AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE ALUNOS SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS E COMPARAÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS EM DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO FUNDAMENTAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE ALUNOS SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS E COMPARAÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS EM DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO FUNDAMENTAL"

Transcrição

1 AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE ALUNOS SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS E COMPARAÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS EM DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO FUNDAMENTAL Paulo Robinson da Silva Samuel (1) Coordenadoria de Gestão ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Débora Karine Koller Estudante de Graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Fernando Henrique Platt Coordenadoria de Gestão ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Darci Barnech Campani Coordenadoria de Gestão ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Endereço (1) : Rua Santa Teresinha, 232/602 Farroupilha Porto Alegre Rio Grande do Sul - CEP: Brasil - Tel: +55 (51) RESUMO O Campus do Vale da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Vila Santa Isabel, estão inseridos na bacia hidrográfica da Barragem Mãe d Água, cuja qualidade ambiental está comprometida devido ao lançamento de resíduos sólidos, entre outros motivos. A Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS possui Projeto de Educação Ambiental na referida bacia, localizada na cidade de Viamão/RS, com a participação de duas escolas da rede pública, que tem como objetivo a conscientização ambiental e a mudança de hábitos dos moradores dessa região, através de aulas semanais e atividades extraclasses a crianças do 5º ano, abordando os temas: Resíduos Sólidos, Recursos Hídricos, Qualidade do Ar, Biodiversidade e Alimentação Saudável. Este estudo visa comparar os resultados de três questões (6, 13 e 14, respectivamente) dos questionários aplicados no início dos anos letivos de 2011 e 2012, aos alunos das quatro turmas envolvidas. São elas: Qual o destino correto dos resíduos?, Qual é o destino final do resíduo orgânico na sua casa? e Qual o destino final do resíduo reciclável na sua casa?. O tratamento dos dados foi realizado separando os resultados em dois grupos amostrais, do início dos anos de 2011 e 2012, com 92 e 99 alunos, respectivamente. Somaram-se as respostas dos alunos das duas escolas para cada alternativa (de A a E) e questão (6, 13 e 14) e calculou-se a porcentagem de cada uma. Posteriormente, foram gerados gráficos para auxiliar na comparação dos resultados dos dois anos analisados. Através desse estudo, foi possível perceber que, apesar do contato diário com grande diversidade e quantidade de resíduos sólidos, os alunos pouco aplicam o conhecimento sobre seu descarte e disposição final e, por isso, existe a necessidade de informar e sensibilizar os moradores da região, além de estimular a sua participação em programas que promovam hábitos sustentáveis. PALAVRAS-CHAVE: Educação Ambiental, Meio Ambiente, Questionário. INTRODUÇÃO A educação ambiental consiste em um conjunto de atividades que busca informar e sensibilizar as pessoas sobre a temática ambiental, estimulando o envolvimento em ações que promovam hábitos sustentáveis de uso dos recursos naturais, além de propiciar reflexões sobre as relações ser humano-ambiente (DIAS, 2006). Segundo a Lei nº 9795/99, a educação ambiental deveria estar sempre presente e de forma articulada, no processo educativo. Apesar de a educação ambiental ser um direito do cidadão, sabe-se que poucas escolas efetivamente desenvolvem ações integradas ao cotidiano dos alunos. Nesse sentido, a Coordenadoria de Gestão Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) possui, desde 2009, o projeto de educação ambiental As Questões Ambientais: Divulgação dos seus Aspectos 1 IV Seminário Regional Nordeste de Resíduos Sólidos e 2º Encontro Sergipano de Resíduos Sólidos

2 Científicos e Tecnológicos, em duas escolas públicas de ensino fundamental na Vila Santa Isabel do município de Viamão, região metropolitana de Porto Alegre. As duas escolas, Escola Municipal de Ensino Fundamental Anita Garibaldi e Escola Municipal de Ensino Fundamental Alberto Pasqualini, estão localizadas na bacia hidrográfica da barragem Mãe d Água, que por sua vez, está localizada nas dependências do Campus do Vale da UFRGS. Essa bacia recebe, diariamente, resíduos sólidos domésticos da Vila, o que além de provocar assoreamento e alteração da qualidade da água da barragem, resulta em danos à saúde dos moradores do entorno. O resíduo sólido é definido, segundo a Lei nº /10, como qualquer material, substância, objeto ou bem descartado, que é resultante de atividades humanas em sociedade, cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou em corpos d água, ou exijam para isso soluções técnica ou economicamente inviáveis em face da melhor tecnologia disponível. Dessa forma, entende-se que a temática resíduos sólidos é especialmente relevante nesse projeto, devido a sua grande importância no cotidiano dos alunos e da comunidade da região. OBJETIVO O presente estudo visa avaliar o conhecimento que alunos de duas escolas públicas de ensino fundamental possuem sobre Resíduos Sólidos, através da aplicação de um questionário, nos anos de 2011 e Por fim, buscou-se comparar os resultados obtidos, para um levantamento do perfil dos alunos. METODOLOGIA O projeto, atualmente, atende três turmas de quinto ano e uma turma do quarto ano, totalizando a participação de 120 alunos, com o envolvimento de oito estudantes de diferentes cursos da UFRGS como professores: Engenharia Ambiental, Biologia, Geologia e Engenharia de Alimentos. Na figura 1, parte desse grupo de trabalho é apresentada aos alunos, na ocasião de uma visita às duas escolas participantes, com a finalidade de convidá-los e incentivá-los a participarem do projeto. Figura 1: Apresentação do grupo e do projeto de educação ambiental aos alunos. 2 IV Seminário Regional Nordeste de Resíduos Sólidos e 2º Encontro Sergipano de Resíduos Sólidos

