BIOLOGIA Diversidade e história da vida

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BIOLOGIA Diversidade e história da vida"

Transcrição

1 Diversidade e história da vida Módulo 13 Página 8 à 16

2 DIVERSIDADE = número + variedade + distribuição

3 Atualmente: 1,7 milhões de seres vivos descritos

4 Atualmente: 1,7 milhões de seres vivos descritos Espectativa: 30 milhões!!!!!!!!

5 AGORA É SUA VEZ Módulo 13 Página 8

6 AGORA É SUA VEZ 1. Escolha uma espécie típica de sua região e avalie sua forma corporal, hábitos e relação com o homem.

7 AGORA É SUA VEZ 1. Escolha uma espécie típica de sua região e avalie sua forma corporal, hábitos e relação com o homem. 2. Que espécie de outra região do país (ou do planeta) você gostaria de conhecer ao vivo? Por quê?

8 Exemplo de diversidade: O grupo dos moluscos (ostras, mexilhões, caracóis, lesmas, lulas, polvos), possui 100 mil espécimes descritos, 50 mil ainda não descritos, 35 mil extintos.

9 Exemplo de diversidade: O grupo dos moluscos (ostras, mexilhões, caracóis, lesmas, lulas, polvos), possui 100 mil espécimes descritos, 50 mil ainda não descritos, 35 mil extintos. Se Um ano = 100 aulas de biologia 10 espécies por aula:

10 Exemplo de diversidade: O grupo dos moluscos (ostras, mexilhões, caracóis, lesmas, lulas, polvos), possui 100 mil espécimes descritos, 50 mil ainda não descritos, 35 mil extintos. Se Um ano = 100 aulas de biologia 10 espécies por aula: 185 ANOS PARA ESTUDAR OS MOLUSCOS!!!!

11 Por isso agrupamos os seres vivos e estudamos suas características comuns.

12 Por isso agrupamos os seres vivos e estudamos suas características comuns. Por exemplo: MOLUSCOS corpo mole, com concha calcária, etc.

13 Por isso agrupamos os seres vivos e estudamos suas características comuns. Por exemplo: MOLUSCOS corpo mole, com concha calcária, etc. O grupo se torna conhecido facilmente!

14 De onde provém tamanha diversidade de vida?

15 De onde provém tamanha diversidade de vida? Idade Média Seres vivos imutáveis (Fixismo)

16 De onde provém tamanha diversidade de vida? Idade Média Seres vivos imutáveis (Fixismo) Hoje As espécies podem mudar no decorrer do tempo.

17 EVOLUCIONISTAS: Não há limites para mudanças nas espécies. Podem se formar novas espécies, gêneros, famílias, ordens, classes e filos.

18 EVOLUCIONISTAS: Não há limites para mudanças nas espécies. Podem se formar novas espécies, gêneros, famílias, ordens, classes e filos. É assim que explicam a biodiversidade do planeta.

19 CRIACIONISTAS: As mudanças são limitadas.

20 CRIACIONISTAS: As mudanças são limitadas. As espécies básicas foram criadas pro Deus e sofreram alterações que não ultrapassam a categoria de família. Biodiversidade = mudanças nas espécies

21 MACROEVOLUÇÃO: Evolução transespecífica. Mudanças radicais, capazes de produzir categorias taxonômicas acima de família. É preciso um novo conjunto de genes de DNA para controlar as novas funções.

22 MiCROEVOLUÇÃO: Evolução infraespecífica. Mudanças pequenas, não são capazes de produzir categorias taxonômicas acima de família. Aceito pelos criacionistas.

23 CLADÍSTICA OU SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA:

24 CLADÍSTICA OU SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA: Ramo da biologia que assume que a evolução é um fato, e procura estudar as relações evulotivas dos seres vivos.

25 CLADÍSTICA OU SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA: Ramo da biologia que assume que a evolução é um fato, e procura estudar as relações evulotivas dos seres vivos. Representa relações de parentesco entre espécies através de gráficos

26 CLADOGRAMA: Semelhante a uma árvore genealógica.

27 CLADOGRAMA: Semelhante a uma árvore genealógica. A base representa um ancestral comum. ESPÉCIE A ESPÉCIE B

28 CLADOGRAMA: Semelhante a uma árvore genealógica. A base representa um ancestral comum. Modificações representam novo ramo ESPÉCIE A ESPÉCIE C ESPÉCIE B

29 CLADOGRAMA: Semelhante a uma árvore genealógica. O ponto onde ocorre a modificação é o nó. ESPÉCIE A ESPÉCIE C ESPÉCIE B

30 CLADOGRAMA: Semelhante a uma árvore genealógica. O ponto onde ocorre a modificação é o nó. Todos os descendentes de um mesmo ramo compartilham um mesmo ancestral. ESPÉCIE A ESPÉCIE C ESPÉCIE B

31 UTILIDADE DOS CLADOGRAMAS: 1.Tentar provar hipótese sobre a evolução.

32 UTILIDADE DOS CLADOGRAMAS: 1.Tentar provar hipótese sobre a evolução. 2. Estudar as características das espécies extintas e de linhagens ancestrais.

33 3. Classificar os organismos segundo as características herdadas de um ancestral comum. BIOLOGIA UTILIDADE DOS CLADOGRAMAS: 1.Tentar provar hipótese sobre a evolução. 2. Estudar as características das espécies extintas e de linhagens ancestrais.

34 AGORA É SUA VEZ Módulo 13 Página 11

35

36 O REGISTRO FÓSSIL

37 O REGISTRO FÓSSIL Uma pessoa, durante sua vida, só acompanha pequenas mudanças.

38 O REGISTRO FÓSSIL Uma pessoa, durante sua vida, só acompanha pequenas mudanças. Mudanças megaevolutivas são lentas e graduais e não podem ser observadas.

39 O REGISTRO FÓSSIL Uma pessoa, durante sua vida, só acompanha pequenas mudanças. Mudanças megaevolutivas são lentas e graduais e não podem ser observadas. Mudanças vistas através de registros fósseis.

40 O REGISTRO FÓSSIL Uma pessoa, durante sua vida, só acompanha pequenas mudanças. Mudanças megaevolutivas são lentas e graduais e não podem ser observadas. Mudanças vistas através de registros fósseis.

41 EXPLOSÃO CAMBRIANA Se esperaria que a disposição do fósseis fosse gradual nas camadas da terra referentes a cada perído geológico Mas no período Cambriano temos uma explosão de novos seres vivo, comprovado pelo registro fóssil.

42 EXPLOSÃO CAMBRIANA Se esperaria que a disposição do fósseis fosse gradual nas camadas da terra referentes a cada perído geológico Mas no período Cambriano temos uma explosão de novos seres vivo, comprovado pelo registro fóssil.

43 OS ELOS PERDIDOS Fósseis de transição (elo perdido) não são encontrados facilmente. São raros. Archaeopterys :

44 OS ELOS PERDIDOS Fósseis de transição (elo perdido) não são encontrados facilmente. São raros. Archaeopterys :

45

46 Tipo básico de equino Tipo básico de canídeo

47

TAXONOMIA Prof. Élyka Fernanda Pereira de Melo

TAXONOMIA Prof. Élyka Fernanda Pereira de Melo TAXONOMIA Prof. Élyka Fernanda Pereira de Melo Mestranda em Ensino de Biologia - UnB Pós graduada em Microbiologia, fundamentos e biotecnologia - UFT Pós graduada em Metodologia da Biologia e Química -

Leia mais

Introdução Seres Vivos

Introdução Seres Vivos A diversidade de seres vivos variou ao longo do tempo geológico em nosso planeta. Algumas linhas de pensamento acreditam que os seres vivos são imutáveis (fixismo), mas desde Darwin acredita-se que ocorrem

Leia mais

Aula 5 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia na educação básica

Aula 5 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia na educação básica Aula 5 Sistemática Filogenética no ensino na educação básica Prof.ª Rosana Louro Ferreira Silva 1 Retomando aspectos importantes sobre classificação dos seres vivos Taxonomia - ciência da descoberta, descrição

Leia mais

Contexto e histórico. Árvores filogenéticas. Leitura de Cladograma. Construção de cladograma

Contexto e histórico. Árvores filogenéticas. Leitura de Cladograma. Construção de cladograma Contexto e histórico Árvores filogenéticas Leitura de Cladograma Construção de cladograma Classificação biológica A taxonomia diz respeito às regras de nomenclatura, tais como: dar nomes às espécies, gêneros

Leia mais

Aula 4 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia

Aula 4 Sistemática Filogenética no ensino de Zoologia Aula 4 Sistemática Filogenética no ensino Prof.ª Rosana Louro Ferreira Silva 1 Retomando aspectos importantes sobre classificação dos seres vivos Taxonomia - ciência da descoberta, descrição e classificação

Leia mais

Inferências evolutivas através de árvores

Inferências evolutivas através de árvores Universidade Federal do Paraná Departamento de Genética Setor Ciências Biológicas Inferências evolutivas através de árvores danielpachecobruschi@gmail.com / danielbruschi@ufpr.br Prof. Dr. Daniel Pacheco

Leia mais

PRINCÍPIOS DE ECOLOGIA EVOLUTIVA

PRINCÍPIOS DE ECOLOGIA EVOLUTIVA PRINCÍPIOS DE ECOLOGIA EVOLUTIVA RELEMBRANDO... O que é Ecologia? Biosfera Ecossistema Comunidade População Organismo PENSAMENTO EVOLUTIVO E ECOLÓGICO Em biologia, nada tem sentido, exceto à luz a evolução

Leia mais

SISTEMÁTICA - FILOGENIAS LISTA I 10 QUESTÕES PROFESSOR: CHARLES REIS CURSO EXPOENTE

SISTEMÁTICA - FILOGENIAS LISTA I 10 QUESTÕES PROFESSOR: CHARLES REIS CURSO EXPOENTE SISTEMÁTICA - FILOGENIAS LISTA I 10 QUESTÕES PROFESSOR: CHARLES REIS CURSO EXPOENTE 1. (Unicamp/2017) O cladograma abaixo representa relações evolutivas entre membros da Superfamília Hominoidea, onde se

Leia mais

Para nossa conveniência, esta aula mistura as seguintes aulas do nosso material de revisão:

Para nossa conveniência, esta aula mistura as seguintes aulas do nosso material de revisão: Aula Mix Para nossa conveniência, esta aula mistura as seguintes aulas do nosso material de revisão: Sistemática e classificação biológica: caderno 2, pgs 8 a 13; Desenvolvimento dos animais: caderno complementar.

Leia mais

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 10

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 10 Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Biologia Aplicada Aula 10 Professor Antônio Ruas 1. Créditos: 60 2. Carga horária semanal: 4 3. Semestre: 1 4.

Leia mais

Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação.

Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação. Devido à abundância e à diversidade de seres vivos, foi necessário ordená-los e organizá-los. Foi necessário criar um sistema de classificação. A ciência que classifica os seres vivos chama-se taxonomia.

Leia mais

Departamento de Biodiversidade Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto

Departamento de Biodiversidade Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Biodiversidade Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto Prof. Dr. Roberth Fagundes roberthfagundes@gmail.com FILOGENIA EVOLUÇÃO Evolução: mudança na variabilidade biológica

Leia mais

naturalista viajante

naturalista viajante Para que organizar? Ordenar o conhecimento sobre os seres vivos. Espécies eram fixas e imutáveis -> conhecer a obra divina da criação depois de estabelecida uma ordem (século XVIII). Muitas vezes o critério

Leia mais

Biologia. Inter-relações nos ecossistemas

Biologia. Inter-relações nos ecossistemas Biologia FASCÍCULO 1 Módulo 1 Introdução à Biologia O que é vida? O que é ciência O método científico Experimentos: fazendo ciência O cientista inserido em seu tempo Ciência e ética Módulo 2 Origem da

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS Sistemática inventariar, descrever e classificar a biodiversidade, e estabelecer as relações de parentesco entre as espécies. Taxonomia descrição e classificação das espécies.

Leia mais

Texto Base: Aula 10 Sistemática Filogenética

Texto Base: Aula 10 Sistemática Filogenética Texto Base: Aula 10 Sistemática Filogenética Sônia Lopes Escolas de classificação baseadas em princípios evolutivos Há duas escolas principais que se pautam no princípio evolutivo central de descendência

Leia mais

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos Licenciatura em Ciências Exatas Biologia II 2017 Nome: N USP: Nota:

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos Licenciatura em Ciências Exatas Biologia II 2017 Nome: N USP: Nota: Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos Licenciatura em Ciências Exatas Biologia II 2017 Nome: N USP: Nota: Aula Prática 4: MOLLUSCA E ANELLIDA FILO MOLLUSCA 1. CLASSE BIVALVIA Os bivalves

Leia mais

Ecologia e Modelagem Ambiental para a conservação da Biodiversidade

Ecologia e Modelagem Ambiental para a conservação da Biodiversidade Ecologia e Modelagem Ambiental para a conservação da Biodiversidade SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA, BOTÂNICA E CONSERVAÇÃO 1. NOÇÕES BÁSICAS DE SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA 2. Índice de Diversidade Filogenética

Leia mais

Resolução de Questões de Provas Específicas de Biologia (Aula 3)

Resolução de Questões de Provas Específicas de Biologia (Aula 3) Resolução de Questões de Provas Específicas de Biologia (Aula 3) Resolução de Questões de Provas Específicas de Biologia (Aula 3) 1. O gráfico seguinte representa as pressões sanguíneas ao longo do corpo

Leia mais

MATRÍCULA: EXERCÍCIOS SOBRE SISTEMÁTICA

MATRÍCULA: EXERCÍCIOS SOBRE SISTEMÁTICA MATRÍCULA: Lista de Exercícios: Introdução à Biologia Evolutiva Código 125806 SOBRE SISTEMÁTICA 1) Analise a seguinte matriz de dados sobre características de cinco gêneros de dinossauros e construa um

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º. ALUNO(a): Atividade

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º. ALUNO(a): Atividade GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º ALUNO(a): Atividade No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Filogenia e Filogenômica manhã

Filogenia e Filogenômica manhã Filogenia e Filogenômica manhã Objetivo da aula de hoje Introduzir conceitos e princípios básicos que norteiam a sistemática Por que do uso de sequências de moléculas para sistemática Prática de alinhamento

Leia mais

A Origem da Vida. Dr. Adonai Fineza

A Origem da Vida. Dr. Adonai Fineza A Origem da Vida Dr. Adonai Fineza Reflexões Mesmo nas minhas reflexões mais profundas, eu nunca fui ateu o suficiente para chegar a negar a existência de Deus. Charles Darwin (1809 1882). Ciência: observação,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 1. - Reconhecer a importância das teorias para explicação da evolução biológica.

PLANO DE TRABALHO 1. - Reconhecer a importância das teorias para explicação da evolução biológica. FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FUNDAÇÃO CECIERJ / CONSÓRCIO CEDERJ PROFESSOR/CURSISTA: ANA CRISTINA SANTOS FERREIRA MANHÃES COLÉGIO: COLÉGIO ESTADUAL NILO FERNANDES PEREIRA

Leia mais

As Teorias Evolutivas. Princípios da Teoria de Lamarck. Fundamentos da Evolução Biológica. Ideias Evolucionistas - Lamarckismo

As Teorias Evolutivas. Princípios da Teoria de Lamarck. Fundamentos da Evolução Biológica. Ideias Evolucionistas - Lamarckismo Fundamentos da Evolução Biológica As Teorias Evolutivas Várias teorias evolutivas surgiram, mas destacam-se se as teorias de Lamarck e de Darwin. O EVOLUCIONISMO, OU TEORIA DA EVOLUÇÃO, É A EXPLICAÇÃO

Leia mais

Biologia. Regras de Nomenclatura Biológica. Professor Enrico Blota.

Biologia. Regras de Nomenclatura Biológica. Professor Enrico Blota. Biologia Regras de Nomenclatura Biológica Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia REGRAS DE NOMENCLATURA BIOLÓGICA SISTEMÁTICA E OS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS Sistemática

Leia mais

EVOLUÇÃO. Prof. Gilmar Marques

EVOLUÇÃO. Prof. Gilmar Marques EVOLUÇÃO 1 As teorias evolucionistas Nosso planeta apresenta uma imensa variedade de espécies, vivendo nos mais diferentes habitats. A Teoria da evolução tenta explicar como isso torno-se possível. 2 Fixismo

Leia mais

Ciências 7º ANO Professora: Gabriela Ferreira

Ciências 7º ANO Professora: Gabriela Ferreira Ciências 7º ANO Professora: Gabriela Ferreira Filo Molusca O nome vem do latim mollis = Mole Invertebrados não segmentados Alguns possuem conchas calcárias que protegem o seu corpo Existem cerca de 100

Leia mais

ENCCEJA RESUMO. O que é biodiversidade. Biodiversidade. Natureza 1. Ponto crítico

ENCCEJA RESUMO. O que é biodiversidade. Biodiversidade. Natureza 1. Ponto crítico O que é biodiversidade RESUMO Biodiversidade A biodiversidade é a variedade de seres no planeta terra. Sua importância está na variedade de relações ecológicas que podem ser criadas, na disponibilidade

Leia mais

A Teoria Evolutiva no século XXI

A Teoria Evolutiva no século XXI A Teoria Evolutiva no século XXI Theodozius Dobzhansky - 1973 Nada em biologia faz sentido, exceto à luz da Evolução Professor Fabrício R Santos fsantos@icb.ufmg.br Departamento de Biologia Geral, UFMG

Leia mais

Departamento de Biodiversidade Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto

Departamento de Biodiversidade Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Biodiversidade Evolução e Meio Ambiente Universidade Federal de Ouro Preto Prof. Dr. Roberth Fagundes roberthfagundes@gmail.com cladograma Como descobrir a filogenia de uma grupo? relações

Leia mais

Teorias evolucionistas

Teorias evolucionistas Teorias evolucionistas A vida em evolução Se o problema da origem da vida não tem resposta definitiva, há muitos estudos tentando resolver outra questão levantada pela biogênese: se todo ser vivo se origina

Leia mais

Lista de Recuperação Não rasure os testes, não use branquinho à tinta.

Lista de Recuperação Não rasure os testes, não use branquinho à tinta. Data: /10/14 Bim.: 3º Nome: 9 ANO Nº Disciplina: Biologia Professora: Ângela Valor da Prova / Atividade: 2,0 Nota: Objetivo / Instruções: Lista de Recuperação Não rasure os testes, não use branquinho à

Leia mais

MOLUSCOS FILO MOLUSCA

MOLUSCOS FILO MOLUSCA MOLUSCOS FILO MOLUSCA CARACTERIZAÇÃO São animais de corpo mole predominantemente marinhos, embora existam espécies de água doce e terrestre. Alguns se deslocam livremente enquanto outros são sésseis.

Leia mais

Módulo 3: EVIDÊNCIAS DA EVOLUÇÃO BIOLÓGICA. Profa. Ângela Dauch

Módulo 3: EVIDÊNCIAS DA EVOLUÇÃO BIOLÓGICA. Profa. Ângela Dauch Módulo 3: EVIDÊNCIAS DA EVOLUÇÃO BIOLÓGICA Profa. Ângela Dauch O conceito de evolução biológica Todos os seres vivos do planeta descendem de organismos muito simples, que surgiram há mais de 3 bilhões

Leia mais

O REGISTRO FÓSSIL E O NEODARWINISMO

O REGISTRO FÓSSIL E O NEODARWINISMO VI Seminário - A Filosofia das Origens Campina Grande, PB - Outubro de 2008 O REGISTRO FÓSSIL E O NEODARWINISMO Marcos Natal de Souza Costa UNASP-SP Pressupostos básicos do Neodarwinismo A evolução é um

Leia mais

R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo.

R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo. 1) Qual a origem da palavra Nematelminto? R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo. 03) Qual o nome da doença

Leia mais

PAULO EDUARDO BRANDÃO, PhD DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA E SAÚDE ANIMAL FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNIVERSIDADE

PAULO EDUARDO BRANDÃO, PhD DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA E SAÚDE ANIMAL FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNIVERSIDADE CONCEITOS EM EPIDEMIOLOGIA E FILOGENIA MOLECULARES PAULO EDUARDO BRANDÃO, PhD DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA E SAÚDE ANIMAL FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNIVERSIDADE DE

Leia mais

EVOLUÇÃO 3ª Série/ Turma

EVOLUÇÃO 3ª Série/ Turma SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS DIRETORIA DE ENSINO, INSTRUÇÃO E PESQUISA COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS

Leia mais

MOLUSCOS. Alguns representantes. Lula Polvo Sépia. mariscos Náutilo Quíton

MOLUSCOS. Alguns representantes. Lula Polvo Sépia. mariscos Náutilo Quíton MOLUSCOS MOLUSCOS Representantes: Lulas, Polvos, lesmas, caracóis, mariscos, ostras, mexilhões, sépias, náutilos, quíton. Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal (112.000 espécies).

Leia mais

Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu

Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu Aula 3 Evidências do mundo natural: a origem da vida Wesley R. Silva e José Luiz F. Rodrigues Escola Bíblica de Adultos Agosto Setembro 2014 A hipótese naturalista

Leia mais

Diversidade Biológica. A Classificação biológica. Conceitos de espécie. Classificação: Categorias

Diversidade Biológica. A Classificação biológica. Conceitos de espécie. Classificação: Categorias Diversidade Biológica A Classificação biológica Conceitos de espécie Classificação: Categorias Compreender a origem do padrão de semelhanças e diferenças Mora et al 2011 1.233.500 espécies descritas 8,74

Leia mais

Sistemática e biogeografia

Sistemática e biogeografia Sistemática e biogeografia Prof. Dr. Fernando Santiago dos Santos fernandoss@ifsp.edu.br www.fernandosantiago.com.br (13) 8822-5365 Aula 3 Escolas gradista (evolutiva), fenética (numérica) e cladista (filogenética)

Leia mais

Revisão - Biologia Genética

Revisão - Biologia Genética Profº Leonardo Eduardo Ferreira Fozdo Iguaçu, 28 de Outubro, 2017. Revisão - Biologia Genética Embriologia, Classificação e Sistemática Filogenética. Sistemática inventariar, descrever e classificar a

Leia mais

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula.

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula. 01 - (ENEM) Uma vítima de acidente de carro foi encontrada carbonizada devido a uma explosão. Indícios, como certos adereços de metal usados pela vítima, sugerem que a mesma seja filha de um determinado

Leia mais

Taxonomia e Nomenclatura. Aula nº49 e 51 4 e 9 Fev 09 Prof. Ana Reis

Taxonomia e Nomenclatura. Aula nº49 e 51 4 e 9 Fev 09 Prof. Ana Reis Taxonomia e Nomenclatura Aula nº49 e 51 4 e 9 Fev 09 Prof. Ana Reis Actualmente, as classificações biológicas são ainda influenciadas pelo trabalhos de Aristóteles, mas sobretudo pelos de Lineu, que é

Leia mais

Descreve a história da vida na Terra Investiga os processos responsáveis por essa história

Descreve a história da vida na Terra Investiga os processos responsáveis por essa história Aula 1 Evolução Biologia Evolutiva x Evolução Biológica O termo Evolução biológica refere-se ao processo de modificação e surgimento das espécies na Terra Biologia Evolutiva refere-se à disciplina que

Leia mais

COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA Disciplina: Biologia

COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA Disciplina: Biologia COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA Disciplina: Biologia Professor(a): Mauro Rezende Tavares Data: 06/03/2013 Exercícios Filogenia geral e animal Aluno: Nº Série/Turma: 2 a Série EM Questão 01 - (FUVEST

Leia mais

Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 A primeira forma de vida na Terra foi um ser unicelular, que surgiu há 3,6 bilhões de anos

Leia mais

Atividade 1 Seres Vivos

Atividade 1 Seres Vivos Atividade 1 Seres Vivos Coletar seres vivos encontrados em casa, na rua ou na escola. Colocar dentro de um pote de vidro fechado. Entregar dia: 31/03/2016 Atividade 2 Classificação dos alunos do 7º Criaremos

Leia mais

3ª Estevam Bravo. 2ª Série E.M. Biologia. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

3ª Estevam Bravo. 2ª Série E.M. Biologia. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Biologia 3ª Estevam Bravo 2ª Série E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C2 - LER, ARTICULAR E INTERPRETAR SÍMBOLOS E CÓDIGOS EM DIFERENTES LINGUAGENS: SENTENÇAS, EQUAÇÕES, ESQUEMAS, DIAGRAMAS,

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA. Licenciatura em Ciências USP/ Univesp. Sônia Godoy Bueno Carvalho Lopes Fanly Fungyi Chow Ho

NOÇÕES BÁSICAS DE SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA. Licenciatura em Ciências USP/ Univesp. Sônia Godoy Bueno Carvalho Lopes Fanly Fungyi Chow Ho NOÇÕES BÁSICAS DE 4 SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA TÓPICO Sônia Godoy Bueno Carvalho Lopes Fanly Fungyi Chow Ho 4.1 Introdução 4.2 Escolas de classificação baseadas em princípios evolutivos 4.3 O método filogenético

Leia mais

Árvores Filogenéticas. Cladogramas 06/06/2012. Nomenclaturas

Árvores Filogenéticas. Cladogramas 06/06/2012. Nomenclaturas Cladogramas Cladogramas - relações filogenéticas apenas entre os táxons terminais evidenciadas por sinapomorfias (as conexões são artifícios gráficos indicando uma história comum). Nunca inclui indicação

Leia mais

Evidências da evolução

Evidências da evolução Evidências da evolução Como surgiu a enorme diversidade de seres vivos que observamos? Diversas sociedades ofereceram explicações para a diversidade dos seres vivos Assim como outros fenômenos naturais,

Leia mais

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos Moluscos Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos tamanhos, formas e cores. Muitas vezes, se tornam

Leia mais

Disponível em: < (Adaptado). Acesso em: 09 set

Disponível em: <   (Adaptado). Acesso em: 09 set 1 2 1. (G1 - cftmg 2016) Há 60 anos, Alexander Fleming observou que sua cultura de Staphylococcus aureus temível bacilo que causa infecção generalizada estava contaminada pelo fungo Penicillium notatum.

Leia mais

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos Moluscos Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos tamanhos, formas e cores. Muitas vezes, se tornam

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Ciências Ano: 7º - Ensino Fundamental Professor: Bernardo Dias

Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Ciências Ano: 7º - Ensino Fundamental Professor: Bernardo Dias Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Ciências Ano: 7º - Ensino Fundamental Professor: Bernardo Dias Ciências Atividades para Estudos Autônomos Data: 3 / 4 / 2017 Aluno(a): N

Leia mais

BIOLOGIA Origem da Vida

BIOLOGIA Origem da Vida Origem da Vida Módulo 2 Página 13 à 28 Uma coisa é desejar ter a verdade ao nosso lado, outra é desejar sinceramente estar ao lado da verdade. (Richard Whately) Questões mais antigas da humanidade: Questões

Leia mais

Evolução Biológica - I. Prof. Pablo Paim Biologia

Evolução Biológica - I. Prof. Pablo Paim Biologia Evolução Biológica - I Prof. Pablo Paim Biologia Organismos se adaptam ao ambiente?! O homem veio do macaco?! Organismos mais evoluídos!? Ser evolucionista é ser ateu?! O processo de evolução biológica

Leia mais

Disciplina: Biologia

Disciplina: Biologia E.E. José Mamede de Aquino 1º ano do Ensino Médio 1º Bimestre - 2018 Disciplina: Biologia Prof. Me. Antonio Fernandes dos Santos Introdução a biologia: - O que é ciência - Método científico - O que é biologia

Leia mais

Sitemática. Dannubia Bastos

Sitemática. Dannubia Bastos Sitemática aula 01 Dannubia Bastos Sistemática Estuda a biodiversidade Variações existentes entre os seres vivos Objetivos Descrever a biodiversidades em catálogos Batizar com nomes científicos (padronização)

Leia mais

Filo Mollusca (Moluscos)

Filo Mollusca (Moluscos) Do latim, mollis = mole Animais de corpo mole, geralmente protegidos por uma concha calcária. Vivem em quase todos os ambientes (dulcícolas, marinhos e terrestres) Maioria de vida livre O filo possui 150

Leia mais

MOLUSCOS CARACTERÍSTICAS GERAIS

MOLUSCOS CARACTERÍSTICAS GERAIS MOLUSCOS ANELÍDEOS MOLUSCOS CARACTERÍSTICAS GERAIS o Animais de corpo mole, geralmente protegidos por concha calcária ou valva. o Podem ser: univalves ou gastrópodes, bivalves e cefalópodes. o Constituem

Leia mais

macroevolução Strata Fossilização Macroevolução Macroevolução: Como as espécies e grupos evoluem? Interpretando o registro fóssil

macroevolução Strata Fossilização Macroevolução Macroevolução: Como as espécies e grupos evoluem? Interpretando o registro fóssil macroevolução Strata Datação de fósseis (relativa, absoluta) radioisótopos taxa de declínio Fossilização registro incompleto organismos (partes duras/moles) hábitat acesso Interpretando o registro fóssil

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 9 Classificação biológica 7º anos 2º período

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 9 Classificação biológica 7º anos 2º período CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII Listas 9 Classificação biológica 7º anos 2º período - 2012 01 - Em uma área de transição entre a mata atlântica e o cerrado, são encontrados o pau-d arco (Tabebuia

Leia mais

ORIGEM DAS ESPÉCIES Principais teorias DISCIPLINA: BIOLOGIA UNIDADE: EVOLUÇÃO PROFESSORA: CRISTINA DE SOUZA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

ORIGEM DAS ESPÉCIES Principais teorias DISCIPLINA: BIOLOGIA UNIDADE: EVOLUÇÃO PROFESSORA: CRISTINA DE SOUZA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO ORIGEM DAS ESPÉCIES Principais teorias DISCIPLINA: BIOLOGIA UNIDADE: EVOLUÇÃO PROFESSORA: CRISTINA DE SOUZA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PRINCIPAIS TEORIAS DA ORIGEM DAS ESPÉCIES ABIOGÊNESE OU GERAÇÃO ESPONTÂNEA:

Leia mais

INTRODUÇÃO A EVOLUÇÃO

INTRODUÇÃO A EVOLUÇÃO Definição: INTRODUÇÃO A EVOLUÇÃO Evolução biológica, em termos simples, é descendência com modificação. Essa definição engloba evolução em pequena escala (mudanças em frequência gênica em uma população

Leia mais

ZOOLOGIA. Classificação. Filogenia. Animal

ZOOLOGIA. Classificação. Filogenia. Animal ZOOLOGIA Classificação e Filogenia Animal Diversidade de formas Compreensão da origem do padrão de semelhanças e diferenças Teoria da Evolução Diversidade animal não é ilimitada Diversidade Biológica...

Leia mais

Professor(a):Flávio Borges

Professor(a):Flávio Borges Professor(a):Flávio Borges LISTA: 01 2ªsérie Ensino Médio Turma:A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: DIA: 2018 MÊS:02 QUESTÃO 0 1) (Unicamp/2017) O cladograma abaixo representa relações evolutivas

Leia mais

MOLUSCOS E ARTRÓPODES

MOLUSCOS E ARTRÓPODES MOLUSCOS E ARTRÓPODES MÓDULO 5 ZOOLOGIA MOLUSCOS E ARTRÓPODES O filo Mollusca é o filo dos caracóis, caramujos e lesmas. Estes animais possuem sistema nervoso ganglionar, sistema circulatório aberto, sistema

Leia mais

EVOLUÇÃO no princípio. pio éramos um...

EVOLUÇÃO no princípio. pio éramos um... EVOLUÇÃO no princípio Como surgiu o universo? E o planeta Terra? Quando apareceu a vida? 4,5 biliões de anos Bola de fogo Muitos vulcões Cinzas Poeiras Tectónica de placas Ano 2009 Planeta Azul: a Terra...

Leia mais

Cefalópodos: polvo. Gastrópodos: caramujo, lesma. Bivalvos: Marisco. Moluscos espécies e espécies fósseis

Cefalópodos: polvo. Gastrópodos: caramujo, lesma. Bivalvos: Marisco. Moluscos espécies e espécies fósseis Bivalvos: Marisco Gastrópodos: caramujo, lesma Cefalópodos: polvo Moluscos 50.000 espécies e 35.000 espécies fósseis Monoplacófora: neopilina Escafópoda: dentálio Poliplacófora: quíton Características:

Leia mais

Taxonomia e Sistemática

Taxonomia e Sistemática DISCIPLINA: Biologia II DATA: 22/02/2017 Taxonomia e Sistemática 01 - Um estudante de biologia anotou em uma tabela algumas características de quatro espécies vegetais: A partir desses dados, pode-se dizer

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS P1-3º BIMESTRE 6º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Compreender o conceito de solo e sua formação; Identificar as

Leia mais

Diversidade Biológica e Filogenia

Diversidade Biológica e Filogenia Noções básicas de sistemática filogenética4 Sônia Godoy Bueno Carvalho Lopes Fanly Fungyi Chow Ho Daniel Lahr Paula Turrini 4.1 Introdução 4.2 Escolas de classificação baseadas em princípios evolutivos

Leia mais

identificar características da espécie humana comuns aos demais seres vivos;

identificar características da espécie humana comuns aos demais seres vivos; Roteiro de Ação 2 Duração prevista: 100 minutos Roteiro de Ação Assunto: Evolução Objetivos: identificar características da espécie humana comuns aos demais seres vivos; compreender que a presença dessas

Leia mais

MOLUSCOS. Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal ( espécies). » Alguns representantes.

MOLUSCOS. Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal ( espécies). » Alguns representantes. MOLUSCOS MOLUSCOS Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal (112.000 espécies).» Alguns representantes Lula Polvo Sépia mariscos Náutilo Quíton Características Corpo

Leia mais

Nematelmintos - Filo Nematoda

Nematelmintos - Filo Nematoda Nematelmintos - Filo Nematoda São vermes de corpo alongado e cilíndrico Apresentam simetria bilateral e são triblásticos, pseudocelomados e protostômios O pseudoceloma promove: espaço para órgãos internos,

Leia mais

Teorias Evolucionistas. Lamarck Darwin Neodarwinismo

Teorias Evolucionistas. Lamarck Darwin Neodarwinismo Teorias Evolucionistas Lamarck Darwin Neodarwinismo Origem da Vida pode ser explicada pela Teoria Fixista defende que as espécies são imutáveis Teoria Evolucionista defende que os primeiros seres eram

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ

CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ ORIGEM DO UNIVERSO, FORMAÇÃO DA VIDA NA TERRA ESTUDANDO FÓSSEIS: O CAMINHO DA EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES 1º semestre de 201 3ª feira, das 13h30 às 17h30 SANTO ANDRÉ

Leia mais

Evolução. Descobrindo o passado. O registro da evolução

Evolução. Descobrindo o passado. O registro da evolução Evolução 5 O registro da evolução Descobrindo o passado Falar sobre evolução é falar sobre a história da vida em nosso planeta, como essa vida surgiu (o que vimos na semana 2), se desenvolveu e mudou ao

Leia mais

BIODIVERSIDADE E V O L U Ç Ã O. Qual a origem de tamanha variedade de seres vivos?

BIODIVERSIDADE E V O L U Ç Ã O. Qual a origem de tamanha variedade de seres vivos? EVOLUÇÃO BIODIVERSIDADE Qual a origem de tamanha variedade de seres vivos? FIXISMO Teorias A Fixismo 9 As espécies surgiram independentemente umas das outras (tal como se conhecem hoje) e mantiveram-se

Leia mais

Noções básicas de sistemática e nomenclatura Botânica

Noções básicas de sistemática e nomenclatura Botânica Disciplina: BI62A - Biologia 2 CAMPUS LONDRINA Curso de Graduação em Engenharia Ambiental Noções básicas de sistemática e nomenclatura Botânica Profa. Dra. Patrícia C. Lobo Faria http://paginapessoal.utfpr.edu.br/patricialobo

Leia mais

Turma: 2. Responda à seguinte questão. 3. Com as opções, pequena, Big Bang, grande, Universo complete correctamente a frase:

Turma: 2. Responda à seguinte questão. 3. Com as opções, pequena, Big Bang, grande, Universo complete correctamente a frase: Escola Secundária Anselmo de Andrade 1º teste de Biologia / Geologia do 10º ano Nome: Data: Turma: Nº: 1 Complete correctamente a frase com as seguintes opções: Opções: radioactividade, impactismo, acreção,

Leia mais

Evolução e Teorias evolutivas. Aplicações e resumo dos conceitos Lamarckistas e Darwinianos

Evolução e Teorias evolutivas. Aplicações e resumo dos conceitos Lamarckistas e Darwinianos Evolução e Teorias evolutivas Aplicações e resumo dos conceitos Lamarckistas e Darwinianos O homem veio do macaco? Até meados do século 19 muitas pessoas acreditavam que os organismos surgiam com uma forma

Leia mais

Evidências da Evolução e hipóteses evolutivas:

Evidências da Evolução e hipóteses evolutivas: Evidências da Evolução e hipóteses evolutivas: Explicações para Biodiversidade: Creacionismo Ato sobrenatural fixismo Geração espontânea Vida matéria bruta Transmutação de Espécies. Uma espécie da origem

Leia mais

Enézio E. de Almeida Filho Coordenador do NBDI Núcleo Brasileiro de Design Inteligente Campinas SP Mestrando em História da Ciência PUC-SP

Enézio E. de Almeida Filho Coordenador do NBDI Núcleo Brasileiro de Design Inteligente Campinas SP Mestrando em História da Ciência PUC-SP O Convite de Darwin Enézio E. de Almeida Filho Coordenador do NBDI Núcleo Brasileiro de Design Inteligente Campinas SP Mestrando em História da Ciência PUC-SP neddy@uol.com.br Esta palestra é baseada num

Leia mais

Corpo Esses animais têm um corpo mole e não segmentado, muitas vezes dividido em cabeça (com os órgãos dos sentidos), um pé muscular e um manto que protege uma parte do corpo e que muitas vezes secreta

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA. Taxonomia ou Sistemática. Ciência de organizar, nomear e classificar organismos dentro de um sistema de classificação.

CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA. Taxonomia ou Sistemática. Ciência de organizar, nomear e classificar organismos dentro de um sistema de classificação. CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA Taxonomia ou Sistemática Ciência de organizar, nomear e classificar organismos dentro de um sistema de classificação. CLASSIFICAÇÃO BIOLÓGICA Dois significados básicos: Processo

Leia mais

O meio ambiente e suas conexões

O meio ambiente e suas conexões Entendendo o Meio Ambiente e suas conexões Recursos Naturais Resíduos Sólidos Ecossistemas naturais x Ecossistemas humanos Fonte: Unesco/Unep/TEEP, 18, 1986. Energia Ecossistemas naturais x Ecossistemas

Leia mais

PPGECB / IB / UFMT Prova de Seleção para o Curso de Mestrado Turma 2014

PPGECB / IB / UFMT Prova de Seleção para o Curso de Mestrado Turma 2014 PPGECB / IB / UFMT Prova de Seleção para o Curso de Mestrado Turma 2014 Questão 1 A figura abaixo mostra uma árvore filogenética que reflete as relações de parentesco entre alguns animais da ordem Perissodactyla,

Leia mais

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Classificação biológica

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Classificação biológica Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas Zoologia de invertebrados I Classificação biológica Prof: Biólogo Luiz A.B. Mello Lula 2º semestre 2011 1. Classificação Classificar = agrupar em classes.

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS 1

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS 1 CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS 1 A sistemática é a ciência dedicada a inventariar e descrever a biodiversidade e compreender as relações filogenéticas entre os organismos. Inclui a taxonomia (ciência da

Leia mais

Metabolismo dos seres vivos e gases da atmosfera FOTOSSÍNTESE & RESPIRAÇÃO

Metabolismo dos seres vivos e gases da atmosfera FOTOSSÍNTESE & RESPIRAÇÃO Metabolismo dos seres vivos e gases da atmosfera FOTOSSÍNTESE & RESPIRAÇÃO Fotossíntese Já vimos que a fotossíntese é o processo pelo qual alguns seres vivos produzem seu próprio alimento, ou seja, sintetizam

Leia mais

Bio. Semana 8. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Rebeca Khouri)

Bio. Semana 8. Rubens Oda Alexandre Bandeira (Rebeca Khouri) Semana 8 Rubens Oda Alexandre Bandeira (Rebeca Khouri) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Evolução biológica e Sistemática dos seres vivos

Evolução biológica e Sistemática dos seres vivos Biologia e Geologia 11º ano Unidade 7 Evolução biológica e Sistemática dos seres vivos 2016 A Origem da Vida Dos procariontes aos eucariontes A célula procariótica Sem membrana nuclear Sem organitos membranares

Leia mais

Classificação dos Seres Vivos. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Classificação dos Seres Vivos. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Classificação dos Seres Vivos. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Classificação dos Seres Vivos. Biodiversidade conjunto de todas as espécies de seres vivos. número de espécies não é fixo. varia ao

Leia mais

- É considerado fóssil qualquer indício da presença de organismos que viveram em tempos remotos da Terra;

- É considerado fóssil qualquer indício da presença de organismos que viveram em tempos remotos da Terra; - É considerado fóssil qualquer indício da presença de organismos que viveram em tempos remotos da Terra; - A fossilização é um processo raro e ocorre principalmente com as partes duras dos organismos

Leia mais