REGULAMENTO DE ESTÁGIO E PRÁTICA PROFISSIONAL DA ÁREA DE NEGÓCIOS: CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DE ESTÁGIO E PRÁTICA PROFISSIONAL DA ÁREA DE NEGÓCIOS: CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS"

Transcrição

1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO E PRÁTICA PROFISSIONAL DA ÁREA DE NEGÓCIOS: CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS São Paulo 2015

2 1- APRESENTAÇÃO Este manual tem por finalidade orientar os alunos dos Cursos Graduação de Administração e Ciências Contábeis da Área de Negócios do Centro Universitário Ítalo Brasileiro - UNIITALO, sobre a sistemática, os procedimentos, trâmites, documentos e regras para a execução do Estágio Supervisionado Obrigatório. O Estágio Curricular Obrigatório está amparado conforme o estabelecido pela Lei Federal nº de , modificada parcialmente pela Lei nº de que dispõe sobre os estágios de estudantes de estabelecimento de ensino superior e ensino profissionalizante do 2º grau e supletivo, regulamentada pelo Decreto Lei nº de , alterada pelo Decreto nº de e pelo Decreto de O Estágio Supervisionado é uma atividade obrigatória para obtenção do grau de Bacharel dos Cursos de Administração e Ciências Contábeis do UNIÍTALO e está previsto nas Diretrizes Curriculares Nacionais. Trata-se de um procedimento teórico e prático tomando como base o pensar e o agir nas instituições educativas. A carga horária do estágio curricular obrigatório dos cursos de Administração e Ciências Contábeis do UNIÍTALO é de 300 horas e deverá ser integralizada entre o 5º e o 8º semestre do curso. È importante salientar que todos os alunos dos cursos acima referidos, para estarem em condições de colar grau e obter o diploma, devem realizar o estágio e entregar a documentação exigida dentro do prazo estabelecido no Calendário Acadêmico. É de fundamental importância que os alunos conheçam o conteúdo deste Manual, no tocante aos objetivos do estágio, atividades, prazos, documentos e etc., para atender aos requisitos legais de colação de grau e obtenção dos referidos diplomas. 2- FUNDAMENTO LEGAL, REGULAMENTAÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO Conforme Art. 2º, parágrafo primeiro da Lei 11788/08: Estágio Obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. O Estágio Supervisionado é regido pela Lei , de 25 de setembro de O Estágio supervisionado é atividade curricular individual e obrigatória à todos os alunos, fazendo parte da grade curricular do Curso de Administração e Ciências Contábeis do Uniítalo. O não cumprimento do estágio descredencia o aluno para a obtenção da outorga de grau, bem como do registro de seu diploma, ficando o curso 2

3 inconcluso, impedindo assim o aluno de participar da colação de grau e de quaisquer outros atos acadêmicos de conclusão de curso. A duração mínima do estágio supervisionado é de 300 (trezentas) horas, sendo solicitado no decorrer do curso a partir do 5º semestre correspondendo à metade do curso, de acordo com a Resolução CNE nº 07/2004. A carga horária máxima que o aluno-estagiário poderá cumprir é de 6 (seis) horas de estágio diárias, não excedendo 30 (trinta) horas semanais. O estágio para os alunos dos cursos de Administração e de Ciência Contábeis deve ser realizado nas áreas de formação, ou seja, nas áreas, administrativa e contábil de qualquer tipo de organização. Este Manual e a carga de horas de estágio acima mencionadas se aplicam a todos os alunos regulares, a todos os alunos transferidos, independente do semestre de ingresso no UNIITALO e, também a todos os alunos que fazem a 2ª graduação, por exemplo, alunos de Administração que ao termino do curso vão para Ciências Contábeis ou vice e versa. O Estágio tem como objetivo atender à determinação legal e propiciar aos alunos vivenciar, na prática, conceitos e teorias vistos ao longo dos cursos de Graduação. O estágio torna-se, a partir desta perspectiva, um importante instrumento de capacitação profissional integrando o aluno, a escola e a empresa. 3- MODALIDADES DE COMPROVAÇÃO DE HORAS DE ESTÁGIO E/OU PRÁTICA PROFISSIONAL O UNIÍTALO visando oferecer condições a todos os alunos, independentemente da situação profissional, de cumprir e atender as exigências legais, para a obtenção do título de bacharel em Administração ou Ciências Contábeis, define que será aceita a documentação comprobatória de uma das duas modalidades definidas neste Manual (Estágio ou Prática Profissional) para que o discente possa cumprir esta etapa da vida acadêmica, a saber: MODALIDADE 1 - ESTÁGIO O aluno que optar pela Modalidade 1 deverá apresentar os seguintes documentos: Cópia simples do Contrato de Estágio Original e dos Termos Aditivos de Estágio (se houver) assinado pela empresa, pelo UNIITALO e pelo aluno. OBSERVAÇÃO: Para regularizar o estágio o aluno deverá junto aos órgãos contratantes (CIEE ou empresa) providenciar a confecção do contrato de estágio em 3 vias (modelo disponível na Central de Atendimento UNIITALO) e dar entrada na mesma Central de Atendimento. Anexos A + Anexo B + Anexo C + Anexo H (atenção para as assinaturas, carimbos e reconhecimento de assinaturas do supervisor do estágio nos locais indicados). 3

4 O aluno que fizer estágio em semestre(s) anterior (es) ou seja, do 1º ao 4º semestre do curso! ao 4 núcleo), fica ciente de que o referido estágio não contempla as exigências legais do estágio e, portanto, não serão aceitos os documentos. O UNIITALO reconhecerá e validará esta modalidade, desde que os itens abaixo sejam atendidos: O estágio tenha sido realizado entre o 5º e o 8º semestre da graduação. Os relatórios comprovem o cumprimento da carga horária mínima de 300 horas; A documentação exigida esteja completa; A entrega dos relatórios respeite as datas determinadas no Calendário Acadêmico semestral da Secretaria do UNIÍTALO. a-aluno CLT MODALIDADE 2 PRÁTICA PROFISSIONAL Esta modalidade contempla os alunos que já atuam como profissionais nas áreas dos respectivos cursos e tem Carteira de Trabalho assinada. A aprovação desta modalidade dependerá da área de atuação, das funções e cargo que o aluno executa na empresa. O aluno CLT deverá apresentar os seguintes documentos: Cópia (simples) da CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) das seguintes páginas: página onde consta a Fotografia, página da Qualificação Civil, página do Contrato de Trabalho. Anexos D + Anexo E + Anexo F + Anexo H (atenção para as assinaturas, carimbos e reconhecimento de assinaturas da chefia nos locais indicados). b-aluno sócio proprietário de uma empresa: O aluno que for sócio proprietário de empresa deverá apresentar os seguintes documentos: Cópia do contrato social da empresa. Anexo E + Anexo F + Anexo G + Anexo H (atenção para as assinaturas, carimbos e reconhecimento de assinaturas de dos sócios da empresa e/ou contador). c-aluno proprietário de uma empresa individual: O aluno que for proprietário de empresa individual deverá apresentar os seguintes documentos: Cópia do contrato social da empresa. Anexo E + Anexo F + Anexo G + Anexo H (atenção para as assinaturas, carimbos e reconhecimento de assinaturas feitas por um contador). 4

5 O UNIITALO reconhecerá e validará esta modalidade, desde que os itens abaixo sejam atendidos: A prática profissional tenha sido realizada entre o 5º e o 8º semestre da graduação. Os relatórios comprovem o cumprimento da carga horária mínima de 300 horas; As atividades exercidas pelo aluno sejam na área de formação (Administração ou Ciências Contábeis). A documentação exigida esteja completa; A entrega dos relatórios respeite as datas determinadas no Calendário Acadêmico semestral da Secretaria do UNIÍTALO. 4 RESUMO DOS DOCUMENTOS POR MODALIDADE MODALIDADES DOCUMENTOS Modalidade 1: Estágio Cópia do Contrato e/ou Termos de Estágio; Anexos A + B+ C + H. a-aluno CLT: Modalidade 2: Prática Profissional Cópia da Carteira Profissional (Páginas: Foto, Qualificação Civil e Registro da empresa); Anexos D + E + F + H. b-aluno proprietário e sócio de empresa Cópia do Contrato Social da empresa; Anexos E+ F + G + H. c-aluno proprietário de empresa individual Cópia do Contrato Social da empresa; Anexos E+ F + G + H. 5

6 5-PRAZOS DE ENTREGA E ORIENTAÇÕES PARA CONFECÇÃO DOS DOCUMENTOS DE ESTÁGIO E/OU PRÁTICA PROFISSIONAL O prazo para entrega dos documentos necessários à comprovação do estágio e/ou da prática profissional, independente da modalidade escolhida pelo aluno é divulgado todo semestre pela Secretaria Geral do UNIITALO através do Calendário Acadêmico. O não cumprimento do prazo final dado pela Secretaria inviabilizará a colação de grau do aluno no semestre de conclusão do curso. O aluno deverá observar o prazo limite de entrega estabelecido no Calendário Acadêmico e o dia, horário e local de atendimento dos professores orientadores de estágio/prática profissional do respectivo curso. Todos os documentos (anexos) devem ser digitados porque o Manual está em PDF. Utilizar para elaboração dos relatórios as seguintes formatações: Arial 12 para textos, Arial 14 maiúsculo e negrito para títulos dos Anexos. Para a configuração de paginas: Margem superior e esquerda 3 cm e inferior e direita 2 cm. Utilizar papel A 4 e atentar para os formulários(anexos ) que exigem papel timbrado da empresa, assinatura, carimbo e reconhecimento da assinatura em cartório. Preencha os relatórios e antes de colher as assinaturas procure os professores orientadores para que seja possível proceder a uma correção dos mesmos antes da entrega final. Orienta-se o preenchimento do ANEXO H PROTOCOLO DE ENTREGA DE ENTREGA E ACEITE DOS DOCUMENTOS DE ESTÁGIO E/OU PRÁTICA PROFISSIONAL, que será assinado e devolvido ao discente pelo responsável quando do recebimento dos documentos. Após o recebimento e aceite dos documentos a supervisão de estágio efetuará a digitação no sistema. Prezado aluno dos Cursos de Administração e Ciências Contábeis, leia com atenção o presente Manual e em caso de dúvidas das instruções aqui constantes, procure os professores orientadores de estágio do seu curso. 6

7 ANEXO A (Modelo para digitar em papel timbrado da empresa) Ao Centro Universitário Ítalo Brasileiro CARTA DE INÍCIO DO ESTÁGIO Assunto: Estágio Ref. Aluno (a)...ra:... Vimos informar pela presente, o início do estágio do (a) aluno (a) acima referido (a), nas condições abaixo: Nome do Supervisor de estágio na empresa: Telefone Comercial: Área onde se realizará o Estágio na empresa: Início: / / Término previsto: / / N de Horas Programadas: hs Natureza do Estágio: sem vínculo empregatício. Objetivo Geral: colocar em prática através de vivência profissional os conceitos e definições vistos nas disciplinas do Curso de Bacharelado em...(administração ou Ciências Contábeis). Local, de de Assinatura do Supervisor (a) do Estágio (firma reconhecida) 7

8 ANEXO B (Modelo para digitar conteúdo elaborado pelo aluno) RELATÓRIO DE ESTÁGIO Nome do Aluno: Número de matrícula: RG CPF Endereço: nº CEP: Cidade: UF: Início de Estágio: Término de Estágio: (datas do contrato de estágio) Empresa: Ramo de Atividade Principal: Endereço: nº CEP: Cidade: UF: Número Aproximado de Funcionários da empresa: Informações sobre a Área de Estágio do Aluno Setor Pessoa Responsável pela área do Estágio Relacione todas as Atividades que são feitas na da área do seu estágio Atividades Exercidas pelo aluno durante o Estágio: Descrição detalhada das Atividades Outras áreas e recursos da empresa que teve oportunidade de conhecer Faça uma análise do estágio realizado (Utilize a quantidade de páginas que julgar necessárias para entregar um bom relatório). Data / / Assinatura do aluno 8

9 ANEXO C (Modelo para digitar conteúdo elaborado pelo aluno em papel timbrado da empresa) RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ESTÁGIO Nome da Empresa... Área/Setor do Estágio... Nome do Estagiário (a)... ITEM DATA ATIVIDADES DO ESTÁGIO CARGA DE HORAS (Completar colunas pelo menos para apresentar 300 horas). Assinatura do Supervisor (a) do Estágio e Carimbo pessoal ou da empresa Assinatura do Aluno (a) 9

10 ANEXO D (Modelo para digitar em papel timbrado da empresa) DECLARAÇÃO DE PRÁTICA PROFISSIONAL Declaramos que o Sr (a) RG CPF e CTPS,residente à nº Bairro CEP,filho(a) e, é funcionário (a) desta empresa desde de de no cargo de. As funções e atividades exercidas pelo (a) funcionário (a) são:. São Paulo, de de 20. Empresa: Ramo de Atividade: Endereço: CEP: Cidade UF: Nome do Declarante: Cargo: RG: Assinatura do Declarante (firma reconhecida) 10

11 ANEXO E (Modelo para digitar-conteúdo elaborado pelo aluno) RELATÓRIO DE PRÁTICA PROFISSIONAL Nome do Aluno: RA: RG CPF Endereço: nº CEP: Cidade: UF: Empresa: Ramo de Atividade Principal: Endereço: nº CEP: Cidade: UF: Funcionário desde: / / Histórico e Caracterização da Empresa: Elaborar este tópico com as informações sobre a origem da organização, sua estrutura societária, aspectos de sua cultura organizacional, declaração da missão, principais políticas vigentes, descrição dos principais produtos/serviços, dados sobre o mercado em que atua e concorrência e todos os demais que apresentem da melhor maneira possível a empresa. Organograma específico da área de atuação do aluno, salientando a sua posição (Se a empresa não tem pronto o aluno deverá montá-lo de acordo com sua observação). Elaborar um organograma do setor que você trabalha e destacar a sua posição. Objetivos e atividades da área e análise da contribuição: Neste item, o aluno deverá detalhar as atividades que sua área de trabalho desenvolve e analisar de que forma o trabalho do setor contribui para o resultado da organização como um todo. Descrição detalhada das atividades e trabalho que o aluno executa na empresa: Descrever em detalhes a sua função na empresa bem como as atividades desempenhadas. Não poderá ser apresentada, neste item, apenas uma descrição sumária do cargo e/ou atividades em tópicos simplificados. O aluno deverá detalhar suas atividades, de forma que haja o entendimento das funções executadas. Avaliação do papel que o curso de graduação teve no desenvolvimento profissional do aluno. Elabore um texto explicando a influência do curso de graduação em sua vida profissional O aluno deverá datar e assinar o Relatório. Utilize a quantidade de páginas que julgar necessárias para entregar um bom relatório. 11

12 ANEXO F (Modelo para digitar conteúdo elaborado pelo aluno em papel timbrado da empresa) RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DIÁRIAS DE TRABALHO Nome da Empresa... Área/Setor de atuação... Nome do Funcionário... ITEM DATA ATIVIDADES CARGA DE HORAS (Completar colunas pelo menos para apresentar 300 horas). Assinatura do Supervisor (a) do Funcionário e Carimbo Assinatura do Aluno (a) 12

13 ANEXO G (Modelo para digitar em papel timbrado da empresa) DECLARAÇÃO DE VÍNCULO EMPRESARIAL Eu,, (nacionalidade), (estado civil), portador da Carteira de Identidade RG nº, CPF nº residente e domiciliado, sócio (ia) e proprietário (a) ou contador (a) da empresa, CNPJ nº, declaro que o Sr.(a), RG nº é sócio(ia)/proprietário(a) desta empresa desde / / desempenhado a (as) função (ões) de, no setor(es) da empresa. Local, de de Assinatura do Declarante (firma reconhecida) 13

14 ANEXO H (Modelo para digitar) PROTOCOLO DE ENTREGA E ACEITE DOS DOCUMENTOS DE ESTÁGIO E/OU PRÁTICA PROFISSIONAL ALUNO(A)...RA... CURSO:...Núcleo:... ESTÁGIO [ ] [ ] Contrato de Estágio [ ] Termos de Prorrogação Estágio [ ] Anexo A [ ] Anexo B [ ] Anexo C PRÁTICA PROFISSIONAL [ ] [ ] Carteira Profissional [ ] Contrato Social da empresa [ ] Anexo D [ ] Anexo F [ ] Anexo G Recebido em.../.../... Lançamento Sistema:... Assinatura: Controle: recortar PROTOCOLO DE ENTREGA E ACEITE DOS DOCUMENTOS DE ESTÁGIO E/OU PRÁTICA PROFISSIONAL ALUNO (A)...RA... CURSO:... ESTÁGIO [ ] [ ] Contrato de Estágio [ ] Termos de Prorrogação Estágio [ ] Anexo A [ ] Anexo B [ ] Anexo C PRÁTICA PROFISSIONAL [ ] [ ] Carteira Profissional [ ] Contrato Social da empresa [ ] Anexo D [ ] Anexo F [ ] Anexo G Recebido em.../.../... Assinatura: 14

Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS. Mantida. IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde

Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS. Mantida. IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS Mantida IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde MANUAL DE NORMAS E DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR EM ADMINISTRAÇÃO Rio Verde - GO

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá. Estágio Curricular Obrigatório. 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica:

Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá. Estágio Curricular Obrigatório. 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica: Estágio Curricular Obrigatório 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica: 1.1 O estágio Curricular é a atividade acadêmica obrigatória para obtenção do Certificado de Conclusão

Leia mais

Associação Recifense de Educação e Cultura. Faculdade de Ciências Humanas ESUDA. Centro de Treinamento Especializado - CETE

Associação Recifense de Educação e Cultura. Faculdade de Ciências Humanas ESUDA. Centro de Treinamento Especializado - CETE Associação Recifense de Educação e Cultura Faculdade de Ciências Humanas ESUDA Centro de Treinamento Especializado - CETE I N F O R M A T I V O ARQUITETURA E URBANISMO 2015.2 Prezado(a) aluno(a), Bem-vindo

Leia mais

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo.

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo. 1 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2. OBJETIVO Resolução nº 01 de 02/02/2004 do Conselho Nacional de Educação CNEC/CN/MEC. Proporcionar ao estudante oportunidade de desenvolver suas habilidades, analisar situações

Leia mais

FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br

FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO ORIENTAÇÕES GERAIS FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br 2 Prezados(as) Alunos(as), do

Leia mais

GUIA DO ESTÁGIO E SUAS VALIDAÇÕES

GUIA DO ESTÁGIO E SUAS VALIDAÇÕES GUIA DO ESTÁGIO E SUAS VALIDAÇÕES Iniciando um Estágio Logo de início, entregue este formulário ao seu contratante, evitando assim equívocos que possam atrasar o processo de sua contratação. O ideal é

Leia mais

GONÇALVES, Eugênio Celso & BAPTISTA, Antonio Eustáquio. Contabilidade geral. 5ªedição São Paulo: Editora Atlas, 2004.

GONÇALVES, Eugênio Celso & BAPTISTA, Antonio Eustáquio. Contabilidade geral. 5ªedição São Paulo: Editora Atlas, 2004. SUPERVISÃO DE ESTAGIO EMENTA Articulação entre teoria e prática das várias possibilidades de atuação profissional docontador. Identificação e avaliação dos procedimentos contábeis e aplicação dosinstrumentos

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Educação Física (3 anos)

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Educação Física (3 anos) Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Educação Física (3 anos) 2012-2013 1 Prezado (a) estagiário (a), O presente manual visa orientá-lo (la) quanto à realização do Estágio

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX

MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX VITÓRIA 2013 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 INTRODUÇÃO... 3 3 OBJETIVOS... 4 2.1 OBJETIVO GERAL... 4 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS...

Leia mais

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE CURSO SUPERIOR EM BACHAREL EM SITEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av. Presidente Wilson, 1013 Centro

Leia mais

Estágio Curricular Supervisionado

Estágio Curricular Supervisionado Estágio Curricular Supervisionado CURSOS TECNOLÓGICOS FACULDADE PROMOVE DE SETE LAGOAS 2016 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO O presente regulamento normatiza o Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ. Manual de Estágio Supervisionado

INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ. Manual de Estágio Supervisionado INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ Manual de Estágio Supervisionado 2012 2 Prezados(as) Alunos(as), dos cursos de Engenharia Civil. Com o intuito de atender

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Belo Horizonte 01/2013 Página 1 de 13 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO Ementa Atividades supervisionadas na área de atuação

Leia mais

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO Campus V Regulamento Interno de Estágio Supervisionado e ou Trabalho Pedagógico Supervisionado FAN-CEUNSP-SALTO -Campus V O presente

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2010.2 CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Rua Dom Bosco,1308 Boa Vista Recife /P E/ 50070-070 Fone: (81) 3221.3702 Fax: (81) 32221.8502 / www.faculdadesaomiguel.com

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO RIBEIRÃO PRETO 2013 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Aluno: RA: Ano/semestre: Período letivo: 2 SUMÁRIO ORIENTAÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Capítulo I Da Definição e Finalidade Art. 1º Entende-se como Estágio Supervisionado o conjunto de atividades práticas direcionadas para o aprendizado e o desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE CAMPUS CONCÓRDIA Coordenação Geral de Integração Escola Comunidade - CGIEC REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 4 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 6 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 7 CONCLUSÃO DE CURSO 7 RELATÓRIO TÉCNICO 8 AVALIAÇÃO DE

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas)

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 2- Contrato Social e seus aditivos E CNPJ (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 3- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - O presente conjunto de normas da Faculdade de Filosofia, Ciências

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 APRESENTAÇÃO O Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia de Produção da Faculdade Birigui, com 360h de duração, esta

Leia mais

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos.

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos. Memo 04/15 Coordenação São Carlos, 26 de Fevereiro de 2015. Orientações Gerais aos Discentes Assunto: Estágio obrigatório e não obrigatório O estágio é regulamentado pela legislação através da LEI DO ESTÁGIO

Leia mais

D O N D O M Ê N I C O

D O N D O M Ê N I C O FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DON DOMÊNICO. REGULAMENTO PARA CONCESSÃO E RENOVAÇÃO DE BOLSAS 2014-2 Art. 1º - Fica instituído o Regulamento para concessão de bolsas de estudo aos alunos da Don

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO MANUAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7º e 8º Períodos de Administração - Responsável: Prof. Edileuza Pereira Silva UBERABA - MG 2014 2 SUMÁRIO 1. Apresentação...

Leia mais

METODOLOGIA DE ENSINO A DISTÂNCIA

METODOLOGIA DE ENSINO A DISTÂNCIA METODOLOGIA DE ENSINO A DISTÂNCIA 01 APRESENTAÇÃO Cada vez mais o mercado de trabalho na área de secretariado está competitivo e exigente. Para manter seu diferencial os empregadores estão observando,

Leia mais

Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica)

Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica) Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica) Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av Presidente Wilson,

Leia mais

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica AS CÓPIAS DOS DOCUMENTOS APRESENTADOS DEVERÃO ESTAR AUTENTICADAS OU ACOMPANHADAS DOS ORIGINAIS. 1. Preencher o requerimento, que deverá ser

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DE ANÁPOLIS CURSO ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO. REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I, II e III

FACULDADE CATÓLICA DE ANÁPOLIS CURSO ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO. REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I, II e III FACULDADE CATÓLICA DE ANÁPOLIS CURSO ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I, II e III Anápolis-GO REVISADO EM: 2013 APRESENTAÇÃO Frente à necessidade de um processo

Leia mais

Regulamento do estágio curricular supervisionado obrigatório do curso de graduação em administração pública

Regulamento do estágio curricular supervisionado obrigatório do curso de graduação em administração pública SUMÁRIO 1. Objetivo 2. Aplicação 3. Referências 4. Definições 5. Siglas 6. Condições Gerais 7. Elegibilidade para realização do estágio curricular supervisionado obrigatório 8. Admissão no estágio curricular

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 090/14

DELIBERAÇÃO Nº 090/14 DELIBERAÇÃO Nº 090/14 EMENTA: DISPÕE SOBRE A REGULARIZAÇÃO E DEMAIS PROCEDIMENTOS DE PESSOA JURIDICA JUNTO AO CRF/MT. O Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso - CRF/ MT, no uso de suas

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional), pelo e-mail:

Leia mais

Manual Geral de Estágio Supervisionado. Curso de Tecnologia em Gastronomia

Manual Geral de Estágio Supervisionado. Curso de Tecnologia em Gastronomia Manual Geral de Estágio Supervisionado Curso de Tecnologia em Gastronomia FUNDAMENTO LEGAL Lei nº 11.788, de 25/09/2008 de 2008, publicado no DOU. Nº.187-26/09/2008-Seção I-P.3. - Lei de Diretrizes e Bases

Leia mais

Universidade de Santo Amaro Curso de Farmácia Regulamento de Estágios Obrigatórios De acordo com a Lei Federal nº 11.788/08

Universidade de Santo Amaro Curso de Farmácia Regulamento de Estágios Obrigatórios De acordo com a Lei Federal nº 11.788/08 Universidade de Santo Amaro Curso de Farmácia Regulamento de Estágios Obrigatórios De acordo com a Lei Federal nº 11.788/08 Introdução O Estágio Curricular Obrigatório é uma exigência curricular para formação

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 3 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 5 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 6 CONCLUSÃO DE CURSO 6 RELATÓRIO TÉCNICO 7 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ABERTA DO PIAUÍ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ABERTA DO PIAUÍ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ABERTA DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD Coordenação do curso de Administração / EaD Rua Olavo Bilac, 1148 Centro Sul

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO FACULDADE BATISTA DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO FACULDADE BATISTA DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO FACULDADE BATISTA DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este REGULAMENTO rege as normas e disciplina, nos

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Art.1º - Disposições legais: lei 11.788/2008; Decreto 87.497/1982; Decreto 2.080/1996; Resolução CONSUNI Nº 06/2002; Resolução CEPEC 0880/2008; Resolução

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA INICIAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA INICIAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA INICIAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS A Diretora da Faculdade Béthencourt da Silva com base na Proposta Nacional de Conteúdo para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LEGISLAÇÃO ESCOLAR COORDENAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO ESCOLAR

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LEGISLAÇÃO ESCOLAR COORDENAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO ESCOLAR SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LEGISLAÇÃO ESCOLAR COORDENAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO ESCOLAR ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS CURITIBA SEED/PR

Leia mais

( ) 6 meses no período letivo 20 /, previsto iniciar em: / /20 e finalizar / /20

( ) 6 meses no período letivo 20 /, previsto iniciar em: / /20 e finalizar / /20 MOBILIDADE ACADÊMICA NACIONAL Ao Departamento de Mobilidade Acadêmica PROGRAD/UFRRJ Eu,, matrícula nº. aluno (a) do Curso de Graduação em, do período, no semestre letivo 20 - venho requerer a Vossa Senhoria

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 CAPÍTULO I Da Definição e Finalidades. Artigo 1 - O Estágio Supervisionado constitui-se no desenvolvimento, pelo aluno, de atividades práticas, exercidas mediante

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 076. de 06 de maio de 2008.

RESOLUÇÃO nº 076. de 06 de maio de 2008. Av. Castelo Branco, 170 -CEP 88.509-900 - Lages - SC - Cx. P. 525 - Fone (0XX49) 3251-1022 Fax 3251-1051 RESOLUÇÃO nº 076. de 06 de maio de 2008. Altera o Art. 4º da Resolução nº 056 de 02 de abril de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO I FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 1. O Estágio, no Ensino Superior, é regulamentado pela Lei 11.788 de 25 de setembro de 2008. 2. O Estágio é um

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 PALMAS TO 2011 APRESENTAÇÃO Este Regulamento de Estágio do Curso de Administração visa servir de referência

Leia mais

CRITÉRIOS DE MATRÍCULA FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL 2º SEMESTRE 2014. 1) Matrícula em disciplinas Série e Período (Matutino e Noturno):

CRITÉRIOS DE MATRÍCULA FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL 2º SEMESTRE 2014. 1) Matrícula em disciplinas Série e Período (Matutino e Noturno): CRITÉRIOS DE MATRÍCULA FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL 2º SEMESTRE 2014 Critérios em ordem de prioridade: 1) Matrícula em disciplinas Série e Período (Matutino e Noturno): a) As dependências são incluídas

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO FARMÁCIA

MANUAL DE ESTÁGIO FARMÁCIA UNIP MANUAL DE ESTÁGIO FARMÁCIA MANUAL DO ALUNO COMISSÃO : Prof Carlos A Rosin Prof Alípio O Carmo São Paulo - SP 2009 Versão 1 Março 2009 UNIP O estágio curricular é uma DISCIPLINA OBRIGATÓRIA do curso

Leia mais

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do 2. CONDIÇÕES PARA CREDENCIAMENTO 2.1. Poderão participar deste Credenciamento, as empresas que: 2.1.1 Atendam a todas as exigências deste Edital, inclusive quanto à documentação constante deste instrumento

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado

Manual de Estágio Supervisionado NEP Manual de Estágio Supervisionado Sumário Apresentação.................................................................... 3 Considerações Iniciais............................................................

Leia mais

1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Gerais 1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Art. 1º - O Prêmio Experiências de Sucesso 2015 Professor Nota 10, é uma promoção da Secretaria

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 11.788 DE 25/09/2008 Dispõe sobre o estágio de estudantes, altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, e a

Leia mais

Edital de Abertura n.01/2015

Edital de Abertura n.01/2015 Edital de Abertura n.01/2015 A UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS, CÂMPUS GOIÂNIA - LARANJEI- RAS, por meio da Coordenação da Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão e Biossegurança em Estética e Cosmética, no

Leia mais

3.1 Anexo I: Gestão de Projetos de Investimentos em Saúde em Saúde; 3.2 Anexo II: Vigilância Sanitária.

3.1 Anexo I: Gestão de Projetos de Investimentos em Saúde em Saúde; 3.2 Anexo II: Vigilância Sanitária. Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2009 CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA VAGAS REMANESCENTES DE CURSOS DA EAD/ENSP/FIOCRUZ INSERIDOS NO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB/SEED/MEC) A Educação

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO

MANUAL DO ESTAGIÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO CURSO TÉCNICO EM CAFEICULTURA José Sérgio de Araújo Adélia Ribeiro Paulino 2014 1 ÍNDICE Apresentação... 3 1 Orientações Gerais... 05 2 Roteiro... 06 3 Plano de Estágio... 08 4 Termo

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA ESTÁGIO DE PEDAGOGIA

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA ESTÁGIO DE PEDAGOGIA ORIENTAÇÕES GERAIS PARA ESTÁGIO DE PEDAGOGIA INTRODUÇÃO Os Estágios Supervisionados constam de atividades de prática pré-profissional, exercidas em situações reais de trabalho, sem vínculo empregatício,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO RSGQ-16.01

REGULAMENTO DE ESTÁGIO RSGQ-16.01 REGULAMENTO DE ESTÁGIO RSGQ-16.01 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. DEFINIÇÕES... 4 2.1 ESTÁGIO... 4 2.2 ESTÁGIO OBRIGATÓRIO... 4 2.3 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO... 5 2.4 CONCEDENTE... 5 3 DADOS DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Manual de Estágio Osasco 2014 O que é o Estágio? "Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o

Leia mais

Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superiores de Tecnologia em Recursos Humanos

Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superiores de Tecnologia em Recursos Humanos Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superiores de Tecnologia em Recursos Humanos Cacoal- 2014 SUMÁRIO 1 Regulamento do Estágio Supervisionado 3 1.1 Introdução 3 1.2 Caracterização 3 1.3 Conceito

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DOS PROJETOS DE CURSO DO CEFET-MG

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DOS PROJETOS DE CURSO DO CEFET-MG CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DOS PROJETOS DE CURSO DO CEFET-MG EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA INTEGRADA BELO HORIZONTE, OUTUBRO

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO 1 SUMÁRIO Lista de Anexos... 3 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL... 5 3. DEFINIÇÕES... 5 4. OBJETIVOS... 6 5. PLANEJAMENTO E COMPETÊNCIAS...

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TERMO DE COMPROMISSO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO Termo de compromisso para realização de estágio obrigatório que entre si fazem a concedente, inscrita no CNPJ sob o nº, estabelecida na e o estagiário (a), documento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito dos Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Cursos de Tecnologia da Faculdade

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Processo de Seleção para o Programa Especial de Formação Pedagógica para Professores de Educação Profissional de nível técnico (Convênio FNDE/MEC nº 400012/2011 Programa

Leia mais

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CAMPINA GRANDE Credenciado pela Portaria Nº 65, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CAMPINA GRANDE Credenciado pela Portaria Nº 65, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015. FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU CAMPINA GRANDE Credenciado pela Portaria Nº 65, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau de Campina Grande-PB no

Leia mais

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU (FAP TERESINA) Mantida pelo Grupo Ser Educacional Credenciamento: Portaria MEC nº 1.149, DE 13 DE SETEMBRO DE 2012

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU (FAP TERESINA) Mantida pelo Grupo Ser Educacional Credenciamento: Portaria MEC nº 1.149, DE 13 DE SETEMBRO DE 2012 FACULDADE MAURÍCIO (FAP ) Mantida pelo Grupo Ser Educacional Credenciamento: Portaria MEC nº 1.149, DE 13 DE SETEMBRO DE 2012 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DO IFPR CAMPUS PITANGA

EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DO IFPR CAMPUS PITANGA EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DO IFPR CAMPUS PITANGA O INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital com normas que regem o Processo simplificado

Leia mais

EDITAL Nº 2/2015 TÍTULO I DO PROCESSO SELETIVO

EDITAL Nº 2/2015 TÍTULO I DO PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 2/2015 O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital contendo as normas referentes ao Processo Seletivo para o

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO 1. DA DEFINIÇÃO a) O Trabalho de Graduação (TG) compreende o estudo de um problema em profundidade, requerendo

Leia mais

RESOLUÇÃO 001/2014 DA CONCEPÇÃO E DOS OBJETIVOS

RESOLUÇÃO 001/2014 DA CONCEPÇÃO E DOS OBJETIVOS RESOLUÇÃO 001/2014 Dispõe sobre o Estágio Curricular Supervisionado do curso em atendimento ao que prevê o Projeto Pedagógico do Curso de Administração. A Coordenação do Curso de Administração, no uso

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO -2014.1-

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO -2014.1- A Universidade Castelo Branco torna público o presente Edital com normas, rotinas e procedimentos relativos ao Processo Seletivo para ingresso no 1º semestre de 2014 nos Cursos de Graduação, na modalidade

Leia mais

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas RESOLUÇÃO DO CONSEPE Nº 12/2010 Aprova o Regulamento das Atividades de Estágio do Curso de Engenharia de Produção da FSSS e dá outras Providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO-

Leia mais

EDITAL PRGDP Nº 29/2014

EDITAL PRGDP Nº 29/2014 EDITAL PRGDP Nº 29/2014 A PRGDP/UFLA, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução CUNI nº 56 de 29/10/2013, torna público que

Leia mais

Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais

Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais 2009 APRESENTAÇÃO Este manual tem por objetivo disciplinar, orientar e facilitar os

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

1.2 Relação dos Cursos/vagas

1.2 Relação dos Cursos/vagas UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DO SISTEMA CAMPUS VIRTUAL CRUZEIRO DO SUL, MODALIDADE A DISTÂNCIA (EaD) 2015 A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia de Alimentos é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes

Leia mais

EDITAL N 02/12/UNA-SUS/UFCSPA PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA - MODALIDADE A DISTÂNCIA

EDITAL N 02/12/UNA-SUS/UFCSPA PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA - MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL N 02/12/UNA-SUS/UFCSPA PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA - MODALIDADE A DISTÂNCIA O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade Federal de

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES CEUNSP

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES CEUNSP FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES CEUNSP MANUAL DE ESTÁGIO Faculdade de Comunicação e Artes Conteúdo INTRODUÇÃO PASSO-A-PASSO DO ESTÁGIO CENTRAL DE ESTÁGIOS DA FCA-CEUNSP DÚVIDAS FREQÜENTES 1 MANUAL DE

Leia mais

Universidade Federal da Integração Latino Americana MANUAL DO ESTAGIÁRIO

Universidade Federal da Integração Latino Americana MANUAL DO ESTAGIÁRIO Universidade Federal da Integração Latino Americana MANUAL DO ESTAGIÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DEAC - Divisão de Estágios e Atividades Complementares Sumário 1. Apresentação...

Leia mais

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA.

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA. ATENÇÃO! O candidato deve providenciar a lista de documentos abaixo e fazer a entrega na Central de Atendimento ao Estudante (CAE). Orientamos que o estudante compareça com, no mínimo, 3 (três) dias úteis

Leia mais

REGIMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO

REGIMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO REGIMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO Res. CONSUN nº 49/03, 10/12/03 Art. 1 o O presente documento objetiva fornecer as orientações

Leia mais

EDITAL N 59 DE 17 DE SETEMBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

EDITAL N 59 DE 17 DE SETEMBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL N 59 DE 17 DE SETEMBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL MODALIDADE EAD O Instituto Federal

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO DE BIOMEDICINA. Versão I/2012

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO DE BIOMEDICINA. Versão I/2012 MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO DE BIOMEDICINA Versão I/2012 2012 PÁGINA 1 SUMÁRIO Programa de Conteúdos:... 3 1) Atividades... 4 2) Supervisão do Estágio... 5 3) Orientação sobre a Avaliação...

Leia mais

Manual de. Estágio Curricular Supervisionado. Bacharelado

Manual de. Estágio Curricular Supervisionado. Bacharelado 1 Manual de Estágio Curricular Supervisionado Bacharelado 2 APRESENTAÇÃO O Manual de Estágio Curricular Supervisionado está organizado de forma objetiva e prática, buscando definir informações e conceitos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA ALEXANDRE FURLAN Secretário de Estado JOSÉ EPAMINONDAS MATTOS CONCEIÇÃO Secretário

Leia mais

EDITAL Nº 46/2015 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL MODALIDADE EAD

EDITAL Nº 46/2015 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL MODALIDADE EAD EDITAL Nº 46/2015 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL MODALIDADE EAD O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, por

Leia mais

EDITAL GSE/ADM Nº 0012/2015

EDITAL GSE/ADM Nº 0012/2015 EDITAL GSE/ADM Nº 0012/2015 Estabelece os procedimentos paraque os Trabalhadores da Educação Básica do Estado do Piauí concorram às vagas de afastamento integral ou parcial disponibilizadas pela do Piauí

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SORTEIO PARA ADMISSÃO DE ALUNOS AO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO 1. DA DEFINIÇÃO a) O Trabalho de Graduação (TG) compreende o estudo de um problema em profundidade, requerendo

Leia mais

TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA NATUREZA. PARÁGRAFO ÚNICO Atividade curricular com ênfase exclusiva didático-pedagógica:

TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES CAPÍTULO I DA NATUREZA. PARÁGRAFO ÚNICO Atividade curricular com ênfase exclusiva didático-pedagógica: REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO IFRR N A regulamentação geral de estágio tem por objetivo estabelecer normas e diretrizes gerais que definam uma política

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Orientações Gerais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Orientações Gerais ESTÁGIO SUPERVISIONADO Orientações Gerais CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - Registro - 2009 1. Informações Segundo a Lei Nº 11.788 de 25 de setembro de 2008, dispõe

Leia mais

III PROMOÇÃO LITERÁRIA CONTAGEM DAS LETRAS

III PROMOÇÃO LITERÁRIA CONTAGEM DAS LETRAS EDUCAÇÃO APRESENTA: REGULAMENTO III PROMOÇÃO LITERÁRIA CONTAGEM DAS LETRAS DE MARÇO A DEZEMBRO DE 2015 REGULAMENTO III PROMOÇÃO LITERÁRIA CONTAGEM DAS LETRAS 1. DO OBJETO A Secretaria de Educação de Contagem,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenadora: Profa. Dra. Branca Jurema Ponce Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Marina Graziela Feldmann Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a 24/04/2015, as

Leia mais

Regulamento. Estágio Curricular Supervisionado. Engenharia de Produção

Regulamento. Estágio Curricular Supervisionado. Engenharia de Produção Regulamento Estágio Curricular Supervisionado Engenharia de Produção Campinas SP Fevereiro de 2013 1 INTRODUÇÃO O Estágio Curricular Supervisionado, obrigatório e definido por legislação, deve ser vivenciado

Leia mais

Manual de Estágio Não Obrigatório

Manual de Estágio Não Obrigatório Manual de Estágio Não Obrigatório Faculdade Antonio Meneghetti Recanto Maestro, 2010 1 Introdução A lei nº 11.788/2008 define estágio como o ato educativo escolar, supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

Curso de Especialização Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde

Curso de Especialização Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde 1 Rio de Janeiro, 04 de setembro de 2012. Curso de Especialização Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde EDITAL PARA SELEÇÃO DE TUTORES (PROFESSORES-PESQUISADORES)

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PRONATEC EDITAL Nº 045/2015 IFRO/CAMPUS JI-PARANÁ

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PRONATEC EDITAL Nº 045/2015 IFRO/CAMPUS JI-PARANÁ EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO PRONATEC EDITAL Nº 045/2015 IFRO/CAMPUS JI-PARANÁ O Diretor Geral do Campus JI-PARANÁ, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia IFRO, no uso de

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO Engenharia de Automação Industrial

ESTÁGIO SUPERVISIONADO Engenharia de Automação Industrial CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CEFET-MG UNIDADE ARAXÁ COORDENAÇÃO DE PROGRAMA DE ESTÁGIO - 3ºGRAU ESTÁGIO SUPERVISIONADO Engenharia de Automação Industrial GUIA DO ESTAGIÁRIO CEFET-MG

Leia mais

Art. 1º Aprovar o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, na forma do ANEXO.

Art. 1º Aprovar o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, na forma do ANEXO. RESOLUÇÃO Nº 77/2010, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2010 Aprova o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, na forma do Anexo. O Reitor da Fundação Universidade

Leia mais