APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES"

Transcrição

1 APOSENTADOS E DEMITIDOS CARTILHA COM ORIENTAÇÕES

2 A BIOVIDA SAÚDE com o intuito de informar e orientar seus beneficiários quanto ao PLANO CONTINUIDADE, resolveu criar e divulgar essa cartilha com explicações e informações importantes sobre os procedimentos a serem tomados diante da aposentadoria ou demissão/exoneração. Essa cartilha foi desenvolvida com base na Lei 9656 de 1998 e na Resolução Normativa/ANS nº 279. DEMITIDO OU EXONERADO É garantido ao demitido ou exonerado sem justa causa, que contribuiu para o pagamento do plano de saúde, em decorrência do vínculo empregatício, o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o pagamento integral. O período desta condição será de 1/3 (um terço) do tempo de permanência, em que tenha contribuído para o plano de saúde, com um mínimo estipulado de 06 (seis) e um máximo de 24 (vinte e quatro) meses.

3 APOSENTADO Ao ex-empregado aposentado ou para o aposentado que continuou trabalhando na empresa e venha a se desligar, desde que tenha contribuído para o plano saúde, contratado, em decorrência de vínculo empregatício, pelo prazo mínimo de 10 (dez) anos, é garantido o direito de manter sua condição de Beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava, quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o pagamento integral. APOSENTADO E DEMITIDO Não tem direito a dar continuidade ao Plano de Saúde o beneficiário que só assume o pagamento do plano de seus dependentes e/ou o pagamento de coparticipação ou franquia quando utiliza serviços, como por exemplo, (consultas, exames, cirurgias), e seu empregador paga integralmente o seu plano de saúde. Se sua empresa tiver planos diferentes para empregados ativos e para os ex-empregados demitidos e aposentados, ambos deverão ser da mesma operadora.

4 POR QUANTO TEMPO o beneficiário DEMITIDO/ APOSENTADO que aderiu a continuidade do Plano de Saúde, poderá manter-se vinculado?

5 COMO FICA O PAGAMENTO pelo plano de saúde após demissão ou aposentadoria? Ao optar pela permanência no plano de saúde de sua empresa, o ex-empregado, exonerado ou aposentado deverá assumir integralmente o pagamento mensal do plano. Durante o período em que se mantiver no plano, não deixa de receber vantagens obtidas pelos empregados provenientes de acordos coletivos de trabalho. E meus dependentes como ficam? Ao optar por continuar com o Plano o beneficiário tem o direito de manter todos os dependentes já vinculados ao plano de saúde antes do desligamento da empresa, desde que assuma o pagamento correspondente. Poderá incluir novos dependentes: novo cônjuge ou outros filhos. No caso de morte do aposentado ou do demitido/exonerado sem justa causa, os dependentes permanecem no plano pelo tempo ao qual o titular tinha direito. O empregador deve informar o direito de manutenção no plano de saúde da empresa no momento em que for comunicar o aviso prévio ou a aposentadoria ao colaborador, bem como lhe entregar o formulário contendo a opção para permanecer ou não no plano como inativo. A partir desse momento, o beneficiário terá, então, até 30 dias corridos para informar se deseja ou não dar a continuidade no plano. Essa cartilha foi realizada com base na Lei 9656/1998, e Resolução Normativa nº 279/2011.

6 Comunicado Orientações Gerais Termo de Opção do Plano Continuidade (Conforme Arts. 30 e 31 da Lei 9.656/98 e RN 279). A OPÇÃO DE PROSEGUIR COM O SEU PLANO MESMO APÓS DEMISSÃO EXONERAÇÃO APOSENTADORIA COMUNICADO É garantido aos ex-empregados, demitidos ou exonerados sem justa causa ou aposentados que contribuíram mensalmente para o pagamento da contraprestação pecuniária do plano privado de assistência medica em decorrência de vínculo empregatício, o direito de manterem-se na condição de beneficiários deste plano, nas mesmas condições de cobertura de que gozavam quando da vigência do vínculo de emprego desde que assumam o pagamento integral da respectiva contraprestação pecuniária (valor pago pelo empregador). Não são consideradas contribuições: a) Valores pagos pelo Titular relacionados à contribuição de dependentes e/ou agregados; e b) Valores pagos pelo Titular correspondentes à coparticipação. O Plano Continuidade é um benefício extensivo aos dependentes inscritos quando da vigência do contrato de trabalho, sendo certo que serão excluídos do plano a término dos prazos estabelecidos em lei para manutenção do benefício ou na hipótese de perderem a condição de dependência prevista no contrato. O direito de opção pela manutenção ou não no plano de assistência médica deverá seguir as orientações previstas no Item 1. das Orientações Gerais. ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Prazos do Direito O prazo para a opção da manutenção da condição de beneficiário é de até 30(trinta) dias, em resposta à comunicação do empregador sobre o desligamento do empregado, formalizada no ato da rescisão contratual ou da comunicação da aposentadoria. 2. Demitidos ou exonerados sem justa causa O período de manutenção será igual a 1/3 (um terço) do tempo de permanência nos produtos de que tratam o inciso I e o 1o do art. 1º da Lei 9656/98, ou sucessores, com um mínimo assegurado de seis meses e um máximo de vinte e quatro meses. 3. Aposentados: 3.1 Com menos de 10 (dez) anos de contribuição: o direito de permanência no plano será proporcional ao tempo de contribuição, à razão de 1 (um) ano para cada ano de contribuição. 3.2 Com 10 (dez) anos de contribuição: o direito de permanência no plano será garantido por prazo indeterminado, observadas as condições previstas no item 7. deste orientador. 4. Da Vigência do período de manutenção A vigência do período de manutenção será contada a partir da efetivação do cadastro, que ocorrerá no prazo de até 15(quinze) dias uteis da data de recepção de toda a documentação pertinente, constante no item 8. Da documentação obrigatória. 5. Da mensalidade O valor da mensalidade corresponderá ao valor integral do plano de assistência à saúde (valor pago pelo empregador). As mensalidades deverão ser pagas na data de vencimento, por meio de boleto enviado ao endereço declarado na ficha cadastral, após efetivação do cadastro, sob pena de cancelamento por inadimplência. As mensalidades serão corrigidas na mesma periodicidade e percentuais aplicados a Empresa CONTRATANTE. Em caso de não recebimento dos boletos para pagamento orientamos que entre em contato com a nossa Central de Atendimento nos telefones: (11) / ou pelo site 6. Da carteira de identificação e boleto para pagamento A carteira de identificação do PLANO CONTINUIDADE substitui a anteriormente utilizada que deve ser entregue a Operadora em conjunto com a documentação obrigatório, item 8. Da documentação obrigatória. A nova carteira de identificação será enviada ao endereço informado na ficha cadastral, após a efetivação do cadastro. No caso de extravio da referida carteira de identificação o beneficiário deve comunicar através de formulário próprio essa informação. 7. Da perda do Direito dos beneficiários titulares e seus dependentes aos direitos dos artigos 30 e 31 da lei 9656/98: A perda do direito à manutenção da condição de beneficiário se dará nas seguintes hipóteses: a) Pelo término dos prazos estabelecidos na lei e reproduzidos no item 1. Prazos do Direito deste termo; b) Quando o beneficiário titular for admitido em novo emprego; c) Na falta do pagamento da mensalidade do plano em prazo superior a 60(sessenta) dias de seu vencimento; d) Por fraude praticada pelo beneficiário titular ou dependentes ou devido à inobservância das obrigações estabelecidas na lei ou no contrato firmado entre CONTRATANTE e BIOVIDA SAÚDE; ou e) Quando do cancelamento do contrato firmado entre a BIOVIDA SAÚDE e a empresa CONTRATANTE. Qualquer alteração nas condições contratuais vigentes com a CONTRATANTE, ou na legislação vigente, serão aplicadas no que couber a esse termo, mesmo que retroativamente. Página 1 de 2

7 Comunicado Orientações Gerais Termo de Opção do Plano Continuidade (Conforme Arts. 30 e 31 da Lei 9.656/98 e RN 279) A OPÇÃO DE PROSEGUIR COM O SEU PLANO MESMO APÓS DEMISSÃO EXONERAÇÃO APOSENTADORIA 8. Da documentação obrigatória Na opção pela manutenção da condição de beneficiários, a empresa CONTRATANTE apresentará toda a documentação necessária constante abaixo: Cópia da Ficha de Cadastro devidamente assinada pelo beneficiário Titular e pelo responsável da empresa CONTRATANTE. Carteira de identificação BIOVIDA SAÚDE do beneficiário titular e dependente (s). Cópia do 1º e dos 03(três) últimos Holerites ou Demonstrativos de pagamento que conste os descontos referentes a contribuição ao plano de assistência à saúde. Comprovante de residência em nome do beneficiário titular. Cópia do RG / CPF ou CNH do titular e dependente(s) quando maiores de 18 anos, e quando menores de 18 anos a Certidão de Nascimento. Cartão do SUS (Sistema Único de Saúde) do titular e dependente(s). Cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho e CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social). Em caso de aposentadoria: Apresentar todos os documentos acima, incluindo a cópia da CARTA DE CONCESSÃO DE APOSENTADORIA INSS. Toda a documentação supramencionada, bem como os formulários pertinentes ao TERMO DE OPÇÃO DO PLANO CONTINUIDADE (Comunicado Orientações Gerais e Ficha cadastral) deverão ser entregues a BIOVIDA SAÚDE, dentro do prazo legal para a opção deste beneficio conforme Arts. 30 e 31 da Lei 9656/98 e Resolução Normativa 279. Local e data Assinatura do Beneficiário Titular Biovida Saúde Ltda - CNPJ: / R. Barão de Itapetininga, 151, 2º andar, Conj. 22, República, São Paulo - SP Cep: Central de Atendimento (11) / Página 2 de 2

8 1- DADOS CADASTRAIS DA CONTRATANTE Empresa contratante (Conforme Arts. 30 e 31 da Lei 9.656/98 e RN 279) Ficha Cadastral Termo de Opção do Plano Continuidade DEMITIDO OU EXONERADO APOSENTADO A OPÇÃO DE PROSEGUIR COM O SEU PLANO MESMO APÓS DEMISSÃO EXONERAÇÃO APOSENTADORIA CNPJ Plano vigente Código da Empresa com a Operadora CEP Complemento Rua, Avenida, Praça, Travessa nº Bairro Cidade e UF Telefones 2- DADOS CADASTRAIS DO TITULAR DO PLANO Nome completo do titular Matrícula Biovida Saúde CPF RG RNE Data de nascimento Sexo / / Nome completo da mãe do titular Número do Cartão Nacional de Saúde - SUS CEP Rua, Avenida, Praça, Travessa nº Bairro Cidade e UF Telefones Data de vencimento 3- DADOS DOS DEPENDENTES Nome completo CPF RG RNE Data de nascimento Sexo Número do Cartão Nacional de Saúde - SUS Nome completo da mãe do titular Nome completo CPF RG / RNE Data de nascimento Sexo Número do Cartão Nacional de Saúde - SUS Nome completo da mãe do titular Nome completo CPF RG RNE Data de nascimento Sexo Número do Cartão Nacional de Saúde - SUS / / Nome completo da mãe do titular Preenchimento exclusivo da Operadora. 4- VALOR DE MENSALIDADE EM REAIS (R$) R$ Titular Dependente(s) 5- DADOS SOBRE A CONTRIBUIÇÃO E PERÍODO DE MANUTENÇÃO NO PLANO BIOVIDA SAÚDE Data de ínicio da Contribuição + Data da comunicação do Desligamento ou Aposentadoria = Valor da Mensalidade Vigência do Período de Manutenção Atual Operadora do Plano Operadoras Data de ínico Data de Término Total de Meses Anterior (1) Anterior (2) 6 - DECLARAÇÃO De acordo com a Lei 9656/98 da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) mais especificamente em seus Arts. 30 e 31, quanto ao Plano de continuidade regulamentado pela Resolução Normativa nº 279 da ANS e suas atualizações, venho por meio deste, como beneficiário DECLARAR que tenho conhecimento das normas e opto pela continuidade do meu plano nas mesmas condições de cobertura assistencial existentes na vigência do contrato de trabalho, juntamente com os dependentes por mim declarados no item 3, deste termo de opção de continuidade. Assumo com este documento a responsabilidade pelo pagamento integral das mensalidades. Data e Local Assinatura do beneficiário titular do Plano Assinatura e carimbo do Responsável Legal da empresa Contratante

