08h30 ABERTURA SEMINÁRIO. JOSÉ BOTAFOGO GONÇALVES, Embaixador

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "08h30 ABERTURA SEMINÁRIO. JOSÉ BOTAFOGO GONÇALVES, Embaixador"

Transcrição

1 SEMINÁRIO BRASIL e CHINA na ÁFRICA Desafios da Cooperação para o Desenvolvimento Confederação Nacional do Comércio (CNC) SBN Quadra 01, Bloco B - Brasília, DF 09 Junho h30 ABERTURA JOSÉ BOTAFOGO GONÇALVES, Embaixador Foi Embaixador do Brasil na Argentina de 2002 até Em 1998, tomou posse como Ministro de Estado da Indústria, do Comércio e do Turismo do Brasil. No período de 1995 a 1998, foi Subsecretário-geral de Assuntos de Integração Econômicos e de Comércio Exterior e entre 1991 e 1995, foi Cônsul-Geral do Brasil em Milão. Participou de várias negociações de acordos internacionais, incluindo as negociações comerciais multilaterais do GATT, em Genebra, em 1978, assim como a reunião conjunta do FMI e do BIRD em Belgrado, em Bacharel em Ciências Sociais e em Ciências Jurídicas (PUC-RJ), com Curso de Preparação à Carreira Diplomata (IRBr-1959) e Curso de Treinamento em Problemas de Desenvolvimento Econômico (CEPAL-1960). Diplomata aposentado, exerceu no exterior funções em Moscou, Vaticano, Roma, Santiago, Paris, Bonn e Milão. Foi Vice Presidente de Relações Externas do Banco Mundial em Washington ( ). No Brasil, assumiu cargos no MRE de Chefe dos Serviços Gerais de Administração do (1970), da Divisão Política Financeira (1970 A 72) e Chefe da Divisão de Política Comercial (1977). Em 1979, foi Coordenador de Assuntos Internacionais Agrícolas do Ministério da Agricultura e Secretário de Cooperação Econômica e Técnica Internacional da Secretaria de Planejamento da Presidência da República ( ). Foi Subsecretário-Geral de Assuntos de Integração Econômicos e de Comércio Exterior (1995 a 1998) e Ministro de Estado da Indústria, do Comércio e do Turismo (1998), Secretário Executivo da CAMEX (Câmara de Comércio Exterior) da Presidência da República (2000), Embaixador Especial para Assuntos do Mercosul (2001), Embaixador do Brasil em Buenos Aires ( ). Participou nas negociações de vários acordos internacionais, fala fluentemente inglês, francês, italiano e espanhol. Atualmente exerce a Presidência do Centro Brasileiro de Relações Internacionais, integra o Conselho Administrativo da Telemar, bem como é consultor associado do escritório Motta, Fernandes Rocha Advogados.

2 08h50 PALESTRA DE ABERTURA FERNANDO CARDOSO Fernando Jorge Cardoso é especialista em estudos africanos. É doutor em economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa. É professor catedrático da Universidade Fernando Pessoa e Diretor de Estudos do IEEI - Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais, em Lisboa. Desempenha também, em nome do IEEI, as funções de presidente da rede EARN - Europe-Africa Policy Research Network, constituída por cerca de vinte think tanks europeus e africanos e de co-presidente da Comissão Executiva das Conferências bienais do Estoril sobre Global Challenges, Local Answers. Nos últimos vinte e cinco anos tem realizado pesquisas e dirigido diversos projetos de pesquisa sobre temas africanos e internacionais. É autor ou co-autor de diversas publicações, sendo as mais recentes: Integração e Regionalismos na África Austral; Europa-África: Uma Estratégia Comum?; Diplomacia, Cooperação e Negócios: o papel dos actores externos em Angola e Moçambique. Foi durante seis anos vice-reitor da Universidade Moderna em Lisboa e por cinco anos diretor da Faculdade de Economia da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo. Foi ainda por dois anos diretor-geral de uma empresa açucareira em Moçambique. Nos últimos quinze anos realizou diversas consultorias internacionais sobre a cooperação no âmbito do PNUD e da Cooperação Portuguesa, em Angola, Moçambique e Cabo Verde. 09h20-10h50 PAINEL 1 PIRAGIBE TARRAGÔ, Embaixador Subsecretário Geral para África e Meio Oriente no Ministério das Relações Exteriores. Atuou principalmente em assuntos econômicos e multilaterais em suas funções no Ministério das Relações Exteriores. Recentemente foi nomeado para chefiar a área responsável pelas relações do Brasil com países da África e do Oriente Médio. Sua nomeação para a nova posição veio depois de uma temporada de três anos como Vice- Representante Permanente do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York. Antes disso, ele foi diretor do Departamento de Assuntos Econômicos, período durante o qual foi o principal negociador do Brasil nas negociações de NAMA na Rodada Doha ( ). Entre outras funções em sua carreira, foi o chefe da divisão responsável pelas negociações comerciais multilaterais (OMC) e das relações com a União Européia. Foi o coordenador nacional brasileiro nas negociações sobre o Acordo de Livre Comércio das Américas, em questões como acesso a mercados, propriedade intelectual, contratos públicos, política de concorrência, de resolução de litígios e de comércio eletrônico. Como delegado brasileiro, participou de várias reuniões e negociações sobre assuntos econômicos no âmbito das Nações Unidas, especialmente no ECOSOC, no Segundo Comitê da Assembléia Geral das Nações Unidas e na UNCTAD. Também participou de várias reuniões ministeriais do Grupo dos 77 e na Cooperação Sul-Sul. Foi membro da delegação brasileira na negociação da Rodada do Uruguai do GATT, principalmente sobre a propriedade intelectual, as 2

