ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos"

Transcrição

1 ECOSSISTEMAS E ENERGIA Profº Júlio César Arrué dos Santos

2 Componentes Bióticos dos ecossistemas Todos ecossistemas são constituídos por componentes abióticos (parte física e química sem vida) e bióticos (parte viva). Quando observamos uma mata, um rio ou um jardim, parece que há um certo caos e que os seres vivos que ali vivem, estão totalmente isolados uns dos outros. Engano. Naquele aparente caos de seres vivos, há uma organização com base na alimentação dos organismos. Há o que denominamos de cadeia alimentar. Sendo assim, os seres vivos estão distribuídos em três níveis tróficos: produtores, consumidores e decompositores. Fonte:

3 PRODUTORES Os produtores são aqueles seres vivos que conseguem produzir seu próprio alimento. São os seres autotróficos. Entre eles temos os quimiossintetizantes (bactérias) e fotossintetizantes (bactérias, algas e vegetais). Quimiossíntese A quimiossíntese é uma reação que produz energia química, convertida da energia de ligação dos compostos inorgânicos oxidados. Sendo a energia química liberada, empregada na produção de compostos orgânicos e gás oxigênio (O 2 ), a partir da reação entre o dióxido de carbono (CO 2 ) e água molecular (H 2 O), conforme demonstrado abaixo: - Primeira etapa Composto Inorgânico + O 2 Compostos Inorgânicos oxidados + Energia Química - Segunda etapa CO 2 + H 2 O + Energia Química Compostos Orgânicos + O 2 Esse processo autotrófico de síntese de compostos orgânicos ocorre na ausência de energia solar. É um recurso normalmente utilizado por algumas espécies de bactérias e arqueobactérias (bactérias com características primitivas ainda vigentes), recebendo a denominação segundo os compostos inorgânicos reagentes, podendo ser: ferrobactérias e nitrobactérias ou nitrificantes (nitrossomonas e nitrobacter, gênero de bactérias quimiossíntetizantes). (Brasil Escola, 2011)

4 PRODUTORES Fotossíntese Fotossíntese é basicamente um processo celular pelo qual a maioria dos seres autótrofos produz seu próprio alimento (substâncias orgânicas) a partir de elementos inorgânicos. A energia para a realização desse processo vem da luz, tendo como principal fonte o próprio Sol. A energia luminosa solar fica armazenada nas moléculas de glicídios, e passa a ser utilizada como reserva de nutrientes ou fonte de alimento para outros seres vivos. (Brasil Escola, 2011) Para se realizar a fotossíntese, a maioria dos seres autótrofos utiliza como reagente o gás carbônico e a água, assim, produzem oxigênio e glicídios. Os glicídios produzidos são armazenados e podem ser utilizados como fonte de energia e de matériaprima para a formação de novas estruturas e compostos. (Brasil Escola, 2011) A maioria dos seres autótrofos, como as plantas por exemplo, conseguem realizar esse incrível processo graças à presença de uma substância de cor verde conhecida como clorofila; que tem a capacidade de absorver a energia luminosa presente na luz solar e transformá-la em energia, que depois é convertida em glicídios. (Brasil Escola, 2011) Nas plantas, as folhas apresentam uma enorme quantidade de clorofila, por isso são verdes. Entretanto, existem plantas que apresentam células clorofiladas em seu caule, como é o caso dos cactos. (Brasil Escola, 2011) FÓRMULA GERAL DA FOTOSSÍNTESE: 6 CO H 2 O C 6 H 12 O O H 2 0

5 CONSUMIDORES São aqueles organismos que não possuem capacidade de produzir seu alimento. Esse grupo também é organizado em níveis. Existem os consumidores primários, secundários, terciários e assim por diante. CONSUMIDORES PRIMÁRIOS Os consumidores primários são aqueles que se alimentam dos produtores. Comumente conhecidos como herbívoros. Fonte: Fonte:

6 CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS, TERCIÁRIOS, QUARTENÁRIOS, ETC. Conhecidos também como carnívoros. Esses consumidores se caracterizam por consumirem outros consumidores, como por exemplo, o consumidor secundário. Esse grupo também é organizado em níveis. Existem os consumidores primários, secundários, terciários e assim por diante. A exceção do consumidor primário, que se alimenta somente de produtores, os outros consumidores serão definidos de acordo com sua posição na cadeia trófica. Fonte: Neste caso, a Sucuri (carnívora) matou o bezerro (herbívoro) para se alimentar. Então, fazemos a seguinte leitura: como o bezerro é um consumidor primário, a sucuri ocupa o status de consumidora secundária. Fonte: Neste outro caso, a Sucuri (carnívora) engoliu um animal carnívoro (consumidor secundário). Então, ela passa a ocupar o status de consumidora secundária.