3 As aulas do ano letivo de 2012 iniciaram na primeira semana de abril e estão sendo ministradas semanalmente, através de aulas expositivas, atividades escritas, orais, práticas e atividades extracurriculares, que enfocam cinco temas: Resíduos Sólidos, Recursos Hídricos, Poluição Atmosférica, Biodiversidade e Alimentação Saudável. Utilizou-se questionário de 16 perguntas como indicativo do processo de aprendizagem, que foi aplicado no início e no final do ano letivo e que engloba os cinco temas já citados. Para desenvolver esse trabalho, realizou-se a comparação dos resultados de apenas três questões deste questionário, devido as suas relevâncias perante a temática Resíduos Sólidos. As questões escolhidas (6, 13 a 14, respectivamente) foram: Qual o destino correto dos resíduos?, Qual é o destino final do resíduo orgânico na sua casa? e Qual o destino final do resíduo reciclável na sua casa?. O tratamento dos dados foi realizado separando-se os resultados em dois grupos amostrais, referente aos anos de 2011 e 2012, com 92 e 99 alunos, respectivamente. Somaram-se as respostas dos alunos das duas escolas para cada alternativa (de A a E) e questão (6, 13 e 14) e calculou-se a porcentagem de cada uma. Posteriormente, foram gerados gráficos para auxiliar na comparação das respostas fornecidas pelos alunos, nos dois anos analisados. RESULTADOS E DISCUSSÕES Ao se analisar a figura 2, percebe-se que 61% dos alunos de 2011 responderam que o destino correto para os resíduos sólidos é o lixão. Já em 2012, esse percentual atingiu 75%. Em 2011, apenas 7% dos alunos responderam que o destino certo seria o aterro sanitário, contra 8% de Esses índices provavelmente se devem ao fato de os alunos confundirem os conceitos de aterro sanitário e lixão, ou simplesmente do desconhecimento dessas palavras. Figura 2: Comparação das respostas dos anos de 2011 e 2012 para a questão 6 do questionário aplicado aos alunos antes do início do projeto de educação ambiental. Referente à 13ª questão, 35% dos alunos de 2011 disseram entregar seu resíduo orgânico para a coleta de lixo comum (Fig. 3), contra 32% dos alunos de A figura 3, também mostra que 26% e 34% dos alunos de 2011 e 2012, respectivamente, colocam o resíduo orgânico no jardim, desenvolvendo a compostagem em suas casas, muitas vezes sem o conhecimento de que essa atitude representa diminuição da quantidade de resíduos enviados à coleta comum e, consequentemente, aos aterros sanitários, que são observações abordadas durante 3 IV Seminário Regional Nordeste de Resíduos Sólidos e 2º Encontro Sergipano de Resíduos Sólidos

4 o tópico de resíduos sólidos. Os demais alunos (16% e 9% para 2011 e 2012, respectivamente) responderam que alimentam os animais de estimação, assim como 23% dos alunos de 2011 e 24% dos alunos de 2012 não souberam dizer o destino desses resíduos. O alto índice de alunos (quase um quarto) que desconhece o destino dos resíduos gerados no seu cotidiano, demostra que esse tema deverá ser melhor explorado e abordado. Figura 3: Comparação das respostas dos anos de 2011 e 2012 para as questão 13 do questionário aplicado aos alunos antes do início do projeto de educação ambiental. Segundo a figura 4, nota-se que 51% dos alunos de 2011 e 40% dos de 2012 entregam seus resíduos para a coleta de lixo comum. Nos dois anos, apenas 11% dos alunos entregaram seus resíduos recicláveis em um posto de coleta de resíduo reciclável (PEV), mostrando a baixa participação da população nesse tipo de ação. O resultado poderia ter sido diferente, já que existe um desses postos na Escola Alberto Pasqualini. Nos dois períodos analisados, em torno de 10% dos alunos, responderam que queimam seus resíduos recicláveis, o que mostra a falta de conhecimento dos problemas atmosféricos gerados através dessa atividade. Por fim, 10% e 6 % dos alunos de 2011 e 2012, respectivamente, não reponderam ou não sabem qual o destino dos seus resíduos. A próxima etapa desse trabalho prevê nova avaliação dos alunos das turmas participantes ao final do ano letivo, através da utilização do mesmo questionário já aplicado em abril. Dessa forma, a evolução dos conhecimentos adquiridos pelos alunos por meio da participação nas aulas e atividades extraclasses, assim como deficiências do processo ensino-aprendizado, poderão ser identificadas. Nesse sentido, as próximas edições do projeto poderão ser aprimoradas em relação à realidade do cotidiano dos alunos e de seus familiares. 4 IV Seminário Regional Nordeste de Resíduos Sólidos e 2º Encontro Sergipano de Resíduos Sólidos

5 Figura 4: Comparação das respostas dos anos de 2011 e 2012 para as questão 14 do questionário aplicado aos alunos antes do início do projeto de educação ambiental. CONSIDERAÇÕES FINAIS Através desse estudo foi possível perceber que, em geral, os alunos das duas escolas participantes do projeto de educação ambiental As Questões Ambientais: Divulgação dos seus Aspectos Científicos e Tecnológicos, dos anos de 2011 e 2012, têm concepção similar sobre o tema resíduos sólidos. Apesar do contato diário que as crianças têm com grande diversidade e quantidade de resíduos sólidos, percebe-se que os alunos têm dificuldade em aplicar o conhecimento sobre o correto descarte e disposição final dos resíduos. Pode-se sugerir como causas dessa situação, além do baixo nível de conhecimento geral dos alunos, os problemas com leitura e interpretação que acabam por dificultar o entendimento das informações que recebem. O reconhecimento do perfil dos alunos, através da aplicação de um questionário, facilita a elaboração das atividades que serão desenvolvidas durante o ano letivo, pois com essa ferramenta o professor se familiariza com a realidade do aluno e compreende quais assuntos devem ser explorados e/ou trabalhados de maneira mais intensa ou aprofundada. Esse sistema pode resultar em um melhor aprendizado e rendimento do aluno. Quanto ao processo de aprendizado dos alunos, posteriormente à aplicação do questionário inicial, foi possível perceber crescimento do vocabulário utilizado, quando se referem aos resíduos sólidos e a outros temas ambientais, além de maior entendimento sobre os processos que ocorrem no ambiente e da importância dos nossos atos sobre ele. Conseguiu-se, em parte dos alunos, despertar a sua curiosidade sobre o tema. Este artigo aborda apenas uma parte do projeto de educação ambiental, que desenvolve atividades durante todo o ano letivo, incentivando o ambiente crítico e o trabalho em grupo. O Dia Interamericano de Limpeza e Cidadania (DIADESOL) é uma das oportunidades extraclasses nas quais os alunos podem desenvolver e apresentar aos colegas de outras turmas das duas escolas participantes do projeto os seus trabalhos desenvolvidos. Dessa forma, conclui-se que existe a necessidade de informar e sensibilizar os alunos e seus familiares sobre a temática resíduos sólidos, através da continuidade do projeto de educação ambiental, além de estimular as suas participações em programas fora do âmbito escolar, que promovam hábitos sustentáveis. 5 IV Seminário Regional Nordeste de Resíduos Sólidos e 2º Encontro Sergipano de Resíduos Sólidos

6 REFERÊNCIAS 1. BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de Abril de Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF, v. 137 nº 79-E, 28 de abril de Seção 1, p Lei nº , de 2 de Agosto de Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF, nº 147, 03 de agosto de Seção 1, p DIAS, G. F. Educação e Gestão Ambiental. São Paulo: Gaia, IV Seminário Regional Nordeste de Resíduos Sólidos e 2º Encontro Sergipano de Resíduos Sólidos

VIII AS QUESTÕES AMBIENTAIS DIVULGAÇÃO DE SEUS ASPECTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS

VIII AS QUESTÕES AMBIENTAIS DIVULGAÇÃO DE SEUS ASPECTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS VIII-017 - AS QUESTÕES AMBIENTAIS DIVULGAÇÃO DE SEUS ASPECTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS Amanda Wajnberg Fadel (1) Estudante de Engenharia Ambiental na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Bolsista

