oco localizado no meio do peito, na cavidade torácica; - CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CARDIOVASCULAR 1) FUNÇÕES DO SISTEMA CARDIOVASCULAR - Propulsão do sangue por todo o organismo; - Transporte de substâncias como o oxigênio (O 2 ), dióxido de carbono ou gás carbônico

Leia mais

ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM. Prof. Dante L. Escuissato

ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM. Prof. Dante L. Escuissato ANATOMIA DO TÓRAX POR IMAGEM Prof. Dante L. Escuissato Figura 1. O tórax é composto por um conjunto de estruturas que pode ser dividido em parede torácica, espaços pleurais, pulmões, hilos pulmonares e

Leia mais

Anatomia Cardíaca. Sistema Vascular do Feto. O Sistema Cardiovascular em Conjunto

Anatomia Cardíaca. Sistema Vascular do Feto. O Sistema Cardiovascular em Conjunto 1 Anatomia Cardíaca O Sistema Cardiovascular em Conjunto O coração, artérias, veias e capilares são um sistema de vasos que conduz sangue através de todas as partes do corpo. O coração impulsiona o sangue

Leia mais

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO MEDIASTINO MEDIASTINO Conceito Mediastino Pleura direita Limites Divisão Mediastino superior Mediastino anterior Mediastino médio Pleura direita Mediastino posterior

Leia mais

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO 07/10/2008 PLASMA: CELULAR:

FISIOLOGIA DO SANGUE HEMATÓCRITO ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS HEMATÓCRITO 07/10/2008 PLASMA: CELULAR: FISIOLOGIA DO SANGUE Sistema Circulatório PLASMA: semelhante ao líquido intersticial (2%) PROTEÍNAS PLASMÁTICAS (7%) Albumina pressão coloidosmótica Globulinas α e β transporte e substrato δ imunidade,

Leia mais

DICIONÁRIO DE TERMOS DA HEMODINÂMICA

DICIONÁRIO DE TERMOS DA HEMODINÂMICA DICIONÁRIO DE TERMOS DA HEMODINÂMICA Aneurisma: dilatação e protusão localizada da parede de um vaso (principalmente artéria) ou do coração, decorrente de uma fragilidade estrutural local. Angina: também

Leia mais

Dissecação do Coração e do Pulmão de um Mamífero

Dissecação do Coração e do Pulmão de um Mamífero Escola Secundária de Oliveira do Bairro Biologia Prof. Virgílio Ferreira Relatório de Actividade Experimental Dissecação do Coração e do Pulmão de um Mamífero Relatório Realizado por: * Mariana Figueiredo

Leia mais

Fisiologia Geral. Biofísica da Circulação: artérias

Fisiologia Geral. Biofísica da Circulação: artérias Fisiologia Geral Biofísica da Circulação: O ciclo cardíaco; Interconversão de energias nas artérias SISTEMA CARDIOVASCULAR Sistema de ductos fechados com uma bomba hidráulica: O coração. Artérias: vasos

Leia mais

Biologia. Sistema circulatório

Biologia. Sistema circulatório Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 10B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório.

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais)

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) 1ª edição janeiro/2007 SISTEMA URINÁRIO SUMÁRIO Sobre a Bio Aulas... 03 Rins... 04 Localização... 04 Anatomia macroscópica...

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana Natália Guimarães Barbosa Natal - RN 2016 Levar material nutritivo e oxigênio às células; Transportar produtos residuais do metabolismo celular;

Leia mais

ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Djanira Aparecida da Luz Veronez 1 INTRODUÇÃO O sistema cardiovascular apresenta-se como uma rede de transporte de sangue contendo nutrientes, oxigênio

Leia mais

Como funciona o coração?

Como funciona o coração? Como funciona o coração? O coração é constituído por: um músculo: miocárdio um septo duas aurículas dois ventrículos duas artérias: aorta pulmonar veias cavas: inferior superior veias pulmonares válvulas

Leia mais

É um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos (os vasos), no interior dos quais circulam humores (o sangue e a linfa).

