Nutrição. ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nutrição. ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas"

Transcrição

1 ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas Prof. Leonardo F. Stahnke Nutrição A principal relação entre as populações de um ecossistema envolve a nutrição. As espécies autotróficas servem de alimento a certas espécies e estas servem de alimento a outras... 1

2 Autótrofos São capazes de produzir as substâncias que lhes servem de alimento. Para isso utilizam energia de uma fonte não-orgânica, geralmente a luz solar. Através da clorofila, presente em suas folhas elas são capazes de captar energia luminosa do sol, utilizando-a para a fabricação de moléculas orgânicas. 6CO2 + 6H2O C6H12O6 + 6O2 O principal produto da fotossíntese é a glicose (açúcar), a partir do qual as plantas produzem todos os outros tipos de substâncias orgânicas que formam seu corpo. Além disso, quebrando moléculas orgânicas na respiração celular, as plantas obtém energia para o funcionamento de suas células. 2

3 Heterótrofos São os que não conseguem fabricar seu próprio alimento e por isso precisam obtê-lo do meio em que vivem através da alimentação. Urubu CADEIA ALIMENTAR PRODUTORES São seres autótrofos, isto é, que produzem o seu próprio alimento a partir de água, sais minerais e gás carbônico, durante a fotossíntese. Ex: Plantas, algas, fitoplâncton. Coruja Serpente Roedor Capim Cogumelo CONSUMIDORES São seres heterótrofos, isto é, que não produzem o seu próprio alimento. Desse modo, devem se alimentar de outros seres vivos para sobreviver. Podem ser classificados em: Primários: consomem os produtores. Ex: Herbívoros. Secundários: consomem os consumidores primários. Ex: Carnívoros. Terciários: consomem os consumidores secundários. Ex: Carnívoros. Quaternários (ou de 4ª Ordem): que comem os consumidores terciários... * Seres Onívoros alimentam-se de produtores e consumidores. DECOMPOSITORES Também são seres heterótrofos, porém se alimentam de organismos mortos, transformando-os em nutrientes que podem ser utilizados pelos produtores. Agem sobre todos os níveis tróficos de uma cadeia alimentar. Ex: Fungos e bactérias. 3

4 Teia Alimentar A Teia Alimentar é o esquema que mostra múltiplas cadeias alimentares entrelaçadas em um ecossistema. Nesse caso um organismo pode ter mais de uma função, ou seja, pode ser predador de várias espécies em níveis tróficos diferentes, assim como ser presa. HÁBITAT E NICHO ECOLÓGICO 4

5 Hábitat e Nicho Ecológico Hábitat: é o local ocupado por uma espécie, onde ela vive, isto é, seu endereço dentro da comunidade. Nicho ecológico: é o conjunto de relações que as espécies mantém com outras espécies e com o ambiente físico-químico, ou seja, o modo de vida de uma espécie dentro do ecossistema (modos alimentares, reprodutivos, período do dia em que está mais ativa, temperatura ideal, comportamento defensivo, territorialismo ou migração). RELAÇÕES ECOLÓGICAS São aquelas que ocorrem entre os seres vivos e o meio ou entre os seres vivos entre si. Elas podem ser: Relações intraespecíficas ocorre dentro da mesma espécie. Relações Interespecíficas ocorre entre espécies diferentes. Relações Harmônicas ou Positivas não geram prejuízo entre os organismos participantes. Relações Desarmônicas ou Negativas onde ocorre o prejuízo de um organismo. 5

6 INTRAESPECÍFICAS: entre organismos da mesma espécie COMPETIÇÃO: Indivíduos competem por água, alimento, abrigo/espaço, parceiro sexual. COLÔNIA: Indivíduos unidos fisicamente. Pode ou não haver divisão de trabalho. SOCIEDADE: Indivíduos separados fisicamente e cooperando entre si. 6

7 INTERESPECÍFICAS: entre organismos de espécies diferentes COMPETIÇÃO: Indivíduos competem por água, alimento, abrigo/espaço. PREDAÇÃO: Relação em que uma espécie (a do predador) usa outra (a da presa) como fonte de alimento, provocando a sua morte. PARASITISMO: O parasita explora o seu hospedeiro durante o seu ciclo de vida. As lesões provocadas podem levar o hospedeiro à morte. INTERESPECÍFICAS: entre organismos de espécies diferentes COMENSALISMO: há benefício para uma das espécies. Para a outra não há benefício nem prejuízo. MUTUALISMO OBRIGATÓRIO: relação com benefício para ambas as espécies, onde uma não pode sobreviver sem a outra. MUTUALISMO FACULTATIVO (PROTOCOOPERAÇÃO): ambas as espécies de beneficiam da interação, mas a associação não é obrigatória. 7

8 Exemplos de Protocooperação Zoocoria: dispersão de sementes por animais. Polinização: transferência de pólen por animais para a reprodução de alguns tipos de plantas. 8

9 DENSIDADE POPULACIONAL OU DEMOGRAFIA Densidade Populacional = número de indivíduos (IBGE,2014) área (espaço físico) ,049 km² DP ~ 23,8 hab/km² Natalidade + Imigração > Morte + Emigração POPULAÇÃO EM CRESCIMENTO Natalidade + Imigração < Morte + Emigração POPULAÇÃO EM DECLÍNIO Natalidade + Imigração = Morte + Emigração POPULAÇÃO EM EQUILÍBRIO FATORES LIMITANTES COMPETIÇÃO Disputa por algo, como alimento, luz, espaço, água, etc. - A competição pode ser: a) Entre indivíduos da mesma espécie INTRAESPECÍFICA. b) Entre indivíduos de espécies diferentes INTERESPECÍFICA. - Ambas geram processos SELETIVOS, que levam a: a) PRESERVAÇÃO os mais aptos ao meio ambiente sobrevivem. b) EXTINÇÃO indivíduos com baixo grau de adaptabilidade. - A competição é FATOR REGULADOR da densidade populacional. 9

10 DISPONIBILIDADE DE ALIMENTO/ESPAÇO 1) Restrição de alimento com restrição de espaço MENOR TAXA DE NATALIDADE. 2) Restrição de alimento sem restrição de espaço AUMENTA A EMIGRAÇÃO. 3) Restrição de espaço sem restrição de alimento GERA SUPERPOPULAÇÃO. POTENCIAL BIÓTICO E RESISTÊNCIA AMBIENTAL - Capacidade inata de uma população aumentar o número de componentes em condições ambientais ótimas (gráficos). - Potencial biótico também é conhecido como potencial reprodutivo. PREDATISMO Predador x Presa = fator regulação de espécies. PARASITISMO Parasita x Hospedeiro = diminui a densidade populacional. DIFERENÇAS BÁSICAS ENTRE PARASITISMO E PREDATISMO Quanto Predadores Parasitas Ao porte grandes pequenos A especialização menor maior A taxa reprodutiva menor maior Hosp. X Presa fonte energética f. energ./hábitat Ao efeito matam não matam 10

11 FLUXO DE MATÉRIA E ENERGIA A energia é assimilada e dissipada nos diferentes níveis tróficos, enquanto que a matéria é incorporada ao corpo dos seres vivos e decomposta pelos fungos e microrganismos. Produtividade Bruta: representa a taxa global de fotossíntese, incluindo a matéria orgânica usada na respiração durante o período de medição. Produtividade Líquida: é a taxa de armazenamento de matéria orgânica nos tecidos vegetais, desconsiderando a respiração pelas plantas durante o período de medição. Pirâmides Ecológicas 11

12 Pirâmides de Energia Pirâmide de Biomassa 12

13 Pirâmide de Números 13

14 SUCESSÃO ECOLÓGICA É o processo de transformação de um ecossistema no decorrer do tempo, tendo um acréscimo (e substituição) de espécies, em uma sequência ordenada e gradual. Tal processo de permanente desenvolvimento, aumenta os nichos ecológicos e produtividade local, até sua estabilização (homeostase) na comunidade clímax. Espécies Pioneiras (Ecese) Espécies Secundárias (Intermediárias) Espécies Tardias (Clímax) Sucessão Ecológica Primária Quando a sucessão ocorre a partir de uma área nova, totalmente desabitada. Os líquens agem quimicamente sobre a rocha, desagregando seus minerais e o incrementando com matéria orgânica que, junto com a água e o ar, formam o solo. Pequenos musgos e herbáceas começam a colonizar esse solo, aumentando a retenção de umidade e de matéria orgânica (pelas folhas que caem). As raízes formam galerias no solo, propiciando a maior entrada de ar e água, além de também favorecer a degradação das rochas. Arbustos e árvores jovens começam a se estabelecer no local, reduzindo a insolação e aumentando a umidade. Árvores maiores se estabelecem e, com elas, trepadeiras e epífitas. Durante todo o processo, a biodiversidade animal também se adapta e aumenta. 14

15 Sucessão Ecológica Secundária Quando a sucessão ocorre a partir de uma área já existente, mas que sofreu algum tipo de degradação (desmatamento, queimadas, agricultura, etc). Sucessão Ecológica Secundária 15

16 OUTROS CONCEITOS ECOLÓGICOS Biodiversidade: é a variedade de espécies da Terra ou de uma região. Biopirataria: é a exploração, manipulação, exportação ou comercialização internacional de espécies. Espécies nativas: são as espécies de ocorrência natural de um local. Ex: Araucária e a gralha-azul são espécies nativas do Brasil. Espécies exóticas: são as espécies de um ecossistema que são introduzidas em outro, diferente de seu local de origem. Ex: Pinus e rã-touro são espécies nativas da América do Norte, mas que foram introduzidas no Brasil. Espécies endêmicas: são as espécies que ocorrem em apenas um ecossistema restrito. Ex: Mico-leão-dourado na Mata Atlântica. Espécies cosmopolitas: são as espécies que ocorrem em vários ecossistemas do planeta. Ex: Rato e pardal. Espécies ameaçadas: são as espécies que correm o risco de desaparecer completamente, e para sempre, do planeta. Ex: Panda. Espécies abundantes: são espécies com muitos indivíduos no mundo. Ex: Garça. Espécies silvestres: são espécies que vivem em liberdade na natureza. Ex: Leão e serpente. Espécies domesticadas: são espécies que se tornaram dóceis por influência humana. Ex: Cão e gado. 16

BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2

BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 Conceitos Básicos ECOLOGIA Oikos =casa; logos= ciência É a ciência que estuda as relações entre os seres vivos entre si e com o ambiente onde eles vivem Estuda as formas

Leia mais

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Ecologia em destaque! Conhecer para preservar! Ciência

Leia mais

Relações entre os seres vivos de uma comunidade

Relações entre os seres vivos de uma comunidade Relações entre os seres vivos de uma comunidade ANEXO CAPÍTULO 2 Aula 1/1 Relações ecológicas Relações intra-específicas Relações interespecíficas Relações ecológicas Relações ecológicas são relações que

Leia mais

Professora: Klícia Regateiro

Professora: Klícia Regateiro Professora: Klícia Regateiro Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem. O termo "ecologia" (do grego oikos, casa, e logos, ciência) foi originalmente empregado em 1866,

Leia mais

Prof. Juliana -

Prof. Juliana - ECOLOGIA CONCEITOS BÁSICOS Ecologia Estudo das relações dos seres vivos entre si e destes com o meio ambiente População Conjunto de indivíduos de uma mesma espécie, que vive em uma determinada área em

Leia mais

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003.

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003. 1. (G1 - cftsc 2008) O conhecimento das cadeias e teias alimentares é fundamental para entendermos o delicado equilíbrio que existe na natureza. Esse conhecimento nos permite propor medidas racionais de

Leia mais

Atividade extra. Fascículo 7 Biologia Unidade 16. Exercício 1 Cecierj Exercício 2 Cecierj

Atividade extra. Fascículo 7 Biologia Unidade 16. Exercício 1 Cecierj Exercício 2 Cecierj Atividade extra Fascículo 7 Biologia Unidade 16 Exercício 1 Cecierj - 2013 É um sistema natural onde interagem entre si os seres vivos (fatores chamados de bióticos) e o ambiente (fatores abióticos, como

Leia mais

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc.

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. Ecologia RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE RELAÇÕES Dentre essas

Leia mais

Fluxo de energia e ciclos de matéria

Fluxo de energia e ciclos de matéria Fluxo de energia e ciclos de matéria Transferência de matéria e energia num ecossistema Praticamente toda a energia necessária à vida na Terra provém do Sol. Este é por isso a principal fonte de energia

Leia mais

Moisés Myra de Araújo. Por Bioloja.com

Moisés Myra de Araújo. Por Bioloja.com Moisés Myra de Araújo Por Bioloja.com A maioria dos seres vivos depende de outras espécies para sobreviver. Uma espécie geralmente explora a outra, mas duas espécies podem, algumas vezes, juntar forças

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA DEFINIÇÃO DE ECOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS SERES VIVOS E SUAS RELAÇÕES SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CÉLULA CITOLOGIA TECIDO

Leia mais

CIÊNCIAS. Prof. Diângelo

CIÊNCIAS. Prof. Diângelo CIÊNCIAS Prof. Diângelo TABELA PERÍODICA Aula 18 Respiração Celular Respiração celular é o processo de conversão das ligações químicas de moléculas ricas em energia que poderão ser usadas nos processos

Leia mais

ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE

ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE DIEGO DANTAS AMORIM Contado: diego.dantas@ifmg.edu.br Engenheiro Agrônomo Universidade Vale do Rio Doce UNIVALE Msc. em Agricultura Tropical Universidade Federal do Espírito Santo

Leia mais

ECOSSISTEMAS CARACTERÍSTICAS

ECOSSISTEMAS CARACTERÍSTICAS ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS ECOSSISTEMA Conjunto resultante da interação entre a comunidade e o ambiente inerte (Cap 1) 1. Unidade funcional básica, composta de uma BIOCENOSE

Leia mais

BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES

BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES ECOLOGIA DEFINIÇÃO: ESTUDO DAS RELAÇÕES DOS SERES VIVOS ENTRE SI E COM O MEIO AMBIENTE. IMPORTÂNCIA DA ECOLOGIA RACIONALIZAÇÃO DOS DESMATAMENTOS E DA EXPLORAÇÃO

Leia mais

Tio Ton Ciências 09/08/2013. Relações interespecíficas: Ocorre entre indivíduos de espécies diferentes.

Tio Ton Ciências 09/08/2013. Relações interespecíficas: Ocorre entre indivíduos de espécies diferentes. cap.03 Tio Ton Ciências É a interação dos diversos organismos dentro do meio ambiente Pode ser classificada como Relações intraespecíficas: Ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie. Relações interespecíficas:

Leia mais

1. Considere a teia alimentar abaixo.

1. Considere a teia alimentar abaixo. 1. Considere a teia alimentar abaixo. Sabe-se que, quando a espécie f é retirada experimentalmente, a população da espécie d apresenta um declínio acentuado. Isso indica que a relação interespecífica que

Leia mais

Ecossistema. Ecossistema. Componentes Abióticos. A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais

Ecossistema. Ecossistema. Componentes Abióticos. A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Interferência Humana provoca desequilíbrios ecológicos Ecossistema

Leia mais

Relações Ecológicas comunidade Objetivo: Elevar a capacidade de sobrevivência e gerar relações ecológicas. descendentes

Relações Ecológicas comunidade Objetivo: Elevar a capacidade de sobrevivência e gerar relações ecológicas. descendentes Os indivíduos de uma espécie interagem entre si e com os membros de outras espécies da comunidade ecológica a que pertencem, além de interagirem com o meio Ao conjunto das interações ecológicas estabelecidas

Leia mais

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos 11/8/2011 ECOLOGIA Disciplina Ecossistemas E Saúde Ambiental Ecologia é uma área da Biologia que estuda os organismos e suas relações com o meio ambiente em que vivem. Aula 1A: Revendo Conceitos Básicos

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA DEFINIÇÃO DE ECOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS SERES VIVOS E SUAS RELAÇÕES SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CÉLULA CITOLOGIA TECIDO

Leia mais

Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI)

Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Visão termodinâmica Alfred J. Lotka trabalhou populações e comunidades em sistemas termodinâmicos. Cada sistema apresenta um conjunto de transformações e

Leia mais

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros ECOLOGIA 1. Definição Ecologia Do grego "oikos", que significa casa, e "logos", estudo. Estudo da distribuição e abundância das diferentes formas de vida

Leia mais

Relações Ecológicas. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 01, 02, 03, 04 e 06/03/2015. Material de Apoio para Monitoria

Relações Ecológicas. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 01, 02, 03, 04 e 06/03/2015. Material de Apoio para Monitoria Relações Ecológicas 1. Se duas espécies diferentes ocuparem num mesmo ecossistema o mesmo nicho ecológico, é provável que: a) se estabeleça entre elas uma relação harmônica. b) se estabeleça uma competição

Leia mais

ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos

ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos ECOSSISTEMAS E ENERGIA Profº Júlio César Arrué dos Santos Componentes Bióticos dos ecossistemas Todos ecossistemas são constituídos por componentes abióticos (parte física e química sem vida) e bióticos

Leia mais

SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA

SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA Prof. Bruno Barboza de Oliveira OBJETIVO Analisar as relações entre seres vivos e energia Seres Vivos Energia??? 1 ENERGIA Energia Do grego: trabalho Conceito reducionista!!!

Leia mais

Produtividade. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI)

Produtividade. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Produtividade Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Estudo de energia do ecossistema Foram iniciados em 1942 por R. L. Lindeman The trophic dynamic aspect of ecology A idéia geral foi converter

Leia mais

São relações que ocorrem entre indivíduos de uma comunidade. Podem ser: Intraespecíficas: ocorrem entre indivíduos da mesma espécie.

São relações que ocorrem entre indivíduos de uma comunidade. Podem ser: Intraespecíficas: ocorrem entre indivíduos da mesma espécie. São relações que ocorrem entre indivíduos de uma comunidade. Podem ser: Intraespecíficas: ocorrem entre indivíduos da mesma espécie. Interespecíficas: ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes. Harmônica

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 8º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 8º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 8º Ano COMPETÊNCIAS TEMAS/UNIDADES CONTEÚDOS 1º Período SUSTENTABILIDADE NA TERRA 28 Compreender o significado dos conceitos: espécie, população, comunidade,

Leia mais

Importância do estudo da Ecologia. Componentes Estruturais. Físicos: Radiação solar, temperatura, luz, umidade, ventos

Importância do estudo da Ecologia. Componentes Estruturais. Físicos: Radiação solar, temperatura, luz, umidade, ventos Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo Importância do estudo da Ecologia Estudo das Relações dos

Leia mais

Dinâmica das população e relações ecológicas

Dinâmica das população e relações ecológicas Dinâmica das população e relações ecológicas Indicadores Demográficos A taxa de Natalidade corresponde ao número de indivíduo que nascem em determinado tempo. A taxa de mortalidade corresponde ao número

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 04 Ecossistema, populações e comunidades Profª Heloise G. Knapik 1 Objetivos da Aula: Revisão de conceitos Dinâmica Populacional

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS Planta (produtores) Gafanhoto (consumidor primário) Pássaro (consumidor secundário) produtores consumidores decompositores 1 3 10 2 x 10 7 Exemplo de pirâmide

Leia mais

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Multidisciplinar A Ecologia é complexa, e envolve:

Leia mais

Prof. Oriel Herrera Bonilla Monitores: Giuliane Sampaio John David

Prof. Oriel Herrera Bonilla Monitores: Giuliane Sampaio John David UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA Prof. Oriel Herrera Bonilla Monitores: Giuliane Sampaio John David Fortaleza - CE Versão 2010 Ecossistemas Duas fontes

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 03 Ecossistema, populações e comunidades Profª Heloise G. Knapik 1 Objetivos da Aula: Revisão de conceitos Dinâmica Populacional

Leia mais

ECOSSISTEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA

ECOSSISTEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA ECOSSISTEMA Prof.: Dr. ORIEL HERRERA Monitores: John David & Giuliane Sampaio Fortaleza/CE Versão 2010 ECOSSISTEMA

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII ATIVIDADE DE ESTUDO Cadeia a Teia alimentar 7ºANO

