CLASSE DAS PALAVRAS. 58. Assinale a opção em que a inversão da ordem dos termos altera o sentido fundamental do enunciado:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CLASSE DAS PALAVRAS. 58. Assinale a opção em que a inversão da ordem dos termos altera o sentido fundamental do enunciado:"

Transcrição

1 CLASSE DAS PALAVRAS 58. Assinale a opção em que a inversão da ordem dos termos altera o sentido fundamental do enunciado: a) era uma poesia simples / era uma simples poesia; b) possuía um sentimento vago / possuía um vago sentimento; c) olhava uma parasita mimosa / olhava uma mimo saparasita; d) havia um contraste incrível / havia um incrível contraste; 59. Qual a palavra ou expressão grifada que não tem valor adjetivo: a) Vontade de mudar as cores do vestido tão feias. b) De minha pátria, de minha pátria sem sapatos. c) Vi minha humilde morte cara a cara. d) Fiquei simples, sem fontes e) Em longas lágrimas amargas. 60. A expressão sublinhada em Há um quer que seja de satânico na pupila da onça funciona como: a) substantivo; b) adjetivo; c) advérbio; d) pronome; e) verbo. 61. Em algumas gramáticas, o adjetivo vem definido como sendo a palavra que modifica o substantivo. Assinale a alternativa em que o adjetivo sublinhado CONTRARIA a definição: a) encontrei a linda moça; b) ali só vi gente feliz; c) quarto limpo é outra coisa; d) tomar sorvete é gostoso; e) ele é um homem cruel. 62. Em Os brasileiros marinheiros têm ocasião de conhecer o mundo todo, a classe da palavra grifada é: a) adjetivo; b) locução adjetiva;. c) pronome adjetivo; d) substantivo; e) adjetivo pátrio 1

2 63. Assinale a opção em que a locução destacada tem valor adjetivo: a) comprou papel de seda; b) cortou-o com amor; c) mudava de cor; d) gritava com maldade; e) salteou-o com atiradeiras. 64. Aponte a dupla de adjetivos uniformes: a) comum - incolor; b) impostor - inferior; c) são - cortês; d) hebreu - palerma; e) feliz - ancião. 65. Assinale a opção em que ambos os termos não admitem flexão de gênero: a) inglesa pálida; b) jovem leitor; c) alguns mestres; d) semelhante criatura; e) moça ideal. 66. Assinale o substantivo sobre-comum: a) mártir; b) cliente; c) lápis; d) garoto; e) cônjuge. 67. Substantivo que admite dois plurais: a) verão; b) cristão; e) irmão. c) desvão; d) demão; 68. Assinale a alternativa em que ocorre o emprego adequado do artigo antes dos substantivos: a) o sósia, o elipse, a omoplata b) a champanha, o telefonema, a motocicleta; c) o anátema, o diabete, o saca-rolhas; d) o cal, o formicida, a libido; e) o lança-perfume, a cataplasma, a dó. 2

3 69. O par de vocábulos que pertencem ao gênero masculino é: a) telefonema, champanha; b) aguardente, elipse; c) testemunha, clã; d) sósia, dinamite; e) cal, guaraná. 70. Indique o grupo de vocábulos que só admitem o : a) cal, dó, sentinela; b) contralto, eczema, aluvião; c) hosana, apêndice, apendicite; d) telefonema, eclipse, afã; e) trama, elipse, omoplata. 71. Assinale o par de vocábulos que formam o plural como bênção e povo, respectivamente (no segundo vocábulo, considere também a ocorrência ou não de mudança de timbre da vogal tônica): a) irmão / osso; b) alemão / ovo; c) balão / fogo; d) órgão / piloto; e) botão / cachorro. 72. Assinale o par de vocábulos que formam o plural como balão e caneta-tinteiro, respectivamente: a) vulcão / abaixo-assinado; b) questão / manga-rosa; c) razão / guarda-chuva; d) irmão / salário-família; e) bênção / papel-moeda. 73. Assinale a alternativa em que as formas do plural de todos os substantivos se apresentam de maneira CORRETA: a) animalzinhos, vaivéns, salvos-condutos, vai-voltas; b) afazeres, frutas-pão, pé-de-moleques, peixe-bois; c) bens-amados, cidadãos, barris, cachorro-quentes; d) alto-falantes, coraçãozinhos, espadas, víveres; e) vai-volta, pasteizinhos, salvo-condutos, beija-flores. 3

4 74. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da frase: Os anunciaram que os JOGOS DE OUTUBRO foram bem sucedidos, evidenciando, também, a presença de atletas nas competições. a) alto-falantes - muito - bastantes; b) alto-falantes - muito - bastante; c) altos-falantes - muitos - bastantes; d) altos-falante - muito - bastante; e) alto-falante - muito - bastante. 75. Marque a alternativa formada de vocábulos compostos cujo último elemento é o único a flexionar-se: a) saca-rolha, surdo-mudo, azul-escuro; b) guarda-florestal, pára-raio, abaixo-assinado; c) beija-flor, segunda-feira, todo-poderoso; d) guarda-civil, pró-reitor, agro-pastoril; e) guarda-roupa, anglo-americano, verde-claro. 76. Assinale a opção que caracteriza corretamente o plural de copo-d água, obraprima e Decreto-Lei. a) copos-d água, obra-primas, decreto-leis; b) copos-d água, obras-prima, decretos-lei; c) copo-d águas, obras-primas, decretos-leis; d) copos-d água, obras-primas, decretos-lei; e) copos-d águas,obras-primas, decretos-leis. 77. Assinale a única alternativa em que há plural mal formado: a) anão - anões; b) júnior - júniors; c) açúcar - açúcares; d) espécimen - especímenes; e) cidadão - cidadãos. 78. Assinale a série de nomes masculino, feminino e masculino. a) tribo, eclipse, tabu; b) telefonema, alvará, elipse; c) bílis, rês, ágape; d) fibroma, poema, perdiz; e) anátema, cal, estratagema. 79. A palavra caminhãozinho, no grau diminutivo, nos recorda, a propósito, que são válidas todas as considerações abaixo sobre esse assunto (diminutivo) menos uma. Aponte a exceção: a) O plural de caminhãozinho é caminhõezinhos, como o de anelzinho é aneizinhos; 4

