Fórum Regional de Turismo da Reserva da Biosfera Goyaz

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fórum Regional de Turismo da Reserva da Biosfera Goyaz"

Transcrição

1 Fórum Regional de Turismo da Reserva da Biosfera Goyaz

2 Rumo à Inovação

3 No coração do Brasil Patrimônio Natural da Humanidade

4 Cultura

5 Natureza

6 Ecoturismo

7 História

8 Aventura

9 APRESENTAÇÃO A região Turística da Reserva da Biosfera Goyaz abrange o nordeste do Estado de Goiás, atualmente 26 municípios fazem parte desse território, e foi reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade. O reconhecimento é dado às características naturais somados ao legado cultural, que, dentre as relevâncias a região possui, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, o Parque Estadual de Terra Ronca, o Parque Municipal do Itiquira e a Reserva Natural Serra do Tombador, além de diversas outras reservas particulares e parques municipais. Dentre o legado cultural a região conta com o Sítio Histórico do Patrimônio Cultural Kalunga, sendo esse, o maior território Quilombola do Brasil.

10 APRESENTAÇÃO Todos esses recursos colocam essa região como a mais importante em preservação natural, histórica, cultural e principalmente turística do Estado de Goiás. Porém, para que todo esse potencial seja aproveitado é necessário criar meios de acesso capaz de induzir e principalmente levar a região o desenvolvimento desejado. Para tanto, apresenta-se a seguir a proposta de não apenas criar esse meio de acesso, mas transformar o Estado de Goiás como a referência nacional e internacional em desenvolvimento regional.

11 Objetivo Criar a primeira Estrada Turística do Estado de Goiás e transformá-la na referência nacional em acesso rodoviário, somando infraestrutura, paisagens, cultura e história em um produto internacional para a Copa do Mundo 2014.

12 PROPOSTA Linha Verde do Estado de Goiás Unir a região e as principais Unidades de Conservação, através de roteiros integrados e uma ou mais Rotas Turísticas: Estrada Parque Chapada dos Veadeiros Estrada Sítio Histórico Kalunga Estrada Parque Terra Ronca Estrada Parque Itiquira

13 Linha Verde do Estado de Goiás Melhoria da pavimentação nos trechos da Construir o Trecho de Monte Alegre a São Domingos Alargamento da estrada (GO-118/BR-010) Construção de acostamento (GO-118/BR-010) Sinalização turística (GO-118/BR-010) (BR 020) Sinalização interpretativa (GO-118/BR-010) Sinalização Rodoviária (GO-118/BR-010), (BR 020) Construir pontos de descanso com energia, comunicação e sanitários

14 Linha Verde do Estado de Goiás Construir mirantes nos trechos de Brasília ao Estado do Tocantins (GO-118), Monte Alegre São Domingos, Alvorada Mambaí, Posse Guaraní. Cobertura de telefonia móvel em todo trecho Implementar de Unidade de Resgate Rodoviário Equipe de manutenção permanente da Rodovia Ampliar a fiscalização, policiamento e patrulhamento rodoviário Fronteiriço e em todo trecho Implementar Unidade de Fiscalização Ambiental

15

16 ESTRADA PARQUE CHAPADA DOS VEADEIROS Melhoria da pavimentação das rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros Construção de acostamento das rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros Sinalização turística nas rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros Sinalização interpretativa nas rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros Sinalização Rodoviária nas rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros Construir mirantes com torre de observação nas rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

17 ESTRADA PARQUE CHAPADA DOS VEADEIROS Cobertura de telefonia móvel em todo trecho Pavimentar parte do trecho da GO-239 Alto Paraíso de Goiás Colinas do Sul Sinalização turística nas rodovias e estradas que circulam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros Pavimentar parte do trecho da Estrada Cavalcante Colinas do Sul Construir Ciclovia nos trechos da GO-118 Alto Paraíso Teresina de Goiás Construir Ciclovia no trecho da GO-239 Alto Paraíso Colinas do Sul Construir Ciclovia no trecho da GO-241 Teresina de Goiás Cavalcante Construir Ciclovia no trecho da Estrada Cavalcante Colinas do Sul Fiscalização Eletrônica de velocidade Passagem de Fauna Silvestre

18

19 ESTRADA PARQUE TERRA RONCA Pavimentação com acostamento no trecho de São Domingos até Posse Sinalização Turística no trecho de Posse a São Domingos, Alvorada do Norte e Mambaí Sinalização Rodoviária no trecho de Posse a São Domingos, Alvorada do Norte e Mambaí Sinalização Interpretativa entre Guarani de Goiás e São Domingos Implantar Mirantes no trecho de Posse a São Domingos, Alvorada do Norte a Mambaí. Cobertura Móvel em todo trecho das rodovias Fiscalização eletrônica de velocidade

20 ESTRADA PARQUE TERRA RONCA Passagem de Fauna Silvestre Ciclovia no trecho da estrada Parque Construir de pontos de descanso com energia elétrica, sanitários e telefonia fixa. Implementar de unidade de Fiscalização ambiental Implementar Posto da Polícia Rodoviária Estadual Implementar Posto da Polícia Rodoviária Federal

21

22 ESTRADA PARQUE ITIQUIRA Pavimentação com acostamento no trecho de Formosa até o Parque Municipal do Itiquira Sinalização Turística Sinalização Rodoviária Sinalização Interpretativa Implantar Mirantes no trecho da rodovia

23 ESTRADA PARQUE ITIQUIRA Cobertura Móvel em todo trecho das rodovias Fiscalização eletrônica de velocidade Passagem de Fauna Silvestre Ciclovia no trecho da estrada Parque

24

25 MUNICÍPIOS Terminais rodoviários turísticos Criar e Modernizar os Centros de Atendimento ao Turista - CAT Ampliar e melhorar a rede de energia elétrica Ampliar e melhorar a distribuição de água Implantar rede e sistema de tratamento de esgoto Implantar aterros sanitários e tratamento de resíduos sólidos Implantar centros de comércio de artesanato e produção associada ao turismo incluído ai os produtos da agricultura familiar Capacitar à mão de obra operacional e estratégica para Demanda Internacional

