Curso de Extensão: LEITURAS DIRIGIDAS DA OBRA DE JACQUES LACAN/2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de Extensão: LEITURAS DIRIGIDAS DA OBRA DE JACQUES LACAN/2014"

Transcrição

1 Curso de Extensão: LEITURAS DIRIGIDAS DA OBRA DE JACQUES LACAN/2014 Prof. Dr. Mario Eduardo Costa Pereira PROGRAMA - Io. SEMESTRE Março/ /03/2014 CONFERÊNCIA INAUGURAL : Contextualização do seminário 03 na teoria lacaniana sobre as psicoses Marco Antônio Coutinho Jorge 21/03/2014 Capítulo I Introdução à questão das psicoses 28/03/2014 Capítulo II A significação do delírio Abril/ /04/2014 Capítulo III O Outro e a psicose 11/04/2014 DISCUSSAO TEMATICA: 18/04/2014 FERIADO Freud e o caso Schreber 25/04/2014 Capítulo IV Eu venho do salsicheiro

2 Maio/ /05/2014 FERIADO 09/05/2014 VIIa JORNADA LACAN NA IPA SBP-SP / São Paulo 16/05/2014 Capítulo V De um Deus que não engana, e de um que engana 23/05/2014 Capítulo VI O fenômeno psicótico e seu mecanismo 30/05/2014 Capítulo VII A dissolução imaginária Junho/ /06/2014 Capítulo VIII A frase simbólica 13/06/2014 Capítulo IX Do não-senso, e da estrutura de Deus 20/06/2014 FERIADO 27/06/2014 Capítulo X Do significante no real, e do milagre do uivo Julho/ /07/2014 Capítulo XI Da rejeição de um significante primordial 11/07/2014 DISCUSSAO TEMATICA: Os nomes do pai em Jacques Lacan

3 PROGRAMA - IIo. SEMESTRE Agosto/ /08/2014 Capítulo XII A questão histérica 08/08/2014 Capítulo XIII A questão histérica (II): O que é uma mulher 15/08/2014 Capítulo XIV O significante, como tal, não significa nada 22/08/2014 Capítulo XV Dos significantes primordiais, é da fala de um 29/08/2014 Capítulo XVI Secretários do alienado Setembro/ /09/2014 Capítulo XVII Metáfora e metonímia 12/09/2014 Capítulo XVIII Metáfora e metonímia (II) Articulação significante e transferência de significado 19/09/2014 DISCUSSAO TEMATICA: Lacan e o caso Aimée 26/09/2014 Capítulo XIX Conferências: Freud no século Outubro/ /10/2014 Capítulo XX O apelo, a alusão 10/10/2014 Capítulo XXI O ponto de basta

4 17/10/2014 DISCUSSAO TEMATICA: Freud: introdução ao narcisismo 24/10/2014 DISCUSSAO TEMATICA: Freud: a perda da realidade na neurose e na psicose 31/10/2014 Capítulo XXII Tu és aquele que me seguirás Novembro/ /11/2014 Capítulo XXIII A estrada principal e o significante ser pai 14/11/2014 Capítulo XXIV Tu és 21/11/2014 FERIADO 28/11/2014 Capítulo XXV O falo e o meteoro Dezembro/ /12/2014 DISCUSSAO TEMATICA: A teoria de Lacan sobre as psicoses após o seminário 3 (Entrega dos trabalhos) 12/12/2014 Discussão dos trabalhos encerramento do curso BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL LACAN J., Seminário 3: As psicoses (texto estabelecido por J.-A. Miller), Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 1998.

5 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR DOR J., O pai e sua função em psicanálise, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, FIGUEIREDO, A. C. Vastas confusões e atendimentos imperfeitos: a clínica psicanalítica no ambulatório público. Rio de Janeiro: Relume Dumará, FREUD S. [1894], "As neuropsicoses de defesa", in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo III, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD S. [1895], "Rascunho H: Paranóia", in Masson J. M. (editor), A correspondência completa de Sigmund Freud e Wilhelm Fliess ( ), Rio de Janeiro, Imago, 1986, pp FREUD S. [1896], "Observações adicionais sobre as neuropsicoses de defesa", in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo III, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD S. [1911], "Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranóia (Dementia paranoides)", in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo XII, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD S. [1914], "À guisa de introdução ao narcisismo", in Escritos sobre a Psicologia do Inconsciente , volume 1, Rio de Janeiro, Imago, 2004, pp FREUD S. [1915], "Um caso de paranóia que contraria a teoria psicanalítica", in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo XIV, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD S. [1922], "Alguns mecanismos neuróticos no ciúme, na paranóia e no homossexualismo", in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo XVIII, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD, S. [1924], "Neurose e psicose", in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo XIX, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD S. [1924], "A perda da realidade na neurose e na psicose", in Edição Standard Brasileira, O.P.C., tomo XIX, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp FREUD S. [1924], "A divisão do ego no processo de defesa in Edição Standard Brasileira - O.P.C., tomo XXIII, Rio de Janeiro, Imago, 1969, pp LACAN J., Da psicose paranoica em suas relações com a personalidade, Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1987.

6 LACAN J., De uma questão preliminar a todo tratamento possível da psicose, in, Escritos, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1998, pp LACAN J. ( ), Seminário III: As psicoses, Rio de Janeiro, Jorge Zahar, LAPLANCHE J. & PONTALIS J.-B., Vocabulário da psicanálise, São Paulo, Martins Fontes, MOREIRA J. & PEIXOTO A, A paranóia e as síndromes paranóides, Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, 2001, IV /2, pp PEREIRA MEC., "Lacan com Juliano Moreira e Afrânio Peixoto: a autofilia primitiva, o narcisismo e a questão da paranóia legítima", APPOA (org.), Psicose: aberturas da clínica, Porto Alegre, Libretos, 2007, pp PEREIRA, M. E. C., O automatismo mental e a erotomania, segundo Clérambault, Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, 1999, v. II /1, pp PEREIRA, M. E. C.. "Bleuler e a invenção da esquizofrenia", Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, 2000, III /1, pp PEREIRA, M. E. C.. "Kraepelin e a criação do conceito de 'Demência Precoce', Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, 2001, IV / 4, pp PEREIRA, M. E. C., "Introdução a 'Melancolia', de Emil Kraepelin", Revista da Associação Psicanalítica de Porto Alegre, Porto Alegre, 2001, n. 21, pp PORGE E., Os nomes do pai em Jacques Lacan, Rio de Janeiro, Companhia de Freud, QUINET A, Teoria e clínica da psicose, Rio de Janeiro, Forense Universitária, QUINET, A. Psicose e laço social, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, ROUDINESCO E., Jacques Lacan: esboço de uma vida, história de um sistema de pensamento, São Paulo, Companhia das Letras, SCHREBER D.-P., Memórias de um doente dos nervos (tradução: Marilena Carone), Rio de Janeiro, Edições Graal, SOLER C., O inconsciente a céu aberto da psicose, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2007.

