Prof. Juliana -

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Juliana -"

Transcrição

1 ECOLOGIA CONCEITOS BÁSICOS

2 Ecologia Estudo das relações dos seres vivos entre si e destes com o meio ambiente

3

4 População Conjunto de indivíduos de uma mesma espécie, que vive em uma determinada área em um determinado tempo.

5 Cadeia e Teia alimentar

6 Ciclo da matéria

7

8

9

10

11

12

13 Pirâmides ecológicas Pirâmide de números leva em conta apenas o número de indivíduos em cada nível trófico.

14

15 Pirâmide de Biomassa Leva em consideração apenas a quantidade d de biomassa em cada nível trófico.

16

17 Pirâmide de Energia leva em conta a energia que PASSA por cada nível trófico

18 1ª Lei da termodinâmica A energia nao pode ser criada ou destruida 2ª Lei da termodinâmica Em todo o processo de transferência de energia, ha uma perda de energia util FLUXO UNIDIRECIONAL DE ENERGIA

19

20

21 PPB R = PPL TODA A ENERGIA ABSORVIDA PELO VEGETAL = PRODUTIVIDADE PRIMARIA BRUTA ENERGIA DISPONIVEL PARA O PROXIMO NIVEL TROFICO = PRODUTIVIDADE PRIMARIA LIQUIDA

22 Ciclo Ccoda Água

23 Ciclo CcodoCa Carbono o

24 Ciclo CcodoO Oxigênio

25

26 Relações Ecológicas Os seres vivos de diferentes espécies, além de interagiremcomomeioabióticoemquevivem, também seinteragem com os outros seres vivos presentes num mesmo local. Essa interação entre os seres vivos é chamada de relação ecológica.

27

28 Associações entre indivíduos da mesma espécie que formam um conjunto funcional integrado, onde todos os indivíduos estão unidos anatomicamente. Ex: algas, bactérias, caravelas. HETEROMORFAS = DIVISÃO DE TRABALHO FISIOLÓGICO HOMOMORFAS = MESMAS FUNÇÕES

29 Grupos de organismos de mesma espécie onde pode- se observar nítida divisão de trabalho. (COOPERATIVISMO) Os indivíduos apresentam diferenças morfológicas nítidas. Ex.: formigas, abelhas, vespas, cupins

30 MUTUALISMO Traz benefícios para ambas as espécies. É uma relação obrigatória, caso os indivíduos sejam separados, ambos morrem. Ex.: liquens, micorrizas, ruminantes e bactérias que degradam celulose.

31 Traz MUTUALISMO benefícios para ambas as espécies. É uma relação não obrigatória (à sobrevivência) Ex.: caranguejo e anêmona, gado e anu.

32 Apenas um dos indivíduos se beneficia e o outro nem se prejudica, nem se beneficia. i O comensalismo é dividido em: Comensalismo típico quando uma espécie se alimenta dos restos alimentares deixados por um individuo de outra espécie. Ex.: leão e hiena

33 Apenas um dos indivíduos se beneficia e o outro nem se prejudica, nem se beneficia. O comensalismo é dividido em: Inquilinismo: quando uma espécie usa outra como moradia. Ex.: bromélias, orquídeas e plantas suporte.

34

35 Relações Desarmônicas Desarmônicas intra específicas: Competição intra específica Canibalismo Harmônicas interespecíficas: Competição interespecífica espec ca Predatismo Parasitismo Amensalismo

36

37 Canibalismo (+, ) Quando um indivíduo de uma espécie mata e se alimenta de um individuo da mesma espécie. Ex.: viúva negra; louva a deus.

38

39 Predatismo (+, ) Quando um indivíduo de uma espécie mata e se alimenta de um individuo de outra espécie. Predador quem mata para se alimentar Presa que morre Ex.: leão e veado.

40 Parasitismo (+, ) Quando um indivíduo de uma espécie se alimenta de um individuo de outra espécie sem matá lo (pelo menos essa não é sua intenção, uma vez que se o hospedeiro morre o parasita geralmente morre também. Parasita quem se alimenta Hospedeiro quem serve de alimento

41 Parasitismo (+, ) Ectoparasitas vivem na superfície externa do corpo do hospedeiro. Ex.: piolhos, carrapatos. Endoparasitas vivem no interior do hospedeiro. Ex.: lombriga, solitária

42 Amensalismo ou antibiose (+, ) Os indivíduos de uma espécie eliminam para o meio substâncias que prejudicam o crescimento ou a reprodução de outras espécies do habitat. Ex.: alguns fungos eliminam i substâncias btâ (antibióticos) que matam bactérias. O eucalipto libera pelas raízes substancias que impedem a germinação de sementes ao redor.