7 Fonte: DECOMPOSITORES São aqueles organismos que se alimentam dos organismos que estão mortos. Os decompositores são muito importantes, pois contribuem para a ciclagem dos nutrientes, ou seja, ao decomporem a matéria orgânica deixam no solo os minerais que, posteriormente, serão absorvidos pelos produtores. Fonte: Os Fungos são os decompositores mais conhecidos e possíveis de serem visualizados Fonte: Bactérias decompositoras

8 Fonte: Cadeia Alimentar Nos ecossistemas existem fluxos de nutrientes e de energia que interligam diferentes organismo de diferentes grupos e diferentes reinos. Podemos comparar a cadeia alimentar a uma corrente, onde cada nível trófico equivale a um elo da corrente. Abaixo, observe as representação nas imagens. Fonte:

9 Teia Alimentar A teia alimentar é, basicamente, o conjunto de várias cadeias alimentares. Ao analisarmos um certa teia alimentar pegamos apenas um representante dos produtores, um dos consumidores primários (herbívoro), um dos consumidores secundários (carnívoro) e um dos consumidores terciários e assim por diante. No caso da teia, se faz a análise de todas as cadeias ao mesmo tempo. Em outras palavras, ao analisarmos uma teia alimentar consideramos todos os seres que fazem parte do primeiro nível (produtores), segundo nível (herbívoros), terceiro nível (carnívoros). Fonte: Ao lado encontramos uma teia alimentar, simples, de três cadeias alimentares evidentes. Entretanto, temos 7 cadeias. Basta seguir as setas. As cadeias alimentares evidentes são: 1 a) couve (produtor); b) besouro (herbívoro consumidor primário); c) parasitóide (consumidor secundário carnívoro). 2 a) couve (produtor); b) lagarta (herbívoro consumidor primário); c) parasitóide (consumidor secundário carnívoro); d) hiperparasitóide (consumidor terciário carnívora); predadores (consumidores quartenários carnívora). 3 - a) couve (produtor); b) pulgões (herbívoro consumidor primário); c) parasitóide (consumidor secundário carnívoro); d) hiperparasitóide (consumidor terciário carnívora); predadores (consumidores quartenários carnívora).

10 Pirâmides Ecológicas São gráficos que mostram a distribuição de energia e matéria ao longo de uma cadeia trófica. Podem ser três: - De números - De biomassa - De energia PIRÂMIDES DE NÚMEROS São aquelas pirâmides que irão evidenciar o número de organismos de acordo com os níveis tróficos. Nos gráficos abaixo temos duas pirâmides apresentando situações diferentes. Fonte: Nesta pirâmide o número de plantas é maior que o de seus predadores, ou seja os gafanhotos. Que por sua vez tem o número maior que o de seus predadores que são as aves. Esta forma de pirâmide é mais comum. Fonte: Nesta outra pirâmide o número de plantas é menor que o de seus predadores, ou seja os besouros. No entanto, os besouros apresentam um número bem maior que o de seus predadores, as aves. Est forma de pirâmide não é tão comum. São as pirâmides invertidas

11 PIRÂMIDES DE ENERGIA São aquelas pirâmides expressão a variação de energia ao longo de uma cadeia trófica (alimentar). Observe a figura abaixo. PIRÂMIDES DE BIOMASSA São aquelas pirâmides expressão a variação da massa corpórea (biomassa). Observe a figura abaixo. Os produtores são aqueles organismos que mais detém energia. A medida que essa energia vai se transferindo para os outros níveis, na forma de alimento, ela diminui. Uma parte é utilizada na manutenção e armazenamento e outra se perde no ambiente. Os produtores são aqueles organismos que, por terem mais representantes, apresentam maior biomassa. Após, teremos os herbívoros com maior biomassa do que os carnívoros primários e assim sucessivamente.

12 DDT E O ACÚMULO NA CADEIA TRÓFICA (ALIMENTAR) O Dicloro-Difenil-Tricloroetano (DDT) se tornou um dos mais conhecidos inseticidas de baixo custo. Começou a ser utilizado na Segunda Guerra Mundial para eliminar insetos e combater as doenças emitidas por eles como a Malária, Tifo e Febre amarela, era usado também por fazendeiros para controlar pestes agrícolas. O DDT demora de 4 a 30 anos para se degradar, o principal problema é sua ação indiscriminada, que atinge tanto as pragas quanto o resto da fauna e flora da área afetada, além de se infiltrar na água contaminando os mananciais, esse inseticida interrompe o equilíbrio natural no meio ambiente. O uso do DDT foi proibido por volta dos anos 70, em virtude de seu efeito acumulativo no organismo, dentre os malefícios causados por ele está o enfraquecimento das cascas de ovos das aves, envenenamento de alimentos como carnes e peixes. Alguns estudos sugeriram que é cancerígeno, provoca partos prematuros, causa danos neurológicos, respiratórios e cardiovasculares. (Alves, L., 2011) No Brasil foi proibido somente em 2009 pela Lei /09. (Governo federal, 2009) Fonte:

13 Sites Pesquisados BRASIL ESCOLA. Quimiossíntese. Disponível em: ALVES, L. Brasil Escola. DDT. Disponível em:

Fluxo de Energia e Circulação de Matéria nos Ecossistemas. Ciências Naturais 8º ano

Fluxo de Energia e Circulação de Matéria nos Ecossistemas. Ciências Naturais 8º ano Fluxo de Energia e Circulação de Matéria nos Ecossistemas Qual é a principal fonte de energia nos ecossistemas? A principal fonte de energia é o Sol. Como é que a energia solar é captada pelos seres vivos?

