PROPOSTA DE FORNECIMENTO GSGR3572/10

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA DE FORNECIMENTO GSGR3572/10"

Transcrição

1 Página1 PROPOSTA DE FORNECIMENTO GSGR3572/10 AO Rio de Janeiro, 23 de Março de 2010 IMPA - INSTITUTO NACIONAL DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA Estrada Dona Castorina 110 Rio de Janeiro / Brasil CEP: Prezado(s) Senhor(es), Temos a satisfação de submeter à apreciação de V.Sa., proposta Técnica/Comercial para fornecimento de Grupo(s) Gerador (es) de fabricação e comercialização da FG Wilson Brasil. Sinônimo de CONFIABILIDADE, a FG Wilson está há mais de 40 anos produzindo Grupos Geradores de altíssima qualidade, testados e aprovados em mais de 180 países, nos mais diferentes ambientes e formas de aplicação. A maior fabricante de Grupos Geradores a Diesel do Reino Unido e também uma dos maiores do mundo, a FG Wilson é uma companhia progressiva e de pensamento futurístico, investindo continuamente na melhoria do Processo, Negócios, Pesquisa e Desenvolvimento para assegurar que seus grupos geradores continuem sendo a primeira escolha dos clientes. Dentro de modernas instalações, localizada em Piracicaba, interior do Estado de São Paulo, a CATERPILLAR BRASIL LTDA, produz no Brasil, Grupos Geradores a Diesel, da marca FG Wilson, de sua propriedade, singelos, de 50 a 750 kva e unidades em paralelo que possam funcionar como completas estações de energia, seguindo rigorosamente os padrões de qualidade mundial das indústrias FG WILSON no Reino Unido. Nos colocamos à disposição para os esclarecimentos que se fizerem necessários. Atenciosamente, Guilherme Richter Gerastar Geradores - Comercial Tel. 55 (21) Cel. 55 (21)

2 Página2 Conhecendo a FG WILSON BRASIL A FG Wilson iniciou suas atividades em 1966 numa antiga fábrica têxtil em Belfast, Irlanda do Norte. Desde meados dos anos 70, a empresa vem desfrutando de um crescimento acentuado e contínuo, passando de uma pequena empresa familiar, para uma grande exportadora, de renome internacional com escritórios de vendas e revendedores em todos os continentes. Em junho de 1999, a multinacional CATERPILLAR BRASIL LTDA passou a adquirir 100% do patrimônio líquido da companhia. Em meados de 2001, a FG Wilson inaugurou uma nova unidade fabril no Brasil, dentro das modernas instalações da Caterpillar, já existente e localizada em Piracicaba, interior do Estado de São Paulo. Naquele ano, a FG Wilson começou a produzir no Brasil, Grupos Geradores a Diesel, de 50 a 500 kva e unidades que em paralelo podem funcionar como completas estações de energia, seguindo rigorosamente os padrões de qualidade mundial das indústrias FG Wilson no Reino Unido. Sinônimo de CONFIABILIDADE, a FG Wilson está há mais de 40 anos produzindo Grupos Geradores de altíssima qualidade, testados e aprovados em mais de 180 países, nos mais diferentes ambientes e formas de aplicação. Líder mundial na fabricação e venda de Grupos Geradores, a FG Wilson é uma companhia progressiva e de pensamento futurístico, investindo continuamente na melhoria do Processo, Negócios, Pesquisa e Desenvolvimento para assegurar que seus grupos geradores continuem sendo a primeira escolha dos clientes. Com estes conceitos bem definidos, os Grupos Geradores FG Wilson detêm uma sólida imagem mundial de qualidade, conquistada nas mais duras condições de trabalho e seguindo as mais rigorosas normas de fabricação, além das certificações: ISO9001, 9002, 9003, 9004, 14000, QS, sendo o único fabricante no Brasil a possuir todas estas certificações. A GERASTAR coloca a disposição de V.Sas., na cidade do Rio de Janeiro / RJ, uma equipe Técnica / Comercial altamente especializada, com treinamento na fábrica, capacitada para análise de projetos, especificações, consultoria e comercialização dos Grupos Geradores FG Wilson.

3 Página3 Grupos Geradores FG Wilson S500E1 MÁQUINA INDUSTRIAL FABRICADO POR CATERPILLAR BRASIL LTDA Rodovia Luiz de Queiroz, km 157 S/ Nº. Distrito Unileste Piracicaba / SP Brasil

4 Página4 Ref.: GRUPO GERADOR DIESEL Foto Ilustrativa ESCOPO DE FORNECIMENTO 03 (TRÊS) Grupos Geradores marca FG WILSON, com as seguintes características: MODELO Regime de trabalho Potência Tensão Alimentação Freqüência Carenagem S500E3 Stand By (Emergência) / Prime 500 / 455 kva 440/254 Vca 60 Hz SEM CARENAGEM SILENCIADA MOTOR A DIESEL Procedência / Marca SCANIA Modelo DC1253A Ciclo 4 tempos N de cilindros 6 cilindros em linha Indução Turbo Alimentado Partida elétrica Motor de arranque 24 Vcc Regulador velocidade Eletrônico Combustível Diesel Pré-aquecimento Através de resistências intercaladas no circuito de água. Arrefecimento Radiador com ventilador no eixo Lubrificação Forçada por engrenagem / Filtro substituível GERADOR SÍNCRONO Procedência / Marca WEG Modelo GTA 311 AIVI Excitação Brushless Mancais 1 (single-bearing) Proteção mecânica IP-21/ABNT Refrigeração Auto ventilado ventilador montado no eixo Fator de potência 0,8 indutivo Acoplamento Discos Flexíveis N de pólos / fases 4 pólos / 3 fases Regulagem de Tensão ± 1,0 % Classe de Isolação Elevação de temperatura H Distorção harmônica total em vazio inferior a 5,0 % Enrolamento do estator com passo encurtado em 2/3

5 Página5 Informações complementares S500E1

6 Página6 ACESSÓRIOS QUE ACOMPANHAM CADA EQUIPAMENTO Controlador Woodward para operação em paralelo; Disjuntor Tripolar motorizado para conexão e Proteção; Regulador Eletrônico de Velocidade; Carregador de Bateria, 220 Vca; Sistema de Pré-aquecimento; Filtro adicional tipo Racor; Silenciador industrial para saída do escapamento; 01 Tanque de combustível incorporado à base do Grupo Gerador, com capacidade para 1000 Litros; 02 (duas) Baterias de 12VCC cada, com cabos e terminais; Manual técnico e esquemas elétricos; ACESSÓRIOS PROPOSTOS EM SEPARADO KIT de atenuação acústica para 75 1,5 metros, incluindo: atenuador de entrada e saída, porta acústica, silenciosos tipo hospitalar e conjunto de materiais necessários para perfeita instalação do mesmo; QTA/QTP Quadro de transferência automática e paralelismo integrado, classe 15 kv, composto basicamente por par de disjuntores Motorizados, fixos, com Motor, bobina de abertura, mínima e fechamento e: 01 x relé multifuncional Schneider modelo: SEPAM 1000 S42 incorporado ao QTA/QTP; 01 x Conjunto de TCs e TPs; 01 x Carregador de baterias e duas Baterias de 7Ah, 12VCC ne para alimentação independente do circuito de controle; Sistema de medição de qualidade da concessionária; Disjuntor e chave seccionadora para medição de qualidade; Transformadores de potencial e corrente para medição de qualidade; Tanque de litros; 01 x Transformador elevadores de 1500 kva; Instalação eletromecânica completa, incluindo materiais e serviços; OBS: A Gerastar Geradores se compromete a entregar à compradora toda a documentação técnica do produto, aprovada junto a Concessionária Local. Se a concessionária estabelecer exigências não mencionadas nesta proposta comercial, fica certo e entendido que poderá o projeto sofrer alterações no prazo e preço estabelecidos, proporção direta e exclusiva aos materiais e serviços solicitados, tanto para mais quanto para menos do preço e prazo acertados, com a concordância expressa e por escrito entre as partes. Fica acertado também que faz parte do nosso escopo de fornecimento os seguintes serviços: Engenharia: Diagrama Unifilar Diagrama Trifilar Layout dos equipamentos com cortes Ajuste dos Relés Memorial Descritivo Memorial de Cálculo Calibração Parametrização do relé micro-processado, com ajustes relacionados no estudo de seletividade.

7 Página7 MÓDULO DIGITAL DE CONTROLE E SUPERVISÃO EASYGEN WOODWARD Localizado na frontal do painel, o módulo de Controle Microprocessado EASYGEN é responsável por supervisionar e comandar todo o Sistema de corrente alternada, formado por uma fonte principal (Rede) e uma fonte de emergência, composta pelo(s) Grupo(s) Gerador(es), que alimentam a(s) carga(s) considerada(s) essência(l)(is), que não dever(á)(ao) sofrer interrupç(ão)(ões) prolongada(s). Projetado e desenvolvido para trabalhar unido a um Regulador Eletrônico de Velocidade e um Regulador Automático de Tensão, formando um conjunto completo de controle para automação e proteção de Grupos Geradores, seja em operações singela ou em configuração múltipla com ou sem paralelismo com outras fontes de energia. O Painel de Controle é montado na base do grupo gerador com disjuntor tripolar motorizado de conexão e proteção, dimensionado para a potência do equipamento (800 A), sendo o mesmo para aplicação exclusiva de geradores. Os módulos Woodward, EasyGen dos grupos Geradores trabalham conectados entre si, e a função de controle de demanda é realizada automaticamente por eles, desde que habilitada, ou seja, modula a quantidade de geradores em barra de acordo com o nível de carga da planta. APLICAÇÃO O EASYGEN é um controlador digital para grupos geradores. Para aplicações em horário de ponta. Paralelismo entre máquinas. Projetado para trabalhar com um regulador de tensão de ajuste remoto e um regulador de velocidade da SCANIA. Disponível para geradores que operem com motores a diesel. ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO Controle do motor; Sincronização do Grupo; Seqüenciamento Automático; Controle de Carga Ativa Real (Kwatts); Controle de Carga Reativa Real (kvar); Proteção do Gerador; Proteção do Motor; Comunicação Serial. CONTROLE DO MOTOR: Controle para pré-aquecimento do motor; Controle da válvula de combustível; Controle de partida do motor; Controle de Marcha Lenta/Nominal; Monitoração de pressão de óleo; Monitoração da temperatura da água de Refrigeração; Monitoração da tensão da bateria; Monitoração da proteção de sobre-velocidade.

8 Página8 SINCRONISMO: Processamento digital dos sinais imune à interferência de harmônicas, ajuste de fase de tensão e de tempo de sincronismo; Identificação de barra desenergizada e sincronismo automático; Sincronização com outros geradores; Programação de várias tentativas de sincronismo com o tempo ajustável; Operação manual com ajuste de tensão e velocidade para sincronismo. SEQÜÊNCIA AUTOMÁTICA DE PARTIDA: Partida e parada automática baseadas na demanda de carga ou processo; Configuração de partida e parada conforme a necessidade de carga temporizada; Seqüência de prioridade de geradores configurável via painel do EASYGEN ou remotamente por computador PC. CONTROLE DE POTÊNCIA ATIVA (KW): Cálculo de potência real (RMS); Rampa de tomada e retirada de carga programável, por meio de controlador de demanda interno; Operação em isócrono ou base de carga com até 8 geradores em paralelo dividindo carga; Controle em base de carga com máxima eficiência de controle de combustível; Operação em droop disponível para operação e controle de carga manual. CONTROLE DE POTÊNCIA REATIVA (KVAR): Divisão de carga reativa entre os geradores para operação isolada; Controle de fator de potência através da referência interna; Controle de potência reativa ajustável através de sinal externo. PROTEÇÃO DO GERADOR: Proteção de sub-tensão (27); Proteção de sobre-tensão (59); Proteção de sub e sobre-freqüência (81); Proteção de potência reversa (32); Proteção de perda de excitação; Proteção de sobre-corrente; Proteção de perda da concessionária; Proteção de escorregamento de velocidade e freqüência; Proteção de surto de potência no gerador; MEDIÇÕES VIA DISPLAY Tensão entre fases e fase e neutro da rede e Grupo Gerador; Corrente de fases do gerador; Freqüência do Grupo Gerador; Potência Ativa do Gerador por fase e entre fases (kw); Potência Reativa do Gerador por fase (kvar); Potência Aparente do Grupo Gerador por fase (kva) Fator de Potência indutivo/capacitivo do gerador; Tensão da barra; Energia ativa acumulativa (kwh) Tensão de bateria; Rotações do Grupo Gerador (rpm); Horas de funcionamento do Grupo Gerador; Contador de partidas; PROTEÇÃO DO MOTOR Proteção de baixa e alta temperatura da água de refrigeração; Proteção de baixa e alta pressão do óleo; Proteção de sobre-velocidade; Proteção de falha na partida.

9 Página9 COMUNICAÇÃO Interfaces avançadas de rede asseguram performances insuperáveis de controle desde o motor até a operação total da planta. O EASYGEN é capaz de trabalhar com as mais comuns interfaces da indústria, incluindo CAN, RS-232, e RS-485. Os múltiplos protocolos de comunicação permitem ao EASYGEN comunicar com uma grande quantidade de unidades de controle do motor (ECUs), placas externas de I/O, PLCs, e modems. CANopen, J1939, Modbus RTU e protocolos de Modem são suportados. Está previsto o fornecimento dos módulos Easy Gen conexão Modbus TCPIP via conversor. SOFTWARE O módulo Easy Gen permite o acompanhamento e gerenciamento da Usina Diesel remotamente, via software, o qual acompanha o equipamento, podendo também ser baixado via internet. O sistema também permite carregar os parâmetros originais armazenados e recolocá-los quando necessário em um outro módulo similar no futuro. DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO AUTOMÁTICA Partida e parada dos grupos geradores automaticamente, por falta da rede. No caso da falta de rede os grupos partem e após estabilizarem serão sincronizados entre si, fechando os Disjuntores motorizados em sua base, após estarem em paralelo fecharão o Disjuntor geral de Grupos no QTA e assumirão a carga. No retorno da rede a normalidade o Disjuntor geral dos grupos geradores no QTA abrirá e logo após fechará o Disjuntor de rede no QTA, passando a carga a ser alimentada por esta. Após a transferência os grupos geradores são colocados em resfriamento até a parada, caso haja uma nova falha da rede, durante este período o resfriamento é interrompido e os Grupos Geradores assumem a carga imediatamente. Este processo de partida, sincronismo, entrada e saída de carga dão-se de forma automática. MANUAL Nesta opção é forçada a entrada dos grupos geradores, através de um operador, efetuando a transferência de carga e vice versa. TESTE Nesta opção é forçada a entrada dos grupos geradores, através de um operador, sem ocorrer transferência de carga. PROJETOS / ESTUDOS A FG WILSON / GERASTAR se compromete a entregar à compradora toda a documentação técnica do produto.

10 Página10 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FABRICAÇÃO: Grupos Geradores completos, projetados e construídos em acordo com as mais exigentes normas mundiais de qualidade, além das certificações: ISO9001, 9002, 9003, 9004, 14000, QS, sendo o único fabricante no Brasil a possuir todas estas certificações. SISTEMA DE MONTAGEM: Base resistente em aço, com pontos para içamento. Coxins intermediários para assegurar o isolamento de vibração. Acoplamento do motor com o gerador feito por disco flexível. Armação da base incorpora tanque de combustível integrado. SISTEMA DE ARREFECIMENTO: Temperatura ambiente padrão de ate 47 C (117 F) Ventilador, acionador do ventilador e alternador protegidos Inibidor de corrosão DISJUNTOR DO CIRCUITO: Disjuntor de proteção, de 3 pólos de circuito de caixa fechada, montado na própria base do equipamento ou em armário próprio autosustentado, com saída de cabos diretamente abaixo do disjuntor do circuito. REGULADOR AUTOMATICO DE TENSÃO: Regulagem de tensão ± 1,0 %. Possibilita rápida recuperação de variações das cargas transitórias ACABAMENTO DO EQUIPAMENTO: Todo o equipamento eletrogalvanizado Tinta de proteção anticorrosiva Tinta de poliuretano, durável e resistente a arranhões PADROES DE QUALIDADE / NORMAS: BS4999 /BS5000 / BS5514 / IEC34 / VDE0530 SAÍDA DE AR: Nossos grupos geradores possuem a entrada de ar pelas portas laterais e saída de ar quente pela parte superior, dispensando assim a utilização de difusores e direcionadores de ar. DOCUMENTACÃO: Manuais de operação e manutenção. Fornecimento de CD com todos os Diagramas Elétricos e Desenhos Mecânicos em AutoCad. Os desenhos são completos de forma que permitem qualquer tipo de Manutenção Preventiva e Corretiva nos Grupos Geradores.

11 Página11 DEMAIS CONDIÇÕES COMERCIAIS ENTREGA TÉCNICA E GARANTIAS: O primeiro funcionamento em campo, deverá ser efetuado por um técnico credenciado, para validação da garantia do equipamento. Base de atendimento: Rio de Janeiro - RJ. Para realização de entrega técnica e atendimentos em garantia, em horário comercial, as despesas de deslocamento, estadia e alimentação, para um raio de atendimento superior a 50 km da base de atendimento, correrão por conta do (a) Comprador (a). ASSISTÊNCIA TÉCNICA: A FG Wilson coloca a sua disposição, na cidade do Rio de Janeiro / RJ, uma equipe técnica altamente especializada com treinamento na fábrica e peças sobressalentes para toda a linha de equipamentos. TREINAMENTO: Estamos prevendo um treinamento nas dependências do IMPA, com a equipe de manutenção e operação, preparando para a operação do equipamento, manutenção básica e preventiva, sendo a mesma efetuada durante o start up e feito pela Gerastar Geradores. GARANTIA: O prazo de Garantia será de 24 (vinte e quatro) meses, respeitando-se o limite de 500 horas/ ano ou 12 meses SEM limite de horas de operação, em conformidade à Norma ISO 8528.

12 Página12 RESUMO DE PREÇOS DESCRIÇÃO PRODUTO VERSÂO QTDE PREÇO UNITÁRIO ITEM 1: Grupo Gerador FG Wilson, Modelo S500E1, Automático, incluindo acessórios relacionados acima. INDUSTRIAL 03 R$ ,00 ITEM 2: KIT de Atenuação Acustica (75 db) 03 R$ ,00 ITEM 3: QTA / QTP Quadro de transferência e paralelismo 01 R$ ,00 ITEM 4: Sistema de medição de qualidade de energia 01 R$ ,00 ITEM 5: Disjuntor e acessórios para medição de qualidade 01 R$ ,00 ITEM 6: Conjunto de TP`s e TC`s 02 R$ ,00 ITEM 7: Tanque de litros 01 R$ 9.680,00 ITEM 8: Transformador Elevador de kva 01 R$ ,00 ITEM 9: Instalação eletromecânica completa (materiais e serviços) 01 R$ ,00 ITEM 10: Projeto e engenharia 01 R$ ,00 IMPOSTOS ICMS 12 % Incluso IPI Alíquota 0 (zero), conforme Legislação Vigente CONDIÇÕES PAGAMENTO Em 02 (duas) parcelas, sendo a primeira, correspondendoa 30 % do valor, a título de sinal, vencível no ato de assinatura do pedido, a segunda, correspondendo a 70 % do valor, contra aviso de embarque do equipamento, ou outra condição a combinar. Os pagamentos deverão ser efetuados mediante boletos bancários em favor de: CATERPILLAR BRASIL LTDA & GERASTAR GERADORES LOCAL DE ENTREGA PRAZO DE ENTREGA VALIDADE DA PROPOSTA CIF Duque de Caxias RJ 45/60 dias, a partir da data do pedido. 15 dias DADOS DO FORNECEDOR ITEM 1 Razão Social: CNPJ: Insc. Estadual: Endereço: CATERPILLAR BRASIL LTDA / Rodovia Luiz de Queiróz, km 157 Distrito Unileste. Piracicaba São Paulo Brasil CEP DADOS DO FORNECEDOR Razão Social: DEMAIS ITENS CNPJ: Insc. Estadual: Endereço: / Ru a Conselheiro Mayrilnk, 361 Rocha RJ. Rio de Janeiro Brasil CEP NOTA: As Especificações Técnicas relativas ao(s) equipamento(s), objeto de nossa proposta, acompanham as orientações e determinações fornecidas por V.Sas.

13 Página13 Esta proposta foi elaborada, considerando as condições econômicas vigentes. Caso hajam alterações drásticas no cenário econômico, que venham a prejudicar as presentes condições, a FG Wilson reserva-se no direito de renegociar preço, prazo de entrega e cláusula de reajuste, de modo a manter equilíbrio do negócio em questão. Certo de estarmos oferecendo nossa melhor proposta. Colocamos-nos a disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários, Cordialmente, Guilherme Richter Gerastar Geradores - Comercial Tel. 55 (21) Cel. 55 (21)

COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTOS DA PARAÍBA DIRETORIA DE EXPANSÃO GERÊNCIA EXECUTIVA DE PLANEJAMENTO E PROJETOS

COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTOS DA PARAÍBA DIRETORIA DE EXPANSÃO GERÊNCIA EXECUTIVA DE PLANEJAMENTO E PROJETOS 1 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO GRUPO GERADOR - 30 KVA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ESGOTO - EEE1 JARDIM CIDADE UNIVERSITÁRIA 1. OBJETIVO Esta especificação técnica apresenta as características técnicas e comerciais

Leia mais

ANEXO I PROJETO ELÉTRICO GRUPO GERADOR COM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA LOTE 1 LOCAÇÃO DE GERADOR

ANEXO I PROJETO ELÉTRICO GRUPO GERADOR COM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA LOTE 1 LOCAÇÃO DE GERADOR ANEXO I PROJETO ELÉTRICO GRUPO GERADOR COM ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA LOTE 1 LOCAÇÃO DE GERADOR ITEM 1 - PROJETO ELETRICO DE ENERGIA DE EMERGENCIA PARA SUPRIR 345KW CONSUMIDOR: SENAC UNIDADE DE MANAUS LOCAL

Leia mais

CUMMINS 6LTAA8.9-G2 CARACTERÍSTICAS PADRÃO

CUMMINS 6LTAA8.9-G2 CARACTERÍSTICAS PADRÃO MODELO Regime Standby (60Hz) Regime Prime (60Hz) Motor Alternador ACS-C300 300KVA / 240KW 275KVA / 220KW CUMMINS 6LTAA8.9-G2 LEROY SOMER LSA46.2L9 40 CARACTERÍSTICAS PADRÃO Motor (DCEC Cummins 6LTAA8.9-G2)

Leia mais

NT 6.005. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Felisberto M. Takahashi Elio Vicentini. Preparado.

NT 6.005. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Felisberto M. Takahashi Elio Vicentini. Preparado. NT.005 Requisitos Mínimos para Interligação de Gerador de Consumidor Primário com a Rede de Distribuição da Eletropaulo Metropolitana com Paralelismo Momentâneo Nota Técnica Diretoria de Planejamento e

Leia mais

Projeto Especializado...Potência Confiável

Projeto Especializado...Potência Confiável Projeto Especializado...Potência Confiável LINHA 455 750 KVA Desempenho I Durabilidade I Facilidade de Manutenção Produto Brasil Chegou um novo padrão de potência. A linha 455 750 kva da FG Wilson é projetada

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

NT 6.010. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Elio Vicentini Ermínio Belvedere João Martins.

NT 6.010. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Elio Vicentini Ermínio Belvedere João Martins. NT 6.010 Requisitos Mínimos Para Interligação de Gerador de Consumidor Secundário com a Rede de Distribuição da Eletropaulo Metropolitana com Paralelismo Momentâneo Nota Técnica Diretoria de Planejamento

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 25 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 25 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 25 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA Código NTD-00.024 Data da emissão 05.11.2009 Data da última

Leia mais

Linha PowerWizard. Opções de sistemas de controle digital e comunicação remota. www.fgwilson.com

Linha PowerWizard. Opções de sistemas de controle digital e comunicação remota. www.fgwilson.com www.fgwilson.com Linha PowerWizard Opções de sistemas de controle digital e comunicação remota PowerWizard Propiciando controle seguro de seu conjunto gerador A linha PowerWizard de painéis de controle

Leia mais

energia de forma simples

energia de forma simples energia de forma simples www,fgwilson,com LINHA DE 8,5 A 290 KVA Desempenho I Durabilidade I Manutenção A vida moderna é complicada, mas garantir o fornecimento de energia para seu negócio pode ser algo

Leia mais

Central de Produção de Energia Eléctrica

Central de Produção de Energia Eléctrica Central de Produção de Energia Eléctrica Ref.ª CPEE Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Tipo 5 5 a 25 kva 25 a 150 kva 150 a 500 kva 500 a 1.000 kva 1.000 a 2.700 kva Pág. 1 ! Combustível Diesel! Frequência 50

Leia mais

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador 100% electricidade Relés de controle automático para grupo gerador RGAM 10 Relé controle automático para g l Entradas VCA : concessionária L1-L2/N-L3, gerador L1-L2/N l 4 entradas digitais, 5 relés saída.

Leia mais

Fornecimento e Instalação de um Grupo Motor Gerador com potência nominal 450 KVA em regime de trabalho de emergência.

Fornecimento e Instalação de um Grupo Motor Gerador com potência nominal 450 KVA em regime de trabalho de emergência. 1 OBJETIVO Descrição / Especificação Técnica Fornecimento e instalação de 01 (um) Grupo Motor Gerador com potência nominal 450 KVA em 1.1 regime de trabalho de emergência, tensão de saída do gerador 127/220

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

DIRETORIA TÉCNICA PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DE AT E MT DECISÃO TÉCNICA DT-104/2010 R-03

DIRETORIA TÉCNICA PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DE AT E MT DECISÃO TÉCNICA DT-104/2010 R-03 DIRETORIA TÉCNICA PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DE AT E MT DECISÃO TÉCNICA /2010 R- FOLHA DE CONTROLE I APRESENTAÇÃO A presente Decisão Técnica R substitui a R02 e visa estabelecer instruções técnicas para

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

NOTA TÉCNICA 6.008. Página 1 de 24. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição

NOTA TÉCNICA 6.008. Página 1 de 24. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição Página 1 de 4 NOTA TÉCNICA 6.008 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR PARTICULAR COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA AES ELETROPAULO UTILIZANDO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA COM INTERRUPÇÃO

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Potencializando cada necessidade sua...

Potencializando cada necessidade sua... www.fgwilson.com Potencializando cada necessidade sua... Construção Residencial Varejo Telecomunicações LINHA DE 6,8 A 25 KVA Desempenho I Durabilidade I Facilidade de manutenção A linha de 6,8 a 25 kva

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU - 020

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU - 020 NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU - 020 EXIGÊNCIAS MÍNIMAS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR DE CONSUMIDOR PRIMÁRIO COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA ENERGISA COM PARALELISMO MOMENTÂNEO SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

ANEXO II CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AQUISIÇÃO DE GRUPO MOTORES GERADORES

ANEXO II CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AQUISIÇÃO DE GRUPO MOTORES GERADORES ANEXO II ANEXO TÉCNICO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AQUISIÇÃO DE GRUPO MOTORES GERADORES AQUISIÇÃO DE GRUPO MOTORES GERADORES A SEREM INSTALADOS NAS UNIDADES DA ANATEL EM TODO O BRASIL. INTRODUÇÃO

Leia mais

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 42BEspecificação Técnica LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 3 / 6 / 8 / 10 / 12 / 15 / 20 kva 38BEngetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: Hwww.engetron.com.br

Leia mais

as proteções do motor e do alternador, sincronização divisão de carga proteções de corrente regulação AVR

as proteções do motor e do alternador, sincronização divisão de carga proteções de corrente regulação AVR Este tipo de painel de controle elétrico é estudado pelo controle e gerenciamento de uma instalação de energia compreendida de 2, 3 ou 4 grupos geradores que trabalham em sinronização e paralelo. Em caso

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PRODUTOS. Painéis de controle Controladores eletrônicos para grupos geradores

APRESENTAÇÃO DE PRODUTOS. Painéis de controle Controladores eletrônicos para grupos geradores APRESENTAÇÃO DE PRODUTOS Painéis de controle Controladores eletrônicos para grupos geradores APLICAÇÕES AMF Automatic Mains Failure em caso de falhas de alimentação da rede (Grupo gerador individual) ATS

Leia mais

REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO DE GERADOR POR PARTICULARES

REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO DE GERADOR POR PARTICULARES REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO DE GERADOR POR PARTICULARES NTD-22 CONTROLE DE VERSÕES NTD 22- REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO DE GERADOR POR PARTICULARES Nº.: DATA VERSÃO 01 04/2010 Original INDICE

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Alternadores Síncronos Linha AN10 Novo Alternadores Síncronos Linha AN10 Os alternadores da linha AN10 foram desenvolvidos para aplicação em

Leia mais

Introdução: O que é uma Subestação? Definição NBR 5460 / 1992

Introdução: O que é uma Subestação? Definição NBR 5460 / 1992 Subestações Introdução: O que é uma Subestação? Definição NBR 5460 / 1992 Parte de um sistema de potência, concentrada em um dado local, compreendendo primordialmente as extremidades de linhas de transmissão

Leia mais

Dados do Grupo Gerador

Dados do Grupo Gerador K4 ÁGUA TRIFÁSICO 60 HZ FATOR DE POTÊNCIA DIESEL Dados do Grupo Gerador Volts Standby KVA Standby KW Prime KVA Prime KW Amp 220/127 70 56 60 48 157,5 380/220 60 48 55 44 83,6 440/254 70 56 60 48 78,7 480/277

Leia mais

Lovato Electric do Brasil. Produtos e soluções para automação industrial

Lovato Electric do Brasil. Produtos e soluções para automação industrial Lovato Electric do Brasil Produtos e soluções para automação industrial www.lovatoelectric.com.br Controlador automático para grupo gerador - Funcionamento a microprocessador - Sistema completo de medição

Leia mais

Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas, falha de disjuntor e energização inadvertida Por Geraldo Rocha e Paulo Lima*

Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas, falha de disjuntor e energização inadvertida Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* 30 Capítulo VI Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas, falha de disjuntor e energização inadvertida Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* Proteção contra motorização e correntes desbalanceadas

Leia mais

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i HIVERTER - Série NP201i Os Inversores Fotovoltaicos da Hitachi são do tipo Grid-Tied (GT Conectados à Rede) com controle reativo de potência e alta eficiência,

Leia mais

CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO

CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO GERADORES AKSA Pág. 2 CATÁLOGO GERADORES 2015 Comercialização, Instalação, Manutenção e Pós-Venda. A Noceans Energy celebrou um contrato de fornecimento para o território

Leia mais

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE Catálogo Técnico INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE CATÁLOGO TÉCNICO ÍNDICE CATÁLOGO TÉCNICO... 1 INTRODUÇÃO... 2 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 2 DADOS TÉCNICOS... 3 ENSAIOS DE TIPO REALIZADOS...

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-53 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-53 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002 COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

Capítulo III. Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda. Proteção de geradores. Faltas à terra no rotor. Tipos de sistemas de excitação

Capítulo III. Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda. Proteção de geradores. Faltas à terra no rotor. Tipos de sistemas de excitação 24 Capítulo III Faltas à terra no rotor e proteções de retaguarda Por Geraldo Rocha e Paulo Lima* Faltas à terra no rotor A função primária do sistema de excitação de um gerador síncrono é regular a tensão

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 50/15 RETIFICADO EM 07/12/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 50/15 RETIFICADO EM 07/12/2015 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO - SAAE CNPJ: 21.260.443/0001-91 - Inscrição Estadual: isento Rua Nonô Ventura, 394, CEP 35680-205, Bairro Lourdes - Itaúna/MG EDITAL DE PREGÃO N.º 50/15 RETIFICADO EM

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS INTELIGENTES A6. Dispositivos Eletrônicos Inteligentes IED s (Relés Microprocessados) A6.1 Introdução Esta especificação técnica tem como objetivo estabelecer

Leia mais

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05 Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração Revisão 1 Mai2005 O é um sistema inteligente de Monitoramento, Aquisição de Dados e Supervisão Local para utilização com os softwares da linha Dynamic.

Leia mais

3.3 Operação em Rampa Transferência de carga de modo gradativo entre a Distribuidora e um gerador de consumidor ou vice-versa.

3.3 Operação em Rampa Transferência de carga de modo gradativo entre a Distribuidora e um gerador de consumidor ou vice-versa. O SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO, COM OPERAÇÃO Processo: PROJETO E CONSTRUÇÃO Subprocesso: INSTALAÇÃO ELÉTRICA DE CONSUMIDOR PCI.00.05 1/9 Primeira 1. OBJETIVO Estabelecer os critérios e requisitos necessários

Leia mais

Dados do Grupo Gerador

Dados do Grupo Gerador H1 ÁGUA TRIFÁSICO 60 HZ FATOR DE POTÊNCIA DIESEL Dados do Grupo Gerador Volts Standby KVA Standby KW Prime KVA Prime KW Amp 220/127 625 500 565 452 1482,7 380/220 570 456 520 416 790,1 440/254 625 500

Leia mais

NOTA TÉCNICA 6.010. Página 1 de 19. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição

NOTA TÉCNICA 6.010. Página 1 de 19. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição Página 1 de 19 NOTA TÉCNICA 6.010 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR PARTICULAR DE CONSUMIDOR SECUNDÁRIO COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA AES ELETROPAULO UTILIZANDO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA

Leia mais

MMW01 e PFW01 Multimedidor de grandezas elétricas e Controlador automático do fator de potencia

MMW01 e PFW01 Multimedidor de grandezas elétricas e Controlador automático do fator de potencia MMW01 e PFW01 Multimedidor de randezas elétricas e Controlador automático do fator de potencia Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net MMW01 e PFW01 MMW01 - Multimedidor de

Leia mais

Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva

Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva Sistema UPS (Uninterruptible Power Supply) 160 kva 1. Características gerais 1.1. Sistema de alimentação ininterrupta trifásico, especificado para no mínimo 160 kva, na configuração SINGELO, contendo banco

Leia mais

HMW-1730 T6. Dados de Grupo SERVIÇO PRP STANDBY. GAMA PESADA Estático standard Powered by MTU

HMW-1730 T6. Dados de Grupo SERVIÇO PRP STANDBY. GAMA PESADA Estático standard Powered by MTU K14 ÁGUA GELADA TRIFÁSICO 60 HZ DIESEL Dados de Grupo SERVIÇO PRP STANDBY Potência kva 2015 2160 Potência kw 1612 1728 Regimen de funcionamento r.p.m. 1.800 Tensão standard V 480/277 Tensões disponiveis

Leia mais

NOTA TÉCNICA 6.005. Página 1 de 20. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição

NOTA TÉCNICA 6.005. Página 1 de 20. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição Página 1 de 0 NOTA TÉCNICA 6.005 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR PARTICULAR DE CONSUMIDOR PRIMÁRIO COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA AES ELETROPAULO UTILIZANDO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA

Leia mais

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, COMERCIAL LTDA.

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, COMERCIAL LTDA. Nr Denominação 1 Elemento Principal 2 Relé de partida ou fechamento temporizado 3 Relé de verificação ou interbloqueio 4 Contator principal 5 Dispositivo de interrupção 6 Disjuntor de partida 7 Relé de

Leia mais

Sistema de controle PowerCommand 1.1

Sistema de controle PowerCommand 1.1 Sistema de controle PowerCommand 1.1 Descrição do sistema de controle O sistema de controle PowerCommand é um sistema de monitoramento, medição e controle de grupos geradores que utiliza microprocessadores,

Leia mais

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 Copyright 2000 Photodisc, Inc. 5812-01 A ampla gama de aplicações do UNITROL 1000-15 O UNITROL

Leia mais

Dados do Grupo Gerador

Dados do Grupo Gerador D10 ÁGUA TRIFÁSICO 60 HZ FATOR DE POTÊNCIA DIESEL Dados do Grupo Gerador Volts Standby KVA Standby KW Prime KVA Prime KW Amp 220/127 60,4 48,3 55,9 44,7 146,7 380/220 60 48 55 44 83,6 440/254 60,4 48,3

Leia mais

FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE GRUPO MOTOR GERADOR PARA A PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM AMAPÁ (PR-AP)

FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE GRUPO MOTOR GERADOR PARA A PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM AMAPÁ (PR-AP) CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE GRUPO MOTOR GERADOR PARA A PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM AMAPÁ (PR-AP) OBJETIVO O presente caderno tem como objetivo estabelecer as especificações

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO USCAMAQ

MANUAL DE OPERAÇÃO USCAMAQ Página 1 de 1 MANUAL DE OPERAÇÃO Página 2 de 2 ÍNDICE GERAL Página 1. INTRODUÇÃO... 04 2. DESCRIÇÃO GERAL DA... 04 2.1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS... 05 2.1.1. Especificações Elétricas... 05 2.1.2. Pintura

Leia mais

Relé de proteção do diferencial 865

Relé de proteção do diferencial 865 Relé de proteção do diferencial 865 Para a proteção do diferencial de motores, transformadores e geradores Boletim 865, Série A Guia de especificações Sumário Página de descrição da seção 1.0 Características

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG 1º verificar o nível de água do radiador, e ligue os cabos da bateria. 2º verificar o nível do óleo do motor 3º Ligação da rede ao painel.. Dentro do painel, na parte superior

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU 019

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU 019 NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU 019 EXIGÊNCIAS MÍNIMAS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR DE CONSUMIDOR PRIMÁRIO COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA ENERGISA COM PARALELISMO PERMANENTE SUMÁRIO 1.INTRODUÇÃO...

Leia mais

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S UMG 96S UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida Os instrumentos de medição universal com montagem embutida da família de produto UMG 96S foram principalmente concebidos para utilização

Leia mais

QAS 55/85/105/140/170 ENERGIA PORTÁTIL

QAS 55/85/105/140/170 ENERGIA PORTÁTIL QAS 55/85/105/140/170 ENERGIA PORTÁTIL Os geradores QAS 55/85/105/140/170 operam em serviço contínuo em locais onde não existe eletricidade ou como unidade reserva nos casos em que se verifica uma interrupção

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 001/2011 SENAI-DR-RN/CTGÁS-ER PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. CARGO: INSTRUTOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIAS I Nível O

PROCESSO SELETIVO 001/2011 SENAI-DR-RN/CTGÁS-ER PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. CARGO: INSTRUTOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIAS I Nível O 2 PROCESSO SELETIVO 001/2011 SENAI-DR-RN/CTGÁS-ER PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CARGO: INSTRUTOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIAS I Nível O CÓDIGO DO CARGO/VAGA: V0013 1) Considere um transformador

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 69 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 69 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 69 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA Código NTD-00.024 Data da emissão 05.11.2009 Data da última

Leia mais

GREENLOAD CARGA ELETRÔNICA REGENERATIVA TRIFÁSICA

GREENLOAD CARGA ELETRÔNICA REGENERATIVA TRIFÁSICA Informações Técnicas GREENLOAD CARGA ELETRÔNICA REGENERATIVA TRIFÁSICA Informações Gerais A Carga Eletrônica Regenerativa Trifásica da Schneider permite a injeção de energia na rede elétrica proveniente

Leia mais

Atlas Copco Energia portátil e sustentável

Atlas Copco Energia portátil e sustentável Atlas Copco Energia portátil e sustentável Geradores QAS 24 a 225 kva Confiabilidade Elevada vida útil Preparado para condições extremas Projetado a operar ao tempo Versatilidade Desenvolvido para operação

Leia mais

Tecnologia Inversor: Freqüência de saída Capacidade de sobrecarga: Fusíveis de Proteção: Proteção da Bateria:

Tecnologia Inversor: Freqüência de saída Capacidade de sobrecarga: Fusíveis de Proteção: Proteção da Bateria: Sistema de proteção e fornecimento de energia elétrica ininterrupto, com tempo limitado a capacidade das baterias, autonomia de 10 (dez) minutos em plena carga, capacidade de 30KVA, 24.000W, entrada e

Leia mais

Motor : Aksa Alternador : Aksa Sistema de Controle : P 732 control system. Este Grupo Gerador é fabricado em uma fábrica certificada para ISO 9001.

Motor : Aksa Alternador : Aksa Sistema de Controle : P 732 control system. Este Grupo Gerador é fabricado em uma fábrica certificada para ISO 9001. Este Grupo Gerador foi projetado para attender a regulação ISO 8528. Este Grupo Gerador é fabricado em uma fábrica certificada para ISO 9001. Este Grupo Gerador esta disponível com a certificação CE. Este

Leia mais

MPM MSB MSB + MSTP SPtM MPtM MSB + MPtM máxima flexibilidade

MPM MSB MSB + MSTP SPtM MPtM MSB + MPtM máxima flexibilidade O painel de controle na versão componível permite a gestão do paralelo de grupos geradores até 24 unidades no mesmo sistema. Esta solução é ótima para diversas aplicações: MPM (Multiple Prime Mover). MSB

Leia mais

Grupos Geradores OnPower para Locação.

Grupos Geradores OnPower para Locação. Grupos Geradores OnPower para Locação. Você é o protagonista desse sucesso OnPower é uma montadora de usinas termelétricas modulares e grupos geradores que atua exclusivamente com motores e alternadores

Leia mais

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 MD4040 MD4040/TC Análise de metas e rateio de custos de energia; Leituras instantâneas em amplo display digital; Indicação de tensão de fase e tensão de linha;

Leia mais

CLIMATIZAÇÃO. Relação de Entradas e Saídas

CLIMATIZAÇÃO. Relação de Entradas e Saídas CLIMATIZAÇÃO O exemplo apresentado aqui controla um sistema que envolve bombas, torres, chillers e fan-coils para climatização ambiente para conforto térmico. Pode-se montar controles para sistemas dos

Leia mais

Capítulo VII. Sistema de manutenção planejada e em motores elétricos. Manutenção elétrica industrial. Características. Conceitos. Organização do SMP

Capítulo VII. Sistema de manutenção planejada e em motores elétricos. Manutenção elétrica industrial. Características. Conceitos. Organização do SMP 50 Capítulo VII Sistema de manutenção planejada e em motores elétricos Por Igor Mateus de Araújo e João Maria Câmara* O Sistema de Manutenção Planejada (SMP) é formado por instruções, listas e detalhamento

Leia mais

Mód. 32 SD Relé NA - "Check Before Operate"

Mód. 32 SD Relé NA - Check Before Operate 1. Descrição do Produto O módulo AL-3202 é uma interface de saída digital, de 32 pontos, a relé, microprocessada, cuja principal característica é implementar a operação com "check before operate", sendo

Leia mais

OUTROS PRODUTOS E SISTEMAS

OUTROS PRODUTOS E SISTEMAS OUTROS PRODUTOS E SISTEMAS 178 Varixx Soluções Inovadoras em Eletrônica varixx.com.br Retificadores de Alta Corrente Sistemas para Motores Síncronos e Geradores Produtos e Sistemas para Banco de Bateria

Leia mais

LINHA DE EQUIPAMENTOS DIDÁTICOS PARA ÁREA DE ELETROTÉCNICA: DESCRIÇÃO ETC S

LINHA DE EQUIPAMENTOS DIDÁTICOS PARA ÁREA DE ELETROTÉCNICA: DESCRIÇÃO ETC S EQUACIONAL ELÉTRICA E MECÂNICA LTDA. RUA SECUNDINO DOMINGUES 787, JARDIM INDEPENDÊNCIA, SÃO PAULO, SP TELEFONE (011) 2100-0777 - FAX (011) 2100-0779 - CEP 03223-110 INTERNET: http://www.equacional.com.br

Leia mais

GERADORES A GÁS. Geradores a Diesel Geradores a Gás Torres de Iluminação QT070 QT080 QT100 QT130 QT150

GERADORES A GÁS. Geradores a Diesel Geradores a Gás Torres de Iluminação QT070 QT080 QT100 QT130 QT150 GERADORES A GÁS Geradores a Diesel Geradores a Gás Torres de Iluminação QT070 QT080 QT100 QT130 QT150 QUEM SOMOS A GENERAC é uma multinacional americana que fabrica grupos geradores e torres de iluminação.

Leia mais

PLANILHA DE PROPOSTA

PLANILHA DE PROPOSTA 0001 012186 INVERSOR DE FREQUENCIA 144 AMPERES / 220 VCA Inversor de freqüência para aplicação em motor elétrico trifásico com corrente nominal de serviço 140A, tensão nominal 220V, temperatura de funcionamento

Leia mais

RECEBIMENTO DEFINITIVO

RECEBIMENTO DEFINITIVO RECEBIMENTO DEFINITIVO HORÁRIO DE INÍCIO: LOCAL: LOCOMOTIVA Nº: HORÁRIO DE TÉRMINO: PAÍS: DATA: OK? OBS. COM O MOTOR DIESEL DESLIGADO: ITENS DO SISTEMA MECÂNICO, TRUQUE, HIDRÁULICO E PNEUMÁTICO: 1 - Inspecionar

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO CADASTRO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CD.DT.PDN.03.14.001 03 APROVADO POR MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO (DEEE) SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro, 155 - Centro - CEP 15990-630 - Matão (SP) - Brasil Fone (16) 3383-3800 - Fax (16) 3382-4228 bambozzi@bambozzi.com.br

Leia mais

MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA

MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA Versão: 01 Data: 12/01/2013 SUMÁRIO 1. Objetivo 03 2. Normas e Regulamentos Complementares 03 3. Definições 04 3.1. Acesso 04 3.2 Acordo Operativo 04 3.3. Condições

Leia mais

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104

UMG 104-Mais do que um simples Multímetro UMG 104 UMG 104 UMG 104-Mais do que um ples Multímetro O UMG 104 equipado com um DSP de 500 MHz (processador de sinal digital) é um analisador de tensão muito rápido e potente. A varredura contínua dos 8 canais

Leia mais

LINHA VOLT/X-POWER. Catalogo Produto 600 700 1200 1400VA. Engetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda

LINHA VOLT/X-POWER. Catalogo Produto 600 700 1200 1400VA. Engetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Catalogo Produto LINHA VOLT/X-POWER 600 700 1200 1400VA Engetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: www.engetron.com.br As informações contidas neste

Leia mais

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW05 Plus Micro Soft-Starter Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net SSW05 Plus - Micro Soft-Starters Soft-starters são chaves de partida estática, projetadas para a aceleração,

Leia mais

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE

Leia mais

Maior fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores, com mais de 18 milhões de equipamentos vendidos.

Maior fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores, com mais de 18 milhões de equipamentos vendidos. 1 SMS. Soluções com um diferencial exclusivo: a experiência de um líder de mercado. A SMS é líder no segmento de equipamentos para proteção de energia. São mais de 18 milhões de equipamentos vendidos em

Leia mais

Tabela de Funções Ansi

Tabela de Funções Ansi Tabela de Funções Ansi A ANSI visando a padronização dos códigos das funções de proteções, criou uma tabela de códigos com das funções de proteção. Na verdade, esta tabela veio da ASA e posteriormente

Leia mais

www.siemens.com.br/instrumentos Power Management Instrumentos Elétricos para Painéis

www.siemens.com.br/instrumentos Power Management Instrumentos Elétricos para Painéis www.siemens.com.br/instrumentos Power Management Instrumentos Elétricos para Painéis SENTRON PAC A família de dispositivos de medição SENTRON PAC pode ser utilizada tanto em indústrias como em instalações

Leia mais

SSW-05 Micro Soft-starter

SSW-05 Micro Soft-starter Motores Automação Energia Tintas Micro Soft-starter g Compacto g Digital - DSP g Fácil operação g Elevado rendimento g By-pass incorporado REPLACE ME BY A PICTURE! Soft-Starters são chaves de partida estática,

Leia mais

GERADORES A GÁS. Geradores a Diesel Geradores a Gás Torres de Iluminação QT025 QT030 QT045 QT060

GERADORES A GÁS. Geradores a Diesel Geradores a Gás Torres de Iluminação QT025 QT030 QT045 QT060 GERADORES A GÁS Geradores a Diesel Geradores a Gás Torres de Iluminação QT025 QT030 QT045 QT060 QUEM SOMOS A GENERAC é uma multinacional americana que fabrica grupos geradores e torres de iluminação. Fundada

Leia mais

ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000

ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000 ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES ANALISADOR DE ENERGIA CEM1000 1.- INTRODUÇÃO: O analisador de energia CIBER modelo CEM1000, mede, calcula e totaliza as principais grandezas elétricas

Leia mais

Compressor Portátil MOBILAIR M 135

Compressor Portátil MOBILAIR M 135 www.kaeser.com Compressor Portátil MOBILAIR M 135 Com o mundialmente renomado PERFIL SIGMA Vazão 10,5 a 13,0 m³/min Feito na Alemanha A renomada linha de compressores portáteis MOBILAIR da KAESER é fabricada

Leia mais

Central Hidroeléctrica da Calheta de Inverno

Central Hidroeléctrica da Calheta de Inverno Central Hidroeléctrica da Calheta de Inverno Descrição Geral A Central da Calheta de Inverno foi construída em 1992, com o objectivo de aproveitar os caudais excedentários ao abastecimento público e garantidos

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET Especificação Técnica 1. Objeto Aquisição de 1 (um) NOBREAK DE POTÊNCIA 5 kva Obs.: Os atributos técnicos abaixo relacionados são de atendimento obrigatório. A nomenclatura

Leia mais

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão Transformando energia em soluções Motores de Alta Tensão Motores de alta tensão A WEG desenvolveu em conjunto com consultoria internacional especializada uma linha de motores de carcaça de ferro fundido

Leia mais