43 Sinfilia - esclavagismo (+,-)

44 Exercícios Relações Ecológicas 1. A competição interespecífica é maior quando as espécies: a) Tem o mesmo nicho ecológico b) Fazem parte da mesma comunidade c) Vivem num mesmo hábitat d) Ocupam o mesmo ecossistema

45 2. Os pulgões alimentam se da seiva elaborada das plantas, introduzindo um tromba sugadora nos vasos liberianos. As formigas por sua vez, aproveitam se dos excrementos dos pulgões no interior dos formigueiros. As relações ecológicas, observadas entre planta pulgão e pulgãoformiga são respectivamente: a) Desarmônica interespecífica e harmônica interespecífica b) Harmônica intra especifica e desarmônica interespecífica c) Harmônica intra especifica e desarmônica intra especifica d) Harmônica interespecífica e harmônica intra especifica e) Desarmônicaintra especifica intra especifica e harmônicaintra intraespecifica

46 3. A rêmora ou peixe piloto fixa se no corpo do tubarão, deslocando se com ele e aproveitando os restos de suas presas. Esse é um exemplo típico de: a) Predatismo b) Parasitismo c) Comensalismo d) Mutualismo

47 4. O cupim vive associado a protozoários capazes de digerir a celulose, tornando o alimento acessível a ambos indivíduos. Esse tipo de associação é conhecido como: a) Parasitismo b) Predatismo c) Mutualismo d) Canibalismo

48 5. Em lagos públicos ou simples espelhos d água é conveniente manter uma população de peixes larvófagos para combater a proliferação de larvas de mosquitos. Esse procedimento não poluente é um exemplo de: a) Simbiose b) Comensalismo c) Predatismo d) Parasitismo e) Amensalismo

49 6. Um tipo de relação ecológica, em que apenas um dos participantes se beneficia sem causar prejuízo ao outro, é a que ocorre entre: a) Ectoparasitas e seus hospedeiros b) Predadores e suas presas c) Os tubarões e os peixes piloto que se alimentam dos restos alimentares deles d) As bactérias e os fungos que impedem a multiplicação delas produzindo antibióticos e) Os ruminantes e as bactérias que vivem em seu tubo digestivo digerindo a celulose.

São relações que ocorrem entre indivíduos de uma comunidade. Podem ser: Intraespecíficas: ocorrem entre indivíduos da mesma espécie.

São relações que ocorrem entre indivíduos de uma comunidade. Podem ser: Intraespecíficas: ocorrem entre indivíduos da mesma espécie. São relações que ocorrem entre indivíduos de uma comunidade. Podem ser: Intraespecíficas: ocorrem entre indivíduos da mesma espécie. Interespecíficas: ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes. Harmônica

Leia mais

ECOLOGIA DE COMUNIDADES PROF. C. FREDERICO

ECOLOGIA DE COMUNIDADES PROF. C. FREDERICO ECOLOGIA DE COMUNIDADES PROF. C. FREDERICO RELAÇÕES BIÓTICAS NAS COMUNIDADES (BIOCENOSES) Uma relação (biocenose) pode ser: 1. HARMÔNICA (POSITIVA: + + ou + 0): Quando há benefícios para pelo menos uma

Leia mais

Tio Ton Ciências 09/08/2013. Relações interespecíficas: Ocorre entre indivíduos de espécies diferentes.

Tio Ton Ciências 09/08/2013. Relações interespecíficas: Ocorre entre indivíduos de espécies diferentes. cap.03 Tio Ton Ciências É a interação dos diversos organismos dentro do meio ambiente Pode ser classificada como Relações intraespecíficas: Ocorre entre indivíduos de uma mesma espécie. Relações interespecíficas:

Leia mais

Moisés Myra de Araújo. Por Bioloja.com

Moisés Myra de Araújo. Por Bioloja.com Moisés Myra de Araújo Por Bioloja.com A maioria dos seres vivos depende de outras espécies para sobreviver. Uma espécie geralmente explora a outra, mas duas espécies podem, algumas vezes, juntar forças

Leia mais

Recuperação Contínua. 7º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo

Recuperação Contínua. 7º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo Recuperação Contínua 7º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo O que a ecologia estuda? A ecologia estuda a interação dos organismos uns com os outros

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA DEFINIÇÃO DE ECOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS SERES VIVOS E SUAS RELAÇÕES SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CÉLULA CITOLOGIA TECIDO

Leia mais

Relações Ecológicas comunidade Objetivo: Elevar a capacidade de sobrevivência e gerar relações ecológicas. descendentes

Relações Ecológicas comunidade Objetivo: Elevar a capacidade de sobrevivência e gerar relações ecológicas. descendentes Os indivíduos de uma espécie interagem entre si e com os membros de outras espécies da comunidade ecológica a que pertencem, além de interagirem com o meio Ao conjunto das interações ecológicas estabelecidas

Leia mais

Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas

Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas MOUZER COSTA O que é Ecologia? É a parte da Biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o ambiente. Conceitos Básicos Espécie População

Leia mais

Professora: Klícia Regateiro

Professora: Klícia Regateiro Professora: Klícia Regateiro Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem. O termo "ecologia" (do grego oikos, casa, e logos, ciência) foi originalmente empregado em 1866,

Leia mais

Ecossistemas Interações seres vivos - ambiente FATORES DO AMBIENTE FATORES BIÓTICOS FATORES ABIÓTICOS Relações que os seres vivos estabelecem entre si. Fatores do ambiente que influenciam os seres vivos.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECOLOGIA DEFINIÇÃO DE ECOLOGIA É O RAMO DA BIOLOGIA QUE ESTUDA OS SERES VIVOS E SUAS RELAÇÕES SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CÉLULA CITOLOGIA TECIDO

