ESTÁGIO SUPERVISIONADO ORIENTAÇOES PARA PREENCHIMENTO DOS DOCUMENTOS Cursos: Administração / TADS ORIENTAÇÕES:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTÁGIO SUPERVISIONADO ORIENTAÇOES PARA PREENCHIMENTO DOS DOCUMENTOS Cursos: Administração / TADS ORIENTAÇÕES:"

Transcrição

1 ESTÁGIO SUPERVISIONADO ORIENTAÇOES PARA PREENCHIMENTO DOS DOCUMENTOS Cursos: Administração / TADS ORIENTAÇÕES: As matrizes destes documentos estão disponíveis no site FAINAM / Central do Aluno / Estágio Curricular. As informações completas sobre o processo encontram-se no Manual de Estágio do curso que o aluno freqüenta. Identificar quais os documentos que integram o seu processo de estágio. Atentar para as informações relativas a cada documento que devem ser preenchidas. Seguir as explicações abaixo na elaboração e aprovação dos documentos. Ler e tomar conhecimento prévio do conteúdo de cada documento antes das assinaturas. Os documentos podem ser preenchidos à mão, desde que os conteúdos estejam plenamente legíveis (menos a Declaração da Empresa que necessita ser desenvolvida eletronicamente e em papel timbrado da mesma). Os documentos preenchidos adequadamente devem ser entregues no número requerido de vias, assinados e com carimbos das Empresas (Vide Manual do Estágio ). Aluno Autônomo deverá agendar contato com a Coordenação de Estágios antes do início do seu processo. 1

2 DOCUMENTOS DE ABERTURA DO PROCESSO ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA ESTÁGIO DADOS DA EMPRESA Concedente: Razão social da empresa que oportuniza o estágio. Ramo de atividade: Ramo de negócios da empresa. Endereço: Rua/Av. e número da localização física da empresa. Bairro, CEP, Cidade, Estado: Complementação da localização física. CNPJ, Inscrição Estadual: Dados de registro da empresa. Telefone: Telefone do setor onde será realizado o estágio. Endereço eletrônico do superior responsável pelo estágio. Site: Endereço do site da empresa. Responsável: Nome do responsável (gerente da área, ou outro superior equivalente) pelo estágio. Data do documento: Considerar a data de10 dias antes do início do estágio. ASSINATURAS: Concedente: Assinatura + nome e cargo de quem assinae carimbo da empresa. IBREPE: Deixar em branco. Será utilizado para aprovação pela FAINAM. Testemunhas: 2 testemunhas (na empresa), nome e número de RG + respectivas assinaturas 2

3 TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO ESTÁGIO: Colocar um X nos campos apropriados. X em Remunerado e Obrigatório (Aluno Estagiário) X em Não Remunerado e Obrigatório (Aluno Profissional, Aluno Proprietário, Aluno Autônomo). etc... Remunerado: quando o estagiário recebe valor monetário da empresa para cumprir o seu estágio. Não remunerado: Quando o estagiário não recebe valor monetário da empresa para cumprir o seu estágio. Obrigatório: Trata-se do estágio nos termos da lei, cumprindo objetivos do programa pedagógico do curso, recebendo nota de avaliação sobre a atividade cumprida. Não obrigatório: Quando o aluno cumpre o período, obtendo obtendo carga horária adicional em seu Histórico Escolar. NOTA: o aluno que cumprir o período não obrigatório, necessitará cumprir ao seu final o período obrigatório. DADOS DA EMPRESA Concedente: Razão social da empresa que oportuniza o estágio. Ramo de atividade: Ramo de negócios da empresa. Endereço: Rua/Av. e número da localização física da empresa. Bairro, CEP, Cidade, Estado: Complementação da localização física. CNPJ, Inscrição Estadual: Dados de registro da empresa. Telefone, Fax: Telefone, fax do setor onde será realizado o estágio. Endereço eletrônico do superior responsável pelo estágio. Site: Endereço do site da empresa. Responsável: Nome do responsável (gerente da área, ou outro superior equivalente) pelo estágio. Representada por representante legal: Quando a Empresa usa do recurso de ser legalmente representada no processo. Caso não haja, deverá ser colocado um traço no campo da informação. DADOS DO ESTAGIÁRIO Estagiário: Nome completo do aluno estagiário ou profissional. Função: Estagiário na empresa (colocar o nome da empresa). Endereço: Rua/Av. e número da residência do estagiário. Bairro, CEP, Cidade, Estado: Complementação da localização física. Tel. Res.: Telefone residencial do estagiário. Cel.: Número do telefone celular do estagiário. Nº Matrícula: número do Registro de Aluno (RA) na FAINAM. Endereço eletrônico do estagiário. RG: Número do Registro Geral (RG) do estagiário. CPF: Número do CPF do estagiário. Curso: Curso que freqüenta na FAINAM (Colocar o nome correto e completo do curso). Período letivo: Exemplo: estando o aluno estagiário cursando o 6º semestre, no 2º semestre do ano de 2012, informar 6º semestre / Outros campos a serem preenchidos: 3

4 Cláusula primeira: Início / término das atividades: a data de início a ser considerada é de 10 dias úteis após a entrada do processo na FAINAM. A data de término, 47 dias úteis contados a partir da data do início para Administração e 67 dias úteis para TADS. Atentar para a data-limite de conclusão / entrega do relatório final de estágio no Calendário Acadêmico. Nota: Dias úteis: Não devem ser contados os sábados, domingos, feriados, dias de feriadosponte, férias coletivas na empresa, férias normais do estagiário, licenças, ou outros dias que interfiram na rotina habitual do trabalho. Cláusula terceira: Valor da bolsa, vale-transporte, quando se tratar de benefício recebido (Aluno Estagiário). Não se recebendo (Aluno Profissional), colocar um traço extenso em cada campo. Cláusula quarta: Seguro contra acidentes. Informar o seu número quando definido ao aluno estagiário. Para Aluno Profissional, que em regra já possuí o seguro relacionado ao seu vínculo empregatício, colocar um traço no campo. Data do documento: Considerar a data de 10 dias antes do início do estágio. ASSINATURAS: Concedente: Assinatura + nome e cargo de quem assina e carimbo da empresa. IBREPE: Deixar em branco. Será utilizado para aprovação pela FAINAM. Estagiário: Assinatura, Nome completo e Registro de Aluno (RA) na FAINAM. Representante legal: Quando a Empresa possuir um representante legal para o processo, Assinatura, Nome completo e RG + CPF. Não havendo necessidade, colocar um traço extenso sobre a área para receber a informação. 4

5 DECLARAÇÃO DA EMPRESA (Papel-timbrado da empresa) (Documento aplicado para Aluno Profissional) A PREENCHER Seqüencialmente nos campos: Declaramos que:... nome do estagiário profissional. CPF: CPF do estagiário profissional. Nº na empresa: Registro recebido quando ingressou na empresa. Em geral, trata-se do número que consta no crachá do funcionário. Carteira Profissional: Número e série. Jornada de trabalho: Hora de entrada e saída diária da empresa (como funcionário, não como estagiário). Atividades: listar seqüencialmente as atividades que o profissional executa e que são compatíveis com o estágio simultâneo considerando para cada uma: Título da 1ª atividade Breve descrição da mesma: a finalidade da 1ª atividade, áreas atendidas por esta atividade, nível tecnológico requerido para a execução da mesma, resultados. Repetir a informação para um total de 4 a 5 atividades robustas relacionadas com o curso que o aluno realiza e que serão desenvolvidas no período do Estágio (cujos títulos se repetem no documento Plano de Estágio ). Responsável pelo acompanhamento: Nome, cargo, , telefone. Pessoa indicada pela gerência para acompanhar o estágio. Período destinado ao estágio: Início e fim, considerando o mesmo informado no Termo de Compromisso de Estágio (Cláusula primeira). Local, data: Considerar a data de 10 dias antes do início do estágio. ASSINATURAS: Superior imediato (responsável pelo acompanhamento): Assinatura, nome, cargo na Empresa, seu CPF, RG + carimbo da empresa. Recursos Humanos (concordância com a realização simultânea do estágio com as atividades habituais do funcionário, indicadas acima): Assinatura (pelo RH), nome, cargo, seu CPF, RG + carimbo da empresa. CNPJ da empresa: O habitual carimbo do CNPJ da empresa. 5

6 DECLARAÇÃO DE PROPRIETÁRIO DA EMPRESA (Papel-timbrado da empresa) (Documento aplicado para Estagiário Proprietário) A PREENCHER Seqüencialmente nos campos: Declaramos que:... nome do estagiário proprietário. CPF: CPF do estagiário proprietário. Proprietário / sócio da Empresa: Razão social da empresa onde o aluno tem participação proprietária. CNPJ: Número do CNPJ da empresa. Fundada em: Data da criação da empresa. Jornada de trabalho: Hora de entrada e saída diária da empresa (como proprietário, não como estagiário). Atividades: listar seqüencialmente as atividades que o proprietário executa e que são compatíveis com as atividades de estágio: Título da 1ª atividade Breve descrição da mesma: a finalidade da 1ª atividade, áreas atendidas por esta atividade, nível tecnológico necessário para a execução da atividade, resultados. Repetir a informação para um total de 4 a 5 atividades robustas relacionadas com o curso que o aluno realiza e que serão desenvolvidas no período do Estágio (cujos títulos se repetem no documento Plano de Estágio ). Responsável pelo acompanhamento: Nome, cargo, , telefone. No caso de estágio de um aluno proprietário, o responsável é o contador da empresa. Período destinado ao estágio: Início e fim, considerando o mesmo princípio informado no documento Termo de Compromisso de Estágio. Local, data: Considerar a data de 10 dias antes do início do estágio. ASSINATURAS: Contador da Empresa: Assinatura, Nome, Cargo, o seu CPF, RG + carimbo da sua empresa. CNPJ da empresa: O habitual carimbo do CNPJ da empresa do Aluno Proprietário. 6

7 PLANO DE ESTÁGIO (Aplicado para aluno estagiário, profissional, proprietário e autônomo) Tipo de estágio: marcar um X na forma de estágio em processo. DADOS DO ALUNO Aluno(a): Nome completo do(a) aluno(a). RA: Registro do Aluno (RA) na FAINAM. Curso: Nome correto e completo do curso do aluno. Período letivo: Exemplo: estando o aluno estagiário cursando o 6º semestre, 2º semestre do ano de 2012, informar 6º semestre / Previsão do período de realização: Início e fim do estágio, considerar o mesmo período informado no Termo de Compromisso de Estágio. Horário:... (do estágio)...de (segunda) a (sexta) das... às... (no máximo 6 horas diárias, segundo a lei 11788/2008). Horas/Dia: informar as horas a serem consideradas para o estágio no formato 06h00 (por exemplo). Horas/semana: número de horas de estágio por semana (limitado a 30 h, baseado na lei). Área de atuação (... área majoritária onde o estágio se realiza na Empresa): Exemplos: Compras, Engenharia, Tecnologia da Informação, Vendas, etc... DADOS DA EMPRESA Empresa concedente: razão social da empresa. CNJP: CNPJ da empresa. Endereço: (da empresa) Rua/Av., CEP, Cidade. Supervisor de Estágio: (na empresa). Cargo: (do supervisor). Telefone: (telefone de contato do supervisor). (do supervisor). ATIVIDADES Aluno Profissional, Aluno Proprietário: Títulos das atividades relatadas na Declaração da Empresa (apenas os títulos). Aluno Estagiário, Aluno Autônomo: Títulos das atividades definidas para o estágio, vinculadas com o conteúdo do curso que o aluno freqüenta. Data: Considerar a data de 10 dias antes do início do estágio. ASSINATURAS Concedente: Assinatura, nome, cargo, RG, CPF, carimbo da empresa. Aluno(a): Assinatura, Nome, Registro de Aluno (RA). Instituição: Deixar em branco, destinado à aprovação da FAINAM. 7

8 DOCUMENTOS DE ENCERRAMENTO DO PROCESSO HORAS DE ESTÁGIO REALIZADAS Estagiário(a): Nome completo + RA, Local de realização do Estágio: Empresa / Instituição de realização do Estágio. Data: Data (dia/mês/ano) de atividade realizada. Atividade: O que fora realizada neste dia com objetivos de Estágio. Início: Hora do início da atividade de estágio deste dia. Término: Hora de finalização da atividade de estágio deste dia. Total: O número de horas de estágio realizadas neste dia. Assinatura do responsável: Assinatura de quem está supervisionando o estágio. Total: Total de horas de estágio controladas nesta folha (quando necessário, abrir nova folha). Assinatura do Estagiário Assinatura do Supervisor de Estágio + carimbo funcional Coordenação de Estágios: Responsável pela SEM. DECLARAÇÃO DE VERACIDADE Manter o texto-padrão do modelo do documento disponibilizado. ASSINATURAS Aluno: Assinatura, Nome, RA. De acordo: Concedente: Assinatura, nome, cargo, seu CPF, RG, Cargo, carimbo da empresa. Data: Data do encerramento do estágio. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Estagiário(a): Nome completo + RA Função: Informar Estagiário de... (nome completo do curso) Avaliador(a): Nome, Cargo (o responsável pelo acompanhamento do estágio na empresa). As notas (nos limites e interpretação informadas no documento) devem ser aplicadas pela Empresa. ASSINATURAS Data: Data do encerramento do estágio. Estagiário: Nome completo do Estagiário + Registro do Aluno (RA) Avaliador(a): Assinatura, nome, CPF, RG, Cargo (o responsável pelo acompanhamento do estágio na empresa) + carimbo da Empresa. Prof. Esp. Rudolf Grimm SEM Setor de Estágios e Monitorias Coordenação de Estágios 01º de fevereiro de

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO A Lei Federal Nº 11.788/2008 em seu Art. 2 1º, determina que Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Para

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CULTURA, IDENTIDADE E REGIÃO E ENSINO DA MATEMÁTICA

CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CULTURA, IDENTIDADE E REGIÃO E ENSINO DA MATEMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS EDITAL Nº 001/2015 UEG/Câmpus Jussara de 30 de Novembro de 2015. CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CULTURA, IDENTIDADE E

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2015/PROEN-PROEX/UFCA PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DE ENSINO E EXTENSÃO PEEX As Pró Reitorias de Ensino e Extensão da

Leia mais

MANUAL DO PROJETO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO AMERICANA

MANUAL DO PROJETO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO AMERICANA FACULDADE DE AMERICANA 1 Mantida pela Associação Educacional Americanense Credenciamento Portaria MEC N 766/99 DOU 18/05/99 MANUAL DO PROJETO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO AMERICANA Fevereiro 2017 2 FICHA

Leia mais

c) Modelo de Declaração de dispensa de Estágio Curricular Não Obrigatório para

c) Modelo de Declaração de dispensa de Estágio Curricular Não Obrigatório para TUTORIAL DE APOIO 1 ÍNDICE 1. Preenchimento do Termo de Compromisso 4 a) Dados da Instituição de Ensino 4 b) Dados da Empresa Concedente de estágio 4 c) Dados do (a) aluno (a) 5 2. Preenchimento do plano

Leia mais

Edital de Inscrição do aluno candidato à bolsa de Iniciação Científica e Tecnológica 2015

Edital de Inscrição do aluno candidato à bolsa de Iniciação Científica e Tecnológica 2015 Edital de Inscrição do aluno candidato à bolsa de Iniciação Científica e Tecnológica 2015 Estão abertas as inscrições para os alunos que desejam se candidatar a uma bolsa de Iniciação Científica e Tecnológica

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método 1. Súmula Realização de estágio curricular supervisionado, atuando na área da Engenharia de Produção. Eperiência prática junto ao meio profissional e entrega de relatório final de estágio. Orientação por

Leia mais

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos.

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos. Memo 04/15 Coordenação São Carlos, 26 de Fevereiro de 2015. Orientações Gerais aos Discentes Assunto: Estágio obrigatório e não obrigatório O estágio é regulamentado pela legislação através da LEI DO ESTÁGIO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE PSICOLOGIA ESTÁGIO PROFISSIONAL EM PSICOLOGIA (CURRÍCULO 3) I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Psicologia é uma atividade obrigatória, em consonância

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL EDITAL 001/2013 Seleção para o Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

ETEC RAPOSO TAVARES/SP

ETEC RAPOSO TAVARES/SP ETEC RAPOSO TAVARES/SP RUA CACHOEIRA DO PORAQUE, 326 CONJ. RAPOSO TAVARES 05574-450 SÃO PAULO/SP TELS: (11) 3782-5782/(11) 3782-5529 Curso Técnico em Ano de Conclusão: 1 Sumário Ficha de início de estágio------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

Termo de Compromisso de Estágio Unidade 1

Termo de Compromisso de Estágio Unidade 1 Preâmbulo Termo de Compromisso que entre si celebram o ESTAGIÁRIO e a CONCEDENTE, com a interveniência da Escola de Educação Básica da FITO, inscrita no CNPJ sob o nº. 73.050.536/0001-95, sediada na Rua

Leia mais

MOBILIDADE ACADÊMICA NACIONAL - CRONOGRAMA PARA SAÍDA EM 2018/1

MOBILIDADE ACADÊMICA NACIONAL - CRONOGRAMA PARA SAÍDA EM 2018/1 EDITAL nº 09 de 1º DE SETEMBRO DE 2017 Estabelece os requisitos e procedimentos para participação nos Programas de Mobilidade Acadêmica NACIONAL de graduação presencial, junto às Instituições de Ensino

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005.

RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE UBERABA-MG CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 12/2005, DE 26/09/2005. Aprova o Regulamento de Estágio dos Cursos do Centro Federal de

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG. Seção I Da modalidade e desenvolvimento

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG. Seção I Da modalidade e desenvolvimento REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG Seção I Da modalidade e desenvolvimento Art.1 - O Estágio Curricular Supervisionado constitui-se em uma forma para que o discente vivencie

Leia mais

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA DE ANCHIETA CNPJ 27.142.694/0001-58

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PREFEITURA DE ANCHIETA CNPJ 27.142.694/0001-58 INSTRUÇÃO NORMATIVA PARA COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO Nº 01 /2015 Data: 21/11/2014 Versão: Original 01 ASSUNTO DISCIPLINA SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO CAT NO ÂMBITO

Leia mais

DECLARAÇÃO DE CESSÃO DE IMÓVEL

DECLARAÇÃO DE CESSÃO DE IMÓVEL DECLARAÇÃO DE CESSÃO DE IMÓVEL Eu, portador (a) do RG nº e do CPF nº, declaro, sob as penas da lei, que cedo o imóvel localizado no endereço, bairro, na cidade de para moradia do grupo familiar composto

Leia mais

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO O PRÓ-REITOR DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2016- CCM/UFPB

EDITAL Nº. 01/2016- CCM/UFPB UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS DIREÇÃO DE CENTRO GERÊNCIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA EDITAL Nº. 01/2016- CCM/UFPB O Centro de Ciências Médicas (CCM),

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA EDITAL Nº 01/2016 DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GEOLOGIA - MESTRADO ACADÊMICO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DESPORTO Edital simplificado para seleção de acadêmicos remunerados e voluntários do projeto de extensão Amigos

Leia mais

EDITAL 03/2012 - CE, de 03 de setembro de 2012

EDITAL 03/2012 - CE, de 03 de setembro de 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO EDITAL 03/2012 -

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO 70 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO Em de de 20. Dados do Aluno (Pode ser preenchido

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO N 02/2012

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO N 02/2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA ELÉTRICA, MECÂNICA E DE COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO N 02/2012 Regulamenta as atividades de Estágios Supervisionados Obrigatório e Não

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ISENÇÃO/REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - VESTIBULAR FATEC 1º SEM/2016 PRÉ-REQUISITOS PARA CONCESSÃO ISENÇÃO:

INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ISENÇÃO/REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - VESTIBULAR FATEC 1º SEM/2016 PRÉ-REQUISITOS PARA CONCESSÃO ISENÇÃO: INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ISENÇÃO/REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - VESTIBULAR FATEC 1º SEM/2016 PRÉ-REQUISITOS PARA CONCESSÃO ISENÇÃO: TER CONCLUÍDO INTEGRALMENTE, OU ESTAR CONCLUINDO EM 2015, O ENSINO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio O presente Termo de Compromisso está vinculado ao Convênio n.º / 20, celebrado entre a IGREJA/EMPRESA abaixo

Leia mais

INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO

INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO O Termo de Compromisso de Estágio (TCE) é um documento firmado pela Instituição Concedente, o Estagiário e a Faculdade Dinâmica, para formalização do Estágio, que deverá atender

Leia mais

CRITÉRIOS PARA O DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

CRITÉRIOS PARA O DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO 1 CRITÉRIOS PARA O DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Trata-se de uma atividade supervisionada na área de Administração, com elaboração individual de

Leia mais

EDITAL Nº 16, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2013

EDITAL Nº 16, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE PESQUISA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO Nº 04/2011 Dispõe sobre as normas para Estágio Curricular Supervisionado e Extracurricular do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal de Alagoas/Campus Arapiraca.

Leia mais

O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS

O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS EDITAL Nº 027/2014//IFTO, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014 SELEÇÃO DE MONITORES PARA CURSOS DE EXTENSÃO DO PROJETO SOCIAL DE INCLUSÃO DIGITAL ANJO DA GUARDA - PSID 2014/2 VAGAS REMANESCENTES O DIRETOR GERAL DO

Leia mais

ESTÁGIOS CURRICULARES

ESTÁGIOS CURRICULARES CONCEITUAÇÃO: FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS UNITINS ESTÁGIOS CURRICULARES Consideram-se Estágio Curricular, as atividades de aprendizagem social, profissional e cultural, proporcionadas ao estudante

Leia mais

Edital 01/2016 INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO EDITAL PARA BOLSISTAS E VOLUNTÁRIOS

Edital 01/2016 INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO EDITAL PARA BOLSISTAS E VOLUNTÁRIOS Edital 01/2016 INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO EDITAL PARA BOLSISTAS E VOLUNTÁRIOS O, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, da Universidade Federal do Vale do São Francisco, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID/CAPES/IFG) EDITAL Nº 04/2011-ProPG, de 2 de maio de 2011 A Reitoria do, por meio da (ProPG/IFG), torna público o processo para seleção de

Leia mais

Machado, n 189 Centro Ponta Grossa - PR CEP Fone (0**42)

Machado, n 189 Centro Ponta Grossa - PR CEP Fone (0**42) Rua Pinheiro TERMO DE COMPROMISSOO DE ESTAGIÁRIO/ BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO O ESTAGIÁRIO...... Data de Nascimento.../....../... RA n...... Endereço...... Bairro...... CEP...Cidade... Estado...

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Curriculum 2003/2008 e Curriculum 2010

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Curriculum 2003/2008 e Curriculum 2010 REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO Curriculum 2003/2008 e Curriculum 2010 Estágio Obrigatório o Para validação apresentar: Relatório de Estágio Documentos comprobatórios: Declaração de

Leia mais

Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa

Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa 1 Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa O primeiro passo é criar um login de acesso que será com um e-mail e uma senha única para o grupo. Ao entrar no ambiente de Inscrição e selecionar

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO E PRÁTICA PROFISSIONAL DA ÁREA DE NEGÓCIOS: CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO E PRÁTICA PROFISSIONAL DA ÁREA DE NEGÓCIOS: CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO E PRÁTICA PROFISSIONAL DA ÁREA DE NEGÓCIOS: CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS São Paulo 2015 1- APRESENTAÇÃO Este manual tem por finalidade orientar os alunos dos Cursos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE MINAS GERAIS CORE MG. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA O REGISTRO PESSOA FÍSICA

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DE MINAS GERAIS CORE MG. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA O REGISTRO PESSOA FÍSICA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA O REGISTRO PESSOA FÍSICA ATENÇÃO: TODA A DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA O REGISTRO DEVERÁ SER APRESENTADA EM CÓPIA AUTENTICADA EM CARTÓRIO OU NO ATO DO REGISTRO APRESENTAR

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2016 TELESSAÚDE BRASIL REDES ANEXO I

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 001/2016 TELESSAÚDE BRASIL REDES ANEXO I ANEXO I FOTO 3X4 REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO Cargo Pretendido (Marcar Somente uma Opção) ( ) Cargo 01 Enfermeiro Teleconsultor ( ) Cargo 02 Médico Telerregulador ( ) Cargo 03 Técnico em informática ( ) Cargo

Leia mais

Proponho à Caixa Econômica Federal a adesão aos produtos e serviços por ela oferecidos conforme a seguir assinalados:

Proponho à Caixa Econômica Federal a adesão aos produtos e serviços por ela oferecidos conforme a seguir assinalados: Grau de sigilo Proponho à Caixa Econômica Federal a adesão aos produtos e serviços por ela oferecidos conforme a seguir assinalados: UL - Unidade Lotérica Cód. UL/CCA Cód Ag. Nome da agência CCA - Correspondente

Leia mais

1. DO NÚMERO DE VAGAS E PÚBLICO ALVO

1. DO NÚMERO DE VAGAS E PÚBLICO ALVO Universidade Estadual da Paraíba Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Centro de Ciências e Tecnologia Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental Processo Seletivo do Mestrado em Ciência

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI EDITAL DEF Nº 01/2017 SELEÇÃO DE MONITOR REMUNERADO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL, DA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI, CAMPUS JK O

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº /

TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº / MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO CML 1ª RM HOSPITAL CENTRAL DO EXERCITO (Hospital Real Militar e Ultramar - 1769) TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº / CONCEDENTE RAZÃO SOCIAL: Hospital Central

Leia mais

Eu brasileiro(a), estado civil: , Profissão:, Portador(a) da Carteira de Identidade. nº e do CPF nº.. - Residente e domiciliado (a) nº Bairro,

Eu brasileiro(a), estado civil: , Profissão:, Portador(a) da Carteira de Identidade. nº e do CPF nº.. - Residente e domiciliado (a) nº Bairro, ANEXO V REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO Ilustríssimo Sr. Presidente da COMISSÃO ELEITORAL para o processo de escolha de Conselheiros(as) Tutelares de Foz do Iguaçu Gestão 2016/2020. Eu brasileiro(a), estado

Leia mais

Instruções para o início do Estágio Obrigatório Curso Direito - PRASJUR

Instruções para o início do Estágio Obrigatório Curso Direito - PRASJUR Instruções para o início do Estágio Obrigatório Curso Direito - PRASJUR Clique em Estágios Obrigatórios Propostas de Estágio e siga o passo a passo para a formalização do Estágio Obrigatório Clique no