5 b) além de expressar o tamanho diminuído do ser, pode a forma diminutiva expressar emoções ou sentimentos de diversas naturezas: carinho (mãezinha), ironia (santinho), depreciação (padreco), etc. c) em certos adjetivos, sufixos característicos do diminutivo podem expressar verdadeiro superlativo (certinho); d) encontramos, em português, diversos sufixos caracterizadores do diminutivo. Entre eles, a forma ote ( frangote, saiote, rapazote; etc ); e) têm sentido pejorativo os diminutivos corpúsculo, livreco. 80. Eu vou-me embora pra Pasárgada, a palavra grifada é: a) palavra de realce; b) palavra de inclusão; c) conjunção subordinativa; d) advérbio; e) preposição. 81. As expressões sublinhadas correspondem a um advérbio, EXCETO em: a) aparecia aqui vez por outra; b) durante o discurso, manteve-se em silêncio; c) não disse com certeza se virá. d) afirmo-lhe que não o vi frente a frente; e) as ações do homem são imprevisíveis. 82. Empregue mal ou mau: 1. Ele não é um sujeito tão assim. 2. Acontece, porém, que ela se acostumou. 3. Ele é um elemento. 4. Ela vai se dar. 5. O aluno foi nos exames. A alternativa que preenche adequadamente as lacunas é: a) mau, mau, mal, mal, mau; b) mal, mau, mau, mal, mal; c) mal, mal, mau, mal, mal; d) mau, mal, mau, mal, mal; e) mau, mau, mau, mal, mal. 83. O adjetivo da expressão mau destino está corretamente empregado, EXCETO em: a) falar no mau, preparar o pau; b) desde cedo revelou-se um mau elemento; c) durante a festa, ele teve um mau proceder; d) não desejes mau a quem é teu amigo; e) escorregou e caiu de mau jeito. 5

6 84. No trecho - e usei deles como me pareceram quadrar melhor com o que eu pretendia exprimir, os vocábulos sublinhados se classificam respectivamente como: a) conjunção / advérbio; b) conjunção / adjetivo; c) advérbio / adjetivo; d) preposição / advérbio; e) preposição / adjetivo. 85. As palavras que vêm sublinhadas estão corretamente classificadas, EXCETO na alternativa: a) os que protestarem, serão presos (pronome demonstrativo); b) muitos choravam de alegria (pronome indefinido); c) provavelmente irei a tua casa (advérbio de modo); d) não sabemos se haverá exames (conjunção integrante); e) ainda que se desculpe, não lhe perdoarei (conjunção concessiva). 86. Assinale a opção em que houve erro, ao se substituir a expressão sublinhada pelo pronome pessoal oblíquo: a) e faziam coisas incríveis = e faziam-nas; b) onde as pessoas deveriam guardar seu dinheiro = onde as pessoas deveriam guardá-lo; c) teci cobertor com canto de canarinho = teci-o com canto de canarinho; d) dei poderes aos sapateiros = dei-lhes poderes; e) visitou cada menino = visitou-lhe. 87. Assinale a opção em que houve erro, ao se substituir a expressão sublinhada pelo pronome oblíquo: a) antecederam a Segunda Guerra Mundial / antecederam-lhe; b) iniciando a série de science-fiction / iniciando-a; c) procuraram descrever a sociedade do futuro /procuram descrevê-la; d) presenciava todos os atos individuais / presenciava-os; e) caracterizam as modificações / caracterizam-nas 88. Preencha as lacunas das frases abaixo com os respectivos pronomes, assinalando a opção certa: 1. De presente, deu-lhe um livro para ler. 2. De presente, deu um livro para. 3. Nada mais há entre e você. 4. Sempre houve entendimento entre e ti. 5. José, espere, vou. 6

7 a) ele, mim, eu, eu, comigo; b) ela, eu, mim, mim, eu, consigo; c) ela, mim, mim, mim, com você; d) ela, mim, eu, eu, com você; e) ela, mim, eu, mim,consigo. 89. Assinale a frase incorreta: a) espero que você leve consigo o passaporte: b) já houve discussões graves entre ti e mim; c) cada um faça por si mesmo a redação; d) sem ti e mim poucas coisas se fariam nesta casa; e) Carlos, desejo falar consigo um instante. 90. Assinale a alternativa que completa corretamente as frases abaixo, respectivamente: 1. Os gritos chegaram até. 2. Entre você e há grande diferença de idade. 3. Entregou as fotografias para selecionar as melhores. 4. É muito difícil para ler durante a noite. 5. Minha irmã deixou a louça para lavar. a) mim, mim, eu, mim, eu: b) eu, eu, mim, mim, eu; c) mim, mim, eu, mim, eu: d) eu, mim, eu, eu, eu: e) mim, eu, mim, eu, mim. 91. Use LHE e não O: a) vigiava durante muitas horas; b) desejo tudo de bom; c) encarreguei de apanhar o livro; d) incumbi de informar aos alunos; e) proibi de sair da sala Assinale o item em que há erro quanto ao emprego dos pronomes SE, SI ou CONSIGO: a) feriu-se, quando brincava com o revólver e o virou para si; b) ela só cuida de si; c) quando V.Sª. vier, traga consigo a informação; d) ele se arroga o direito de vetar tais artigos; e) espere um momento, pois tenho de falar consigo. 7

8 93. Marque a frase que NÃO apresenta erro de regência verbal: a) não lhe amo mais; b) prefiro andar do que ficar parado; c) a verdade é que eu lhe quero muito bem; d) não irei onde me mandares; e) sempre lhe vejo no mesmo lugar. 94. Assinale o item que indica as palavras que completam as lacunas: Se você o gato, meu filho, mais cauteloso a) rever - sê; b) rever - seja; c) revir - sê; d) revir -seja; e) revir - sejai. 95. Em todos os versos, o pronome sublinhado está corretamente classificado, EXCETO em: a) estavam todos dormindo / estavam todos deitados/ dormindo profundamente : demonstrativo; b) ela, a vida, a respondeu / com sua presença viva : possessivo; c) - Severino retirante, / deixe agora que lhe diga : pessoal; d) há uma água clara que cai sobre pedras escuras / e que pelo som, deixa ver como é fria. : relativo; e) onde, estava o teu perfume? Ninguém soube. : indefinido. 96. Em vários milhões de crianças a classe da palavra grifada encontra correspondência a) isto é demonstração de força; b) não diga semelhante coisa; c) minhas amigas sabem das coisas; d) que maravilhosa! e) que problema! 97. Em... ajudou alguém a se reconciliar consigo mesmo... a palavra sublinhada é: a) palavra de repetição; b) pronome de reforço; c) pronome reflexivo; d) palavra expletiva; e) adjetivo. 98. Em Tenho uma amiga que certa vez... a palavra sublinhada é: a) advérbio de tempo; b) pronome adjetivo indefinido; c) pronome adjetivo relativo; 8

9 d) pronome substantivo indefinido; e) pronome adjetivo demonstrativo. 99. Assinale a opção em que a palavra só NÃO se classifica como em...só os pretos faziam as compras para o jantar ou andavam no ganho. a) o preto só queria passear pela cidade; b) desejávamos só que os pretos ficassem concentrados; c) os pretos viviam só para jantar ou para dormir; d) só havia pretos na cidade de São Luís do Maranhão; e) o preto iria só, apesar do calor Em... a folha permanece meio escrita... meio é: a) advérbio; b) numeral; c) substantivo; d) pronome indefinido; e) adjetivo Na oração certos amigos não chegam a ser jamais amigos certos, o termo grifado é sucessivamente: a) adjetivo e pronome; b) pronome pessoal e pronome relativo; c) pronome indefinido e adjetivo; d) pronome adjetivo e pronome indefinido; e) adjetivo anteposto e adjetivo posposto Assinale a opção que preenche corretamente os espaços no enunciado: Graciliano Ramos, Rachel de Queiroz e Carlos Drummond de Andrade são expoentes máximos em vossas letras, porém dedicaram-se ao romance e à poesia. a) aquelas - esse; b) aquelas - este; c) aqueles - este; d) aqueles - esse; 103. Assinale, entre as frases abaixo, o exemplo que mostra construção errada no emprego de este / esta / isto ; esse / essa / isso e aquele / aquela /aquilo : a) passe-me esse livro que está perto de você; b) já lhe darei este livro que estou folheando; c) são esses dias que estamos atravessando; d) aos cinco anos entrei para a escola; desde esse tempo vivo estudando sem parar; e) Naquele tempo contava apenas uns quinze anos... 9

10 104. Assinale, entre os exemplos abaixo, aquele em que se deveria usar este ou neste, em vez de esse ou nesse: a) ouvi-o atentamente. E, nesse instante, compreendi-me melhor; b) Inda palpita aqui, nesse peito, o coração, naquele meigo abraço; c) a serpente extravasara a peçonha. E contra esse comum inimigo se ajudaram mutuamente o homem e o cão; d) se conhecêsseis melhor esse caminho, não teríeis errado tanto; e) tira-me esse livro daí onde estás Este é o teatro inauguração assisti e me referia na nossa conversa de ontem. A alternativa que preenche corretamente as lacunas é: a) a cuja, ao qual; b) cuja, ao qual; c) de cuja, à qual; d) à qual, sobre que; e) cuja a, na qual Assinale a única opção cuja lacuna se preenche com a preposição entre parênteses: a) trouxe os livros que precisamos (de); b) trouxe os livros que precisamos ler (de); c) trouxe os livros que eu me revoltei (de); d) trouxe os livros que nós discutimos bastante (sobre); e) trouxe os livros que não se deve prescindir(a) Assinale a alternativa cuja construção contém erro gramatical: a) estas são as regiões onde vivíamos; b) quais são os lugares a que vamos? c) eis o lugar onde vou; d) onde pensa que estamos? e) eis o lugar donde saí Assinale a opção que completa corretamente a lacuna da frase: Agora publico as poesias dei o nome de PRIMEIROS CANTOS. a) às quais; b) que; c) as que; d) à que; e) a que Assinale o único exemplo que não pode ser completado com cujo, cuja ou cujos: a) a dama em casa estivemos é poetisa; b) o funcionário por intermédio obtive isso é meu parente; c) o ídolo ante altares nos prostamos é de mármore; 10

