INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO - EPET006 -

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO - EPET006 -"

Transcrição

1 INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO - EPET006 - Heleno Pontes Bezerra Neto - Variáveis Compostas Heterogêneas Parte 2

2 Exercício 50: Fazer um programa para ler e armazenar informações sobre n alunos. As informações são: nome, média, aprovado ( S ou N ) e sexo ( M ou F ). Pede-se ainda para imprimir o número de mulheres aprovadas. n = input( Numero de alunos ); for i = 1:1:n aluno={}; aluno.nome= input( Nome:, s ); aluno.media= input( Media: ); aluno.aprov= input( Aprovado (S/N):, s ); aluno.sexo= input( Sexo (M/F):, s ); turma(i)=aluno; num = 0; for i = 1:1:n if( turma(i).aprov == S ) if( turma(i).sexo == F ) num = num + 1; disp( num );

3 Exercício 50 modif: Introduzir as seguintes melhorias no programa do exercício Armazenar as notas dos alunos P1 e P2 e calcular a média, so que esta é composta por 40% da P1 e 60% da P2 - Determinar sua aprovacao, sabo que e media de corte é 7,0 - Imprimir a maior média e o nome do aluno - Imprimir uma listagem com o nome dos alunos aprovados e suas médias

4 clear all n=input('numero de alunos'); %Leitura de dados for i=1:1:n aluno.nome=input('nome do aluno:'); aluno.prova1=input('nota prova1:'); aluno.prova2=input('nota prova2:'); aluno.sexo=input('sexo M/F:','s'); aluno.media=0.4*aluno.prova1+0.6*aluno.prova2; %calculo da media %Verificacao de aprovacao if aluno.media>=7 aluno.aprov='s'; else aluno.aprov='n'; turma(i)=aluno; %Atribuicao do registro de cada aluno a uma posicao %do vetor registro turma %Verificacao do numero de mulheres aprovadas map=0; %Inicializacao do numero de mulheres aprovadas aap=0; %Inicializacao do numero de alunos aprovados for i=1:1:n if turma(i).aprov=='s' aap=aap+1; if turma(i).sexo=='f' map=map+1; disp('numero de mulheres aprovadas:'); disp(map)... continua

5 %Verificacao da maior media maiormedia=0; for i=1:1:n if turma(i).media>maiormedia maiormedia=turma(i).media; nomemaiormedia=turma(i).nome; disp('maior media:'); disp(nomemaiormedia);disp(maiormedia); %Listagem dos aprovados if aap~=0 disp('aluno(s) aprovado(s):'); for i=1:1:n if turma(i).aprov=='s' disp(turma(i).nome);disp(turma(i).media) else disp('todos os alunos reprovados!');

6 Exercício 51: Criar um programa em MATLAB que permita ao funcionário de uma loja registrar o fluxo de estoque semanal de um produto. Para tanto, o programa deve ser capaz de ler o código do produto, seu preço unitário, e as baixas sofridas em seu estoque, em cada um dos seis dias semanais de funcionamento da loja. Ainda, o programa deve calcular qual foi o faturamento da loja com aquele produto.

7 Exercício 51: Criar um programa em MATLAB que permita ao funcionário de uma loja registrar o fluxo de estoque semanal de um produto. Para tanto, o programa deve ser capaz de ler o código do produto, seu preço unitário, e as baixas sofridas em seu estoque, em cada um dos seis dias semanais de funcionamento da loja. Ainda, o programa deve calcular qual foi o faturamento da loja com aquele produto.

8 Exercício 52: Elaborar um programa em MATLAB que receba e armazene num registro as seguintes informações a respeito de um funcionário de uma indústria de brinquedos: ano de ingresso na empresa e idade. O programa deve ainda calcular, armazenar no mesmo registro e fornecer o bônus de São João de 2012 que a empresa deve pagar ao funcionário, o qual é calculado da seguinte forma: bonus nae 1,5 idf (em reais) so nae o número de anos de trabalho do funcionário na empresa, e idf a sua idade.

9 Exercício 52: Elaborar um programa em MATLAB que receba e armazene num registro as seguintes informações a respeito de um funcionário de uma indústria de brinquedos: ano de ingresso na empresa e idade. O programa deve ainda calcular, armazenar no mesmo registro e fornecer o bônus de São João de 2012 que a empresa deve pagar ao funcionário, o qual é calculado da seguinte forma: bonus nae 1,5 idf (em reais) so nae o número de anos de trabalho do funcionário na empresa, e idf a sua idade.