26 MUNICÍPIOS Acordos de Cooperação Internacional entre Região da Biosfera Goyaz (Brasil) e Região de PACA Alpes, Provence e Côte-Azul (França) Espaços Mais Museus e Centros da Memória do Nordeste Goiano Espaços Mais Culturas, Cine Mais Cultura Sinalização Turística interna Mapas Rodoviários e de acesso Guia de serviços, Guia cultural e de eventos programados Desenvolver Eventos Regionais nos pólos Turísticos Campanha de Marketing Turístico da Região com identidade visual

27 MUNICÍPIOS Ampliar e melhorar os atrativos turísticos do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Terra Ronca e Itiquira (abertura dos portões de acesso e trilhas internas). Sistema de Monitoria da demanda e oferta turística Implantar a Polícia Turística Ampliar as Reservas Particulares e Unidades de Conservação Municipal Reativar a APA do Pouso Alto Criar os Consórcios Regionais entre os Municípios dos Pólos Turísticos. Desenvolver as Marcas Turísticas dos Municípios para compor a Marca Regional

28 MUNICÍPIOS Ampliar e melhorar os atrativos turísticos do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Terra Ronca e Itiquira (abertura dos portões de acesso e trilhas internas). Sistema de Monitoria da demanda e oferta turística Implantar a Polícia Turística Ampliar as Reservas Particulares e Unidades de Conservação Municipal Reativar a APA do Pouso Alto Criar os Consórcios Regionais entre os Municípios dos Pólos Turísticos. Desenvolver as Marcas Turísticas dos Municípios para compor a Marca Regional

29 CONSIDERAÇOES FINAIS A presente proposta nasce de um desejo regional, e será a referência nacional para o mundo em desenvolvimento e acesso turístico. É necessário que o Estado de Goiás abrace o projeto e tome como meta para a Copa do Mundo 2014, buscando investimentos do Governo Federal, Iniciativa Privada, Terceiro Setor, Tesouro Estadual e dos Fundos Mundiais. Essa proposta deve ser um programa de desenvolvimento regional e será detalhada em projetos para cada ação.

30

PRODETUR AÇÕES PREVISTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA

PRODETUR AÇÕES PREVISTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA PRODETUR AÇÕES PREVISTAS PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA Secretária de Estado de Desenvolvimento do Turismo TETÉ BEZERRA O PRODETUR NACIONAL O PRODETUR Nacional tem o objetivo de fortalecer a Política Nacional

Leia mais

RESERVA DA BIOSFERA GOYAZ ESTUDO DE IMAGEM

RESERVA DA BIOSFERA GOYAZ ESTUDO DE IMAGEM RESERVA DA BIOSFERA GOYAZ ESTUDO DE IMAGEM Novembro de 2011 Imagem & posicionamento Lugar que o produto ocupa na mente dos consumidores. Al Ries & Jack Trout. Posicionamento - a batalha pela sua mente.

Leia mais

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010 Regionalização e Segmentação do Turismo Natal, 23 de março de 2010 Núcleo Estratégico do Turismo Nacional Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo Ministério do Turismo MTur Conselho

Leia mais

OBJETIVO: Órgão: Ministério da Justiça

OBJETIVO: Órgão: Ministério da Justiça OBJETIVO: 0825 Aprimorar o combate à criminalidade, com ênfase em medidas de prevenção, assistência, repressão e fortalecimento das ações integradas para superação do tráfico de pessoas, drogas, armas,

Leia mais

Ficha Técnica GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PRODETUR GOIÁS. Governador MARCONI FERREIRA PERILLO JÚNIOR. Vice-Governador JOSÉ ELITON DE FIGUERÊDO JÚNIOR

Ficha Técnica GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS PRODETUR GOIÁS. Governador MARCONI FERREIRA PERILLO JÚNIOR. Vice-Governador JOSÉ ELITON DE FIGUERÊDO JÚNIOR Ficha Técnica GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS Governador MARCONI FERREIRA PERILLO JÚNIOR Vice-Governador JOSÉ ELITON DE FIGUERÊDO JÚNIOR Presidente da Agência Goiana de Turismo Goiás Turismo APARECIDO SPARAPANI

Leia mais

Plano Nacional de Turismo

Plano Nacional de Turismo Plano Nacional de Turismo 2011-2015 Conceito Conjunto de diretrizes, metas e programas que orientam a atuação do Ministério do Turismo, em parceria com outros setores da gestão pública nas três esferas

Leia mais

Turismo de Natureza no Alto Minho:

Turismo de Natureza no Alto Minho: SEMINÁRIO FINAL VALOR GERÊS-XURÉS Turismo de Natureza: Balanço e Perspetivas 2014-2020 António Sá Melgaço, Porta de Lamas de Mouro 16 de dezembro de 2014 Turismo de Natureza no Alto Minho: Balanço 2007-2013

Leia mais

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro Copa do Mundo da FIFA Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 2014 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro O MTUR e a Ponto de partida : garantias oferecidas pelo governo federal, estados e

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA 2004-2007 (Projeto de Lei nº 41/2005-CN) PARECER DA COMISSÃO SUBSTITUTIVO

Leia mais

Cerimônia de abertura: será realizada no Teatro Elis Regina, fechada para convidados (Capacidade do espaço: 800 pessoas)

Cerimônia de abertura: será realizada no Teatro Elis Regina, fechada para convidados (Capacidade do espaço: 800 pessoas) ONDE E QUANDO Parque Anhembi - São Paulo - SP De 26 a 30 de maio 2010 Cerimônia de abertura: será realizada no Teatro Elis Regina, fechada para convidados (Capacidade do espaço: 800 pessoas) HORÁRIO RIO