3 garantias, os investimentos e serviços. Participou em várias reuniões do GATT. Representou o Brasil em muitas reuniões da OMPI. Foi porta-voz do grupo dos países produtores na Organização Internacional do Café em Londres, e o principal negociador para esse grupo de Acordo Internacional do Café de Participou como delegado brasileiro em reuniões ministeriais da Rodada Doha da OMC. Na ONU, participou em muitas reuniões da Assembléia Geral, do ECOSOC e esteve envolvido nas negociações sobre a criação de uma Comissão de Consolidação da Paz, bem como sobre a reforma do Conselho de Segurança. MIGUEL SANTOS NEVES Miguel Santos Neves é Doutor pela London School of Economics and Political Science (LSE) em Relações Internacionais/Direito Internacional, MPhil em Economia do Desenvolvimento pelo Institute of Development Studies da Universidade de Sussex, Inglaterra. É bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa. É Coordenador do Programa Ásia e do Programa Migrações do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais (IEEI) de Lisboa, onde desenvolve pesquisa sobre a evolução da política externa e do sistema de governo da China; as relações UE-China; a reunificação da China e as transições de Macau, Hong Kong e Taiwan; as potências da Ásia e a arquitetura de segurança regional; o fenômeno migratório e as comunidades de negócios asiáticas na Europa. Exerce igualmente funções como Professor Associado nas áreas do Direito Internacional, Relações Internacionais e Economia do Desenvolvimento na Universidade Autónoma de Lisboa e como consultor de empresas. Anteriormente, exerceu funções como Consultor Econômico no Ministério dos Negócios Estrangeiros, Assessor da Assessoria Diplomática do Governador de Macau e perito da Delegação Portuguesa ao Grupo de Ligação Conjunto Luso-Chinês. Integra diversas redes internacionais relacionadas com a Ásia designadamente Young Leaders Symposium da ASEM, o EU-ASEAN+3 Think Tank dialogue tendo sido um dos acadêmicos convidados para realizar em 2006 o 16º Lectures Tours da Asia-Europe Foundation (ASEF). Publicou livros e artigos em revistas internacionais cabendo destacar, entre outros, Europe, China and the two SARs (2000), coeditor, (Macmillan Press) e mais recentemente Japan new foreign and security policy: implications for China-Japan relations (2009); A Comunidade de Negócios Chinesa em Portugal catalizadores da integração da China na Economia Global; e os artigos A China como potência global emergente: vulnerabilidades, tensões e desafios, in Revista Política Externa (2006); The role of Overseas Chinese in making China Global: the case of Portugal (2006); National Experiences in Managing the transitions towards a knowledge Society/Economy - Same Dreams, Different Beds (2007). 3

4 11h10-13h00 PAINEL 2 GILBERTO MOURA, Embaixador Embaixador e Ministro de Primeira Classe. Foi coordenador-geral da Cúpula África- América do Sul e de Assuntos africanos multilaterais. Coordenou o Fórum de Diálogo Índia, Brasil e África do Sul. Atualmente, é diretor do Departamento de Mecanismos Inter- Regionais do Ministério das Relações Exteriores. MÔNICA HIRST Mônica Hirst é Professora de Relações Internacionais da Universidade Torcuato Di Tella (UTDT) e Coordenadora da especialização em Segurança Internacional no mestrado de Estudos Internacionais da UTDT. Mestre em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ), oi diretora executiva da Fundação Centro de Estudos Brasileiros na Argentina ( ). É membro do Comitê de Relações Internacionais da Associação Brasileira de Ciência Política. Foi a principal pesquisadora da FLACSO-Argentina no período , professora visitante nas universidades de Stanford (1992) e Harvard (2000) e ensinou no Foreign Service Institute ( ). Faz parte da coordenação conjunta do Programa de Apoio a Projetos em IUPERJ-IBAS. Ela é autora de vários livros e artigos sobre relações internacionais na América Latina, sobre a política externa do Brasil, integração regional e questões de segurança internacional. Foi consultora independente para a Fundação Ford, a CAF, o PNUD, os Ministérios das Relações Exteriores da Argentina e da Colômbia. Atualmente é coordenadora da Área de a Cooperação Política FLACSO-IDRC para o Fortalecimento Institucional do Haiti. MARCO FARANI, Ministro Ministro Marco Farani é diretor da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) desde outubro de Ingressou no Itamaraty em 1980, após cursar Comunicação na Universidade Federal de Brasília. Já trabalhou nos gabinetes do presidente, vicepresidente e do presidente do Senado. No exterior, trabalhou na missão das Nações Unidas, em Nova Iorque e nas embaixadas de Tókio e Pequim. Na chancelaria, trabalhou, dentre outros, no departamento Cultural. Antes de se tornar o chefe da ABC, o ministro Farani afastou-se por quatro anos do Ministério das Relações Exteriores para atuar no setor privado. Ele jogou tênis semi-profissional na juventude e cultiva uma paixão pelo cinema. Sua dissertação no Instituto Rio Branco (IRB) analisa o papel do cinema brasileiro como instrumento de política externa brasileira. É casado e tem quatro filhos. RÔMULO PAES DE SOUSA Rômulo Paes de Sousa é médico, especialista em medicina social (UFMG) e PhD em epidemiologia ambiental pela London School of Hygiene and Tropical Medicine (University of London), tendo trabalhado no Brasil, Reino Unido e Egito como docente, pesquisador e consultor em epidemiologia, sistemas de informação em saúde e saúde pública. Foi Secretário Executivo Adjunto do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome de dezembro de 2009 a abril de 2010 e, desde então, exerce a função de Secretário 4

5 Executivo. É epidemiologista e especialista em avaliação de políticas públicas. Suas áreas de interesse são: saúde e exclusão social, saúde urbana, saúde ambiental, avaliação do impacto de políticas sociais e sistemas de informação geográficos. Foi Professor Adjunto III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Foi Assessor de Planejamento e Avaliação Estratégica da UNIMED- BH. No período de março de 2004 a maio de 2007, foi Secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. No período de 2001 a 2004, foi consultor do Ministério da Saúde, coordenando o desenvolvimento do Atlas de Saúde do Brasil Foi docente de epidemiologia na Faculdade de Medicina da UFMG e de sistemas de informação do mestrado em Administração Pública da Fundação João Pinheiro. É pesquisador associado do Centro de Estudos Internacionais sobre Governo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem trabalhado como consultor nacional e internacional. Dentre as instituições para as quais realizou trabalhos de consultoria destacam-se: UK Department For International Development (DFID), Egyptian Environmental Affairs Agency e Ministério da Saúde do Brasil. RODRIGO PIRES CAMPOS Formado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB) em 1994, mestrado e doutorado em Cooperação Internacional pela Universidade de Nagóia, Japão. É Professor e Pesquisador do Mestrado em Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação e da Graduação em Relações Internacionais da Universidade Católica de Brasília (UCB). É Pesquisador Visitante da Escola Nacional de Saúde Pública "Sergio Arouca" da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). MELISSA ANDRADE Melissa Andrade é coordenadora da Unidade de Aprendizado Sul-Sul do Centro de Política Internacional para o Crescimento Inclusivo. Ela tem mestrado em Política Social e Planejamento (London School of Economics), especialização em Administração Pública (FGV) e gradução em Ciência Política (UnB). Ela coordena o programa Brazil-África de Cooperação em Proteção Social (um programa de cooperação triangular), tem construído parcerias no contexto no Fórum Acadêmico IBSA e feito análise de políticas no contexto da Cooperação Sul-Sul. Melissa trabalhou como analista de políticas no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), na Embaixada da Coréia no Brasil e fez avaliação de políticas junto ao CEPPAC (UnB). Melissa também trabalhou para várias ONGs no Brasil e exterior, na área de planejamento e captação de recursos. Melissa tem um interesse particular em trazer uma visão ampliada do desenvolvimento para o debate, onde as questões de empowerment, autonomia e auto-domínio são consideradas. 5

