Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO"

Transcrição

1 Câmara Municipal de Montemor-o-Velho Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO Montemor-o-Velho, Maio de 2014

2 Índice REGULAMENTO ORGANIZAÇÃO DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS INSCRIÇÕES LOCAL DO TORNEIO COMPETIÇÃO CLASSIFICAÇÕES DISCIPLINA DA RESPONSABILIDADE DOS CLUBES BOLETINS DE JOGOS FORMAS DE DESEMPATE PRÉMIOS INDIVIDUAIS REGRAS DO JOGO CONSTITUIÇÃO E IDENTIFICAÇÃO ACESSO AO ESPAÇO DE JOGO PRÉMIOS ORGANIGRAMA CRONOGRAMA DA ACÇÃO CONSIDERAÇÕES FINAIS

3 REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO A Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, em colaboração com os Clubes do seu Município e a Associação de Futebol de Coimbra, organiza o XVII Torneio Concelhio de Futebol Juvenil, nos dias 7, 8 e 10 de junho, no Complexo Desportivo de Pereira. 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS O quadro competitivo é composto pelos escalões etários seguintes ESCALÕES ANO DE NASCIMENTO Petizes 2007/2008 Traquinas 2005/2006 Benjamins 2003/2004 Infantis 2001/2002 Iniciados 1999/2000 Juvenis 1997/1998 SEXO: Podem participar equipas mistas em todos os escalões do torneio. 3. INSCRIÇÕES 3.1. Podem inscrever-se todos os jovens residentes no Concelho de Montemor-o-Velho nas idades referidas e em representação de Clubes, Associações ou Escolas. Podem igualmente inscrever-se os Atletas federados nos Clubes do Concelho de Montemoro-Velho, independentemente da sua residência. Para os escalões de petizes e traquinas, os atletas podem ser inscritos apenas com a ficha de inscrição interna do clube Cada equipa pode inscrever no Torneio os seguintes elementos: - Mínimo de 9 jogadores (Petizes e traquinas mínimo de 7 jogadores) - Máximo de 15 jogadores (Petizes e traquinas máximo de 12 jogadores) - 1 Treinador - 1 Delegado - 1 Massagista 3.3. Os jogadores podem inscrever-se livremente em qualquer Clube ou Associação deste Concelho que participe no torneio Os jogadores somente poderão jogar no escalão em que se inscrevem Local de Inscrição - Câmara Municipal de Montemor-o-Velho Fax: Morada: Praça da República Montemor-o-Velho NOTA: As inscrições de atletas e de jogadores deverá dar entrada nos serviços de expediente da Câmara Municipal até à data limite. Os processos de inscrição que não estejam completos não serão aceites Documentos a apresentarem no acto da inscrição: - Boletim de inscrição devidamente preenchido - Cartão Único/BI/Cédula Pessoal acompanhada de fotografia (fotocópias) - Cartão Federativo da Época Desportiva 2013/2014 (sempre acompanhado do CC - fotocópias) NOTA: No caso da apresentação do Cartão único este deverá ser acompanhado por uma declaração comprovativa de residência, por parte da respectiva Junta de Freguesia. Não serão aceites fichas internas dos clubes Prazo de inscrições de equipas e de atletas - A inscrição das equipas e dos atletas termina a 30 de Maio de NOTA: O não cumprimento destes prazos de inscrição resultará na não participação das respectivas equipas/atletas. 4. LOCAL DO TORNEIO - Campo de relva sintética do Complexo Desportivo de Pereira. 3

4 5. COMPETIÇÃO 5.1. A competição disputar-se-á a uma só volta em conformidade com o número de equipas inscritas. 1ª Fase Fase de Apuramento: - Todos contra todos a uma só volta Fases seguintes: - A eliminar 5.2. Quando se verificar a existência de uma só série a classificação final será ordenada de acordo com a pontuação obtida Quando se verificar a existência de duas ou mais séries, as equipas serão agrupadas em séries de 3, 4 ou 5 equipas, jogando entre si a uma só volta, apurando-se para a (s) fase (s) seguinte (s) as duas primeiras classificadas de cada série. Para a final serão apuradas as equipas vencedoras das meias-finais. As equipas vencidas das meias-finais disputarão entre si o 3º e 4º lugar. 5.4.Quando se verificar uma situação em que o nº de equipas é impar, recorrer-se-á à repescagem (ver formas de desempate Ponto 11.7.) 5.5. Os Clubes não podem pedir adiamento de jogos. 6. CLASSIFICAÇÕES 6.1. Na fase de apuramento a classificação das equipas é determinada pela pontuação obtida no total dos jogos efectuados: *Vitória... 3 Pontos *Empate... 1 Pontos *Derrota... 0 Ponto *Falta de comparência...0 Pontos (ver disciplina pontos 7.4 e 7.5) 7. DISCIPLINA 7.1. As decisões disciplinares serão tomadas num prazo de 30 minutos após a contestação por parte dos clubes São aceites protestos até 15 minutos após o términus dos jogos 7.3. Os jogadores estão sujeitos às seguintes punições: a) Um jogo de suspensão Três cartões amarelos em jogos diferentes, ou dois cartões amarelos no mesmo jogo. b) Os jogadores punidos com cartão vermelho directo, ou que, dentro das instalações desportivas, tenham comportamento indigno, poderão ser suspensos com penas que podem variar entre um jogo e a irradiação Sempre que se verifique uma falta de comparência ou atraso superior a 5 relativamente à hora de jogo, será atribuída uma derrota por 3 0 à equipa faltosa O clube que der falta de comparência, sem justificação, será excluído do torneio. O Clube faltoso ficará igualmente inibido de participar no torneio no ano seguinte no escalão em causa Uma equipa que efectue 3 faltas de comparência seguidas ou intercaladas será desclassificada Os castigos sofridos no torneio anterior são acumuláveis para o seguinte, no sentido de salvaguardar o Fair-Play. 8. DA RESPONSABILIDADE DOS CLUBES 8.1. Assegurar a presença das equipas nos locais 30 minutos antes do seu primeiro jogo e nos horários indicados pela organização para a realização dos jogos Levar para os jogos 2 bolas, para serem utilizadas como bolas de jogo. 9. BOLETINS DE JOGOS 9.1. Os boletins de jogo serão preenchidos pela mesa, da responsabilidade da organização. 4

