Controle de estoque a distância por dispositivo móvel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Controle de estoque a distância por dispositivo móvel"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE POSITIVO NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO RAFAEL MOIA VARGAS Controle de estoque a distância por dispositivo móvel Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Alessandro Brawerman Orientador Curitiba, setembro de 2011

2 UNIVERSIDADE POSITIVO Reitor: Prof. José Pio Martins Pró-Reitor de Graduação: Prof. Márcia Sebastiani Coordenador do Curso de Engenharia da Computação: Prof. Leandro Henrique de Souza 2

3 Agradecimentos vida. Aos meus pais, por todo carinho e apoio nesta importante etapa da Ao professor Maurício Perretto, por todo auxílio na realização deste projeto. A meu professor orientador Alessandro Brawerman, pelo auxílio durante a realização do projeto e também na realização desta monografia, e pela sugestão deste projeto. A todos os professores do curso de Engenharia da Computação, que foram de fundamental importância para que houvesse o conhecimento necessário para a realização deste projeto. Aos amigos, pelo incentivo, compreenção e apoio. 3

4 SUMARIO LISTA DE ABREVIATURAS... 6 LISTA DE FIGURAS... 7 RESUMO... 8 ABSTRACT INTRODUÇÃO FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA MODELO CLIENTE-SERVIDOR Web Service SOFTWARE Cliente Servidor HARDWARE Cliente Modem 3G Placa Wi-fi Tela Touch Screen RFID ESPECIFICAÇÃO HARDWARE RFID Servidor Cliente Modem 3G Placa Wi-fi Tela Touch Screen SOFTWARE Ambiente de Desenvolvimento Diagrama de Casos de Uso Descrição dos Casos de Uso Diagrama de Classes Diagrama de Classes do software Cliente no iphone Diagrama de Sequência Diagrama de Sequência do cenário Adição/Remoção Produtos Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Estoque Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Receita Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Lista de Compras Prototipação de Telas Tela Principal Tela Visualização de Estoque Tela Visualização de Lista de Compras Tela Criação de nova Lista de Compras Tela Visualização detalhada de Lista de Compras Tela Visualização das Receitas cadastradas Tela Criação de nova Receita Tela Visualização detalhada de Receita Tela de Configuração VALIDAÇÃO E RESULTADOS TESTE DE ESCALABILIDADE CONCLUSÃO

5 6. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS...41 APÊNDICE A - RESUMO ESTENDIDO...42 APÊNDICE B - ARTIGO CIENTÍFICO

6 LISTA DE ABREVIATURAS RFID API UML Radio-Frequency Identification Application Programming Interface Unified Modeling Language 6

7 LISTA DE FIGURAS FIGURA 1: REPRESENTAÇÃO DO PROJETO FIGURA 2: TAGS RFID SLK FIGURA 3: LEITOR RFID SL FIGURA 4: DIAGRAMA DE CASOS DE USO DO CENÁRIO DO SOFTWARE CLIENTE NO IPHONE FIGURA 5: DIAGRAMA DE CLASSES DO SOFTWARE CLIENTE NO IPHONE FIGURA 6: DIAGRAMA DE SEQUÊNCIA DO CENÁRIO ADIÇÃO/REMOÇÃO PRODUTOS FIGURA 7: DIAGRAMA DE SEQUÊNCIA DO CENÁRIO CONSULTA DE ESTOQUE FIGURA 8: DIAGRAMA DE SEQUÊNCIA DO CENÁRIO CONSULTA DE RECEITA FIGURA 9: DIAGRAMA DE SEQUÊNCIA DO CENÁRIO CONSULTA DE LISTA DE COMPRAS FIGURA 10: TELA PRINCIPAL FIGURA 11: VISUALIZAÇÃO DO ESTOQUE FIGURA 12: VISUALIZAÇÃO DA LISTA DE COMPRAS FIGURA 13: CRIAÇÃO DE NOVA LISTA DE COMPRAS FIGURA 14: VISUALIZAÇÃO DETALHADA DE NOVA LISTA DE COMPRAS FIGURA 15: VISUALIZAÇÃO DAS RECEITAS CADASTRADAS FIGURA 16: CRIAÇÃO DE NOVA RECEITA FIGURA 17: VISUALIZAÇÃO DETALHADA DE RECEITA FIGURA 18: VISUALIZAÇÃO DA TELA DE CONFIGURAÇÃO FIGURA 19: TESTE DE ESCALABILIDADE THREADS X TEMPO

8 RESUMO Este projeto propõe a criação de uma solução que possibilita o controle de estoque a distância por dispositivo móvel. Com o aumento do uso de smartphones, suas tecnologias e utilidades foram aumentando e também a qualidade do acesso à Internet através de dispositivos móveis foi se tornando mais próxima a de que temos em nossas casas, assim como sua disponibilidade e custo tiveram uma melhora significativa. Outra tecnologia que é relativamente recente e se popularizou nos últimos anos, tornando seu uso mais acessível, é o RFID (Radiofrequency identification). O RFID funciona com um leitor fixo, e com tags (etiquetas) RFID, que contém informações a serem lidas pelo leitor, que passa esta informação para um computador através de um cabo serial ou USB, dependendo do leitor em questão. Com isso, surge então a idéia de desenvolver um controle de estoque a distância por dispositivo móvel, utilizando um leitor de RFID para ler os dados de cada produto que estão gravados em sua tag, criar um banco de dados no servidor com o estoque, listas de compras e receitas. Com o dispositivo móvel, e através de serviços Web Service, se comunicar com o servidor e poder saber, a distância, quais os produtos a serem repostos, quais produtos faltam para determinada receita, disponibilidade de determinado produto e quantidade, etc. Desta forma é possível, utilizando-se da tecnologia dos dispositivos móveis atuais, da Internet móvel e da tecnologia RFID, criar uma solução para consulta de estoque a distância com uma grande flexibilidade de acesso e funcionalidade. Palavras-Chave: dispositivos móveis, RFID, controle de estoque, Web Service. 8

9 ABSTRACT This project proposes the creation of a solution to allow the remote inventory control through the usage of mobile devices. With the increasing usage of smartphones, their technologies and functionalities have improved greatly, among with it's Internet access capabilities, which became much more similar to the Internet access people have in their homes. Another technology that is relatively new and has been used with more frequency in the last few years, making it's usage more viable, is the RFID (Radio-frequency identification). The RFID works with 2 separate parts, the reader and the tag. The tag, contains information that are read by the RFID reader, which passes the information to a computer through a serial cable or through USB, depending on the RFID reader model. Taking all this in consideration, arises the idea of developing a remote inventory control, through the usage of a mobile device, in this particular case the iphone, using a RFID reader to read the information of each product, and insert into a database on the server to create the inventory, allowing the user to create a list with Recipes, a list with Shopping Lists. With the mobile device, and Web Service, allow the user to communicate with the server and be able to access, remotely, the inventory, detailing the quantity of each product, what products need to be repurchased, which products are missing to be able to make a chosen recipe, among other functionalities. In this matter, it is possible, using the technology provided by the smartphones and platforms, mobile Internet and RFID, to create a solution to remotely control and check your inventory with a great flexibility of access and many possibilities of functionalities, with a very user friendly interface, something that wasn't possible some years ago. Palavras-Chave: mobile devices, RFID, inventory control, web service. 9

