AGENTE DE RECURSOS HUMANOS - PROVA TIPO 1 CONHECIMENTOS GERAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGENTE DE RECURSOS HUMANOS - PROVA TIPO 1 CONHECIMENTOS GERAIS"

Transcrição

1 1 AGENTE DE RECURSOS HUMANOS - PROVA TIPO 1 CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUÊS 01. Assinale a alternativa incorreta quanto ao emprego da pontuação: a) Pedro, aquele candidato precipitado marcou a resposta errada. b) O Japão, mais do que qualquer outro país daquele lado do mundo, encanta e atrai os habitantes deste lado. c) Carlos, todos os domingos, segue a mesma rotina: praia, futebol, jantar em restaurante. d) Quando se trata de trabalho científico, duas coisas devem ser consideradas: uma é a contribuição teórica que o trabalho oferece; a outra é o valor prático que possa ter. e) Obtivemos, em julho, os passaportes; só em dezembro, porém, é que viajamos. 02. Assinale a alternativa que apresenta emprego de vocábulo inadequado: a) Há cerca de duas semanas, o projeto foi protocolado. b) Falavam a cerca do projeto. c) O projeto foi encaminhado com quinze dias de antecedência a fim de permitir a necessária análise sobre a sua pertinência. d) Se o assunto era afim, por que não foi tratado no mesmo parágrafo? e) O prédio foi construído a expensas do governo municipal. 03. Observe o emprego do sinal indicativo de crase nos períodos abaixo: I - Essas decisões obedecem às leis municipais. II - Apesar de a lei à qual V. Sa. se refere ser ultrapassada, todos os juristas de que temos notícias a seguem. III - As manifestações violentas são prejudiciais à sociedade. IV - Grande público assistia, entusiasmado, à sessão ordinária. V - O objetivo deste documento é informar Vossa Excelência de que à remuneração paga aos funcionários serão acrescidos os valores previstos na lei vigente. Quanto à revisão dos cálculos de indenização dos profissionais da educação, já estão sendo tomadas as providências. Assinale a sequência correta: a) O emprego do sinal de crase está correto apenas nos períodos I e II. b) O emprego do sinal de crase está incorreto apenas nos períodos I e II e IV. c) O emprego do sinal de crase está correto em todos os períodos acima. d) O emprego do sinal de crase está incorreto em todos os períodos acima. e) O emprego do sinal de crase está correto apenas nos períodos III, IV e V. 04. Das frases abaixo, a que contém erro de concordância verbal é: a) A maioria dos candidatos aprovou a ideia de trabalhar por uma causa social maior.

2 2 b) Houveram muitas injustiças naquele processo. c) Devem existir reuniões da comissão que trata do assunto. d) É preciso que se realizem esforços para se atingir um plano de desenvolvimento integrado. e) Faz três dias que aquela lei foi aprovada. 05. Não há erro de concordância nominal na alternativa: a) Anexa à fotografia estava o bilhete que o assessor me deixou. b) Ela mesmo, meia desconfiada, agradeceu o prêmio. c) É meio-dia e meio, disse o assessor. d) Envio anexa à carta as declarações de renda. e) É necessário prudência quando conduzimos veículos. 06. Há erro de regência na alternativa: a) O governo deu prioridade às questões ecológicas. b) Já pagaram aos funcionários o salário? c) Os candidatos aspiravam um cargo mais elevado. d) Recebeu promoção a servidora a cuja dedicação tanto deve nosso setor. e) O candidato julgou estar apto a fazer um bom exame. 07. Assinale a alternativa que apresenta frase com erro no emprego de colocação pronominal: a) Tenho lembrado-me dos últimos momentos de meu pai. b) Pretendemos contratá-lo. c) Se não me falha a memória. d) Quem te magoou? e) Eu seguir-te-ei até o fim. 08. Observe a expressão grifada em cada frase abaixo: 1. Minha gente, não me deixem só. (Collor) 2. Brasileiros e brasileiras, o Plano Cruzado é uma realidade. (José Sarney) 3. Trabalhadores do Brasil, a luta por este dia foi árdua. (Getúlio Vargas) 4. Companheiros, o povo tem fome. (Lula) Assinale a alternativa correta: a) A expressão destacada das frases é o sujeito. b) A expressão destacada das frases é o vocativo. c) A expressão destacada das frases é objeto direto. d) A expressão destacada das frases é objeto indireto. e) A expressão destacada das frases é aposto. 09. Observe as conjunções grifadas nas frases abaixo. Elas expressam: 1. Ideia de finalidade. 2. Ideia de proporcionalidade. 3. Ideia de tempo. 4. Ideia de comparação. 5. Ideia de condição.

3 6. Ideia de concessão. 7. Ideia de causa 8. Ideia de conformidade. 3 Relacione as frases abaixo de acordo com a relação acima: ( ) Se houver uma proposta melhor, o governo promete estudá-la. ( ) Conforme anunciou o Ministro, as medidas são urgentes. ( )Os vereadores estavam tão preparados para discutir o assunto quanto os deputados. ( ) Embora a pauta esteja repleta, o projeto será votado ainda hoje. ( ) Quando houver possibilidades, o projeto será votado na Câmara Municipal. ( )Eles votaram para que o projeto fosse aprovado. ( ) Quanto mais protestavam, mais havia adesões de funcionários públicos. ( ) O projeto em pauta tem provocado grande controvérsia porque atinge o funcionalismo público. A sequência correta é: a) 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8. b) 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1. c) 5, 8, 4, 6, 3, 1, 2, 7. d) 4, 5, 6, 1, 2, 3, 7, 8. e) 5, 4, 7, 8, 6, 3, 2, Ambígua é a frase ou oração que pode ser tomada em mais de um sentido. Como a clareza é requisito básico de todo texto, deve-se atentar para as construções que possam gerar equívocos de compreensão. Assinale a alternativa que não apresenta ambiguidade: a) O Ministro comunicou a seu secretariado que ele seria exonerado. b) O Deputado saudou o Presidente da República, em seu discurso, e solicitou sua intervenção no seu Estado, mas isso não o surpreendeu. c) Roubaram a mesa do gabinete em que eu costumava trabalhar. d) Depois que o médico examinou o paciente, foi chamado por uma senhora. e) Sendo indisciplinado, o chefe admoestou o funcionário. ESTUDOS SOCIAIS 11. No ano de 2013, a pedido da família, a Comissão Nacional da Verdade (CNV) iniciou uma investigação sobre a causa da morte de determinado ex-presidente do Brasil ocorrida na Argentina em 6 de dezembro de O referido ex-presidente governou o país de 1961 a 1964, e foi deposto pelo golpe militar de O texto acima refere-se ao ex-presidente: a)joão Belchior Marques Goulart. b) Getúlio Dornelles Vargas. c) Humberto Alencar Castelo Branco. d) Tancredo de Almeida Neves. e) Jânio da Silva Quadros.

