Programa de Atenção Integral à Saúde do Servidor PAISS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Atenção Integral à Saúde do Servidor PAISS"

Transcrição

1 Programa de Atenção Integral à Saúde do Servidor PAISS Perguntas mais frequentes Por que instituir o PAISS? O diagnóstico de saúde apontou para a importância da Prefeitura de Belo Horizonte em investir na atenção à saúde de seus servidores, qualificando a saúde ocupacional e buscando formas de atender às necessidades de saúde com ênfase nas ações de promoção e prevenção. Inaugurar novas estratégias para promover a atenção à saúde, demanda constante dos servidores, fica ainda mais urgente tendo em vista a necessidade de extinção da BEPREM. A contratação de uma operadora de planos de saúde colocou-se como a alternativa mais interessante, tendo em vista expandir as atuais coberturas em saúde da BEPREM, com mais eficiência e amplitude. Quais as vantagens de contratar plano de saúde por meio do Programa de atenção à saúde do servidor PAISS? O Programa de Atenção Integral à Saúde do Servidor - PAISS representa a possibilidade de estender aos servidores da PBH, acesso à atenção à saúde com qualidade e resolutividade. O PAISS significará, além da ampliação das coberturas atualmente oferecidas pela BEPREM, a qualificação da gestão do contrato de plano privado de atenção à saúde, que ultrapassando o monitoramento econômico e financeiro, possa representar o

2 servidor aderido no diálogo com a operadora de saúde para garantir a atenção integral à saúde com resolutividade e repercussões sobre sua qualidade de vida. A contratação coletiva, pela Prefeitura de Belo Horizonte dilui os riscos financeiros, aumenta a capacidade de interlocução do beneficiário com a operadora de planos e resulta em preços mais baixos. Como foi garantida a qualidade dos planos contratados? A contratação de uma operadora de planos privados de assistência à saúde foi autorizada por lei municipal, e as regras definidas pela Lei 8.666/93 (Lei de Licitações). Foram levadas em conta para a contratação, qualidade, preço, o fato de a operadora ter sido avaliada no programa de Qualificação da Saúde Suplementar divulgado pelo órgão regulador com índice superior a 0,6 (o índice varia de 0 a 1) e pelo porte da operadora que deve ser capaz responder as demandas da massa potencial da Prefeitura de Belo Horizonte. A contratação foi pelo menor preço, padronizadas as exigências de qualidade. A qualidade do serviço prestado e seus impactos para o grupo aderido serão monitorados pelo PAISS. Qual a diferença entre um contrato individual e um contrato coletivo como o da PBH? No plano coletivo, o servidor adere a um plano contratado por uma pessoa jurídica. No caso da Prefeitura de Belo Horizonte, não há exigência de carências e CPT (Cobertura Parcial Temporária), se a adesão ocorrer nos 90 primeiros dias a partir de 01/03/2011. O reajuste tem livre negociação, mas no contrato da Prefeitura está limitado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor INPC. A cada cinco anos, a PBH precisa realizar nova licitação.

3 O que os planos oferecem? Quais as coberturas? A contratação prevê a prestação de serviços de assistência médica ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, fisioterápica, psicológica, farmacêutica na internação, e odontológica através de Plano/seguro de Saúde, conforme opção de plano. Regulamentados pela Lei 9656/98, os planos de saúde oferecem a cobertura a todas as doenças e agravos descritos no código internacional de Doenças e previstos no rol de procedimentos e eventos em saúde da Agência Nacional de saúde Suplementar. A Operadora oferecerá também programas de promoção e prevenção, conforme demanda justificada da PBH. Como ficam as carências? Não serão exigidas carências. Todos os planos oferecidos não admitirão agravo ou cobertura parcial temporária (CPT) relacionada a doenças ou lesões preexistentes, desde que a adesão do servidor seja assinada em até 90 dias da assinatura do contrato ou da vinculação ao Município de Belo Horizonte ou, no caso do Poder legislativo e da Administração Indireta, da adesão do órgão/entidade ao contrato. O servidor que possui o plano de saúde da UNIMED e quiser migrar para o Plano contratado pela Prefeitura terá que cumprir carências? Servidores que já possuem UNIMED a mais de 24 meses podem migrar para o plano a qualquer tempo sem exigência de carência ou cobertura parcial temporária (CPT) em caso de doença ou lesão preexistente. Qual a área de Abrangência? O plano será municipal. A área de abrangência dos produtos/serviços corresponde às seguintes cidades: Baldim, Barão de Cocais, Caeté, Catas Altas, Confins, Contagem, Ibirité, Jaboticatubas, Lagoa Santa, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Bárbara, Santa Luzia, Santana do Riacho, São José da Lapa e Vespasiano, mas em caso de urgências e emergências o servidor poderá ser atendido em todo o país.

4 Como será o atendimento em caso de urgência e emergência fora da área de abrangência? O atendimento será realizado por rede credenciada ou reembolsado. Se existir rede credenciada na cidade em que o beneficiário necessitar de atendimento, não existe reembolso. O Call Center da UNIMED orienta sobre quais serviços são credenciados. Quais as opções de plano? O Programa prevê a contratação de um plano privado que tenha abrangência ambulatorial, hospitalar, de urgência e emergência, incluídas ações de promoção e prevenção, atenção obstétrica e assistência farmacêutica na internação. O servidor poderá optar por incluir ou não o atendimento odontológico e pelo padrão de acomodação em enfermaria ou apartamento. O servidor poderá optar, portanto, entre 5 tipos de plano: 1) Plano 1 - médico-hospitalar com obstetrícia e odontologia com acomodação padrão enfermaria _ UNIFÁCIL; 2) Plano 2 - médico-hospitalar com obstetrícia com acomodação padrão enfermaria- UNIFÁCIL; 3) Plano 3 - médico-hospitalar com obstetrícia com acomodação padrão apartamento- UNIPART FLEX; 4) Plano 4 - médico-hospitalar com obstetrícia e odontologia com acomodação padrão apartamento UNIPART FLEX; 5) Plano 5 - exclusivamente odontológico. Quais as diferenças entre o UNIFÁCIL e o UNIPART FLEX? A rede de atendimento UNIFÁCIL é uma rede preferencial composta por clínicas em toda a cidade. O servidor vai verificar a especialidade da qual necessita e identificar o local de atendimento e agendar. O UNIFÁCIL tem acomodação no padrão enfermaria.