Leia mais

Relações entre os seres vivos de uma comunidade

Relações entre os seres vivos de uma comunidade Relações entre os seres vivos de uma comunidade ANEXO CAPÍTULO 2 Aula 1/1 Relações ecológicas Relações intra-específicas Relações interespecíficas Relações ecológicas Relações ecológicas são relações que

Leia mais

RELAÇÕES ECOLÓGICAS. Nem sempre objetivam a alimentação Simbioses ou cenoses

RELAÇÕES ECOLÓGICAS. Nem sempre objetivam a alimentação Simbioses ou cenoses RELAÇÕES ECOLÓGICAS RELAÇÕES ECOLÓGICAS Nem sempre objetivam a alimentação Simbioses ou cenoses RELAÇÕES ECOLÓGICAS Seres vivos Relacionam-se com o ambiente físico e também entre si Formam as relações

Leia mais

Nas comunidades bióticas dentro de um ecossistema encontram-se várias formas de interações entre os seres vivos que as formam, denominadas relações

Nas comunidades bióticas dentro de um ecossistema encontram-se várias formas de interações entre os seres vivos que as formam, denominadas relações Nas comunidades bióticas dentro de um ecossistema encontram-se várias formas de interações entre os seres vivos que as formam, denominadas relações ecológicas ou interações biológicas Essas relações se

Leia mais

Conceitos Ecológicos. Prof. Dr. Mauro Parolin

Conceitos Ecológicos. Prof. Dr. Mauro Parolin Conceitos Ecológicos Prof. Dr. Mauro Parolin Hábitat [1] ou habitat (do latim, ele habita) é um conceito usado em ecologia que inclui o espaço físico e os fatores abióticos que condicionam um ecossistema

Leia mais

RELAÇÕES ECOLÓGICAS. Relações Harmônicas: Inter-específicas: Intra-específicas: uma união em nível comportamental como a vista nas sociedades.

RELAÇÕES ECOLÓGICAS. Relações Harmônicas: Inter-específicas: Intra-específicas: uma união em nível comportamental como a vista nas sociedades. RELAÇÕES ECOLÓGICAS Como visto anteriormente as interações dos seres entre si é chamada de alelobiose. Estas podem ser divididas em intra-específicas, quando entre indivíduos da mesma espécie ou inter-específicas,

Leia mais

Dinâmica das população e relações ecológicas

Dinâmica das população e relações ecológicas Dinâmica das população e relações ecológicas Indicadores Demográficos A taxa de Natalidade corresponde ao número de indivíduo que nascem em determinado tempo. A taxa de mortalidade corresponde ao número

Leia mais

Prof. Dr. Oriel Herrera Bonilla

Prof. Dr. Oriel Herrera Bonilla UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA Prof. Dr. Oriel Herrera Bonilla Monitores: Giuliane Sampaio John David Fortaleza - CE Versão 2010 Organismos

Leia mais

Relações Ecológicas. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 01, 02, 03, 04 e 06/03/2015. Material de Apoio para Monitoria

Relações Ecológicas. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 01, 02, 03, 04 e 06/03/2015. Material de Apoio para Monitoria Relações Ecológicas 1. Se duas espécies diferentes ocuparem num mesmo ecossistema o mesmo nicho ecológico, é provável que: a) se estabeleça entre elas uma relação harmônica. b) se estabeleça uma competição

Leia mais

BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES

BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES BIOLOGIA 1ª SÉRIE A PROFESSORA MARIANA BORGES ECOLOGIA DEFINIÇÃO: ESTUDO DAS RELAÇÕES DOS SERES VIVOS ENTRE SI E COM O MEIO AMBIENTE. IMPORTÂNCIA DA ECOLOGIA RACIONALIZAÇÃO DOS DESMATAMENTOS E DA EXPLORAÇÃO

Leia mais

Relações Ecológicas. Essa interação entre os seres vivos é chamada de relação ecológica.

Relações Ecológicas. Essa interação entre os seres vivos é chamada de relação ecológica. Relações Ecológicas Relações Ecológicas Os seres vivos de diferentes espécies, além de interagirem com o meio abiótico em que vivem, também se interagem com os outros seres vivos presentes num mesmo local.

Leia mais

BIOLOGIA Ecologia II Estudo de Populações

BIOLOGIA Ecologia II Estudo de Populações BIOLOGIA Ecologia II Estudo de Populações Professora: Brenda Braga Estudo de Populações Densidade Populacional Número de indivíduos de uma população que ocupa uma determinada área. Crescimento Populacional

Leia mais

Atividade extra. Fascículo 7 Biologia Unidade 16. Exercício 1 Cecierj Exercício 2 Cecierj

Atividade extra. Fascículo 7 Biologia Unidade 16. Exercício 1 Cecierj Exercício 2 Cecierj Atividade extra Fascículo 7 Biologia Unidade 16 Exercício 1 Cecierj - 2013 É um sistema natural onde interagem entre si os seres vivos (fatores chamados de bióticos) e o ambiente (fatores abióticos, como