Leia mais

FICHA PROJETO - nº022-ma

FICHA PROJETO - nº022-ma FICHA PROJETO - nº022-ma Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO ECOTURÍSTICO DE MAQUINÉ 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Maquiné - RS 3) LINHA TEMÁTICA: USO SUSTENTÁVEL

Leia mais

A Promoção do Brasil como destino de Turismo Cultural no Mercado Internacional

A Promoção do Brasil como destino de Turismo Cultural no Mercado Internacional A Promoção do Brasil como destino de Turismo Cultural no Mercado Internacional 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial São Luís, 24 a 27/02/2016 A EMBRATUR Missão

Leia mais

ANEXO I. Estado do Tocantins Prefeitura Municipal de Cariri do Tocantins PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS LEGISLATIVOS

ANEXO I. Estado do Tocantins Prefeitura Municipal de Cariri do Tocantins PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS LEGISLATIVOS DAS METAS E PRIORIDADES DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 01 LEGISLATIVA PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS LEGISLATIVOS * Manter os serviços de suas atividades internas em conformidade com a legislação em vigor Órgão

Leia mais

PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007-2010

PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007-2010 PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007-2010 Uma Viagem de Inclusão MACROPROGRAMA 4 REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO META 3 ESTRUTURAR 65 DESTINOS TURÍSTICOS COM PADRÃO DE QUALIDADE INTERNACIONAL Departamento de Estruturação,

Leia mais

PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO

PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO A Gestão Participativa, com a construção de múltiplos canais de consulta, com a participação em decisões, com o controle Social,

Leia mais

CARTA EUROPEIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL NO NORTE NATURAL

CARTA EUROPEIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL NO NORTE NATURAL CARTA EUROPEIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL NO NORTE NATURAL 3ª Reunião do Fórum Ponte de Lima, 07 de julho de 2015 Apresentação ICNF/PNAl 1- Turismo de Natureza na Região Norte Estratégias e Marcas 2- Estratégia

Leia mais

CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS

CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS CASE - MARKETING DE DESTINO PARA EVENTOS Premissas Importantes Os eventos têm importância significativa na área do turismo, além de ser a atividade que mais crescem nesse segmento. Segundo Zanella (2003),

Leia mais

Mosaico Mantiqueira. Clarismundo Benfica. São Paulo, Maio de 2009

Mosaico Mantiqueira. Clarismundo Benfica. São Paulo, Maio de 2009 Mosaico Mantiqueira Integração de Ações Regionais Foto: Clarismundo Benfica Clarismundo Benfica São Paulo, Maio de 2009 Mosaicos de UCs rede formal de UCs trabalhando para melhorar as capacidades individuais

Leia mais

E S C L A R E C I M E N T O. Aviso de Concurso nº CENTRO Património Natural

E S C L A R E C I M E N T O. Aviso de Concurso nº CENTRO Património Natural E S C L A R E C I M E N T O Aviso de Concurso nº CENTRO-14-2016-05 - Património Natural Face a algumas questões colocadas por parte de potenciais concorrentes ao Aviso de Concurso nº CENTRO-14-2016-05

Leia mais

Encontro SEBRAE de Negócios Oportunidades para Painéis Setoriais Turismo Rural

Encontro SEBRAE de Negócios Oportunidades para Painéis Setoriais Turismo Rural Encontro SEBRAE de Negócios Oportunidades para 2014 Painéis Setoriais Turismo Rural Recife, 26 de julho de 2011 Encontro SEBRAE de Negócios Oportunidades para 2014 Caminho MODERNIDADE para BENCHMARKING

Leia mais

PLANO AQUARELA

PLANO AQUARELA PLANO AQUARELA 2007-2010 Evolução do Turismo no Mundo TABELA 1 TENDÊNCIAS DO TURISMO MUNDIAL - ENTRADA DE TURISTAS (MILHÕES) 2003 2004 2005 2006 Previsão 2010 Previsão 2020 MUNDO 694,0 764,0 806,0 842,0

Leia mais

2017, ANO OFICIAL PARA VISITAR VISEU

2017, ANO OFICIAL PARA VISITAR VISEU 2017, ANO OFICIAL PARA VISITAR VISEU Síntese informativa apresentada em reunião do Conselho Estratégico do Município, a 4 de janeiro de 2017 2017, ANO OFICIAL PARA VISITAR VISEU Viseu está a ganhar uma

Leia mais

PLANO DE GOVERO UNIAO POPULAR /2016

PLANO DE GOVERO UNIAO POPULAR /2016 PLANO DE GOVERO UNIAO POPULAR - 2013/2016 CULTURA / ESPORTE APOIO AO CTG EM AÇOES DE REATIVAÇAO DA CAMPEIRA EM PARCERIA COM ENTIDADES REALIZAR RODEIO INTERESTADUAL COLABORAR COM INVERNADA ARTISTICA EM

Leia mais

Plano de Governo Municipal para o mandato /2016

Plano de Governo Municipal para o mandato /2016 Plano de Governo Municipal para o mandato - 2013/2016 Dolcinópolis SP. 1- ASSISTÊNCIA SOCIAL Auxilio com medicamentos e complementos a cesta básica ao idoso e enfermo; Criação de programas para o atendimento

Leia mais

GRUPOS FOCAIS SECRETARIA DE OBRAS OBJETIVOS DOS GRUPOS FOCAIS. Compartilhar reflexões em relação ao significado do espaço que está sob intervenção;

GRUPOS FOCAIS SECRETARIA DE OBRAS OBJETIVOS DOS GRUPOS FOCAIS. Compartilhar reflexões em relação ao significado do espaço que está sob intervenção; ESTRADA PARQUE GRUPOS FOCAIS OBJETIVOS DOS GRUPOS FOCAIS Compartilhar reflexões em relação ao significado do espaço que está sob intervenção; Proporcionar um espaço de troca de experiências e construção

Leia mais

Comitê Gestor do PAC

Comitê Gestor do PAC DISTRITO FEDERAL Apresentação Esta publicação apresenta informações regionalizadas do 4º balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), referente a abril de 2008. Traz, também, dados sobre outros

Leia mais

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE)

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE) Identidade Organizacional - Acesso à informação - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos R O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é uma autarquia

Leia mais

Chapada dos Veadeiros - GO

Chapada dos Veadeiros - GO Chapada dos Veadeiros - GO O Território da Cidadania Chapada dos Veadeiros - GO está localizado na região Centro-Oeste e é composto por 8 municípios: Alto Paraíso de Goiás, Campos Belos, Cavalcante, Colinas

Leia mais

PROGRAMA DE GOVERNO 2017/2020

PROGRAMA DE GOVERNO 2017/2020 PROGRAMA DE GOVERNO EDUCAÇÃO A EDUCAÇÃO É PRIORIDADE EM NOSSO PLANO DE GOVERNO, ONDE SERÃO DESENVOLVIDAS AÇÕES DE APERFEIÇOAMENTO NA QUALIDADE DE ENSINO EM TODAS AS SUAS MODADLIDADES, CUMPRINDO TODAS AS

Leia mais

57 Posição Ligação: 59.Teresina PI - Petrolina PE Extensão: 551 Km Rodovias: BR-230, BR-316, BR-343, BR-407 Classificação Geral: Deficiente

57 Posição Ligação: 59.Teresina PI - Petrolina PE Extensão: 551 Km Rodovias: BR-230, BR-316, BR-343, BR-407 Classificação Geral: Deficiente 57 Posição Ligação: 59.Teresina PI - Petrolina PE Extensão: 551 Rodovias: BR-230, BR-316, BR-343, BR-407 Classificação Geral: Deficiente 1. Justificativas O Estado do Piauí tem atraído ao longo dos últimos

Leia mais

Reconectando. Celso Junius F. Santos cjunius@gmail.com. Setembro de 2012

Reconectando. Celso Junius F. Santos cjunius@gmail.com. Setembro de 2012 Reconectando Celso Junius F. Santos cjunius@gmail.com Setembro de 2012 Ciclos de alteração da paisagem do Rio de Janeiro pau-brasil açúcar café pecuária expansão urbana século XVII, Francois Froges século

Leia mais

GUIA DO TURISMO MÍDIA KIT O S E U G U I A D E V I A G E M. Taylor Designer

GUIA DO TURISMO MÍDIA KIT O S E U G U I A D E V I A G E M. Taylor Designer MÍDIA KIT G U I A D OT U R I S M O B R A S I L. C O M Taylor signer 19 99723-3972 O Guia do Turismo Brasil.com é um completo Guia de Viagem que vem conquistando os internautas e ganhando a con ança de

Leia mais

O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. no fim terás o que colher. Cora Coralina

O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. no fim terás o que colher. Cora Coralina O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher Cora Coralina 1. MARCO REFERENCIAL Caminhos Históricos 1. PROJETO DE REFERÊNCIA: Caminho

Leia mais

PROPOSTA DEFINIDA PELO CANDIDATO A PREFEITO ELEIÇÕES 2012

PROPOSTA DEFINIDA PELO CANDIDATO A PREFEITO ELEIÇÕES 2012 PROPOSTA DEFINIDA PELO CANDIDATO A PREFEITO ELEIÇÕES 2012 META - SAÚDE Programa de Saúde para Idoso. Programa Saúde da Família Contratação de novas especialidades. Atendimento, com horário agendado, para

Leia mais

1ª Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014

1ª Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014 1ª Avaliação Parlamentar da Copa do Mundo de 2014 por Edgar Andrade Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal 29 de setembro Um movimento de ar-culação e integração das mais diversas organizações

Leia mais

ANEXO DE METAS E PRIORIDADES PROGRAMA FINALÍSTICO

ANEXO DE METAS E PRIORIDADES PROGRAMA FINALÍSTICO Página 1 PROGRAMA: ATENÇÃO A SAÚDE DA POPULAÇÃO OBJETIVO: Promover o acesso universal da população aos serviços ambulatoriais, emergenciais e hospitalares nos postos de saúde e hospitais localizados no

Leia mais

PROJECTOS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO DA REGIÃO DO NORTE

PROJECTOS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO DA REGIÃO DO NORTE PROJECTOS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO O desenvolvimento turístico da Região Norte constitui uma aposta fundamental e distintiva do ON.2 O Novo Norte (Programa Operacional Regional do Norte). Essa aposta

Leia mais

Serviços de Transporte Rodoviário Interestadual de Passageiros. Mobilidade Urbana

Serviços de Transporte Rodoviário Interestadual de Passageiros. Mobilidade Urbana Serviços de Transporte Rodoviário Interestadual de Passageiros Mobilidade Urbana Superintendência de Serviços de Transportes de Passageiros Gerência de Regulação e Outorga de Estrutura da Apresentação

Leia mais

As Olimpíadas. e a Conquista da Cidade. e a Conquista da Cidade

As Olimpíadas. e a Conquista da Cidade. e a Conquista da Cidade Legado Urbano e Ambiental Ações Prioritárias: rias: - Reordenamento do espaço o urbano - Integração do sistema de transporte - Despoluição e controle ambiental - Reabilitação de áreas centrais degradadas

Leia mais

Relatório de avaliação da 1a Oficina do Projeto Esplanada Sustentável

Relatório de avaliação da 1a Oficina do Projeto Esplanada Sustentável Relatório de avaliação da 1a Oficina do Projeto Esplanada Sustentável 1. Introdução A 1ª Oficina do Projeto Esplanada Sustentável foi realizada na ESAF, entre os dias 06 e 09 de fevereiro de 2012, em caráter

Leia mais

Gruta da Lapinha Parque Estadual do Sumidouro / Lagoa Santa

Gruta da Lapinha Parque Estadual do Sumidouro / Lagoa Santa Gruta da Lapinha Parque Estadual do Sumidouro / Lagoa Santa O Parque ocupa hoje uma área de 2.005 hectares que preserva a riqueza cultural e natural da região de Lagoa Santa e Pedro Leopoldo. Sua importância

Leia mais

COPA DE Infraestrutura e Saneamento das Cidades-Sede. José Roberto Bernasconi. Presidente Sinaenco São Paulo. AESABESP FENASAN Agosto/2010

COPA DE Infraestrutura e Saneamento das Cidades-Sede. José Roberto Bernasconi. Presidente Sinaenco São Paulo. AESABESP FENASAN Agosto/2010 COPA DE 2014 Infraestrutura e Saneamento das Cidades-Sede José Roberto Bernasconi Presidente Sinaenco São Paulo AESABESP FENASAN Agosto/2010 As sedes Durante a Copa 2014, 64 jogos serão realizados, em

Leia mais

Oportunidades para apoio ao desenvolvimento do Centro Oeste. 25 de junho de 2013.

Oportunidades para apoio ao desenvolvimento do Centro Oeste. 25 de junho de 2013. Oportunidades para apoio ao desenvolvimento do Centro Oeste. 25 de junho de 2013. O Estado de Goiás Goiás, uma das 27 unidades federativas, está situado na região Centro Oeste do País ocupando uma área

Leia mais

ESPAÇO RURAL, RURALIDADE E TURISMO NO ALENTEJO

ESPAÇO RURAL, RURALIDADE E TURISMO NO ALENTEJO ESPAÇO RURAL, RURALIDADE E TURISMO NO ALENTEJO Sustentável no Espaço Rural: Experiências de sucesso em Portugal e na Europa Desafios dos territórios rurais no Século XXI: A importância do Castro Verde,

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO

DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO Formular e implementar estratégias de gestão com participação, transparência, compromisso, responsabilidade e efetividade, potencializando a administração pública

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Brasília. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Brasília. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Brasília Setembro/2013 Brasília: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

ANEXO I - Organização dos objetos nas plantas dos planos territoriais A - Planta de Ordenamento ou Planta de Zonamento

ANEXO I - Organização dos objetos nas plantas dos planos territoriais A - Planta de Ordenamento ou Planta de Zonamento SUB Área de Intervenção do Plano Área de Intervenção do Plano Área de Intervenção do Plano 1 Classificação e Qualificação do Solo Solo Urbano Espaço Central 2 Classificação e Qualificação do Solo Solo

Leia mais

PROPOSTAS DA COLIGAÇÃO PMDB / PP: POR BALNEÁRIO PINHAL SEMPRE GESTÃO, PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA

PROPOSTAS DA COLIGAÇÃO PMDB / PP: POR BALNEÁRIO PINHAL SEMPRE GESTÃO, PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA PROPOSTAS DA COLIGAÇÃO PMDB / PP: POR BALNEÁRIO PINHAL SEMPRE GESTÃO, PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Readequar a formatação das Secretarias Municipais, reduzindo e estruturando de acordo com

Leia mais

Para mim é sempre uma honra vir ao Congresso Nacional, lugar que frequentei durante alguns anos como senador.

Para mim é sempre uma honra vir ao Congresso Nacional, lugar que frequentei durante alguns anos como senador. DISCURSO DO MINISTRO DOS TRANSPORTES, ANTONIO CARLOS RODRIGUES, NA COMISSÃO GERAL DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, EM 13 DE AGOSTO DE 2015 Senhor presidente. Senhoras e senhores. Bom dia. Para mim é sempre uma

Leia mais

SALÃO DO TURISMO - ROTEIROS DO BRASIL

SALÃO DO TURISMO - ROTEIROS DO BRASIL SALÃO DO TURISMO - ROTEIROS DO BRASIL Estratégia de mobilização, promoção e comercialização dos roteiros turísticos desenvolvidos segundo as diretrizes e os princípios do Programa de Regionalização do

Leia mais

Plano de marketing turístico

Plano de marketing turístico RESERVA DA BIOSFERA GOYAZ Plano de marketing turístico Março de 2012 FICHA TÉCNICA SEBRAE Goiás Conselho Deliberativo Estadual Marcelo Baiocchi Carneiro - Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira

Leia mais

10. Metas e Indicadores 1. PERSPECTIVA: SOCIEDADE. Tema: Qualidade 2. PERSPECTIVA: PROCESSOS INTERNOS. Tema: Responsabilidade socioambiental

10. Metas e Indicadores 1. PERSPECTIVA: SOCIEDADE. Tema: Qualidade 2. PERSPECTIVA: PROCESSOS INTERNOS. Tema: Responsabilidade socioambiental 10. Metas e Indicadores As metas representam os resultados a serem alcançados pelo tribunal para atingir os objetivos propostos. Elas permitem um melhor controle do desempenho da instituição, pois são

Leia mais

Excelência na Gestão

Excelência na Gestão Mapa Estratégico 2012-2014 Visão Até 2014, ser referência no atendimento ao público, na fiscalização e na valorização das profissões tecnológicas, reconhecido pelos profissionais, empresas, instituições

Leia mais

TURIMOS NO MEIO RURAL - ITAGUAÍ

TURIMOS NO MEIO RURAL - ITAGUAÍ TURISMO NO MEIO RURAL - ITAGUAÍ Shirley Ritta de Macedo Souza 1 Resumo O trabalho que desenvolvemos tem como suporte a elaboração do Inventário Turístico do município de Itaguaí, localizado no estado do

Leia mais

Portfólio de Serviços

Portfólio de Serviços Portfólio de Serviços A Marumbi, especializada em Consultoria no ramo de Engenharia Consultoria completa para processos ambientais. que resulta em economia a curto e longo prazo. Ambiental e de Segurança

Leia mais

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA.

PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. PROPALE. SUA PRÓXIMA AGÊNCIA. Somos múltiplos, formados por diferentes núcleos de atuação, unimos pessoas inteligentes com a ambição por realizar projetos memoráveis. A Propale é a soma de suas estratégias,

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 226-MA

FICHA PROJETO - nº 226-MA FICHA PROJETO - nº 226-MA Mata Atlântica Grande Projeto Chamada 03 1) TÍTULO: Apoio a criação de Unidades de Conservação na Floresta Atlântica de Pernambuco. 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Água Preta,

Leia mais

Indicadores Físico / Financeiro Produto Unidade de Medida Meta Física Meta Financeira P GERAL UNIDADE 1, ,00

Indicadores Físico / Financeiro Produto Unidade de Medida Meta Física Meta Financeira P GERAL UNIDADE 1, ,00 Programa: 0001 - PROCESSO LEGISLATIVO 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001

Leia mais

LEI N 878, DE 12 DE AGOSTO DE 1997

LEI N 878, DE 12 DE AGOSTO DE 1997 LEI N 878, DE 12 DE AGOSTO DE 1997 DISPÕE SOBRE O PLANO PLURIANUAL DO MUNICÍPIO DE CIRÍACO, PARA O PERÍODO DE 1998 A 2001. O PREFEITO MUNICIPAL DE CIRÍACO, Estado do Rio Grande do Sul, FAÇO SABER que a

Leia mais

CAMPO DE ALTITUDE E FLORESTA OMBRÓFILA DENSA DE ENCOSTA

CAMPO DE ALTITUDE E FLORESTA OMBRÓFILA DENSA DE ENCOSTA PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO MAR NÚCLEO PICINGUABA CAMPO DE ALTITUDE E FLORESTA OMBRÓFILA DENSA DE ENCOSTA CARACTERISTICAS DO NPIC ÁREA: 47.500ha, 80% do município de Ubatuba DELIMITAÇÃO: : à partir de

Leia mais

Manual para Elaboração dos Planos Municipais para a Mata Atlântica

Manual para Elaboração dos Planos Municipais para a Mata Atlântica Manual para Elaboração dos Planos Municipais para a Mata Atlântica Rede de ONGs da Mata Atlântica RMA Apoio: Funbio e MMA Papel do Município no meio ambiente Constituição Federal Art 23 Competência Comum,

Leia mais

Planejamento Estratégico Conselho Moveleiro. Resultados

Planejamento Estratégico Conselho Moveleiro. Resultados Planejamento Estratégico Conselho Moveleiro Resultados PROPÓSITO DO CONSELHO Articular a indústria moveleira para obter: sucesso, excelência, qualificação e informação. Articular de politicas e ações estratégicas

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO 1. 18/11/2015 (Quarta feira) LOCAL: Sala 6 HORÁRIO: das 09h às 11h30

GRUPO DE TRABALHO 1. 18/11/2015 (Quarta feira) LOCAL: Sala 6 HORÁRIO: das 09h às 11h30 GRUPO DE TRABALHO 1 LOCAL: Sala 6 HORÁRIO: das 09h às 11h30 O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO RURAL NA COMUNIDADE FAXINALENSE DE TAQUARI DOS RIBEIROS (RIO AZUL-PR) ANÁLISE SOBRE A SITUAÇÃO ATUAL E POSSIBILIDADES

Leia mais

Mais valias do ciclo de vida e da economia circular para o desempenho e negócio das empresas. Sofia Santos 24 novembro 2015

Mais valias do ciclo de vida e da economia circular para o desempenho e negócio das empresas. Sofia Santos 24 novembro 2015 Mais valias do ciclo de vida e da economia circular para o desempenho e negócio das empresas Sofia Santos 24 novembro 2015 A origem da economia circular não é nova Fonte: Paulo Ferrão, apresentação realizada

Leia mais

Roteiros Turísticos do Património Mundial. Alcobaça~Batalha ~Tomar

Roteiros Turísticos do Património Mundial. Alcobaça~Batalha ~Tomar Roteiros Turísticos do Património Mundial Alcobaça~Batalha ~Tomar O Turismo Cultural hoje 44 milhões de turistas procuram turismo cultural na Europa O património cultural aproxima civilizações e motiva

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

1ª Jornada Internacional da Gestão Pública. O caso MDIC. BRASÍLIA (DF), 13 de março de 2013

1ª Jornada Internacional da Gestão Pública. O caso MDIC. BRASÍLIA (DF), 13 de março de 2013 1ª Jornada Internacional da Gestão Pública O caso MDIC BRASÍLIA (DF), 13 de março de 2013 ANTECEDENTES INÍCIO DE 2011 Contexto de mudança de Governo; Necessidade de diagnóstico organizacional; Alinhamento

Leia mais

Responsáveis: Cristina Porciúncula, Jussara Cruz Argoud, Maria Lúcia Moraes Dias

Responsáveis: Cristina Porciúncula, Jussara Cruz Argoud, Maria Lúcia Moraes Dias Nome do Projeto: V Noite de Integração do Trade Turístico Data: 06 de março de 2007 Horário: 19h 30min Local: Auditório da Informática UCPel Responsáveis: Cristina Porciúncula, Jussara Cruz Argoud, Maria

Leia mais

Dotações DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA

Dotações DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA 01.00.00.000.0000.0000.0.0.00.00.00.00.00 CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES 687.427,03 107.759,34 107.759,34 579.667,69 104.377,34 104.377,34 01.01.00.000.0000.0000.0.0.00.00.00.00.00 CAMARA MUNICIPAL DE

Leia mais

Geografia e Turismo Profa. Ligia Tavares

Geografia e Turismo Profa. Ligia Tavares Paisagem e Lugar Geografia e Turismo Profa. Ligia Tavares A qualidade de vida começa no lugar O sentimento de amor pelo lugar onde se reside é o primeiro passo para atitudes que preservem a qualidade de

Leia mais

Total entre 2010 e 2015: litros apreendidos

Total entre 2010 e 2015: litros apreendidos A Polícia Rodoviária Federal, Departamento do Ministério da Justiça, além de desenvolver ações especiais de enfrentamento ao contrabando e descaminho, tal como levantamento de rotas específicas, operações

Leia mais

MAPA DE PESSOAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE PALMELA - Ano 2016 Nos termos da Lei n.º 35/2014, de 20 de junho

MAPA DE PESSOAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE PALMELA - Ano 2016 Nos termos da Lei n.º 35/2014, de 20 de junho MAPA DE PESSOAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE PALMELA - Ano 206 Nos termos da Lei n.º 35/204, de 20 de junho CÂMARA MUNICIPAL Assistente Técnico 4 4 4 [a3] 4 4 0 0 0 4 GABINETE DE APOIO À PRESIDÊNCIA 4 Planeamento

Leia mais

ANÁLISE CARTOGRÁFICA DO PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DE POUSO ALEGRE/MG

ANÁLISE CARTOGRÁFICA DO PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DE POUSO ALEGRE/MG ANÁLISE CARTOGRÁFICA DO PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DE POUSO ALEGRE/MG Maria Itaiana Ferreira de Moraes 1 ; Thiago César Frediani Sant Ana 2 RESUMO: A vida social do homem está vinculada a ação de interação

Leia mais

PATO BRANCO COM FOCO NO FUTURO O amanhã transformado em etapas estratégicas de desenvolvimento

PATO BRANCO COM FOCO NO FUTURO O amanhã transformado em etapas estratégicas de desenvolvimento i n i c i a t i v a p a t r o c í n i o A T L A S E L E T R O D O M É S T I C O S D I Á R I O D O S U D O E S T E a p o i o S e b r a e P R, S i n d i m e t a l S u d o e s t e, S i s t e m a F i e p,

Leia mais

Rogério Medeiros

Rogério Medeiros Programa Nacional de Capacitação do SUAS - Sistema Único de Assistência Social CAPACITASUAS DIAGNÓSTICO SOCIOTERRITORIAL PARA AÇÕES DO BSM E DO SUAS Ministrado por Rogério de Souza Medeiros Objetivo geral

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Objetivo 1: Aprimorar a adoção de soluções de TI nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão, auxiliando na consecução

Leia mais

2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial

2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial 1 Histórico 3 HISTÓRICO 1698 - A bandeira de Antônio Dicas de Oliveira se deparou com o Pico do Itacolomi. 1711 - Os núcleos

Leia mais

7 Missões: Recursos de Interesse Patrimonial FESTAS E CELEBRAÇÕES Salvador das Missões 7.1 Aspectos Gerais Identificação: Novemberfest

7 Missões: Recursos de Interesse Patrimonial FESTAS E CELEBRAÇÕES Salvador das Missões 7.1 Aspectos Gerais Identificação: Novemberfest 7 Missões: Recursos de Interesse Patrimonial FESTAS E CELEBRAÇÕES Salvador das Missões 7.1 Aspectos Gerais 7.1.1 Identificação: Novemberfest 7.1.2 Denominação mais freqüente: Novemberfest 7.1.3 Localização:

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO AMBIENTAL E RURAL

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO AMBIENTAL E RURAL CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO AMBIENTAL E RURAL O Técnico de Turismo Ambiental e Rural é o profissional que participa na aplicação de medidas de valorização do turismo em espaço rural, executando

Leia mais

O Perfil e o impacto econômico do Visitante da Cidade de Niterói durante a Copa do Mundo 2014

O Perfil e o impacto econômico do Visitante da Cidade de Niterói durante a Copa do Mundo 2014 O Perfil e o impacto econômico do Visitante da Cidade de Niterói durante a Copa do Mundo 2014 Faculdade de Turismo e Hotelaria Coordenadores da Pesquisa: Prof. Dr. Osiris Marques Prof. Dr. João Evangelista

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 118

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 118 PROGRAMA Nº - 118 Manutenção e Operacionalização da SMSP FUNÇÃO: 04 ADMINISTRAÇÃO SUB-FUNÇÃO: 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL Prover a Secretaria Municipal de Serviços Públicos dos recursos necessários ao bom

Leia mais

Programa Paulista de Concessões. Dr. Rodrigo José Oliveira Pinto de Campos Diretor de Assuntos Institucionais da ARTESP

Programa Paulista de Concessões. Dr. Rodrigo José Oliveira Pinto de Campos Diretor de Assuntos Institucionais da ARTESP Programa Paulista de Concessões Dr. Rodrigo José Oliveira Pinto de Campos Diretor de Assuntos Institucionais da ARTESP Foz do Iguaçu, 13 de Maio de 2016 Sobre a ARTESP Criada pela Lei Complementar nº 914,

Leia mais

A Convenção do Patrimônio Mundial

A Convenção do Patrimônio Mundial A CANDIDATURA A Convenção do Patrimônio Mundial A UNESCO Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura cuida de promover a identificação, a proteção e a preservação do patrimônio

Leia mais

REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO

REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO 15 DE AGOSTO DE 2012 NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO 15/08/12 PAUTA 1. AGENDA PLANEJAMENTO II SEMESTRE 2012 2. ESCRITÓRIO DE PROJETOS

Leia mais

Meio Ambiente e Geoprocessamento SUMÁRIO EXECUTIVO

Meio Ambiente e Geoprocessamento SUMÁRIO EXECUTIVO Meio Ambiente e Geoprocessamento Estudo sócio, econômico e ambiental dos municípios de Cabo Verde/MG e Divisa Nova/MG para avaliação de eventual pavimentação viária SUMÁRIO EXECUTIVO Cabo Verde, 19 de

Leia mais

Projeto Sebrae na Copa 2014

Projeto Sebrae na Copa 2014 Projeto Sebrae na Copa 2014 1 O que é o Sebrae? Entidade civil sem fins lucrativos, o Sebrae é o serviço brasileiro de apoio às micro e pequenas empresas, que funciona como serviço social autônomo. Instituição