Lista de Exercícios. Vetores

Lista de Exercícios. Vetores Lista de Exercícios Vetores LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PROF. EDUARDO SILVESTRI. WWW.EDUARDOSILVESTRI.COM.BR ATUALIZADO EM: 13/03/2007 Página 1/1 1. Faça um programa que crie um vetor de inteiros de 50 posições

Leia mais

Programação de Computadores I Registros na Linguagem C PROFESSORA CINTIA CAETANO

Programação de Computadores I Registros na Linguagem C PROFESSORA CINTIA CAETANO Programação de Computadores I Registros na Linguagem C PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução Um vetor é capaz de armazenar diversos valores, com a restrição de que todos sejam de um mesmo tipo de dados.

Leia mais

Programação de Computadores I BCC 701 2015-2 Simulado da Segunda Avaliação 17/12/2015 Valor (10,0) Duração: 110 minutos

Programação de Computadores I BCC 701 2015-2 Simulado da Segunda Avaliação 17/12/2015 Valor (10,0) Duração: 110 minutos Programação de Computadores I BCC 701 2015-2 Simulado da Segunda Avaliação 17/12/2015 Valor (10,0) Duração: 110 minutos ATENÇÃO: Leia com atenção as questões da prova. A interpretação do enunciado faz

Leia mais

EXERCÍCIOS e Respostas de Lógica de Programação - ALGORITMOS -

EXERCÍCIOS e Respostas de Lógica de Programação - ALGORITMOS - FIT - Faculdade de Informática de Taquara Curso de Sistemas de Informação EXERCÍCIOS e Respostas de Lógica de Programação - ALGORITMOS - Profa. Flávia Pereira de Carvalho Março de 2007 Profa. Flávia Pereira

Leia mais

Q1 Q2 Q3 Nota. Departamento de Informática - PUC-Rio INF 1005 Programação I P2 20/10/2010. Aluno: Exemplo (apenas um exemplo!):

Q1 Q2 Q3 Nota. Departamento de Informática - PUC-Rio INF 1005 Programação I P2 20/10/2010. Aluno: Exemplo (apenas um exemplo!): Matrícula: Departamento de Informática - PUC-Rio Turma: Q1 Q2 Q3 Questão 1) (3.0 pontos) Uma empresa permite que seus funcionários façam chamadas internacionais a partir de seus ramais, mas mantém um registro

Leia mais

Computação Eletrônica

Computação Eletrônica Computação Eletrônica Arrays Bidimensionais Matrizes Observação: Material da Disciplina Computação Eletrônica CIN/UFPE. Matriz Como declarar: var : array [N1..N2, N3..N4] of

Leia mais

Variáveis Compostas Heterogêneas. Variável Composta Heterogênea. Variável Composta Heterogênea

Variáveis Compostas Heterogêneas. Variável Composta Heterogênea. Variável Composta Heterogênea Variáveis Compostas Heterogêneas Variável Composta Heterogênea Conjunto de dados logicamente relacionados, mas de tipos diferentes. Também chamada de registro. Variável Composta Heterogênea 1 Declaração

Leia mais

2ª Lista de Exercícios

2ª Lista de Exercícios Faculdade Novo Milênio Engenharia da Computação Engenharia de Telecomunicações Processamento de Dados 2006/1 2ª Lista de Exercícios Obs.: Os programas devem ser implementados em C++. 1. Escrever um algoritmo

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Pais 2013

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Pais 2013 Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Pais 2013 IFEPD/AL Maceió, 06/08/2012 Sumário 1 INTRODUÇÃO ---------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Belo Horizonte 2009 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4

Leia mais

Variáveis, Expressões, Atribuição, Matrizes, Comandos de Desvio

Variáveis, Expressões, Atribuição, Matrizes, Comandos de Desvio Programação de Computadores I UFOP DECOM 2013 2 Exercícios de Revisão Variáveis, Expressões, Atribuição, Matrizes, Comandos de Desvio Sumário 1 Testes de Compreensão 1 2 Variáveis, Expressões, Atribuição,

Leia mais

Programas C com Repetição

Programas C com Repetição Programas C com Repetição 1. Escrever um programa C que lê 5 valores para a, um de cada vez, e conta quantos destes valores são negativos, escrevendo esta informação. 2. Escrever um programa C que lê um

Leia mais

1ª Lista de exercícios

1ª Lista de exercícios 1ª Lista de exercícios NOTA: Por favor tente resolver todos os exercícios sozinho, caso tente e não consiga entre em contato no email: suporte@mjailton.com.br. Após a resolução envie as respostas para

Leia mais

3ª Lista de exercícios

3ª Lista de exercícios 3ª Lista de exercícios NOTA: Por favor tente resolver todos os exercícios sozinho, caso tente e não consiga entre em contato no email: suporte@mjailton.com.br. Após a resolução envie as respostas para

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Agrárias

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Agrárias Professor: Renato Dourado Maia Disciplina: Programação de Computadores Curso: Engenharia de Alimentos Turma: Terceiro Período 1 Introdução

Leia mais

Lista de Exercícios da 3ª Unidade. ( Ponteiros, Alocação dinâmica, Arquivos, Estruturas de Dados)