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas 98 Referências Bibliográficas ALBERTI, S. Esse Sujeito Adolescente. Rio de Janeiro: Rios Ambiciosos, 1999. APOLINÁRIO, C. Acting out e passagem ao ato: entre o ato e a enunciação. In: Revista Marraio.

Leia mais

Componente Curricular: Psicoterapia I Psicanálise Professor(a): Dalmir Lopes Período: 8º TURNO: Noturno Ano:

Componente Curricular: Psicoterapia I Psicanálise Professor(a): Dalmir Lopes Período: 8º TURNO: Noturno Ano: CRÉDITOS Componente Curricular: Psicoterapia I Psicanálise Professor(a): Dalmir Lopes Período: 8º TURNO: Noturno Ano: 2015.2 TOTAL DE AULAS(h/a) CARGA HORÁRIA ATIVIDADES EM ESPAÇOS DIVERSIFICADOS CARGA

Leia mais

Componente Curricular: Psicoterapia I Psicanálise Professor(a): Dalmir Peira Lopes Período: 8º TURNO: Matutino Ano:

Componente Curricular: Psicoterapia I Psicanálise Professor(a): Dalmir Peira Lopes Período: 8º TURNO: Matutino Ano: CRÉDITOS Componente Curricular: Psicoterapia I Psicanálise Professor(a): Dalmir Peira Lopes Período: 8º TURNO: Matutino Ano: 2015.2 TOTAL DE AULAS(h/a) CARGA HORÁRIA ATIVIDADES EM ESPAÇOS DIVERSIFICADOS

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 81 7 Referências Bibliográficas ARRIVÉ, M. Linguagem e psicanálise: lingüística e inconsciente. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 1999. BAUMAN, Z. Vida líquida. (2009). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2009.

Leia mais

Escritores Criativos E Devaneio (1908), vol. IX. Fantasias Histéricas E Sua Relação Com A Bissexualidade (1908), vol. IX. Moral Sexual Civilizada E

Escritores Criativos E Devaneio (1908), vol. IX. Fantasias Histéricas E Sua Relação Com A Bissexualidade (1908), vol. IX. Moral Sexual Civilizada E 6 Bibliografia ANDRÉ, S., A Impostura Perversa, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Ed., 1995. BROUSSE, M. H., A Fórmula do Fantasma? $ a, in Lacan, organizado por: Gérard Miller, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Ed.,

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ANDRÉ, S. A impostura perversa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1995. ASSOUN, P-L. Le fétichisme. 1. ed. Paris: Presses Universitaires de France, 1994. AUSTIN, J. L. How to

Leia mais

5 Referências bibliográficas

5 Referências bibliográficas 82 5 Referências bibliográficas BAKER, L. R. Attitudes in Action. Separata de: LECLERC, A.; QUEIROZ, G.; WRIGLEY, M. B. Proceedings of the Third International Colloquium in Philosophy of Mind. Manuscrito

Leia mais

Referências bibliográficas

Referências bibliográficas Referências bibliográficas BARTHES, R. (1980) A Câmera Clara. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 1984. BARROS, R. R. (2004 a) O medo, o seu tempo e a sua política. In: A política do medo e o dizer

Leia mais

Referências bibliográficas

Referências bibliográficas Referências bibliográficas BARROS, R. Os Afetos na Psicanálise. In: Cadernos do Tempo Psicanalítico. Rio de Janeiro:SPID, 1999, volume 4, pp. 133-142. BEAUD, M. Arte da Tese.(1985) Rio de Janeiro: Bertrand

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 78 6 Referências bibliográficas ALMEIDA PRADO, M. C. Uma Introdução aos Qüiproquós Conjugais. In: FÉRES CARNEIRO T. (org.). Relação Amorosa, Casamento, Separação e Terapia de Casal. Rio de Janeiro: Associação

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ABREU, T. Perversão generalizada. In: Agente: Revista digital de psicanálise da EBP-Bahia, n. 03. Salvador: EBP-Bahia, 2007. Disponível em: .

Leia mais

8 Referências bibliográficas

8 Referências bibliográficas 8 Referências bibliográficas ANDRÉ, S. A impostura perversa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995. BARANDE, R. Poderemos nós não ser perversos? Psicanalistas, ainda mais um esforço. In: M UZAN, M. et al.

Leia mais

O MANEJO DA TRANSFERÊNCIA NA PSICOSE: O SECRETÁRIO DO ALIENADO E SUAS IMPLICAÇÕES

O MANEJO DA TRANSFERÊNCIA NA PSICOSE: O SECRETÁRIO DO ALIENADO E SUAS IMPLICAÇÕES O MANEJO DA TRANSFERÊNCIA NA PSICOSE: O SECRETÁRIO DO ALIENADO E SUAS IMPLICAÇÕES Roberto Lopes Mendonça O tratamento da psicose: impasses iniciais No trabalho clínico com a psicose, torna-se cada vez

Leia mais

8. Referências bibliográficas

8. Referências bibliográficas 8. Referências bibliográficas ABRAM, J. (2000). A Linguagem de Winnicott. Revinter, Rio de Janeiro. ANDRADE, V. M. (2003). Um diálogo entre a psicanálise e a neurociência. Casa do Psicólogo, São Paulo.