Leia mais

Avaliação Ciências 6º ano Unidade 7

Avaliação Ciências 6º ano Unidade 7 1. A ilustração abaixo representa um ecossistema. Com relação a esse ecossistema responda: a) O que é um ecossistema? b) Quais são os componentes vivos representados? c) Cite alguns dos elementos não vivos

Leia mais

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares ECOLOGIA Conceitos fundamentais e relações alimentares A ECOLOGIA estuda as relações dos seres vivos entre si e deles com o ambiente onde vivem. Assunto da atualidade: crescimento exagerado da população

Leia mais

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA Todos os organismos necessitam de energia para realizar as suas funções vitais. A energia necessária para a vida na Terra provém praticamente toda do sol. Contudo,

Leia mais

Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet

Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Ciências Prof. Rogério 2016 Professor Rogério Imagens meramente ilustrativas, domínio público sites diversos/internet Ciências Prof. Rogério 2016 1º MOMENTO - O solo - O Ar - A água SOLOS Parte mais superficial

Leia mais

Aula 11 Cadeia alimentar

Aula 11 Cadeia alimentar Aula 11 Cadeia alimentar A biosfera, parte do planeta onde vivem os seres vivos, é formado por ecossistemas. O ecossistema é constituído por comunidade (parte biótica) e os fatores físicos e químicos do

Leia mais

Entre os seres vivos de um ecossistema, há um inter relacionamento dinâmico e equilibrado, que permite a troca de matéria e de energia.

Entre os seres vivos de um ecossistema, há um inter relacionamento dinâmico e equilibrado, que permite a troca de matéria e de energia. Cadeia alimentar A biosfera, parte do planeta onde vivem os seres vivos, é formado por ecossistemas. O ecossistema é constituído por comunidades (parte biótica) e os fatores físicos e químicos do meio

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015

COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015 COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015 ECOLOGIA Introdução, Cadeias alimentares, Matéria e Energia no Ecossistema. O termo ECOLOGIA foi empregado pela 1ª vez por E. Haeckel,

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS PROF. PANTHERA

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS PROF. PANTHERA CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS SERES VIVOS PROF. PANTHERA COMPOSIÇÃO QUÍMICA COMPLEXA Está representada por: Substâncias inorgânicas: água e sais minerais. Substâncias orgânicas (possuem o carbono como elemento

Leia mais

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: 1- OBSERVE as imagens abaixo. a) CITE a planta que produz frutos e sementes.

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: 1- OBSERVE as imagens abaixo. a) CITE a planta que produz frutos e sementes. Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- OBSERVE as imagens abaixo. a) CITE a planta que produz frutos e sementes. b) EXPLIQUE o que são os pontinhos na folha da planta 1. c) DIFERENCIE a reprodução

Leia mais

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS ECOLOGIA GERAL Aula 05 Aula de hoje: FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS Sabemos que todos os organismos necessitam de energia para se manterem vivos, crescerem, se reproduzirem e, no caso

Leia mais

Reino Plantae. Todos os seres incluídos no Reino Plantae são: EUCARIONTES PLURICELULARES AUTÓTROFOS

Reino Plantae. Todos os seres incluídos no Reino Plantae são: EUCARIONTES PLURICELULARES AUTÓTROFOS Reino Plantae Reino Plantae Todos os seres incluídos no Reino Plantae são: EUCARIONTES PLURICELULARES AUTÓTROFOS A clorofila encontra-se dentro dos plastos Cloroplastos Cloroplasto Parede celular Representação

Leia mais

3. (1,0) Podemos afirmar que o inseto Jesus participa de uma teia alimentar. Por quê?

3. (1,0) Podemos afirmar que o inseto Jesus participa de uma teia alimentar. Por quê? QiD 2 6º ANO PARTE 4 CIÊNCIAS 1. (1,0) Leia o texto abaixo e identifique a que palavras correspondem os números 1 e 2. Os componentes bióticos de um ecossistema formam a 1 desse lugar, que é representada

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

Matéria e Energia no Ecossistema

Matéria e Energia no Ecossistema Matéria e Energia no Ecossistema Qualquer unidade que inclua a totalidade dos organismos (comunidade) de uma área determinada, interagindo com o ambiente físico, formando uma corrente de energia que conduza

Leia mais

23/8/2011 CADEIAS ALIMENTARES CADEIA ALIMENTAR OU CADEIA TRÓFICA PRODUTORES. Ecossitemas e Saúde Ambiental ::Profª MSC. Dulce Amélia Santos 1

23/8/2011 CADEIAS ALIMENTARES CADEIA ALIMENTAR OU CADEIA TRÓFICA PRODUTORES. Ecossitemas e Saúde Ambiental ::Profª MSC. Dulce Amélia Santos 1 CADIAS ALIMNTARS ngenharia Civil Disciplina cossistemas e Saúde Ambiental Aula - Cadeias Alimentares - Fluxo De nergia Profª Msc.. Dulce Amélia Santos As espécies que vivem em um mesmo ambiente estão ligadas

Leia mais

Aula 2. Teias alimentares, Cadeias Alimentares e Pirâmides Ecológicas.

Aula 2. Teias alimentares, Cadeias Alimentares e Pirâmides Ecológicas. Aula 2 Teias alimentares, Cadeias Alimentares e Pirâmides Ecológicas. Introdução Segundo sua definição (ver aula 1), em ecologia podemos estudar as relações entre os indivíduos do meio biótico, seja ao

Leia mais

Reino Monera. Telmo Giani- Fonte: Internet

Reino Monera. Telmo Giani- Fonte: Internet Reino Monera Telmo Giani- Fonte: Internet Célula bacteriana Membrana plasmática Citoplasma Mesossomo Ribossomos Parede celular Cápsula Fímbrias Enzimas relacionadas com a respiração, ligadas à face interna

Leia mais

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Multidisciplinar A Ecologia é complexa, e envolve:

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres

Leia mais

NUTRIÇÃO E ACUMULAÇÃO SUBSTÂNCIAS DAS PLANTAS

NUTRIÇÃO E ACUMULAÇÃO SUBSTÂNCIAS DAS PLANTAS Escola Secundária do Padre António Martins Oliveira de Lagoa Técnicas Laboratoriais de Biologia NUTRIÇÃO E ACUMULAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS DAS PLANTAS Pedro Pinto Nº 14 11ºA 09/12/2003 Índice Introdução... 3

Leia mais

Dinâmica dos Ecossistemas

Dinâmica dos Ecossistemas UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA Prof. Oriel Herrera Monitores: John David & Giuliane Sampaio Dinâmica dos Ecossistemas Fortaleza-CE Versão

Leia mais

Comer o milho ou a galinha que comeu o milho?

Comer o milho ou a galinha que comeu o milho? Comer o milho ou a galinha que comeu o milho? A UU L AL A Na Aula 29 usamos como exemplo o galinheiro de um fazendeiro. Para alimentar as galinhas, o fazendeiro planta ou compra milho. As galinhas, aproveitando

Leia mais

CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR

CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR Cadeia alimentar: é uma seqüência de seres vivos relacionando-se dentro de um ecossistema, onde um ser serve de alimento para outro ser. Exemplo: Capim capivara onça bactéria

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE III

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE III REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 AULA: 18.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE III 2 REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Reino Animal 3 REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Apesar da grande diversidade, quase todos os animais

Leia mais

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida Introdução A ciência que estuda como os seres vivos se relacionam entre si e com o ambiente em que vivem e quais as conseqüências dessas relações é a Ecologia (oikos = casa e, por extensão, ambiente; logos

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO CIÊNCIAS DA NATUREZA - 2º CICLO (PROVA 02) O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2015 pelos alunos que

Leia mais

Matéria e energia nos ecossistemas

Matéria e energia nos ecossistemas Aula de hoje Matéria e energia nos ecossistemas Matéria e energia nos ecossistemas A forma e funcionamento dos organismos vivos evoluiu parcialmente il em respostas às condições prevalecentes no mundo

Leia mais

Sucessão Ecológica. Introdução. Comunidades Clímax. Sucessão Ecológica Primaria

Sucessão Ecológica. Introdução. Comunidades Clímax. Sucessão Ecológica Primaria Sucessão Ecológica Introdução As comunidades estáveis ou de clímax existem num fluxo continuo, ou seja, os indivíduos de uma espécie são sempre substituídos por outros da mesma espécie, sem que haja alternância

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): Ano: 6º Nº Professor: Sonali Componente Curricular: Ciências Quantos reinos de seres vivos há na natureza? Essa pergunta já

Leia mais

Tempo de Ciências. SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA SALA DE AULA Tema 3 Capítulo 1: Alimentação e nutrientes (páginas 82 a 91 do livro)

Tempo de Ciências. SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA SALA DE AULA Tema 3 Capítulo 1: Alimentação e nutrientes (páginas 82 a 91 do livro) Tempo de Ciências 8 SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA SALA DE AULA Tema 3 Capítulo 1: Alimentação e nutrientes (páginas 82 a 91 do livro) Objetivos Alimentação e nutrientes Conhecer os tipos de nutrientes e seus

Leia mais

Cuidando das plantas

Cuidando das plantas A U A UL LA Cuidando das plantas As flores, quer por suas cores e formas, quer pela beleza de suas folhagens, nos causam muita admiração. Quem não se sente feliz ao receber flores? Quem não gosta de ter

Leia mais

III BIMESTRE TRABALHO DE BIOLOGIA 2011

III BIMESTRE TRABALHO DE BIOLOGIA 2011 III BIMESTRE TRABALHO DE BIOLOGIA 2011 INSTRUÇÕES 1. Preencha o cabeçalho e com o nome completo de cada aluno da equipe MÉDIA = 2. Todas as respostas deverão ser apresentadas nos espaços apropriados, com

Leia mais

ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS

ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS BIOLOGIA ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem. É uma ciência que estuda os seres vivos acima do nível do organismo individual, estuda,

Leia mais

Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão

Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão Antes de continuarmos... ainda algumas orientações! Orientações gerais (muito importantes) 1) O prazo máximo

Leia mais

Biologia Fascículo 10 André Eterovic

Biologia Fascículo 10 André Eterovic Biologia Fascículo 10 André Eterovic Índice Ecologia Conceitos Ecológicos...1 Cadeias Alimentares...2 Relações Simbióticas...4 Exercícios...6 Gabarito...8 Ecologia Conceitos Ecológicos Ecologia: definição

Leia mais

3 Os hidrocarbonetos e a importância de seu estudo no ambiente

3 Os hidrocarbonetos e a importância de seu estudo no ambiente 3 Os hidrocarbonetos e a importância de seu estudo no ambiente Os hidrocarbonetos são compostos químicos formados unicamente por átomos de carbono e hidrogênio, estando presentes na natureza como constituintes

Leia mais

www.interaulaclube.com.br

www.interaulaclube.com.br A UU L AL A O mar Observe atentamente a figura abaixo. Uma olhada mais despreocupada para o desenho pode dar a impressão de que estamos diante de uma região desértica na superfície da Terra. Mas, prestando

Leia mais

Qual a fonte primária de energia nos ecossistemas?