Lista de Exercícios da 3ª Unidade. ( Ponteiros, Alocação dinâmica, Arquivos, Estruturas de Dados) Lista de Exercícios da 3ª Unidade ( Ponteiros, Alocação dinâmica, Arquivos, Estruturas de Dados) 1. (Seg. chamada - 2014.1) Construa um programa em C que realize as seguintes operações: a) Faça uma função

Leia mais

Checklist dos Principais Processos do WinThor Atacado

Checklist dos Principais Processos do WinThor Atacado Checklist dos Principais Processos do WinThor Atacado Após atualizar a versão em ambiente de teste, faça o checklist abaixo executando todas as rotinas listadas. Esta validação dos principais processos

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Belo Horizonte 2010 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4 3.1 Strings

Leia mais

Diretor Técnico 01/10/2009 Dr. Jose Carlos dos Santos. Diretor Executivo 01/10/2009

Diretor Técnico 01/10/2009 Dr. Jose Carlos dos Santos. Diretor Executivo 01/10/2009 Versão: 2 Pg: 1/5 ELABORADO POR DE ACORDO APROVADO POR NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA Dr. Ivo Gerente da Fernandes Qualidade 01/10/2009 Dr. Renato de Lacerda Diretor Técnico 01/10/2009 Dr. Jose Carlos dos

Leia mais

Estruturas (registros)

Estruturas (registros) BCC 201 - Introdução à Programação I Estruturas (registros) Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/44 Estruturas (struct) I Imaginemos que queremos ler as notas de 4 provas para um aluno e calcular a média do

Leia mais

Comandos de repetição while

Comandos de repetição while Programação de Computadores I UFOP DECOM 2014 2 Aula prática 6 Comandos de repetição while Resumo Nesta aula vamos trabalhar com problemas cuja solução envolve realizar um cálculo ou tarefa repetidas vezes,

Leia mais

Lista de Exercícios 05 Estruturas de Dados Homogêneas - Matrizes

Lista de Exercícios 05 Estruturas de Dados Homogêneas - Matrizes Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG Instituto de Ciências Exatas - ICEx Disciplina: Programação de Computadores Professor: David Menoti (menoti@dcc.ufmg.br) Monitor: João Felipe Kudo (joao.felipe.kudo@terra.com.br)

Leia mais

Modelo de Entidade e Relacionamento (MER) - Parte 07

Modelo de Entidade e Relacionamento (MER) - Parte 07 Modelo de Entidade e Relacionamento (MER) - Parte 07 7.1 Definição Consiste em mapear o mundo real do sistema em um modelo gráfico que irá representar o modelo e o relacionamento existente entre os dados.

Leia mais

Armazenamento de Dados. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior

Armazenamento de Dados. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior Armazenamento de Dados Prof. Antonio Almeida de Barros Junior 1 Armazenamento de Dados Todos os dados que utilizamos até o momento, ficavam armazenados apenas na memória. Ao final da execução dos programas,

Leia mais

Exercícios de Java Aula 19

Exercícios de Java Aula 19 Exercícios de Java Aula 19 Link do curso: http://www.loiane.com/2013/10/curso-java-basico-java-se-gratuito/ 1. Criar um vetor A com 5 elementos inteiros. Construir um vetor B de mesmo tipo e tamanho e

Leia mais

AQUI VEREMOS COMO PODEMOS CONSULTAR OU IMPRIMIR RELATÓRIOS PARA CADA OPERAÇÃO EFETUADA NO SISTEMA COMERCIAL.

AQUI VEREMOS COMO PODEMOS CONSULTAR OU IMPRIMIR RELATÓRIOS PARA CADA OPERAÇÃO EFETUADA NO SISTEMA COMERCIAL. AQUI VEREMOS COMO PODEMOS CONSULTAR OU IMPRIMIR RELATÓRIOS PARA CADA OPERAÇÃO EFETUADA NO SISTEMA COMERCIAL. A-1- CONSULTA/RELATÓRIOS CADASTRO/COMPRAS/TRANSFERÊNCIAS GERENCIAIS. (RETAGUARDA) Cadastros:

Leia mais

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Algoritmos Revisão geral Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Comandos básicos Tipos de dados, vetores e matrizes Operadores Comandos básicos Leia, Escreva, Escreval

Leia mais

Responsabilidades/ Autoridades

Responsabilidades/ Autoridades 1/5 1. OBJETIVO Garantir o abastecimento dos materiais Consignados e OPME do Hospital. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO OPME - Órtese Prótese e Materiais Especiais; CAF - Central de Abastecimento Farmacêutico;

Leia mais

EXERCÍCIOS. 2. Faça um algoritmo que receba dois números e ao final mostre a soma, subtração, multiplicação e a divisão dos números lidos.