6 14h45-16h00 PAINEL 3 GILDA SANTOS NEVES, Conselheira Chefe da Divisão de Nações Unidas do Ministério das Relações Exteriores (MRE). CARLOS ALBERTO DE MORAES CAVALCANTI, Tenente-Coronel O Tenente-Coronel Carlos Alberto de Moraes Cavalcanti é graduado em história pelas Faculdades Integradas Simonsen, Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UNB), com ênfase no estudo da democracia em Angola e Moçambique. É doutorando em Ciência Política da Universidade Federal Fluminense (UFF). Possui também graduação e mestrado em Ciências Militares. É pesquisador do Centro de Estudos Estratégicos na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME). Entre 2003 e 2006, foi Oficial Adjunto da Divisão de Relações Internacionais do Ministério da Defesa. ANTONIO JORGE RAMALHO Diretor do Departamento de Cooperação / SEC do Ministério da Defesa e professor adjunto da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Teoria das Relações Internacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: política internacional, segurança internacional, defesa nacional, política externa e Estados Unidos. Professor de Relações Internacionais da Universidade de Brasília, atualmente realiza pesquisa sobre a presença brasileira no Haiti, identificando possíveis lições para o tratamento das questões de segurança pública no Brasil. Possui graduação em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (1989), Mestrado em Ciência Política pela Sociedade Brasileira de Instrução - SBI/IUPERJ (1992) e em Relações Internacionais - Maxwell School of Citizenship and Public Affairs - Syracuse University (1999) e Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2002). RATHIN ROY Rathin Roy, natural da Índia, assumiu o posto de Diretor do IPC-IG no dia 20 de outubro de 2009, dia em que suas credencias foram apresentadas ao Ministério das Relações Exteriores. O Sr. Roy trabalha com política macroeconômica há mais de 20 anos, tendo prestado apoio decisivo na área de espaço fiscal para o G-20 e outros agrupamentos regionais, como IBAS (Índia-Brasil-África do Sul) e BRICS (Brasil-Rússia-Índia-China- África do Sul). Sua trajetória profissional inclui posições de destaque no Governo da Índia e no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Sua mais recente publicação é o livro Fiscal Space: Policy Options for Financing Human Development (Earthscan 2009). 6

7 16h15-18h00 PAINEL 4 ANTÔNIO CARLOS DO PRADO Antônio Carlos do Prado é Bacharel em Economia pela PUC-Rio, Mestre em Economia pela Universidade Federal do Ceará e possui um Doutorado incompleto em Economia Florestal pela Oxford, Inglaterra. É Coordenador de Cooperação Técnica Internacional da Secretaria de Relações Internacionais da Embrapa desde Foi membro da delegação brasileira em diversas sessões sobre mudanças climáticas do IPCC. LUIZ EDUARDO FONSECA Médico pela Universidade Federal de Minas Gerais (1979) e Mestrado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (1988). Experiência de trabalho e consultoria em organismos internacionais (UNICEF, OPAS-OMS e CEPAL). Trabalhou em planejamento e políticas de saúde no Timor Leste e no Panamá. Foi responsável do Programa de Vacinação de Cabo Verde, Guiné Bissau e Afeganistão. Atualmente é médico da Fundação Oswaldo Cruz e assessor do Centro de Relações Internacionais em Saúde da FIOCRUZ onde coordena atividades voltadas para o continente africano, com especial atenção aos PALOPs. É doutorando em Saúde Pública na área de Políticas Comparadas de Saúde e participa da Pesquisa Saúde Global: um novo enfoque da saúde coletiva. PAULO DE TARSO TAMBURINI SOUZA Conselheiro do Conselho Nacional de Justiça. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutor em Direito Internacional pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Já foi Juiz Observador Internacional das eleições em Porto Rico, no México e para a Presidência da Autoridade Nacional Palestina. Foi chefe da Missão Diplomática do Ministério das Relações Exteriores e representante do Tribunal Superior Eleitoral à República Democrática do Congo, para proferir curso de contencioso eleitoral. Participou de eventos de missões de paz nos seguintes países: Camboja, Nepal, Guine Bissau, Togo, Benin, Zâmbia, Zimbabwe, Africa do Sul, Tanzania, Nigeria, Mali, Tchad, Egito, Marrocos, Malawi, Botswana, Argelia, dentre outros. MARIA LETICIA PAULA MACEDO Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília, com Especialização em Assessoramento Parlamentar pela UnB. Empregada da CAIXA desde 1989, atuou em diversas áreas da empresa, e hoje é Gerente de Estratégia de Relacionamento Internacional, área responsável pela gestão da Cooperação Técnica Internacional, parcerias com Bancos Internacionais e gestão dos Escritórios da CAIXA no exterior. JOÃO PAULO PEIXOTO Professor de Ciência Política e Administração Pública na Universidade de Brasília (UNB), é associado internacional do VILLA Victoria University of Wellington, New Zeland. O livro mais recente do Professor (Org) é Governando o Governo: modernização da 7

8 administração pública no Brasil. São Paulo, Atlas, Ex-Assessor Legislativo dos Ministérios da Fazenda e Educação no Brasil, também serviu como servidor público internacional para as Nações Unidas (DESA) e como consultor do Banco Mundial para assuntos de gestão do setor público, em Angola, Moçambique, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Professor Peixoto foi visiting scholar nas universidades de Columbia e Georgetown (USA) e bolsista do Woodrow Wilson Center (Brazil Programe). 18h00 PALESTRANTE DE HONRA SAMUEL PINHEIRO GUIMARÃES NETO Ministro de Estado da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (2009). Como Diplomata, foi Secretário-Geral das Relações Exteriores ( ) e eleito Intelectual do Ano - troféu Juca Pato (2006). É bacharel em Direito e Ciências Políticas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É Mestre em Economia pela Universidade de Boston. Foi Diretor do Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI) entre 1995 e 2001, Coordenador do Curso de Pós-graduação em Comércio Exterior e Câmbio da Fundação Getúlio Vargas (1999), professor do Curso de Mestrado em Direito na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) em Foi Ministro-Conselheiro na Embaixada em Paris ( ), Chefe do Departamento Econômico do MRE ( ) e Chefe da Divisão Econômica da América Latina do MRE ( ). Ministro de segunda classe, por merecimento (1986). 8

INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011)

INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011) Seminário 09 A AMAZÔNIA E SUAS FRONTEIRAS NO CONTEXTO DA INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011) Objetivo: Em consonância com a Política Externa do Governo Federal de Integração

Leia mais

BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS

BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS Nota Informativa Executivo Federal BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS Em 15/12/2010, o Ministério da Fazenda (MF) divulgou

Leia mais

PAZ, FRAGILIDADE E SEGURANÇA A AGENDA PÓS-2015 E OS DESAFIOS À CPLP

PAZ, FRAGILIDADE E SEGURANÇA A AGENDA PÓS-2015 E OS DESAFIOS À CPLP PAZ, FRAGILIDADE E SEGURANÇA A AGENDA PÓS-2015 E OS DESAFIOS À CPLP 7 Maio 10 Horas NÚCLEO DE ESTUDANTES DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS ORGANIZAÇÃO: COM A PARTICIPAÇÃO: Paz, Fragilidade e Segurança A A G E