Resolução Normativa nº279. Aposentados e Demitidos

Resolução Normativa nº279. Aposentados e Demitidos Resolução Normativa nº279 Aposentados e Demitidos Retrospectiva Lei nº 9656/98 Demitidos Art. 30 - Ao consumidor que contribuir para produtos de Planos Privados de Assistência à Saúde, em decorrência de

Leia mais

Lisa Gunn Coordenadora Executiva

Lisa Gunn Coordenadora Executiva Carta Coex 119/2011 São Paulo, 18 de maio de 2011. À Agência Nacional de Saúde Suplementar Aos Senhores Dr. Mauricio Ceschin Diretor Presidente Dra. Stael Riani Ouvidora Assunto: CP41 Contribuições do

Leia mais

Plano de saúde. aposentados e demitidos

Plano de saúde. aposentados e demitidos Plano de saúde aposentados e demitidos A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi criada em 2000 com a finalidade de regular o setor de planos privados de assistência à saúde. Essa cartilha tem

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Diferenças entre planos individuais e coletivos Operadora: Caixa Seguradora Especializada em Saúde CNPJ: 13.223.975/0001-20 Nº de registro da ANS:

Leia mais

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: *

* C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. - No item 3. Importante: Importante: * I * C) Para solicitar: no item 2 (Dados Cadastrais do Titular), independente de estarem assinaladas com *. No item 3 Importante: Importante: * Importante: CANCELAMENTO DO PLANO (titular e dependentes)

Leia mais

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS

MPS. Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANEXO I SÃO PAULO ANS N 31004-2 PLANOS ODONTOLÓGICOS MPS ANEXO I Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde ANS N 31004-2 SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS 1 ANEXO I UNIODONTO DE SÃO PAULO SÃO PAULO PLANOS ODONTOLÓGICOS CNPJ: 51.701.878/0001-95

Leia mais

IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS

IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS IMPACTO DAS RESOLUÇÕES NORMATIVAS 195, 200 e 204 EDITADAS PELA ANS RN 195 Vigência: 03.11.2009 (alterada pelas RNs 200 e 204); Objetivos: a) classificar e disciplinar as características dos planos privados

Leia mais

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE

ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS RN 412/16 CANCELAMENTOS DE PLANOS DE SAÚDE Foi publicada no Diário Oficial da União - DOU de 11/11/16 a RN 412/16 que dispõe sobre a solicitação de cancelamento do contrato do

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279. (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656)

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279. (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656) RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 279 (arts. 30 e 31 da Lei nº 9.656) Vigência: 1º de junho de 2012 Contribuição. Características: Independe de utilização Plano do empregado (titular) Pode ser descontinuada:

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO

MANUAL DE PREENCHIMENTO PLANILHA ELETRÔNICA DE MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL PJ MANUAL DE PREENCHIMENTO VERSÃO 05/2013 RELACIONAMENTO CORPORATIVO: TEL. (13) 2102-8340 DADOS PESSOAIS OBRIGATÓRIOS Nome completo em letras maiúsculas de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL PENSÃO - CONCESSÃO. Agência:

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL PENSÃO - CONCESSÃO. Agência: UFAL Dados Básicos do Instituidor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL PENSÃO - CONCESSÃO Siape: Beneficiário do Plano de Saúde GEAP: Sim Não Dados do Básicos do Pensionista

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34.

TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34. TERMO ADITIVO A CONTRATO DE PLANO DE SAÚDE Cuiabá PLANO COLETIVO EMPRESARIAL CONTRATADA EMPRESA: UNIMED CUIABÁ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO CLASSIFICAÇÃO: COOPERATIVA MÉDICA REG. ANS N 34.208-4 CGC:

Leia mais

Manual de Movimentação Cadastral

Manual de Movimentação Cadastral Manual de Movimentação Cadastral 1. Objetivo; 2. Processo; 3. Datas de vigência e datas de cadastro; 4. Cadastro de novo Subestipulante; 4.1 Filiais; 4.2 Prestador de Serviços; 5. Inclusões de Segurados;

Leia mais

PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA E PROCESSO DE LIBERAÇÃO DE ACESSO

PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA E PROCESSO DE LIBERAÇÃO DE ACESSO PROCEDIMENTO SOBRE ENTREGA MENSAL DA DOCUMENTAÇÃO TRABALHISTA E PROCESSO DE LIBERAÇÃO DE ACESSO Aos prestadores de serviço da VOITH PAPER MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA. Este procedimento tem por objetivo

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR

IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR IDENTIFICAÇÃO DO(A) BENEFICIÁRIO(A) TITULAR (Preencher com letra de forma ou letra manuscrita legível) Nome completo: Matrícula: Já foi Beneficiário na AMS? ( ) Sim ( ) Não. Se SIM, qual era a matrícula

Leia mais

CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DE RENDA MENSAL VITALÍCIA

CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DE RENDA MENSAL VITALÍCIA SANPREV - SANTANDER ASSOCIAÇÃO DE PREVIDÊNCIA Rua Domingos de Morais n. º 2.777, 6º São Paulo/SP Fone: (11) 5549 4222 CEP: 04035-001 CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DE RENDA MENSAL VITALÍCIA 1. Informações cadastrais

Leia mais

Tutorial de documentação

Tutorial de documentação Tutorial de documentação Introdução A seguir, apresentamos instruções quanto aos documentos que você deverá entregar com seu contrato, ou enviar via aba Enviar Documentos no portal do aluno PRAVALER. IMPORTANTE:

Leia mais

Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS. Cartilha esocial

Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS. Cartilha esocial Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS Cartilha esocial 2 O que é o esocial? ESOCIAL DOMÉSTICO / SIMPLES DOMÉSTICO O recolhimento obrigatório a partir da competência OUTUBRO/2015. Por intermédio

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista

Manual do Aposentado e Pensionista Manual do Aposentado e Pensionista 1 SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento do Benefício?...3 Quais as formas de recebimento dos Benefícios?...3 Quando

Leia mais

TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS

TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS TERMO DE ADESÃO PARA INCLUSÃO DE BENEFICIÁRIOS DADOS DA OPERADORA CONTRATADA Nome: UNIMED FEDERAÇÃO DO PARANÁ FEDERAÇÃO ESTADUAL DAS COOPERATIVAS MÉDICAS DO ESTADO DO PARANÁ Endereço: RUA ANTÔNIO CAMILO

Leia mais

ANEXO IV RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA E ORIENTAÇÕES PARA COMPROVAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA

ANEXO IV RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA E ORIENTAÇÕES PARA COMPROVAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA ANEXO IV RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA E ORIENTAÇÕES PARA COMPROVAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA A) Para fins desse processo seletivo são considerados dependentes do grupo familiar: todas as pessoas

Leia mais

SUMÁRIO SIC 1- Acesso 2- Mensagens 3 - Faturas 4 Beneficiários

SUMÁRIO SIC 1- Acesso 2- Mensagens 3 - Faturas 4 Beneficiários SUMÁRIO SIC 1- Acesso 1.1 Senha 1.1.1 - Alterar Senha 1.1.2 Esqueceu sua Senha? 1.2 Meu Cadastro 1.3 Cancelar acesso 2- Mensagens 3 - Faturas 4 Beneficiários 4.1 Incluir / excluir beneficiários 4.1.1 Titular

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: envio de 1 (uma) via do formulário devidamente preenchido

Leia mais

ANEXO I (UTILIZAR PAPEL TIMBRADO DA OPERADORA) SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO

ANEXO I (UTILIZAR PAPEL TIMBRADO DA OPERADORA) SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO ANEXO I (UTILIZAR PAPEL TIMBRADO DA OPERADORA) SOLICITAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO 1. OPERADORA: CNPJ: NOME DO RESPONSÁVEL: CARGO: E-MAIL: 2. UNIDADE PRESTADORA DE SERVIÇOS: 3.CÓDIGO DO BENEFICIÁRIO: 4. NÚMERO DA

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº xxx, de xx de xxxxxx DE 2016 Dispõe sobre a contratação de planos coletivos empresariais de planos privados de assistência à saúde por microempreendedores individuais e por

Leia mais

CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS DO CAMPUS MANAUS CENTRO 2º SEMESTRE 2015

CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS DO CAMPUS MANAUS CENTRO 2º SEMESTRE 2015 CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS DO CAMPUS MANAUS CENTRO 2º SEMESTRE 2015 EDITAL/CURSO/FORMA/MODALIDADE DATA HORÁRIO LOCAL EDITAL 05/2015 CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE 20,21 e 22 de JULHO (1ª Chamada) 8h às 17h SALA

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IPG N.º 04/2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA IPG N.º 04/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA IPG N.º 04/2013 DISPÕE SOBRE O DISCIPLINAMENTO DO RECADASTRAMENTO E CENSO PREVIDENCIÁRIO DOS SERVIDORES INATIVOS E PENSIONISTAS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI. Considerando que a Controladoria

Leia mais

CHECKLIST Conferência de Documentos Bolsa Social de Estudo (O checklist não substitui a leitura do Edital Normativo)

CHECKLIST Conferência de Documentos Bolsa Social de Estudo (O checklist não substitui a leitura do Edital Normativo) CHECKLIST Conferência de Documentos Bolsa Social de Estudo (O checklist não substitui a leitura do Edital Normativo) Nº DO PROCESSO: DATA: ALUNO: MATRÍCULA: CURSO: SEMESTRE: QUANTIDADE DE MEM- BROS: DOCUMENTOS

Leia mais

EDITAL Nº 005/2015 Educação Infantil

EDITAL Nº 005/2015 Educação Infantil EDITAL Nº 005/2015 Educação Infantil O Diretor da Administração Regional do Sesc Rio de Janeiro AR/SESC/RJ, no uso de suas atribuições, TORNA PÚBLICO o processo seletivo para ingresso nas vagas para a

Leia mais

Para darmos continuidade ao processo de regulação do seu sinistro, o(a) Senhor(a) deverá proceder conforme as instruções a seguir.

Para darmos continuidade ao processo de regulação do seu sinistro, o(a) Senhor(a) deverá proceder conforme as instruções a seguir. São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para darmos continuidade ao processo de regulação do seu sinistro, o(a) Senhor(a) deverá proceder conforme as instruções a seguir. Aviso de Sinistro:

Leia mais

P r o j e t o Desconto F l ex í vel

P r o j e t o Desconto F l ex í vel D E C L A R A Ç Ã O Eu,, brasileiro (a), portador (a) da Identidade n.º - e -, residente e domiciliado nesta cidade de, à Rua, n, CEP, Bairro, declaro para devidos fins de comprovação de Residência que

Leia mais

TERMO ADITIVO ao Contrato Particular de Plano de Saúde (nome do plano) Reg. ANS nº (nº produto).

TERMO ADITIVO ao Contrato Particular de Plano de Saúde (nome do plano) Reg. ANS nº (nº produto). TERMO ADITIVO ao Contrato Particular de Plano de Saúde (nome do plano) Reg. ANS nº (nº produto). CONTRATADA: UNIMED MURIAÉ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA., inscrita no CNPJ/MF nº 25.971.433/0001-15,

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL. Fevereiro/2011

ORIENTAÇÕES PARA MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL. Fevereiro/2011 ORIENTAÇÕES PARA MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL Fevereiro/2011 1. DOCUMENTOS EXIGIDOS POR TIPO DE MOVIMENTAÇÃO 1.1 INCLUSÃO DE TITULAR Ficha de movimentação preenchida, assinada, carimbada pela empresa e assinada

Leia mais

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA Solicitamos o Cadastro de Fornecedores da UniRV - Universidade de Rio Verde, nos termos da Lei nº 8666/93 Art. 27,28 e 29 atualizada, conforme informações

Leia mais

NORMAS PARA INGRESSO DE ALUNOS NO PROGRAMA DE EXTENSÃO EM SAÚDE COLETIVA: EDUCAÇÃO CONTINUADA PESC/PPGCol /1

NORMAS PARA INGRESSO DE ALUNOS NO PROGRAMA DE EXTENSÃO EM SAÚDE COLETIVA: EDUCAÇÃO CONTINUADA PESC/PPGCol /1 NORMAS PARA INGRESSO DE ALUNOS NO PROGRAMA DE EXTENSÃO EM SAÚDE COLETIVA: EDUCAÇÃO CONTINUADA PESC/ - 2016/1 O Coordenador do -, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, comunica a abertura do processo

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES:

ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES: ADITIVO CONTRATUAL EXTENSÃO PARA COBERTURAS AMBULATORIAIS CONTRATO N CLÁUSULA PRIMEIRA - DAS PARTES CONTRATANTES: QUALIFICAÇÃO DA CONTRATADA: PROMED ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA., doravante denominada CONTRATADA,

Leia mais

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de titularidade de sua cota de maneira ágil e fácil.

Leia mais

Documentação do Candidato

Documentação do Candidato Documentação do Candidato Documentos de identificação do candidato: Apresentar um dos documentos abaixo para fins de identificação Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das

Leia mais

que cursou todo o ensino médio em Escola Pública Histórico Escolar do Ensino Médio, mesmo para candidatos que já tenham curso superior.

que cursou todo o ensino médio em Escola Pública Histórico Escolar do Ensino Médio, mesmo para candidatos que já tenham curso superior. Item 8 do Edital nº 02/2015 1 ANÁLISE DOCUMENTAL (Check-list)/ Processo Seletivo de Ingresso em Cursos de Graduação da UFT por meio do SISU para o 1º semestre de 2015 GRUPO L1:Lei nº 12.711/12; Renda Familiar

Leia mais

2.2 Além da comprovação da situação de moradia do grupo familiar, os (as) discentes que não residem com o grupo familiar devem apresentar.

2.2 Além da comprovação da situação de moradia do grupo familiar, os (as) discentes que não residem com o grupo familiar devem apresentar. ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS 1. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO (A) DISCENTE E DOS MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR 1.1. Documento de identidade RG (para maiores de 18 anos). 1.2. Cadastro de Pessoa

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Divisão de Recursos Humanos. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 de 20 de Dezembro de 2012

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Divisão de Recursos Humanos. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 de 20 de Dezembro de 2012 SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Divisão de Recursos Humanos INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 de 20 de Dezembro de 2012 ASSUNTO: RECADASTRAMENTO DOS SERVIDORES E EMPREGADOS PÚBLICOS Esta Instrução Normativa

Leia mais

Documentação do Candidato

Documentação do Candidato Documentação do Candidato Documentos de identificação do candidato: Apresentar um dos documentos abaixo para fins de identificação Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das

Leia mais

REQUISITOS PARA TEREM DIREITO AO RECURSO DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL:

REQUISITOS PARA TEREM DIREITO AO RECURSO DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL: REQUISITOS PARA TEREM DIREITO AO RECURSO DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL: - Estar matriculado em instituição de ensino; - Morar no município e estudar em outro; - Ter renda per capita de até 1,5 salários mínimos

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 11/02/2015

Roteiro Operacional Última atualização 11/02/2015 Roteiro Operacional Última atualização 11/02/2015 1. Público alvo 1.1 Atendidos - Aposentados e pensionistas do INSS -Códigos Benefícios- 1.2 Não atendidos -Códigos Benefícios- RESUMO DE CÓDIGOS NÃO CONSIGNÁVEIS

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho ÁREA DE PESSOAL IT. 29 02 1 / 7 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a realização das atividades da Área de Pessoal. 1. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA CLT Consolidação das Leis Trabalhistas. DS. 06 Manual

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS COORDENAÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESTUDANTIL EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL 06-2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO POR COTAS SOCIAIS CHAMADA ORAL SISU/ENEM VERÃO 2014 A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), através da Coordenação de Integração

Leia mais

INFORMAÇÕES, RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE BOLSA E FICHA DE INSCRIÇÃO NA INSTITUIÇÃO FEAD

INFORMAÇÕES, RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE BOLSA E FICHA DE INSCRIÇÃO NA INSTITUIÇÃO FEAD INFORMAÇÕES, RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE BOLSA E FICHA DE INSCRIÇÃO NA INSTITUIÇÃO FEAD FEAD Faculdade de Estudos Administrativos de MG FEAD Faculdade de Estudos Superiores de MG CANDIDATOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS ANEXO V- MODELOS DE CAPAS, ENVELOPES, FOLHA DE CONFERÊNCIA, TERMO DE CIÊNCIA E QUADRO DO GRUPO FAMILIAR ENVELOPE I (Lacrado) ESTE ENVELOPE DEVERÁ CONTER TODA DOCUMENTAÇÃO SOLICITADA, EXCETO AQUELAS DESTINADAS

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000.

RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. RESOLUÇÃO CNSP N 25, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2000. Dispõe sobre escritório de representação, no País, de ressegurador admitido, e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no

Leia mais

Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB

Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB Manual de Movimentação Cadastral SGU WEB Apresentação Este manual foi elaborado para auxiliá-lo no uso da plataforma SGU WEB, onde todas as movimentações cadastrais de sua empresa devem ser operacionalizadas

Leia mais

REGULAMENTO PARCELAMENTO ESPECIAL UNINTER GRADUAÇÃO PRESENCIAL

REGULAMENTO PARCELAMENTO ESPECIAL UNINTER GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGULAMENTO PARCELAMENTO ESPECIAL UNINTER GRADUAÇÃO PRESENCIAL 1. Descrição Geral do Programa: O Programa de Parcelamento Especial UNINTER ( Programa ) consiste na oferta de uma condição diferenciada para

Leia mais

DECRETO Nº DE 26 DE JANEIRO DE 2017 (DOERJ 27/01/2017)

DECRETO Nº DE 26 DE JANEIRO DE 2017 (DOERJ 27/01/2017) DECRETO Nº 45.895 DE 26 DE JANEIRO DE 2017 (DOERJ 27/01/2017) REGULAMENTA DISPOSITIVOS DA LEI ESTADUAL Nº 5.628, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2009, ALTERADA PELA LEI ESTADUAL Nº 7.506, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016,

Leia mais

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - BENEFÍCIOS OFERECIDOS O Plano de Benefícios FAF oferece os seguintes benefícios aos seus participantes, ou aos dependentes de participantes falecidos: I - quanto aos participantes: - suplementação

Leia mais

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir:

Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: São Paulo, de de 20. Ref.: Solicitação de Documentos Para análise do processo, favor proceder conforme as instruções a seguir: Aviso de Sinistro: envio de 1 (uma) via do formulário devidamente preenchido

Leia mais

PORTARIA Nº 021/2016, de 22 de novembro de 2016

PORTARIA Nº 021/2016, de 22 de novembro de 2016 PORTARIA Nº 021/2016, de 22 de novembro de 2016 Dispõe sobre os procedimentos e rotinas referentes ao recadastramento dos aposentados e pensionistas da CAPPS. O Presidente da Caixa de Assistência, Previdência

Leia mais

ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO NA BOLSA PERMANÊNCIA IFF E MODALIDADES DE AUXILIOS ALIMENTAÇÃO, MORADIA, TRANSPORTE

ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO NA BOLSA PERMANÊNCIA IFF E MODALIDADES DE AUXILIOS ALIMENTAÇÃO, MORADIA, TRANSPORTE ANEXO II RELAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO NA BOLSA PERMANÊNCIA IFF E MODALIDADES DE AUXILIOS ALIMENTAÇÃO, MORADIA, TRANSPORTE DOCUMENTOS ESPECÍFICOS DOS ESTUDANTES I - Comprovante de matrícula de

Leia mais

PORTARIA Nº 092, DE 31 DE MARÇO DE 2016.

PORTARIA Nº 092, DE 31 DE MARÇO DE 2016. PORTARIA Nº 092, DE 31 DE MARÇO DE 2016. Dispõe sobre a obrigatoriedade de recadastramento anual de aposentados e pensionistas que integram a folha de pagamento de pessoal do Instituto de Previdência Social

Leia mais

EDITAL ASSAE 002/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DO AUXÍLIO ESTUDANTIL AOS ESTUDANTES DO CURSO TÉCNICO INTEGRADO PROEJA DA UTFPR

EDITAL ASSAE 002/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DO AUXÍLIO ESTUDANTIL AOS ESTUDANTES DO CURSO TÉCNICO INTEGRADO PROEJA DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Assessoria para Assuntos Estudantis da Reitoria PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ EDITAL ASSAE 002/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

Manual da Pré-matrícula

Manual da Pré-matrícula Manual da Pré-matrícula Datas Importantes Período de Matrícula 08/11/16 a 18/11/16 Obs.: realizando a matrícula neste prazo, o candidato terá 50% de desconto no valor bruto do curso na 1ª parcela (com

Leia mais

Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): Nome:

Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): Nome: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Pelo presente instrumento contratual, de um lado como: CONTRATANTE (responsável pelo aluno, se menor de idade): C.P.F.: RG.: Endereço: Bairro: Cidade: Telefone: ( ) Celular:

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Doutor Defensor Público-Geral da Defensoria Pública do Estado de São Paulo

Excelentíssimo Senhor Doutor Defensor Público-Geral da Defensoria Pública do Estado de São Paulo Excelentíssimo Senhor Doutor Defensor Público-Geral da Defensoria Pública do Estado de São Paulo A Associação Paulista de Defensores Públicos APADEP, órgão representativo dos Defensores Públicos, em atividade

Leia mais

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios Índice Apresentação Inscrição Cancelamento Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício SRB Dos Benefícios Aposentadoria Por Tempo de Contribuição Aposentadoria Por Tempo de Contribuição

Leia mais

EDITAL 13/2013 PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA

EDITAL 13/2013 PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA EDITAL 13/2013 PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA O (IFRS) - Câmpus Caxias do Sul, em cumprimento às determinações da Lei nº 9.394/96 e legislação regulamentadora, comunica a abertura de Processo

Leia mais

Dados Pessoais do Servidor Ativo (preenchimento obrigatório) 1. Cadastro Matrícula1: 2. Cadastro Matrícula2:

Dados Pessoais do Servidor Ativo (preenchimento obrigatório) 1. Cadastro Matrícula1: 2. Cadastro Matrícula2: RECADASTRAMENTO DOS SERVIDORES DO MUNICIPIO DE URUGUAIANARS A realização deste Recadastramento não autoriza a alteração do regime de emprego (CLT) ou do regime de previdência social (RGPS). Documentos

Leia mais

MANUAL DE OPERACIONALIZAÇÃO PME

MANUAL DE OPERACIONALIZAÇÃO PME MANUAL DE OPERACIONALIZAÇÃO PME 2 MODALIDADE DE COMERCIALIZAÇÃO Anotações 15 Empresas que adotam, como forma de contratação dos seus funcionários, o regime CLT de 30 a 99 bene ciários. FAIXAS ETÁRIAS 0

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NOME: ENDEREÇO: CIDADE: C.P.F.: PROFISSÃO: Cirurgião Dentista R.G.: C.R.O.: SERVIÇOS CONTRATADOS: Departamento Pessoal DURAÇÃO DO CONTRATO: INDETERMINADO R$ - VENCIMENTO:

Leia mais

DECLARAÇÃO DE RENDA. Local e data:, de de Assinatura

DECLARAÇÃO DE RENDA. Local e data:, de de Assinatura DECLARAÇÃO DE RENDA Eu,, portador (a) da Carteira de Identidade n.º e inscrito (a) CPF sob o n, declaro para devidos fins de solicitação da bolsa de estudo, sob as penas da legislação civil e penal que

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO

REQUERIMENTO DE PENSÃO Versão 14 REQUERIMENTO DE PENSÃO SEGURADO (A) Segurado(a): CPF nº: Cargo: Órgão de origem: DATA DO ÓBITO: / / Ativo: ( ) Inativo: ( ) Falecimento motivado por acidente de qualquer natureza ou doença profissional

Leia mais

(ANEXO I) DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA

(ANEXO I) DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (ANEXO I) DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA Eu, domiciliado(a) à Rua, declaro que sou isento de declarar o Imposto de Renda e esta declaração segue em conformidade com a edição da

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA ADESÃO NO 1º SEMESTRE DE 2017 AO CRÉDITO EDUCACIONAL CREDFAJ ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA ADESÃO NO 1º SEMESTRE DE 2017 AO CRÉDITO EDUCACIONAL CREDFAJ ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA ADESÃO NO 1º SEMESTRE DE 2017 AO CRÉDITO EDUCACIONAL CREDFAJ ESPECÍFICO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA INSTITUIÇÃO Torna-se público o Edital de inscrição para adesão ao Crédito

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL

TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL TERMO DE CONVÊNIO INSTITUCIONAL Tendo em vista desenvolver esforços conjuntos nos domínios da cooperação e intercâmbio técnico e cultural, o CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DOS CAMPOS GERAIS CESCAGE, pessoa

Leia mais

EDITAL N.º 13/2014. Técnico em Administração - Integrado ao Ensino Médio Técnico em Informática - Integrado ao Ensino Médio

EDITAL N.º 13/2014. Técnico em Administração - Integrado ao Ensino Médio Técnico em Informática - Integrado ao Ensino Médio 1 EDITAL N.º 13/2014 O, mantido pela Associação Paranaense de Cultura, torna público o cancelamento do Edital nº04/2014 e publica o presente Edital que define as novas regras de abertura do processo de

Leia mais

ABONO SALARIAL DO PIS/PASEP - EXERCÍCIO 2011/ Cronograma. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 04/07/2011.

ABONO SALARIAL DO PIS/PASEP - EXERCÍCIO 2011/ Cronograma. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 04/07/2011. ABONO SALARIAL DO PIS/PASEP - EXERCÍCIO 2011/2012 - Cronograma Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 04/07/2011. Sumário: 1 - Introdução 2 - Conceito 3 - Beneficiário 4 - Requerimento 4.1

Leia mais

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR RESOLUÇÃO ANP Nº41, DE 06/11/2013 Exclusiva para pedido de autorização 1/2 01 TIPO DE VAREJISTA 02 INSCRIÇÃO CNPJ COMBUSTÍVEL LÍQUIDO GNV AMBOS / - 04 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME ( firma, razão social

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Município de São Pedro da Aldeia/RJ

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Município de São Pedro da Aldeia/RJ Edital nº 02, de 26 de maio de 2010 1º PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA A FORMAÇÃO DE QUADRO DE RESERVA DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO DA ALDEIA RJ I

Leia mais

EDITAL COPEPS Nº 26/2013

EDITAL COPEPS Nº 26/2013 EDITAL COPEPS Nº 26/2013 Altera Edital COPEPS nº 25/2013 que dispõe sobre a comprovação da condição de beneficiário das vagas reservadas, conforme as modalidades de concorrência referente ao Processo Seletivo

Leia mais

MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO VIA WEB PLANO DE SAÚDE

MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO VIA WEB PLANO DE SAÚDE MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO VIA WEB PLANO DE SAÚDE 2015 MANUAL DE MOVIMENTAÇÃO VIA WEB 2015 1 SUMÁRIO 1. Caminho para serviços On-line... 03 2. Login de acesso......... 04 3. Alteração de senha.... 05 4. Identificação

Leia mais

Prefeitura de RIO POMBA ESTADO DE MINAS GERAIS

Prefeitura de RIO POMBA ESTADO DE MINAS GERAIS PORTARIA Nº 024/2013, de 04 de março de 2013. Dispõe sobre o recadastramento obrigatório do Servidor Público Municipal, ativo e inativo, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Rio Pomba, no

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 2016 Chamada para seleção de estudantes de graduação, candidatos

Leia mais

Resolução Nº /2010, DE DE DE 2010.

Resolução Nº /2010, DE DE DE 2010. Resolução Nº /2010, DE DE DE 2010. Regulamenta os processos de efetivação, renovação, trancamento, cancelamento da matrícula e reingresso, para alunos dos cursos técnicos de nível médio e cursos superiores,

Leia mais

COMO CONCORRER À BOLSA CARÊNCIA EM 2017/1

COMO CONCORRER À BOLSA CARÊNCIA EM 2017/1 COMO CONCORRER À BOLSA CARÊNCIA EM 2017/1 1. Abrir no portal do aluno o requerimento Bolsa Carência do dia 27/10 até o dia 14/11/2016. 2. Anexar os seguintes documentos de todo grupo familiar, inclusive

Leia mais

Solicitação de Bolsas e Auxílios/Recebimento de Documentos

Solicitação de Bolsas e Auxílios/Recebimento de Documentos ADMINISTRATIVO - PROAE Solicitação de Bolsas e Auxílios/Recebimento de Documentos 1º: Acessar o SIGA 3 e clicar no ícone Apoio Estudantil para preencher o formulário socioeconômico. Obs.: Durante o preenchimento

Leia mais

Tire todas as suas dúvidas quanto à movimentação (e custos) da conta-salário

Tire todas as suas dúvidas quanto à movimentação (e custos) da conta-salário Tire todas as suas dúvidas quanto à movimentação (e custos) da conta-salário Os servidores públicos que recebem pagamento em conta-salário já podem pedir a transferência automática do dinheiro para o banco

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A MATRÍCULA ANO LETIVO 2016 NAS UNIDADES EDUCACIONAIS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL EDITAL DE MATRÍCULA 01/15

ORIENTAÇÕES PARA A MATRÍCULA ANO LETIVO 2016 NAS UNIDADES EDUCACIONAIS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL EDITAL DE MATRÍCULA 01/15 ORIENTAÇÕES PARA A MATRÍCULA ANO LETIVO 2016 NAS UNIDADES EDUCACIONAIS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL EDITAL DE MATRÍCULA 01/15 Fixa datas e estabelece orientações e critérios para a matrícula e rematrícula

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL DA DOCUMENTAÇÃO 1. Documentos de identificação: a) 1 (uma) Foto 3x4 do candidato; b) Formulário de Inscrição; c) Atestado de Matrícula; d) Histórico Acadêmico (caso já tenha

Leia mais

EDITAL 11/2016 SRI/UFF Programa Fórmula de Bolsas de Mobilidade Internacional Santander Universidades e

EDITAL 11/2016 SRI/UFF Programa Fórmula de Bolsas de Mobilidade Internacional Santander Universidades e EDITAL 11/2016 SRI/UFF Programa Fórmula de Bolsas de Mobilidade Internacional Santander Universidades 2017.1 e 2017.2 Anexo VII Documentação comprobatória Apresentar os Documentos comprobatórios FOTOCÓPIAS

Leia mais

ANO º SEMESTRE

ANO º SEMESTRE EDITAL Nº: 157/2016, de 20/12/2016 PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS ESTUDANTES APROVADOS NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA - SiSU ANO 2017 1º SEMESTRE ANEXO II DOCUMENTOS EXIGIDOS

Leia mais

A proposta de adesão é preenchida pelo beneficiário principal, nos campos listados abaixo:

A proposta de adesão é preenchida pelo beneficiário principal, nos campos listados abaixo: Movimentações Cadastrais: Inclusões: TIPOS: Imediata: Movimentações recebidas fora do prazo de 25 a 30 dias antes do vencimento serão processadas, com aplicação de cobrança proporcional em fatura do mês

Leia mais

Atenção! As declarações deverão ser impressas em frente e verso.

Atenção! As declarações deverão ser impressas em frente e verso. Abaixo listamos os modelos de declarações que serão impressas e preenchidas somente na ausência de alguma documentação comprobatória. Por favor, solicitamos que imprima apenas a declaração necessária.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO

CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO CONDIÇÕES GERAIS E REGULAMENTO - MODELO FIXO A REDECARD S/A ( REDE ), com sede na Av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues, nº 939, Loja 1 e 12º ao 14º andares, inscrita no CNPJ/MF sob nº 01.425.787/0001-04,

Leia mais

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Móvel

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Móvel Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Móvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de sua cota de maneira ágil e fácil. Esse processo passa

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS Contrato que entre si fazem, na melhor forma de direito, de um lado (nome da operadora), com sede na rua..., nº..., bairro..., em (nome da cidade), (Estado), inscrita

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL

ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL ANEXO I DECLARAÇÃO DE PAGAMENTO DE ALUGUEL Nome: Estado Civil: Profissão:, inscrito (a) no CPF sob o nº, portador(a) do RG nº, residente e domiciliado(a) na Rua (Av., praça, etc.), n :,Bairro:,Cidade no

Leia mais

PROCEDIMENTOS APÓS A REUNIÃO DE PRENCHIMENTO DE VAGAS

PROCEDIMENTOS APÓS A REUNIÃO DE PRENCHIMENTO DE VAGAS PROCEDIMENTOS APÓS A REUNIÃO DE PRENCHIMENTO DE VAGAS EXAME MÉDICO ADMISSIONAL Agendamento do exame: O agendamento do exame médico admissional é obrigatório e eliminatório e deve ser feito no momento da

Leia mais

CONVOCAÇÃO. 01/02/ das 08:00 às 17:00 81 senhas

CONVOCAÇÃO. 01/02/ das 08:00 às 17:00 81 senhas CONVOCAÇÃO Esta é uma convocação da Secretaria de Estado da Saúde para sua posse e entrada em exercício nos cargos e funções dos Concursos Públicos, referentes ao Edital n 195/2006- SEAP. Os candidatos

Leia mais

EDITAL 018/2016 PPGDC

EDITAL 018/2016 PPGDC UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO - PPGDC EDITAL 018/2016 PPGDC

Leia mais

Processo de Solicitação de Bolsas. I - Condições Gerais

Processo de Solicitação de Bolsas. I - Condições Gerais Processo de Solicitação de Bolsas I - Condições Gerais 1. O solicitante deverá encaminhar pelo correio, em envelope registrado, a totalidade dos documentos aqui arrolados, juntamente com o Formulário de

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DA BAHIA CORE-BA. Relação de Serviços e Prazos de Atendimento

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DA BAHIA CORE-BA. Relação de Serviços e Prazos de Atendimento Relação de Serviços e Prazos de Atendimento Registros Presencial: 02-dias (certidão) e 15 dias (carteirinha ou certificado). Certidões Imediata Alteração contratual 05 dias úteis Cancelamento de Registro

Leia mais