Sumário. Do Sol ao aquecimento. Energia do Sol para a Terra 22/04/2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário. Do Sol ao aquecimento. Energia do Sol para a Terra 22/04/2014"

Transcrição

1 Sumário Do Sol ao Aquecimento Unidade temática 1 Equilíbrio térmico Lei zero da termodinâmica. Temperatura média da Terra. - Potência da radiação proveniente do Sol. - Potência da radiação emitida pela Terra. A radiação solar na produção da energia elétrica. - Painel fotovoltaico. Continuação da resolução de exercícios. Equilíbrio térmico Quando dois corpos a temperaturas diferentes, são postos em contacto, transferem energia entre si até se atingir o equilíbrio térmico, ou seja, até que a energia recebida pelos corpos seja igual à energia por eles emitida. Nestas condições, verifica-se que os corpos atingem uma temperatura constante em que T B < T < T A. 1

2 Equilíbrio térmico Lei Zero da Termodinâmica Quando colocamos dois corpos ou sistemas, que se encontram em equilíbrio térmico, em contacto com um terceiro haverá transferência de energia entre os vários corpos ou sistemas. Esta transferência de energia irá decorrer até que todos os corpos apresentem a mesma temperatura, ou seja, até que se atinja o equilíbrio térmico. Esta evidência é traduzida pela Lei Zero da Termodinâmica. 2

3 Lei Zero da Termodinâmica Equilíbrio térmico radiativo da Terra Se a Terra está constantemente a receber energia por radiação do Sol, como se explica que tenha uma temperatura média com poucas variações, ou seja, esteja praticamente em equilíbrio térmico? Resposta: Porque a Terra não só recebe como emite energia por radiação e a energia recebida é igual à energia emitida. 3

4 Cálculo da temperatura média da Terra Qual a radiação solar por unidade de área? O que é a albedo dum planeta? A albedo de um planeta corresponde à refletividade desse planeta, ou seja à fração de radiação incidente que é por ele refletida. A albedo da Terra é 0,30. Significa que o nosso planeta reflete cerca de 30% da radiação proveniente do Sol (e recebe cerca de 70%). Radiação solar por unidade de área, Constante Solar: S = 1370 W/m 2 Como se calcula a potência da radiação recebida pela Terra proveniente do Sol? E a potência da radiação emitida pela Terra? E qual é o valor da sua temperatura média? 4

5 A radiação solar na produção da energia elétrica Os painéis fotovoltaicos, transformam diretamente a energia solar em energia elétrica. A radiação solar na produção da energia elétrica Os painéis fotovoltaicos são constituídos por células fotovoltaicas que, com base no efeito fotovoltaico, produzem energia elétrica diretamente a partir da radiação solar. Estas células são formadas por materiais semicondutores, tais como silício ou o germânio. Estes painéis são utilizados como fontes de energia nas nossas habitações, nos satélites, no funcionamento de algumas máquinas de calcular e em sinalização fluvial, marítima, rodoviária e ferroviária. 5

6 Fatores principais que impedem a sua utilização em larga escala O elevado custo das tecnologias empregues. O baixo rendimento no processo de conversão (cerca de 25%). Os importantes investimentos de capital. A necessidade de ocupação de grandes áreas de terreno se se pretende produzir quantidades significativas de energia (1 ha/mw). Perdas de condução (efeito Joule). Reflexões. 6

7 Vantagens Não dispõem de partes móveis. São formados por módulos. As células são agrupadas em painéis. São inofensivos do ponto de vista ambiental. Não produzem cheiros nem ruídos. Exigem muito pouca manutenção. Têm tempo de vida elevado (superior a 20 anos). Problemas 1. Qual é a área de um painel fotovoltaico para alimentar um computador que necessita de 300 W de Potência? Admita que a potência da radiação solar que chega ao painel, por unidade de área, é 400 W/m 2 e que o rendimento do processo fotovoltaico é de 25%. (3 m 2 ) 2. Pretende-se que uma bateria alimente 2 lâmpadas de 100 W cada, durante 4 horas. A bateria é carregada durante o dia por um painel fotovoltaico. Admita que as perdas no processo de carga e descarga de bateria são 60% da energia útil fornecida pelo painel. a) Calcule a energia que a bateria necessita de fornecer durante a noite para fazer funcionar as lâmpadas. (2,88 x 10 6 J) b) Quantas células fotovoltaicas são precisas para fornecer a intensidade de corrente necessária para carregar a bateria? Admita que o painel está, em média, exposto 5 horas à luz solar e que cada célula tem 10 W de potência útil. (40) 7

