NAF NÚCLEO DE APOIO FISCAL E CONTÁBIL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NAF NÚCLEO DE APOIO FISCAL E CONTÁBIL"

Transcrição

1 NAF NÚCLEO DE APOIO FISCAL E CONTÁBIL Junho de 2015

2 Apresentação O projeto dos Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal NAF, é uma proposta da Receita Federal do Brasil que busca trazer cidadania ás comunidades e pessoas de baixa renda através da responsabilidade social, formando uma rede de atendimento dentro das IES em parceria com o curso de Ciências Contábeis, realizando treinamento diferenciado aos estudantes onde o objetivo é valorizar e promover o conhecimento contábil e fiscal através da prática. O NAF prima pela formação de seus colaboradores (Monitores), especificamente os acadêmicos e professores vinculados às operações do NAF, para que possam atuar como orientadores acerca da matéria tributária federal, ao nível da abrangência e do público alvo estabelecidos para o projeto.

3 O Projeto NAF A ideia do NAF resume-se a criar núcleos universitários de prática contábil semelhantes aos de prática jurídica, como objetivo de promover o estudo e a consciência fiscal entre universitários e orientar contribuintes de baixa renda. Iniciativa semelhante existe no modelo de interação da Receita Federal dos EUA (IRS) com contribuintes de baixa renda (experiência das Low Income Taxpayer Clinics). Sr. Clóvis Peres - Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil em Porto Alegre-RS foi o idealizador do NAF nas IES Brasileiras.

4 Serviços Prestados no NAF Agendamento de Serviços na Receita Federal do Brasil; Constituição de Microempreendedor Individual MEI Declaração Anual do MEI; Cálculo e Emissão de DARF e GPS; Emissão de DAS-MEI; CPF Inscrição e Regularização via Web; CPF Comprovante de Inscrição; CPF Consulta de Situação Cadastral; CAFIR Situação Cadastral do Imóvel Rural; Certidão Negativa de Débito; Extrato de Processamento da Declaração IRPF; Emissão de DARF para Pagamentos das Cotas de IRPF; Consulta Restituição IRPF;

5 Serviços Prestados no NAF Declaração Anual de Ajuste de Imposto de Renda da Pessoa Física; Parcelamento Simplificado Receita Federal; Parcelamento Simplificado Procuradoria Geral da Fazenda Nacional; Consulta de Processo; Criação de Código de Acesso para o e-cac; Pesquisa de Situação Fiscal; Pedido de PERDCOMP; Orientação de utilização do e-cac; Suporte Contábil e Fiscal as Pessoas de Baixa Renda; Desenvolvimento da moral tributária e da coesão social.

6 Cenário Atual do NAF Atualmente, existem 43 NAF s implementados em universidades brasileiras. Com apoio metodológico da Receita Federal e intermediação do Eurosocial, foram implementados NAF na Costa Rica e Guatemala e estão em fase de implementação no Chile, Equador, El Salvador, Honduras, México, Paraguai e Peru. O intercâmbio de experiências se insere dentro do plano anual de ação do Eurosocial para o fortalecimento dos programas de educação fiscal na América Latina e conta com a direção de Borja Díaz Rivillas, técnico sénior de la Unidad Técnica de Finanzas Públicas, Institucionalidad Democrática y Diálogo Social de la FIIAPP/Eurosocial II. A atividade permite aos países conhecer com detalhes a natureza e o alcance do NAF e estabelecer um plano de ação que permitirá sua implementação adaptada à realidade de cada localidade e IES.

7 Implantação do NAF O primeiro passo para a implantação do NAF é a Coordenação do Curso de Ciências Contábeis entrar em contato com a Divisão de Interação com o Cidadão Divic da Superintendência da Receita Federal da Região Fiscal a qual a unidade da Estácio esta localizada. (Exemplo: Fortaleza: 3ª Região Fiscal). O objetivo do contato é para agendar uma reunião onde será tratada os detalhes para a assinatura do Termo de Cooperação Técnica. O NAF em algumas unidades de acordo com os órgãos competentes podem ser implantados em conjunto com o CRC Conselho Regional de Contabilidade; SEFAZ Secretaria da Fazenda do Estado e SEFIN Secretaria de Finanças do Município. Após todos os detalhes do Termo de Cooperação Técnica forem definidos, inicia-se a fase de elaboração do Cronograma de implantação que começa com a Aula Magna marcando a assinatura do termo de cooperação técnica.

8 Implantação do NAF Aula Inaugural Formação CH Facilitador Local Representante 1 h da Receita Federal MÓDULO I Tributação e Cidadania Fiscal. Noções de financiamento do Estado Brasileiro e a função socioeconômica do tributo. Cidadania Fiscal e o Programa Nacional de Educação Fiscal. Estrutura e Papel da Receita Federal do Brasil. 3 hs Representante da Receita Federal Estácio Auditório Estácio Auditório

9 Implantação do NAF Formação CH Facilitador Local MÓDULO II Tributação Federal. Tributos Federais. Simples Nacional e MEI. Obrigações Principais e Acessórias. 3 hs Representante da Receita Federal Estácio Auditório MÓDULO III Atendimento RFB e principais serviços. O Atendimento na RFB e principais serviços oferecidos - Laboratório: Sítio da RFB na Internet e e- CAC. 3 hs Servidores CAC Estácio Laboratório

10 Implantação do NAF Formação CH Facilitador Local MÓDULO IV Treinamento em serviço. Acompanhamento da prática de prestação das orientações. Visita guiada à Delegacia da RFB em Fortaleza. 15 hs Servidores CAC 2 hs Servidores CAC Centro de Atendimento ao Contribuinte da Delegacia da Receita Federal Centro de Atendimento ao Contribuinte da Delegacia da Receita Federal

11 Estrutura Necessária 01 Computador Desktop disponível para o Autoatendimento do Contribuintes; 01 Computador Desktop para atendimento do Agente do NAF ao Contribuinte; 01 Impressora laser; 01 Mesa para atendimento; 06Cadeiras de espera; 02Mesas para computador desktop; 03 Cadeiras giratórias; 01 Mesa para impressora; 01 Armário com portas; 01 Aparelho de Ar Condicionado; 01 Bebedouro de água; Esta estrutura atende a demanda de um NAF em sua fase inicial com até 5 Agentes de atendimento.

