DAK Europa Service. Conferência Health Cluster Portugal. 3. Abril de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DAK Europa Service. Conferência Health Cluster Portugal. 3. Abril de 2014"

Transcrição

1 DAK Europa Service Conferência Health Cluster Portugal 3. Abril de 2014 "A Saúde como motor do desenvolvimento económico e social - Estratégia Nacional para o Turismo de Saúde"

2 we care for your health. GlamHealth é uma empresa sediada em Coimbra especializada na gestão de serviços de saúde internacionais, coordenando pacientes de todo o mundo para receberem tratamentos através da nossa rede hospitalar. A GlamHealth tem desenvolvido competências na gestão de pacientes internacionais que recebem cuidados de saúde transfronteiriços em Portugal - informando os doentes sobre as especialidades médicas disponíveis através da nossa rede de prestadores de cuidados de saúde.

3 Motivação da procura para tratamentos médicos especializados internacionais? Cuidados de Saúde Transfronteiriços Cuidados que são facilitados ou referênciados através de um prestador ou uma instituição local de saúde, muitas vezes a partir de contratos ou acordos pré-estabelecidos. Cuidados de saúde transfronteiriços são normalmente procurados por países da mesma região e são reembolsados ou diretamente pagos pelas partes responsáveis. Isto incluí, por exemplo, o acesso a cuidados de saúde a doentes dentro da UE através dos seus direitos de cidadãos da União Europeia. Turismo Médico Assistência médica procurada e iniciada por indivíduos, a partir da sua própria vontade, mesmo sem ou contra a recomdenção do seu responsável local de saúde. Os cuidados são pagos pelo próprio bolso e, em alguns casos, combinados com opções de lazer e atividades culturais.

4 Onde estamos?

5 Transposição da diretiva de direitos de pacientes nos cuidados de saúde transfronteiriços: Estamos preparados?

6 A mudança do rosto da Europa - O fluxo da população no Século XXI Nos últimos 20 anos houve uma mudança total do fluxo dos cidadãos europeus dentro da UE. - Estudantes - Profissionais - Turistas - Expatriados / Reformados Todos nós precisamos de cuidados de saúde e de fármacos nas regiões onde atualmente vivemos. Alguns sistemas de cuidados de saúde desenvolveram os seus prórios serviços.

7 O Sistema de Saúde Alemão Europa Service Concept O Exemplo de Portugal

8 Top Ten das Caixas de Saúde Alemãs (Krankenkasse) Barmer GEK: 8,6 Milhões de segurados Techniker Krankenkasse (TK): 7,6 Milhões de segurados Deutsche Angestellten Krankenkasse (DAK): 6 Milhões de segurados Allgemeine Ortskrankenkasse Bayern (AOK Bayern): 4,1 Milhões de segurados Allgemeine Ortskrankenkasse Baden-Wuerttemberg (AOK B-W): 3,7 Milhões de segurados Allgemeine Ortskrankenkasse Rheinland-Hamburg (AOK Rheinland-Hamburg): 2,9 Milhões de segurados Allgemeine Ortskrankenkasse Nordwest (AOK Nordwest): 2,8 Milhões de segurados Allgemeine Ortskrankenkasse PLUS (AOK PLUS): 2,7 Milhões de segurados Allgemeine Ortskrankenkasse Niedersachsen (AOK Niedersachsen): 2,2 Milhões de segurados KKH-Allianz Hannover: 2,1 Milhões de segurados

9 Parceiros GlamHealth: DAK - Deutsche Angestellten Krankenkasse, Hamburgo A terceira maior caixa de saúde na Alemanha com 6,2 milhões segurados Sede situada em Hamburgo empregados 800 centros de serviço na Alemanha Budget de 17 bilhões de Euros

10 Parceiros GlamHealth: Techniker Krankenkasse, Hamburgo A segunda maior caixa de saúde na Alemanha com cerca de 7,6 milhões segurados Fundada em 1884 em Leipzig Budget ~ 19,1 billiões de Euros empregados 230 escritórios na Alemanha

11 DAK-EuropaService - fundamentos legais Contratos de acordos especiais em outros países da UE com instituições selecionadas para o tratamento hospitalar ou ambulatório (DAK-EuropaService) 140e Código Social Alemão V (SGB V) Portugal oferece uma rede única que integra prestadores de cuidados de saúde públicos e privados.

12 Tratamento sem DAK-EuropaService Hospital Público Lei Intergovernamental Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Hospital Privado Seguro privado complementar

13 Meios de informação DAK Travel-Call Tratamento com DAK-EuropaService DAK.de Blue Line Flyer Hospital com acordo da DAK

14

15

16

17

18 Benefícios para Membros da DAK Acesso a equipas ou intérpretes fluentes em alemão Serviço 24 horas Acesso direto com cartão membro da DAK Cuidados internamento hospitalar ou ambulatório Vários especialistas num só lugar Sem custos adicionais (excepto em serviços opcionais) Sem riscos financeiros Sem preocupações administrativas após a viagem (pedidos de reembolso. etc.)