É um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos (os vasos), no interior dos quais circulam humores (o sangue e a linfa). 1 SISTEMA CARDIOVASCULAR É um sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído por tubos (os vasos), no interior dos quais circulam humores (o sangue e a linfa). Para que estes humores possam

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. André Maia

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. André Maia SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof. André Maia Nosso sistema circulatório, como o dos outros vertebrados, e fechado, isto e, o sangue circula sempre dentro dos vasos sanguíneos, bombeado por contrações rítmicas

Leia mais

Anatomia II. Coração e Vasos

Anatomia II. Coração e Vasos Anatomia II Coração e Vasos Mediastino O Mediastino é uma região central larga que separa as duas cavidades pleurais lateralmente colocadas. Estende-se: Do esterno aos corpos das vértebras; Da abertura

Leia mais

Hemodinâmica. Cardiovascular. Fisiologia. Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg

Hemodinâmica. Cardiovascular. Fisiologia. Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg Fisiologia Cardiovascular Hemodinâmica Introdução O sistema circulatório apresenta várias funções integrativas e de coordenação: Função

Leia mais

Prof: Clayton de Souza da Silva

Prof: Clayton de Souza da Silva Prof: Clayton de Souza da Silva Sangue O sangue é a massa líquida contida num compartimento fechado, o aparelho circulatório, que a mantém em movimento regular e unidirecional, devido essencialmente às

Leia mais

Sistema cardiovascular

Sistema cardiovascular Roteiro: Sistema cardiovascular Organizacao do sistema circulatorio coracao, arterias, veias fluxo sanguineo: coracao, tecidos, pulmao, coracao Bomba cardiaca musculo cardiaco e contracao funcionamento

Leia mais

Prof. Me. Leandro Parussolo

Prof. Me. Leandro Parussolo HISTOFISIOLOGIA ANIMAL AULA - SISTEMA CARDIOVASCULAR Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA CARDIOVASCULAR INTRODUÇÃO A função da circulação é realizada pelo sistema cardiovascular sistema vascular sanguíneo

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Estudo morfométrico do coração de avestruzes (Struthio camelus)

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Estudo morfométrico do coração de avestruzes (Struthio camelus) PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Estudo morfométrico do coração de avestruzes (Struthio camelus) Daniel Faustino Guimarães 1 Ana Bárbara Freitas Rodrigues 2 ; Leonardo Serafim da

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: SISTEMAS HUMANOS: EXCRETOR E CIRCULATÓRIO Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. Coloque C ou E e corrija se necessário: ( ) Os rins recebem sangue

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Texto de apoio ao professor T3 Nesta aula irá estudar-de o ciclo cardíaco (diástole, sístole, pressão sanguínea e arterial) e os meios utilizados para o diagnóstico e prevenção de anomalias que possam

Leia mais

17/02/2012. Diafragma

17/02/2012. Diafragma Diafragma Topografia Repouso - linha retilínea da 7º costela à 13º costela. Inspiração - linha ligeiramente convexa da 7º costela à 3º vértebra lombar. Expiração - linha convexidade cranial da 7º costela

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Abdome

ROTEIRO DE ESTUDO Abdome ROTEIRO DE ESTUDO Abdome ARTÉRIAS O suprimento arterial do abdome é todo proveniente da aorta, que torna-se aorta abdominal após passar pelo hiato aórtico do diafragma ao nível de T12, e termina dividindose

Leia mais

Biologia. Sistema circulatório

Biologia. Sistema circulatório Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 10R Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório.

Leia mais

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório. Ciências Naturais 9º ano

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório. Ciências Naturais 9º ano Sistema Circulatório Índice Sangue Coração Ciclo cardíaco Vasos sanguíneos Pequena e grande circulação Sistema linfático Sangue Promove a reparação de tecidos lesionados. Colabora na resposta imunológica

Leia mais

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração Fisiologia Humana Sistema circulatório Componentes: - Sangue (elementos figurados e plasma) - Vasos sanguíneos - Coração Vasos sanguíneos Artérias Vasos com paredes espessas e elásticas por onde circula

Leia mais

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira Introdução A função do sistema respiratório é facilitar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico, assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue, necessária para as reações metabólicas,

Leia mais

Anatomia do coração. Descritiva e topográfica. Prof. Assoc. Paula de Carvalho Papa Keohane

Anatomia do coração. Descritiva e topográfica. Prof. Assoc. Paula de Carvalho Papa Keohane Anatomia do coração Descritiva e topográfica Prof. Assoc. Paula de Carvalho Papa Keohane ppapa@usp.br Coração Etiologia (Latim cor - Sânscrito Kurd ) Símbolo Localização e Sintopia Localização e Sintopia

Leia mais

Aparelho Circulatório

Aparelho Circulatório Visão geral das funções dos Vasos Sanguíneos Os vasos sanguíneos formam um sistema tubular fechado que transporta o sangue do coração (artérias), aos tecidos do corpo (arteríolas, capilares e vénulas),

Leia mais

Vascularização cardíaca

Vascularização cardíaca Universidade de Rio Verde UniRV Faculdade de Medicina de Rio Verde Famerv Liga de Acadêmica de Anatomia Humana - LiAAna Vascularização cardíaca Alunos: João Pedro Soares Nunes Janayna Matumoto Mota Orientador:

Leia mais

Professora: Ms Flávia

Professora: Ms Flávia Professora: Ms Flávia Sua principal função é: Transporte de nutrientes necessários à alimentação das células; Transporte de gás oxigênio necessário à respiração celular; Remoção de gás carbônico produzido

Leia mais

Anatomia- Prof: Renato de Oliveira. Capitulo 3. (Sistema Nervoso E, Sistema Cardiovascular)

Anatomia- Prof: Renato de Oliveira. Capitulo 3. (Sistema Nervoso E, Sistema Cardiovascular) Anatomia- Prof: Renato de Oliveira Capitulo 3 (Sistema Nervoso E, Sistema Cardiovascular) Sistema Nervoso: OBS: Neurônio: principal componente do sistema nervoso O sistema nervoso humano, além de ser o

Leia mais

Dissecação de um coração de mamífero

Dissecação de um coração de mamífero Índice Introdução... 3 / 4 Material... 5 Material Biológico... 5 Procedimento... 5 Desenho... 6 Discussão... 7 Conclusão... 7 Bibliografia... 8 Anexos... Ilustrações... 9 / 10 Doenças Cardiovasculares...

Leia mais

O USO DE MODELOS DIDÁTICOS EM AULAS DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

O USO DE MODELOS DIDÁTICOS EM AULAS DO SISTEMA CARDIOVASCULAR O USO DE MODELOS DIDÁTICOS EM AULAS DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Ana Paula de Lima Barbosa 1 Paula Parra Ramos 2 Diesse Aparecida Sereia 3 Introdução Entre os complexos sistemas que constituí o ser humano,

Leia mais

ANATOMIA HUMANA I. Educação Física. Prof. Me. Fabio Milioni. Introdução à anatomia Principais formas de estudar a anatomia

ANATOMIA HUMANA I. Educação Física. Prof. Me. Fabio Milioni. Introdução à anatomia Principais formas de estudar a anatomia ANATOMIA HUMANA I Educação Física Prof. Me. Fabio Milioni Introdução à anatomia Principais formas de estudar a anatomia Anatomia Sistêmica Estudo macroscópico dos sistemas do organismo Anatomia Topográfica

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO P R O F E S S O R A N A I A N E