11 d) vamos falar com a pessoa filhos são nossos colegas; e) eis os recibos de lhes falei ontem Assinale a alternativa que preenche adequadamente as lacunas: O pai, apegado moral familiar, condenou as argumentações se valeu o filho, porque desagradavam profundamente. a) com a - a que - o; b) a - com que - lhe; c) à - de que - lhe: d) a - de que - o; e) na - a que - lhe Assinale a forma verbal inaceitável em relação à norma culta da língua: a) países que revêem o conhecimento tecnológico; b) países que preveram o conhecimento tecnológico; c) países que impuseram o conhecimento tecnológico; d) países que obtém o conhecimento tecnológico; e) países que detiveram o conhecimento tecnológico Assinale a frase que não se completa adequadamente com a forma colocada entre parênteses: a) trata-se de condições especiais, convém a sociologia da ciência estudar (que); b) trata-se de condições especiais, estudo será feito pela sociologia da ciência (cujo); c) trata-se de condições especiais, deve cuidar a sociologia da ciência (de que). d) trata-se de condições especiais, devem ser investigadas pela sociologia da ciência(que); e) trata-se de condições especiais, a sociologia da ciência decerto fará referência (que) Das transformações a que se submeteu a frase - dá-lhes o brilho necessário - assinale o único caso em que não houve processo de passivação: a) deu-se-lhes o brilho necessário; b) o brilho necessário lhes será dado; c) tem-lhes dado o brilho necessário; d) seja-lhes dado o brilho necessário; e) o brilho necessário lhes teria sido dado Há emprego da voz passiva, EXCETO em: a) vende-se uma casa; b) foi batizado na igreja de são Pedro, pelo capelão; c) a resposta foi dada por João, prontamente; 11

12 d) ele teve sua residência visitada por ladrões; e) os amigos abraçaram-se cordialmente em seu reencontro Na frase Deram-lhe receita para fazer o canário cantar..., passando o verbo sublinhado para a mesma pessoa do pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo, teremos: a) têm dado; b) teriam dado; c) tiveram dado; d) tivessem dado; e) tinham dado Em Tanto que tenho falado..., a forma verbal sublinhada está no: a) pretérito mais-que-perfeito composto do subjuntivo; b) presente composto do indicativo; c) pretérito imperfeito composto do indicativo; d) pretérito perfeito composto do indicativo; e) particípio passado Assinale a flexão verbal incorreta: a) se vir o tal colega, falar-lhe-ei; b) se eu pôr o verbo no plural, erro de novo; c) se eu vier cedo, aguardo-o; d) se a duplicata estiver certa, paguem-na; e) se eu for tarde, esperem-me Marque o item que complete corretamente a frase: Aqueles que do interior a cidade grande como um mundo que lhes. a) vêem - vêm - convêm; b) vêm - vêem - convém; c) vem - vêm - convem; d) vêem - vêem - convêm; e) vêm - vem - convem Textos: Traze-me um pouco de tua lembrança, aroma perdido, saudade, da flor! - Vê que nem te digo esperança! Substituindo-se a 2ª pessoa do singular pela 2ª pessoa do plural, teremos: a) trazeis, vossa / vedes, vos; b) trazei, vossa / vede, vos; c) traga, tua / vejas, te; d) tragas, tua / vejais, te; e) tragas, vossa / vejais, vos. 12

13 120. As formas verbais sublinhadas estão corretas, EXCETO em: a) cri no que me disseste; b) valho apenas pela minha aparência? c) Antônio reouve o relógio perdido; d) se teu irmão te contradizer, escuta-o; e) as pessoas presentes intervieram para evitar brigas Texto: Seja bendito, ó céu, aquele que ama. Maldito seja, ó inferno, quem odeia! Pelo verbo sublinhado flexionam-se os relacionados abaixo, EXCETO: a) incendiar; b) variar; c) remediar; d) ansiar; e) intermediar Assinale a opção que preencha corretamente as lacunas: O técnico junto aos jogadores que se tranquilos. a) interveio mantessem; b) interveio mantivessem; c) interveio - mantesse; d) interviu - mantessem; e) interviu - mantivessem Assinale a opção que preencha corretamente as lacunas: As autoridades as diligências para que se, primeiro, certas exigências processuais. a) susteram - satisfizessem; b) sustaram - satisfizessem; c) sustiveram - satisfizesse; d) susteram - satisfizesse; e) sustaram - satisfaça Assinale a opção que preencha corretamente as lacunas: Não os olhos à contrário lucidamente e teu mundo interior luz de sua verdade. a) vendes - aprende-a - recompõe; b) vende - aprende-a - recomponha; c) venda - aprenda-a - recomponha; d) venda - aprenda-a - recompõe; e) vendas - aprenda-a - recompõe. 13

14 125. Assinale o item que apresenta o par contendo forma rizotônica / forma arizotônica: a) quero / vendido; b) canto / canta; c) vendem / fazem; d) queremos / fizemos; e) direi / faria Assinale a opção em que a forma verbal não tem valor imperativo: a) Lança teu grito ao vento da procela ; b) Bandeira - talvez rasgue-se a metralha ; c) Ergue-te, ó luz! - estrela para o povo ; d) Traze a bênção de Deus ao cativeiro ; e) Levanta a Deus do cativeiro o grito! Assinale a opção que não completa corretamente as lacunas da frase abaixo: Se um dia o Capitão Antônio Silvino um homem feliz. a) conseguir ver / vai ser; b) tivesse visto / teria sido; c) viesse a ver / iria ser; d) puder ver / tinha sido; e) chegasse a ver / ia ser Acesas é particípio adjetivo de acender, verbo chamado abundante, porque possui dupla forma no particípio ( acendido e aceso ). Essa redundância, que é geralmente no particípio, em alguns verbos ocorre em outras formas. Assim, por exemplo, é o caso de: a) coser; b) olhar; c) haver; d) vir; e) dançar Dos verbos arrolados abaixo, assinale o único que, em relação à norma culta, não apresenta duplo, particípio: a) abrir; b) morrer; c) imprimir; d) enxugar; e) eleger Complete corretamente o texto: Enquanto uns trabalhavam, outros televisão. a) se entretiam na; b) entretiam na; 14

15 c) entretinham na; d) entretinham com a; e) entretinham-se com a Em Se quiséssemos rever, porém, se eles quisessem intervir as formas verbais que completam corretamente a frase são: a) reveríamos - interviriam; b) reveremos -interviessem; c) reveria - intervissem; d) revíamos - interviam; e) revia - intervinham; 132. Há uma frase com a forma errada de imperativo. Assinale-a. a) não imponhais vossa opinião sem ouvirdes primeiro a dos outros; b) envie hoje mesmo o que lhe peço, através deste menino; c) viva eu sempre contente e nada de mal me aconteça; d) fala primeiro com o teu chefe; e) não aceita essa incumbência, Joana, pois tirará a tua liberdade A correspondência está correta, EXCETO em: a) fez (pretérito perfeito - modo indicativo); b) quis (pretérito imperfeito - modo indicativo); c) veio (pretérito perfeito - modo indicativo); d) sou (presente - modo indicativo); e) fui (pretérito perfeito - modo indicativo) Todos tinham escutado aquelas palavras. Grifou- se na frase: a) imperfeito simples (indicativo); b) imperfeito composto (indicativo); c) mais-que-perfeito simples (indicativo); d) mais-que-perfeito composto (indicativo); e) imperfeito do subjuntivo; 135. A frase negativa que corresponderia a Põe nelas, todo o incêndio das auroras é: a) não põem nela todo o incêndio das auroras; b) não ponhas nela todo o incêndio das auroras; c) não põe nela todo o incêndio das auroras; d) não ponha nela todo o incêndio das auroras; e) não pondes nela todo o incêndio das auroras. 136.Em que frase apareceu um verbo anômalo? a) várias pessoas irão ao jogo pela primeira vez. b) anseio por um pouco de paz; c) impugnou-se a partida; 15

16 d) aconteceram coisas incríveis; e) perco os anéis, mas não os dedos Assinale a alternativa que possa preencher corretamente as lacunas abaixo: Certamente (haver) muitas mulheres na reunião que tentarão, de todas as formas possíveis, (pressionar) os que se (opor) ao projeto da creche comunitária. a) haverão / pressionar / opuserem; b) haverá / pressionar / opuserem; c) haverão / pressionar / oporem; d) haverá / pressionarem / oporem; e) haverá / pressionarem / opuserem Indique a sentença em que, de acordo com a norma culta, o particípio passado está empregado inadequadamente: a) a nuvem tinha envolvido a montanha; b) haviam envolto tudo em papel, para não quebrar; c) eles tinham prendido o ladrão, mas ele escapou depois; d) todos foram presos, irremediavelmente; e) eles foram eleitos por unanimidade Indique a oração que não está na voz ativa: a) comeram toda a salada; b) comeu-se toda a salada; c) comeram tudo; d) comeu tudo; e) comeu-se muito. 140.Em Pra cantar uma cantiga / Que faça você dormir, as formas verbais são respectivamente de: a) infinitivo / presente do subjuntivo / infinitivo; b) infinitivo / imperativo / futuro do subjuntivo; c) futuro do subjuntivo / imperativo / futuro do subjuntivo; d) futuro do subjuntivo / presente do subjuntivo /infinitivo; e) infinitivo / imperativo / infinitivo; 141. Forma verbal correta: a) interviu; b) reavenha; c) precavesse; d) entretesse; e) manteram. 16

17 142.Se você e o seu amigo, talvez você esses bens. a) requisesse - intervisse - reavesse; b) requeresse -intervisse - reavesse; c) requeresse - interviesse - reouvesse; d) requeresse - interviesse - reavesse; e) requisesse - intervisse - reouvesse Alternativa com uma forma verbal incorreta: a) propusera - intervim - requereram; b) reouvemos - havia descoberto - tinha intervido; c) tendo jogado - será aceito - foi pago; d) anseia - ceara - receamos; e) creu - entreténs - argúi Assinale a opção em que a substituição da forma verbal grifada altera sensivelmente o sentido do enunciado do texto: a) não agradece: Peri nada te fez /agradeças; b) se tu morreres, a senhoria havia de chorar / haveria; c) onde é que este selvagem sem cultura aprendera a poesia simples, mas grandiosa / havia aprendido; d) onde bebera a beleza de sensibilidade / tinha bebido; e) Beta primitivo, canta a natureza na mesma linguagem da natureza / cante 145. Aponte a alternativa incorreta quanto à correspondência entre a locução e o adjetivo: a) glacial (de gelo); ósseo (de osso); b) fraternal (de irmão); argênteo (de prata); c) farináceo (de farinha); pétreo (de pedra); d) viperino (de vespa); ocular (de olhos); e) ebúrneo (de marfim); insípido (sem sabor); 146. Assinale a opção em que a palavra grifada não tem valor de adjetivo: a) um branco, velho, pedia esmolas; b) um velho, branco, pedia esmolas; c) era um dia cinzento; d) o sabão usado desbotou o verde da camisa; e) os viajantes dormiam tranquilos Assinale a opção em que os dois termos admitem flexão de número: a) bastante caminhada; b) muito importante; c) mais ritmo; d) pouco considerável; e) menos eficaz. 17