10 1. INTRODUÇÃO Com o aumento do uso de smartphones, suas tecnologias e utilidades foram aumentando e também a qualidade do acesso à Internet através de dispositivos móveis foi se tornando mais próxima a de que temos em nossas casas, assim como sua disponibilidade e custo tiveram uma melhora significativa. Um fato que mudou bastante as possibilidades de uso de um smartphone, foi o surgimento de plataformas como o ios, da Apple, presente no iphone, ipod e ipad, e Android, da Google, utilizado em diversos dispositivos de diversas marcas. Outra tecnologia que é relativamente recente e se popularizou nos últimos anos, tornando seu uso mais acessível, é o RFID (Radiofrequency identification). O RFID funciona com um leitor fixo, e com tags (etiquetas) RFID, que contém informações a serem lidas pelo leitor, que passa esta informação para um computador através de um cabo serial ou USB, dependendo do leitor em uso. Com isso, surgiu então a idéia de desenvolver um controle de estoque a distância por dispositivo móvel, utilizando um leitor de RFID para adicionar e remover produtos no estoque, criando um banco de dados no servidor com o estoque, listas de compras e receitas. Com o dispositivo móvel, e através de serviços Web Service, se comunicar com o servidor e ter acesso a distância ao estoque e quantidade de cada produto, quais produtos estão faltando para realizar uma receita escolhida, lista de compras com produtos que não estão mais em estoque e deseja-se comprar. Para isto, cada produto deve ter uma tag RFID passiva contendo um código único. O leitor RFID ficará em um lugar fixo, por onde passará todos produtos comprados e sempre que algum for retirado para ser utilizado. O servidor ficará no mesmo local que o leitor RFID, conectado ao mesmo com um cabo USB, recebendo assim o código do produto, atualizando o estoque no banco de dados do servidor. O software do servidor e do iphone, utilizando Web Service, permite que o usuário, remotamente, consulte o servidor, para obter dados como a disponibilidade de determinado produto, lista de compras com 10

11 produtos em falta, produtos necessários para determinada receita, criação de novas receitas, criação de novas listas de compras, dentre outros. O cliente, um software desenvolvido para o iphone, tem como função principal apresentar os dados para o usuário. O cliente obterá dados como estoque, produtos que precisam ser comprados, dentre outros, fazendo pedidos para o servidor, que faz consultas em seu banco de dados e retorna os dados já filtrados para o mesmo. Restando assim, menos processamento para o cliente realizar, fato importante, visto que o servidor tem um poder computacional muito maior que o de um dispositivo móvel, no caso o iphone. O restante desta monografia apresenta no Capitulo 2 a Fundamentação Teórica, com detalhamento dos softwares utilizados no desenvolvimento e dos hardwares utilizados nos projeto. Em seguida o Capitulo 3, formado pela Especificação, onde é detalhado a fundo o hardware utilizado, assim como os softwares desenvolvidos, de forma técnica. A seguir, no Capitulo 4, tem-se a Validação de Testes e Resultados, que mostra os métodos utilizados para medição e análise de desempenho do projeto, assim como suas interpretações. Então por fim a Conclusão no Capitulo 5, sintetizando todo o conteúdo de o que se refere o trabalho até os resultados obtidos e no Capitulo 6 as Referências Bibliográficas. 11

12 2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA O capítulo de fundamentação teórica consiste em explicar a importância da automação de estoque e do projeto proposto, em explicar mais detalhadamente as tecnologias utilizadas, como o RFID, o iphone, Web Service, os softwares desenvolvidos e também os hardwares utilizados no projeto. A automação de estoque é uma questão muito abordada em empresas, e começa também a ser algo viável de ser aplicado em residências, com a redução de custo de tecnologias envolvidas Modelo Cliente-Servidor O modelo de controle de estoque proposto pelo projeto, por ser controlado remotamente, consiste em um modelo Cliente-Servidor. Neste tipo de modelo, o Servidor é localizado junto ao estoque, onde são feitas as retiradas e entradas de estoque. Nele, também fica o banco de dados, onde é armazenado todo o estoque, a ser fornecido ao Cliente, quando solicitado. O servidor, mantém um Web Service, que fornece métodos pré definidos, com consultas ao estoque tratadas, que enviam para o Cliente. O Cliente, tem como objetivo ser um programa leve, que tem como único objetivo fazer pedidos de informações ao servidor, obte-las e mostrar ao usuário de forma amigável e compreensível. No projeto, o cliente é um software para ios, que funciona em iphones e ipods. Com isso, o usuário tem uma grande mobilidade de acesso ao estoque, podendo fazer consultas em redes Wi-fi ou então com a rede 3G ou EDGE da própria operadora Web Service Web Service é uma forma de aplicativos diferentes, desenvolvidos em linguagens e ambientes diferentes, se comunicarem. Isto é possível pois o Web Service usa a linguagem XML para transmitir informações entre um programa e outro. O XML é uma linguagem universal, que pode ser interpretada por diversas linguagens de programação. 12

13 O servidor fornece métodos com funcionalidades pré definidas pelo desenvolvedor. O cliente, utiliza esses métodos para receber as informações do servidor Software Nesta seção, são apresentados os softwares desenvolvidos neste projeto, que foram: o Cliente, utilizado no dispositivo móvel, e o servidor, que gerencia o banco de dados, recebe os dados do leitor RFID e roda o Web Service Cliente O software desenvolvido para o cliente é um aplicativo para dispositivos móveis que rodam o sistema ios, da Apple. Atualmente, estes dispositivos são: o iphone, o ipod Touch e o ipad. A programação de aplicativos para o ios é feita em uma linguagem relativamente nova, chamada Objective C, ou Cocoa Touch. Esta linguagem possui bastante semelhanças com o C++, e é a linguagem mais usada e recomendada para desenvolvimento de programas de qualquer produto da Apple (computadores rodando o sistema operacional OSX, dispositivos móveis rodando o ios), por obter a melhor performance dentro destes sistemas, visto que os mesmos foram desenvolvidos em Objective C. Para o desenvolvimento nesta linguagem, a única ferramenta utilizada é o Xcode, que consiste em um ambiente de desenvolvimento de código e interface gráfica do aplicativo, e também de um conjunto de ferramentas de teste de software. O Xcode está disponível apenas para o sistema operacional OSX, criando portanto uma restrição para alguns desenvolvedores. Apesar de ser uma linguagem relativamente nova, o Objective C está bem documentado e disponível para todos desenvolvedores cadastrados na Apple. Já há também bastante fóruns e websites de auxílio nesta linguagem. Uma dificuldade porém, tem sido a grande frequência com que a Apple atualiza API's e modifica partes de sua linguagem, pois isto faz com que muitos websites, tutoriais, documentações se tornem inúteis e desatualizados rapidamente. 13

14 Servidor A programação do software que roda no Servidor, é feita em C#, principalmente devido a facilidade que esta linguagem oferece para o uso de Web Service. Para o banco de dados do servidor, que é responsável por armazenar Estoque, Receitas e Lista de Compras, é utilizado o Microsoft SQL Server O uso do Microsoft SQL Server em vez de outro banco de dados, tem como um dos motivos principais o fácil acesso a ele pelo software do servidor, desenvolvido no Microsoft Visual Studio. A escolha desta versão deve-se, em parte, à melhor abrangência de, se comparado com a 2010 e versões mais antigas Hardware Esta seção apresenta os hardwares utilizados neste projeto, tanto para o Cliente quanto para o Servidor Cliente O hardware utilizado para o Cliente, é o iphone 4, destacando-se o uso dos seguintes componentes: Modem 3G O modem 3G do iphone é utilizado para a realização de conexão com o servidor, para o uso do Web Service, quando a conexão Wi-fi é inexistente Placa Wi-fi A placa wi-fi interna do iphone é utilizada para a realização de conexão com o servidor, sempre que possível, para evitar o uso da rede 3G que normalmente tem limitações de uso e custo impostas pelas operadoras de telefonia. 14