SISTEMA CIRCULATÓRIO P R O F E S S O R A N A I A N E SISTEMA CIRCULATÓRIO P R O F E S S O R A N A I A N E Sistema circulatório O coração e os vasos sanguíneos e o sangue formam o sistema cardiovascular ou circulatório. A circulação do sangue permite o transporte

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Professora: Edilene biologolena@yahoo.com.br Sistema Cardiovascular Sistema Cardiovascular Composto pelo coração, pelos vasos sanguíneos e pelo sangue; Tem por função fazer o sangue

Leia mais

Sistema Cardiovascular Vasos e Sangue

Sistema Cardiovascular Vasos e Sangue Sistema Cardiovascular Vasos e Sangue Objetivo da Aula Compreender os tipos e funções dos vasos sanguíneos. Adquirir a capacidade de aplicar este conhecimento na prática acadêmica e profissional da Educação

Leia mais

Corpo Humano. A Menor Unidade Viva do Corpo Humano: Célula

Corpo Humano. A Menor Unidade Viva do Corpo Humano: Célula : Estuda a Estrutura Estática do Corpo Humano É Utilizada para Classificar e Descrever as Lesões de acordo com Sua Localização Prever Lesões de Órgãos Internos, baseando-se na Localização Externa da Lesão

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Anatomia Prof.a Dra. Karina A. Neves Vasos sangüíneos Artérias: conceito, características, situação, ramos, circulação colateral Veias: conceito, características, situação Capilares:

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÒRIO

SISTEMA CIRCULATÒRIO Universidade Federal de Viçosa campus Florestal SISTEMA CIRCULATÒRIO ANATOMIA HUMANA Laboratório de Morfofisiologia Funções: Transporte de gases respiratórios, nutrientes, hormônios e excretas; Distribuição

Leia mais

V e t e r i n a r i a n D o c s www.veterinariandocs.com.br. Anatomia

V e t e r i n a r i a n D o c s www.veterinariandocs.com.br. Anatomia V e t e r i n a r i a n D o c s Anatomia Anatomia do Sistema Cardíaco Coração e artérias Artérias: saem do coração (aorta e tronco pulmonar) Veias: chegam ao coração -Terminologias: -Corpo Cavernoso: espaços

Leia mais

Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio.

Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio. Função : Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio. Dimensão, forma e localização: Tamanho de um punho fechado; Forma de um

Leia mais

CARDIOPATIAS CONGÉNITAS CIA

CARDIOPATIAS CONGÉNITAS CIA CARDIOPATIAS CONGÉNITAS CIA A CIA consiste num tipo de cardiopatia congénita do tipo não cianótica, em que há um defeito do septo inter-auricular originando uma comunicação anómala que proporciona a passagem

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO

SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO FUNÇÕES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO: Transporte de substâncias : * Nutrientes para as células. * Resíduos vindos das células. *Gases respiratórios. * Hormônios. OBS: O sangue também pode

Leia mais

Roteiro de Estruturas

Roteiro de Estruturas Roteiro de Estruturas 1.1.-Configuração Externa 1.1.1-Sulcos: coronário interatrial anterior interatrial posterior terminal interventricular anterior interventricular posterior 1.1.2.Átrio Direito: veia

Leia mais

Descrição Anátomo-Angiográfica das Coronárias. Dr. Renato Sanchez Antonio

Descrição Anátomo-Angiográfica das Coronárias. Dr. Renato Sanchez Antonio Descrição Anátomo-Angiográfica das Coronárias Dr. Renato Sanchez Antonio Histórico Galeno, 1551 - De Venarum et Arteterium Dissectione Liber > nome as artérias coronárias Disposição particular, envolvendo

Leia mais

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia Sistema Circulatório Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular Angiologia Sistema Circulatório Funções Meio de transporte Ligação metabólica entre diferentes

Leia mais

03/10/2013. Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Defeito do septo atrial

03/10/2013. Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Defeito do septo atrial Malformações cardíacas congênitas: 8 em cada 1000 (0,8%) Brasil: 188.298.099 pessoas ( censo 1996) = 1.506.384 casos Grande São Paulo: 19 223 897 = 153.791 casos Defeito do septo atrial Defeito do Septo

Leia mais

b) Qual a pressão arterial de uma pessoa jovem, normal, e quantos batimentos cardíacos por minuto tem em média? R.:

b) Qual a pressão arterial de uma pessoa jovem, normal, e quantos batimentos cardíacos por minuto tem em média? R.: PROFESSOR: Mônica Narciso BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Questões Discursivas 01-

Leia mais

Eventos mecânicos do ciclo cardíaco

Eventos mecânicos do ciclo cardíaco O músculo cardíaco Introdução As variedades de músculos cardíacos O músculo cardíaco como um sincício O longo potencial de ação e o seu platô no músculo cardíaco Introdução O coração pode ser considerado

Leia mais

DESENVOLVIMENTO CARDIOVASCULAR PROFª ME. TATIANE DA SLVA POLÓ

DESENVOLVIMENTO CARDIOVASCULAR PROFª ME. TATIANE DA SLVA POLÓ DESENVOLVIMENTO CARDIOVASCULAR PROFª ME. TATIANE DA SLVA POLÓ Primeiro sistema a funcionar o embrião Início = difusão Complexidade = SISTEMA CIRCULATÓRIO Distribuir oxigênio e nutrientes Remover dióxido

Leia mais

O Nosso Corpo Volume XXVI Sistema circulatório Parte 2

O Nosso Corpo Volume XXVI Sistema circulatório Parte 2 O Nosso Corpo Volume XXVI Sistema circulatório Parte 2 um Guia de O Portal Saúde Dezembro 2010 / Janeiro 2011 O Portal Saúde Rua Braancamp, 52-4º 1250-051 Lisboa Tel. 212476500 geral@oportalsaude.com Copyright

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina do Cariri Liga de Medicina Intensiva e Emergências Médicas do Cariri

Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina do Cariri Liga de Medicina Intensiva e Emergências Médicas do Cariri Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina do Cariri Liga de Medicina Intensiva e Emergências Médicas do Cariri Introdução ao Eletrocardiograma ACD: Damito Robson Xavier de Souza Enganoso é o

Leia mais

Anatomia do abdome superior DEPARTAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM(H.U. H.U.-UNOESTE) UNOESTE) DR.FÁBIO VINICIUS DAVOLI BIANCO ESTÔMAGO CÁRDIA FUNDO CORPO CANAL PILÓRICO Relações anatômicas Fundo hemicúpula

Leia mais

Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta?

Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta? Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta? Como as fezes são formadas? Como a urina é formada no nosso corpo? Sistema Cardiovascular Funções Gerais: Transporte de nutrientes,

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. Dr. José Gomes Pereira

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. Dr. José Gomes Pereira SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof. Dr. José Gomes Pereira SISTEMA CIRCULATÓRIO 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS Sistema cardiovascular transporte sangue - Circuitos pulmonar pulmões sistêmico tecidos do corpo constituídos

Leia mais

Transporte nos animais

Transporte nos animais Transporte nos animais Tal como nas plantas, nem todos os animais possuem sistema de transporte, apesar de todos necessitarem de estabelecer trocas com o meio externo. As hidras têm somente duas camadas

Leia mais

Comprometimento esofágico (torácico) Obstrução por corpo estranho; Perfuração do esôfago por corpo estranho; Divertículo esofágico; Neoplasias;

Comprometimento esofágico (torácico) Obstrução por corpo estranho; Perfuração do esôfago por corpo estranho; Divertículo esofágico; Neoplasias; CIRURGIA TORÁCICA Toracotomia ABERTURA E O FECHAMENTO DA CAVIDADE TORÁCICA INDICAÇÕES Comprometimento esofágico (torácico) Obstrução por corpo estranho; Perfuração do esôfago por corpo estranho; Divertículo

Leia mais

Sistema cardiovascular

Sistema cardiovascular Sistema cardiovascular Sistema cardiovascular SISTEMA CARDIOVASCULAR ÓRGÃO PROPULSOR CORAÇÃO SISTEMA DE VASOS ARTÉRIAS, ARTERÍOLAS, CAPILARES, VÉNULAS E VEIAS onde circula SANGUE Coração Órgão situado

Leia mais

cateter de Swan-Ganz

cateter de Swan-Ganz cateter de Swan-Ganz Dr. William Ganz Dr. Jeremy Swan A introdução, por Swan e Ganz, de um cateter que permitia o registro de parâmetros hemodinâmicos na artéria pulmonar a partir de 1970 revolucionou

Leia mais

Semiologia Cardiovascular. B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico. Por Gustavo Amarante

Semiologia Cardiovascular. B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico. Por Gustavo Amarante Semiologia Cardiovascular B3, B4, Cliques, Estalidos e Atrito Pericárdico Por Gustavo Amarante 1 Bulhas Acessórias (B3 e B4) A) Revisão do Ciclo Cardíaco e Posição das Bulhas Para entender as bulhas acessórias,

Leia mais

Turmas 1 e 2 2T Aula introdutória. 13:30 às 15:10 29/02/2012 Prático: Turmas 1 e 2 2P Organização de grupos para seminários

Turmas 1 e 2 2T Aula introdutória. 13:30 às 15:10 29/02/2012 Prático: Turmas 1 e 2 2P Organização de grupos para seminários Estrutura e Função de Tecidos e Órgãos II (CBI 706) Cronograma do módulo Fisiologia do Sistema Cardiovascular Medicina 2012 Prof. Dr. Mauro César Isoldi Primeira semana 2T Aula introdutória 29/02/2012

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 1- Que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? Bulbo 2- Os alvéolos são formados por uma única camada de células muito finas. Explique como

Leia mais

Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo

Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional V juliana.pinheiro@kroton.com.br O sistema nervoso é um sistema complexo de comunicação e controle no corpo animal.

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisiologia Humana I

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisiologia Humana I SISTEMA CARDIOVASCULAR Fisiologia Humana I Fornecer e manter suficiente, contínuo e variável o fluxo sanguíneo aos diversos tecidos do organismo, segundo suas necessidades metabólicas para desempenho das

Leia mais

Sistema CárdioVascular. Coração. Profa. Daniela

Sistema CárdioVascular. Coração. Profa. Daniela Sistema CárdioVascular Coração Profa. Daniela I - FUNÇÃO Bombear sangue para todos os órgãos do corpo. II - LOCALIZAÇÃO Situado na caixa torácica, no mediastino médio com seu ápice voltado á esquerda.

Leia mais

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima Sistema Cardiovascular ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima INTRODUÇÃO: CONCEITO: O sistema cardiovascular ou circulatório é formado por uma vasta rede de tubos, que põe em comunicação todas as partes

Leia mais

Sistema Circulatório

Sistema Circulatório Universidade Federal do Pampa Campus Uruguaiana Daniela Brum Sistema Circulatório Sistema Cardiovascular e Sistema linfático Coração e vasos 3 túnicas Constituição Coração Artérias Capilares Veias Capilares

Leia mais

ELETROCARDIOGRAMA 13/06/2015 ANATOMIA E FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR

ELETROCARDIOGRAMA 13/06/2015 ANATOMIA E FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR ELETROCARDIOGRAMA Professor : Elton Chaves Do ponto de vista funcional, o coração pode ser descrito como duas bombas funcionando separadamente cada uma trabalhando de forma particular e gerando pressões

Leia mais

ARTÉRIAS E VEIAS. Liga Acadêmica de Anatomia Clínica. Hugo Bastos. Aula III

ARTÉRIAS E VEIAS. Liga Acadêmica de Anatomia Clínica. Hugo Bastos. Aula III ARTÉRIAS E VEIAS Aula III Liga Acadêmica de Anatomia Clínica Hugo Bastos Salvador BA 23 de Agosto de 2011 Sistema circulatório Responsável pelo transporte de líquidos (sangue ou linfa) por todo o corpo.