Leia mais

Relações Brasil-África:

Relações Brasil-África: 53 Relações Brasil-África: cooperação técnica e comércio Lia Valls Pereira Em 2008, o governo brasileiro lançou a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP). No capítulo sobre Destaques Estratégicos temas

Leia mais

Ciclo de Debates Jardim Botânico. Finanças sustentáveis

Ciclo de Debates Jardim Botânico. Finanças sustentáveis Ciclo de Debates Jardim Botânico Finanças sustentáveis Data: 13 de junho de 2012 Horário: de 13h às 18h30 Local: Espaço Tom Jobim Jardim Botânico Rio de Janeiro Objetivo: Discutir a sustentabilidade no

Leia mais

POLÍTICA EXTERNA, DEMOCRACIA. DESENVOLVIMENTO

POLÍTICA EXTERNA, DEMOCRACIA. DESENVOLVIMENTO POLÍTICA EXTERNA, DEMOCRACIA. DESENVOLVIMENTO GESTÃO do MÍNÍSTRO CEISO AMORÍM NO itamaraty AqosTO 95A DEZEMBRO 94 / FUNDAÇÃO ALEXANDRE DE GUSMÃO Brasília 1995 Tricentenário do nascimento de Alexandre de

Leia mais

MRE ABC CGRM CGPD CGRB

MRE ABC CGRM CGPD CGRB 1 Organograma da ABC MRE ABC CGRM CGPD CGRB 2 Competências da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional do país. Coordenar todo o ciclo da cooperação técnica internacional

Leia mais

(Apenas na Asa Norte) Prof. Mark Langevin. 3ª Palestra: Embaixada da França

(Apenas na Asa Norte) Prof. Mark Langevin. 3ª Palestra: Embaixada da França Programação XV Semana de Relações Internacionais Tema: Terrorismo: O que eu vejo não é o que você vê Dias 10, 11 e 12 de Agosto Campi Asa Norte e Taguatinga I Mediadores: Taguatinga 1º dia: Professora

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO. Professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa

C U R R I C U L U M V I T A E JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO. Professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa PROF. DOUTOR J. OLIVEIRA ASCENSÃO C U R R I C U L U M V I T A E DE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO Professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa PROF. DOUTOR J. OLIVEIRA ASCENSÃO 2 1. Dados Pessoais

Leia mais

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

RELAÇÕES INTERNACIONAIS RELAÇÕES INTERNACIONAIS Economist Criação with a MBA in Business Strategy Missão from the Getulio Vargas. Has titles Fatos of Master & Números of Financial Economics, University of London and International

Leia mais

Oportunidades Rumo à Rio + 20

Oportunidades Rumo à Rio + 20 Seminário 02 Economia verde na Amazônia: Desafios e Oportunidades Rumo à Rio + 20 (Versão 24/10/2011) Objetivo: Analisar as oportunidades e os desafios para a economia verde e debater o atual modelo de

Leia mais

MESA DA ASSEMBLEIA GERAL

MESA DA ASSEMBLEIA GERAL MESA DA ASSEMBLEIA GERAL Informação a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 289.º do Código das Sociedades Comerciais FRANCISCO XAVIER ZEA MANTERO é natural de Lisboa, onde nasceu em 25 de Dezembro

Leia mais

http://dint.fgv.br/ Prezado (a) Sr.(a.),

http://dint.fgv.br/ Prezado (a) Sr.(a.), Realização: Apoio: V. I Prezado (a) Sr.(a.), Você está recebendo o nosso novo programa executivo sobre Empresas e Mercado na China Hoje: Desafios Futuros, um programa da Diretoria Internacional da FGV,

Leia mais

NOVA DIRETORIA Marco Aurelio Crocco Afonso

NOVA DIRETORIA Marco Aurelio Crocco Afonso Marco Aurelio Crocco Afonso Diretor-Presidente Bacharel em economia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Economia Industrial e da Tecnologia pela UFRJ e PhD em Economia pela Universidade

Leia mais

COLEGIO NACIONAL BARTOLOME MITRE, S.M. de Tucumán, Bachiller, dezembro 1976.

COLEGIO NACIONAL BARTOLOME MITRE, S.M. de Tucumán, Bachiller, dezembro 1976. SECRETÁRIO DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS PARA A DEFESA Bel. Alfredo Forti FORMAÇÃO HARVARD UNIVERSITY, John F. Kennedy School of Government Título: Mestrado em Administração Pública. Concentração: política

Leia mais

OMC: estrutura institucional

OMC: estrutura institucional OMC: estrutura institucional Especial Perfil Wesley Robert Pereira 06 de outubro de 2005 OMC: estrutura institucional Especial Perfil Wesley Robert Pereira 06 de outubro de 2005 Enquanto o GATT foi apenas

Leia mais

Fórum de Diálogo IBAS

Fórum de Diálogo IBAS Fórum de Diálogo IBAS, e do Sul Integração SUL-SUL Fórum de Mulheres FÓRUM De DIÁLOGO IBAS, e do Sul O Fórum IBAS é uma iniciativa trilateral entre, e do Sul, desenvolvida para promover a cooperação Sul-

Leia mais

CURRICULUM VITAE MARIA LUISA PERDIGÃO ABRANTES. Rua Comandante Dangereux nº 60. Tel.: (244) 222391434/ (1-202) 288-8604. Fax: (+244) 222393381

CURRICULUM VITAE MARIA LUISA PERDIGÃO ABRANTES. Rua Comandante Dangereux nº 60. Tel.: (244) 222391434/ (1-202) 288-8604. Fax: (+244) 222393381 CURRICULUM VITAE Data de Nascimento: MARIA LUISA PERDIGÃO ABRANTES Rua Comandante Dangereux nº 60 Tel.: (244) 222391434/ (1-202) 288-8604 Fax: (+244) 222393381 23 de Julho de 1951 Luanda, República de

Leia mais

RELATÓRIO Nº, DE 2013

RELATÓRIO Nº, DE 2013 RELATÓRIO Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL, sobre a Mensagem nº 10, de 2013 (nº 28, de 1º de fevereiro de 2013, na origem), da Presidente da República, que submete à apreciação

Leia mais

Programa de Parceira Brasil-OIT para a Promoção da Cooperação Sul-Sul VI Reunião Anual Programa de Cooperação Sul-Sul Brasil-OIT

Programa de Parceira Brasil-OIT para a Promoção da Cooperação Sul-Sul VI Reunião Anual Programa de Cooperação Sul-Sul Brasil-OIT VI Reunião Anual Programa de Cooperação Sul-Sul Brasil-OIT Brasília, 16 de maio de 2012 Março/2009: definição do marco jurídico e institucional do Programa de Parceria: Ajuste Complementar assinado pelo

