DE ONDE VEM A ENERGIA? Energia eletromagnética, Energia Mecânica e Energia térmica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DE ONDE VEM A ENERGIA? Energia eletromagnética, Energia Mecânica e Energia térmica"

Transcrição

1 DE ONDE VEM A ENERGIA? Energia eletromagnética, Energia Mecânica e Energia térmica

2 Energia, o que é? Não há uma definição exata para o conceito de energia, mas podemos dizer que ela está associada à capacidade de produção de ação e/ou movimento e manifesta-se de muitas formas diferentes, como movimento de corpos, calor, eletricidade etc. Segundo o Princípio de Lavoisier, a energia não pode surgir do nada e nem pode ser destruída. A única possibilidade que existe é a transformação de um tipo de energia em outro, como por exemplo, a transformação de energia cinética em energia térmica que depois irá virar eletromagnética.

3 O que é energia eletromagnética? RADIAÇÃO: A propagação de energia de um ponto a outro. A energia eletromagnética está relacionada com a radiação eletromagnética. Essa radiação é composta por ondas de rádio e luz visível. Ela também pode se mover na velocidade da luz (aproximadamente 300 mil Km/s). A energia eletromagnética pode ser emitida por qualquer corpo acima do zero absoluto.

4 Vantagens e Desvantagens Algumas das vantagens dessa energia são, energia totalmente limpa e não precisa destruir parte da natureza para obter a matéria-prima (elétrons); Não contém nenhum componente radioativos e capazes de explodir e causar danos perigosos ao meio ambiente; É 100% renovável, pois nunca vamos ficar sem elétrons e muito versátil. OBS: A partir das energias, solar, eólica e oceânica Algumas das desvantagens são bem controversas, Essa energia nem sempre são fáceis de conseguir; É seguro? Essa é um pouco mais polêmica. Vários pesquisadores concluíram que as ondas de Rádio frequente em meio de transmissão, são seguras, pois não tem efeito sobre tecidos vivos. Mas nem todos concordam.

5 Utilidade da energia eletromagnética Um bom exemplo do uso da energia eletromagnética está associada a energia solar, através de painéis solares se coleta a energia solar e a transforma em energia elétrica. Esse uso da energia eletromagnética tem as vantagens de ser renovável e limpa, com a luz do sol essa energia pode ser aproveitada para a energia de satélites e outros aparelhos que estão no espaço, que não podem usar os combustíveis fósseis. Outro bom uso é pelo meio de comunicação, através das ondas de rádio, que são ondas eletromagnéticas e que pode ser aplicada a uma variedade de frequências.

6 Energia Mecânica Energia mecânica é o nome dado ao movimento dos corpos massivos. A energia mecânica total de um determinado sistema, é a soma da energia cinética com a energia potencial. Energia cinética: é a energia que o corpo possui devido ao movimento. Energia potencial gravitacional: é a energia armazenada em um corpo de acordo com sua altura em relação ao referencial escolhido.

7 Conservação de energia

8 Energia térmica - É a energia liberada com o movimento das moléculas e partículas em um determinado corpo. - Quanto maior o movimento, maior será a temperatura e, consequentemente, mais intensa será a energia térmica liberada.

9 Energia térmica Calor - Calor é a energia térmica em trânsito de um corpo para o outro. - Quando dois corpos entram em contato, pode-se observar que após algum tempo as temperaturas se igualam. - O corpo com temperatura mais elevada transfere energia térmica para o corpo de temperatura mais baixa.

10 James Prescott Joule - Estudou a natureza do calor, e descobriu relações com o trabalho mecânico. - Teoria da conservação da energia, "Princípio de Joule". - Joule (J) é o nome da unidade no Sistema Internacional de Unidades para medir energia. Benjamin Thompson - Teoria física, incluindo a termodinâmica. - Foi o primeiro cientista a dar evidências de o calor não ser substancial como algum tipo de fluido.

11 Princípio de Conservação de Energia Conhecido como Princípio de Joules, 1ª Lei da Termodinâmica - Essa lei estabelece que a quantidade total de energia permanece constante em um sistema isolado (um sistema que tem uma fronteira, que o impede de trocar matéria e variar calor). - Energia não pode ser criada ou destruída, apenas transformada. E. útil Movimento E. fornecida E. dissipada Aquecimento das peças

12 Usina Termelétrica - Transformam a energia térmica em energia elétrica. - Usina a óleo, usina a carvão, usina nuclear e usina a gás (As formas de produção de energia são bem parecidas entre as usinas). - Esta energia pode ser produzida a partir da queima de combustíveis fósseis (como bagaço, madeira, urânio enriquecido, carvão mineral, óleo, gás, etc).

13 - Caldeira com água é aquecida - A água vira vapor - Movimenta as pás de uma turbina e ativa o gerador - Vapor é conduzido a um condensador e resfriado através da água de um rio ou mar. - Energia cinética é transformada de potência mecânica em potência elétrica - Energia gerada é puxada por cabos, levados a transformadores, tensão é levada a níveis adequados para a utilização - Energia elétrica distribuída para consumo.

14 Vantagens: - As usinas podem ser edificadas em qualquer lugar, inclusive perto de grandes centros urbanos - Podem ser construídas rapidamente para atender demandas de emergência. Desvantagens: - Impacto ambiental muito grande quando os gases residuais do processo são soltos na atmosfera, o que pode causar aquecimento global e chuvas ácidas. - Manutenção de alto custo, pois necessitam constantemente de combustível para ser queimado.