Leia mais

1. Considere a teia alimentar abaixo.

1. Considere a teia alimentar abaixo. 1. Considere a teia alimentar abaixo. Sabe-se que, quando a espécie f é retirada experimentalmente, a população da espécie d apresenta um declínio acentuado. Isso indica que a relação interespecífica que

Leia mais

FATORES ECOLÓGICOS. Mestrando: Marcondes Loureiro

FATORES ECOLÓGICOS. Mestrando: Marcondes Loureiro FATORES ECOLÓGICOS Mestrando: Marcondes Loureiro FATORES ECOLÓGICOS Atuam sobre o desenvolvimento de uma comunidade de seres do meio ambiente. Fatores Biológicos ( Bióticos) Relacionados aos Seres Vivos

Leia mais

Factores Bióticos (São relações que se estabelecem entre seres vivos)

Factores Bióticos (São relações que se estabelecem entre seres vivos) Factores Bióticos (São relações que se estabelecem entre seres vivos) Relações intra-específicas (São relações que se estabelecem entre seres vivos da mesma espécie) Relações interespecíficas (São relações

Leia mais

ECOLOGIA RELAÇÕES TRÓFICAS ENTRE OS SERES VIVOS BIOMAS

ECOLOGIA RELAÇÕES TRÓFICAS ENTRE OS SERES VIVOS BIOMAS ECOLOGIA RELAÇÕES TRÓFICAS ENTRE OS SERES VIVOS BIOMAS RELAÇÕES TRÓFICAS ENTRE OS SERES VIVOS ECOLOGIA CONCEITOS BÁSICOS EM ECOLOGIA ECOLOGIA ECOLOGIA OIKOS = CASA LOGOS = CIÊNCIA 1866 ERNST HAECKEL (ZOÓLOGO

Leia mais

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros ECOLOGIA 1. Definição Ecologia Do grego "oikos", que significa casa, e "logos", estudo. Estudo da distribuição e abundância das diferentes formas de vida

Leia mais

ECOLOGIA SERES VIVOS AMBIENTE. estuda as relações entre

ECOLOGIA SERES VIVOS AMBIENTE. estuda as relações entre ECOLOGIA SERES VIVOS estuda as relações entre AMBIENTE Níveis de Organização Molécula Célula Tecido Órgão Sistema Espécie População Comunidade Ecossistema Biosfera Níveis de Organização Espécie Grupo de

Leia mais

ECOLOGIA. Prof ANA BEATRIZ MASELLI

ECOLOGIA. Prof ANA BEATRIZ MASELLI ECOLOGIA Prof ANA BEATRIZ MASELLI O termo ECOLOGIA foi empregado pela 1ª vez por E. Haeckel, em 1866. gr. OIKOS ESTUDO CASA, AMBIENTE Ecologia é o estudo das interações dos seres vivos entre si e com o

Leia mais

Dinâmica das população e relações ecológicas

Dinâmica das população e relações ecológicas Dinâmica das população e relações ecológicas Indicadores Demográficos A taxa de Natalidade corresponde ao número de indivíduo que nascem em determinado tempo. A taxa de mortalidade corresponde ao número

Leia mais

Relações ecológicas. fev. 01. Resumo 02. Exercício de Aula 03. Exercício de Casa 04. Questão Contexto

Relações ecológicas. fev. 01. Resumo 02. Exercício de Aula 03. Exercício de Casa 04. Questão Contexto Relações ecológicas 13 15 fev 01. Resumo 02. Exercício de Aula 03. Exercício de Casa 04. Questão Contexto RESUMO A Ecologia estuda a relação dos seres vivos com o meio ambiente, chamada de alelobiose,

Leia mais

BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2

BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 Conceitos Básicos ECOLOGIA Oikos =casa; logos= ciência É a ciência que estuda as relações entre os seres vivos entre si e com o ambiente onde eles vivem Estuda as formas

Leia mais

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003.

Simulado Plus 1. PAULINO, W. R. Biologia Atual. São Paulo: Ática, (SOARES, J.L. Biologia - Volume 3. São Paulo. Ed. Scipione, 2003. 1. (G1 - cftsc 2008) O conhecimento das cadeias e teias alimentares é fundamental para entendermos o delicado equilíbrio que existe na natureza. Esse conhecimento nos permite propor medidas racionais de

Leia mais

RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS (ALELOBIOSES) 1- HARMÔNICAS NINGUÉM É PREJUDICADO 3- INTRA-ESPECÍFICAS OU HOMOTÍPICAS OS SERES SÃO DA MESMA ESPÉCIE

RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS (ALELOBIOSES) 1- HARMÔNICAS NINGUÉM É PREJUDICADO 3- INTRA-ESPECÍFICAS OU HOMOTÍPICAS OS SERES SÃO DA MESMA ESPÉCIE RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS (ALELOBIOSES) 1- HARMÔNICAS NINGUÉM É PREJUDICADO 2- DESARMÔNICAS ALGUÉM É PREJUDICADO 3- INTRA-ESPECÍFICAS OU HOMOTÍPICAS OS SERES SÃO DA MESMA ESPÉCIE 4- INTERESPECÍFICAS

Leia mais

Exercícios de Alelobiose - Relações Ecológicas

Exercícios de Alelobiose - Relações Ecológicas Exercícios de Alelobiose - Relações Ecológicas 1. (PUCCAMP-SP) Considere as afirmações abaixo relativas a fatores de crescimento populacional. I. A competição intraespecífica interfere na densidade da

Leia mais

SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA

SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA SERES VIVOS, AMBIENTE E ENERGIA Prof. Bruno Barboza de Oliveira OBJETIVO Analisar as relações entre seres vivos e energia Seres Vivos Energia??? 1 ENERGIA Energia Do grego: trabalho Conceito reducionista!!!