Leia mais

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 70 23/09/05 a 29/09/05

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 70 23/09/05 a 29/09/05 - Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 70 23/09/05 a 29/09/05 Brasil poderá retaliar comercialmente os Estados Unidos O Brasil solicitará à Organização Mundial do Comércio (OMC) o direito de

Leia mais

Seminários CEsA 2012. 26 de Abril de 2012. Brasil em África: a cooperação. Gerhard Seibert

Seminários CEsA 2012. 26 de Abril de 2012. Brasil em África: a cooperação. Gerhard Seibert Seminários CEsA 2012 26 de Abril de 2012 Brasil em África: a cooperação Gerhard Seibert Centro de Estudos Africanos (CEA), ISCTE-IUL 1. Enquadramento político-histórico 2. História Relações Brasil - África

Leia mais

Relatório da Cúpula de Sanya

Relatório da Cúpula de Sanya Agosto de 2011. Relatório da Cúpula de Sanya I. Introdução No dia 14 de abril de 2011, os líderes do Brasil, da Rússia, da Índia, da China e da África do Sul se reuniram em Sanya, na província de Hainan,

Leia mais

Esta apresentação baseia se no trabalho em curso no âmbito do projeto do Cindes e também em estudos anteriores que tenho vindo a desenvolver sobre o

Esta apresentação baseia se no trabalho em curso no âmbito do projeto do Cindes e também em estudos anteriores que tenho vindo a desenvolver sobre o Esta apresentação baseia se no trabalho em curso no âmbito do projeto do Cindes e também em estudos anteriores que tenho vindo a desenvolver sobre o tema de cooperação brasileira para o desenvolvimento.

Leia mais

5) Igor Fuser http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4756106u7

5) Igor Fuser http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4756106u7 1) Antônio Pedro Tota http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=k4789712p4 Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1973), doutorado em História Social pela mesma

Leia mais

www.cmrocha.com.br Rua do Mercado 34, 17ºandar, 20010-120, Rio de Janeiro, RJ, +55 (21) 2263-1328

www.cmrocha.com.br Rua do Mercado 34, 17ºandar, 20010-120, Rio de Janeiro, RJ, +55 (21) 2263-1328 Rua do Mercado 34, 17ºandar, 20010-120, Rio de Janeiro, RJ, +55 (21) 2263-1328 Apresentação É com satisfação que apresentamos o escritório de advocacia Cesar Mota & Rocha Advogados. O escritório foi fundado

Leia mais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Mundo está fragmentado em centenas de países, mas ao mesmo tempo, os países se agrupam a partir de interesses em comum. Esses agrupamentos, embora não deixem de refletir

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Maria Luísa Perdigão Abrantes

CURRICULUM VITAE. Maria Luísa Perdigão Abrantes CURRICULUM VITAE Maria Luísa Perdigão Abrantes CURRICULUM VITAE MARIA LUISA PERDIGÃO ABRANTES 6210 Homespun Lane, Falls Church, VA. 22044, USA Tel:(1-571) 434 7861 Fax: (1-202) 962 0381 E-mail: milinvest@starpower.net

Leia mais

INFORMAÇÕES para Candidatos Estrangeiros

INFORMAÇÕES para Candidatos Estrangeiros PEC-PG PG PROGRAMA DE ESTUDANTES-CONVÊNIO DE PÓS-GRADUAÇÃO INFORMAÇÕES para Candidatos Estrangeiros Este material visa auxiliar o Candidato Estrangeiro a se informar sobre o Programa de Bolsas de Estudos

Leia mais

Perspectivas de Cooperação em Saúde a partir de Sanya nos BRICS

Perspectivas de Cooperação em Saúde a partir de Sanya nos BRICS BRICS Monitor Perspectivas de Cooperação em Saúde a partir de Sanya nos BRICS Setembro de 2011 Núcleo de Cooperação Técnica e Ciência e Tecnologia BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa BRICS

Leia mais

Curso de Capacitação e Treinamento no Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro no Mercado de Valores Mobiliários

Curso de Capacitação e Treinamento no Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro no Mercado de Valores Mobiliários Curso de Capacitação e Treinamento no Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro no Mercado de Valores Mobiliários 08 a 10 de maio de 2013 Currículo resumido dos painelistas Wladimir Castelo Branco Castro

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Graduação. - Universidade Federal de Pernambuco, bacharel em Geologia, 1966.

CURRICULUM VITAE. Graduação. - Universidade Federal de Pernambuco, bacharel em Geologia, 1966. CURRICULUM VITAE I - IDENTIFICAÇÃO Nome: Frederico Lopes Meira Barboza Data de Nascimento: 17 de Junho de 1944. Estado Civil: Casado. Naturalidade: Maceió - Al Endereço: SHIS, QI-29, Cj. 01, Casa 27, 71675-210

Leia mais

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul MECANISMOS INTER-REGIONAIS BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul O que faz o BRICS? Desde a sua criação, o BRICS tem expandido suas atividades em duas principais vertentes: (i) a coordenação

Leia mais

Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais

Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais A Cooperação Internacional tem por objetivo conduzir o conjunto de atores que agem no cenário

Leia mais

SEMINÁRIO BRASIL-ARGENTINA RUMO À RIO+20: UM DIÁLOGO SOBRE O FUTURO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Buenos Aires, 9 a 11 de novembro de 2011

SEMINÁRIO BRASIL-ARGENTINA RUMO À RIO+20: UM DIÁLOGO SOBRE O FUTURO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Buenos Aires, 9 a 11 de novembro de 2011 SEMINÁRIO BRASIL-ARGENTINA RUMO À RIO+20: UM DIÁLOGO SOBRE O FUTURO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Buenos Aires, 9 a 11 de novembro de 2011 PROGRAMA PRELIMINAR DIA 1 (09/11) 09h30-09h50 ABERTURA. Reitor

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO - 1 - Viagens do Secretário-Geral Caracas, Venezuela, 2 a 23 de janeiro de 2003 Caracas, Venezuela, 28 de janeiro a 6 de fevereiro de 2003

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS DECLARAÇÃO DE OURO PRETO

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS DECLARAÇÃO DE OURO PRETO COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS DECLARAÇÃO DE OURO PRETO Os Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e dos Estados Associados, reunidos na

Leia mais

Apresentação: Competências da DCE; Atividades recentes: atuação digital e Ciência sem Fronteiras; PEC-G e PEC-PG.