EXERCÍCIOS. 2. Faça um algoritmo que receba dois números e ao final mostre a soma, subtração, multiplicação e a divisão dos números lidos. EXERCÍCIOS 1. Faça um algoritmo que receba dois números e exiba o resultado da sua soma. 2. Faça um algoritmo que receba dois números e ao final mostre a soma, subtração, multiplicação e a divisão dos

Leia mais

Técnicas de Programação I

Técnicas de Programação I Técnicas de Programação I Conceitos básicos C/C++ Material baseado nas aulas da Profa. Isabel Harb Manssour http://www.inf.pucrs.br/~manssour/laproi, entre outros materias Registros e Arquivos Conceito

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 8 Prof. ISVega Março de 2004 Controle de Execução: Seleção Múltipla CONTEÚDO

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: 3ª Unidade. Registros e Arquivos

LISTA DE EXERCÍCIOS: 3ª Unidade. Registros e Arquivos LISTA DE EXERCÍCIOS: 3ª Unidade Registros e Arquivos 1) Faça um programa que leia os dados de 10 funcionários de uma empresa usando um registro do tipo funcionário, e após a sua leitura, imprima na tela.

Leia mais

Programa. Linguagem MATLAB Métodos Computacionais para EDO Métodos Computacionais para EDP. Critérios

Programa. Linguagem MATLAB Métodos Computacionais para EDO Métodos Computacionais para EDP. Critérios Programa Linguagem MATLAB Métodos Computacionais para EDO Métodos Computacionais para EDP Critérios P1: 5a Aula - Peso 1 P2: 10a Aula - Peso 1.5 P3: 15a Aula- Peso 2.0 Presença e Participação: Peso 2.0

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Lista de Exercícios 06 Estruturas de Dados Homogêneas - Matrizes

Lista de Exercícios 06 Estruturas de Dados Homogêneas - Matrizes Lista de Exercícios 06 Estruturas de Dados Homogêneas - Matrizes 1) Criar um programa que leia os elementos de uma matriz inteira 10 x 10 e escreva os elementos da diagonal principal. if ( I == J ) fprintf(1,'%d\t',m(i,j));

Leia mais

Disciplina: Unidade II: Prof.: E-mail: Período:

Disciplina: Unidade II: Prof.: E-mail: Período: Encontro 03 Disciplina: Sistemas de Banco de Dados Unidade II: Modelagem Conceitual de Dados Prof.: Mario Filho E-mail: pro@mariofilho.com.br Período: 5º. SIG - ADM 2. Modelagem Conceitual de Dados (Modelo

Leia mais

Estruturas II UFOP 1/1

Estruturas II UFOP 1/1 BCC 201 - Introdução à Programação I Estruturas II Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/1 Conceito de struct I Vetores e matrizes Estruturas de dados homegêneas Armazenam vários valores, mas todos de um mesmo

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE II. Aula 07 A linguagem de programação C# e sua sintaxe

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE II. Aula 07 A linguagem de programação C# e sua sintaxe DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE II Aula 07 A linguagem de programação C# e sua sintaxe Na aula passada... Avaliamos o conceito de Integrated Development Environment (IDE); Aprendemos um pouco da evolução do

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Plano Promo ADQUIRA JÁ O SEU! Até dia 01/05/2015 Alterada dia 26/02/2015-16h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são

Leia mais

César Cruz Proprietário [18/04]

César Cruz Proprietário [18/04] César Cruz Proprietário [18/04] Quais devem ser as áreas gerenciadas pelo sistema? O sistema deve ter controle de estoque, ordem de serviços, orçamentos, entradas e saídas, tanto do caixa como de estoque,

Leia mais

Organização de Computadores Software

Organização de Computadores Software Organização de Computadores Software Professor Marcus Vinícius Midena Ramos Colegiado de Engenharia de Computação (74)3614.1936 marcus.ramos@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~marcus.ramos Objetivos: Entender

Leia mais

Algoritmos e Programação. Prof. Tarcio Carvalho

Algoritmos e Programação. Prof. Tarcio Carvalho Algoritmos e Programação Prof. Tarcio Carvalho Conceito de Lógica A utilização da lógica na vida do indivíduo é constante, visto que é ela quem possibilita a ordenação do pensamento humano. Exemplo: A

Leia mais

Análise de Sistemas Não Lineares por Plano de Fase Recorrendo ao MATLAB

Análise de Sistemas Não Lineares por Plano de Fase Recorrendo ao MATLAB MEEC Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores MCSDI Guião do trabalho laboratorial nº Análise de Sistemas Não Lineares por Plano de Fase Recorrendo ao MATLAB Análise de Sistemas Não Lineares

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Alterada dia 26/02/2015-16h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são mais de 100 micro-franqueados e franqueados no Brasil!