Leia mais

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Ecologia em destaque! Conhecer para preservar! Ciência

Leia mais

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA 1º E.M. BIOLOGIA PROFª CLAUDIA LOBO - 1º TRIMESTRE/2015

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA 1º E.M. BIOLOGIA PROFª CLAUDIA LOBO - 1º TRIMESTRE/2015 ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA 1º E.M. BIOLOGIA PROFª CLAUDIA LOBO - 1º TRIMESTRE/2015 Imprimir e responder no caderno. Apresentar no dia 31/03. 1. Observe as tirinhas abaixo, onde em todas

Leia mais

E E N R E GI G A E e x mplo d e t r t a r nsf s o f rm r açã ç o d e e nerg r ia

E E N R E GI G A E e x mplo d e t r t a r nsf s o f rm r açã ç o d e e nerg r ia Profª Priscila Binatto Energia ENERGIA Capacidade de executar trabalho Primeira Lei da Termodinâmica (Conservação) A energia pode ser transformada, mas não criada ou destruída Segunda Lei da Termodinâmica

Leia mais

Bio. Semana 2. Rubens Oda Nelson Paes (Julio Junior)

Bio. Semana 2. Rubens Oda Nelson Paes (Julio Junior) Semana 2 Rubens Oda Nelson Paes (Julio Junior) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA

Leia mais

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos Engenharia Civil Disciplina Ecossistemas e Saúde Ambiental Relações Ecológicas Duas Aula- Relações Ecológicas Profª Msc. Dulce Amélia Santos PODEMOS CLASSIFICAR AS RELAÇÕES ECOLÓGICAS EM RELAÇÕES INTRA-ESPECÍFICAS

Leia mais

BB.11: Comunidades e populações BIOLOGIA

BB.11: Comunidades e populações BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (UFMG) Considere duas espécies de animais A e B que se alimentam de C. Quando A aumenta, B e C diminuem. As possíveis relações existentes entre A e B e B e C são, respectivamente: a) competição

Leia mais

Colégio Meta. Lista de Recuperação - Ecologia. Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho. 3 Ano Ensino Médio. Aluno ( a ) / / 2014

Colégio Meta. Lista de Recuperação - Ecologia. Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho. 3 Ano Ensino Médio. Aluno ( a ) / / 2014 Lista de Recuperação - Ecologia Colégio Meta 4 º Bimestre Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho 3 Ano Ensino Médio Aluno ( a ) / / 2014 1. Imagine que você está pesquisando o pássaropalito: ele

Leia mais

ECOLOGIA INTERAÇÕES ECOLÓGICAS

ECOLOGIA INTERAÇÕES ECOLÓGICAS ECOLOGIA INTERAÇÕES ECOLÓGICAS ECOLOGIA INTERAÇÕES ECOLÓGICAS Os organismos de uma comunidade interagem exercendo influências recíprocas que se refletem nas populações envolvidas. Essas interações podem

Leia mais

O vidro do aquário está turvo, com uma cor esverdeada. Como poderíamos tentar resolver o problema?

O vidro do aquário está turvo, com uma cor esverdeada. Como poderíamos tentar resolver o problema? Problema 1 O vidro do aquário está turvo, com uma cor esverdeada. Como poderíamos tentar resolver o problema? O vidro esverdeado é um alerta de que há algas microscópicas em exagero no ambiente do aquário.

Leia mais

24/02/2012. Conhecer o parasitismo num contexto ecológico e como forma de relação entre os seres vivos.

24/02/2012. Conhecer o parasitismo num contexto ecológico e como forma de relação entre os seres vivos. Yara Bandeira, Msc A parasitologia é uma ciência, da área de saúde, auxiliar da medicina humana e veterinária que se baseia no estudo dos parasitas e suas relaçoes com o hospedeiro Conhecer o parasitismo

Leia mais

Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio

Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio Relações Ecológicas Tema: Ecologia Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio 1) Introdução A interação dos diversos organismos que constituem uma comunidade biológica são genericamente denominadas relações

Leia mais

Biologia. Rubens Oda (Julio Junior) Ecologia

Biologia. Rubens Oda (Julio Junior) Ecologia Ecologia Ecologia 1. Observe a cadeia alimentar representada no esquema abaixo. Nomeie o nível trófico no qual é encontrada a maior concentração de energia, indique a letra que o representa no esquema

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Relações Ecológicas Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Relações Ecológicas Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Relações Ecológicas Prof. Enrico Blota Biologia Ecologia Relações ecológicas Representam as interações entre os seres vivos em um determinado ecossistema. Podem ser divididas