Leia mais

Carga horária total: 04 Prática: 04 Teórico Prática: Semestre Letivo 1º/2012 Ementa

Carga horária total: 04 Prática: 04 Teórico Prática: Semestre Letivo 1º/2012 Ementa Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso Psicologia Disciplina Psicopatologia Psicodinâmica Professor(es) e DRTs Fernando Genaro Junior 114071-3 Sandra Fernandes de Amorim

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante I - INTRODUÇÃO II - OBJETO III - DOS ÓRGÃOS E UNIDADES INTEGRANTES DO REGISTRO IV - CONDIÇÕES GERAIS PARA PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII -

Leia mais

7. Referências Bibliográficas

7. Referências Bibliográficas 102 7. Referências Bibliográficas ANSERMET, François. Clínica da Origem: a criança entre a medicina e a psicanálise. [Opção Lacaniana n 02] Rio de Janeiro: Contra capa livraria, 2003. ARAÚJO, Marlenbe

Leia mais

Referências bibliográficas

Referências bibliográficas Referências bibliográficas BEZERRIL, C. (relatora). Imagens da letra. Opção Lacaniana Revista Brasileira Internacional de Psicanálise, n. 41, 2004. COTTET, S. La belle inertie. Note sur la depression en

Leia mais

O AMOR NA PSICOSE. fórmulas da sexuação, entre o homem e a mulher. Já na articulação amor / suplência 3 o sujeito

O AMOR NA PSICOSE. fórmulas da sexuação, entre o homem e a mulher. Já na articulação amor / suplência 3 o sujeito O AMOR NA PSICOSE Nancy Greca de Oliveira Carneiro 1 A doutrina da foraclusão generalizada faz ver que há para o sujeito, e não apenas para o psicótico, um objeto indizível, o que estende a foraclusão

Leia mais

UMA LEITURA DA OBRA DE SIGMUND FREUD. PALAVRAS-CHAVE Sigmund Freud. Psicanálise. Obras Completas de Freud.

UMA LEITURA DA OBRA DE SIGMUND FREUD. PALAVRAS-CHAVE Sigmund Freud. Psicanálise. Obras Completas de Freud. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( X) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA UMA LEITURA

Leia mais

A ÉTICA DA PSICANÁLISE E O EFEITO POLÍTICO DO DIAGNÓSTICO

A ÉTICA DA PSICANÁLISE E O EFEITO POLÍTICO DO DIAGNÓSTICO 7.00.00.00-0 CIÊNCIAS HUMANAS 7.07.00.00-1 PSICOLOGIA A ÉTICA DA PSICANÁLISE E O EFEITO POLÍTICO DO DIAGNÓSTICO REGINA FABBRINI ORIENTADORA Departamento de Psicodinâmica Faculdade de Ciências Humanas e

Leia mais

6 - Referências Bibliográficas

6 - Referências Bibliográficas 6 - Referências Bibliográficas AUSTER, Paul. (1982) A Invenção da Solidão. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. BERGÈS, Jean e BALBO, Gabriel. (1997) A Criança e a Psicanálise. Porto Alegre: Artes Médicas,

Leia mais

As Implicações do Co Leito entre Pais e Filhos para a Resolução do Complexo de Édipo. Sandra Freiberger

As Implicações do Co Leito entre Pais e Filhos para a Resolução do Complexo de Édipo. Sandra Freiberger As Implicações do Co Leito entre Pais e Filhos para a Resolução do Complexo de Édipo Sandra Freiberger Porto Alegre, 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PSICOLOGIA CURSO: INTERVENÇÃO

Leia mais

DRUBSCKY, Camila Andrade. Até que ponto o narcisismo pode ser datado? Uma reflexão à luz das contribuições de Piera Aulagnier. Tese.

DRUBSCKY, Camila Andrade. Até que ponto o narcisismo pode ser datado? Uma reflexão à luz das contribuições de Piera Aulagnier. Tese. 6. Bibliografia ALMEIDA PRADO, Maria do Carmo C.; NETCHAEVA MARIZ, Nataly. O racha : brincando com a morte para se sentir vivo. In: Féres-Carneiro (org), Família e casal: saúde, trabalho e modos de vinculação.

Leia mais

PARANÓIA E FENÔMENOS CORPORAIS: A HIPOCONDRIA NO CASO SCHREBER

PARANÓIA E FENÔMENOS CORPORAIS: A HIPOCONDRIA NO CASO SCHREBER 1 PARANÓIA E FENÔMENOS CORPORAIS: A HIPOCONDRIA NO CASO SCHREBER Gabriela Costa Moura 1 Susane Vasconcelos Zanotti 2 Daniel Paul Schreber (1903/1995), em sua autobiografia Memórias de um doente dos nervos,

Leia mais

FREUD E LACAN NA CLÍNICA DE 2009

FREUD E LACAN NA CLÍNICA DE 2009 FREUD E LACAN NA CLÍNICA DE 2009 APRESENTAÇÃO O Corpo de Formação em Psicanálise do Instituto da Psicanálise Lacaniana- IPLA trabalhará neste ano de 2009 a atualidade clínica dos quatro conceitos fundamentais

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante INTRODUÇÃO II - DO OBJETO E DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS III - DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA IV - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII - DA DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

Título do trabalho: Do amor a Flechsig ao amor a Deus: notas sobre o amor em Schreber.

Título do trabalho: Do amor a Flechsig ao amor a Deus: notas sobre o amor em Schreber. Trabalho proposto para mesa redonda intitulada O amor e a escrita, coordenada pela professora Ana Costa, no IV Congresso Internacional de Psicopatologia Fundamental X Congresso Brasileiro de Psicopatologia

Leia mais

UNLVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA GILBER VIEIRA FERREIRA CONGRESSO INTERNACIONAL DE PSICOPATOLOGIA DE FORTALEZA. AS PSICOSES: PARANÓIA, O PARADOXO.

UNLVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA GILBER VIEIRA FERREIRA CONGRESSO INTERNACIONAL DE PSICOPATOLOGIA DE FORTALEZA. AS PSICOSES: PARANÓIA, O PARADOXO. UNLVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA GILBER VIEIRA FERREIRA CONGRESSO INTERNACIONAL DE PSICOPATOLOGIA DE FORTALEZA. AS PSICOSES: PARANÓIA, O PARADOXO. RIO DE JANEIRO 2012. AS PSICOSES: PARANÓIA, O PARADOXO. O

Leia mais

AS DIREÇÕES DO TRATAMENTO NA CLÍNICA DA PSICOSE

AS DIREÇÕES DO TRATAMENTO NA CLÍNICA DA PSICOSE AS DIREÇÕES DO TRATAMENTO NA CLÍNICA DA PSICOSE Autoras: 1 BARRETO, Ellen Kelly Marinho; 2 FERNANDES, Regileide de Lucena; 3 LAVIERI, Maria Beatriz Ferreira; 4 MIGUEL, Isabelle Maria Duarte 1.1.Resumo

Leia mais

PROJETO AIMEE: A CLÍNICA DA PSICOSE E SEU EFEITO NO SOCIAL

PROJETO AIMEE: A CLÍNICA DA PSICOSE E SEU EFEITO NO SOCIAL PROJETO AIMEE: A CLÍNICA DA PSICOSE E SEU EFEITO NO SOCIAL Autoras: 1 BARRETO, Ellen Kelly Marinho; 2 FERNANDES, Regileide de Lucena; 3 LAVIERI, Maria Beatriz Ferreira; 4 MIGUEL, Isabelle Maria Duarte

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO QUESTÕES CESPE COMENTADAS Transferência de empregados Capítulo III

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO QUESTÕES CESPE COMENTADAS Transferência de empregados Capítulo III Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO QUESTÕES CESPE COMENTADAS... 13 Guia de leitura... 15 DIRECIONAMENTO DO ESTUDO... 17 Raio-x dos assuntos mais cobrados... 21 Raio-X da incidência das questões por assunto...

Leia mais

A ameaça da alta: considerações sobre o amor na psicose 1

A ameaça da alta: considerações sobre o amor na psicose 1 1 A ameaça da alta: considerações sobre o amor na psicose 1 Sâmea Carolina Ferreira Quebra 2 O presente trabalho discute o amor na psicose que para Lacan 3 é considerado um amor morto e suas implicações

Leia mais

Ciências Genéticas. Atividades Complementares 20. Ciências Humanas Ciências Sociais Ciências Biológicas. Atividades Complementares 20

Ciências Genéticas. Atividades Complementares 20. Ciências Humanas Ciências Sociais Ciências Biológicas. Atividades Complementares 20 MÓDULO I Bases Elementares para o Estudo e Compreensão do Comportamento: Aspectos Históricos INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE LONDRINA - INESUL CARGA HORÁRIATOTAL DO CURSO 4250 horas relógio CARGA HORÁRIA

Leia mais

3) Interrogações sobre a Ética da Psicanálise na Clínica com Pacientes Psicóticos.

3) Interrogações sobre a Ética da Psicanálise na Clínica com Pacientes Psicóticos. 3) Interrogações sobre a Ética da Psicanálise na Clínica com Pacientes Psicóticos. Yzabelle dos Anjos Almeida (IP-UERJ), Rita Maria Manso de Barros (IP-UERJ) Resumo: Este trabalho pretende tratar da ética

Leia mais

INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA Turma I - 3as e 5as feiras, às 8 h

INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA Turma I - 3as e 5as feiras, às 8 h UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA Disciplina: INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA Turma I - 3as e 5as feiras, às 8 h Professor: Prof. Dr. Sergio B. F. Tavolaro sergiotavolaro@unb.br

Leia mais

Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre

Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre 2017 1 AULA I Apresentação do Plano de Ensino / Finalidade e Função do Estado (Introdução) *não cai na prova 21/02/2017 Bibliografia básica 31ª

Leia mais

1) Freud I - 27 Seminários

1) Freud I - 27 Seminários PROGRAMA DE ENSINO DO INSTITUTO DE PSICANÁLISE VIRGÍNIA LEONE BICUDO - SOCIEDADE DE PSICANÁLISE DE BRASÍLIA 1º ANO 1º Semestre - 35 Seminários 1) Freud I - 27 Seminários a) Descoberta, natureza e métodos

Leia mais

Notícias Consolidação das Leis Federais

Notícias Consolidação das Leis Federais Notícias Consolidação das Leis Federais Encaminhado ao Congresso Nacional Projeto de lei para declarar expressamente revogadas leis e decretos-leis cujos preceitos perderam eficácia. (EM nº 020/2000 -

Leia mais

Figura I Experiência prévia em Teatro dos alunos do 1º período do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG no 1º semestre de 2009.

Figura I Experiência prévia em Teatro dos alunos do 1º período do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG no 1º semestre de 2009. Lista de Figuras Figura I Experiência prévia em Teatro dos alunos do 1º período do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG no 1º semestre de 2009. Figura 2- Local onde os alunos, com experiência prévia,

Leia mais

ANEXO I. Tabela I Reitoria. Nível Cargo Vagas

ANEXO I. Tabela I Reitoria. Nível Cargo Vagas ANEXO I Tabela I Reitoria Nível C Auxiliar em Assuntos Educacionais 1 Nível C Auxiliar de Administração 4 Assistente em Administração 12 Técnico em Arquivo 2 Informática 1 Técnico em Secretariado 3 Técnico

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR. Os Pretéritos Perfeito Simples e Composto em Português e Castelhano: Semelhanças e Diferenças

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR. Os Pretéritos Perfeito Simples e Composto em Português e Castelhano: Semelhanças e Diferenças UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR FACULDADE DE ARTES E LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRAS Os Pretéritos Perfeito Simples e Composto em Português e Castelhano: Semelhanças e Diferenças LILIANA FILIPA PAIS CORREIA