Leia mais

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação Estrutura de Dados AULA 6 Filas Estrutura de Dados A Estrutura de Dados Fila Fila é uma estrutura de dados usada em programação, que tem regras para

Leia mais

OFIC0730 Indicadores Gerenciamento de Peças TSM

OFIC0730 Indicadores Gerenciamento de Peças TSM Arquivo: OFIC0730.doc - Página: 1/5 OFIC0730 Indicadores Gerenciamento de Peças TSM O objetivo deste programa é gerar a planilha Quadro Indicadores de Gerenciamento de Peças TSM Básico para a Toyota do

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá EPR 806 Sistemas de Informação

Universidade Federal de Itajubá EPR 806 Sistemas de Informação Tipos de Sistemas de Informação Sistemas sob a Perspectiva de Grupos Usuários Sistemas de apoio ao executivo (SAE); Universidade Federal de Itajubá EPR 806 Sistemas de Informação Segundo semestre de 2012

Leia mais

Equações Diferenciais em Matlab

Equações Diferenciais em Matlab Equações Diferenciais em Matlab O matlab apenas calcula soluções numéricas de sistemas de equações diferenciais de primeira ordem. Para resolver equações diferenciais de ordem superior deve convertê-las,

Leia mais

Estruturas compostas

Estruturas compostas Estruturas compostas Estruturas são um tipo de dados definido pelo programador, capaz de armazenar, sob um msmo nome de variável, diversos dados inter-relacionados e possivelmente de tipos diferentes.

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

ESTRUTURA DE DADOS -VARIÁVEIS COMPOSTAS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

ESTRUTURA DE DADOS -VARIÁVEIS COMPOSTAS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ESTRUTURA DE DADOS -VARIÁVEIS COMPOSTAS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO Variáveis compostas homogêneas Arrays Vetores Matrizes Variáveis compostas heterogêneas Registros

Leia mais

Trabalho Prático 1 Revisão de Programação, Tipos Abstratos de Dados e Combinação de Alocação Estática e Dinâmica de Memória

Trabalho Prático 1 Revisão de Programação, Tipos Abstratos de Dados e Combinação de Alocação Estática e Dinâmica de Memória Trabalho Prático 1 Revisão de Programação, Tipos Abstratos de Dados e Combinação de Alocação Estática e Dinâmica de Memória Valor: 0,5 pontos (5% da nota total) Documentação em Latex: +0,1 pontos Data

Leia mais

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou MÓDULO COMERCIAL OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou consultar. Em Devolução de Compras, usado para realizar uma devolução

Leia mais

Tipos agregados. Tipos estruturados

Tipos agregados. Tipos estruturados Tipos agregados ou Tipos estruturados permitem a implementação de agrupamentos de dados. exemplos: lista de valores que representam as taxas mensais de inflação durante um ano; ficha de cadastro de um

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR Escola Superior de Tecnologia

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR Escola Superior de Tecnologia INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR Escola Superior de Tecnologia Departamento de Engenharia Informática SISTEMAS OPERATIVOS Trabalho Prático Scripts CShell 2003/2004 José Nicolau (5205) Tiago Pina (5223) !/bin/csh

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Professor Celso Masotti http://ead.celsomasotti.com.br

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Professor Celso Masotti http://ead.celsomasotti.com.br LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Professor Celso Masotti http://ead.celsomasotti.com.br Ano: 2015 1 HTML & PHP em Ambiente Web PARTE II Sumário I Decisão... 4 Operadores de Comparação... 6 II IF ELSEIF ELSE... 7

Leia mais

Hashing (Tabela de Dispersão)

Hashing (Tabela de Dispersão) Hashing (Tabela de Dispersão) Motivação! Os métodos de pesquisa vistos até agora buscam informações armazenadas com base na comparação de suas chaves.! Para obtermos algoritmos eficientes, armazenamos

Leia mais

Fig.1: Ilustração de Estrutura de Dados Fonte: Internet

Fig.1: Ilustração de Estrutura de Dados Fonte: Internet ATENÇÃO: LOCAL DE ALTERAÇÃO/ACRESCIMO!!!! 5. Estruturas de Dados Geralmente, os algoritmos são elaborados para manipulação de dados e quando estes dados estão organizados de forma coerente, representam

Leia mais

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários FERRAMENTARIA TELA INICIAL Ao autenticar no sistema com usuário e senha cadastrados é apresentada a seguinte tela ao lado esquerdo, sendo essa tela a página inicial do sistema de Ferramentaria. MENUS TELA

Leia mais

1. Estrutura de seleção. Seleção: algumas etapas (passos) do algoritmo são executadas dependendo do resultado de uma condição

1. Estrutura de seleção. Seleção: algumas etapas (passos) do algoritmo são executadas dependendo do resultado de uma condição 1 Estrutura de seleção Seleção: algumas etapas (passos) do algoritmo são executadas dependendo do resultado de uma condição - Necessário quando mais de uma ação deve ser tomada se uma condição for satisfeita

Leia mais

Aula 02: C# - Estruturas de Decisão

Aula 02: C# - Estruturas de Decisão Aula 02: C# - Estruturas de Decisão Estruturas de decisão: if if...else Switch Exercícios em Sala de Aula Normalmente, os comandos em um programa são executados um depois do outro, na seqüência em que

Leia mais

Performance do setor de panificação e confeitaria brasileiro em 2010

Performance do setor de panificação e confeitaria brasileiro em 2010 Performance do setor de panificação e confeitaria brasileiro em 2010 As empresas de Panificação e Confeitaria brasileira confirmam o momento de evolução pelo qual passam nos últimos anos. Em 2010, o índice

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Alterada dia 13/01/2015-13h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são mais de 100 micro-franqueados e franqueados no Brasil!