12 Artes

13 Artes

14 Vantagens de Implantar o NAF O curso passa a ser certificado pela Receita Federal do Brasil; O curso é convidado a participar de eventos públicos em parceria com a Receita Federal; Possibilidade de extensão do termo de cooperação técnica com a SEFAZ; SEFIN e CRC e assim obter a certificação destes órgãos também; O curso e IES passa a fazer parte do Programa de Educação Fiscal na América Latina e da Rede Internacional de Educação Fiscal composta pela União Europeia, América Latina e Caribe; Notoriedade do curso de Contábeis junto a Sociedade; Indicador de qualidade na formação prática dos alunos; Atende as expectativas dos alunos das modalidades presencial, EAD e FLEX; Diferencial que agrega valor na captação de alunos; Fideliza a base de alunos para a renovação; Transformamos através da Educação.

15 Vamos começar? A Gestão Nacional do Curso de Ciências Contábeis da Estácio, acredita no potencial do NAF para agregar valor na formação acadêmica dos alunos e como diferencial no seu papel para a Sociedade. Temos em nossas mãos a oportunidade de fazer do NAF da Estácio a maior rede de NAF s do Brasil, da América Latina e da Rede Internacional de Educação Fiscal perante os principais órgãos reguladores da profissão contábil, fiscal e tributária. Algumas unidades da Estácio já tem NAF implantado e podem auxiliar na implantação das demais colaborando com as informações e experiências e já apresentam resultados provenientes do NAF. E em abril de

16 ENAF Encontro Estácio NAF

17 Estácio. Há 45 anos nossa vida é transformar a sua. Obrigado.

NAF em Ação. A Coordenação-Geral de Atendimento e Educação Fiscal informa que o NAF iniciou 2016 repleto de atividades!!!

NAF em Ação. A Coordenação-Geral de Atendimento e Educação Fiscal informa que o NAF iniciou 2016 repleto de atividades!!! NAF em Ação 01/2016 + A Coordenação-Geral de Atendimento e Educação Fiscal informa que o NAF iniciou 2016 repleto de atividades!!! O NAF é um projeto desenvolvido pela Receita Federal em parceria com instituições

Leia mais

LORENA CIPRIANO DE ASSIS MARQUES

LORENA CIPRIANO DE ASSIS MARQUES LORENA CIPRIANO DE ASSIS MARQUES AUMENTAR A CAPACIDADE DE ATENDIMENTO? DISPONIBILIZAR ATENDIMENTO ELETRÔNICO SEGURO PELA INTERNET OU PORTAL E-CAC? AUTOATENDIMENTO ORIENTADO Ambiente físico estabelecido

Leia mais

Coordenação-Geral de Atendimento e Educação Fiscal. Manual DRF

Coordenação-Geral de Atendimento e Educação Fiscal. Manual DRF Coordenação-Geral de Atendimento e Educação Fiscal Manual DRF Julho/2016 Ficha técnica RESPONSÁVEIS RFB SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL Jorge Antônio Deher Rachid SECRETÁRIO-ADJUNTO DA RECEITA FEDERAL DO

Leia mais

EDITAL Nº 02/2017 Núcleo de Prática Contábil (NPC) Núcleo de Prática Economia e Finanças (NPEF)

EDITAL Nº 02/2017 Núcleo de Prática Contábil (NPC) Núcleo de Prática Economia e Finanças (NPEF) EDITAL Nº 02/2017 Núcleo de Prática Contábil (NPC) Núcleo de Prática Economia e Finanças (NPEF) A Coordenação dos Cursos de Ciências Contábeis, Ciências Econômicas e Tecnólogo em Gestão Financeira do Centro

Leia mais

Curso Retenção de Tributos e Previdenciária Atualização 2014 ISSQN IRRF P. Físicas e Jurídicas CSLL PIS Cofins

Curso Retenção de Tributos e Previdenciária Atualização 2014 ISSQN IRRF P. Físicas e Jurídicas CSLL PIS Cofins Curso Retenção de Tributos e Previdenciária Atualização 2014 ISSQN IRRF P. Físicas e Jurídicas CSLL PIS Cofins Administração Pública e Empresas em Geral Tomadores e Prestadores de Serviços DA PRÁTICA À

Leia mais

Cartilha de Benefícios e Aplicações da Certificação Digital

Cartilha de Benefícios e Aplicações da Certificação Digital Cartilha de Benefícios e Aplicações da Certificação Digital A fim de atender nossa Missão, de oferecer serviços e soluções em contabilidade e gestão ao mercado empresarial, com agilidade e eficácia, dentro

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE 2017 PROCESSO DE BAIXA - DISTRATO/EXTINÇÃO DE EMPRESAS PROCESSO DE BAIXA Como acontece com os processos de abertura e alteração, o processo de baixa é composto por uma série

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE 2016 PROCESSO DE BAIXA - DISTRATO/EXTINÇÃO DE EMPRESAS 1 PROCESSO DE BAIXA Como acontece com os processos de abertura e alteração, o processo de baixa é composto por uma série

Leia mais

Consulta CPF Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico, facilitando próximas consultas.

Consulta CPF Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico, facilitando próximas consultas. Consulta restituição Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico, facilitando próximas consultas. Consulta CPF Nessa versão, as últimas consultas realizadas ficarão no histórico,

Leia mais

Coordenação de Atendimento e Educação Fiscal. NAF em Ação. Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal. Continua na página 2. Continua na página 3

Coordenação de Atendimento e Educação Fiscal. NAF em Ação. Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal. Continua na página 2. Continua na página 3 Coordenação de Atendimento e Educação Fiscal Mar;ço de 2017 NAF em Ação Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal Atualmente existem 190 núcleos em funcionamento no Brasil e mais de 200 núcleos, baseados no exemplo

Leia mais

COMO OS NÚCLEOS DE APOIO FISCAL PODEM PROMOVER A EDUCAÇÃO EMPREEENDEDORA AO ACADÊMICOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS.

COMO OS NÚCLEOS DE APOIO FISCAL PODEM PROMOVER A EDUCAÇÃO EMPREEENDEDORA AO ACADÊMICOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. COMO OS NÚCLEOS DE APOIO FISCAL PODEM PROMOVER A EDUCAÇÃO EMPREEENDEDORA AO ACADÊMICOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Arissa Saemy Takao Saito, Bacharel em Ciências Contábeis, UNIDERP. Arissa_saemy@hotmail.com

Leia mais

Calcular resultados. e apontar soluções

Calcular resultados. e apontar soluções Calcular resultados e apontar soluções Trajetória Mais de três décadas calculando resultados e apontando soluções. A Contabilidade Dias foi fundada em 1984, em Belo Horizonte, por Antônio Augusto Dias,

Leia mais

Superintendência Regional da Receita Federal do Brasil da 3ª Região Fiscal. Divisão de Interação com o Cidadão DIVIC/RF03.

Superintendência Regional da Receita Federal do Brasil da 3ª Região Fiscal. Divisão de Interação com o Cidadão DIVIC/RF03. Superintendência Regional da Receita Federal do Brasil da 3ª Região Fiscal Divisão de Interação com o Cidadão DIVIC/RF03 REDESIMPLES: Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina DIVISÃO CENTRAL DE MARISTELA CRISTINA MARTINS

Universidade Estadual de Londrina DIVISÃO CENTRAL DE MARISTELA CRISTINA MARTINS DIVISÃO CENTRAL DE ESTÁGIOS E INTERCÂMBIOS MARISTELA CRISTINA MARTINS Estágios ESTÁGIO CURRICULAR LEI N 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 ESTÁGIO NA UEL DIREITO DO ESTAGIÁRIO ASSINATURA DO TERMO DE COMPROMISSO

Leia mais

C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE

C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE - 13 - Anexo C C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE Introdução 39. A finalidade deste documento é informar aos Órgãos Diretivos da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)

Leia mais

NOVO CURSO DE RETENÇÃO NA FONTE DE TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS NA CONTRATAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS (IRRF/PIS/COFINS/CSLL/INSS/ICMS/ISS)

NOVO CURSO DE RETENÇÃO NA FONTE DE TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS NA CONTRATAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS (IRRF/PIS/COFINS/CSLL/INSS/ICMS/ISS) NOVO CURSO DE RETENÇÃO NA FONTE DE TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS NA CONTRATAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS (IRRF/PIS/COFINS/CSLL/INSS/ICMS/ISS) Situações Especiais na Contratação de Serviços Aplicação aos Órgãos

Leia mais

Prefeitura do Município de Lages Secretaria Municipal da Fazenda Diretoria de Fiscalização

Prefeitura do Município de Lages Secretaria Municipal da Fazenda Diretoria de Fiscalização INSTRUÇÃO NORMATIVA 007/2014 DISPÕE SOBRE O MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS DA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DA SECRETARIA DA FAZENDA DO MUNICÍPIO DE LAGES Considerando a necessidade de promover agilidade

Leia mais

Curso: Data e Local: Objetivo: Público Alvo: Programa: Regras e Conceitos Fundamentais

Curso: Data e Local: Objetivo: Público Alvo: Programa: Regras e Conceitos Fundamentais Curso: RETENÇÃO NA FONTE DE TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS (IRRF/PIS/COFINS/CSLL/INSS/ISS), com destaque para a nova EFD-REINF Data e Local: 16, 17 e 18 de agosto de 2017 Rio de Janeiro RJ Copacabana

Leia mais

Diretrizes de Patrocínio e Doação Novelis América do Sul

Diretrizes de Patrocínio e Doação Novelis América do Sul Diretrizes de Patrocínio e Doação Novelis América do Sul 1 - Apresentação A Novelis, líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio, é uma empresa comprometida com o desenvolvimento e a transformação

Leia mais

Abertura e Encerramento de Empresas Assessoria Trabalhista Escrituração Fiscal Imposto de Renda Certidões Negativas Contratos em Geral Regularização

Abertura e Encerramento de Empresas Assessoria Trabalhista Escrituração Fiscal Imposto de Renda Certidões Negativas Contratos em Geral Regularização Abertura e Encerramento de Empresas Assessoria Trabalhista Escrituração Fiscal Imposto de Renda Certidões Negativas Contratos em Geral Regularização de Obras APRESENTAÇÃO Atuando na área contábil desde

Leia mais

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, de 27 de setembro à 1º de outubro de 2010 Tema 5.1 da agenda

Leia mais

O PAPEL DO REGULATEL NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO

O PAPEL DO REGULATEL NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO 47 PAINEL TELEBRASIL O PAPEL DO REGULATEL NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO BRASÍLIA, 15 DE NOVEMBRO DE 2003 ANTONIO CARLOS VALENTE PRESIDENTE REGULATEL QUEM SOMOS? CONGREGA OS 19 PAÍSES LATINO AMERICANOS, INCLUINDO

Leia mais

EDITAL Nº 015/2015. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL POLAE PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO ESTUDANTE EM VULNERABILIDADE SOCIAL

EDITAL Nº 015/2015. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL POLAE PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO ESTUDANTE EM VULNERABILIDADE SOCIAL EDITAL Nº 015/2015. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL POLAE PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO ESTUDANTE EM VULNERABILIDADE SOCIAL REAVALIAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS DO BENEFÍCIO PERMANENTE 2014 A Diretoria Geral