15 Tela Touch Screen Com certeza um dos principais e mais importantes componentes do iphone, responsável por grande parte da interatividade com o usuário. Fator que deve ser levado em conta no desenvolvimento do projeto, visto que uma interface voltada para um equipamento sensível ao toque deve ser bem diferente de uma normal RFID O RFID é uma tecnologia de identificação por rádio frequência. O sistema é composto por um leitor RFID e por diversas tags RFID, que estão presentes em cada produto. O leitor transmite ao servidor os dados de cada tag lida através de um cabo USB, que por sua vez atualiza seu banco de dados, onde se tem o controle de cada produto disponível no estoque. Existem dois tipos de tags: Ativas: o Enviam seu próprio sinal; o Mais caras; Passivas: o Respondem ao sinal enviado pela base transmissora; o Mais baratas; Existem diversos tipos de leitor RFID, com diferentes alcances, diferentes frequências de funcionamento, diferentes formas de comunicação com o servidor (Cabo Serial, USB). Deve-se analisar e escolher um modelo de acordo com a necessidade do projeto em questão. 15

16 3. ESPECIFICAÇÃO Como apresentado anteriormente, o projeto tem como idéia desenvolver um controle de estoque automatizado, controlado remotamente por um dispositivo móvel, utilizando um leitor RFID e tags em cada produto para a formação do estoque. Os Hardwares utilizados no projeto são: iphone 4, servidor, leitor RFID e tags RFID. Conforme a Figura 1 mostra, a tag RFID é lida pelo leitor, que envia a informação através de um cabo USB para o computador, que atualiza o banco de dados. O iphone, remotamente, através da Internet, se conectando através de seu modem 3G ou Wi-Fi, acessa o servidor, com um pedido ao Web Service implementado, obtendo os dados para apresentar para o usuário. Figura 1: Representação do Projeto. 16

17 O software do iphone possui como funcionalidade, além de as básicas, como consultar o estoque, consultar receitas e lista de compras, a habilidade de remotamente editar ingredientes e instruções de receitas já existentes, deletar receitas, criar novas receitas. Editar lista de compras, deletar lista de compras e criar novas lista de compras Hardware Nesta seção, é apresentado os hardwares utilizados detalhadamente, com o modelo e características dos mesmos, assim como configurações necessárias para uso do sistema RFID Há diversos modelos de Tags e Leitores de RFID no mercado mundial, com características e finalidades bem distintas. Para este projeto, foram utilizadas 10 tags RFID do tipo chaveiro modelo SLK01 da Strong Link, ilustrados na Figura 2, com as seguintes características: Frequência de 125 KHz e MHz; Chipset TK4100, Mifare 1k; Temperatura de funcionamento de -10 a +50. Figura 2: Tags RFID SLK01. 17

18 O leitor RFID utilizado foi o SL102 da Strong Link, conforme Figura 3, com as seguintes características: Frequência de 125 KHz; Interface USB Plug and Play (simula teclado); Temperatura de funcionamento de -10 a +70 ; Dimensões: mm; Peso: 160g; Figura 3: Leitor RFID SL102. O motivo para a escolha destas Tags e deste Leitor, deve-se dentre outras coisas, ao bom custo/benefício dos produtos, atendendo as necessidades básicas exigidas pelo projeto. A aquisição dos mesmos não foi de grande dificuldade, apesar de ter sido importado de outro país. Outra vantagem é a comunicação do leitor RFID com o computador, que se da por um cabo USB. O leitor envia os 10 dígitos da Tag lida para o computador, via USB, como se fosse a entrada de um teclado, facilitando bastante a aquisição da leitura pelo software do servidor. Algumas limitações importantes a destacar, entretanto, é a distância de leitura curta (aproximadamente 5 centímetros), que para uma aplicação prática do projeto é inferior à uma distância aceitável. Outra limitação, é a impossibilidade de passar duas tags simultaneamente. Para a limitação de distância, esta pode facilmente ser eliminada com um investimento um pouco maior em um leitor com maior distância de leitura e uma tag compatível. Isto só não foi feito pois para efeito de projeto a distância alcançada com estes equipamentos já é suficiente. 18

19 Servidor O servidor precisa ter uma configuração que suporte rodar o Microsoft SQL Server 2008, para manejar o banco de dados do sistema e o IIS 7.0. Precisa também estar conectado a internet. Uma configuração base seria: Processador 64 bits AMD Opteron, AMD Athlon 64 ou Intel Xeon com suporte Intel EM64T; Processador com clock de 2.0 GHz ou mais; Memoria RAM de no mínimo 1GB, recomendado 4GB; 100GB HDD; Windows 7; Cliente O hardware utilizado para o Cliente, é o iphone 4, destacando-se o uso dos seguintes componentes: Modem 3G O modem 3G do iphone é utilizado para a realização de conexão com o servidor, para o uso do Web Service, quando a conexão Wi-fi é inexistente Placa Wi-fi A placa wi-fi interna do iphone é utilidada para a realização de conexão com o servidor, sempre que possível, para evitar o uso da rede 3G que normalmente tem limitações de uso e custo impostas pelas operadoras de telefonia. 19

20 Tela Touch Screen Com certeza um dos principais e mais importantes componentes do iphone, responsável por grande parte da interatividade com o usuário. Fator que deve ser levado em conta no desenvolvimento do projeto, visto que uma interface voltada para um equipamento sensível ao toque deve ser bem diferente de uma normal Software Esta seção abordará detalhadamente o projeto dos softwares desenvolvidos para o sistema proposto. Primeiramente, será descrito os ambientes de desenvolvimento utilizados em cada software, Ambiente de Desenvolvimento A programação de aplicativos para o ios é feita em Objective C, ou Cocoa Touch. Esta linguagem tem bastante semelhanças com o C++,e é a linguagem mais usada e recomendada para desenvolvimento de programas de qualquer produto da Apple (computadores rodando o sistema operacional OSX, dispositivos móveis rodando o ios), por obter a melhor performance dentro destes sistemas. A programação do sistema que roda no Servidor, é feita em C#, principalmente devido a facilidade que esta linguagem oferece para o uso de Web Service. Para o banco de dados do servidor, que é responsável por armazenar Estoque, Receitas e Lista de Compras, é utilizado o Microsoft SQL Server Diagrama de Casos de Uso O diagrama de Casos de Uso de um software separa cada interação entre o usuário e o sistema. Com isso, é possível explicar de forma detalhada cada funcionalidade do sistema, e como o mesmo à realiza. 20

21 Analisando as funcionalidades desejadas para o sistema proposto têm-se o Diagrama de Casos de Uso do cenário do Cliente iphone, conforme a Figura 4: Figura 4: Diagrama de Casos de Uso do Cenário do software Cliente no iphone Descrição dos Casos de Uso Caso de Uso -- Consultar Estoque: o Este caso de uso é iniciado quando o usuário decide visualizar o estoque. 1. Usuário navega até a seção "Estoque" do software. 2. O software requere através de Web Service a consulta de estoque no banco de dados do servidor. 3. Servidor retorna para o cliente também utilizando Web Service os produtos em estoque. o Alternativas: 2a. O software falha ao tentar transmitir o pedido de consulta ao servidor por falta de conexão com a Internet e exibe mensagem de erro, disponibilizando para o usuário a última consulta realizada, armazenada em um Bando de Dados SQLite local. 21