18 148. Assinale a opção em que a inversão da ordem dos termos altera o sentido fundamental do enunciado: a) havia qualquer método / havia método qualquer; b) outra importante característica / outra característica importante; c) não é o único músculo / não é o músculo único; d) impelem algum sangue / impelem sangue algum; e) como as de um regime severo / como as de um severo regime Assinale o composto cujo plural se faz como o de sempre-viva: a) beijo-de-moça; b) carta-bilhete; c) corre-corre; d) perde-ganha; e)alto-falante Assinale o composto cujo plural se faz como o de ALTO-FALANTE: a) abaixo-assinado; b) quinta-feira; c) obra-prima; d) guarda-florestal; e) cirurgião-dentista Assinale o par de vocábulos que formam o plural como cristão e corpo, respectivamente, (no segundo vocábulo, considere também a ocorrência ou não de mudanças de timbre da vogal tônica): a) pagão / acordo; b) ancião / esgoto; c) espertalhão / tijolo; d) corrimão / bolso; e) cidadão / imposto Assinale a opção em que todos os substantivos, quando no plural, apresentam mudança de timbre da vogal tônica, conforme acontece com POVO (Ô) POVOS (Ó): a) tijolo, piloto, adorno; b) ovo, pescoço, olho; c) globo, posto, bolo; d) esforço; imposto, jogo; e) osso, cachorro, transtorno Numere a segunda coluna de acordo com o significado das expressões da primeira coluna e assinale a alternativa que contém a sequência correta dos algarismos: 1) o óleo santo; 2) a relva; 3) um sacramento; 18

19 4) a ética; 5) a unidade de massa; 6) o ânimo. ( ) a moral; ( ) a crisma; ( ) o moral; ( ) o crisma; ( ) a grama; ( ) o grama. a) 6, 1, 4, 3, 5, 2; b) 6, 3, 4, 1, 2, 5; c) 4, 1, 6, 3, 5, 2; d) 4, 3, 6, 1, 2, 5; e) 6, 1, 4, 3, 2, Assinale a opção em que houve erro no uso do pronome oblíquo: a) romperam o tratado romperam-no; b) recuperarei meu dinheiro recuperá-lo-ei; c) aspiro à felicidade aspiro-lhe; d) queria pagar tudo a você queria-lhe pagar tudo; e) tenho que contar a ele verdade tenho que conta-la a ele Assinale a opção em que houve erro, ao se substituir a expressão sublinhada pelo pronome oblíquo: a) afinal, não modela o corpo / afinal, não o modela; b)...pode receber suprimento / pode recebê-lo; c) se você contrair a musculatura / se você a contrair; d) viu o acúmulo de sangue / viu-lhe o acúmulo; e) sempre afetam nocivamente o sistema circulatório/ sempre lhe afetam nocivamente Assinale a frase que não pode ser completada com o pronome indicado entre parênteses: a) levem- daqui (no); b) põe- no lugar próprio (nas); c) vi- na cidade, há dias ( lhe); d) tem- contigo? (lo); e) perdoei- imediatamente (lhe) Assinale a construção que fere a NORMA CULTA: a) trouxe a prova para mim; b) trouxe a prova para eu fazer; 19

20 c) nada houve entre mim e você; d) para mim fazer isto, foi necessária muita convicção; e) por não estar satisfeito, nada se resolveu Assinale a construção que fere a NORMA CULTA: a) o problema é conosco; b) o problema é com nós dois; c) falam mal de si mesmos; d) quero falar consigo; e) somos gratos a você Que isto fique só entre : ela disse que falaria hoje, mas não asseguro que seja verdade. A alternativa que preenche corretamente as lacunas é: a) mim e ti, contigo, lhe; b) eu e tu, consigo, lhe; c) mim e ti, contigo, te; d) eu e tu, contigo, te; e) mim e ti, com você, lhe I. Pusemos o livro na estante. II. Põe o livro na gaveta. III. Demos o livro a ele. Substituindo as palavras grifadas por um pronome oblíquo, temos: a) I - Pusemos-lo; II - Põe-lo; III - Demos-lhe; b) I - Pusemos-lo; II - Põe-no III - Demos-lhe; c) I - Pusemo-o; II - Põe-no;III - Demo-lhe; d) I - Pusemos-o; II - Põe-o; III - Demo-lhe; e) I - Pusemo-lo; II - Põe-no; III - Demos-lhe Assinale a opção que completa corretamente as lacunas da frase abaixo: O movimento do sangue depende do coração e da parede dos vasos, enquanto, pela contração do ventrículo esquerdo, impulsiona o líquido sanguíneo, se contrai, complementando o impulso. a) esta - aquela; b) esta - aqueles; c) aqueles - estas; d) aquele - este; e) aquele - esta. 20

21 162. Em O que Eduarda perdeu neste desastrado começo de ano, percebe-se logo..., a palavra sublinhada é: a) pronome relativo; b) conjunção comparativa; c) advérbio de intensidade; d) substantivo; e) pronome indefinido Escolha o item em que a forma apontada preenche a lacuna da seguinte frase: A refinaria proprietário trabalhei, aumentou em 50% a sua produção este ano. a) a cujo; b) para cujo; c) a quem; d) cujo; e) de cujo Assinale a opção que completa corretamente o período Envio as tarefas do mês de janeiro você deve dedicar-se ao máximo. a) às cujas; b) as quais; c) à que; d) às quais; e) à qual Assinale a opção que preenche corretamente os espaços do enunciado: O Brasil, seio se extraem homens Ilustres, caminha decididamente para o progresso, tanto aspiramos e tanto lutamos a fim de torná-lo uma nação seja rica e forte. a) cujo - que - porque - a que; b) a cujo - a que - a que - a que; c) por cujo - por que - por que - que; d) de cujo - a que - por que - que; e) em cujo - a que - por que - que Pisas alheia terra Reconstruindo-se a oração acima com o verbo na forma imperativa, a opção que contraria a disciplina gramatical seria: a) pise alheia terra; b) não pisemos alheia terra; c) não pises alheia terra; d) não pisai alheia terra; e) pisa alheia terra. 21

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal:

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal: 207. Complete com eu ou mim : CLASSES DE PALAVRAS PRONOME: - eles chegaram antes de. - há algum trabalho para fazer? - há algum trabalho para? - ele pediu para elaborar alguns exercícios; - para, viajar

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos

A Virada: contenido. Lecciones 1-100 de A Virada. A Gente. acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar. Adverbios & Adjetivos A Virada: contenido Lecciones 1-100 de A Virada A Gente ACABAR de Adverbios & Adjetivos A gente vai acabou de acontecer, acabei de comprar, acabei de chegar fácil (adjective) facilmente (adverb) Adverbios

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. 1.000 Exercícios Questões simuladas e questões de concursos anteriores com os gabaritos. Central de Concursos / Degrau Cultural

LÍNGUA PORTUGUESA. 1.000 Exercícios Questões simuladas e questões de concursos anteriores com os gabaritos. Central de Concursos / Degrau Cultural LÍNGUA PORTUGUESA 1.000 Exercícios Questões simuladas e questões de concursos anteriores com os gabaritos RIO DE JANEIRO CINELÂNDIA: Praça Mahatma Gandhi, 2 / 2º andar * (21) 2279-8257 CENTRO: Rua da Alfândega,

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

CRASE. CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`).

CRASE. CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`). CRASE CONCEITO - É a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave (`). A crase pode ocorrer entre: 1) Preposição A e os artigos A, AS Há limites a+a tolerância humana

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 11 por

Leia mais

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS

VAMOS ESTUDAR OS VERBOS VAMOS ESTUDAR OS VERBOS Autores: Ana Catarina; Andreia; Bibiana; Pedro Cardoso. Ano/Turma: 6º A Ano Lectivo: 2007/2008 Índice. 1 Introdução... 2 Pág. Primeira Parte 1-OS VERBOS 1.1 Conceito.. 3 1.2 Tempo.

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real Alencastro e Patrícia CD: Ao Sentir 1- Ao Sentir Jairinho Ao sentir o mundo ao meu redor Nada vi que pudesse ser real Percebi que todos buscam paz porém em vão Pois naquilo que procuram, não há solução,

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º

5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 5º ANO 8 8/nov/11 PORTUGUÊS 4º 1. Um músico muito importante do nosso país é Milton Nascimento, cantor e compositor brasileiro, reconhecido, mundialmente, como um dos mais influentes e talentosos cantores

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo.

Aula 05. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. RESUMÃO 2º SIMULADO DE PORTUGUÊS Aula 05 Adjetivo e suas flexões Adjetivo = palavra que qualifica o substantivo. Locução Adjetiva = expressão que tem a mesma função: qualificar o substantivo. Os adjetivos

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus OBJETIVOS 1) Analisar em que se resume a autoridade do Cristo. 2) Esclarecer como o Espiritismo explica essa autoridade. IDEIAS PRINCIPAIS 1) Sob a autoridade moral do Cristo, somos guiados na busca pela

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO Roteiro para curta-metragem Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO SINOPSE Sérgio e Gusthavo se tornam inimigos depois de um mal entendido entre eles. Sérgio

Leia mais

Língua Portuguesa VERBO Parte I

Língua Portuguesa VERBO Parte I Língua Portuguesa VERBO Parte I Conceito geral: Verbo é a palavra que expressa ação, estado, mudança de estado ou indica fenômeno da natureza. Verbo Quando se pratica uma ação, a palavra que representa

Leia mais

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução Festa do Perdão Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste Cristo Jesus, tu me chamaste Eu te respondo: estou aqui! Tu me chamaste pelo meu nome Eu te respondo: estou aqui! Quero subir à montanha,

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as.

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as. CRASE TEORIA (Aluna do Curso de Secretariado Executivo Trilíngüe da Universidade Estácio de Sá) Crase é a fusão da preposição a com o artigo a ou com o a inicial dos pronomes demonstrativos aquele, aquela,

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas.

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. Língua Portuguesa O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. O rápido e grande avanço observado no ambiente da produção, por meio do surgimento

Leia mais

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas Português Página 71 3. Complete as frases no caderno com pronomes relativos. a) O livro * peguei da biblioteca é ótimo. b) Os doces de * mais gosto estão fresquinhos! c) A escola * estudo fica perto de

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA

Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA Aluno (a): Série: 3ª TUTORIAL 3B Ensino Médio Data: Turma: Equipe de Língua Portuguesa Língua Portuguesa SÍNTESE DA GRAMÁTICA TERMOS INTEGRANTES = completam o sentido de determinados verbos e nomes. São

Leia mais

CRASE. Entregue o documento à advogada.

CRASE. Entregue o documento à advogada. CRASE A crase é a fusão de duas vogais da mesma natureza. Sua representação se dá por meio do chamado acento grave sobre a letra a, tornando acentual esta vogal. Assim, o acento grave é o sinal que indica

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor.

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor. Capítulo 2 Ela representa um desafio. O simbolismo existe nas imagens coloridas. As pessoas apaixonam-se e desapaixonam-se. Vão onde os corações se abrem. É previsível. Mereces um lugar no meu baloiço.

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS Frutos-1 Impact0 LIÇÃO 12 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS 9-11 Anos HISTÓRIA BÍBLICA João 1:12; I Pedro 3:15, 18 A Bíblia nos ensina

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus.

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. JÓ Lição 05 1 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. 2. Lição Bíblica: Jô 1 a 42 (Base bíblica para a história e o professor)

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

Erros mais freqüentes

Erros mais freqüentes Lição 1 Erros mais freqüentes Extraímos de comunicações empresariais alguns erros, que passamos a comentar: 1. Caso se faça necessário maiores esclarecimentos... Apontamos duas falhas: 1. Caso se faça

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

Toda bíblia é comunicação

Toda bíblia é comunicação Toda bíblia é comunicação Toda bíblia é comunicação de um Deus amor, de um Deus irmão. É feliz quem crê na revelação, quem tem Deus no coração. Jesus Cristo é a palavra, pura imagem de Deus Pai. Ele é

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 19 por

Leia mais

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras)

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Mostre o "Homem em Pecado" separado de Deus Esta luz (aponte para o lado direito) representa

Leia mais

Funções do "que" e do "se"

Funções do que e do se Funções do "que" e do "se" Há muitas dúvidas quanto ao emprego do que e do se, pois podem ser empregados em várias funções morfossintáticas. Portanto, iremos analisar cada termo individualmente, a fim

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 1 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 1 - I Pronomes pessoais Eu Tu 1 Você 2 / ele/ela A gente 3 Nós Vós 4 Eles/ elas

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

Sistema Verbal da Língua Portuguesa

Sistema Verbal da Língua Portuguesa Sistema Verbal da Língua Portuguesa Segundo Celso Cunha em seu livro Nova Gramática do Português Contemporâneo, verbo é uma palavra de forma variável que exprime o que se passa, ou seja, um acontecimento

Leia mais

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2. Exercícios Semana 4. 1) Complete os diálogos usando o tempo verbal mais adequado:

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2. Exercícios Semana 4. 1) Complete os diálogos usando o tempo verbal mais adequado: Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 4 Revisão Tempos verbais: 1) Complete os diálogos usando o tempo verbal mais adequado: 1 2 2) Revisão verbos SABER, PODER e QUERER: 3)

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público Pedro, Tiago, João no barquinho Os três no barquinho no mar da Galiléia Jogaram a rede Mas não pegaram nada Tentaram outra vez E nada

Leia mais

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO)

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) ADJETIVO 1. Leia. Escreva o substantivo que dá nome ao animal citado no texto. 2. De acordo com a ilustração, escreva esse substantivo e uma palavra que atribua característica

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÍNDICE Pronomes...2 Pronomes Pessoais...2 Pronomes de Tratamento...3 Pronomes Possessivos...3 Pronomes Demonstrativos...3 Pronomes Indefinidos...4 Pronomes Relativos...4 Pronomes

Leia mais

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2

DOCE BALANÇO. Novela de Antonio Figueira. Escrita por. Antonio Figueira. Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira Escrita por Antonio Figueira Personagens deste capítulo: DIANA PADRE MARCOS D. SANTINHA BEATA 1 BEATA 2 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10 PÁGINA 1 DOCE BALANÇO CAPÍTULO 10

Leia mais

Questões de Português da Cesgranrio: prepara-se para o BNDES

Questões de Português da Cesgranrio: prepara-se para o BNDES Questões de Português da Cesgranrio: prepara-se para o BNDES 1. Indique o período em que o sinal de dois-pontos está sendo usado com a mesma finalidade da que ocorre em: Ademilton praticou uma atividade

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

O objeto direto preposicionado pode ocorrer quando: Estiver representando nomes próprios. Ex.: Sempre quis viajar a Fernando de Noronha.

O objeto direto preposicionado pode ocorrer quando: Estiver representando nomes próprios. Ex.: Sempre quis viajar a Fernando de Noronha. Em alguns casos, o objeto direto pode ser introduzido por preposição: é o chamado objeto direto preposicionado. Nesses casos, o verbo é sempre transitivo direto, e seu complemento é, obviamente, um objeto

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP Depressão e Qualidade de Vida Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP 1 Percepções de 68 pacientes entrevistadas. 1. Sentimentos em relação à doença Sinto solidão, abandono,

Leia mais

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé MÚSICAS Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé Hino da Praznik Do Fá Gosto de aqui estar Sol Do E contigo brincar E ao fim vou arranjar

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

Consagração do Aposento. Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO

Consagração do Aposento. Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO Oração Pai Nosso Ave Maria Chave Harmonia Hinos da ORAÇÃO Consagração do Aposento Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO Pai Nosso - Ave Maria Prece

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais