Stratos Pro A2... PH. Betriebsanleitung. Produktinformation: Português. Betriebsanleitung deutsch. Ex 706X/1-NM SE 706X/2-NM

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Stratos Pro A2... PH. Betriebsanleitung. Produktinformation: www.knick.de. Português. Betriebsanleitung deutsch. Ex 706X/1-NM SE 706X/2-NM"

Transcrição

1 II 1G Ex ia IIC T3/T4/T Berlin Berlin SE 706X/1-NMSN SE 706X/2-NMS Berlin BVS 10 ATEXXE0 BVS 10 ATEX E089 II 1G ia IIC T II 1GSE Ex 706X/1-NM ia IIC Ex T3/T4/T6 The Art of Measuring Berlin BVS 10 ATEX E II 1G Ex ia IIC SE 706X/2-NMSN Berlin SE 706X/2-NM BVS 10 ATEX E089 X II 1G Ex ia IIC T3/T4/T6 BVS 10 ATEX E II 1G Ex ia IIC Manual do Usuário Betriebsanleitung deutsch Português Stratos Pro A2... Portavo 904(X) PHpH Stratos Pro A2... PH Betriebsanleitung x ia IIC T3/T4/T6 ATEX E 089 X Aktuelle Produktinformation: Últimas informações sobre o produto: Aktuelle Produktinformation:

2

3 Generalidades 3 Garantia Se o instrumento apresentar algum defeito no prazo de 3 anos a partir da data de entrega, ele será reparado gratuitamente em nossa fábrica (transporte e seguro pagos pelo remetente). Sensores e acessórios: 1 ano. Sujeito a modificações Devolução de produtos em garantia Entre em contato com a Assistência Técnica antes de devolver um instrumento defeituoso. Envie o instrumento limpo para o endereço que lhe for informado. Se o instrumento tiver entrado em contato com fluidos de processo, ele terá que ser descontaminado/desinfetado antes do envio. Nesse caso anexe o respectivo certificado para preservar a saúde e a segurança de nosso pessoal de serviço. Descarte Respeite as regulamentações vigentes referentes ao descarte de equipamentos eletroeletrônicos. Marcas registradas Os nomes seguintes são marcas registradas. Para praticidade esses nomes são mostrados sem o símbolo de marca registrada neste manual. Calimatic Memosens Paraly Portavo Sensocheck Sensoface

4 4 Sumário Itens Fornecidos... 6 Documentação... 7 Sinopse do Portavo 902 PH... 8 Características com Valor Agregado...9 Tampa Protetora Gancho Display Teclado Partida Colocação das Pilhas Pilhas para Aplicação em Áreas Classificadas Entradas para Sensores Ligar o Medidor Ícones Configuração Calibração Medição Alternância Entre Valores Medidos Ajuste de Temperatura Data Logger Modos de Operação do Data Logger (Logger Type) Menu Data Logger Configuração do Data Logger Iniciar o Data Logger com CONT Iniciar o Data Logger com START Exibir Dados Registrados Parar o Data Logger Limpar o Data Logger Relógio Software Paraly SW

5 Sumário 5 Códigos de Erro e Mensagens Mensagens Sensoface Mensagens de Erro Linha de Produtos Acessórios Sensores Soluções Tampão Knick CaliMat Especificações Índice... 43

6 6 Itens Fornecidos Abra a embalagem e veja se há algum dano no instrumento e se falta algum item. A embalagem do Portavo 904(X) PH deve conter: Medidor Portavo 904(X) PH com 4 pilhas AA e compartimento de sensor pré-montado. Alça de transporte Guia de partida rápida em alguns idiomas Relatório de teste específico Instruções sobre segurança Certificados Portador de dados com manuais do usuário e software Paraly SW 112 Cabo USB de 1,5 m

7 Documentação 7 Relatório de Teste Específico CD-ROM Documentação completa: Manuais do usuário em diferentes idiomas Instruções sobre segurança Certificados Guia de partida rápida Instruções sobre Segurança Em idiomas oficiais da UE e outras. Declarações de Conformidade CE Certificados IECEx ATEX Guia de Partida Rápida Instalação e primeiros passos: Operação Estrutura de menus Calibração Mensagens de erro e providências recomendadas Diferentes idiomas em CD-ROM e em nosso site:

8 8 Sinopse do Portavo 902 PH Compartimento O Portavo 904(X) PH é um medidor de ph portátil. Uma linha de texto na tela LCD de alto contraste torna a operação praticamente autoexplicativa. A versão 904 X PH é para aplicação em áreas classificadas até Zona 0. O medidor destaca-se pelas seguintes características: Uso de sensores digitais Memosens Sensores Memosens e sensores DIN de ph podem ser usados no mesmo instrumento. Um compartimento removível protege o sensor e evita seu ressecamento e pode ser usado para calibração. O alojamento robusto de polímero de alta performance é altamente resistente a impactos e dimensionalmente estável, mesmo quando exposto a umidade extrema. Display de vidro à prova de arranhões que permite uma leitura clara mesmo depois de anos. Tempo de operação muito longo com apenas um jogo de 4 pilhas AA ou usando uma bateria de lítio para operação confiável mesmo sob temperaturas altas ou muito baixas (a bateria de lítio não é indicada para o Portavo 904 X PH para aplicação em áreas classificadas). Data logger com 5000 valores Porta USB micro para comunicação com o software Paraly SW 112 para avaliação de dados de sensores digitais (Memosens) Ícones Sensoface (carinhas), vistos num relance, informam sobre a condição do sensor (pág. 34) Calibração com reconhecimento automático de tampão (Calimatic) (pág. 18). Calibração manual com introdução de valores individuais de tampão Relógio em tempo real e indicação da carga das pilhas Em temperaturas de medição de -20 a +100 C o detector de temperatura pode ser identificado automaticamente.

9 Sinopse do Portavo 904(X) PH 9 Características com Valor Agregado Memosens O Portavo 904 pode se comunicar com sensores Memosens. Quando esses sensores digitais estão conectados ao medidor, eles são identificados automaticamente e indicados pelo logotipo mostrado à direita. Além disso o Memosens permite o armazenamento de dados de calibração, que ficam disponíveis e podem ser usados quando o sensor for conectado a outro instrumento que use o Memosens. Sensoface O sensoface (carinha) informa sobre a condição do sensor. As três carinhas mostradas à direita representam a condição do sensor durante a medição e após uma calibração. Quando a condição deteriora, uma mensagem INFO... explica sobre a possível causa. Calibração automática com Calimatic Calimatic é um método muito conveniente para calibração de ph com reconhecimento automático de tampão. Basta selecionar o grupo de tampões com os tampões usados. Os tampões podem ser usados em qualquer ordem. O instrumento é fornecido com esse método de calibração, que pode ser ajustado ou desabilitado no menu de configuração.

10 10 Sinopse do Portavo 904(X) PH Tampa Protetora O frontal do medidor é protegido por uma tampa, que pode ser aberta completamente e presa atrás para operação. Uma etiqueta no lado interno da tampa mostra as funções de controle e as mensagens do instrumento. Gancho Um gancho dobrável na parte traseira pode ser usado para pendurar o medidor. Com isso pode-se ficar com as mãos livres para efetuar a medição. A etiqueta de identificação fica atrás do gancho. Tampa Protetora e Gancho Combinados A tampa e o gancho podem ser unidos formando um apoio para leitura confortável sobre uma bancada ou mesa.

11 Sinopse do Portavo 904(X) PH 11 Display O medidor tem um display de três linhas para exibição de informações alfanuméricas como medição e calibração, dados, temperaturas e data/hora. Outras informações são mostradas mediante ícones (Sensoface, ícone de pilha, etc.). Algumas informações típicas são mostradas abaixo. Medição (exibição de valor medido, temperatura, data e hora) Calibração passo 1 Fim da calibração (exibição de rampa Data logger (exibição de valor medido, local da memória, temperatura, data e hora) Relógio (exibição de hora e minutos, segundos e data).

12 12 Sinopse do Portavo 904(X) PH Teclado As teclas do teclado membrana têm um ponto de pressão perceptível. Executam as seguintes funções: on/off Liga o medidor e exibe os dados do instrumento e de calibração (ver Partida) meas Liga o medidor / Ativa o modo medição / Para o data logger cal Inicia a calibração set Ativa a configuração / confirma introduções clock Exibe a hora e a data, permite acertar o relógio com set RCL Exibe valores armazenados STO Segura e salva um valor medido, permite configurar e iniciar o data logger com a tecla set (pág. 23) Quando esse ícone aparece, pode-se usar as teclas de seta para navegação.