Leia mais

Sessão de visão comum CABO VERDE. Cabo Verde Maio/2010

Sessão de visão comum CABO VERDE. Cabo Verde Maio/2010 Sessão de visão comum CABO VERDE Cabo Verde Maio/2010 Desempenho Determina o nivel actual do sistema de inocuidade de alimentos Visão Crear uma visao compartida de todos os integrantes do sistema Estrategia:

Leia mais

Polos Verdes no Estado do Rio de Janeiro

Polos Verdes no Estado do Rio de Janeiro Polos Verdes no Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 13 de Junho de 2012 SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE SUBSECRETARIA DE ECONOMIA VERDE Subsecretaria De Economia Verde Renováveis & Rio Capital da

Leia mais

E N T I D A D E DATA : 2014/03/31 EXECUÇÃO DO PLANO DE ACTIVIDADES MUNICIPAL ANO CONTABILÍSTICO 2013 MUNICIPIO DE BEJA HORA : 09:47:45

E N T I D A D E DATA : 2014/03/31 EXECUÇÃO DO PLANO DE ACTIVIDADES MUNICIPAL ANO CONTABILÍSTICO 2013 MUNICIPIO DE BEJA HORA : 09:47:45 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 Pagina : 1 1. Funções gerais 692.793,77 700.893,77 502.238,97 494.714,37 442.264,06 425.619,24 425.619,24 198.654,80 69.095,13 60.73 60.73 100.00 1.1. Serviços gerais

Leia mais

! Avaliar as rodovias brasileiras pavimentadas, identificando as condições em relação ao pavimento, sinalização e geometria viária

! Avaliar as rodovias brasileiras pavimentadas, identificando as condições em relação ao pavimento, sinalização e geometria viária OBJETIVOS! Avaliar as rodovias brasileiras pavimentadas, identificando as condições em relação ao pavimento, sinalização e geometria viária! Identificar as deficiências, registrar os pontos críticos e

Leia mais

ATERRO SANITÁRIO CONSORCIADO DO CARIRI Ceará Brasil

ATERRO SANITÁRIO CONSORCIADO DO CARIRI Ceará Brasil GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DAS CIDADES ATERRO SANITÁRIO CONSORCIADO DO CARIRI Ceará Brasil Camilo Sobreira de Santana Secretário das Cidades do Estado do Ceará www.cidades.ce.gov.br 1 EMBASAMENTO

Leia mais

Afinal, o que é patrimônio cultural?

Afinal, o que é patrimônio cultural? Afinal, o que é patrimônio cultural? http://www.youtube.com/watch?v=6afujb7cuq0&feature=relmfu São considerados patrimônio cultural : - os monumentos: obras arquitetônicas, esculturas ou pinturas monumentais,

Leia mais

Agenda Estratégica Priorizada... 32

Agenda Estratégica Priorizada... 32 Sumário Apresentação................................................................... 8 Metodologia................................................................... 9 Apresentação...................................................................

Leia mais

Turismo Ferroviário Desenvolvendo toda uma cadeia de serviços!

Turismo Ferroviário Desenvolvendo toda uma cadeia de serviços! Turismo Ferroviário Desenvolvendo toda uma cadeia de serviços! Adonai Arruda Filho Vice-presidente ABOTTC Associação Brasileira de Trens Turísticos e culturais Dir. Brasileiro ALAF (Asociación Latinoamericana

Leia mais

Critérios de avaliação das rotas cicláveis Fonte: I-CE & GTZ (2009); MINISTÉRIO DAS CIDADES, (2007a).

Critérios de avaliação das rotas cicláveis Fonte: I-CE & GTZ (2009); MINISTÉRIO DAS CIDADES, (2007a). Anexo A 96 DIRECTIVIDADE ATRATIVIDADE CONFORTO COERÊNCIA SEGURANÇA Critérios de avaliação das rotas cicláveis Fonte: I-CE & GTZ (2009); MINISTÉRIO DAS CIDADES, (2007a). Nível de segurança social do entorno

Leia mais

Reconhecendo a consolidação da Região Metropolitana de Fortaleza como um espaço integrado;

Reconhecendo a consolidação da Região Metropolitana de Fortaleza como um espaço integrado; CARTA VERDE DE FORTALEZA A vida de uma cidade, antes de tudo, é consolidada pela prática da política no seu seio. A política é a grande protagonista do desenvolvimento e é concretizada através dos políticos.

Leia mais

Departamento Nacional do SENAI

Departamento Nacional do SENAI do SENAI Rede SENAI de Serviços Técnicos e Tecnológicos Sérgio Motta 16 de Agosto de 2011 O que é o SENAI - Criado em 1942 por iniciativa do empresariado do setor industrial; - Maior complexo de educação

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ROTA DOS VINHOS DO ALGARVE

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ROTA DOS VINHOS DO ALGARVE PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ROTA DOS VINHOS DO ALGARVE 1. ENQUADRAMENTO A Implementação da Rota dos Vinhos do Algarve é das ambições mais antigas e um dos principais objetivos estratégicos, transversal à Associação

Leia mais

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito As grandes cidades e áreas metropolitanas encaram o aumento da demanda nos sistemas de transportes, especialmente nas regiões

Leia mais

Objetivo Geral Principais secretarias envolvidas: SMC, SEME, SMMA, SAS, SEMAB, SEHAB, SIURB, SSO, SEMPLA, SMT, SIS, SF, SMA, SJ e GP.

Objetivo Geral Principais secretarias envolvidas: SMC, SEME, SMMA, SAS, SEMAB, SEHAB, SIURB, SSO, SEMPLA, SMT, SIS, SF, SMA, SJ e GP. Plano Plurianual 2.002 2.005 Transformações Urbanas Objetivo Geral Principais secretarias envolvidas: SMC, SEME, SMMA, SAS, SEMAB, SEHAB, SIURB, SSO, SEMPLA, SMT, SIS, SF, SMA, SJ e GP. Melhorar a qualidade

Leia mais