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII ATIVIDADE DE ESTUDO Cadeia a Teia alimentar 7ºANO CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII ATIVIDADE DE ESTUDO Cadeia a Teia alimentar 7ºANO 1. Leia o texto e observe o esquema abaixo com MUITA ATENÇÃO. Utilizando as informações do esquema, construa

Leia mais

Exercícios de Alelobiose - Relações Ecológicas

Exercícios de Alelobiose - Relações Ecológicas Exercícios de Alelobiose - Relações Ecológicas 1. (PUCCAMP-SP) Considere as afirmações abaixo relativas a fatores de crescimento populacional. I. A competição intraespecífica interfere na densidade da

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Ciências 7 o ano Unidade 2 5 Unidade 2 Nome: Data: 1. As cores das flores e o período do dia em que elas abrem são duas adaptações importantes das plantas e que facilitam a sua

Leia mais

CADEIA ALIMENTAR. C) Decompositores: Uma parte da. A) Produtores: Os produtores. B) Consumidores: Os organismos. Prof. André Maia

CADEIA ALIMENTAR. C) Decompositores: Uma parte da. A) Produtores: Os produtores. B) Consumidores: Os organismos. Prof. André Maia CADEIA ALIMENTAR Os seres vivos (flora e fauna) que compõe um ecossistema são denominados biotas. Boa parte das relações que se estabelecem entre eles é de natureza alimentar. A cadeia alimentar constitui

Leia mais

ECOLOGIA DE COMUNIDADES PROF. C. FREDERICO

ECOLOGIA DE COMUNIDADES PROF. C. FREDERICO ECOLOGIA DE COMUNIDADES PROF. C. FREDERICO RELAÇÕES BIÓTICAS NAS COMUNIDADES (BIOCENOSES) Uma relação (biocenose) pode ser: 1. HARMÔNICA (POSITIVA: + + ou + 0): Quando há benefícios para pelo menos uma

Leia mais

Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia

Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia Matheus Borges 1.0 Introdução Criada pelo zoólogo alemão Ernst Haeckel, em 1866. Estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente em que vivem. Terra:

Leia mais

ECOLOGIA. Níveis de organização e. Conceitos básicos. Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes

ECOLOGIA. Níveis de organização e. Conceitos básicos. Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes ECOLOGIA Níveis de organização e Conceitos básicos Biologia 1ª série Profª Reisila Mendes Níveis de organização biológica Algumas subdivisões da biologia Anatomia Botânica Citologia Ecologia Taxonomia

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn mqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklz

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn mqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklz Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ Leitura do texto introdutório

Leia mais

Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental

Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental Tema 18 Fluxo de Matéria e Energia Aula 1: Produção primária Aula 2: Níveis tróficos Prof. Dr. Roberth Fagundes roberthfagundes@gmail.com www.professor.ufop.br/roberthfagundes

Leia mais

Factores Bióticos (São relações que se estabelecem entre seres vivos)

Factores Bióticos (São relações que se estabelecem entre seres vivos) Factores Bióticos (São relações que se estabelecem entre seres vivos) Relações intra-específicas (São relações que se estabelecem entre seres vivos da mesma espécie) Relações interespecíficas (São relações

Leia mais

ATIVIDADES REVISÃO. Prova trimestral -2º trimestre 2011

ATIVIDADES REVISÃO. Prova trimestral -2º trimestre 2011 ATIVIDADES REVISÃO Prova trimestral -2º trimestre 2011 1. Uma diferença entre sucessão ecológica primária e sucessão ecológica secundária é a) o tipo de ambiente existente no início da sucessão. b) o tipo

Leia mais

FUVEST a Fase - Biologia - 05/01/2000

FUVEST a Fase - Biologia - 05/01/2000 Q.01 a) Apesar de o predatismo ser descrito como uma interação positiva para o predador e negativa para a presa, pode-se afirmar que os predadores têm um efeito positivo sobre a população de presas. Explique

Leia mais

ECOLOGIA. Parte da Biologia que estuda as relações que os seres vivos mantêm entre si e com o ambiente em que vivem.

ECOLOGIA. Parte da Biologia que estuda as relações que os seres vivos mantêm entre si e com o ambiente em que vivem. ECOLOGIA Parte da Biologia que estuda as relações que os seres vivos mantêm entre si e com o ambiente em que vivem. Níveis de Organização em Biologia Célula: unidade morfológica e funcional dos seres vivos.

Leia mais

FATORES ECOLÓGICOS. Mestrando: Marcondes Loureiro

FATORES ECOLÓGICOS. Mestrando: Marcondes Loureiro FATORES ECOLÓGICOS Mestrando: Marcondes Loureiro FATORES ECOLÓGICOS Atuam sobre o desenvolvimento de uma comunidade de seres do meio ambiente. Fatores Biológicos ( Bióticos) Relacionados aos Seres Vivos

Leia mais

Noções de ecologia básica

Noções de ecologia básica PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Disciplina: Ciências do Ambiente ENG 4201 Cadeia alimentar A transfência de energia alimentar, a partir dos vegetais, por uma série de organismos, é chamada de

Leia mais

UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 6.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 6.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 205 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

ECOLOGIA DE POPULAÇÕES

ECOLOGIA DE POPULAÇÕES 2º EM Biologia Professor João ECOLOGIA DE POPULAÇÕES INTRODUÇÃO População: qualquer grupo de organismos de mesma espécie que ocupa um determinado espaço em determinado período de tempo; Ecologia de populações:

Leia mais

O vidro do aquário está turvo, com uma cor esverdeada. Como poderíamos tentar resolver o problema?

O vidro do aquário está turvo, com uma cor esverdeada. Como poderíamos tentar resolver o problema? Problema 1 O vidro do aquário está turvo, com uma cor esverdeada. Como poderíamos tentar resolver o problema? O vidro esverdeado é um alerta de que há algas microscópicas em exagero no ambiente do aquário.

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 27 SUCESSÃO ECOLÓGICA

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 27 SUCESSÃO ECOLÓGICA BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 27 SUCESSÃO ECOLÓGICA Alterações nas condições ambientais Substrato aberto Organismos se estabelecem Novos organismos se estabelecem Estabilização da comunidade e das condições

Leia mais

Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda

Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda ECOSSISTEMAS MÓDULO 1 Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda ESPÉCIES EXISTENTES NA TERRA Espécies conhecidas 1.412.000 Outros animais 281.000 Insetos 751.000 Fungos 69.000 Procariontes

Leia mais

Gestão Ambiental. Objetivos. Objetivos. Profa. Lígia Rodrigues Morales

Gestão Ambiental. Objetivos. Objetivos. Profa. Lígia Rodrigues Morales Gestão Ambiental Profa. Lígia Rodrigues Morales Ciclo do nitrogênio, Relações Ecológicas, Sucessão Ecológica, Introdução à Conservação (Biodiversidade) Objetivos Entender o processo básico de ciclagem

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 1º Ano: Nº Professora: Marcella Braga COMPONENTE CURRICULAR: BIOLOGIA

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ECOLOGIA. Profa. Dra. Vivian C. C. Hyodo

FUNDAMENTOS DE ECOLOGIA. Profa. Dra. Vivian C. C. Hyodo FUNDAMENTOS DE ECOLOGIA Profa. Dra. Vivian C. C. Hyodo Produtividade primária Energia solar Produtores Fotossíntese Compostos orgânicos Produtividade primária Produtividade bruta quantidade de material

Leia mais

Colégio Meta. Lista de Recuperação - Ecologia. Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho. 3 Ano Ensino Médio. Aluno ( a ) / / 2014

Colégio Meta. Lista de Recuperação - Ecologia. Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho. 3 Ano Ensino Médio. Aluno ( a ) / / 2014 Lista de Recuperação - Ecologia Colégio Meta 4 º Bimestre Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho 3 Ano Ensino Médio Aluno ( a ) / / 2014 1. Imagine que você está pesquisando o pássaropalito: ele

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 8º ANO -Sustentabilidade na Terra-

PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 8º ANO -Sustentabilidade na Terra- PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 8º ANO -Sustentabilidade na Terra- Tema / Capítulos Competências/Objectivos Estratégias / Actividades Recursos/ Materiais Avaliação Aulas previstas (45 min) Tema I Ecossistemas

Leia mais

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares ECOLOGIA Conceitos fundamentais e relações alimentares A ECOLOGIA estuda as relações dos seres vivos entre si e deles com o ambiente onde vivem. Assunto da atualidade: crescimento exagerado da população

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

População conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que ocorrem juntos em uma mesma área geográfica no mesmo intervalo de tempo (concomitantemente)

População conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que ocorrem juntos em uma mesma área geográfica no mesmo intervalo de tempo (concomitantemente) Conceitos Básicos de Ecologia Professora: Patrícia Hamada Colégio HY Três Lagoas, MS População conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que ocorrem juntos em uma mesma área geográfica no mesmo intervalo

Leia mais

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA SISTEMA TERRA: DA CÉLULA À BIODIVERSIDADE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação

Leia mais

Aula 11 Cadeia alimentar

Aula 11 Cadeia alimentar Aula 11 Cadeia alimentar A biosfera, parte do planeta onde vivem os seres vivos, é formado por ecossistemas. O ecossistema é constituído por comunidade (parte biótica) e os fatores físicos e químicos do

Leia mais

ECOLOGIA NICHOS ECOLÓGICOS

ECOLOGIA NICHOS ECOLÓGICOS 1. (UNESP 2012) A Verdadeira Solidão. [...] A grande novidade é que há pouco tempo foi descoberto um ser vivo que vive absolutamente sozinho em seu ecossistema. Nenhum outro ser vivo é capaz de sobreviver

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS

CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Composição química muito complexa; Organização celular; Capacidade de nutrição; Reação a estímulos do ambiente; Capacidade de manter o seu meio interno em condições adequadas,

Leia mais

COLÉGIO EQUIPE DE JUIZ DE FORA

COLÉGIO EQUIPE DE JUIZ DE FORA 1) Os planetas são corpos celestes que existem apenas no nosso sistema solar? Justifique sua resposta. 2) Plutão era considerado um planeta até poucos anos atrás. O que motivou a sua desclassificação?

Leia mais

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015 Terra, um planeta com vida Sistema Terra: da célula à biodiversidade 1. Compreender as condições próprias da Terra que a tornam o único planeta com vida conhecida no Sistema Solar 1.1. Identificar a posição

Leia mais

biologia biologia das populações

biologia biologia das populações 1 A seguir apresentamos exemplos de mapas de conceitos referentes ao conteúdo deste volume. Mapa de conceitos 1 ALELOS MÚLTIPLOS E GRUPOS SANGUÍNEOS GENE(s) podem apresentar formas alternativas chamadas

Leia mais

Ano Letivo 2011/2012. Nome: Nº: Turma: Professor: Enc. Educ:

Ano Letivo 2011/2012. Nome: Nº: Turma: Professor: Enc. Educ: ESCOLA BÁSICA JOSÉ SARAMAGO Ano Letivo 2011/2012 CIÊNCIAS NATURAIS 8º ANO Ficha de Avaliação Nome: Nº: Turma: Data: / / Avaliação: Professor: Enc. Educ: Atenção! Do teste constarão 3 parâmetros a avaliar:

Leia mais

Exercícios de Revisão 1

Exercícios de Revisão 1 Exercícios de Revisão 1 1. Sabe-se que cerca de 10% da energia e da matéria disponíveis em organismos pertencentes a um determinado nível trófico são transferidos para os seres que ocupam o nível trófico

Leia mais

1. Observe as relações ecológicas típicas de lagoa apresentadas a seguir.

1. Observe as relações ecológicas típicas de lagoa apresentadas a seguir. Biologia 1 ano Avaliação - B Rodrigo abr/08 1. Observe as relações ecológicas típicas de lagoa apresentadas a seguir. É correto afirmar que: a) o número pequeno de indivíduos é provocado pelo fluxo decrescente

Leia mais

Fluxo de Energia e Circulação de Matéria nos Ecossistemas. Ciências Naturais 8º ano

Fluxo de Energia e Circulação de Matéria nos Ecossistemas. Ciências Naturais 8º ano Fluxo de Energia e Circulação de Matéria nos Ecossistemas Qual é a principal fonte de energia nos ecossistemas? A principal fonte de energia é o Sol. Como é que a energia solar é captada pelos seres vivos?

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre. Processo de Seleção de Mestrado 2015 Questões Gerais de Ecologia

Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre. Processo de Seleção de Mestrado 2015 Questões Gerais de Ecologia Questões Gerais de Ecologia a. Leia atentamente as questões e responda apenas 3 (três) delas. identidade (RG) e o número da questão. 1. Como a teoria de nicho pode ser aplicada à Biologia da Conservação?

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015

COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015 COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015 ECOLOGIA Introdução, Cadeias alimentares, Matéria e Energia no Ecossistema. O termo ECOLOGIA foi empregado pela 1ª vez por E. Haeckel,

Leia mais

Populações e comunidades

Populações e comunidades Texto Base: Aula 26 Populações e comunidades Autor: Ana Lúcia Brandimarte População Uma população é definida como um conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vivem em uma determinada área geográfica,

Leia mais

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA

Domínio: TERRA UM PLANETA COM VIDA SISTEMA TERRA: DA CÉLULA À BIODIVERSIDADE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação

Leia mais

DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): IONE REBELLO ALUNO(A) DATA PARA ENTREGA: / / ORIENTAÇÕES IMPORTANTES!

DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): IONE REBELLO ALUNO(A) DATA PARA ENTREGA: / / ORIENTAÇÕES IMPORTANTES! COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES III DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): IONE REBELLO ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 3º ANO DATA PARA ENTREGA: / / ORIENTAÇÕES

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Moura Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) Ano letivo 2014/2015

Agrupamento de Escolas de Moura Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) Ano letivo 2014/2015 CIÊNCIAS NATURAIS 8º ANO Turmas A e B PLANIFICAÇÃO 1º PERÍODO CONTEÚDOS OBJECTIVOS/METASCURRICULARES CONCEITOS TERRA UM PLANETA COM - Compreender as condições próprias da Terra que a tornam o único planeta

Leia mais

Metabolismo Energético das Células. Fotossíntese Quimiossíntese Respiração Celular Fermentação

Metabolismo Energético das Células. Fotossíntese Quimiossíntese Respiração Celular Fermentação Metabolismo Energético das Células Fotossíntese Quimiossíntese Respiração Celular Fermentação 1. Introdução Reações endotérmicas - Característica: Precisam receber energia - Ex.:Fotossíntese e quimiossíntese

Leia mais

Biologia Fascículo 10 André Eterovic

Biologia Fascículo 10 André Eterovic Biologia Fascículo 10 André Eterovic Índice Ecologia Conceitos Ecológicos...1 Cadeias Alimentares...2 Relações Simbióticas...4 Exercícios...6 Gabarito...8 Ecologia Conceitos Ecológicos Ecologia: definição

Leia mais

BB.10: Seres vivos, ambiente e energia BIOLOGIA

BB.10: Seres vivos, ambiente e energia BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (FGV-SP) Considere a teia alimentar abaixo. Nesta teia, são consumidores primários e secundários, respectivamente Assinale a opção que contém a cadeia alimentar que melhor se encaixa com

Leia mais

Nome: Data: 1. Observa a molécula de água e tenta descobrir qual a fórmula escrita que melhor a representa (marca com um X a resposta correta):

Nome: Data: 1. Observa a molécula de água e tenta descobrir qual a fórmula escrita que melhor a representa (marca com um X a resposta correta): Nome: Data: 1. Observa a molécula de água e tenta descobrir qual a fórmula escrita que melhor a representa (marca com um X a resposta correta): - O 3 NH - H 2 O - H 2 SO 4 - CH 4 2. Sempre que se adicionam

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Querido(a) aluno(a), Biologia Os assuntos trabalhados neste Estudo Autônomo estão relacionados ao conteúdo de relações ecológicas e sucessão ecológica. Antes de realizar as atividades propostas, faça um

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS OU CICLOS DA MATÉRIA

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS OU CICLOS DA MATÉRIA CICLOS BIOGEOQUÍMICOS OU CICLOS DA MATÉRIA Conjunto dos processos biológicos, geológicos, químicos e físicos responsáveis pela circulação da matéria (entrada, transferência e reciclagem). Profº. Moisés

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 CIÊNCIAS NATURAIS (2º ciclo)

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 CIÊNCIAS NATURAIS (2º ciclo) (2º ciclo) 5º ano Compreender a como um planeta especial. Compreender que o solo é um material terrestre de suporte de vida. Compreender a importância das rochas e dos minerais. Compreender a importância

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO Campus Universitário de Sinop ECOLOGIA GERAL ECOLOGIA DE POPULAÇÕES (DINÂMICA POPULACIONAL E DISPERSÃO)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO Campus Universitário de Sinop ECOLOGIA GERAL ECOLOGIA DE POPULAÇÕES (DINÂMICA POPULACIONAL E DISPERSÃO) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO Campus Universitário de Sinop ECOLOGIA GERAL ECOLOGIA DE POPULAÇÕES (DINÂMICA POPULACIONAL E DISPERSÃO) Profº D.Sc. Evaldo Martins Pires SINOP, MT 2011 Aula de hoje

Leia mais

Ecossistemas I. Umberto Kubota Laboratório de Interações Inseto-Planta Dep. Zoologia IB Unicamp. Produtividade secundária

Ecossistemas I. Umberto Kubota Laboratório de Interações Inseto-Planta Dep. Zoologia IB Unicamp. Produtividade secundária Ecossistemas I Umberto Kubota ukubota@gmail.com Laboratório de Interações Inseto-Planta Dep. Zoologia IB Unicamp Ecossistemas I Conceitos básicos Fluxo de energia Produtividade primária Ecossistema: Conceitos

Leia mais

1º ano. Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade

1º ano. Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade Unidade 1: Os seres vivos e uma relação de interdependência entre os seres e os elementos da natureza: Biodiversidade Seres vivos e a organização biológica Características dos seres vivos Livro 2- Unidade

Leia mais

Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade

Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade SUBDOMÍNIO Sistema Terra: da célula à biodiversidade OBJETIVO: 3. Compreender a célula como a unidade básica da biodiversidade existente na Terra Qual é a unidade

Leia mais

Ficha de Exercícios 10 º ano de Escolaridade

Ficha de Exercícios 10 º ano de Escolaridade Ficha de Exercícios 10 º ano de Escolaridade Versão Corrigida A Biosfera A vida terá surgido na Terra há mais de 3500 milhões de anos. Inicialmente com formas muito simples, são actualmente, complexos

Leia mais

Microbiologia das águas de alimentação

Microbiologia das águas de alimentação Microbiologia das águas de alimentação Características ecológicas dos meios aquáticos naturais Processos comuns a todas as águas Processos específicos águas superficiais águas marinhas águas subterrâneas

Leia mais

-ECOLOGIA APLICADA. Espécies símbolos. Prevenção da Poluição. Conservação de áreas. Preservação da diversidade genética bbbb

-ECOLOGIA APLICADA. Espécies símbolos. Prevenção da Poluição. Conservação de áreas. Preservação da diversidade genética bbbb -ECOLOGIA APLICADA * É o estudo dos efeitos causados pelo homem nos sistemas ecológicos, e o consequente manejo desses sistemas e recursos em benefício da sociedade. Espécies símbolos Questões Prevenção

Leia mais

Aula 7 PRODUTIVIDADE DOS ECOSSISTEMAS

Aula 7 PRODUTIVIDADE DOS ECOSSISTEMAS PRODUTIVIDADE DOS ECOSSISTEMAS Aula 7 META Apresentar produtividade primária nos ecossistemas terrestres, os fatores limitantes da produtividade e os padrões de produção primária nos ecossistemas aquáticos.

Leia mais

Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda:

Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda: BIOLOGIA (Cada questão desta prova vale até cinco pontos) Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda: 2 1 a) A estrutura indicada em 1 é formada por microtúbulos, constituintes

Leia mais

Denise Mello do Prado Biologia

Denise Mello do Prado Biologia Energia Solar Estima-se queapenas1% daenergiasolar quechegaà Terra é incorporada pelos vegetais por meio da fotossíntese Denise Mello do Prado Biologia www.e-conhecimento.com.br 1% absorvido fotossíntese

Leia mais