Disciplina: Projeto de Ferramentais I

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Disciplina: Projeto de Ferramentais I"

Transcrição

1 Aula 04: Processos de Fundição em Moldes Metálicos por Gravidade (Coquilhas) 01: Introdução - Características do processo - Etapas envolvidas. - Fatores econômicos e tecnológicos - Ligas empregadas 02: Coquilhas e Máquinas Coquilhadeiras - Coquilhas Manuais - Coquilhas movimentadas mecanicamente - Máquinas coquilhadeiras simples, de grande porte e com sistema de basculamento. 03: Projeto de Coquilhas - Requisitos principais. - Fatores a serem considerados - Materiais para os moldes. - Aspectos construtivos dos moldes. - Revestimento dos moldes. - Temperaturas das coquilhas

2 Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade. Processo que utiliza o vazamento do metal líquido por gravidade em molde metálico de duas ou mais partes Usado repetidamente para a produção de muitas peças. Os moldes utilizados são denominados Coquilhas As Coquilhas podem ser movimentadas manualmente (quando de pequeno porte) ou mecanicamente usando-se Máquinas Coquilhadeiras.

3 ETAPAS ENVOLVIDAS NO PROCESSO: 1. O molde é pintado com pincel ou spray nas superfícies que entrarão em contato com o metal líquido (aquecidas a temperaturas na faixa de C). 2. Machos, se usados, são inseridos, e o molde é fechado manual ou mecanicamente. 3. Vazamento da liga e enchimento do molde. 4. Após solidificação da peça: abertura do molde e extração dos machos 5. Remoção dos canais e massalotes e operações de acabamento das peças.

4 Características das peças obtidas: Melhor Acabamento Superficial. Maior Precisão Dimensional. Estrutura com grão mais finos em comparação com as peças fundidas em areia. Propriedades Mecânicas Superiores.

5 Molde = Coquilha : pode produzir de até peças Fatores que influenciam na vida útil de uma coquilha: liga utilizada tamanho e complexidade da peça material usado na sua fabricação revestimento aplicado

6 Fatores Econômicos Processo que envolve um alto custo inicial. Máquina Coquilhadeira + Moldes No caso da necessidade de utilização de Machos: Desejável e mais econômico o uso de machos de aço para formar as cavidades das peças. Quando a peça possui detalhes e reentrâncias que não permitem a extração dos machos metálicos, se faz necessário o uso de machos de areia. Molde Semi-Permanente

7 Fatores Econômicos Em que situações se justifica a utilização do processo? Quantidade de peças a produzir é alta (entre 400 a 5000 unidades) Altas produções. Mão de obra menos especializada. Redução no peso da peça. Redução na usinagem Melhor acabamento.

8 Fatores Tecnológicos: Normalmente são produzidas peças entre 10 e 50Kg. Peças grandes e complexas dificultam o manejo do molde e necessitam grande número de machos. Opção pela utilização de Moldes de Areia. Peso Máximo por Liga Ligas de Alumínio = 14Kg Ligas de Cobre = 10 Kg Ligas de Ferro = 50 Kg

9 Moldes Coquilhas Coquilha Manual confeccionado com blocos simples para peças finas

10 Moldes Coquilhas Coquilha Manual deslizante sobre placa base para peças mais espessas

11 Máquinas Coquilhadeiras Coquilhadeira Automática com acionamento hidraúlico

12 Máquina Coquilhadeira

13 Máquina Coquilhadeira de Grande Porte

14 Máquina Coquilhadeira com Sistema de Basculamento

15 Regras Gerais de Projeto das Peças: Desenho da peça não deve ser complexo. Seções devem ser uniformes. Evitar cantos vivos. Evitar machos (metálicos ou de areia). Espessura mínima em torno de 3mm. Usar nervuras para evitar paredes pesadas.

16 Projeto dos Moldes: Requisito Principal: o molde deve extrair calor do metal líquido a um determinada velocidade. Princípios Básicos Aplicados: Necessidade de resfriamento com água Controle da direção do fluxo de calor uso de materiais e recobrimentos com diferentes capacidades de extração do calor.

17 Requisitos Principais dos Moldes: Devem resistir aos esforços de manuseio e apresentar a maior vida útil possível Utilização de materiais resistentes e cuidados na fabricação. Devem extrair calor do metal líquido a uma determinada velocidade Necessidade de sistemas de resfriamento.

18 Projeto do Molde Fatores a serem considerados: Vida útil relativamente longa Precisão dimensional da cavidade Necessidade de altas velocidades de produção

19 Aspectos do projetos dos moldes relacionados com suas funções metalúrgicas e de engenharia - Sistema de canais de enchimento - Sistema de alimentação (massalotes) - Detalhamento dos aspectos operacionais

20 Fatores importantes no projeto de moldes para processos intermitentes: Temperaturas máxima e mínima da face do molde durante o ciclo Magnitude dos gradientes de temperatura através das paredes dos moldes Freqüência de repetição do ciclo de produção

21 Consequências do aquecimento e das variações de temperaturas: - Diferentes expansões em função da formação de gradientes de temperaturas Empenamentos ou fissuras nas faces devido Fadiga Térmica - Variações microestruturais em função de aquecimentos prolongados ou reações químicas

22 Objetivos do controle de temperatura do molde: Garantir uma utilização segura retirada da umidade Obter fundidos com superfícies lisas temperaturas ótimas C Promover direção e velocidades de solidificação ótimas Obter uma vida útil mais longa

23 Materiais para Moldes: Fatores determinantes da escolha do material: Tipo de liga a ser vazada. Quantidade de peças a serem produzidas. Condições operacionais. Materiais Utilizados Ferro Fundido Aço H13 Temperado Cobre - Cromo

24 Recomendação de Materiais para Coquilhas segundo a AFS Tamanho da Peça Número de Vazamentos Pequena Menor que 25mm F o F o Cinzento F o F o Cinzento H11 F o F o Cinzento c/ insertos de H14 Médias e Grandes até 900mm F o F o Cinzento F o F o Cinzento F o F o Cinzento H11, H13, H14

25 Propriedades Importantes em Materiais para Coquilhas: Facilidade de Usinagem. Estabilidade Dimensional. Boa Difusividade Térmica. Resistência a trincas e fissuras por Fadiga Térmica

26 Ferramental para Fundição por Gravidade

27 Coquilha Basculante Sistema Tilt

28 Peça fundida em Coquilha Carter

29 Cilindro mestre Tabela de basketball Dois exemplos de peças fundidas em coquilha, ambas usando a liga 356 Al7Si0,3Mg

30 Revestimentos dos Moldes (Coquilhas) Composição Química: Silicato de Sódio: como ligante. Água: como solvente. Grafite coloidal, vermiculita, óxido de alumínio, argila e outros ingredientes. Aplicação: pistola na cavidade da peça e com pincel (base isolante para massalotes). Obs.: Quando a camada é espessa taxa de resfriamento lenta (ação isolante).

31 Revestimentos dos Moldes (Coquilhas) Sequência Operacional: Limpeza da cavidade por jateamento melhor aderência da tinta. Aquecimento do molde a C Aplicação de quantas camadas forem necessárias (em função do efeito de isolamento desejado). Obs.1: Uma aplicação bem feita pode ser usada continuamente por 24h dependendo do desenho da peça. Obs.2: Recomenda-se a remoção completa e a repintura do molde em vez da realização de reparos.

32 Principais Funções das Tintas para Coquilhas Controlar o gradiente de temperatura solidificação direcional ótima e peças isentas de rechupes. Controlar o fluxo de metal para assegurar que o metal atinja todas as partes da coquilha com a temperatura necessária a não ocorrência de juntas frias. Facilitar a extração da peça. Garantir um bom acabamento na peça. Garantir uma maior vida útil do molde (evita soldagem do metal no molde) Reduzir o choque térmico.

33 Meios para alterar o Resfriamento das Peças Situação Ideal garantir a solidificação direcional. Quando isto não é possível: Usar resfriadores de Cobre ou Aço Circulação de água. Uso de aquecimento localizado. Uso de tintas isolantes.

34 Temperatura da Coquilha Em fundição de Ligas de Alumínio C. Consequências de Temperaturas muito Altas: Maior formação de rebarbas. Menor produção. Redução nas propriedades mecânicas das peças. Maior tendência a rechupes. Menor vida útil do molde. Consequências de Temperaturas muito Baixas: Geração de solda fria nas peças. Redução na capacidade de alimentação

35 Variáveis que afetam a Temperatura da Coquilha Quantidade de metal vazado. Formato da peça. Espessura de parede da coquilha. Freqüência dos vazamentos. Tipo e espessura dos revestimentos (tintas).

36 Fatores que afetam a Temperatura de Vazamento Tamanho e forma da peça. Revestimento do molde. Sistema de resfriamento. Sistema de canais.

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade.

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade. Aula 10: Processos de Fundição em Moldes Metálicos por Gravidade (Coquilhas) 01: Introdução - Características do processo - Etapas envolvidas. - Fatores econômicos e tecnológicos - Ligas emprwegadas 02:

Leia mais

DEFINIÇÃO DE FUNDIÇÃO. Processo metalúrgico de fabricação que envolve a. fusão de metais ou ligas metálicas, seguida do

DEFINIÇÃO DE FUNDIÇÃO. Processo metalúrgico de fabricação que envolve a. fusão de metais ou ligas metálicas, seguida do Dr. Eng. Metalúrgica Aula 01: 1. Introdução - Definição de fundição. - Características e potencialidades dos processos de fundição. - Princípios fundamentais. 2. Classificação dos Processos de Fundição

Leia mais

Aula 11 Projetos 04 Considerações sobre projetos de fundição

Aula 11 Projetos 04 Considerações sobre projetos de fundição Disciplina: Projeto de Ferramentais I Professor: Guilherme O. Verran Aula 11 Projetos 04 Considerações sobre projetos de fundição 1. Análise Inicial do Projeto - principais pontos a serem considerados

Leia mais

bronze), sendo que não há necessidade da sua destruição para a retirada da peça fundida

bronze), sendo que não há necessidade da sua destruição para a retirada da peça fundida 8 FUNDIÇÃO EM MOLDES PERMANENTES (COQUILHAS) Nos processos com moldes permanentes, o molde (também chamado de coquilha) é confeccionado em material metálico (ferro fundido, aço e, mais raramente, bronze),

Leia mais

FUNDIÇÃO POR CENTRIFUGAÇÃO

FUNDIÇÃO POR CENTRIFUGAÇÃO FUNDIÇÃO POR CENTRIFUGAÇÃO Rscp/labats/demec/ufpr/2017 O processo de fabricação por centrifugação consiste em vazar-se metal líquido num molde dotado de movimento de rotação, de modo que a força centrífuga

Leia mais

FUNDIÇÃO POR GRAVIDADE OU COQUILHAMENTO EM MOLDE PERMANENTE

FUNDIÇÃO POR GRAVIDADE OU COQUILHAMENTO EM MOLDE PERMANENTE FUNDIÇÃO POR GRAVIDADE OU COQUILHAMENTO EM MOLDE PERMANENTE RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR 2017 O que é Fundição com Molde Permanente? O que é Fundição com Molde Permanente? A fundição com molde permanente emprega

Leia mais

FUNDIÇÃO POR CENTRIFUGAÇÃO

FUNDIÇÃO POR CENTRIFUGAÇÃO FUNDIÇÃO POR CENTRIFUGAÇÃO O processo de fabricação por centrifugação consiste em vazar-se metal líquido num molde dotado de movimento de rotação, de modo que a força centrífuga origine uma pressão além

Leia mais

FABRICAÇÃO MECÂNICA. Introdução aos Processos de Fabricação / Fundição. Material 1 Coletânea de materiais sobre fundição (livros, apostilas e resumos)

FABRICAÇÃO MECÂNICA. Introdução aos Processos de Fabricação / Fundição. Material 1 Coletânea de materiais sobre fundição (livros, apostilas e resumos) 2010 FABRICAÇÃO MECÂNICA Introdução aos Processos de Fabricação / Fundição Material 1 Coletânea de materiais sobre fundição (livros, apostilas e resumos) Prof. Alexander 1/1/2010 1 - INTRODUÇÃO 2 3 2 -

Leia mais

MOLDAGEM DE CASCA SHELL MOLDING. Prof. César Augusto Agurto Lescano, PhD.

MOLDAGEM DE CASCA SHELL MOLDING. Prof. César Augusto Agurto Lescano, PhD. MOLDAGEM DE CASCA SHELL MOLDING Prof. César Augusto Agurto Lescano, PhD. VANTAGENS E DESVANTAGENS DA MOLDAGEM EM AREIA Vantagens 1. A moldagem por areia verde é o mais barato dentre todos os métodos de

Leia mais

FUNDIÇÃO DE ALUMÍNIO POR GRAVIDADE (COQUILHA)

FUNDIÇÃO DE ALUMÍNIO POR GRAVIDADE (COQUILHA) FUNDIÇÃO DE ALUMÍNIO POR GRAVIDADE (COQUILHA) Serviço indicado para fabricantes de máquinas e equipamentos, que utilizam peças; de pequenas dimensões (até 10kg) em alumínio fundidas em areia; shell moulding;

Leia mais

Aula 03 Fundição por gravidade com molde de areia

Aula 03 Fundição por gravidade com molde de areia Aula 03 Fundição por gravidade com molde de areia Para ter acesso a esse material acesse: http://professores.chapeco.ifsc.edu.br/keli Material para a aula: Aparato IFSC de fundição (caixa de moldagem,

Leia mais

Processos de Fabricação Parte 2: Fundição. Professor: Guilherme O. Verran Dr. Eng. Metalúrgica. Aula 13: Processos Especiais de Fundição

Processos de Fabricação Parte 2: Fundição. Professor: Guilherme O. Verran Dr. Eng. Metalúrgica. Aula 13: Processos Especiais de Fundição Disciplina: Processos de Fabricação Parte 2: Fundição Professor: Guilherme O. Verran Dr. Eng. Metalúrgica Moldes Cerâmicos Processo Shaw Enchimento a Baixa Pressão contra a Gravidade CLA e CLV Solidificação

Leia mais

Acesse:

Acesse: Fundir é preciso Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Até agora estudamos processos de fundição que, de maneira geral, se caracterizam pela produção de peças brutas com alguma variação dimensional e cuja

Leia mais

PROPRIEDADES DOS METAIS LÍQUIDOS

PROPRIEDADES DOS METAIS LÍQUIDOS Professor: Guilherme O. Verran Dr. Eng. Metalúrgica Aula 03_a: Escoamento de metais líquidos Fluidez 1. Introdução - Definição de Fluidez Ensaios de Fluidez 2. Fatores que influenciam na fluidez Temperatura

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE PROJETO PARA FABRICAÇÃO DE PEÇAS POR FUNDIÇÃO RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR

CONSIDERAÇÕES SOBRE PROJETO PARA FABRICAÇÃO DE PEÇAS POR FUNDIÇÃO RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR CONSIDERAÇÕES SOBRE PROJETO PARA FABRICAÇÃO DE PEÇAS POR FUNDIÇÃO RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR Projetos de peças adaptadas ao processo de fundição Aspectos básicos a serem considerados. Problemas relacionados

Leia mais

Disciplina: Projeto de Ferramentais I

Disciplina: Projeto de Ferramentais I Aula 06 : Processo de 01: Introdução Princípio e potencialidades do processo. 02. Etapas envolvidas no processo 03. Matérias Primas Utilizadas: Cascas cerâmicas: lama e reforço Modelos: cêra (constituintes

Leia mais

Defeitos de Fundição Defeitos superficiais

Defeitos de Fundição Defeitos superficiais Defeitos de Fundição Defeitos superficiais Ricardo Fuoco Gerente Geral de Tecnologia de Fundição Metso Brasil Indústria e Comércio Ltda Fone: (015) 2102-1212 Email: ricardo.fuoco@metso.com 1 Índice 4.4

Leia mais

Produção Computer Integrated Manufacturing (CIM)

Produção Computer Integrated Manufacturing (CIM) INTRODUÇÃO AOS PROCESSOS DE FABRICAÇÃO (Mar 2007) 1. Fabricação: uma das etapas da obtenção de um produto Ciclo de obtenção de um produto Pesquisa de Mercado Definição das necessidades Estudo de viabilidade

Leia mais

Disciplina: Projeto de Ferramentais I

Disciplina: Projeto de Ferramentais I Aula 05 : 01: Introdução Princípio, classificação e potencialidades do processo. 02. Fundição sob pressão em cãmara quente 03. Fundição sob pressão em cãmara fria 04. Parâmetros de Processo 05. Processo

Leia mais

consiste em forçar a passagem de um bloco de metal através do orifício de uma matriz mediante a aplicação de pressões elevadas

consiste em forçar a passagem de um bloco de metal através do orifício de uma matriz mediante a aplicação de pressões elevadas consiste em forçar a passagem de um bloco de metal através do orifício de uma matriz mediante a aplicação de pressões elevadas é o processo em que a peça é empurrada contra a matriz conformadora, com redução

Leia mais

GABRIEL REIS FELIPE SOUZA LUIZ DOHOPIATI THALES PANKE DESENHOMECÂNICO FUNDIÇÃO E METALURGIA DO PÓ

GABRIEL REIS FELIPE SOUZA LUIZ DOHOPIATI THALES PANKE DESENHOMECÂNICO FUNDIÇÃO E METALURGIA DO PÓ GABRIEL REIS FELIPE SOUZA LUIZ DOHOPIATI THALES PANKE DESENHOMECÂNICO FUNDIÇÃO E METALURGIA DO PÓ METALURGIADOPÓ PROCESSO MECÂNICO DE PRODUÇÃO QUE FABRICA PEÇAS METÁLICAS ATRAVÉS DA COMPACTAÇÃO DE PÓ-METÁLICO

Leia mais

DEFEITOS DE FUNDIÇÃO AREIA VERDE RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR/2017

DEFEITOS DE FUNDIÇÃO AREIA VERDE RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR/2017 DEFEITOS DE FUNDIÇÃO AREIA VERDE RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR/2017 DEFEITOS DE MOLDAGEM Inclusão de areia Causas:.erosão (lavagem).explosão (reação de oxidação).escamas.rabo-de-rato.quebra de cantos do molde..fechamento

Leia mais

Estrutura Cristalina dos Metais

Estrutura Cristalina dos Metais Estrutura Cristalina dos Metais CS: Polônio; CCC: Cromo, tungstênio, molibdênio, nióbio, vanádio; CFC: Alumínio, níquel, cobre, prata, ouro, platina, chumbo; HC: Berílio, magnésio, zinco, cádmio; Estrutura

Leia mais

Fundição. Projetos de Moldes

Fundição. Projetos de Moldes Fundição Projetos de Moldes Fluxo de calor e direção de crescimento Formação da macroestrutura Filme Macroestrutura Zona Coquilhada Grão Colunares Grão Equiaxiais Intervalo de Solidificação e a macroestrutura

Leia mais

Processo por pontos, por costura, por projeção, de topo, Aplicações, Vantagens e Desvantagens

Processo por pontos, por costura, por projeção, de topo, Aplicações, Vantagens e Desvantagens INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Processo por pontos, por costura, por projeção, de topo, Aplicações, Vantagens e Desvantagens Professor: Anderson Luís Garcia Correia

Leia mais

FUNDIÇÃO DE PRECISSÃO CERA PERDIDA. rscp

FUNDIÇÃO DE PRECISSÃO CERA PERDIDA. rscp FUNDIÇÃO DE PRECISSÃO CERA PERDIDA rscp Processos de Microfusão Processo de fundição que consiste na fabricação de uma peça originariamente preparada em cera, que é revestida com material cerâmico, formando

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Metalurgia

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Metalurgia : Técnico em Metalurgia Descrição do Perfil Profissional: O profissional Técnico em Metalurgia deverá ser capaz de realizar controle visual, dimensional e laboratorial de materiais e substâncias utilizadas

Leia mais

Prova de Injeção Plastificação Preenchimento, Pressurização e Recalque Resfriamento

Prova de Injeção Plastificação Preenchimento, Pressurização e Recalque Resfriamento Prova de Injeção 1- Defina claramente o conceito de ciclo de injeção. Adicionalmente faça desenhos que representem as principais etapas de um ciclo típico de moldagem por injeção em uma máquina injetora

Leia mais

Processos de Fundição

Processos de Fundição Processos de Fundição O Molde O Molde (partes básicas) Tipos de Moldes Colapsáveis são quebrados para retirada das peças 1 molde = 1 peça ou conjunto de peças Permanentes são abertos para retirada das

Leia mais

Propriedades típicas e algumas aplicações das ligas de alumínio conformadas

Propriedades típicas e algumas aplicações das ligas de alumínio conformadas 1 Propriedades típicas e algumas aplicações das ligas de alumínio conformadas Liga / tratamento resistência escoamento Alongamento em 50mm 1 [%] Resistência à corrosão (geral) 2 Conformação a frio 3 Usinagem

Leia mais

Fundição Continua RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR

Fundição Continua RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR Fundição contínua O processo de fundição contínua consiste em fundir e conformar o produto final numa única operação, eliminando tempos intermediários de esfriamento em moldes, garantindo

Leia mais

Disciplina: Projeto de Ferramentais I

Disciplina: Projeto de Ferramentais I Aula 07: Processos Especiais de Fundição 01. Moldes Cerâmicos e Processo Shaw. 02. Preenchimento a baixa pressão contra a gravidade. 03. Solidificação Unidirecional 04. Crescimento de Monocristais 05.

Leia mais

Revestimentos Odontológicos

Revestimentos Odontológicos Revestimentos Odontológicos HISTÓRICO: ± 500 AC Roma - Coroas e pontes em ouro. Séc.. 11 Theophilus - Técnica da cera perdida. 1907 - W. H. Taggart - Máquina de fundição utilizando a técnica da cera perdida.

Leia mais

Histórico. Histórico. Conceito. Conceito. Requisitos. Requisitos. Composição. Composição. Indicação. Indicação. Tipos. Tipos. Histórico.

Histórico. Histórico. Conceito. Conceito. Requisitos. Requisitos. Composição. Composição. Indicação. Indicação. Tipos. Tipos. Histórico. Disciplina Titulo da aula Expositor Slides 34 Materiais Dentários I Revestimentos odontológicos Prof. Dr. Eclérion Chaves Duração Aproximadamente 1:30 Plano de aula Publicado em: http://usuarios.upf.br/~fo/disciplinas/materiais%20dentarios/materiais1.htm

Leia mais

Processos de Fundição do Alumínio. Ramón S. Cortés Paredes, Dr. Engº. LABATS/DEMEC/UFPR 2017

Processos de Fundição do Alumínio. Ramón S. Cortés Paredes, Dr. Engº. LABATS/DEMEC/UFPR 2017 Processos de Fundição do Alumínio Ramón S. Cortés Paredes, Dr. Engº. LABATS/DEMEC/UFPR 2017 Matéria-Prima Forno de Fundição A fundição é o ponto de partida para a fabricação de todos os produtos. É lá

Leia mais

TRATAMENTOS EMPREGADOS EM MATERIAIS METÁLICOS

TRATAMENTOS EMPREGADOS EM MATERIAIS METÁLICOS Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS I AT-096 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br TRATAMENTOS EMPREGADOS EM 1 INTRODUÇÃO: Existem

Leia mais

MOLDAGEM. Prof. Ivanir L. Oliveira. Carga Horária: 4 horas -17 semanas (17 faltas)

MOLDAGEM. Prof. Ivanir L. Oliveira. Carga Horária: 4 horas -17 semanas (17 faltas) MOLDAGEM Prof. Ivanir L. Oliveira Carga Horária: 4 horas -17 semanas (17 faltas) Classificação dos Processos de Fundição (1) Moldes Permanentes. ( Exemplos: Injeção, Baixa pressão, Coquilha por gravidade,

Leia mais

Aula 10 - Laminação. Para ter acesso a esse material acesse:

Aula 10 - Laminação. Para ter acesso a esse material acesse: Aula 10 - Laminação Para ter acesso a esse material acesse: http://professores.chapeco.ifsc.edu.br/keli Classificação Processos de Fabricação Processos de Fabricação Com remoção de cavaco Sem remoção de

Leia mais

COMO SÃO FEITAS AS JANTES PARA AUTOMÓVEIS?

COMO SÃO FEITAS AS JANTES PARA AUTOMÓVEIS? COMO SÃO FEITAS AS JANTES PARA AUTOMÓVEIS? MIEM, 1M4, Equipa 2 Trabalho realizado por: Cátia Raquel Pontes Reis João Leonardo Fernandes Amaro Manuel Baptista Pimenta Miguel Eduardo dos Santos Godinho Outubro

Leia mais

Shell Molding RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR 2017

Shell Molding RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR 2017 Shell Molding RSCP/LABATS/DEMEC/UFPR 2017 Areias para Moldagem Características das areias de moldagem Areias verdes Composição Umidade Forma dos grãos Tamanho dos grãos A combinação dessas características

Leia mais

2 - Considerações a respeito do projeto

2 - Considerações a respeito do projeto 2 - Considerações a respeito do projeto A resistência mecânica de peças de aço fundido depende inicialmente de: - composição química; - resistência real do metal fundido, em função da espessura das peças;

Leia mais

Defeitos de Fundição Inclusões

Defeitos de Fundição Inclusões Defeitos de Fundição Inclusões Ricardo Fuoco Gerente Geral de Tecnologia de Fundição Metso Brasil Indústria e Comércio Ltda Fone: (015) 2102-1212 Email: ricardo.fuoco@metso.com 1 Índice 4.2 Inclusões Inclusões

Leia mais

Introdução aos materiais poliméricos. Profa. Dra. Daniela Becker

Introdução aos materiais poliméricos. Profa. Dra. Daniela Becker Introdução aos materiais poliméricos Profa. Dra. Daniela Becker Processos Processamento de materiais plásticos Principais processos Injeção Extrusão Sopro Termoformagem rotmoldagem outros Processamento

Leia mais

Disciplina: Projeto de Ferramentais I

Disciplina: Projeto de Ferramentais I Aula 03: em Areia Ligadas Quimicamente 01: Introdução - Diferentes tipos de processos de moldagem e macharia que utilizam areias aglomeradas com resinas. 02: Os em Areia - Areia Silicato de Sódio-CO 2

Leia mais

FUNDIÇÃO. SMM0176 Engenharia de Fabricação Metalúrgica

FUNDIÇÃO. SMM0176 Engenharia de Fabricação Metalúrgica FUNDIÇÃO SMM0176 Engenharia de Fabricação Metalúrgica Rotas de Fabricação Metalúrgica SMM0176 Fundição Produção de peças pela solidificação de metal líquido em moldes Além de dar forma às peças determina

Leia mais

Curvas de resfriamento contínuo com diferentes taxas de resfriamento: Ensaio Jominy. Resultados: - Microestruturas diferentes; - Durezas diferentes.

Curvas de resfriamento contínuo com diferentes taxas de resfriamento: Ensaio Jominy. Resultados: - Microestruturas diferentes; - Durezas diferentes. Curvas de resfriamento contínuo com diferentes taxas de resfriamento: Ensaio Jominy Resultados: - Microestruturas diferentes; - Durezas diferentes. Efeito da seção da peça sobre a velocidade de resfriamento

Leia mais

Disciplina: Projetos de Ferramentais I Professor: Guilherme O. Verran. Aula 08_Projetos 01: Solidificação, Contração e Alimentação dos Metais

Disciplina: Projetos de Ferramentais I Professor: Guilherme O. Verran. Aula 08_Projetos 01: Solidificação, Contração e Alimentação dos Metais Disciplina: Projetos de Ferramentais I Professor: Guilherme O. Verran Aula 08_Projetos 01: Solidificação, Contração e Alimentação dos Metais 1. Introdução Diferenças entre sólidos e líquidos Eventos que

Leia mais

Introdução: Injeção de Metais

Introdução: Injeção de Metais Introdução: Injeção de Metais Injeção é o processo metal-mecânico no qual o metal fundido é, sob pressão, forçado a entrar na cavidade esculpida de uma matriz, preenchendo-a e formando a peça desejada.

Leia mais

Divisão Clássica dos Materiais de Moldagem

Divisão Clássica dos Materiais de Moldagem Aula 11 : Processos de 01: Introdução - Divisão Clássica dos Materiais de Moldagem - Aspectos relevantes no comportamento dos materiais de moldagem 02: Os Processos de Moldagem e Macharia em Areia - Tipos

Leia mais

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO III SOLDAGEM METALURGIA DA SOLDAGEM

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO III SOLDAGEM METALURGIA DA SOLDAGEM PROCESSOS DE FABRICAÇÃO III SOLDAGEM METALURGIA DA SOLDAGEM Professor: Moisés Luiz Lagares Júnior 1 METALURGIA DA SOLDAGEM A JUNTA SOLDADA Consiste: Metal de Solda, Zona Afetada pelo Calor (ZAC), Metal

Leia mais

Rechupe ou marcas de chupagem

Rechupe ou marcas de chupagem Rechupe ou marcas de chupagem Introdução: Solidificação dos aços Após a etapa de refino, o aço está pronto para ser vazado e solidificado. Esta etapa de solidificação chama-se lingotamento, o qual pode

Leia mais

FUNDIÇÃO. https://www.youtube.com/watch?v=pt6tb1wf1da. Técnico em Mecânica Processo de Fundição

FUNDIÇÃO. https://www.youtube.com/watch?v=pt6tb1wf1da. Técnico em Mecânica Processo de Fundição FUNDIÇÃO https://www.youtube.com/watch?v=pt6tb1wf1da INTRODUÇÃO: Fundição é um processo de fabricação onde um metal ou liga metálica, no estado líquido, é vazado em um molde com formato e medidas correspondentes

Leia mais

MOLDAGEM. Prof. Ivanir L. Oliveira. Carga Horária: 4 horas -17 semanas (17 faltas)

MOLDAGEM. Prof. Ivanir L. Oliveira. Carga Horária: 4 horas -17 semanas (17 faltas) MOLDAGEM Prof. Ivanir L. Oliveira Carga Horária: 4 horas -17 semanas (17 faltas) PLANEJAMENTO DE ENSINO /Processos PLANEJAMENTO DE ENSINO Processos em moldes não permanentes. Conceito de areias de fundição

Leia mais

Processos de corte. Figura 2. Corte via plasma e maçarico.

Processos de corte. Figura 2. Corte via plasma e maçarico. Processos de corte Mecânicos: corte por cisalhamento através de guilhotinas, tesouras ou similares e por remoção de cavacos através de serras ou usinagem. Figura 1. Guilhotina, serra automática e corte

Leia mais

3. PROCESSO DE SOLDAGEM COM ELETRODO REVESTIDO

3. PROCESSO DE SOLDAGEM COM ELETRODO REVESTIDO 1 3. PROCESSO DE SOLDAGEM COM ELETRODO REVESTIDO O processo de soldagem com eletrodo revestido é um processo no qual a fusão do metal é produzida pelo aquecimento de um arco elétrico, mantido entre a ponta

Leia mais

Aula 11: Estruturas de Solidificação

Aula 11: Estruturas de Solidificação Disciplina: Metalurgia Física Parte II: Solidificação Professor: Guilherme O. Verran Dr. Eng. Metalúrgica 1. Introdução 2. Lingotes e Peças Monocristalinos; 3. Lingotes e Peças Policristalinos: Mecanismos

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE TRATAMENTOS TÉRMICOS DAS LIGAS FERROSAS

EXERCÍCIOS SOBRE TRATAMENTOS TÉRMICOS DAS LIGAS FERROSAS EXERCÍCIOS SOBRE TRATAMENTOS TÉRMICOS DAS LIGAS FERROSAS 1. Em que consiste, de uma maneira geral, o tratamento térmico? R: Alterar as microestruturas das ligas metálicas e como conseqüência as propriedades

Leia mais

FUNDIÇÃO. Importância da fundição

FUNDIÇÃO. Importância da fundição Fundição é o processo para obter-se objetos vazando metal fundido em um molde preparado com o formato da peça, deixando -se o material solidificar-se por resfriamento. Importância da fundição Praticamente

Leia mais

MANCAIS AUTOLUBRIFICANTES

MANCAIS AUTOLUBRIFICANTES THECNOLUB LINHA DE PRODUTOS MANCAIS AUTOLUBRIFICANTES LIVRES DE MANUTENÇÃO ÍNDICE 1 THEC-AC Aço + bronze sinterizado poroso + PTFE + Pb 2 THEC-B Bronze + bronze sinterizado poroso + PTFE + Pb 3 THEC-4

Leia mais

Processo de Forjamento

Processo de Forjamento Processo de Forjamento Histórico A conformação foi o primeiro método para a obtenção de formas úteis. Fabricação artesanal de espadas por martelamento (forjamento). Histórico Observava-se que as lâminas

Leia mais

NOVOS PRODUTOS FABRICAÇÃO DE MOLDES II / E 3330 e E 3360 Conjuntos de elemento móvel compactos. Encomende agora na nossa loja online!

NOVOS PRODUTOS FABRICAÇÃO DE MOLDES II / E 3330 e E 3360 Conjuntos de elemento móvel compactos. Encomende agora na nossa loja online! NOVOS PRODUTOS FABRICAÇÃO DE MOLDES II / 2016 Encomende agora na nossa loja online! www.meusburger.com E 3330 e E 3360 Conjuntos de elemento móvel compactos Conjuntos de elemento móvel de elevada precisão

Leia mais

Fundição: um bom começo

Fundição: um bom começo Fundição: um bom começo Quando se fala em Mecânica, o que vem à sua cabeça? Certamente máquinas. Grandes, pequenas, complexas, simples, automatizadas ou não, elas estão por toda a parte. E se integraram

Leia mais

Tecnologia Mecânica III. ETEC Jorge Street Revisão: 01 de 03/02/2016 AULA-04

Tecnologia Mecânica III.   ETEC Jorge Street Revisão: 01 de 03/02/2016 AULA-04 Prof. Engº Marcos A. Gasparin dos Santos Email: m.gasparin@globo.com ETEC Jorge Street Revisão: 01 de 03/02/2016 AULA-04 1 Dia/Mês Tecnologia Mecânica III Cronogramas de Aula TEMA 15/02 Apresentação :

Leia mais

PROCESSOS AVANÇADOS DE USINAGEM

PROCESSOS AVANÇADOS DE USINAGEM PROCESSOS AVANÇADOS DE USINAGEM E FABRICAÇÃO DE PEÇAS DE PLÁSTICO Prof. Lopes INCLUEM PROCESSOS DE REMOÇÃO DE MATERIAL : QUÍMICOS ELÉTRICOS TÉRMICOS MECÂNICOS Usinagem Química Filme Usinagem Quimica

Leia mais

FUNDIÇÃO ODONTOLÓGICA

FUNDIÇÃO ODONTOLÓGICA FUNDIÇÃO ODONTOLÓGICA DEFINIÇÃO É o processo de se obter objetos vazando líquidos ou metal viscoso em um molde preparado ou forma. O objetivo de uma fundição é o de produzir réplicas de um objeto qualquer.

Leia mais

TRATAMENTOS TÉRMICOS: AÇOS E SUAS LIGAS. Os tratamentos térmicos em metais ou ligas metálicas, são definidos como:

TRATAMENTOS TÉRMICOS: AÇOS E SUAS LIGAS. Os tratamentos térmicos em metais ou ligas metálicas, são definidos como: TRATAMENTOS TÉRMICOS: AÇOS E SUAS LIGAS Os tratamentos térmicos em metais ou ligas metálicas, são definidos como: - Conjunto de operações de aquecimento e resfriamento; - Condições controladas de temperatura,

Leia mais

Acesse:

Acesse: Entrou areia na fundição! Na aula anterior, você aprendeu que a fundição é um dos processos de fabricação mais antigos que o homem criou. É uma maneira fácil e até barata de se obterem peças praticamente

Leia mais

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Campus RECIFE. Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Materiais para Produção Industrial

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Campus RECIFE. Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Materiais para Produção Industrial UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Campus RECIFE Curso: Disciplina: Aula 4 Processos de Fabricação Existem um número maior de processos de fabricação, destacando-se os seguintes: 1) Processos de fundição

Leia mais

EXTRUSÃO EXTRUSÃO. Prof. M.Sc.: Anael Krelling

EXTRUSÃO EXTRUSÃO. Prof. M.Sc.: Anael Krelling EXTRUSÃO Prof. M.Sc.: Anael Krelling 1 DEFINIÇÃO DO PROCESSO É um processo no qual um bloco metálico é colocado dentro de um recipiente e reduzido na sua seção transversal através da aplicação de elevadas

Leia mais

A precisão e exatidão de medidas, a qualidade e acabamento superficial da peça são fatores amplamente dependentes do molde.

A precisão e exatidão de medidas, a qualidade e acabamento superficial da peça são fatores amplamente dependentes do molde. Moldes Plástico. Na seqüência de desenvolvimento de uma peça injetada, desde o primeiro rascunho até a extração na máquina, o molde de injeção é o último elo, porém não é o menos importante. A precisão

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO LAMINADOS

BOLETIM TÉCNICO LAMINADOS A BOLETIM TÉCNICO LAMINADOS Última atualização Dez/2009 VERSÃO DEZ/2009 ACABAMENTOS NATURAL: O acabamento padrão da chapa possui baia reflectância e pode apresentar variações de brilho. BRILHANTE: Esse

Leia mais

SMM0224 Introdução à Fundição, Soldagem e Metalurgia do pó

SMM0224 Introdução à Fundição, Soldagem e Metalurgia do pó SMM0224 Introdução à Fundição, Soldagem e Metalurgia do pó Rotas de Fabricação Metalúrgica SMM0224 Fundição Soldagem Metalurgia do Pó Fundição Produção de peças pela solidificação de metal líquido em moldes

Leia mais

Catálogo de produtos

Catálogo de produtos Catálogo de produtos Galvanização a fogo (zincagem por imersão a quente) - Conforme NBR 6323 O processo de zincagem por imersão a quente é o mesmo que qualquer produto, podendo variar na espessura da camada

Leia mais

SOLIDIFICAÇÃO. A.S.D Oliveira

SOLIDIFICAÇÃO. A.S.D Oliveira SOLIDIFICAÇÃO Temperatura de fusão = T de solidificação? L L interface S G1 G2 = G1+ G G Gv T Gsólido Glíquido T Tf T Nucleação homogênea G 2 =V S G v + V L G V +A SL SL Para uma particula esférica: G

Leia mais

Processos de Fundição

Processos de Fundição Processos de Fundição O Molde O Molde (partes básicas) Tipos de Moldes Colapsáveis são quebrados para retirada das peças 1 molde = 1 peça ou conjunto de peças Permanentes são abertos para retirada das

Leia mais

Aula 1: Aços e Ferros Fundidos Produção Feito de Elementos de Liga Ferros Fundidos. CEPEP - Escola Técnica Prof.: Kaio Hemerson Dutra

Aula 1: Aços e Ferros Fundidos Produção Feito de Elementos de Liga Ferros Fundidos. CEPEP - Escola Técnica Prof.: Kaio Hemerson Dutra Aula 1: Aços e Ferros Fundidos Produção Feito de Elementos de Liga Ferros Fundidos CEPEP - Escola Técnica Prof.: Kaio Aços e Ferros Fundidos O Ferro é o metal mais utilizado pelo homem. A abundância dos

Leia mais

ESTUDO SOBRE A PREPARAÇÃO E CUIDADOS COM TIJOLOS RESFRIADORES EXTERNOS PARA USO EM MOLDAGEM MANUAL PESADA

ESTUDO SOBRE A PREPARAÇÃO E CUIDADOS COM TIJOLOS RESFRIADORES EXTERNOS PARA USO EM MOLDAGEM MANUAL PESADA ESTUDO SOBRE A PREPARAÇÃO E CUIDADOS COM TIJOLOS RESFRIADORES EXTERNOS PARA USO EM MOLDAGEM MANUAL PESADA Daniel Ribeiro da Silva 1 Resumo: este artigo visa esclarecer e definir as melhores práticas referentes

Leia mais

Prof. Danielle Bond USINAGEM USINAGEM USINAGEM. Movimentos e Grandezas nos Processos de Usinagem

Prof. Danielle Bond USINAGEM USINAGEM USINAGEM. Movimentos e Grandezas nos Processos de Usinagem Prof. Movimentos e Grandezas nos Processos de Usinagem Recomenda-se a norma NBR 6162: Conceitos da Técnica de Usinagem- Movimentos e Relações Geométricas Os movimentos entre ferramenta e peça são aqueles

Leia mais

Trabalho de solidificação. Soldagem. João Carlos Pedro Henrique Gomes Carritá Tainá Itacy Zanin de Souza

Trabalho de solidificação. Soldagem. João Carlos Pedro Henrique Gomes Carritá Tainá Itacy Zanin de Souza Trabalho de solidificação Soldagem João Carlos Pedro Henrique Gomes Carritá Tainá Itacy Zanin de Souza Introdução A soldagem é um processo de fabricação, do grupo dos processos de união, que visa o revestimento,

Leia mais

MOLDAGEM EM CASCA (Shell Molding)

MOLDAGEM EM CASCA (Shell Molding) MOLDAGEM EM CASCA (Shell Molding) Shell Molding Shell Molding, ou Moldagem em Casca, é um processo usado para Fundir com excelente precisão e baixo custo, inventado em 1941 por Johannes Croning. A Moldagem

Leia mais

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO PROCESSOS DE FABRICAÇÃO FUNDIÇÃO. PROCESSOS MECÂNICOS Aplicação de tensão. PROCESSOS METALÚRGICOS Aplicação de temperatura

PROCESSOS DE FABRICAÇÃO PROCESSOS DE FABRICAÇÃO FUNDIÇÃO. PROCESSOS MECÂNICOS Aplicação de tensão. PROCESSOS METALÚRGICOS Aplicação de temperatura PROCESSOS DE FABRICAÇÃO PROCESSOS MECÂNICOS Aplicação de tensão PROCESSOS METALÚRGICOS Aplicação de temperatura PROCESSOS DE FABRICAÇÃO PROCESSOS METALÚRGICOS Conformação por Solidificação TEMPERATURA

Leia mais

Avaliação de processos de produção de rodas ferroviárias fundidas. Denilson José do Carmo

Avaliação de processos de produção de rodas ferroviárias fundidas. Denilson José do Carmo Avaliação de processos de produção de rodas ferroviárias fundidas Denilson José do Carmo Fundição em molde de grafite AmstedMaxion. Cruzeiro, São Paulo. A AmstedMaxion justifica a mudança para o molde

Leia mais

Roteiro de Aula de Ceras para Restaurações Fundidas

Roteiro de Aula de Ceras para Restaurações Fundidas Roteiro de Aula de Ceras para Restaurações Fundidas DEFINIÇÃO TIPOS DE CERA PARA FUNDIÇÃO COMPOSIÇÃO PROPRIEDADES ESCOAMENTO PROPRIEDADES TÉRMICAS DISTORÇÃO MANIPULAÇÃO OUTRAS CERAS ODONTOLÓGICAS CERAS

Leia mais

Quebra-Cavacos F30 F50 SN-29. Geometria A11. Robusta. Vivo. Aumento da espessura do chanfro (arestas de corte estáveis)

Quebra-Cavacos F30 F50 SN-29. Geometria A11. Robusta. Vivo. Aumento da espessura do chanfro (arestas de corte estáveis) Quebra-Cavacos A Fina Geometria Média Robusta 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 Vivo Aumento da espessura do chanfro (arestas de corte estáveis) FN F30 F50 SN-29 SN Diminuição do ângulo de ataque (ação

Leia mais

Discos de fibra COMBICLICK patenteado sistema refrigerado com troca rápida

Discos de fibra COMBICLICK patenteado sistema refrigerado com troca rápida iscos de fibra COMBICLICK patenteado sistema refrigerado com troca rápida COOL QUICK COMBICLICK TRUST BLUE Redução da carga térmica sobre a ferramenta e a peça trabalhada Alta taxa de remoção e vida útil

Leia mais

Processo de Fabricação I. Fundição. Prof.: João Carlos Segatto Simões

Processo de Fabricação I. Fundição. Prof.: João Carlos Segatto Simões Processo de Fabricação I Fundição Prof.: João Carlos Segatto Simões Molde A fase moldagem permite distinguir os vários processos de fundição, que são classificados da seguinte maneira: Moldagem em molde

Leia mais

USINAGEM USINAGEM. Prof. M.Sc.: Anael Krelling

USINAGEM USINAGEM. Prof. M.Sc.: Anael Krelling USINAGEM Prof. M.Sc.: Anael Krelling 1 No processo de Usinagem uma quantidade de material é removido com auxílio de uma ferramenta de corte produzindo o cavaco, obtendo-se assim uma peça com formas e dimensões

Leia mais

USO E APLICAÇÕES. Módulo 2 O que é Vidro?

USO E APLICAÇÕES. Módulo 2 O que é Vidro? USO E APLICAÇÕES Módulo 2 O que é Vidro? O QUE É VIDRO? O VIDRO É Substância inorgânica Homogênea Amorfa (sem forma definida) Obtida através do resfriamento de uma massa em fusão entorno de 1500ºC QUALIDADES

Leia mais

LÍQUIDOS SÓLIDOS. Átomos podem vibrar apenas em torno de uma posição fixa. Átomos apresentam alta energia cinética

LÍQUIDOS SÓLIDOS. Átomos podem vibrar apenas em torno de uma posição fixa. Átomos apresentam alta energia cinética Aula 04: 1. Introdução Diferenças entre sólidos e líquidos Eventos que caracterizam a solidificação. Heterogeneidades que podem ocorrer durante a solidificação. Importância da solidificação na tecnologia

Leia mais

CENTRO DE SERVIÇOS DE TRATAMENTO TÉRMICO. Soluções completas em tratamento térmico.

CENTRO DE SERVIÇOS DE TRATAMENTO TÉRMICO. Soluções completas em tratamento térmico. CENTRO DE SERVIÇOS DE TRATAMENTO TÉRMICO Soluções completas em tratamento térmico. Muito além do aço. Na indústria metal-mecânica, a demanda por aços com propriedades mecânicas e tribológicas é cada vez

Leia mais

Fundido ou Forjado? Fundidos e forjados partem de processos iniciais bastante parecidos.

Fundido ou Forjado? Fundidos e forjados partem de processos iniciais bastante parecidos. FUNDIDO X FORJADO Fundido ou Forjado? Fundidos e forjados partem de processos iniciais bastante parecidos. O Processo A maioria dos componentes em aço tem seu início em uma aciaria: o metal passa por

Leia mais

EM535 USINAGEM DOS MATERIAIS 1 O. SEMESTRE DE Teste 2

EM535 USINAGEM DOS MATERIAIS 1 O. SEMESTRE DE Teste 2 EM535 USINAGEM DOS MATERIAIS 1 O. SEMESTRE DE 2007 - Teste 2 1. As características desejáveis a um material de ferramenta são: a. resistência ao desgaste, tenacidade, dureza a quente e baixo coeficiente

Leia mais

Gestão de Fundição em Tempos de Crise

Gestão de Fundição em Tempos de Crise Gestão de Fundição em Tempos de Crise Publicado em 15 de novembro de 2016 Ricardo Fuoco Consultor-- Especialista em Fundição, Gestão Estratégica, P&D&I. A produção brasileira de peças fundidas é composta

Leia mais

Escovas Bristle 6 Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Fevereiro / 2004

Escovas Bristle 6 Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Fevereiro / 2004 3 Escovas Bristle 6 Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Fevereiro / 2004 Substitui Fevereiro/2003 Página 1 de 7 Introdução: Os Produtos Bristle são abrasivos tridimensionais moldados na forma de discos

Leia mais

Soluções em fresamento

Soluções em fresamento Fresamento Inserto duplo negativo de 4 arestas Nova tecnologia em insertos moldados Soluções em fresamento A tecnologia exclusiva de moldagem KYOCERA reduz o esforço de corte comparável a insertos positivos

Leia mais

Metalurgia da Soldagem Particularidades Inerentes aos Aços Carbono

Metalurgia da Soldagem Particularidades Inerentes aos Aços Carbono Metalurgia da Soldagem Particularidades Inerentes aos Aços Carbono A partir do estudo deste texto você conhecerá as particularidades inerentes a diferentes tipos de aços: aços de médio carbono (para temperaturas

Leia mais

CORTE DE METAIS. O Processo de Corte de Metais por PLASMA

CORTE DE METAIS. O Processo de Corte de Metais por PLASMA CORTE DE METAIS O Processo de Corte de Metais por PLASMA O Processo de Corte Plasma foi desenvolvido desde os anos 50 para cortar metais condutores, principalmente o aço inoxidável e o alumínio. Hoje é

Leia mais

Fundição sob Pressão Die Casting

Fundição sob Pressão Die Casting Fundição sob Pressão Die Casting Os fundidos fabricados por Fundição sob pressão encontram-se entre os itens de maior volume de produção na indústria de metais. RSCP LABATS/DEMEC/UFPR LIGAS METÁLICAS NÃO

Leia mais