22 Caso de Uso -- Consultar Lista de Compras: o Este caso de uso é iniciado quando o usuário decide visualizar a lista de produtos em falta no estoque, que devem ser repostos. 1. Usuário navega até a seção "Lista de Compras" do software. 2. O software requere através de Web Service a consulta da lista de compras. 3. O servidor busca no banco de dados todos os produtos requisitados pela lista de compra escolhida, consulta o estoque para saber quantas unidades há no estoque, subtrai da quantidade desejada pela lista de compras. 4. Servidor retorna para o cliente também utilizando Web Service a lista de produtos resultante e a quantidade necessaria. o Alternativas: 2a. O software falha ao tentar transmitir o pedido de consulta ao servidor por falta de conexão com a internet e exibe mensagem de erro, mostrando as Listas de Compras da ultima consulta, disponíveis no Banco de Dados SQLite local. Caso de Uso -- Checar disponibilidade de ingredientes de Receita: o Este caso de uso é iniciado quando o usuário decide visualizar os produtos que faltam para a realização de determinada receita. 1. Usuário navega até a seção "Receitas" do software. 2. Usuário escolhe uma receita dentre as receitas cadastradas. 3. O software requere através de Web Service a consulta da receita escolhida. 4. O Servidor busca no banco de dados pelos produtos contidos na receita escolhida. 5. Servidor retorna para o cliente também utilizando web service os produtos da receita que já foram usados e não estão mais no estoque. o Alternativas: 3a. O software falha ao tentar transmitir o pedido de consulta ao servidor por falta de conexão com a internet e exibe mensagem de erro, mostrando os dados da ultima consulta, disponíveis no Banco de Dados SQLite local. 22

23 Caso de Uso -- Editar Lista de Compra: o Este caso de uso é iniciado quando o usuário decide adicionar ou remover algum produto da lista de compras. 1. Usuário navega até a seção "Lista de Compras" do software. 2. Escolhe uma Lista de Compras. 3. Usuário escolhe a opção editar lista". 4. Usuário adiciona ou remove um produto da lista. 5. O software requere através de Web Service a alteração da lista de compras no servidor. 6. Banco de Dados é atualizado. 7. Servidor retorna para o cliente também utilizando Web Service a nova lista de compras atualizada. o Alternativas: 4a. O software falha ao tentar transmitir o pedido de consulta ao servidor por falta de conexão com a internet e exibe mensagem de erro. Caso de Uso -- Editar Receita: o Este caso de uso é iniciado quando o usuário decide adicionar ou remover algum produto necessário na receita selecionada. 1. Usuário navega até a seção "Receitas" do software. 2. Usuário escolhe uma receita dentre as receitas cadastradas. 3. Usuário escolhe a opção "editar receita". 4. Usuário adiciona ou remove um ou mais produtos da lista. 5. O software requere através de Web Service a alteração da receita selecionada no servidor. 6. Banco de Dados é atualizado. 7. Servidor retorna para o cliente também utilizando Web Service a receita atualizada. o Alternativas: 5a. O software falha ao tentar transmitir o pedido de consulta ao servidor por falta de conexão com a internet e exibe mensagem de erro. Caso de Uso -- Criar Receita: o Este caso de uso é iniciado quando o usuário decide criar uma nova receita. 1. Usuário navega até a seção "Receitas" do software. 2. Usuário escolhe a opção "criar receita". 3. Usuário adiciona os produtos do estoque que consistem a receita. 4. Usuário da um nome à receita. 5. Usuário escolhe a quantidade necessária de cada produto. 6. O software requere através de Web Service a criação da receita. 7. Banco de Dados é atualizado. 8. Servidor retorna para o cliente também utilizando Web Service a nova lista de receitas atualizada. o Alternativas: 5a. O software falha ao tentar transmitir o pedido de consulta ao servidor por falta de conexão com a internet e exibe mensagem de erro. 23

24 Diagrama de Classes Diagrama de Classes é uma representação da estrutura e relações das classes que servem de modelo para objetos. É uma modelagem muito útil para o sistema, definindo todas as classes que o sistema necessita possuir Diagrama de Classes do software Cliente no iphone Figura 5: Diagrama de Classes do software Cliente no iphone. A Figura 5 ilustra o Diagrama de Classes do Cliente. No cliente, tudo parte de uma Tela Inicial, representada pela classe Controle de Estoque. Esta, tem 3 ações. Consultar Estoque, Consultar Lista de Compras e Consultar Receitas. Consultar Estoque leva à classe Estoque, que possui apenas os atributos Produto e Quantidade, obtidos do servidor para apresentar para o usuário. Consultar Receitas leva à classe Receitas, que possui o nome da receita, produtos, e as quantidades do mesmo necessárias para a receita em questão. A partir desta classe, tem-se 3 ações: Criar Receitas, Remover Receitas e Editar Receitas. 24

25 Consultar Lista de Compras leva à classe Lista de Compras, que possui o nome da lista de compras, produtos, e as quantidades do mesmo desejadas para lista de compras em questão. A partir desta classe, tem-se 3 ações: Criar Lista de Compras, Remover Lista de Compras e Editar Lista de Compras Diagrama de Sequência Diagrama de Sequência (ou Diagrama de Sequência de Mensagens) é um diagrama usado em UML (Unified Modeling Language), representando a sequência de processos num programa de computador. Como um projeto pode ter uma grande quantidade de métodos em classes diferentes, pode ser difícil determinar a sequência global do comportamento do mesmo. O diagrama de sequência representa essa informação de uma forma simples e lógica Diagrama de Sequência do cenário Adição/Remoção Produtos Figura 6: Diagrama de Sequência do cenário Adição/Remoção Produtos. Conforme ilustra a Figura 6, toda vez em que um novo produto entra no depósito onde ficaria o estoque, o mesmo passa pelo leitor RFID, que lê a tag contida na embalagem do produto, e envia um código único e 25

26 o nome do produto para o servidor, através de um cabo USB, que então adiciona o produto ao estoque, caso o código já não esteja cadastrado. Desta mesma forma, quando um produto é utilizado, ao ser removido do estoque, ele passa pelo leitor RFID, e quando o servidor detecta que o código único já está cadastrado no banco de dados, ele sabe que se trata de uma remoção, portanto marca o produto como esgotado ou fora de estoque Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Estoque Figura 7: Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Estoque. Para o cliente fazer uma consulta de estoque, a sequência a ser seguida, como mostra a Figura 7, é o cliente enviar um pedido de consulta de estoque para o servidor. 26

27 Este por sua vez faz uma busca no banco de dados por todos produtos marcados como disponível em estoque, o banco de dados retorna o resultado da busca que é então enviado pelo servidor para o cliente (iphone) que mostra o resultado de forma amigável e clara para o usuário Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Receita Figura 8: Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Receita. Neste cenário também, para o cliente fazer uma consulta de determinada receita, a sequência a ser seguida, como mostra a figura 8, é semelhante a consulta de estoque. Porém desta vez o servidor faz a busca de disponibilidade de produtos no banco de dados de apenas os produtos contidos na receita informada pelo cliente para o servidor. O banco de dados retorna então os 27

28 produtos não disponíveis para o servidor, que são então enviados pelo servidor para o cliente (iphone), que mostra ao usuário quais ingredientes necessitam ser comprados para realizar a receita desejada Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Lista de Compras Figura 9: Diagrama de Sequência do cenário Consulta de Lista de Compras. Neste cenário também, para o cliente fazer uma consulta da lista de produtos a serem comprados, a sequência a ser seguida, como mostra a Figura 9, é semelhante a consulta de estoque e a consulta de determinada receita. Porém neste caso o servidor faz a busca por produtos marcados como fora de estoque no banco de dados. O banco de dados retorna então os produtos marcados como fora de estoque para o servidor, então envia para o cliente (iphone), que mostra ao usuário quais produtos necessitam ser comprados. 28