19 Benefícios para Parceiros com Contrato Validação paciente online Pagamento direto máx. 90 dias Gestão da circuito dos pacientes Designação oficial de parceiro da DAK Comunicação concertada

20 Onde os contratos da DAK-EuropaService não se enquadram: Residentes Transporte de regresso para a Alemanha Serviços não listados no catálogo alemão de serviços (G-DRG)

21 Contactos: Luís Fareleiro telm.: mail: web: Obrigado!

União Europeia Acesso a cuidados de saúde Prestação de serviços de saúde

União Europeia Acesso a cuidados de saúde Prestação de serviços de saúde União Europeia Acesso a cuidados de saúde Prestação de serviços de saúde Legislação da União Europeia Legislação nacional Jurisprudência TJUE Diretiva 2011/24 Proposta de Lei 206/XII Direitos e deveres

Leia mais

BENCHMARKING FICHA DE PAÍS ALEMANHA

BENCHMARKING FICHA DE PAÍS ALEMANHA BENCHMARKING FICHA DE PAÍS ALEMANHA FICHA TÉCNICA Título do Estudo Atlas de Oportunidades Ficha de País Alemanha Projeto Healthy n Portugal Promotor AEP Associação Empresarial de Portugal Parceiro HCP

Leia mais

REFERENCIAÇÃO E MOBILIDADE DOS DOENTES: DESAFIOS FUTUROS

REFERENCIAÇÃO E MOBILIDADE DOS DOENTES: DESAFIOS FUTUROS REFERENCIAÇÃO E MOBILIDADE DOS DOENTES: DESAFIOS FUTUROS Cláudio Correia Novembro 2012 Contexto Global Globalização e mobilidade dos cidadãos 2010 - cerca de dois biliões de pessoas viajaram em voos internacionais

Leia mais

AS COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE E HOTELARIA

AS COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE E HOTELARIA INTRODUÇÃO A mobilidade de doentes para cuidados médicos tem sido prática comum desde há séculos, embora limitada pelas distâncias geográficas. No Século XX verificou-se um grande progresso da medicina

Leia mais

WORLD FORUM FOR MEDICINE

WORLD FORUM FOR MEDICINE 16 19 NOVEMBER 2015 DÜSSELDORF GERMANY www.medica-tradefair.com Novos dias de exposição de segunda a quinta! Registo online obrigatório WORLD FORUM FOR MEDICINE BE PART OF IT! BEM-VINDO À MEDICA 2015 EM

Leia mais

COLÓQUIO MOBILIDADE DE DOENTES ALTERNATIVA OU INEVITÁVEL? Acesso aos cuidados de saúde transfronteiriços na perspetiva do setor público

COLÓQUIO MOBILIDADE DE DOENTES ALTERNATIVA OU INEVITÁVEL? Acesso aos cuidados de saúde transfronteiriços na perspetiva do setor público COLÓQUIO MOBILIDADE DE DOENTES ALTERNATIVA OU INEVITÁVEL? Acesso aos cuidados de saúde transfronteiriços na perspetiva do setor público Cláudio Correia Divisão da Mobilidade de Doentes MOBILIDADE DE DOENTES:

Leia mais

Portugal Making sure your health comes first. www.medicalport.org. Prestador Global de Turismo Médico. Copyright Medical Port 2015

Portugal Making sure your health comes first. www.medicalport.org. Prestador Global de Turismo Médico. Copyright Medical Port 2015 Portugal Making sure your health comes first www.medicalport.org SOBRE PORTUGAL O Índice Global da Competitividade 2014 2015 posiciona Portugal em 24º lugar no campo da Saúde e da Educação Primária com

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa Delegação Regional do Algarve do IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego III AGE - Albufeira,23-10-2014 EURES: encontrar um emprego na Europa Delegação Regional do Algarve

Leia mais

CUIDADOS DE SAÚDE PARA PENSIONISTAS DE UM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU DA SUÍÇA QUE VENHAM RESIDIR PARA PORTUGAL

CUIDADOS DE SAÚDE PARA PENSIONISTAS DE UM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU DA SUÍÇA QUE VENHAM RESIDIR PARA PORTUGAL CUIDADOS DE SAÚDE PARA PENSIONISTAS DE UM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU DA SUÍÇA QUE VENHAM RESIDIR PARA PORTUGAL abril 2015 Ficha Técnica Autor Direção-Geral da Segurança

Leia mais

Projeto Healthy n Portugal. O Turismo de Saúde e Bem-Estar associa-se, assim, a novos tipos de valências, com crescente demanda nos nossos dias.

Projeto Healthy n Portugal. O Turismo de Saúde e Bem-Estar associa-se, assim, a novos tipos de valências, com crescente demanda nos nossos dias. INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DA AEP - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE PORTUGAL, JOSÉ ANTÓNIO FERREIRA DE BARROS, NA SESSÃO DE LANÇAMENTO DO PROJETO HEALTHY N PORTUGAL, SOB O TEMA «EXPANSÃO DO MERCADO DOS CUIDADOS

Leia mais

MEMO. Dia Europeu de Direitos dos Doentes: 10 benefícios que a União Europeia confere aos doentes

MEMO. Dia Europeu de Direitos dos Doentes: 10 benefícios que a União Europeia confere aos doentes COMISSÃO EUROPEIA MEMO Bruxelas, 15 Maio 2013 Dia Europeu de Direitos dos Doentes: 10 benefícios que a União Europeia confere aos doentes Um alto nível de proteção da saúde; o direito de beneficiar de

Leia mais

Prestador Global de Turismo Médico em Portugal

Prestador Global de Turismo Médico em Portugal www.medicalport.org UM PRESTADOR GLOBAL DE TURISMO MÉDICO EM PORTUGAL MAKING SURE YOUR HEALTH COMES FIRST Medical Port é o primeiro prestador de um serviço verdadeiramente global de Turismo Médico em Portugal.

Leia mais

Contextualização Turismo Acessível para Todos oferta transversal a todos sem barreiras

Contextualização Turismo Acessível para Todos oferta transversal a todos sem barreiras Access Azores. Associação privada s/ fins lucrativos;. Constituída em 2014;. Idealizada no seio académico das Universidades de Coimbra e de Aveiro;. Professores, alunos e ex-alunos ligados ao setor do

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N 39 - v4.14) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio 1. Devo matricular-me na UAc mesmo indo para o estrangeiro? 2. Tenho de pagar propinas na UAc? 3. Tenho que pagar propinas na Universidade

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa REDE EURES http://www.youtube.com/watch?v=-b-cf05oo7y&list=plw_7qqldjbjd-uce36bl25dpvwljlyxfq&index=93 Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento

Leia mais

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 1 2 O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 3 A origem do Fundo Social Europeu O Fundo Social Europeu foi criado em 1957 pelo Tratado de Roma,

Leia mais

Ministério Federal do Trabalho e dos Assuntos Sociais

Ministério Federal do Trabalho e dos Assuntos Sociais Ministério Federal do Trabalho e dos Assuntos Sociais Directiva para o programa especial da Federação Alemã para o Fomento da mobilidade profissional de jovens interessados em formação e jovens profissionais

Leia mais

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL Changing lives. Opening minds. Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL ERASMUS + Uma porta aberta para a Europa : O novo programa

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Plano Zero oferecido pela CTOC

ESCLARECIMENTOS. Plano Zero oferecido pela CTOC ESCLARECIMENTOS Plano Zero oferecido pela CTOC PERGUNTAS FREQUENTES O que é o seguro de Saúde da CTOC? É um seguro de saúde que foi negociado pela CTOC com o Grupo Espírito Santo (Companhia de Seguros

Leia mais

3º Programa de Saúde 2014-2020

3º Programa de Saúde 2014-2020 2014-2020 INFARMED, 25 de junho de 2014 1. Enquadramento estratégico 2. Apresentação 3. Objetivos 4. Prioridades temáticas 5. Ações 6. Beneficiários 7. Tipos de subvenção 8. Regras de financiamento 9.

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Cartão Europeu de Seguro de Doença Nº: 20/DSPCS DATA: 18/05/04 Para: Todos os serviços dependentes do Ministério da Saúde Contacto

Leia mais

Oportunidades de Financiamento Turismo. Matosinhos, 27 > Março > 2014 Miguel Mendes

Oportunidades de Financiamento Turismo. Matosinhos, 27 > Março > 2014 Miguel Mendes Oportunidades de Financiamento Turismo Matosinhos, 27 > Março > 2014 Miguel Mendes INCENTIVAMOS O EMPREENDEDORISMO E A INOVAÇÃO ESTRUTURA DE APOIO AO EMPREENDEDOR O Turismo de Portugal, I.P. está mais

Leia mais

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV DOCUMENTO 3 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DOS TITULARES DOS CARTÕES EUROPEUS DE SEGURO DE DOENÇA OU DE DOCUMENTOS EQUIVALENTES NA SEQUÊNCIA DAS ALTERAÇÕES DO PONTO I DA ALÍNEA A)

Leia mais

na captação de alunos.

na captação de alunos. O ISCTE-lUL e as universidades de Lisboa e Coimbra vão cobrar sete mil euros de propinas aos alunos internacionais por ano. A Nova SBE definiu seis mil euros. Aveiro propõe 5.500 euros. China, Brasil e

Leia mais

LINHA DE APOIO à QUALIFICAÇÃO DA OFERTA e EMPREENDEDORISMO NO TURISMO

LINHA DE APOIO à QUALIFICAÇÃO DA OFERTA e EMPREENDEDORISMO NO TURISMO LINHA DE APOIO à QUALIFICAÇÃO DA OFERTA e EMPREENDEDORISMO NO TURISMO VALORIZAR E DIVERSIFICAR O PRODUTO TURÍSTICO MADEIRA PORTO SANTO DESERTAS E SELVAGENS Miguel Mendes LINHA DE APOIO À QUALIFICAÇÃO DA

Leia mais

http://www.dgs.pt/wwwbase/raiz/mlkimprimir.aspx?codigoms=0

http://www.dgs.pt/wwwbase/raiz/mlkimprimir.aspx?codigoms=0 Página Web 1 de 5 Mobilidade de Doentes imprimir adicionar aos favoritos Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Aconselhamos vivamente que leve consigo o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Leia mais

O FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA

O FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA O FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA FIGUEIRA DA FOZ, 9 DE JULHO DE 2014 LUÍS COITO LINHAS DE APOIO FINANCEIRO Longo Prazo Curto / Médio Prazo Curto Prazo LINHA DE APOIO À QUALIFICAÇÃO DA OFERTA LINHA

Leia mais

FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA. Oliveira do Hospital, 25 > Março > 2014 Miguel Mendes

FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA. Oliveira do Hospital, 25 > Março > 2014 Miguel Mendes FINANCIAMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA Oliveira do Hospital, 25 > Março > 2014 Miguel Mendes LINHA DE APOIO à QUALIFICAÇÃO DA OFERTA e ao EMPREENDEDORISMO NO TURISMO VALORIZAR E DIVERSIFICAR O PRODUTO TURÍSTICO

Leia mais

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 1 Junho 2015 SEGURO de SAÚDE

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 1 Junho 2015 SEGURO de SAÚDE Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família O Seguro de Saúde adquiriu ao longo dos tempos uma importância crescente no apoio aos cuidados de Saúde da Comunidade Farmacêutica,

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) MEMO/11/406 Bruxelas, 16 de Junho de 2011 Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Em férias nunca se sabe! Está a pensar viajar na UE ou na Islândia,

Leia mais

Assunto: DescubraPortugal / Canal de promoções comerciais

Assunto: DescubraPortugal / Canal de promoções comerciais CIRCULAR Nº 021/2009 (G) CP/MS Lisboa, 04 de Março de 2009 Assunto: DescubraPortugal / Canal de promoções comerciais Caro Associado, A campanha Descubra um Portugal Maior, lançada pelo Turismo de Portugal

Leia mais

SOMOS UMA COOPERATIVA MÉDICA LÍDER NO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO.

SOMOS UMA COOPERATIVA MÉDICA LÍDER NO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO. SOMOS UMA COOPERATIVA MÉDICA LÍDER NO MERCADO DE PLANOS DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO. CUIDAR É NOSSA ESSÊNCIA E O QUE NOS MOVE TODOS OS DIAS. CUIDAMOS DE PESSOAS E LEVAMOS ESTE PROPÓSITO ALÉM, VALORIZANDO

Leia mais

INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Candidaturas para o Ano Académico 2011/2012

INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Candidaturas para o Ano Académico 2011/2012 INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO Candidaturas para o Ano Académico 2011/2012 Serviço de Cooperação com os Países Lusófonos e Latino-Americanos SCPLLA Endereço Reitoria da Universidade

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 1 AGENDA AVANÇO DO MERCADO SEGURADOR NOSSO CRESCIMENTO PRESENTE E FUTURO 2 3 SEGUROS E RESSEGUROS: UM

Leia mais

28-06-2011. Principais motivações:

28-06-2011. Principais motivações: 1 2 Desde o início de 2009 que o HDES tem equacionado a possibilidade de entrar no mercado do Turismo da Saúde, discutindo internamente a ideia e a possível adesão de profissionais médicos, bem como contactando,

Leia mais

Sobre o curso Value-Based Health Care Delivery. Ana Maria Malik 11/02/09 Apresentação EAESP

Sobre o curso Value-Based Health Care Delivery. Ana Maria Malik 11/02/09 Apresentação EAESP Sobre o curso Value-Based Health Care Delivery Ana Maria Malik 11/02/09 Apresentação EAESP 1 Um pouquinho de teoria Cobertura e acesso universais são essenciais mas não suficientes Valor: patient health

Leia mais

ANEXOS. Decisão de Execução da Comissão

ANEXOS. Decisão de Execução da Comissão COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 4.9.2014 C(2014) 6141 final ANNEXES 1 to 4 ANEXOS da Decisão de Execução da Comissão que estabelece a lista de documentos comprovativos a apresentar pelos requerentes de visto

Leia mais

14 a 17 MARÇO SECTOR TICE UM PROJECTO DO SECTOR TICE Realizada anualmente em Hannover, Alemanha, a feira CeBIT é a maior feira a nível mundial do sector das tecnologias de informação. É considerada um

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

Seguros de viagem RNA/Victoria Seguros. Produtos disponíveis

Seguros de viagem RNA/Victoria Seguros. Produtos disponíveis Seguros de viagem RNA/Victoria Seguros Produtos disponíveis Multiviagens sem cataclismos Até 30 dias Morte ou Invalidez Permanente 30.000,00 Despesas de Funeral em Portugal em caso de acidente no Estrangeiro

Leia mais

Inovar com o Sistema VIVA

Inovar com o Sistema VIVA Inovar com o Sistema VIVA Novas Soluções de Venda de Títulos de Transporte OTLIS, ACE / Miguel Brito da Silva Agenda 1. O Consórcio OTLIS 2. O Sistema VIVA 3. Desafios OTLIS VIVA: melhorar a experiência

Leia mais

Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional

Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional Tribunal de Contas da União, 17 de agosto de 2011 Plano Aquarela Desde 2005 é a base metodológica

Leia mais

Acordo sobre a Livre Circulação de Pessoas entre a União Europeia e a Suíça de 21/6/1999 - cuidados de saúde

Acordo sobre a Livre Circulação de Pessoas entre a União Europeia e a Suíça de 21/6/1999 - cuidados de saúde N/referência: DSNEC Circular no.2 Data: 11-01-2012 Áreas de interesse: Instrumentos internacionais de coordenação de legislações de segurança social Assunto: Acordo sobre a Livre Circulação de Pessoas

Leia mais

ASIA EUROPE TCI OPERADORA RECEPTIVA EM LONDRES

ASIA EUROPE TCI OPERADORA RECEPTIVA EM LONDRES ASIA EUROPE TCI OPERADORA RECEPTIVA EM LONDRES EMPRESA Asia Europe TCI é a única empresa de viagem no Reino Unido que lida com os três aspectos de: Negócios, reuniões e incentivo; Lazer e turismo; Estudantes

Leia mais

AIBILI. um sonho transformado em excelência na área da Oftalmologia AIBILI

AIBILI. um sonho transformado em excelência na área da Oftalmologia AIBILI AIBILI AIBILI um sonho transformado em excelência na área da Oftalmologia É o Centro de Coordenação da Rede Europeia de Centros de Ensaios Clínicos em Oftalmologia, que inclui 78 centros europeus, e, desde

Leia mais

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS:

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: Acesso a cuidados de saúde programados na União Europeia, Espaço Económico Europeu e Suiça. Procedimentos para a emissão do Documento

Leia mais

A TRANSFORMAÇÃO TECNOLÓGICA NA SAÚDE EM PORTUGAL - QUADRATURA DO CÍRCULO NO SNS

A TRANSFORMAÇÃO TECNOLÓGICA NA SAÚDE EM PORTUGAL - QUADRATURA DO CÍRCULO NO SNS A TRANSFORMAÇÃO TECNOLÓGICA NA SAÚDE EM PORTUGAL - QUADRATURA DO CÍRCULO NO SNS Moderador: Prof. Dr. Álvaro Rocha Dr. Ponciano Oliveira ARS Norte, IP Dr. Lúcio Meneses de Almeida ARS Centro, IP Dr. Cunha

Leia mais

CIRCULAR Nº 14/2006 (G) RF / MS. Lisboa, 26 de Janeiro de 2006. A Direcção

CIRCULAR Nº 14/2006 (G) RF / MS. Lisboa, 26 de Janeiro de 2006. A Direcção CIRCULAR Nº 14/2006 (G) RF / MS Lisboa, 26 de Janeiro de 2006 Assunto: 1. Seminário - Competitiveness and Management Tourism Destinations 2. Estágio - Projecto de Internacionalização profissional de cidadãos

Leia mais

O Seguro Social em Alemanha. Os Principais Procedimentos, Pessoas para Contato e Modos de Operação

O Seguro Social em Alemanha. Os Principais Procedimentos, Pessoas para Contato e Modos de Operação O Seguro Social em Alemanha Os Principais Procedimentos, Pessoas para Contato e Modos de Operação A cobertura de seguro para os funcionários (Seguro obrigatório) Seguros em caso de invalidez Cuidados básicos

Leia mais

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante ERASMUS Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Guia do Estudante Normas Gerais A mobilidade de estudantes, uma das acções mais frequentes do Programa, inclui duas vertentes de actividade: realização

Leia mais

Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários

Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários Plano de Ação para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal 2014-2020 Braga, 15 de janeiro 2014 Nuno Fazenda Turismo de Portugal, I.P. TURISMO Importância económica

Leia mais

Hospitalização 15 000,00 100% 250,00 e) 50% Limite de k: 7,00. Acesso à Rede IMA

Hospitalização 15 000,00 100% 250,00 e) 50% Limite de k: 7,00. Acesso à Rede IMA Pagina 1 rocedimentos Manual de Utilizador Mutuelle des Professionnels de L Education Proteção Solidariedade Transparência O presente manual não substitui as Condições Gerais, Especiais e Particulares

Leia mais

TURISMO DE PORTUGAL HORIZONTE 2015

TURISMO DE PORTUGAL HORIZONTE 2015 TURISMO DE PORTUGAL HORIZONTE 2015 João Cotrim de Figueiredo 10 Out 2014 Turismo: crescimento e resiliência No século do Turismo? Mais de 1.100 milhões de turistas em 2014 OMT prevê crescimento médio anual

Leia mais

Preparação e Resposta à Doença por Vírus Ébola Avaliações Externas

Preparação e Resposta à Doença por Vírus Ébola Avaliações Externas Preparação e Resposta à Doença por Vírus Ébola Avaliações Externas European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC) Global Health Security Agenda (GHSA) Enquadramento A Plataforma de Resposta

Leia mais

INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Candidaturas para o Ano Académico 2009/2010

INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Candidaturas para o Ano Académico 2009/2010 INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES AO ABRIGO DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO Candidaturas para o Ano Académico 2009/2010 Serviço de Cooperação com os Países Lusófonos e Latino-Americanos SCPLLA Endereço Reitoria da Universidade

Leia mais

O QUE É O SERVIÇO SOLVIT O SOLVIT PODE INTERVIR

O QUE É O SERVIÇO SOLVIT O SOLVIT PODE INTERVIR O QUE É O SERVIÇO SOLVIT Viver, trabalhar ou estudar em qualquer país da UE é um direito básico dos cidadãos europeus. Também as empresas têm o direito de se estabelecer, prestar serviços e fazer negócios

Leia mais

O que fazemos por si?

O que fazemos por si? O que fazemos por si? PT O que fazemos por si? Nos últimos anos, a Europa tem vindo a sofrer uma crise económica e financeira internacional de uma dimensão sem precedentes. A segurança social, os sistemas

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N 39 - v4.12) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

REGULAMENTO ACADÉMICO. VI. Mobilidade internacional REG-001/V00

REGULAMENTO ACADÉMICO. VI. Mobilidade internacional REG-001/V00 Mobilidade de Estudos 1. Objeto O presente Regulamento define as regras de Mobilidade de Estudantes ao abrigo dos Programas Garcilaso (Laureate International Universities) e de Aprendizagem ao Longo da

Leia mais

Tabelas de Preço Empresas de 2 até 29 vidas

Tabelas de Preço Empresas de 2 até 29 vidas 1 Tabelas de Preço Empresas de 2 até 29 vidas Sumário Apresentação... 2 Planos e Seguros Saúde Allianz... 3 Bradesco Saúde e Odontológico... 4 Amil... 5 Sul América... 6 Unimed... 7 Marítima... 8 Intermédica...

Leia mais

MANUAL DE ACOLHIMENTO NO ACESSO AO SISTEMA DE SAÚDE DE CIDADÃOS ESTRANGEIROS

MANUAL DE ACOLHIMENTO NO ACESSO AO SISTEMA DE SAÚDE DE CIDADÃOS ESTRANGEIROS MNL DE CLHIMEN N CESS SISEM DE SÚDE DE CIDDS ESRNGEIRS Ficha écnica: ítulo: Manual de colhimento no cesso ao Sistema de Saúde de Cidadãos Estrangeiros. Editor: PRGL, Ministério da Saúde. Equipa técnica

Leia mais

19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO. 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte

19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO. 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte 19ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO 05 de Dezembro de 2013 BDMG Belo Horizonte ESTATÍSTICAS DO TURISMO MINEIRO -Perfil da Demanda -Estudo de Competitividade -Dados Econômicos RAFAEL OLIVEIRA

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Correio Braziliense Data: 06/12/2009 Seção: Capa Pág.: 1 Assunto: Vacinação antes da viagem

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Correio Braziliense Data: 06/12/2009 Seção: Capa Pág.: 1 Assunto: Vacinação antes da viagem Veículo: Correio Braziliense Data: 06/12/2009 Seção: Capa Pág.: 1 Assunto: Vacinação antes da viagem Veículo: Correio Braziliense Data: 06/12/2009 Seção: Saúde Pág.: 25 Assunto: Vacinação antes da viagem

Leia mais

A ASSISTÊNCIA SANITÁRIA NO TURISMO EM CABO VERDE. Cidade da Praia, 24 de Janeiro de 2013

A ASSISTÊNCIA SANITÁRIA NO TURISMO EM CABO VERDE. Cidade da Praia, 24 de Janeiro de 2013 A ASSISTÊNCIA SANITÁRIA NO TURISMO EM CABO VERDE Cidade da Praia, 24 de Janeiro de 2013 Formação APRESENTAÇÃO Graduada em Planeamento e Desenvolvimento do Turismo ULHT Lisboa Portugal Pós-graduada e especialista

Leia mais

PREÇO VS. SERVIÇO. Imagem das Agências de Viagens

PREÇO VS. SERVIÇO. Imagem das Agências de Viagens Análise Imagem das Agências de Viagens PREÇO VS. SERVIÇO Os portugueses que já recorreram aos serviços de uma Agência de Viagens fizeram-no por considerar que esta é a forma de reservar viagens mais fácil

Leia mais

Programa Erasmus Regras de mobilidade para alunos da ECT

Programa Erasmus Regras de mobilidade para alunos da ECT Programa Erasmus Regras de mobilidade para alunos da ECT Introdução O Programa Erasmus é uma iniciativa da União Europeia que fornece meios para a realização de períodos de mobilidade académica em instituições

Leia mais

A importância de Bruxelas

A importância de Bruxelas A importância de Bruxelas Ana Paula Mesquita MAGELLAN Associação para a Representação dos interesses portugueses no exterior 1 Cerca de 80% das decisões com impacto nas empresas têm origem em Bruxelas.

Leia mais

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 3 Setembro 2015 SEGURO de SAÚDE

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 3 Setembro 2015 SEGURO de SAÚDE Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família Boletim Informativo Nº 3 Setembro 2015 SEGURO de SAÚDE O Seguro de Saúde adquiriu ao longo dos tempos uma importância crescente

Leia mais

Regulamento Geral de Acesso ao Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades

Regulamento Geral de Acesso ao Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades Regulamento Geral de Acesso ao Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades Artigo 1º Objecto 1. O presente regulamento visa definir as condições de acesso, os direitos e as obrigações para

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 1 Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 2 AGENDA AVANÇO DO MERCADO SEGURADOR NOSSO CRESCIMENTO PRESENTE E FUTURO 3 4 SEGUROS E RESSEGUROS:

Leia mais

Seguro Viagem Travel Guard Group Business Travel Traveller

Seguro Viagem Travel Guard Group Business Travel Traveller Seguro Viagem Travel Guard Group Business Travel Condições Particulares Condições Particulares 2/8 Apólice:PA14AH0423 Acta: Tipo: Novo Corretor MDS Corretor de Seguros, SA Período de Seguro Início: 06/11/2014

Leia mais

José Mendes Ribeiro Ciclo de Conferências ÁGORA: Ciência e Sociedade - 7ª Conferência Desafios e sustentabilidade do sistema de saúde

José Mendes Ribeiro Ciclo de Conferências ÁGORA: Ciência e Sociedade - 7ª Conferência Desafios e sustentabilidade do sistema de saúde Inclusivo, equitativo, sustentável José Mendes Ribeiro Ciclo de Conferências ÁGORA: Ciência e Sociedade - 7ª Conferência Desafios e sustentabilidade do sistema de saúde Auditório do Instituto para a Investigação

Leia mais

TURISMO RESIDENCIAL na estratégia de Turismo para Portugal

TURISMO RESIDENCIAL na estratégia de Turismo para Portugal TURISMO RESIDENCIAL na estratégia de Turismo para Portugal Agenda 1. O Turismo Residencial - efeito multiplicador na economia 2. Motivações para o produto 3. Fatores competitivos de Portugal como destino

Leia mais

T RI R SMO Crédit i o t a o a Inve v sti t m ento t no Tu T ris i mo Proto t co c lo l Ba B n a cá c r á io 2 7 d e e Se S t e em

T RI R SMO Crédit i o t a o a Inve v sti t m ento t no Tu T ris i mo Proto t co c lo l Ba B n a cá c r á io 2 7 d e e Se S t e em TURISMO Crédito ao Investimento no Turismo Protocolo Bancário Luís Coito 27 de Setembro de 2010 TURISMO INCENTIVOS FINANCEIROS AO SECTOR Intensidade de Auxílio Abrangência Empresarial Crédito ao Investimento

Leia mais

Reforma do Ensino Superior

Reforma do Ensino Superior Reforma do Ensino Superior O assunto da Reforma do Ensino Superior e suas implicações na Universidade da Madeira (UMa) exige o envolvimento não só do Conselho Geral, mas também de toda a comunidade académica,

Leia mais

Perguntas e respostas sobre timeshare e produtos de férias de longa duração

Perguntas e respostas sobre timeshare e produtos de férias de longa duração MEMO/07/231 7 de Junho de 2007 Perguntas e respostas sobre timeshare e produtos de férias de longa duração Que direitos têm actualmente os consumidores relativamente aos contratos de timeshare? Em conformidade

Leia mais

Condições Gerais Seguro Saúde ISIS Brasil

Condições Gerais Seguro Saúde ISIS Brasil Condições Gerais Seguro Saúde ISIS Brasil A Boom! trabalha com a ISIS Brasil por sua excelente qualidade e reputação no mercado. As informações contidas aqui são apenas uma referência sobre os serviços

Leia mais

NEWSLETTER I DIREITO DA SAÚDE

NEWSLETTER I DIREITO DA SAÚDE NEWSLETTER I DIREITO DA SAÚDE NEWSLETTER DIREITO DA SAÚDE I Maio - Junho, 2014 I. Venda de medicamentos on-line A criação de um logótipo de segurança 2 II. Directivas antecipadas de vontade: aprovação

Leia mais

Ministério Federal de Educação e Investigação

Ministério Federal de Educação e Investigação Ministério Federal de Educação e Investigação Convite no âmbito da Estratégia do Governo Federal para a Internacionalização da Ciência e Investigação Directrizes para o Financiamento de uma Fase Preparatória

Leia mais

Já fui beneficiário de uma mobilidade Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Durante quanto tempo poderei realizar o período de mobilidade?

Já fui beneficiário de uma mobilidade Erasmus. Posso candidatar-me novamente? Durante quanto tempo poderei realizar o período de mobilidade? ERASMUS+ - MOBILIDADE DE ESTUDANTES PERGUNTAS FREQUENTES O que é o Erasmus+? Quais os tipos de mobilidade a que posso concorrer? Quem pode candidatar-se? Que restrições existem? Já fui beneficiário de

Leia mais

MAIS SAÚDE PARA SEU NEGÓCIO, MAIS BEM-ESTAR PARA VOCÊ.

MAIS SAÚDE PARA SEU NEGÓCIO, MAIS BEM-ESTAR PARA VOCÊ. MAIS SAÚDE PARA SEU NEGÓCIO, MAIS BEM-ESTAR PARA VOCÊ. SULAMÉRICA SAÚDE 03 A 99 VIDAS Sobre a SulAmérica A SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização, com 119 anos de história, é o

Leia mais

SAÚDE DURANTE AS FÉRIAS. Já tem o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença?

SAÚDE DURANTE AS FÉRIAS. Já tem o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença? SAÚDE DURANTE AS FÉRIAS Boletim Informativo nº 10 Julho 2010 Já tem o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença? Se estiver num outro Estado-Membro, em viagem de negócios, de férias ou a estudar, o Cartão

Leia mais

BRADESCO SAÚDE SPG 100 e EMPRESARIAL 200

BRADESCO SAÚDE SPG 100 e EMPRESARIAL 200 NOVO SPG 100 e EMPRESARIAL 200 SPG 100 Empresarial 200 NOVOS PRODUTOS, NOVAS OPORTUNIDADES. Diversas soluções, MUITAS VANTAGENS. Na busca contínua pela melhoria, a Bradesco Saúde é pioneira mais uma vez,

Leia mais

Caixa Geral de Depósitos

Caixa Geral de Depósitos Fevereiro 8 Grupo Caixa Geral de Depósitos Companhia de Seguros FidelidadeMundial, S.A. Largo do Calhariz, 30 1249001 Lisboa Portugal Tel: 213 237 000 Fax: 213 238 001 www.fidelidademundial.pt NIPC e Matrícula

Leia mais

Sabia que? 10 direitos da UE num ápice

Sabia que? 10 direitos da UE num ápice 10 direitos da UE num ápice Comissão Europeia Direções-Gerais da Comunicação e da Justiça Publicações 1049 Bruxelas BÉLGICA Manuscrito terminado em fevereiro de 2014 24 p. 17 17 cm ISBN 978-92-79-35779-4

Leia mais

Colóquio Hospital Termal das Caldas da Raínha

Colóquio Hospital Termal das Caldas da Raínha Colóquio Hospital Termal das Caldas da Raínha Apresentação de um Business Case: Um Plano para colocar o Termalismo ao serviço do desenvolvimento de Portugal Turismo em Portugal Escala de desempenho: a

Leia mais

Hepatite C: Tratar os mais doentes e responder à epidemia em Portugal

Hepatite C: Tratar os mais doentes e responder à epidemia em Portugal Hepatite C: Tratar os mais doentes e responder à epidemia em Portugal Declaração do GAT sobre a notícia do preço pedido pela Gilead ao Centro Hospitalar de São João para o tratamento de 4 doentes graves

Leia mais

Portugal: Destino Competitivo?

Portugal: Destino Competitivo? Turismo O Valor Acrescentado da Distribuição Portugal: Destino Competitivo? Luís Patrão Turismo de Portugal, ip Em 2006 Podemos atingir 7.000 milhões de euros de receitas turísticas Teremos perto de 37,5

Leia mais

farmácia ajuda médica de emergência cartão SIShospital casa médica deficiência médico de plantão Saúde

farmácia ajuda médica de emergência cartão SIShospital casa médica deficiência médico de plantão Saúde ajuda médica de emergência deficiência farmácia cartão SIShospital casa médica médico de plantão Saúde Eu vivo na Bélgica. Tenho direito a atendimento médico? Na Bélgica, todos têm direito a atendimento

Leia mais

Agenda. Glose Quem somos? A plataforma caract. globais. Metodologia. Suporte. Page 2

Agenda. Glose Quem somos? A plataforma caract. globais. Metodologia. Suporte. Page 2 Agenda 1 2 3 4 Glose Quem somos? A plataforma caract. globais Metodologia Suporte Page 2 1 Glose Quem somos? Page 3 Quem somos? Principais parcerias: Tecnológicas: Softwarehouse focada em: Gestão ciclo

Leia mais

plano de coberturas modalidade Managed Care

plano de coberturas modalidade Managed Care plano de coberturas modalidade Managed Care A modalidade Managed Care permite o livre acesso a uma Rede Convencionada de Prestadores de Cuidados de Saúde, pagando apenas uma pequena parte do custo do acto

Leia mais

MODELOS INTEGRADOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA OFERTA: a Central de Reservas Portugal Rural

MODELOS INTEGRADOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA OFERTA: a Central de Reservas Portugal Rural I Seminário sobre Turismo Rural e Natureza Diferenciar o Produto, Qualificar a Oferta, Internacionalizar o Sector MODELOS INTEGRADOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA OFERTA: a Central de Reservas Portugal Rural TÂNIA

Leia mais

P R O T O C O L O B A N C Á R I O

P R O T O C O L O B A N C Á R I O PROTOCOLO BANCÁRIO Caraterização do Setor Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados 63% 37% Mercado Estrangeiro Mercado Nacional Unid. Milhões Euros Novo modelo de financiamento

Leia mais

Estimado(a) O MEU MONTEPIO. 31 abr 13

Estimado(a) O MEU MONTEPIO. 31 abr 13 31 abr 13 O MEU MONTEPIO e-newsletter Estimado(a) Associado(a) e Cliente, É com satisfação que partilhamos, nesta edição, os resultados apurados pelo Estudo ECSI Portugal, reveladores de que os associados

Leia mais

Entrevista com Tetrafarma. Nelson Henriques. Director Gerente. Luísa Teixeira. Directora. Com quality media press para Expresso & El Economista

Entrevista com Tetrafarma. Nelson Henriques. Director Gerente. Luísa Teixeira. Directora. Com quality media press para Expresso & El Economista Entrevista com Tetrafarma Nelson Henriques Director Gerente Luísa Teixeira Directora Com quality media press para Expresso & El Economista Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As

Leia mais

ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO DO PO CH PROPOSTA À COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO. POCH 1 www.poch.portugal2020.pt

ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO DO PO CH PROPOSTA À COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO. POCH 1 www.poch.portugal2020.pt ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO DO PO CH PROPOSTA À COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO POCH 1 www.poch.portugal2020.pt O ponto de partida Principais conclusões das avaliações sobre a comunicação no âmbito do QREN: 88%

Leia mais

RENEX SOUTH AMERICA 2014

RENEX SOUTH AMERICA 2014 RENEX SOUTH AMERICA 2014 O mercado sul-americano de energia renovável em um só lugar 26a 28 Novembro 2014 Porto Alegre - 14h às 20h no Centro de Eventos FIERGS Entre em contato e acompanhe a RENEX pelas

Leia mais

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas PME Investe VI Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito visa facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas de todos os sectores de actividade,

Leia mais