5 O UNIPART FLEX tem rede ampla de atendimento. O servidor escolhe o médico ou outro profissional e agenda seu atendimento. O padrão de acomodação é apartamento. Existem diferenças de coberturas entre o UNIPART e o UNIFÁCIL? Não. O servidor terá direito a todas as coberturas do rol de procedimentos da ANS em todos os planos. Os planos cobrem todas as doenças da Classificação Internacional de Doenças CID 10. Urgências e emergências serão atendidas em todo o país independentemente do plano. O servidor pode adquirir o plano apenas para seus dependentes? Não. O servidor precisa aderir ao plano para que seus dependentes sejam incluídos. O servidor e seus dependentes precisam optar pelo mesmo plano? O servidor será o titular do plano. Titular e dependente podem ter planos diferentes, de acordo com a conveniência de cada família, como idade, etc. A adesão é voluntária? A adesão é voluntária, mediante manifestação expressa do servidor. Quem pode aderir? Incluem-se, na qualidade de dependente, o cônjuge, o companheiro ou companheira de união estável ou de união homoafetiva, obedecidos os mesmos critérios para o reconhecimento da união estável; a pessoa separada judicialmente ou divorciada, ou que teve a sua união estável reconhecida e dissolvida judicialmente, com percepção de pensão alimentícia; os filhos e enteados, solteiros, até 21(vinte e um) anos de idade ou, se inválidos, enquanto durar a invalidez; os filhos e enteados, entre 21(vinte e um) e 24 (vinte e quatro) anos de idade, dependentes economicamente do servidor e estudantes de curso regular reconhecido pelo Ministério da Educação e o menor sob guarda ou tutela concedida por decisão judicial,.

6 Pode-se incluir, ainda, como dependente-agregado, pai ou padrasto e mãe ou madrasta do servidor e filhos que já não tenham as condições acima, desde que o servidor, titular do plano, assuma o pagamento integralmente. Como fica o plano de saúde no caso de exoneração e de aposentadoria pelo INSS? Esta situação é regida pelos artigos 30 e 31 da lei 9656/98, que assim define: Art. 30. Ao consumidor que contribuir para produtos de que tratam o inciso I e o 1 o do art. 1 o desta Lei, em decorrência de vínculo empregatício, no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral. 1 o O período de manutenção da condição de beneficiário a que se refere o caput será de um terço do tempo de permanência nos produtos de que tratam o inciso I e o 1 o do art. 1 o, ou sucessores, com um mínimo assegurado de seis meses e um máximo de vinte e quatro meses. 2 o A manutenção de que trata este artigo é extensiva, obrigatoriamente, a todo o grupo familiar inscrito quando da vigência do contrato de trabalho. 3 o Em caso de morte do titular, o direito de permanência é assegurado aos dependentes cobertos pelo plano ou seguro privado coletivo de assistência à saúde, nos termos do disposto neste artigo. 4 o O direito assegurado neste artigo não exclui vantagens obtidas pelos empregados decorrentes de negociações coletivas de trabalho. 5 o A condição prevista no caput deste artigo deixará de existir quando da admissão do consumidor titular em novo emprego. (...) Art. 31. Ao aposentado que contribuir para produtos de que tratam o inciso I e o 1 o do art. 1 o desta Lei, em decorrência de vínculo empregatício, pelo prazo mínimo de dez anos, é assegurado o direito de manutenção como beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral. 1 o Ao aposentado que contribuir para planos coletivos de assistência à saúde por período inferior ao estabelecido no caput é assegurado o direito de manutenção como beneficiário, à razão de um ano para cada ano de contribuição, desde que assuma o pagamento integral do mesmo. 2 o Para gozo do direito assegurado neste artigo, observar-se-ão as mesmas condições estabelecidas nos 2 o, 3 o, 4 o, 5 o e 6 o do art. 30.

7 Como será o pagamento? A Prefeitura de Belo Horizonte irá subsidiar o plano de saúde, priorizando os servidores com menor faixa salarial e maior faixa etária. A contribuição do servidor será descontada em folha, exceto quando exceder a margem consignável. Neste caso, o servidor receberá um boleto bancário para efetuar o pagamento dos valores devidos que não puderam ser consignados. O Plano prevê coparticipação, portanto o servidor pagará um pequeno valor sempre que realizar consultas e exames. Haverá coparticipação dos beneficiários quando da utilização do plano, com os seguintes valores: a) R$8,00 para consultas; b) R$4,00 para exames simples; c) R$8,00 para exames complexos; d) R$40,00 internação em enfermaria; e) R$80,00 internação em apartamento. Como é um plano coparticipativo, o servidor terá que pagar pelos procedimentos odontológicos cada vez que utilizar? Não, os atendimentos odontológicos não terão coparticipação, ou seja, não haverá pagamento quando da utilização. Como será definido o subsídio da Prefeitura? A referência para o cálculo será o plano médico/hospitalar com odontologia no padrão enfermaria, quanto menor a renda e maior a faixa etária maior o subsídio. A renda considerada é a remuneração bruta do servidor. Uma tabela com o índice de subsídio será divulgada e ficará disponível no ato da adesão para consulta. O vale-refeição entra na base de cálculo? Não entram no cálculo, vale-refeição e outras verbas indenizatórias.

8 Qual a base de cálculo do servidor que tem duas matrículas (BMs)? O servidor vai indicar um BM no qual fará a adesão e, sobre este BM, terá calculado o subsídio e efetuado o desconto. O que acontece se o servidor ficar inadimplente? O servidor será excluído pelo não pagamento da mensalidade por período superior a 60 (sessenta) dias, consecutivos ou não, nos últimos doze meses de vigência do contrato, após notificação do titular e do órgão ou entidade à qual ele se encontra vinculado pela operadora, até o quinquagésimo dia de inadimplência. Nesse caso, a Prefeitura excluirá o servidor, quitará o débito com a operadora e descontará o débito em folha. O servidor só poderá retornar ao plano depois de quitado o débito e submetendo-se a exigências de cobertura parcial temporária, conforme previsão contratual. Se o servidor passar a ocupar ou deixar um cargo em comissão/confiança como fica o subsídio? O subsídio será ajustado conforme a remuneração bruta que o servidor passar a perceber. Onde será realizada a gestão do PAISS? Elemento importante da política de Recursos Humanos da Prefeitura, o Programa deverá vincular-se à Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos, estabelecendo constante interlocução com a saúde ocupacional dos servidores. Caso o servidor tenha problemas com o acesso ou com o atendimento, a quem deve recorrer? A operadora contratada, UNIMED BH, disponibilizou um número exclusivo para o atendimento aos servidores da Prefeitura de Belo Horizonte, , assim como um site

9 Os planos de saúde são regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. O servidor pode tirar dúvidas e apresentar reclamações no Disque ANS ou no site O Programa de Atenção Integral à Saúde do servidor PAISS, também estará à disposição para esclarecer e sanar problemas que não tenham sido resolvidos pela operadora, por meio do fale conosco na sala dos servidores ( e na central de atendimento do servidor. Sempre que houver problema, o servidor deve buscar saná-lo com a operadora, e se não for possível acionar a ANS e o PAISS. Número exclusivo para o atendimento aos servidores da Prefeitura de Belo Horizonte:

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016 Dispõe sobre a contratação de planos coletivos empresariais de planos privados de assistência à saúde por microempreendedores individuais e por

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Diferenças entre planos individuais e coletivos Operadora: Caixa Seguradora Especializada em Saúde CNPJ: 13.223.975/0001-20 Nº de registro da ANS:

Leia mais

Resolução Normativa nº279. Aposentados e Demitidos

Resolução Normativa nº279. Aposentados e Demitidos Resolução Normativa nº279 Aposentados e Demitidos Retrospectiva Lei nº 9656/98 Demitidos Art. 30 - Ao consumidor que contribuir para produtos de Planos Privados de Assistência à Saúde, em decorrência de

Leia mais

PLANO DE SAÚDE CMBH INFORMAÇÕES AOS SERVIDORES

PLANO DE SAÚDE CMBH INFORMAÇÕES AOS SERVIDORES PLANO DE SAÚDE CMBH INFORMAÇÕES AOS SERVIDORES Até 2004 - assistência aos servidores por profissionais de saúde da CMBH Após 2004 - assistência aos servidores através do convênio com a BEPREM Lei 10107/2011

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE OS NOVOS PLANOS. A partir de que data os novos planos começarão a vigorar?

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE OS NOVOS PLANOS. A partir de que data os novos planos começarão a vigorar? PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE OS NOVOS PLANOS GERAIS A partir de que data os novos planos começarão a vigorar? Os novos planos passam a funcionar em 1º de janeiro de 2015. Como será a migração? A migração

Leia mais

IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS

IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS RN 195 Vigência: 03.11.2009 (alterada pelas RNs 200 e 204); Objetivos: a) classificar e disciplinar as características dos planos privados

Leia mais

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS MPS ANEXO I Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANS N 31004-2 SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS 1 ANEXO I UNIODONTO DE SÃO PAULO SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS CNPJ: 51.701.878/0001-95

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS PORTARIA NORMATIVA Nº 5, DE 11 DE OUTUBRO DE 2010. Estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil

Leia mais

APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES

APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES A BIOVIDA SAÚDE com o intuito de informar e orientar seus beneficiários quanto ao PLANO CONTINUIDADE, resolveu criar e divulgar essa cartilha com explicações

Leia mais

Lisa Gunn Coordenadora Executiva

Lisa Gunn Coordenadora Executiva Carta Coex 119/2011 São Paulo, 18 de maio de 2011. À Agência Nacional de Saúde Suplementar Aos Senhores Dr. Mauricio Ceschin Diretor Presidente Dra. Stael Riani Ouvidora Assunto: CP41 Contribuições do

Leia mais

ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES:

ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES: ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES: QUALIFICAÇÃO DA CONTRATADA: PROMED ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA., doravante denominada CONTRATADA,

Leia mais

EMPRESA (RAZÃO SOCIAL): UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO REPRESENTANTE LEGAL: Sr. Claudney Gonçalves Guimarães

EMPRESA (RAZÃO SOCIAL): UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO REPRESENTANTE LEGAL: Sr. Claudney Gonçalves Guimarães 1 EDITAL DE LICITAÇÃO Nº: 003/2014 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO Nº: 0013/2014 ATA DE REALIZAÇÃO DE PREGÃO PRESENCIAL Às 15:00 horas do dia 25 (vinte e cinco) de abril do ano de dois mil e quatorze

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279. (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656)

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279. (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656) RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656) Vigência: 1º de junho de 2012 Contribuição. Características: Independe de utilização Plano do empregado (titular) Pode ser descontinuada:

Leia mais

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: *

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: * I * C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. No item 3 Importante: Importante: * Importante: CANCELAMENTO DO PLANO (titular e dependentes)

Leia mais

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE Foi publicada no Diário Oficial da União - DOU de 11/11/16 a RN 412/16 que dispõe sobre a solicitação de cancelamento do contrato do

Leia mais

Plano de saúde. aposentados e demitidos

Plano de saúde. aposentados e demitidos Plano de saúde aposentados e demitidos A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi criada em 2000 com a finalidade de regular o setor de planos privados de assistência à saúde. Essa cartilha tem

Leia mais

Plano de Saúde Amil Empresarial ou PME

Plano de Saúde Amil Empresarial ou PME AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS Tabelas 02 a 29 vidas Amil Saúde 400, 500, 700 para 02 a 29 vidas AMIL SAÚDE PARA EMPRESAS QUEM PODE SER DEPENDENTE = DEPENDENTES LEGAIS ATÉ O TERCEIRO GRAU DE PARENTESCO LIMITADOS

Leia mais

PME 10 A 29 VIDAS. CNU PME Básico. CNU PME Especial / /13-0. Nacional. Nacional R$ 164,62 R$ 213,23 R$ 197,55 R$ 255,87 R$ 223,23

PME 10 A 29 VIDAS. CNU PME Básico. CNU PME Especial / /13-0. Nacional. Nacional R$ 164,62 R$ 213,23 R$ 197,55 R$ 255,87 R$ 223,23 PME Salvador - BA Salvador PLANO DE SAÚDE COLETIVO EMPRESARIAL Ambulatorial + Hospitalar com Obstetrícia SEM COPARTICIPAÇÃO PME 03 A 09 VIDAS PME 10 A 29 VIDAS PME 30 A 99 VIDAS FAIXA ETÁRIA REGISTRO ANS

Leia mais

INSTRUMENTO DE COMERCIALIZAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE Nº

INSTRUMENTO DE COMERCIALIZAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE Nº INSTRUMENTO DE COMERCIALIZAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE Nº 1. DAS PARTES: 1.1. Celebra(m) o presente instrumento, na qualidade de CONTRATANTE, a pessoa jurídica abaixo qualificada: Razão Social Nome Fantasia

Leia mais

Comunicado 4 Credenciamento TSE nº 1/2015 QUESTIONAMENTOS DA EMPRESA ALIANÇA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE S.A E RESPOSTAS EMITIDAS PELO TSE:

Comunicado 4 Credenciamento TSE nº 1/2015 QUESTIONAMENTOS DA EMPRESA ALIANÇA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE S.A E RESPOSTAS EMITIDAS PELO TSE: Comunicado 4 Credenciamento TSE nº 1/2015 QUESTIONAMENTOS DA EMPRESA ALIANÇA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE S.A E RESPOSTAS EMITIDAS PELO TSE: 1. De acordo com a alínea f do item 1.3 do Edital em

Leia mais

As regras para COMPULSÓRIO, SUBSÍDIO e DESCONTO DE COPARTICIPAÇÃO mudaram:

As regras para COMPULSÓRIO, SUBSÍDIO e DESCONTO DE COPARTICIPAÇÃO mudaram: Renovação e reajuste do plano de saúde A renovação do contrato coletivo do Plano de Saúde foi concluída pela área de Remuneração e Relações Trabalhistas. Após pesquisa de mercado e estudo das propostas

Leia mais

Estado Civil Data de Nascimento Data da Inscrição Deficiente SIM CONTA CORRENTE (BRB // BANCO DO BRASIL) Banco Agência Nº da Conta

Estado Civil Data de Nascimento Data da Inscrição Deficiente SIM CONTA CORRENTE (BRB // BANCO DO BRASIL) Banco Agência Nº da Conta Instrução de Preenchimento: 1) Preencha de forma legível; 2) A inscrição dependente deverá ser acompanhada da documentação correspondente; 3) O parentesco do cônjuge deverá ser diferenciado entre companheiro(a)

Leia mais

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8. Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.112/90: Lei nº 8.112/90 redação anterior à Medida Provisória nº

Leia mais

Segunda edição Guia do Consumidor de Planos de Saúde Coletivos

Segunda edição Guia do Consumidor de Planos de Saúde Coletivos Segunda edição Guia do Consumidor de Planos de Saúde Coletivos ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS ADMINISTRADORAS DE BENEFÍCIOS Temas A 04 Administradoras de Benefícios 10 Aposentados 16 Atrasos de Pagamento e Inadimplência

Leia mais

TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS

TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DADOS DA OPERADORA CONTRATADA Nome: UNIMED FEDERAÇÃO DO PARANÁ FEDERAÇÃO ESTADUAL DAS COOPERATIVAS MÉDICAS DO ESTADO DO PARANÁ Endereço: RUA ANTÔNIO CAMILO

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

1ª) A lei de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a):

1ª) A lei de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a): 1ª) A lei 12.550 de 2011 autorizou a CRIAÇÃO da empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH; pelo (a): A) Poder Legislativo. B) Poder Executivo C) Poder Judiciário D)

Leia mais

: RN-17/94 RH-32. Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA Superintendência de Tecnologia da Informação - STI

: RN-17/94 RH-32. Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Resolução Normativa Número Sistema : RECURSOS HUMANOS Sub-Sistema : Vigência : 01/09/2009

Leia mais

1. Art. 17, caput: Formas de comunicação ao beneficiário

1. Art. 17, caput: Formas de comunicação ao beneficiário Contribuições do SINOG Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo para discussão na 2ª reunião do Grupo Técnico da Regulamentação da Lei nº 13.003/2014. Contribuições sobre pontos relevantes

Leia mais

INSTRUMENTO DE COMERCIALIZAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE VIDAS Nº

INSTRUMENTO DE COMERCIALIZAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE VIDAS Nº INSTRUMENTO DE COMERCIALIZAÇÃO DE PLANOS DE SAÚDE 03-29 VIDAS Nº 1. DAS PARTES: 1.1. Celebra(m) o presente instrumento, na qualidade de CONTRATANTE, a pessoa jurídica abaixo qualificada: Razão Social Nome

Leia mais

SANTA HELENA (DIVICOM)

SANTA HELENA (DIVICOM) SANTA HELENA (DIVICOM) http://www.wemk.com.br (11) 3124 3799 ABRACEM Assoc.Bras.dos Consultores Empres. e Prof. Liberais AVAASP AVAASP FCDL FCDL GRÊMIO Associação Recreativa e Cultural Grêmio dos Servidores

Leia mais

Uso consciente do plano de saúde AMS. Papo de hoje: Auxíliofarmácia

Uso consciente do plano de saúde AMS. Papo de hoje: Auxíliofarmácia Uso consciente do plano de saúde AMS Papo de hoje: Auxíliofarmácia O plano AMS contempla plano médico, hospitalar, odontológico e de farmácia, de autogestão criado pela Vale e administrado pelo PASA, a

Leia mais

Termo de Acordo Gratuito Conceito:. (

Termo de Acordo Gratuito Conceito:. ( Aliança Termo de Acordo Gratuito: Conceito: Acordo cuja execução não envolve transferência de recursos entre os partícipes. (Portaria Interministerial MP/MF/CGU nº 127, de 29 de maio de 2008, com fundamento

Leia mais

REGULAMENTO Art. 1º 1º- entende-se como beneficiários descendentes de primeiro grau em linha reta ascendentes de primeiro grau em linha reta 2º-

REGULAMENTO Art. 1º 1º- entende-se como beneficiários descendentes de primeiro grau em linha reta ascendentes de primeiro grau em linha reta 2º- REGULAMENTO Art. 1º - O programa de Assistência Jurídica da Asttter é de utilização exclusiva dos associados titulares e seus beneficiários a quem concederem autorização. 1º- Para fins deste regulamento,

Leia mais

Localize na tabela de auxílio-saúde o valor de sua remuneração e a sua idade, este é o valor do seu auxílio-saúde:

Localize na tabela de auxílio-saúde o valor de sua remuneração e a sua idade, este é o valor do seu auxílio-saúde: ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUPLEMENTAR DO SERVIDOR: Per-capta - saúde-suplementar (modalidade de ressarcimento) A assistência à saúde suplementar é um benefício compartilhado, tendo uma parte custeada pela União,

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

Comunicado: Atualizações Legais do Plano de Saúde Decorrentes de Normas da ANS.

Comunicado: Atualizações Legais do Plano de Saúde Decorrentes de Normas da ANS. Joinville, 03 de maio de 2016. Ofício 567/2016 Comunicado: Atualizações Legais do Plano de Saúde Decorrentes de Normas da ANS. Prezado Cliente, Comunicamos as alterações abaixo, que passam a ser asseguradas

Leia mais

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - BENEFÍCIOS OFERECIDOS O Plano de Benefícios FAF oferece os seguintes benefícios aos seus participantes, ou aos dependentes de participantes falecidos: I - quanto aos participantes: - suplementação

Leia mais

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Regimes Previdenciários Principal Complementar Setor Público Setor Privado RGPS Oficial (União, Estados, Municípios e DF) Privado Civil (União, Estados, Municípios e DF) Militar

Leia mais

Regulamento para Concessão de Empréstimo Pessoal EPES

Regulamento para Concessão de Empréstimo Pessoal EPES Regulamento para Concessão de Empréstimo Pessoal EPES Capítulo I Da Finalidade e Subordinação Artigo 1º - O Empréstimo Pessoal, doravante denominado EPES, tem por finalidade atender aos participantes ativos

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA AUDIÊNCIA PÚBLICA

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA AUDIÊNCIA PÚBLICA Discutir a situação da pediatria no âmbito do Sistema Único de Saúde SUS e na Saúde Suplementar. Brasília, DF, 27 de maio

Leia mais

GT INTERÁREAS MECANISMOS DE REGULAÇÃO

GT INTERÁREAS MECANISMOS DE REGULAÇÃO GT INTERÁREAS MECANISMOS DE REGULAÇÃO Clique para editar o nome do autor Clique para editar o cargo do autor GERÊNCIA GERAL REGULATÓRIA DA ESTRUTURA DOS PRODUTOS DIRETORIA DE PRODUTOS Clique para NOVEMBRO/2016

Leia mais

Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul

Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Caxias do Sul Instituto

Leia mais

Contratar um plano de saúde é uma decisão que vai além da pesquisa de preços. Antes de

Contratar um plano de saúde é uma decisão que vai além da pesquisa de preços. Antes de Planos de saúde: Sete perguntas para fazer antes de contratar Antes de aderir a um plano de saúde, o consumidor precisa se informar sobre todas as condições do contrato, para não correr o risco de ser

Leia mais

EMPRÉSTIMO E CARTÃO CONSIGNADO

EMPRÉSTIMO E CARTÃO CONSIGNADO setembro/2016 EMPRÉSTIMO E CARTÃO CONSIGNADO DIRECIONADOS A APOSENTADOS E PENSIONISTAS Todo aquele que recebe benefícios de aposentadoria ou pensão por morte pagos pela Previdência Social pode obter crédito

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR

IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR (Preencher com letra de forma ou letra manuscrita legível) Nome completo: Matrícula: Já foi Beneficiário na AMS? ( ) Sim ( ) Não. Se SIM, qual era a matrícula

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

Manual do Cliente. UNIPART FLEX ESTADUAL Fique por dentro do seu plano.

Manual do Cliente. UNIPART FLEX ESTADUAL Fique por dentro do seu plano. Manual do Cliente UNIPART FLEX ESTADUAL Fique por dentro do seu plano. 1 2 Índice 1. Bem-vindo à Unimed-BH... 4 2. Conheça o Sistema Unimed... 4 3. O seu plano é o Unipart Flex Estadual... 5 4. Beneficiários...

Leia mais

2. BPC Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. Decreto nº6.214/2003 Alterado pelo Decreto nº de 2011

2. BPC Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. Decreto nº6.214/2003 Alterado pelo Decreto nº de 2011 2. BPC Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social Decreto nº6.214/2003 Alterado pelo Decreto nº 7.617 de 2011 O BPC É a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso,

Leia mais

Confiabilidade em saúde bucal

Confiabilidade em saúde bucal Planos Odontológicos Assistência odontológica empresarial PLANOS PME - A partir de 05 vidas Dental Confiabilidade em saúde bucal Confiabilidade A MetLife é a empresa Top of Mind Estadão de RH 2010. Planos

Leia mais

UBB PREV Previdência Complementar

UBB PREV Previdência Complementar UBB PREV Previdência Complementar 23 de março 2011 Quadro Comparativo das Alterações Propostas para o Regulamento do Plano de Previdência Unibanco (Futuro Inteligente Aprovadas na ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 40/2014 ESCLARECIMENTO N. 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 40/2014 ESCLARECIMENTO N. 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 40/2014 Data: 15/10/2014 Objeto: Contratação de pessoa jurídica especializada na prestação de serviços de assistência médica, ambulatorial

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Do Sr. Alan Rick) Cria a Subseção XIII, da Seção V, do Capítulo II, do Título III, da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, altera os arts. 18, 25, 29, 39, 40 e 124 da Lei nº

Leia mais

Revogado pela Resolução nº 160/2009 PODER JUDICIÁRIO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR. RESOLUÇÃO no{dfje)bde agosto de 2001.

Revogado pela Resolução nº 160/2009 PODER JUDICIÁRIO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR. RESOLUÇÃO no{dfje)bde agosto de 2001. evogado pela esolução nº 160/2009 PDE JUDICIÁI SUPEI TIBUNAL MILITA STM-DIDC-SELIC 12 ESLUÇÃ no{dfjbde agosto de 2001. Altera a esolução n 95, de 22 de março de 2000. SUPEI TIBUNAL MILITA, no uso de suas

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE (Do Poder Executivo) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 40, DE 2003 (Do Poder Executivo) Modifica os artigos 37, 40, 42, 48, 96, 142 e 149 da Constituição Federal, o artigo 8º da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro

Leia mais

MUD U A D NÇA DE D E REGIME

MUD U A D NÇA DE D E REGIME MUDANÇA DE REGIME PRAZO Após a aprovação no CONSU, haverá um prazo fixado (provavelmente 180 dias) para os interessados fazerem a opção pela mudança de regime. CONTRATO Não haverá rescisão contratual,

Leia mais

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS Página 1 de 5 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP011565/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR039083/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46435.000655/2011-30

Leia mais

Entre os principais focos de atuação da ANS estão: o aperfeiçoamento do modelo de atenção à saúde; o incentivo à qualidade da prestação do serviço

Entre os principais focos de atuação da ANS estão: o aperfeiçoamento do modelo de atenção à saúde; o incentivo à qualidade da prestação do serviço Gostaria de saudar a todos os presentes e agradecer a oportunidade para aqui estar. É uma grande satisfação poder contribuir sobre tão relevante tema de repercussão geral e social - diferença de classe

Leia mais

NIP ASSISTENCIAL: CLASSIFICAÇÃO E PRINCIPAIS DÚVIDAS ANÁLISE FISCALIZATÓRIA. consumidor NIP. operadoras ANS

NIP ASSISTENCIAL: CLASSIFICAÇÃO E PRINCIPAIS DÚVIDAS ANÁLISE FISCALIZATÓRIA. consumidor NIP. operadoras ANS NIP ASSISTENCIAL: DADOS DE CLASSIFICAÇÃO E PRINCIPAIS DÚVIDAS NA ANÁLISE FISCALIZATÓRIA consumidor NIP operadoras ANS Objetivos da apresentação caracterizar as demandas NIP por classificação e subtemas

Leia mais

Guia de Utilização do Plano de Saúde para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CASF

Guia de Utilização do Plano de Saúde para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CASF 1 Guia de Utilização do Plano de Saúde para Beneficiários do Plano de Assistência e Saúde PAS, com cobertura adicional da CASF Este guia básico se destina aos Beneficiários Titulares e seus Dependentes

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS Contrato que entre si fazem, na melhor forma de direito, de um lado (nome da operadora), com sede na rua..., nº..., bairro..., em (nome da cidade), (Estado), inscrita

Leia mais

OPERAÇÕES COM PARTICIPANTES EMPRÉSTIMO PLANOS I, II E III PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

OPERAÇÕES COM PARTICIPANTES EMPRÉSTIMO PLANOS I, II E III PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS OPERAÇÕES COM PARTICIPANTES EMPRÉSTIMO PLANOS I, II E III PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS QUEM PODE SOLICITAR EMPRÉSTIMO PARTICIPANTES ATIVOS PARTICIPANTES ASSISTIDOS Manter vínculo empregatício remunerado

Leia mais

EDITAL 11/2016 SRI/UFF Programa Fórmula de Bolsas de Mobilidade Internacional Santander Universidades e

EDITAL 11/2016 SRI/UFF Programa Fórmula de Bolsas de Mobilidade Internacional Santander Universidades e EDITAL 11/2016 SRI/UFF Programa Fórmula de Bolsas de Mobilidade Internacional Santander Universidades 2017.1 e 2017.2 Anexo VII Documentação comprobatória Apresentar os Documentos comprobatórios FOTOCÓPIAS

Leia mais

FUNDO DE RESERVA UNIMED/ADUFG SINDICATO

FUNDO DE RESERVA UNIMED/ADUFG SINDICATO FUNDO DE RESERVA UNIMED/ADUFG SINDICATO Regulamento do Fundo de Reserva Unimed/ADUFG Sindicato Aprovado em Assembleia Geral dos usuários do Convênio ADUFG SINDICATO/UNIMED realizada em 16 de novembro de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 Institui linha de crédito denominada PROGER Urbano Micro e Pequena Empresa Capital de Giro, no âmbito do Programa de Geração

Leia mais

Guia de Leitura Contratual

Guia de Leitura Contratual Operadora: SORRIDEN CONVÊNIOS ODONTOLÓGICOS S.A CNPJ: 19.304.091/0001-87 Nº de registro na ANS: 419524 Site: www.sorriden.com.br Tel: 0800 44 40 800 Guia de Leitura Contratual Contratação Determina se

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Universidade Federal da Fronteira Sul Secretaria Especial de Gestão de Pessoas -SEGEP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Universidade Federal da Fronteira Sul Secretaria Especial de Gestão de Pessoas -SEGEP ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. RESSARCIMENTO À SAÚDE SUPLEMENTAR 1.O que é? É o auxílio de caráter indenizatório, prestado ao servidor na forma de ressarcimento

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO PREGÃO PRESENCIAL SESC/AR-PE Nº. 004/2011 (C/S) 06/05/2011 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PARA OS FUNCIONÁRIOS DO SESC/PE, SENAC/PE E FECOMÉRCIO/PE, SEUS RESPECTIVOS DEPENDENTES E AGREGADOS.

Leia mais

MANUAL SEGURADO PEPER

MANUAL SEGURADO PEPER Prezado Segurado, O Guia Rápido foi elaborado especialmente para você com o objetivo de orientálo quanto aos procedimentos necessários para acionar as garantias e serviços disponíveis no seu seguro, bem

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº03/2014. I para a anuidade do ano de inscrição, 50% (cinquenta por cento) = R$ 300,00(Trezentos Reais) ;

RESOLUÇÃO Nº03/2014. I para a anuidade do ano de inscrição, 50% (cinquenta por cento) = R$ 300,00(Trezentos Reais) ; RESOLUÇÃO Nº03/2014 Fixa o valor das contribuições obrigatórias para o ano de 2015 e dá outras providências. O CONSELHO SECCIONAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL EM ALAGOAS, no uso das atribuições legais,

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE ATENDIMENTO

GUIA PRÁTICO DE ATENDIMENTO GUIA PRÁTICO DE ATENDIMENTO BEM-VINDO À UNIMED-RIO! A Unimed é uma cooperativa de médicos presente em 83% do território nacional. São mais de 110 mil médicos cooperados e de 20 mil recursos credenciados

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço

Confira a autenticidade no endereço ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001091/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/06/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028646/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.010561/2015-67 DATA DO

Leia mais

Fundação Educacional de Taquaritinga FETAQ Mantenedora Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior ITES

Fundação Educacional de Taquaritinga FETAQ Mantenedora Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior ITES Diretoria Executiva FETAQ Ato nº 001/2014 Regulamenta as políticas para concessão de Bolsas de Estudo e Descontos a alunos do Instituto Taquaritinguense de Ensino Superior - ITES, para o ano letivo de

Leia mais

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, O INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO DE ADESÃO A PLANO COLETIVO EMPRESARIAL DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO DE ADESÃO A PLANO COLETIVO EMPRESARIAL DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CONTRATO DE ADESÃO A PLANO COLETIVO EMPRESARIAL DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA 1. Do tipo de contratação Trata-se de contrato de plano odontológico coletivo empresarial,

Leia mais

INTRODUÇÃO DA CONCEPÇÃO CLÁSSICA AO RECONHECIMENTO DA SUA FUNÇÃO SOCIAL: A LONGA TRAJETÓRIA DA TEORIA CON- TRATUAL...

INTRODUÇÃO DA CONCEPÇÃO CLÁSSICA AO RECONHECIMENTO DA SUA FUNÇÃO SOCIAL: A LONGA TRAJETÓRIA DA TEORIA CON- TRATUAL... SUMÁRIO INTRODUÇÃO.......................................... 15 1. NORTE CONSTITUCIONAL DO TEMA... 19 1.1 Noção de sistema jurídico............... 26 1.2 A normatividade dos princípios constitucionais...

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013 2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO que entre si celebram, de um lado o SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO, DO MOBILIÁRIO E DA EXTRAÇÃO DE MÁRMORE, CALCÁRIO

Leia mais

Desafios e Perspectivas para a Saúde Suplementar

Desafios e Perspectivas para a Saúde Suplementar Desafios e Perspectivas para a Saúde Suplementar Lenise Barcellos de Mello Secchin Chefe de Gabinete São Paulo, 06 de maio de 2016. Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS Agência reguladora federal

Leia mais

RO - Roteiro Operacional IPSEMG - Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais

RO - Roteiro Operacional IPSEMG - Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais IPSEMG - MG RO.04.26 Versão: 24 RO - Roteiro Operacional IPSEMG - Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais Área responsável: Gerência Produtos Consignados I - CONDIÇÕES GERAIS

Leia mais

Saldamento: Uma opção Conheça os detalhes deste processo

Saldamento: Uma opção Conheça os detalhes deste processo Saldamento: Uma opção Conheça os detalhes deste processo www.funcef.com.br CARTILHA DO SALDAMENTO HISTÓRICO 2003 Novembro de 2003 2004 e 2005 10/10/2005 22/12/2005 Primeiro semestre de 2006 3/7/2006 Dezembro

Leia mais

2º O advogado dativo será nomeado para prestar assistência até o final do processo, salvo nos casos fundamentadamente justificados pelo juiz.

2º O advogado dativo será nomeado para prestar assistência até o final do processo, salvo nos casos fundamentadamente justificados pelo juiz. LEI N. 3.165, DE 2 DE SETEMBRO DE 2016 Estabelece critérios para a nomeação, remuneração e pagamento de advogados dativos nos processos que não puderem ser assistidos pela Defensoria Pública do Estado

Leia mais

KIT NASCIMENTO. ALTERAÇÕES NOS PLANO DE SAÚDE Para cada movimentação deverá ser preenchido 1(um) formulário;

KIT NASCIMENTO. ALTERAÇÕES NOS PLANO DE SAÚDE Para cada movimentação deverá ser preenchido 1(um) formulário; KIT NASCIMENTO Reunimos neste kit os principais formulários para que você possa realizar as alterações necessárias decorrentes do seu casamento nos programas da companhia: IMPOSTO DE RENDA Deverá ser preenchido

Leia mais

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE Em 30/12/2014, por meio das Medidas Provisórias 664 e 665, publicadas no Diário Oficial da União, as normas

Leia mais

GUIA DO CONSUMIDOR. Informações importantes para contratar e usar bem seu plano de saúde

GUIA DO CONSUMIDOR. Informações importantes para contratar e usar bem seu plano de saúde GUIA DO CONSUMIDOR Informações importantes para contratar e usar bem seu plano de saúde GUIA DO CONSUMIDOR Informações importantes para contratar e usar bem seu plano de saúde 2ª EDIÇÃO SUMÁRIO 8 1. INTRODUÇÃO:

Leia mais

ANEXO I (UTILIZAR PAPEL TIMBRADO DA OPERADORA) SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO

ANEXO I (UTILIZAR PAPEL TIMBRADO DA OPERADORA) SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO ANEXO I (UTILIZAR PAPEL TIMBRADO DA OPERADORA) SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO 1. OPERADORA: CNPJ: NOME DO RESPONSÁVEL: CARGO: E-MAIL: 2. UNIDADE PRESTADORA DE SERVIÇOS: 3.CÓDIGO DO BENEFICIÁRIO: 4. NÚMERO DA

Leia mais

Valor com desconto para matrículas até 16/09/2016

Valor com desconto para matrículas até 16/09/2016 INVESTIMENTO Formas de pagamento 96 h/a Valor com desconto para matrículas até 16/09/2016 Valor a partir de 17/09/2016 À Vista R$ 8.356,00 R$ 8.669,00 3 Parcelas R$ 2.813,00 R$ 2.918,00 6 Parcelas R$ 1.428,00

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado Entenda mais sobre O Plano Copasa Saldado Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

FÓRUM DE PRESIDENTES DO SISTEMA UNIMED. Luis Carlos Melo SP, 04/08/2011

FÓRUM DE PRESIDENTES DO SISTEMA UNIMED. Luis Carlos Melo SP, 04/08/2011 FÓRUM DE PRESIDENTES DO SISTEMA UNIMED Luis Carlos Melo SP, 04/08/2011 UNIMED VALE DO SINOS - RS Fundação: Em 1975, na cidade de Novo Hamburgo/RS, por um grupo de 45 médicos; Área de ação: Vale do Sinos

Leia mais

ESTADO RICARDO CERCEAU

ESTADO RICARDO CERCEAU SAUDE ESTADO REGIONAL SUPLEMENTAR DO ESPIRITO SANTO DE SAÚDE VITÓRIA LUIS ALFREDO VIDAL DE CARVALHO RICARDO CERCEAU RENATO CERCEAU Brasil, 2013-1ª edição LUIS ALFREDO VIDAL DE CARVALHO RICARDO CERCEAU

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odonto!

Bem-vindo ao Plano Odonto! Bem-vindo ao Plano Odonto! Sorria! Assim como cerca de 5,7 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma parceria entre o

Leia mais

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO

CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO Prezado (a) Beneficiário (a), CARTA DE ORIENTAÇÃO AO BENEFICIÁRIO A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), instituição que regula as atividades das operadoras de planos privados de assistência à

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SULAMÉRICA ASSISTÊNCIA

CONDIÇÕES GERAIS SULAMÉRICA ASSISTÊNCIA CONDIÇÕES GERAIS SULAMÉRICA ASSISTÊNCIA ÍNDICE 1. OBJETO DOS SERVIÇOS...3 2. DADOS NECESSÁRIOS PARA CONTRATAÇÃO...3 3. ABRANGÊNCIA...3 4. ATIVAÇÃO...3 5. CARÊNCIA...4 6. VIGÊNCIA...4 7. SUBSTITUIÇÃO DO

Leia mais

EDITAL 2016 FLUXO CONTÍNUO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA. Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação lato sensu e Especialização Médica.

EDITAL 2016 FLUXO CONTÍNUO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA. Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação lato sensu e Especialização Médica. EDITAL 2016 FLUXO CONTÍNUO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação lato sensu e Especialização Médica. A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE, pessoa jurídica

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE DOU DE 03/01/2011

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE DOU DE 03/01/2011 PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 568, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010 - DOU DE 03/01/2011 Dispõe sobre o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e dos demais valores

Leia mais

DE RENDA DE APOSENTADORIA

DE RENDA DE APOSENTADORIA DE RENDA DE APOSENTADORIA INTRODUÇÃO Este guia contém as etapas que devem ser seguidas no momento de solicitar a renda de aposentadoria nos planos Vale Mais e Valiaprev. Os participantes podem requerer

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

PORTARIA MPS/MF Nº 333, DE 29 DE JUNHO DE 2010 (DOU )

PORTARIA MPS/MF Nº 333, DE 29 DE JUNHO DE 2010 (DOU ) PORTARIA MPS/MF Nº 333, DE 29 DE JUNHO DE 2010 (DOU 30.06.2010) Dispõe sobre o salário mínimo e o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e dos demais valores constantes

Leia mais

INFORMATIVO O QUE O SERVIDOR MUNICIPAL DEVE CONHECER SOBRE A ENTREGA DE ATESTADOS MÉDICOS

INFORMATIVO O QUE O SERVIDOR MUNICIPAL DEVE CONHECER SOBRE A ENTREGA DE ATESTADOS MÉDICOS INFORMATIVO O QUE O SERVIDOR MUNICIPAL DEVE CONHECER SOBRE A ENTREGA DE ATESTADOS MÉDICOS Decreto Municipal 4.729/2015 O QUE É ATESTADO MÉDICO? Considera-se Atestado Médico aquele emitido por profissional

Leia mais