Apresentação: Competências da DCE; Atividades recentes: atuação digital e Ciência sem Fronteiras; PEC-G e PEC-PG. Apresentação: Competências da DCE; Atividades recentes: atuação digital e Ciência sem Fronteiras; PEC-G e PEC-PG. Competências da Divisão: Tratamento político dos temas educacionais nos fóruns multilaterais

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Políticas e Programas de Graduação - Dipes EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 13, DE 30 DE ABRIL DE 2015 PROCESSO SELETIVO 2016 PARA

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS

CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS laboratório associado Encontro de Ciência em Portugal 12 e 13 de Abril de 2007 Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa LINHAS ESTRATÉGICAS Boaventura de Sousa Santos Comunidade ces

Leia mais

Periódicos de Relações Internacionais disponíveis em Brasília

Periódicos de Relações Internacionais disponíveis em Brasília Universidade de Brasília Instituto de Relações Internacionais Programa de Educação Tutorial - PET-REL Periódicos de Relações Internacionais disponíveis em Brasília Periódico Local* Anos disponíveis Breve

Leia mais

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA Por iniciativa da Confederação Empresarial da CPLP e das associações empresariais dos PALOP, realizou-se em Luanda, República de Angola, a 17 de Julho de 2014, o Fórum

Leia mais

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS 1 LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA ÁFRICA DO SUL ARÁBIA SAUDITA BRASIL CANADÁ COREIA DO SUL EGITO EQUADOR HOLANDA ITÁLIA JORDÂNIA NÍGER SUÉCIA ALEMANHA ARGENTINA

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL MISSÃO PERMANENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA JUNTO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS REPRESENTAÇÃO COMERCIAL GENEBRA - SUÍÇA Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas

Leia mais

CARLOS BARROS DE MOURA ALEX SILVA

CARLOS BARROS DE MOURA ALEX SILVA CARLOS BARROS DE MOURA Presidente e Consultor Sênior de Barros de Moura & Associados, Corretagem de Seguros Ltda. Tem mais 40 anos de experiência na indústria de seguros, como executivo de empresas seguradoras,

Leia mais

Curriculum Vitae DJALITA FIALHO djalita@post.harvard.edu

Curriculum Vitae DJALITA FIALHO djalita@post.harvard.edu Curriculum Vitae DJALITA FIALHO djalita@post.harvard.edu NOME / name Djalita N. Fialho de Oliveira-Ramos DATA DE NASCIMENTO / date of birth 24/01/1978 LOCAL DE NASCIMENTO / Place of birth Praia, Cabo Verde

Leia mais

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E Paternoster Square Londres ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS Francisco Cary 19 de Maio de 2011 O Mercado dos Países

Leia mais

PROJETO de Documento síntese

PROJETO de Documento síntese O Provedor de Justiça INSERIR LOGOS DE OUTRAS ORGANIZAÇÔES Alto Comissariado Direitos Humanos das Nações Unidas (ACNUDH) Provedor de Justiça de Portugal Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal

Leia mais

CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO. Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974.

CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO. Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974. 1 CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO ESTUDOS E GRAUS ACADÉMICOS Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974. Concluiu a licenciatura em

Leia mais

RELATÓRIO Nº, DE 2010

RELATÓRIO Nº, DE 2010 RELATÓRIO Nº, DE 2010 Da COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL, sobre a Mensagem nº 64, de 2010 (Mensagem 69, de 25/2/2010, na origem), do Presidente da República, que submete à apreciação

Leia mais

CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO

CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO CURRICULUM VITAE JOÃO MARTINS CLARO I - QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS 1. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1976, com a classificação final de 15 valores. 2. Pós-graduado

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

Programa de Estudantes - Convênio de Pós-graduação - PEC-PG - 2006

Programa de Estudantes - Convênio de Pós-graduação - PEC-PG - 2006 Programa de Estudantes - Convênio de Pós-graduação - PEC-PG - 2006 1. Do objeto: O Ministério das Relações Exteriores (MRE), por intermédio do Departamento Cultural (DC), a Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

SOBRE O ENNCASP: O evento conta com a presença de especialistas em Contabilidade Aplicada ao Setor Público.

SOBRE O ENNCASP: O evento conta com a presença de especialistas em Contabilidade Aplicada ao Setor Público. SOBRE O ENNCASP: O ENNCASP - Encontro Nacional sobre a Nova Contabilidade Aplicada ao Setor Público é um dos maiores encontros técnicos em nível nacional e tem por objetivo orientar sobre a implantação

Leia mais

FÓRUM PERMANENTE DE DIREITO EMPRESARIAL

FÓRUM PERMANENTE DE DIREITO EMPRESARIAL FÓRUM PERMANENTE DE DIREITO EMPRESARIAL 77ª Reunião - Dia 11/03/2015 10h às 12h - Auditório: Des. Joaquim Antonio de Vizeu Penalva Santos TEMA: MARCAS, CONSUMIDOR E ASSOCIAÇÃO Dra. Patrícia Carvalho da

Leia mais

Pesquisadores E-mail Formação Área de Formação Instituição de Formação Área de interesse Profissão/ Local. Relações

Pesquisadores E-mail Formação Área de Formação Instituição de Formação Área de interesse Profissão/ Local. Relações Pesquisadores E-mail Formação Área de Formação Instituição de Formação Área de interesse Profissão/ Local Público Ana Carolina Batista carol.marossi@gmail.com Mestrado Alfa Oumar Diallo alfadiallo@via-rs.net

Leia mais

Adv. Cassiano Ricardo Golos Teixeira A PROTEÇÃO ÀS MARCAS E AOS DEMAIS SINAIS DISTINTIVOS NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E NOS TRATADOS INTERNACIONAIS

Adv. Cassiano Ricardo Golos Teixeira A PROTEÇÃO ÀS MARCAS E AOS DEMAIS SINAIS DISTINTIVOS NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E NOS TRATADOS INTERNACIONAIS 1 CURSO AVANÇADO DE MARCAS JOINVILLE SC DE 28 DE JULHO A 01 DE SETEMBRO DE 2012 Coordenador Diretor de Estudos Adv. Cassiano Ricardo Golos Teixeira Adv. Daniel Adensohn de Souza Local UNIVILLE FUNDACAO

Leia mais

Descrição: Dados Técnicos:

Descrição: Dados Técnicos: II Simpósio Direito e Economia Descrição: O Simpósio Direito e Economia, em sua segunda edição, pretende dar continuidade ao propósito de contribuir para a atividade acadêmica e profissional de juristas

Leia mais

COOPERAÇÃO SUL SUL INSPEÇÃO DO TRABALHO. Brasília, 7 de dezembro de 2010

COOPERAÇÃO SUL SUL INSPEÇÃO DO TRABALHO. Brasília, 7 de dezembro de 2010 COOPERAÇÃO SUL SUL SEMINARIO BOAS PRÁTICAS NA INSPEÇÃO DO TRABALHO Brasília, 7 de dezembro de 2010 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O que se entende por Cooperação Sul-Sul 2. Princípios da Cooperação Sul-Sul

Leia mais

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada.