Leia mais

Relações Ecológicas. Relações intraespecíficas Harmônicas

Relações Ecológicas. Relações intraespecíficas Harmônicas Relações Ecológicas Algumas relações essenciais na vida de um organismo são suas interações com os indivíduos de outras espécies dentro de uma comunidade. Essas interações podem ser classificadas de duas

Leia mais

ECOSSISTEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA

ECOSSISTEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA ECOSSISTEMA Prof.: Dr. ORIEL HERRERA Monitores: John David & Giuliane Sampaio Fortaleza/CE Versão 2010 ECOSSISTEMA

Leia mais

Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda:

Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda: BIOLOGIA (Cada questão desta prova vale até cinco pontos) Questão 01 A figura abaixo ilustra uma célula eucariota. Analise-a e responda: 2 1 a) A estrutura indicada em 1 é formada por microtúbulos, constituintes

Leia mais

ECOSSISTEMAS CARACTERÍSTICAS

ECOSSISTEMAS CARACTERÍSTICAS ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS ECOSSISTEMA Conjunto resultante da interação entre a comunidade e o ambiente inerte (Cap 1) 1. Unidade funcional básica, composta de uma BIOCENOSE

Leia mais

Noções de ecologia básica

Noções de ecologia básica PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Disciplina: Ciências do Ambiente ENG 4201 Cadeia alimentar A transfência de energia alimentar, a partir dos vegetais, por uma série de organismos, é chamada de

Leia mais

15/05/2013. ECOLOGIA Unidade 4 RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS CORAL CARAVELA

15/05/2013. ECOLOGIA Unidade 4 RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS CORAL CARAVELA ECOLOGIA Unidade 4 RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS COLÔNIAS SOCIEDADE: ABELHAS CORAL CARAVELA 1 PROTOCOOPERAÇÃO MUTUALISMO BERNARDO-EREMITA (PAGURO) + ANÊMONAS LÍQUENS COMENSALISMO INQUILINISMO TUBARÃO +

Leia mais

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc.

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. Ecologia RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE RELAÇÕES Dentre essas

Leia mais

Componentes Estruturais. A Ecologia e sua Importância. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

Componentes Estruturais. A Ecologia e sua Importância. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Interferência Humana provoca desequilíbrios ecológicos Ecossistema

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 1º Ano: Nº Professora: Marcella Braga COMPONENTE CURRICULAR: BIOLOGIA

Leia mais

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares

ECOLOGIA. Conceitos fundamentais e relações alimentares ECOLOGIA Conceitos fundamentais e relações alimentares A ECOLOGIA estuda as relações dos seres vivos entre si e deles com o ambiente onde vivem. Assunto da atualidade: crescimento exagerado da população

Leia mais

BIE-212: Ecologia Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental. Evolução do parasitismo

BIE-212: Ecologia Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental. Evolução do parasitismo BIE-212: Ecologia Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental Interações entre populações I Evolução do parasitismo morcego morcego morcego morcego vampiro vampiro vampiro vampiro sangue sangue-suga

Leia mais

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos 11/8/2011 ECOLOGIA Disciplina Ecossistemas E Saúde Ambiental Ecologia é uma área da Biologia que estuda os organismos e suas relações com o meio ambiente em que vivem. Aula 1A: Revendo Conceitos Básicos

Leia mais

Ecossistema. Ecossistema. Componentes Abióticos. A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais

Ecossistema. Ecossistema. Componentes Abióticos. A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Interferência Humana provoca desequilíbrios ecológicos Ecossistema

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 04 Ecossistema, populações e comunidades Profª Heloise G. Knapik 1 Objetivos da Aula: Revisão de conceitos Dinâmica Populacional

Leia mais

Interações entre os seres vivos

Interações entre os seres vivos Relações Ecológicas Interações entre os seres vivos I. CLASSIFICAÇÃO:. Quanto as espécies participantes: - Intra-espec específicas ou Homotípicas picas: : mesma espécie cie. - Interespecíficas ou Heterotípicas

Leia mais

RELAÇÕES ECOLÓGICAS CLASSIFICAÇÃO

RELAÇÕES ECOLÓGICAS CLASSIFICAÇÃO CLASSIFICAÇÃO Tipo de interação A Intraespecíficas 9 relações que ocorrem entre indivíduos da mesma espécie. 9 relações que ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes. Tipo de resultado da interação

Leia mais

Nesse trecho, muitas relações ecológicas entre a árvore e outros organismos são citadas, exceto

Nesse trecho, muitas relações ecológicas entre a árvore e outros organismos são citadas, exceto Biologia 1 ano Avaliação - D Rodrigo abr/08 1. Sobre o vídeo Blue Planet Mares Sazonais, é incorreto afirmar que: a) as lagostas americanas apresentam competição intra-específica por territórios reprodutivos.

Leia mais

Gestão Ambiental. Objetivos. Objetivos. Profa. Lígia Rodrigues Morales

Gestão Ambiental. Objetivos. Objetivos. Profa. Lígia Rodrigues Morales Gestão Ambiental Profa. Lígia Rodrigues Morales Ciclo do nitrogênio, Relações Ecológicas, Sucessão Ecológica, Introdução à Conservação (Biodiversidade) Objetivos Entender o processo básico de ciclagem

Leia mais

Ciências do Ambiente

Ciências do Ambiente Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil Ciências do Ambiente Aula 03 Ecossistema, populações e comunidades Profª Heloise G. Knapik 1 Objetivos da Aula: Revisão de conceitos Dinâmica Populacional

Leia mais

Caros (as) alunos (as), atenção! Datas para as entregas das atividades na coordenação:

Caros (as) alunos (as), atenção! Datas para as entregas das atividades na coordenação: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO 2º BIMESTRE 2009 - NOTURNO Caros (as) alunos (as), atenção! Os exercícios abaixo dizem respeito aos conteúdos oferecidos ao longo dos primeiro e segundo bimestres, são exercícios

Leia mais

As relações ecológicas Os seres vivos que formam uma comunidade relacionam-se entre si e com o ambiente

As relações ecológicas Os seres vivos que formam uma comunidade relacionam-se entre si e com o ambiente Material de Aperfeiçoamento de Estudos MAE 6ª série 1º Bimestre Professora MaristelA Borges As relações ecológicas Os seres vivos que formam uma comunidade relacionam-se entre si e com o ambiente Entendendo

Leia mais

BIOLOGIA. Prof.: Frederico

BIOLOGIA. Prof.: Frederico BIOLOGIA Prof.: Frederico RELAÇÕES ECOLÓGICAS Classificação da relação ecológica Tipo Exemplo intraespecíficas colônia sociedade coral abelhas em colmeia comensalismo rêmora x tubarão Relações harmônicas

Leia mais

Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda

Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda ECOSSISTEMAS MÓDULO 1 Professora: Andréa Rodrigues Monitor: Rodrigo Lacerda ESPÉCIES EXISTENTES NA TERRA Espécies conhecidas 1.412.000 Outros animais 281.000 Insetos 751.000 Fungos 69.000 Procariontes

Leia mais

Exercícios de Revisão 1

Exercícios de Revisão 1 Exercícios de Revisão 1 1. Sabe-se que cerca de 10% da energia e da matéria disponíveis em organismos pertencentes a um determinado nível trófico são transferidos para os seres que ocupam o nível trófico

Leia mais

O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo...

O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo... INTRODUÇÃO À ECOLOGIA 1 O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo... Chefe Seattle 2 A Ecologia É uma ciência nova, surge no

Leia mais

ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE

ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE DIEGO DANTAS AMORIM Contado: diego.dantas@ifmg.edu.br Engenheiro Agrônomo Universidade Vale do Rio Doce UNIVALE Msc. em Agricultura Tropical Universidade Federal do Espírito Santo

Leia mais

CIÊNCIAS. Prof. Diângelo

CIÊNCIAS. Prof. Diângelo CIÊNCIAS Prof. Diângelo TABELA PERÍODICA Aula 18 Respiração Celular Respiração celular é o processo de conversão das ligações químicas de moléculas ricas em energia que poderão ser usadas nos processos

Leia mais

BAN 160 Entomologia Geral Insetos e Microrganismos. Sam Elliot

BAN 160 Entomologia Geral Insetos e Microrganismos. Sam Elliot BAN 160 Entomologia Geral Insetos e Microrganismos Sam Elliot Insetos e Microrganismos Tipos de Microrganismos Contexto para Considerar Interações Inseto-Microrganismo Fenótipo Extendido e Teias Alimentares

Leia mais

Importância do estudo da Ecologia. Componentes Estruturais. Físicos: Radiação solar, temperatura, luz, umidade, ventos

Importância do estudo da Ecologia. Componentes Estruturais. Físicos: Radiação solar, temperatura, luz, umidade, ventos Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo Importância do estudo da Ecologia Estudo das Relações dos

Leia mais

DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): IONE REBELLO ALUNO(A) DATA PARA ENTREGA: / / ORIENTAÇÕES IMPORTANTES!

DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): IONE REBELLO ALUNO(A) DATA PARA ENTREGA: / / ORIENTAÇÕES IMPORTANTES! COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES III DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): IONE REBELLO ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 3º ANO DATA PARA ENTREGA: / / ORIENTAÇÕES

Leia mais

Produtividade. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI)

Produtividade. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Produtividade Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho (UESPI) Estudo de energia do ecossistema Foram iniciados em 1942 por R. L. Lindeman The trophic dynamic aspect of ecology A idéia geral foi converter

Leia mais

Polinização artificial

Polinização artificial BIE-212: Ecologia Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental Interações entre populações II Tente relaxar Dona Margarida, o tratamento de fertilidade vai demorar apenas alguns segundos Polinização

Leia mais

Disciplina: Ciências do Ambiente

Disciplina: Ciências do Ambiente Disciplina: Ciências do Ambiente Introdução à Ecologia Parte 2 Prof. Fernando Porto NECESSIDADES BÁSICAS DOS SERES VIVOS Introdução A da vida como forma permanente, em um ambiente qualquer, só é possível

Leia mais

Relações Harmônicas (Não há prejuízo)- Homotípicas (Seres da mesma espécie) -Colônia Indivíduos unidos fisicamente.