Leia mais

Você pode antecipar o seu cadastro. Envie um e-mail para sergiannialmeida@yahoo.com.br.

Você pode antecipar o seu cadastro. Envie um e-mail para sergiannialmeida@yahoo.com.br. 1 1ª lista de Exercícios Lógica de Programação - Utilizando Javascripts Autor: Sergianni Leitão Almeida Material disponibilizado no site www.slinterativa.com.br a partir de 01/11/2011. No site serão disponibilizados

Leia mais

Introdução à Programação Bacharelado em Sistemas de Informação 3ª Lista de Exercícios - Solução Procedimentos e Funções

Introdução à Programação Bacharelado em Sistemas de Informação 3ª Lista de Exercícios - Solução Procedimentos e Funções Nome Nota Seção 1: Procedimentos e funções 1. Faça uma função que receba um número inteiro e positivo N como parâmetro e retorne a soma dos N números inteiros existentes entre o número 1 e esse número.

Leia mais

1.INDÍCE... ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED. 3.CONSULTA CIRCULARES... 6 5.PROMOÇÕES E EVENTOS... 8. Consultando Promoções e Eventos 8.

1.INDÍCE... ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED. 3.CONSULTA CIRCULARES... 6 5.PROMOÇÕES E EVENTOS... 8. Consultando Promoções e Eventos 8. Indíce 1.INDÍCE... ERROR! BOOKMARK NOT DEFINED. 2.QUADRO DE AVISOS... 4 3.CONSULTA CIRCULARES... 6 4.CONSULTA NOTÍCIAS... 7 5.PROMOÇÕES E EVENTOS... 8 Consultando Promoções e Eventos 8 6.CONSULTAS GERAIS...

Leia mais

Administração do Sistema

Administração do Sistema Administração do Sistema 1. Eventos...2 1.1 Venda Varejo...4 1.2 Venda Atacado...11 1.3 Devolução Venda...19 2. Configurações Gerais...26 3. Visualização de Atividades de usuário...34 4. Visualizador de

Leia mais

Software de Gestão de Jardins de Infância - Creches - Externatos Atl s Colégios - Escolas

Software de Gestão de Jardins de Infância - Creches - Externatos Atl s Colégios - Escolas SCHOOLONE SCHOOLONE Sistema Multi-Utilizador Funcionamento em Rede Interface Gráfico Acesso controlado ao sistema através de Login / Password Permissões por utilizador. Exportação de qualquer documento

Leia mais

Sumário Introdução... 15 1 Fundamentos... 19 2 Introdução ao IDE Delphi... 25 3 A Linguagem... 33 4 Projetos e Configurações do Ambiente...

Sumário Introdução... 15 1 Fundamentos... 19 2 Introdução ao IDE Delphi... 25 3 A Linguagem... 33 4 Projetos e Configurações do Ambiente... Sumário Introdução... 15 1 Fundamentos... 19 1.1 Linguagens de Programação... 19 1.1.1 Métodos de Implementação... 19 1.1.2 A Linkedição (Ligação)... 22 1.2 Ambientes Integrados de Desenvolvimento (Integrated

Leia mais

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal 29/11/2012 Índice ÍNDICE... 2 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O QUE É E-COMMERCE?... 4 3. LOJA FOCCO... 4 4. COMPRA... 13 5. E-MAILS DE CONFIRMAÇÃO... 14 6.

Leia mais

Linguagem C: agregados heterogêneos, arquivos binários, recursividade. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: agregados heterogêneos, arquivos binários, recursividade. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: agregados heterogêneos, arquivos binários, recursividade Prof. Críston Algoritmos e Programação Agregados heterogêneos Permitem agrupar variáveis de diferentes tipos em um único registro struct

Leia mais

Planilha Eletrônica - Excel

Planilha Eletrônica - Excel 29/04/2016 99 O Excel é um programa de planilha eletrônica desenvolvido pela Microsoft para Windows, que pode ser utilizado para calcular, armazenar e trabalhar com lista de dados e fazer relatórios e

Leia mais

Curso de C: uma breve introdução

Curso de C: uma breve introdução V Semana de Engenharia Elétrica - UFBA Licença de uso e distribuição Todo o material aqui disponível pode, posteriormente, ser utilizado sobre os termos da: Creative Commons License:

Leia mais

Exercícios de Fixação Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle

Exercícios de Fixação Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Disciplina: TCC-00.7 Prog. de Computadores III Professor: Leandro Augusto Frata Fernandes Turma: A- Data: / / Exercícios de Fixação Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle. Construa um algoritmo

Leia mais

Pesquisa em Memória Primária. Prof. Jonas Potros

Pesquisa em Memória Primária. Prof. Jonas Potros Pesquisa em Memória Primária Prof. Jonas Potros Pesquisa em Memoria Primária Estudo de como recuperar informação a partir de uma grande massa de informação previamente armazenada. A informação é dividida

Leia mais

14.1 Vetor - Problemas

14.1 Vetor - Problemas Problema 14: Um método de Criptografia consiste em substituir as letras de uma mensagem através do emparelhamento de alfabetos tal como dado abaixo. Construir um programa que codifica mensagens usando

Leia mais

O computador é um conjunto formado pela combinação adequada de hardware e software.

O computador é um conjunto formado pela combinação adequada de hardware e software. Introdução O computador é um conjunto formado pela combinação adequada de hardware e software. Hardware é o equipamento, a máquina, com suas peças mecânicas e eletrônicas. Software é o conjunto de procedimentos

Leia mais

EXERCÍCIO AVALIATIVO DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO PROJETO CONTROLES

EXERCÍCIO AVALIATIVO DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO PROJETO CONTROLES EXERCÍCIO AVALIATIVO DESENVOLVIMENTO ADMINISTRATIVO PROJETO CONTROLES Aula 5 1) Num levantamento realizado pela Fiscalização em uma loja de venda de celulares, constatou-se que o contribuinte omitiu operações

Leia mais

Listas (Parte 2) Túlio Toffolo tulio@toffolo.com.br www.toffolo.com.br. BCC202 Aula 10 Algoritmos e Estruturas de Dados I

Listas (Parte 2) Túlio Toffolo tulio@toffolo.com.br www.toffolo.com.br. BCC202 Aula 10 Algoritmos e Estruturas de Dados I Listas (Parte 2) Túlio Toffolo tulio@toffolo.com.br www.toffolo.com.br BCC202 Aula 10 Algoritmos e Estruturas de Dados I Listas Encadeadas Características: Tamanho da lista não é pré-definido Cada elemento

Leia mais

Sumário. Introdução...1. 2 Introdução ao IDE... 11. 3 Conceitos sobre a Linguagem C++ Builder... 17. 4 Projetos e Configurações de Ambiente...

Sumário. Introdução...1. 2 Introdução ao IDE... 11. 3 Conceitos sobre a Linguagem C++ Builder... 17. 4 Projetos e Configurações de Ambiente... Sumário Introdução...1 1 Fundamentos... 5 1.1 Linguagens de Programação... 5 1.1.1 Métodos de Implementação... 5 1.1.2 A Linkedição (Ligação)... 8 1.2 Ambientes Integrados de Desenvolvimento (Integrated

Leia mais

GESTÃO DE STOCKS. Para gerir o seu stock deve realizar 4 passos essenciais:

GESTÃO DE STOCKS. Para gerir o seu stock deve realizar 4 passos essenciais: GESTÃO DE STOCKS Para gerir o seu stock deve realizar 4 passos essenciais: 1. Garantir que têm os artigos todos criados no Sublime 2. Fazer a contagem de todos os artigos que estão a uso, em expositores

Leia mais

Guião do processo de Candidatura On-line a um Curso de Pós Graduação

Guião do processo de Candidatura On-line a um Curso de Pós Graduação Direcção de Tecnologias e Sistemas de Informação Guião do processo de Candidatura On-line a um Curso de Pós Graduação Para iniciar o processo de candidatura on-line a um curso de pós-graduação, o candidato

Leia mais

Lista de Exercícios 03b Repetição. 63) Escreva um programa que receba números do usuário enquanto eles forem positivos e

Lista de Exercícios 03b Repetição. 63) Escreva um programa que receba números do usuário enquanto eles forem positivos e Lista de Exercícios 03b Repetição 61) Escreva um programa que receba números do usuário e imprima o triplo de cada número. O programa deve encerrar quando o número 999 for digitado. 62) Escreva um programa

Leia mais

TUTORIAL MRV CORRETOR

TUTORIAL MRV CORRETOR TUTORIAL MRV CORRETOR O MRV Corretor é o sistema de vendas da MRV. Nele é possível realizar cadastro de clientes, efetuar reservas, solicitar análise de crédito e consultar tabelas de vendas. OUTUBRO/2012

Leia mais

Linguagens de Programação I

Linguagens de Programação I Linguagens de Programação I Tema # 8 Strings e Estruturas Susana M Iglesias 1 STRINGS - INTRODUÇÃO Strings (cadeia de caracteres): é uma serie de caracteres que podem ser tratados como uma unidade simples,

Leia mais

Revisão: Variáveis, Expressões, Matrizes, Comandos de Desvio

Revisão: Variáveis, Expressões, Matrizes, Comandos de Desvio Programação de Computadores I UFOP DECOM 2013 2 Aula prática 5 Revisão: Variáveis, Expressões, Matrizes, Comandos de Desvio Tarefa 1: Lei de Gravitação Universal A Lei de Gravitação Universal de Newton,

Leia mais

Introdução à Engenharia ENG1000

Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Aula 14 Vetores, Matrizes e Tabelas 2016.1 Prof. Augusto Baffa Introdução Até agora nós temos usado variáveis simples para armazenar valores usados

Leia mais

1 Introdução ao MatLab

1 Introdução ao MatLab 1 Introdução ao MatLab O que é o MatLab? O MatLab é um sistema para cálculo científico que proporciona um ambiente de fácil utilização com uma notação intuitiva mas poderosa. Permite a realização de algoritmos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Introdução à Programação Carga horária total: 60 Carga horária teórica: 0 Carga horária prática: 60 Código da Disciplina: CCMP0041 Período de oferta: 2010.2 Turma: CA

Leia mais

Inventário. Sejam bem-vindos ao treinamento de operação do Inventário do WINTHOR WMS. Este material tem como objetivo apresentar, de forma clara e

Inventário. Sejam bem-vindos ao treinamento de operação do Inventário do WINTHOR WMS. Este material tem como objetivo apresentar, de forma clara e Inventário Inventário Sejam bem-vindos ao treinamento de operação do Inventário do WINTHOR WMS. Este material tem como objetivo apresentar, de forma clara e objetiva, os novos conceitos implantados nas

Leia mais

Computadores Digitais 2. Prof. Rodrigo de Souza Couto

Computadores Digitais 2. Prof. Rodrigo de Souza Couto Computadores Digitais 2 Linguagens de Programação DEL-Poli/UFRJ Prof. Miguel Campista Aula de Hoje Cadeias de caracteres (strings) Caracteres Definição e manipulação de strings Vetor de strings Parâmetros

Leia mais

Tutorial Sistema Professor Online. 1) Menu Cadernetas

Tutorial Sistema Professor Online. 1) Menu Cadernetas 1) Menu Cadernetas Ao selecionar a opção de Cadernetas o usuário deverá selecionar o calendário de referência. Ao selecionar o calendário irá aparecer uma tabela com as turmas criadas no calendário selecionado,

Leia mais

Lista de exercícios 01

Lista de exercícios 01 PARTE I Lista de exercícios 01 1. Defina os seguintes termos: entidade, atributo, valor do atributo, atributo composto, atributo multivalorado, atributo derivado, atributo-chave, domínio. 2. Explique as

Leia mais

Lista de Exercícios 03b Algoritmos Repetição

Lista de Exercícios 03b Algoritmos Repetição Lista de Exercícios 03b Algoritmos Repetição (enquanto... faça:... fim-enquanto) (faça:... enquanto) 61) Escreva um algoritmo em PORTUGOL que receba números do usuário e imprima o triplo de cada número.

Leia mais

INF1007 - PROGRAMAÇÃO II LISTA DE EXERCÍCIOS 4

INF1007 - PROGRAMAÇÃO II LISTA DE EXERCÍCIOS 4 INF1 - PROGRAMAÇÃO II LISTA DE EXERCÍCIOS 4 1. Considere uma aplicação que utiliza pontos, retângulos e círculos para representações gráficas. Um ponto é composto pelas suas coordenadas x e y, um retângulo

Leia mais

Perfil do Aluno Ingressante no Campus Porto Alegre Relatório Geral

Perfil do Aluno Ingressante no Campus Porto Alegre Relatório Geral 29/09/2010 Semestre: 2010/1 Perfil do Aluno Ingressante no Campus Porto Alegre Relatório Geral Você é natural de: Página 1 de 37 Você reside em/no: Página 2 de 37 Idade: Página 3 de 37 Etnia: Página 4

Leia mais

Métodos Computacionais. Fila

Métodos Computacionais. Fila Métodos Computacionais Fila Definição de Fila Fila é uma estrutura de dados dinâmica onde: Inserção de elementos se dá no final e a remoção no início O primeiro elemento que entra é o primeiro que sai

Leia mais

COMPUTAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

COMPUTAÇÃO E PROGRAMAÇÃO COMPUTAÇÃO E PROGRAMAÇÃO 1º Semestre 2010/2011 MEMec, LEAN Ficha da Aula Prática 3: Entrada/saída de dados. Scripts e funções. Estruturas de selecção. Sumário das tarefas e objectivos da aula: 1. Utilizar

Leia mais