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL e sua relação com os resíduos sólidos

EDUCAÇÃO AMBIENTAL e sua relação com os resíduos sólidos 02/06/2015 EDUCAÇÃO AMBIENTAL e sua relação com os resíduos sólidos Teresinha Guerra Departemento de Ecologia/IB/UFRGS Pela lei n 9.795, de 27 de abril de 1999, Educação Ambiental é um componente fundamental

Leia mais

A RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA

A RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA A RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA FERNANDES 1, Angelica; INGRYD 1, Suênia; LIMA 1, Tamires; SILVA 1, Cleidiane; SOUZA 1, Thais; LIMA 2, Micheline; MELO

Leia mais

X SEMINÁRIO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

X SEMINÁRIO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS X SEMINÁRIO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Engº Paulo Robinson da Silva Samuel ABES-RS Florianópolis - Brasil 19/04/2013 A Organização Pan-Americana de Saúde

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rita Maria Luz Freitas Soares (1) ; Luciana Rocha Paula (2) ; Ernandes Damasceno da Costa (2) ; João da Paixão

Leia mais

VIII-011 DIFUSÃO DA CIÊNCIA NO MEIO ESCOLAR: EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA VILA SANTA ISABEL

VIII-011 DIFUSÃO DA CIÊNCIA NO MEIO ESCOLAR: EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA VILA SANTA ISABEL VIII-011 DIFUSÃO DA CIÊNCIA NO MEIO ESCOLAR: EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA VILA SANTA ISABEL Cristiano Sordi Schiavi (1) Estudante de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM PASSO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM PASSO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Porto Alegre/RS 23 a 26/11/2015 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM PASSO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Bruna Fonsêca de Oliveira Nascimento (*), Tércia Oliveira Castro, Franciele Santos Torres. * Instituto Federal

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCADZMT1 IMPORTÂNCIA DA MONITORIA NA DISCIPLINA DE NUTRIÇÃO ANIMAL PARA O PROFISSIONAL ZOOTECNISTA Aldivan Rodrigues Alves (1), Ariosvaldo Nunes de Medeiros (2), Ludmila da Paz Gomes da Silva (3) Centro

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESCARTE INDEVIDO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE POCINHOS - PB

AVALIAÇÃO DO DESCARTE INDEVIDO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE POCINHOS - PB AVALIAÇÃO DO DESCARTE INDEVIDO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE POCINHOS - PB Vitória de Andrade FREIRE 1, Tamara Jane Zifirino, Wanda Isabel M. Lima MARSIGLIA, Maria Betânia Hermenegildo dos SANTOS

Leia mais

Resíduos Sólidos Urbanos

Resíduos Sólidos Urbanos CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO Seminário Preparatório à XII Conferência das Cidades - Região Norte - Resíduos Sólidos Urbanos Profa. M.Sc. Maria de Valdivia Costa Norat Gomes FAESA/ITEC/UFPA

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO 6º ANO SOBRE O LIXO E RECICLAGEM APÓS UMA ATIVIDADE DE INTERVENÇÃO DO PIBID BIOLOGIA

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO 6º ANO SOBRE O LIXO E RECICLAGEM APÓS UMA ATIVIDADE DE INTERVENÇÃO DO PIBID BIOLOGIA AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO 6º ANO SOBRE O LIXO E RECICLAGEM APÓS UMA ATIVIDADE DE INTERVENÇÃO DO PIBID BIOLOGIA Iara Maria Dâmaso Cardoso, Vanessa Suzuki Kataguiri 2, Claudia Campos Balioni

Leia mais

IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental

IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental PERCEPÇÃO AMBIENTAL INICIAL DOS ALUNOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM SEIS ESCOLAS DE CRUZ DAS ALMAS Vagner Almeida Figueiredo Graduando em Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade

Leia mais

Hsa GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Resíduos Sólidos. PROFa. WANDA R. GÜNTHER Departamento Saúde Ambiental FSP/USP

Hsa GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Resíduos Sólidos. PROFa. WANDA R. GÜNTHER Departamento Saúde Ambiental FSP/USP Hsa 109 - GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Resíduos Sólidos PROFa. WANDA R. GÜNTHER Departamento Saúde Ambiental FSP/USP E-mail: wgunther@usp.br Resíduos Sólidos Interrelação: Ambiente Saúde HOMEM MEIO AMBIENTE

Leia mais

22 o. Prêmio Expressão de Ecologia

22 o. Prêmio Expressão de Ecologia 22 o. Prêmio Expressão de Ecologia 2014-2015 Fotos: Projeto: Transformar e Cultivar Organização: Centro Municipal Escola do Mar Página: 1/1 PÁGINA 1: Informações cadastrais: Q1: Título do projeto ambiental

Leia mais

NOME DA ESCOLA: Escola Municipal de Ensino Fundamental Corina de Azevedo Barbosa. GESTORA: Érica Carla de Vasconcelos Rodrigues

NOME DA ESCOLA: Escola Municipal de Ensino Fundamental Corina de Azevedo Barbosa. GESTORA: Érica Carla de Vasconcelos Rodrigues NOME DA ESCOLA: Escola Municipal de Ensino Fundamental Corina de Azevedo Barbosa GESTORA: Érica Carla de Vasconcelos Rodrigues PROFESSOR RESPONSÁVEL: Filipe Régis do Nascimento PROFESSORES ENVOLVIDOS:

Leia mais

A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO

A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO José Ijaelson do Nascimento Júnior; Catalyne Maria de Jesus Lins; Cynthia Maria de Jesus Lins; Ana Paula Freitas da Silva.

Leia mais

Janaildo Soares de Sousa Universidade Federal do Ceará UFC

Janaildo Soares de Sousa Universidade Federal do Ceará UFC CONTRIBUIÇÕES DA DIDÁTICA NO ENSINO DE MATEMÁTICA PARA O ÊXITO DOS ALUNOS NAS OLIMPÍADAS BRASILEIRAS DE MATEMÁTICA - OBMEP: O CASO DO MUNICÍPIO DE PAULISTA PB Introdução Janaildo Soares de Sousa Universidade

Leia mais

COLETA SELETIVA NA ESCOLA SULIVAN SILVESTRE DE OLIVEIRA: DA TEORIA À PRÁTICA

COLETA SELETIVA NA ESCOLA SULIVAN SILVESTRE DE OLIVEIRA: DA TEORIA À PRÁTICA RESUMO EXPANDIDO COLETA SELETIVA NA ESCOLA SULIVAN SILVESTRE DE OLIVEIRA: DA TEORIA À PRÁTICA LUCIMARA DE OLIVEIRA CALVIS¹ AIRTON AREDES ² MARIA ELISA VILAMAIOR³ ¹Bolsista PIBID, acadêmica em Geografia