15 Referências Bibliográficas: https://pt.energia-nuclear.net/definicoes/a-energia-termica.html https://pt.wikipedia.org/wiki/energia_térmica https://www.significados.com.br/energia-termica/ brasilescola.uol.com.br/fisica/relacao-entre-energia-termica-calor.htm https://pt.wikipedia.org/wiki/usina_termoelétrica mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/usina-termeletrica.htm https://youtu.be/7l_gqnrn4dc

COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO. ENERGIA Do fogo a energia elétrica. Prof. Márcio Marinho

COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO. ENERGIA Do fogo a energia elétrica. Prof. Márcio Marinho COLÉGIO SANTA CRISTINA - DAMAS AULÃO ENERGIA Do fogo a energia elétrica O fogo O fogo é a rápida oxidação de um material combustível liberando calor, luz e produtos de reação, tais como o dióxido de carbono

Leia mais

Tipos de Usinas Elétricas

Tipos de Usinas Elétricas Tipos de Usinas Elétricas USINAS GERADORAS DE ELETRICIDADE Uma usina elétrica pode ser definida como um conjunto de obras e equipamentos cuja finalidade é a geração de energia elétrica, através de aproveitamento

Leia mais

USINA TERMOELÉTRICA DO NORTE FLUMINENSE,MACAE, RIO DE JANEIRO

USINA TERMOELÉTRICA DO NORTE FLUMINENSE,MACAE, RIO DE JANEIRO USINA TERMOELÉTRICA USINA TERMOELÉTRICA DO NORTE FLUMINENSE,MACAE, RIO DE JANEIRO O QUE É USINA TERMOELÉTRICA? Uma instalação industrial que serve para gerar energia através da queima de combustíveis fosseis.

Leia mais

ENERGIA RENOVÁVEIS ÍVISSON REIS

ENERGIA RENOVÁVEIS ÍVISSON REIS UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADES DE CIÊNCIAS EXATAS DERPATAMENTO DE QUÍMICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET ENERGIA RENOVÁVEIS ÍVISSON REIS PRINCIPAIS FONTES DE ENERGIA

Leia mais

Tipos de Usinas Elétricas

Tipos de Usinas Elétricas Tipos de Usinas Elétricas Professor: Xuxu USINAS GERADORAS DE ELETRICIDADE Uma usina elétrica pode ser definida como um conjunto de obras e equipamentos cuja finalidade é a geração de energia elétrica,

Leia mais

Fonte Características Vantagens Desvantagens

Fonte Características Vantagens Desvantagens Fonte Características Vantagens Desvantagens Hidrelétrica Uso da força dos rios para produção de energia elétrica Fonte não poluente e renovável Alto custo de implantação e grande impacto ambiental e econômico

Leia mais

Prof. Luís Fernando Pagotti

Prof. Luís Fernando Pagotti Laboratório de Qualidade e Racionalização da Energia Elétrica Prof. Luís Fernando Pagotti energia não pode ser criada nem destruída, só pode ser transformada! Como Converter Energia? Combustores;

Leia mais

Assunto: Eletricidade Público Alvo: EJA Elaboradores: Edimilson, Jasiel e Jaelson. Professor: Luiz Cláudio.

Assunto: Eletricidade Público Alvo: EJA Elaboradores: Edimilson, Jasiel e Jaelson. Professor: Luiz Cláudio. Assunto: Eletricidade Público Alvo: EJA Elaboradores: Edimilson, Jasiel e Jaelson. Professor: Luiz Cláudio. Eletricidade ou Energia Mesmo antes do surgimento da vida em nosso planeta, a eletricidade já

Leia mais

ACH1014 Fundamentos de Física. Usinas térmicas. Profa Dra Patricia Targon Campana

ACH1014 Fundamentos de Física. Usinas térmicas. Profa Dra Patricia Targon Campana ACH1014 Fundamentos de Física Usinas térmicas Profa Dra Patricia Targon Campana Pcampana@usp.br 2013 A Termodinâmica e o conceito de usina térmica Estudo das transformações e as relações existentes entre

Leia mais

Sumário. Módulo Inicial. Das Fontes de Energia ao Utilizador 25/02/2015

Sumário. Módulo Inicial. Das Fontes de Energia ao Utilizador 25/02/2015 Sumário Situação energética mundial e degradação da energia Fontes de energia. Impacte ambiental. Transferências e transformações de energia. Degradação de energia. Rendimento. Energia está em tudo que

Leia mais

USINA TERMOELÉTRICA...

USINA TERMOELÉTRICA... USINA TERMOELÉTRICA... Usina Termoelétrica: A usina termoelétrica é uma alternativa para a produção de energia elétrica para uso em geral, é principalmente utilizada no setor industrial. O QUE É UMA TERMOELÉTRICA?