Leia mais

Conheça alguns termos comumente utilizados na Hemodinâmica

Conheça alguns termos comumente utilizados na Hemodinâmica Conheça alguns termos comumente utilizados na Hemodinâmica O QUE É CATETERISMO CARDÍACO? O Cateterismo Cardíaco é um procedimento realizado com o objetivo de diagnosticar e/ou tratar inúmeras patologias

Leia mais

Bulhas e Sopros Cardíacos

Bulhas e Sopros Cardíacos O conceito de pressão máxima e pressão mínima Quando se registra uma pressão de 120 mmhg por 80 mmhg, indica-se que a pressão sistólica é de 120 mmhg e a pressão diastólica é de 80 mmhg, ou seja, que estas

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: FUNDAMENTOS DE GENÉTICA Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. A importância da digestão para o nosso corpo é: a) desenvolver nosso organismo.

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO ANATOMIA HUMANA I SISTEMA RESPIRATÓRIO Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Respiratório Conceito Função Divisão Estruturas Nariz Faringe Laringe Traquéia e Brônquios Pulmão Bronquíolos e Alvéolos 1

Leia mais

SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO. O Organismo Humano em Equilíbrio

SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO. O Organismo Humano em Equilíbrio SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO O Organismo Humano em Equilíbrio SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO As nossas células necessitam de: Oxigénio; Nutrientes; Eliminar Dióxido de Carbono; Entre outros. O nosso organismo

Leia mais

10 Imagem e posicionamento do paciente 10 Transdutor e plano de corte 12 Posicionamentos do exame 14 Quatro abordagens do coração

10 Imagem e posicionamento do paciente 10 Transdutor e plano de corte 12 Posicionamentos do exame 14 Quatro abordagens do coração 1 Exame 10 Imagem e posicionamento do paciente 10 Transdutor e plano de corte 12 Posicionamentos do exame 14 Quatro abordagens do coração 16 Janela paraesternal longa 16 Posição do transdutor e plano de

Leia mais

- CAPÍTULO 14, 15 e 16 (até pág. 17) -

- CAPÍTULO 14, 15 e 16 (até pág. 17) - - CAPÍTULO 14, 15 e 16 (até pág. 17) - 1. As figuras abaixo apresentam esquemas da estrutura da parede de três tipos de vasos sanguíneos encontrados em mamíferos: a) Indique o nome de cada um dos vasos:

Leia mais

Roteiro de aulas teórico-práticas

Roteiro de aulas teórico-práticas Roteiro de aulas teórico-práticas Sistema digestório O sistema digestório humano é formado por um longo tubo musculoso, ao qual estão associados órgãos e glândulas que participam da digestão. Apresenta

Leia mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais

A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais PROFESSORA NAIANE A respiração ocorre dia e noite, sem parar. Nós podemos sobreviver determinado tempo sem alimentação, mas não conseguimos ficar sem respirar por mais de alguns poucos minutos. Você sabe

Leia mais

Trabalho realizado por: João Rabaça. 11º Ano do Curso Técnico de gestão de Equipamentos Informáticos

Trabalho realizado por: João Rabaça. 11º Ano do Curso Técnico de gestão de Equipamentos Informáticos Trabalho realizado por: João Rabaça 11º Ano do Curso Técnico de gestão de Equipamentos Informáticos Introdução Animais em vias de extinção - O que são? - O que é a extinção? -O cachalote -O Lince Ibérico

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Texto de apoio ao professor T2 Sistema circulatório Constituintes Características Funções Introdução: O sistema circulatório é um circuito fechado e é responsável pelo transporte de substâncias no nosso

Leia mais