Doutora Isabel Barros Dias Doutora Maria do Rosário Lupi Bello

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Doutora Isabel Barros Dias e-mail: isabelbd@univ-ab.pt Doutora Maria do Rosário Lupi Bello e-mail: rosario@univ-ab.pt"

Transcrição

1 TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS E LITERATURAS MODERNAS VARIANTE DE ESTUDOS PORTUGUESES E INGLESES PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS, LITERATURAS E CULTURAS ESTUDOS PORTUGUESES (MAIOR EM ESTUDOS PORTUGUESES + MINOR EM ESTUDOS INGLESES A), ADEQUADO A BOLONHA O presente regime de transição entrará em vigor, na Universidade Aberta, no ano lectivo Este documento pretende ajudá-lo, de maneira simples, a realizar o processo de transição. Os estudantes que estão ao abrigo do regime de transição só precisam de completar o número de créditos necessário para concluir a licenciatura (180 ECTS) e realizar as unidades curriculares que são consideradas obrigatórias, devidamente assinaladas. Por isso, podem inscrever-se nas unidades curriculares do maior e dos vários minores que estão em oferta, não sendo obrigados a realizar todas as suas unidades curriculares. Ao estudante que transitar do antigo para o novo elenco curricular será conferido um diploma onde se averbarão as disciplinas realizadas com sucesso do antigo plano de estudos, bem como as unidades curriculares do novo plano de estudos, com as respectivas designações. Todas as dúvidas devem ser colocadas, de forma clara e concisa, a UM dos elementos da Equipa de Coordenação do Curso, através de um dos seguintes endereços electrónicos: Doutora Isabel Barros Dias Doutora Maria do Rosário Lupi Bello Ainda pode contactar os serviços do Gabinete de Apoio ao Estudante através do endereço electrónico: Para efeito de inscrição nas unidades curriculares, logo que estejam abertas as matrículas/inscrições, terá de consultar o Guia Informativo para saber quais os semestres em que funcionam e se estão em oferta para o ano lectivo Siga os passos seguintes: 1. Some as unidades de crédito das disciplinas que já realizou com sucesso. 2. Veja se no elenco dessas disciplinas já feitas constam as que a seguir se indicam, as quais são obrigatórias para concluir o grau de licenciatura. Quadro A Código Disciplinas do Plano de Estudos Antigo 341 Linguísticos

2 180 Literários 504 Teoria e Metodologia Literárias 4482 Fonética e Fonologia do Português 4483 Morfologia do Português 4554 Sintaxe e Semântica do Português I 4555 Sintaxe e Semântica do Português II 503 História da Língua Portuguesa 505 Literatura Portuguesa Medieval 506 Literatura Portuguesa Clássica 507 Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea 38 Língua Inglesa I 39 Língua Inglesa II 526 Língua Inglesa III 135 Literatura Inglesa I 136 Literatura Inglesa II 137 Literatura Inglesa III 527 Sociedade e Cultura Inglesas 3. Se possui, no mínimo, 215 unidades de crédito (=180 ECTS) e as disciplinas referidas no Quadro A realizadas com sucesso, a sua licenciatura está concluída. 4. Porém: a. se ainda lhe faltam uma ou mais disciplinas das indicadas no Quadro A, terá de transitar para o novo curso, adequado a Bolonha. Consulte a lista apresentada no Quadro B para se inscrever nas unidades curriculares do novo plano de estudos correspondentes às disciplinas que ainda lhe faltam realizar; b. se não possui o número de unidades de crédito indicado, terá de transitar para o novo curso, adequado a Bolonha. Para o efeito, veja na tabela de conversão qual o número de ECTS correspondente às unidades de crédito já obtidas e o número de unidades curriculares que terá ainda de realizar para concluir o curso.

3 TABELA DE CONVERSÃO DOS CRÉDITOS ANTIGOS EM ECTS A Quantidade de unidades de crédito que já obteve B Quantidade de ECTS a que o nº de unidades de crédito de A corresponde C Quantidade de ECTS que falta para a conclusão do Curso D Quantidade de unidade curriculares (= disciplinas) semestrais a que correspondem os ECTS em C Finalmente, escolha as unidades curriculares do novo plano de estudos em que se quer inscrever no ano lectivo , até ao limite máximo de 72 ECTS. Ao proceder a essa escolha, não poderá seleccionar unidades curriculares que sejam correspondentes às disciplinas que já fez anteriormente. Por isso, tem de observar, com atenção, o Quadro B que lhe indica as correspondências.

4 Quadro B Antigo Plano de Estudos Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas Variante de Estudos Portugueses e Ingleses Plano de Estudos Adequado 1º Ciclo em Línguas, Literaturas e Culturas Estudos Portugueses (maior em Estudos Portugueses + minor em Estudos Ingleses A) Código Disciplinas Unidades curriculares Código Maior/Minor 341 Linguísticos Linguísticos I Linguísticos II Maior em Estudos Portugueses 180 Literários Literários I Literários II Teoria e Metodologia Literárias Teoria e Metodologia Literárias I Teoria e Metodologia Literárias II Fonética e Fonologia do Português Fonética e Fonologia do Português Morfologia do Português Morfologia do Português Sintaxe e Semântica do Português I Sintaxe do Português Sintaxe e Semântica do Português II 503 História da Língua Portuguesa Semântica e Pragmática do Português História da Língua Portuguesa I História da Língua Portuguesa II Literatura Portuguesa Medieval Literatura Portuguesa I Literatura Portuguesa IV Literatura Portuguesa Clássica Literatura Portuguesa II Literatura Portuguesa V Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea Literatura Portuguesa III Literatura Portuguesa VI História do Teatro Português I História do Teatro Português II Latim Elementar I Latim Elementar II

