Fitness Against Doping Relatório intercalar principais resultados

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fitness Against Doping Relatório intercalar principais resultados"

Transcrição

1 Fitness Against Doping Relatório intercalar principais resultados The European Health and Fitness Association Rue Washington 40 B 1050 Bruxelles Belgium

2 Resultados Preliminares do Projecto Fitness Against Doping da EHFA lançam um novo olhar sobre o estado do sector do Fitness. Uma melhor compreensão do uso de substâncias que melhoram o desempenho em Ginásios/Academias irão ajudar a desenvolver estratégias de intervenção eficazes. A European Health and Fitness Association (EHFA) encontra-se a desenvolver uma estratégia coordenada para profissionalizar ainda mais o sector do Fitness na Europa. Este sector serve cerca de 44 milhões de consumidores que frequentam regularmente os Ginásios e Academias em toda a Europa e representam uma parte importante da população em geral. Este sector promove activamente os benefícios do exercício físico regular e saudável bem como da melhoria do estado de saúde geral por consequência do mesmo. No entanto, tem havido a preocupação de que as práticas de doping são predominantes em algumas partes deste sector. O projecto Fitness Against Doping (FAD), co-financiado pela Comissão Europeia, é uma reacção pró-activa a essa preocupação que permitirá ter uma imagem mais clara do que realmente acontece, e, por sua vez, ajudará a desenvolver uma campanha educativa e de recomendações políticas sobre praticas anti-doping. O projecto FAD começou em Janeiro de 2011, com a pesquisa documental de provas da existência de práticas de doping no desporto de elite e amador, no qual se inclui o Fitness. Além disso, entre Julho e Agosto deste ano, foi realizado um levantamento a mais de consumidores, profissionais do exercício e gestores de ginásios/clubes/instalações em nove países europeus a maior pesquisa do género feita até agora. Além da recolha de dados demográficos, a pesquisa foi focada em três áreas especificas: PIED s (Performance and Image Enhancing Drugs), drogas sociais (recreativas) e suplementos alimentares. Os resultados preliminares da pesquisa já foram recolhidos, tendo sido apresentados em Bruxelas no dia 08 de Novembro de Este relatório intercalar será utilizado para consulta e investigação mais aprofundada. O relatório final e respectivas recomendações será apresentado na conferência final do projecto em Fevereiro de 2012 na Dinamarca e à Comissão Europeia em Março.

3 Resultados Iniciais A pesquisa feita por parte da EHFA, que é baseada na análise quantitativa e qualitativa, utilizando a metodologia da recolha e trabalho de campo, conseguiu até agora os seguintes resultados preliminares: Em primeiro lugar, o levantamento confirma que o sector do Fitness tem tido um contributo extremamente positivo para o bem-estar dos cidadãos europeus, a grande maioria dos quais frequentam Ginásios/Academias para melhorar a sua saúde e condição física. No entanto, uma minoria muito pequena de utilizadores destes espaços (2,52%), consomem substâncias proibidas, como esteróides anabolizantes e as ditas drogas sociais como as anfetaminas, cocaína e ecstasy. Aqueles que o fazem são predominantemente homens, mas não necessariamente jovens ou adolescentes. Em Portugal, os valores foram de 4,20%, enquanto 95,80% referiu nunca tomar qualquer substância. 37% dos consumidores pratica outra modalidade desportiva amadora (o ciclismo é a mais popular), e estes representam mais de 40% das respostas onde foi admitido doping. Pode-se concluir que a razão provável para consumo de substâncias dopantes não está directamente relacionada com o Fitness mas com o desejo de aumentar a competitividade e desempenho noutras actividades desportivas. A pesquisa concluiu igualmente que o uso de substâncias proibidas é significativamente mais baixo em países onde o sector do Fitness é mais desenvolvido e enraizado. Portanto, como o sector continua a evoluir mais vincadamente para as áreas da saúde e condição física e, ao mesmo tempo, cada vez menos para a musculação/culturismo, será possível observar uma redução correspondente no consumo de substâncias proibidas nesses mercados menos desenvolvidos. Outro resultado positivo relaciona-se com o facto dos utilizadores de Ginásios/Academias consumirem muito menos drogas sociais que o resto da população. Isto combate a ideia que os centros de fitness são de algum modo um espaço relacionado com este tipo de actividade e reforça o entendimento de que os usuários centro de fitness estão mais conscientes de sua saúde e bem-estar. Mais de dois terços dos gestores ou proprietários de Ginásios/Academias venderam suplementos alimentares nos seus espaços, contudo, uma minoria significativa de mais de 30% não tinha conhecimento, ou não verificava, se estes estavam certificados ou livres de substâncias proibidas. Isto sugere que uma maior regulamentação ou um controlo mais harmonizado na área dos suplementos alimentares, por exemplo, através de análises e rotulagem consistentes, trazendo assim uma segurança

