OFFIC1NAS IMPRESSORAS. TYP. CO.MMERCIfiL. a voz 3

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OFFIC1NAS IMPRESSORAS. TYP. CO.MMERCIfiL. a voz 3"

Transcrição

1 A VOZ DO POVO S B 3V C A I S r A K. I O I I S T Z D B F B I S T D E I S r T Z B D ir e c t o r - G e r e n t e Joaqim de Rzevedo OFFIC1NAS IMPRESSORAS TYP. CO.MMERCIfiL RUA PARANA N. 391 O U R I N H O S ANNO V (Est. S Palo) O U R IN H O S, Sabbado 21 de Dezembro de Nm dignidade do poder pblico MARIO PINTO SERVA ( Copyright da U. J. B., para A Voz do Povo. O momento nacional exige essencialmente qe se mantenha o prestigio dos poderes públicos. Adoptamos o presidencialismo à americana. Nelle o Presidente da Repblica escolhe os secretários qe Ihé parecem, os qaes se mantêm nesses cargos emqanto gczarem a confiança do Chefe da Nação. Assim, não cabe nesse regimen a derrbada de ministros, e mito menos por votos de desconfiança qe o pblico ignore e de cja legitimidade se possa dvidar. Um Presidente da Reppblica qe receitasse imposições dessa natreza o qe fosse obrigado a isso, ficaria diminido em face da opinião pblica e sem ECZEMAS a voz 3 deseja aos ses innmeros annnciantes, assignantes e amigos Bom-Natal e per- rennes felicidades no correr do ano novo 1 9 S atoridade moral para se impor perante a Nação. Logo, esses alvitres orindos de politica. secndaria, visando modificações ministeriaes qe não correspondem a altas conveniências nacionaes, mas a motivos secndários, a imposição de partidarismos, dão fndamentalmente lesivos da ordem pblica, por importarem em ma «capitis dim in in d o chefe da Nação, qe teria de passar assiín pelas forcas cadinas. Todos temos agora obrigação estricta de prestigiar a atoridade moral dos poderes públicos, maximamente do magistrado qe preside os destinos nacionaes nesta hora delicada. Não se comprehende como é qe, em tal momento exactamente, as injneções politicas preten- DROGASIl, USEOFO&TihCaNTe V E N C E D O R dam alçar o collo para desfazer no prestigio do chefe da Nação em tão attriblado momento. E seria m ma precedente esse, valeria iniciarmos m regimen espúrio, hybrido, promisco, commm de dois, parlamentarista por detraz das cortinas, tdo isso obedecendo a motivos qe não podem ser confessados lealmente de pblico. Portanto, o mais são patriotismo impõe qe se sopitem essas pretenções attentatorias da dignidade do L T DA. Incorporadora das Drogarias BRASIL e BRAULIO Capital Inicial 3.000:000$000 integralmente realizado - S Ã O P A U L O - Séde Social (Matriz) RUA JOSÉ BONIFÁCIO, 166 Endereço Telegraphico: DROGASIL C. P O S T A L TELEPHONES Escriptorio Atacado Varejo F ilial de OURINHOS = s # CAIXA POSTAL 2ST. 40 PHCOISTE, 7 B U A SL A.TSTT0 3 STI0 P E A D O, 6 6 alto cargo do Presidente da Repblica. Constitcional e legalmente os ministros,segndo o regimen presidencial vigente, devem ser os homens da confiança pessoal do Presidente da Repblica, e não os impostos pela política regional. O Spremo Magistrado da Nação precisa essencialmente de prestigio moral para poder exercer sas fneções. Todos devemos cercal-o desse prestigio e não diminil-o com imposições qe o hmilhem. O Presidente da Repblica é o poder pblico. O poder pblico não póde entrar em conchavo em virtde do qal fiqe o se prestigio arranhado e sjeito a irrisão. Em regimen presidencial não cabe derrbada de gabinetes, por votos de desconfiança, maxima de bastidores da política. A nação brasileira assistiria entre envergonhada e ÂZIAS tmlg6st08s-g0llms 8 tobss as rnclsstias do esfomsgo DESÀPPÀRECEM COM O USO diminída a essas negociações, o antes a esses conchavos em qe o governo cederia e perderia da sa dignidade. As qestões o qestinclas da politica de m determinado Estado, dos 21 qe compõem a nacionalidade brasileira, seja esse Estado o de Amazonas, Sergipe, S. Palo o Rio Grande do Sl, não podem nem devem nem têm o direito de impor ao Presidente da Repblica os ses caprichos para sbmetter a politica nacional, de todos os 21 Estados, á de m só (Contina na 2.a pagina)

2 j i iii ( Conclsão da 1.a pagina) Estado, qe ficaria como ttor da politica nacional. Pelo regimen qe adoptamos, qe é o presidencial, e não o pari mentar, notese bem, ma vez investido o Presidente da Repblica em se mandato, é a elle Presidente qe cabe nicamente o critério da conveniência o não de nomear este o aqelle cidadão para ministro e maníepo em tal cargo. Legal e constitcionalmente, é só o Presidente da Repblica qe é senhor do critério dessa nomeação. E nem seqer actalmente no Brasil estariamos em face de grandes partidos nacionaes, como nos Est. Unidos, á conveniência de cja actação fosse necessário exigir esse sacrifício da dignidade de m poder \ pblico, na hypothese o do j Presidente da Repblica, j spremo magistrado d o I paiz, e qe por isso mesmo f deve ter a sa dignidade [ pessoal intacta, para poder agir com sobranceira e manter por sa vez intacta j a dignidade da nacionalidade, cja honra e pndonor lhe cabe maximamente zelar, o qe não lhe seria licito sem zelar da própria dignidade pessoal e do cargo qe prehenche. FUTEBOL.A. V O Z IDO P O V O 21/12/1935 flo poeta Diadema Salta aos olhos da gente, Mentira de tal qilate, Seja trez vezes m vate Seja a Desa ma innocente Podes crer sinceramente, (Pondo a modéstia de parte) Nada aqi entra em combate, Me poeta impertinente. Sinto m desgosto profndo S Na cabeça, tenho braza Si save corre o mndo O me soffrer fica em casa As vezes passando fome, Vagando pelas travessas, Escripto vejo o te nome, Cheio de torpes promessas. Mk ü è Bd. Ssxal Wcãdemar sendo realisados secretamente, pelo Partido Commnista Brasileiro, apoiado em axilio efficaz do proprio governo dominante, ganha terreno dia a dia e tal acção merece toda a nossa sympathia e axilio. Somos resoltamente a favor da nidade syndicai em cada paiz, impondo-se somente ma condicção para tal resltado: leta in Esporte Clbe Operário, 2 e de papel matta-borão, cessante contra o capital e A A* Ríbeírão-Cíarense, 0! qe já estão confeccio-1qe irão fallar as almas s contra o fascismo, realisanadas dezenove peças de ção da democracia inter- Realizo-se domingo p. cera, de tamanho natral passado, em Ribeirão Claro, e oito em papel matta- Estado do Paraná, m amistoso encontro de ftebol borão, estas ltimas, entre os qadros do Operário desta cidade e o da. Associação Athletica Ribeirão-Clarense. O encontro preliminar termino com a victoria dos locaes pela score de 3 a 1. No jogo principal, sahi vencedor o Operário, 2 a 0. Amanhã, domingo, em retribição á visita do Operário, a A. A. Ribeirão Clare nse, virá disptar m jogo no Estádio Dr. Theodreto. Será ma bella pgna, em qe os contendores empregarão todo o se esforço afim de consegir a palma da victoria. Peío Dr» Jesé de Albqerqe (Serviço especial do Circlo Bros. de Ed. Sexal). A campanha de Edcação Sexal no Brasil, vive de realisações e não de promessas. Entre a decisão e a j acção, não medeia na i nossa campanha senão o tempo necessário para a determinação: «realize» se!»; por isso é qe no presente artigo qando venho trazer ao pblico a noticia de qe decidimos organisar m «M- se de Edcação Sexal»,! adianto-lhe incontinenti abrindo m campo promissor a ma nova arte, a da modelagem em rnatta-borrão, graças a capacidade inventiva de ma patricia nossa, qe exerce o magistério em Belio Horizonte. O «Mse de Edcação Sexal» é mais m marco qe assentamos na nossa trajectoria de letadores por ma hmanidade melhor; é mais m clarão de lz qe fazemos espargir na mente de nossos irmãos, qe no relatorio qe apresento vivem immersos nas trevas da ignorancia e jn- dial da Internacional Com- Eao Setimo Congresso Mncados ao peso de ma mnista: «No Brasil, esse moral preconceitosa e movimento vae ganhando fallida; é mais ma arma terreno e, assim, o systema syndicai sem dvida algma fez extraordinários pro qe damos ao nosso semelhante para qe elle gressos nestes últimos annos destra os grilhões da hypocrisia e da mentira qe a intelligente propaganda e serio trabalho, qe alli vão o trazem manicíado. embargando as sas livres manifestações de expansão em bsca da Verdade; l é finalmente, m pedaço de nossa alma ferida pe- \ Ias injrias e diatribes dos nossos antagonistas, convertida nas formas inertes das figras de cêra simples dos jovens e das jovens de jaqssa terra e des homens e das mlhe-! res hmildês do nosso I povo, inctindo-lhes a [ seiva do saber, para fal zel os conscientes d e 1ses actos, resgatando nós, assim, com o bem ao proximo, o mal qe Iem pra perda os nossos adversários nos tentam casar, afim de nos ver destrídos, para dessa forma, se locpletando da ignorancia alheia, conti- narem a aferir por mais tempo, os inconfessáveis proveitos de ses femen- I tidos propositos. DECLARAÇÃO Declaro ter extraviado o me recibo de deposito feito na EMPREZA ELECTRICA DE PALMITAL, sob nmero 59, de 11 de Abril de 1933, ficando assim sem nenhm valor. Palmiíal, 6 de Dezembro de Albcrko Paschoarelli (Firma reconhecida). Blas e mappas LE seads-ss nesta Papelaria infrações CommiiÉlas O momento é bastante t opportno para lembrar estas palavras de Dimitroff, syndical». Por ahi se póde ver qão acertadameníé agiram os constitintes de 1933, consagrando a plralidade syndical, corrigindo, assim, o erro em qe, até então nos encontrávamos. E oppondo forte barreira ás actividades commnistas nesse sector. Frizemos, ainda : nas palavras de Dimitroff, ha ma accsação injsta ao g o verno brasileiro. E injstiça e é erro dizer-se qe o governo axilia o desenvolvimento do extremismo em nosso paiz. Ainda, agora, ò presidente da Repblica está dando provas empolgantes de bravra, na ( Continúa na 6.a pagina)

3 21/12/1935 A VOZ IDO POVO 0 Sorteio le MIL CONTOS Ias M a l a s Paolislas No proximo dia 31 do corr., será sorteado o prêmio de MIL CONTOS DE REIS para o qal estarão habilitados todos os portadores de Consolidadas Palistas, j O exiío alcançado pela operação de credito feita ' pelo governo de São Palo, com o lançamento dessas apólices ltrapasso toda a expectativa. Para se ter rna idéa de como foram acolhidas pelo pblico as CONSOLIDADAS PAULISTAS, ^basta b$i registrar qe, em 53 dias apenas, foram vendidas contos dessas apólices. -., illlc e cadernos le diversos esta Como negocio, a acqisição de taes apólices re- \ tafjflibç IfpOÍ PiU-ÍP presenta o melhor emprego de capital. E qe cada * lüuullí 5G Consolidada, no valor de 2Q0$000, csta 190$>0Q0, tendo portanto, o comprador, ma bonificação de ÍOSOOO. Esses 200$GG0 vencem, annalmente, jros de 5 0/0. O capital empatado em sa acqisição não está sgeito a imposto, nem mesmo «casa mortis». Mas ha otro ponto qe dá valor excepcional a esses titlos: é qe concorrem annalmente a qatro sorteios, cm qe são distribídos prêmios de MIL CONTOS, QUINHENTOS CONTOS, CEM CONTOS e otros menores. Como o resgate de táes títlos se fará em 40 annos, drante todo esse tempo cada Consolidada, qe csta apenas 1Q0$QQ0, terá, além do mais, o valor de m bilhete com direito ao sorteio de tão grandes pre-? mios. Todas essas vantagens, e sobretdo o inabalavel credito de São Palo, tornam a acqisição das apólices PHARMACIAS BB PLANTÃO DOMINGO, 22 DE DEZEMBRO DE 1935 COUTE o melhor emprego de capitai, por ser o mais segro e j renmerativo... i Dadas as finalidades da operação, cjo destino é estimlar, por meio de novas e teis iniciativas, o crescente progresso do Estado, a acqisição das Consolidadas, si de m lado apresenta ma exptendida applicação de capital, de otro exprime ma patriótica coo tosse mal tratada e mal crada peração individal destinada a dar a nossa terra novas póde fazer a casa de doenças opporínidâdes de desenvolvimento e de progresso, pois l graves.» Lpres-im «npplic.do em ^ _, / S Adq rir, desde ja, Consolidadas 1 alistas, e ap tharros qe acabam repor c*' plicar as próprias economias em excellente concorrer ao sorteio de mil contos de réis, verificará no proximo dia 31 de Dezembro. negocio e o qe se dias e Mappas LEVY e Mappas âeral da /IQYSSINI/l vendem-se nesta Typographia 1 Nome Cidade Ra Estado Lab. Phco Caixa, V. S. deseja obter m folheto elcidativo sobre o tratamento da ASTHMA, p e lo XMOPE A N T I-W H nfflc O C tím s F1ENDES? Envie-nos o copon abaixo e o receberá na volta do correio. Indstrial mmtâ C am argo Mendes 5. Ssíl 41 Püt m A f) y * <«! f c l a l 112B s Vende-se nesta Papel. A S ATIVA im 31 ESTE E le k e i r o z S fi S. m L O [ilsa Postai, 255 I Tasss t e e sei combatida j EE e x p e d i e n t e A tosse é m symptoma com- J a ssig n a t r a s mm a varias doenças, mas ÁüílO 15$00Q qe precisa ser sempre com-1 Semestre # 4 8$C00 batida. Toda gente sabe qe rna Trimestre 4$500 ANNUNCIOS La pag* Cents* CoL X$000 2»a pag» Cents* CoL $600 La pag» Cenís» CoL $400 SECÇÃO LIVRE Preços a combinar tindo sobre os gangillos traqeo-bronchicos torna-se recomméndado o so do Rhm vegetal, dó Laboratorio Clinico Não se devolvem origi- Silva Araújo. Tem este excellente prepa naes, embora não pblica rado como base principal o dos. A redacçao nao assme creosoto vegetal, cjas proprie- í responsabilidade pelos condades são notáveis em relação J ceiiqs emittidos em artigos ao apparelho respiratório. 1 -r. O rhm e a glycerina, exer-1<*ss;gnados, mesmo com cem as sas aclividades de psedonymos. 3 t: criío geral e alimento ;i) popança., A codcína, ò mais activo dos { calaarcm ca tosse, ea tintra f d 3 raiz9o ce aconito, de poder sedativo e anti-congestivo, fa- * zem com qe o Rhm Vegetal I se torna medicamento precioso nas afíecções agdas da f arvore respiratória: grippes, \ resfriados e bronchites. O iodo, addicionado aos o- tros medicamentos, jstifica mais ainda o emprego do preparado actando com trofico e reconstitinte. O lacto-phosphato de calcio fornece ao organismo calcio e phosphoro, elementos indispensáveis á reconstitição dos doentes combalidos pelas infecções, completam de modo cabal a formla feliz do preparado. I Vinho C reosotado do pharm.-chinx. JOÃO DA SILVA SILVEIRA Poderoso Tonico e F oríifican te Empregado edt gi aitde sccesso oa tratjeza geral R ECG N STITUÍN TE DF. l.n O R D E M Rhm vegetal deve ser sado no tratamento do calharro bronchico, das bronchites agdas e chronicas, nas grippes e resfriados na dóse de das colheres de sopa para os adltos e das a tres colheres de chá para as crianças, dilídas o não em aga. i ü r íp p e -T o sse - B r ó n c h i t e m m zm o E m c a a Vè g ê t a L i