Leia mais

ANALISTAS E ANALISANDOS PRECISAM SE ACEITAR: REFLEXÕES SOBRE AS ENTREVISTAS PRELIMINARES

ANALISTAS E ANALISANDOS PRECISAM SE ACEITAR: REFLEXÕES SOBRE AS ENTREVISTAS PRELIMINARES ANALISTAS E ANALISANDOS PRECISAM SE ACEITAR: REFLEXÕES SOBRE AS ENTREVISTAS PRELIMINARES 2014 Matheus Henrique de Souza Silva Psicólogo pela Faculdade Pitágoras de Ipatinga-MG. Especializando em Clínica

Leia mais

Prefácio 17 Explicação necessária 19

Prefácio 17 Explicação necessária 19 SUMÁRIO Prefácio 17 Explicação necessária 19 I. CONSTITUIÇÃO 21 1. Conceitos 21 2. História das Constituições 21 3. Classificação das Constituições 23 4. Elementos das Constituições 24 5. Estrutura da

Leia mais

QUADRO DE VAGAS SiSU º SEMESTRE. Não Optante (60%) Não Optante (60%)

QUADRO DE VAGAS SiSU º SEMESTRE. Não Optante (60%) Não Optante (60%) CAMPUS I - SALVADOR Departamento de Ciências Humanas QUADRO DE VAGAS SiSU - 2015 1º SEMESTRE 101 Ciências Contábeis 25 15 10 1 Matutino 1º 103 Com. Social / Relações Públicas 25 15 10 1 Vespertino 1º 104

Leia mais

ANEXO I EDITAL Nº 112/2015 QUADRO DE VAGAS PARA O PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016

ANEXO I EDITAL Nº 112/2015 QUADRO DE VAGAS PARA O PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 1 ANEXO I EDITAL Nº 112/2015 QUADRO DE VAGAS PARA O PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 CAMPUS I - SALVADOR 101 Ciências Contábeis (Bacharela) Matutino 1º 25 15 10 1 103 Com. Social / Relações Públicas (Bacharela)

Leia mais

Essa pesquisa foi motivada pelas dificuldades encontradas durante o atendimento

Essa pesquisa foi motivada pelas dificuldades encontradas durante o atendimento Essa pesquisa foi motivada pelas dificuldades encontradas durante o atendimento clínico de pacientes melancólicos. Foi a partir dessa problemática, especialmente relacionada ao estabelecimento da transferência,

Leia mais

ODONTOLOGIA-522 Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: RECONHECIMENTO: PORTARIA MINISTERIAL Nº 348 DE 03/03/94 D.O.U. 07/03/94 Currículo

ODONTOLOGIA-522 Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: RECONHECIMENTO: PORTARIA MINISTERIAL Nº 348 DE 03/03/94 D.O.U. 07/03/94 Currículo 1 de 5 Nível:Graduação Início: 19861 01 - - - Biologia Molecular - Ativa desde: - E.I. II - Anatomia, Histologia e Embriologia - Teórica 90 BIO428 - Bioquímica - Ativa desde: 20/09/2011 CHF823 - E.I. I

Leia mais

INTOLERÂNCIA E IDENTIFICAÇÃO: O MOVIMENTO EMO NO BRASIL

INTOLERÂNCIA E IDENTIFICAÇÃO: O MOVIMENTO EMO NO BRASIL PESQUISAS INTOLERÂNCIA E IDENTIFICAÇÃO: O MOVIMENTO EMO NO BRASIL Flávia Barbosa Evangelista O movimento Emo iniciou-se por volta dos anos 80 e descrevia a principio, um gênero musical derivado do Hardcore,

Leia mais

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2010 Salário-de-contribuição (R$) INSS até 1.040,22 8,00% de 1.040,23 até 1.733,70 9,00% de 1.733,71 até 3.467,40

Leia mais

O Psicótico: aspectos da personalidade David Rosenfeld Sob a ótica da Teoria das Relações Objetais da Escola Inglesa de Psicanálise. Expandiu o entend

O Psicótico: aspectos da personalidade David Rosenfeld Sob a ótica da Teoria das Relações Objetais da Escola Inglesa de Psicanálise. Expandiu o entend A CLÍNICA DA PSICOSE Profª Ms Sandra Diamante Dezembro - 2013 1 O Psicótico: aspectos da personalidade David Rosenfeld Sob a ótica da Teoria das Relações Objetais da Escola Inglesa de Psicanálise. Expandiu

Leia mais

INSTRUÇÃO INFORMÁTICA N.º 36/2007 CONTROLO DE PRAZOS DE REGULARIZAÇÃO DE SINISTROS DE DANOS MATERIAIS COM DANOS CORPORAIS

INSTRUÇÃO INFORMÁTICA N.º 36/2007 CONTROLO DE PRAZOS DE REGULARIZAÇÃO DE SINISTROS DE DANOS MATERIAIS COM DANOS CORPORAIS INSTRUÇÃO INFORMÁTICA N.º 36/2007 CONTROLO DE PRAZOS DE REGULARIZAÇÃO DE SINISTROS DE DANOS MATERIAIS COM DANOS CORPORAIS Objectivo Instruções para a constituição do ficheiro, em suporte informático, para

Leia mais

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos Apresentação Introdução Aplicabilidade... 21

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos Apresentação Introdução Aplicabilidade... 21 Sumário Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 15 Apresentação... 17 Introdução... 19 Aplicabilidade... 21 CAPÍTULO I Características e Natureza da Companhia ou Sociedade Anônima Características...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 185 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 185 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 185 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

PSICOSE E PSICANÁLISE: OBSERVAÇÕES SOBRE O DIAGNÓSTICO PSYCHOSIS IN PSYCHOANALYSIS AND IN PSYCHIATRY: OBSERVATIONS ABOUT DIAGNOSTIC

PSICOSE E PSICANÁLISE: OBSERVAÇÕES SOBRE O DIAGNÓSTICO PSYCHOSIS IN PSYCHOANALYSIS AND IN PSYCHIATRY: OBSERVATIONS ABOUT DIAGNOSTIC REVISÕES DE LITERATURA PSICOSE E PSICANÁLISE: OBSERVAÇÕES SOBRE O DIAGNÓSTICO PSYCHOSIS IN PSYCHOANALYSIS AND IN PSYCHIATRY: OBSERVATIONS ABOUT DIAGNOSTIC Leonardo Carvalho Santos*, Lêda Lessa Andrade

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA Autorização Decreto nº 9237/86. DOU 18/07/96. Reconhecimento: Portaria 909/95, DOU 01/08-95

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA Autorização Decreto nº 9237/86. DOU 18/07/96. Reconhecimento: Portaria 909/95, DOU 01/08-95 UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA Autorização Decreto nº 9237/86. DOU 18/07/96. Reconhecimento: Portaria 909/95, DOU 01/08-95 PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO Gerência de Seleção Discente - GESEDI NOTAS

Leia mais

LEI Nº 4.035. De: 04 de julho de 2014. A CÂMARA MUNICIPAL DE UMUARAMA, ESTADO DO PARANÁ, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 4.035. De: 04 de julho de 2014. A CÂMARA MUNICIPAL DE UMUARAMA, ESTADO DO PARANÁ, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 4.035 De: 04 de julho de 2014. Desafeta do domínio público os imóveis localizados no CONJUNTO HABITACIONAL SONHO MEU, na cidade de Umuarama - PR. A CÂMARA MUNICIPAL DE UMUARAMA, ESTADO DO PARANÁ,

Leia mais

NOME DO PAI E REAL. Jacques Laberge 1

NOME DO PAI E REAL. Jacques Laberge 1 NOME DO PAI E REAL Jacques Laberge 1 Na época em que estava proferindo seu Seminário As formações do inconsciente, Lacan retomou pontos de seu Seminário III, As psicoses em De uma questão preliminar a

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 084/2015 CONSU/IFAC.

RESOLUÇÃO Nº 084/2015 CONSU/IFAC. RESOLUÇÃO Nº 084/2015 CONSU/IFAC. Dispõe sobre o Regulamento das Atribuições da Coordenação Técnico Pedagógica COTEP do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre IFAC. O PRESIDENTE SUBSTITUTO

Leia mais

MESA REDONDA 77 COORDENAÇÃO: Juçara Rocha Soares Mapurunga (Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE, Brasil)

MESA REDONDA 77 COORDENAÇÃO: Juçara Rocha Soares Mapurunga (Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE, Brasil) VII Congresso Internacional e XIII Congresso Brasileiro de Psicopatologia Fundamental A questão da qualidade no método clínico 8 a 11 de setembro de 2016 Tropical Hotel Tambaú João Pessoa PB MESA REDONDA

Leia mais

Um rastro no mundo: as voltas da demanda 1

Um rastro no mundo: as voltas da demanda 1 Um rastro no mundo: as voltas da demanda 1 Maria Lia Avelar da Fonte 2 1 Trabalho apresentado no Simpósio de Intersecção Psicanalítica do Brasil. Brasília, 2006. Trabalho Publicado no livro As identificações

Leia mais

A FUNÇÃO DO PAI NO DELÍRIO: ENTRE DEUS E O DIABO. Psicossocial CAPS), no município de Santos Dumont, Minas Gerais, deparei-me com

A FUNÇÃO DO PAI NO DELÍRIO: ENTRE DEUS E O DIABO. Psicossocial CAPS), no município de Santos Dumont, Minas Gerais, deparei-me com A FUNÇÃO DO PAI NO DELÍRIO: ENTRE DEUS E O DIABO Rosani Teixeira Maffili Na condição de psicóloga em um serviço de Saúde Mental (Centro de Atenção Psicossocial CAPS), no município de Santos Dumont, Minas

Leia mais

Formação de grupos sociais diálogos entre Sociologia e Psicanálise

Formação de grupos sociais diálogos entre Sociologia e Psicanálise Formação de grupos sociais diálogos entre Sociologia e Psicanálise Tópicos Especiais em Planejamento e Gestão do Território Prof. Arilson Favareto Aula 1 21/Setembro/2015 Introdução à temática, antecedentes

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA UNIVESIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA Chapecó SC,

Leia mais

O OBJETO A E SUA CONSTRUÇÃO

O OBJETO A E SUA CONSTRUÇÃO O OBJETO A E SUA CONSTRUÇÃO 2016 Marcell Felipe Psicólogo clínico graduado pelo Centro Universitário Newont Paiva (MG). Pós graduado em Clínica Psicanalítica pela Pontifícia Católica de Minas Gerais (Brasil).

Leia mais

Fenômenos elementares na psicose: O caso Schreber

Fenômenos elementares na psicose: O caso Schreber ECOS Volume 4 Número 1 Fenômenos elementares na psicose: O caso Schreber Elementary phenomenon in psychosis: the Schreber s case Susane Vasconcelos Zanotti, Thiago Félix Maurício Resumo Na clínica contemporânea,

Leia mais

O PAI NA PSICANÁLISE ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE AS PSICOSES

O PAI NA PSICANÁLISE ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE AS PSICOSES O PAI NA PSICANÁLISE ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE AS PSICOSES Gabriela Costa Moura Uma leitura possível acerca das psicoses à luz da teoria lacaniana deve ser norteada pelo percurso que desemboca em sua

Leia mais

Paciente diagnóstico sindrômico

Paciente diagnóstico sindrômico I- DIAGNÓSTICO SITUACIONAL Equipe tensões assistenciais regressivas de aniquilamento (desorg. do ego; medo da morte) diante do sofrimento e do desamparo diante das limitações profissionais Paciente diagnóstico

Leia mais

E S T A T U T O D O C L U B E D E R E G A T A S B R A S I L

E S T A T U T O D O C L U B E D E R E G A T A S B R A S I L E S T A T U T O D O C L U B E D E R E G A T A S B R A S I L H I N O O F I C I A L J a y m e d e A l t a v i l a I A o r e m o! Po i s n o s s o n o r t e D e g l ó r i a s t r a ç a d o e s t á. F a ç

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA VERSÃO CURRICULAR 2009/1 DISCIPLINA: Psicanálise I CÓDIGO: PSI

Leia mais

OS QUATRO DISCURSOS DE LACAN E O DISCURSO DA CIÊNCIA: CONVERGÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS

OS QUATRO DISCURSOS DE LACAN E O DISCURSO DA CIÊNCIA: CONVERGÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS OS QUATRO DISCURSOS DE LACAN E O DISCURSO DA CIÊNCIA: CONVERGÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS Henrique Riedel Nunes Miguel Fernandes Vieira Filho Daniel Franco Abordaremos aqui algumas das diversas relações entre

Leia mais

ASSOUN, P. L. Freud e a mulher. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993.

ASSOUN, P. L. Freud e a mulher. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993. BIBLIOGRAFIA ABUCHAIN, A.. L. Aspectos históricos da anorexia nervosa e da bulimia nervosa. In: NUNES, M. A. (Org.), Transtornos alimentares e obesidade Porto Alegre: Artes Médicas, 1998, (p. 13-20). ABUCHAIN,

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA DA UFSC. Atualizado para

CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA DA UFSC. Atualizado para SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE COORDENADORIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO BLOCO E3 (DIDÁTICO-PEDAGÓGICO)

Leia mais

A OPERAÇÃO DO DISCURSO ANALÍTICO

A OPERAÇÃO DO DISCURSO ANALÍTICO A OPERAÇÃO DO DISCURSO ANALÍTICO Este trabalho é um recorte do projeto de iniciação científica (PIBIC) Estruturas Clínicas e Discurso: a neurose, no qual trabalhamos o texto do Seminário XVII: O Avesso

Leia mais

2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097. de Umuarama.

2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097. de Umuarama. 24 2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097 de Umuarama. 2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097 25 ANEXO I DO REGULAMENTO A QUE SE REFERE O DECRETO Nº 9510/2013 26 2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097 ANEXO

Leia mais

INTRODUÇÃO À PSICOPATOLOGIA PSICANALÍTICA. Profa. Dra. Laura Carmilo granado

INTRODUÇÃO À PSICOPATOLOGIA PSICANALÍTICA. Profa. Dra. Laura Carmilo granado INTRODUÇÃO À PSICOPATOLOGIA PSICANALÍTICA Profa. Dra. Laura Carmilo granado Pathos Passividade, paixão e padecimento - padecimentos ou paixões próprios à alma (PEREIRA, 2000) Pathos na Grécia antiga Platão

Leia mais

DISCIPLINAS OPTATIVAS PARA OS CURRÍCULOS, CRIADOS A PARTIR DE 2006, DO CURSO DE LETRAS

DISCIPLINAS OPTATIVAS PARA OS CURRÍCULOS, CRIADOS A PARTIR DE 2006, DO CURSO DE LETRAS CURRÍCULO CÓDIGO DESCRIÇÃO SETOR CLASSE 1/06 GCL00091 CRÍTICA TEXTUAL / ECDÓTICA II Crítica Textual OPTATIVA 1/06 GCL00092 CRÍTICA TEXTUAL / ECDÓTICA III Crítica Textual OPTATIVA 1/06 GCL00093 CRÍTICA

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES LETRAS UFGD

ATIVIDADES COMPLEMENTARES LETRAS UFGD ATIVIDADES COMPLEMENTARES LETRAS UFGD I participação, como bolsista ou voluntário em: a) Programa de Iniciação Científica (IC); b) Programa de Licenciaturas (PROLICEN); c) Programa Institucional de Bolsas

Leia mais

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO IFNMG

REGULAMENTO DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO IFNMG Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais REGULAMENTO DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO IFNMG (APROVADO

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL FATOR IFIX FII

RELATÓRIO MENSAL FATOR IFIX FII FATOR IFIX FII Dezembro de 2016 FATOR IFIX FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PERFIL DO FUNDO O Fator IFIX Fundo de Investimento Imobiliário FII tem como objetivo o investir preponderantemente, em cotas

Leia mais

Referências bibliográficas

Referências bibliográficas 129 Referências bibliográficas ABRAM, J. (1997) The language of Winnicott A dictionary and guide to understanding his work. Northvale, New Jersey and London: Jason Aronson Inc. ANZIEU, A. e ANZIEU, D.

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Formação em Psicoterapia Psicanalítica pela Sociedade Portuguesa de Psicoterapia Psicanalítica (sem realização do trabalho final)

CURRICULUM VITAE. Formação em Psicoterapia Psicanalítica pela Sociedade Portuguesa de Psicoterapia Psicanalítica (sem realização do trabalho final) CURRICULUM VITAE I. IDENTIFICAÇÃO NOME: MORADA: Sandra Cristina Moreira Gomes Tomás Av. Rio de Janeiro, 10 2º.dto 1700-334 Lisboa D. NASC.: 7 de Janeiro de 1973 B. IDENTIDADE: 9887335 de 18-04-2019 CONT.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA Curso de Graduação em Psicologia Versão Curricular 2009/1 Disciplina: Tópicos Especiais em Psicanálise:

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL FATOR IFIX FII

RELATÓRIO MENSAL FATOR IFIX FII FATOR IFIX FII Novembro de 2016 FATOR IFIX FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PERFIL DO FUNDO O Fator IFIX Fundo de Investimento Imobiliário FII tem como objetivo o investir preponderantemente, em cotas

Leia mais

FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE

FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE 1º PERÍODO MODULOS TEÓRICA PRATICA TOTAL TOTAL Módulo 0:Introdução ao Curso Médico 80 h 08 h - 88 h Módulo I: Atenção à Família e a Comunidade Módulo II: Concepção e Embriogênese Módulo III: Nutrição e

Leia mais

Quando os Sintomas se Confundem o Sujeito nos revela. Daniel A. L. Foscaches.

Quando os Sintomas se Confundem o Sujeito nos revela. Daniel A. L. Foscaches. Quando os Sintomas se Confundem o Sujeito nos revela. Daniel A. L. Foscaches danielfoscaches@gmail.com Psicólogo formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; membro do Ágora Instituto Lacaniano;

Leia mais

LATINOAMERICANA DE PSICOPATOLOGIA. Rev. Latinoam. Psicopat. Fund., São Paulo, v. 11, n. 4, p , dezembro 2008

LATINOAMERICANA DE PSICOPATOLOGIA. Rev. Latinoam. Psicopat. Fund., São Paulo, v. 11, n. 4, p , dezembro 2008 Narcisismos Oscar M. Miguelez São Paulo: Escuta, 2007, 156 págs. João Ezequiel Grecco 688 Os escritos de Freud conferiram amplas dimensões e profundidade à psicanálise. É inegável que a forma, o estilo

Leia mais

CCAE. Lógica Aplicada a Computação - Teoria dos Conjuntos - Parte II. UFPB - Campus IV - Litoral Norte. Centro de Ciências Aplicadas e Educação

CCAE. Lógica Aplicada a Computação - Teoria dos Conjuntos - Parte II. UFPB - Campus IV - Litoral Norte. Centro de Ciências Aplicadas e Educação CCA UFB - Campus IV - Litoral Norte Lógica Aplicada a Computação - Teoria dos Conjuntos - arte II Centro de Ciências Aplicadas e ducação rofessor Alexandre Duarte - alexandrend@gmail.com Slides baseados

Leia mais

A LINGUAGEM E O FUNCIONAMENTO DO DELÍRIO NA PSICOSE

A LINGUAGEM E O FUNCIONAMENTO DO DELÍRIO NA PSICOSE 3315 A LINGUAGEM E O FUNCIONAMENTO DO DELÍRIO NA PSICOSE Caroline Pessalácia Marini (CAPES/ ILEEL/UFU) Neste trabalho, a questão principal é investigar o funcionamento do delírio na psicose e sua relação

Leia mais

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n o 5

Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais - Almanaque On-line n o 5 Considerações sobre a passagem ao ato, o acting-out e o crime Maria José Gontijo Salum Resumo: Estudo dos atos encontrados na clínica com infratores. Para isso, os conceitos lacanianos de passagem ao ato

Leia mais

A psicose e sua relação com a loucura da mulher

A psicose e sua relação com a loucura da mulher Opção Lacaniana online nova série Ano 1 Número 2 Julho 2010 ISSN 2177-2673 A psicose e sua relação com a loucura da mulher Vera Lúcia Veiga Santana No desenvolvimento do ensino de Lacan, desde O seminário,

Leia mais

Page 2 of 6 Quando a psicanálise nasceu com Freud, no final do século XVIII, a clínica psiquiátrica clássica já havia nascido há mais ou menos um sécu

Page 2 of 6 Quando a psicanálise nasceu com Freud, no final do século XVIII, a clínica psiquiátrica clássica já havia nascido há mais ou menos um sécu Page 1 of 6 [1] A EROTOMANIA NA NEUROSE E NA PSICOSE Ana Paula Corrêa Sartori Mestre pelo Programa de Mestrado em Pesquisa e Clínica em Psicanálise/UERJ Psicóloga correspondente da Escola Brasileira de

Leia mais

PSICOLOGIA E DIREITOS HUMANOS: Formação, Atuação e Compromisso Social

PSICOLOGIA E DIREITOS HUMANOS: Formação, Atuação e Compromisso Social O PAPEL DO OUTRO NA CONSTITUIÇÃO DO PSIQUISMO: UM ESTUDO A PARTIR DO CONCEITO DE IDENTIFICAÇÃO EM FREUD Sabryna Valéria de Almeida Santos* (PIBIC-FA, Departamento de Psicologia, Universidade Estadual de

Leia mais

21º ENCATHO - Encontro Catarinense de Hoteleiros 03/05/ /05/2007

21º ENCATHO - Encontro Catarinense de Hoteleiros 03/05/ /05/2007 2007 XIII Simpósio de Atualização em Oftalmologia 30/03/2007 e 31/03/2007 21º ENCATHO - Encontro Catarinense de Hoteleiros 03/05/2007 05/05/2007 IX Congresso Catarinense de Clínica Médica 07/06/2007 a

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual

EMPREENDEDORISMO. Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual EMPREENDEDORISMO Números MPE Indicador Brasil DF Participação % Fonte Número de MPE 5.786.696 87.358 1,51 RAIS 2008 Número de MPE Comércio 3.067.577 41.967 1,37 RAIS 2008 Número de MPE - Serviço 1.861.779

Leia mais

Nome da disciplina: Formação de grupos sociais diálogos entre sociologia e psicanálise Créditos (T-P-I): (2-0-2) Carga horária: 24 horas

Nome da disciplina: Formação de grupos sociais diálogos entre sociologia e psicanálise Créditos (T-P-I): (2-0-2) Carga horária: 24 horas Caracterização da disciplina Código da disciplina: BC- 0011 Nome da disciplina: Formação de grupos sociais diálogos entre sociologia e psicanálise Créditos (T-P-I): (2-0-2) Carga horária: 24 horas Aula

Leia mais

HEMEROTECA Coleção de Jornais 2015/2016

HEMEROTECA Coleção de Jornais 2015/2016 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA CENTRO DE LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA NÚCLEO DE DOCUMENTAÇÃO E PESQUISA HISTÓRICA HEMEROTECA Coleção de Jornais Organização e Produção: Orientação

Leia mais

DE FREUD A LACAN: UMA ANÁLISE SOBRE A CLÍNICA DA PSICOSE

DE FREUD A LACAN: UMA ANÁLISE SOBRE A CLÍNICA DA PSICOSE DE FREUD A LACAN: UMA ANÁLISE SOBRE A CLÍNICA DA PSICOSE Suéllen Pessanha Buchaúl Psicóloga clínica / Psicanalista Pós-Graduação lato sensu em Psicanálise Clínica/ISECENSA RESUMO Este trabalho se refere

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM nº 1, de 18 de março de (DOC de 20/03/13)

INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM nº 1, de 18 de março de (DOC de 20/03/13) INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM nº 1, de 18 de março de 2013 (DOC de 20/03/13) Disciplina a emissão da Declaração do Plano de Saúde DPS. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, no

Leia mais