5 10. FORMAS DE DESEMPATE Pontuação Em caso de igualdade pontual entre duas ou mais equipas, deve ter-se em conta os seguintes factores de desempate: a) Resultado do (s) jogo (s) entre as equipas em causa b) Diferença entre o número de golos marcados e sofridos c) Situação disciplinar da equipa d) Número de golos marcados e) Número de vitórias no quadro competitivo Nas fases disputadas por eliminatórias e em caso de igualdade, recorrer-se-á a seguinte forma de desempate: a) Séries de três pontapés da marca de grande penalidade b) Continuação da marcação de pontapés da marca de grande penalidade, por jogadores diferentes, até que uma equipa ganhe vantagem com o mesmo número de pontapés executados. 11. PRÉMIOS INDIVIDUAIS Melhor marcador - Se houver igualdade de golos marcados entre dois ou mais jogadores, utilizar-se-á a seguinte forma de desempate. a) Situação disciplinar do atleta b) Jogador com menor nº de jogos efectuados c) Jogador da equipa pior classificada d) Jogador mais jovem Melhor guarda-redes a) A eleição do melhor guarda-redes será realizada pela Comissão Técnica (1 treinador por cada clube) Melhor Jogador b) A eleição do melhor jogador será realizada pela Comissão Técnica (1 treinador por cada clube) Prémio Fair-Play - Em caso de igualdade sairá vencedora a equipa que: a) Tenha realizado maior número de jogos b) Tenha obtido pior classificação Repescagem - Quando se verifique a necessidade de repescar uma equipa, deve ter-se em conta os seguintes factores: a) Situação disciplinar da equipa b) Maior número de golos marcados c) Menor número de golos sofridos NOTA: Para efeitos de repescagem contará apenas o resultado obtido durante o tempo regulamentar, ou seja exclui-se as situações em que é necessário recorrer ao prolongamento e grandes penalidades. 12. REGRAS DO JOGO Regras oficiais do Futebol 7. (com excepção dos fora de jogo. Não haverá foras de jogo) Duração dos jogos Petizes e traquinas - 20 minutos - troca de campo aos 10 minutos. Restantes categorias 30 minutos troca de campo aos 15 minutos. a) O tempo de jogo é controlado pelo árbitro. b) Os jogos realizam-se em campo relvado Petizes e traquinas - A competição no escalão de Petizes vai ser realizada em 5x5 - O campo para este escalão será metade do campo utilizado para os outros escalões - As balizas e as bolas são as ajustadas para este escalão. 5