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada. II Reunião de Ministros de Meio Ambiente do MERCOSUL 8 de novembro de 2004, Brasília, Brasil Ata da Reunião nº 02/04 Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 8 de novembro

Leia mais

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional Lisboa, 25 de Janeiro de 2013 A crescente influência dos Estados nas economias emergentes. A

Leia mais

II Meeting dos Profissionais do Direito Privado

II Meeting dos Profissionais do Direito Privado II Meeting dos Profissionais do Direito Privado Ciclo de Conferências: Responsabilidade Civil e Seguros na Pós-Modernidade Setembro de 2014 Programação Conferencistas Realização: Patrocínio : Informações

Leia mais

Mestrados ENSINO PÚBLICO. 1. ISCTE Instituto Universitário de Lisboa

Mestrados ENSINO PÚBLICO. 1. ISCTE Instituto Universitário de Lisboa Mestrados ENSINO PÚBLICO 1. ISCTE Instituto Universitário de Lisboa Mestrado em Ciência Política O mestrado em Ciência Política tem a duração de dois anos, correspondentes à obtenção 120 créditos ECTS,

Leia mais

Sobre os autores Bolívar Lamounier Charles Pessanha Cláudio de Moura Castro Elisa Reis

Sobre os autores Bolívar Lamounier Charles Pessanha Cláudio de Moura Castro Elisa Reis Sobre os autores Bolívar Lamounier é bacharel em sociologia e política pela UFMG (1964) e PhD em ciência política pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles (1974). Foi membro da Comissão de Estudos

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO 140 Viagens do Secretário-Geral Conferência sobre o Sistema Interamericano São Domingos, República Dominicana, 2 e 3 de junho de 2005 Trigésimo

Leia mais

2.1. Objectivo Geral: Ministrar uma formação especializada sobre matérias de segurança, numa óptica multidisciplinar, mas integrada.

2.1. Objectivo Geral: Ministrar uma formação especializada sobre matérias de segurança, numa óptica multidisciplinar, mas integrada. PROGRAMA DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E SEGURANÇA 1. Apresentação A Fundação Direito e Justiça e o Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais, em parceria, com a Faculdade de Direito da

Leia mais

Conforme instrução CVM nº 480/09 e Ofício Circular CVM nº 001/2010, a atualização do Formulário de Referência itens 12.6 e 12.8.

Conforme instrução CVM nº 480/09 e Ofício Circular CVM nº 001/2010, a atualização do Formulário de Referência itens 12.6 e 12.8. Conforme instrução CVM nº 480/09 e Ofício Circular CVM nº 001/2010, a atualização do Formulário de Referência itens 12.6 e 12.8. 12.6. Administradores e membros do conselho fiscal 12.7. Membros dos comitês

Leia mais

Columbia. University PARCERIAS INTERNACIONAIS

Columbia. University PARCERIAS INTERNACIONAIS Columbia University PARCERIAS INTERNACIONAIS Sumário B.I. International Universidade O Programa Certificação Temas abordados Corpo docente Coordenação do Programa Organização Programação Prevista Serviços

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. CARTA-CIRCULAR N 2.070 Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. Divulga relação das missões diplomáticas, repartições consulares de carreira e representações

Leia mais

Mestrados ENSINO PÚBLICO. 1-ISCTE Instituto Universitário de Lisboa

Mestrados ENSINO PÚBLICO. 1-ISCTE Instituto Universitário de Lisboa Mestrados ENSINO PÚBLICO 1-ISCTE Instituto Universitário de Lisboa *Mestrado em Ciência Política O mestrado em Ciência Política tem a duração de dois anos, correspondentes à obtenção 120 créditos ECTS,

Leia mais

CURRICULUM VITAE JOANA SETZER. Pós-graduação stricto sensu Mestrado (2007/2008) Pós-graduação stricto sensu Mestrado (2006/2007)

CURRICULUM VITAE JOANA SETZER. Pós-graduação stricto sensu Mestrado (2007/2008) Pós-graduação stricto sensu Mestrado (2006/2007) CURRICULUM VITAE JOANA SETZER FORMAÇÃO ACADÊMICA Phd Doutorado (desde 2009) LSE London School of Economics and Political Science, London, UK. Orientador: Dr. Michael Mason. Dissertação: Paradiplomacia

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO S/A CNPJ: 62.002.886/0001-60 NIRE: 353.00015967

SÃO PAULO TURISMO S/A CNPJ: 62.002.886/0001-60 NIRE: 353.00015967 SÃO PAULO TURISMO S/A CNPJ: 62.002.886/0001-60 NIRE: 353.00015967 Tendo em vista a convocação da Assembléia Geral Extraordinária para o dia 24/04/2015, às 11h30 min, a São Paulo Turismo S/A, por meio do

Leia mais

Diálogo Avançado de Pesquisa e Política

Diálogo Avançado de Pesquisa e Política Diálogo Avançado de Pesquisa e Política Tema: Pluralismo Político e Eleições Democráticas na Guiné-Bissau: Que Desafios? PROGRAMA Bissau, 16-17 de Outubro 2008 Primeiro Dia: Quinta-feira, 16 de Outubro

Leia mais

Concorrência e Regulação no Setor de Saúde Suplementar

Concorrência e Regulação no Setor de Saúde Suplementar Concorrência e Regulação no Setor de Saúde Suplementar Cláudio Ribeiro de Lucinda (autores) Laércio Farina Denis Alves Guimarães (organizadores) Editora Singular 2010 Laércio Farina Organizadores Advogado.

Leia mais

Negociações comerciais internacionais; Meio ambiente e mudança climática

Negociações comerciais internacionais; Meio ambiente e mudança climática Meio mudança climática Pesquisadores E-mail Formação Área de Formação Instituição de Formação Área de interesse Profissão/ Local Alexandre Ratner Rochman profratner@yahoo.com.br Doutorado Ciência Política

Leia mais

Estratégia de aproximação com a África é consistente, diz Samuel Pinheiro Portal da Secretaria de Assuntos Estratégicos SAE 10/06/2010

Estratégia de aproximação com a África é consistente, diz Samuel Pinheiro Portal da Secretaria de Assuntos Estratégicos SAE 10/06/2010 Estratégia de aproximação com a África é consistente, diz Samuel Pinheiro http://www.sae.gov.br/site/?p=3655 Portal da Secretaria de Assuntos Estratégicos SAE 10/06/2010 O Brasil, desde o início do governo

Leia mais

Conclusão da Parte Escolar do Mestrado em Ciências Jurídico-Políticas na Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, em 1995.

