BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2"

Transcrição

1 BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2

2 Conceitos Básicos

3 ECOLOGIA Oikos =casa; logos= ciência É a ciência que estuda as relações entre os seres vivos entre si e com o ambiente onde eles vivem

4 Estuda as formas de organização superiores à do organismo

5

6 Protoplasma Níveis de Organização dos Seres Vivos Célula Tecido Órgão Aparelho Sistema Organismo ( Espécie ) População Comunidade ( Biocenose ) Ecossistema Biosfera

7 POPULAÇÃO Conjunto de seres da mesma espécie que vivem numa determinada área geográfica

8

9 COMUNIDADE BIOLÓGICA OU BIOCENOSES São populações de diferentes espécies que convivem em determinada região A comunidade de uma floresta, por exemplo compõe-se de populações de arbustos, árvores, pássaros, formigas, microorganismos, etc...que convivem e se inter-relacionam

10 COMUNIDADE

11 COMUNIDADE

12 BIÓTOPO Local onde vive a comunidade É o conjunto dos componentes físicos e químicos do ambiente, ou seja, são os fatores abióticos ou não vivos do ecossistema

13 Em uma floresta, por exemplo,o biótopo é a área que contém: o solo com seus minerais e água (fatores químicos) e os gases atmosféricos, a umidade, a temperatura, o grau de luminosidade (fatores físicos)

14 Os fatores abióticos afetam diretamente a comunidade biológica e são também por ela influenciados FATORES ABIÓTICOS FATORES BIÓTICOS

15 O desenvolvimento de uma floresta, por exemplo, modifica a umidade do ar e a temperatura de uma região

16

17

18 FATORES ABIÓTICOS Temperatura Pressão ph Salinidade Compostos químicos...

19 FATORES BIÓTICOS

20 ECOSSISTEMA É o conjunto formado pela comunidade e pelo biótopo em interação Por exemplo, uma floresta considerada em sua totalidade, com seus fatores bióticos e abióticos em interação, um lago, uma poça dágua, um aquário...

21 Bromélia

22 Gota d água

23 Aquário

24 Lago

25 Lago

26 Mar

27 Floresta

28 É conjunto de ecossistemas do nosso planeta. Biosfera A biosfera pode ser definida como parte da Terra em que existe vida.

29 A principal relação entre as populações de um ecossistema envolve a alimentação.

30 SERES AUTOTRÓFICOS São capazes de produzir as substâncias que lhes servem de alimento. Para isso utilizam energia de uma fonte não- orgânica, geralmente a luz solar

31 PRODUTORES FOTOSSINTETIZANTES: * São as plantas verdes, algas e fitoplâncton.

32 Ex.: Plantas Através da clorofila, presente em suas folhas elas são capazes de captar energia luminosa do sol, utilizando-a para a fabricação de moléculas orgânicas

33 FOTOSSÍNTESE 6CO2 + 6H2O C6H12O6 + 6O2

34 FOTOSSÍNTESE 6CO2 + 6H2O C6H12O6 + 6O2 Mol. Orgânica = glicose

35 É por meio da fotossíntese que se produz quase a totalidade das moléculas orgânicas do nosso planeta e todo o gás oxigênio presente na atmosfera

36 O principal produto da fotossíntese é o açúcar glicose, a partir do qual as plantas produzem todos os outros tipos de substâncias orgânicas que formam seu corpo

37 Além disso, quebrando moléculas orgânicas na respiração celular, as plantas obtém energia para o funcionamento de suas células

38 PRODUTORES QUIMIOSSINTETIZANTES: * A matéria orgânica é proveniente da oxidação de compostos orgânicos; * Ocorrem em certas bactérias. 2 NH3 + 3 O2 2 NO2 + 2 H H2O + energia

39 SERES HETEROTRÓFICOS São os que não conseguem fabricar seu próprio alimento e por isso precisam obtê-lo do meio em que vivem através da alimentação

40

41

42 CADEIAS ALIMENTARES (Cadeias Tróficas) É a seqüência em que se alimentam os seres de uma comunidade Quando se constrói uma cadeia alimentar, as setas indicam sempre o trajeto do alimento.

43 CADEIA ALIMENTAR Planta PRODUTOR

44 CADEIA ALIMENTAR Gafanhoto CONSUMIDOR PRIMÁRIO Planta PRODUTOR

45 CADEIA ALIMENTAR Pássaro CONSUMIDOR SECUNDÁRIO Gafanhoto CONSUMIDOR PRIMÁRIO Planta PRODUTOR

46 CADEIA ALIMENTAR Serpente CONSUMIDOR TERCIÁRIO Pássaro CONSUMIDOR SECUNDÁRIO Gafanhoto CONSUMIDOR PRIMÁRIO Planta PRODUTOR

47 CADEIA ALIMENTAR Fungos e bactérias DECOMPOSITORES Serpente CONSUMIDOR TERCIÁRIO Pássaro CONSUMIDOR SECUNDÁRIO Gafanhoto CONSUMIDOR PRIMÁRIO Planta PRODUTOR

48 NÍVEIS TRÓFICOS NOS ECOSSISTEMAS Consiste em cada degrau de uma cadeia ou teia, ou seja, a posição do animal na cadeia

49 SOL plantas gafanhotos sapo cobra gavião produtor consum. consum. consum. consum. 1 ário 2 ário 3 ário 4 ário decompositores

50 TEIA ALIMENTAR É o conjunto de relações alimentares entre todos os componentes do ecossistema, incluindo os decompositores, formando uma intrincada rede Nas teias aparecem os organismos onívoros

51 TEIA ALIMENTAR

52 TEIA ALIMENTAR

53 TEIA ALIMENTAR

54 TEIA ALIMENTAR

55 TEIA ALIMENTAR

56 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar?

57 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 2ª ordem

58 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 2ª ordem

59 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 2ª ordem

60 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 3ª ordem Consumidor de 2ª ordem

61 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 3ª ordem Consumidor de 2ª ordem

62 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 3ª ordem Consumidor de 2ª ordem

63 TEIA ALIMENTAR Quantos níveis tróficos a coruja ocupa nessa teia alimentar? Consumidor de 3ª ordem Consumidor de 2ª ordem Consumidor de 4ª ordem

64

65 FLUXO DE MATÉRIA E ENERGIA ENTRE OS NÍVEIS TRÓFICOS

66

67 FLUXO DE ENERGIA Fluxo de energia

68 FLUXO DE ENERGIA 1 - Energia assimilada pelas plantas 1 Fluxo de energia

69 FLUXO DE ENERGIA 1 - Energia assimilada pelas plantas 2 - Perda de energia na respiração vegetal 3 - Energia disponível para os herbívoros Fluxo de energia

70 FLUXO DE ENERGIA 1 - Energia assimilada pelas plantas 2 - Perda de energia na respiração vegetal 3 - Energia disponível para os herbívoros 4 - Perda de energia nas fezes dos herbívoros 5 - Energia assimilada pelos herbívoros Fluxo de energia

71 FLUXO DE ENERGIA 1 - Energia assimilada pelas plantas 2 - Perda de energia na respiração vegetal 3 - Energia disponível para os herbívoros 4 - Perda de energia nas fezes dos herbívoros 5 - Energia assimilada pelos herbívoros 6 - Perda de energia na respiração dos herbívoros 7 - Energia disponível para os carnívoros Fluxo de energia

72 FLUXO DE ENERGIA Energia assimilada pelas plantas 2 - Perda de energia na respiração vegetal 3 - Energia disponível para os herbívoros 4 - Perda de energia nas fezes dos herbívoros 5 - Energia assimilada pelos herbívoros 6 - Perda de energia na respiração dos herbívoros 7 - Energia disponível para os carnívoros 8 - Perda de energia nas fezes dos carnívoros 9 - Energia assimilada pelos carnívoros Fluxo de energia

73 FLUXO DE ENERGIA Energia assimilada pelas plantas 2 - Perda de energia na respiração vegetal 3 - Energia disponível para os herbívoros 4 - Perda de energia nas fezes dos herbívoros 5 - Energia assimilada pelos herbívoros 6 - Perda de energia na respiração dos herbívoros 7 - Energia disponível para os carnívoros 8 - Perda de energia nas fezes dos carnívoros 9 - Energia assimilada pelos carnívoros 10 - Perda de energia na respiração dos carnívoros 11 - Energia disponível para o nível seguinte Fluxo de energia

74 PRODUTIVIDADE BRUTA PPB Representa a taxa global de fotossíntese, incluindo a matéria orgânica usada na respiração durante o período de medição.

75 PRODUTIVIDADE LÍQUIDA PPL É a taxa de armazenamento de matéria orgânica nos tecidos vegetais, desconsiderando a respiração pelas plantas durante o período de medição.

76 Ou seja PPL - é toda a energia que os produtores armazenam a partir da fotossíntese (PPB) menos o que eles gastam na respiração (R), assim a PPL é o que o consumidor primário vai ter disponível do produtor.

77 A produtividade primária líquida é relativamente maior nos ecossistemas marinhos que nos terrestres. Isso porque os produtores do fitoplâncton têm crescimento rápido e acumulam pouca matéria orgânica em seus corpos. O inverso ocorre em uma floresta em que as árvores crescem lentamente e acumulam muita matéria em seus troncos.

78 Isso porque os produtores do fitoplâncton (B) têm crescimento rápido e acumulam pouca matéria orgânica em seus corpos. O inverso ocorre em uma floresta (C), em que as árvores crescem lentamente e acumulam muita matéria em seus troncos. Fonte: Amabis e Martho - Biologia 3

79 FLUXO DE ENERGIA Sol ENERGIA DISSIPADA NOS DIFERENTES NÍVEIS TRÓFICOS Energia Produtor

80 FLUXO DE ENERGIA Sol ENERGIA DISSIPADA NOS DIFERENTES NÍVEIS TRÓFICOS Energia Produtor Consumidor Primário

81 FLUXO DE ENERGIA Sol ENERGIA DISSIPADA NOS DIFERENTES NÍVEIS TRÓFICOS Energia Produtor Consumidor Primário Consumidor Secundário Decompositores

82

83 FLUXO DE ENERGIA Sol ENERGIA DISSIPADA NOS DIFERENTES NÍVEIS TRÓFICOS Energia Produtor Consumidor Primário Consumidor Secundário Decompositores

84 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS DE ENERGIA

85 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS DE NÚMEROS (NORMAL) PRODUTOR P plantas de capim

86 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS DE NÚMEROS (NORMAL) CONSUMIDOR PRIMÁRIO PRODUTOR C1 P 700 gafanhotos plantas de capim

87 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS DE NÚMEROS (NORMAL) CONSUMIDOR SECUNDÁRIO CONSUMIDOR PRIMÁRIO PRODUTOR C2 C1 P 30 sapos 700 gafanhotos plantas de capim

88 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS DE NÚMEROS (INVERTIDA) PRODUTOR P 1 árvore

89 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS CONSUMIDOR PRIMÁRIO PRODUTOR C1 P 700 lagartas 1 árvore

90 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS DE NÚMEROS (INVERTIDA) CONSUMIDOR SECUNDÁRIO CONSUMIDOR PRIMÁRIO PRODUTOR C2 C1 P 20 pássaros 700 lagartas 1 árvore

91 PIRÂMIDE DE NÚMEROS

92 PIRÂMIDES DE BIOMASSA (NORMAL)

93

94 PIRÂMIDE DE BIOMASSA NORMAL PIRÂMIDE DE BIOMASSA INVERTIDA

95 Exercícios

96

97 Pirâmide de energia em uma cadeia trófica terrestre

98 Seres Heterotróficos Cadeias Alimentares Pirâmide Energética etc. Consumidor 4 Consumidor 3 Fotossíntese Consumidor 2 Consumidor 1 Seres Autotróficos Fungos & Bactérias (Decompositores-Seres Heterotróficos) Produtores

99

100

101 FLUXO DE MATÉRIA E ENERGIA ENTRE OS NÍVEIS TRÓFICOS

Ecologia I -Conceitos

Ecologia I -Conceitos Ecologia I -Conceitos -Pirâmides ecológicas -Fluxo de energia Professora: Luciana Ramalho 2017 Introdução Ecologia é uma ciência que estuda os seres vivos e suas interações com o meio ambiente onde vivem.

Leia mais

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Ecologia em destaque! Conhecer para preservar! Ciência

Leia mais

Ecologia. introdução, fluxo de energia e ciclo da matéria. Aula 1/2

Ecologia. introdução, fluxo de energia e ciclo da matéria. Aula 1/2 Ecologia introdução, fluxo de energia e ciclo da matéria ANEXO CAPÍTULO 1 Importância da Ecologia Níveis de organização Componentes de um ecossistema Cadeia e teia alimentar Aula 1/2 Hábitat e nicho ecológico

Leia mais

Profª Priscila Binatto

Profª Priscila Binatto Profª Priscila Binatto Energia ENERGIA Capacidade de executar trabalho Exemplo de transformação de energia Fluxo de energia Leis da termodinâmica Ecossistemas e organismos são... Fluxo de energia é

Leia mais

E E N R E GI G A E e x mplo d e t r t a r nsf s o f rm r açã ç o d e e nerg r ia

E E N R E GI G A E e x mplo d e t r t a r nsf s o f rm r açã ç o d e e nerg r ia Profª Priscila Binatto Energia ENERGIA Capacidade de executar trabalho Primeira Lei da Termodinâmica (Conservação) A energia pode ser transformada, mas não criada ou destruída Segunda Lei da Termodinâmica

Leia mais

Profª Priscila Binatto

Profª Priscila Binatto Profª Priscila Binatto Energia ENERGIA Capacidade de executar trabalho Primeira Lei da Termodinâmica (Conservação) A energia pode ser transformada, mas não criada ou destruída Segunda Lei da Termodinâmica

Leia mais

ECOLOGIA. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2. Conceitos Básicos. Estuda as formas de organização superiores à do organismo 14/02/2014.

ECOLOGIA. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2. Conceitos Básicos. Estuda as formas de organização superiores à do organismo 14/02/2014. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 Conceitos Básicos ECOLOGIA Estuda as formas de organização superiores à do organismo Protoplasma Níveis de Organização dos Seres Vivos Célula Tecido Órgão Aparelho Sistema

Leia mais

Ecologia. Pirâmides Ecológicas Teias Alimentares. Conceitos Ecológicos Fundamentais. Cadeias Alimentares. Professor Fernando Stuchi

Ecologia. Pirâmides Ecológicas Teias Alimentares. Conceitos Ecológicos Fundamentais. Cadeias Alimentares. Professor Fernando Stuchi Pirâmides Ecológicas Teias Alimentares Cadeias Alimentares Conceitos Ecológicos Fundamentais Ecologia Ecologia Os organismos da terra não vivem isolados: interagem entre si e com o meio ambiente. A ecologia

Leia mais

O mundo vivo se organiza a partir dos seres mais simples até os mais complexos, em ordem crescente de complexidade. Neste contexto, a Biologia se

O mundo vivo se organiza a partir dos seres mais simples até os mais complexos, em ordem crescente de complexidade. Neste contexto, a Biologia se O mundo vivo se organiza a partir dos seres mais simples até os mais complexos, em ordem crescente de complexidade. Neste contexto, a Biologia se organiza de Moléculas à Biosfera, constituindo 11 níveis

Leia mais

Biologia. Cadeias e Teias Alimentares / Pirâmides Ecológicas. Professor Enrico Blota.

Biologia. Cadeias e Teias Alimentares / Pirâmides Ecológicas. Professor Enrico Blota. Biologia Cadeias e Teias Alimentares / Pirâmides Ecológicas Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS- TEIAS ALIMENTARES, FLUXO DE ENERGIA E PIRÂMIDES

Leia mais

SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA

SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA Prof. Bruno Barboza de Oliveira OBJETIVO Analisar as relações entre seres vivos e energia Seres Vivos Energia??? 1 ENERGIA Energia Do grego: trabalho Conceito reducionista!!!

Leia mais

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICA

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICA UNIDADE 7 Ecologia NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO ECOLÓGICA O estudo da Ecologia é muito abrangente, ele envolve fatores bióticos e abióticos. Fatores bióticos: interação entre os seres vivos, sejam eles da mesma

Leia mais

CIÊNCIAS. Prof. Diângelo

CIÊNCIAS. Prof. Diângelo CIÊNCIAS Prof. Diângelo TABELA PERÍODICA Aula 18 Respiração Celular Respiração celular é o processo de conversão das ligações químicas de moléculas ricas em energia que poderão ser usadas nos processos

Leia mais

ECOSSISTEMAS CARACTERÍSTICAS

ECOSSISTEMAS CARACTERÍSTICAS ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS ECOSSISTEMA Conjunto resultante da interação entre a comunidade e o ambiente inerte (Cap 1) 1. Unidade funcional básica, composta de uma BIOCENOSE

Leia mais

Características do Ambiente

Características do Ambiente Características do Ambiente Metodologia Científica Fatores Vivos e Fatores Não-Vivos Cadeia e Teia Alimentar Fotossíntese Respiração Transpiração Decompositores Metodologia Científica É a forma na qual

Leia mais

Componentes Estruturais. A Ecologia e sua Importância. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

Componentes Estruturais. A Ecologia e sua Importância. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Interferência Humana provoca desequilíbrios ecológicos Ecossistema

Leia mais

Nutrição. ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas

Nutrição. ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas Prof. Leonardo F. Stahnke Nutrição A principal relação entre as populações de um ecossistema envolve a nutrição. As espécies autotróficas servem

Leia mais

Ecossistema. Ecossistema. Componentes Abióticos. A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais

Ecossistema. Ecossistema. Componentes Abióticos. A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Interferência Humana provoca desequilíbrios ecológicos Ecossistema

Leia mais

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos 11/8/2011 ECOLOGIA Disciplina Ecossistemas E Saúde Ambiental Ecologia é uma área da Biologia que estuda os organismos e suas relações com o meio ambiente em que vivem. Aula 1A: Revendo Conceitos Básicos

Leia mais

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc.

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. Ecologia RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE RELAÇÕES Dentre essas

Leia mais

RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B. Ecologia. Prof.ª Carol

RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B. Ecologia. Prof.ª Carol RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B Ecologia Prof.ª Carol Aula 2 Ambiente e energia Dentro de um ecossistema, as espécies se comportam como produtoras, consumidoras ou decompositoras. PRODUTORES:

Leia mais

Fluxo de energia e ciclo da matéria - Introdução. Hélder Giroto Paiva - EPL

Fluxo de energia e ciclo da matéria - Introdução. Hélder Giroto Paiva - EPL Fluxo de energia e ciclo da matéria - Introdução EPL Hélder Giroto Paiva - EPL 2 Os ecossistemas estão em constante alteração, mesmo que à primeira vista pareçam estáticos e imutáveis. 3 As condições abióticas,

Leia mais

A nutrição é uma característica dos seres vivos: capivaras comem a folhagem de plantas rasteiras, onças caçam capivaras e outros animais...

A nutrição é uma característica dos seres vivos: capivaras comem a folhagem de plantas rasteiras, onças caçam capivaras e outros animais... Mauro Nakata/Arquivo da editora A nutrição é uma característica dos seres vivos: capivaras comem a folhagem de plantas rasteiras, onças caçam capivaras e outros animais... De que forma os seres vivos dependem

Leia mais

ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos

ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos ECOSSISTEMAS E ENERGIA Profº Júlio César Arrué dos Santos Componentes Bióticos dos ecossistemas Todos ecossistemas são constituídos por componentes abióticos (parte física e química sem vida) e bióticos

Leia mais

Ecossistemas Cadeias Alimentares. Hélder Giroto Paiva Escola Portuguesa do Lubango

Ecossistemas Cadeias Alimentares. Hélder Giroto Paiva Escola Portuguesa do Lubango Ecossistemas Cadeias Alimentares Hélder Giroto Paiva Escola Portuguesa do Lubango Os ecossistemas estão em constante alteração, mesmo que à primeira vista pareçam estáticos e imutáveis. As condições abióticas,

Leia mais

Ecossistemas Interações seres vivos - ambiente FATORES DO AMBIENTE FATORES BIÓTICOS FATORES ABIÓTICOS Relações que os seres vivos estabelecem entre si. Fatores do ambiente que influenciam os seres vivos.

Leia mais

ECOLOGIA DEFINIÇÃO: ESTUDO DAS RELAÇÕES DOS SERES VIVOS ENTRE SI E COM O MEIO AMBIENTE. IMPORTÂNCIA DA ECOLOGIA

ECOLOGIA DEFINIÇÃO: ESTUDO DAS RELAÇÕES DOS SERES VIVOS ENTRE SI E COM O MEIO AMBIENTE. IMPORTÂNCIA DA ECOLOGIA ECOLOGIA DEFINIÇÃO: ESTUDO DAS RELAÇÕES DOS SERES VIVOS ENTRE SI E COM O MEIO AMBIENTE. IMPORTÂNCIA DA ECOLOGIA RACIONALIZAÇÃO DOS DESMATAMENTOS E DA EXPLORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS CONTROLE DA POLUIÇÃO

Leia mais

Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia

Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia Matheus Borges 1.0 Introdução Criada pelo zoólogo alemão Ernst Haeckel, em 1866. Estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente em que vivem. Terra:

Leia mais

ECOLOGIA. Níveis de organização e. Conceitos básicos. Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes

ECOLOGIA. Níveis de organização e. Conceitos básicos. Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes ECOLOGIA Níveis de organização e Conceitos básicos Biologia 1ª série Profª Reisila Mendes Níveis de organização biológica Algumas subdivisões da biologia Anatomia Botânica Citologia Ecologia Taxonomia

Leia mais

Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio. Free Powerpoint Templates

Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio. Free Powerpoint Templates Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio Free Powerpoint Templates 2015 https://www.youtube.com/watch?v=xe0xvlmm4ru Free Powerpoint Templates 2015 Ecossistemas ALGA LAPA ESTRELA-DO-MAR GAIVOTA Sol Fonte

Leia mais

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003.

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003. 1. (G1 - cftsc 2008) O conhecimento das cadeias e teias alimentares é fundamental para entendermos o delicado equilíbrio que existe na natureza. Esse conhecimento nos permite propor medidas racionais de

Leia mais

CADEIA ALIMENTAR. C) Decompositores: Uma parte da. A) Produtores: Os produtores. B) Consumidores: Os organismos. Prof. André Maia

CADEIA ALIMENTAR. C) Decompositores: Uma parte da. A) Produtores: Os produtores. B) Consumidores: Os organismos. Prof. André Maia CADEIA ALIMENTAR Os seres vivos (flora e fauna) que compõe um ecossistema são denominados biotas. Boa parte das relações que se estabelecem entre eles é de natureza alimentar. A cadeia alimentar constitui

Leia mais

ECOLOGIA. Parte da Biologia que estuda as relações que os seres vivos mantêm entre si e com o ambiente em que vivem.

ECOLOGIA. Parte da Biologia que estuda as relações que os seres vivos mantêm entre si e com o ambiente em que vivem. ECOLOGIA Parte da Biologia que estuda as relações que os seres vivos mantêm entre si e com o ambiente em que vivem. Níveis de Organização em Biologia Célula: unidade morfológica e funcional dos seres vivos.

Leia mais

Ecologia. Área da biologia que estuda as interações que ocorrem entre os seres vivos e o meio que vivem.

Ecologia. Área da biologia que estuda as interações que ocorrem entre os seres vivos e o meio que vivem. Ecologia Área da biologia que estuda as interações que ocorrem entre os seres vivos e o meio que vivem. Conceitos ecológicos Espécie: os seres vivos de um mesmo grupo que são capazes de se reproduzirem,

Leia mais

Cadeias alimentares teias tróficas

Cadeias alimentares teias tróficas Cadeias alimentares e teias tróficas 08 fev 01. Resumo 02. Exercício de Aula 03. Exercício de Casa 04. Questão Contexto RESUMO A cadeia alimentar é uma sequência que mostra a alimentação entre os seres

Leia mais

8ª série - Biologia. Cadeias Alimentares

8ª série - Biologia. Cadeias Alimentares 8ª série - Biologia Cadeias Alimentares As espécies que vivem em um mesmo ambiente estão ligadas entre si, como elos de uma grande corrente. O motivo que as une é o alimento: uns servem de alimento aos

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS Planta (produtores) Gafanhoto (consumidor primário) Pássaro (consumidor secundário) produtores consumidores decompositores 1 3 10 2 x 10 7 Exemplo de pirâmide

Leia mais

Nutrição. ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas

Nutrição. ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas ECOLOGIA: Níveis tróficos, energia e relações ecológicas Prof. Leonardo F. Stahnke Nutrição A principal relação entre as populações de um ecossistema envolve a nutrição. As espécies autotróficas servem

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO CONTEÚDO DO BIMESTRE CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO TÓPICOS DO CONTEÚDO

ESTUDO DIRIGIDO CONTEÚDO DO BIMESTRE CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO TÓPICOS DO CONTEÚDO CONTEÚDO DO BIMESTRE Cadeias e Teias Alimentares Populações e Comunidades Níveis de organização Habitat e Nicho ecológico ECOLOGIA Biosfera Relações Ecológicas Ecossistemas CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PROVA

Leia mais

Importância do estudo da Ecologia. Componentes Estruturais. Físicos: Radiação solar, temperatura, luz, umidade, ventos

Importância do estudo da Ecologia. Componentes Estruturais. Físicos: Radiação solar, temperatura, luz, umidade, ventos Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo Importância do estudo da Ecologia Estudo das Relações dos

Leia mais

Fluxo de energia e ciclos de matéria

Fluxo de energia e ciclos de matéria Fluxo de energia e ciclos de matéria Transferência de matéria e energia num ecossistema Praticamente toda a energia necessária à vida na Terra provém do Sol. Este é por isso a principal fonte de energia

Leia mais

CORREÇÃO ROTEIRO CAPÍTULO 21: ECOLOGIA CONCEITOS E FLUXO DE MATÉRIA E ENERGIA

CORREÇÃO ROTEIRO CAPÍTULO 21: ECOLOGIA CONCEITOS E FLUXO DE MATÉRIA E ENERGIA CORREÇÃO ROTEIRO CAPÍTULO 21: ECOLOGIA CONCEITOS E FLUXO DE MATÉRIA E ENERGIA 1 Resumidamente explique com suas palavras a importância do conhecimento da Biologia para mudanças efetivas em sua percepção

Leia mais

Prof. Adriano S. Melo

Prof. Adriano S. Melo Universidade Federal de Goiás Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Ecologia Ecologia de Ecossistemas Aula 2: Fluxos de Energia Prof. Adriano S. Melo asm.adrimelo naquele gmail.com Leis da termodinâmica

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII ATIVIDADE DE ESTUDO Cadeia a Teia alimentar 7ºANO

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII ATIVIDADE DE ESTUDO Cadeia a Teia alimentar 7ºANO CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII ATIVIDADE DE ESTUDO Cadeia a Teia alimentar 7ºANO 1. Leia o texto e observe o esquema abaixo com MUITA ATENÇÃO. Utilizando as informações do esquema, construa

Leia mais

Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI)

Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Visão termodinâmica Alfred J. Lotka trabalhou populações e comunidades em sistemas termodinâmicos. Cada sistema apresenta um conjunto de transformações e

Leia mais

PIRÂMIDES ECOLÓGICAS E POPULAÇÕES FRENTE 1B AULA 03 PROFESSOR: MARCIEL C. MORAES

PIRÂMIDES ECOLÓGICAS E POPULAÇÕES FRENTE 1B AULA 03 PROFESSOR: MARCIEL C. MORAES PIRÂMIDES ECOLÓGICAS E DINÂMICA DAS POPULAÇÕES FRENTE 1B AULA 03 PROFESSOR: MARCIEL C. MORAES PIRÂMIDES ECOLÓGICAS SÃO GRÁFICOS QUE REPRESENTAM VALORES REFERENTES ÀS CADEIAS ALIMENTARES DE UM ECOSSISTEMA.

Leia mais

Organização biológica dos ecossistemas

Organização biológica dos ecossistemas Organização biológica dos ecossistemas O Ecossistema O albatroz procura um local no solo para depositar os ovos. A andorinha-do-mar regressa de uma longa viagem. Dias com mais horas de luz favorecem a

Leia mais

Ecologia Cadeia Alimentar X Teia Alimentar

Ecologia Cadeia Alimentar X Teia Alimentar Ecologia Cadeia Alimentar X Teia Alimentar 1- (Ufu 2007) As Teias Alimentares representam a complexa rede de transferência de matéria e energia em um ecossistema. Sobre a Teia Alimentar representada na

Leia mais

Livro: Florinha e a fotossíntese

Livro: Florinha e a fotossíntese 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / TRABALHO DE CIÊNCIAS Nome: N o Data da entrega: 03/07/ Créditos distribuídos: 6,0 pontos Créditos obtidos: Livro: Florinha e a fotossíntese Autor: Samuel Murgel Branco

Leia mais

Ecologia. Estuda a relação entre os seres vivos e o meio ambiente nos seguintes níveis de complexidade: População. Comunidade. Ecossitema.

Ecologia. Estuda a relação entre os seres vivos e o meio ambiente nos seguintes níveis de complexidade: População. Comunidade. Ecossitema. Ecologia Estuda a relação entre os seres vivos e o meio ambiente nos seguintes níveis de complexidade: População Comunidade Ecossitema Biosfera Ecossitema Tansley(1935): Conjunto formado pela INTERAÇÃO

Leia mais

Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental

Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental Tema 18 Fluxo de Matéria e Energia Aula 1: Produção primária Aula 2: Níveis tróficos Prof. Dr. Roberth Fagundes roberthfagundes@gmail.com www.professor.ufop.br/roberthfagundes

Leia mais

Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda

Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda ECOSSISTEMAS MÓDULO 1 Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda ESPÉCIES EXISTENTES NA TERRA Espécies conhecidas 1.412.000 Outros animais 281.000 Insetos 751.000 Fungos 69.000 Procariontes

Leia mais

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares ECOLOGIA Conceitos fundamentais e relações alimentares A ECOLOGIA estuda as relações dos seres vivos entre si e deles com o ambiente onde vivem. Assunto da atualidade: crescimento exagerado da população

Leia mais

Características dos seres vivos

Características dos seres vivos Necessidades Básicas dos Seres Vivos Módulo 1 AULA 3 Professora: Andréa Rodrigues Características dos seres vivos Composição química mais complexa Organização celular Capacidade de nutrição Reação a estímulos

Leia mais

ECOSSISTEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA

ECOSSISTEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA ECOSSISTEMA Prof.: Dr. ORIEL HERRERA Monitores: John David & Giuliane Sampaio Fortaleza/CE Versão 2010 ECOSSISTEMA

Leia mais

Metabolismo Energético das Células. Fotossíntese Quimiossíntese Respiração Celular Fermentação

Metabolismo Energético das Células. Fotossíntese Quimiossíntese Respiração Celular Fermentação Metabolismo Energético das Células Fotossíntese Quimiossíntese Respiração Celular Fermentação 1. Introdução Reações endotérmicas - Característica: Precisam receber energia - Ex.:Fotossíntese e quimiossíntese

Leia mais

Produtividade. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI)

Produtividade. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Produtividade Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Estudo de energia do ecossistema Foram iniciados em 1942 por R. L. Lindeman The trophic dynamic aspect of ecology A idéia geral foi converter

Leia mais

DIVERSIDADE NA BIOSFERA

DIVERSIDADE NA BIOSFERA DIVERSIDADE NA BIOSFERA A BIOSFERA - Diversidade Organização biológica Extinção e conservação A CÉLULA - Unidade estrutural e funcional dos seres vivos Constituintes básicos Biologia e Geologia 10º ano

Leia mais

FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA

FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA Especialização Latu Sensu em Agroecologia 2017-1 FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA Professor: Roberto Akitoshi Komatsu roberto.komatsu@ifsc.edu.br (49) 9.9152-9081 FUNDAMENTOS EM AGROECOLOGIA - Transferência

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 04 Ecossistema, populações e comunidades Profª Heloise G. Knapik 1 Objetivos da Aula: Revisão de conceitos Dinâmica Populacional

Leia mais

População conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que ocorrem juntos em uma mesma área geográfica no mesmo intervalo de tempo (concomitantemente)

População conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que ocorrem juntos em uma mesma área geográfica no mesmo intervalo de tempo (concomitantemente) Conceitos Básicos de Ecologia Professora: Patrícia Hamada Colégio HY Três Lagoas, MS População conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que ocorrem juntos em uma mesma área geográfica no mesmo intervalo

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 03 Ecossistema, populações e comunidades Profª Heloise G. Knapik 1 Objetivos da Aula: Revisão de conceitos Dinâmica Populacional

Leia mais

ECOSSISTEMA. inseparavelmente ligados. Organismos vivos + Ambiente (abiótico) interagem entre si

ECOSSISTEMA. inseparavelmente ligados. Organismos vivos + Ambiente (abiótico) interagem entre si ECOSSISTEMA inseparavelmente ligados Organismos vivos + Ambiente (abiótico) interagem entre si Ciclos de Diversidade Estrutura Materiais Biótica Trófica Troca de materiais vivos e não vivos Componente

Leia mais

Fotossíntese e Quimiossíntese. Natália Paludetto

Fotossíntese e Quimiossíntese. Natália Paludetto Fotossíntese e Quimiossíntese Natália Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com Fotossíntese Os seres que a realizam são conhecidos como autotróficos. É processo pelo qual os seres clorofilados sintetizam

Leia mais

DIVERSIDADE NA BIOSFERA

DIVERSIDADE NA BIOSFERA Escola Secundária de Lousada Biologia - Geologia (10º ano) DIVERSIDADE NA BIOSFERA A Biosfera A Biosfera Mesmo nas condições ambientais mais adversas (elevadíssimos ou reduzidos valores de temperatura,

Leia mais

Bio. Semana. Professor: Rubens Oda Monitoras: Sarah Elis Schollmeier Rebeca Khouri

Bio. Semana. Professor: Rubens Oda Monitoras: Sarah Elis Schollmeier Rebeca Khouri Semana 1 Professor: Rubens Oda Monitoras: Sarah Elis Schollmeier Rebeca Khouri Conceitos básicos em Ecologia e relações alimentares 10 jul RESUMO O método científico é utilizado para buscar explicações

Leia mais

Bio. Semana 1. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Reneca Khouri)

Bio. Semana 1. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Reneca Khouri) Semana 1 Rubens Oda Alexandre Bandeira (Reneca Khouri) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Cadeias alimentares e teias tróficas

Cadeias alimentares e teias tróficas Cadeias alimentares e teias tróficas 06 08 fev 01. Resumo 02. Exercício de Aula 03. Exercício de Casa 04. Questão Contexto RESUMO Cadeia alimentar vivo, fazendo com que um mesmo indivíduo possa ocupar

Leia mais

Denise Mello do Prado Biologia

Denise Mello do Prado Biologia Energia Solar Estima-se queapenas1% daenergiasolar quechegaà Terra é incorporada pelos vegetais por meio da fotossíntese Denise Mello do Prado Biologia www.e-conhecimento.com.br 1% absorvido fotossíntese

Leia mais

CADEIA ALIMENTAR. Obtendo Energia para Viver

CADEIA ALIMENTAR. Obtendo Energia para Viver CADEIA ALIMENTAR O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo ou na

Leia mais

9 o ANO E. FUNDAMENTAL II / Recuperação de Biologia. Ecologia. Prof. Cecil Fazolato

9 o ANO E. FUNDAMENTAL II / Recuperação de Biologia. Ecologia. Prof. Cecil Fazolato 9 o ANO E. FUNDAMENTAL II / 2017 Recuperação de Biologia Ecologia Prof. Cecil Fazolato Recuperação de Biologia Assuntos Fundamentos básicos da Ecologia Fluxo de Energia no Ecossistema Segunda-feira Terça-feira

Leia mais

1ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Bruno Ramello DIA: MÊS: 03. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) PIRÂMIDE ECOLÓGICA

1ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Bruno Ramello DIA: MÊS: 03. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) PIRÂMIDE ECOLÓGICA LISTA: 02 1ª série Ensino Médio Professor(a): Bruno Ramello Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: E PIRÂMIDE ECOLÓGICA TEIA/CADEIA ALIMENTAR DIA: MÊS: 03 2017 01 - (UNICAMP SP) Em uma pirâmide

Leia mais

O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo...

O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo... INTRODUÇÃO À ECOLOGIA 1 O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo... Chefe Seattle 2 A Ecologia É uma ciência nova, surge no

Leia mais

A célula como unidade básica da biodiversidade

A célula como unidade básica da biodiversidade C1 A célula como unidade básica da biodiversidade Diversidade de vida Mamíferos Lontra Raposa Golfinho Aves Abelharuco Flamingo Peneireiro Répteis Sardão Plantas Carvalho Borboleta Insetos Peixes Tubarão

Leia mais

Professora: Klícia Regateiro

Professora: Klícia Regateiro Professora: Klícia Regateiro Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem. O termo "ecologia" (do grego oikos, casa, e logos, ciência) foi originalmente empregado em 1866,

Leia mais

ECOLOGIA. Prof ANA BEATRIZ MASELLI

ECOLOGIA. Prof ANA BEATRIZ MASELLI ECOLOGIA Prof ANA BEATRIZ MASELLI O termo ECOLOGIA foi empregado pela 1ª vez por E. Haeckel, em 1866. gr. OIKOS ESTUDO CASA, AMBIENTE Ecologia é o estudo das interações dos seres vivos entre si e com o

Leia mais

Bio fevereiro. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Rebeca Khouri)

Bio fevereiro. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Rebeca Khouri) 06 10 fevereiro Rubens Oda Alexandre Bandeira (Rebeca Khouri) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Exercitando Ciências - Temas: Fotossíntese e Respiração Celular

Exercitando Ciências - Temas: Fotossíntese e Respiração Celular Exercitando Ciências - Temas: Fotossíntese e Respiração Celular Esta lista de exercícios aborda os conteúdos curriculares: Fotossíntese e a Respiração Celular. 1) A fotossíntese inicia-se com a captação

Leia mais

Exercitando Ciências - Temas: Fotossíntese e Respiração Celular

Exercitando Ciências - Temas: Fotossíntese e Respiração Celular Exercitando Ciências - Temas: Fotossíntese e Respiração Celular Esta lista de exercícios aborda os conteúdos curriculares: Fotossíntese e a Respiração Celular. 1) A fotossíntese inicia-se com a captação

Leia mais

Metabolismo Energético. Professora: Luciana Ramalho 2017

Metabolismo Energético. Professora: Luciana Ramalho 2017 Metabolismo Energético Professora: Luciana Ramalho 2017 Metabolismo Energético Respiração celular Exergônica Catabolismo Produção de energia Ocorre na Mitocôndria Fotossíntese Endergônica Anabolismo Produção

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com VÍDEO: Planeta Terra: a casa que eu te aluguei Duração: 10 min. Capítulo

Leia mais

Conceitos básicos para arrasar!

Conceitos básicos para arrasar! Professora Zazá Conceitos básicos para arrasar! ESPÉCIE é o conjunto de indivíduos semelhantes (estruturalmente, funcionalmente e bioquimicamente) que se reproduzem naturalmente, originando descendentes

Leia mais

Solitária. Homem. Milho

Solitária. Homem. Milho Exercitando Ciências Tema: Cadeias Alimentares Esta lista de exercícios aborda o conteúdo curricular cadeias alimentares, teia alimentar e transferência de energia nas cadeias alimentares. 1) Observe no

Leia mais

Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade

Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade Ciências Naturais 8. o ano de escolaridade SUBDOMÍNIO Sistema Terra: da célula à biodiversidade OBJETIVO: 3. Compreender a célula como a unidade básica da biodiversidade existente na Terra Qual é a unidade

Leia mais

A soma de todos os ecossistemas constitui a biosfera, que corresponde à porção do planeta Terra onde existe vida.

A soma de todos os ecossistemas constitui a biosfera, que corresponde à porção do planeta Terra onde existe vida. Resumo Aula-tema 01: Panorama mundial e nacional ecossistemas No momento atual, a preocupação de governos, sociedade civil e cidadãos deve visar a sustentabilidade. Para se compreender esse conceito, é

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA DEFINIÇÃO DE ECOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS SERES VIVOS E SUAS RELAÇÕES SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CÉLULA CITOLOGIA TECIDO

Leia mais

BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO

BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO Biologia Prof. Rogério 2016 BIOLOGIA BIO = VIDA LOGOS = ESTUDO Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Biologia Prof. Rogério 2016 O QUE CARACTERIZA UM

Leia mais

Unidade 3 Fluxos de energia e ciclos de matéria

Unidade 3 Fluxos de energia e ciclos de matéria UNIDADE 3 FLUXOS DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA Unidade 3 Fluxos de energia e ciclos de matéria específicas para Energia Respiração Fotossíntese Transpiração Herbívoro Omnívoro Carnívoro Matéria orgânica

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS

CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Composição química muito complexa; Organização celular; Capacidade de nutrição; Reação a estímulos do ambiente; Capacidade de manter o seu meio interno em condições adequadas,

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ECOLOGIA. Profa. Dra. Vivian C. C. Hyodo

FUNDAMENTOS DE ECOLOGIA. Profa. Dra. Vivian C. C. Hyodo FUNDAMENTOS DE ECOLOGIA Profa. Dra. Vivian C. C. Hyodo Fundamentos de Ecologia Interação é a palavra-chave na ciência da Ecologia 1866 alemão Ernst Haeckel Morfologia Geral dos Organismos criação de uma

Leia mais

Características dos seres vivos

Características dos seres vivos Necessidades Básicas dos Seres Vivos Módulo 1 AULA 3 Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Laís Leal Características dos seres vivos Composição química mais complexa Organização celular Capacidade de

Leia mais

Biologia. Fotossíntese. Professor Enrico Blota.

Biologia. Fotossíntese. Professor Enrico Blota. Biologia Fotossíntese Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia FOTOSSÍNTESE Processo de formação de matéria orgânica (principalmente a glicose) a partir de gás carbônico e água. Essa

Leia mais

TIS. Papel do Azoto e dos micro organismos na Agricultura

TIS. Papel do Azoto e dos micro organismos na Agricultura Papel do Azoto e dos micro organismos na Agricultura 1 O Azoto O azoto ou nitrogénio, de símbolo químico N, encontramo-lo no estado gasoso e constitui cerca de 78 % do ar da atmosfera terrestre. É um gás

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

Ciclos Biogeoquímicos

Ciclos Biogeoquímicos Ciclos Biogeoquímicos CICLOS BIOGEOQUÍMICOS Ciclos: troca e circulação de matéria entre os fatores bióticos e abióticos. Bio: síntese orgânica e decomposição dos elementos. Geo: o meio terrestre (solo)

Leia mais

6. Menciona os processos através dos quais o CO2 é devolvido ao meio abiótico.

6. Menciona os processos através dos quais o CO2 é devolvido ao meio abiótico. ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO 2º Teste de Avaliação (45 minutos) Versão 1 Disciplina de CIÊNCIAS NATURAIS 8ºA 30 de Novembro de 2010 Nome: Nº Classificação: A professora: (Isabel Lopes) O Encarregado

Leia mais

Ciclos Biogeoquímicos Luciana Ramalho 2015

Ciclos Biogeoquímicos Luciana Ramalho 2015 Ciclos Biogeoquímicos Luciana Ramalho 2015 Ciclos biogeoquímicos Conceito: É o trajeto das substâncias do ambiente abiótico para biótico e o seu retorno ao mundo abiótico. Há um movimento cíclico de elementos

Leia mais

Características dos seres vivos

Características dos seres vivos Necessidades Básicas dos Seres Vivos Módulo 1 AULA 3 Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda Características dos seres vivos Composição química mais complexa Organização celular Capacidade

Leia mais

BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES

BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES ECOLOGIA DEFINIÇÃO: ESTUDO DAS RELAÇÕES DOS SERES VIVOS ENTRE SI E COM O MEIO AMBIENTE. IMPORTÂNCIA DA ECOLOGIA RACIONALIZAÇÃO DOS DESMATAMENTOS E DA EXPLORAÇÃO

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Ciências 7 o ano Unidade 2 5 Unidade 2 Nome: Data: 1. As cores das flores e o período do dia em que elas abrem são duas adaptações importantes das plantas e que facilitam a sua

Leia mais