4 4 12. O conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química, e biológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas. Essa afirmativa é a definição de: a) Sustentabilidade. b) Poluição. c) Meio Ambiente. d) Degradação da qualidade ambiental. e) Recursos renováveis. 13. Referente aos dados geográficos do Município de São Miguel do Oeste, assinale V para verdadeiro e F para falso: ( ) O Município de Descanso se limita ao Sul de São Miguel do Oeste. ( ) O Município de São Miguel do Oeste faz divisa a Oeste com os municípios de Barra Bonita, Bandeirantes e Paraíso. ( ) O Município de Paraíso faz divisa a Leste do Município de São Miguel do Oeste. ( ) Ao Norte São Miguel do Oeste se limita com os municípios de São José do Cedro e Guaraciaba. ( ) Fazem divisa com São Miguel do Oeste os municípios de Descanso, Barra Bonita, Romelândia, Flor do Sertão, Bandeirantes, Paraíso e Guaraciaba. Assinale a sequência correta: a) V, F, F, V, F. b) V, F, F, F, V. c) V, V, V, V, V. d) F, F, F, V, F. e) F, F, F, F, V. 14. A economia do Estado de Santa Catarina se baseia, principalmente, nas indústrias de: a) Agroindústria, têxtil, cerâmica e metalmecânica. b) Agroindústria, têxtil, eletro eletrônica e química. c) Agroindústria, têxtil, robótica e cerâmica. d) Elétrica, têxtil, cerâmica e metalmecância. e) Petroquímica, têxtil, eletrônica e cerâmica. 15. Forma de relevo elevada, com altitudes superiores a 300 metros, podem ser encontradas em qualquer tipo de estrutura geológica. caracterizam-se pela formação de escarpas em áreas de fronteira com as depressões, formam também as chapadas. O conceito acima refere-se a qual tipo de relevo brasileiro? a) Depressão. b) Chapada. c) Planície. d) Vale. e) Planalto.

5 5 INFORMÁTICA 16. Como chamamos o recurso do Windows que verifica erros em arquivos e pastas: a)desfragmentador de disco. b)compactador de disco. c)acesso à rede Dial-up. d)backup. e)scandisk. 17. O conjunto de registros dispostos em uma estrutura regular que possibilita a reorganização desses e produção de informação é conhecido como: a)pasta. b)banco de Dados. c)arquivo. d)cd R. e)hd. 18. Para que possamos localizar arquivos e pastas que estão gravadas no HD, existem passos a serem seguidos. Das opções abaixo, qual delas descreve corretamente os passos: a)botão direito do mouse localizar; b)clicar em iniciar localização acelerada; c)clicar em meu computador localizar arquivos e pastas; d)clicar em editar localizar; e)clicar em Iniciar localizar arquivos ou pastas. 19. Em uma planilha/ Microsoft Excel 2007, são registrados os valores 4, 3, 6 e 8, respectivamente nas células A1, B1, C1 e D1. A fórmula =(A1*B1)+(C1*D1)/2 é digitada na célula A2. O resultado de A2 é: a)30 b)38 c)36 d)60 e) Uma placa de rede tipo Wi-Fi (wireless fidelity) conectada a um computador nos permite conexão a internet por meio de: a)transmissão com cabo de modem; b)cabo do roteador conectado ao PC; c)roteador conectado com cabo de fibra ótica ao computador; d)possibilidade de nos conectarmos sem cabo; e)as opções acima estão incorretas.

6 6 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 21. Sobre descrição de cargos, analise as afirmativas abaixo: I - É uma definição escrita do que o ocupante do cargo faz, como ele faz e porque ele faz. II - Concentra-se nos requisitos físicos, mentais e responsabilidades do ocupante do cargo. III - Relaciona de maneira breve as tarefas, deveres e responsabilidades do cargo. IV - Determina os requisitos que o cargo impõe ao seu ocupante. Assinale a alternativa correta: a) Apenas as afirmativas I e II estão corretas. b) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas. c) Apenas as afirmativas I e III estão corretas. d) Apenas as afirmativas II e III estão corretas. e) Todas as afirmativas estão corretas. 22. Recrutamento é o processo de identificação e atração de candidatos para posteriormente serem selecionados e contratados. A respeito dos tipos de recrutamento, assinale a alternativa incorreta: a) O recrutamento interno resulta em menores custos diretos para a organização. b) O recrutamento externo é indicado para enriquecer mais intensa e rapidamente o capital intelectual da empresa. c) Uma das finalidades do recrutamento é atrair pessoas motivadas e capacitadas para o exercício da função. d) Há dois tipos de recrutamento: externo e interno. e) O diagnóstico das necessidades da empresa em relação aos recursos humanos é uma das etapas do recrutamento. 23. Sobre recrutamento e seleção, analise as afirmativas abaixo: I - Há dois aspectos essenciais em uma seleção no contexto organizacional: contratar candidatos qualificados e avaliar as suas capacidades. II - Há diversas técnicas de seleção, entre elas as provas de conhecimento e testes psicológicos. III - O recrutamento visa identificar candidatos potencialmente capacitados para preencher os cargos disponíveis em uma determinada empresa. IV - O recrutamento interno demonstra a valorização do pessoal que já compõe o quadro de funcionários da empresa. a) Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas. b) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas. c) Apenas as afirmativas I e III estão corretas. d) Apenas as afirmativas II e III estão corretas. e) Todas as afirmativas estão corretas.

7 24. Assinale a alternativa correta com relação à avaliação de desempenho: 7 a) A avaliação de desempenho é o processo que mede o desempenho do funcionário, ou seja, mede o grau em que o funcionário alcança os requisitos do seu trabalho. b) A avaliação de desempenho não consegue identificar os colaboradores que necessitam de aperfeiçoamento. c) Um dos objetivos da avaliação de desempenho é desestimular o desenvolvimento e o comprometimento do funcionário. d) A avaliação de desempenho é o processo pelo qual a administração se assegura que dispõe de quantidade e tipo de pessoal correto, no local correto e no momento correto capazes de concluir com eficiência e eficácia as tarefas que a administração necessita. e) A avaliação de desempenho jamais deve ser feita pelo próprio funcionário na forma de autoavaliação. 25. No processo de avaliação de desempenho pelo método de avaliação 360 graus, quem pode fazer a avaliação do funcionário? a) Apenas seu chefe imediato. b) O próprio trabalhador (autoavaliação), seu chefe imediato, colegas de trabalho, clientes e fornecedores da empresa. c) Apenas colegas de trabalho e chefe imediato. d) O próprio trabalhador (autoavaliação), seus colegas de trabalho e clientes da empresa. e) Apenas colegas de trabalho do avaliado. 26. Referente ao treinamento e desenvolvimento, analise as afirmativas abaixo e assinale (V) para verdadeiro e (F) para falso: ( ) Desenvolvimento é qualquer atividade que contribua para tornar uma pessoa apta a exercer sua função ou atividade, aumentar sua capacidade para suas funções atuais ou prepará-las para novas funções. ( ) Treinamento é ensinar habilidades mais amplas necessárias às funções atuais e futuras. ( ) As atividades de treinamento e desenvolvimento tem obtido melhores resultados no treinamento operacional por responderem as necessidades fundamentais das empresas, são voltados para capacitar ou reciclar profissionais para exercerem funções essenciais que compõem as operações de serviço e produção. ( ) A aquisição de novos equipamentos e tecnologias e produtividade baixa são indicadores de necessidade de treinamento. ( ) Desenvolver pessoas diz respeito às diretrizes de recrutamento e seleção de recursos humanos incluindo critérios de diagnóstico e programação de preparação e reciclagem de pessoal. a) V, F, F, V, V. b) V, V, V, V, F. c) F, V, V, V, V. d) F, F, V, V, F. e) F, F, V, V, V. 27. O treinamento deve começar com o, onde poderá ser evidenciado quem deve ser treinado e o que deve ser aprendido.

8 8 Assinale a alternativa que completa corretamente o espaço em branco acima: a) Planejamento do programa. b) Diagnóstico das necessidades. c) Planejamento e execução do treinamento. d) Avaliação de resultados. e) Análise das operações da tarefa. 28. Sobre a ferramenta 5W2H, assinale a alternativa correta: a) É uma ferramenta aplicada no planejamento e programação do treinamento. b) É uma ferramenta utilizada na avaliação dos resultados do treinamento. c) É uma ferramenta aplicada na análise de recursos humanos. d) É uma ferramenta aplicada na administração de cargos e salários. e) Nenhuma das alternativas está correta. 29. Com relação à Administração de cargos e salários, relacione a segunda coluna de acordo com a primeira: 1 - Administração de cargos e salários 2 - Cargo 3 - Salário 4 - Remuneração 5 - Escalonamento ( ) Conjunto de atribuições de natureza e requisitos semelhantes que tem responsabilidades específicas a serem praticadas pelo ocupante. ( ) Método em que os cargos chaves são hierarquizados de acordo com os seguintes requisitos: dificuldade, responsabilidade e/ou requisitos. ( ) Contraprestação recebida em dinheiro em favor do trabalho desenvolvido. ( ) Instrumento que permite a Administração de pessoas na contratação, movimentações horizontais e verticais e retenção de talentos. ( ) É o processo que envolve todas as formas de pagamento ou de recompensas dadas ao funcionário decorrentes do seu emprego. Assinale a sequência correta: a) 1, 2, 3, 4, 5. b) 2, 1, 3, 5, 4. c) 3, 2, 5, 4, 1 d) 2, 5, 4, 3, 1. e) 2, 5, 3, 1, Assinale a alternativa incorreta referente às vantagens e desvantagens da remuneração fixa: a) Padroniza os salários na empresa. b) Não incentiva o espírito empreender dos funcionários. c) Não afeta diretamente os custos fixos da organização.

9 d) Não apresenta a motivação intrínseca. e) Funciona como elemento de conservação da rotina Conjunto de diferentes formas de recompensa oferecidas aos empregados, complementando a remuneração fixa e atrelando fatores como altitudes, desempenho e outros com o valor percebido. O conceito acima refere-se a: a) Previdência complementar. b) Remuneração fixa. c) Remuneração variável. d) Descontos voluntários. e) Salário. 32. Referente ao planejamento de carreira, assinale a alternativa correta: a) O sistema de gestão de carreira permite que a empresa lide com a gestão de carreira de milhares de empregados. b) As pessoas normalmente planejam sua vida profissional com base nas preferência da empresa em que trabalham. c) A gestão de carreira é de responsabilidade exclusiva da empresa. d) O planejamento de carreira não traz benefícios aos empregados. e) Pessoas que não possuem um consciente projeto profissional correm maiores riscos de ter desconforto profissional, visão limitada de alternativas de desenvolvimento profissional e de cair em armadilhas profissionais. 33. A descrição de cargos, serve, dentre outras funções, para: a) Definir a hierarquia da empresa, e quem deve obedecer quem. b) Definir as competências necessárias para o desempenho satisfatório das responsabilidades do ocupante do cargo. c) Recrutar pessoas, mesmo que com perfil diverso do pretendido para o cargo. d) Controlar a entrada e saída de pessoas da empresa. e) Definir a remuneração percebida pelos funcionários da empresa. 34. É o conjunto de documentos produzidos e recebidos por órgãos públicos, entidades privadas ou pessoa física, que foram preservados para a consecução de seus objetivos e devido à utilidade que podem oferecer no futuro. Também pode ser definido como a entidade ou órgão administrativo responsável pela custódia, processamento técnico, conservação e acesso aos documentos sob sua jurisdição. A afirmativa acima refere-se a: a) Descrição de cargos. b) Correspondência oficial. c) Redação Oficial. d) Protocolo. e) Arquivo.

10 35. Sobre redação oficial analise as afirmativas abaixo: 10 I - A redação oficial deve caracterizar-se pela impessoalidade, uso do padrão culto de linguagem, clareza, concisão, formalidade e uniformidade. II - A comunicações oficial deve sempre permitir uma única interpretação e ser estritamente impessoal e uniforme. III - Os textos oficiais, por seu caráter impessoal e sua finalidade de informar com o máximo de clareza e concisão requerem o uso do padrão culto da língua. IV - As comunicações que partem dos órgãos públicos federais não necessitam ser compreendidas por todo e qualquer cidadão brasileiro. a) Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas. b) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas. c) Apenas as afirmativas I e III estão corretas. d) Apenas as afirmativas II e III estão corretas. e) Todas as afirmativas estão corretas. 36. De acordo com a Lei 8.429/1992, Lei de Improbidade Administrativa, constitui ato de improbidade administrativa importando em enriquecimento ilícito, exceto: a) Adquirir, para si ou para outrem, no exercício de mandato, cargo, emprego ou função pública, bens de qualquer natureza cujo valor seja desproporcional à evolução do patrimônio ou à renda do agente público. b) Frustrar a licitude de processo licitatório ou dispensá-lo indevidamente. c) Aceitar emprego, comissão ou exercer atividade de consultoria ou assessoramento para pessoa física ou jurídica que tenha interesse suscetível de ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das atribuições do agente público, durante a atividade. d) Receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indiretamente, para omitir ato de ofício, providência ou declaração a que esteja obrigado. e) Receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indireta, para tolerar a exploração ou a prática de jogos de azar, de lenocínio, de narcotráfico, de contrabando, de usura ou de qualquer outra atividade ilícita, ou aceitar promessa de tal vantagem. 37. De acordo com a Lei 8.429/1992, Lei de Improbidade Administrativa, constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública, exceto: a) Qualquer ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições. b) Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício. c) Negar publicidade aos atos oficiais. d) Deixar de prestar contas quando esteja obrigado a fazê-lo. e) Permitir, facilitar ou concorrer para que terceiro se enriqueça ilicitamente. 38. A Lei nº 8.666/93 institui normas para licitações e contratos da Administração Pública. De acordo com esta Lei, assinale a alternativa incorreta: a) É dispensável a licitação quando houver inviabilidade de competição.

11 11 b) A administração poderá contratar diretamente com instituição brasileira incumbida regimental ou estatutariamente da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento institucional, desde que a contratada detenha inquestionável reputação ético-profissional e não tenha fins lucrativos. c) É inexigível a licitação para contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de empresário exclusivo, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública. d) Os membros das Comissões de licitação responderão solidariamente por todos os atos praticados pela Comissão, salvo se posição individual divergente estiver devidamente fundamentada e registrada em ata lavrada na reunião em que tiver sido tomada a decisão. e) É nulo e de nenhum efeito o contrato verbal com a Administração, salvo o de pequenas compras de pronto pagamento, assim entendidas aquelas de valor não superior a R$ 4.000,00 (quatro mil reais) o que equivale a 5% (cinco por cento) do limite estabelecido no art. 23, inciso II, alínea "a" desta Lei, feitas em regime de adiantamento. 39. De acordo com o Regimento Interno da Câmara de Vereadores de São Miguel do Oeste, assinale a alternativa incorreta: a)o Plenário é o órgão deliberativo da Câmara, constituindo-se do conjunto dos Vereadores em exercício, em local, forma e quorum legais para deliberar. b) Quorum é o número determinado na Lei Orgânica Municipal ou no Regimento Interno para a realização das sessões e para as deliberações. c)as comissões são órgãos técnicos compostos de 3 (três) Vereadores. d) As comissões têm como finalidade examinar matéria em tramitação na Câmara e emitir parecer sobre a mesma, ou de proceder estudos sobre assuntos de natureza essencial ou ainda, de investigar fatos determinados de interesse da administração. e) O Presidente da Mesa não poderá participar em mais de duas Comissões. 40. De acordo com o art. 41 da Constituição Federal do Brasil, assinale a alternativa incorreta: a) São estáveis após dois anos de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público. b) Invalidada por sentença judicial a demissão do servidor estável, será ele reintegrado, e o eventual ocupante da vaga, se estável, reconduzido ao cargo de origem, sem direito à indenização, aproveitado em outro cargo ou posto em disponibilidade com remuneração proporcional ao tempo de serviço. c) Extinto o cargo ou declarada a sua desnecessidade, o servidor estável ficará em disponibilidade, com remuneração proporcional ao tempo de serviço, até seu adequado aproveitamento em outro cargo. d) Como condição para a aquisição da estabilidade, é obrigatória a avaliação especial de desempenho por comissão instituída para essa finalidade. e) O servidor público estável só perderá o cargo em virtude de sentença judicial transitada em julgado, mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa, ou mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei complementar, assegurada ampla defesa.

AGENTE DE INFORMÁTICA - PROVA TIPO 4 CONHECIMENTOS GERAIS

AGENTE DE INFORMÁTICA - PROVA TIPO 4 CONHECIMENTOS GERAIS AGENTE DE INFORMÁTICA - PROVA TIPO 4 1 CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUÊS 01. Assinale a alternativa incorreta quanto ao emprego da pontuação: a) O Japão, mais do que qualquer outro país daquele lado do mundo,

Leia mais

AGENTE DE INFORMÁTICA - PROVA TIPO 3 CONHECIMENTOS GERAIS

AGENTE DE INFORMÁTICA - PROVA TIPO 3 CONHECIMENTOS GERAIS AGENTE DE INFORMÁTICA - PROVA TIPO 3 1 CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUÊS 01. Assinale a alternativa incorreta quanto ao emprego da pontuação: a) O Japão, mais do que qualquer outro país daquele lado do mundo,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Page 1 of 7 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992. Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento

Leia mais

L I M P ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA 2010

L I M P ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA 2010 Exercícios de revisão lei 8.429/92 Lei da Improbidade 01) Sobre a Lei de Improbidade Administrativa assinale a alternativa incorreta: a) Os atos de improbidade administrativa são: os que importam em enriquecimento