Qual a fonte primária de energia nos ecossistemas? Ciências Naturais 8.º ano Fluxos de Energia e Ciclo de Matéria Qual a fonte primária de energia nos ecossistemas? O Sol é a fonte primária de Energia para a vida dos Ecossistemas. Energia Solar Energia

Leia mais

1. O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive numa mesma área geográfica constitui:

1. O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive numa mesma área geográfica constitui: COLÉGIO JOÃO PAULO I ENSINO MÉDIO 2009 ECOLOGIA PROF. XANDI 1. O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive numa mesma área geográfica constitui: a) população b) comunidade c) ecossistema d)

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 8.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 8.º Ano Projeto 1 Condições que permitem a vida na Terra Ciências Naturais Compreender o ambiente! Tempo Previsto: 1 quinzena 1.ª Fase: Posição da Terra no Sistema Solar 2.ª Fase: Condições da Terra que permitem

Leia mais

Prof. Giovani - Biologia

Prof. Giovani - Biologia Prof. Giovani - Biologia 1.(UFRS) Tanto em uma célula eucarionte quanto em uma procarionte podemos encontrar: a) membrana plasmática e retículo endoplasmático. b) ribossomos e aparelho de Golgi. c) mitocôndrias

Leia mais

Carboidratos No momento em que você está lendo e procurando entender suas células nervosas estão realizando um trabalho e, para isso, utilizam a

Carboidratos No momento em que você está lendo e procurando entender suas células nervosas estão realizando um trabalho e, para isso, utilizam a A química da Vida A Água A água é o componente biológico essencial à manutenção da vida animal e vegetal. No entanto existem organismos que possuem homeostase (equilíbrio interno) submetida às condições

Leia mais

Nesse trecho, muitas relações ecológicas entre a árvore e outros organismos são citadas, exceto

Nesse trecho, muitas relações ecológicas entre a árvore e outros organismos são citadas, exceto Biologia 1 ano Avaliação - D Rodrigo abr/08 1. Sobre o vídeo Blue Planet Mares Sazonais, é incorreto afirmar que: a) as lagostas americanas apresentam competição intra-específica por territórios reprodutivos.

Leia mais

Ciências Naturais. Fluxo de Energia nos Ecossistemas teste de verificação da aprendizagem

Ciências Naturais. Fluxo de Energia nos Ecossistemas teste de verificação da aprendizagem Ciências Naturais 8º ano Fluxo de Energia nos Ecossistemas teste de verificação da aprendizagem 1 O que representa a imagem seguinte? A. Uma sucessão ecológica. B. Uma teia aliemntar. C. Uma pirâmide ecológica.

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2011 2ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2011 2ª fase www.planetabio.com 1- Uma dieta muito popular para perder peso consiste em ingerir alimentação rica em gordura e proteína, mas sem carboidratos. O gráfico a seguir mostra o efeito dessa dieta na recomposição do glicogênio

Leia mais

BIOLOGIA Bases da Ecologia

BIOLOGIA Bases da Ecologia Módulo 42 Página 17 à 29 Quantos animais e seres vivos vocês conhecem? Onde eles vivem? Vamos fazer a leitura das páginas 17 e 18 Por dentro da notícia páginas 18 e 19 RESPONDA: 1) Depois de ler o texto

Leia mais

BIOLOGIA 10º. Módulo inicial Diversidade na Biosfera

BIOLOGIA 10º. Módulo inicial Diversidade na Biosfera BIOLOGIA 10º Módulo inicial Diversidade na Biosfera Biologia 2 Ciência que se dedica ao estudo da vida e dos fenómenos que com ela estão intimamente relacionados. 3 Biologia 4 A vida e os seres vivos Questão

Leia mais

Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Marina Borges

Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Marina Borges ECOSSISTEMAS MÓDULO 1 Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Marina Borges ESPÉCIES EXISTENTES NA TERRA Espécies conhecidas 1.412.000 Outros animais 281.000 Insetos 751.000 Fungos 69.000 Procariontes 4.800

Leia mais

INTRODUÇÃO A BIOLOGIA O ESTUDO DA VIDA. Prof. Fernando Stuchi

INTRODUÇÃO A BIOLOGIA O ESTUDO DA VIDA. Prof. Fernando Stuchi INTRODUÇÃO A BIOLOGIA O ESTUDO DA VIDA O QUE É BIOLOGIA Bio = Vida / Logos = estudo A biologia divide-se em diversas áreas para a fundamentação do estudo da vida. Zoologia Embriologia Ecologia Bioquímica

Leia mais

NECESSIDADE BÁSICAS DOS SERES VIVOS. Estágio docência: Camila Macêdo Medeiros

NECESSIDADE BÁSICAS DOS SERES VIVOS. Estágio docência: Camila Macêdo Medeiros NECESSIDADE BÁSICAS DOS SERES VIVOS Estágio docência: Camila Macêdo Medeiros Necessidades básicas O planeta oferece meios que satisfaçam as necessidades básicas dos seres vivos. Necessidades básicas dos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ECOLOGIA

EXERCÍCIOS DE ECOLOGIA BIOLOGIA Iaci Belo www.iaci.com.br ASSUNTO: ECOLOGIA Série: 3EM EXERCÍCIOS DE ECOLOGIA 01. Os seres aquáticos podem se divididos em três grupos: I. Organismos que nadam ativamente vencendo as correntes;