4 suplementar para o consumidor final, para o gestor/proprietário e para os fornecedores. Com base nos resultados apurados até agora, houve consenso de que uma melhor informação, campanhas de sensibilização e uma promoção positiva podem trazer benefícios acrescidos como estratégias antidoping. A este respeito, a EHFA continuará a melhorar o nível de educação e compreensão acerca dos malefícios do consumo de substâncias dopantes, transmitindo informação tanto para os profissionais como para os consumidores finais e, finalmente, orientando os Ginásios/Academias para tomarem medidas anti-doping eficazes. Os próximos passos por parte da EHFA serão no sentido de investigar a fundo os resultados obtidos e, ao mesmo tempo, desenvolver políticas. Os resultados e recomendações para intervenções específicas e programas educacionais serão apresentados à Comissão Europeia em Março de 2012 após a conferência Fitness Against Doping em Copenhaga em Fevereiro de O relatório intercalar FAD confirmou a posição de responsabilidade social do sector do Fitness, pedindo aos representantes dos vários países colaboradores a assinar a seguinte carta:

5 Parceiros europeus: O Fitness Against Doping é um projecto co-financiado pela Comissão Europeia. AGAP - Portugal (Portuguese Fitness Association) BAHF - Bulgaria (Bulgarian Association of Health and Fitness) DFHO - Denmark (Danish Fitness and Health Organisation) DSSV - Germany (German Fitness Association) DADR - Poland (Department of Anti-Doping Research of Institute of Sport) FIA - UK (Fitness Industry Association) Fit!vak - Netherlands (Dutch Fitness Association) HCA & ICCE - Hungary (Hungarian Coaching Association and International Council for Coach Education) ISCA - Denmark (International Sport and Culture Association) QualiCert - Switzerland (Swiss Quality Assurance Company) MENSAGEM EUROPEIA ANTI-DOPING DO SECTOR DO FITNESS O sector europeu do Fitness e Saúde compromete-se a melhorar a saúde dos cidadãos europeus e, como tal, é absolutamente contra o uso do doping e outras substâncias que melhorem o desempenho. A EHFA e os seus membros comprometem-se a dedicar todos os esforços para erradicar práticas de doping e cooperar com a Comissão Europeia, agências anti-dopagem, autoridades e governos em estudar quais as melhores e mais eficientes políticas, campanhas e medidas de combate ao doping. O sector do Fitness compromete-se igualmente a formar os seus trabalhadores e clientes e em fornecer informação e orientação aos operadores para que tenham implementado medidas eficazes anti-doping.

Projecto de Rede Temática AEHESIS

Projecto de Rede Temática AEHESIS Projecto de Rede Temática AEHESIS Aligning a European Higher Education Structure In Sport Science Relatório do Terceiro Ano - Resumo - (translated by the Polytechnique Institute of Santarem, Escola Superior

Leia mais

Suplementos Nutricionais P e Rs

Suplementos Nutricionais P e Rs Suplementos Nutricionais P e Rs Porque que é que a utilização de suplementos pelos atletas representa um problema? Em muitos países, a produção de suplementos nutricionais não está adequadamente regulada

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO CARTA EUROPEIA DO DESPORTO Objectivo da Carta... 3 Definição e âmbito de aplicação da Carta... 3 O movimento desportivo... 4 Instalações e actividades... 4 Lançar as bases... 4 Desenvolver a participação...

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

Sobre este inquérito. Sobre a sua organização

Sobre este inquérito. Sobre a sua organização Sobre este inquérito Por toda a União Europeia, diferentes organizações proporcionam acesso e formação sobre Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC), juntamente com outros serviços para grupos

Leia mais

(Resoluções, recomendações e pareceres) RESOLUÇÕES CONSELHO

(Resoluções, recomendações e pareceres) RESOLUÇÕES CONSELHO 19.12.2007 C 308/1 I (Resoluções, recomendações e pareceres) RESOLUÇÕES CONSELHO RESOLUÇÃO DO CONSELHO de 5 de Dezembro de 2007 sobre o seguimento do Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO INTRODUÇÃO

CARTA EUROPEIA DO DESPORTO INTRODUÇÃO CARTA EUROPEIA DO DESPORTO INTRODUÇÃO A Carta Europeia do Desporto do Conselho da Europa é uma declaração de intenção aceite pelos Ministros europeus responsáveis pelo Desporto. A Carta Europeia do Desporto

Leia mais

EFEITO IVA A 23% NO MERCADO DE FITNESS

EFEITO IVA A 23% NO MERCADO DE FITNESS EFEITO IVA A 23% NO MERCADO DE FITNESS ESTUDO AGAP AGAP AGAP Associação de Ginásios de Portugal 1 APRESENTAÇÃO AGAP AGAP é a única associação portuguesa que representa ginásios e health clubes Tem 750