Leia mais

PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES. Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP. Professor no Curso FMB - SP

PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES. Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP. Professor no Curso FMB - SP PROFESSOR FÁBIO BELLOTE GOMES Graduado, Mestre e Doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo USP Professor no Curso FMB - SP Autor do Manual Elementos de Direito Administrativo Editora

Leia mais

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02

AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 AULA 02 ROTEIRO CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 5º; 37-41; 205 214; 227 229 LEI 8.069 DE 13/07/1990 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E C A PARTE 02 CAPÍTULO VII DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

1 Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães ESTADO DA BAHIA

1 Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães ESTADO DA BAHIA A 1 CNPJ 04.214.41910001-05 DECRETO N 3.091, DE 05 DE JANEIRO DE 2014. "Dispõe sobre a estrutura organizacional da Procuradoria Geral do Município ". O PREFEITO MUNICIPAL DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES,, no

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO

INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO 1 INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO CAPITULO I - DA DENOMINAÇÃO, DOS FINS, DA SEDE E DO PRAZO Art. 2º Para a consecução dos seus

Leia mais

PALÁCIO LEGISLATIVO JOÃO PAULO II CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2012 EDITAL DE ABERTURA N.º 01/2012, DE 21 DE JUNHO DE 2012. ANEXO 03 INFORMAÇÕES DOS CARGOS

PALÁCIO LEGISLATIVO JOÃO PAULO II CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2012 EDITAL DE ABERTURA N.º 01/2012, DE 21 DE JUNHO DE 2012. ANEXO 03 INFORMAÇÕES DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE ANANINDEUA 1 / 6 PALÁCIO LEGISLATIVO JOÃO PAULO II, DE 21 DE JUNHO DE 2012. 1. CARGO DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargo 01 Atendente Administrativo-Legislativo Atividade de atendimento

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013. Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013. Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2013 NOME: Cargos: Agente Administrativo do CRAS e Auxiliar Administrativo do CREAS INSTRUÇÕES 1.1. A prova é individual 1.2. Leia cuidadosamente cada questão, escolha

Leia mais

LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006.

LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006. LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Dispõe sobre a Estrutura Administrativa e institui organograma da Câmara Municipal de Uruguaiana e dá outras providências. Faço saber,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 574/2004. 14-04-2004. JOSÉ ALVORI DA SILVA KUHN PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI MUNICIPAL Nº 574/2004. 14-04-2004. JOSÉ ALVORI DA SILVA KUHN PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do Sul. LEI MUNICIPAL Nº 574/2004. 14-04-2004 CRIA O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO DE MORMAÇO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. JOSÉ ALVORI DA SILVA KUHN PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do Sul. FAÇO

Leia mais

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013.

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. REESTRUTURA O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO, O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FAZENDA VILANOVA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PEDRO ANTONIO DORNELLES, PREFEITO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO AUDITORIA INTERNA DA UNIFEI. CAPÍTULO I Disposições Preliminares

REGIMENTO INTERNO AUDITORIA INTERNA DA UNIFEI. CAPÍTULO I Disposições Preliminares REGIMENTO INTERNO DA UNIFEI CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º. A Auditoria Interna da Universidade Federal de Itajubá é um órgão técnico de assessoramento da gestão, vinculada ao Conselho de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NEPOMUCENO

PREFEITURA MUNICIPAL DE NEPOMUCENO LEI N 495, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE ESPORTES E DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O Povo do Município de Nepomuceno, Minas Gerais,

Leia mais

º 000107-AL LEI COMPLEMENTAER Nº. 0042, DE 15 DE AGOSTO DE

º 000107-AL LEI COMPLEMENTAER Nº. 0042, DE 15 DE AGOSTO DE Referente ao Projeto de Lei Complementar n. º 000107-AL LEI COMPLEMENTAER Nº. 0042, DE 15 DE AGOSTO DE 2007. Publicada no Diário Oficial do Estado nº 4073, de 20.08.07 Autor: Deputado Jorge Amanajás Autoriza

Leia mais

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN

CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN CARTILHA: DIREITOS E VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS UNIDADE ADMINISTRATIVO FINANCEIRA - UNAFIN 1. Que vantagens além do vencimento podem ser pagas ao servidor? a) indenizações, que não se incorporam

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Sete Lagoas 2012 REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SUMÁRIO TÍTULO PÁGINA

Leia mais

, Prefeito Municipal de. FAÇO saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

, Prefeito Municipal de. FAÇO saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº Dispõe sobre o Sistema de Controle Interno, cria a Controladoria Municipal e dá outras providências., Prefeito Municipal de FAÇO saber a todos os habitantes deste Município

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA I -FINALIDADE. Este Regulamento tem por finalidade apresentar os princípios básicos de pessoal que devem

Leia mais

I - Técnico de Apoio Fazendário e Financeiro, integrando a categoria funcional de Profissional de Apoio Operacional;

I - Técnico de Apoio Fazendário e Financeiro, integrando a categoria funcional de Profissional de Apoio Operacional; (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL DECRETO Nº 10.609,

Leia mais

Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas

Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas As pessoas devem ser tratadas como parceiros da organização. ( Como é isso?) Reconhecer o mais importante aporte para as organizações: A INTELIGÊNCIA. Pessoas:

Leia mais

Questão 01. Marque a alternativa em que todas as palavras estão grafadas com erro:

Questão 01. Marque a alternativa em que todas as palavras estão grafadas com erro: PROVA OBJETIVA PORTUGUÊS Questão 01. Marque a alternativa em que todas as palavras estão grafadas com erro: A) extinção analisar meritíssimo expediente; B) estinssão analizar meritíssimo expediente; C)

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do sinal indicativo de crase Sintaxe da oração e

Leia mais

C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010

C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010 C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010 COMISSÃO ADMINISTRATIVA PARA A COORDENAÇÃO DOS SISTEMAS DE SEGURANÇA SOCIAL Estatutos da Comissão Administrativa para a Coordenação dos Sistemas de Segurança

Leia mais

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Altera o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho Superior de Administração das Faculdades

Leia mais

Processo Legislativo

Processo Legislativo Processo Legislativo Os Projetos de Lei Ordinária e de Lei Complementar são proposições que visam regular toda a matéria legislativa de competência da Câmara e devem ser submetidos à sanção do prefeito

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 Aprova o Regimento Interno da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Cargos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.421, DE 05 DE ABRIL DE 2010. (publicada no DOE nº 062, de 05 de abril de 2010 2ª edição) Institui a Carreira

Leia mais

Leis Federais. LEI N o 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES e dá outras providências

Leis Federais. LEI N o 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES e dá outras providências LEI N o 10.861, DE 14 DE ABRIL DE 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES e dá outras providências O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta

Leia mais

PORTARIA Nº 43, DE 28 DE ABRIL DE 2010.

PORTARIA Nº 43, DE 28 DE ABRIL DE 2010. PORTARIA Nº 43, DE 28 DE ABRIL DE 2010. Publica o Regimento Interno do Colegiado Setorial de Música do Conselho Nacional de Política Cultural. O MINISTRO DE ESTADO DA CULTURA, no uso das atribuições que

Leia mais

Capítulo 12 PROVIMENTO ART. 8º

Capítulo 12 PROVIMENTO ART. 8º PROVIMENTO ART. 8º Capítulo 12 PROVIMENTO ART. 8º Significa o preenchimento de um cargo público, consubstanciado mediante ato administrativo de caráter funcional, pois o ato é que materializa ou formaliza

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇÃO DE MAGISTRADOS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇÃO DE MAGISTRADOS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DE CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇÃO DE MAGISTRADOS CHEFE DA SEÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO E CAPACITAÇAÕ DE MAGISTRADOS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Escola Judicial

Leia mais

REGIMENTO INTERNO Aprovado dia 02 de julho de 1982

REGIMENTO INTERNO Aprovado dia 02 de julho de 1982 REGIMENTO INTERNO Aprovado dia 02 de julho de 1982 Artigo 1º. - A FUNDAÇÃO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA - FUNEP, além das disposições constantes de seu Estatuto

Leia mais

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. N 01/03 ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Decisões Nº 04/96, 24/00, 1/02, 16/02 e 30/02 do Conselho

Leia mais

D.O.U, de 26 de maio de 2011, Seção 1, pag. 35 COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA. DELIBERAÇÃO No- 1, DE 5 DE MAIO DE 2011

D.O.U, de 26 de maio de 2011, Seção 1, pag. 35 COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA. DELIBERAÇÃO No- 1, DE 5 DE MAIO DE 2011 D.O.U, de 26 de maio de 2011, Seção 1, pag. 35 COMITÊ NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA DELIBERAÇÃO No- 1, DE 5 DE MAIO DE 2011 Institui o Regimento Interno do Comitê Nacional de Educação Financeira. O COMITÊ

Leia mais

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 490, DE 24 DE JANEIRO DE 2008 REGULAMENTO DE CONSELHO DE USUÁRIOS DO STFC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento estabelece as regras básicas para implantação,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO CONSELHO, ATRIBUIÇÕES E SUA COMPOSIÇÃO Art. 1.º- O Conselho Municipal de Educação de Carlos Barbosa, criado pela Lei Municipal nº1.176 de

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Conselho Superior

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Conselho Superior RESOLUÇÃO Nº 046 CONSUPER/2014 Regulamento para participação em atividades esporádicas para professores submetidos ao Regime de Dedicação Exclusiva. O Presidente do do IFC, Professor Francisco José Montório

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETO Nº.1478-R de 14 de Abril de 2005 Regulamenta a Lei Complementar nº290, de 23 de junho de 2004, publicada no Diário Oficial do Estado em 25 de junho de 2004, que dispõe sobre a criação da Fundação

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Er REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art 1º O Fórum da Agenda 21 Local Regional de Rio Bonito formulará propostas de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável local, através

Leia mais

DECRETO N 35178 DE 2 DE MARÇO DE 2012

DECRETO N 35178 DE 2 DE MARÇO DE 2012 DECRETO N 35178 DE 2 DE MARÇO DE 2012 Institui o Comitê de Gestão de Gente, o Grupo de Líderes Cariocas da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, o Curso para Gestores, a Certificação Profissional em

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO III DA ORGANIZAÇÃO DO ESTADO CAPÍTULO II DA UNIÃO Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS. Capítulo I Da denominação e sede

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS. Capítulo I Da denominação e sede REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS Capítulo I Da denominação e sede Art. 1º A Associação dos Amigos do Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas,

Leia mais

DECRETO Nº 1.745, DE 12 DE AGOSTO DE 2009.

DECRETO Nº 1.745, DE 12 DE AGOSTO DE 2009. DECRETO Nº 1.745, DE 12 DE AGOSTO DE 2009. Dispõe sobre os critérios de avaliação de desempenho do servidor público municipal efetivo e estável, para fins das promoções horizontais e verticais, bem como

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE. Município de Soure

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE. Município de Soure REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE Município de Soure 2014 1 Nota justificativa É hoje inquestionável a transversalidade das políticas públicas dirigidas à juventude. São inegáveis as vantagens

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho GESTÃO DE PESSOAS IT. 45 07 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para solicitações referentes aos subsistemas de no que se refere aos processos de: Agregar pessoas recrutamento e seleção; Integrar

Leia mais

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES PORTARIA INSTITUCIONAL Nº 08 A Direção Geral da Faculdades SPEI, no uso das suas atribuições, ouvido o Conselho Superior e aprovado pela Mantenedora, conforme Regimento Interno, RESOLVE: Estabelecer o

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo PORTARIA Nº 3.564/2008 Institui o Normativo de Pessoal PROCESSO SELETIVO PÚBLICO que disciplina os procedimentos para a contratação de empregados para o CRECI/SP. O Presidente do da 2a. Região, no exercício

Leia mais

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL COD: NOR 312 APROVAÇÃO: Resolução DIREX Nº 009/2012 de 30/01/2012 NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO 1/17 ÍNDICE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAURENTINO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAURENTINO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE LAURENTINO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE APRESENTADO PARA SER DISCUTIDO E APROVADO na reunião do Conselho CAPÍTULO

Leia mais

Publicidade Legal x Publicidade Institucional

Publicidade Legal x Publicidade Institucional Aperfeiçoamento em Licitações Públicas e Contratos Administrativos Módulo 6: Contratação de serviços de publicidade Edinando Brustolin Graduado e mestre em Direito pela UFSC. Assessor jurídico da Federação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA REGIMENTO INTERNO DA FACULDADE DE MATEMÁTICA, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES, UFPA.

Leia mais

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Dispõe sobre o Plano Nacional de Capacitação Judicial de magistrados e servidores do Poder Judiciário (Publicada no DJ-e nº

Leia mais

PONTO 1: Formas de Provimento PONTO 2: Formas de Vacância 1. FORMAS DE PROVIMENTO DE CARGO: READAPTAÇÃO: Art. 24 da Lei 8.112/90.

PONTO 1: Formas de Provimento PONTO 2: Formas de Vacância 1. FORMAS DE PROVIMENTO DE CARGO: READAPTAÇÃO: Art. 24 da Lei 8.112/90. 1 DIREITO ADMINISTRATIVO PONTO 1: Formas de Provimento PONTO 2: Formas de Vacância 1. FORMAS DE PROVIMENTO DE CARGO: READAPTAÇÃO: Art. 24 da Lei 8.112/90. Readaptação envolve a troca de cargo, sem concurso

Leia mais

Brasileira (UNILAB).

Brasileira (UNILAB). RESOLUÇÃO N 029/2013, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Aprova o Regimento da Unidade de Auditoria Interna da Brasileira (UNILAB). Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro- O VICE-REITOR, PRO

Leia mais

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública.

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública. PROVA DE LEGISLAÇÃO 1 São admitidas como garantias contratuais para as contratações de obras, serviços e compras efetuados pela Administração Pública: I Hipoteca de imóveis. II Seguro-garantia. III Fiança

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ GABINETE DA PREFEITA

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ GABINETE DA PREFEITA PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ GABINETE DA PREFEITA LEI Nº 2.255/2007 Dá nova redação a Lei nº 1.453/200 que cria o Conselho de Alimentação Escolar e dá outras providências. A PREFEITA MUNICIPAL DE MOSSORÓ,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1191/2015, de 28-04-2015.

LEI MUNICIPAL Nº 1191/2015, de 28-04-2015. LEI MUNICIPAL Nº 1191/2015, de 28-04-2015. DISPÕE SOBRE O SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DO MUNICÍPIO DE MORMAÇO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LUÍS CARLOS MACHADO PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 470/93 - Plenário - Ata 53/93 Processo nº TC 014.861/93-3 Entidade: Ministério da Justiça Relator: Ministra Élvia L. Castello Branco Redator da Decisão

Leia mais

PORTARIA Nº 45, DE 28 DE ABRIL DE 2010.

PORTARIA Nº 45, DE 28 DE ABRIL DE 2010. PORTARIA Nº 45, DE 28 DE ABRIL DE 2010. Publica o Regimento Interno do Colegiado Setorial de Literatura, Livro e Leitura do Conselho Nacional de Política Cultural. O MINISTRO DE ESTADO DA CULTURA, no uso

Leia mais

Câmara Municipal de Carnaubal

Câmara Municipal de Carnaubal Câmara Municipal de Carnaubal ATA DA 2º ( SEGUNDDA) SESSÃO ORDINÁRIA DO 1º PRIMEIRO PERÍODO LEGISLATIVO ANO 2015 Ata da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Carnaubal CE; realizada no dia 24 ( VINTE

Leia mais

Capítulo I Da Assembléia Geral

Capítulo I Da Assembléia Geral 1 Regimento Interno do Núcleo de Gestão do Porto Digital Título I Do Regimento Interno Art. 1º O presente Regimento Interno tem como objetivo estabelecer as normas que regerão internamente o Núcleo de

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO I V S E M I N Á R I O D E E X E C U Ç Ã O F I N A N C E I R A D E P R O J E T O S F I N A N C I A D O S C O M R E C U R S O S E X T E R N O S MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE

Leia mais

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Introdução 5 INTRODUÇÃO A seguir, são descritos os comportamentos e princípios gerais de atuação esperados dos Colaboradores da Endesa

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS ANALISTA DO SEGURO SOCIAL CONHECIMENTOS BÁSICOS VOLUME I ÍNDICE Língua Portuguesa 1 Compreensão e interpretação de textos.... 1 2 Tipologia textual.... 10 3 Ortografia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 006 /2007

ATO NORMATIVO Nº 006 /2007 ATO NORMATIVO Nº 006 /2007 Dispõe sobre os cargos em comissão do Ministério Público do Estado da Bahia, e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001/2014

RESOLUÇÃO Nº 001/2014 RESOLUÇÃO Nº 001/2014 Forma a Comissão de Avaliação de Estágio Probatório e de Desempenho de Servidores da Câmara Municipal de Itiquira-MT e dá outras providências. A MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROVIMENTO DE VAGAS JUNTO A IMOBILIÁRIA FORTALEZA COMUNICADO DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO N 05/2013.

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROVIMENTO DE VAGAS JUNTO A IMOBILIÁRIA FORTALEZA COMUNICADO DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO N 05/2013. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROVIMENTO DE VAGAS JUNTO A IMOBILIÁRIA FORTALEZA COMUNICADO DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO N 05/23. A Imobiliária Fortaleza torna pública a realização de Processo Seletivo

Leia mais

DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 2001/2006 DISPÕE SOBRE A AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IRANI CHIES, Prefeito Municipal de Carlos Barbosa, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC

Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC 1 Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC Capítulo I Da Natureza, Finalidade e Composição Art. 1 - O Conselho Fiscal é o

Leia mais

CURSO DE PORTUGUÊS AVANÇADO COM ÊNFASE EM LINGUAGEM JURÍDICA

CURSO DE PORTUGUÊS AVANÇADO COM ÊNFASE EM LINGUAGEM JURÍDICA CURSO DE PORTUGUÊS AVANÇADO COM ÊNFASE EM LINGUAGEM JURÍDICA 1 JUSTIFICATIVA O Curso de Português Avançado com Ênfase em Linguagem Jurídica, na modalidade a distância, tem por finalidade atender a necessidade

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I Natureza, Finalidade, Sede e Foro Art. 1º - A Comissão Nacional de Residência em Enfermagem - CONARENF, criada pela Portaria

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL L E I Nº 7.071/2015 Dispõe sobre a estrutura administrativa da Câmara Municipal de Jaraguá do Sul e dá outras providências. O PREFEITO DE JARAGUÁ DO SUL, no uso das atribuições que lhe são conferidas,

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

Art. 5º O Plano de Capacitação dos Servidores compreende as seguintes ações:

Art. 5º O Plano de Capacitação dos Servidores compreende as seguintes ações: PORTARIA Nº 2143, DE 12 DE JUNHO DE 2003. Institui o Plano de Capacitação de Servidores e regulamenta a participação de servidores em eventos de capacitação no âmbito do TRT da 4ª Região. A PRESIDENTE

Leia mais

Minuta de Lei para criação do Sistema Municipal do Meio Ambiente

Minuta de Lei para criação do Sistema Municipal do Meio Ambiente Minuta de Lei para criação do Sistema Municipal do Meio Ambiente Faço saber que a Câmara Municipal de, Estado de Goiás, decreta e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: Art. 1.º - Esta lei, com

Leia mais

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os aspectos, os seus direitos e as suas obrigações. O original

Leia mais

Prefeitura Municipal de Brejetuba

Prefeitura Municipal de Brejetuba INSTRUÇÃO NORMATIVA SPO Nº. 001/2014 DISPÕE SOBRE ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DO PPA NO MUNICÍPIO DE BREJETUBA-ES. VERSÃO: 01 DATA DE APROVAÇÃO: 06/05/2014 ATO DE APROVAÇÃO: Decreto Municipal

Leia mais

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DO HOSPITAL IPO REGIMENTO INTERNO

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DO HOSPITAL IPO REGIMENTO INTERNO 1 COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM SERES HUMANOS DO HOSPITAL IPO. Autorização /Registro nº 061/2011/CONEP/CNS/GB/MS de 30/11/2011 Autorização / Renovação de Registro n 197/2014/ CONEP/CNS/GB/MS de 26/11/2014

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 05/2013

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 05/2013 RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 05/2013 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, pelo Promotor de Justiça que esta subscreve, no exercício das atribuições conferidas pelo inc. II do art. 129 da Constituição

Leia mais

Instrução Normativa xx de... 2014.

Instrução Normativa xx de... 2014. REGULAMENTO PARA AFASTAMENTO DE SERVIDORES DOCENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PARA CAPACITAÇÃO EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E PÓS-DOUTORADO

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Assistente em Administração Quanto à revogação ou invalidação dos atos administrativos, é correto afirmar que: A. o ato nulo gera direitos ou obrigações às partes,

Leia mais

ESTATUTO DA EMPRESA JÚNIOR DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PRAIA GRANDE

ESTATUTO DA EMPRESA JÚNIOR DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PRAIA GRANDE ESTATUTO DA EMPRESA JÚNIOR DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PRAIA GRANDE FATEC JÚNIOR PRAIA GRANDE CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO. Artigo 1º - A Empresa Júnior dos alunos da Faculdade

Leia mais

CAPÍTULO III DA REESTRUTURAÇÃO

CAPÍTULO III DA REESTRUTURAÇÃO LEI N 3934 DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO E REORGANIZAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICIPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CORPO CLÍNICO

REGIMENTO INTERNO DO CORPO CLÍNICO REGIMENTO INTERNO DO CORPO CLÍNICO APRESENTAÇÃO A Casa de Saúde São José foi fundada em 1923 e tem como missão Servir à Vida, promovendo Saúde. É uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, católica,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO.

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. Estado do Rio Grande do Norte Município de Mossoró CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. REGIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Art. 1º - O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Graduação em Odontologia, instituído pela Portaria IMMES nº 010, de 15 de

Leia mais

Questões Fundamentadas do Regimento Interno do TRT 5ª Região Art. 1º ao 72. Concurso 2013

Questões Fundamentadas do Regimento Interno do TRT 5ª Região Art. 1º ao 72. Concurso 2013 Para adquirir a apostila 160 Questões Fundamentadas Do Regimento Interno do TRT Bahia 5ª Região - Art. 1º ao 72 acesse o site www.odiferencialconcursos.com.br S U M Á R I O Apresentação...3 Questões...4

Leia mais

LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014.

LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014. LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014. Dispõe sobre adequação da Lei nº 1.253, de 12 de abril de 1996 que instituiu o Conselho de Alimentação Escolar do Município de Ananindeua, e dá outras providências.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Mensagem nº 3, de 2013. Canoas, 25 de janeiro de 2013. A Sua Excelência o Senhor Vereador Juares Carlos Hoy Presidente da Câmara Municipal de Canoas Canoas RS Senhor Presidente, Na forma da legislação

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011

LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011 LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011 ALTERA O ESTATUTO E PLANO DE CARREIRA E DE REMUNERAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO PÚBLICO DO MUNICIPIO DE FORTUNA DE MINAS, INSTITUÍDO PELA LEI COMPLEMENTAR N.º 27/2004. A Câmara Municipal

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N. 1.022, DE 21 DE JANEIRO DE 1992 "Institui o Sistema Estadual de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e o Conselho Estadual de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e dá outras providências." O GOVERNADOR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS LEI Nº 1059, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2009. Dispõe sobre a Organização do Sistema Municipal de Ensino do Município de Pinhais e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE PINHAIS,, aprovou e eu, PREFEITO

Leia mais

LEI Nº 8.966 DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003

LEI Nº 8.966 DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003 Publicada D.O.E. Em 23.12.2003 LEI Nº 8.966 DE 22 DE DEZEMBRO DE 2003 Reestrutura o Plano de Carreira do Ministério Público do Estado da Bahia, instituído pela Lei nº 5.979, de 23 de setembro de 1990,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA FEPISA

REGIMENTO INTERNO DA FEPISA REGIMENTO INTERNO DA FEPISA Artigo 1º. - A FUNDAÇÃO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DE ILHA SOLTEIRA - FEPISA, além das disposições constantes de seu Estatuto, fica sujeita às determinações deste Regimento

Leia mais