Leia mais

O Mar Perto de Ti Sistemas Dunares

O Mar Perto de Ti Sistemas Dunares O Mar Perto de Ti Sistemas Dunares Projeto dirigido aos alunos do 2º ciclo e 3º ciclo do ensino básico. Tem como principais objetivos a transmissão de conhecimentos relacionados com a conservação e proteção

Leia mais

COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE POÇO VERDE/SE: DESAFIO PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL MUNICIPAL

COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE POÇO VERDE/SE: DESAFIO PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL MUNICIPAL COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO MUNICÍPIO DE POÇO VERDE/SE: DESAFIO PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL MUNICIPAL Alison Araujo Santos Acadêmico da Faculdade AGES. Bacharelado em Engenharia

Leia mais

Bióloga pelo Instituto Isabela Hendrix. Assessora de Educação e Extensão Ambiental da

Bióloga pelo Instituto Isabela Hendrix. Assessora de Educação e Extensão Ambiental da 22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 14 a 19 de Setembro 2003 - Joinville - Santa Catarina III-086 JOGANDO E APRENDENDO SOBRE O LIXO José Cláudio Junqueira Ribeiro(1) Engenheiro

Leia mais

O PROCESSO DE DECOMPOSIÇÃO DOS RESÍDUOS ORGÂNICOS SOB ENFOQUE DO APROVEITAMENTO PARA COMPOSTAGEM

O PROCESSO DE DECOMPOSIÇÃO DOS RESÍDUOS ORGÂNICOS SOB ENFOQUE DO APROVEITAMENTO PARA COMPOSTAGEM O PROCESSO DE DECOMPOSIÇÃO DOS RESÍDUOS ORGÂNICOS SOB ENFOQUE DO APROVEITAMENTO PARA COMPOSTAGEM Fábio Alves de Moraes Resumo Este trabalho mostra a importância do processo de decomposição dos resíduos

Leia mais

RECEPÇÃO DE CALOUROS COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS UFES Campus ALEGRE

RECEPÇÃO DE CALOUROS COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS UFES Campus ALEGRE RECEPÇÃO DE CALOUROS 2017-1 COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS UFES Campus ALEGRE RECEPÇÃO DE CALOUROS 2017-1 Dr. Anderson Lopes Peçanha Professor da Universidade Federal do Espírito Santo Departamento

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTAL DA REGIÃO HIDROGRÁFICA DO GUAÍBA

DESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTAL DA REGIÃO HIDROGRÁFICA DO GUAÍBA DESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTAL DA REGIÃO HIDROGRÁFICA DO GUAÍBA REGIÃO HIDROGRÁFICA DO GUAÍBA Alto Jacuí Taquari-Antas Pardo Caí Sinos Vacacaí- Vacacaí Mirim Baixo Jacuí Lago Guaíba Gravataí População:

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO SOBRE O DESCARTE INDEVIDO DE ÓLEO DE COZINHA COM ÊNFASE NA PROBLEMÁTICA AMBIENTAL

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO SOBRE O DESCARTE INDEVIDO DE ÓLEO DE COZINHA COM ÊNFASE NA PROBLEMÁTICA AMBIENTAL PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO SOBRE O DESCARTE INDEVIDO DE ÓLEO DE COZINHA COM ÊNFASE NA PROBLEMÁTICA AMBIENTAL Vitória, A. Freire 1 ; Kaline, R. M. Ferreira 2 ; Didiane, S.Silva 2. 1

Leia mais

O SOLO COMO BASE PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL

O SOLO COMO BASE PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL O SOLO COMO BASE PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL Elias Armando da Silva 1 ; Ana Paula Nunes Ferreira 1 ; Maria Josilene de Oliveira Sousa 1 ; Mizael Nabôr Vaz de Medeiros 1 ; Jussara Silva

Leia mais

ENSINO DE QUÍMICA: UMA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS DISCENTES INGRESSANTES NOS CURSOS DE QUÍMICA DA UEPB

ENSINO DE QUÍMICA: UMA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS DISCENTES INGRESSANTES NOS CURSOS DE QUÍMICA DA UEPB ENSINO DE QUÍMICA: UMA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS DISCENTES INGRESSANTES NOS CURSOS DE QUÍMICA DA UEPB Valmara Silva Araújo; Elituane Sousa da Silva; Karla Rafaelle Oliveira; Itainara Pinto

Leia mais

Ensino. Fundamental I. Estudar aqui faz diferença!

Ensino. Fundamental I. Estudar aqui faz diferença! Ensino Fundamental I Estudar aqui faz diferença! CENTRO EDUCACIONAL SÃO CAMILO Proposta Pedagógica Missão: Promover o desenvolvimento do ser humano por meio da educação e da saúde, segundo os valores camilianos.

Leia mais

Autores: Profª Fabiane Habowski Caroline Jaroczewski Cristieli Jarochesqui Co-autores: Profª Eliani Warpechowski Taís Dzindzik

Autores: Profª Fabiane Habowski Caroline Jaroczewski Cristieli Jarochesqui Co-autores: Profª Eliani Warpechowski Taís Dzindzik Autores: Profª Fabiane Habowski Caroline Jaroczewski Cristieli Jarochesqui Co-autores: Profª Eliani Warpechowski Taís Dzindzik EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SENSIBILIZAÇÃO: COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA, UM GRANDE

Leia mais

Questionário do Programa Bandeira Azul Brasil para Praias

Questionário do Programa Bandeira Azul Brasil para Praias Questionário do Programa Bandeira Azul Brasil para Praias 1. Informações sobre a praia candidata: 1.1 Nome da Praia 1.2 Região da Praia 1.3 Localização Geográfica Latitude: Longitude: 1.4 Nome do responsável

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL - SMAM. Panorâmica Municipal Integrada

EDUCAÇÃO AMBIENTAL - SMAM. Panorâmica Municipal Integrada Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal do Meio Ambiente Centro de Educação e Informação Ambiental EDUCAÇÃO AMBIENTAL - SMAM Panorâmica Municipal Integrada 2016 Jaqueline Lessa Maciel

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA. Relato de Experiência do Projeto de Trabalho

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA. Relato de Experiência do Projeto de Trabalho UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA Relato de Experiência do Projeto de Trabalho Educação Ambiental com a reciclagem de sucatas na construção de

Leia mais

Proteção e recuperação de mananciais para abastecimento público de água

Proteção e recuperação de mananciais para abastecimento público de água Proteção e recuperação de mananciais para abastecimento público de água Proteção e recuperação de mananciais para abastecimento público de água Assegurar água bruta em quantidade e qualidade para o SAA

Leia mais

ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo

ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo GUIA DE ATIVIDADES de educação ambiental ATIVIDADES CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Pré-Escolar e 1º Ciclo Centro de Educação Ambiental de Albufeira Localização: Quinta da Palmeira - R. dos Bombeiros Voluntários

Leia mais

ANÁLISE DA DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E DA PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL.

ANÁLISE DA DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E DA PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL. ANÁLISE DA DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E DA PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL. Daniella Marques Souza UEPB, Universidade Estadual da Paraíba. Graduanda em

Leia mais

CONSCIENTIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL A PARTIR DO PROJETO DE EXTENSÃO BIOGAMA NO GAMA-DF

CONSCIENTIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL A PARTIR DO PROJETO DE EXTENSÃO BIOGAMA NO GAMA-DF CONSCIENTIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL A PARTIR DO PROJETO DE EXTENSÃO BIOGAMA NO GAMA-DF GAIO, Lucas Machado 1 ; CURADO, Isabela Cristina; RIBEIRO, Breno P. Marcondes; RODRIGUES, Juliana P.,

Leia mais

EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA ANÁLISE SOBRE PERCEPÇÃO DOS ALUNOS

EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA ANÁLISE SOBRE PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA ANÁLISE SOBRE PERCEPÇÃO DOS ALUNOS Luciano Bernardo Ramo (1); Maria Betania Hermenegildo dos Santos (1) Universidade Federal da Paraíba - luciano_bernardo95@hotmail.com

Leia mais

Análise SWOT. Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais

Análise SWOT. Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais Análise SWOT Resíduos Sólidos Domiciliares e Comerciais Implantação de associação de catadores, melhorando a coleta seletiva. Disponibilização de quantidade maior de lixeiras na cidade. Geração de empregos

Leia mais

Implantação de Medidas Emergenciais para cessar os danos ambientais pela disposição inadequada de resíduos sólidos nos municípios

Implantação de Medidas Emergenciais para cessar os danos ambientais pela disposição inadequada de resíduos sólidos nos municípios Implantação de Medidas Emergenciais para cessar os danos ambientais pela disposição inadequada de resíduos sólidos nos municípios Ituiutaba Centralina Canápolis Araporã Gurinhatã Monte Alegre de Minas

Leia mais

MÓDULO 2. Prof. Dr. Valdir Schalch

MÓDULO 2. Prof. Dr. Valdir Schalch RESÍDUOS SÓLIDOSS MÓDULO 2 Prof. Dr. Valdir Schalch RESÍDUOS SÓLIDOS S - DEFINIÇÃO... aqueles nos estados sólidos e semi-sólidos, que resultam de atividades da comunidade de origem: industrial, doméstica,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS PROFOP - PROGRAMAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UMA PROPOSTA DE MUDANÇA CURRICULAR.

AVALIAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS PROFOP - PROGRAMAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UMA PROPOSTA DE MUDANÇA CURRICULAR. AVALIAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS PROFOP - PROGRAMAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UMA PROPOSTA DE MUDANÇA CURRICULAR. Relato de Experiência Marcelo Pereira de Oliveira¹ Helena M. Kashiwagi

Leia mais

GINCANA AMBIENTAL: método de ensino-aprendizagem para o Ensino Fundamental RESUMO

GINCANA AMBIENTAL: método de ensino-aprendizagem para o Ensino Fundamental RESUMO GINCANA AMBIENTAL: método de ensino-aprendizagem para o Ensino Fundamental 1 Bruna A. ARAÚJO; 2 Bruno L.R. MELO; 3 José N. NETO; 4 Elisa C. ROCHA; 5 Leda M.SILVA RESUMO Jogos educativos, como Gincanas,

Leia mais

Título: Consumo Reverso: Compostagem Caseira com Cultivo de Horta Urbana na Região Central de Porto Alegre, RS.

Título: Consumo Reverso: Compostagem Caseira com Cultivo de Horta Urbana na Região Central de Porto Alegre, RS. Título: Consumo Reverso: Compostagem Caseira com Cultivo de Horta Urbana na Região Central de Porto Alegre, RS. Autores: Marília Cerciná (1) & Gladys Falavigna (2) Filiação: Pós-graduação em Educação para

Leia mais

VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL

VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL VITOR HUGO BITTENCOURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA PORTUGUESA RESPONSABILIDADE SOCIAL Porto Alegre 2013 VITOR HUGO BITTENCOPURT DA SILVA PROJETO SOCIAL: REFORÇO ESCOLAR DE LÍNGUA

Leia mais

ISSN ÁREA TEMÁTICA:

ISSN ÁREA TEMÁTICA: 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( X ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA Exposições

Leia mais

APLICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE MODELOS DIDÁTICOS: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE CÉLULA NO ENSINO FUNDAMENTAL

APLICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE MODELOS DIDÁTICOS: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE CÉLULA NO ENSINO FUNDAMENTAL APLICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE MODELOS DIDÁTICOS: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE CÉLULA NO ENSINO FUNDAMENTAL *Fernanda das Graças Marra Elias 1 (IC), Pabline Almeida Siqueira 2 (IC), Mirley Luciene dos Santos

Leia mais

Título: Educação Ambiental promovida pelo poder público na Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre, sul do Brasil

Título: Educação Ambiental promovida pelo poder público na Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre, sul do Brasil Título: Educação Ambiental promovida pelo poder público na Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre, sul do Brasil Autor: Teresinha Guerra (1) Marcelo P. Cenci (2) ; Laura

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CAMINHO PARA A CONSCIÊNCIA E PARTICIPAÇÃO - AVALIAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA EEA/UEFS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CAMINHO PARA A CONSCIÊNCIA E PARTICIPAÇÃO - AVALIAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA EEA/UEFS EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CAMINHO PARA A CONSCIÊNCIA E PARTICIPAÇÃO - AVALIAÇÃO DO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA EEA/UEFS Sandra Maria Furiam Dias (1) Engenheira Civil, Mestre em Recursos Hídricos e Saneamento.

Leia mais

- Compreender a espacialidade e temporalidade dos fenômenos geográficos estudados em suas dinâmicas e interações;

- Compreender a espacialidade e temporalidade dos fenômenos geográficos estudados em suas dinâmicas e interações; Ensino Fundamental I 2º ano PLANO DE ENSINO DISCIPLINA Geografia PROFESSOR Ariana e Rita Mara CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO 2017 TOTAL SEMANAL EMENTA A importância do ensino da Geografia é levar o educando

Leia mais

Eixo Temático 3-Currículo, Ensino, Aprendizagem e Avaliação

Eixo Temático 3-Currículo, Ensino, Aprendizagem e Avaliação Eixo Temático 3-Currículo, Ensino, Aprendizagem e Avaliação CONCEPÇÕES DOS EDUCANDOS SOBRE A UTILIZAÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO DE BIOLOGIA NA ESCOLA PÚBLICA Leandra Tamiris de Oliveira Lira-UFRPE Leonardo Barbosa

Leia mais

CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL. Escola SENAI Celso Charuri Unidade Sumaré CFP 512. Programa de Coleta de Óleo Comestível Usado

CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL. Escola SENAI Celso Charuri Unidade Sumaré CFP 512. Programa de Coleta de Óleo Comestível Usado CADERNO DE PROGRAMA AMBIENTAL EDUCACIONAL Escola SENAI Celso Charuri Unidade Sumaré CFP 512 Programa de Coleta de Óleo Comestível Usado Programa Nº 01/2017 Sumário 1. Objetivo -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PROJETO DE GEOGRAFIA

PROJETO DE GEOGRAFIA PROJETO DE GEOGRAFIA 1.1 Titulo do Projeto: Escola Limpa é Escola Legal e Reciclar é Fundamental 1.2 Nome da escola: Escola Estadual Jorge Amado 1.3 Professor (Coordenador (a) do projeto: Silvia Maria

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DA QUÍMICA NO ESTUDO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Introdução

CONTRIBUIÇÃO DA QUÍMICA NO ESTUDO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Introdução CONTRIBUIÇÃO DA QUÍMICA NO ESTUDO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Camila Cristina Dias Moura,Thiago Pereira da Silva Universidade Estadual da Paraíba, CampinaGrande-PB Crys.mila@gmail.com Palavras Chave:Química,

Leia mais

O COMITÊ GRAVATAHY E SEU TERRITÓRIO DE IRRIGAÇÃO E USOS MÚLTIPLOS DA ÁGUA

O COMITÊ GRAVATAHY E SEU TERRITÓRIO DE IRRIGAÇÃO E USOS MÚLTIPLOS DA ÁGUA O COMITÊ GRAVATAHY E SEU TERRITÓRIO DE IRRIGAÇÃO E USOS MÚLTIPLOS DA ÁGUA PAULO ROBINSON DA SILVA SAMUEL¹; KELY BOSCATO PEREIRA² ¹ Engenheiro atuando na área de Gestão Ambiental na Universidade Federal

Leia mais

A FÍSICA ALÉM DO QUADRO NEGRO

A FÍSICA ALÉM DO QUADRO NEGRO A FÍSICA ALÉM DO QUADRO NEGRO Willian Carvalho da Silva¹ Jaqueline Ferreira da Silva² ¹Estudante Bolsista do Curso de Matemática da UEMS, Unidade Universitária de Cassilândia; Endereço Institucional: Rodovia

Leia mais

CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS CONSUMO URBANO E O DESCARTE FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS Patrícia da Cruz Oliveira 1 1 INTRODUÇÃO O acelerado crescimento urbano das últimas décadas do século passado e início deste, traz algumas questões

Leia mais

Educação Ambiental (EA) Rede Municipal de Ensino de Vinhedo. SEDUC 2016 Carlos Henrique Rocha Alves Professor coordenador/orientador - Ciências

Educação Ambiental (EA) Rede Municipal de Ensino de Vinhedo. SEDUC 2016 Carlos Henrique Rocha Alves Professor coordenador/orientador - Ciências Educação Ambiental (EA) Rede Municipal de Ensino de Vinhedo SEDUC 2016 Carlos Henrique Rocha Alves Professor coordenador/orientador - Ciências Justificativas legais da EA 1 - Constituição Federal 1988:

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Lei 12.305 de 2 de agosto de 2010 - dispõe sobre: - princípios, objetivos e instrumentos; - diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento de resíduos

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA VISÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE O MEIO AMBIENTE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA VISÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE O MEIO AMBIENTE EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA VISÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL SOBRE O MEIO AMBIENTE Ana Paula Martins Santos (1); Angélica Sousa Santos (2) (1) Licenciada em Ciências Biológicas, Centro de Educação

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL RESUMO

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL RESUMO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Ana Paula Scherer de Brum* Patrícia Wolf** Paula Masiero*** RESUMO Para termos um corpo e uma mente sadia, devemos ter uma alimentação saudável, com propriedades que ajudam no desenvolvimento

Leia mais

SÍNTESE DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (LEI , DE 02 DE AGOSTO DE 2010) NA PERSPECTIVA DAS CENTRAIS DE ABASTECIMENTO BRASILEIRAS

SÍNTESE DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (LEI , DE 02 DE AGOSTO DE 2010) NA PERSPECTIVA DAS CENTRAIS DE ABASTECIMENTO BRASILEIRAS SÍNTESE DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS (LEI 12.305, DE 02 DE AGOSTO DE 2010) NA PERSPECTIVA DAS CENTRAIS DE ABASTECIMENTO BRASILEIRAS O QUE SÃO OS RESÍDUOS SÓLIDOS? Art. 3º, item XVI - material,

Leia mais

ABORDAGENS DE ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO MÉDIO DA ETSC/UFCG

ABORDAGENS DE ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO MÉDIO DA ETSC/UFCG ABORDAGENS DE ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO MÉDIO DA ETSC/UFCG Renato de Freitas Souza (1); Ariel Rodrigues Holanda (2); Onireves Monteiro de Castro (3) (1) Universidade Federal de Campina Grande

Leia mais

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NO SEXTO ANO DO ESNINO FUNDAMENTAL

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NO SEXTO ANO DO ESNINO FUNDAMENTAL TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NO SEXTO ANO DO ESNINO FUNDAMENTAL BAVARESCO, D.¹; DE TONI, P. T.³; PERTILE, R. J.³; LUVISA, A.³; STROSCHEIN, S. D.² RESUMO Esse trabalho é resultado de um processo metodológico

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Licenciatura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Física FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 14 a 19 de Setembro 2003 - Joinville - Santa Catarina XII 018 - MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DOS CATADORES APÓS A IMPLANTAÇÃO DO PROJETO PILOTO

Leia mais

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ZOOLÓGICOS BRASILEIROS

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ZOOLÓGICOS BRASILEIROS GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ZOOLÓGICOS BRASILEIROS Anderson Mendes Augusto (*), Cristina Aparecida Gomes Nassar * Universidade Federal do Rio de Janeiro/Programa de Engenharia Ambiental / Fundação RIOZOO

Leia mais

Inventário de Resíduos Sólidos Urbanos. Relatório CETESB

Inventário de Resíduos Sólidos Urbanos. Relatório CETESB Inventário de Resíduos Sólidos Urbanos Relatório CETESB Apresentação CETESB: Órgão Estadual de Meio Ambiente - responsável pelo controle da poluição ambiental do Estado de São Paulo; A partir de 1997:

Leia mais

Tecnologia em Gestão Ambiental, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Campus João Pessoa,

Tecnologia em Gestão Ambiental, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Campus João Pessoa, PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS AULAS DE QUÍMICA NO CONTEXTO DA EJA Apresentação: Pôster Francisco Juvito de Sousa 1 ; Hevelyne Figueirêdo Pereira 2 ; Ana Gabriela da Silva 3 ; Pedro Nogueira da Silva

Leia mais

SUSTENTABILIDADE APLICADA

SUSTENTABILIDADE APLICADA SUSTENTABILIDADE APLICADA América do Norte 2002 Florham Park, Wyandotte, Beachwood Europa 1998 Ludwigshafen América Latina 2005 São Paulo Ásia-Pacífico 2012 Hong Kong Matéria-Prima Químicos de base

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL. Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL. Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL O SGA é parte do Sistema de Gestão da UFRGS, englobando a estrutura organizacional, as atividades de planejamento,

Leia mais

TDAH E A LEI DA INCLUSÃO 1 ADHD AND THE INCLUSION LAW. Isabela Albarello Dahmer 2

TDAH E A LEI DA INCLUSÃO 1 ADHD AND THE INCLUSION LAW. Isabela Albarello Dahmer 2 TDAH E A LEI DA INCLUSÃO 1 ADHD AND THE INCLUSION LAW Isabela Albarello Dahmer 2 1 Pesquisa livre realizada durante a graduação em Direito na Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do

Leia mais

Fichas de Inscrição. Divisão Municipal de Educação. PLANO MUNICIPAL DE MELHORIA E EFICÁCIA DA ESCOLA Ano Letivo 2014/2015

Fichas de Inscrição. Divisão Municipal de Educação. PLANO MUNICIPAL DE MELHORIA E EFICÁCIA DA ESCOLA Ano Letivo 2014/2015 Educação; Conhecimento e Empreendedorismo Divisão Municipal de Educação PLANO MUNICIPAL DE MELHORIA E EFICÁCIA DA ESCOLA Ano Letivo 2014/2015 Fichas de Inscrição Departamento de Desenvolvimento Social

Leia mais

Conscientização ambiental na Educação Infantil da escola Dr. Vasco da Gama e Silva, RS

Conscientização ambiental na Educação Infantil da escola Dr. Vasco da Gama e Silva, RS Conscientização ambiental na Educação Infantil da escola Dr. Vasco da Gama e Silva, RS Pâmela Cunha da Silva¹, Email: paamelacunhaa@gmail.com ; Yuri Hoesel dos Santos¹ ; Camila Daiane Bittencourt Leite¹;

Leia mais

BARALHO ORGÂNICO: UM RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DA QUÍMICA

BARALHO ORGÂNICO: UM RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DA QUÍMICA BARALHO ORGÂNICO: UM RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DA QUÍMICA Cornélio Fernandes de Andrade (1), Jefferson de Lemos Medeiros(1), Maria Betania Hermenegildo dos Santos (1) Universidade Federal da Paraíba-UFPB-Campus

Leia mais

RESÍDUOS SÓLIDOS. UFPR-Profª Eliane C. Gomes

RESÍDUOS SÓLIDOS. UFPR-Profª Eliane C. Gomes UFPR-Profª Eliane C. Gomes 1. DEFINIÇÃO (Lei 12305/10) material, substância, objeto ou bem descartado resultante de atividades humanas em sociedade, a cuja destinação final se procede, se propõe proceder

Leia mais

PLANO DE ENSINO CARGA HORÀRIA 40

PLANO DE ENSINO CARGA HORÀRIA 40 PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ambiente, Saúde e Segurança CURSO: Curso Técnico em Meio Ambiente/Subsequente ao Ensino Médio FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante (

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS MORADORES SOBRE A GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BAIRRO CARANAZAL, NO MUNICÍPIO DE SANTARÉM -PA, BRASIL

PERCEPÇÃO DOS MORADORES SOBRE A GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BAIRRO CARANAZAL, NO MUNICÍPIO DE SANTARÉM -PA, BRASIL PERCEPÇÃO DOS MORADORES SOBRE A GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BAIRRO CARANAZAL, NO MUNICÍPIO DE SANTARÉM -PA, BRASIL Josciane Carneiro Oliveira(*), Sabrina Santos da Costa, Rose Caldas de Souza Meira

Leia mais

A COMPOSTAGEM E A REUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO COMO FERRAMENTA PARA A EDUCAÇÂO AMBIENTAL

A COMPOSTAGEM E A REUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO COMO FERRAMENTA PARA A EDUCAÇÂO AMBIENTAL Aline de Lima Araújo (UFCG); Israel Lázaro Mangueira Tavares (UFCG) José Leonardo Costa Raulino (UFCG); Gerlândia Estevam do Nascimento (UFCG); Aline dos santos Silva (UFCG); Franklin Kaic Dutra Pereira

Leia mais

Tema: Tratamento de Resíduos Sólidos

Tema: Tratamento de Resíduos Sólidos Curso: Engenharia Tema: Tratamento de Resíduos Sólidos Grupo B: Anaclaudia Vilaronga Givanildo Alves dos Santos (Relator) Henrique Simões de Andrade Rene Tadeu da Veiga Vinicius Luiz de Souza Gobbe Vinicius

Leia mais

Aspectos Gerais Sobre os Resíduos Sólidos

Aspectos Gerais Sobre os Resíduos Sólidos 1 º Seminário Sobre Gestão de Resíduos Sólidos APA - Botucatu Aspectos Gerais Sobre os Resíduos Sólidos Prof. Dr. Wellington Cyro de Almeida Leite Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 687 DE 09 DE SETEMBRO DE 2013 LEI:

LEI MUNICIPAL Nº 687 DE 09 DE SETEMBRO DE 2013 LEI: LEI MUNICIPAL Nº 687 DE 09 DE SETEMBRO DE 2013 INSTITUI A POLÍTICA MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM. O PREFEITO MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO,

Leia mais

EXPERIMENTAÇÃO CIENTÍFICA: ANALISANDO A MERENDA ESCOLAR COM PRÁTICAS DE BIOQUÍMICA NUTRICIONAL EM ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE REDENÇÃO

EXPERIMENTAÇÃO CIENTÍFICA: ANALISANDO A MERENDA ESCOLAR COM PRÁTICAS DE BIOQUÍMICA NUTRICIONAL EM ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE REDENÇÃO EXPERIMENTAÇÃO CIENTÍFICA: ANALISANDO A MERENDA ESCOLAR COM PRÁTICAS DE BIOQUÍMICA NUTRICIONAL EM ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE REDENÇÃO Jossiane de Oliveira Lima, Nailda Moraes Dantas, Márcia Barbosa de

Leia mais

PLANETA LIMPO. PROJETO DE INTERVENÇÃO DESENVOLVIDO NO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL.