Leia mais

Treinadores: Os grandes desafios da atualidade Ericeira 2012.07.11. José Curado

Treinadores: Os grandes desafios da atualidade Ericeira 2012.07.11. José Curado Treinadores: Os grandes desafios da atualidade Ericeira 2012.07.11 José Curado Sumário Introdução Estado da profissão Treinadores e globalização Treinadores e Investigação Científica Treinadores, novas

Leia mais

Associação KNX Portugal

Associação KNX Portugal Associação KNX Portugal Organização KNX e rede de parceiros KNX Association International Page No. 3 Associações Nacionais: Membros Membros KNX Nacionais: Fabricantes: Empresas fabricantes ou representantes

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS PT PT PT COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 18.2.2009 COM(2009) 64 final COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES

Leia mais

Parecer sobre Estratégia Nacional para a Promoção da Atividade Física, da Saúde e do Bem-estar.

Parecer sobre Estratégia Nacional para a Promoção da Atividade Física, da Saúde e do Bem-estar. Parecer sobre Estratégia Nacional para a Promoção da Atividade Física, da Saúde e do Bem-estar. Sociedade Portuguesa de Educação Física Conselho Nacional das Associações de Professores e Profissionais

Leia mais

DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO

DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO EPSU, UNI Europa, ETUCE, HOSPEEM, CEMR, EFEE, EuroCommerce,

Leia mais

"SMS sem fronteiras": Comissão planeia pôr fim aos abusos nos preços das mensagens de texto enviadas do estrangeiro

SMS sem fronteiras: Comissão planeia pôr fim aos abusos nos preços das mensagens de texto enviadas do estrangeiro IP/08/1144 Bruxelas, 15 de Julho de 2008 "SMS sem fronteiras": Comissão planeia pôr fim aos abusos nos preços das mensagens de texto enviadas do estrangeiro Os 2500 milhões de mensagens de texto enviadas

Leia mais

Congresso do Desporto

Congresso do Desporto Congresso do Desporto Desporto, Saúde e Segurança A luta contra a utilização de substâncias dopantes uma perspectiva para o futuro Luís Horta A luta contra a dopagem no desporto representa um desafio fundamental

Leia mais

Palestra: A CPLP E A EDUCAÇÃO. (Escola Stuart Carvalhais - 7 de Março de 2007)

Palestra: A CPLP E A EDUCAÇÃO. (Escola Stuart Carvalhais - 7 de Março de 2007) Palestra: A CPLP E A EDUCAÇÃO (Escola Stuart Carvalhais - 7 de Março de 2007) Excelentíssimos membros do Conselho Directivo, excelentíssimos professores, caríssimos alunos, É com enorme satisfação que

Leia mais

INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA (IPI) ORIENTAÇÕES PARA AS POLÍTICAS

INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA (IPI) ORIENTAÇÕES PARA AS POLÍTICAS INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA (IPI) ORIENTAÇÕES PARA AS POLÍTICAS Introdução O presente documento pretende apresentar uma visão geral das principais conclusões e recomendações do estudo da European Agency

Leia mais

CÓDIGO DA ÉTICA DESPORTIVA

CÓDIGO DA ÉTICA DESPORTIVA CÓDIGO DA ÉTICA DESPORTIVA O DESPORTIVISMO NO JOGO É SEMPRE VENCEDOR (Fair play - The winning way) INTRODUÇÃO... 2 AS INTENÇÕES DO CÓDIGO... 2 DEFINIÇÃO DE FAIR PLAY... 2 RESPONSABILIDADE PELO FAIR PLAY...

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 8.12.2008 COM(2008) 819 final COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO Plano de acção no domínio da dádiva e transplantação de órgãos (2009-2015): Reforçar a cooperação entre

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Sessão de Informação ERASMUS+ 1 9 d e m a r ç o d e 2 0 1 4 I n s t i t u t o P o l i t é c n i c o d e B e j a

Sessão de Informação ERASMUS+ 1 9 d e m a r ç o d e 2 0 1 4 I n s t i t u t o P o l i t é c n i c o d e B e j a Sessão de Informação ERASMUS+ 1 9 d e m a r ç o d e 2 0 1 4 I n s t i t u t o P o l i t é c n i c o d e B e j a Mobilidade de indivíduos para aprendizagem (KA1) Mobilidade de staff, em particular de pessoal

Leia mais

Transição da escola para o emprego: Princípios-chave e Recomendações para Responsáveis Políticos

Transição da escola para o emprego: Princípios-chave e Recomendações para Responsáveis Políticos Transição da escola para o emprego: Princípios-chave e Recomendações para Responsáveis Políticos No final do ano de 1999 a Agência Europeia iniciou um projecto de investigação, a nível Europeu, sobre o