4 A X X O Z I D O P O V O 21/12/1935 t w 3 W 3 H,3 3 e e s e e s < s ~, c s < Tosses! Bronchites! Roqidão! Asthma!? S Coqelche! Escarros d e sange! Tberclose! O CONTRÂTOSSE E* o remedlo cjo efieito ê sensacional. Médicos no* taveis o receitam. O CONTRATOSSE é iíioffensivo e o maior tonico plmonar qe até hoje foi descoberto. Tem milhares de attestados verdadeiros? CUIDADO! ACCEITAI3 <S<3 O OOPCT.esí ATOSseiS*1' W /â* ra E Eo CL h - L_ c 33 j g ~ 1/1 t v L_ r d c (V n3 <o 1 O tr to o V (V (Ti c o t / l1 E -2 "5 CD L <x> H3 «V X E E - 2 (V Z3 o nd <X$ t / l <X3 O U t-/** o fc l / l t /l t / l Z <y $ Q _ c O 3P e i e ; & d e c a ç a Compram-se por preços elevados os das segintes qalidades: Caetetús, Veados, Jagatiricas, Gatos, Q eixadas, Lontras, etc. Peçam lalellas te pieços á Caixa Postal, 33 L O N D R IN A Estado do Paraná 3BPdinBipa lie OariÉas d Harilia Está correndo diariamente esta Jardineira entre estas das cidades, sáhindo daqi ás 9,30 e chegando a Marilia ás 16,30, passando pelas segintes localidades: ftga Sja, São Pedro do Trvo, Macaco, Nova Colmbia e Marilia i F ç H r m n a r r m t n f m a f. ELI a Só ida $ooo í Ida e volta... 40$oooí p o s t o t e x a c o :.SldLlUlL4IllCIlLUS* O U K IISH 03 S s t a ç a o e P e n sã o B r a s ile ir a j* O Proprietário: Cezar Gimarães l Escriptono Jrídico - Commercial Edifício «Moreira Garcez» Sala Sobreloja PHONB ">-= lila Vianna, iaem PaeSeco e IM! Vaz M'«r> AVENIDA JOÃO PESSOA - CURITYBA - Paraná A D V O C A C IA EIVE O-ZBIR, AJL, Secções especializadas para: recebimento de vencimentos de fnccionarios, porcentagens, contas, etc., em todas a srepartições pblicas; cobranças arnigaveis e jdiciaes de titlos e contas de qalqer natreza; legitimação, divisão, venda e compra de terras.... P A R A O S B Formigeiros renitentes Em qe só os apparelhos com fogo e folie prodzem resltados INõREDIENTE JÚPITER 3 P R O D U C T O D A Q E lekeiroz SjA S j p s. P A T T L O CAIXA 255 NÃO SE ILLU0AM se não fôr «Z X iix ilb y» O U «i ^ s à l l s t a t o» não é FORM ICÍDA Caixa Postal, 747 R I O D E JANEIRO flrseniato de Chmbo Pasta Allemão e Japonez Pó 5$500 ARSE3STIATO IDE CALCIO Allemão 3$500 VSRDE IDE PARIS Allemão 7$500 Preços especiaes para qantidades Tambores soldados de 50 e ÍUO kílos origínaes da fabrica Embarqe immediato o no mez a combinar Pagamento com o pedido o contra conhecimentos PULVERISADORES Platz 23o$ e 19o$-Excelsíor 14o$ e 13o$ - Via 12c$ e Ho$ j França Pereira & Cia. L td. t la Florentio de flbre, PELO

5 21/12/1935 -A. X ^ O. ^ I D O P O V O fl VOZ DO SEMflNfiRIO INPEPENDENTE FOVO EXPEDIENTE Pblicações de annncios h< n l.o e 6.q pagino Uma vez: 1 m ez 3 m exes 6 m exes Urna pagina.... 1/2 de pagina /4 de pagina.... Otros annncios, por cent. de colmna 180S $GG0 60$OGO 1$0C $000 40$Q00 $ Ç000 60$0Ü0 30$Ü00 ELIXIR DE NOGUEIRA Empregado com sccesso em tô d aras m oléstias provenientes da syphilt/ e imprezas do sa n g e: FERIDAS ESPINHAS ÚLCERAS ECZEMAS mancíias dapelle É. "S 1'Af<THR05 1B )H v. i /V 3>.' Ç:.Aj i FLORES BRANCAS j Eij Al H RHEU MATI :. MO SCROPHULAS È, V; SYPrtILiTICAS j Êf e finalmente cm Iodas i as atfccções cja ori-! «e- s«ia a «Â V A R I â f 2.a 3.a 4.a 5.a Uma vez: 1 racz 3 m exes 6 m exes j! Milhares de crados #700 70$G00 4C$000 20$000 $600 1 Unia pagina.... 1/2 de pagina.... 1/4 de pagina.... Otros annncios, por cent. de colmna 120$G00 70$GÜ0 40$000 i$ooo sosooo 50SCC0 3G$000 *500 60$0Q0 4C 000 2C$0G0 $409 40$000 3U$000 10$000 $300 Cadernetas para! titlos eleitoraes V ende-se nesta apelaria k Livros em branco e escolares, papeis em caixas, artigo de escriptorio. B icos para prateleira Livros para C artorios, com e sem m argem. Tem sem pre em s t o c k : Rapeis fissetin ad o, Slphite, Linho, Bond, Manilha, B. Fino, C. F. e â e r m a n ia ; Tintas para impressão ; E nveloppes e B lo co s com m erciaes de diversas m arcas. Vendas exclsivamente á dinheiro aiv - O U R I N H O S JffS f! P II I S I m Cada om V e n d e - â e m e s t a. P a p e l a r i a d s geral da Abyssínía, vende-se nesta typ.

6 6.A. " V O Z 2D O P O V O 21/12/1935 Comp. Ferroviária S. Palo- Paraná De conformidade com o artigo 159 do Reglamento Geral dos Transportes, serão vendidos em Leilão Pblico, no dia 30 de Dezembro do corrente anno de 1935, ás 12 horas, no Deposito de Reclamações, em Orinhos, os volmes de bagagens, encommendas e mercadorias não procradas e tambem abandonadas, conforme relação abaixo: M E R C A D O R I A S DESIGNAÇÃO PROCEDÊNCIA DESTINO CONSIGNATARIO 7 vis. md. zada Pirajhy Londrina Joaqim Ignacio 1 cx. bebidas B. Fnda Bandts. J. B. Soza 1 enc. ferragens B. Fnda Londrina C. Beppio 3 engds. vasios B. Fnda Bandts. Carlos Redibze 1 engd. vasio B. Fnda Bandts. M. Perez & Cia. 1 engd. vasio B. Fnda Bandts. M. Perez $ Cia: 1 cama extrado arame Orinhos Londrina Antonio C. Oliveira 3 enc. malas ropas B.Tremembé 8 i Londrina N. Koto 1 eng. vasio B. Fnda Cambará H. Farinho 1 cx. plverizador B. Fnda Londrina Ignacio F. Lz. 1 cx. ropas sadas Marilia Londrina H. Ishikawa 1 barrica loças B. Fnda Londrina João A. de Cinesio 1 eng. vasio B. Fnda Meirelles A. Meirelles 1 mala ropas C. Procopio Jatahy-Paraná Attilio Silva B I S T O O I V L I V L E I S T I D A S D E S P A C H O D A T A N U M E R O PROCEDÊNCIA DESTINO DESIGNAÇÃO Lins Jatahy-Paraná 1 *mala mão ropas C S. Palo C. Procopio 1 exa. vasia H S. Palo C. Procopio 1 exa- vasia H S. Palo Cambará l*cxa. vasia Congonhas Bandeirantes 1 emb. machado S. Palo C. Procopio 1 enc. amostras S. Palo Congonhas 1 enc. amostras Sorocaba Jatahy 1 enc. exa. imagem F S. Palo Londrina 1 exa. vasia S. Palo Ingá 1 amar. jornal S618 C. Procopio Bandeirantes 1 cx. vasio A C. Sorocabana Bandeirantes 1 enc. placas Ingá C. Procopio 1 exa. diversos Cam pinas, jcambará 1 am. copias Raio X C. Procopio Orinhos 1 enc. borracha Londrina Orinhos 1 enc. tripas seccas * Jatahy Orinhos 1 am. bacia diversos S. Manoel Cambará 1 enc. cascas medes S. Marianna Bandeirantes 1 sacco feijão A C. Sorocabana Cambará 1 em. impressos Orinhos Congonhas 1 sc. diversos A S. Palo Londrina 1 emb. impressos H S. Palo C. Procopio 1 exa. vasia F. Thimotheo Orinhos 1 garrarão vasio B S. Palo Londrina 1 exa. vasia Mandry Londrina 1 enc. diversos E S. Palo Londrina 1 exa. vasia B S. Palo Ingá 2 exas. vasias Londrina C. Procopio 1 emb. ropas ama Orinhos C. Procopio 1 emb. ropas ama P C. Sorocabana Cambará 1 exa. amostras B S. Palo Cambará 1 exa. vasia S. Marianna C. Procopio 2 engs. vasios Ingá C. Procopio 1 sc. mdas de va Congonhas Orinhos 1 sc. garrafão vasio VOLUMES ABA.3SrDOnsrA.DOS Capas, Chapéos, Sapatos, Embrlhos com ropas, Ferramentas, etc. kinjll As pessoas ás qaes pertencer qalqer dos volmes acima citados, poderão liuih reclamar da Chefia do Trafego, até 3 dias antes do Leilão. Findo esse prazo não será attendida nenhma reclamação. O rinhos, 11 de Dezembro de 1,936 A v i s o IF A Ç J O pblico, qe dia l.o de Janeiro proximo vindoro, será aberta ao Trafego em geral, nesta Estrada a Estação de RO- LANDIA, sitada no kilometro 237, Est. do Paraná. Orinhos, 20 de Dezem bro de (a) HERMINIO SOC1 Chefe do Trafego Ficam conclídos hoje, os serviços de reforma por qe tem passado a balsa do Paranapanema, serviço esse dirigido pelo sr. Emilio Leão. SOCIAES n Itinerantes Afim de assistir o enlace matrimonial de sa sobrinha, aqi esteve vindo de Avaré, o sr. Adelino Ferreira e exma. familia. hilitatões C o m e i* (Conclsão da 2.a pagina) Icta contra a onda vermelha. Ha, tambem, nas declarações daqelle procer soviético, ma advertência: as organisações commnistas estão agindo secretamente no Brasil. E assim é, realmente. E* habilissimo o trabalho de infiltração qe se vem praticando, até mesmo nas espheras da administração. E é notorio qe isto se deve graças á presença de commnistas em postos dos mais elevados. E commnistas qe applicam, integralmente, a tactica aconselhada por Lenine, qe ás pessoas destacadas para os sectores officiaes recommenda todas as allianças e a negativa peremptória de qe professam o credo soviético. E evidente qe, nesta emergencia, não basta com bater a infiltração, no Exercito e na Marinha. Ha, tambem, mito qe fazer, em otros ministérios e em otros departamentos administrativos. Silveira Peixoto

EMPRESAS DE CONTAS SEGREGADAS RECURSOS DA ACE: UMA VISÃO GERAL

EMPRESAS DE CONTAS SEGREGADAS RECURSOS DA ACE: UMA VISÃO GERAL EMPRESAS DE CONTAS SEGREGADAS RECURSOS DA : UMA VISÃO GERAL a simplicidade originária da complexidade Recrsos de contas segregadas da Gerenciar ses próprios riscos agora fico mais fácil. Nos últimos anos,

Leia mais

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança.

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança. Radicais Kids Ministério Boa Semente Igreja em células Célula Especial : Dia Das mães Honrando a Mamãe! Principio da lição: Ensinar as crianças a honrar as suas mães. Base bíblica: Ef. 6:1-2 Texto chave:

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso na cerimónia comemorativa

Leia mais

Qualidade ao melhor preço!

Qualidade ao melhor preço! Bosch Car Service Qalidade ao melhor preço! Dos serviços rápidos aos mais complexos Criada para satisfazer as sas necessidades a rede Bosch Car Service está vocacionada para os novos desafios do sector

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO BRASÍLIA 2008 Copyright @ 2008 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão MP Qalqer parte desta pblicação pode ser reprodzida, desde qe citada a fonte.

Leia mais

[65, 187, 188, 189, 190]

[65, 187, 188, 189, 190] Anexo 12 Estimativa de Incertezas [65, 187, 188, 189, 190] 1. Introdção A estimativa da incerteza associada ao resltado de ma medição envolve vários passos: a especificação da grandeza em casa, a identificação

Leia mais

CAPITULO I DA INCIDENCIA

CAPITULO I DA INCIDENCIA Regulamento a que se refere o decreto n. 13.051, de 5 de junho de 1918, para execução do art. 1º, n. 35, e art. 60 da lei n. 3.446, de 31 de dezembro de 1917. CAPITULO I DA INCIDENCIA Art. 1º O imposto

Leia mais

Lei de 11 de Agosto de 1827 - Crêa dous Cursos de sciencias Juridicas e Sociaes, um na cidade de S. Paulo e outro na de Olinda.

Lei de 11 de Agosto de 1827 - Crêa dous Cursos de sciencias Juridicas e Sociaes, um na cidade de S. Paulo e outro na de Olinda. Lei de 11 de Agosto de 1827 - Crêa dous Cursos de sciencias Juridicas e Sociaes, um na cidade de S. Paulo e outro na de Olinda. Decreto de 9 de Janeiro de 1825 - Crêa provisoriamente um Curso Jurídico

Leia mais

PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 843, DE 11 DE OUTUBRO DE 1890

PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 843, DE 11 DE OUTUBRO DE 1890 PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 843, DE 11 DE OUTUBRO DE 1890 Concede ao Banco dos Operarios diversos favores relativamente aos edificios que construir para habitação de operarios e classes pobres. O Generalissimo

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

Usa As Minhas Mãos. Intro: C9 G/B Bb/Eb D. Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar

Usa As Minhas Mãos. Intro: C9 G/B Bb/Eb D. Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar Usa As Minhas Mãos Intro: C9 G/B Bb/Eb D G C/G Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar G Am Sei que queres curar cada coração aqui D Am G/B C E

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o NPQV Variável Educação Prof. Responsáv v el :: Ra ph aa el BB ii cc uu dd o ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO 2º Semestre de 2003 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO As atividades realizadas

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

EQUINA NA IRLANDA A INDÚSTRIA. Seminário Internacional. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.br

EQUINA NA IRLANDA A INDÚSTRIA. Seminário Internacional. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.br Irlanda A INDÚSTRIA EQUINA Saída BRA Chegada IRE 11/07 12/07 Saída IRE Chegada BRA 19/07 20/07 efigieedcacional.com.br contato@efigieedcacional.com.br 2015 A Institição A CEPA Eropa possi vários campi

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Determinante Introdução. Algumas Propriedades Definição Algébrica Equivalências Propriedades Fórmula Matriz

Determinante Introdução. Algumas Propriedades Definição Algébrica Equivalências Propriedades Fórmula Matriz ao erminante Área e em R 2 O qe é? Qais são sas propriedades? Como se calcla (Qal é a fórmla o algoritmo para o cálclo)? Para qe sere? A = matriz. P paralelogramo com arestas e. + A é a área (com sinal)

Leia mais

Pág. 1. Painel Descrição Diálogo

Pág. 1. Painel Descrição Diálogo Mico Leão Dourado Pág. 1 1.1 (PG) Visão geral da árvore onde Chico mora, com os barracos nos galhos, a pequena comunidade na base, com o campinho onde as crianças jogam futebol. Todos estão assistindo

Leia mais

Obras da Copa vão ficar para o Brasil, diz Havelange

Obras da Copa vão ficar para o Brasil, diz Havelange Page 1 of 5 Obras da Copa vão ficar para o Brasil, diz Havelange Page 2 of 5 Bem Vindo, SAO PAULO TURISMO S/A São Paulo, 19 de Agosto, 11:13 Buscar Jornal Digital Edições Anteriores Newsletter Minhas Assinaturas

Leia mais

Fausto. de Quadros. 'A verdadeira. reforma do. Estado' S Pág. 24

Fausto. de Quadros. 'A verdadeira. reforma do. Estado' S Pág. 24 Fausto de Quadros 'A verdadeira reforma do Estado' S Pág. 24 FAUSTO DE QUADROS PROFESSOR DE DIREITO 'Reformar o Estado é mais do que despedir funcionários' Manuel A. Magalhães manuei.a.magalhaes@sol.pt

Leia mais

Versículo Biblíco Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Salmos 139:14 (NVI)

Versículo Biblíco Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Salmos 139:14 (NVI) Versículo Biblíco Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Salmos 139:14 (NVI) Objetivos O QUE? (GG): As crianças ouvirão a história de Marcinelo, um boneco de madeira que não se sentia

Leia mais

França. Programa de Férias + CULINÁRIA. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.br

França. Programa de Férias + CULINÁRIA. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.br França Programa de Férias efigieedcacional.com.br contato@efigieedcacional.com.br O Programa Destinado a adolescentes mais de 16 a 19 anos, o pacote oferece grande oportnidade de aprendizagem com mais

Leia mais

Totaes. Classes LOJAS Cidade Fóra da Cidade

Totaes. Classes LOJAS Cidade Fóra da Cidade Estatistica das casas e lojas sujeitas aos Impostos de que trata o Regulamento de 15 de Junho de 1844, da Provincia de para o anno financeiro de 1844-1845 Classes LOJAS Cidade Fóra da Cidade Totaes 1 Armadores

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

Simone Soares! Diretora de Vendas Ind. Mary Kay. Como Iniciar sem dinheiro

Simone Soares! Diretora de Vendas Ind. Mary Kay. Como Iniciar sem dinheiro Simone Soares Diretora de Vendas Ind. Mary Kay Como Iniciar sem dinheiro Você pode ir tão longe quanto sua mente for capaz de imaginar... VOCÊ É PODEROSA, ACREDITE Como Iniciar sem Dinheiro (19) 98169-7683

Leia mais

DISCURSO PROFERIDO PELO NOBRE DEPUTADO HELIO DE SOUSA, EM CARÁTER EXCEPCIONAL, NO DIA 08 DE OUTUBRO DE 2015

DISCURSO PROFERIDO PELO NOBRE DEPUTADO HELIO DE SOUSA, EM CARÁTER EXCEPCIONAL, NO DIA 08 DE OUTUBRO DE 2015 DISCURSO PROFERIDO PELO NOBRE DEPUTADO HELIO DE SOUSA, EM CARÁTER EXCEPCIONAL, NO DIA 08 DE OUTUBRO DE 2015 Senhores Deputados, meu pronunciamento é em caráter excepcional. Eu tenho uma história de vida

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Nome do (a) Aluno (a): Ano: 3º Componente Curricular: Língua Portuguesa Professor

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 4.682, DE 24 DE JANEIRO DE 1923. Crea, em cada uma das emprezas de estradas de ferro existentes no paiz, uma caixa de aposentadoria

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 81 Discurso na cerimónia de entrega

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 16 DE ABRIL PALÁCIO DO PLANALTO BRASÍLIA

Leia mais

Vamos ver quem manda aqui (Adaptação do livro Política para meu Filho)

Vamos ver quem manda aqui (Adaptação do livro Política para meu Filho) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO INFANTIL E JUVENIL COOPERATIVA DE PAIS Vamos ver quem manda aqui (Adaptação do livro Política para meu Filho) Texto CAPÍTULO I AQUI ESTAMOS REUNIDOS Você abre os olhos e olha à sua

Leia mais

COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA. Som da Vila. Cifras e Fichas Técnicas

COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA. Som da Vila. Cifras e Fichas Técnicas COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA Som da Vila Cifras e Fichas Técnicas Músicas 1. Nosso Louvor... 3 2. És... 4 3. Toda Honra, Glória e Louvor... 5 4. Agora e Sempre... 6 5. Àquele que pode... 7 6.

Leia mais

Re: EC20130820509efox 22 mensagens

Re: EC20130820509efox 22 mensagens Miguel Queirós Re: EC20130820509efox 22 mensagens service 20 de Setembro de 2013 às 08:23 Obrigado por seu contato e pedimos desculpas pelo problema causado.

Leia mais

CONSULTA EPISTOLAR nº 01/2014 ELEIÇÕES CASSI E PREVI. CONSELHEIRO VOTO REGISTRO 1. Ana Lúcia Landin

CONSULTA EPISTOLAR nº 01/2014 ELEIÇÕES CASSI E PREVI. CONSELHEIRO VOTO REGISTRO 1. Ana Lúcia Landin CONSULTA EPISTOLAR nº 01/2014 ELEIÇÕES CASSI E PREVI CONSELHEIRO VOTO REGISTRO 1. Ana Lúcia Landin Acompanho o voto da Conselheira Graça Machado, a seguir descrito: A FAVOR DA ANABB ajudar todas as chapas

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 1 a Começa assim Este jogo começa com todos os participantes procurando as PA LAVRAS SEMENTES. E isso não é nada difícil! Basta as pessoas que vão jogar o jogo saírem conversando

Leia mais

w w w. v o c e s a. c o m. b r SEFAZ BAHIA

w w w. v o c e s a. c o m. b r SEFAZ BAHIA sumário executivo w w w. v o c e s a. c o m. b r w w w. e x a m e. c o m. b r melhores empresas para você trabalhar São Pau lo, setembro de 2010. Pre za do(a) Sr(a)., SEFAZ BAHIA Em pri mei ro lu gar,

Leia mais

GESTÃO, FINANÇAS E CONTABILIDADE

GESTÃO, FINANÇAS E CONTABILIDADE Síça França Alemanha Seminário Internacional Saída BRA Chegada UK 03/09 04/09 Saída UK Chegada BRA 11/09 12/09 2016 Público alvo Alnos dos crsos de pós-gradação e gradação da Unifor, especificamente dos

Leia mais

Agora sua máquina da Cielo passa os cartões Diners Club. Informativo. Ou seja, o seu ponto de venda acaba de ganhar vários pontos com os clientes.

Agora sua máquina da Cielo passa os cartões Diners Club. Informativo. Ou seja, o seu ponto de venda acaba de ganhar vários pontos com os clientes. A número 1 em vendas. NADA SUPERA ESSA MÁQUINA. Informativo EDIÇÃO 2 TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A CIELO PARA O SEU NEGÓCIO. Palavra do presidente Prezado cliente, A Cielo atua no cenário multibandeira

Leia mais

A televisão estava uma bodega. Os meus pais continuavam os dois a trabalhar no escritório e eu es tava ali sozinho com o meu avô, que já dormia,

A televisão estava uma bodega. Os meus pais continuavam os dois a trabalhar no escritório e eu es tava ali sozinho com o meu avô, que já dormia, FICHA TÉCNICA Título: O Peixe Azul Autora: Margarida Fonseca Santos Copyright by Margarida Fonseca Santos e Editorial Presença, Lisboa, 2003 Capa: Lupa Design Danuta Wojciechowska Composição, impressão

Leia mais

Pós-Modernismo. Literatura Professor: Diogo Mendes 19/09/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo. Texto I. Poema Brasileiro

Pós-Modernismo. Literatura Professor: Diogo Mendes 19/09/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo. Texto I. Poema Brasileiro Pós-Modernismo Texto I Poema Brasileiro No Piauí de cada 100 crianças que nascem 78 morrem antes de completar 8 anos de idade No Piauí de cada 100 crianças que nascem 78 morrem antes de completar 8 anos

Leia mais

Casa, acolhida e libertação para as primeiras comunidades

Casa, acolhida e libertação para as primeiras comunidades PNV 289 Casa, acolhida e libertação para as primeiras comunidades Orides Bernardino São Leopoldo/RS 2012 Centro de Estudos Bíblicos Rua João Batista de Freitas, 558 B. Scharlau Caixa Postal 1051 93121-970

Leia mais

A CAMINHADA DO POVO DE DEUS. Ir. KatiaRejaneSassi

A CAMINHADA DO POVO DE DEUS. Ir. KatiaRejaneSassi A CAMINHADA DO POVO DE DEUS Ir. KatiaRejaneSassi Os desafios da travessia Aqueles que viveram a maravilhosa experiência de conseguir libertar-se da dominação egípcia sentem no deserto o desamparo total.

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Programa de Desenvolvimento de Carreira

Programa de Desenvolvimento de Carreira Londres Inglaterra Programa de 2015 MELHORE AS PERSPECTIVAS DE CARREIRA INTERNACIONAL COM EXPERIÊNCIA DE TRABALHO EM UMA EMPRESA EM efigieedcacional.com.br contato@efigieedcacional.com.br O qe é o Programa

Leia mais

Realce de Imagens Domínio da Frequência. Tsang Ing Ren - tir@cin.ufpe.br UFPE - Universidade Federal de Pernambuco CIn - Centro de Informática

Realce de Imagens Domínio da Frequência. Tsang Ing Ren - tir@cin.ufpe.br UFPE - Universidade Federal de Pernambuco CIn - Centro de Informática Realce de Imagens Domínio da Freqência Tsang Ing Ren - tir@cin.fpe.br UFPE - Universidade Federal de Pernambco CIn - Centro de Informática Tópicos Introdção Série de Forier. Transformada de Forier. Transformada

Leia mais

C â m a r a M u n i c i p a l d e C a m i n h a Ata 52/15 de 30/11/2015

C â m a r a M u n i c i p a l d e C a m i n h a Ata 52/15 de 30/11/2015 1 ATA NÚMERO 52/15 DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMINHA REALIZADA NO DIA 30 DE NOVEMBRO DO 2015. Aos trinta dias do mês de novembro do ano dois mil e quinze, no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

REGULAMENTO. 2.1 Minha mãe é uma Big Chef

REGULAMENTO. 2.1 Minha mãe é uma Big Chef REGULAMENTO 1. As promoções Minha mãe é uma Big Chef e 1 Ano de Supermercado Grátis são ações promocionais, nas modalidades de concurso e sorteio, respectivamente, realizada pela empresa SUPERMERCADO BIG

Leia mais

GASTRONOMIA. Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to.

GASTRONOMIA. Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to. GASTRONOMIA Instruções Cer ti fi que-se de que está es cre ven do de acor do com o tema pro pos to e dê um tí tu lo a seu tex to. Res pe i te mar gens e en tra das de pa rá gra fo. Use as in for ma ções

Leia mais

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PROPOSTA DE AÇÃO Sensibilizar os professores sobre a importância de incentivar seus alunos a participarem do Concurso

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto.

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto. Vem pra urna! Justiça Eleitoral Cartório Eleitoral - ES www.tre-es.jus.br. #vempraurna Cartilha educativa da Justiça Eleitoral sobreo poder do voto. Material desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

SUSTENTABILIDADE. Seminário Internacional. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.br. Chegada BRA 16/07 17/07

SUSTENTABILIDADE. Seminário Internacional. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.br. Chegada BRA 16/07 17/07 Palma de Mallorca Espanha Seminário Internacional Saída BRA Chegada ESP 08/07 09/07 Saída ESP Chegada BRA 16/07 17/07 2016 efigieedcacional.com.br contato@efigieedcacional.com.br Seminário Internacional

Leia mais

Tema: Quatro Pecados Contaminantes

Tema: Quatro Pecados Contaminantes Tema: Quatro Pecados Contaminantes Data: 01.11.14 Culto: Sábado Pr. Leandro Hoje o mundo está à mercê do vírus ebola que é um vírus extremamente contaminante, porém há algo mais contaminante que este vírus

Leia mais

DEUS INFINITO Autor: Marília Mello Intro: F C/E B/D Db C F C/E B/D Db C F

DEUS INFINITO Autor: Marília Mello Intro: F C/E B/D Db C F C/E B/D Db C F DUS INFINITO utor: Marília Mello Intro: F / /D Db F / /D Db F m b F Senhor eu te apresento o meu coração m b F u coloco toda minha vida em tuas mãos b /b m Dm Porque sei que tudo sabes de mim, Senhor b

Leia mais

os nossos direitos de assistência médica e hospitalar

os nossos direitos de assistência médica e hospitalar -7 Cítós ie Pistoiii laiuii K 9 JJL MIterragente BIBLIOTECA ^^ publicação do gea os nossos direitos de assistência médica e hospitalar Q câ \ Todo mundo sabe que apesar da nova portaria da Previdência

Leia mais

Manual do Imposto de Renda Retido na Fonte. Ministério da Fazenda

Manual do Imposto de Renda Retido na Fonte. Ministério da Fazenda 2008 Manal do Imposto de Renda Retido na Fonte Mafon Receita Federal Ministério da Fazenda www.receita.fazenda.gov.br Secretário da Receita Federal Jorge Antonio Deher Rachid Mafon 2008 Atalizado até

Leia mais

Intervenção de Manuel Freitas Primeiro Candidato à Câmara Municipal de Felgueiras. Caros Camaradas e Amigos,

Intervenção de Manuel Freitas Primeiro Candidato à Câmara Municipal de Felgueiras. Caros Camaradas e Amigos, Intervenção de Manuel Freitas Primeiro Candidato à Câmara Municipal de Felgueiras Caros Camaradas e Amigos, Quero partilhar convosco a minha satisfação e o quanto me sinto honrado por ter recebido o convite

Leia mais

Regulamento a que se refere o decreto n. 13.064, desta data

Regulamento a que se refere o decreto n. 13.064, desta data Regulamento a que se refere o decreto n. 13.064, desta data Art. 1º Em cada um dos Estados da Republica o Governo Federal manterá, por intermedio do Ministerio da Agricultura, Industria e Commercio, escolas

Leia mais

Acostumando-se com os Milagres

Acostumando-se com os Milagres Acostumando-se com os Milagres Ap. Ozenir Correia 1. VOCÊ NÃO PERCEBE O TAMANHO DO MILAGRE. Enxame de moscas Naquele dia, separarei a terra de Gósen, em que habita o meu povo, para que nela não haja enxames

Leia mais

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 Estratégico III Seminário de Planejamento Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 G es tão Em pre sa rial O rie nta ção pa ra om erc ado Ino vaç ão et

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA A REUNIÃO GERAL DOS RATOS

SEQUÊNCIA DIDÁTICA A REUNIÃO GERAL DOS RATOS SEQUÊNCIA DIDÁTICA A REUNIÃO GERAL DOS RATOS LÍGUA PORTUGUESA ESCOLA: NOME: DATA: / / TURMA: PROFESSORA: A REUNIÃO GERAL DOS RATOS Uma vez, os ratos, que viviam com medo de um gato, resolveram fazer uma

Leia mais

ESSA CAMPANHA VAI COLAR!

ESSA CAMPANHA VAI COLAR! ESSA CAMPANHA VAI COLAR! O selo postal é um importante veículo de comunicação dos valores de uma sociedade. Com a emissão dos 8 (oito) selos apresentados nesta Cartilha, os Correios, por meio da Filatelia,

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Perdão Marca de Maturidade

Perdão Marca de Maturidade Perdão Marca de Maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Mateus 18.15-22 15 - Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; 16 - Mas, se não te ouvir,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS Comarca de Manaus Juízo de Direito da 8º Vara do Juizado Especial Cível Sentença. "Vistos etc...

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS Comarca de Manaus Juízo de Direito da 8º Vara do Juizado Especial Cível Sentença. Vistos etc... Sentença fls. 34 Autos n : 0601315-90.2014.8.04.0016 Ação: Procedimento do Juizado Especial Cível/PROC A: MARILIA OLIVEIRA CABRAL R: INGRESSE - INGRESSOS PARA EVENTOS S/A e outros Vistos etc... Em caso

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

Artigo 2.º Capacidade eleitoral ativa. 1 Os membros docentes e discentes do conselho pedagógico são eleitos pelo conjunto dos seus respectivos pares;

Artigo 2.º Capacidade eleitoral ativa. 1 Os membros docentes e discentes do conselho pedagógico são eleitos pelo conjunto dos seus respectivos pares; REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DO CORPO DOCENTE e DISCENTE PARA OS CONSELHOS PEDAGÓGICOS das ESCOLAS do INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS No seguimento da passagem de duas para quatro

Leia mais

ALENCASTRO E PATRICIA CD: NOSSO ENCONTRO. 1 - Nosso encontro - Sérgio Lopes. 2- Família - Twila Paris Versão: Aline Barros e Ronaldo Barros

ALENCASTRO E PATRICIA CD: NOSSO ENCONTRO. 1 - Nosso encontro - Sérgio Lopes. 2- Família - Twila Paris Versão: Aline Barros e Ronaldo Barros ALENCASTRO E PATRICIA CD: NOSSO ENCONTRO 1 - Nosso encontro - Sérgio Lopes Me traz em tuas mãos o teu amor Eu trago em minhas mãos o meu amor E faz do teu abraço o meu abrigo Meu coração te ama e chama

Leia mais

R E DE MA IS VIDA R e de de A te nç ã o à S a úde do Ido s o

R E DE MA IS VIDA R e de de A te nç ã o à S a úde do Ido s o R E DE MA IS VIDA R e de de A te nç ã o à S a úde do Ido s o C ic lo d e D e b a te s : "1 C liq0 u e Ap a ra n eo d ita s r do eo s tilo Ed o ssta u b tí tu lo to m e s tre d o Id o s o E lia n a M á

Leia mais

Lição 1 Como Amar os Inimigos

Lição 1 Como Amar os Inimigos Lição 1 Como Amar os Inimigos A. Como seus pais resolviam as brigas entres você e seus irmãos? B. Em sua opinião qual a diferença entre amar o inimigo e ser amigo do inimigo? PROPÓSITO: Aprender como e

Leia mais

Peru. Seminário Internacional GASTRONOMIA. 03 a 09 de janeiro. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com.

Peru. Seminário Internacional GASTRONOMIA. 03 a 09 de janeiro. efigieeducacional.com.br T: 19 4141.1515. contato@efigieeducacional.com. Per Seminário Internacional 03 a 09 de janeiro 2016 efigieedcacional.com.br contato@efigieedcacional.com.br Público Alvo Professores e alnos do crso de gradação da UNISUAM em gastronomia, alnos de pós-gradação

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

728DD62502. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

728DD62502. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Discurso pronunciado pelo Deputado João Mendes de Jesus S/PARTIDO em 09/08/2005 Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Antes de me reportar aos senhores quero lembrar que a Igreja Universal

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

APESP ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENSINO SUPERIOR PRIVADO ESTATUTOS

APESP ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENSINO SUPERIOR PRIVADO ESTATUTOS APESP ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ENSINO SUPERIOR PRIVADO ESTATUTOS CAPÍTULO PRIMEIRO DENOMINAÇÃO, NATUREZA, DURAÇÃO, SEDE E FINS Artigo 1º Denominação e Natureza 1. A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

MAIS DE TI JESUS (JULIANO SOCIO) SENHOR DESCOBRI QUE NAO VIVO SEM TI TENS ME SUSTENTADO EM TUAS MAOS

MAIS DE TI JESUS (JULIANO SOCIO) SENHOR DESCOBRI QUE NAO VIVO SEM TI TENS ME SUSTENTADO EM TUAS MAOS MAIS DE TI JESUS SENHOR DESCOBRI QUE NAO VIVO SEM TI TENS ME SUSTENTADO EM TUAS MAOS TODAS AS ANGUSTIAS DO MEU CORACAO EU ENTREGO AO SENHOR POIS TUA PALAVRA ALIVIA A ALMA TUA GRACA ME ATRAIU PRA TI E A

Leia mais

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets s O 6 s o i cíp Prin Bá s o sic o d o ét M o D r o n s i t u e G B Escrito por Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método Índice Quem

Leia mais

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón www.sisac.org.br "No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia.

Leia mais

1.2.1. O Concurso é aberto a todos os participantes inscritos no Congresso Eventos Brasil, sem limite de idade.

1.2.1. O Concurso é aberto a todos os participantes inscritos no Congresso Eventos Brasil, sem limite de idade. CONCURSO DE FOTOGRAFIA REGULAMENTO Tema do Concurso: A Vida é um Evento 1. O CONCURSO 1.1. DA REALIZAÇÃO 1.1.1 O Concurso de Fotografias da ABEOC Brasil tem caráter exclusivamente cultural, sem qualquer

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 2 A REVOLUÇÃO E AS REFORMAS RIO DE

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 12.00 HORAS

ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. A REALIZAR, NA SEDE SOCIAL, NO DIA 24 DE ABRIL DE 2014, PELAS 12.00 HORAS ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS DA COFINA, SGPS, S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO PONTO SEGUN DA ORDEM S TRABALHOS O Conselho de Administração da COFINA, SGPS, S.A. propõe à Assembleia Geral que os resultados

Leia mais

Quem Somos. www.stone.com.br

Quem Somos. www.stone.com.br Manual E-commerce ÍNDICE 03 04 05 05 06 07 08 09 10 11 12 Quem Somos Como funciona O que é um Gateway? Gateways parceiros Cancelamento de uma transação Chargebacks Portal de Serviços Conciliação Dicas

Leia mais

Capítulo 1 Por que comprar imóveis?

Capítulo 1 Por que comprar imóveis? Seu Imóvel Capítulo 1 Por que comprar imóveis? Todo rico que eu conheço investe em imóveis Uma grande revista semanal 1 publicou, recentemente, suplemento especial sobre investimentos. Algumas celebridades

Leia mais

tipos de campanhas PUBLICITÁRIAS

tipos de campanhas PUBLICITÁRIAS PAULOCINTI tipos de campanhas PUBLICITÁRIAS Ela tem como objetivo difundir a marca do fabricante, institucionalizá-la. Neste tipo de campanha você nunca verá uma empresa falando explicitamente sobre os

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Os Legados da Reforma Protestante. Sobre o Indivíduo 2/9

Os Legados da Reforma Protestante. Sobre o Indivíduo 2/9 Os Legados da Reforma Protestante Sobre o Indivíduo 2/9 Criado por Pedro Siena Neto em 03/2015 O legado da reforma sobre o indivíduo o trabalho a comunidade a intervenção divina a educação a economia o

Leia mais

O cristão saudável. O que é saúde? O cristão saudável. Tiago 1.9-12

O cristão saudável. O que é saúde? O cristão saudável. Tiago 1.9-12 Tiago 1.9-12 9 O irmão de condição humilde deve orgulhar-se quando estiver em elevada posição. 10 E o rico deve orgulhar-se caso passe a viver em humilde, porque o rico passará como a flor do campo. 11

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 2º semestre 2011.2

Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 2º semestre 2011.2 Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software Trabalho Interdisciplinar Semestral 2º semestre 2011.2 Um por todos e todos por um 1. Apresentação Geral Todo e qualquer projeto gerido por uma

Leia mais