13 Partida 13 Abra a embalagem e veja se o instrumento foi danificado e se está faltando algum item (ver Itens Fornecidos). Atenção! Não opere o instrumento numa das situações abaixo: dano visível no instrumento o instrumento não executa a função pretendida armazenamento prolongado sob temperaturas acima de 70 C após grandes esforços de transporte Nesse caso é preciso realizar uma rotina de testes profissional. Este teste precisa ser realizado pelo fabricante. Precauções para aplicação em locais com risco de explosão Perigo! Não abra o compartimento de bateria do Portavo 90n X em locais com risco de explosão. O instrumento não deve ser aberto. Se houver necessidade de reparo, devolva o instrumento para nossa fábrica. Nunca use a porta USB em um local com risco de explosão. Colocação das Pilhas Com 4 pilhas AA, o tempo de operação do Portavo é de 1000 horas. Abra o compartimento de pilhas na parte posterior do instrumento. Observe a polaridade correta ao inserir as pilhas (veja as marcações). Feche a tampa do compartimento e fixe-a apertando o parafuso com a mão. Há uma bateria de lítio especial própria para o compartimento de pilhas disponível para o Portavo 904. A bateria é recarregada através da porta USB. Nota: A bateria não pode ser usada no Portavo 904 X (versão para aplicação em áreas classificadas).

14 14 Partida Um ícone de pilha no display indica a carga das pilhas. ícone totalmente cheio Pilhas com plena carga Ícone parcialmente cheio Ícone vazio Ícone piscando Pilhas com carga suficiente Pilhas com carga insuficiente. O instrumento pode ser calibrado, mas não pode registrar Restam apenas 10 horas de operação. O instrumento pode continuar medindo. Atenção! É absolutamente necessário trocar as pilhas. Perigo! Ao usar o Portavo 904 X (versão para áreas classificadas), em áreas classificadas, use somente os tipos de pilha descritos na tabela abaixo. As pilhas precisam ser do mesmo fabricante e de tipo e capacidade idênticos. Nunca misture pilhas novas com pilhas usadas (veja também o Desenho de Controle ). Pilhas para Aplicação em Áreas Classificadas Pilhas (4 unidades) Classe Temp. Temperatura ambiente Duracell MN1500 Energizer E91 Power One 4106 Panasonic Pro Power LR6 T4 T3 T3 T3

15 Partida 15 Entradas para Sensores O Portavo 904(X) PH têm entradas para muitos tipos de sensor. Note que apenas um sensor pode ser conectado ao medidor por vez. O medidor reconhece automaticamente um sensor Memosens conectado e faz a comutação necessária. O Memosens é sinalizado no display. Sonda de temperatura separada Após ligar o medidor, uma sonda de temperatura separada é reconhecida automaticamente. Para trocar a sonda de temperatura é preciso desligar e religar o medidor. Atenção! Verifique sempre se o sensor está conectado ao medidor antes de iniciar a medição. Explicação: A entrada analógica de ph do Portavo é um eletrômetro amplificador com impedância extremamente alta. Quando o sensor não está em contato com o fluido ou não conectado ao medidor, as cargas elétricas na entrada podem gerar valores de ph ou mv arbitrários e estáveis que são exibidos no display. Entradas a - Porta micro USB b - M8, 4 pinos para sensores Memosens c - Sonda de temperatura GND d - Sonda de temperatura e - Soquete de ph (DIN ) Os sensores Memosens têm um acoplamento que permite trocar os sensores com o cabo conectado ao medidor, no soquete b (M8, 4 pinos).

16 16 Partida Ligar o Medidor Com o sensor conectado, pode-se ligar o medidor com a tecla on/ off ou meas. Quando o medidor é ligado com a tecla on/off, primeiramente é feito um autoteste e então os dados de calibração e configuração são exibidos antes de o medidor entrar no modo medição. Quando o medidor é ligado com a tecla meas, ele entra no modo medição imediatamente. Dependendo do sensor conectado e da tarefa de medição específica, vários passos de configuração e calibração precisam ser realizados como descrito nas páginas seguintes. Ícones Informações importantes sobre o estado do instrumento: Sensor Memosens Condição do sensor Carga das pilhas Variável de processo Mensagem de erro Detecção de temperatura (sensor, separado ou manual) Data logger ativo Data Hora

17 Configuração 17 Configuração de ph Antes da medição, é preciso fazer uma configuração para adaptar o sensor conectado à performance de medição desejada. Além disso pode-se selecionar o método de calibração adequado. A tabela seguinte mostra um resumo de configuração. Os valores de fábrica (default) são mostrados em negrito. Medição Setup Selecione com as teclas de seta, confirme com set. ph x.xx / ph x.xxx / mv / ( C só para ph analógico) OFF / data + hora / data / hora OFF / dias 1 / 2 / 3 / (for CALIMATIC, Manual, FREE CAL) Mettler Toledo Knick CaliMat Ciba (94) NIST technical NIST standard HACH WTW techn. buffers Hamilton Reagecon DIN carregável via Paraly SW 112 (User) OFF/ 0.1h / 1h / 6h / 12h C / F 24h / 12h dd.mm.yy / mm.dd.yy NO / YES (recuperar os valores de fábrica) Nota: Todas as introduções no data logger serão deletadas. Este ícone indica que é preciso selecionar um item de menu com as teclas de seta, a seleção deve ser confirmada com a tecla set.

18 18 Calibração Calibração CALIMATIC (Calibração com reconhecimento automático de tampão) O método de calibração é selecionado no menu de configuração. A calibração é necessária para ajustar o sensor para o medidor. Isso é indispensável para se obter resultados de medição comparáveis e reproduzíveis. Medição O método de calibração, o número de pontos de calibração e o grupo de tampões foram selecionados no menu de configuração. Mergulhe o sensor na 1ª/2ª/3ª solução tampão. Não importa qual seja a primeira. ph, mv, temperatura Dependendo do número de pontos de calibração, o procedimento descrito para CAL 1/2/3 é repetido. O valor mv pisca até que a calibração esteja terminada e então o display mostra sucessivamente: Em seguida o analisador entra no modo medição. Nota: Para cancelar a calibração, pressione a tecla meas a qualquer momento. Isso será confirmado pela mensagem CAL ABORTED. Exceção: Se tiver selecionado CAL POINTS e o primeiro passo de calibração tiver terminado, o processo de calibração não poderá mais ser cancelado.

19 Calibração 19 Calibração DATA INPUT (Calibração com introdução de valores conhecidos do sensor) O método de calibração é selecionado no menu de configuração. Medição Use para selecionar o valor do ponto zero. Use para selecionar o valor de rampa. Os dados de calibração são exibidos sucessivamente: Data e hora Em seguida o instrumento entra no modo medição. Nota: Para cancelar a calibração, pressione meas a qualquer momento.

20 20 Calibração Calibração MANUAL (Calibração manual) O método de calibração é selecionado no menu de configuração. Medição O número de pontos de calibração foi selecionado no menu de configuração. ph pisca no display Use para selecionar o valor de ph com correção de temperatura escolhido na tabela de tampões. mv pisca no display Dependendo do número de pontos de calibração, o procedimento descrito acima para CAL 1/2/3 é repetido. O valor de mv pisca até que a calibração esteja concluída e então o display mostra sucessivamente: Em seguida o instrumento entra no modo medição. Nota: Para cancelar a calibração, pressione a tecla meas a qualquer momento. Isso será confirmado pela mensagem CAL ABORTED. Exceção: Se tiver selecionado CAL POINTS e o primeiro passo de calibração tiver terminado, a calibração não poderá mais ser cancelada.

21 Calibração 21 Calibração FREE CAL (Livre escolha do método de calibração) A calibração FREE CAL é selecionada no menu de configuração. Medição CAL CALIMATIC pisca Use para selecionar o método de calibração desejado (CALIMATIC, DATA INPUT ou MANUAL). Faça a calibração selecionada (veja Calibração CALIMATIC, DATA INPUT ou MANUAL).

22 22 Medição Após preparar o instrumento convenientemente, a medição propriamente pode ser iniciada. Teclas para medição 1) Conecte o sensor desejado ao medidor. Alguns sensores exigem um preparo especial. Proceda conforme as instruções no manual do sensor. 2) Ligue o medidor com a tecla on/off ou meas. 3) Dependendo do método de medição e do sensor usado, mergulhe a parte sensível do sensor no fluido de processo a ser medido. 4) Observe o display e espere a leitura se estabilizar. 5) Com a tecla STO pode-se segurar e salvar um valor medido (veja data logger na pág. 23). A medição pode também ser controlada através do software Paraly SW 112. Alternância Entre Valores Medidos Durante a medição, pode-se alternar entre exibição de ph e exibição de mv pressionando a tecla meas. Ajuste de Temperatura Quando um sensor é conectado sem um detector de temperatura, esta pode ser ajustada manualmente para medição ou calibração: 1) Pressione meas para acessar o modo medição. A temperatura ajustada é exibida. 2) Ajuste o valor desejada da temperatura com a tecla ou. Mantendo uma tecla pressionada, o valor de temperatura muda em alta velocidade.

23 Data Logger 23 Data Logger O medidor possui um registrador de dados (data logger). Antes de usá-lo, ele tem que ser configurado e então ativado. Pode-se optar por um dos seguintes tipos de registro: DIFF (registro da variável medida e da temperatura, controlado por sinal) INT (registro a intervalos fixos) DIFF+INT (combinação de registro a intervalos e mediante sinal) SHOT (registro manual com a tecla STO) O data logger registra até 5000 dados e salva-os num buffer circular. Os dados já existentes são substituídos. Os seguintes dados são registrados: valor primário, temperatura, hora e status do instrumento. O data logger pode ser gerenciado pelo software Paraly SW 112. A variável de processo registrada é sempre a selecionada no momento. O ícone STO e o endereço de memória é exibido rapidamente para indicar que um evento está sendo salvo. Display: Ícones relacionados ao data logger Endereço de memória (0026) Próximo valor O valor medido está sendo salvo: STO Variável de processo primária RCL: Os valores medidos são exibidos Temperatura Data logger ativado Data Hora Tipo de registro

24 24 Data Logger Modos de Operação do Data Logger (Logger Type) Registro manual quando o data logger está ativado (SHOT) Neste modo, um valor medido é registrado quando a tecla STO é pressionada. Medição Data logger ativado O valor medido é salvo no endereço do último valor registrado + 1 Registro manual quando o data logger está desativado Medição Data logger desativado O valor medido é mantido. O endereço proposto pisca (endereço do último valor registrado + 1) Se desejado:, selecione o endereço de início com as teclas. O valor medido é salvo no endereço desejado (p. ex., para substituir uma medição incorreta). Intervalo (INT) Neste modo, os valores medidos são registrados em ciclos. Exemplo: Tipo INT = registro Tempo

25 Data Logger 25 Diferença (DIFF) Quando a faixa delta (variável de processo e/ou temperatura) relativa ao último registro for excedida, um novo registro é feito e a faixa delta é deslocada para cima ou para baixo pelo valor delta. O primeiro registro é feito automaticamente quando o data logger é iniciado. Exemplo: Primeiro registro = 7, Delta = 1 ph Delta Delta Delta Delta = registro Tempo Diferença + Intervalo combinados (DIFF+INT) Quando a faixa delta relativa ao último registro DIFF é excedida, um novo registro é feito (exemplo: registro A) e a faixa delta é deslocada para cima ou para baixo pelo valor delta. Enquanto o valor medido permanecer dentro da faixa delta, os registros são feitos nos intervalos predefinidos. O primeiro registro DIFF é feito automaticamente quando o data logger é iniciado. 4 ph Delta Exemplo: Tipo de registrador Intervalo + Diferença 3 Delta 2 1 Delta Intervalo Iniciar registr. A = registro Tempo

26 26 Data Logger Menu Data Logger Display Selecione com as teclas de seta e confirme com set. Escolher o endereço de início e iniciar o data logger Deletar todos os registros e iniciar o data logger no endereço de início 0001 Deletar todos os registros Escolher o tipo de registro e configurar: DIFF, INT, DIFF+INT, SHOT (ver tabela abaixo) Visão geral do menu data logger (default em negrito) Tipo de registro Delta ph / mv OFF / ph / ph 1.00 OFF / mv / 1 mv Delta C / F OFF / C / 1.0 C OFF / F / 1.0 F Interval h:mm:ss 0:00:01 9:59:59 / 0:01:00 Ver tipo de registro DIFF Ver tipo de registro INT A variável de processo atual escolhida é registrada

27 Data Logger 27 Configuração do Data Logger Pré-requisito: O data logger está parado (pressione meas). Medição O valor medido é mantido Logger: CONT pisca Logger: START pisca Logger: DEL pisca Logger: SET pisca Logger: O tipo de registro atual pisca. Escolha o tipo de registro desejado com : DIFF, INT, DIFF+INT ou SHOT. Selecione o parâmetro apropriado com e confirme cada seleção com set. Ao terminar a configuração, CONT pisca. Pode-se iniciar o data logger selecionando START ou CONT (veja a pág. Iniciar o Data Logger com CONT on page 28).

28 28 Data Logger Iniciar o Data Logger com CONT Pré-requisito: O data logger deve estar configurado. Toda vez que o medidor for desligado, o data logger precisa ser reiniciado (exceção: SHOT). Medição O valor medido é mantido Logger: CONT pisca Endereço do último valor registrado + 1 pisca (endereço de início proposto) Se desejado: Selecione o endereço de início com. O valor medido é salvo no endereço de início selecionado (exceção: SHOT). O display mostra FREE MEMORY, ícones LOGGER e tipo de registro ativo Iniciar o Data Logger com START Pré-requisitos: Data logger configurado. Todos os registros existentes são deletados. O endereço de início para salvar valores é Toda vez que o medidor for desligado, o data logger precisa ser reiniciado (exceção: SHOT). Medição O valor medido é mantido Logger: CONT pisca Logger: START pisca Todos os registros existentes são deletados. O display mostra: 5000 FREE MEMORY, os ícones LOGGER e tipo de registro ativo.

29 Data Logger 29 Exibir Dados Registrados Para exibir todos os registros pressione RCL. O software Paraly SW 112 pode ser usado para gerenciar o data logger convenientemente. Medição RCL O ícone RCL e o último registro são exibidos. RCL ou meas Use para selecionar o endereço desejado. Os locais vazios da memória também são exibidos. Voltar para medição Exemplo: Valor medido registrado no local da memória 0026 Exemplo: Local da memória 0004 vazio

30 30 Data Logger Parar o Data Logger O data logger pode ser parado a qualquer momento com a tecla meas. Medição, logger ativado O data logger é parado. Os ícones LOGGER e tipo de registro ativo não são mais exibidos. O valor medido pode ainda ser mantido pressionando a tecla STO e enviando o valor para qualquer endereço desejado. Limpar o Data Logger Selecione DEL para deletar todos os registros. Medição O valor medido é mantido Logger: CONT pisca Logger: START pisca Logger: DEL pisca PRESS SET Todos os dados armazenado são deletados. O display mostra 0000 DELETED.

31 Relógio 31 Pressione a tecla clock para acessar o modo relógio. A data e a hora são mostradas no formato definido no menu de configuração. Para acertar o relógio, proceda como segue: Exibição de hora+data A hora pisca. Acerte a hora Os minutos piscam. Acerte os minutos O display secundário pisca e mostra 00. O relógio é ativado. Começa a contagem de segundos O ano pisca. Acerte o ano. O mês pisca. Acerte o mês O dia pisca. Acerte o dia. Exibição de data e hora corretas

32 32 Software Paraly SW 112 O Software Paraly SW 112 suplementa a série Portavo. Permite gerenciar os dados adquiridos pelos medidores e também configurá-los com simplicidade e clareza. O Paraly SW 112 inicia automaticamente quando o computador é conectado à porta USB do Portavo. O software Paraly SW 112 destaca-se pelas seguintes características: Interface intuitiva com Windows Fácil configuração e gerenciamento de vários medidores Exibição de informações dos instrumentos e sensores Configuração de grupos individuais de tampão Gerenciamento e avaliação convenientes do data logger Função exportação para Microsoft Excel Função impressão Atualização do software do instrumento Note: Um manual de instruções detalhado do software Paraly SW 112 acompanha o portador de dados.

33 Códigos de Erro e Mensagens 33 As mensagens de erro são exibidas como ERROR.... A condição do sensor é indicada pelo Sensoface (carinha alegre, séria ou triste) possivelmente acompanhada por uma mensagem informativa ( INFO... ) Exemplo de mensagem de erro: ERROR 8 (fluido de calibração idêntico) Exemplo de mensagem Sensoface : INFO 1 (timer de calibração expirado) O Sensoface (carinha) informa sobre a condição do sensor (aviso para manutenção). A medição pode continuar. Após uma calibração, o ícone Sensoface correspondente (carinha alegre, séria ou triste) é mostrado juntamente com os dados de calibração. Fora essa situação, o Sensoface só fica visível no modo medição. As mais importantes mensagens de erro e mensagens informativas do Sensoface são mostradas no lado interno da tampa protetora. Nas tabelas seguintes são listadas todas as mensagens juntamente com seus significados.

34 34 Códigos de Erro e Mensagens Mensagens Sensoface O ícone Sensoface (carinha) informa sobre a condição do sensor: Sensoface Significado Sensor OK O sensor deve ser calibrado brevemente. Calibrar ou substituir o sensor. Os ícones de carinha séria e triste são acompanhados por uma mensagem informativa (INFO...) indicando uma possível causa da deterioração. Sensoface Mensagem Causa Timer de calibração Sensocheck Zero / Rampa Tempo de resposta ISFET: Ponto de operação (potencial de assimetria) ISFET: Corrente de fuga Offset de ORP

35 Códigos de Erro e Mensagens 35 Mensagens de Erro As seguintes mensagens de erro podem ser vistas no display. Mensagem Causa Solução piscando Pilhas fracas Valor de ph fora de faixa Valor de ORP fora de faixa Valor de temperatura fora de faixa Ponto zero do sensor alto/baixo demais Rampa do sensor alta/baixa demais Erro de calibração: Tampões idênticos Erro de calibração: Tampão desconhecido Fluido de calibração trocado Valor medido instável Desvio alto demais Hora e data inválidas Configuração inválida Erro nos valores de fábrica Erro no sensor (Memosens) Distância de tampões (tabela configurável pelo usuário) Troque as pilhas. Veja se as condições de medição correspondem à faixa de medição ajustada. Lave bem o sensor e recalibre-o. Se isso não resolver, troque o sensor. Use uma solução tampão com valor nominal diferente antes de iniciar o próximo passo de calibração. Confira se as soluções tampão usadas correspondem ao grupo configurado. Repita a calibração. Deixe o sensor no líquido até a temperatura se estabilizar. Se isso não resolver, troque o sensor. Acerte a hora e a data. Reinicie, restaure os valores de fábrica (Setup: DEFAULT YES), configure e calibre. Se isso não resolver, envie o instrumento para reparo. Instrumento defeituoso, envie-o para reparo. Conecte o sensor Memosens operacional. Reintroduza a tabela de tampões.

36 36 Linha de Produtos Acessórios Item Estojo robusto de campo (para medidor, sensor, várias partes pequenas e manual do usuário) Adaptador sensor de ph BNC soquete DIN Compartimento de reposição (5 unidades) N. p/ Pedido ZU 0934 Cabo lab Memosens, M8, 4 pinos -L Bateria de lítio Veja mais informações sobre nossa linha de produtos em nosso site

37 Linha de Produtos 37 Sensores Sensores analógicos de ph Sensor ph/pt1000 (corpo plástico, compr. 120 mm) Sensor ph/pt1000 (corpo plástico, compr. 110 mm) Sensor de ph tipo punção (corpo plástico, compr. 65/25 mm) Sensor ph/pt1000 para medições em área classificada Zona 0, com cabo de equalização de potencial Sonda de temperatura Pt1000 Sonda de temperatura Pt1000 com ponta inclinada Sensores digitais de ph Sensor ph/temp. (corpo plástico, compr. 120 mm) Sensor ph/temp. (corpo de vidro, compr. 110 mm) N. p/ Pedido N. p/ Pedido SE 101 NMS SE 102 NMS Os sensores Memosens têm um acoplamento que permite trocar os sensores com o cabo conectado ao medidor.

38 38 Linha de Produtos Soluções Tampão Knick CaliMat Soluções tampão de qualidade prontas para uso Valor de ph (20 C) Quantidade N. p/ Pedido 2.00 ± ml 4.00 ± ml 1000 ml 3000 ml 7,00 ± 0, ml CS-P0700/ ml CS-P0700/ ml CS-P0700/ ± ml 1000 ml 3000 ml ± ml Grupos de tampões Grupo 4.00 Grupo 7.00 Grupo 9.00 Grupo 4.00, 7.00, x 250 ml 3 x 250 ml 3 x 250 ml 250 ml de cada

39 Especificações 39 Entrada de ph/mv Faixa de ph Soquete de ph, DIN (13/4 mm) Casas decimais * ) 2 ou 3 Resistência da entrada 1 x Ω (0 35 C) Entrada de corrente 1 x A (sob TA, dobra a cada 10 K) Ciclo de medição Aprox. 1 s Erro de medição 1,2,3) < 0,01 ph, CT < 0,001 ph/k Faixa de mv mv Ciclo de medição Aprox. 1 s Erro de medição 1,2,3) < 0,1 % val. med. + 0,3 mv, CT < 0,03 mv/k Entrada de temperatura 2 x 4 mm diâm. para sonda de temperatura integrada ou separada Faixas de medição Sonda de temp. NTC C Sonda de temp. Pt C Ciclo de medição Aprox. 1 s Erro de medição 1,2,3) < 0,2 K (Tamb = 23 C); CT < 25 ppm/k Entrada de ph Memosens Soquete M8, 4 pinos, para cabo lab Memosens Faixas do display 4) ph -2,00 +16,00 mv mv Temperatura C Entrada de ph Memosens Soquete M8, 4 pinos, para cabo lab Memosens ISFET Faixas do display 4) ph -2,00 +16,00 mv mv Temperatura C Entrada de ORP Memosens Soquete M8, 4 pinos, para cabo lab Memosens Faixas do display 4) mv mv Temperatura C Calibração do sensor *) Calibração de ORP (ajuste de zero) Faixa de calibração admissível ΔmV (offset) mv *) Configurável pelo usuário 1) Conforme norma EN , em condições nominais de operação 2) ± 1 valor 3) Mais erro do sensor 4) As faixas dependem do sensor Memosens

40 40 Especificações Calibração do sensor *) Calibração de ph Modos de operação *) CALIMATIC Calibração com reconhecimento automático de tampão MANUAL Calibração manual com introdução de valores individuais de tampão DATA INPUT Introdução de valor de zero e rampa Grupos de tampões -01- Mettler-Toledo 2.00/4.01/7.00/9.21 Calimatic *) -02- Knick CaliMat 2.00/4.00/7.00/9.00/ Ciba (94) 2.06/4.00/7.00/ NIST técnico 1.68/4.00/7.00/10.01/ NIST padrão 1.679/4.006/6.865/ HACH 4.01/7.00/10.01 / WTW tampões técn. 2.00/4.01/7.00/ Hamilton 2.00/4.01/7.00/10.01/ Reagecon 2.00/4.00/7.00/9.00/ DIN /4.65/6.79/9.23/ U1- (User) Carregável via Paraly SW 112 Faixa de calibração admissível Ponto zero ph 6 8 Com ISFET: mv Ponto de operação (assimetria) Rampa aprox % (possivelmente com notas de restrição do Sensoface) Timer de calibração *) Intervalo 1 99 dias, pode ser desativado Sensoface Avaliação de Informa sobre a condição do sensor Zero/rampa, resposta, intervalo de calibração *) Configurável pelo usuário

41 Especificações 41 Conectores 1 soquete de ph, DIN soquetes de 4 mm para sonda de temperatura separada 1 soquete M8, 4 pinos, para cabo lab Memosens 1 porta Micro USB-B para comunicação com PC Portavo 904 X: Não deixe de ler as instruções de segurança quando usar a porta USB. Display LCD STN, 7 segmentos, 3 linhas e ícones Sensoface Indicação de status (carinha alegre, série, triste) Indicadores de status Carga das pilhas, data logger Avisos Ampulheta Teclado Data logger Registro (data logger) Com até 5000 locais de memória Manual, intervalo ou em eventos Comunicação USB 2.0 Perfil HID, instalação sem driver Uso Troca de dados e configuração via software Paraly SW 112 Funções de diagnóstico Dados do sensor (só Memosens) Dados de calibração Autoteste do instrumento Dados do instrumento Retenção de dados Comp. eletromag. (EMC) Emissão de interferências Imunidade a interferências Proteção contra explosão Fabricante, tipo de sensor, número de série, tempo de operação Data de calibração, zero e rampa Teste automático das memórias (FLASH, EEPROM, RAM) Tipo de instrumento, versão do software, versão do hardware Parâmetros, dados de calibração > 10 anos EN (Requisitos Gerais) Classe B (área residencial) Indústria EN (Requisitos Especiais para Transmissores) Portavo 904 X Global Europa USA, Canadá Veja parâmetros elétricos e outras especificações no Desenho de Controle N

42 42 Especificações Conformidade RoHS Alimentação Portavo 904 Portavo 904 X Tempo de operação Condições nominais de operação Temperatura ambiente Temperatura ambiente 904 X Conforme diretiva 2011/65/EC 4 Pilhas alcalinas AA ou 4 baterias de níquel (NiMH) (recarregável) ou 1 bateria de lítio (Li-ion), carregável via USB 4 pilhas AA Veja tipos de bateria no Desenho de Controle N Aprox h (alcalinas) Temperatura de transporte/ armazenamento Umidade relativa Alojamento Material Proteção Dimensões Peso 0 95 %, condensação por pouco tempo admissível PA12 GF30 (cinza prata RAL 7001) + TPE (preto) IP 66/67 com compensação de pressão Aprox. (132 x 156 x 30) mm Aprox. 500 g

43 Índice 43 A Acessórios...36 Acessórios, números para pedido...36 Ajuste de temperatura manual...22 Alternância entre valores medidos...22 Apoio de mesa...10 Áreas classificadas...13 Áreas classificadas, aplicação...8 Áreas classificadas, pilhas...14 ATEX...7 B Bateria de lítio...13, 36 Botões...12 C Cabo de conexão para Memosens...15 Cabo lab Memosens (acessório)...36 Calibração (ph), Calimatic...18 Calibração (ph), data input...19 Calibração (ph), manual...20 Calibração (ph), método selecionado no modo medição...21 Calibração automática (Calimatic)...18 Calibração manual...20 Calimatic, calibração automática...18 Calimatic, descrição...9 Características com valor agregado...9 Características do produto...8 Carinha (ícone Sensoface)...9 CD-ROM...7 Certificados...7 Classes de temperatura...14 Compartimento de pilhas...13 Compartimento de reposição (acessório)...36

44 44 Índice Conector USB...13 Conexão de sensores...15 Configuração de dados...17 Configuração de ph...17 Configuração do data logger...27 Configuração do instrumento...17 Configuração, sinopse...17 Configuração, tabela...17 D Dados deletados (0000 DELETED)...30 Dados do medidor...39 Dados registrados, display...29 Dados técnicos...39 Data input (calibração de ph)...19 Data logger...23 Data logger, limpeza...30 Data logger, ativação...28 Data logger, configuração...27 Data logger, deletar registros...30 Data logger, display...29 Data logger, endereço de início...24 Data logger, estrutura do menu...26 Data logger, exibição...23, 29 Data logger, ícones...23 Data logger, iniciar com CONT...28 Data logger, iniciar com START...28 Data logger, interromper...30 Data logger, ligar...28 Data logger, menu...26 Data logger, parar...30 Data logger, tipo...24 Data logger, visualizar...29

45 Índice 45 Data...31 Declaração de Conformidade CE...7 Descarte do instrumento...3 Descrição do produto...8 Diferença (modo de registro)...25 Diferença + Intervalo (modo de registro)...25 Display...11 Documentação...7 E Elementos de controle...12 Endereço de início, data logger...24 Entrada analógica de ph...15 ERRO (códigos de erro)...35 Especificações...39 Estojo de transporte (acessório)...36 Etiqueta de identificação...10 F Faixa delta (data logger)...25 FREE CAL...21 Gancho...10 Garantia...3 Grupos de tampões...38 Guia de partida rápida...7 H Hora e data...31 Hora e data, acerto...31 Horas, display...31 I Ícone de pilha...14 Ícones de triângulo...12

46 46 Índice Ícones do data logger...23 Ícones no display...16 IECEx...7 Intervalo (modo de registro)...24 Introdução...8 Itens fornecidos...6 L Ligar o instrumento...16 M Marcas registradas...3 Medição...22 Memória de dados...23 Memosens...9 Mensagens de erro...33 Mensagens de erro, sinopse...35 Mensagens de erro, tabela...35 Mensagens do instrumento...33 Mensagens Sensoface Mensagens...33 Menu data logger...26 Menus, estrutura...17 Minutos, display...31 Modos de operação do data logger...24 N Números de referência (acessórios)...36 P Paraly SW 112, software...32 Parametrização...17 Partida...13 Pendurar o medidor...10

47 Índice 47 Pilhas AA...13 Pilhas Duracell MN Pilhas Energizer E Pilhas Panasonic Pro Power LR Pilhas para aplicação em áreas classificadas...14 Pilhas Power One Pilhas, capacidade...14 Pilhas, carga...14 Pilhas, colocação...13 Pilhas, compartimento...13 Pilhas, indicador de carga...8 Pilhas, tipos...14 Pilhas, troca...13 Porta Micro USB...8, 15 Porta USB...15 Portas...15 Portavo 904 X...13 Propriedades do instrumento...8, 9 R Registro cíclico de valores medidos...24 Registro contínuo de valores medidos...24 Registro manual...24 Relatório de teste específico...7 Relógio em tempo real...8 Relógio...31 S Segundos, display...31 Segurança, instruções...7 Sensoface... 9 Sensor de ph...15 Sensor Memosens...15 Sensor sem detector de temperatura...22

48 48 Índice Sensores de ph, linha de produtos...37 Sensores digitais, linha de produtos...37 Sensores Memosens, linha de produtos...37 Sensores, linha de produtos...37 Setup (configuração)...17 SHOT (modo de registro)...24 Símbolos no display...16 Sinopse do instrumento...8 Software Paraly SW Soluções tampão CaliMat...38 Soluções tampão de ph...38 Sonda de temperatura, conexão...15 Soquete de ph, DIN START, iniciar o data logger...28 T Tampa protetora...10 Tampões, grupos...38 Tecla cal...12 Tecla clock...12 Tecla meas...12 Tecla on/off...12 Tecla RCL...12 Tecla RCL, exibir o data logger...29 Tecla set...12 Tecla STO...12 Teclado...12 Teclas de seta...12 Temperatura, classes...14 V Valor medido, registrar...24 Valor medido, segurar...24 Valores instantâneos, salvar...24 Valores medidos, alternar...22

49

50

51

52 Knick Elektronische Messgeräte GmbH & Co. KG Beuckestr Berlin Germany Phone: +49 (0) Fax: +49 (0) Web: TA-209.4PH-KNBR Versão do software: 1.x

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 904(X) PH. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 904(X) PH. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de Linha de Produtos Especificações Português Portavo 904(X) PH Últimas informações sobre o produto: www.knick.de 2 Linha de Produtos Acessórios Item Estojo robusto de campo (para medidor, sensor, várias

Leia mais

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 902 PH. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 902 PH. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de Linha de Produtos Especificações Português Portavo 902 PH Últimas informações sobre o produto: www.knick.de 2 Linha de Produtos Sensores Sensores analógicos de ph N. p/ Pedido Sensor ph/pt1000 (corpo plástico,

Leia mais

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 904(X) COND. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 904(X) COND. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de Linha de Produtos Especificações Português Portavo 904(X) COND Últimas informações sobre o produto: www.knick.de 2 Linha de Produtos Sensores Sensores de condutividade analógicos N. p/ Pedido Sensor de

Leia mais

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 904 X MULTI. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 904 X MULTI. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de Linha de Produtos Especificações Português Portavo 904 X MULTI Últimas informações sobre o produto: www.knick.de 2 Linha de Produtos ph Sensores de ph Sensores analógicos de ph Sensor ph/pt1000 (corpo

Leia mais

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 902 COND. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de

Linha de Produtos Especificações Português. Portavo 902 COND. Últimas informações sobre o produto: www.knick.de Linha de Produtos Especificações Português Portavo 902 COND Últimas informações sobre o produto: www.knick.de 2 Linha de Produtos Sensores Sensores de condutividade analógicos Sensor de 2 eletrodos, 120

Leia mais

Stratos Pro A2... PH. Betriebsanleitung. Produktinformation: Português. ManualBetriebsanleitung deutsch. Ex 706X/1-NM SE 706X/2-NM

Stratos Pro A2... PH. Betriebsanleitung. Produktinformation:  Português. ManualBetriebsanleitung deutsch. Ex 706X/1-NM SE 706X/2-NM II 1G Ex ia IIC T3/T4/T6 14163 Berlin 14163 Berlin SE 706X/1-NMSN SE 706X/2-NMS 14163 Berlin BVS 10 ATEXXE0 BVS 10 ATEX E089 II 1G ia IIC T II 1GSE Ex 706X/1-NM ia IIC Ex T3/T4/T6 The Art of Measuring.

Leia mais

Hand-held de temperatura Modelo CTH7000

Hand-held de temperatura Modelo CTH7000 Tecnologia de calibração Hand-held de temperatura Modelo CTH7000 Folha de dados WIKA CT 55.50 Aplicações Termômetro de precisão para medições de temperatura com alta exatidão em uma faixa de -200... +962

Leia mais

Guia do Usuário. Registrador de Dados de Pressão barométrica / Umidade e Temperatura Modelo SD700

Guia do Usuário. Registrador de Dados de Pressão barométrica / Umidade e Temperatura Modelo SD700 Guia do Usuário Registrador de Dados de Pressão barométrica / Umidade e Temperatura Modelo SD700 Introdução Parabéns pela sua compra do Registrador de Dados de Pressão barométrica/umidade/temperatura Extech

Leia mais

Registrador de Dados de CO 2 /Umidade/Temperatura

Registrador de Dados de CO 2 /Umidade/Temperatura Guia do Usuário Registrador de Dados de CO 2 /Umidade/Temperatura Modelo SD800 Introdução Parabéns pela sua compra do Registrador de Dados de CO 2 /Temperatura/Umidade Extech SD800. Este aparelho mede,

Leia mais

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados. Modelo 42280

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados. Modelo 42280 Guia do Usuário Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo 42280 Introdução Parabéns pela sua compra do Registrador de dados de Temperatura e Umidade Relativa Extech 42280. O 42280 é um monitor da qualidade

Leia mais

Medidor de Oxigênio Dissolvido (OD) Cartão SD Registrador de Dados em tempo real

Medidor de Oxigênio Dissolvido (OD) Cartão SD Registrador de Dados em tempo real Manual do Usuário Medidor de Oxigênio Dissolvido (OD) Cartão SD Registrador de Dados em tempo real Modelo SDL150 Introdução Parabéns pela sua compra do Medidor de Oxigênio Dissolvido Extech SDL150, um

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções SE 630 (X) MS MEMO SENS Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos www.knick.de Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos SE 630 Memosens Não deixe de ler e seguir as

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções SE 604 (X) MS MEMO SENS Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos www.knick.de Instruções de Uso Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos Memosens SE 604 (X) MEMO SENS Leia e siga as seguintes

Leia mais

Guia do Usuário. Monitor de CO 2 e Registrador de Dados. Modelo CO210. Distributed by MicroDAQ.com, Ltd. www.microdaq.

Guia do Usuário. Monitor de CO 2 e Registrador de Dados. Modelo CO210. Distributed by MicroDAQ.com, Ltd. www.microdaq. Guia do Usuário Monitor de CO 2 e Registrador de Dados Modelo CO210 Introdução Parabéns pela sua compra do Medidor de Dióxido de Carbono Modelo CO210. Esse medidor mede e registra os dados no nível de

Leia mais

Início rápido. Para ajustar o aparelho à medição, este tem de ser configurado! Indicador Sensoface (estado do sensor) Indicador do conjunto

Início rápido. Para ajustar o aparelho à medição, este tem de ser configurado! Indicador Sensoface (estado do sensor) Indicador do conjunto Início rápido Modo de funcionamento de medição Depois de se ligar a tensão de funcionamento, o aparelho entra automaticamente no modo de funcionamento "Medição". Acesso ao modo de funcionamento de medição

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO RÁPIDA

GUIA DE CONFIGURAÇÃO RÁPIDA GUIA DE CONFIGURAÇÃO RÁPIDA PJ-6/PJ-63/ PJ-66/PJ-663 Impressora portátil Para obter mais informações sobre como usar esta impressora, certifique-se de ler o Manual do Usuário da Pocket Jet, fornecido no

Leia mais

Analisador com interface FOUNDATION Fieldbus, medição de condutividade em áreas seguras e classificadas

Analisador com interface FOUNDATION Fieldbus, medição de condutividade em áreas seguras e classificadas Sistemas para Análise de Processo Quím. Energia Farm. Alim. Água Stratos FF 2231 X Cond Analisador com interface FOUNDATION Fieldbus, medição de condutividade em áreas seguras e classificadas Características

Leia mais

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem WT1000-LED Manual Técnico Versão A12-03 ÍNDICE 1 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS... 4 2 RECOMENDAÇÕES GERAIS... 4 3 FUNÇÕES DAS TECLAS... 5 4 OPERAÇÃO...

Leia mais

Impressora HP DeskJet 720C Series. Sete passos simples para configurar a sua impressora

Impressora HP DeskJet 720C Series. Sete passos simples para configurar a sua impressora Impressora HP DeskJet 720C Series Sete passos simples para configurar a sua impressora Parabéns pela aquisição de sua impressora HP DeskJet 720C Series! Aqui está uma lista dos componentes da caixa. Se

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL A LASER MODELO TN-1150

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL A LASER MODELO TN-1150 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL A LASER MODELO TN-1150 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764. Manual do Usuário

Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764. Manual do Usuário Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764 Manual do Usuário A GPTRONICS está capacitada a fabricar produtos de excelente qualidade e oferecer todo o suporte técnico necessário, tendo como objetivo

Leia mais

Suporte Técnico. Conteúdo da embalagem. Guia de Instalação do N300 Wireless ADSL2+ Modem Router DGN2200v4

Suporte Técnico. Conteúdo da embalagem. Guia de Instalação do N300 Wireless ADSL2+ Modem Router DGN2200v4 Suporte Técnico Agradecemos por escolher os produtos NETGEAR. A NETGEAR recomenda o uso exclusivo de recursos oficiais de suporte da NETGEAR. Com o dispositivo instalado, localize o número de série no

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Torquímetro Digital

MANUAL DE INSTRUÇÕES Torquímetro Digital MANUAL DE INSTRUÇÕES Torquímetro Digital 44502/301 Antes da utilização, leia atentamente as instruções das páginas 18 e 19. Versão: DEZEMBRO/2012 Este manual irá ajudá-lo a utilizar todas as funções presentes

Leia mais

Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2

Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2 Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2 1- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Prato em aço inoxidável 340 x 310 mm. Saída serial para impressora matricial Urano USE-PII. Temperatura de operação: 0 a 50 ºC.

Leia mais

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 03. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 03. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem Manual Técnico Versão 03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você contará com

Leia mais

BALANÇAS PARA PONTE ROLANTE MODELO BGB RADIO

BALANÇAS PARA PONTE ROLANTE MODELO BGB RADIO BALANÇAS PARA PONTE ROLANTE MODELO BGB RADIO ÍNDICE I Cuidados de Uso... 2 II Características... 2 III Características Técnicas.... 2 IV Capacidade..... 3 V Dimensões. 3 VI Operação 4 VII Diagrama de Funcionamento..

Leia mais

Figura 1 3M Portable Labeler PL100

Figura 1 3M Portable Labeler PL100 Visor LCD Saída de etiquetas Cortador Alimentação PL100 Imprimir/cópias Navegação Excluir/apagar Teclas de acesso rápido Idioma/unidades Tamanho CAPS Estilo Função/Shift Normal Enter Indicador Comprimento

Leia mais

ENERGIA DA BATERIA & GERENCIAMENTO DA ENERGIA

ENERGIA DA BATERIA & GERENCIAMENTO DA ENERGIA CAPÍTULO VINTE TRÊS ENERGIA DA BATERIA & GERENCIAMENTO DA ENERGIA Neste capítulo, você aprenderá os fundamentos do gerenciamento de energia e como usá-los para adquirir uma vida média da bateria mais longa.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... - 1-2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Guia do Usuário. Monitor de CO 2. Modelo CO200

Guia do Usuário. Monitor de CO 2. Modelo CO200 Guia do Usuário Monitor de CO 2 Modelo CO200 Introdução Parabéns pela sua compra deste Medidor de Dióxido de Carbono Modelo CO200. Este aparelho mede o nível de CO2, a temperatura do ar, umidade, data

Leia mais

Módulo Interno AL-VP 310 SÉRIE 3000 Importado e Distribuído por: R.R Sistemas Ltda. CNPJ: 09.416.111/0001-58 www.alivebrasil.com.

Módulo Interno AL-VP 310 SÉRIE 3000 Importado e Distribuído por: R.R Sistemas Ltda. CNPJ: 09.416.111/0001-58 www.alivebrasil.com. Módulo Interno AL-VP 310 SÉRIE 3000 Importado e Distribuído por: R.R Sistemas Ltda. CNPJ: 09.416.111/0001-58 www.alivebrasil.com.br ÍNDICE FIAÇÃO 1 APARÊNCIA 2 OPERAÇÃO 2 1. Operações básicas 2 1.1Conversação

Leia mais

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo SD500

Guia do Usuário. Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo SD500 Guia do Usuário Higrotermômetro e Registrador de Dados Modelo SD500 Introdução Parabéns pela sua compra do Registrador de dados de Temperatura/Umidade Extech SD500. Este aparelho mede, exibe e armazena

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO ALICATE TERRÔMETRO MODELO TR-5500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO ALICATE TERRÔMETRO MODELO TR-5500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO ALICATE TERRÔMETRO MODELO TR-5500 setembro 2011 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução... - 1-2. Regras

Leia mais

Conversor e gravador digital Full HD - DTV-8000

Conversor e gravador digital Full HD - DTV-8000 10 11 6 1 1 2 3 4 5 6 7 8 10 11 7 8 4 5 3 2 12 (FWD) (REW) Remova a tampa da pilha do Controle Remoto e coloque 2 pilhas do tamanho AAA dentro do compartimento. O diagrama dentro do compartimento de pilha

Leia mais

MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R

MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R Manual de Instruções MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R RECURSOS ESPECIAIS Indicador de nível baixo de bateria Exibe 61 gases de refrigeração Exibe temperatura correspondente do ponto de saturação,

Leia mais

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 04, Revisão 05. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 04, Revisão 05. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem Manual Técnico Versão 04, Revisão 05 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você

Leia mais

Multicalibrador portátil Modelo CEP3000

Multicalibrador portátil Modelo CEP3000 Tecnologia de calibração Multicalibrador portátil Modelo CEP3000 Folha de dados WIKA CT 82.01 Aplicações Prestadores de serviços de calibração e testes Laboratórios de medição e controle Indústria (laboratório,

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Teste de Cloro Total e Livre Pendência Patente. Modelo CL500

GUIA DO USUÁRIO. Teste de Cloro Total e Livre Pendência Patente. Modelo CL500 GUIA DO USUÁRIO Teste de Cloro Total e Livre Pendência Patente Modelo CL500 Introdução Parabéns pela sua compra do teste de cloro CL500. O CL500 é um dos primeiros dispositivos revolucionários deste tipo

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais

NOTA IMPORTANTE Claro cliente, muito obrigado por ter escolhido a balança eletrônica UMA, da Casa Bugatti. Como a maioria dos eletrodomésticos, esta balança deve ser usada com cuidado e atenção para prevenir

Leia mais

Termômetro Infravermelho (IV) com Laser Duplo

Termômetro Infravermelho (IV) com Laser Duplo Manual do Usuário Termômetro Infravermelho (IV) com Laser Duplo MODELO 42570 Introdução Parabéns pela sua compra do Termômetro Infravermelho Modelo 42570. Esse termômetro Infravermelho mede e exibe leituras

Leia mais

Manual de Instruções 98310 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO 98315 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO COM SOLENOIDE

Manual de Instruções 98310 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO 98315 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO COM SOLENOIDE Manual de Instruções 98310 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO 98315 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO COM SOLENOIDE INSTRUÇÕES OPERACIONAIS BALANÇA SEM FIO DE CARGA DE REFRIGERANTE BALANÇA

Leia mais

Manual do usuário da impressora Xerox Phaser 6180MFP

Manual do usuário da impressora Xerox Phaser 6180MFP Manual do usuário da impressora Xerox Phaser 6180MFP IMPORTANTE - Evite abrir a impressora.. Há várias peças sensíveis neste equipamento e qualquer dano à integridade física do mesmo não será coberto pela

Leia mais

HI 9812-5 Medidor de ph/ec/tds/ C Portátil

HI 9812-5 Medidor de ph/ec/tds/ C Portátil Manual de Instruções Hanna Instruments Portugal Rua Manuel Dias Zona Industrial de Amorim, Fracção I nº 392 4495-129 Amorim - Póvoa de Varzim Portugal HI 9812-5 Medidor de ph/ec/tds/ C Portátil Serviço

Leia mais

Medidor de distância a laser Manual de instruções

Medidor de distância a laser Manual de instruções Medidor de distância a laser Manual de instruções 1. Segurança 1) Leia este Manual de Instruções cuidadosamente antes de colocar o aparelho em uso. 2) Este é um produto Laser Classe II; não olhe diretamente

Leia mais

CO-6 Medidor de dióxido de carbono (CO2)

CO-6 Medidor de dióxido de carbono (CO2) CO-6 Medidor de dióxido de carbono (CO2) DETECTOR 1. Sensor de temperatura e umidade 2. Sensor de CO2 (parte traseira) 3. display LCD 4. Conector adaptador AC 5. porta RS232 6. Teclado 7. Compartimento

Leia mais

Transmissores de Temperatura. ThermoTrans A 20210

Transmissores de Temperatura. ThermoTrans A 20210 Transmissores de Temperatura Transmissores standard em alojamento de 6 mm para medição de temperatura usando termômetros de resistência ou termopares. A Tarefa Em praticamente todas as áreas industriais,

Leia mais

Telêmetro Digital com Laser Extech DT300

Telêmetro Digital com Laser Extech DT300 Guia do Usuário Telêmetro Digital com Laser Extech DT300 Introdução Parabéns pela sua compra do Telêmetro Digital com Laser Extech Modelo DT300. Este medidor mede a Distância até 50 m (164 ft) e calcula

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

Sonda polarográfica tipo Clark com membrana substituível. Gamas: 0.00-45.00 mg/l (ppm) 0.0-300% de saturação de oxigénio

Sonda polarográfica tipo Clark com membrana substituível. Gamas: 0.00-45.00 mg/l (ppm) 0.0-300% de saturação de oxigénio Condutividade Oxigénio Dissolvido Sonda potenciométrica de quatro anéis Cobre todas as gamas, desde 0.00 μs/cm a 500 ms/cm (EC absoluta) Precisão ± 1% da leitura ± (0.05 μs/cm ou 1 digito, o que for maior)

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções EL-USB-2-LCD Registador de Humidade, Temperatura e Ponto de Condensação com visor LCD Manual de Instruções Este registador mede e armazena até 16,379 leituras relativas a humidade e 16,379 leituras relativas

Leia mais

DIGISKY. Preparação. Revisão: 01.08.2011

DIGISKY. Preparação. Revisão: 01.08.2011 DIGISKY Guia Rápido 15448 V1.01 Preparação Por favor leia antes as instruções para utilização (no CD). Nestas instruções são descritos os preparativos necessários para o uso do medidor de exposição e suas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES TABLET TAB TV DUAL

MANUAL DE INSTRUÇÕES TABLET TAB TV DUAL MANUAL DE INSTRUÇÕES TABLET TAB TV DUAL Termos de Garantia Este produto é garantido contra defeitos de fabricação. Os casos abaixo não estãocobertos pela garantia:. Vazamento ou oxidação das pilhas/bateria..

Leia mais

Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você contará

Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você contará Obrigado por escolher a LIBRACOM! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você contará com uma equipe de suporte ágil, dinâmica e diferenciada para resolver todos os problemas que

Leia mais

Termo-Anemômetro de Fio Quente com Registrador de Dados

Termo-Anemômetro de Fio Quente com Registrador de Dados Manual do Usuário Termo-Anemômetro de Fio Quente com Registrador de Dados Modelo SDL350 Hot Wire 5 Introdução Parabéns pela sua compra do Termo-Anemômetro de Fio Quente com Registrador de Dados da Extech

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015. Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015. Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...1 3.

Leia mais

Blu Aria Manual do Usuário

Blu Aria Manual do Usuário Blu Aria Manual do Usuário -1- -2- Conteúdo Iniciando... 4 1.1 Instalação do Chip (cartão SIM) e da Bateria... 4 1.2 Recarga da Bateria... 4 1.3 Conexão à Rede... 5 Tipo de Entrada... 5 1.4 Para Mudar

Leia mais

DRIVER DA TELA SENSÍVEL AO TOQUE MANUAL DE OPERAÇÃO

DRIVER DA TELA SENSÍVEL AO TOQUE MANUAL DE OPERAÇÃO MONITOR LCD DRIVER DA TELA SENSÍVEL AO TOQUE MANUAL DE OPERAÇÃO para Mac Versão 1.0 Modelos aplicáveis PN-L802B/PN-L702B/PN-L602B Conteúdo Introdução...3 Requisitos do sistema...3 Configuração do computador...4

Leia mais

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas.

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. www.orangeexperience.com.br FILMADORA SPORT ÍNDICE Acessórios Encaixe dos Suportes Requisitos do Sistema O

Leia mais

Favor ler este manual antes de utilizar seu telefone e guardá-lo para referência futura.

Favor ler este manual antes de utilizar seu telefone e guardá-lo para referência futura. Telefone Sem Fio ATEL AWP-L300 Manual do Usuário Favor ler este manual antes de utilizar seu telefone e guardá-lo para referência futura. Para obter as versões mais atuais da documentação, visite o site

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução... 02 2. Regras de segurança...

Leia mais

Atualização, backup e recuperação de software

Atualização, backup e recuperação de software Atualização, backup e recuperação de software Guia do usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada nos Estados Unidos da Microsoft Corporation. As informações

Leia mais

Altímetro Portátil com Barômetro e Bússola MODELO: RA123 MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE POR

Altímetro Portátil com Barômetro e Bússola MODELO: RA123 MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE POR Altímetro Portátil com Barômetro e Bússola ÍNDICE MODELO: RA123 MANUAL DO USUÁRIO Introdução...2 Botões de controle... 2 LCD...3 Introdução...3 Ativação do dispositivo (apenas primeiro uso)...3 Introdução...4

Leia mais

Seu manual do usuário SIEMENS EUROSET 3025 http://pt.yourpdfguides.com/dref/569877

Seu manual do usuário SIEMENS EUROSET 3025 http://pt.yourpdfguides.com/dref/569877 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para SIEMENS EUROSET 3025. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Medidor de ph/orp Registrador de Dados com Cartão SD em tempo real

Medidor de ph/orp Registrador de Dados com Cartão SD em tempo real Manual do Usuário Medidor de ph/orp Registrador de Dados com Cartão SD em tempo real Modelo SDL100 Introdução Parabéns pela sua compra do Medidor Extech SDL100 ph/orp, um medidor da Série SD Logger. Este

Leia mais

L-PCR, PCR SERIES MAGNA COMÉRCIO DE BALANÇAS LTDA DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO TORREY NO BRASIL BALANÇA ELETRÔNICA MANUAL DE USUÁRIO REVISAO: 1.

L-PCR, PCR SERIES MAGNA COMÉRCIO DE BALANÇAS LTDA DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO TORREY NO BRASIL BALANÇA ELETRÔNICA MANUAL DE USUÁRIO REVISAO: 1. MAGNA COMÉRCIO DE BALANÇAS LTDA DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO TORREY NO BRASIL BALANÇA ELETRÔNICA L-PCR, PCR SERIES MANUAL DE USUÁRIO REVISAO: 1.1 IMPORTANTE: ANTES DE OPERAR ESTA BALANÇA, FAVOR LER COMPLETAMENTE

Leia mais

TERMÔMETRO DIGITAL Digital Thermometer Termómetro Digital MT-401A

TERMÔMETRO DIGITAL Digital Thermometer Termómetro Digital MT-401A TERMÔMETRO DIGITAL Digital Thermometer Termómetro Digital MT-401A *Imagem meramente ilustrativa. Only illustrative image. Imagen meramente ilustrativa. MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de

Leia mais

Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o scanner IRIScan Book 3.

Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o scanner IRIScan Book 3. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o scanner IRIScan Book 3. Este scanner é fornecido com os aplicativos Readiris Pro 12 e IRIScan Direct (somente Windows). Os Guias Rápidos do Usuário

Leia mais

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção Medição elétrica de temperatura Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção WIKA folha de dados TE 60.08 outras aprovações veja página 8 Aplicações Para montagem direta em processo Fabricante

Leia mais

BB25 MANUAL DE INSTRUÇÕES MEDIDOR DE ESPESSURAS DE CAMADAS TRT-BA-BB25-TC-002-PT

BB25 MANUAL DE INSTRUÇÕES MEDIDOR DE ESPESSURAS DE CAMADAS TRT-BA-BB25-TC-002-PT BB25 PT MANUAL DE INSTRUÇÕES MEDIDOR DE ESPESSURAS DE CAMADAS TRT-BA-BB25-TC-002-PT Índice Informações sobre o manual de instruções... 1 Informações sobre o aparelho... 1 Dados técnicos... 2 Segurança...

Leia mais

The Art of Measuring. Manual do Usuário Português. Portavo 904(X) COND. Últimas informações sobre o produto:

The Art of Measuring. Manual do Usuário Português. Portavo 904(X) COND. Últimas informações sobre o produto: The Art of Measuring. Manual do Usuário Português Portavo 904(X) COND Últimas informações sobre o produto: www.knick.de Generalidades 3 Garantia Se o instrumento apresentar algum defeito no prazo de 3

Leia mais

A Arte de Medição. A solução completa para medição com sensores inteligentes. Sem contato. Confiável. Digital. Memosens

A Arte de Medição. A solução completa para medição com sensores inteligentes. Sem contato. Confiável. Digital. Memosens A Arte de Medição A solução completa para medição com sensores inteligentes. Sem contato. Confiável. Digital. Memosens A Empresa Padrão de Perfeição A Knick está definindo o futuro da análise de líquidos

Leia mais

4 em 1: Anemômetro/Termo- Higrômetro/ Luxímetro HHF81

4 em 1: Anemômetro/Termo- Higrômetro/ Luxímetro HHF81 4 em 1: Anemômetro/Termo- Higrômetro/ Luxímetro HHF81 Este produto leva o selo de aprovação OMEGA e vem com garantia da OMEGA. Para fazer novo pedido, acesse: OMEGA Engineering Brasil Av. John Dalton,

Leia mais

1. Informações Gerais

1. Informações Gerais 1. Informações Gerais Guia de Utilização Samsung PST TDMA 1.1 Pré-Requisitos para utilização do software 1º - Noções básicas de informática! (Manipulação de arquivos, instalação e utilização de programas)

Leia mais

Usando o computador portátil GIGABYTE pela primeira vez. 2 Conecte o adaptador AC no conector de entrada DC no lado esquerdo do computador portátil.

Usando o computador portátil GIGABYTE pela primeira vez. 2 Conecte o adaptador AC no conector de entrada DC no lado esquerdo do computador portátil. Parabéns por adquirir um Notebook GIGABYTE. Este manual irá ajudá-lo a começar com a configuração do seu computador portátil. A configuração do produto final depende do modelo no momento da sua compra.

Leia mais

1C.71 CRONOTERMOSTATO SEMANAL TOUCH SCREEN. fig. 1. fig. 2. fig. 3

1C.71 CRONOTERMOSTATO SEMANAL TOUCH SCREEN. fig. 1. fig. 2. fig. 3 fig. Ò www.findernet.com C. CRONOERMOSAO SEMANAL OUCH SCREEN fig. CARACERÍSICAS ÉCNICAS................... LEGENDA DO DISPLAY........ CONFIGURAÇÕES BÁSICAS................. / CONFIGURAÇÃO MANUAL DA EMPERAURA............

Leia mais

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Índice Capítulo 1: O Produto Acessórios que compõem o produto Função do modelo Capítulo 2: Instalação do Produto Instalação física Conexão a tomada Cabo

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... - 1-2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000. www.acenodigital.com.br. Rua Porto Alegre, 212 Jd. Agari 43 3027-2255 Cep: 86.

Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000. www.acenodigital.com.br. Rua Porto Alegre, 212 Jd. Agari 43 3027-2255 Cep: 86. Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000 Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000 Este manual apresenta o funcionamento e os procedimentos de configuração e instalação dos painéis Aceno Digital, modelos

Leia mais

SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES

SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES CAPS LOCK IMPRESSORA ATIVIDADE ESTÁVEL FUNÇÃO ESC F1 F2 F3 F4 F5 F6 F7 F8 F9 F10 F11 F12! @ # $ % / & * ( ) _ + BackSpace 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 - = TAB Q W E R T Y U I O P Enter

Leia mais

Conhecendo o Decoder

Conhecendo o Decoder Conhecendo o Decoder O Decoder da sua ion TV, ou receptor, também é chamado de STB, sigla em inglês para Set Top Box, que é o aparelho responsável por receber o sinal de TV, decodificá-lo e enviá-lo para

Leia mais

DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB

DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB AVISO PRÉVIO A partir de 1 de Janeiro de 2014 os data loggers deixam de ser fornecidos com CD-ROM com software. O software continua a ser gratuito

Leia mais

Copyright 2006 GrupoPIE Portugal S.A.

Copyright 2006 GrupoPIE Portugal S.A. ScanPAL A Restauração do Séc. XXI ScanPAL Copyright 2006 GrupoPIE Portugal S.A. - 2 - ScanPAL Índice Pag. 1. ScanPAL Terminal Portátil...5 1.1. Organização do Software...7 2. Operações...8 2.1. Operações

Leia mais

Figura 1: Interface 3G Identech

Figura 1: Interface 3G Identech Sumário 1 INTRODUÇÃO...3 2 INSTALAÇÃO NO WINDOWS XP...5 3 INSTALAÇÃO NO WINDOWS VISTA...12 4 INSTALAÇÃO NO WINDOWS 7...18 5 CADASTRANDO OPERADORA...25 6 CONECTANDO NA INTERNET...27 7 SERVIÇO DE SMS...29

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO STN100

MANUAL DO USUÁRIO STN100 MANUAL DO USUÁRIO STN100 OBJETIVO Este manual tem por objetivo dar as instruções necessárias sobre como instalar, configurar e operar o Terminal de Dados STN100. SUMÁRIO OBJETIVO ÍNDICE CARACTERÍSTICAS

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de Instrucciones

MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de Instrucciones TERMO HIGRÔMETRO DIGITAL Digital Thermo-Hygrometer MTH-1365 MAX MIN DEW POINT RCL STO MTH-1365 MAX. MIN HOLD USB RH o C SET o m:s. F h:m TIME DATA 88 : 88 888 % 888 MAX/MIN HOLD STORE RECALL SETUP ENTER/DP

Leia mais

Stratos Pro A2... PH. Betriebsanleitung. Stratos Evo A402. Aktuelle Produktinformation: www.knick.de. Manual Betriebsanleitung SE 706X/1-NMSN

Stratos Pro A2... PH. Betriebsanleitung. Stratos Evo A402. Aktuelle Produktinformation: www.knick.de. Manual Betriebsanleitung SE 706X/1-NMSN II 1G Ex ia IIC T3/T4/T6 14163 Berlin 14163 Berlin SE 706X/1-NMSN SE 706X/2-NMS The Art of Measuring. 14163 Berlin 14163 BVS 10 ATEX BVS Berlin 10 E089 ATEX XE0 II 1G SE Ex 706X/1-NM ia II 1G IIC Ex T3/T4/T6

Leia mais

Termômetro / Registrador de dados em 4 canais

Termômetro / Registrador de dados em 4 canais Manual do Usuário Termômetro / Registrador de dados em 4 canais Entradas para RTD e termopar Modelo SDL200 Introdução Parabenizamos-lhe Parabéns pela aquisição do termômetro SDL200 da Extech, um medidor

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÕES AHC CRANE 21644

MANUAL DE OPERAÇÕES AHC CRANE 21644 MANUAL DE OPERAÇÕES AHC CRANE 21644 PÁGINA DO AHC Na figura acima são exibidas as seguintes informações: 1- Velocidade do cabo. 2- Pressão do Nitrogênio no Compensador do AHC. 3- Carga máxima permitida

Leia mais

Manual do Usuário Mundi 1000. Sumário

Manual do Usuário Mundi 1000. Sumário Sumário 1.Instalação...2 2.Estrutura do menu...5 3.Operações básicas:...5 3.1.Cadastramento de usuário:...5 3.1.1.Reg RFID...5 3.1.2.Cadastrar Senha...7 3.1.3.Reg RFID e Senha...8 3.2.Exclusão de usuário...9

Leia mais

Manual do Data Logger Perceptec DL12 One Way. Descartável

Manual do Data Logger Perceptec DL12 One Way. Descartável Manual do Data Logger Perceptec DL12 One Way Descartável Conteúdo: 1 - Apresentação 2 - Características 3 - Instalação do sistema 4 - Funcionamento 5 - Especificações 6 - Certificado de Garantia 7 - Certificado

Leia mais

ISDB-T BRASIL Versão: 1.1.1

ISDB-T BRASIL Versão: 1.1.1 DIGIAIR PRO ISDB-T MANUAL DO USUÁRIO ISDB-T BRASIL Versão: 1.1.1 Conteúdo: DIGIAIR PRO ISDB-T Descrição. 3 1 INTRODUÇÃO 4 1.1 LIGAR E DESLIGAR (ON/OFF) 4 1.2 FONTE DE ALIMENTAÇÃO E BATERIA 4 1.3 COMO USAR

Leia mais

Controlador pneumático de pressão de precisão Modelo CPC6000

Controlador pneumático de pressão de precisão Modelo CPC6000 Tecnologia de calibração Controlador pneumático de pressão de precisão Modelo CPC6000 WIKA folha de dados CT 27.61 Aplicações Indústria (laboratório, manutenção e produção) Fabricantes de transmissores

Leia mais

Registrador de Dados de Umidade e Temperatura

Registrador de Dados de Umidade e Temperatura Guia do Usuário Registrador de Dados de Umidade e Temperatura Modelo RHT Introdução Parabéns pela sua compra do registrador de dados de Temperatura e Umidade. Com este medidor, você pode monitorar e registrar

Leia mais

filmadora sport FS201

filmadora sport FS201 MANUAL DO USUÁRIO filmadora sport FS201 Acessórios Encaixe dos Suportes Aviso Requisitos do Sistema Aparência e Botões Iniciando o Uso Uso do cartão de memória Ligando e Desligando Conversão entre modos

Leia mais