8 Problemas 3) Num certo país incidem 400 J de energia solar por m 2 em cada segundo. O rendimento dos painéis fotovoltaicos é de 25%. Qual é a área destes painéis que fazem funcionar os seguintes eletrodomésticos. a) Frigideira elétrica 1350 W. b) Torradeira de 400 W. c) Frigideira e torradeira em simultâneo. (13,5 m 2 ) (4 m 2 ) (17,5 m 2 ) 4) Os painéis fotovoltaicos são utilizados para produzir energia elétrica a partir da energia solar. Suponha que a energia solar total incidente no solo durante um ano, na localidade onde vive, é 1,10 x J m -2. Calcule a área de painéis fotovoltaicos necessária para um gasto diário médio de eletricidade de 21,0 kw h, se instalar na sua casa painéis com um rendimento de 25%. Apresente todas as etapas de resolução. (10 m 2 ) TPC Exercícios que ficarem por fazer da APSA Aplicações. 8

1.3.4 Radiação e irradiância. Painéis fotovoltaicos

1.3.4 Radiação e irradiância. Painéis fotovoltaicos 1.3.4 Radiação e irradiância. Adaptado pelo Prof. Luís Perna Radiação A transferência de energia por radiação é um fenómeno comum. Exemplos de transferências de energia por radiação. 1 Radiação Radiação

Leia mais

5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr minutos /

5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr minutos / 5º Teste de Física e Química A 10.º A Abr. 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor E.E. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

As ondas ou radiações eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagarem.

As ondas ou radiações eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagarem. Radiação As ondas ou radiações eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagarem. O espetro eletromagnético é o conjunto de todas as radiações eletromagnéticas. Radiação A transferência

Leia mais

5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril minutos /

5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril minutos / 5.º Teste de Física e Química A 10.º A Abril 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor.. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

NOME Nº Turma Informação Professor Enc. de Educação

NOME Nº Turma Informação Professor Enc. de Educação ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 9º Teste sumativo de FQA 10.º Ano Turma A Professor: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Tolerância: 0 minutos 10 páginas 23.abril.2015 NOME Nº Turma

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA:

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA: ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 0.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 200/20 NOME: Nº: TURMA: AVALIAÇÃO: Prof.. A energia eléctrica pode ser produzida em centrais termoeléctricas. Nessa produção há perdas de

Leia mais

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 24 abril 2015 Ano Letivo: 2014/2015 90 min 1. Considere duas centrais produtoras de energia

Leia mais

Física e Química A 10.º ano

Física e Química A 10.º ano Energia, fenómenos térmicos e radiação I 1. Coloca os sistemas mencionados por ordem, de forma a corresponder à sequência: Sistema isolado, Sistema fechado, sistema aberto A. Piscina. B. Frigorífico fechado.

Leia mais

Energia Solar MIEEC03_1

Energia Solar MIEEC03_1 Energia Solar MIEEC03_1 Carlos Pinto - up201404204 Joana Catarino - up201406455 Manuel Correia - up201403773 Pedro Leite - up201405865 Sara Costa - up201402938 Supervisor: Nuno Fidalgo Monitor: Elsa Moura

Leia mais

Geração Fotovoltaica. Pedro A. B. G. Mol

Geração Fotovoltaica. Pedro A. B. G. Mol Geração Fotovoltaica Pedro A. B. G. Mol Índice Introdução Efeito Fotovoltaico Tecnologias existentes Conexão com a Rede Elétrica Impactos Ambientais Conclusões Introdução Tem como objetivo gerar energia

Leia mais

Graça Meireles. Física -10º ano. Física -10º ano 2

Graça Meireles. Física -10º ano. Física -10º ano 2 Escola Secundária D. Afonso Sanches Energia do Sol para a Terra Graça Meireles Física -10º ano 1 Variação da Temperatura com a Altitude Física -10º ano 2 1 Sistemas Termodinâmicos Propriedades a ter em

Leia mais

2

2 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Degradação de energia e rendimento 14 Anjo Albuquerque Degradação de energia e rendimento 15 Anjo Albuquerque Módulo inicial Degradação de energia e rendimento Módulo inicial

Leia mais

A Energia solar. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1

A Energia solar. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1 A Energia solar Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1 Forma de aproveitamento Quase todas as fontes de energia hidráulica, biomassa, eólica, combustíveis fósseis e energia

Leia mais

Sumário. Módulo Inicial. Das Fontes de Energia ao Utilizador 25/02/2015

Sumário. Módulo Inicial. Das Fontes de Energia ao Utilizador 25/02/2015 Sumário Situação energética mundial e degradação da energia Fontes de energia. Impacte ambiental. Transferências e transformações de energia. Degradação de energia. Rendimento. Energia está em tudo que

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual. Física e Química A 10º ano 2014 / º Período

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual. Física e Química A 10º ano 2014 / º Período Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual Física e Química A 10º ano 01 / 01 1º Período ( minutos) Apresentação QUÍMICA 0. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 0.1. Materiais

Leia mais

PEA 3496 Energia e Meio Ambiente: Sistemas Energéticos e seus Efeitos Ambientais. Prof. Marco Saidel