Relações Harmônicas (Não há prejuízo)- Homotípicas (Seres da mesma espécie) -Colônia Indivíduos unidos fisicamente. RELAÇÕES ECOLÓGICAS RELAÇÕES ECOLÓGICAS - As relações ecológicas são aquelas que se manifestam em diferentes populações de um ecossistema que pode ocorrer em indivíduos de uma mesma espécie ou não. Relações

Leia mais

8ª série - Biologia. Cadeias Alimentares

8ª série - Biologia. Cadeias Alimentares 8ª série - Biologia Cadeias Alimentares As espécies que vivem em um mesmo ambiente estão ligadas entre si, como elos de uma grande corrente. O motivo que as une é o alimento: uns servem de alimento aos

Leia mais

Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia

Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia Apostila de Biologia 08 Fundamentos da Ecologia Matheus Borges 1.0 Introdução Criada pelo zoólogo alemão Ernst Haeckel, em 1866. Estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente em que vivem. Terra:

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 21 RELAÇÕES TRÓFICAS Planta (produtores) Gafanhoto (consumidor primário) Pássaro (consumidor secundário) produtores consumidores decompositores 1 3 10 2 x 10 7 Exemplo de pirâmide

Leia mais

FUNDAMENTOS EM ECOLOGIA

FUNDAMENTOS EM ECOLOGIA FUNDAMENTOS EM ECOLOGIA PROFª Luciana Giacomini 1º semestre FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA TODO FLUXO DE ENERGIA OBEDECE ÀS DUAS PRIMEIRAS LEIS DA TERMODINÂMICA: Num sistema fechado a energia NÃO se perde,

Leia mais

Insetos e Microrganismos. BAN 160 Entomologia Geral Insetos e Microrganismos. Sam Elliot. Insetos e Microrganismos TIPOS DE MICRORGANISMOS

Insetos e Microrganismos. BAN 160 Entomologia Geral Insetos e Microrganismos. Sam Elliot. Insetos e Microrganismos TIPOS DE MICRORGANISMOS BAN 160 Entomologia Geral Fenótipo Extendido e Teias Alimentares Exemplos Sam Elliot Vírus TIPOS DE MICRORGANISMOS Bactérias Protozoários 1 Vírus Eucariota (ex. Protozoário, Levedura) Fungos (incl. Leveduras)

Leia mais

ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos

ECOSSISTEMAS E ENERGIA. Profº Júlio César Arrué dos Santos ECOSSISTEMAS E ENERGIA Profº Júlio César Arrué dos Santos Componentes Bióticos dos ecossistemas Todos ecossistemas são constituídos por componentes abióticos (parte física e química sem vida) e bióticos

Leia mais

1. Observe as relações ecológicas típicas de lagoa apresentadas a seguir.

1. Observe as relações ecológicas típicas de lagoa apresentadas a seguir. Biologia 1 ano Avaliação - B Rodrigo abr/08 1. Observe as relações ecológicas típicas de lagoa apresentadas a seguir. É correto afirmar que: a) o número pequeno de indivíduos é provocado pelo fluxo decrescente

Leia mais

UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 6.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 6.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 05 / 05 / 205 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

ECOLOGIA. Níveis de organização e. Conceitos básicos. Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes

ECOLOGIA. Níveis de organização e. Conceitos básicos. Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes ECOLOGIA Níveis de organização e Conceitos básicos Biologia 1ª série Profª Reisila Mendes Níveis de organização biológica Algumas subdivisões da biologia Anatomia Botânica Citologia Ecologia Taxonomia

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: / /2013 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 90 pontos MATUTINO: Orientações

Leia mais

Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Biologia Turno: Valor :30pontos Nota:

Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Biologia Turno: Valor :30pontos Nota: ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO JANEIRO/2015 RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Biologia Turno:

Leia mais

CONTEÚDOS. CIÊNCIAS 7º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 SEU LUGAR NO AMBIENTE UNIDADE 2 ECOLOGIA: INTERAÇÃO TOTAL

CONTEÚDOS. CIÊNCIAS 7º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 SEU LUGAR NO AMBIENTE UNIDADE 2 ECOLOGIA: INTERAÇÃO TOTAL CONTEÚDOS UNIDADE 1 SEU LUGAR NO AMBIENTE 1. Vida, só na Terra Procurando vida no Sistema Solar Condições de vida no planeta Terra 2. Características dos seres vivos Célula Capacidade de realizar atividades

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( X ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: 5ª TURMA: TURNO: DISCIPLINA: Ciências PROFESSOR: Ramon Tiago Roteiro de Recuperação Caro aluno é

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Ecologia 01- "A Caatinga

Leia mais

O ESTUDO DAS RELAÇÕES TRÓFICAS

O ESTUDO DAS RELAÇÕES TRÓFICAS O ESTUDO DAS RELAÇÕES TRÓFICAS Pavilhão do Conhecimento Ciência Viva 10 de Janeiro de 2009 O ESTUDO DAS RELAÇÕES TRÓFICAS 2 / 26 10-1-2009 São vários os tipos de associação que se podem estabelecer entre

Leia mais

Fluxo de energia e ciclos de matéria

Fluxo de energia e ciclos de matéria Fluxo de energia e ciclos de matéria Transferência de matéria e energia num ecossistema Praticamente toda a energia necessária à vida na Terra provém do Sol. Este é por isso a principal fonte de energia

Leia mais