Conclusão da Parte Escolar do Mestrado em Ciências Jurídico-Políticas na Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, em 1995. LINO TORGAL Data e local de nascimento: 1970, Lisboa Cédula Profissional: 12177L Correio eletrónico: lt@servulo.com HABILITAÇÕES LITERÁRIAS Leadership in Law Firms, Harvard Law School, em 2013. Admitido

Leia mais

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental I. Contexto Criada em 1996, a reúne atualmente oito Estados Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique,

Leia mais

MISSÃO A LISBOA, JANEIRO/FEVEREIRO 2011

MISSÃO A LISBOA, JANEIRO/FEVEREIRO 2011 NOTA TÉCNICA 02/2011 MISSÃO A LISBOA, JANEIRO/FEVEREIRO 2011 1 Introdução O Núcleo de Relações Internacionais do CONASS é responsável pela interlocução com entidades e personalidades da área da saúde no

Leia mais

Fundação Oswaldo Cruz 1900-2010

Fundação Oswaldo Cruz 1900-2010 Fundação Oswaldo Cruz 1900-2010 Produção e Inovação Pesquisa Ensino Vigilância e Serviços de Referência Informação e comunicação em saúde Ambiente Planejamento e gestão História - Participação na Construção

Leia mais

PÓS-MBA em GERENCIAMENTO AVANÇADO DE PROJETOS

PÓS-MBA em GERENCIAMENTO AVANÇADO DE PROJETOS PÓS-MBA em GERENCIAMENTO AVANÇADO DE PROJETOS 2010.2 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, fundada em 20 de dezembro de 1944, com o objetivo de ser um centro

Leia mais

Programa Integração com a África

Programa Integração com a África Programa Integração com a África Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Junho/2010 Gestor: Roberto Alvarez Gerente Internacional (ABDI) Situação atual (2010):

Leia mais

CURRICULUM VITAE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO

CURRICULUM VITAE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO PROF. DOUTOR J. OLIVEIRA ASCENSÃO CURRICULUM VITAE DE JOSÉ DE OLIVEIRA ASCENSÃO Professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa e advogado, nascido em Luanda a 13 de Novembro de 1932 PROF. DOUTOR

Leia mais

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 67 02/09/05 a 08/09/05

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 67 02/09/05 a 08/09/05 - Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 67 02/09/05 a 08/09/05 Lula faz um balanço da política externa O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço de sua política externa na cerimônia

Leia mais

ENCONTRO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL:

ENCONTRO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL: ENCONTRO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL: Seminário: Encontro em Segurança Alimentar e Nutricional, Canada, Brasil e Angola. Junho de 2006, na Ryerson University, em Toronto, Canada. Participantes

Leia mais

CURRICULUM VITAE C A R L O S M A R I A D A S I L V A F E I J Ó. Professor Titular/Catedratico de Direito, Universidade Agostinho Neto

CURRICULUM VITAE C A R L O S M A R I A D A S I L V A F E I J Ó. Professor Titular/Catedratico de Direito, Universidade Agostinho Neto Data de Nascimento: 2 Janeiro 1963 Email:cf@carlosfeijo.com ACTIVIDADE PROFISSIONAL (actual) Professor Titular/Catedratico de Direito, Universidade Agostinho Neto Sócio do escritório de advogados CFA Firma

Leia mais

SENADO FEDERAL Gabinete do Senador ALOYSIO NUNES FERREIRA RELATÓRIO

SENADO FEDERAL Gabinete do Senador ALOYSIO NUNES FERREIRA RELATÓRIO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL, sobre a Mensagem nº 25, de 2013 (Mensagem nº 7, de 01/02/2013, na origem), da Presidente da República, que submete à apreciação do Senado

Leia mais

Master em Regulação do Comércio Global. Master in International Trade Regulation (MITRE)

Master em Regulação do Comércio Global. Master in International Trade Regulation (MITRE) Proposta de curso de pós-graduação Escola de Economia de São Paulo da FGV Master em Regulação do Comércio Global Master in International Trade Regulation (MITRE) OU Coordenadores: Vera Thorstensen (EESP)

Leia mais

Oficiais de Ligação do Ministério da Administração Interna e Oficiais de Ligação de Imigração

Oficiais de Ligação do Ministério da Administração Interna e Oficiais de Ligação de Imigração Oficiais de Ligação do Ministério da Administração Interna e Oficiais de Ligação de Imigração Oficiais de Ligação do Ministério da Administração Interna A existência de Oficiais de Ligação do Ministério

Leia mais

Índice O Escritorio 4 Áreas de Especialização Direito Empresarial 6 Direito Administrativo 7 e Regulatório Direito Bancário 7 Direito Imobiliário 8 Direito de Família e Sucessões 8 Responsabilidade Civil

Leia mais

FORTALECENDO REDES DA SOCIEDADE CIVIL NO DIÁLOGO POLÍTICO INTERNACIONAL PARA UM AUMENTO DA SEGURANÇA ALIMENTAR RELATÓRIO DE VIAGEM OU MISSÃO

FORTALECENDO REDES DA SOCIEDADE CIVIL NO DIÁLOGO POLÍTICO INTERNACIONAL PARA UM AUMENTO DA SEGURANÇA ALIMENTAR RELATÓRIO DE VIAGEM OU MISSÃO FORTALECENDO REDES DA SOCIEDADE CIVIL NO DIÁLOGO POLÍTICO INTERNACIONAL PARA UM AUMENTO DA SEGURANÇA ALIMENTAR RELATÓRIO DE VIAGEM OU MISSÃO Nome: João N. Pinto Designação / Trabalho / Título: Participação

Leia mais

Sua Excelência, Doutor Abrahão Gourgel, Ministro da Economia,

Sua Excelência, Doutor Abrahão Gourgel, Ministro da Economia, ANGOLA NO CONTEXTO DA INTEGRAÇAO ECONÓMICA REGIONAL 29 de Setembro, 2015 Intervenção do Doutor Paolo Balladelli, Representante Residente do PNUD em Angola Sua Excelência, Doutor Abrahão Gourgel, Ministro

Leia mais

Atuação Internacional da Embrapa

Atuação Internacional da Embrapa Atuação Internacional da Embrapa Atuação Internacional Cooperação Científica Negócios Tecnológicos Cooperação Técnica Cooperação Científica Conhecimentos do Mundo Agricultura Brasileira Cooperação Científica

Leia mais

Markus Kummer Ana Cristina Amoroso das Neves

Markus Kummer Ana Cristina Amoroso das Neves Markus Kummer is a member of the Board of Directors of the Internet Corporation for Assigned Names and Number (ICANN and the Secretary of the Internet Governance Forum Support Association (IGFSA) and).

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO Viagens do Secretário-Geral Reunião de Ministros da Justiça ou de Ministros ou Procuradores-gerais das Américas Port-of-Spain, Trinidad e

Leia mais

Políticas Sociais em Tempos de Crise Patrus Ananias

Políticas Sociais em Tempos de Crise Patrus Ananias Brasil & Africa newsletter Ce n t r o In t e r n a c io n a l d e Políticas para o Crescimento Inclusivo Informativo 5 Maio, 2009 Português/English O Programa Brasil-África de Cooperação em Desenvolvimento

Leia mais

O BRASIL E A COOPERAÇÃO SUL-SUL

O BRASIL E A COOPERAÇÃO SUL-SUL O BRASIL E A COOPERAÇÃO SUL-SUL Organograma da ABC O Mandato da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional no Brasil Coordenar e financiar ações de cooperação técnica

Leia mais