Leia mais

UE apoia o combate à violência e à intolerância no desporto

UE apoia o combate à violência e à intolerância no desporto COMISSÃO EUROPEIA COMUNICADO DE IMPRENSA UE apoia o combate à violência e à intolerância no desporto Bruxelas, 8 de Novembro de 2011 A Comissão Europeia concedeu subvenções a iniciativas destinadas a combater

Leia mais

O CONSELHO DA UE E OS REPRESENTANTES DOS GOVERNOS DOS ESTADOS-MEMBROS, REUNIDOS NO CONSELHO,

O CONSELHO DA UE E OS REPRESENTANTES DOS GOVERNOS DOS ESTADOS-MEMBROS, REUNIDOS NO CONSELHO, C 172/8 PT Jornal Oficial da União Europeia 27.5.2015 Conclusões do Conselho sobre a maximização do papel do desporto de base no desenvolvimento de competências transversais, especialmente entre os jovens

Leia mais

Inquérito europeu às empresas sobre riscos novos e emergentes Sumário

Inquérito europeu às empresas sobre riscos novos e emergentes Sumário Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho Inquérito europeu às empresas sobre riscos novos e emergentes Sumário Este inquérito, realizado pela EU-OSHA a empresas de toda a Europa, visa contribuir

Leia mais

Programa de trabalho da Presidência Portuguesa para o Conselho Ecofin

Programa de trabalho da Presidência Portuguesa para o Conselho Ecofin Programa de trabalho da Presidência Portuguesa para o Conselho Ecofin A Presidência Portuguesa na área dos Assuntos Económicos e Financeiros irá centrar-se na prossecução de três grandes objectivos, definidos

Leia mais

Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Orientações Programáticas

Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Orientações Programáticas Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável Orientações Programáticas 1 - Enquadramento Portugal era um dos poucos países Europeus que não dispunha de um programa nacional de alimentação,

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA TERMOS DE REFERÊNCIA REALIZAÇÃO DE UM ESTUDO DE MERCADO PARA IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE POSSÍVEIS ACTIVIDADES GERADORAS DE RENDIMENTO NOS MUNICIPIOS DE KUITO E ANDULO, PROVINCIA DE BIÉ, ANGOLA

Leia mais

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE CLUSTER ENERGÉTICO DE BEJA OPORTUNIDADES SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA E CRESCIMENTO ECONÓMICO A sustentabilidade energética e climática é um desígnio estratégico duplo significado. Por um lado, desenvolvimento

Leia mais

CÓDIGO DA ÉTICA DESPORTIVA INTRODUÇÃO

CÓDIGO DA ÉTICA DESPORTIVA INTRODUÇÃO CÓDIGO DA ÉTICA DESPORTIVA INTRODUÇÃO O Código da Ética no Desporto do Conselho da Europa para o Fair play no desporto é uma declaração de intenção aceite pelos Ministros europeus responsáveis pelo Desporto.

Leia mais

PORTUGAL 2020: Como financiar a sua empresa?

PORTUGAL 2020: Como financiar a sua empresa? PORTUGAL 2020: Como financiar a sua empresa? QUAL O MONTANTE DE APOIOS COMUNITÁRIOS ATRIBUÍDOS A PORTUGAL? 25 Mil Milhões de Euros. Outros Programas* Este é o montante que Portugal vai receber em fundos

Leia mais

1) Breve apresentação do AEV 2011

1) Breve apresentação do AEV 2011 1) Breve apresentação do AEV 2011 O Ano Europeu do Voluntariado 2011 constitui, ao mesmo tempo, uma celebração e um desafio: É uma celebração do compromisso de 94 milhões de voluntários europeus que, nos

Leia mais

A União Europeia e o apoio às Empresas. Margarida Marques, Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal

A União Europeia e o apoio às Empresas. Margarida Marques, Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal A União Europeia e o apoio às Empresas Margarida Marques, Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal Abril 2010 Programa-Quadro para a Competitividade e a Inovação (CIP) Programa-Quadro para

Leia mais

22.1.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 17/43

22.1.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 17/43 22.1.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 17/43 IV (Actos adoptados, antes de 1 de Dezembro de 2009, em aplicação do Tratado CE, do Tratado da UE e do Tratado Euratom) DECISÃO DO CONSELHO de 27 de Novembro

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS COOPERATIVAS DE CONSUMIDORES, FCRL

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS COOPERATIVAS DE CONSUMIDORES, FCRL COMENTÁRIOS DA FENACOOP PROCEDIMENTOS DE MUDANÇA DE COMERCIALIZADOR As cooperativas de consumo são, nos termos da Constituição e da Lei, entidades legítimas de representação dos interesses e direitos dos

Leia mais

Informar. Saber. Decidir. SOBRE A POBREZA, SOBRE A POBREZA, AS DESIGUALDADES AS DESIGUALDADES E A E PRIVAÇÃO A PRIVAÇÃO MATERIAL MATERIAL EM PORTUGAL EM PORTUGAL ABOUT POVERTY, INEQUALITY AND MATERIAL