PEA 3496 Energia e Meio Ambiente: Sistemas Energéticos e seus Efeitos Ambientais. Prof. Marco Saidel PEA 3496 Energia e Meio Ambiente: Sistemas Energéticos e seus Efeitos Ambientais Prof. Marco Saidel Fontes não-convencionais de Energia Elétrica Energia Eólica Energia Solar Energia da Biomassa Energia

Leia mais

Engenharia Elétrica Especializada ENERGIA SOLAR. Eng. Vlamir Botelho Ferreira 1 INTRODUÇÃO

Engenharia Elétrica Especializada ENERGIA SOLAR. Eng. Vlamir Botelho Ferreira 1 INTRODUÇÃO 1 ENERGIA SOLAR Eng. Vlamir Botelho Ferreira 1 INTRODUÇÃO O sol é uma fonte inesgotável de energia e é uma boa alternativa para países tropicais de grandes extensões territoriais, porque dispõem de alta

Leia mais

Curso engenharia de Energia

Curso engenharia de Energia UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD FACULDADE DE ENGENHARIA Curso engenharia de Energia Prof. Dr. Omar Seye omarseye@ufgd.edu.br Disciplina: COMBUSTÃO E COMBUSTÍVEIS Introdução: Leis da Conservação

Leia mais

Sistemas termodinâmicos

Sistemas termodinâmicos Sistemas termodinâmicos Variáveis de estado Prof. Luís C. Perna BREVE HISTÓRIA DA TERMODINÂMICA Embora já na Antiga Grécia tenham sido construídas pequenas máquinas térmicas com fins meramente recreativos,

Leia mais

Aquecedor Solar e Energia Solar Fotovoltaica. Saiba como economizar mais de 90% da sua conta de energia

Aquecedor Solar e Energia Solar Fotovoltaica. Saiba como economizar mais de 90% da sua conta de energia Aquecedor Solar e Energia Solar Fotovoltaica Saiba como economizar mais de 90% da sua conta de energia Sumário Capítulo 1. Introdução...3 Capítulo 2. A ECOPRO... 5 Capítulo 3. O que é aquecedor solar...7

Leia mais

Entre sistemas a temperaturas diferentes a energia transfere-se do sistema com temperatura mais elevada para o sistema a temperatura mais baixa.

Entre sistemas a temperaturas diferentes a energia transfere-se do sistema com temperatura mais elevada para o sistema a temperatura mais baixa. Sumário Do Sol ao Aquecimento Unidade temática 1. Mecanismos de transferência de calor: a radiação, a condução e a convecção. O coletor solar e o seu funcionamento. Materiais condutores e isoladores do

Leia mais

Física 10.º Ano Módulo Inicial Das Fontes de Energia ao Utilizador

Física 10.º Ano Módulo Inicial Das Fontes de Energia ao Utilizador Física 10.º Ano Módulo Inicial Das Fontes de Energia ao Utilizador 46 ª Aula 25 de Janeiro 47 ªAula 26 de Janeiro 50ª Aula 2 de Fevereiro Ilustração da relação entre a agitação dos constituintes de um

Leia mais

Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Física 10. ano

Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Física 10. ano Aprendizagens Essenciais e Metas Curriculares na Física 10. ano Apresenta-se em seguida uma tabela que visa permitir uma fácil consulta e comparação das Aprendizagens Essenciais com as Metas Curriculares.

Leia mais

Ano Letivo 2015/ Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A 10º Ano. 27 de maio de minutos

Ano Letivo 2015/ Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A 10º Ano. 27 de maio de minutos Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A 10º Ano 27 de maio de 2016 120 minutos Objeto de avaliação O teste tem por referência as metas curriculares definidas para o 10.º ano do ensino secundário

Leia mais

Ano Letivo 2017/ Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A 10º Ano. 24 de maio de minutos

Ano Letivo 2017/ Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A 10º Ano. 24 de maio de minutos Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A 10º Ano 24 de maio de 2018 120 minutos Objeto de avaliação O teste tem por referência as metas curriculares definidas para o 10.º ano do ensino secundário

Leia mais

SOLUÇÃO PRATIQUE EM CASA

SOLUÇÃO PRATIQUE EM CASA SOLÇÃO PC1. Com as chaves () fechadas e a chaves (1) abertas, temos apenas dois capacitores em série. 4 V 1 V SOLÇÃO PATIQE EM CASA Q C 6 Q 1.000 10 1 Q 1, 10 C SOLÇÃO PC. Q i Δt 15 3 Δt 0,5 10 3 30 10

Leia mais

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) CORRENTE ELÉTRICA E RESISTÊNCIA FÍSICA (Eletromagnetismo) Nos capítulos anteriores estudamos as propriedades de cargas em repouso, assunto da eletrostática. A partir deste capítulo

Leia mais

M.Sc. Jose Eduardo Ruiz Rosero 1. ENG1116 Tópicos especiais Energia solar

M.Sc. Jose Eduardo Ruiz Rosero 1. ENG1116 Tópicos especiais Energia solar 1 ENG1116 Tópicos especiais Energia solar M.Sc. Jose Eduardo Ruiz Rosero 2 Ementa o Conquistas e desafios da energia solar o Conceitos básicos o Radiação solar o Física das células solares o Circuitos

Leia mais

MICRO REDES. 1. Introdução

MICRO REDES. 1. Introdução MICRO REDES 1. Introdução A qualidade de vida de vida do Homem está directamente relacionada com o seu consumo de energia. Com a crescente procura global por energia e a importância do impacto das políticas

Leia mais

M.Sc. Jose Eduardo Ruiz Rosero 1. ENG1116 Tópicos especiais Energia solar

M.Sc. Jose Eduardo Ruiz Rosero 1. ENG1116 Tópicos especiais Energia solar 1 ENG1116 Tópicos especiais Energia solar M.Sc. Jose Eduardo Ruiz Rosero 2 Ementa o Conquistas e desafios da energia solar o Conceitos básicos o Radiação solar o Física das células solares o Circuitos

Leia mais

Energia Solar Fotovoltaica

Energia Solar Fotovoltaica Energia Solar Fotovoltaica O QUE É ENERGIA FOTOVOLTAICA? Energia fotovoltaica é a energia elétrica produzida a partir de luz solar, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto maior

Leia mais

Aplicação: geração de energia elétrica

Aplicação: geração de energia elétrica PEA 3100 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade Energia Solar Fotovoltaica Aplicação: geração de energia elétrica slide 1 / 31 Energia Solar POSSIBILIDADES DE APROVEITAMENTO Energia térmica A baixa

Leia mais

EFICIÊNCIA DAS PLACAS FOTOVOLTAICAS RELACIONADO A LIMPEZA

EFICIÊNCIA DAS PLACAS FOTOVOLTAICAS RELACIONADO A LIMPEZA EFICIÊNCIA DAS PLACAS FOTOVOLTAICAS RELACIONADO A LIMPEZA Marcos Henrique Campos Duarte marcosdetroit@hotmail.com Luciano Brandão luciano_brandao_@hotmail.com Vithor Lucas Machado Cardoso vithorml@gmail.com

Leia mais

AQS Água quente sanitária. É a água aquecida, usada para banhos, preparação ou confeção de alimentos.

AQS Água quente sanitária. É a água aquecida, usada para banhos, preparação ou confeção de alimentos. Índice A... 2 Acumulador... 2 AQS... 2 Autoconsumo... 2 B... 2 Bomba de calor... 2 C... 2 Caldeira de condensação... 2 Coletor solar seletivo... 2 Condução... 3 Convecção... 3 COP (Coefficient Of Performance)...

Leia mais

Qual o processo de transferência de energia; Como se processa de modo concreto esse processo e como a energia é transferida.

Qual o processo de transferência de energia; Como se processa de modo concreto esse processo e como a energia é transferida. Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Turmas A e B Paula Silva e Emília Correia Ficha de Trabalho 13 Componente de Física 10ºano Módulo Inicial Das fontes de energia ao utilizador 2014/2015

Leia mais

ENTRETENIMENTO PRODUTIVIDADE

ENTRETENIMENTO PRODUTIVIDADE O que é Energia Solar Fotovoltaica? É a conversão de radiação solar em eletricidade por meio de painéis feitos de células de silício. ENERGIA EMITIDA PELO SOL Diariamente toneladas de energia chegam ao

Leia mais

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Aula 13 Sistema Predial de Água Quente: Energia Solar e Aquecimento a Gás Profª Heloise G. Knapik 1 Aquecimento

Leia mais

CANTEIRO DE OBRA SUSTENTÁVEL: A ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA COMO ALTERNATIVA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM OBRAS DE MÉDIO PORTE.

CANTEIRO DE OBRA SUSTENTÁVEL: A ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA COMO ALTERNATIVA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM OBRAS DE MÉDIO PORTE. CANTEIRO DE OBRA SUSTENTÁVEL: A ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA COMO ALTERNATIVA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM OBRAS DE MÉDIO PORTE. 1 João Flavio Legonde Sost 2, Luis Cesar Da Cruz De Souza 3, João Pedro

Leia mais

Energia Solar Fotovoltaica em Empreendimentos de Habitação Popular na Paraíba

Energia Solar Fotovoltaica em Empreendimentos de Habitação Popular na Paraíba Energia Solar Fotovoltaica em Empreendimentos de Habitação Popular na Paraíba A Companhia Estadual de Habitação Popular constitui-se como um dos maiores articuladores na política de atenção a moradia de

Leia mais

Revitalização do Estádio da Gávea

Revitalização do Estádio da Gávea Revitalização do Estádio da Gávea Estádio da Gávea Nome: Estádio José Bastos Padilha Inauguração: 4 de setembro 1938 Capacidade Máxima: 8.000 pessoas Local: Rio de Janeiro Proprietário: Clube de Regatas

Leia mais

= AT Lei de Stefan-Boltzmann

= AT Lei de Stefan-Boltzmann Radiação transporte de energia sob a forma de ondas electromagnéticas. No vazio, a propagação dá-se à velocidade da luz. A radiação térmica, emitida por um sólido ou líquido em virtude da sua temperatura

Leia mais

Geração de Energia Sistemas Fotovoltaicos

Geração de Energia Sistemas Fotovoltaicos Geração de Energia Sistemas Fotovoltaicos Prof. Dr. Eng. Paulo Cícero Fritzen 1 ENERGIA SOLAR A maior parte das formas de vida conhecidas no planeta é mantida pela radiação solar, direta ou indireta, atenuada

Leia mais

6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio minutos /

6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio minutos / 6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor E.E. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais

FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO

FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO PLANIFICAÇÃO 011 / 01 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Período 1º 1/09 a 1/1 º 03/01 a 3/03 3º 10/0 a 08/0 Nº Semanas Nº aulas totais

Leia mais

Photovoltaic Solar Energy Conversion. Exercises. November 2008

Photovoltaic Solar Energy Conversion. Exercises. November 2008 Photovoltaic Solar Energy Conversion Exercício 1 Exercises November 008 Considere a radiação solar, num dia de céu azul, incidente perpendicularmente sobre um painel fotovoltaico, com intensidade de1000

Leia mais

DE ONDE VEM A ENERGIA? Energia eletromagnética, Energia Mecânica e Energia térmica

DE ONDE VEM A ENERGIA? Energia eletromagnética, Energia Mecânica e Energia térmica DE ONDE VEM A ENERGIA? Energia eletromagnética, Energia Mecânica e Energia térmica Energia, o que é? Não há uma definição exata para o conceito de energia, mas podemos dizer que ela está associada à capacidade

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

m = n M ρ = m V V = n V m Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal Escola Secundária de Alcácer do Sal

m = n M ρ = m V V = n V m Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal Escola Secundária de Alcácer do Sal Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal Escola Secundária de Alcácer do Sal Ano Letivo 2017/2018 Física e Química A 10º ano Teste de Avaliação 6A 11/06/2018 Duração: 90 minutos Tabela de Constantes 23

Leia mais

INSTALAÇÃO DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS NO IFC CAMPUS LUZERNA PARA PESQUISAS EM ENERGIAS RENOVÁVEIS

INSTALAÇÃO DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS NO IFC CAMPUS LUZERNA PARA PESQUISAS EM ENERGIAS RENOVÁVEIS INSTALAÇÃO DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS NO IFC CAMPUS LUZERNA PARA PESQUISAS EM ENERGIAS RENOVÁVEIS Autores: Felipe JUNG, Renan BALAN, Tiago DEQUIGIOVANI, Jessé de PELEGRIN, Marcos FIORIN Identificação autores:

Leia mais

Conservação da energia

Conservação da energia Sumário Das Fontes de Energia ao Utilizador Lei da. Transferências de energia: trabalho, calor e radiação. Como se mede a taxa de transferência de energia a potência. APSA I.1; APSA I.2 e Aplicações Sistema,

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

7.2 Até 2030, aumentar substancialmente a participação de

7.2 Até 2030, aumentar substancialmente a participação de 7.2 Até 2030, aumentar substancialmente a participação de energias renováveis na matriz energética global Energia Sustentável É aquela que é gerada e fornecida de modo a atender as necessidades atuais,

Leia mais

COMO ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA EM CASA Aprenda de uma vez por todas como reduzir sua conta de luz

COMO ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA EM CASA Aprenda de uma vez por todas como reduzir sua conta de luz COMO ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA EM CASA Aprenda de uma vez por todas como reduzir sua conta de luz Capítulos 1. Introdução...03 2. Saiba como economizar: I Através de Lâmpadas...06 II Através da Televisão...07

Leia mais

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos EXTRA Física e Química A - 10ºAno

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos EXTRA Física e Química A - 10ºAno 6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos EXTRA Física e Química A - 10ºAno Turma: 10ºA Professora Paula Melo Silva Data: 24 abril 2015 Ano Letivo: 2014/2015 90 min 1. Utilizou-se uma resistência de aquecimento,

Leia mais

1. Um balão de hélio está a flutuar num salão de festas. Considere o balão de hélio o objeto de estudo.

1. Um balão de hélio está a flutuar num salão de festas. Considere o balão de hélio o objeto de estudo. Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 9 1.3. Energia, fenómenos térmicos e radiação 1. Um balão de hélio está a flutuar num salão de festas. Considere

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, 10º ano. Ano lectivo 2008/2009

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, 10º ano. Ano lectivo 2008/2009 Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, º ano Ano lectivo 2008/2009 Correcção do Teste de Avaliação Sumativa (7/5/2009) Nome: Nº de Aluno: Turma: Classificação: Professor: Formulário

Leia mais

Promovendo a Investigação Científica, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico rumo ao Desenvolvimento Sócio-económico do País

Promovendo a Investigação Científica, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico rumo ao Desenvolvimento Sócio-económico do País 1 as Jornadas Científicas e Tecnológicas de Moçambique Sob o Tema: Promovendo a Investigação Científica, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico rumo ao Desenvolvimento Sócio-económico do País Sub-tema:

Leia mais

AS ENERGIAS RENOVÁVEIS

AS ENERGIAS RENOVÁVEIS AS ENERGIAS RENOVÁVEIS CONVERSÃO DA ENERGIA SOLAR EM ENERGIA ELÉTRICA Equipa 1M06_2: André C. Martins Jaime S. Correia José M. Martins Mariana S. Casalta Miguel S. Ribeiro Supervisor: Abílio de Jesus Monitor:

Leia mais

Energia & Sustentabilidade

Energia & Sustentabilidade Energia & Sustentabilidade O que é Energia? O termo energia do grego: "ergos, cujo significado original é trabalho, força em ação. Fontes limpas de energia: a luz do sol; o vento; a água. Energia Elétrica

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA DA FEIRA FÍSICA E QUÍMICA A Ficha de trabalho 13 Revisões de Física 10ºAno

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA DA FEIRA FÍSICA E QUÍMICA A Ficha de trabalho 13 Revisões de Física 10ºAno ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA DA FEIRA FÍSICA E QUÍMICA A 11º ANO Ficha de trabalho 13 Revisões de Física 10ºAno 1. Colocaram-se termómetros em quatro recipientes com água, como ilustra a figura seguinte.

Leia mais

Sumário. Do Sol ao aquecimento. A energia no aquecimento/arrefecimento de sistemas. A 1ª Lei da termodinâmica pode traduzir-se por:

Sumário. Do Sol ao aquecimento. A energia no aquecimento/arrefecimento de sistemas. A 1ª Lei da termodinâmica pode traduzir-se por: Sumário Do Sol ao Aquecimento Unidade temática 1 1ª Lei da Termodinâmica. Análise de situações em que a variação de energia interna se faz à custa de trabalho, calor e radiação. Capacidade térmica mássica

Leia mais

1. Se uma corrente de 2,00 A atravessar uma secção do fio condutor durante um minuto, que quantidade de carga atravessa esse pedaço do fio?

1. Se uma corrente de 2,00 A atravessar uma secção do fio condutor durante um minuto, que quantidade de carga atravessa esse pedaço do fio? Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 8 1.2. Energia e fenómenos elétricos 1. Se uma corrente de 2,00 A atravessar uma secção do fio condutor durante

Leia mais

ENERGIA SOLAR EDP AGORA MAIS DO QUE NUNCA, O SOL QUANDO NASCE É PARA TODOS MANUAL DO UTILIZADOR

ENERGIA SOLAR EDP AGORA MAIS DO QUE NUNCA, O SOL QUANDO NASCE É PARA TODOS MANUAL DO UTILIZADOR AGORA MAIS DO QUE NUNCA, O SOL QUANDO NASCE É PARA TODOS MANUAL DO UTILIZADOR A ENERGIA DO SOL CHEGOU A SUA CASA Com a solução de energia solar EDP que adquiriu já pode utilizar a energia solar para abastecer

Leia mais

RENOVE-SE.

RENOVE-SE. RENOVE-SE. A SIMEPE A Simepe atua no segmento de energia solar fotovoltaica e oferece ao cliente a solução completa na geração de energia limpa, desde os serviços de instalação, engenharia e equipamentos,

Leia mais

Microbolômetros. Cuidados a serem tomados com fontes de alta Intensidade de radiação infravermelha. Autores

Microbolômetros. Cuidados a serem tomados com fontes de alta Intensidade de radiação infravermelha. Autores Cuidados a serem tomados com fontes de alta Intensidade de radiação infravermelha Autores Ronaldo Jorge de Sousa ITC N2 Pollus Technik Attílio Bruno Veratti ITC / ABENDI N3 ICON Tecnologia Sistemas Infravermelhos

Leia mais

EMISSÃO e ABSORÇÃO de radiação

EMISSÃO e ABSORÇÃO de radiação EMISSÃO e ABSORÇÃO de radiação a EMISSÃO ocorre quando um elétron de um átomo salta de uma órbita superior para uma inferior (fundamentalização): um fóton é emitido (produzido). e - e - + n 2, E 2 n 1,

Leia mais

Lista 02 Parte I. Capacitores (capítulos 29 e 30)

Lista 02 Parte I. Capacitores (capítulos 29 e 30) Lista 02 Parte I Capacitores (capítulos 29 e 30) 01) Em um capacitor de placas planas e paralelas, a área de cada placa é 2,0m 2 e a distância de separação entre elas é de 1,0mm. O capacitor é carregado

Leia mais

TECNOLOGIA RESULTA EM ENERGIA RENOVÁVEL E LIMPA

TECNOLOGIA RESULTA EM ENERGIA RENOVÁVEL E LIMPA TECNOLOGIA RESULTA EM ENERGIA RENOVÁVEL E LIMPA MORAIS, Jean Claude de Marcos de. 1 RUSCHEL, Andressa Carolina. 2 SOUSA, Renata Esser. 3 TESTA, André Luiz. 4 RESUMO Um dos principais equipamentos dos sistemas

Leia mais

Halliday Fundamentos de Física Volume 3

Halliday Fundamentos de Física Volume 3 Halliday Fundamentos de Física Volume 3 www.grupogen.com.br http://gen-io.grupogen.com.br O GEN Grupo Editorial Nacional reúne as editoras Guanabara Koogan, Santos, Roca, AC Farmacêutica, LTC, Forense,

Leia mais

1.3.3 Transferências de energia por calor

1.3.3 Transferências de energia por calor 1.3.3 Transferências de energia por calor Adaptado pelo Prof. Luís Perna Calor e trabalho: Experiência de Thompson A experiência de Thompson, concluiu que o calor não podia ser uma substância, devendo

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 8.º Teste sumativo de FQA 16. março. 015 10.º Ano Turma A Professora: Maria do Anjo Albuquerque Versão 1 Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 7 páginas

Leia mais

TERMODINÂMICA. Radiação Solar. Anjo Albuquerque

TERMODINÂMICA. Radiação Solar. Anjo Albuquerque TERMODINÂMICA Radiação Solar 1 Anjo Albuquerque TERMODINÂMICA Termodinâmica - é a área da Física que nos permite compreender o mundo que nos rodeia, desde a escala dos átomos até à escala do universo.

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

ENERGIA RENOVÁVEIS ÍVISSON REIS

ENERGIA RENOVÁVEIS ÍVISSON REIS UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADES DE CIÊNCIAS EXATAS DERPATAMENTO DE QUÍMICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET ENERGIA RENOVÁVEIS ÍVISSON REIS PRINCIPAIS FONTES DE ENERGIA

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 10.º teste sumativo de FQA 9.maio.015 10.º Ano Turma A Professora: M.ª do Anjo Albuquerque Versão 1 Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 10 páginas

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

Sumário. Do Sol ao aquecimento. A energia no aquecimento/arrefecimento de sistemas 13/05/2014

Sumário. Do Sol ao aquecimento. A energia no aquecimento/arrefecimento de sistemas 13/05/2014 Sumário Do Sol ao Aquecimento Unidade temática 1 2ª Lei da Termodinâmica. Degradação de energia. o Processos reversíveis, irreversíveis e espontâneos. o Noção de entropia. Resolução de exercícios: - Correção

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

Dispositivos Semicondutores. Diodos junções p-n Transistores: p-n-p ou n-p-n

Dispositivos Semicondutores. Diodos junções p-n Transistores: p-n-p ou n-p-n Dispositivos Semicondutores Diodos junções p-n Transistores: p-n-p ou n-p-n Junção p-n Junções p-n tipo-p tipo-n tensão reversa tensão direta zona isolante zona de recombinação buracos elétrons buracos

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

Aproveite a energia do sol

Aproveite a energia do sol Aproveite a energia do sol A energia do sol chegou a sua casa. Agora, com as soluções de energia solar edp já pode produzir e consumir a sua própria eletricidade. Assim, reduz a sua fatura energética e

Leia mais

APLICAÇÕES DE ENERGIA FOTOVOLTAICA PARTE I

APLICAÇÕES DE ENERGIA FOTOVOLTAICA PARTE I UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA APLICAÇÕES DE ENERGIA FOTOVOLTAICA PARTE I PROF. Dr. RENÉ PASTOR TORRICO BASCOPÉ (PET-DEE-UFC) INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO Efeito Fotovoltaico

Leia mais

1º Período - QUÍMICA

1º Período - QUÍMICA PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Gestão dos tempos letivos Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO PLANIFICAÇÃO 01 / 013 1º Período º Período Períodos 3º Período 1/09 a

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO Nº aulas/semana: 7 x min Gestão dos tempos letivos Departamento de Matemática e Ciências Experimentais FÍSICA E QUÍMICA A 10º ANO 1º Período 16/09 a 17/1 01 / 01 º Período 06/01

Leia mais

Profa. Eliane Fadigas Prof. Alberto Bianchi

Profa. Eliane Fadigas Prof. Alberto Bianchi PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade Energia Solar Profa. Eliane Fadigas Prof. Alberto Bianchi slide 1 / 19 ENERGIA SOLAR Fonte: Barstow TS Usina Termossolar de Barstow Barstow/CA/EUA slide

Leia mais

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas:

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas: 1. Instalações Elétricas de Baixa Tensão: 1.1. Introdução A energia elétrica está presente em inúmeras atividades do ser humano. Ela é sinônimo de desenvolvimento de um país e de padrão de vida de sua

Leia mais

8W-18W. LED Solar iluminação externa autônoma. Manual do Usuário

8W-18W. LED Solar iluminação externa autônoma. Manual do Usuário 8W-18W LED Solar iluminação externa autônoma Manual do Usuário Prezado cliente, Obrigado por escolher um modo limpo e renovável de iluminação externa LED Solar. Este manual contém instruções e recomendações

Leia mais

Com a solução de energia solar EDP que adquiriu já pode utilizar a energia solar para abastecer a sua casa.

Com a solução de energia solar EDP que adquiriu já pode utilizar a energia solar para abastecer a sua casa. A ENERGIA DO SOL CHEGOU A SUA CASA Com a solução de energia solar EDP que adquiriu já pode utilizar a energia solar para abastecer a sua casa. Ao produzir energia renovável na sua casa está a reduzir a

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA 10. e problemas Exames Testes intermédios Professor Luís Gonçalves

EXERCÍCIOS FÍSICA 10. e problemas Exames Testes intermédios Professor Luís Gonçalves FÍSICA 10 EXERCÍCIOS e problemas Exames 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Testes intermédios 2008 2009 2010 2011 Escola Técnica Liceal Salesiana do Estoril Professor Luís Gonçalves 2 3 Unidade 1 Do Sol ao

Leia mais

Com sede em Estarreja, a Sinuta4Sun é uma das empresas do

Com sede em Estarreja, a Sinuta4Sun é uma das empresas do 14 ILUMINAÇÃO Num momento em que a crise energética é já um problema actual que reúne a preocupação de todos nós, em que as pessoas e empresas estão cada vez mais voltadas para o uso de energias que permitam

Leia mais

Sumário. Do Sol ao aquecimento. A energia no aquecimento/arrefecimento de sistemas 04/05/2012

Sumário. Do Sol ao aquecimento. A energia no aquecimento/arrefecimento de sistemas 04/05/2012 Sumário Do Sol ao Aquecimento Unidade temática 1 Entrega e correção do 5º Teste de Avaliação. Capacidade térmica mássica e capacidade térmica. Atividade Prático-Laboratorial APL 1.3 Capacidade térmica

Leia mais

A) condensação do vapor de água dissolvido no ar ao encontrar uma superfície à temperatura mais baixa.

A) condensação do vapor de água dissolvido no ar ao encontrar uma superfície à temperatura mais baixa. lista_1-conceitos_iniciais_em_termologia Questão 1 Os cálculos dos pesquisadores sugerem que a temperatura média dessa estrela é de T i = 2.700 C. Considere uma estrela como um corpo homogêneo de massa

Leia mais

QUESTÕES DE FÍSICA A RESUMO BIMESTRAL AULA 25 A 32

QUESTÕES DE FÍSICA A RESUMO BIMESTRAL AULA 25 A 32 Processo Avaliativo AVP - 3º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Atividade Avaliativa: entregar a resolução de todas as questões. ATENÇÃO: Esta lista é o trabalho

Leia mais

ENERGIA SOLAR NÃO É UM CUSTO. É UM BOM INVESTIMENTO.

ENERGIA SOLAR NÃO É UM CUSTO. É UM BOM INVESTIMENTO. ILUMINAÇÃO 14 ENERGIA SOLAR NÃO É UM CUSTO. É UM BOM INVESTIMENTO. LOJA ONLINE DISPONÍVEL NA PÁGINA WEB WWW.SINUTA4SUN.PT PRODUTOS CHAVE NA MÃO POSSIBILIDADE :VARIEDADE DE DE PRODUTOS: COMPRA COM UMA INSTALAÇÃO

Leia mais

Everton e Bruno Steger

Everton e Bruno Steger Everton e Bruno Steger PROBLEMA 01: Poder calorífico em kj por grama (Etanol) 46g 1400 kj 1g X X = 30,4 kj O poder calorífico do etanol é 30,4 kj/grama. (Octano) 114g 5400 kj 1g Y Y = 47,4 kj O poder calorífico

Leia mais

Potência Elétrica. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Potência Elétrica. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Prof. Marciano dos Santos Dionizio Podemos dizer que ainda hoje uma das maiores preocupações mundiais refere-se ao consumo de energia elétrica. Além de a energia elétrica aumentar o orçamento das famílias,

Leia mais

ENERGIA SOLAR NÃO É UM CUSTO. É UM BOM INVESTIMENTO.

ENERGIA SOLAR NÃO É UM CUSTO. É UM BOM INVESTIMENTO. ILUMINAÇÃO 14 ENERGIA SOLAR NÃO É UM CUSTO. É UM BOM INVESTIMENTO. LOJA ONLINE DISPONÍVEL NA PÁGINA WEB WWW.SINUTA4SUN.PT PRODUTOS CHAVE NA MÃO POSSIBILIDADE :VARIEDADE DE DE PRODUTOS: COMPRA COM UMA INSTALAÇÃO

Leia mais

6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio minutos /

6.º Teste de Física e Química A 10.º A maio minutos / 6.º Teste de ísica e Química A 10.º A maio 2013 90 minutos / Nome: n.º Classificação Professor E.E. GRUPO I As seis questões deste grupo são todas de escolha múltipla. Para cada uma delas são indicadas

Leia mais