PLANETA LIMPO. PROJETO DE INTERVENÇÃO DESENVOLVIDO NO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. 1 PLANETA LIMPO. PROJETO DE INTERVENÇÃO DESENVOLVIDO NO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. NASCIMENTO, Ana Lúcia Ribeiro do ¹; AMARAL, Suellem Ferreira do ²; LIMA, Michelle de Castro ³; MARTINS, Carla de Moura

Leia mais

Domínios temáticos, Conceitos, Metas de Aprendizagem e Propostas de Estratégias/Atividades. Disciplina de Oferta de Escola

Domínios temáticos, Conceitos, Metas de Aprendizagem e Propostas de Estratégias/Atividades. Disciplina de Oferta de Escola Disciplina de Oferta de Escola 7º e 8º anos do 3º ciclo do Ensino Básico Domínios temáticos, Conceitos, de Aprendizagem e Propostas de Estratégias/Atividades José Carlos Morais Educação Ambiental para

Leia mais

Varal do Lixo: uma abordagem intrigante em uma instituição de ensino técnico

Varal do Lixo: uma abordagem intrigante em uma instituição de ensino técnico Varal do Lixo: uma abordagem intrigante em uma instituição de ensino técnico Modalidade: ( X ) Ensino ( ) Pesquisa ( ) Extensão Nível: ( ) Médio ( X ) Superior ( ) Pós-graduação Área: ( X ) Química ( )

Leia mais

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Projeto Interdisciplinar Ações de defesa e proteção ao Ambiente- 2012

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Projeto Interdisciplinar Ações de defesa e proteção ao Ambiente- 2012 Etec Monsenhor Antonio Magliano Projeto Interdisciplinar Ações de defesa e proteção ao Ambiente- 2012 Professor Responsável: TASSIANA DE CASTRO LA TERZA Equipe de Professores Responsáveis: Professores

Leia mais

1º SEMINÁRIO TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO. Orador: Jorge Tiago Pereira

1º SEMINÁRIO TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO. Orador: Jorge Tiago Pereira 1º SEMINÁRIO TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO Orador: Jorge Tiago Pereira 1 PLANO DE MÓDULO PLANO DE ENSINO DO MÓDULO 2 IDENTIFICAÇÃO: Curso: Curso Profissional de Tecnico de Gestão de Equipamentos Informáticos

Leia mais

GT - 9 EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Janaildo Soares de Sousa Universidade Federal do Ceará UFC

GT - 9 EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Janaildo Soares de Sousa Universidade Federal do Ceará UFC A DIDÁTICA NO ENSINO DE MATEMÁTICA E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O ÊXITO DOS ALUNOS NAS OLIMPÍADAS BRASILEIRAS DE MATEMÁTICA - OBMEP: O CASO DO MUNICÍPIO DE PAULISTA PB GT - 9 EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Janaildo Soares

Leia mais

PERCEPÇÃO DA ATITUDE AMBIENTAL DOS ALUNOS DO CEFET-UBERABA

PERCEPÇÃO DA ATITUDE AMBIENTAL DOS ALUNOS DO CEFET-UBERABA PERCEPÇÃO DA ATITUDE AMBIENTAL DOS ALUNOS DO CEFET-UBERABA FRAGA, D.F. 1 ; SILVA SOBRINHO, J.B.F. 1 ; SILVA, A.M. 2 ; ABDALA, V.L. 2 1 Estudante 6 módulo em Tecnologia em Gestão Ambiental no CEFET Uberaba

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL O CONHECIMENTO CHEGANDO PELAS ONDAS. Palavras-chave: Comunicação; conscientização; meio ambiente; vida

EDUCAÇÃO AMBIENTAL O CONHECIMENTO CHEGANDO PELAS ONDAS. Palavras-chave: Comunicação; conscientização; meio ambiente; vida EDUCAÇÃO AMBIENTAL O CONHECIMENTO CHEGANDO PELAS ONDAS FIUZA, Denise Almeida Fonseca 1 ; HERCOS, Emylciane Costa 2 ; ARAÚJO, Valdinéia Nogueira da Silva 3 Palavras-chave: Comunicação; conscientização;

Leia mais

9º Ano Ensino Fundamental

9º Ano Ensino Fundamental 9º Ano Ensino Fundamental Orientações dos Trabalhos Bimestrais III Bimestre / 2017 Disciplina: Física Professor: Alisson JOGOS EDUCATIVOS SOBRE ELETRICIDADE Tendo em vista que as competições intelectuais

Leia mais

Projeto: Gerenciamento dos Resíduos Sólidos na Escola/2017

Projeto: Gerenciamento dos Resíduos Sólidos na Escola/2017 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO NÚCLEO REGIONAL DA EDUCAÇÃO DE APUCARANA Projeto: Gerenciamento dos Resíduos Sólidos na Escola/2017 Nome do Estabelecimento: Município: Endereço: CEP: Estado: Telefone:

Leia mais

CONSUMO SUSTENTÁVEL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: percepções de uma Comunidade Escolar RESUMO

CONSUMO SUSTENTÁVEL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: percepções de uma Comunidade Escolar RESUMO CONSUMO SUSTENTÁVEL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: percepções de uma Comunidade Escolar Camila Zazini BENEDITO 1 ;Álvaro GIANELLI 2 ; Roselaine Ferreira Rodrigues PEREIRA 3 ; Mônica Maria GONÇALVES 4 RESUMO

Leia mais

RESUMO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Semestre 2016/2º

RESUMO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Semestre 2016/2º ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Curso de Serviço Social RESUMO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Semestre 2016/2º Manaus Amazonas 2016/2º IDENTIFICAÇÃO Diretor Geral Marcelo José Frutuoso

Leia mais

O ECO-ESCOLAS é um programa internacional, no qual a nossa escola

O ECO-ESCOLAS é um programa internacional, no qual a nossa escola O ECO-ESCOLAS é um programa internacional, no qual a nossa escola está inscrita, sendo desenvolvido em Portugal pela A.BA.E. A IDEIA É REALIZAR VÁRIAS AÇÕES E PROJECTOS NA ESCOLA SE POSSÍVEL, COM A COMUNIDADE

Leia mais

11º GV - Vereador Floriano Pesaro

11º GV - Vereador Floriano Pesaro PROJETO DE LEI Nº 576 /2013 Institui o Projeto Calçada Limpa no âmbito das subprefeituras, e dá outras providências. A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA: Art. 1º A presente Lei institui o Projeto Calçada

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR: ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO BAIRRO DE NAZARÉ, EM BELÉM PA

PROJETO INTERDISCIPLINAR: ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO BAIRRO DE NAZARÉ, EM BELÉM PA PROJETO INTERDISCIPLINAR: ESTUDO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NO BAIRRO DE NAZARÉ, EM BELÉM PA TRESCASTRO, Lorena Bischoff; SOARES Jr., Adilson Viana; ALMEIDA, José Felipe; SOBRINHO, Elionai Gomes de Almeida;

Leia mais

DIVERSIDADE ÉTNICO RACIAL: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

DIVERSIDADE ÉTNICO RACIAL: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DIVERSIDADE ÉTNICO RACIAL: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Raelma Danuza César Freire; Ma. Nadia Farias dos Santos (Orientadora) UEPB Univesidade Estadual da Paraíba

Leia mais

A experiência do Estado de São Paulo e a visão da Câmara dos Deputados. Deputado Federal Arnaldo Jardim

A experiência do Estado de São Paulo e a visão da Câmara dos Deputados. Deputado Federal Arnaldo Jardim ABES Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental 2º Seminário Regional Sudeste sobre Resíduos Sólidos Desafios das Políticas para uma Gestão Integrada de Resíduos Sólidos A experiência do

Leia mais