6 13. CONSTITUIÇÃO E IDENTIFICAÇÃO Documentos a apresentarem obrigatoriamente nos jogos: a) Bilhete de Identidade/ Cartão único ou Cartão Federativo (originais) b) Cédula Pessoal acompanhada de foto c) Não serão aceites fotocópias dos referidos documentos. d) No Boletim de jogo podem ser inscritos 15 jogadores, dos quais 7 ou (5) no caso dos petizes e traquinas, estão em campo e os outros são suplentes. e) O número mínimo de jogadores permitido a cada equipa para iniciar um jogo é de sete (7) e de cinco (5) no caso dos petizes e traquinas, sendo averbada falta de comparência às equipas que não cumpram o número mínimo de jogadores. f) A identificação dos jogadores, será feita através do Bilhete de Identidade/ Cartão único ou Cédula Pessoal, neste caso sempre acompanhada de outro cartão com fotografia. g) No início de cada jogo, o arbitro ou o representante da Câmara Municipal presente no local tem o direito de solicitar aos delegados das equipas a confirmação de Identidade de qualquer jogador. h) Em caso de se verificar irregularidade, o atleta em causa será desclassificado e averbada falta de comparência à equipa que o fez alinhar. No caso de reincidência a equipa será eliminada do Torneio Equipamentos a) É obrigatório o uso de equipamento igual por todos os jogadores da equipa, com excepção do Guarda-redes, que deverá usar uma camisola que o distinga de todos os outros jogadores. Todas as camisolas são numeradas com números diferentes da mesma equipa (excepção no caso dos petizes). b) É obrigatório o uso de caneleiras por todos os jogadores. 14. ACESSO AO ESPAÇO DE JOGO - O acesso ao espaço de jogo só pode ser realizado pelos elementos que constam da ficha de jogo. 15. PRÉMIOS Diplomas a todos os participantes Taças às 3 primeiras equipas de cada escalão Troféu para o melhor marcador por escalão Troféu para o melhor jogador por escalão Troféu para o melhor guarda-redes por escalão Troféu Fair-Play por equipas CRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DE PRÉMIOS 15.1.Votação do melhor jogador a) A eleição do melhor jogador será realizada pela Comissão Técnica (1 treinador por cada clube) Votação do melhor guarda-redes a) A eleição do melhor guarda-redes será realizada pela Comissão Técnica (1 treinador por cada clube) Prémio Fair-Play a) Sairá vencedora a equipa que no final do Torneio, tenha obtido o menor número de pontos negativos acumulados Serão atribuídos pontos negativos nas seguintes: a) Cartão amarelo um ponto b) Cartão Vermelho (por acumulação) dois pontos c) Cartão vermelho (directo) Cinco pontos d) Falta de comparência Vinte pontos 6

7 16. ORGANIGRAMA Gabinete de Coordenação Comissão de Disciplina Comissão Técnica Delegados aos Jogos 18.CRONOGRAMA DA ACÇÃO FASES DO PROGRAMA Apresentação à Câmara / Aprovação CALENDARIZAÇÃO Maio/2014 Divulgação e inscrições Maio de 2014 Prazo Inscrição de equipas Prazo Inscrição de atletas REUNIÃO COM OS CLUBES - Sorteio INICIO DO TORNEIO 30 de Maio 30 de Maio 3 de Junho h00 Piscinas Municipais 7 de junho Datas dos jogos 7, 8 e 10 de junho CONSIDERAÇÕES FINAIS - Os casos omissos deste regulamento serão resolvidos pela organização, que é soberana nas suas decisões, depois de ouvidas as respectivas comissões. 7

8 XVII TORNEIO FUTEBOL JUVENIL 2014 FICHA DE INSCRIÇÃO Clube/Associação Morada Código Postal Telemóvel Escalão Categoria n.º Nome (letras maiúsculas) Data Nasc. N.º BI/CC/Cartão Federativo Treinador Delegado Massagista Declaro por compromisso de honra que os dados inseridos da equipa são verdadeiros (atletas federados do clube ou residentes no Concelho de Montemor-o-Velho). Havendo prova de que estes foram falseados, assumimos as penalizações impostas pela Câmara Municipal. Penalizações: - Desclassificação da equipa em que se verifique a irregularidade; - Desclassificação de todas as equipas da Associação/Clube, caso se verifique a irregularidade em mais do que uma equipa da mesma Associação/Clube; - Nos casos mais graves, a Associação/Clube será Impedido de participar no Torneio do próximo ano. O Presidente do clube, 8

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 ESCALÕES ETÁRIOS, TEMPO DE JOGO E BOLA... 4 2.1. ESCALÕES ETÁRIOS... 4 2.2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 4 2.3. A BOLA... 4 REGULAMENTO DO ESCALÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTSAL MOSAICO DE PAISAGENS 2013

REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTSAL MOSAICO DE PAISAGENS 2013 REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTSAL MOSAICO DE PAISAGENS 2013 1. INTRODUÇÃO O 1º Torneio de Futsal Mosaico de Paisagens 2013, organizado pelo Município de Caminha, será disputado por um total máximo de

Leia mais

XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015

XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015 XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015 Montemor-o-Velho, Maio de 2015 Índice 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS... 3 3. INSCRIÇÕES... 3 4. LOCAL DO TORNEIO... 3 5. COMPETIÇÃO... 4 6.

Leia mais

1ª Liga de Futsal 2014/2015

1ª Liga de Futsal 2014/2015 1ª Liga de Futsal 2014/2015 Patrono RICARDINHO 1 I Liga Futsal 2014/2015 Regulamento Equipas Artigo 1º Esta liga de futsal encontra-se aberta a equipas de empresas devidamente certificadas, podendo ser

Leia mais

CÂMARA MUNICPAL DO NORDESTE GABINETE DO DESPORTO TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO NORDESTE 2015

CÂMARA MUNICPAL DO NORDESTE GABINETE DO DESPORTO TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO NORDESTE 2015 CÂMARA MUNICPAL DO NORDESTE I.INTRODUÇÃO Com a organização do Torneio de Futsal Inter-Freguesias do Nordeste 2015, o gabinete do Desporto pretende proporcionar à população concelhia um espaço privilegiado

Leia mais

1.3 - A primeira jornada da liga, será sorteada numa reunião, em que a organização espera ter presentes, os representantes de todas as equipas.

1.3 - A primeira jornada da liga, será sorteada numa reunião, em que a organização espera ter presentes, os representantes de todas as equipas. Regulamento DISPOSIÇÕES GERAIS a) A Liga FutsalSport não se responsabiliza por acidentes extradesportivos, sejam eles de que natureza for, que venham a ocorrer antes e depois dos jogos. b) Em todos os

Leia mais

XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR

XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR Montemor-o-Velho, Abril de 2016 Índice 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS... 3 3. INSCRIÇÕES... 3 4. LOCAL DO TORNEIO... 3 5.

Leia mais

XII TORNEIO 24 HORAS FUTSAL INTER-BOMBEIROS

XII TORNEIO 24 HORAS FUTSAL INTER-BOMBEIROS XII TORNEIO 24 HORAS FUTSAL INTER-BOMBEIROS Regulamento Base 1. FINALIDADE É do interesse deste Corpo de Bombeiros fomentar a prática desportiva por parte dos bombeiros e outros agentes de proteção civil,

Leia mais

2º TORNEIO KICK-OFF / WORTEN

2º TORNEIO KICK-OFF / WORTEN 2º TORNEIO KICK-OFF / WORTEN DOSSIER DO TORNEIO 1. Introdução A nossa empresa conta com alguns anos de experiência na organização de eventos desportivos, surgindo este no seguimento de outros por nós realizados.

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO TORNEIO DE FUTEBOL INFANTIL JOSÉ TORRES AMADORA 2014 FUTEBOL 7 INFANTIS COMPLEXO DESPORTIVO MUNICIPAL DO MONTE DA GALEGA 4 e 5 de outubro de 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO 01 Regras 02 Escalão etário 03 Equipas

Leia mais

FUTSAL INTER CURSOS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DA PROVA

FUTSAL INTER CURSOS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DA PROVA INTER CURSOS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DA PROVA 1 MODELO COMPETITIVO DO INTER CURSOS 1.1 ESTA COMPETIÇÃO SERÁ DISPUTADA ENTRE 35 EQUIPAS, DISTRIBUIDAS 12 PELA PRIMEIRA DIVISÃO, E DOIS GRUPOS NA SEGUNDA

Leia mais

Regulamento Interno Liga Futsal AEISCSN 2010/2011

Regulamento Interno Liga Futsal AEISCSN 2010/2011 1 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Organização e direcção do torneio II. ORGANIZAÇÃO DA PROVA Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Pontuação de Jogo Artigo 4º - Critérios de Desempate Artigo

Leia mais

3º TORNEIO PATRICIUS GRANDE ESCOLHA 2015

3º TORNEIO PATRICIUS GRANDE ESCOLHA 2015 3º TORNEIO PATRICIUS GRANDE ESCOLHA 2015 - ARTIGO 1 O 3º Torneio PATRICIUS GRANDE ESCOLHA realiza-se no Campo de 5 situado no Parque da Cidade do Porto. - ARTIGO 2 Estrutura - 1ª Fase: Um Grupo de oito

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013-2017

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013-2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013-2017 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários, tempo de jogo e variantes da modalidade 2 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Tempo de Jogo e variantes da modalidade 3 2.3.

Leia mais

Torneio de Futsal Inter-Associações de Mortágua

Torneio de Futsal Inter-Associações de Mortágua CÂMARA MUNICIPALL DE MORTTÁGUA TORNEIO DE FUTSAL DE 2015 INTER-ASSOCIAÇÕES DE MORTÁGUA TORNEIO DE FUTSAL INTER-ASSOCIAÇÕES 2015 1º ORGANIZAÇÃO 1- O Município de Mortágua será responsável pela estruturação

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL. (Revisto em setembro 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL. (Revisto em setembro 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013 2017 (Revisto em setembro 2015) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários, tempo de jogo e variantes da modalidade 3 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Tempo de Jogo e variantes

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2007 2008 e 2008-2009 ÍNDICE INTRODUÇÃO.. 3 1. CONSTITUIÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DAS EQUIPAS... 4 2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 5 3. A BOLA.. 6 4. CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO.... 6

Leia mais

FUTEBOL. www.inatel.pt

FUTEBOL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTEBOL www.inatel.pt FUTEBOL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL

CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL REGULAMENTO GERAL DE PROVAS de Futebol 11 (categoria sénior) Capítulo I - Da realização dos torneios e jogos Capítulo II - Das inscrições Capítulo III - Da disciplina Capítulo IV - Da representação das

Leia mais

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO Campeonato Nacional Feminino 2ª Divisão 2010_11 FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO A. Clubes Apurados B. Modelo Competitivo C. Marcação de Jogos D. Arbitragem E. Inscrição das

Leia mais

NORMATIVO DA LIGA MUNICIPAL DE FUTSAL DA MAIA

NORMATIVO DA LIGA MUNICIPAL DE FUTSAL DA MAIA NORMATIVO DA LIGA MUNICIPAL DE FUTSAL DA MAIA PELOURO DO DESPORTO DEPARTAMENTO DE DESPORTO Aprovado por: 11/11/2015 Página 1/7 Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax

Leia mais

2º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento

2º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento 2º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS Normas de Funcionamento Normas de Funcionamento Considerando a importância que a promoção da dinâmica desportiva assume no concelho, a Câmara Municipal da Lourinhã,

Leia mais

REGULAMENTO_2015. Página 1

REGULAMENTO_2015. Página 1 1 - Regras 1.1 - O Sesimbra Summer Cup será disputado em conformidade com as regras da FIFA, com excepção do previsto neste regulamento. 1.2 As equipas participantes podem ser equipas federadas, equipas

Leia mais

Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não REGULAMENTO DO TORNEIO INTER-REGIONAL DE SEVENS FEMININO 2014/2015 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS. Taça Fundação INATEL

NORMAS ESPECÍFICAS. Taça Fundação INATEL NORMAS ESPECÍFICAS Taça Fundação INATEL FUTEBOL - ÉPOCA 2009-2010 Taça Fundação INATEL NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código

Leia mais

INTRODUÇÃO. PRINCÍPIOS ORIENTADORES (treinador e competição)

INTRODUÇÃO. PRINCÍPIOS ORIENTADORES (treinador e competição) INTRODUÇÃO Na organização de competições revela-se de vital importância organizar o sistema de provas em função das características do escalão etário a que os atletas pertencem. No caso dos mais jovens,

Leia mais

Calendários e Regulamentos das Competições Federativas Nacionais 2015. Pesagens (horário provisório) 07/02 Sábado VIII Supertaça Fernando Gaspar 15:00

Calendários e Regulamentos das Competições Federativas Nacionais 2015. Pesagens (horário provisório) 07/02 Sábado VIII Supertaça Fernando Gaspar 15:00 Calendários e Regulamentos das Competições Federativas Nacionais 2015 1. Calendário Federativo Nacional Data Dia da Semana Evento Pesagens (horário provisório) 07/02 Sábado VIII Supertaça Fernando Gaspar

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 0 DE FEVEREIRO DE 200 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 31 4440-505 VALONGO

Leia mais

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS 3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS REGULAMENTO GERAL Capítulo 1 Comissão disciplinar e organizadora: O Evento será coordenado pela CDL e pela CDL Jovem Canoas, com as seguintes atribuições: a) Tomar as providências

Leia mais

Regulamento Liga Futsal AEFEUP 2014/2015. Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2014/2015 1

Regulamento Liga Futsal AEFEUP 2014/2015. Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2014/2015 1 Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2014/2015 1 Regulamento Liga Futsal AEFEUP 2014/2015 Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2014/2015 2 Índice Índice...2 Artigo 1.º - Inscrições...3 Artigo 2.º - Formato da

Leia mais

FUTSAL. www.inatel.pt

FUTSAL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTSAL www.inatel.pt FUTSAL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

I TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DE SHORINJI KEMPO DE SINTRA. Dia 3 de Julho de 2011 Escola Secundária Gama Barros - Cacém

I TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DE SHORINJI KEMPO DE SINTRA. Dia 3 de Julho de 2011 Escola Secundária Gama Barros - Cacém I TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DE SHORINJI KEMPO DE SINTRA Dia 3 de Julho de 2011 Escola Secundária Gama Barros - Cacém APRESENTAÇÃO Este torneio é o primeiro da Associação de Shorinji Kempo de Sintra

Leia mais

PROGRAMA. 14:30h Chegada das comitivas ao Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real; 15:30h JOGO 1: AF VISEU x AF BRAGANÇA;

PROGRAMA. 14:30h Chegada das comitivas ao Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real; 15:30h JOGO 1: AF VISEU x AF BRAGANÇA; PROGRAMA 14:30h Chegada das comitivas ao Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real; 15:30h JOGO 1: AF VISEU x AF BRAGANÇA; 16:30h JOGO 2: AF x AF VISEU; 17:30h JOGO 3: AF BRAGANÇA x AF ; 18:30h

Leia mais

JOGOS MUNICIPAIS 2015 REGULAMENTO

JOGOS MUNICIPAIS 2015 REGULAMENTO JOGOS MUNICIPAIS 2015 REGULAMENTO PARTICIPAÇÃO Podem participar munícipes federados ou não federados, em representação de clubes, grupos informais e a título individual, de acordo com o regulamento específico

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

Regulamentos do Inter-Residências 2014 e das modalidades

Regulamentos do Inter-Residências 2014 e das modalidades Regulamentos do Inter-Residências 2014 e das modalidades Inter-Residências 2014 Regulamento geral Artigo 1 (Preâmbulo) Assumindo-se como uma das atividades mais emblemáticas organizadas pela Direção da

Leia mais

A Liga Escolhas realizar-se-á com equipas mistas com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos e será apadrinhada por um jogador a definir.

A Liga Escolhas realizar-se-á com equipas mistas com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos e será apadrinhada por um jogador a definir. Regulamento Liga Fundação Aragão Pinto Escolhas 2011-2012 PREÂMBULO São diversas as definições de desenvolvimento óptimo juvenil entre os investigadores. Para Hamilton, por exemplo, o desenvolvimento positivo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DO PORTO www.atmporto.com

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DO PORTO www.atmporto.com COMUNICADO NRº 01 ÉPOCA 2015/2016 DATA 01/08/15 1 - ABERTURA DA ÉPOCA 2015/2016 2 - INSCRIÇÕES 3 - ESCALÕES ETÁRIOS OFICIAIS 4 - FILIAÇÃO DO CLUBE NA ATM PORTO 5 - SEGURO DESPORTIVO 6 - INSCRIÇÕES DE ATLETAS

Leia mais

Convite. Grupo Desportivo ecultural Actuais e Antigos Alunos

Convite. Grupo Desportivo ecultural Actuais e Antigos Alunos Grupo Desportivo ecultural Actuais e Antigos Alunos A.A. e Alunos Guilhabreu Contribuinte 503635758 G.P.S. N 41.292939 W 8.635334 Rua Senhora do Amparo, 4485-266 Guilhabreu, Vila do Conde Convite O Grupo

Leia mais

Direção de Serviços do Desporto Escolar. Regulamento Geral de Provas

Direção de Serviços do Desporto Escolar. Regulamento Geral de Provas Direção de Serviços do Desporto Escolar Regulamento Geral de Provas Ano Letivo 2012-2013 Direção de Serviços do Desporto Escolar 1 INTRODUÇÃO O presente regulamento geral de provas, aplica-se a todos

Leia mais

Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais. Campeonato Juvenil de Goalball REGULAMENTO

Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais. Campeonato Juvenil de Goalball REGULAMENTO Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais Campeonato Juvenil de Goalball REGULAMENTO Preâmbulo O Goalball é uma modalidade desportiva coletiva, originariamente concebida para pessoas com

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010

NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010 NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010 FUTSAL NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Os jogos internos do COLÉGIO FRACTAL (JICOF) têm por finalidade principal humanizar a prática desportiva, valorizando

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS II CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS II CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS 2009 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ÂMBITO O II Campeonato Nacional Masters de Águas Abertas atribuirá o título

Leia mais

REGULAMENTO do TORNEIO

REGULAMENTO do TORNEIO REGULAMENTO do TORNEIO As regras de jogo aplicadas no Maia Handball Cup 2014 são as que estão em vigor na Federação de Andebol de Portugal que, por sua vez, baseia a sua lei na IHF. No entanto, ficam estabelecidas

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96-106 4100-068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 233 = 2014/= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ S, Árbitros,

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 INSCRIÇÕES... 4 DATAS E LOCAIS DOS ENCONTROS 4 ESCALÕES ETÁRIOS/DURAÇÃO DE JOGO... 4 CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... Erro! Marcador não definido.

Leia mais

Paralisia Cerebral- Associação Nacional de Desporto

Paralisia Cerebral- Associação Nacional de Desporto B O C C I A REGULAMENTAÇÃO GERAL NACIONAL 2008/2009 1 INTRODUÇÃO Todos os intervenientes em competições de zona e nacionais, acções de formação e classificação médico - desportiva, deverão reger-se pelos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETEBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS

CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETEBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS CAMPEONATO ESCOLAR DE BASQUETEBOL 3X3 COMPAL AIR REGULAMENTO DOS TORNEIOS INTRODUÇÃO No Campeonato Escolar Compal Air estão incluídos um conjunto de Torneios 3x3, correspondentes às fases Local, Regional

Leia mais

Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais XIX CAMPEONATO DE GOALBALL DE PORTUGAL REGULAMENTO

Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais XIX CAMPEONATO DE GOALBALL DE PORTUGAL REGULAMENTO Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais XIX CAMPEONATO DE GOALBALL DE PORTUGAL REGULAMENTO Preâmbulo O Goalball é uma modalidade desportiva coletiva, originariamente concebida para a prática

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS OFICIAIS DE POLO-AQUATICO 2015/2016 INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS...

REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS OFICIAIS DE POLO-AQUATICO 2015/2016 INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS... REGULAMENTO ESPECÍFICO DE PROVAS OFICIAIS 2015/2016 INDICE INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS... 5 1 PRÉMIOS... 5... 5... 5 PO2 CAMPEONATO NACIONAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINOS...

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

Apresentação. Objetivos

Apresentação. Objetivos Apresentação Na tradição dos grandes eventos desportivos organizados pela SIDELINE EVENTS e do inquestionável sucesso e mediatismo alcançado na promoção e organização das edições anteriores da Liga de

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

VI Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina

VI Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina VI Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina ORGANIZAÇÃO Município de Portel Associação de Natação do Alentejo 1. APOIOS Gestalqueva Amieira Marina Gescruzeiros Junta de Freguesia

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 DAS FINALIDADES Artigo 1º - Visando divulgar, incentivar e revelar novos talentos da prática da modalidade de futebol feminino, a Secretaria de Esportes,

Leia mais

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES/2011,

Leia mais

APRESENTAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DA ÉPOCA 2014-2015

APRESENTAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DA ÉPOCA 2014-2015 www.associaçãodebilhardonorte.com Email: abnorte@gmail.com t. APRESENTAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DA ÉPOCA 2014-2015 SOMOS A ASSOCIAÇÃO ORGANIZADORA DE EVENTOS, E CAMPEONATOS DE BILHAR, COM UMA ESTRUTURA PROFISSIONAL

Leia mais

Regulamento Específico de Basquetebol

Regulamento Específico de Basquetebol Regulamento Específico de Basquetebol Regulamento Basquetebol 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS / BOLA DE JOGO... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 4 4. MESA DE JOGO... 4 5. ARBITRAGEM... 5

Leia mais

XXVI TRAVESSIA DOS TEMPLÁRIOS

XXVI TRAVESSIA DOS TEMPLÁRIOS Regulamento 28 Setembro.2014 APROVADO PELA FPN EM 22 DE JULHO DE 2014 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação do Distrito de Santarém. Associação

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º A Copa Sesquinho é promovida pelo Serviço Social do Comércio SESC-DF. Os jogos serão regidos pelo presente Regulamento Geral e por decisões

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASEBOL / SOFTBOL TAÇA JORNAL BASEBOL - DESPORTO ESCOLAR COIMBRA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASEBOL / SOFTBOL TAÇA JORNAL BASEBOL - DESPORTO ESCOLAR COIMBRA REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASEBOL / SOFTBOL TAÇA JORNAL BASEBOL - DESPORTO ESCOLAR COIMBRA 2006-2007 DESPORTO ESCOLAR ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ESCALÕES ETÁRIOS/ BOLA DE JOGO...4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA...4

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE SETAS DE LISBOA REGULAMENTO 2012-2013 DARDOS ELECTRÓNICOS

ASSOCIAÇÃO DE SETAS DE LISBOA REGULAMENTO 2012-2013 DARDOS ELECTRÓNICOS ASSOCIAÇÃO DE SETAS DE LISBOA REGULAMENTO 2012-2013 DARDOS ELECTRÓNICOS REGULAMENTO 2012-2013 Ponto 1. Máquinas e distância de jogo Nas competições de dardos eletrónicos da Associação de Setas de Lisboa

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

Associação de Futebol de Viseu

Associação de Futebol de Viseu Associação de Futebol de Viseu ANEXOS ANEXO 1 BOLETIM DE FILIAÇÃO O Clube: (Nome completo) Com Sede na: Freguesia de: Concelho de: Código - Contribuinte nº: Email: Em cumprimento do disposto no Estatuto

Leia mais

CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015. - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única.

CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015. - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única. CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015 I DIVISÃO - SENIORES MASCULINOS - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única. - O Campeonato compreenderá duas fases distintas:

Leia mais

Federação Portuguesa de Minigolfe UPD REGULAMENTO GERAL DE PROVAS. Aprovado na Assembleia Geral de 2013-12-07

Federação Portuguesa de Minigolfe UPD REGULAMENTO GERAL DE PROVAS. Aprovado na Assembleia Geral de 2013-12-07 Federação Portuguesa de Minigolfe UPD REGULAMENTO GERAL DE PROVAS Aprovado na Assembleia Geral de 2013-12-07 REGULAMENTO GERAL DE PROVAS DESPORTIVAS 1. PROVAS FEDERATIVAS 1.1. São consideras Provas Federativas

Leia mais

Troféu de Sintra em BTT 2014 REGULAMENTO

Troféu de Sintra em BTT 2014 REGULAMENTO Troféu de Sintra em BTT 2014 REGULAMENTO DIVISÃO DE DESPORTO E JUVENTUDE NÚCLEO DE DESPORTO AVENTURA Versão 10/3/2014 1 INTRODUÇÂO O Ciclismo nas suas diversas variantes e como modalidade desportiva torna-se

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE S. MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE S. MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE S. MIGUEL Instituição de Utilidade Pública Pessoa Colectiva n.º 512019673 Fundada em 26.03.86 Filiada na Federação Portuguesa Atletismo RUA PINTOR DOMINGOS REBELO N.º 4 TELEFONE

Leia mais

II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES

II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES IX CIRCUITO NACIONAL DE ÁGUAS ABERTAS Regulamento 02.Agosto.2009 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO O Vice-Presidente de Esportes da Associação Atlética do Banco do Brasil de Belo Horizonte, usando de suas atribuições,

Leia mais

Regulamento de Prova

Regulamento de Prova Regulamento de Prova ORGANIZAÇÃO! 3 ARBITRAGEM! 3 DATA / LOCAL / PROGRAMA! 3 PROVAS E ESCALÕES ETÁRIOS! 3 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO! 5 DISPOSIÇÕES GERAIS! 5 INSCRIÇÕES! 6 CLASSIFICAÇÕES E TEMPOS LIMITE!

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

INDICE MORADA E CONTACTOS DA AFA 2º CAPÍTULO 4º CAPÍTULO 5º CAPÍTULO

INDICE MORADA E CONTACTOS DA AFA 2º CAPÍTULO 4º CAPÍTULO 5º CAPÍTULO INDICE MORADA E CONTACTOS DA AFA 1º CAPÍTULO - Correspondência de Clubes para AFA e FPF - Correspondência de Clubes para órgãos sociais da AFA - Taxas de Filiação de Clubes - Taxas de Inscrição de Equipas

Leia mais

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÁSICA MONSENHOR GREGÓRIO LOCKS Justificativa Olimpíadas Gregório Locks Regulamento Geral Artigo 1º - No seu Projeto Político Pedagógico,

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

PARTE GERAL I. Época oficial II. Horário de Funcionamento e Registo de Entrada III. Correspondência IV. Tabelas de Emolumentos e Taxas INSCRIÇÕES

PARTE GERAL I. Época oficial II. Horário de Funcionamento e Registo de Entrada III. Correspondência IV. Tabelas de Emolumentos e Taxas INSCRIÇÕES CAPÍTULO 1º PARTE GERAL PARTE GERAL I. Época oficial II. Horário de Funcionamento e Registo de Entrada III. Correspondência IV. Tabelas de Emolumentos e Taxas Pág. 3-5 CAPÍTULO 2º INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS

Leia mais

REGULAMENTO I Trilhos de Casainhos

REGULAMENTO I Trilhos de Casainhos 1. ORGANIZAÇÃO O Sporting Clube de Casainhos organiza, no próximo dia 15 DE NOVEMBRO DE 2009, com a colaboração da Câmara Municipal de Loures, da Junta de Freguesia de Fanhões e do Atleta Digital (www.atleta-digital.com),

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013-2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013-2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013-2014 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 3 3. Constituição das Equipas 4 4. Regulamento Técnico Pedagógico 5 5. Classificação, Pontuação e Desempate 6 6.

Leia mais

COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015

COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015 COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015 OBJETIVOS - PROMOVER UMA COMPETIÇÃO COM CUSTOS BAIXOS; - PROPORCIONAR JOGOS EM AMBIENTES FAVORÁVEIS AO CRESCIMENTO TÉCNICO, TÁTICO E EMOCIONAL, UTILIZANDO O ESPORTE COMO

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

V Prova de Águas Abertas. Barragem dos Minutos Montemor-o-Novo 2 Junho de 2012

V Prova de Águas Abertas. Barragem dos Minutos Montemor-o-Novo 2 Junho de 2012 V Prova de Águas Abertas Barragem dos Minutos Montemor-o-Novo 2 Junho de 2012 1. Organização Município de Montemor-o-Novo. 2. Apoios Associação de Natação do Alentejo Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Novo

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

Comunicado Oficial n.º 1 Época 2014-2015

Comunicado Oficial n.º 1 Época 2014-2015 Época 2014-2015 Aprovado pela Direção da Federação Portuguesa de Futebol, de acordo com o disposto no artigo 10.º e alíneas a) e c) do número 2 do artigo 41.º, do Decreto-Lei n.º 248-B/2008, de 31 de Dezembro

Leia mais

III Edição Grande Prémio AIREV

III Edição Grande Prémio AIREV III Edição Grande Prémio AIREV A Associação para Integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens Deficientes de Vizela, pretende organizar, pelo terceiro ano consecutivo, uma Corrida e Caminhada

Leia mais

Regulamento da Prova

Regulamento da Prova II Torneio Internacional de Águas Abertas do Mondego Regulamento da Prova 19.Setembro.2010 1. ORGANIZAÇÃO Câmara Municipal do Município Associação de Natação de Coimbra 2. APOIOS Arena Polisport EaFit

Leia mais

Regulamento Liga Futsal AEFEUP 2015/2016. Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2015/2016 1

Regulamento Liga Futsal AEFEUP 2015/2016. Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2015/2016 1 Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2015/2016 1 Regulamento Liga Futsal AEFEUP 2015/2016 Regulamento da Liga Futsal AEFEUP 2015/2016 2 Índice Artigo 1.º - Inscrições...3 Artigo 2.º - Formato da Liga de Futsal...4

Leia mais