29 Prototipação de Telas Através da prototipação de telas, pode-se ter uma idéia de como o sistema será quando desenvolvido, permitindo ver possíveis e importantes melhoras na interface do programa ainda em etapa de desenvolvimento, o que torna bem mais fácil uma eventual correção necessária Tela Principal Figura 10: Tela Principal. A partir desta tela que o usuário pode acessar todas as funcionalidades do cliente desenvolvido para o iphone. A tela consiste em fornecer três opções ao usuário: Ver Estoque; Ver Lista de Receitas; Ver Lista de Compras; Ir para tela de Configurações; 29

30 Tela Visualização de Estoque Figura 11: Visualização do Estoque. Nesta tela, o usuário visualiza todos os produtos em estoque, dado este fornecido pelo banco de dados do servidor. Produtos que foram consumidos ou retirados do estoque não aparecem aqui. A partir desta tela o usuário pode voltar para a tela principal. 30

31 Tela Visualização de Lista de Compras Figura 12: Visualização da Lista de Compras. Nesta tela, o usuário visualiza todas as listas de compras cadastradas, podendo abrir cada uma delas para visualizar detalhadamente cada item que consiste a lista, podendo adicionar ou remover itens ou também pode ir para uma tela de criação de nova lista de compras ou voltar para a tela principal. 31

32 Tela Criação de nova Lista de Compras Figura 13: Criação de nova Lista de Compras. Nesta tela, o usuário dá o nome à nova lista de compras, adiciona itens a mesma, edita a quantidade necessária de cada item, e salva a nova lista de compras no servidor. 32

33 Tela Visualização detalhada de Lista de Compras Figura 14: Visualização detalhada de nova Lista de Compras. Nesta tela, o usuário visualiza os itens contidos na lista de compras escolhida e não disponíveis no estoque, assim como a quantidade a ser comprada. A partir desta tela é possível editar a lista, adicionando, removendo e modificando a quantidade de cada item desejada. 33

34 Tela Visualização das Receitas cadastradas Figura 15: Visualização das Receitas cadastradas. Nesta tela, o usuário visualiza todas as receitas cadastradas no servidor, a partir desta tela o usuário pode ir para a tela de Visualização detalhada de Receitas, para a tela de Criação de Receitas ou voltar para a tela principal. 34

35 Tela Criação de nova Receita Figura 16: Criação de nova Receita. Nesta tela, o usuário da o nome à nova receita, adiciona itens a mesma, edita a quantidade necessária de cada item, Edita a instrução para a receita, e salva a nova receita no servidor. 35

36 Tela Visualização detalhada de Receita Figura 17: Visualização detalhada de Receita. Nesta tela, o usuário visualiza a receita escolhida, tendo acesso à lista completa de ingredientes, assim como à lista de ingredientes não disponíveis no estoque necessários para a receita escolhida, além de poder consultar instruções de como realizar a receita. A partir desta tela é possível editar a receita, adicionando, removendo e modificando a quantidade de cada item desejada e a instrução. 36

37 Tela de Configuração Figura 18: Visualização da tela de configuração. Esta tela permite que o usuário configure o IP do Servidor para que seja possível estabelecer comunicação com o mesmo. 37

PROJETO DE PESQUISA. Automação residencial utilizando dispositivos móveis e microcontroladores.

PROJETO DE PESQUISA. Automação residencial utilizando dispositivos móveis e microcontroladores. PROJETO DE PESQUISA 1. Título do projeto Automação residencial utilizando dispositivos móveis e microcontroladores. 2. Questão ou problema identificado Controlar remotamente luminárias, tomadas e acesso

Leia mais

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Visão geral do conteúdo Sobre o PrintMe Mobile Requisitos do sistema Impressão Solução de problemas Sobre o PrintMe Mobile O PrintMe Mobile é uma solução empresarial

Leia mais

EIMOBILE INSTITUIÇÕES DE ENSINO MOBILE

EIMOBILE INSTITUIÇÕES DE ENSINO MOBILE UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EIMOBILE INSTITUIÇÕES DE ENSINO MOBILE por Miguel Aguiar Barbosa Trabalho de curso II submetido como

Leia mais

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS Leandro Guilherme Gouvea 1, João Paulo Rodrigues 1, Wyllian Fressatti 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil leandrog.gouvea@gmail.com,

Leia mais

Frameworks para criação de Web Apps para o Ensino Mobile

Frameworks para criação de Web Apps para o Ensino Mobile 393 Frameworks para criação de Web Apps para o Ensino Mobile Lucas Zamim 1 Roberto Franciscatto 1 Evandro Preuss 1 1 Colégio Agrícola de Frederico Westphalen (CAFW) Universidade Federal de Santa Maria

Leia mais

Guia Wi-Fi Direct. Versão 0 BRA-POR

Guia Wi-Fi Direct. Versão 0 BRA-POR Guia Wi-Fi Direct Versão 0 BRA-POR Modelos aplicáveis Este Manual do Usuário aplica-se aos modelos a seguir: MFC-J650DW/J670DW/J690DW Definições das observações Utilizamos o ícone a seguir ao longo deste

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 4 2 Nextel Cloud Web... 5 2.1 Página Inicial... 6 2.1.1 Meu Perfil... 7 2.1.2 Meu Dispositivo...

Leia mais

Guia de Utilização da IHM Touch Screen Rockwell. Realização:

Guia de Utilização da IHM Touch Screen Rockwell. Realização: Guia de Utilização da IHM Touch Screen Rockwell Realização: Thiago de Oliveira Felipe Guilherme Stein Joinville Santa Catarina Outubro de 2010 INTRODUÇÃO Analisando os processos de manufatura e o desenvolvimento

Leia mais

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Março de 2015 Introdução O acesso móvel ao site do Novell Vibe pode ser desativado por seu administrador do Vibe. Se não conseguir acessar a interface móvel do

Leia mais

Módulo I - Introdução. Faculdade Christus Sistemas de Informação 17/09/2010. Carlos Eugênio Torres Engenheiro de Informática http://cetorres.

Módulo I - Introdução. Faculdade Christus Sistemas de Informação 17/09/2010. Carlos Eugênio Torres Engenheiro de Informática http://cetorres. Módulo I - Introdução Aula 2 Carlos Eugênio Torres Engenheiro de Informática http://cetorres.com Faculdade Christus Sistemas de Informação 17/09/2010 Graduado em Ciência da Computação pela UFC, Brasil

Leia mais

Manual do Usuário Android Neocontrol

Manual do Usuário Android Neocontrol Manual do Usuário Android Neocontrol Sumário 1.Licença e Direitos Autorais...3 2.Sobre o produto...4 3. Instalando, Atualizando e executando o Android Neocontrol em seu aparelho...5 3.1. Instalando o aplicativo...5

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 Neste item aprenderemos a instalar o Microsoft SQL SERVER 2008 R2 e a fazer o Upgrade de versões anteriores do SQL SERVER 2008 R2. Também veremos as principais

Leia mais

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários 2 Partes do Sistema Computacional HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS Software Dados Usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE DIGITAL CONCURSOS

MANUAL DO CLIENTE DIGITAL CONCURSOS MANUAL DO CLIENTE DIGITAL CONCURSOS Digital Concursos Neste manual você encontrará as respostas para todas suas dúvidas relacionadas ao procedimento de desbloqueio para visualização dos produtos adquiridos

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 5 3 Vivo Sync Web... 6 3.1 Página Inicial... 6 3.1.1 Novo Contato... 7 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

Março 2012. Como o Eye-Fi funciona Fluxogramas da visão geral

Março 2012. Como o Eye-Fi funciona Fluxogramas da visão geral Março 2012 Como o funciona Fluxogramas da visão geral 2012 Visioneer, Inc. (licenciada da marca Xerox) Todos os direitos reservados. XEROX, XEROX and Design e DocToMe são marcas comerciais da Xerox Corporation

Leia mais

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One.

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Neste tópico, responderemos à pergunta: O que é o Business One? Definiremos o SAP Business One e discutiremos as opções e as plataformas disponíveis para executar

Leia mais

Aplicativo de inicialização rápida Novell Filr 1.0.2 Mobile

Aplicativo de inicialização rápida Novell Filr 1.0.2 Mobile Aplicativo de inicialização rápida Novell Filr 1.0.2 Mobile Setembro de 2013 Novell Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop, browser

Leia mais

Um guia para soluções de rede CLARiSUITE TM

Um guia para soluções de rede CLARiSUITE TM Perguntas Técnicas Frequentes Segurança do Código CLARiSUITE Um guia para soluções de rede CLARiSUITE TM Visão geral Segurança, integridade e estabilidade da infraestrutura de TI são as principais preocupações

Leia mais

FileMaker 13. Guia de ODBC e JDBC

FileMaker 13. Guia de ODBC e JDBC FileMaker 13 Guia de ODBC e JDBC 2004 2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara, Califórnia 95054 FileMaker e Bento são marcas comerciais da

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Mobile

CA Nimsoft Monitor Mobile CA Nimsoft Monitor Mobile Guia do Usuário 7.0 Histórico da revisão do documento Versão do documento Data Alterações 1.0 Setembro 2013 Versão inicial do Nimsoft Mobile 7.0. Avisos legais Copyright 2013,

Leia mais

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP Guia de instalação do software HP LaserJet Enterprise M4555 MFP Series Guia de instalação do software Direitos autorais e licença 2011 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

Desenvolvimento de um Caderno de Campo para Plataformas Móveis utilizando PhoneGap

Desenvolvimento de um Caderno de Campo para Plataformas Móveis utilizando PhoneGap Desenvolvimento de um Caderno de Campo para Plataformas Móveis utilizando PhoneGap Maicon Anderson Mattos da Silva 1, Casiane Salete Tibola 2, Jose Mauricio Cunha Fernandes 2, Jaqson Dalbosco 1, Rafael

Leia mais

Acadêmico: Maicon Machado Orientador: José Carlos Toniazzo

Acadêmico: Maicon Machado Orientador: José Carlos Toniazzo Acadêmico: Maicon Machado Orientador: José Carlos Toniazzo Tema; Delimitação do Problema; Hipóteses ou questões de pesquisa; Objetivos; Justificativa; Revisão Bibliográfica; Cronograma; Referências. Desenvolver

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 4 3 Vivo Sync Web... 5 3.1 Página Inicial... 5 3.1.1 Novo Contato... 6 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID Maik Olher CHAVES 1 ; Daniela Costa Terra 2. 1 Graduado no curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Produção de aplicativo de catálogo de cursos da UTFPR para o sistema Android

Produção de aplicativo de catálogo de cursos da UTFPR para o sistema Android Produção de aplicativo de catálogo de cursos da UTFPR para o sistema Android Wenner S. Santos*, Marcos Silvano Orita Almeida* *COINT / UTFPR, Campo Mourão, Brasil e-mail: wenner.santos@hotmail.com Resumo/Abstract

Leia mais

Santa Cruz do Sul, outubro de 2015.

Santa Cruz do Sul, outubro de 2015. MANUAL DO USUÁRIO Santa Cruz do Sul, outubro de 2015. Adilson Ben da Costa & Ederson Luis Posselt Programa de Pós-graduação em Sistemas e Processos Industriais, Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC),

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series. Bem-vindo

Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series. Bem-vindo Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series Bem-vindo 2013 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto.

Leia mais

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet Ebook Como configurar e-mails no seu celular Este e-book irá mostrar como configurar e-mails, no seu celular. Sistemas operacionais: Android, Apple, BlackBerry, Nokia e Windows Phone Há muitos modelos

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Tipos de Sistemas Operacionais Com o avanço dos computadores foram surgindo alguns tipos de sistemas operacionais que contribuíram para o desenvolvimento do software. Os tipos de

Leia mais

Guia rápido de recursos Wi-Fi GZ-EX210

Guia rápido de recursos Wi-Fi GZ-EX210 Guia rápido de recursos Wi-Fi GZ-EX210 Funcionalidades Wi-Fi Este aparelho está equipado com a função Wi-Fi. Pode realizar as seguintes operações com o uso de um smartphone ou computador, através de uma

Leia mais

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4 DMS Documento de Modelagem de Sistema Versão: 1.4 VERANEIO Gibson Macedo Denis Carvalho Matheus Pedro Ingrid Cavalcanti Rafael Ribeiro Tabela de Revisões Versão Principais Autores da Versão Data de Término

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 09/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02

1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02 1 Manual do Usuário para leitor Biblioteca Digital Cengage Indice: 1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02 2.- O acesso à aplicação ------------------------------------------------------------------

Leia mais

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO

Pré-Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso Tiago Garcia Pereira 1. INTRODUÇÃO UM PADRÃO ABERTO DE SOFTWARE PARA COMPUTAÇÃO MÓVEL: UM ESTUDO SOBRE GOOGLE ANDROID 1. INTRODUÇÃO O aumento do número usuários de dispositivos móveis atrai cada vez os desenvolvedores a produzir aplicações

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CERVA TOISS. por

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CERVA TOISS. por UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CERVA TOISS por Daniel Teixeira Braga Trabalho de Conclusão de curso II Prof. Marcos Echevarria

Leia mais

6/06/2012 09h26 - Atualizado em 26/06/2012 12h30 Boot to Gecko: o futuro celular da Mozilla

6/06/2012 09h26 - Atualizado em 26/06/2012 12h30 Boot to Gecko: o futuro celular da Mozilla 6/06/2012 09h26 - Atualizado em 26/06/2012 12h30 Boot to Gecko: o futuro celular da Mozilla O mercado brasileiro de dispositivos móveis em breve ganhará mais uma grande plataforma. Anunciado oficialmente

Leia mais

Manual Operacional SAT TS-1000

Manual Operacional SAT TS-1000 Manual Operacional SAT TS-1000 APRESENTAÇÃO O TS-1000 é o equipamento SAT da Tanca destinado a emissão de Cupons Fiscais Eletrônicos. Equipado com o que há de mais moderno em Tecnologia de Processamento

Leia mais

Manual TIM PROTECT BACKUP. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013. http://timprotect.com.br/

Manual TIM PROTECT BACKUP. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013. http://timprotect.com.br/ Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013 http://timprotect.com.br/ 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 TIM PROTECT BACKUP...Erro! Indicador não definido. 3 TIM PROTECT BACKUP Web... 6 3.1

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

PROTÓTIPO DE APLICAÇÃO PARA O PROBLEMA DE ROTEAMENTO DE VEÍCULOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS NA PLATAFORMA ANDROID

PROTÓTIPO DE APLICAÇÃO PARA O PROBLEMA DE ROTEAMENTO DE VEÍCULOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS NA PLATAFORMA ANDROID PROTÓTIPO DE APLICAÇÃO PARA O PROBLEMA DE ROTEAMENTO DE VEÍCULOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS NA PLATAFORMA ANDROID Acadêmica: Shaiane Mafra Casa Orientador: Jacques Robert Heckmann 07/2013 Roteiro Introdução

Leia mais

Sistema de pedidos para estabelecimentos de alimentação: QuickPed. Adailton Antonio Ribeiro

Sistema de pedidos para estabelecimentos de alimentação: QuickPed. Adailton Antonio Ribeiro 2011 Sistema de pedidos para estabelecimentos de alimentação: QuickPed Adailton Antonio Ribeiro UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS BACHARELADO EM SISTEMAS

Leia mais

RHOELEMENTS MOTOROLA DESENVOLVA MENOS. FAÇA MAIS.

RHOELEMENTS MOTOROLA DESENVOLVA MENOS. FAÇA MAIS. RHOELEMENTS MOTOROLA DESENVOLVA MENOS. FAÇA MAIS. RHOELEMENTS MOTOROLA FOLHETO COM TANTOS EQUIPAMENTOS MÓVEIS... VOCÊ, DEFINITIVAMENTE, QUER CRIAR UM APLICATIVO COMPATÍVEL COM TODOS ELES. COM RHOELEMENTS,

Leia mais

Rational Quality Manager. Nome: Raphael Castellano Campus: AKXE Matrícula: 200601124831

Rational Quality Manager. Nome: Raphael Castellano Campus: AKXE Matrícula: 200601124831 Rational Quality Manager Nome: Raphael Castellano Campus: AKXE Matrícula: 200601124831 1 Informações Gerais Informações Gerais sobre o RQM http://www-01.ibm.com/software/awdtools/rqm/ Link para o RQM https://rqmtreina.mvrec.local:9443/jazz/web/console

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS A Internet global A World Wide Web Máquinas de busca Surgiram no início da década de 1990 como programas de software relativamente simples que usavam índices de palavras-chave.

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS MÓVEIS - ANDROID X IOS

SISTEMAS OPERACIONAIS MÓVEIS - ANDROID X IOS SISTEMAS OPERACIONAIS MÓVEIS - ANDROID X IOS Danielle Dias Simões¹, Júlio César Pereira². Universidade Paranaense - Unipar Paranavaí PR - Brasil dannesimoes@hotmail.com juliocesarp@unipar.br Resumo. O

Leia mais

Sistema para gestão de restaurante

Sistema para gestão de restaurante Sistema para gestão de restaurante Luciana Tavares Rosa luciana.rosa@inf.aedb.br AEDB Fábio Rezende Dutra fabio.dutra@inf.aedb.br AEDB Resumo:O sistema para gestão de restaurante é um software desenvolvido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS Trabalho final da disciplina Computadores, Redes, IP e Internet Professor: Walter Freire Aluno:

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia do usuário Publicado: 09/01/2014 SWD-20140109134951622 Conteúdo 1 Primeiros passos... 7 Sobre os planos de serviço de mensagens oferecidos para o BlackBerry

Leia mais

Análise de Performance de Frameworks de Desenvolvimento Mobile Multiplataforma

Análise de Performance de Frameworks de Desenvolvimento Mobile Multiplataforma 347 Análise de Performance de Frameworks de Desenvolvimento Mobile Multiplataforma Kamile A. Wahlbrinck, Bruno B. Boniati Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Caixa Postal 54 98.400-000 Frederico

Leia mais

Guia Wi-Fi Direct. Versão 0 BRA-POR

Guia Wi-Fi Direct. Versão 0 BRA-POR Guia Wi-Fi Direct Versão 0 BRA-POR Modelos aplicáveis Este Guia do Usuário se aplica aos modelos a seguir. HL-547DW(T)/618DW(T)/MFC-871DW/891DW/895DW(T) Interpretação das observações Os seguintes ícones

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

TÍTULO: ARCASE - AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COM ANDROID E SISTEMAS EMBARCADOS

TÍTULO: ARCASE - AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COM ANDROID E SISTEMAS EMBARCADOS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ARCASE - AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL COM ANDROID E SISTEMAS EMBARCADOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA:

Leia mais

5 Mecanismo de seleção de componentes

5 Mecanismo de seleção de componentes Mecanismo de seleção de componentes 50 5 Mecanismo de seleção de componentes O Kaluana Original, apresentado em detalhes no capítulo 3 deste trabalho, é um middleware que facilita a construção de aplicações

Leia mais

Infracontrol versão 1.0

Infracontrol versão 1.0 Infracontrol versão 1.0 ¹Rafael Victória Chevarria ¹Tecnologia em Redes de Computadores - Faculdade de Tecnologia SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) Rua Gonçalves Chaves 602-A Centro 96015-560

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB. Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação

CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB. Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA UNIPAMPA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NTIC CARTILHA DO

Leia mais

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Linha : a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Leve Criado apenas com a funcionalidade que você precisa Barato Do uso gratuito ao licenciamento flexível Eficiente Software fácil de usar e

Leia mais

Faça mais. Saiba mais sobre o EX6200

Faça mais. Saiba mais sobre o EX6200 Faça mais Saiba mais sobre o EX6200 Conteúdo Conheça o WiFi da próxima geração................................. 3 Otimize seu WiFi.................................................. 4 Compartilhe arquivos

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

Guia ineocontrol. iphone e ipod Touch

Guia ineocontrol. iphone e ipod Touch Guia ineocontrol iphone e ipod Touch Referência completa para o integrador do sistema Module. Aborda os recursos necessários para a itulização, instalação do software e importação das interfaces criadas

Leia mais

Aplicações Móveis e sua aplicação na saúde: micd, exemplo prático

Aplicações Móveis e sua aplicação na saúde: micd, exemplo prático Aplicações Móveis e sua aplicação na saúde: micd, exemplo prático Leonel Machava Email: leonelmachava@gmail.com MOZAMBICAN OPEN ARCHITECTURES STANDARDS AND INFORMATION SYSTEMS Conteúdo Definição de aplicação

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior Arquitetura de Computadores Professor: Vilson Heck Junior Agenda Conceitos Estrutura Funcionamento Arquitetura Tipos Atividades Barramentos Conceitos Como já discutimos, os principais componentes de um

Leia mais

Seu Guia. Este manual descreve como usar Magic Desktop. Vista Geral... 2 Aparência... 3 Operações... 4 Especificações... 19

Seu Guia. Este manual descreve como usar Magic Desktop. Vista Geral... 2 Aparência... 3 Operações... 4 Especificações... 19 Seu Guia Este manual descreve como usar Magic Desktop. Vista Geral... 2 Aparência... 3 Operações... 4 Especificações... 19 PFU LIMITED 2013 Magic Desktop Magic Desktop é um aplicativo que organiza as informações

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR - PROCON/SP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR - PROCON/SP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SISTEMA 1. INTRODUCÃO Este manual tem como objetivo orientar o usuário durante o processo de instalação do SIGA Sistema Global de Atendimento. 2 de 27 2. PRÉ-REQUISITOS DE INSTALAÇÃO

Leia mais

Implantação do Zabbix para monitoramento de infraestrutura

Implantação do Zabbix para monitoramento de infraestrutura Implantação do Zabbix para monitoramento de infraestrutura Raphael Celuppi Curso de Especialização em Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Setembro 2009 Sumário

Leia mais

UM PROTÓTIPO DO SISTEMA PARA CONTROLE DE BIBLIOTECAS POR MEIO DE PÁGINAS WEB DINÂMICAS 1

UM PROTÓTIPO DO SISTEMA PARA CONTROLE DE BIBLIOTECAS POR MEIO DE PÁGINAS WEB DINÂMICAS 1 UM PROTÓTIPO DO SISTEMA PARA CONTROLE DE BIBLIOTECAS POR MEIO DE PÁGINAS WEB DINÂMICAS 1 Daniel de Faveri HONORATO 2, Renato Bobsin MACHADO 3, Huei Diana LEE 4, Feng Chung WU 5 Escrito para apresentação

Leia mais

Especificação Suplementar

Especificação Suplementar Especificação Suplementar Versão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 29/10/2014 2.0 2.1 funcionalidade e segurança de M. Vinícius acesso 30/10/2014

Leia mais

Seu manual do usuário YAMAHA UX16 http://pt.yourpdfguides.com/dref/512336

Seu manual do usuário YAMAHA UX16 http://pt.yourpdfguides.com/dref/512336 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 1.00

MANUAL DO SISTEMA. Versão 1.00 MANUAL DO SISTEMA Versão 1.00 Considerações Gerais...2 Aquisição MOBILE...3 Ativação do Adicion...3 Entendendo o Integrador WebPav/Mobile...4 Controle de Integração...4 Configurando Mobile no Sistema Adicion...6

Leia mais

Fundamentos da Computação Móvel

Fundamentos da Computação Móvel Fundamentos da Computação Móvel (Plataformas Sistemas Operacionais e Desenvolvimento) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

Programação para Android

Programação para Android Programação para Android Aula 01: Visão geral do android, instalação e configuração do ambiente de desenvolvimento, estrutura básica de uma aplicação para Android Objetivos Configurar o ambiente de trabalho

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO TECNÓLOGO EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO TECNÓLOGO EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO TECNÓLOGO EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Sistema de Controle de Viaturas por Pablo Wasculewsky de Matos Orientador: Prof. Me. André Vinicius

Leia mais

Configurações do adaptador W-U3300nL

Configurações do adaptador W-U3300nL Configurações do adaptador W-U3300nL Introdução Obrigado por adquirir o adaptador para rede sem fio C3 Tech. Apresentando o que há de melhor em Tecnologia Wireless, o Adaptador para Rede Sem Fio C3 Tech

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps

Manual do Usuário Microsoft Apps Manual do Usuário Microsoft Apps Edição 1 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos da Microsoft oferecem aplicativos para negócios para o seu telefone Nokia

Leia mais

TÍTULO: SISTEMA MOBILE-SERVIDOR PARA GERENCIAMENTO DE DESPACHO DE EMPILHADEIRAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS

TÍTULO: SISTEMA MOBILE-SERVIDOR PARA GERENCIAMENTO DE DESPACHO DE EMPILHADEIRAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SISTEMA MOBILE-SERVIDOR PARA GERENCIAMENTO DE DESPACHO DE EMPILHADEIRAS CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Objetivo O objetivo do projeto é especificar o desenvolvimento de um software livre com a finalidade de automatizar a criação de WEBSITES através do armazenamento

Leia mais

Manual do usuário. Midas Touch PISOINTERATIVO.COM.BR

Manual do usuário. Midas Touch PISOINTERATIVO.COM.BR Manual do usuário Midas Touch PISOINTERATIVO.COM.BR 1 INSTALAÇÃO 1.1 Requisitos de sistema 1.2 Conteúdos do CD de instalação 1.3 Instalação 2 CONFIGURAÇÃO 2.1 ENUTV setup 2.2 Midas Touch 1.1 REQUISITOS

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Versão: 5.0 Service pack: 2 Testes de verificação SWD-980801-0125102730-012 Conteúdo 1 Visão geral... 4 2 Tipos de telefones e contas de usuário... 5 3 Verificando a instalação

Leia mais

Seu guia para aproveitar o melhor da plataforma Emerald Insight

Seu guia para aproveitar o melhor da plataforma Emerald Insight Emerald Insight Seu guia para aproveitar o melhor da plataforma Emerald Insight Guia passo-a-passo sobre: Como criar uma conta de usuário Como navegar, pesquisar e encontrar o conteúdo mais relevante Como

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE CONTROLS, também conhecido como NEXCON, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas pela Nexcode

Leia mais

Noções básicas. Índice analítico. Quick User Guide - Português (Brasil)

Noções básicas. Índice analítico. Quick User Guide - Português (Brasil) Noções básicas Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Anywhere Wifi. Leia este guia antes de operar este scanner e seu software. Todas as informações estão sujeitas a alterações

Leia mais

Gerenciador de sistemas Gerenciamento de dispositivo móvel com base em nuvem

Gerenciador de sistemas Gerenciamento de dispositivo móvel com base em nuvem Gerenciador de sistemas Gerenciamento de dispositivo móvel com base em nuvem Resumo O Gerenciador de sistemas da Meraki fornece gerenciamento centralizado em nuvem e pelo ar, diagnósticos e monitoramento

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Aviso. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Aviso. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Guia de Utilização 2015 Aviso O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE OS FRAMEWORKS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ENTITY FRAMEWORK E NHIBERNATE : ESTUDO DE CASO EM UM SISTEMA

COMPARAÇÃO ENTRE OS FRAMEWORKS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ENTITY FRAMEWORK E NHIBERNATE : ESTUDO DE CASO EM UM SISTEMA 73 COMPARAÇÃO ENTRE OS FRAMEWORKS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ENTITY FRAMEWORK E NHIBERNATE : ESTUDO DE CASO EM UM SISTEMA Daniel José Angotti Analista de Negócio, Repom S/A djangotti@gmail.com Carlos

Leia mais

PLATAFORMA. MPact PARA MARKETING. MóVEL NOVAS REGRAS PARA CAPTAR A ATENÇÃO DOS CLIENTES DE MANEIRA MAIS EFICAZ

PLATAFORMA. MPact PARA MARKETING. MóVEL NOVAS REGRAS PARA CAPTAR A ATENÇÃO DOS CLIENTES DE MANEIRA MAIS EFICAZ PLATAFORMA MPact PARA MARKETING MóVEL NOVAS REGRAS PARA CAPTAR A ATENÇÃO DOS CLIENTES DE MANEIRA MAIS EFICAZ LOCALIZAÇÃO E ANÁLISE QUANDO UM CLIENTE OU HÓSPEDE ENTRA EM SUA LOJA OU HOTEL, CHEGOU SUA OPORTUNIDADE

Leia mais

Manual Framework Daruma para ECF

Manual Framework Daruma para ECF Manual Framework Daruma para ECF DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: Leandro Doc. Vrs. 01 Revisão: Laila Maria Aprovado em: Março de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos

Leia mais

Informações importantes

Informações importantes Informações importantes Genexus Web: Marketing e TI alinhados em Aplicativos para Dispositivos móveis DUAS ÁREAS IMPORTANTES... DOIS AMBIENTES... Mais do nunca, marketing e TI precisam estar alinhados

Leia mais

Soluções de Acessibilidade. VLibras - Desktop. Manual de Instalação da Ferramenta. Microsoft Windows R. Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD

Soluções de Acessibilidade. VLibras - Desktop. Manual de Instalação da Ferramenta. Microsoft Windows R. Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD Soluções de Acessibilidade VLibras - Desktop Manual de Instalação da Ferramenta Microsoft Windows R Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD 2015 INTRODUÇÃO Objetivo Este manual contém introdução e informações

Leia mais

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a programação de dispositivos móveis. Prof. Me. Hélio Esperidião Windows Mobile O Windows Mobile é um sistema operacional compacto, desenvolvido para rodar em dispositivos móveis como Pocket

Leia mais