Leia mais

A disposição da vida na Terra

A disposição da vida na Terra Aula 01 A disposição da vida na Terra O que é a vida? Existe vida em outros planetas? Podemos viver sem o Sol? O nosso sistema solar possui os seguintes planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte Júpiter,

Leia mais

Características gerais

Características gerais Reino das Plantas Características gerais São organismos: Eucariontes Pluricelulares Autótrofos Possuem diversos pigmentos, como os fotossintetizantes e os acessórios. Características gerais Capacidade

Leia mais

Ciências/15 7º ano Turma:

Ciências/15 7º ano Turma: Ciências/15 7º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 7ºcie301r Roteiro de Estudos- Recuperação de Ciências 7 ANO 1º trimestre O que estudamos no primeiro trimestre? No primeiro trimestre estudamos as

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA Enzimas relacionadas à respiração e que estão ligadas à face interna da membrana plasmática Como pode cair no enem? (ENEM) O uso prolongado de lentes de contato,

Leia mais

3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e. condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica.

3ª série Identificar relações entre conhecimento científico, produção de tecnologia e. condição de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica. DISCIPLINA DE BIOLOGIA OBJETIVOS: 1ª série Compreender a natureza como um todo dinâmico e o ser humano como agente de transformação do mundo em que vive, em relação essencial com os demais seres vivos

Leia mais

DPS1035 Gestão Ambiental e Sustentabilidade. CGEP Eng a. Morgana Pizzolato, Dr a.

DPS1035 Gestão Ambiental e Sustentabilidade. CGEP Eng a. Morgana Pizzolato, Dr a. DPS1035 Gestão Ambiental e Sustentabilidade CGEP Eng a. Morgana Pizzolato, Dr a. Modelo de desenvolvimento atual produção agrícola e pecuária derrubando as matas, destruindo os solos e contaminando as

Leia mais

ECOLOGIA. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2. Conceitos Básicos. Estuda as formas de organização superiores à do organismo 14/02/2014.

ECOLOGIA. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2. Conceitos Básicos. Estuda as formas de organização superiores à do organismo 14/02/2014. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 Conceitos Básicos ECOLOGIA Estuda as formas de organização superiores à do organismo Protoplasma Níveis de Organização dos Seres Vivos Célula Tecido Órgão Aparelho Sistema

Leia mais

As Características dos Seres Vivos

As Características dos Seres Vivos As Características dos Seres Vivos Os seres vivos e a matéria bruta possuem propriedades diferentes. Os seres vivos são dotados de um conjunto de características que não existem na matéria bruta (sem vida).

Leia mais

5ª série / 6º ano 1º bimestre

5ª série / 6º ano 1º bimestre 5ª série / 6º ano 1º bimestre Água e o planeta Terra Hidrosfera Distribuição e importância Hidrosfera é o conjunto de toda a água da Terra. Ela cobre 2/3 da superfície terrestre e forma oceanos, mares,

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 8º ANO ANO LETIVO 2015/2016 PLANO DE ESTUDOS. O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir os objetivos em seguida apresentados:

CIÊNCIAS NATURAIS 8º ANO ANO LETIVO 2015/2016 PLANO DE ESTUDOS. O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir os objetivos em seguida apresentados: PLANO DE ESTUDOS O aluno, no final do 8.º ano, deve atingir os objetivos em seguida apresentados: 1.º PERÍODO DOMÍNIO SUBDOMÍNIO / CONTEÚDOS 1. Compreender as condições próprias da Terra que a tornam o

Leia mais

FONTES DE ENERGIA. Energia. [Do gr. energéia, pelo lat. energia]. 1. Maneira como se

FONTES DE ENERGIA. Energia. [Do gr. energéia, pelo lat. energia]. 1. Maneira como se Energia. [Do gr. energéia, pelo lat. energia]. 1. Maneira como se exerce uma força. 2. Força moral; firmeza. 3. Vigor, força. 4. Filos. Segundo Aristóteles, o exercício mesmo da atividade, em oposição

Leia mais

ATIVIDADE EXTRA 8º ANO

ATIVIDADE EXTRA 8º ANO ATIVIDADE EXTRA 8º ANO DISCIPLINA CIÊNCIAS 1) O maior osso do corpo humano é: (a) fíbula (b) tíbia (c) escápula (d) úmero (e) fêmur 2) O esqueleto, que faz parte do sistema locomotor, apresenta várias

Leia mais

Unidade I: Fundamentos

Unidade I: Fundamentos Curso: Ciências do Ambiente Unidade I: Fundamentos Profª Manuella Villar Amado A crise ambiental Miller (1985) A Terra pode ser comparada a uma astronave deslocando-se a 100.000 km/h pelo espaço sideral

Leia mais

Dannubia Bastos. Acadêmica de Medicina / UECE

Dannubia Bastos. Acadêmica de Medicina / UECE Reino Monera Dannubia Bastos Acadêmica de Medicina / UECE Reino Monera Estrutura celular simples Procariontes Unicelulares Ex: Bactérias e cianobactérias (algas azuis) Variedade de ambientes Não possuem

Leia mais

Tema: Animais Vertebrados e Invertebrados

Tema: Animais Vertebrados e Invertebrados Tema: Animais Vertebrados e Invertebrados Prezado Aluno, Nesta oficina, você desenvolverá atividades que abordam a diversidade de vida dos seres vivos, a diversidade e características físicas dos animais

Leia mais

NETXPLICA http://forum.netxplica.com TESTE DE AVALIAÇÃO 8º Ano Ciências Naturais Ecossistemas fluxos de energia e ciclos de matéria

NETXPLICA http://forum.netxplica.com TESTE DE AVALIAÇÃO 8º Ano Ciências Naturais Ecossistemas fluxos de energia e ciclos de matéria Classificação Encarregado de Educação Nome nº Turma Data / / 08 GRUPO I (Cotação = 25 pontos: 1.1-10x2=20 + 1.2-5 pontos) 1. Considera a figura seguinte, que representa o fluxo de energia numa cadeia alimentar.