Leia mais

a) Primeira Fase, com duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório:

a) Primeira Fase, com duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório: EDITAL PGM - PRODESP 01/2013 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DO CURSO DE DIREITO 1 A PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO, tendo em vista o disposto no art. 101, e parágrafo único da Lei Complementar Municipal

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO

COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO KIT ALUNO ESTÁGIO PASSO A PASSO Maceió/2016 1º PASSO: PREENCHIMENTO DO CADASTRO DO ALUNO COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS CADASTRO DO ALUNO Curso: Período que Cursa: Matrícula: Nome Completo:

Leia mais

Escrita Didática Títulos Entrevista

Escrita Didática Títulos Entrevista MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 019/2009-PRORH CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROFESSOR DA CARREIRA DE MAGISTÉRIO DE

Leia mais

EDITAL Nº 23/2015 PROEX/REITORIA/IF SUDESTE MG.

EDITAL Nº 23/2015 PROEX/REITORIA/IF SUDESTE MG. EDITAL Nº 23/2015 PROEX/REITORIA/IF SUDESTE MG. Dispõe sobre o Processo de Seleção Simplificada com vistas à seleção de bolsistas para atuarem na ação do Programa Bolsaformação do Programa Nacional de

Leia mais

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO 1. Baixar para o seu computador pessoal ou pen drive o Regulamento de Estágios. 2. Ler todas as especificações e exigências. 3. Após a leitura

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina Centro de Ciências da Saúde Mestrado em Odontologia

Universidade Estadual de Londrina Centro de Ciências da Saúde Mestrado em Odontologia Universidade Estadual de Londrina Centro de Ciências da Saúde Mestrado em Odontologia Abertura de inscrições para candidatos a bolsa do Programa Nacional de Pós-Doutorado PNPD/CAPES PORTARIA Nº 086, DE

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Seção I Das Modalidades e seu desenvolvimento Art. 1º O Estágio Supervisionado constitui-se em meio para que o aluno,

Leia mais

CADASTRO EMERGENCIAL- CEL /Idioma Japonês 2017

CADASTRO EMERGENCIAL- CEL /Idioma Japonês 2017 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE Av. Manoel Goulart, 2651 Bairro Centro Universitário CEP: 19060-000- Presidente Prudente.

Leia mais

1º CONCURSO FOTOGRÁFICO IFG LUZIÂNIA

1º CONCURSO FOTOGRÁFICO IFG LUZIÂNIA 1º CONCURSO FOTOGRÁFICO IFG LUZIÂNIA Urbano Fotografia Organizado (por): Marise Takano, Heloiza Bonilla Proposto (por): Curso Técnico Integrado de Edificações Regulamento 1 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA IFG

Leia mais

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 LEI 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Artigo 2º, parágrafo 1º, estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Artigo

Leia mais

EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014

EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014 EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, IFPI, torna público o presente

Leia mais

Instrução Normativa PROGRAD Nº 002/2016

Instrução Normativa PROGRAD Nº 002/2016 Orienta procedimentos com vista à regulamentação da monitoria voluntária do Programa de Bolsa Monitoria PBM da UEFS. A Pró-Reitora de Graduação, no uso de suas atribuições e considerando a necessidade

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO RIBEIRÃO PRETO 2013 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Aluno: RA: Ano/semestre: Período letivo: 2 SUMÁRIO ORIENTAÇÕES

Leia mais

EDITAL Nº 008/2016. de excepcional interesse Público da Rede Estadual, conforme discriminado no Anexo I, parte integrante deste Edital.

EDITAL Nº 008/2016. de excepcional interesse Público da Rede Estadual, conforme discriminado no Anexo I, parte integrante deste Edital. EDITAL Nº 008/2016 SELEÇÃO PÚBLICA PARA COMPOSIÇÃO DE PROFESSOR TRADUTOR/INTÉRPRETE DE LIBRAS PARA ATENDER NECESSIDADE TEMPORÁRIA DAS ESCOLAS DA CREDE 18 A Secretaria da Educação, através da Coordenadoria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA GABINETE DO REITOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA GABINETE DO REITOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA GABINETE DO REITOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL EDITAL Nº. 001, de 01 de fevereiro de 2017. O Núcleo de Tecnologia Educacional da Universidade

Leia mais

FACULDADE DE SOROCABA

FACULDADE DE SOROCABA Ilmo. (a) Sr. (a) (Responsável pela empresa) Assunto: Encaminhamento para estágio e sua opção A direção desta Instituição de Ensino solicita autorização de sua parte para que o (a) aluno (a):, RA:, Semestre:

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Coordenação de Estágio, Monitoria e Egressos

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Coordenação de Estágio, Monitoria e Egressos TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DA LEGISLAÇÃO DE REGÊNCIA, DA CONCEITUAÇÃO E DOS PRÉ-REQUISITOS LEGAIS. 1. O presente TCE é regido pela Lei n.º 11.788, de 25 de setembro de 2008 e, no

Leia mais

Resolução nº. 02/15 SÚMULA:REGULAMENTA O CONVÊNIO DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE DIREITO