Leia mais

Fontes renováveis e não-renováveis de energia. Amanda Vieira dos Santos Giovanni Souza

Fontes renováveis e não-renováveis de energia. Amanda Vieira dos Santos Giovanni Souza Fontes renováveis e não-renováveis de energia Amanda Vieira dos Santos 8941710 Giovanni Souza - 9021003 Fontes renováveis e não-renováveis de energia Usos para a energia: Com o avanço tecnológico passamos

Leia mais

Recursos Energéticos e Meio Ambiente. Professor Sandro Donnini Mancini. 4 - Mecânica e Termodinâmica da Energia. Sorocaba, Fevereiro de 2016

Recursos Energéticos e Meio Ambiente. Professor Sandro Donnini Mancini. 4 - Mecânica e Termodinâmica da Energia. Sorocaba, Fevereiro de 2016 Instituto de Ciência e Tecnologia de Sorocaba Recursos Energéticos e Meio Ambiente Professor Sandro Donnini Mancini 4 - Mecânica e Termodinâmica da Energia Sorocaba, Fevereiro de 016 Formas de Energia

Leia mais

Principais fontes e combustíveis utilizados na geração de energia elétrica

Principais fontes e combustíveis utilizados na geração de energia elétrica Principais fontes e combustíveis utilizados na geração de energia elétrica Wildson W de Aragão Físico Professor de Física de Escolas de Ensino Médio e Cursos Pré Vestibular da rede particular de Ensino

Leia mais

Fontes de energia - Usinas PROF.: JAQUELINE PIRES

Fontes de energia - Usinas PROF.: JAQUELINE PIRES Fontes de energia - Usinas PROF.: JAQUELINE PIRES Usinas termoelétricas ( U = 0) Convertem energia térmica em energia elétrica Vantagens de uma usina termoelétrica A curto prazo, pode fornecer energia

Leia mais

ENERGIA. Em busca da sustentabilidade

ENERGIA. Em busca da sustentabilidade ENERGIA Em busca da sustentabilidade Características de uma boa fonte de combustível i) Fornecer grande quantidade de energia por unidade de massa ou volume (Rendimento); ii) Facilmente disponível; iii)

Leia mais

ENERGIA. origem do grego érgon, que significa trabalho. Assim, en + érgon queria dizer, na Grécia Antiga, em trabalho, em atividade, em ação.

ENERGIA. origem do grego érgon, que significa trabalho. Assim, en + érgon queria dizer, na Grécia Antiga, em trabalho, em atividade, em ação. ENERGIA origem do grego érgon, que significa trabalho. Assim, en + érgon queria dizer, na Grécia Antiga, em trabalho, em atividade, em ação. A mais antiga forma de energia é a produzida pelos músculos

Leia mais

ALUNO(A): TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO:

ALUNO(A): TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: ALUNO(A): PROVA COMENTADA OBF 014 PRIMEIRA FASE NÍVEL 1 Professor: Edney Melo Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: 01. A unidade de energia no sistema internacional é o JOULE (J) 0. Uma fonte renovável

Leia mais

MÁQUINAS TÉRMICAS E PROCESSOS CONTÍNUOS

MÁQUINAS TÉRMICAS E PROCESSOS CONTÍNUOS MÁQUINAS TÉRMICAS E PROCESSOS CONTÍNUOS AULA 13 TURBINAS A VAPOR PROF.: KAIO DUTRA Usinas Termoelétricas As turbinas a vapor são máquinas que utilizam a elevada energia cinética da massa de vapor expandido

Leia mais

Hidrelétrica. Itaipu: MW (potência de geração) * 16,99% da energia consumida no Brasil * Em 2011: MWh.

Hidrelétrica. Itaipu: MW (potência de geração) * 16,99% da energia consumida no Brasil * Em 2011: MWh. Hidrelétrica Funcionamento: * Pressão causa um aumento da velocidade da água rgh=rv 2 /2 portanto: E a h * Quanto mais alta a represa, maior a velocidade da água e, portanto, maior a energia produzida.

Leia mais

ENERGIA movimentando a vida

ENERGIA movimentando a vida ENERGIA movimentando a vida Renováveis: é a energia que vem de recursos naturais como sol, vento, chuva e biomassa. Não-renováveis: é a energia que vem de recursos naturais, que, quando utilizados não

Leia mais

FORMAS DE ENERGIA E SUAS CONVERSÕES. Profa. Me Danielle Evangelista Cardoso

FORMAS DE ENERGIA E SUAS CONVERSÕES. Profa. Me Danielle Evangelista Cardoso FORMAS DE ENERGIA E SUAS CONVERSÕES Profa. Me Danielle Evangelista Cardoso danielle@profadaniell.com.br www.profadanielle.com.br Tipos de Energia Energia pode exisitr em inúmeras formas como: Energia Mecânica

Leia mais

Fontes de Energias Renováveis e Não Renováveis. Aluna : Ana Cardoso

Fontes de Energias Renováveis e Não Renováveis. Aluna : Ana Cardoso Fontes de Energias Renováveis e Não Renováveis Aluna : Ana Cardoso Fontes de Energias Renováveis As fontes de energia renováveis são aquelas que vem de recursos naturais e que se renovam continuamente

Leia mais

MINERAIS HIDROGEOLÓGICOS ENERGÉTICOS. de acordo com a finalidade

MINERAIS HIDROGEOLÓGICOS ENERGÉTICOS. de acordo com a finalidade Materiais (sólidos, líquidos ou gasosos), ou suas propriedades (calor interno da Terra ou radioatividade), provenientes da Terra e que o Homem pode utilizar em seu benefício. de acordo com a finalidade

Leia mais

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas:

Energia É definida como tudo aquilo capaz de realizar ou produzir trabalho. Ela existe em diversas modalidades sob várias formas: 1. Instalações Elétricas de Baixa Tensão: 1.1. Introdução A energia elétrica está presente em inúmeras atividades do ser humano. Ela é sinônimo de desenvolvimento de um país e de padrão de vida de sua

Leia mais

Bases Conceituais da Energia Q1/2017. Professor: Sergio Brochsztain. (sites.google.com/site/sergiodisciplinasufabc)

Bases Conceituais da Energia Q1/2017. Professor: Sergio Brochsztain. (sites.google.com/site/sergiodisciplinasufabc) Bases Conceituais da Energia Q1/2017 Professor: Sergio Brochsztain (sites.google.com/site/sergiodisciplinasufabc) capacidade que um corpo, uma substância ou um sistema físico têm de realizar trabalho Energia

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANA. Campus Campo Largo. Geradores Elétricos Prof. Roberto Sales

INSTITUTO FEDERAL DO PARANA. Campus Campo Largo. Geradores Elétricos Prof. Roberto Sales Geradores Elétricos 2017 Conteúdo Tema: Geração de energia Subtema: Geradores químicos e mecânicos Geradores químicos Contextualização conceitual: Circuito equivalente; Equação do gerador; Curva de carga;

Leia mais

QUÍMICA ENSINO MÉDIO PROF.ª DARLINDA MONTEIRO 3 ANO PROF.ª YARA GRAÇA

QUÍMICA ENSINO MÉDIO PROF.ª DARLINDA MONTEIRO 3 ANO PROF.ª YARA GRAÇA QUÍMICA 3 ANO PROF.ª YARA GRAÇA ENSINO MÉDIO PROF.ª DARLINDA MONTEIRO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Vida e ambiente 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 6 Conteúdos Efeito estufa. Fontes de energia alternativa.

Leia mais

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA PROF. RAMÓN SILVA Engenharia de Energia Dourados MS - 2013 SISTEMAS DE POTÊNCIA A VAPOR 2 SIST. POTÊNCIA A VAPOR Diferente do ciclo de potência a gás, no ciclo de potência

Leia mais

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS DE POTÊNCIA A VAPOR Prof. Dr. Ramón Silva - 2015 O objetivo dessa aula é relembrar os conceitos termodinâmicos do ciclo Rankine e introduzir aos equipamentos que

Leia mais

UNIVERSIDADE CEUMA COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPUS ANIL. Professor Leonardo Gonsioroski

UNIVERSIDADE CEUMA COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPUS ANIL. Professor Leonardo Gonsioroski UNIVERSIDADE CEUMA COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPUS ANIL Professor Leonardo Gonsioroski Sistemas Elétricos de Potência Um Sistema Elétrico de Potência, pode ser definido como o conjunto de equipamentos

Leia mais

Indução Eletromagnética

Indução Eletromagnética Indução Eletromagnética 1 Aprendemos que uma força eletromotriz (fem) é necessária para produzir uma corrente em um circuito. Até aqui, quase sempre tomamos uma bateria como a fonte de fem. Contudo, para

Leia mais

2. (ENEM 1998) E P =m g h. No processo de obtenção de eletricidade, ocorrem várias transformações de energia. Considere duas delas:

2. (ENEM 1998) E P =m g h. No processo de obtenção de eletricidade, ocorrem várias transformações de energia. Considere duas delas: 1. (ENEM 1998) 3. (ENEM 1998) No processo de obtenção de eletricidade, ocorrem várias transformações de energia. Considere duas delas: DICA: Siga a tabela abaixo: DICA: Siga a tabela abaixo: ENERGIA OBTENÇÃO

Leia mais

Máquinas de Fluxo Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos

Máquinas de Fluxo Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos 1 Máquinas de Fluxo Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos 2 Introdução Fontes primárias de energia: óleo, carvão, fissão

Leia mais

DO SOL AO AQUECIMENTO A ENERGIA NO AQUECIMENTO/ ARREFECIMENTO DE SISTEMAS

DO SOL AO AQUECIMENTO A ENERGIA NO AQUECIMENTO/ ARREFECIMENTO DE SISTEMAS DO SOL AO AQUECIMENTO A ENERGIA NO AQUECIMENTO/ ARREFECIMENTO DE SISTEMAS 01-03-2013 Dulce Campos 2 O que é de facto ENERGIA? ENERGIA Ainda não sabemos o que é energia " Ainda não sabemos o que é energia.

Leia mais

PRINCÍPIOS BÁSICOS DA TERMODINÂMICA

PRINCÍPIOS BÁSICOS DA TERMODINÂMICA PRINCÍPIOS BÁSICOS DA TERMODINÂMICA... 1 1.1 Variáveis e Transformações Termodinâmicas... 1 1.2 Primeiro Princípio da Termodinâmica... 1 1.3 Segundo Princípio da Termodinâmica... 2 1.4 Expressões das Variáveis

Leia mais

2º ano do Ensino Médio

2º ano do Ensino Médio 2º ano do Ensino Médio Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia Professor Vinícius Vanir Venturini Fontes de energia renováveis Solar Fontes de energia não renováveis Geotérmica Nuclear Petróleo Ondas

Leia mais

Observação 2: Após os primeiros 15 segundos, a temperatura da água que sai do chuveiro começa a aumentar gradativamente.

Observação 2: Após os primeiros 15 segundos, a temperatura da água que sai do chuveiro começa a aumentar gradativamente. FÍSICA Questão 01 Dado: se precisar, utilize, para a aceleração da gravidade g = 10 m/s 2 A figura ao lado mostra a instalação de água quente no banheiro do Senhor Pedro. A água fria entra num pequeno

Leia mais

A Energia solar. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1

A Energia solar. Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1 A Energia solar Fontes alternativas de energia - aproveitamento da energia solar 1 Forma de aproveitamento Quase todas as fontes de energia hidráulica, biomassa, eólica, combustíveis fósseis e energia

Leia mais

BIJ-0207 Bases Conceituais da Energia

BIJ-0207 Bases Conceituais da Energia BIJ-0207 Bases Conceituais da Energia Aula 01 Conceituação da Energia Prof. João Moreira CECS - Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas Universidade Federal do ABC UFABC Principais

Leia mais

Ciências Físico-Química - 8º ANO

Ciências Físico-Química - 8º ANO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA CALHETA Ciências Físico-Química - 8º ANO ANO LETIVO 2010/2011 Turma FICHA DE TRABALHO 1 Energia Fontes e formas Transferências e Transformação de energia Nome Nº. Data / /

Leia mais

GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA DE ELÉTRICA

GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA DE ELÉTRICA Universidade do Estado de Mato Grosso Campus Sinop Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas GERAÇÃO, TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA DE ELÉTRICA ROGÉRIO LÚCIO LIMA Sinop Outubro de 2016 Principais

Leia mais

PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade

PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade Profa. Eliane Fadigas Prof. Alberto Bianchi Aula 7 Usinas termelétricas slide 1 / 31 Geração Termelétrica Renovável e Não-renovável Não renovável Diesel

Leia mais

Qual o processo de transferência de energia; Como se processa de modo concreto esse processo e como a energia é transferida.

Qual o processo de transferência de energia; Como se processa de modo concreto esse processo e como a energia é transferida. Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Turmas A e B Paula Silva e Emília Correia Ficha de Trabalho 13 Componente de Física 10ºano Módulo Inicial Das fontes de energia ao utilizador 2014/2015

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA:

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA: ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 0.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 200/20 NOME: Nº: TURMA: AVALIAÇÃO: Prof.. A energia eléctrica pode ser produzida em centrais termoeléctricas. Nessa produção há perdas de

Leia mais

Caldeiras Industriais

Caldeiras Industriais Caldeiras Industriais SUMÁRIO VAPOR 5 O QUE É VAPOR? 5 CALOR 10 QUANTIDADE DE CALOR 10 CALOR ESPECÍFICO 10 TRANSFERÊNCIA DE CALOR 11 CALOR SENSÍVEL 11 CALOR LATENTE 11 CALOR TOTAL 11 TIPOS DE VAPOR 21

Leia mais

Aula Calor e 1ª Lei da Termodinâmica. As leis da Termodinâmica foram inicialmente obtidas empiricamente e somente

Aula Calor e 1ª Lei da Termodinâmica. As leis da Termodinâmica foram inicialmente obtidas empiricamente e somente 1 Aula Calor e 1ª Lei da Termodinâmica Tema: Termodinâmica a serem abordados os assuntos: - Lei zero da Termodinâmica; - 1ª Lei da Termodinâmica calor e energia; - 2ª Lei entropia; - Aplicações da Termodinâmica

Leia mais

Energia: Fontes de energia e transferências de energia

Energia: Fontes de energia e transferências de energia Energia: Fontes de energia e transferências de energia Metas 1.1 Definir sistema 5sico e associar-lhe uma energia (interna) que pode ser em parte transferida para outro sistema. 1.2 Iden@ficar, em situações

Leia mais

FONTES E FORMAS DE ENERGIA

FONTES E FORMAS DE ENERGIA Energia FONTES E FORMAS DE ENERGIA Energia está em tudo que nos rodeia! Vou dormir para recuperar energia para amanhã! Não me sinto bem! Estou sem energia Nestas situações associa-se energia à saúde ou

Leia mais

Profa.. Dra. Ana Maria Pereira Neto

Profa.. Dra. Ana Maria Pereira Neto 5/09/0 Universidade Federal do ABC BC309 Termodinâmica Aplicada Profa.. Dra. Ana Maria Pereira Neto ana.neto@ufabc.edu.br Bloco A, torre, sala 637 Calor, Trabalho e Primeira Lei da Termodinâmica 5/09/0

Leia mais

Revitalização do Estádio da Gávea

Revitalização do Estádio da Gávea Revitalização do Estádio da Gávea Estádio da Gávea Nome: Estádio José Bastos Padilha Inauguração: 4 de setembro 1938 Capacidade Máxima: 8.000 pessoas Local: Rio de Janeiro Proprietário: Clube de Regatas

Leia mais

Energia. A sustentabilidade dos recursos essenciais

Energia. A sustentabilidade dos recursos essenciais Energia A sustentabilidade dos recursos essenciais Estudo de caso Crises de energia: Brasil e EUA i. Grandes centros urbanos: $ atrai investidores e mão de obra ii. Aumento da população iii. Esgotamento

Leia mais

Calorimetria PARTE II

Calorimetria PARTE II Calorimetria PARTE II EQUILIBRIO TERMICO E MUDANÇAS DE ESTADO Dentro de um calorímetro são colocados corpos que trocam calor até atingirem o equilibrio; Como ao absorver calor e transmitir calor a soma

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 2 Conceitos Fundamentais Porto Alegre - 2012 Tópicos Energia elétrica Fontes de eletricidade Fontes de tensão e corrente Geração

Leia mais

Classificação das Fontes de Energia

Classificação das Fontes de Energia BRASIL: FONTES DE ENERGIA Classificação das Fontes de Energia análise dos recursos disponíveis e dos recursos em uso As fontes de energia podem classificar-se em: Primárias - quando ocorrem livremente

Leia mais

Módulo I Ciclo Rankine Ideal

Módulo I Ciclo Rankine Ideal Módulo I Ciclo Rankine Ideal Sistema de Potência a Vapor As usinas de potência a vapor são responsáveis pela produção da maior parte da energia elétrica do mundo. Porém, para o estudo e desenvolvimento

Leia mais

Energia. Cristiano Santos Lopes

Energia. Cristiano Santos Lopes Energia Cristiano Santos Lopes ENERGIA Uma definição muito intuitiva de energia, que gosto de utilizar com meus alunos do ensino médio, é que energia é o combustível que faz as coisas acontecerem. E o

Leia mais

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO

Matriz de referência DE FÍSICA - SAERJINHO ANO ENSINO MÉDIO 1 ANO ENSINO MÉDIO MATÉRIA E ENERGIA TERRA E UNIVERSO H01 Reconhecer a equivalência entre massa e energia, descrevendo processos de conversão de massa em energia. H02 Reconhecer a equivalência entre massa

Leia mais

Artigo ENEM Usina Nuclear Prof. Thiago Magalhães F. Menezes

Artigo ENEM Usina Nuclear Prof. Thiago Magalhães F. Menezes Artigo ENEM Usina Nuclear Prof. Thiago Magalhães F. Menezes thiagobiofarma@hotmail.com 1. Justificativa do Tema: Acidente Nuclear em Fukushima no Japão. 2. Funcionamento de uma Usina Nuclear: Figura 01

Leia mais

Sistemas de Potência e Energia

Sistemas de Potência e Energia UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Sistemas de Potência e Energia Departamento de Energia Elétrica Faculdade de Engenharia UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA E-mail: jopass@ieee.org Juiz de Fora, 30

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA CAPÍTULO 1- VISÃO GERAL DO SISTEMA ELÉTRICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA CAPÍTULO 1- VISÃO GERAL DO SISTEMA ELÉTRICO UNERSDADE FEDERAL DO PARÁ NSTTUTO DE TECNOLOGA FACULDADE DE ENGENHARA ELÉTRCA DSCPLNA: NSTALAÇÕES ELÉTRCAS Prof.a : CARMNDA CÉLA M. M. CARALHO CAPÍTULO - SÃO GERAL DO SSTEMA ELÉTRCO.- NTRODUÇÃO A energia

Leia mais

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Termodinâmica. Ciclos motores a vapor

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Termodinâmica. Ciclos motores a vapor Termodinâmica Ciclos motores a vapor 1 v. 1.1 Por que estudar ciclos? Pergunta: Quanto custa operar uma usina termelétrica de 1000 MW de potência elétrica, queimando combustível fóssil, operando segundo

Leia mais

TERMODINÂMICA. Radiação Solar. Anjo Albuquerque

TERMODINÂMICA. Radiação Solar. Anjo Albuquerque TERMODINÂMICA Radiação Solar 1 Anjo Albuquerque TERMODINÂMICA Termodinâmica - é a área da Física que nos permite compreender o mundo que nos rodeia, desde a escala dos átomos até à escala do universo.

Leia mais

Componente de Física

Componente de Física Componente de Física Módulo Inicial Das Fontes de Energia ao Utilizador 1. Situação energética mundial: degradação de energia O que é a energia? Sabemos que nos rodeia e que é imprescindível a todas as

Leia mais

Lista de exercícios No. 3. EN Energia, meio ambiente e sociedade

Lista de exercícios No. 3. EN Energia, meio ambiente e sociedade 1 Lista de exercícios No. 3 EN 2425 - Energia, meio ambiente e sociedade 3.1) Por que é importante avaliar o impacto ambiental do setor energético levando em consideração toda sua cadeia produtiva? 3.2)

Leia mais

E transformam inicialmente a energia solar em energia cinética e, depois, em energia térmica.

E transformam inicialmente a energia solar em energia cinética e, depois, em energia térmica. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 3º TURMA(S):

Leia mais

AQS Água quente sanitária. É a água aquecida, usada para banhos, preparação ou confeção de alimentos.

AQS Água quente sanitária. É a água aquecida, usada para banhos, preparação ou confeção de alimentos. Índice A... 2 Acumulador... 2 AQS... 2 Autoconsumo... 2 B... 2 Bomba de calor... 2 C... 2 Caldeira de condensação... 2 Coletor solar seletivo... 2 Condução... 3 Convecção... 3 COP (Coefficient Of Performance)...

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º e 3º CICLOS INFANTE D. PEDRO BUARCOS. Currículo da disciplina de Ciências Físico Químicas. 8ºAno de escolaridade

ESCOLA BÁSICA 2º e 3º CICLOS INFANTE D. PEDRO BUARCOS. Currículo da disciplina de Ciências Físico Químicas. 8ºAno de escolaridade ESCOLA BÁSICA 2º e 3º CICLOS INFANTE D. PEDRO BUARCOS Currículo da disciplina de Ciências Físico Químicas 8ºAno de escolaridade BLOCO 1 A ENERGIA (Tema: Terra em Transformação) Unidade Conteúdo Nº de FONTES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA TEMA 4: FONTES DE ENERGIA E MEIO AMBIENTE Alunas: Erika Martins dos Reis 1 Alessandra B. R. de Azevedo Disciplina: Química do Meio Ambiente

Leia mais

ENTRETENIMENTO PRODUTIVIDADE

ENTRETENIMENTO PRODUTIVIDADE O que é Energia Solar Fotovoltaica? É a conversão de radiação solar em eletricidade por meio de painéis feitos de células de silício. ENERGIA EMITIDA PELO SOL Diariamente toneladas de energia chegam ao

Leia mais

A aplicação da Engenharia Mecânica nas Energias não Renováveis

A aplicação da Engenharia Mecânica nas Energias não Renováveis A aplicação da Engenharia Mecânica nas Energias não Renováveis A Evolução das Energias não Renováveis Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica Turma 1M08 Equipa 1: João Amorim Mário Morgado Henrique Carneiro

Leia mais

O gerador elétrico. Leia com atenção o experimento descrito a seguir:

O gerador elétrico. Leia com atenção o experimento descrito a seguir: A U A UL LA O gerador elétrico Atenção Leia com atenção o experimento descrito a seguir: O objetivo deste experimento é conseguir acender uma lâmpada sem que ela esteja ligada a uma pilha ou tomada. Para

Leia mais

Química e Energia. Energia. Prof. Dra. Silvia Carla Haither Goós. Mas pagamos por ela! Não podemos vê-la diretamente...

Química e Energia. Energia. Prof. Dra. Silvia Carla Haither Goós. Mas pagamos por ela! Não podemos vê-la diretamente... INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA Química e Energia Prof. Dra. Silvia Carla Haither Goós Energia Não tem peso nem cor......tampouco cheiro! Mas pagamos por ela! Não podemos vê-la diretamente......

Leia mais

Recursos Energéticos e Ambiente. Aula 4. Organização da Aula. Energia Solar. Contextualização Parte 1. Instrumentalização. 1.

Recursos Energéticos e Ambiente. Aula 4. Organização da Aula. Energia Solar. Contextualização Parte 1. Instrumentalização. 1. Recursos Energéticos e Ambiente Organização da Aula Aula 4 1. Energia solar Profa. Vanessa Mafra Pio 2. Bioeletricidade e biogás História Energia Solar Contextualização Parte 1 1839 efeito fotovoltaico

Leia mais

Conceitos, fontes de energia, a questão energética no futuro e o caso brasileiro

Conceitos, fontes de energia, a questão energética no futuro e o caso brasileiro Conceitos, fontes de energia, a questão energética no futuro e o caso brasileiro Consumo de Energia Para satisfazer as necessidades relativas ao consumo de energia o Homem utiliza diversas fontes; A combinação

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA FÍSICA - ENSINO MÉDIO

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA FÍSICA - ENSINO MÉDIO Título do Podcast Área Segmento Duração SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA FÍSICA - ENSINO MÉDIO Energia e suas transformações Ciências da Natureza Física Ensino médio 6min45seg Habilidades

Leia mais

Física Experimental - Termodinâmica - Conjunto para termodinâmica - EQ054

Física Experimental - Termodinâmica - Conjunto para termodinâmica - EQ054 Índice Remissivo... 4 Abertura... 6 Guarantee / Garantia... 7 Certificado de Garantia Internacional... 7 As instruções identificadas no canto superior direito da página pelos números que se iniciam pelos

Leia mais

PARA INÍCIO DE CONVERSA:

PARA INÍCIO DE CONVERSA: PARA INÍCIO DE CONVERSA: O conteúdo (objeto de conhecimento): energia; é bastante frequente em itens ENEM. Não só de 2009 para cá ano da mudança na estrutura do exame mas, desde o início da aplicação do

Leia mais

Fontes Alternativas de Energia Enfoque no Biogás

Fontes Alternativas de Energia Enfoque no Biogás Fontes Alternativas de Energia Enfoque no Biogás Fontes de Energia Fontes Primárias Fontes Renováveis Fontes Não Renováveis Geotérmica Gravitacional Solar Nuclear Oceânica Eólica Hidráulica Fontes Secundárias

Leia mais

TRANSFORMAÇÃO DO CALOR EM ENERGIA ELÉTRICA

TRANSFORMAÇÃO DO CALOR EM ENERGIA ELÉTRICA TRANSFORMAÇÃO DO CALOR EM ENERGIA ELÉTRICA Camila Busanello 1 ; Cristiane Piccinin 2 ; Natalia Gaio 3 ; Alan Vicente Oliveira 4 ; Lucilene Dal Medico Baerle 5 INTRODUÇÃO Com o passar dos anos, o uso de

Leia mais

Maquinas Termicas - Fornalha

Maquinas Termicas - Fornalha Máquinas Térmicas: Fornalhas Combustão 1 Fornalha Converte energia química do combustível em energia térmica. De acordo com o tipo e a qualidade do combustível disponível, a queima pode ser em suspensão,

Leia mais

Comparativos curriculares. Física. Ensino médio. A coleção Ser Protagonista Física e o currículo do Estado de Minas Gerais. Material de divulgação

Comparativos curriculares. Física. Ensino médio. A coleção Ser Protagonista Física e o currículo do Estado de Minas Gerais. Material de divulgação Comparativos curriculares SM Física Ensino médio A coleção Ser Protagonista Física e o currículo do Estado de Minas Gerais Material de divulgação de Edições SM Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

Fontes energéticas. 8º ano Professor Gustavo Macieira

Fontes energéticas. 8º ano Professor Gustavo Macieira Fontes energéticas 8º ano Professor Gustavo Macieira Formas de energia Forno solar Com a ajuda de um carpinteiro, confeccione um baú de madeira, forrando-o com papel alumínio e colando um espelho do lado

Leia mais

GERAÇÃO TERMÉLETRICA. Prof. Clodomiro Unsihuay Vila

GERAÇÃO TERMÉLETRICA. Prof. Clodomiro Unsihuay Vila GERAÇÃO TERMÉLETRICA Prof. Clodomiro Unsihuay Vila INTRODUÇÃO Apesar da incerteza das afluências, o SIN caracteriza-se pela presença de usinas hidrelétricas com grandes reservatórios de regularização,

Leia mais

INTRODUÇÃO À QUÍMICA

INTRODUÇÃO À QUÍMICA INTRODUÇÃO À QUÍMICA O QUE É QUÍMICA? É a ciência que estuda a matéria, suas propriedades, transformações e interações, bem como a energia envolvida nestes processos. QUAL A IMPORTÂNCIA DA QUÍMICA? Entender

Leia mais

Graça Meireles. Física -10º ano. Física -10º ano 2

Graça Meireles. Física -10º ano. Física -10º ano 2 Escola Secundária D. Afonso Sanches Energia do Sol para a Terra Graça Meireles Física -10º ano 1 Variação da Temperatura com a Altitude Física -10º ano 2 1 Sistemas Termodinâmicos Propriedades a ter em

Leia mais

FONTES DE ENERGIA PROF. ISRAEL FROIS FRENTES A E B

FONTES DE ENERGIA PROF. ISRAEL FROIS FRENTES A E B FONTES DE ENERGIA PROF. ISRAEL FROIS FRENTES A E B ENERGIA DESIGUAL COMBUSTÍVES FÓSSEIS PETRÓLEO E GÁS Vantagens do Petróleo Alta densidade de energia; Deriva diversos produtos industriais; Domínio

Leia mais

TRABALHO E ENERGIA. Henrique Dantas

TRABALHO E ENERGIA. Henrique Dantas TRABALHO E ENERGIA Henrique Dantas TRABALHO No dia-a-dia chamamos trabalho a qualquer atividade de natureza muscular ou intelectual que exija esforço. Transportar sacos é trabalhar. Estudar também é trabalhar.

Leia mais

Energia: Um Conceito de Múltiplas Faces. Prof. Diego Ricardo Sabka

Energia: Um Conceito de Múltiplas Faces. Prof. Diego Ricardo Sabka ENEM 2014 A fissão do material radioativo Gera Calor Aquece até vaporizar Água Resfriada com a água de rios/mares/lagos (condensador) Retorna ao ciclo inicial (já previamente aquecida) A fissão do material

Leia mais

Física E Extensivo V. 8

Física E Extensivo V. 8 Extensivo V. 8 Exercícios 0) II. Verdadeira. Porque haverá variação do fluxo magnético. III. Verdadeira. 0) E 05) a) 03) de C para D 04) A O campo criado na espira retangular e na circular está aumentando.

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Ciências 9 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: 1. Analise as sentenças a seguir. Marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. ( ) a principal fonte de energia para

Leia mais

FísicaWild on. Energia Mecânica. Em = Ec + Ep. Energia Cinética. Energia Potencial

FísicaWild on. Energia Mecânica. Em = Ec + Ep. Energia Cinética. Energia Potencial CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS FÍSICA WILDSON W DE ARAGÃO wildsondearagao@hotmail Energia Mecânica O conceito de Energia é amplamente discutido na Física. Desde a Energia Mecânica, no início do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TM-364 MÁQUINAS TÉRMICAS I. Máquinas Térmicas I

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TM-364 MÁQUINAS TÉRMICAS I. Máquinas Térmicas I UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA TM-364 MÁQUINAS TÉRMICAS I Máquinas Térmicas I "Existem três tipos de pessoas: as que sabem e as que não sabem contar...

Leia mais

PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade. Aula 1 - Energia

PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade. Aula 1 - Energia PEA 2200 Energia, Meio Ambiente e Sustentabilidade Aula 1 - Energia Conceitos e definições Estágios de desenvolvimento e consumo de energia O custo energético para satisfazer as necessidades O consumo

Leia mais

Professora Sikandra Silveira

Professora Sikandra Silveira De que materiais são feitos os objetos da imagem? De onde são retirados? MINERAIS E MINÉRIOS Professora Sikandra Silveira MINERAIS E MINÉRIOS Hematita (minério de ferro): Ferro + Oxigênio Galena (minério

Leia mais

Introdução aos Processos de Troca de Calor

Introdução aos Processos de Troca de Calor Introdução aos Processos de Troca de Calor Termodinâmica x : Termodinâmica voltada para os processos térmicos e principalmente para o balanço energético e a possibilidade de conversão entre calor e Trabalho.

Leia mais

Identificação de Princípios e Leis da Física em aplicações tecnológicas inseridas no cotidiano

Identificação de Princípios e Leis da Física em aplicações tecnológicas inseridas no cotidiano PROCESSO SELETIVO FÍSICA 1. EIXO TEMÁTICO: PRINCÍPIOS E LEIS QUE REGEM A FÍSICA Objetivo Geral: Compreensão dos Conceitos, Princípios e Leis da Física no estudo do movimento dos corpos materiais, calor,

Leia mais

1g / cm. 1g / cm. 80cal/ g

1g / cm. 1g / cm. 80cal/ g 1. (Unifesp 2015) Em um copo, de capacidade térmica 60cal / C e a 20 C, foram colocados 300mL de suco de laranja, também a 20 C, e, em seguida, dois cubos de gelo com 20 g cada um, a 0 C. Considere os

Leia mais

1ª Lei da Termodinâmica lei da conservação de energia

1ª Lei da Termodinâmica lei da conservação de energia 1ª Lei da Termodinâmica lei da conservação de energia É de bastante interesse em análises termodinâmicas conhecer o balanço energético dos sistemas, principalmente durante trocas de estado A 1ª Lei da

Leia mais

Máquinas Térmicas: Turbinas a Vapor

Máquinas Térmicas: Turbinas a Vapor Máquinas Térmicas: Entre os chamados prime-movers (motores), a turbina a vapor é um dos equipamentos mais versáteis, sendo amplamente utilizado em termelétricas, propulsão marítima e indústrias de processos

Leia mais