Leia mais

Célula Procarionte X Célula Eucarionte

Célula Procarionte X Célula Eucarionte Célula Procarionte X Célula Eucarionte Células procarióticas (grego protos, primitivo, e Karyon, núcleo) Núcleo antigo Surgimento a bilhões de anos atrás Bactérias e Cianobactérias (algas) Não apresenta

Leia mais

TECNOBIO BIOPROCESSOS AMBIENTAIS PROGRAMA DE TRATAMENTO E MONITORAMENTO DA AREIA DA PRAIA Histórico Os microorganismos representam um componente significativo da areia de praia (NESTOR et al, 1984; CODINACHS

Leia mais

Quiz 6 a Série. 1. Um cientista estudou o conteúdo do estômago de um animal e descobriu que nele só havia plantas. Este animal deve ser um:

Quiz 6 a Série. 1. Um cientista estudou o conteúdo do estômago de um animal e descobriu que nele só havia plantas. Este animal deve ser um: Quiz 6 a Série Professora: Alexsandra Ribeiro Instruções: Olá queridos alunos e alunas! O quiz é mais uma ferramenta que nos possibilita saber se realmente você está entendendo o conteúdo abordado em sala

Leia mais

Biologia Professor: Rubens Oda 6/10/2014

Biologia Professor: Rubens Oda 6/10/2014 1. Se a exploração descontrolada e predatória verificada atualmente continuar por mais alguns anos, pode-se antecipar a extinção do mogno. Essa madeira já desapareceu de extensas áreas do Pará, de Mato

Leia mais

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações I Curso de Graduação em Administração Administração da Produção e Operações I 6º Encontro - 05/03/2012 18:50 às 20:30h COMO SERÁ NOSSO ENCONTRO HOJE? 02 - ABERTURA - SISTEMAS DE PRODUÇÃO - VÍDEOS PARA DEBATE

Leia mais

G r u p o s B e C. 1 a Questão: (2,0 pontos)

G r u p o s B e C. 1 a Questão: (2,0 pontos) 1 a Questão: (2,0 pontos) Um aluno em sua casa, estudando eletromicrografias de diferentes células, recortou o núcleo de duas células para posterior montagem em seu colégio. O núcleo de uma destas células

Leia mais

Análise Qualitativa no Gerenciamento de Riscos de Projetos

Análise Qualitativa no Gerenciamento de Riscos de Projetos Análise Qualitativa no Gerenciamento de Riscos de Projetos Olá Gerente de Projeto. Nos artigos anteriores descrevemos um breve histórico sobre a história e contextualização dos riscos, tanto na vida real

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA. Tema: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA. Tema: Identidade dos Seres Vivos COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO BIOLOGIA PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA Tema: Identidade dos Seres Vivos Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento de fatos

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2A

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2A CADERNO DE EXERCÍCIOS 2A Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Cadeia alimentar e fluxo de energia H43 2 Esquema do sistema digestório H46 3 Órgãos

Leia mais

Corpo Esses animais têm um corpo mole e não segmentado, muitas vezes dividido em cabeça (com os órgãos dos sentidos), um pé muscular e um manto que protege uma parte do corpo e que muitas vezes secreta

Leia mais

As bactérias são organismos unicelulares procarióticos e não apresentam núcleo ou organelas membranosas;

As bactérias são organismos unicelulares procarióticos e não apresentam núcleo ou organelas membranosas; REINO MONERA CAP. 6: ORGANIZAÇÃO INTERNA DA CÉLULA BATERIANA As bactérias são organismos unicelulares procarióticos e não apresentam núcleo ou organelas membranosas; As bactérias podem apresentar: + Nutrição:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

Bio:D. Angela Cristina E-mail: angelacristina2913@gmail.com

Bio:D. Angela Cristina E-mail: angelacristina2913@gmail.com Bio:D Angela Cristina E-mail: angelacristina2913@gmail.com Reinos 5 reinos; 1969; Organização celular (uni ou pluri), tipo de célula (procarionte ou eucarionte) e forma de nutrição (autótrofo ou heterótrofo).