Resolução nº. 02/15 SÚMULA:REGULAMENTA O CONVÊNIO DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE DIREITO Resolução nº. 02/15 SÚMULA:REGULAMENTA O CONVÊNIO DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE DIREITO O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão aprovou ad referendum, por meio da Diretora Jorgina Helena Lopes Azevedo,

Leia mais

INSCRIÇÃO DE ESTAGIÁRIO

INSCRIÇÃO DE ESTAGIÁRIO INSCRIÇÃO DE ESTAGIÁRIO RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO NOS QUADROS DA OAB/AP Itens: 01. Requerimento de inscrição da OAB/AP, (anexo); 02. Certidão de matrícula do curso de direito, constando ano

Leia mais

48 horas contados a partir do 1º dia útil após publicação RESULTADO FINAL Até 09/05/2016

48 horas contados a partir do 1º dia útil após publicação RESULTADO FINAL Até 09/05/2016 ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE EDITAL Nº.05/2016/CEFOR-RH/SES/PB A Secretaria de Estado da Saúde (SES/PB), com apoio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SEGETS)

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO

MANUAL DO ESTAGIÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO CURSO TÉCNICO EM CAFEICULTURA José Sérgio de Araújo Adélia Ribeiro Paulino 2014 1 ÍNDICE Apresentação... 3 1 Orientações Gerais... 05 2 Roteiro... 06 3 Plano de Estágio... 08 4 Termo

Leia mais

ANEXO 1 DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL

ANEXO 1 DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL ANEXO 1 DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL Nós,, (declarante 1) portador(a) do RG nº, CPF nº,e, (declarante 2) portador(a) do RG nº, CPF nº, ambos domiciliados na cidade de, no endereço, n, complemento Bairro:,

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 048/11 ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL emergencial -

Leia mais

1. DO CURSO 1.1. 1.2. Programa Nacional de Formação em Radioterapia Fundação do Câncer

1. DO CURSO 1.1. 1.2. Programa Nacional de Formação em Radioterapia Fundação do Câncer A UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ, por meio da COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS RADIOLÓGICAS e a FUNDAÇÃO DO CÂNCER, em regime de mútua cooperação, firmada por meio de Convênio,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS DIRETRIZES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS PORTO ALEGRE 2009 2 ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS O Estágio Curricular Supervisionado é um procedimento

Leia mais

Capítulo I - Da caracterização. Capítulo II - Do objetivo

Capítulo I - Da caracterização. Capítulo II - Do objetivo REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO Capítulo I - Da caracterização Art. 1º. O Estágio Curricular Obrigatório Supervisionado (ECOS) é atividade individual obrigatória do Currículo

Leia mais

ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS COMO PREENCHER OS FORMULÁRIOS. Você necessitará dos seguintes dados para preencher os formulários:

ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS COMO PREENCHER OS FORMULÁRIOS. Você necessitará dos seguintes dados para preencher os formulários: ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS Inicialmente, o estudante deve combinar com a empresa se o seu estágio será feito com bolsa ou sem bolsa, para que no sistema possa informar em qual modalidade

Leia mais

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 1 DAS INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 O presente regulamento, baseado na Lei 12.868, de 15/10/2013 e no Decreto 8242, de 26/05/2014, disciplina o processo

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE INTRODUÇÃO O Manual de Estágio Curricular Supervisionado do Curso Superior Tecnológico em Gastronomia está organizado

Leia mais

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1 Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1. O que é estágio curricular e extracurricular? O estágio curricular é um ato educativo e agente integrador acadêmico profissional, configurado para ser um componente

Leia mais

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia PASSO A PASSO PARA O ESTÁGIO O estágio no curso da gastronomia da FCSAC

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB PARTE I - DOS ASPECTOS GERAIS DO ESTÁGIO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB PARTE I - DOS ASPECTOS GERAIS DO ESTÁGIO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO UGB PARTE I - DOS ASPECTOS GERAIS DO ESTÁGIO CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO Art. 1º - Este regulamento tem por finalidade, fixar

Leia mais

FICHA CADASTRAL DO SERVIDOR

FICHA CADASTRAL DO SERVIDOR SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E ADMINISTRAÇÃO COLAR FOTO FICHA CADASTRAL DO SERVIDOR NOME DO SERVIDOR RG DO PARANÁ ( ) M ( ) F DATA NASCIMENTO / / ESTADO CPF PIS/PASEP NATURALIDADE NACIONALIDADE

Leia mais

PLANO PARA DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

PLANO PARA DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE CNEC DE VILA VELHA - FACEVV VERSÃO 04 - ATUALIZADA EM: 01/04/2011 - COORDENADOR DE ESTÁGIOS DA FACEVV PLANO PARA DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO ANEXO I (Anexo ao Regulamento Portaria JFES-POR-2014/00073) LISTA DE VERIFICAÇÃO PARA BAIXA DEFINITIVA DE AUTOS Órgão Julgador/Vara Processo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE EXTENSÃO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO EDITAL/UFU/PROEX/ N 36/2014 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

Edital Interno 002/2016

Edital Interno 002/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ALUNOS BOLSITAS, PARA ATUAREM NO CURSO DE INGLÊS INSTRUMENTAL PREPARATÓRIO PARA O TESTE ANPAD, VOLTADO PARA SERVIDORES PÚBLICOS (DOCENTES E TÉCNICOS-ADMINISTRATIVOS)

Leia mais

TELEFONE: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL:

TELEFONE:   MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL: FICHA CADASTRAL DO ESTÁGIO Dados do aluno: NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP: CIDADE: TELEFONE: E-MAIL: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: RG: ESTADO CIVIL: Dados da organização: ORGANIZAÇÃO: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP:

Leia mais

ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO Pelo presente instrumento, de um lado, (NOME DA CONCEDENTE), inscrita no (TIPO E NÚMERO DO DOCUMENTO),

Leia mais

EDITAL Nº 64, DE 05 DE MAIO DE 2016 SELEÇÃO PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO INTERNO

EDITAL Nº 64, DE 05 DE MAIO DE 2016 SELEÇÃO PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO INTERNO EDITAL Nº 64, DE 05 DE MAIO DE 2016 SELEÇÃO PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO INTERNO O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Campus Ituiutaba, torna pública a abertura

Leia mais

At: Ana Clara da Silva Pinto / Cecilia Kioka Iwamatsu Ocanha REF.: Contrato/Aditivo de Estágio e Relatório de Atividades Obrigatório

At: Ana Clara da Silva Pinto / Cecilia Kioka Iwamatsu Ocanha REF.: Contrato/Aditivo de Estágio e Relatório de Atividades Obrigatório Itaú Unibanco S.A. NUBE - Núcleo Brasileiro de Estágios At: Ana Clara da Silva Pinto / Cecilia Kioka Iwamatsu Ocanha REF.: Contrato/Aditivo de Estágio e Relatório de Atividades Obrigatório Conforme solicitação,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROJETO Cursinho da Inclusão Social

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROJETO Cursinho da Inclusão Social EDITAL Nº 001 - PREENCHIMENTO DE VAGAS PARA PROFESSOR-MONITOR NO PROJETO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2016. A Coordenação do Projeto Cursinho da Inclusão Social, da Universidade Federal

Leia mais

FACULDADE SÃO LUCAS EDITAL DO 5 PROCESSO SELETIVO 2016 DA FACULDADE SÃO LUCAS NO CURSO DE MEDICINA PARA PORTADORES DE DIPLOMA 1 SEMESTRE 2016 - EDITAL

FACULDADE SÃO LUCAS EDITAL DO 5 PROCESSO SELETIVO 2016 DA FACULDADE SÃO LUCAS NO CURSO DE MEDICINA PARA PORTADORES DE DIPLOMA 1 SEMESTRE 2016 - EDITAL FACULDADE SÃO LUCAS EDITAL DO 5 PROCESSO SELETIVO 2016 DA FACULDADE SÃO LUCAS NO CURSO DE MEDICINA PARA PORTADORES DE DIPLOMA 1 SEMESTRE 2016 - EDITAL n o 5/2016 A Faculdade São Lucas FSL - torna público

Leia mais

Tutorial de Adesão ao Cadastro. Parceria CGU & Instituto Ethos

Tutorial de Adesão ao Cadastro. Parceria CGU & Instituto Ethos Tutorial de Adesão ao Cadastro Parceria CGU & Instituto Ethos Novembro de 2013 Empresa Pró-Ética Tutorial 2 SUMÁRIO Introdução 3 Passos para adesão ao cadastro 3 Passo 1 - Preenchimento do Formulário Eletrônico

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 076. de 06 de maio de 2008.

RESOLUÇÃO nº 076. de 06 de maio de 2008. Av. Castelo Branco, 170 -CEP 88.509-900 - Lages - SC - Cx. P. 525 - Fone (0XX49) 3251-1022 Fax 3251-1051 RESOLUÇÃO nº 076. de 06 de maio de 2008. Altera o Art. 4º da Resolução nº 056 de 02 de abril de

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares

Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1 Dúvidas frequentes Estágios Curriculares 1) O que é estágio curricular e extracurricular? O estágio curricular é um ato educativo e agente integrador acadêmico profissional, configurado para ser um componente

Leia mais

1. DO OBJETIVO 2. DOS REQUISITOS

1. DO OBJETIVO 2. DOS REQUISITOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS SETOR DE BOLSAS ESTUDANTIS AUXÍLIO TRANSPORTE 1º SEMESTRE EDITAL Nº. 011/2016, 20 DE ABRIL DE 2016 A Pró-Reitora de Assuntos Estudantis,

Leia mais

Unidade: Centro de Educação a Distância MANUAL DE PROCEDIMENTOS Nº: Manual de Instruçao - Autorizar Liberação de ValoresAutorizar Liberação de Valores

Unidade: Centro de Educação a Distância MANUAL DE PROCEDIMENTOS Nº: Manual de Instruçao - Autorizar Liberação de ValoresAutorizar Liberação de Valores 1/15 ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA FL/R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 FL/R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 01 26 02 27 03 28 04 29 05 30 06 31 07 32 08 33

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO 1. CONCEDENTE: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA, doravante denominado CONCEDENTE. CNPJ nº / SIGLA: IFPB CAMPUS campus

Leia mais

Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular. Curso de Pedagogia

Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular. Curso de Pedagogia 1 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular Capítulo I - Dos Objetivos Curso de Pedagogia Resolução No. 010/2007 do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

MODELOS DE FICHAS DIVERSAS

MODELOS DE FICHAS DIVERSAS ANEXO I MODELOS DE FICHAS DIVERSAS E TERMOS DE RESPONSABILIDADE E CESSÃO DE DIREITOS 1 FICHA DE INDICAÇÃO DAS CORES DOS UNIFORMES Modalidade e gênero Especificação Uniforme 1 (cor predominante) Uniforme

Leia mais