Leia mais

O que são os NAF. Antônio Henrique Lindemberg Baltazar 1. Núcleos de Apoio Fiscal e Contábil (NAF)

O que são os NAF. Antônio Henrique Lindemberg Baltazar 1. Núcleos de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) O que são os NAF Antônio Henrique Lindemberg Baltazar 1 Núcleos de Apoio Fiscal e Contábil (NAF) 1. Caracterização da situação anterior e identificação do problema O acesso a informação e a prestação de

Leia mais

A implantação do CNIR e a participação da RFB na. Workshop Cadastro Rural e Governança de Terras São Paulo, 03 de agosto de 2016

A implantação do CNIR e a participação da RFB na. Workshop Cadastro Rural e Governança de Terras São Paulo, 03 de agosto de 2016 A implantação do CNIR e a participação da RFB na governança de terras Workshop Cadastro Rural e Governança de Terras São Paulo, 03 de agosto de 2016 "O Cadastro poderia ter sido a verdadeira constituição

Leia mais

V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB Brasília 17 a 19 de maio de 2017

V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB Brasília 17 a 19 de maio de 2017 V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB 2017 FORMAÇÃO DE MESTRES E DOUTORES COMO VETOR PARA O DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DAS AMÉRICAS Brasília 17 a 19 de

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2017 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 7 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REITORIA. Avenida Vitória,1729 Jucutuquara Vitória ES. Tel:(27)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REITORIA. Avenida Vitória,1729 Jucutuquara Vitória ES. Tel:(27) DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS PLANO DE TREINAMENTO Curso: Cursos de Desenvolvimento de Servidores : Contratações públicas prática Módulo IV (Novo SICAF Sistema

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE ESCRITORIO ESPECIALIZADO EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PARA ATENDER A IBKRIN ASSOCIAÇÃO BEPOTIRE XIKRIN

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE ESCRITORIO ESPECIALIZADO EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PARA ATENDER A IBKRIN ASSOCIAÇÃO BEPOTIRE XIKRIN TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE ESCRITORIO ESPECIALIZADO EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE PARA ATENDER A IBKRIN ASSOCIAÇÃO BEPOTIRE XIKRIN 1 - INTRODUÇÃO O Instituto Bepotire Xikrin IBKRIN

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital - Bases..

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital - Bases.. SPED - Sistema Público de Escrituração Digital - Bases.. A Emenda Constitucional nº 42/2003 introduziu o inciso XXII ao artigo 37 da Constituição Federal, que determina que as administrações tributárias

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 6 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS FAMETRO

FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS FAMETRO FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS FAMETRO PROJETO ESCOLA DO EMPREENDEDOR Curso: Todos os cursos ofertados pela Fametro Coordenadora do Programa: Prof. MSc. Gerson Nogueira e Profa. MSc. Ano: 2017 Rejane

Leia mais

1. Quem pode usufruir os benefícios das reduções previstas na Lei?

1. Quem pode usufruir os benefícios das reduções previstas na Lei? Ministério da Fazenda Secretaria da Receita Federal do Brasil Delegacia da Receita Federal em Santa Cruz do Sul Esclarecendo a Lei 11.941/2009 O Governo Federal editou lei que concede benefício de reduções

Leia mais

INFORMATIVO DE MATRÍCULA CURSOS TÉCNICOS 2016/2

INFORMATIVO DE MATRÍCULA CURSOS TÉCNICOS 2016/2 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO SELETIVO - COPESE Ref.: 4ª Chamada INFORMATIVO DE MATRÍCULA CURSOS TÉCNICOS 2016/2 Os candidatos

Leia mais

IRPF - Extrato do Processamento 2016

IRPF - Extrato do Processamento 2016 14/12/2016 Secretaria da Receita Federal do Brasil - Sistema desenvolvido pelo SERPRO IRPF - Extrato do Processamento 2016 CPF: 828.126.675-91 Nome: ALEXANDRA MARIA SANTOS GONCALVES Declaração: Ajuste

Leia mais

Desde 1998 no mercado e com atuação na prestação de serviços a pequenas e médias empresas, a Tecnicont oferece uma solução completa de terceirização

Desde 1998 no mercado e com atuação na prestação de serviços a pequenas e médias empresas, a Tecnicont oferece uma solução completa de terceirização Desde 1998 no mercado e com atuação na prestação de serviços a pequenas e médias empresas, a Tecnicont oferece uma solução completa de terceirização nas áreas contábil, fiscal e de recursos humanos, com

Leia mais

esocial Jornada de preparação Maio, 2017

esocial Jornada de preparação Maio, 2017 esocial Jornada de preparação Maio, 2017 2 esocial o SPED Previdenciário Mais complexo e oneroso no âmbito do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) - obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas;

Leia mais

CNIR - IN 1581/2015. Vinculação de cadastros de imóveis rurais INCRA e RFB

CNIR - IN 1581/2015. Vinculação de cadastros de imóveis rurais INCRA e RFB CNIR - IN 1581/2015 Vinculação de cadastros de imóveis rurais INCRA e RFB Pauta Lei Federal nº 10.267/2001 Cadastro x Registro IN Conjunta nº 1.581/2015 Procedimento de atualização cadastral no INCRA Preocupações

Leia mais

SIMPLES NACIONAL. Questões estaduais. Roberta Zanatta Martignago. Auditora-Fiscal da Receita Estadual do RS Membro da Secretaria-Executiva do CGSN

SIMPLES NACIONAL. Questões estaduais. Roberta Zanatta Martignago. Auditora-Fiscal da Receita Estadual do RS Membro da Secretaria-Executiva do CGSN SIMPLES NACIONAL Questões estaduais Roberta Zanatta Martignago Auditora-Fiscal da Receita Estadual do RS Membro da Secretaria-Executiva do CGSN 1 Simples Nacional no RS 2 3 4 Obrigações acessórias Exclusão

Leia mais

CENTRAL DE BALANÇOS PEDRO ONOFRE FERNANDES. abril de 2010 AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL. Sistema Público de Escrituração Digital

CENTRAL DE BALANÇOS PEDRO ONOFRE FERNANDES. abril de 2010 AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL. Sistema Público de Escrituração Digital CENTRAL DE BALANÇOS abril de 2010 PEDRO ONOFRE FERNANDES AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SUMÁRIO Sistema Público de Escrituração Digital SPED Objetivo Premissas Abrangência Central de Balanços

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE GESTÃO ACADÊMICA EDITAL N.º 004/2017. PROCESSO SELETIVO SiSU/UFG MATRÍCULA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE GESTÃO ACADÊMICA EDITAL N.º 004/2017. PROCESSO SELETIVO SiSU/UFG MATRÍCULA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE GESTÃO ACADÊMICA EDITAL N.º 004/2017 PROCESSO SELETIVO SiSU/UFG 2017- MATRÍCULA ANEXO IV DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA A SOLICITAÇÃO DE MATRÍCULA

Leia mais

Soluções Integradas em Gestão de Negócios

Soluções Integradas em Gestão de Negócios Soluções Integradas em Gestão de Negócios ALMEIDA ROCHA A Almeida Rocha sempre trabalhou para atender a seus clientes de forma diferenciada, com destaque especial para um atendimento de prontidão e personalizado.

Leia mais

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA OBS: TRAZER IMPRESSA A INSCRIÇÃO DO FIES, DENTRO DO PRAZO DE VALIDADE.

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA OBS: TRAZER IMPRESSA A INSCRIÇÃO DO FIES, DENTRO DO PRAZO DE VALIDADE. ATENÇÃO! O atendimento somente será realizado com horário agendado. Para agendar, favor entrar em contato pelo telefone 3244-7212 ou pelo nosso e-mail setordebolsas@izabelahendrix.edu.br. DOCUMENTOS DO

Leia mais

O Projeto SPED NF-e na USIMINAS

O Projeto SPED NF-e na USIMINAS O Projeto SPED NF-e na USIMINAS Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED AGENDA O Sistema USIMINAS O Projeto SPED Situação atual na USIMINAS O Projeto NF-e Situação atual na USIMINAS Pontos

Leia mais

ANEXO III. Disciplina Cr Ementa Início Fim

ANEXO III. Disciplina Cr Ementa Início Fim ANEXO III Quadro de Disciplinas Especiais ou Unidades de Especiais Pós-Graduação Lato Sensu - UnisulVirtual e seus Respectivos Valores Semestre 017.1 B UA No. De turma 180 181 Disciplina Cr Ementa Início

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ACIL Leme, 18/12/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ACIL Leme, 18/12/2013 ACIL Leme, 18/12/2013 Jeziel Tadeu Fior Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Sustentador Regional do Estado de São Paulo 8ª Região Fiscal e-social Sistema de Escrituração Digital das Obrigações

Leia mais

Medida Provisória nº 793 institui o Programa de Regularização Rural

Medida Provisória nº 793 institui o Programa de Regularização Rural Medida Provisória nº 793 institui o Programa de Regularização Rural http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/mpv/mpv793.htm MAPA ETÉCNICO FISCAL 1 Até 29 de setembro de 2017, produtores

Leia mais

Sped Contábil, o novo paradigma

Sped Contábil, o novo paradigma Painel Sped Contábil, o novo paradigma Maristela Girotto O Sistema Público de Escrituração Digital Sped Contábil foi lançado no dia 7 de maio, no auditório do Conselho Federal de Contabilidade. A solenidade

Leia mais

ANEXO I (Redação dada pela Portaria Normativa 22/2014/MEC)

ANEXO I (Redação dada pela Portaria Normativa 22/2014/MEC) ANEXO I (Redação dada pela Portaria Normativa DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento) FACULDADE - IES 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO

Leia mais

Administração Tributária Brasileira Receita Federal do Brasil. Fórum SPED Porto Alegre/RS 10 de abril de 2013

Administração Tributária Brasileira Receita Federal do Brasil. Fórum SPED Porto Alegre/RS 10 de abril de 2013 Administração Tributária Brasileira Receita Federal do Brasil Fórum SPED Porto Alegre/RS 10 de abril de 2013 Modelo da Administração Tributária Brasileira Pontos fortes do modelo da RFB nas últimas duas

Leia mais

ANEXO IV Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Declaração de Pessoa Sem Renda Eu,, RG, e CPF, nos termos do Edital nº 01/2016 referente ao Programa de Assistência Estudantil

Leia mais

RELAÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DA BELEZA A INFLUENCIA DA LEI /12, DENTRE OUTRAS INOVAÇÕES LEGISLATIVAS NO SETOR DA BELEZA.

RELAÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DA BELEZA A INFLUENCIA DA LEI /12, DENTRE OUTRAS INOVAÇÕES LEGISLATIVAS NO SETOR DA BELEZA. RELAÇÕES DE TRABALHO NO SETOR DA BELEZA A INFLUENCIA DA LEI 12.592/12, DENTRE OUTRAS INOVAÇÕES LEGISLATIVAS NO SETOR DA BELEZA. APRESENTAÇÃO Bacharel em Direito (Uninassau) Pós-graduando em Direito do

Leia mais

O Espaço Ibero-Americano a comunidade de todos

O Espaço Ibero-Americano a comunidade de todos O Espaço Ibero-Americano a comunidade de todos SEGIB Criação: 1994 Definição e objetivo: A SEGIB é o órgão permanente de apoio institucional, técnico e administrativo à Conferência Ibero-Americana e tem

Leia mais

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA VALIDAÇÃO DO FIES

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA VALIDAÇÃO DO FIES DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA VALIDAÇÃO DO FIES Os candidatos selecionados pelo FIES Seleção deverão comparecer a CPSA do UniFOA para validação das informações, no período determinado pelo FNDE. Confira abaixo

Leia mais

SEMANA DO CONHECER, AGIR E CRESCER

SEMANA DO CONHECER, AGIR E CRESCER SEMANA DO CONHECER, AGIR E CRESCER Aulas Gratuitas + Material para Download www.semanaesocial.com.br Prof. Zenaide Carvalho Revisão da Aula 1 - Conhecer 1. O que é o esocial 2. Vigência 3. Momento de Envio

Leia mais

PROCESSO SELETIVO CENID 2017/1 - CURSOS BÁSICO I EDITAL 021/2016 INFORMATIVO DE MATRÍCULA 8ª CHAMADA

PROCESSO SELETIVO CENID 2017/1 - CURSOS BÁSICO I EDITAL 021/2016 INFORMATIVO DE MATRÍCULA 8ª CHAMADA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO SELETIVO - COPESE PROCESSO SELETIVO CENID 2017/1 - CURSOS BÁSICO I EDITAL 021/2016 INFORMATIVO DE

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS PORTARIA 02/2007 28 de junho de 2007 (republicação) Dispõe sobre a emissão, via internet, de CERTIDÃO NEGATIVA, CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE CERTIDÃO NEGATIVA, CERTIDÃO NEGATIVA DE TRIBUTOS VINCULADA

Leia mais

Material de Apoio Comercial. Retornos de Resultados!

Material de Apoio Comercial. Retornos de Resultados! Material de Apoio Comercial Retornos de Resultados! Estrutura do Comercial 1 a 6 - Segmentação de Clientes por Serviços Contábeis A a F - Portfólio de Serviços Contábeis (Assessorias e Consultorias) e

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROJETO DE EXTENSÃO NAF - NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA CONTÁBIL E FISCAL DA FACOS 2013/1

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROJETO DE EXTENSÃO NAF - NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA CONTÁBIL E FISCAL DA FACOS 2013/1 CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROJETO DE EXTENSÃO NAF - NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA CONTÁBIL E FISCAL DA FACOS 2013/1 Introdução: A Faculdade Cenecista de Osório entende que a Educação Superior deve preparar o

Leia mais

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA VALIDAÇÃO DO FIES 2017/1

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA VALIDAÇÃO DO FIES 2017/1 DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA VALIDAÇÃO DO FIES 2017/1 Os candidatos selecionados pelo FIES Seleção deverão comparecer a CPSA do UniFOA para validação das informações, no período determinado pelo FNDE. Confira

Leia mais

CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18

CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18 CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18 A função de Analista Fiscal é uma das mais nobres na área fiscal de um estabelecimento, tendo em vista sua importância na verificação do processamento de todo

Leia mais

MTE MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. Seminário sobre Políticas Públicas Intersetoriais: Proteção Social e Emprego

MTE MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. Seminário sobre Políticas Públicas Intersetoriais: Proteção Social e Emprego MTE MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Seminário sobre Políticas Públicas Intersetoriais: Proteção Social e Emprego Rio de Janeiro, 30 de novembro e 01 de dezembro de 2010 A experiência Brasileira: Qualificação

Leia mais

EDITAL Nº 010/2016/CAOEI/IFPI PROCESSO SELETIVO SIMPLICADO DA DIRETORIA INTERINA DA INOVARE CONSULTORIA JUNIOR

EDITAL Nº 010/2016/CAOEI/IFPI PROCESSO SELETIVO SIMPLICADO DA DIRETORIA INTERINA DA INOVARE CONSULTORIA JUNIOR EDITAL Nº 010/2016/CAOEI/IFPI PROCESSO SELETIVO SIMPLICADO DA DIRETORIA INTERINA DA INOVARE CONSULTORIA JUNIOR O Diretor-Geral do IFPI Campus Oeiras e a Comissão de Implantação da Empresa Júnior Inovare

Leia mais

VALORES DE REQUERIMENTOS

VALORES DE REQUERIMENTOS oferecido Assinatura de Termo de Compromisso Estágio Antecipação de pagamento do curso ou do semestre Aproveitamento de estudos Externo Aproveitamento de Estudos Interno Boletim de notas Autenticado Cancelamento

Leia mais

Recomendação nº. 17/2017 /FAMEM São Luís (MA), 18 de maio de 2017.

Recomendação nº. 17/2017 /FAMEM São Luís (MA), 18 de maio de 2017. Recomendação nº. 17/2017 /FAMEM São Luís (MA), 18 de maio de 2017. Assunto: Medida Provisória 778/17 (REFIS Previdenciário 2017) - Portaria 645/2017 - PGFN, que regulamenta o Parcelamento dos débitos do

Leia mais

Comissão Direito do Terceiro Setor. Dra. Lúcia Maria Bludeni - Presidente. Coordenação de Atualização Legislativa para o Terceiro Setor

Comissão Direito do Terceiro Setor. Dra. Lúcia Maria Bludeni - Presidente. Coordenação de Atualização Legislativa para o Terceiro Setor Comissão Direito do Terceiro Setor Dra. Lúcia Maria Bludeni - Presidente Coordenação de Atualização Legislativa para o Terceiro Setor Dra. Vanessa Ruffa Rodrigues Atualização Legislativa de 01/02/ a 29/02/

Leia mais

Comparative model: Telehealth in Latin America Mônica Pena de Abreu

Comparative model: Telehealth in Latin America Mônica Pena de Abreu Comparative model: Telehealth in Latin America Mônica Pena de Abreu Protocolos regionais de politica públicas de telessaúde para América Latina e Caribe Instituições coordenadoras: UFMG e RUTE Financiamento:

Leia mais

CURSO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE SAÚDE UNIMED

CURSO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE SAÚDE UNIMED CURSO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE SAÚDE UNIMED PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS FGV CORPORATIVO 12.227/14_v3 QUADRO DE DISCIPLINAS Disciplinas (**) Carga Horária (*) 1. Cooperativismo e Administração de Serviços

Leia mais

DA DOCUMENTAÇÃO. Documentos do Fiador deverão ser entregues somente no Agente Financeiro (Banco). DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

DA DOCUMENTAÇÃO. Documentos do Fiador deverão ser entregues somente no Agente Financeiro (Banco). DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DA DOCUMENTAÇÃO Prazo para entrega da documentação após inscrição realizada: Após a conclusão da inscrição no Fies, o estudante deverá: I. Validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão

Leia mais

Concorrência Desleal e Desafios do Setor de Combustíveis

Concorrência Desleal e Desafios do Setor de Combustíveis Concorrência Desleal e Desafios do Setor de Combustíveis IÁGARO JUNG MARTINS Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Subsecretário de Fiscalização Novembro de 2016 Plano Anual de Fiscalização Plano

Leia mais

Notificação 01 - EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA SEBRAE/BA - Nº 02/ Educação Empreendedora em Instituições de Ensino Superior.

Notificação 01 - EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA SEBRAE/BA - Nº 02/ Educação Empreendedora em Instituições de Ensino Superior. Notificação 01 - EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA - Nº 02/2017 - Educação Empreendedora em Instituições de Ensino Superior. O SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO ESTADO DA BAHIA vem, por meio da

Leia mais

EDUCAÇÃO FISCAL. Portaria Interministerial nº 413, de 31 de dezembro de 2002

EDUCAÇÃO FISCAL. Portaria Interministerial nº 413, de 31 de dezembro de 2002 EDUCAÇÃO FISCAL Portaria Interministerial nº 413, de 31 de dezembro de 2002 DOU de 2.1.2003 Define competências dos órgãos responsáveis pela implementação do Programa Nacional de Educação Fiscal - PNEF.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA SEMANA DO CONTABILISTA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA SEMANA DO CONTABILISTA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA SEMANA DO CONTABILISTA PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO Alexandre Henrique Salema Ferreira Ana Maria da Paixão Duarte OBJETIVO Discorrer acerca do Planejamento Tributário no campo

Leia mais

HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA

HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA 2017 QUEM SOMOS O programa de Desenvolvimento em Previdência conta com os mais de 30 anos de expertise da Mercer para promover treinamentos

Leia mais

CARLOS ANTONIO REGUEIRA ORDONHO

CARLOS ANTONIO REGUEIRA ORDONHO CARLOS ANTONIO REGUEIRA ORDONHO cordonho@uol.com.br 1. Formação Acadêmica - Ciências Contábeis (Bacharelado) Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Conclusão 1976. 2. Especializações - Administração

Leia mais

facebook/mapaetecnicofiscal Prepare-se!!! MAPA ETECNICO FISCAL - - facebook/mapaetecnicofiscal 1

facebook/mapaetecnicofiscal Prepare-se!!! MAPA ETECNICO FISCAL -  - facebook/mapaetecnicofiscal 1 www.etecnico.com.br facebook/mapaetecnicofiscal Prepare-se!!! facebook/mapaetecnicofiscal 1 O que é o esocial? É o instrumento de unificação da prestação de informações referentes à escrituração das obrigações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO SEGURO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO SEGURO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NÚCLEO MICRORREGIONAL PARA IMPLANTAÇÃO DAS LINHAS DE CUIDADO E EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA ATENÇÃO BÁSICA (NEPSmr) RELATÓRIO DE GESTÃO ATIVIDADES E AVALIAÇÃO DA IMPLANTAÇÃO DO NEPSmr - 2010 Município: Porto

Leia mais

Acompanhamento do Planejamento

Acompanhamento do Planejamento MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ENSINO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PROPLAN Acompanhamento do Planejamento A

Leia mais

ROTEIRO PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) MP nº 766/2017

ROTEIRO PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) MP nº 766/2017 ROTEIRO PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) MP nº 766/2017 1) Acesso ao Portal e-cac 1 O contribuinte deverá primeiro se identificar com código de acesso ou certificado digital. 2)

Leia mais

Acesse o site e mantenha-se atualizado!

Acesse o site e mantenha-se atualizado! SEJAM BEM-VINDOS! www.saocamilo-sp.br Acesse o site e mantenha-se atualizado! CAMPUS POMPEIA Rua Raul Pompeia, 144 CAMPUS IPIRANGA Av. Nazaré, 1.501 Formação Acadêmica: MULTIDISCIPLINAR 1) Eixo Inter 2)

Leia mais

EDITAL DRG/PTB Nº17/2017, 25 DE SETEMBRO DE 2017

EDITAL DRG/PTB Nº17/2017, 25 DE SETEMBRO DE 2017 EDITAL DRG/PTB Nº17/2017, 25 DE SETEMBRO DE 2017 Dispõe sobre a abertura de CHAMADA PÚBLICA para preenchimento da vaga remanescente L1 do processo seletivo do 2º semestre 2017 para o curso superior de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. MODELO PARA O PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO 1. Identificação do Projeto: Nome do Curso: Área do Conhecimento: Forma de Oferta: ( ) Presencial ( ) A distância Turno:

Leia mais

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA Solicitamos o Cadastro de Fornecedores da UniRV - Universidade de Rio Verde, nos termos da Lei nº 8666/93 Art. 27,28 e 29 atualizada, conforme informações

Leia mais

TRANSPARÊNCIA NO ATENDIMENTO

TRANSPARÊNCIA NO ATENDIMENTO TRANSPARÊNCIA NO ATENDIMENTO DADOS SOBRE O ATENDIMENTO AO CONTRIBUINTE NA RECEITA FEDERAL RELATÓRIO DE JUNHO DE 2013 Brasília, julho de 2013 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 VISÃO GERAL DO ATENDIMENTO JUNHO

Leia mais

Pert - Programa Especial de Regularização Tributária. Informações Básicas e Esclarecimentos

Pert - Programa Especial de Regularização Tributária. Informações Básicas e Esclarecimentos Atendimento na RFB Pert - Programa Especial de Regularização Tributária Informações Básicas e Esclarecimentos 3 Pert Informações Básicas e Esclarecimentos Legislação Aplicada Medida Provisória nº 783,

Leia mais

Normas - Sistema Gestão da Informação

Normas - Sistema Gestão da Informação Página 1 de 6 Normas - Sistema Gestão da Informação Visão Anotada PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 14/09/2016, seção 1, pág. 17) Disciplina a disponibilização, pela

Leia mais

PROGRAMA GESTÃO DO PARCEIRO (PGP) MÓDULO 1 MODELO DE ATUAÇÃO COMERCIAL

PROGRAMA GESTÃO DO PARCEIRO (PGP) MÓDULO 1 MODELO DE ATUAÇÃO COMERCIAL PROGRAMA GESTÃO DO PARCEIRO (PGP) MÓDULO 1 MODELO DE ATUAÇÃO COMERCIAL Programa de Gestão Parceiro Programa de Gestão Parceiro INFRA ESTRUTURA GESTÃO PGP MODELO DE ATUAÇÃO COMERCIAL MODELO DE ATUAÇÃO COMERCIAL

Leia mais

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO 29/02/2016 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Procuradoria Geral da Fazenda Nacional CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

Setor Energético. Soluções em advocacia e consultoria tributária e empresarial

Setor Energético. Soluções em advocacia e consultoria tributária e empresarial albinolingmoneda.com.br Rua Simão Bolivar, 1.250 Hugo Lange 80.040-140 Curitiba/PR (41) 3076-5777 Escritório especializado em advocacia e consultoria tributária e empresarial, com equipe formada por profissionais

Leia mais

Habilitação de Empresas para Importação e Exportação - RADAR

Habilitação de Empresas para Importação e Exportação - RADAR Habilitação de Empresas para Importação e Exportação - RADAR Apresentação do Professor Professor: Douglas Cândido. Administrador com ênfase em Comércio Exterior pela Estácio de Sá, MBA em Gestão de Negócios

Leia mais

que cursou todo o ensino médio em Escola Pública Histórico Escolar do Ensino Médio, mesmo para candidatos que já tenham curso superior.

que cursou todo o ensino médio em Escola Pública Histórico Escolar do Ensino Médio, mesmo para candidatos que já tenham curso superior. Item 8 do Edital nº 02/2015 1 ANÁLISE DOCUMENTAL (Check-list)/ Processo Seletivo de Ingresso em Cursos de Graduação da UFT por meio do SISU para o 1º semestre de 2015 GRUPO L1:Lei nº 12.711/12; Renda Familiar

Leia mais

ANEXO I VAGAS 2ª CHAMADA EDITAL 385/2017 PROCESSO SELETIVO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

ANEXO I VAGAS 2ª CHAMADA EDITAL 385/2017 PROCESSO SELETIVO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL ANEXO I VAGAS 2ª CHAMADA EDITAL 385/2017 PROCESSO SELETIVO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Câmpus Curso Período A0 L7 L2 L5 L1 L8 L4 L6 L3 CUBATÃO Técnico em Automação Industrial Noturno 20 1 3 2 2 0 3

Leia mais

PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016

PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 PORTARIA RFB Nº 1384, DE 09 DE SETEMBRO DE 2016 (Publicado(a) no DOU de 12/09/2016, seção 1, pág. 21) Disciplina a disponibilização, pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, de dados não protegidos

Leia mais

EDITAL N.º 17/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica

EDITAL N.º 17/2016 ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC. Competência: Visão Estratégica 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

ANEXO 01 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA A CONFIRMAÇÃO DA VAGA/MATRÍCULA

ANEXO 01 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA A CONFIRMAÇÃO DA VAGA/MATRÍCULA ANEXO 01 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA A CONFIRMAÇÃO DA VAGA/MATRÍCULA A) Ampla Concorrência: DOCUMENTOS (ORIGINAL E CÓPIA) Carteira de identidade Título de eleitor ;. Duas fotografias 3x4, iguais e recentes;

Leia mais

1. PÚBLICO ALVO 2. DO OBJETIVO E CARACTERIZAÇÃO DO BENEFÍCIO

1. PÚBLICO ALVO 2. DO OBJETIVO E CARACTERIZAÇÃO DO BENEFÍCIO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL N O 01/2015 POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL POLAE PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO ESTUDANTE EM VULNERABILIDADE SOCIAL BENEFÍCIO PERMANENTE A Diretoria Geral do

Leia mais

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO CREDITÍCIO

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO CREDITÍCIO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS DO CAMPUS MANAUS CENTRO 2º SEMESTRE 2015

CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS DO CAMPUS MANAUS CENTRO 2º SEMESTRE 2015 CALENDÁRIO DE MATRÍCULAS DO CAMPUS MANAUS CENTRO 2º SEMESTRE 2015 EDITAL/CURSO/FORMA/MODALIDADE DATA HORÁRIO LOCAL EDITAL 05/2015 CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE 20,21 e 22 de JULHO (1ª Chamada) 8h às 17h SALA

Leia mais

Área exclusiva do Contador. Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016)

Área exclusiva do Contador. Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016) Área exclusiva do Contador Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016) SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 4 APRESENTAÇÃO... 4 O QUE É GISSONLINE?... 4 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 4 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE...

Leia mais

Débora Pereira Laurino Ivete Martins Pinto Universidade Federal do Rio Grande FURG

Débora Pereira Laurino Ivete Martins Pinto Universidade Federal do Rio Grande FURG Universidade Federal de Santa Catarina III Seminário de Pesquisa EAD: Experiências e reflexões sobre a Universidade Aberta do Brasil (UAB) e seus efeitos no ensino superior brasileiro Débora Pereira Laurino

Leia mais