5 Língua e Cultura Latinas I Língua e Cultura Latinas II Língua e Cultura Latinas III Língua e Cultura Latinas IV Cultura Portuguesa Metodologia das TIC para as Ciências Humanas Literatura Comparada História e Periodização Literária Língua Inglesa I Inglês I Inglês II Língua Inglesa II Inglês III Inglês IV Língua Inglesa III Inglês V Inglês VI Literatura Inglesa I Literatura Inglesa I Literatura Inglesa II Minor em Estudos Ingleses A 136 Literatura Inglesa II Literatura Inglesa III Literatura Inglesa IV Literatura Inglesa III Literatura Inglesa V Sociedade e Cultura Inglesas Sociedade e Cultura Inglesas I Sociedade e Cultura Inglesas II Literatura Americana V Língua Inglesa IV (Língua e Linguística) 528 Sociedade e Cultura Norte-Americanas 109 Sociedade e Cultura Portuguesas 553 Sociedade e Cultura Portuguesas I 160 Literatura Norte-Americana = Disciplinas consideradas nucleares para a obtenção do grau de Licenciado.

Doutora Isabel Barros Dias e-mail: isabelbd@univ-ab.pt Doutora Maria do Rosário Lupi Bello e-mail: rosario@univ-ab.pt

Doutora Isabel Barros Dias e-mail: isabelbd@univ-ab.pt Doutora Maria do Rosário Lupi Bello e-mail: rosario@univ-ab.pt TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS E LITERATURAS MODERNAS VARIANTE DE ESTUDOS PORTUGUESES E ALEMÃES PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS, LITERATURAS E CULTURAS ESTUDOS PORTUGUESES (MAIOR

Leia mais

Normas regulamentares. Artigo 1º. Objecto

Normas regulamentares. Artigo 1º. Objecto UNIVERSIDADE ABERTA Nos termos da deliberação nº 13/07 do Senado Universitário, aprovada em sessão de 31 de Maio, de 2007, e ao abrigo do disposto no artigo 43º do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro,

Leia mais

TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (1º CICLO), ADEQUADO A BOLONHA

TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (1º CICLO), ADEQUADO A BOLONHA TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS PARA O CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS (1º CICLO), ADEQUADO A BOLONHA O presente de regime de transição entrará em vigor, na Universidade Aberta, no ano

Leia mais

Doutora Isabel Barros Dias Doutora Maria do Rosário Lupi Bello

Doutora Isabel Barros Dias   Doutora Maria do Rosário Lupi Bello TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS E LITERATURAS MODERNAS VARIANTE DE ESTUDOS PORTUGUESES PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS, LITERATURAS E CULTURAS ESTUDOS PORTUGUESES (MAIOR EM ESTUDOS

Leia mais

Doutora Isabel Barros Dias Doutora Maria do Rosário Lupi Bello

Doutora Isabel Barros Dias   Doutora Maria do Rosário Lupi Bello TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM PORTUGUÊS - HISTÓRIA PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUAS, LITERATURAS E CULTURAS ESTUDOS PORTUGUESES (MAIOR EM ESTUDOS PORTUGUESES + MINOR EM HISTÓRIA GERAL),

Leia mais

REGIME DE TRANSIÇÃO. Normas regulamentares. Artigo 1º Objecto

REGIME DE TRANSIÇÃO. Normas regulamentares. Artigo 1º Objecto REGIME DE TRANSIÇÃO Do Curso de Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas variante Estudos Portugueses e Ingleses para o Curso de Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Estudos Portugueses

Leia mais

REGIME DE TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA APLICADA PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM ESTATÍSTICA E APLICAÇÕES

REGIME DE TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA APLICADA PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM ESTATÍSTICA E APLICAÇÕES REGIME DE TRANSIÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA APLICADA PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM ESTATÍSTICA E APLICAÇÕES Normas regulamentares Artigo 1º Objecto O presente documento apresenta as normas

Leia mais

A TRANSIÇÃO DO CURSO DE HISTÓRIA ANTIGO PARA O CURSO DE HISTÓRIA ADEQUADO A BOLONHA. 1º CICLO DE ESTUDOS (Licenciatura)

A TRANSIÇÃO DO CURSO DE HISTÓRIA ANTIGO PARA O CURSO DE HISTÓRIA ADEQUADO A BOLONHA. 1º CICLO DE ESTUDOS (Licenciatura) A TRANSIÇÃO DO CURSO DE HISTÓRIA ANTIGO PARA O CURSO DE HISTÓRIA A BOLONHA 1º CICLO DE ESTUDOS (Licenciatura) O presente regime de transição para o curso de História em funcionamento na Universidade Aberta

Leia mais

CONSIDERANDO que os estudos apresentados para o desdobramento desse Departamento atendem a política universitária traçada por este Conselho;

CONSIDERANDO que os estudos apresentados para o desdobramento desse Departamento atendem a política universitária traçada por este Conselho; RESOLUÇÃO N o 10/92, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Desdobra, com novas denominações, Departamento do Centro de Ciências Humanas e Artes. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, no uso

Leia mais

3.5. Lista das disciplinas que se podem realizar em língua estrangeira

3.5. Lista das disciplinas que se podem realizar em língua estrangeira 3.3. Estrutura do curso, ritmo de estudo e obrigações dos estudantes. Condições de matrícula no semestre seguinte e condições prévias de matrícula em disciplinas individuais. O curso de Língua e Literatura

Leia mais

CONSIDERANDO a justificativa e fundamentação legal do Centro de Ciências Humanas e Artes constantes do Processo retromencionado;

CONSIDERANDO a justificativa e fundamentação legal do Centro de Ciências Humanas e Artes constantes do Processo retromencionado; RESOLUÇÃO N o 03/92, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Autoriza a criação do Curso de Bacharelado em Letras (Português ou Francês ou Inglês e respectivas literaturas). O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD LETRAS CURRÍCULO 4 Matriz Curricular 2014/2 Mariana Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA CÓDIGO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS PRÉ-REQUISITO PER LET701 Estudos Clássicos

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LETRAS NOVA IGUAÇU - PORT/ESPANHOL/LITERATURAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 8

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LETRAS NOVA IGUAÇU - PORT/ESPANHOL/LITERATURAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 8 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:37:05 Curso : LETRAS NOVA

Leia mais

REGIME DE TRANSIÇÃO PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM GESTÃO. Normas regulamentares. Artigo 1º. Objecto

REGIME DE TRANSIÇÃO PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM GESTÃO. Normas regulamentares. Artigo 1º. Objecto REGIME DE TRANSIÇÃO PARA O URSO DE LIENIATURA EM GESTÃO Normas regulamentares Artigo 1º Objecto O presente documento apresenta as normas regulamentares que são adoptadas na Universidade Aberta para efeito

Leia mais

Cursos de Licenciatura

Cursos de Licenciatura DLLM Cursos de Licenciatura 2009-2010 1 Cursos de Licenciatura 2009/2010 1º Ciclo Bolonha DLLM Departamento de Línguas e Literaturas Modernas 2 Cursos de Licenciatura 2009-2010 DLLM DLLM Cursos de Licenciatura

Leia mais

4º SEMESTRE 3º SEMESTRE CH 480 CRED 26 CH 435 CRED 24 SINTAXE I SINTAXE II. DELL 755 60h (4.0.0) DELL 744 DELL 749. 60h (4.0.0) 60h (4.0.

4º SEMESTRE 3º SEMESTRE CH 480 CRED 26 CH 435 CRED 24 SINTAXE I SINTAXE II. DELL 755 60h (4.0.0) DELL 744 DELL 749. 60h (4.0.0) 60h (4.0. UESB 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE 4º SEMESTRE 5º SEMESTRE 6º SEMESTRE 7º SEMESTRE 8º SEMESTRE CURSO DE LETRAS MODERNAS CH 360 CRED 21 CH 420 CRED 24 CH 435 CRED 24 CH 480 CRED 26 CH 510 CRED 23

Leia mais

47720 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011

47720 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011 47720 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011 UNIVERSIDADE DA MADEIRA Aviso (extracto) n.º 23548/2011 Nos termos do disposto no n.º 6 do artigo 12.º da Lei n.º 12 -A/2008, de 27 de

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. A Matriz Curricular 2011 será implantada a partir do 1 (primeiro) semestre do ano letivo de

R E S O L U Ç Ã O. A Matriz Curricular 2011 será implantada a partir do 1 (primeiro) semestre do ano letivo de RESOLUÇÃO CONSEPE N. 01/2011 REFERENDA PORTARIA GR N.º 53/2010 QUE APROVOU A MATRIZ CURRICULAR 2011 E ALTEROU A MATRIZ CURRICULAR 2009 DO CURSO DE LETRAS - PORTUGUÊS E INGLÊS, LICENCIATURA, DA FAE CENTRO

Leia mais

Guia de Curso. Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras. 1º Ciclo 2012-13

Guia de Curso. Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras. 1º Ciclo 2012-13 Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras 1º Ciclo 2012-13 Nota importante: Este curso será suspenso a partir do ano letivo de 2013-14, sendo este ano letivo o seu

Leia mais

Currículo do Curso de Letras

Currículo do Curso de Letras Currículo do Curso de Letras Habilitação em Português e Literaturas de Língua Portuguesa ATUAÇÃO A formação profissional do curso permite ao graduado em Letras, além da preparação para o exercício do magistério

Leia mais

OPÇÕES 1.º Ciclo 2014-2015

OPÇÕES 1.º Ciclo 2014-2015 OPÇÕES 1.º Ciclo 2014-2015 0 DEFINIÇÕES GERAIS Disciplinas de opção curricular 1- São consideradas opções curriculares as disciplinas de opção contempladas nos planos de estudos dos cursos, constituindo,

Leia mais

I Fórum Internacional sobre Prática Docente Universitária: inclusão social e tecnologias de informação e comunicação

I Fórum Internacional sobre Prática Docente Universitária: inclusão social e tecnologias de informação e comunicação I Fórum Internacional sobre Prática Docente Universitária: inclusão social e tecnologias de informação e comunicação Universidade Federal de Uberlândia Heloísa Maria Moraes Moreira Penna Maralice de Souza

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Letras MISSÃO DO CURSO O curso de Licenciatura em Letras do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo tem o compromisso de promover no estudante um

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: LETRAS - GRADUAÇÃO - LICENCIATURA GRADE: INGRESSANTES 2015/1

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: LETRAS - GRADUAÇÃO - LICENCIATURA GRADE: INGRESSANTES 2015/1 Página 1/3 Período: 1 ENADE INGRESSANTE 0 ESTILÍSTICA 36 LITERATURA BRASILEIRA: CONTEMPORÂNEA 72 LITERATURA EM LÍNGUA INGLESA 72 LITERATURA EM LÍNGUA INGLESA: AS ÉPOCAS VITORIANA E CONTEMPORÂNEA 36 LÍNGUA

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA. Regulamento do Terceiro Ciclo de Estudos. Conducente ao Grau de Doutor/a em Direito

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA. Regulamento do Terceiro Ciclo de Estudos. Conducente ao Grau de Doutor/a em Direito FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Regulamento do Terceiro Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Doutor/a em Direito (versão em vigor a partir de 26 de março de 2015) Artigo 1.º Objeto 1

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS INGLÊS E LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA (Currículo iniciado em 2010)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS INGLÊS E LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA (Currículo iniciado em 2010) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LETRAS INGLÊS E LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA (Currículo iniciado em 2010) COMPREENSÃO E PRODUÇÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA I C/H 102 (2358) intermediário de proficiência

Leia mais

Regulamento Comum para os Cursos de 1º Ciclo da Escola Superior Agrária de Coimbra

Regulamento Comum para os Cursos de 1º Ciclo da Escola Superior Agrária de Coimbra E SCOLA S UPERIOR A GRÁRIA INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA Regulamento Comum para os Cursos de 1º Ciclo da Escola Superior Agrária de Coimbra (Documento alterado pelo Conselho Científico na Comissão Permanente

Leia mais

SEGUNDA SALA TERÇA SALA QUARTA SALA QUINTA SALA SEXTA SALA

SEGUNDA SALA TERÇA SALA QUARTA SALA QUINTA SALA SEXTA SALA LEC050 - Linguística I A - Amitza LEC091- A - Alexandre LEC090 - Prática de Gêneros Acadêmicos A - Júlio LEC - Est. Fund. Grega A - Daniel LEM015 - Francês I A - Mayra - 3ª e 5ª 15h às 17h LEM015- Francês

Leia mais

14) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS - PORTUGUÊS E ESPANHOL LICENCIATURA

14) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS - PORTUGUÊS E ESPANHOL LICENCIATURA 14) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS - PORTUGUÊS E ESPANHOL LICENCIATURA 14.1) Matriz curricular do turno matutino Fase 1 a N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas 1 Leitura

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Regulamento dos cursos do ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado O presente regulamento estabelece as normas que complementam as que decorrem do regime

Leia mais

1 RESPOSTA A EVENTUAIS DÚVIDAS EXPERIMENTADAS PELOS ESTUDANTES A FREQUENTAR O CURSO PELA PRIMEIRA VEZ

1 RESPOSTA A EVENTUAIS DÚVIDAS EXPERIMENTADAS PELOS ESTUDANTES A FREQUENTAR O CURSO PELA PRIMEIRA VEZ DO CURSO DE LICENCIATURA EM RELAÇÕES PÚBLICAS E COMUNICAÇÃO 1 RESPOSTA A EVENTUAIS DÚVIDAS EXPERIMENTADAS PELOS ESTUDANTES A FREQUENTAR O CURSO PELA PRIMEIRA VEZ 1. A quem devo dirigir-me, caso tenha dúvidas

Leia mais

Licenciatura em Gestão

Licenciatura em Gestão Departamento de Gestão Licenciatura em Gestão Novo Plano de Estudos versão de 21 de Março de 2002 Meio Envolvente Licenciados em Gestão: capacidade de decisão e aprendizagem e flexibilidade Actual plano

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-PORTUGUÊS/INGLÊS BACHARELADO PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-PORTUGUÊS/INGLÊS BACHARELADO PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS-PORTUGUÊS/INGLÊS BACHARELADO PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA PROF. DR. DANIEL ARIAS VAZQUEZ DIRETOR ACADÊMICO DA ESCOLA DE FILOSOFIA, LETRAS

Leia mais

OPÇÕES 1.º Ciclo 2013-2014

OPÇÕES 1.º Ciclo 2013-2014 OPÇÕES 1.º Ciclo 2013-2014 0 DEFINIÇÕES GERAIS Disciplinas de opção curricular 1- São consideradas opções curriculares as disciplinas de opção contempladas nos planos de estudos dos cursos, constituindo,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

APESAR DO TEMPO SER DE FÉRIAS, APELAMOS AOS ALUNOS QUE LEIAM ESTE TEXTO ATÉ AO FIM!

APESAR DO TEMPO SER DE FÉRIAS, APELAMOS AOS ALUNOS QUE LEIAM ESTE TEXTO ATÉ AO FIM! APESAR DO TEMPO SER DE FÉRIAS, APELAMOS AOS ALUNOS QUE LEIAM ESTE TEXTO ATÉ AO FIM! 1. As renovações de inscrições são feitas através dos Académicos on-line entre 17 de Agosto e 13 de Setembro de 2009

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ESTUDOS LITERÁRIOS DA UFMG

GRADE CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ESTUDOS LITERÁRIOS DA UFMG GRADE CURRICULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ESTUDOS LITERÁRIOS DA UFMG DISCIPLINAS DAS ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO Área de concentração: TEORIA DA LITERATURA - NÍVEL MESTRADO DISCIPLINAS CRÉDITOS

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2014 Aprova a estrutura curricular do Curso de Letras, modalidade licenciatura,

Leia mais

Mestrado em Ensino da Física e da Química

Mestrado em Ensino da Física e da Química Mestrado em Ensino da Física e da Química Mestrado em Ensino da Física e da Química - Faculdade de Ciências da Universidade do Porto 1 5. Estrutura curricular e plano de estudos FORMULÁRIO 1. Estabelecimento

Leia mais

6. Número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos, necessário à obtenção do grau ou 240 diploma: 4 ANOS

6. Número de créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos, necessário à obtenção do grau ou 240 diploma: 4 ANOS 1. Estabelecimento de ensino: UNIVERSIDADE DO PORTO 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO PORTO 3. Curso: DIREITO 4. Grau ou diploma: LICENCIATURA

Leia mais

Universidade de Évora Mestrado em Ciências da Linguagem e da Comunicação. Plano de Estudos. «Tronco Comum» Ano 1, Semestre 1

Universidade de Évora Mestrado em Ciências da Linguagem e da Comunicação. Plano de Estudos. «Tronco Comum» Ano 1, Semestre 1 Universidade de Évora Mestrado em Ciências da Linguagem e da Comunicação Plano de Estudos «Tronco Comum» Ano 1, Semestre 1 QUADRO Nº 5 Créditos Observações 1 Ciências do Léxico Análise do Discurso Aquisição

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-PRIVADA DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA

REGULAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-PRIVADA DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA REGULAMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-PRIVADA DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA (Aprovado pela Assembleia de Faculdade, em 16 de Janeiro de 2014) CAPÍTULO I Objecto e conceitos

Leia mais

CÓD. 4930 - CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS-INGLÊS MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02

CÓD. 4930 - CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS-INGLÊS MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02 Aprovado no CONGRAD: 25.08.15 Vigência: ingressos a partir de 2016/1 4930 - CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS-INGLÊS MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02 I NÚCLEO DE FORMAÇÃO BÁSICA 19389 Educação Inclusiva 02 30

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.931, DE 22 DE JANEIRO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.931, DE 22 DE JANEIRO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.931, DE 22 DE JANEIRO DE 2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em

Leia mais

MATRIZ DE TRANSIÇÃO BACHARELADO EM LETRAS PORTUGUÊS INGLÊS

MATRIZ DE TRANSIÇÃO BACHARELADO EM LETRAS PORTUGUÊS INGLÊS MATRIZ DE TRANSIÇÃO BACHARELADO EM LETRAS PORTUGUÊS INGLÊS Para integralizar a Matriz de Transição do Bacharelado em Letras Português Inglês, o aluno terá que atender às seis categorias abaixo, considerando,

Leia mais

COMPOSIÇÃO CURRICULAR Seriado Semestral -TURNO DIURNO 1º SEMESTRE - EIXO :OUVIR/FALAR COMPONENTES CURRICULARES CH TOTAL CH SEMANAL

COMPOSIÇÃO CURRICULAR Seriado Semestral -TURNO DIURNO 1º SEMESTRE - EIXO :OUVIR/FALAR COMPONENTES CURRICULARES CH TOTAL CH SEMANAL Universidade Estadual da Paraíba - Centro de Educação- Campus I Curso de Graduação em Letras - Licenciatura Plena - Habilitação: Resolução de Aprovação do Projeto Pedagógico UEPB/CONSEPE/ Carga horária

Leia mais

Universidade Portucalense. Departamento de Ciências Económicas e Empresariais NORMAS REGULAMENTARES DO 2.º CICLO DE ESTUDOS EM MARKETING

Universidade Portucalense. Departamento de Ciências Económicas e Empresariais NORMAS REGULAMENTARES DO 2.º CICLO DE ESTUDOS EM MARKETING Universidade Portucalense Departamento de Ciências Económicas e Empresariais NORMAS REGULAMENTARES DO 2.º CICLO DE ESTUDOS EM MARKETING APROVADAS NO CONSELHO CIENTÍFICO 9 _2009 DE 23 DE SETEMBRO DE 2009

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DOS MESTRADOS EM ENSINO - FORMAÇÃO DE PROFESSORES

REGULAMENTO INTERNO DOS MESTRADOS EM ENSINO - FORMAÇÃO DE PROFESSORES REGULAMENTO INTERNO DOS MESTRADOS EM ENSINO - FORMAÇÃO DE PROFESSORES Artigo 1º Âmbito O Regulamento interno dos mestrados em ensino formação inicial de professores aplica-se aos seguintes ciclos de estudo

Leia mais

Regulamento Geral dos Cursos de 1.º Ciclo de Estudos, conducentes ao grau de

Regulamento Geral dos Cursos de 1.º Ciclo de Estudos, conducentes ao grau de 3 APROVADO POR: Conselho Técnico Científico 26 09 2011 Data: / / 26 09 2011 Regulamento Geral dos Cursos de 1.º Ciclo de Estudos, conducentes ao grau de licenciado na ESEP INTRODUÇÃO Os Decretos Lei n.º

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM LETRAS - PORT/INGLÊS/LITERATURAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 8

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM LETRAS - PORT/INGLÊS/LITERATURAS. CRÉDITOS Obrigatórios: 152 Optativos: 8 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:22:35 Curso : LICENCIATURA

Leia mais

3. A ESTRUTURA CURRICULAR DA FALE

3. A ESTRUTURA CURRICULAR DA FALE 3. A ESTRUTURA CURRICULAR DA FALE 3. 1 A Estruturação do Currículo A proposta curricular apresentada é motivada por duas razões: a primeira é a necessidade de se adequar a estrutura curricular das habilitações

Leia mais

CURSO: LETRAS - LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA

CURSO: LETRAS - LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA CURSO: LETRAS - LICENCIATURA EM LÍNGUA PORTUGUESA MISSÃO O curso de Letras - Licenciatura em Língua Portuguesa deve ter o compromisso de promover no estudante um processo contínuo de reflexão sobre o papel

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I RELAÇÃO DAS VAGAS DO PROCESSO SELETIVO POR ÁREA DE CONHECIMENTO, REQUISITOS ESPECÍFICOS

Leia mais

CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA HABILITAÇÃO EM PORTUGUÊS/INGLÊS QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO

CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA HABILITAÇÃO EM PORTUGUÊS/INGLÊS QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA HABILITAÇÃO EM PORTUGUÊS/INGLÊS QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO SEM DISCIPLINAS CH 1º Cultura Brasileira 40 Filosofia da Educação 40 Fundamentos da Educação 40 Iniciação à Pesquisa

Leia mais

16050 Diário da República, 2.ª série N.º 77 21 de Abril de 2009

16050 Diário da República, 2.ª série N.º 77 21 de Abril de 2009 16050 Diário da República, 2.ª série N.º 77 21 de Abril de 2009 Unidades curriculares Área Tipo científica Obs Diagnóstico Molecular.................. BT Semestral 140 T: 15 TP: 5 PL: 5 S: 5 OT: 5 O: 5

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 da Reitoria da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO 2009 REGULAMENTO

REGULAMENTO ESPECIFICO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO 2009 REGULAMENTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior MESTRADO EM DESPORTO REGULAMENTO Artigo 1º Natureza e âmbito de aplicação 1. O curso pretende atingir os objectivos apresentados

Leia mais

Faculdade de Economia. Duração. Faculdade de Letras. N.º de ECTS. Duração. L 6 180 Ciência da Informação, Arquivística e Biblioteconómica

Faculdade de Economia. Duração. Faculdade de Letras. N.º de ECTS. Duração. L 6 180 Ciência da Informação, Arquivística e Biblioteconómica 13 590-(16) Diário da República, 2.ª série N.º 97 21 de Maio de 2007 Faculdade de Economia Ciclo Percursos Alternativos N.º de ECTS 1.º Economia Minores: Sociologia; Relações Internacionais; Direito Empresarial;

Leia mais

47768 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011

47768 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011 47768 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011 Artigo 17.º Elementos que constam obrigatoriamente dos diplomas e cartas de curso Dos diplomas e cartas de curso constarão os seguintes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES E PROGRAMA Edital nº 74, de NOVEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 211, de 05

Leia mais

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa FAQ S 1. Quais os requisitos necessários para ingressar num Mestrado? O candidato deverá ser titular do grau de licenciatura ou de mestre sendo as áreas de formação definidas aquando da publicação do edital

Leia mais

Normas Regulamentares do Mestrado em Ciências da Educação, área de especialização em Supervisão Pedagógica

Normas Regulamentares do Mestrado em Ciências da Educação, área de especialização em Supervisão Pedagógica Normas Regulamentares do Mestrado em Ciências da Educação, área de especialização em Supervisão Pedagógica Artigo 1.º Da admissão ao ciclo de estudos 1. À matrícula no mestrado em Ciências da Educação

Leia mais

Pós-Graduação em Arte Contemporânea Normas regulamentares. Artigo 1.º Grau

Pós-Graduação em Arte Contemporânea Normas regulamentares. Artigo 1.º Grau Pós-Graduação em Arte Contemporânea Normas regulamentares Artigo 1.º Grau A Escola Superior Artística do Porto confere a Pós-Graduação em Arte Contemporânea Artigo 2.º Objectivos do curso 1. A Pós-Graduação

Leia mais

Regulamento do curso de Pós-Graduação em Ciências da Educação especialização em Administração Educacional da Universidade da Madeira

Regulamento do curso de Pós-Graduação em Ciências da Educação especialização em Administração Educacional da Universidade da Madeira 1 Regulamento do curso de Pós-Graduação em Ciências da Educação especialização em Administração Educacional da Universidade da Madeira Artigo 1.º Enquadramento jurídico O presente articulado baseia-se

Leia mais

Regulamento do Estudante em Regime de Tempo Parcial da ESEPF

Regulamento do Estudante em Regime de Tempo Parcial da ESEPF 1 Regulamento do Estudante em Regime de Tempo Parcial da ESEPF Artigo 1º O Regime de Estudante a Tempo Parcial é aplicável ao 1º ciclo de estudos. Artigo 2º O regime de estudante a tempo parcial é concedido

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 8 semestres CELSO HENRIQUE SOUFEN TUMOLO 37219288

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 8 semestres CELSO HENRIQUE SOUFEN TUMOLO 37219288 71 EaD_UAB LETRAS LICENCIATURA EM LÍNGUA INGLESA 009 Documentação: jetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução n. 005/CEG/009, de 5/03/009 Habilitar professores para o pleno exercício de sua atividade docente,

Leia mais

Estudos em Direito. 2º Ciclo Mestrado. Apresentação. Ano Lectivo 2010 2011

Estudos em Direito. 2º Ciclo Mestrado. Apresentação. Ano Lectivo 2010 2011 Estudos em Direito 2º Ciclo Mestrado Ano Lectivo 2010 2011 Apresentação O 2º Ciclo de Estudos em Direito tem a designação internacional corrente de Master. Com a oferta do seu Programa de Mestrados 2º

Leia mais

Manual do Fénix. Inscrições (Portal do Estudante) Serviços de Informática 2010-07-22- (Versão 1.0)

Manual do Fénix. Inscrições (Portal do Estudante) Serviços de Informática 2010-07-22- (Versão 1.0) Manual do Fénix Inscrições (Portal do Estudante) Serviços de Informática 2010-07-22- (Versão 1.0) Este manual tem como objectivo auxiliar a inscrição nas unidades curriculares. Índice 1. Entrar no Fénix...

Leia mais

REGULAMENTO DO REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO

REGULAMENTO DO REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO DO PORTO REGULAMENTO DO REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto Julho de 2009 PREÂMBULO 3 CAP. I (ÂMBITO E APLICAÇÃO) 3 Art. 1º (Âmbito) 3 Art. 2º

Leia mais

LETRAS 1º PERÍODO. Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão

LETRAS 1º PERÍODO. Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão LETRAS 1º PERÍODO Disciplina A Disciplina B 62961 Língua Portuguesa A 68 Língua Portuguesa A 68 Ementa: Estuda os fundamentos Ementa: Estudo da base fonéticofonológica teóricos da análise lingüística,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO REGULAMENTO Artigo 1.º Designação A Escola Superior de Desporto de

Leia mais

REGIME DO ESTUDANTE A TEMPO PARCIAL

REGIME DO ESTUDANTE A TEMPO PARCIAL REGIME DO ESTUDANTE A TEMPO PARCIAL Considerando: a) O conceito do estudante em regime de tempo parcial previsto no no 4 do artigo 5 0 da Lei no 37/2003, de 22 de Agosto, e a criação desse regime pelo

Leia mais

REGULAMENTO ACADÉMICO

REGULAMENTO ACADÉMICO I. Disposições Gerais Artigo 1º Objetivo O regulamento académico tem por objetivo definir a aplicação das normas que organizam e regulam todas as formações conducentes à obtenção do grau de licenciado

Leia mais

REGULAMENTO DE TRANSIÇÃO CURRICULAR E PLANO DE CREDITAÇÕES. Curso de 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e Desporto do ISMAI.

REGULAMENTO DE TRANSIÇÃO CURRICULAR E PLANO DE CREDITAÇÕES. Curso de 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e Desporto do ISMAI. REGULAMENTO DE TRANSIÇÃO CURRICULAR E PLANO DE CREDITAÇÕES Curso de 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e do ISMAI Preâmbulo O Curso do 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e do Instituto Superior

Leia mais

A. Questões genéricas

A. Questões genéricas QUESTÕES ACADÉMICAS FREQUENTES Licenciaturas em Economia e Gestão da CPBS A. Questões genéricas... Q1-5 B. Substituição de disciplinas.... Q6-12 C. Disciplinas optativas livres... Q13-15 D. Requisitos

Leia mais

OPÇÕES 2.º Ciclo 2013-2014

OPÇÕES 2.º Ciclo 2013-2014 OPÇÕES 2.º Ciclo 2013-2014 0 ALIMENTAÇÃO FONTES, CULTURA E SOCIEDADE Alimentos, Medicamentos e Venenos Religiões e Alimentação ARQUEOLOGIA E TERRITÓRIO (escolher apenas uma em cada semestre) Antropologia

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EMPRESARIAL DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EMPRESARIAL DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EMPRESARIAL DA FACULDADE DE DIREITO DE COIMBRA (Aprovado pela Assembleia de Faculdade, em 16 de Janeiro de 2014) CAPÍTULO

Leia mais

Curso de. Licenciatura. em Humanidades GUIA DE CURSO 2014-2015

Curso de. Licenciatura. em Humanidades GUIA DE CURSO 2014-2015 Endereço postal: Universidade Aberta Departamento de Humanidades Palácio Ceia Rua da Escola Politécnica, 147 129-001 Lisboa Portugal Coordenação do Curso E-mail: coord_humanidades@uab.pt Secretariado do

Leia mais

Processo de Bolonha. Regime de transição na FCTUC

Processo de Bolonha. Regime de transição na FCTUC Processo de Bolonha Regime de transição na FCTUC Aprovado na Comissão Coordenadora do Conselho Pedagógico a 20 de Setembro de 2006, na Comissão Coordenadora do Conselho Científico a 22 de Setembro de 2006,

Leia mais

47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011

47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011 47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011 2) Cartas de curso identificação do Reitor da Universidade Nova de Lisboa, identificação do titular do grau, n.º do documento de identificação

Leia mais

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO TEATRO E COMUNIDADE

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO TEATRO E COMUNIDADE REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO TEATRO E COMUNIDADE INTRODUÇÃO O Mestrado em Teatro, área de especialização em Teatro e Comunidade, é um programa de segundo ciclo, constituído

Leia mais

Literatura Portuguesa Idade Média e Classicismo Renascentista. 6 ECTS BA Semestre de inverno / 2º.ano

Literatura Portuguesa Idade Média e Classicismo Renascentista. 6 ECTS BA Semestre de inverno / 2º.ano Literatura Idade Média e Classicismo Renascentista 6 ECTS BA Semestre de inverno / 2º.ano história e da cultura de Portugal no período estudado, domínio da língua portuguesa A unidade curricular Literatura

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA PROPOSTA DE REGULAMENTO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA De acordo com o art. 14 da Lei de Bases do Sistema Educativo e ao abrigo do Capítulo III do Decreto-Lei 74/2006, e para aprovação pelo Conselho

Leia mais

EDITAL. MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014)

EDITAL. MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014) EDITAL MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/200, de 24 de Março, com as alterações que lhes foram introduzidas

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO GAYA

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO GAYA NORMAS REGULAMENTARES DAS LICENCIATURAS DO ISPGAYA Preâmbulo As presentes normas visam dar cumprimento ao estabelecido no artigo n.º14.º do Decreto- Lei n.º 74/2006, de 24 de março, na sua redação atual,

Leia mais

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador Sistema de Inscrições Automáticas na Internet Manual do Utilizador Versão 3.0 Fevereiro de 2007 O Sistema de Inscrições Automáticas está disponível em todos os cursos das Escolas: Escola Superior de Educação;

Leia mais

Normas Regulamentares do Mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico

Normas Regulamentares do Mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Normas Regulamentares do Mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Artigo 1.º Da admissão ao ciclo de estudos 1. À matrícula no mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino

Leia mais

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO Aprovado em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico em 22/11/2006 Aprovado em reunião de Plenário do Conselho Directivo em 13/12/2006 PREÂMBULO

Leia mais

LICENCIATURA EM ECOLOGIA E PAISAGISMO. Normas Regulamentares

LICENCIATURA EM ECOLOGIA E PAISAGISMO. Normas Regulamentares LICENCIATURA EM ECOLOGIA E PAISAGISMO Normas Regulamentares As presentes normas visam dar cumprimento ao artigo 14º do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março. Diversa informação relativa a matérias aqui

Leia mais

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO ENCENAÇÃO

REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO ENCENAÇÃO REGULAMENTO DO MESTRADO EM TEATRO, ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO ENCENAÇÃO INTRODUÇÃO O Mestrado em Teatro, área de especialização Encenação, é um programa de segundo ciclo, constituído por quatro semestres e

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ADMINISTRAÇÃO EDUCACIONAL DE MESTRADO EM. Universidade da Madeira

REGULAMENTO DO CURSO CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ADMINISTRAÇÃO EDUCACIONAL DE MESTRADO EM. Universidade da Madeira REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ADMINISTRAÇÃO EDUCACIONAL Universidade da Madeira O presente articulado baseia-se no regime jurídico instituído pelo Decreto- Lei n.º 74/2006, de

Leia mais

Caracterização dos cursos de licenciatura

Caracterização dos cursos de licenciatura Caracterização dos cursos de licenciatura 1. Identificação do ciclo de estudos em funcionamento Os cursos de 1º ciclo actualmente em funcionamento de cuja reorganização resultam os novos cursos submetidos

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS/PORTUGUÊS LICENCIATURA PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS/PORTUGUÊS LICENCIATURA PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS/PORTUGUÊS LICENCIATURA PROFA. DRA. SORAYA SOUBHI SMAILI REITORA PROF. DR. DANIEL ARIAS VAZQUEZ DIRETOR ACADÊMICO DO CAMPUS GUARULHOS PROFA. DRA. FRANCINE

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa Programa de Licenciaturas Internacionais / (23 Dezembro de 2011) 1. Introdução 2. Objectivos 3. Organização e procedimentos 4. Regime de Titulação do Programa de Licenciaturas Internacionais /UL 5. Regime

Leia mais

OFERTA 2015/2 LETRAS-INGLÊS

OFERTA 2015/2 LETRAS-INGLÊS 1 LETRAS-INGLÊS TURNO VESPERTINO 1º PERÍODO2015/2 CURRÍCULO 2006 Língua Inglesa: Morfossintaxe LET05051 01 16-18 16-18 Cláudia Kawachi 60 35 IC3-01 Língua Inglesa: Fonética e Fonologia LET05049 01 14-16

Leia mais

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo.

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo. MESTRADOS REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO JORNALISMO Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo. Artigo 2.º Destinatários O Mestrado em Jornalismo

Leia mais

CALENDÁRIO - PED ESPECIALIZAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA Grupo 096 - Maio/2012 CursoID 423 - GradeID 521

CALENDÁRIO - PED ESPECIALIZAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA Grupo 096 - Maio/2012 CursoID 423 - GradeID 521 Grupo 85 - CALENDÁRIO - PED ESPECIALIZAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA CursoID 423 - GradeID 521 Estrutura do Calendário Antes de utilizar o Calendário do Curso, leia atentamente o Manual do Aluno de EAD para que

Leia mais

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições nos cursos do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra. Artigo 2.º Definições De

Leia mais

Plano de Estudos do Mestrado em Ensino de Português e de Línguas Clássicas no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário

Plano de Estudos do Mestrado em Ensino de Português e de Línguas Clássicas no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário Ano letivo de 2013-2014 Curso: 2º Ciclo em Ensino de Português e de Línguas Clássicas ou de Português e de Espanhol/Alemão/Francês no 3º Ciclo do Básico e no. Coordenador: Objetivos e estrutura curricular

Leia mais

Resolução Nº 050/2005-ConEPE-UnP Natal, 12 de dezembro de 2005.

Resolução Nº 050/2005-ConEPE-UnP Natal, 12 de dezembro de 2005. CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO ConEPE Resolução Nº 050/2005-ConEPE-UnP Natal, 12 de dezembro de 2005. Aprova as alterações do Projeto Pedagógico do Curso de Letras para implantação a partir do

Leia mais