Leia mais

Resolução Comentada Unesp - 2013-1

Resolução Comentada Unesp - 2013-1 Resolução Comentada Unesp - 2013-1 01 - Em um dia de calmaria, um garoto sobre uma ponte deixa cair, verticalmente e a partir do repouso, uma bola no instante t0 = 0 s. A bola atinge, no instante t4, um

Leia mais

Caminho da comida. Introdução. Materiais Necessários

Caminho da comida. Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução Os platelmintos são vermes achatados interessantes e semelhantes aos seres humanos em alguns aspectos. Um deles é a presença do sistema digestório. Mas, diferente do nosso, o sistema

Leia mais

ÁGUA NA PLANTA. Campus Dom Pedrito. Dr. Juan Saavedra del Aguila Professor Adjunto juanaguila@unipampa.edu.br

ÁGUA NA PLANTA. Campus Dom Pedrito. Dr. Juan Saavedra del Aguila Professor Adjunto juanaguila@unipampa.edu.br ÁGUA NA PLANTA Campus Dom Pedrito Dr. Juan Saavedra del Aguila Professor Adjunto juanaguila@unipampa.edu.br Morfologia e Fisiologia Vegetal I Abril 2016 CONTEÚDO DA AULA 1. INTRODUÇÃO 2. A ÁGUA COMO CONSTITUINTE

Leia mais

Metabolismo dos Carboidratos

Metabolismo dos Carboidratos Metabolismo dos Carboidratos síntese de glicogênio a partir da glicose Glicogenólise síntese de glicose a partir do glicogênio Lipogênese excesso de glicose convertido em gordura Prof. M.Sc. Renata Fontes

Leia mais

FICHA DE CONSOLIDAÇÃO DE APRENDIZAGENS

FICHA DE CONSOLIDAÇÃO DE APRENDIZAGENS AGRUPAMENTO / ESCOLA: FICHA DE CONSOLIDAÇÃO DE APRENDIZAGENS Ecossistemas: níveis de interação biológica; interações seres vivos-ambiente NOME: N.º: TURMA: ANO LETIVO: / 1. Lê o texto. A savana africana

Leia mais

ECOSSISTEMA DE AQUÁRIO

ECOSSISTEMA DE AQUÁRIO V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 ECOSSISTEMA DE AQUÁRIO Ana Caroline Casalvara dos Santos 1, Camila Strassacapa 1, Gleisson Luis Pagliarini Ricardo

Leia mais

VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS

VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS 1 VIVER BEM ÂNGELA HELENA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER NEOPLASIAS 2 3 Como muitas mulheres, Ângela Helena tem uma vida corrida. Ela trabalha, cuida da família, faz cursos e também reserva um tempo para cuidar

Leia mais

Fundamentos De Hardware

Fundamentos De Hardware Fundamentos De Hardware Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 O QUE É ELETRICIDADE?... 3 A TOMADA PARA COMPUTADOR... 3 ATERRAMENTO... 4 ESPECIFICAÇÕES DE UM ATERRAMENTO... 4 ELETRICIDADE

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Ciências

PROVA BIMESTRAL Ciências 6 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Ciências Escola: Nome: Turma: n o : 1. Os animais apresentam diferentes formas de locomoção, alimentação e revestimento do corpo, características estas que os organizam

Leia mais

Álgebra Linear Aplicada à Compressão de Imagens. Universidade de Lisboa Instituto Superior Técnico. Mestrado em Engenharia Aeroespacial

Álgebra Linear Aplicada à Compressão de Imagens. Universidade de Lisboa Instituto Superior Técnico. Mestrado em Engenharia Aeroespacial Álgebra Linear Aplicada à Compressão de Imagens Universidade de Lisboa Instituto Superior Técnico Uma Breve Introdução Mestrado em Engenharia Aeroespacial Marília Matos Nº 80889 2014/2015 - Professor Paulo

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA DAS INFECÇÕES VIRAIS L A B V I R - I C B S U F R G S 2015

EPIDEMIOLOGIA DAS INFECÇÕES VIRAIS L A B V I R - I C B S U F R G S 2015 EPIDEMIOLOGIA DAS INFECÇÕES VIRAIS L A B V I R - I C B S U F R G S 2015 EPIDEMIOLOGIA Estudo das doenças em populações, investigando os seus determinantes, a sua dinâmica e distribuição. VÍRUS Partícula

Leia mais

Escola: ( ) Avaliação ( ) Atividade Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Escola: ( ) Avaliação ( ) Atividade Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Escola: ( ) Avaliação ( ) Atividade Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 Que gases estão presentes nas trocas gasosas durante a respiração dos seres humanos? Questão 2 Do que depende

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2008 1ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2008 1ª fase www.planetabio.com 1- Dentre os gráficos de 1 a 5, um deles representa a variação do número de espécies de organismos (eixo y) com relação ao aumento da latitude no planeta (eixo x); outro gráfico representa o crescimento

Leia mais

PROFESSOR: Leonardo Mariscal

PROFESSOR: Leonardo Mariscal PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== 01- O aumento da poluição

Leia mais

CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª GISELLE PALMEIRA PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL

CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª GISELLE PALMEIRA PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL CIÊNCIAS 9 ANO PROF.ª MÁRCIA MACIEL ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GISELLE PALMEIRA CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Tecnologia 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 10.1 Conteúdo Fontes Alternativas de Energia

Leia mais

COMO PLANTAR AS CROTALÁRIAS: BREVIFLORA, OCHROLEUCA, JUNCEA E SPECTABILIS...

COMO PLANTAR AS CROTALÁRIAS: BREVIFLORA, OCHROLEUCA, JUNCEA E SPECTABILIS... COMO PLANTAR AS CROTALÁRIAS: BREVIFLORA, OCHROLEUCA, JUNCEA E SPECTABILIS... 2 A 3 Centímetros de profundidade, "enterradas", sendo 2 ou 3 sementes em cada buraco, desta forma pode ser em vasos também.

Leia mais