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

Entrevista com BPN Imofundos. António Coutinho Rebelo. Presidente. www.bpnimofundos.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com BPN Imofundos. António Coutinho Rebelo. Presidente. www.bpnimofundos.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com BPN Imofundos António Coutinho Rebelo Presidente www.bpnimofundos.pt Com quality media press para LA VANGUARDIA Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As respostas

Leia mais

Plano de acção. Outubro 2011

Plano de acção. Outubro 2011 Plano de acção Outubro 2011 Ano Lectivo 2011/2012 PÁGINA - 2 INTRODUÇÃO A legislação em vigor determina que o Projecto Educativo da Escola (PEE) deve incluir temáticas relacionadas com a Promoção e Educação

Leia mais

AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR

AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR Ana Paula Bico Out, 2011 POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR 2 perspectivas: Redução da dependência

Leia mais

5º Seminário. Propostas da campanha nacional. A Política Ambiental no Sector Energético Português. 3 de Julho de 2008

5º Seminário. Propostas da campanha nacional. A Política Ambiental no Sector Energético Português. 3 de Julho de 2008 5º Seminário A Política Ambiental no Sector Energético Português 3 de Julho de 2008 Propostas da campanha nacional Índice da apresentação - O que é a RFA - RFA Europeia - Exemplos e comparação com PT -

Leia mais

TrEE Newsletter 1. Newsletter 1 Novembro 2013. TrEE Teaching recycling and Environmental Education

TrEE Newsletter 1. Newsletter 1 Novembro 2013. TrEE Teaching recycling and Environmental Education TrEE Teaching recycling and Environmental Education TrEE Newsletter 1 A Newsletter 1 é dedicada ao projeto TrEE Teaching recycling and Environmental Education, uma parceria de aprendizagem Grundtvig constituída

Leia mais

VINIPORTUGAL Plano Estratégico 2012 / 2014 VINIPORTUGAL. Associação Interprofissional. para a. Promoção dos Vinhos de Portugal

VINIPORTUGAL Plano Estratégico 2012 / 2014 VINIPORTUGAL. Associação Interprofissional. para a. Promoção dos Vinhos de Portugal VINIPORTUGAL Plano Estratégico 2012 / 2014 VINIPORTUGAL Associação Interprofissional para a Promoção dos Vinhos de Portugal I - PLANO ESTRATÉGICO (CORPORATE BUSINESS PLAN) Desenvolver e executar estratégias

Leia mais

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm Anexo C: Súmula das principais iniciativas desenvolvidas na Europa na área da Sociedade de Informação e da mobilização do acesso à Internet em banda larga Para informação adicional sobre os diversos países

Leia mais

Esporte, Paz e Desenvolvimento Humano

Esporte, Paz e Desenvolvimento Humano Encontro de Capacitação Programa Segundo Tempo Esporte, Paz e Desenvolvimento Humano Brasília, 12 de abril de 2007 O Esporte no contexto das ações da UNESCO A ONU incumbiu a UNESCO de coordenar o tratamento

Leia mais

Turismo de Saúde: uma alternativa de co-financiamento institucional e orçamental?

Turismo de Saúde: uma alternativa de co-financiamento institucional e orçamental? Turismo de Saúde: uma alternativa de co-financiamento institucional e orçamental? César Lima e Sá, Carlos Rodrigues, Carlos Matos, Rui Vaz, Pedro Cantista S Realidade Nacional: contexto económico Realidade

Leia mais

Comunicação Comercial : Legislação ou Auto-regulação?

Comunicação Comercial : Legislação ou Auto-regulação? 12 - NOV - 2012-10h00 - Centro de Congressos de Lisboa 2º Conferência VINHO COM MODERAÇÃO promovida pela ACIBEV Comunicação Comercial : Legislação ou Auto-regulação? Seja responsável. Beba com moderação

Leia mais

Discurso do Presidente da Autoridade da Concorrência. Abertura do 3.º Curso de Formação para Juízes em Direito Europeu da Concorrência

Discurso do Presidente da Autoridade da Concorrência. Abertura do 3.º Curso de Formação para Juízes em Direito Europeu da Concorrência Discurso do Presidente da Autoridade da Concorrência Abertura do 3.º Curso de Formação para Juízes em Direito Europeu da Concorrência 7 de maio de 2014 Senhores Coordenadores do Curso de Formação para

Leia mais

A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma

A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma Apresentação A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma plena integração social e profissional; Crianças

Leia mais

Programa Lixo e Cidadania

Programa Lixo e Cidadania Programa Lixo e Cidadania São Bernardo do Campo (SP) Elisabeth Grimberg e Sonia Lima in Segurança Alimentar e Nutricional: a contribuição das empresas para a sustentabilidade das iniciativas locais Fechar

Leia mais

A parte restante do presente Memorando de Entendimento expõe em pormenor o modo de concretizar esta lista de propósitos.

A parte restante do presente Memorando de Entendimento expõe em pormenor o modo de concretizar esta lista de propósitos. Memorando de Entendimento da Plataforma de Diálogo entre Partes Interessadas da UE sobre o acesso a obras por parte das pessoas com incapacidade de leitura de material impresso Dan Pescod (em nome da União

Leia mais

I Seminário Transfronteiriço sobre Estratégias de participação Andaluzia, Algarve, Alentejo Marta Terra Voluntariado e cidadania - A REDE -

I Seminário Transfronteiriço sobre Estratégias de participação Andaluzia, Algarve, Alentejo Marta Terra Voluntariado e cidadania - A REDE - Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens (REDE) I Seminário Transfronteiriço sobre Estratégias de participação Andaluzia, Algarve, Alentejo Marta Terra Voluntariado

Leia mais

EDITAL Nº 003/2012 TERMO DE REFERÊNCIA N 006 PROJETO PNUD BRA/05/021 PERFIL 006

EDITAL Nº 003/2012 TERMO DE REFERÊNCIA N 006 PROJETO PNUD BRA/05/021 PERFIL 006 1. FUNÇÃO DO PROJETO EDITAL Nº 003/2012 TERMO DE REFERÊNCIA N 006 PROJETO PNUD BRA/05/021 PERFIL 006 Assessoria técnica especializada em temas de voluntariado e políticas públicas de juventude. 2. ANTECEDENTES

Leia mais

III Conferência Internacional sobre Resíduos Urbanos. Sociedade Ponto Verde Reutilização e Reciclagem. Objectivos 2020

III Conferência Internacional sobre Resíduos Urbanos. Sociedade Ponto Verde Reutilização e Reciclagem. Objectivos 2020 III Conferência Internacional sobre Resíduos Urbanos Porto, 23 e 24 de Outubro de 2008 Sociedade Ponto Verde Reutilização e Reciclagem. Objectivos 2020 Luís Veiga Martins REUTILIZAÇÃO OU RECICLAGEM COEXISTÊNCIA

Leia mais

Um mundo melhor começa aqui

Um mundo melhor começa aqui Um mundo melhor começa aqui h, 12 de junho de 2009 O Dia mundial contra o trabalho infantil vai ser celebrado a 12 de Junho de 2009. Este ano, o Dia mundial marca o décimo aniversário da adopção da importante

Leia mais

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL

ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL ENVELHECIMENTO E A PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL O processo de envelhecimento e a velhice devem ser considerados como parte integrante do ciclo de vida. Ao longo dos tempos, o conceito de envelhecimento e as

Leia mais

APOGOM. Compromissos da indústria alimentar sobre Alimentação, Actividade Física e Saúde

APOGOM. Compromissos da indústria alimentar sobre Alimentação, Actividade Física e Saúde APOGOM Compromissos da indústria alimentar sobre Alimentação, Actividade Física e Saúde É hoje amplamente reconhecido que o aumento significativo de certas doenças não transmissíveis (tais como as doenças

Leia mais

ICC Europe Howzat Text Portuguese Version

ICC Europe Howzat Text Portuguese Version ICC Europe Howzat Text Portuguese Version Bem-vindo ao Howzat! A ECB Coach Education em parceria com a ICC Europe está empenhada em disponibilizar recursos de nível mundial; o Howzat! foi pensado para

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

Apoios ao Turismo Lições do QREN, desafios e oportunidades

Apoios ao Turismo Lições do QREN, desafios e oportunidades Apoios ao Turismo Lições do QREN, desafios e oportunidades Piedade Valente Comissão Diretiva do COMPETE Sintra, 9 de outubro de 2014 Agenda da Competitividade (2007-2013): instrumentos de apoio eficiência

Leia mais

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Conferência "Compromisso Cívico para a Inclusão" Santarém, 14 de Abril

Leia mais

O Futuro dos Programas Europeus de Ciência e Inovação Maria da Graça a Carvalho

O Futuro dos Programas Europeus de Ciência e Inovação Maria da Graça a Carvalho O Futuro dos Programas Europeus de Ciência e Inovação Maria da Graça a Carvalho Workshop sobre Políticas de Investigação no Ensino Superior Universidade da Beira Interior 2 Junho 2011 Índice Estratégia

Leia mais

São igualmente tidas em conta situações de pobreza e de exclusão social que necessitam um tratamento específico no âmbito do PRODESA.

São igualmente tidas em conta situações de pobreza e de exclusão social que necessitam um tratamento específico no âmbito do PRODESA. 1. Medida 3.4: Apoio ao desenvolvimento do Emprego e da Formação Profissional 2. Descrição: A Medida Apoio ao desenvolvimento do Emprego e Formação Profissional do PRODESA visa criar as condições para

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTRO DO TURISMO DA REPÚBLICA ITALIANA O MINISTRO DA ECONOMIA DA REPÚBLICA DA LITUÂNIA O SECRETÁRIO DE ESTADO DO COMÉRCIO, DAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS, DO TURISMO,

Leia mais

A Norma Brasileira e o Gerenciamento de Projetos

A Norma Brasileira e o Gerenciamento de Projetos A Norma Brasileira e o Gerenciamento de Projetos Realidade Operacional e Gerencial do Poder Judiciário de Mato Grosso Na estrutura organizacional, existe a COPLAN que apoia administrativamente e oferece

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

Pensar o futuro da educação. Aprender e inovar com a tecnologia multimedia. Comissão Europeia

Pensar o futuro da educação. Aprender e inovar com a tecnologia multimedia. Comissão Europeia Pensar o futuro da educação Aprender e inovar com a tecnologia multimedia Comissão Europeia O impacto da tecnologia da informação e da comunicação está a provocar alterações graduais mas muitas vezes radicais

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Análise comparativa dos sistemas de avaliação do desempenho docente a nível europeu

Análise comparativa dos sistemas de avaliação do desempenho docente a nível europeu 1 Análise comparativa dos sistemas de avaliação do desempenho docente a nível europeu Jorge Lima (*) Eurydice é a rede de informação sobre a educação na Europa, criada por iniciativa da Comissão Europeia

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

DECLARAÇÃO DE HANÔVER

DECLARAÇÃO DE HANÔVER DECLARAÇÃO DE HANÔVER de Presidentes de Câmara de Municípios Europeus na Viragem do Século XXI (versão traduzida do texto original em Inglês, de 11 de Fevereiro de 2000, pelo Centro de Estudos sobre Cidades

Leia mais

Não fique parado. Pela sua saúde.

Não fique parado. Pela sua saúde. Não fique parado. Pela sua saúde. Programa Nacional de Promoção da Actividade Física e Desportiva Contributo da Actividade Física para a Promoção da Saúde Programa Nacional de Promoção da Actividade Física

Leia mais

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59.

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59. Relatório da Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59 Resumo Novembro de 2009 Avaliação intercalar da execução do Plano de

Leia mais

Práticas de. Responsabilidade Social. nas Organizações da. Economia social. Pós-Graduação Gerir Projectos em Parceria. Lucinda Maria Pereira Lopes

Práticas de. Responsabilidade Social. nas Organizações da. Economia social. Pós-Graduação Gerir Projectos em Parceria. Lucinda Maria Pereira Lopes Práticas de Responsabilidade Social nas Organizações da Economia social Pós-Graduação Gerir Projectos em Parceria Lucinda Maria Pereira Lopes A responsabilidade social das empresas é, essencialmente, um

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE

PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E O MINISTÉRIO DA SAÚDE A promoção da educação para a saúde em meio escolar é um processo em permanente desenvolvimento para o qual concorrem os sectores da Educação

Leia mais

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. GREEN PROJECT AWARDS BRASIL Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. CANDIDATURAS 201 INSCRIÇÕES NO PRIMEIRO ANO INSCRIÇÕES FEITAS

Leia mais

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização

Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização Empresas Responsáveis Questionário de Sensibilização 1. Introdução O presente questionário ajudá-lo-á a reflectir sobre os esforços desenvolvidos pela sua empresa no domínio da responsabilidade empresarial,

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

CIRCULAR. Publicação de Relatório sobre emprego e competências no sector do Comércio a nível Europeu (2014)

CIRCULAR. Publicação de Relatório sobre emprego e competências no sector do Comércio a nível Europeu (2014) CIRCULAR N/REFª: 04/2015 DATA: 05 de Janeiro de 2015 Assunto: Publicação de Relatório sobre emprego e competências no sector do Comércio a nível Europeu (2014) Exmos. Senhores, Pelo eventual interesse,

Leia mais

Seminário Cidades mais Inteligentes. A certificação energética e a reabilitação urbana. Braga, 10 de Maio de 2011

Seminário Cidades mais Inteligentes. A certificação energética e a reabilitação urbana. Braga, 10 de Maio de 2011 Seminário Cidades mais Inteligentes (PROSPERIDADE RENOVÁVEL) A certificação energética e a reabilitação urbana Braga, 10 de Maio de 2011 ADENE Agência para a Energia Francisco Passos sce@adene.pt ÍNDICE

Leia mais

PROMOVER O ACESSO À INFORMAÇÃO PARA A APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA

PROMOVER O ACESSO À INFORMAÇÃO PARA A APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA PROMOVER O ACESSO À INFORMAÇÃO PARA A APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA O acesso à informação é um direito fundamental de todos os alunos com ou sem deficiência e/ou necessidades educativas especiais. Numa

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Acordo de Parceria Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

EUROPEAN SOCIAL SURVEY 2006. Atitudes face à Prisão Preventiva e à Tortura como forma de evitar actos terroristas

EUROPEAN SOCIAL SURVEY 2006. Atitudes face à Prisão Preventiva e à Tortura como forma de evitar actos terroristas EUROPEAN SOCIAL SURVEY 2006 Atitudes face à Prisão Preventiva e à Tortura como forma de evitar actos terroristas Junho 2009 1 Amostra O European Social Survey 3 foi aplicado a amostras aleatórias e probabilísticas

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

Alerta sobre drogas legais

Alerta sobre drogas legais PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 14 DE MAIO DE 2012 POR JM Alerta sobre drogas legais Na Madeira, há pelo menos cinco smartshops que vendem, legalmente, este tipo de substâncias, cujo consumo

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 0 9 A TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, em 2009, desenvolverá as suas acções em três vertentes fundamentais: a Internacionalização através do

Leia mais

REDE LUTA CONTRA POBREZA URBANA RLCPU PLANO ESTRATÉGICO,2015-2017

REDE LUTA CONTRA POBREZA URBANA RLCPU PLANO ESTRATÉGICO,2015-2017 REDE LUTA CONTRA POBREZA URBANA RLCPU PLANO ESTRATÉGICO,2015-2017 Adão Augusto, Consultor 12-02-2015 1. Contextualização. Os projectos sociais fazem parte de um sistema complexo de relações que envolvem

Leia mais

DOPING DROGAS E MÉTODOS

DOPING DROGAS E MÉTODOS DOPING Considera-se doping (*), o uso de substâncias, técnicas ou métodos, proibidos pela regulamentação desportiva, que visam alterar o estado físico e ou mental do atleta com o objectivo de aumentar

Leia mais

PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM. 12 de Março 2015

PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM. 12 de Março 2015 PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM 12 de Março 2015 INTRODUÇÃO A PORTUGAL GOLFE TEAM visa apoiar e aconselhar profissionais de golfe no inicio ou no desenrolar da sua carreira. Uma iniciativa importante que

Leia mais

A organização nacional do sector da água: pontos fortes e pontos fracos. um contributo português para o desenvolvimento do sector da Água

A organização nacional do sector da água: pontos fortes e pontos fracos. um contributo português para o desenvolvimento do sector da Água A organização nacional do sector da água: pontos fortes e pontos fracos. um contributo português para o desenvolvimento do sector da Água no Mundo Como pode a PPA contribuir para uma melhor consolidação.

Leia mais

os resultados de desempenho ambiental A criação da entidade gestora veio trazer de direito, trazendo proximidade junto dos produtores e demais partes

os resultados de desempenho ambiental A criação da entidade gestora veio trazer de direito, trazendo proximidade junto dos produtores e demais partes "HÁ QUE MELHORAR A CULTURA AMBIENTAL' 1 1 Com a criação da SOGILUB, a recolha e tratamento dos óleos usados passou a ser uma prática normal e regular em todas as oficinas automóvel, refere Aníbal Vicente,

Leia mais

ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Nós, representantes democraticamente eleitos dos Parlamentos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné- Bissau, Moçambique, Portugal,

Leia mais

Projecto de Lei n.º 54/X

Projecto de Lei n.º 54/X Projecto de Lei n.º 54/X Regula a organização de atribuição de graus académicos no Ensino Superior, em conformidade com o Processo de Bolonha, incluindo o Sistema Europeu de Créditos. Exposição de motivos

Leia mais

PREFÁCIO. Paulo Bárcia. Director do Escritório da OIT em Lisboa

PREFÁCIO. Paulo Bárcia. Director do Escritório da OIT em Lisboa Interior da capa PREFÁCIO O edifício normativo da Organização Internacional de Trabalho compreende diferentes instrumentos: Convenções, Recomendações, Resoluções, Conclusões e Directrizes. Destacam-se

Leia mais

Fórum de Boas Práticas

Fórum de Boas Práticas Câmara Municipal de Torres Vedras Sandra Colaço Fórum de Boas Práticas Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis 28 de Outubro de 2009 TORRES VEDRAS População -72 259(2001) Área 407 Km2 O concelho no país Na

Leia mais

Xerox Remote Services

Xerox Remote Services Xerox Remote Services Solicitação automática de toners Benefícios para o cliente Automatize as encomendas de consumíveis Parabéns por se registrar para a Solicitação automática de toners Vai de encontro

Leia mais

1 ª sessão [10.30/13.00] Uma agenda de investigação para a cultura estatísticas e indicadores

1 ª sessão [10.30/13.00] Uma agenda de investigação para a cultura estatísticas e indicadores Seminário: O Sector Cultural e Criativo A Agenda de Lisboa Programa provisório Presidência Portuguesa UE, 2007 Lisboa, 31 Out. / 1 Nov. Organização: Ministério da Cultura GPEARI Observatório das Actividades

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais